Você está na página 1de 8

QUÍMICA INORGÂNICA I – Vanderlei I Paula QUÍMICA INORGÂNICA I – Vanderlei I Paula

Centro Universitário Padre Anchieta CENTRO UNIVERSITÁRIO PADRE ANCHIETA


FACULDADE DE ENGENHARIA QUÍMICA
Faculdade de Engenharia Química
Sh i
Shriver Ed 3 3.Cap.3
C 3
Lee Cap. 1
p. 87-
87-138

Química Inorgânica I
p. 1-
1-15
Shriver Ed Cap.4
p.80--150
p.80

Prof.
P f Ms.
M VVanderlei
d l iIInácio
á i dde P
Paula
l
p
Contato: vanderleip@anchieta.br Russel v1 Cap.6
Cap 6 Atkins & Jones Mahan Cap.10
Cap 10 Brown Cap.6
Cap 6
http://www.quimica.forum.st p. 242-
242-294 Cap. 1 p. 266-
266-303 p. 182
182--206
1 p. 135-
135-172 2

QUÍMICA INORGÂNICA I – Vanderlei I Paula QUÍMICA INORGÂNICA I – Vanderlei I Paula


Noções
õ ded mecânica
â quântica:
â Se sua resposta foi LUZ...
• As figuras apresentam algo em comum? • A luz
l é uma radiação eletromagnética,
l iguall modo se tem as
ondas de rádio, microondas, celular, raios X e outros.

3 4
QUÍMICA INORGÂNICA I – Vanderlei I Paula QUÍMICA INORGÂNICA I – Vanderlei I Paula
ONDAS: Comprimento de onda (
():
Olhe
lh as ondas
d dod mar...

Elas se repetem em um intervalo


de tempo e possuem distância
entre elas...
a

A repetição de uma onda é chamado de ciclo


ciclo. Quando o ciclo
de uma onda está associado a unidade de tempo se tem a
freqüência,  (letra grega ni). Assim um ciclo por segundo
freqüência
também pode ser conhecido por 1 Hz (hertz, unidade de
freqüência). 5 6

QUÍMICA INORGÂNICA I – Vanderlei I Paula QUÍMICA INORGÂNICA I – Vanderlei I Paula


Comprimento de onda: Velocidade da Luz:
• O comprimento
i t ded onda,d  (letra
(l t grega lambda)
l bd ) é a
distância entre pico a pico. • A velocidade da luz, c, é considerada sendo 3,00x108 m/s.
• Os comprimentos de onda da luz visível são próximos a
500nm. Os olhos do ser humano enxergam comprimentos • O comprimento de onda e a freqüência estão relacionados
de onda
nda da ordem
dem de 7 700 nm ((luzz ve
vermelha)
me ha) até 400 nm com a velocidade da luz, como p
pode ser visto p pela equação
q ç
(luz violeta). abaixo: Assim é possível determinar
 = comprimemnto de onda. o comprimento de onda a
=
c c = velocidade
l id d dad luz.
l partir
t dda freqüência
f üê e vice e
  = freqüência. versa.
A luz azul possui freqüência de 6,4x10
6 4x1014 Hz,
Hz o comprimento de onda éé...
8 -1

=
c
= 3,0 x 10 m.s
14 -11 = 4,7,7 x 10 m
-7 -9
470 x 10 m = 470 nm
nm = nanometro 1 nm=
nm= 10-9m  6,4 x 10 s -8
47 x 10 m
7 8
QUÍMICA INORGÂNICA I – Vanderlei I Paula QUÍMICA INORGÂNICA I – Vanderlei I Paula
T b l
Tabela:
Exercício-
Exercício -1:
• Quall o comprimento de onda da luz
l verde emitida
de um poste abaixo?

8 -1
c 3,0
 = = 5,7 x 10 = 5,26 x 10
3 0 x 10 ms
m.s -7
14 -1 m
 s
-8
52 6 x 10 m
52,6
-9
526 nm 526 x 10 m

Freqüência da luz verde: 5,7x 1014 Hz

9 10

QUÍMICA INORGÂNICA I – Vanderlei I Paula QUÍMICA INORGÂNICA I – Vanderlei I Paula


Exercício-
Exercício -2: Resolução-
Resolução -2:
• A solução violeta de permanganato de potássio (KMnO4)
reage com sulfito de sódio (Na2SO3), formando uma • Luz violeta = freqüência de 7,1 x 1014 Hz
solução
çã verded d de manganato
a ga a de p
d potássio
á (K2MnO4). 8 -11
Durante o processo visualiza indicio de um produto =
c
= 3 0 x 10 m.s
3,0
14 -1 = 4,22 x 10 -7
m 422 x 10 m
-9
= 422 nm
intermediário. Se a reação fosse monitorada por  7,1 x 10 s
42,2 x 10 m
-8

espectroscopia, quais os possíveis comprimentos de


d onda
d • Luz azull = freqüência
f de 6,4 x 1014 Hz
que seriam encontrados? 8 -1

= 470 nm
= 10 Hz c
= = = 4,7
Luz 14
3,0 x 10 m.s -9
9
-7
7
14 -1 4 7 x 10 m 470 x 10 m
Violeta 7,1
Azul 6,4
 6,4 x 10 s -8
47 x 10 m

V d
Verde 57
5,7 • Luz verde = freqüência de 5
5,7
7 x 1014 Hz
Amarelo 5,2
8 -1
Laranja 4,8 c
= =
3,0 x 10 m.s
14 -1 =5,5,266 x 10 -7
m 526 x 10-9m = 526 nm
Vermelho 4,3  5,7 x 10 s
52,6 x 10 m
-8
11 12
QUÍMICA INORGÂNICA I – Vanderlei I Paula QUÍMICA INORGÂNICA I – Vanderlei I Paula
Energia: Energia:
A lado
Ao l d tem
t se um sistema
it elétrico
lét i ded O gráfico
f ao lado
l indica a radiação emitida de
aquecimento..
aquecimento um corpo em aquecimento em função do
comprimento de onda.
onda
Você colocaria a sua mão sob este Quanto menor comprimento de onda mais
sistema??? n g t
energético é a energia
n g a liberada
b ada p pelo sistema.
sistema
t ma

Se aquecer
q um pprego
g d de ferro à 100
100°°C
A coloração
l ã do
d sistema
it elétrico
lét i é uma evidência
idê i que o sistema
it
ocorrerá mudança aparente de coloração?
deve estar bem quente
quente...
...
Pode se concluir que a energia possui relação com as cores, ou A mudança de cor é continua, ou seja, a
cada variação de temperatura apresentará
melhor com o comprimento de onda da luz
luz..
uma cor diferente?
13 14

QUÍMICA INORGÂNICA I – Vanderlei I Paula QUÍMICA INORGÂNICA I – Vanderlei I Paula


Energia: Energia:
Se um garoto jogar uma bola de futebol
contra uma vidraça, muito provável que
ocorrerá um estrago. Se o garoto jogar uma
• A energia pode ser relacionada com a freqüência:
bola de pingue pongue provável que não E = energia
ocorra a ruptura da vidraça. E = h h = constante de Planck 6,63 x 10-36 J.s
 = freqüência
q

A analogia que se pode fazer é que a a


Para justificar essa equação
quebra da vidraça depende da energia,
energia a pode se usar o efeito
emissão de energia de um material também fotoelétrico, ou seja, ejeção
fotoelétrico
depende de um limiar.
de eelétrons
ét ns de um meta metal
A troca de energia entre matéria e a quando a superfície é
radiação ocorre em quanta
quanta, ou pacotes de
energia Idéia defendida por Max Planck.
energia. Planck exposta
p ta a luz.
z
15 16
QUÍMICA INORGÂNICA I – Vanderlei I Paula QUÍMICA INORGÂNICA I – Vanderlei I Paula

Exercícios-
Exercícios-3: Exercício-
Exercício -5:

• Calcule a energia de cada fóton da luz azul sabendo • Quanta energia tem um fóton de luz amarela cuja
que a freqüência é 6,4
6 4 x 1014 Hz.
Hz freqüência é 5,2
5 2 x 1014 Hz?

E = h = 6,63 x 10
-36
J.s x 6,4 x 10
14
Hz = 4,2 x 10-21J
E = h = 6,63 x 10-36
36
J.s x 5,2 x 1014 Hz = 3,4 x 10-21
21
J

17 18

QUÍMICA INORGÂNICA I – Vanderlei I Paula QUÍMICA INORGÂNICA I – Vanderlei I Paula

Exercício-
Exercício -6: Exercício-
Exercício -6:

Em 1,0s, uma lâmpada de mesa de 100W (ou 100 J.s-1) emite 25 J de sua Em 1,0s, uma lâmpada de mesa de 100W (ou 100 J.s-1) emite 25 J de sua
energia na forma de luz amarela de comprimento de onda 580nm. O resto de sua energia na forma de luz amarela de comprimento de onda 580nm. O resto de sua
energia é emitido como luz de diferentes cores e como radiação infravermelha.
infravermelha energia é emitido como luz de diferentes cores e como radiação infravermelha.
infravermelha
Quantos fótons de luz amarela são gerados pela lâmpada em 1,0s? Quantos fótons de luz amarela são gerados pela lâmpada em 1,0s?

=
c = c Efóton= h Efóton= h c =
c = c Efóton= h Efóton= h c
     

Número de Fótons = EE total


=E total ou E total Número de Fótons = EE total
=E total ou E total
fót
fóton hhcc hc fót
fóton hhcc hc
 
-7
E total = 6,63 x2510-36
J x 5,80
, 10 m
8
J.s x 3,0 x 10 m.s
-1 =
7 3 x 1021
7,3
hc
19 20
QUÍMICA INORGÂNICA I – Vanderlei I Paula QUÍMICA INORGÂNICA I – Vanderlei I Paula
O princípio da incerteza: As funções de onda e níveis de energia
• Dualidade entre partícula e onda... • Erwin Schrödinger, teoria de função de onda.
-Partícula possui trajetória definida.
-Ondas não há trajetória definida.
 = probabilidade de encontrar um elétron.

-Eliminação da possibilidade de descrever a localização (letra grega, psi)


se o momento linear é conhecido como Princípio da

2= densidade da probabilidade, ou seja, região


incerteza de Heisenberg.

do espaço com maior tendência a encontrar um


elétron.
21 22

QUÍMICA INORGÂNICA I – Vanderlei I Paula QUÍMICA INORGÂNICA I – Vanderlei I Paula


Probabilidades: Probabilidades:

px py pz
1s 2s 3s
23 24
QUÍMICA INORGÂNICA I – Vanderlei I Paula QUÍMICA INORGÂNICA I – Vanderlei I Paula
Probabilidades:
Transição eletrônica:

25 26

QUÍMICA INORGÂNICA I – Vanderlei I Paula QUÍMICA INORGÂNICA I – Vanderlei I Paula


Espectro de Absorção UV
UV--Vis
Espectro de emissão do hidrogênio

27 28
QUÍMICA INORGÂNICA I – Vanderlei I Paula QUÍMICA INORGÂNICA I – Vanderlei I Paula

Cotidiano: Pensando...

Os átomos energeticamente excitados,


íons, e moléculas gerados por colisões
O dicromato de potássio, K2Cr2O7, é um forte agente
com elétrons emitem energia de oxidante
id t ded coloração
l ã laranja,
l j na presença de d íons
í
comprimentos de onda característicos cloreto, Cl , ocorre a reação representada abaixo e a
-
quando
q a d eles se d
decaem
a de estado
d ad ggraus
a
de estado. Os íons de O2+ emitem uma solução
l ã se transforma
t f em verde
d escuro, indicando
i di d a
luz vermelha ao redor 630 nm; os íons presença de íons Cr .
3+
N2+ emitem violeta e luz azul a 391.4
391 4
nm e 470.0 nm; e átomos de O
emitem uma luz amarelo-esverdeado a
557 7 nm e uma luz vermelha intensa a
557.7 Quais os valores que poderiam ser
630.0 nm. observados pela espectroscopia do
Calcule a freqüência
q dos comprimentos
p de onda citados. a a na região
ultravioleta gã d do visível?

29 30