Você está na página 1de 7

A CONFIGURAÇÃO DO CULTO BÍBLICO

Gênesis 22: 1-14

Introdução : Existe um princípio hermenêutico conhecido como O Princípio da Primeira


Menção . Esse princípio ensina que a primeira menção de uma palavra, ou doutrina, na Bíblia,
determina seu significado em todo o restante das Escrituras.

Por exemplo, o Egito é mencionado pela primeira vez em Gen. 12:10 . Nesse verso,
Abrão deixa Canaã durante um período de fome e vai para o Egito. Enquanto ele está lá, ele sofre
perda espiritual e danifica seu testemunho. Assim, o Egito é apresentado sob uma luz negativa e,
como regra geral, é assim que o Egito é percebido em toda a Bíblia.

A passagem diante de nós hoje nos dá a primeira menção da palavra “ adoração ”. As


pessoas haviam adorado antes dos eventos dessa passagem acontecerem. Gn 4 mostra Caim e Abel
empenhados em sacrifício e adoração . Gênesis 4:26 diz: “... então começaram os homens a invocar
o nome do SENHOR .” Gênesis 5:22 nos diz que “ Enoque andou com Deus ...” Gn 6: 9 nos diz que
Noé também " andou com Deus ".

As pessoas estavam adorando o Senhor desde o começo, mas esta é a primeira vez que a
palavra “ adoração ” é usada. Esta passagem que descreve a fé de Abraão nos ensina algumas verdades
muito poderosas sobre a adoração.

A palavra traduzida “ adoração ” significa “ curvar-se; se prostrar diante de um superior;


humilhar-se diante de Deus. Abraão usa essa palavra no meio do julgamento mais difícil que já
enfrentou. Ele estava no vale mais profundo de sua vida, mas viu a experiência como um tempo de
adoração.

Acho que a experiência de Abraão tem algo a nos dizer sobre nossa própria adoração. De
fato, as verdades reveladas aqui nos ensinam sobre o cenário para o culto bíblico . Esses versículos
nos ensinam sobre o caráter , as condições e os desafios do culto bíblico. Vamos examinar essas
verdades juntas enquanto pensamos sobre o cenário para o culto bíblico .

I. v. 1-2 FONTE DE ADORAÇÃO

· Adoração de Abraão nestes versos foi baseado em uma palavra clara do Senhor. O
versículo 1 diz: “ Deus ... disse-lhe. ”O versículo 2 diz:“ E Ele disse ... ”Abraão encontrou-se
envolvido na adoração do Deus Todo-Poderoso porque Deus lhe disse exatamente o que Ele queria.
Deus disse a Abraão o que fazer: “ Toma agora teu filho ... e oferece-o como holocausto ”. Deus lhe
disse para onde ir, “ entrai na terra de Moriá ... em uma das montanhas de que eu te falarei. A adoração
de Abraão foi baseada em uma palavra clara de Deus.

· A verdadeira adoração é sempre guiado pela Palavra de Deus. A verdadeira adoração é


sempre uma resposta à revelação. Assim, a verdadeira adoração é sempre uma questão de fé, Rom.
10:17 . Deus se revelou a nós em Sua Palavra. Nós respondemos a essa revelação humilhando-nos a
Ele e curvando-nos perante Ele em reverência e adoração.

· Muitos vão para suas igrejas e se envolver em leituras responsivas, liturgias mortos e
formalismo vazio, e chamá-lo culto. Outros vão dançar ao redor, levantar os braços e gritar. Alguns
falam em línguas e desmaiam e chamam de adoração. Outros ainda vão à igreja, sentam-se quietos
em seus bancos, cantam as canções, fazem reverências, ouvem o pregador e chamam-no de culto.
Algum desses métodos de assembléia e igreja realmente resulta em adoração?

Se vamos adorar o Senhor, devemos fazê-lo da maneira que ele prescreveu. Seguir as
tradições e costumes do homem simplesmente não é adoração. O culto bíblico genuíno é tudo o que
eu estou respondendo a tudo que Deus é, como Ele é revelado na Bíblia .

· Em outras palavras, Deus diz que me ama. Deus diz que enviou seu filho para morrer
por mim. Deus diz que nunca me deixará. Deus diz que Ele suprirá todas as minhas necessidades.
Deus diz que ele é meu pai. A lista poderia continuar.

Quando eu entendo quem é Deus e o que Ele fez por mim, eu O adoro quando respondo
à Sua revelação com humildade, gratidão e reverência. Então, sim, a pessoa na igreja emocional pode
adorar. A pessoa na igreja formal pode adorar. A pessoa na igreja como a nossa pode adorar. A chave
é a atitude do coração.

·O culto genuíno acontece quando o meu espírito responde à revelação de Deus em Sua
Palavra e me inclino diante dele em reverência, amor e adoração. Então, como Jesus disse, “ Deus é
um Espírito: e os que o adoram devem adorá-lo em espírito e em verdade ” , João 4:24 .

II. v. 3 APRESENTAÇÃO DA ADORAÇÃO

· Assim como Abraão ouve o comando de Deus, não há nenhuma hesitação. Ele responde
com fé e se submete à vontade do Senhor. Observe como a fé submissa de Abraão se manifestou.

Ø Ele “... levantou-se cedo pela manhã .”

Ø Ele “ selou ” o seu jumento.

Ø Ele “ levou dois de seus moços com ele ...”

Ø Ele tomou “ Isaque, seu filho ”.

Ø Ele “ parir a madeira pelo holocausto ”

Ø Ele “ se levantou ”.

Ø Ele “ seguiu o seu caminho até o lugar que Deus lhe tinha dito .”

· Adoração de Abraão manifestou-se em humilde submissão à vontade de Deus.


Certamente, Abraão não pôde entender o mandamento do Senhor. Certamente, seu coração estava
pesado enquanto ele realizava suas tarefas. Certamente, ele estava perturbado e confuso. Ainda assim,
ele fez o que o Senhor lhe disse para fazer. Abraão ouviu a palavra do Senhor e ele se submeteu a
essa palavra. Abraão humildemente obedeceu a Deus, e essa é a essência da adoração!

·A adoração não apenas encontra sua raiz no que a Palavra de Deus diz; está também
enraizado na obediência ao que a Palavra de Deus diz. Lá, qualquer um que não obedeça a Palavra
de Deus não pode ser um verdadeiro adorador.
Uma coisa é saber o que Deus diz, mas outra coisa é obedecer a Deus, mesmo quando
Suas ordens e exigências não fazem sentido. O que o Senhor chamou Abraão para fazer foi sem
precedentes. Ninguém nunca foi solicitado a fazer isso antes. No entanto, Abraão obedeceu a Deus
porque Abraão confiou em Deus para fazer a coisa certa. Ele confiou no Senhor para conhecer melhor.
Ele se humilhou pela fé e deixou as conseqüências com Deus.

· Esse tipo de fé é um componente essencial da adoração bíblica verdade. Assim, mesmo


o menor ato de obediência à Palavra de Deus é uma forma de adoração! Orar, ler a Bíblia, dízimo,
testemunhar, fidelidade à casa de Deus, todas as coisas que deveríamos estar fazendo de qualquer
maneira, são todos atos de adoração, quando são feitos por um coração de amor e humilde submissão
a Deus.

III v. 2, 5 SACRIFÍCIO DA ADORAÇÃO

· Adoração de Abraão não era barato. A adoração de Abraão custaria a ele seu precioso
filho. Observe como Deus se aproxima de Abraão no versículo 2 . “ Tome agora teu filho, teu único
filho Isaac, a quem tu amas ... ”

Isaque era a luz da vida de Abraão. Isaac era a pessoa mais preciosa do mundo para
Abraão. Isaac era sua mais querida possessão. Isaac representou todas as esperanças de Abraão para
o futuro. Para Abraão, Isaque era a própria vida.

Deus ordena a Abraão que tome o que é mais precioso para ele e o sacrifique a Deus. A
adoração de Abraão era cara.

No versículo 5 , ele disse aos seus servos: “ Permanecei aqui com o jumento; e eu e o
rapaz iremos para lá e adoraremos e voltaremos para você. Quando Abraão falou de “ adoração ”, ele
sabia que a verdadeira adoração o envolvia fazendo o maior sacrifício possível. O coração de Abraão
foi embrulhado em seu filho, mas ele deu a Deus o tesouro de seu coração por causa de seu amor pelo
Senhor.

A verdadeira adoração é sempre cara! Davi sabia disso, porque ele disse: “... e não
oferecerei holocaustos ao Senhor meu Deus, daquilo que me custa, ” 2 Sam. 24:24 . Maria de Betânia
sabia disso, João 12: 1-8 . Ela sacrificou seu orgulho, sua glória e seu tesouro pela oportunidade de
adorar o Senhor Jesus. Os sábios sabiam disso, Matt. 2: 1-12 . Esses homens ricos, sábios e poderosos
se humilharam diante de uma criança e O adoraram. Eles sacrificaram seu orgulho, sua glória e seu
tesouro para honrar o Senhor. Através dos séculos muitos milhões deram o todo, até mesmo suas
vidas, como sacrifícios de adoração para a Sua glória.

· Precisamos ter em mente que a adoração é um sacrifício, Heb. 13:15 . Sempre custa
algo adorar o Senhor! Custa tempo em preparação espiritual, pois ninguém caminha em um caminho
certo para adorar. Custa tempo no estudo da Bíblia, pois a verdade deve ser encontrada antes que
Deus possa ser adorado. Pode custar a perda de prestígio e aceitação com amigos, família, sociedade
e até a igreja, mas a adoração de Deus vale mais do que os louvores de mim. Custa um tesouro, porque
muitas vezes Deus nos pede para adorá-lo, dando aos outros.

A verdadeira adoração é um sacrifício, mas é um sacrifício. Isto é verdade porque através


da adoração verdadeira Deus é honrado e o santo que adora é abençoado.

IV. v. 5 SEPARAÇÃO DA ADORAÇÃO


· Quando este pequeno grupo de peregrinos chegaram ao lugar que Deus revelado a
Abraão, a separação ocorreu. Ele disse: “... aos seus jovens, permaneçam aqui com o jumento; e eu e
o rapaz iremos para lá e adoraremos e voltaremos para você. Esses dois jovens não faziam parte da
experiência de adoração. Eles teriam impedido Abraão de fazer o que o Senhor o havia chamado para
fazer. Portanto, eles tiveram que ser deixados para trás. Os dois únicos elementos permitidos no local
de culto eram Abraão e o tesouro de seu coração.

· Há uma lição aqui para a pessoa que iria adorar a Deus hoje. Há muitas coisas na vida
que impediriam nossa adoração. Como aqueles dois jovens, as coisas se intrometiam em nossa
adoração que não tem nada a ver com isso. Devemos dizer a essas coisas: " Ficai aqui, enquanto eu
vou lá e adoro ."

Estamos todos conscientes das coisas que competem por nossa atenção quando
procuramos adorar o Senhor. As refeições foram preparadas em serviços reservados para o culto. Os
problemas foram pensados, as relações ponderadas e os acordos realizados nos serviços reservados
para o culto. Todas as coisas que nos impediriam: os problemas da carne, da mente, do mundo etc.
devem ser banidos quando formos buscar o Senhor em adoração. Qualquer coisa que distraia a mente
dEle é um obstáculo para a genuína adoração bíblica.

· Heb. 10: 21-22 diz: “ E tendo um sumo sacerdote sobre a casa de Deus; Vamos nos
aproximar com um coração verdadeiro em plena certeza de fé ... ”Nós temos um“ Sumo Sacerdote ”,
que é o privilégio da graça de Deus. Desde que nos foi dado esse privilégio, temos uma
responsabilidade. Estamos a “ aproximar-nos com um coração verdadeiro ”. Este é um chamado para
nos aproximarmos do Senhor com um coração que é inteiramente dirigido a Ele. Qualquer coisa que
distraia a mente deve ser expulsa e deixada para trás, para que nós, como Abraão, possamos ir de “
aqui ” para “ além ”.

Para Abraão, o lugar de culto não estava “ aqui ” no vale com os jovens, estava “ lá longe
” na montanha com o Senhor. Se eu vou adorar, eu também devo passar de “ aqui ” para “ além ”. A
única maneira de fazer isso é separar minha mente de qualquer coisa que a impeça de ser totalmente
entregue a Ele. ( Romanos 12: 2; 2 Coríntios 10: 5 )

· O que ocupa sua mente quando você vem para adorar? O que teve sua atenção neste
serviço?

V. v. 5 AUTO-NEGAÇÃO DE ADORAÇÃO

· Quando Abraão disse aos rapazes que estava indo até “ culto ”, ele sabia que isso
significava o sacrifício de seu filho. Isso não era nada menos que abnegação absoluta por parte de
Abraão. Ele se entregou à vontade de Deus sem consideração por sua própria vontade ou sentimentos.
Ele sacrificou suas opiniões, seus desejos, sua vontade, suas preferências e seu futuro para a glória de
Deus.

A adoração de Abraão não era sobre ele; foi sobre o Senhor. Abraão não procurou adorar
de uma maneira que lhe permitisse ser exaltado; ele adorou de uma maneira que trouxe toda a glória
a Deus. Em outras palavras, Abraão se perdeu na pessoa de Deus. Abraão esqueceu-se de si mesmo
e fez apenas uma coisa que glorificou o Senhor.
· O crente que adoram devem aprender a verdade de Filipenses 3: 3 , que diz: “ Para a
circuncisão somos nós, que servimos a Deus em espírito, e nos gloriamos em Cristo Jesus, e não
confiamos na carne. Se nós adorássemos o Senhor, então não deveríamos chegar a Ele cheios de nós
mesmos. Nós devemos chegar a Ele cheios da mesma coisa que deleita Seu coração. Nada encanta o
coração de Deus mais do que o Seu Filho Jesus.

Uma mais de uma ocasião, Deus disse: “ Este é o meu Filho amado em quem me
comprazo ”. Deus é infinitamente deleitado com Seu Filho. Se eu vou entrar em Sua presença com
uma mente e um coração cheios de Cristo; se falarei das glórias do Seu Filho Querido; se eu fizer a
obrigação de Jesus, minha adoração se levantará diante do Senhor como um doce incenso.

· Estou simplesmente nos lembrando que a adoração nunca é sobre nós. Não podemos
adorar enquanto estivermos focados em nós mesmos. Se adorarmos o Senhor, devemos deixar de nos
exaltar e devemos nos concentrar em exaltar a Ele e a Ele somente! A verdadeira adoração acontece
quando nos esquecemos de nós mesmos e nos perdemos em Sua glória por Sua glória!

VI. v. 16-18 SERVIÇO DE ADORAÇÃO

· Abraão subiu aquela montanha com Isaac. Abraão respondeu aos medos de Isaque.
Abraão levou seu filho, ligou-o e colocou-o no altar. Abraão levantou a faca e pretendia sacrificar seu
filho ao Senhor. Ele não segurou nada de volta! Ele entregou cada grama do eu à perfeita vontade de
Deus. Deus interveio e forneceu um carneiro para Abraão sacrificar no lugar de Isaque.

No final, a adoração de Abraão serviu para glorificar a Deus somente. A fé de Abraão e


o ato de adoração altruísta encantaram o coração de Deus. Também trouxe uma declaração de
apreciação do Senhor.

· Quando nos dedicamos a adoração altruísta trazemos-lhe glória. Psa. 50:23 cita Deus
dizendo: “ O que oferece louvor me glorifica: e àquele que ordena corretamente a sua palavra, eu
mostrarei a salvação de Deus. "

A verdadeira adoração bíblica dá a Deus o lugar de absoluta preeminência em nossas


vidas. Só ele é glorificado na adoração genuína. É assim que a adoração serve ao Senhor!

VII. v. 16-18 ADORAÇÃO

SATISFAÇÃO

· Deus não será devedor do homem! Após a demonstração de fé absoluta em Deus por
Abraão, Deus devolveu Isaque a ele. Abraão subiu aquela montanha com o coração pesado. Ele iria
honrar a Deus, mas honrar a Deus custaria a ele seu filho. Ele obedeceu a Deus e, em troca, Deus
recompensou Abraão.

Ele poderia ter escalado a montanha sagrada e derrotado, mas ele desceu regozijando e
agradecido. Ele poderia ter escalado aquela montanha questionando os caminhos de Deus, mas ele
voltou a entender Deus melhor do que jamais teve. Ele poderia ter escalado a montanha pronto para
desistir de seu Isaac no altar do sacrifício, mas ele voltou mais agradecido do que nunca por Isaac.
Quando Abraão colocou Isaque no altar, Deus o devolveu e Isaque foi mais precioso do que jamais
fora!

· Uma das maiores bênçãos do culto bíblico genuíno é que ele traz as múltiplas bênçãos
de Deus de volta ao crente. Deus honrará aqueles que o honram através da adoração. Quando estamos
dispostos a sacrificar tudo o que temos, tudo o que somos e tudo o que nos interessa no altar da Sua
glória, Ele responderá abençoando-nos e usando-nos de maneiras maiores do que poderíamos
imaginar.

· A maior chave para ter poder e presença de Deus se manifesta em nossas vidas é a
adoração. Se pudéssemos aprender a tomar tudo o que somos e entregá-lo a tudo o que Ele é, teríamos
mais bênçãos espirituais do que jamais sonhamos. Se pudéssemos aprender a oferecer adoração real
ao Deus Todo-Poderoso, Ele nos honraria com Suas bênçãos.

· Como responder em adoração a todos que Jesus é, como Ele é revelado na Palavra de
Deus, Deus responde fazendo por nós o que ele fez por Abraão. Ele nos dá o Filho em maior medida.
Isto é, ele nos dá uma apreciação maior pela Pessoa de Cristo e pelos dons de Cristo.

Quando adoramos a Cristo à luz de Sua morte na cruz, a cruz se torna mais preciosa. Ao
adorá-lo em Sua ressurreição, Sua ressurreição se torna mais preciosa. Ao adorá-Lo por graça, amor,
salvação, vida eterna, céu, o Espírito Santo, a Bíblia, a igreja e tudo mais que Ele nos deu em Cristo,
essas coisas se tornam infinitamente mais preciosas para nós.

Quando damos a Deus a adoração pura por quem Ele é e o que Ele fez por nós, Ele
responde devolvendo-nos essas coisas em maior grau. Não é que tenhamos mais dessas coisas, é que
essas coisas se tornam mais reais e preciosas para nós. Esse é um dos grandes benefícios da verdadeira
adoração.

Conc : A adoração de Abraão honrou o Senhor. Ele colocou tudo o que ele era e tudo o que
ele tinha no altar de submissão e humilde obediência ao Deus que o amou e salvou. Em resposta,
Deus abençoou Abraão de maneiras que ele nunca poderia ter imaginado.

Você já examinou sua adoração à luz do que aprendemos com Abraão?

· Você está adorando como Ele é revelado a você na Palavra de Deus, a fonte da adoração?

· Você é absolutamente submisso à Sua vontade?

· Você é uma adoração sacrificial ?

· Você pratica abnegação e separação?

· Sua adoração serve ao Senhor glorificando-o?

· Será que o seu culto proporcionar satisfação quando ele se torna mais precioso para
você?

· Ou há espaço para melhorar sua adoração?


Se o Senhor falou com você sobre sua adoração, venha a Ele hoje e permita que Ele
trabalhe em seu coração para levá-lo a um lugar de adoração bíblica agradável.

O Top 500 Fundamental