Você está na página 1de 1

5º.

Congresso Odontológico de Araçatuba - UNESP


35ª. Jornada Acadêmica “Prof.ª Adjunto Mercês Cunha dos Santos Pinto”
11º. Simpósio de Pós-Graduação “Prof. Titular Celso Martinelli”
7º. Encontro do CAOE
1º. Forum de Egressos
19 a 22 de maio de 2015
UNESP – Câmpus de Araçatuba
Faculdade de Odontologia

O-166
Reabilitação oral: prótese fixa metalocerâmica collarless anterior superior.
Relato de caso clinico
Seloto CB*, Silva EA, Sahyon HBS, Moreno A, Assunção WG, Santos DM
Faculdade de Odontologia de Araçatuba, UNESP
Categoria – Clínico

Introdução
As restaurações metalocerâmicas, quando apropriadamente confeccionadas em laboratório e
cimentadas em dentes corretamente preparados incluem vantagens como boa função, estética,
fonética e o perfeito equilíbrio fisiológico da oclusão, além de devolução da auto-estima a este
paciente.
Descrição do Caso
Desta forma, será apresentado e discutido neste caso clínico a reabilitação protética dos
elementos anteriores superiores, a partir da confecção de prótese parcial fixa metalocerâmica
collarless. Paciente M. P., do sexo Feminino, XX anos, procurou a Clínica da Faculdade de
Odontologia - Araçatuba necessitando de tratamento para os dentes superiores anteriores.
Foram realizados exames clínico e radiográfico e constatou-se a necessidade de tratamento
endodôntico do elemento 11 e 21. Após a terapia endodôntica, procedeu-se à cimentação de
um pino pré-fabricado de fibra de vidro nos elementos 11 e 21, no elemento 23 foi
confeccionado o pino metálico fundido. Em seguida, foram feitos os preparos de coroa total nos
dentes 14, 12, 11, 21, 22, 23 e a confecção da prótese parcial fixa provisória em resina acrílica
autopolimerizável. Nas etapas seguintes, realizou-se a moldagem pela técnica do duplo fio com
silicone de adição, para a confecção dos copings metálicos, realizado a prova da infra-estrutura
metálica e a escolha da cor em seguida, foi realizada a transferência. Em laboratório foram
confeccionadas próteses metalocerâmicas collarless e um pôntico na região do elemento 13.
Na sessão final a prótese parcial fixa metalocerâmica foi cimentada com cimento resinoso dual.
Conclusões
Ao final do tratamento protético, concluiu-se que uma abordagem multidisciplinar é fundamental
para a obtenção do sucesso clínico de uma reabilitação com prótese fixa metalocerâmica.

Arch Health Invest 2015;4 (Spec Iss 2): 25-380 Proceedings of the 5º Congresso Odontológico de Araçatuba - Unesp/Annual Meeting) ISSN 2317-3009 ©- 2015

210