Você está na página 1de 19

REGULAMENTO GERAL

FEIRA DE INOVAÇÃO DAS CIÊNCIAS E ENGENHARIAS

FOZ DO IGUAÇU – PR/FPTI - ME 2016


www.ficiencias.org
Sumário
CONCEITUAÇÃO E FINALIDADE.................................................................................................3
Da Conceituação..............................................................................................................................3
Dos Objetivos e Finalidades......................................................................................................3
ESTRUTURA ORGANIZACIONAL..................................................................................................4
Inscrições e Características Funcionais..................................................................................5
Dos Participantes..........................................................................................................7
Do Relatório e Trabalhos de Pesquisa......................................................................8
AVALIAÇÃO E PREMIAÇÃO.........................................................................................................10
Da Comissão de Avaliação.............................................................................................................10
Da Avaliação dos Projetos.........................................................................................................10
Dos Critérios de Avaliação...................................................................................................11
Das Premiações................................................................................................................11
ESPAÇO E ORGANIZAÇÃO DO POSTER PARA EXPOSIÇÃO..................................................13
Espaço para Exposição........................................................................................................13
DIREITOS DEVERES E RESPONSABILIDADE DOS PARTICIPANTES...................................14
Dos Direitos...................................................................................................................................14
Dos Deveres..............................................................................................................................15
Das Proibições e Responsabilidades....................................................................................16
Das Responsabilidades dos Participantes........................................................................17
Dos Responsáveis Acompanhantes.............................................................................17
Responsabilidades Das Instituições Participantes..................................................18
Responsabilidades da Instituição Promotora.....................................................18
DAS DISPOSIÇÕES GERAIS E TRANSITÓRIAS.........................................................................19
TÍTULO I

CONCEITUAÇÃO E FINALIDADE

CAPÍTULO I

Da Conceituação

Art. 1º Caracteriza-se como uma atividade técnico científico cultural, que promove a
dinamização das Feiras das Ciências como atividade indispensável à atualização,
fomento e implementação significativa de mudanças no processo ensino-aprendizagem,
do Ensino Básico e da Educação Profissional Técnica, assim como atividade
incentivadora do desenvolvimento da cultura investigativa.

CAPÍTULO II

Dos Objetivos e Finalidades

Art. 2º Destina-se a estabelecer interações e trocas de experiências entre estudantes


dos países da tríplice fronteira: Paraguai, com as regiões do Alto Paraná, Canindeyú e
Caaguazú, da Argentina, com a Província de Misiones e Brasil com o Estado do Paraná,
e destes para com a sociedade, por meio da exposição, publicações de produções
científicas e culturais realizadas dentro do contexto educativo e a mobilização da
sociedade, buscando:

I – A troca de conhecimento entre alunos da tríplice fronteira conforme o capto do


art. 2º, que no exercício do ano estejam cursando o 8º ou 9º ano do ensino
fundamental, ou o ensino médio e/ou a educação profissional técnica de nível
médio das instituições públicas ou particulares;
II – a troca de experiência entre professores, propiciando a reflexão do ensino
trabalhado na sua região diante das novas tecnologias da informação para a
melhoria do processo ensino aprendizagem;
III – estimular o interesse pela pesquisa, a produção de projetos nas áreas das
ciências (exatas e da terra, saúde, biológicas, agrárias, engenharias, humanas e
ciências sociais aplicadas), propiciando a aceleração do desenvolvimento

3
científico no atendimento das necessidades do processo ensino aprendizagem
das instituições de ensino e nas comunidades.
IV – oportunizar a participação e o envolvimento de pesquisadores da
comunidade no processo ensino aprendizagem e empresarial.
V – possibilitar a troca de experiência e conhecimento de novas realidades pelo
participante.
TÍTULO II

ESTRUTURA ORGANIZACIONAL
CAPÍTULO I
Dos Comitês, Comissões e Atribuições

Art. 3º A Ficiencias, será estruturada por: Comitês (organizador, acadêmico e gestor) e


Comissões (seleção e avaliação) que se constituirão por profissionais da área da
Educação das Instituições parceiras do Ensino Superior, com finalidade específica de
dirimir e realizar as ações de caráter operacional.
I Comitê Organizador: constituído por representantes da Fundação Parque
Tecnológico Itaipu-Brasil, FPTI-BR. Tem como finalidade dirimir as ações de
gestão regulatórias e de cumprimento externos e internos junto a sociedade e
junto aos Comitês.
II Comitê Acadêmico: constituído por representantes das instituições estaduais e
federais do ensino superior tem como finalidade dirimir ações operacionais de
caráter regulamentar.
III Comitê gestor: constituído por representantes das Instituições: parceiras e
promotoras. Tem como finalidade dirimir ações administrativas e inovadoras que
garanta a funcionalidade, continuidade, expectativa do evento.
IV Comissão de Seleção: constituída por professores das Instituições de Ensino
Superior. Tem como finalidade avaliar e selecionar o mérito dos projetos inscritos
para a participação no evento.
V Comissão de Avaliação: constituída por professores das Instituições de
Ensino Superior; Tem como finalidade avaliar os projetos expostos na Feira para
a premiação.
Parágrafo único: os professores que farão parte da comissão de seleção poderão
também participar da comissão de avaliação.

4
Art. 4º As Instituições que participarão da Feira de Inovação das Ciências e Engenharias,
por meio dos trabalhos dos alunos, poderão constituir Comissões internas.
I - Esta comissão terá por objetivo pré analisar e pré selecionar os projetos a serem
encaminhados, formatando-os conforme normas estabelecidas.
Parágrafo único: as Comissões institucionais não possuem caráter avaliativo, mas o de
orientação, conscientização para que o projeto possua mérito participativo.

CAPÍTULO II

Inscrições e Características Funcionais

Art. 5º As inscrições serão realizadas pelo website, (www.ficiencias.org) por meio de ficha
de inscrição e formulários específicos para a postagem do projeto, elaborado conforme
normas técnicas para elaboração de trabalhos científicos definidas pelo evento e
publicadas em documento de sugestões e regras para elaboração. Os procedimentos
para inscrição serão:

I – Preenchimento da ficha de inscrição para o cadastro do trabalho de pesquisa e


do(s) participante(s) envolvido(s) no trabalho, a saber: estudante(s), co-orientador
e orientador.

II – No preenchimento da Ficha de Inscrição deverá ser incluído os dados


contidos no Relatório da Pesquisa e o Resumo relativo ao Trabalho de Pesquisa,
a ser enviado conforme data estipulada no edital de inscrição do ano vigente.

III – A ficha de inscrição completa, após o envio para avaliação, será direcionado
aos membros da Comissão de Seleção para verificarem se os dados estão
completos e se a pesquisa atende os quesitos mínimos, respeitando o método
científico.

Art. 6° A comissão de seleção apresentará a lista dos trabalhos selecionados para a


apresentação na FICIENCIAS a partir do segundo semestre do ano vigente.

I - Os autores dos trabalhos selecionados deverão confirmar sua participação


completando o preenchimento da ficha de inscrição no site www.ficiencias.org a
partir do acesso com seu login e senha.

5
II - A avaliação dos trabalhos selecionados será realizada de forma presencial
durante a exposição na feira. Este processo definirá as premiações dos estudante
(s) e seus (co) orientador(es).

III - Cada trabalho será avaliado por no mínimo três membros da Comissão de
Avaliação que terá no mínimo um representante dos países de idioma espanhol
conforme os critérios específicos aprovados pelo Comitê Científico utilizando um
instrumento específico.

Art. 7º Poderão se inscrever estudantes de escolas públicas ou particulares do Estado do


Paraná - Brasil, que no exercício do ano vigente, estejam cursando o oitavo ou nono ano
(antigas 7ª e 8ª séries) do Ensino Fundamental, o Ensino Médio, a Educação de Jovens e
Adultos (EJA) ou a Educação Profissional Técnica de Nível Médio.

Art. 8º Poderão se inscrever estudantes de escolas públicas ou particulares das regiões


do Alto Paraná, Canindeyú e Caaguazú – Paraguay, que no exercício do ano vigente,
estejam cursando o 3º ciclo da Educação Escolar Básica (EEB) e o Ensino de Nível
Médio.

Art. 9º Poderão se inscrever estudantes de escolas públicas ou particulares da província


de Misiones - Argentina, que no ano em vigência, estejam cursando o 7º ano do Ensino
Primário, o Ensino Secundário ou o Ensino Técnico.

Art. 10º Os estudantes podem participar com trabalhos de pesquisa individual ou em


grupo de no máximo de (03) três alunos.

I - O grupo pode ser constituído por alunos de séries, níveis ou instituições


diferentes;
II - O grupo com alunos de níveis e/ou anos diferentes será inscrito na Feira e
avaliado pela categoria de maior nível;
III - Cada aluno participante poderá estar inscrito apenas em um trabalho;
IV - Não poderá haver troca nem inclusão de integrantes no grupo após a
submissão do trabalho para avaliação.
Parágrafo único - Ao se inscrever no evento o participante expositor autoriza a
FICIENCIAS a utilizar sua imagem para fins de divulgação da Feira. Os estudantes

6
menores de 18 anos deverão observar regras específicas contidas no ambiente de
inscrição online.

CAPÍTULO III

Dos Participantes

Art. 11 Considera-se participante, todos que de forma direta ou indireta venham atuar na
Feira de Inovação das Ciências e Engenharias como: expositores, orientadores,
co-orientadores, membros dos Comitês, Comissões, visitantes e voluntários.

I - Orientador e Co-orientador deverão ser maiores de 18 anos de idade. Não há


limite do número de grupos a ser (co)orientado por um mesmo (co)orientador. A
participação de um co-orientador é opcional.

II - A inscrição do orientador e (co)orientador caso existir, estará implícita quando


for efetivada pelo estudante ou o responsável durante o preenchimento da ficha
de inscrição.

III - Membro das Comissões de Seleção e Avaliação de cada País deverá ter a
titulação mínima de especialista e estar vinculado a uma Instituição de Ensino
Superior no mínimo há três (3) anos.
a) Poderão compor a comissão de seleção professor graduado com
especialização na área, professor graduado com ou em programa de
Pós-graduação Lato Senso ou Stricto Sensu, (especialização, mestrado ou
doutorado), vinculados a uma Instituição de Ensino Superior.
b) Em todas as Comissões constituídas, deverão existir no mínimo um
representante dos países de idioma espanhol.
c) Professores orientadores ou coorientadores, não poderão fazer parte da
Comissão de Seleção e da Comissão de Avaliação.
d) A inscrição para atuar como membros das comissões de seleção e avaliação
se dará pelo endereço eletrônico da FICIENCIAS, preenchendo o formulário
online específico.
e) Excepcionalmente, profissional graduado com atuação comprovada na área
poderá compor as comissões.

7
III - Voluntários serão aceitos para auxiliar na organização do evento, estudantes
regulares do ensino médio ou superior, de preferência das Instituições
participantes, maiores de 18 anos de idade que preencherem o formulário
específico no site, e, apresentarem a documentação requerida para esta atividade
conforme descrito no sistema da inscrição online.
Obs: No formulário em questão, está inserido as Instruções Normativas para firmar
contrato de voluntariado e a seleção de candidato.
IV - Visitantes serão credenciados no local da Feira ou antecipadamente pela
página do evento na internet. Para o ingresso no local da Feira, será obrigatório a
apresentação de um documento de identificação com foto, válido no território
nacional conforme o país de origem, no momento de retirada das credenciais de
acesso.
Parágrafo único: O Comitê Organizador é possuidor de autonomia para proceder a
retirada ou vetar o acesso à Feira de qualquer participante que venha contrariar as
Normas, os Regulamentos e as Instruções Normativas estabelecida pela Itaipu Binacional
e/ou que possam interferir de algum modo no bom andamento do evento.

CAPÍTULO IV

Do Relatório e Trabalhos de Pesquisa

Art. 12 Os Relatórios de pesquisa, devem ser elaborados conforme as Normas


apresentadas pelo evento no documento intitulado: "Sugestões para Elaboração de
Trabalho de Pesquisa e Regras Gerais para Formatar Relatórios e Trabalho de Pesquisa”
disponível no site www.ficiencias.org.
§ 1º - O Relatório de pesquisa é o Pré Trabalho de Pesquisa que deve ser elaborado de
forma sintética (resumida) e tem como finalidade facilitar o preenchimento da Ficha de
Inscrição.
§ 2º - O Trabalho de Pesquisa é a redação final conforme estabelece as Normas e
Metodologias para elaboração de Trabalhos e Pesquisas Científicas.
§ 3º - O Trabalho de Pesquisa após a conclusão deverá ser postado em formulário
próprio, disponível no site www.ficiencias.orge ser apresentado na feira para a avaliação.

8
Art. 13 As informações do Relatório de Pesquisa contidas na ficha de inscrição, serão
encaminhadas a Comissão de Seleção.
I – A Comissão de Seleção os trabalhos de pesquisa propostos conforme os
seguintes critérios: o caráter científico, o problema, a hipóteses, o objetivo, a
metodologia do levantamento de dados, a condução da pesquisa, a descrição de
materiais, o cronograma de atividade, a observância à propriedade intelectual, a
originalidade, o planejamento, a coerência, e clareza.
Obs: A Comissão de Seleção possui competência de desclassificar o Relatório
que não atendam as exigências solicitadas.
II – Os Trabalhos de Pesquisa selecionados pela Comissão de Seleção serão
expostos na Feira.
III - Conforme a área definida pelo Comitê Organizador, serão selecionados pela
Comissão de Seleção o máximo de 150 (cento e cinquenta) trabalhos para serem
expostos na Feira.
IV - Os trabalhos selecionados serão apresentados nas datas e local publicados
no Edital de inscrição disponível no site www.ficiencias.org.

Art. 14 Os Relatórios de pesquisa, deverão atender as áreas de conhecimento conforme


segue:
I - das ciências exatas compreende-se: a matemática, a geometria, a física, a
química, a astronomia, a gestão e a ciências da computação;
II - das ciências humanas compreende-se: letras, literatura, sociologia, filosofia,
antropologia, arqueologia, história, geografia, psicologia, educação, ciência
política e artes;
III - das ciências da saúde compreende-se: a medicina em geral, farmácia,
nutrição, fisioterapia, terapia ocupacional e educação física;
IV - das ciências biológicas compreende-se: biologia em geral, genética,
botânica, zoologia, ecologia, morfologia, fisiologia, bioquímica, farmacologia,
microbiologia e parasitologia;
V - das ciências agrárias compreende-se: agronomia, recursos florestais,
engenharia florestal, engenharia agrícola, zootecnia, medicina veterinária,
recursos pesqueiros e engenharia da pesca, ciências e tecnologia de alimentos;
VI - das engenharias compreende-se: a eletrônica, eletrotécnica, mecânica
química, civil, de minas, de materiais, metalúrgica, sanitária, de produção, nuclear,

9
transporte, naval, oceânica, aeroespacial e biomédica;
VII - das ciências sociais aplicadas compreende-se: direito, administração,
economia, arquitetura e urbanismo, planejamento urbano, e regional demografia,
ciências da informação, museologia, comunicação, serviço social, economia
doméstica, desenho industrial e turismo.

TÍTULO III

AVALIAÇÃO E PREMIAÇÃO
CAPÍTULO I

Da Comissão de Avaliação

Art. 15 A Comissão de avaliação serão constituídas por professores representantes das


Instituições de Ensino Superior, da Argentina - Provincia de Misiones, do Brasil - Estado
do Paraná e do Paraguay, conforme os requisitos do parágrafo (II) do Artigo (11) deste
Regulamento.

CAPÍTULO II

Da Avaliação dos Projetos

Art. 16 O Comitê Acadêmico terá competência para selecionar e designar os membros


que comporão e coordenarão a Comissão de Avaliação.
I - Os membros da Comissão de Avaliação serão escolhidos dentre aqueles que
preencheram a ficha de inscrição online e atendam aos requisitos mínimos
estipulados por este regulamento, de acordo com regras específicas para este
fim.
II - A coordenação da Comissão de Avaliação, por sua vez, designará avaliadores
para cada trabalho, e em número mínimo de três.

Art. 17 O Comitê Científico fica responsável por orientar e fiscalizar o trabalho da equipe
avaliadora durante o processo de avaliação, bem como, durante a tabulação e
apresentação dos resultados.

10
CAPÍTULO III

Dos Critérios de Avaliação

Art. 18 Os critérios a serem adotados pela Comissão de Avaliação para o julgamento e


classificação dos trabalhos de pesquisa, tem como referência o Manual do Avaliador da
FICIENCIAS. Serão avaliados os seguintes itens: criatividade e inovação, a aplicação do
método científico ou método de engenharia, profundidade e clareza, apresentação oral,
trabalho em equipe, relevância social e empreendedorismo.
I - Durante a exposição dos trabalhos na Feira, será avaliado o Diário de Campo
(registro cronológico do trabalho), Poster (capacidade de síntese, clareza),
Relatório (conteúdo, apresentação e clareza) e a apresentação oral dos
estudantes e o desempenho durante a entrevista realizada pelos avaliadores;
II – Os avaliadores analisarão também eventuais materiais complementares
(opcionais) expostos pelos estudantes como vídeos, fotografias, modelos,
maquetes, experimentos, etc. A apresentação de materiais complementares
deverá seguir as normas éticas e de segurança da FICIENCIAS e respeitar o
espaço destinado a cada equipe.

CAPÍTULO IV

Das Premiações

Art. 19 Serão premiados os participantes (estudantes, orientadores e coordenadores) dos


trabalhos que obtiverem melhor pontuação na Feira.

Art. 20 As premiações estão organizadas da seguinte forma:


I – Melhores trabalhos apresentados na Feira
a) Primeiro lugar geral: Valor em espécie na moeda nacional.
b) Segundo lugar geral: Valor em espécie na moeda nacional.
c) Terceiro lugar geral: Valor em espécie na moeda nacional.
Obs: Os valores relativos aos trabalhos premiados estarão especificados no

11
Edital do ano vigente.

II – Participação do Programa de Vivência Estudantil por trabalho de pesquisa


conforme critério da Comissão avaliadora da Ficiencias:
a) Serão selecionados alguns trabalhos de diferentes áreas do conhecimento,
cujos participantes são convidados a conhecer projetos existentes na Itaipu
Binacional e Parque Tecnológico Itaipu - BR.
b) A Vivência é um incentivo aos jovens pesquisadores que participaram da feira
e consiste em atividades dinâmicas voltadas para experiências em diversos
laboratórios que permitem troca de conhecimentos sobre: Ciência, Inovação e
Tecnologia, Educação, empreendedorismo, Energias Renováveis e
Biodiversidade.

III – Menção Honrosa:


a) Trabalhos que apresentem destaque nos quesitos Inovação, Sustentabilidade e
Benefício Social e empreendedorismo poderão receber menção honrosa e troféu
especial a critério da comissão organizadora.

IV – Certificado de Participação:
a) Todos os estudantes selecionados para apresentar seus trabalhos na
FICIENCIAS, orientadores e co-orientadores destes grupos receberão certificados
de participação. Os certificados serão entregues por grupo, constando o nome
dos estudantes, orientador e co-orientador inscritos na ficha de inscrição on line.
b) Membros das comissões de seleção e avaliação, dos comitês e voluntários
receberão certificação de participação disponibilizados no site do evento ou
enviado pelo correio eletrônico.

V - Os resumos finais dos Trabalho de Pesquisa postado e selecionados para


apresentação na FICIENCIAS serão publicado nos Anais (livro de resumos) da
Feira que será disponibilizado no ambiente online. Os posteres dos trabalhos
também poderão ser publicados pela organização da Feira mediante a
disponibilização dos arquivos ao Comitê Organizador.
Parágrafo único: A organização de evento poderá alterar as premiações de acordo com
a disponibilidade de recursos.

12
TITULO IV

ESPAÇO E ORGANIZAÇÃO DO POSTER PARA EXPOSIÇÃO


CAPÍTULO I

Espaço para Exposição

Art. 21 Os Planos dos Trabalhos de Pesquisa selecionados pela Comissão de Seleção,


serão expostos em um mobiliário com as seguintes dimensões: comprimento 100cm,
largura 50cm, altura 100cm.
I – Em cima do móvel deve estar o Projeto de Pesquisa em versão final, o
protótipo ou invento demonstrativo caso existir e demais experimentos realizados
para demonstração da comissão de avaliação;

CAPÍTULO II
Organização do Poster

Art. 22 Os participantes expositores deverão trazer o poster de seu trabalho de pesquisa


para facilitar o processo de avaliação.
I – O poster deverá conter: título, nomes dos autores, instituição de origem,
endereços eletrônicos, resumo, introdução, objetivos, metodologia, resultados,
referencias bibliográficas e agradecimento;
II – Os textos devem ser legíveis a uma distância de 1.0m dando preferência a
figuras , fotos, esquemas e gráficos;
III – O título do poster deve ser o mesmo postado na ficha de inscrição, incluir
logotipos da instituição participante e de agências de fomentos se houver.
IV – O poster deverá ter as seguintes dimensões máximas: largura 0.90m e altura
de 0.90m até 1.20m e estrutura de fixação em parede.

13
TITULO V

DIREITOS DEVERES E RESPONSABILIDADE DOS PARTICIPANTES

CAPÍTULO I

Dos Direitos

Art. 23 Os participantes (estudantes, orientador e co-orientador) tem direito a:


I - Ter ciência e respeitar os regulamentos, as Normas, as Instruções e as
Legislações referente ao acesso, conduta, permanência, ausência, privacidade,
Direito Autoral, e Falsidade Documental;
II - Ter direito atendimento de assistência médica ambulatorial ou hospitalar por
qualquer ocorrência nas dependências do evento;
III - Recorrer das decisões das comissões de seleção e avaliação aos
representantes do Comitê Organizador;
V - Ter acesso as informações sobre as atividades desenvolvidas na Feira:
procedimentos adotados, normas, regulamentos, instruções vigentes e
modalidades de assistência oferecidas aos participantes;
VI - Ter sua integridade física, moral, ética, étnica e do arbítrio respeitada no
âmbito da Feira;
VII - Apresentar sugestões para a melhoria do evento, dos recursos humanos,
materiais, ambientes e dos procedimentos de gestão;
VIII - Solicitar auxílio do(s) (co)orientadores para o equacionamento dos
problemas encontrados nos estandes, quando não forem decorrentes de visível
desinteresse e infrequência voluntárias;
IX - Expressar e manifestar opinião, observando os dispositivos e critérios
estabelecidos;

14
CAPÍTULO II

Dos Deveres

Art. 24 Ao se inscrever no evento, o(s) participante(s) estará(ão) assumindo total


responsabilidade por seus atos e comprometendo-se a ter ciência e respeitar os
Regulamentos, as Normas e as Instruções e as Legislações estabelecidas. São ainda
deveres dos participantes:
I - Proceder com integridade, honestidade e cidadania para com os visitantes,
tratando-os com sociabilidade, igualdade e equidade proporcionando a plena
satisfação e integração;
II - Apresentar o trabalho à Comissão de Avaliação e ao Público com clareza,
adequação de linguagem, objetividade e respeito;
III - Manter o estande que lhe foi designado organizado e limpo;
IV - Acatar decisões do Comitê Organizador e da Comissão de Avaliação da
Feira;
V - Colaborar com a conservação, higiene e manutenção dos ambientes e bens
patrimoniais do PTI, assim como os espaços comuns de exposição dos trabalhos;
VI - Proceder com integridade, honestidade, e cidadania para com os colegas,
expositores e visitantes, tratando-os com sociabilidade, igualdade, equidade em
clima de respeito mútuo proporcionando a integração e adaptação no evento;
VII - Trajar-se de forma adequada nos padrões de uso e de bom costume nos
ambientes da feira, e que não fira moralmente os colegas e demais colegas
expositores;
VIII - Prestar informações aos responsáveis pela administração institucional sobre
atos que ponham em risco a segurança de colegas, expositores, visitantes ou o
patrimônio;
IX - Cumprir as normas de utilização de ambientes, uso de equipamentos,
horários de entrada e saída, orientações sobre prevenção de acidentes nas
dependências da feira;
X - Ao participar dos atos cívicos e culturais quando previstos, fazê-lo de forma
cívica e respeitosa;
XI - Trazer e responsabilizar-se pelo seu material e pertences pessoais trazidos

15
para a apresentação do trabalho;
XII - Proceder de forma a não ferir a integridade física, moral, ética, étnica e
religiosa das pessoas em qualquer tipo de ambiente no âmbito interno e externo
da feira, tratando-as com respeito, educação e igualdade;
XIII - Prestar informações aos organizadores do evento, sobre atos que coloquem
em risco a segurança de colegas, servidores, visitantes ou ao patrimônio;
XIV - Portar sempre o seu documento de identidade, e o crachá de identificação.
Art. 25 É responsabilidade de cada grupo de pesquisa disponibilizar o arquivo a
organização, para que resumo dos trabalhos finalistas e os posteres sejam publicado nos
anais da Feira que será disponibilizado no ambiente online.

CAPÍTULO III

Das Proibições e Responsabilidades

Art. 26 Aos participantes é vetado, qualquer irregularidade considerada como ato


criminoso tais como: contra a vida, a honra, o patrimônio, a dignidade física e moral, a
pátria, a família, o direito autoral, a falsidade documental, a crença, as etnias e os
costumes. A identificação destas práticas resultará na desclassificação imediata do
trabalho e da equipe envolvida, independente da fase do processo seletivo/avaliativo em
que se encontrar.

I - O desrespeito ao direito autoral (plágio) está assim tipificado: a publicação, a


transmissão, a retransmissão, a distribuição, a comunicação, a reprodução, a
contrafação, a inclusão, em fim qualquer tipo de utilização de obras literárias
artísticas, ou científicas, através de fonogramas, transmissão de rádio, televisão,
impressos, a cabos e internet sem autorização do autor.
Parágrafo único: é considerado plágio a reprodução total ou parcial, de trabalhos
de pesquisa, texto parcial ou integral de livros, revistas, artigos, tabelas ou
ilustrações (quadros, figuras, gráficos, fotografias, retratos, lâminas, desenhos,
organogramas, fluxogramas, plantas, mapas e outros) impressos ou digitais, sem
a devida e correta citação da fonte de referência;
II - quanto a Falsidade Documental é um tipo de fraude criminosa que consiste
na adulteração de documento, com o fito de obter vantagem - para si ou para

16
outrem - ou mesmo para prejudicar terceiro. A prática da falsificação é crime.

CAPÍTULO IV

Das Responsabilidades dos Participantes

Art. 27 É responsabilidade de cada equipe disponibilizar o arquivo digital do trabalho


completo à organização, para que os resumos e posteres sejam publicado nos anais da
Feira.
Art. 28 – O participante responderá administrativamente, por qualquer ato de
irregularidade (infração), praticado, no âmbito do evento, bem como pelo descumprimento
do contido no Regulamento da Feira. O(s) participante(s) infrator(es) estarão sujeitos as
sanções disciplinares impostas conforme a gravidade do ato cometido; assim como a
obrigação de reparar os danos causados ao patrimônio público, ao ambiente ou a
terceiros.
I – Além das penalidades administrativas, em se tratando de irregularidade
prevista no código penal de cada País, o participante responderá criminalmente
perante o ministério público pelos seus atos.
Obs: Em se tratando de infrator menor idade a instituição a qual está vinculado,
bem como seus responsáveis legais assumirão a responsabilidade pelos reparos.

CAPÍTULO V

Dos Responsáveis Acompanhantes

Art. 29 Compete aos orientadores e co-orientadores:


I – Zelar pelo bem estar de seus alunos, orientando-os quanto aos direitos,
deveres e responsabilidades a serem observadas conforme o regulamento da
FICIENCIAS;
II – Coordenar com os estudantes a montagem, organização e desmontagem dos
trabalhos nos estandes quando necessário;
III – Zelar para que os estudantes mantenham o estande organizado;
IV – Orientar o(s) estudante(s) para que permaneçam em seu respectivo estande
nos horários de visita e avaliação dos trabalhos;

17
V – Organizar e supervisionar todas as tarefas e horários estabelecidos pelo
Comitê Organizador;
VI – Acompanhar, orientar e assessorar os alunos em todas as atividades durante
a Feira;
VII – Portar uma cópia preferencialmente autenticada da documentação completa
dos estudantes, inclusive da autorização de viagem assinada pelos pais quando
estes forem menores de 18 anos de idade.

CAPÍTULO VI

Responsabilidades Das Instituições Participantes

Art. 30 As Instituições participantes do evento serão as responsáveis pelos membros das


equipes (estudante, orientador e co-orientador), bem como pelos atos que venham
transgredir as Normativas estabelecidas no regulamento e pela FICIENCIAS.

Art. 31 Prover condições necessárias para que os alunos possam enviar os dados da
inscrição via internet no prazo estabelecido assim como outras documentações solicitas.

Art. 32 As Instituições participante do evento serão responsáveis por auxiliar na logística


de seus participantes como: deslocamento, pernoites, café da manhã e outras refeições
e/ou diárias.

CAPÍTULO VII

Responsabilidades da Instituição Promotora

Art. 33 A Instituição promotora do evento FPTI-BR, tem a responsabilidade de


disponibilizar a infraestrutura necessária para a apresentação dos trabalhos. A estrutura
oferecida será:
I – Área física e o mobiliário necessário para os expositores;
II – Rede elétrica de 110V e 220V para todos os Estandes;
III – Restaurante e ambiente para refeições;

18
IV – Transporte Interno para o deslocamento;
V - Posto de atendimento para emergência Médica;
VI – Outros elementos que o Comitê Organizador julgar necessário;

TÍTULO VI

DAS DISPOSIÇÕES GERAIS E TRANSITÓRIAS


CAPÍTULO I

Art. 34 Somente o Comitê Organizador, por motivo excepcional, poderá alterar os ditames
do presente Regulamento.
Art. 35 Não será permitido aos expositores, a propaganda política, religiosa, social ou
classista através de qualquer meio de comunicação durante a realização do evento.
Parágrafo único: O Comitê Organizador terá plena autonomia para descredenciar o
trabalho do expositor pela ocorrência da não observância de qualquer artigo do
Regulamento da FICIENCIA.
Art. 36 Trabalhos que envolvam pesquisa com seres humanos e/ou animais, deverão
seguir as normas éticas vigentes em seu país de origem e cumprir as normas
apresentadas pela regulamentação específica desta Feira.
Art. 37 Os participantes da feira autorizam, a utilização de seu nome e ou imagem sem
que isto acarrete ônus aos integrantes dos Comitês e Comissões, ou às Instituições que
representam bem como as Instituições Promotoras.
Art. 38 O presente regulamento entrará em vigor na data de sua aprovação pelos
Comitês Organizador, Científico e Gestor.
§ 1º Normas, Notas Técnicas e ou Instruções Normativas poderão complementar o
Regulamento da FICIENCIAS a ser aprovado conjuntamente.
Art. 39 Os casos omissos no presente regulamento serão resolvidos pelo Comitê
Organizador, mediante solicitação das partes interessadas através de requerimento
próprio.

19