Você está na página 1de 5

UEM – UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ

DEQ – ENGENHARIA ELÉTRICA

LABORATÓRIO DE CIRCUITOS ELÉTRICOS


Prof. Dr. Carlos Alexandre Ferri

Exp. 05 – Circuito RLC em regime AC.

Objetivo
Estudar o comportamento de um circuito RLC série em ressonância.

Capacitor em CA
Em um conjunto de elementos de circuito ligados em série (figura 01), a tensão total é igual
a soma das tensões nos terminais de cada elemento. A impedância equivalente do circuito é igual a
soma das impedâncias individuais, sendo a corrente circulante a mesma em todos os trechos do
circuito.
Zeq = Z1 + Z2 + Z3 + ... (1)
V = V1 + V2 + V3 + ... (2)

V1 V2 V3

Z1 Z2 Z3

Figura 01

O circuito RLC-Série é composto por um resistor, um capacitor e um indutor, associados em


série. Seja o circuito em série constando de R, L e C (figura 02), onde:

(3)
As reatâncias capacitivas e indutivas podem ser dadas pelas equações abaixo:
1 1
𝑋𝑐 = − =−
𝜔𝑐 2𝜋𝑓𝐶
𝑋𝐿 = 𝜔𝐿 = 2𝜋𝑓𝐿
UEM – UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ
DEQ – ENGENHARIA ELÉTRICA

Como o circuito é composto por capacitor e indutor a reatância equivalente é:

1
𝑋 = 2𝜋𝑓𝐿 −
2𝜋𝑓𝐶

Deste modo, neste circuito temos que o valor absoluto da impedância é

(4)

Figura 2: Circuito RLC e diagrama da impedância no plano complexo

Para este circuito o ângulo de fase é dado por

Ressonância
Uma característica importante de circuitos RLC é que eles possuem uma frequência natural
de oscilação, comportando-se como um circuito puramente resistivo. Este circuito estará em
ressonância quando a reatância do mesmo for nula, X = 0, isto é, quando o circuito se tornar puramente
resistivo. Nestas condições teremos que XL = XC, implicando que:

1
𝑋 = 𝜔𝐿 − =0
𝜔𝐶

1 1
𝜔= →𝑓=
√𝐿𝐶 2𝜋√𝐿𝐶
UEM – UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ
DEQ – ENGENHARIA ELÉTRICA

Como visto esta frequência é a chamada de frequência natural de oscilação do circuito RLC.
Quando a frequência da excitação é igual à frequência natural, o denominador é mínimo e a corrente
é máxima. Esse é o fenômeno conhecido como ressonância. Diz-se que um circuito RLC está em
ressonância quando a frequência da fonte externa é igual à frequência natural de oscilação.

Parte Prática – Circuito RLC

1. Simule o circuito abaixo utilizando C = 2.2 µF, L = 200 mH e duas situações distintas do R:
200 Ω e 400 Ω. A tensão de fonte (Vsim) com Vs = 10Vpp.

2. Varie a frequência do gerador de sinais, conforme o quadro abaixo. Para cada valor ajustado,
meça e anote a tensão pico a pico no resistor.
3. Calcule o valor eficaz da tensão no resistor 𝑉𝑅𝑒𝑓 = 𝑉2𝑝 /√2.
4. Calcule o valor eficaz da corrente, utilizando 𝐼𝑒𝑓 = 𝑉𝑅𝑒𝑓 /𝑅.
5. Calcule a impedância utilizando 𝑍 = 𝑉𝑆𝑒𝑓 /𝐼𝑒𝑓 .
UEM – UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ
DEQ – ENGENHARIA ELÉTRICA

Tabela 1: Dados do circuito RLC


F (Hz) VR VC VL 𝑰𝑹𝒆𝒇 Z
10
20
30
40
50
60
70
80
90
100
150
200
250
300
350
400
450
500
550
600

ANÁLISE
1. Construa as curvas (I vs f), (VR x f), (VL x f) e (VC x f). Observação: construa o gráfico para
as diferentes resistências no mesmo eixo para você poder comparar melhor.
2. Construa os gráficos Z x f, XC x f, XL x f e R x f, todos em um mesmo gráfico.
UEM – UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ
DEQ – ENGENHARIA ELÉTRICA

3. Qual a frequência de ressonância para as duas situações? O valor calculado confere com o
visto pelo gráfico?
4. Na condição de ressonância, o que acontece com o valor da impedância e o valor da corrente?
Por que?
5. Qual o valor do ângulo de fase na condição de ressonância?
6. Na condição de ressonância, tensão e corrente estão em fase. Por que?

Bibliografia
ALEXANDER, Charles K.; PARMA, Gustavo Guimarães, trad; SADIKU, Matthew. Fundamentos
de circuitos elétricos. Porto Alegre: Bookman, 2003.

IRWIN, J. David; AGUIRRE, Luis Antônio, trad; AGUIRRE, Janete Furtado Ribeiro, trad. Análise
de circuitos em engenharia. São Paulo: Pearson Education, 2000.