Você está na página 1de 25

A estaca executada por perfuração do terreno com trado e, posteriormente, concretada é

chamada de

(A) estaca-broca.

(B) estaca tipo Strauss.

(C) estaca injetada.

(D) estaca tipo Franki.

(E) estaca escavada.

No dimensionamento de fundações diretas de uma edificação, é correto afirmar:

(A) As sapatas isoladas devem ser evitadas sempre que existir a possibilidade de solução com
sapata associada. Regra geral: uma sapata associada é mais econômica e mais fácil de
executar do que duas sapatas isoladas.

(B) A sapata associada deve ser evitada sempre que existir a possibilidade de solução
com sapatas isoladas. Regra geral: duas sapatas isoladas serão mais econômicas e
mais fáceis de executar do que uma sapata associada.

(C) A sapata associada deve ser evitada sempre que existir a possibilidade de solução com
sapatas isoladas. Regra geral: uma sapata associada é mais econômica e mais fácil de
executar do que duas sapatas isoladas.

(D) As sapatas isoladas devem ser evitadas sempre que existir a possibilidade de solução com
sapata associada. Regra geral: duas sapatas isoladas serão mais econômicas e mais fáceis de
executar do que uma sapata associada.

(E) As sapatas isoladas e associadas são soluções equivalentes e não apresentam diferença
significativa tanto do ponto de vista econômico, quanto da facilidade de execução.

As estacas moldadas in loco são executadas mediante escavações ou cravações de tubo.

A respeito da estaca FRANKI, assinale a afirmativa correta.

(A) perfurar o terreno por meio de uma broca ou travo‐cavadeira até encontrar o subsolo firme,
em que o adensamento do concreto é feito por meio de socamento com vara, constituindo
o tipo mais singelo.
(B) crava um tubo de aço no terreno tendo um mandril (ponta metálica) no seu interior, até ser
atingida a resistência do solo necessária, que poderá ser utilizado para o apiloamento
do concreto à medida que este é lançado.

(C) crava um tubo de aço, cuja ponta é obturada por meio de uma bucha de concreto
seco, que ao atingir a cota desejada, firma o tubo de revestimento e expulsa a
bucha. O apiloamento do concreto é sempre feito pelo pistão do próprio
bate‐estacas.

(D) concretada em fôrmas horizontais, verticais ou por sistema de centrifugação, necessita ter
armadura para receber a cura adequada para ter resistência compatível com os reforços
de cravação.

(E) apresenta processo de execução mais complexo, no qual a cravação da estaca é realizada
com uso de lama bentonítica, tendo sua resistência em grande parte, dependendo do atrito ao
longo do fuste em função de sua técnica executiva.

Elementos de transição entre a estrutura e o solo, as fundações podem ser superficiais ou


profundas. Fundações superficiais são:

(A) grelha, tubulão e caixão.

(B) tubulão, bloco e radier.

(C) sapata, grelha e estaca.

(D) estaca, tubulão e caixão.

(E) bloco, grelha e radier.

As fundações de uma edificação situada em determinada área de várzea deverão ser


adequadas a uma situação de inviabilidade de emprego de fundações diretas. A sondagem
a percussão revelou um subsolo caracterizado pela presença de camadas de bota-fora de terra
e material inerte e de argilas orgânicas moles a muito moles, com uma súbita transição para
material impenetrável. O parecer de fundações indicou, em função dessas e de outras
características da obra, o emprego de estacas metálicas, com profundidade variando em torno
de 8 m. Pode-se dizer, nessas condições, que as reações de apoio das estacas dependerão
basicamente

(A) do atrito lateral.


(B) da formação de um bulbo de pressão no terço superior da estaca.

(C) da aglutinação da argila orgânica pela oxidação da estaca.

(D) da execução de uma sapata no nível do material impenetrável.

(E) da resistência de ponta.

De acordo com a NBR 6122:2010, para evitar o contato solo–fundação, todas as partes de uma
fundação superficial devem ser concretadas com um lastro de concreto

(A) ciclópico com, no mínimo, 12 cm de espessura

(B) estrutural com, no mínimo, 8 cm de espessura

(C) estrutural com, no mínimo, 10 cm de espessura

(D) não estrutural com, no mínimo, 5 cm de espessura

(E) não estrutural com, no mínimo, 10 cm de espessura

A estaca introduzida no terreno por meio de um macaco hidráulico é denominada

(A) mega.

(B) raiz.

(C) franki.

(D) broca.

(E) injetada.

Em relação às sondagens e às fundações, julgue os itens que se seguem:


Sondagem a trado é um procedimento de investigação geotécnica utilizado para coletar
amostras deformadas, com a finalidade de caracterizar as camadas de solo e de determinar a
profundidade do nível d’água.CORRETA

Em relação às sondagens e às fundações, julgue os itens que se seguem: A sondagem a


percussão — SPT (standard penetration test) é realizada com um amostrador cravado por meio
de golpes de um martelo. Durante o ensaio é registrado o número de golpes necessários à
penetração de cada 60 cm de camada investigada, além das características do solo trazido no
amostrador. ERRADA

Além de desenvolver o projeto arquitetônico, o arquiteto deverá conhecer os projetos


complementares da edificação e coordenar a compatibilização entre eles. Acerca desses
projetos, julgue os itens a seguir: Estacas de madeira, metálicas, pré-moldadas de
concreto, estacas moldadas in loco e tubulões são fundações classificadas como
profundas que deverão estar assentadas em profundidade superior ao dobro de sua
menor dimensão em planta e, no mínimo, a três metros. ERRADA

As figuras mostradas, que ilustram diversos tipos de fundação, correspondem,


respectivamente, a fundações dos tipos

A - estaca Franki; sapata; estaca hélice contínua; tubulão; estaca pré-moldada.


B - sapata; estaca Franki; estaca pré-moldada; tubulão; estaca hélice contínua.
C - estaca Franki; sapata; estaca pré-moldada; tubulão; estaca hélice contínua.
D - sapata; tubulão; estaca pré-moldada; estaca Franki; estaca hélice contínua.
E - sapata; tubulão; estaca pré-moldada; estaca hélice contínua; estaca Franki.

O tubulão, tipo de fundação profunda, pode ser ou não revestido. Um dos aspectos
construtivos do tubulão não revestido é o de
(A) ser executado com escavação manual somente acima do nível de água, natural ou
rebaixado, salvo em casos especiais.
(B) utilizar exclusivamente escoramento de aço, quando houver risco de desmoronamento.
(C) ter sua concretagem sempre executada em escavação seca.
(D) usar o vibrador, mesmo que o concreto tenha plasticidade adequada.
(E) admitir a concretagem mediante o método de ar comprimido.

A Laje radier

(A) é um tipo de fundação rasa que funciona como uma laje e transmite as cargas da
estrutura para o terreno.
(B) possui componentes estruturais fundamentais que são a laje descontínua de concreto e as
vigas-baldrame.
(C) é a fundação menos utilizada para construções em Light Steel Framing.
(D) é um tipo de baldrame que funciona como viga e transmite as cargas pontualmente para o
terreno.
(E) é um tipo de fundação semelhante à viga baldrame e à sapata corrida.

Um dos tipos de fundação profunda é a estaca, que pode ser: 1. cravada ou 2.


perfurada. Identifique, numericamente, em qual categoria estão inseridas as estacas abaixo:

( ) tipo Franki;
( ) tipo Strauss;
( ) estaca-broca;
( ) estaca por vibração;
( ) estaca injetada.

A seqüência correta é:
(A) 1, 1, 2, 1 e 2;
(B) 1, 2, 1, 2 e 1;
(C) 1, 2, 2, 1 e 2;
(D) 2, 1, 1, 2 e 1;
(E) 2, 2, 1, 1 e 2.
As fundações em superfície, em que a carga é transmitida predominantemente pela
pressão distribuída sob a base da fundação, precisam ser definidas por
dimensionamento geométrico e cálculo estrutural.

No dimensionamento geométrico, deve‐se considerar as solicitações de cargas

(A) verticais.

(B) transversais.

(C) periféricas.

(D) inferiores.

(E) excêntricas.

O estudo de recalques nos solos devido a fundações apresenta importância no desempenho


das edifcações. A respeito do conceito de recalques, analise as afrmativas.
I. Recalque imediato pode ser calculado pela teoria da elasticidade.
II. Recalque por adensamento primário ocorre em solos de baixa permeabilidade (argilosos
saturados), quando a pressão geostática efetiva inicial, somada ao acréscimo da pressão
decorrente da fundação, é superior à pressão de pré-adensamento.
III. Recalque por adensamento secundário ocorre após o primário, sendo verifcado que, após a
dissipação das pressões neutras, devidas ao carregamento da fundação no solo, este, sob a
ação da carga efetiva constante, continua a se deformar.
Assinale a alternativa correta.

a) Estão corretas as afrmativas I, II e III

b) Estão corretas as afrmativas I e III, apenas

c) Está correta a afrmativa III, apenas

d) Estão corretas as afrmativas I e II, apenas

e) Estão corretas as afrmativas II e III, apenas

O funcionamento mecânico dos diversos tipos de fundação trabalha de forma diferenciada e


devem ser utilizados a favor da obra em andamento. Por exemplo, temos os tipos que
trabalham por atrito ao longo do fuste e por mola no ponto, de um modo geral para elementos
razoavelmente longos o fuste responde com a totalidade da carga a ser suportada e a ponta
com uma carga adicional que garante o coeficiente de segurança. O nome do tipo descrito é:

a) Sapatas
b) Estacas

c) Tubulões

d) Sapatas nodulares

As estacas de concreto podem ser executadas no solo por meio de injeção, cravação ou de
escavação. Um exemplo de estaca injetada é a

a) pré-moldada.

b) raiz.

c) Strauss.

d) Franki.

e) hélice contínua.

Considere as etapas de execução de uma sapata isolada:

1.Posicionamento das formas. 2.Concretagem. 3.Posicionamento das armaduras. 4.Preparo da


superfície de apoio. 5.Posicionamento do pilar.

A seqüência correta de execução é:

 a) 1 ? 3 ? 4 ? 5 ? 2.
 b) 4 ? 1 ? 2 ? 3 ? 5.
 c) 3 ? 1 ? 5 ? 2 ? 4.
 d) 4 ? 1 ? 3 ? 5 ? 2.
 e) 3 ? 1 ? 4 ? 5 ? 2.

A lama bentonítica é utilizada como reforço para dar sustentação ao solo em escavações de
fundações. Um elemento de fundação executado com o uso da lama é:

 a) a sapata corrida.
 b) a estaca barrete.
 c) a estaca hélice contínua.
 d) o radier.
 e) o tubulão.

Acerca dos conceitos e técnicas relacionados às fundações, considere:

I. Tubulões são fundações profundas, com fuste cilíndrico, dotados de base alargada, de
formato tronco-cônica a uma profundidade igual ou maior que três vezes o seu diâmetro.
II. Estacas Strauss são executadas pela introdução no terreno de um tubo de aço cuja ponta é
obturada por uma bucha de concreto seco, areia e brita estanque e fortemente comprimida
sobre as paredes do tubo. Ao se bater com o pilão na bucha, a mesma arrasta o tubo.

III. A madeira pode ser utilizada como material para estacas, desde que não esteja sujeita a
molhagens e secagens sucessivas, podendo, ainda, ficar 2/3 imersa em água se receber
tratamento antifungo.

Está correto o que se afirma em

 a) II e III, apenas.
 b) II, apenas.
 c) I, apenas.
 d) I e II, apenas.
 e) I, II e III.

Observe as figuras abaixo.

Os tipos de fundação, chamados de I, II, III e IV são, respectivamente,

 a) radier - bloco - alicerce - sapata.


 b) bloco - sapata - grelha - radier.
 c) sapata - bloco - alicerce - radier.
 d) caixão - bloco - sapata corrida - radier.
 e) bloco - radier - alicerce - sapata.

Elementos de fundação, geralmente de concreto, utilizados originalmente como reforço de


fundações. Podem também ser utilizados como solução de fundação nos casos em que há
necessidade de reduzir problemas de vibração, são cravados com auxílio de macaco hidráulico
que reagem contra uma cargueira ou contra a própria estrutura e com faixa de carga em torno
de 700 kN. São características que pertencem
 a) às estacas pré-moldadas.
 b) às estacas tipo Franki.
 c) aos tubulões.
 d) às estacas corrugadas.
 e) às estacas tipo Mega.

Em função das características e das propriedades do solo e da obra a ser construída, existem
diferentes tipos de soluções de fundações que devem ser consideradas. Dentre essas, está
correto afirmar que a do tipo Radier é uma fundação

 a) superficial de pequenas dimensões para pilares individuais.


 b) profunda, com elevada rigidez e elevada capacidade de carga.
 c) em estacas pré-moldadas, especialmente indicada para situações de carregamento
lateral.
 d) superficial que transfere as cargas dos pilares da construção para o terreno
através de uma única placa.
 e) profunda, indicada para reforço das fundações existentes na construção e que vem
apresentando elevados recalques.

As estacas são peças alongadas que podem ser cravadas ou confeccionadas in situ visando,
principalmente, transmitir cargas a camadas profundas do terreno. Cravação no solo por meio
de macaco hidráulico de segmentos de estaca de 1,5 m, 3 m ou 5 m um após o outro,
justapostos, até se conseguir o comprimento desejado, reduzindo, desta forma, qualquer
vibração e tendo faixa de carga em torno de 700 kN, são características que pertencem ao
método executivo das estacas tipo

 a) Raiz.
 b) Hélice contínua.
 c) Mega.
 d) Escavada.
 e) Strauss.

Observe a figura.
A fundação representada na figura refere-se a

 a) tubulão a céu aberto.


 b) tubulão com ar comprimido.
 c) sapatas associadas.
 d) sapatas isoladas.
 e) estacas raiz.

Considere as seguintes etapas executivas de uma fundação:

I. escavação;
II. colocação de um lastro de concreto magro de 5 a 10 cm de espessura;
III. posicionamento das fôrmas, quando o solo assim o exigir;
IV. colocação das armaduras;
V. concretagem;
VI. execução de cinta de concreto armado;
VII. aplicação de camada impermeabilizante.

A seqüência apresentada refere-se às etapas de execução de uma fundação do tipo:

 a) blocos e alicerces.
 b) sapata isolada.
 c) tubulão a céu aberto.
 d) sapata corrida.
 e) radier.

Para elaboração do projeto de fundações é necessário o conhecimento adequado do solo que


servirá de suporte à fundação, o que normalmente se faz, primariamente,
através de sondagens e ensaios para a determinação da resistência do material. No Brasil, o
ensaio mais comum consiste na utilização de um cavalete que possibilita a cravação de um
amostrador padrão no solo, através da queda livre de um peso de 65 kg, caindo de uma altura
de 75 cm. O número de golpes (N) para o amostrador penetrar 30 cm possibilita a avaliação da
resistência do solo, enquanto o tipo de material no interior do amostrador permite a
identificação do tipo de solo. Este ensaio é conhecido como

 a) VT - Vane Test.
 b) SPT - Standard Penetration Test.
 c) ST - Sondagem a Trado.
 d) ST - Shacking Test.
 e) CPT - Cone Penetration Test.

Os tubulões, quando comparados a outros tipos de fundações profundas, apresentam algumas


desvantagens, tais como:

 a) níveis de vibrações e ruído gerado durante as escavações.


 b) custos de mobilização e desmobilização de equipamentos.
 c) riscos de desmoronamento durante as escavações.
 d) possibilidades de alteração das dimensões durante a escavação para compensar
condições de subsolo distintas das inicialmente previstas.
 e) escavações que podem atravessar solos com pedras e matacões.

As fundações superficiais ou rasas são assim denominadas por se apoiarem sobre o solo a
uma pequena profundidade em relação ao solo circundante. NÃO apresenta informações sobre
esses tipos de fundações:

 a) Os baldrames são vigas de fundação que recebem pilares alinhados com seção
transversal semelhante aos blocos.
 b) O radier é um elemento de fundação que recebe todos os pilares da obra.
 c) A sapata é um elemento de fundação de concreto armado, que utiliza a armadura para
resistir aos esforços de tração.
 d) A sapata associada recebe parte dos pilares de uma obra, mas somente se eles
estiverem alinhados.
 e) Os blocos são dimensionados para que as tensões de tração nele produzidas possam
ser resistidas pelo concreto sem necessidade de armadura.

Acerca das fundações de obras civis, julgue os itens a seguir.

As estacas do tipo Franki são pré-moldadas de concreto, cravadas no terreno com a


utilização de bate-estacas. ERRADO
Estaca armada e preenchida com argamassa de cimento e areia, moldada in loco e
executada através de perfuração rotativa ou rotopercussiva, revestida integralmente, no
trecho em solo, por um conjunto de tubos metálicos recuperáveis.

Tal descrição refere-se às estacas

a)de reação (mega ou prensada).

b)Strauss.

c)escavadas mecanicamente.

d)raiz.

e)Franki.

Para o projeto de fundações é necessário o conhecimento prévio das características do


solo. Uma forma de se obter informações sobre o subsolo é por meio das sondagens de
simples reconhecimento com realização de ensaio SPT. O parâmetro obtido neste ensaio
está relacionado

a)ao adensamento.

b)à umidade natural do solo.

c)à resistência do solo à penetração do amostrador.

d)ao índice de vazios de cada camada.

e)à permeabilidade do solo.

Um edifício institucional será executado com fundações do tipo estacas, com o objetivo de
atingir a resistência do solo em camadas mais profundas. Foi adotada no projeto a estaca
tipo Strauss, a qual é

a)executada mediante a introdução de um trado helicoidal contínuo no terreno e injeção


de concreto pela própria haste central do trado simultaneamente com a sua retirada, sendo que
a armadura é introduzida após a concretagem.

b)armada e preenchida com cimento e areia, executada por meio de perfuração rotativa,
revestida integralmente por um conjunto de tubos metálicos recuperáveis.

c)constituída de segmentos de concreto pré-moldado e introduzida no terreno por meio de


golpes de martelo de gravidade, de explosão, hidráulico ou vibratório.

d)executada pela cravação, por meio de sucessivos golpes de um pilão de um tubo de


ponta fechada por uma bucha seca. Esta estaca possui base alargada.

e)executada por perfuração do solo com uma sonda e revestimento total com
camisa metálica, realizando o lançamento do concreto e retirada gradativa do
revestimento com simultâneo apiloamento do concreto.
Sobre o número e locação das sondagens de simples reconhecimento dos solos para
fundações e edifícios, a NBR 8036/1983 estabelece que, em quaisquer circunstâncias,
2
para área da projeção em planta do edifício até 200 m , o número mínimo de sondagens
deve ser

a)quatro.

b)três.

c)dois.

d)cinco.

e)seis.

As estacas prensadas possuem como característica principal a cravação no terreno de


elementos pré-moldados, um após o outro, justapostos, até se conseguir o comprimento
desejado, utilizando para isso macaco hidráulico, encontrando reação no peso da própria
estrutura a reforçar ou então em sobrecargas adicionais convenientes. A descrição refere -
se ao método executivo das estacas tipo

a) Escavada.

b) Raiz.

c) Mega.

d) Strauss.

e) Franki.

É um elemento de fundação profunda de forma prismática, concretado na superfície e


instalado por escavação interna. Na sua instalação pode-se usar ou não ar comprimido e
sua base pode ser alargada ou não. Trata-se do dispositivo de fundação tipo

a) radier.

b) estação.

c) sapata.

d) caixão.

e) estaca.

O tipo de fundação profunda constituída por concreto, moldada in loco e executada por meio de
trado contínuo e injeção de concreto pela própria haste do trado é a estaca:
(A) Franki.
(B) hélice contínua.
(C) Strauss.
(D) mista.
(E) tipo broca.

Com relação ao Método de Sondagem SPT (Standard Penetration Test), é incorreto


afirmar que:

a) o ensaio SPT constitui-se em uma medida de resistência dinâmica conjugada a uma


sondagem de simples reconhecimento.
b) a perfuração é obtida por tradagem e circulação de água, utilizando-se um trépano
de lavagem co mo ferramenta de escavação.
c) amostras de solo são coletadas a cada metro de profundidade por meio de um
amostrador padrão.
d) o procedimento de ensaio consiste na cravação de um amostrador, usando a
queda de um peso, normalmente um bloco de aço, de 75 kg, caindo a uma altura de 65
centímetros.
e) os índices de resistências à cravação do amostrador permitem avaliar a compacidade
e/ou consistência do solo ao longo da perfuração.

Esta prática é, sem dúvida, a técnica que melhor satisfaz aos fins de prospecção, pois
não só permite uma observação in loco das diferentes camadas, como também a
extração de boas amostras. O seu emprego, no entanto , encontra-se, na prática,
limitado pelo seu elevado custo, o qual o torna, às vezes, economicamente proibitivo,
exigindo onerosos trabalhos de proteção a desmoronamentos e esgotamentos de água,
quando a prospecção desce abaixo do nível freático. Essa prática de prospecção é chamada
de:

a) penetração do barrilete.
b) sondagem de reconhecimento.
c) execução de sondagem.
d) sondagem com retirada de amostras indeformadas.
e) abertura de poços de exploração.

Em relação às sondagens a percussão, considere:

I. São executadas somente como subsídios para o projeto de edifícios. ERRADA


II. Determinam e identificam o perfil das camadas do subsolo. CERTA.
III. O amostrador do solo é cravado por quedas sucessivas do martelo. CERTA
IV. Além de determinar o nível do lençol freático, pode -se obter diretamente a umidade
do solo. ERRADA

Está correto o que consta em


(A) I e II, apenas.
(B) II e III, apenas.
(C) I, II e III, apenas.
(D) I e IV, apenas.
(E) I, II, III e IV.

As informações relatadas no relatório final de sondagem devem contemplar informações


sobre o subsolo, EXCETO
(A) determinação das condições de compacidade, consistência e capacidade de carga de
cada tipo de solo.
(B) locação dos furos de sondagem.
(C) determinação dos tipos de solo até a profundidade de interesse do projeto.
(D) composição e quantificação das substâncias encontradas no fluido do lençol
freático.
(E) determinação da espessura das camadas e avaliação da orientação dos planos que as
separam.

Considere as seguintes afirmações sobre análise de sondagem:

I. Os perfis individuais de sondagem devem conter, entre outras informações, tabela


com leitura de nível d’água com: data, hora e profundidade do furo, profundidade do
revestimento e observações sobre eventuais fugas de água, artesianismo etc. CORRETA
II. Quando o solo é tão fraco que a aplicação do primeiro golpe do martelo leva a
uma penetração superior a 45 cm, o resultado da cravação deve ser expresso pela
relação deste golpe com a respectiva penetração. CORRETA
III. Quando não ocorre a penetração do amostrador, registra - se o SPT em forma de
fração. Por exemplo, 30/12, indicando que para 12 golpes houve penetração de 30 cm.
ERRADA
IV. Os perfis individuais de sondagem devem conter, entre outras informações,
resultados dos ensaios de penetração, com o número de golpes e avanço em
centímetros para cada terço de penetração do amostrador. CORRETA

Está correto o que se afirma em

(A) I e II, somente.


(B) II e III, somente.
(C) II, III e IV, somente.
(D) I, II e IV, somente.
(E) I, II, III e IV.

A Sondagem a Percussão − Ensaio de SPT ( Standart Penetration Test) é considerada,


dentre os métodos tradicionais mais utilizados, um dos mais simples para o
reconhecimento do subsolo, além de ser um importante e eficiente teste executado nas
diversas obras de engenharia de fundações. A sondagem fornece subsídios numéricos
para o projeto, devido a sua simplicidade na obtenção dos índices de resistências dos
solos durante os ensaios. A cravação do amostrador no solo é obtida por quedas
sucessivas do martelo (golpes) até a penetração de 45 cm. O NSPT pode ser descrito
como o número de golpes necessários para cravar os

(A) primeiros 45 cm do amostrador padrão.


(B) primeiros 15 cm do amostrador padrão.
(C) últimos 30 cm do amostrador padrão.
(D) últimos 45 cm do amostrador padrão.
(E) primeiros 30 cm do amostrador padrão.

Em relação às sondagens, considere:


I. Devem existir, no mínimo, duas sondagens para uma área de projeção em planta de
até 200 m².
II. Devem existir, no mínimo, três sondagens para uma área de projeção em planta entre
200 m² e 400 m².
III. A distância máxima entre os pontos de sondagem será de 100 m, para os casos
em que não existe área de projeção em planta definida.
IV. Caso não exista área de projeção em planta definida, exige-se um mínimo de três
sondagens.
Está correto o que se afirma em
(A) I, II, III e IV.
(B) I e III, apenas.
(C) I e IV, apenas.
(D) II e III, apenas.
(E) II e IV, apenas.
Em relação à programação de sondagens, considere as seguintes afirmações:

I. As sondagens devem ser, no mínimo, de uma para cada 200 m² de área da


projeção do edifício em planta, até 1.200 m² de área. Entre 1.200 m² e 2.400 m² deve-
se fazer uma sondagem para cada 400 m² que excederem 1.200 m². CORRETA
II. Acima de 2.400m² o número de sondagens deve ser fixado de acordo com a
construção, satisfazendo ao número mínimo de uma sondagem para área de projeção
em planta do edifício até 200m² e duas para área entre 200m² e 400m². ERRADA
III. Em casos de estudos de viabilidade ou de escolha do local, o número de sondagens
deve ser fixado de forma que a distância máxima entre elas seja de 100 m, com um
mínimo de três sondagens. CORRETA

Está correto o que se afirma APENAS em


(A) I. 7890
(B) II.
(C) III.
(D) I e II.
(E) I e III.

Nas sondagens, o número de furos, preestabelecido conforme a área de projeção em


planta de um edifício, deve ser de

(A) 1, para cada 200m², até 1.200m².


(B) 3, para cada 400m², de 1.200 a 2.400m².
(C) no mínimo, 4, até 200m².
(D) no mínimo, 5, de 200 a 400m².
(E) no mínimo, 6, de 400 a 600m².

A respeito da estaca do tipo raiz, utilizada para a execução de fundações, assinale a opção
correta.
A.Para garantir o atrito lateral, não é recomendado o revestimento do trecho em solo dessa
estaca.
B.Para a execução da estaca em solo, emprega-se equipamento para perfuração rotativa
ou rotopercussiva.
C.A broca de três asas ou tricone é utilizada para a perfuração de rocha durante a execução da
estaca.
D.Como a estaca raiz é calculada para trabalhar comprimida, não é preciso armadura em aço
para esse tipo de fundação.
E.O lançamento do concreto na estaca é feito com um funil metálico cujo tubo deve ficar
imediatamente abaixo do nível do solo.
A utilização de estacas em fundações de edifícios é prática usual, devido à grande diversidade
de situações onde as mesmas podem ser empregadas. Cada tipo de estaca tem características
próprias, requer processos e tratamentos específicos. Com relação a estacas, assinale a opção
correta.

A. Nas estacas do tipo raiz, a perfuração pode ser executada por processo rotativo ou
rotopercussão.

B. Estacas de aço não necessitam de tratamento especial contra corrosão.

C. Brocas de concreto são estacas pré-fabricadas com armadura de aço para permitir cravação
por percussão.

D. Estacas Strauss são executadas com a cravação de perfis metálicos com seção I.

E. Os tubulões não devem receber revestimento, sendo escavados no terreno de fundação .

Nos trabalhos para a execução de fundações, há casos em que torna-se necessário a


escavação temporária para assegurar o desenvolvimento da obra. Nesses casos, é essencial
avaliar a necessidade do escoramento, para garantir a segurança dos trabalhos. A esse
respeito, assinale a opção correta.

A. Em solos arenosos, cavas com profundidade superior a 2 metros podem ser escavadas sem
escoramento, desde que utilizados com inclinação de 1 para 1.
B. No caso da utilização de pranchas horizontais em trincheiras, não há necessidade do uso de
estroncas.
C. A escavação em areia completamente submersa permite o emprego de talude vertical sem
escoras.
D. O escoramento não contribui para evitar o escoamento de solo para dentro da cava.
E. O escoramento com pranchas verticais é aplicável nos casos de escavação em areia
sem coesão ou em terrenos argilosos muito moles.
Assinale a opção correta, relativa a fundações profundas.

A. Sapata, radier e estaca são tipos de fundação profunda.


B. Na execução de tubulão em terreno arenoso, deve-se utilizar câmara de vácuo.
C. No dimensionamento de estacas em aterros, deve-se prever o efeito do atrito
negativo.
D. Os recalques de fundações são efeitos provocados por variações geotérmicas.

Tipo de Fundação Profunda

I. em que a própria estaca ou um molde é introduzido no terreno por golpes de martelo.

II. em que a própria estaca ou um molde é introduzido no terreno através de macaco hidráulico.

III. executada por perfuração com trado e posterior concretagem.

IV. executada por perfuração com o emprego de soquete.

I, II, III e IV descrevem, respectivamente, as estacas

A. cravadas por prensagem, tipo broca, apiloada e cravada por percussão.


B. cravadas por percussão, cravada por prensagem, tipo broca e apiloada.
C. cravadas por prensagem, escavada por injeção, tipo Strauss e apiloada.
D. cravadas tipo Franki, escavada tipo Strauss, estaca escavada e cravada por percussão.
E. escavadas tipo Franki, cravada tipo Strauss, tipo broca e tipo mista.

Durante uma diligência de rotina, um engenheiro deparou-se com uma edificação sem
ocupação, que apresentava algum grau de degradação. Ao investigar a obra, verificou que as
fundações estavam comprometidas, foram construídas próximas à divisa do terreno, tinham
diâmetros de 0,5 m e os espaços entre as mesmas permitiam fácil deslocamento. Sabe-se que
durante a execução das fundações foram utilizados tubulações e guinchos. O sistema de
fundação utilizado foi estaca do tipo

A. Raiz.
B. Franki.
C. Strauss.
D. Pré-moldada.
E. Hélice Contínua.
Considere os tipos de fundação empregados no mercado da construção civil:

I. Caracteriza-se pela utilização de peças préfabricadas de concreto que variam entre 1,5 e 5,0
m de comprimento e que são cravadas, com uso de macaco hidráulico, justapostas uma após a
outra.

II. Fundação profunda caracterizada por possuir uma base alargada obtida pela introdução, no
terreno, de certa quantidade de material granular ou concreto, por meio de golpes de um pilão.

III. Fundação que pode ser feita a céu aberto ou a arcomprimido e ter, ou não, base alargada,
podendo ser executada com revestimento metálico ou de concreto.

IV. Caracteriza-se por uma grande placa de concreto, reticulada ou não, apoiada sobre o solo
de maneira a otimizar a distribuição da carga de vários pilares pela maior área possível.

Os itens I, II, III e IV correspondem, respectivamente, às seguintes fundações:

A. estaca protendida, estaca Franki, estaca hélice contínua e radier.


B. estaca raiz, estaca Strauss, estaca escavada e sapatas.
C. estaca protendida, estaca ômega, estaca hélice contínua e alicerce.
D. estaca mega, estaca Strauss, estaca hélice contínua e sapatas.
E. estaca mega, estaca Franki, tubulão e radier.

Para demonstrar as técnicas e os conceitos de vários tipos de fundação, um especialista


utilizou um pote no qual colocou uma certa quantidade de arroz cru, polido e sem casca. Ao
introduzir verticalmente um pequeno bastão no arroz, e, depois de retirar o bastão, apoiar
um pires na superfície do arroz e tentar afundá-lo, o especialista exemplificou,
respectivamente, as fundações dos tipos

A. sapata isolada e tubulão.


B. estaca pré-moldada e estaca Franki.
C. estaca de madeira e radier.
D. sapata corrida e radier.
Considere os seguintes procedimentos executivos para o projeto de fundações em estacas de
um edifício:

É uma estaca moldada in loco, em que a perfuração é revestida integralmente, em solo, por
meio de segmentos de tubos metálicos que vão sendo rosqueados à medida que a perfuração
é executada. O revestimento é recuperado. A estaca é armada em todo o seu comprimento e a
perfuração é preenchida por argamassa de cimento e areia.

O descritivo acima se refere às características das estacas

 A.Franki.
 B.hélice.
 C.Strauss.
 D.raiz. correta
 E.escavadas.

Relacione os tipos de estacas moldadas in loco às suas respectivas características gerais.


1. Estacas Strauss
2. Estacas hélice contínua monitorada
3. Estacas raiz
4. Estacas Franki
( ) A perfuração é executada por meio de um perfuratriz rotativa ou rotopercussiva com o uso
de circulação direta de água. A perfuração é então armada, preenchida com argamassa e
submetida a uma pressão interna.

( ) A perfuração é executada mediante a introdução no terreno, por rotação, de um trado


helicoidal contínuo, sendo a injeção de concreto realizada pela haste central do trado
simultaneamente à sua retirada.

( ) A perfuração é executada mediante o emprego de uma sonda, com a simultânea introdução


de revestimento metálico em segmentos rosqueados. A concretagem é realizada por
apiloamento do concreto, enquanto retira-se gradativamente o revestimento.

( ) A perfuração é executada por meio da cravação de um tubo por meio de sucessivos golpes
de um pilão em uma bucha de pedra e areia aderida ao tubo. Atingida a cota de apoio procede-
se à expulsão da bucha, à instalação da armadura e à execução do concreto.

Assinale a opção que mostra a relação correta, de cima para baixo.

A.1, 3, 2 e 4.
B.3, 2, 1 e 4. correta
C.3, 1, 4 e 2.
D.1, 2, 3 e 4.
E.4, 3, 2 e 1.
Em relação aos tipos de fundações nas obras de Construção Civil, pode-se afirmar que as
fundações
A. diretas, são apenas rasas e superficiais.
B. indiretas, podendo ser do tipo rasas ou profundas.
C. podem ser dos tipos direta e indireta, sendo que as diretas podem ser divididas em
rasas e profundas.
D. indiretas, que transmitem cargas para camadas de solos capazes de suportá-las sem
deformar-se exageradamente.

Para fundações, assinale a alternativa incorreta.


A. A estaca Hélice-Contínua é uma estaca de concreto moldada "in loco", executada por
meio de trado contínuo e injeção de concreto, sob pressão controlada, através da haste
central do trado, simultaneamente a sua retirada do terreno.
B. Usando-se estaca hélice contínua monitorada, o concreto é injetado pela própria
haste central do trado, simultaneamente a sua retirada, sendo a armadura introduzida
antes da concretagem da estaca.
C. A estaca tipo Franki é uma estaca de concreto armado, moldada no solo, que usa um
tubo de revestimento recuperável, cravado dinamicamente com ponta fechada por meio de
bucha (tampão) de concreto seco ou seixo rolado compactado, colocado dentro da
extremidade inferior do tubo.
D. O tubulão é uma fundação profunda, escavado no terreno, no qual as cargas são
transmitidas para o solo pela base. Será necessário que operários desçam para a execução do
alargamento de base e para a limpeza do fundo da escavação.
E. Radier é uma fundação superficial que pode abranger parte ou todos os pilares de uma
estrutura, distribuindo os carregamentos.

Sobre fundações profundas, é incorreto o que se afirma em:


A. Sapatas, tipicamente, não são consideradas fundações profundas.
B. Perfis metálicos geram pouca vibração na cravação.
C. A estaca Strauss apresenta diâmetro da ponta significativamente maior que o
diâmetro do fuste.
D. A nega é um parâmetro utilizado no controle de cravação de estacas.
E .Estaca hélice contínua é um exemplo de fundação indireta.
As estacas prensadas possuem como característica principal a cravação no terreno de
elementos pré-moldados, um após o outro, justapostos, até se conseguir o comprimento
desejado, utilizando para isso macaco hidráulico, encontrando reação no peso da própria
estrutura a reforçar ou então em sobrecargas adicionais convenientes. A descrição refere-se
ao método executivo das estacas tipo
A. Escavada.
B. Raiz.
C. Mega.
D. Strauss.
E. Franki.

É um elemento de fundação profunda de forma prismática, concretado na superfície e


instalado por escavação interna. Na sua instalação pode-se usar ou não ar comprimido e sua
base pode ser alargada ou não. Trata-se do dispositivo de fundação tipo
A. radier.
B. estação.
C. sapata.
D. caixão.
E .estaca.

NÃO é exemplo de fundação direta:

A. estaca raiz.
B. tubulão.
C. bloco.
D. sapata.
E. radier.
A estaca hélice contínua é uma estaca de concreto moldado in loco, executada por meio de trado

contínuo e injeção de concreto através da haste central do trado simultaneamente a sua retirada do

terreno. Representa uma característica deste tipo de fundação:

 A. a utilização de lama bentonítica na escavação.

 B. os terrenos podem ser de relevo acidentado.

 C. o nível de vibração elevado provocado durante a escavação.

 D. o custo baixo de implantação.

 E. a adaptabilidade na maioria dos tipos de terreno, exceto na presença de matacões e rochas.


O tipo de fundação profunda constituída por concreto, moldada in loco e executada por
meio de trado contínuo e injeção de concreto pela própria haste do trado é a estaca

A. Franki.
B. hélice contínua.
C. Strauss.
D. mista.
E. tipo broca.

Elementos de fundação, geralmente de concreto, utilizados originalmente como reforço de


fundações. Podem também ser utilizados como solução de fundação nos casos em que há
necessidade de reduzir problemas de vibração, são cravados com auxílio de macaco
hidráulico que reagem contra uma cargueira ou contra a própria estrutura e com faixa de
carga em torno de 700 kN. São características que pertencem

A. às estacas pré-moldadas.
B. às estacas tipo Franki.
C. aos tubulões.
D. às estacas corrugadas.
E. às estacas tipo Mega.

O projeto e a execução de fundações requerem conhecimentos de Geotecnia e de Cálculo


Estrutural. Geotecnia para identificar as condições e características do subsolo, e Cálculo
Estrutural para determinar, além da capacidade de carga da própria fundação, quais serão as
cargas atuantes provenientes da superestrutura. Conforme a norma NBR 6122, fundações
profundas são aquelas cujas bases estão implantadas a uma profundidade superior a duas
vezes a sua menor dimensão e a pelo menos 3 m de profundidade. Dentre os tipos de
fundações profundas, é correto citar

A. a sapata.
B. o bloco.
C. o caixão.
D. o radier.
E. a grelha.
A escolha da fundação para uma determinada construção só deverá ser realizada após a
verificação das condições técnicas e econômicas da obra considerada. No caso dos terrenos
com presença de matacões ou camadas de pedregulhos, ou nos casos em que a previsão da
cota de apoio da fundação seja muito variável, NÃO se recomenda o uso de estaca do tipo

A. pré-moldada de concreto.
B. Franki.
C. hélice contínua.
D. escavada.
E. Strauss.

O sistema de fundação chamado de hélice contínua está descrito corretamente em:

A. Tipo de fundação profunda caracterizada por ter uma base alargada, obtida introduzindo-
se no terreno uma certa quantidade de material granular ou concreto, por meio de golpes de
um pilão. O fuste pode ser moldado no terreno com revestimento perdido ou não ou ser
constituído por um elemento pré-moldado.
B. Tipo de fundação profunda constituída por concreto, moldada in loco e executada
por meio de trado contínuo e injeção de concreto pela própria haste do trado.
C. Tipo de fundação profunda em que a própria estaca ou molde é introduzido no terreno
por golpes de martelo (por exemplo: de gravidade, de explosão, de vapor, de diesel, de ar
comprimido, vibratório). Em certos casos, esta cravação pode ser precedida por escavação
ou lançagem.
D. Elemento de fundação profunda, cilíndrico, em que, pelo menos na sua etapa final, há
descida de operário. Pode ser feito a céu aberto ou sob ar comprimido (pneumático) e ter ou
não base alargada. Pode ser executado com ou sem revestimento, podendo este ser de aço
ou de concreto. No caso de revestimento de aço (camisa metálica), este poderá ser perdido
ou recuperado.
E. Tipo de fundação profunda executada por escavação mecânica, cuja base do fuste é
alargada por meio de jatos de água sob pressão, fazendo uso de lama bentonítica antes,
durante e depois da cravação, como técnica de contenção e cura do concreto, que é lançado
dentro do revestimento da escavação.
Sobre a execução de tubulões é correto afirmar:

A. Os blocos de capeamento, também denominados blocos de fundação, são elementos não-


armados construídos sobre tubulões ou estacas, com a finalidade de transmitir o
carregamento dos pilares a estes elementos de fundações.
B. No caso da existência apenas de cargas verticais, os tubulões a céu aberto deverão ser
armados com a finalidade de transmitir o carregamento dos pilares a estes elementos de
fundações.
C. No caso dos tubulões a ar comprimido, a carga do pilar é transmitida ao solo tanto pela
base como pelo fuste por meio da força de atrito que se desenvolve entre o fuste e o solo.
D. Os tubulões a ar comprimido, tanto os com camisa de aço como os de concreto, são
geralmente usados para cargas elevadas, isto é, acima de 10.000 kN, e os tubulões a céu
aberto limitam-se a faixas de baixo carregamento.
E. Os tubulões a céu aberto não deverão ser armados, no caso da existência
exclusivamente de cargas verticais, fazendo-se uso apenas de uma ferragem de topo
que possibilita a ligação com o bloco de coroamento ou de capeamento.

A estaca cravada por meio de macaco hidráulico, apoiado sobre estrutura existente ou em
construção ou em cargueira, especialmente construída para tal, que não produz impacto ou
vibração, é denominada estaca

A. Broca.
B. Franki.
C. Mega.
D. Strauss.
E. Raiz.

Constitui uma das desvantagens da utilização das estacas tipo Franki:

A. a cravação com alta vibração.


B. o lançamento do concreto molhado.
C. a colocação de armadura não longitudinal.
D. a baixa aderência ao solo.
E. a baixa capacidade de carga.