Você está na página 1de 2

04/11/2017 O futuro está no mobile - ABStartups

O futuro está no mobile


Autor: Luciana Rosa | Agosto 31, 2017 | Primeiros Passos

O tempo é uma medida exata? Começo a acreditar que não. Quando estamos entediados o tempo
não passa, quando estamos nos divertindo ou com muito trabalho e pouco prazo, o tempo voa.

Mas não é só isso que me faz acreditar que o tempo não é uma medida exata. Com a internet ele
tem se mostrado cada vez mais dinâmico e veloz. Os ponteiros estão correndo para acompanhar as
mudanças do mundo digital. O PC, computador pessoal, que revolucionou a forma de comunicação
há pouco mais de duas décadas, hoje está perdendo espaço para os Smartphones.O mundo está na
palma da mão. Pesquisamos, compramos, vendemos, divulgamos, conversamos e trabalhamos em
smartphones.

Grandes empresas apostam em disponibilizar internet grátis

As grandes empresas já perceberam que precisam disponibilizar o acesso dos consumidores a


internet para estimular o consumo. Por isso, agora aplicativos oferecem internet gratuita. A
Netshoes foi a pioneira, ao perceber que os clientes estavam acessando mais o site via mobile, no
entanto, esse aumento não era convertido em vendas, pois grande parte dos clientes não queria
consumir os dados do plano de telefonia para efetuar a compra. Foi aí que em 2015 decidiram
oferecer internet gratuita para o e-commerce. O resultado foi acima das expectativas. Nos primeiros
quatro meses o tempo médio de navegação aumentou em 80%, as taxas de conversão em 60% e a
receita cresceu 54%. As visitas mobile superaram as visitas por computadores desktop.

Hoje cerca de 20 empresas adotaram a mesma prática no Brasil. Bancos como Santander e
Bradesco, sites de varejo como Privália e Mercado Livre, resolveram bancar o custo de acesso a
internet de seus clientes pelo celular. Basta baixar o aplicativo, que
os dados consumidos dentro do ambiente do APP não são descontados da franquia dos planos pós-
https://abstartups.com.br/2017/08/31/o-futuro-esta-no-mobile/ 1/2
04/11/2017 O futuro está no mobile - ABStartups

pagos e de créditos pré-pagos. Em alguns casos, essa medida já fez o volume de negócios aumentar
em até 40%. Afinal grande parte dos brasileiros não utiliza internet o tempo todo, uma vez que
depende de rede sem fio(WI-FI) para navegar web.

Uma vantagem competitiva ou desrespeito a neutralidade da rede?

Como a internet é espaço e motivo para muitos debates e polêmicas, o fato de algumas empresas
oferecem acesso gratuito para clientes, fez com que a questão da neutralidade da rede viesse a
tona. Há quem diga que disponibilizar dados de graça não significa beneficiar determinados grupos.
Já outros acreditam que o acesso sem custo fere o princípio da neutralidade da rede.

É preciso considerar que apenas grandes empresas têm capital para investir no uso gratuíto da
internet em seus aplicativos. No entanto, num mundo onde mais da metade das famílias não estão
conectadas a internet devido aos custos. Ter acesso gratuito em
determinados sites, contribui para expandir o uso da internet em países como o Brasil por exemplo,
onde não são todos os usuários da telefonia móvel que possuem smartphones e o wi-fi não é
amplamente disponível. Nos países em desenvolvimento, a maioria das pessoas possuem planos
pré-pagos e recebem poucos dados para navegar na internet. Dessa forma preferem usar os dados
disponíveis para se conectar com amigos nas redes sociais.

Polêmicas à parte, o fato é que na disputa por clientes cada vez mais conectados, as empresas
estão percebendo que é preciso se diferenciar, criar um canal de comunicação mobile, que possa
ser acessado a qualquer momento e que torna a relação com o cliente cada dia mais próxima.

Como você pode aproveitar o melhor do mobile na sua startup

Se você ainda não pode bancar o acesso a internet para seus clientes, afinal você não é uma
NetShoes, Mercado Livre, Privália ou Bradesco. Você pode tornar seu app mais amigável, pode
oferecer facilidades mobile que tornem o dia a dos usuários mais
simples ou divertido. Pode fazer com que ele se sinta estimulado a interagir no seu app e quem
sabe oferecer bônus atrativos para que ele se torne um usuário fiel. O Waze, o WhatsApp, a Uber,
Mobo são exemplos de que não basta ser free para garantir acessos
diários e recorrentes.

Mobile: você não pode ficar fora dessa vitrine.

As pessoas estão mudando, a internet tem sido cada vez mais essencial na hora de consumir
produtos, serviços e conteúdos. E por isso muita gente vê no ambiente digital uma grande
oportunidade de ter mais sucesso. Estratégias de marketing online bem estruturadas impulsionam
negócios e são promissoras. Algumas informações podem ajudar você nessa direção. Vídeos são a
grande tendência, hoje 100 milhões de usuários da internet assistem vídeos online todos os dias.
No próximos 2 anos a produção de vídeos online será responsável por ⅓ dos gastos em publicidade
na internet. Em 2020, segundo pesquisa realizada pela Cisco, a estimativa é de que 82% de todo
tráfego da internet seja gerado por vídeos. E o consumo de vídeos online deve ultrapassar o da TV
tradicional, isso quem afirma é o diretor geral do Youtube no Brasil. Os vídeos animados flat, em 2D
também são uma tendência na hora de explicar produtos e serviços. Na linha do menos é
mais, a animação é um recurso criativo, dinâmico e que provoca interesse de quem assiste.

https://abstartups.com.br/2017/08/31/o-futuro-esta-no-mobile/ 2/2