Você está na página 1de 16

Terceira Civilização - Edição 569 - 21/01/2016 - pág.

44 - Estudo

Terceira Civilização - Estudo

[37] A Voz Pura e de Longo Alcance

Bradem com a voz que ressoa a a manhã seguinte e, em vez desse fim, fui
verdade e a justiça! trazido para esta província insular de Sado,
onde tenho vivido desde então. Fui
Explanação do presidente da SGI, Dr. abandonado pelo mundo e pela Lei do
Daisaku Ikeda Buda, e os deuses celestiais não
demonstram a mínima compaixão por
Trecho da carta mim. Fui totalmente esquecido pelos
mundos secular e budista.
A Voz Pura e de Longo Alcance (CEND, v.I,
p. 345-350) Apesar disso, o senhor, com toda
sinceridade, enviou seu mensageiro de tão
É assim que o mundo funciona [o longa distância até aqui, juntamente com
governante do país exerce forte influência]. oferecimentos para a realização da
É assim também que o budismo funciona. cerimônia do terceiro ano de falecimento
Desde o distante passado, o Buda confiou de sua querida mãe, fato de importância
a proteção de seus ensinamentos ao fundamental em sua vida (...).
governante. Por essa razão, mesmo que
sábios — veneráveis ou reverenciáveis — O Sutra do Lótus afirma: “Se um desses
façam seu advento, se eles bons homens ou uma dessas boas
desrespeitarem a autoridade do soberano, mulheres, na era posterior à minha morte,
não conseguirão propagar o budismo. E for capaz de expor secretamente o Sutra
mesmo que venha a ser propagado numa do Lótus a alguém, ainda que seja uma
época posterior, no início, certamente única frase, então, deve reconhecer que
enfrentará grandes obstáculos. (CEND, v. I, essa pessoa é a emissária d’Aquele que
p. 345-346) Assim Chega. Essa pessoa foi enviada por
Aquele que Assim Chega e executa o
*** trabalho d’Aquele que Assim Chega”. A
pessoa que recita mesmo que uma única
Todos me odeiam e sempre estão frase do Sutra do Lótus e a ensina a outra
tramando uma forma de me atacar. pessoa é a emissária do buda Shakyamuni,
o rei dos ensinamentos. E eu, Nichiren,
Deixarei de lado as inúmeras perseguições humilde como sou, recebi a ordem real do
que sofri no começo e relatarei somente a buda Shakyamuni e vim para este país
do ano passado. No décimo segundo dia (Japão). Por isso, conforme o sutra expõe,
do nono mês, sofri a fúria das autoridades qualquer pessoa que pronunciar uma
do governo e, na noite do mesmo dia, seria única palavra contra mim estará
decapitado. De alguma forma, vivi para ver cometendo um crime que a condenará ao

Ariadne Araújo Silva (160287-0) / pág. 1.


Terceira Civilização - Edição 569 - 21/01/2016 - pág. 44 - Estudo

inferno dos incessantes sofrimentos; e


qualquer pessoa que oferecer mesmo que O aspecto mais importante do Buda é a
uma única palavra ou frase em meu nome sua voz pura e de longo alcance. Esse
obterá benefícios muito maiores do que se aspecto também está presente, em certo
tivesse feito oferendas a incontáveis grau, nos reis inferiores, nos grandes reis e
budas. (CEND, v. I, p. 348) nos reis giradores da roda. Por essa razão,
uma simples palavra de um desses reis
*** pode destruir ou assegurar a ordem em
seus respectivos reinos. As leis decretadas
(...) Os benefícios do Sutra do Lótus são tão por governantes representam um tipo de
imensos que mesmo uma única palavra voz pura e de longo alcance. Dez mil
contida nele incorpora o testemunho palavras expressadas por dez mil pessoas
tríplice de Shakyamuni, de Muitos comuns não se comparam a uma só
Tesouros e dos budas das dez direções. palavra pronunciada por um rei. As obras
intituladas Três Registros e Cinco Cânones
Para ilustrar, esse sutra é como uma joia da representam as declarações de reis
realização dos desejos. Uma única joia inferiores.
dessa qualidade é o mesmo que cem joias.
Assim como uma joia da realização dos O que traz ordem a este pequeno reino do
desejos pode fazer chover infinitos Japão, o que permite que o rei Brahma
tesouros, cem joias dessa qualidade comande os habitantes do mundo tríplice
podem igualmente produzir tesouros e o que capacita o Buda a comandar
inesgotáveis. É como triturar cem ervas Brahma, Shakra e as outras divindades é
medicinais para produzir uma pílula ou unicamente essa voz pura e de longo
cem pílulas. Independentemente de a erva alcance. As declarações do Buda
ser usada para produzir uma pílula ou cem, tornaram-se as obras que compõem todo
o remédio produzido terá o poder de curar o corpo dos sutras e trazem benefícios a
doenças. Ou ainda, esse sutra é como o todos os seres vivos. Entre todos eles, o
grande oceano: cada gota dele contém [os Sutra do Lótus é uma manifestação por
sabores de] todas as águas juntas que para escrito da intenção d’Aquele que Assim
ele fluem, e o oceano todo contém os Chega Shakyamuni, é sua voz expressa por
sabores de todas as águas que nele escrito. Assim, o coração do Buda está
deságuam. (...) Dizem também que se incorporado nessas palavras registradas.
usarmos os tendões de um leão para fazer Fazendo uma analogia, é como as
cordas para um koto [harpa japonesa] e as sementes que brotam, desenvolvem-se
arrebentarmos, as cordas feitas com em plantas e produzem o arroz. Embora a
tendões de outros animais forma do arroz se altere, sua essência
automaticamente arrebentarão sem que permanece a mesma. (CEND, v. I, p.
ninguém as puxe. A pregação da Lei que o 348-350)
Buda conduz é chamada de rugido do
leão, e o Sutra do Lótus é o rugido mais Explanação
forte do leão. (...)

Ariadne Araújo Silva (160287-0) / pág. 2.


Terceira Civilização - Edição 569 - 21/01/2016 - pág. 44 - Estudo

“Bradem incansavelmente com profunda coração.


convicção! Vozes imbuídas com o poder
do Buda certamente abrirão o caminho”. E então, em 1959, no primeiro dia do ano
Quando fecho os olhos, ouço a voz do meu novo, após o falecimento de Toda sensei,
mestre, o segundo presidente da Soka ouvi a gravação de uma das explanações
Gakkai, Josei Toda, tão claramente como de Gosho do meu mestre junto com outros
se ele ainda estivesse vivo. Era uma voz membros na sede da Soka Gakkai.
rigorosa, porém afetuosa, oferecendo Enquanto sua voz ecoava, todos se
orientação e conhecimento aos jovens. Era endireitaram nas cadeiras, choravam de
uma voz amável, abraçando os membros emoção e juraram se esforçar com o seu
submersos em sofrimento. Era uma voz melhor.
corajosa, declarando seu desejo de realizar
o kosen-rufu. Sua voz ainda ressoa em Pouco tempo depois, cuidei para que
meus ouvidos. tivesse uma série de discos fonográficos
de suas explanações e discursos
No passado, providenciei que as realizados. Fui motivado exclusivamente
explanações de Gosho de Toda sensei pelo desejo de que sua voz inspiradora
fossem disponibilizadas aos membros sob nunca desaparecesse.
a forma de gravação da sua voz, com o
desejo de transmiti-la para as futuras O dia em que o primeiro disco fonográfico
gerações. A ideia me surgiu em fevereiro da série (explanação sobre o escrito de
de 1951, quando estudava o romance de Nichiren Daishonin Prolongar a Vida) foi
Hall Caine, Cidade Eterna, com meu concluído, escrevi em meu diá­rio: “Estou
mestre. muito feliz! Estou saldando minha dívida de
gratidão!”1
Tendo como cenário a Roma do ano 1900,
o romance apresenta uma cena em que o “A voz executa o trabalho do Buda”
herói, David Rossi, ouve uma gravação da
voz de um idoso revolucionário que foi seu Nichiren Daishonin enfatiza
mestre. A gravação continha o último repe­tidamente a seus discípulos sobre a
desejo e testamento do mestre do seu importância do poder da voz: “A voz
local de exílio, confiando o futuro ao seu executa o trabalho do Buda” (cf. OTT, p. 4),
jovem discípulo. Em lágrimas, Rossi jura “Declare de modo persistente [a Lei
continuar a lutar pela justiça. Mística]” (CEND, v. I, p. 414) e “Quando um
leão ruge todos os outros animais
Enquanto estava sentado com outros silenciam” (END, v. III, p. 247).
membros da Divisão dos Jovens em frente
a Toda sensei, discutindo o grande ideal Kosen-rufu é uma batalha de palavras. Foi
do kosen-rufu, um desejo de preservar sua assim na época de Nichiren Daishonin; é
apaixonada voz para a posteridade e assim hoje, e continuará a ser assim pelo
permitir que tantos membros quanto fosse eterno futuro. É por isso que nossa voz é
possível ouvissem aquilo tomou meu importante; ela é nossa arma, nossa

Ariadne Araújo Silva (160287-0) / pág. 3.


Terceira Civilização - Edição 569 - 21/01/2016 - pág. 44 - Estudo

munição. Se continuarmos a proclamar a baseado no decreto do Buda. Ele também


verdade, nossas palavras certamente elogia Shijo Kingo por seu sincero apoio.
tocarão o coração daqueles com quem
conversamos. Se continuarmos a bradar Na abertura desta carta, Daishonin cita o
pela justiça, seremos capazes de derrotar a duque Huan4 de Qi e o rei Zhuang5 de
injustiça. Uma voz sincera, uma voz Chu, dois governantes do período da
apaixonada alcançará e moverá o coração primavera e outono da história chinesa,
das pessoas. como exemplos de como o rumo de uma
nação inteira pode ser influenciado pelas
Nesta edição, vamos estudar o escrito de ações de seu governante. Ele passa então
Nichiren Daishonin A Voz Pura e de Longo a afirmar a opinião generalizada da época
Alcance e descobrir quão poderosa é a de que uma pessoa nasce como
nossa voz como força para transformar a governante de um país como resultado de
época. ter observado os dez bons preceitos6 em
sua existência passada e continua no
Governantes dignos servem ao povo poder, desde que suas ações continuem a
favor das divindades celestiais. Notamos
É assim que o mundo funciona [o isso nas explicações de Nichiren Daishonin
governante do país exerce forte influência]. sobre as qualidades e requisitos de um
É assim também que o budismo funciona. governante.
Desde o distante passado, o Buda confiou
a proteção de seus ensinamentos ao Não é preciso dizer que a tarefa do
governante. Por essa razão, mesmo que governo deveria ser realizada por pessoas
sábios — veneráveis ou reverenciáveis — que estão empenhadas em trabalhar em
façam seu advento, se eles benefício de todos. Aqueles que exercem
desrespeitarem a autoridade do soberano, o poder exclusivamente para o seu próprio
não conseguirão propagar o budismo. E interesse e autoexaltação não merecem
mesmo que venha a ser propagado numa ser chamados de governantes dignos.
época posterior, no início, certamente
enfrentará grandes obstáculos. (CEND, v. I, O rei Ashoka7 da Índia, por exemplo, era
p. 345-346) conhecido como um dos maiores
governantes de sua época. Embora fosse
Este escrito é uma carta que Nichiren um guerreiro tirano no início do reinado e
Daishonin enviou para Shijo Kingo no nono temido por todos, mais tarde transformou
mês de 1272, enquanto estava exilado na seu governo em um ambiente de paz e
Ilha de Sado.3 Nela, ele salienta que as promoveu o bem-estar das pessoas, com
perseguições que tem sofrido são pelo base no budismo, e seu nome ficou para
bem do budismo, e declara firmemente sempre gravado na história.
sua intenção de empreender ainda mais
esforços para propagar o Sutra do Lótus, o O Dr. N. Radhakrishnan, estudioso de
ensinamento da iluminação universal, de Gandhi e ex-diretor do Gandhi Smriti e
acordo com a missão que assumiu Darshan Samiti (Memorial de Gandhi) em

Ariadne Araújo Silva (160287-0) / pág. 4.


Terceira Civilização - Edição 569 - 21/01/2016 - pág. 44 - Estudo

Nova Délhi, com quem discuti a respeito Aryasimha,9 bodisatva Aryadeva,10 Zhu
do rei Ashoka em detalhes, disse sobre o Daosheng11 e mestre tripitaka Fadao,12
antigo monarca: “A grandeza de Ashoka perseguidos por propagarem o
reside no fato de ter sido capaz de ensinamento correto do budismo.
encontrar no budismo uma doutrina de
transformação racional e ética, iluminação Nos Últimos Dias da Lei, uma época
e aprimoramento de habilidades”.8 assolada por contínuos conflitos, quando o
ensinamento correto foi ignorado,
Por ter testemunhado os terríveis Daishonin protestou contra o governo. Ele
sofrimentos causados às pessoas pela enviou seu tratado Estabelecer o
guerra, o rei Ashoka transformou sua regra Ensinamento Correto para a Pacificação da
de dominação pela força militar para Terra para o regente principal Hojo
governar pelo Darma, ou pela Lei. Em uma Tokiyori,13 discutindo a maneira de
sociedade onde o governante pôs em possibilitar que todas as pessoas
prática o espírito do budismo, uma nação atingissem o estado de buda. Ele se
de paz e de cultura foi criada — um esforçou de todo o coração, sem poupar a
acontecimento muito raro no curso da vida, baseado na forte convicção de que a
história. única maneira de salvar as pessoas, que
estavam sofrendo de fome e epidemias,
Daishonin descreve o princípio de que o terremotos e outros desastres naturais, era
budismo se propagará quando existir erradicar a calúnia contra a Lei que tinha se
pessoas sábias que são reverenciáveis ou espalhado por toda a terra e estabelecer o
veneráveis e o governante compreender o ensinamento correto do budismo no
ensinamento correto do budismo. coração de todos.
Entretanto, ele afirma que é inevitável que
os praticantes do ensinamento correto de Defendendo o correto ensinamento do
sua época enfrentem duras perseguições budismo, Daishonin protestou
enquanto as autoridades do governo consistentemente contra os governantes
seguirem os ensinamentos errôneos que perversos de sua época e refutou
caluniam o Sutra do Lótus. ensinamentos errôneos que lançam as
pessoas à infelicidade. Este é o espírito
Estabelecer uma sociedade imutável de refutar o errôneo e revelar o
humanista pelo bem-estar do povo verdadeiro. No entanto, atualmente,
quando a soberania baseia-se no povo,
Nos trechos seguintes, Daishonin descreve cada indivíduo é o governante, e a questão
como na Índia, na China e no Japão, os torna-se então que tipo de sociedade as
ensinamentos inferiores, tais como os das pessoas criam para si próprias. É uma
escolas Características do Darma, Palavra sociedade que não valoriza a vida humana,
Verdadeira, Guirlanda de Flores, se uma sociedade dominada pela
propagaram por toda a terra, por terem discriminação, ou é uma sociedade em
recebido a proteção do governante. Ele que as pessoas trabalham juntas para
também cita os exemplos do venerável elevar seu estado de vida? As crenças dos

Ariadne Araújo Silva (160287-0) / pág. 5.


Terceira Civilização - Edição 569 - 21/01/2016 - pág. 44 - Estudo

indivíduos que constituem a sociedade são província insular de Sado,15 onde tenho
o fator decisivo na forma como ela é vivido desde então. Fui abandonado pelo
moldada. mundo e pela Lei do Buda, e os deuses
celestiais não demonstram a mínima
É por isso que os praticantes do Sutra do compaixão por mim. Fui totalmente
Lótus, por meio da sua transformação esquecido pelos mundos secular e
pessoal interior, continuam a se esforçar budista.
em construir uma sociedade que eleva a
condição de vida das pessoas. Apesar disso, o senhor, com toda
sinceridade, enviou seu mensageiro de tão
Para estabelecer tal sociedade — uma longa distância até aqui, juntamente com
sociedade humanista que exista pelo oferecimentos para a realização da
bem-estar do povo —, devemos lutar cerimônia do terceiro ano de
resolutamente contra tendências e ideias falecimento16 de sua querida mãe, fato de
enraizadas que desvalorizam a vida e a importância fundamental em sua vida (...).
humanidade, bradando pelo o que é certo (CEND, v. I, p. 347-348)
e justo.
“Todos me odeiam e sempre estão
Este é o princípio fundamental inerente tramando uma forma de me atacar” (CEND,
aos nossos esforços diários como v. I, p. 347) —, nesse trecho, Daishonin
membros da SGI em promover o diálogo. É explica por que ele é alvo de perseguição
também a essência da nossa nobre luta e como isso está relacionado aos
pelo kosen-rufu, diretamente alinhada com sacerdotes corruptos e suas conspirações.
o espírito de Nichiren Daishonin.
Grandes perseguições lhes foram dirigidas,
Recusar-se a recuar diante da descreve ele, porque teve a coragem,
perseguição como sacerdote comum de origem
humilde, de refutar diretamente as
[Por terem se tornado seguidores dos doutrinas de Shandao [patriarca da escola
ensinamentos da Terra Pura (Nembutsu)], Terra Pura na China], que foi reverenciado
todos me odeiam e sempre estão como a reencarnação do buda Amida, e
tramando uma forma de me atacar. Honen [fundador da escola Terra Pura
(Nembutsu) no Japão], que foi considerado
Deixarei de lado as inúmeras perseguições a reencarnação do bodisatva Grande
que sofri no começo e relatarei somente a Poder.17
do ano passado. No décimo segundo dia
do nono mês [na ocasião da Perseguição Daishonin também afirma: “[No ano
de Tatsunokuchi],14 sofri a fúria das passado], no décimo segundo dia do nono
autoridades do governo e, na noite do mês, sofri a fúria das autoridades do
mesmo dia, seria decapitado. De alguma governo”, e passa a descrever sua iminente
forma, vivi para ver a manhã seguinte e, execução em Tatsunokuchi, Kamakura, no
em vez desse fim, fui trazido para esta ano anterior ao décimo segundo dia do

Ariadne Araújo Silva (160287-0) / pág. 6.


Terceira Civilização - Edição 569 - 21/01/2016 - pág. 44 - Estudo

nono mês de 1271, e seu subsequente pulsava o espírito destemido do buda dos
exílio em Sado. Últimos Dias da Lei, que se levantou
sozinho com a forte determinação de
A Perseguição de Tatsunokuchi foi uma possibilitar que todas as pessoas atinjam a
tentativa dos membros do governo militar iluminação. Isto é confirmado por sua
de Kamakura de decapitar injustamente ressoante declaração [em A Abertura dos
Daishonin, que não tinha cometido Olhos, também escrito enquanto estava
qualquer erro. Isso foi articulado por em Sado]: “Declaro aqui: Não importa que
poderes religiosos invejosos e rancorosos os deuses me abandonem. Não importa
que agiram em conluio com autoridades que eu tenha de enfrentar todas as
governamentais. Quando essa tentativa perseguições. Ainda assim, darei a vida em
falhou, Daishonin foi exilado na Ilha de prol da Lei” (CEND, v. I, p. 293).
Sado, punição que na época equivalia à
sentença de morte. Consideração pela sincera dedicação
do discípulo
A vida de Nichiren Daishonin em Sado era
indescritivelmente cruel e dolorosa. Os Nichiren Daishonin expressou seu
invernos na região norte eram rigorosos ao profundo agradecimento pela sinceridade
extremo. Sammai-do, local em que de Shijo Kingo, que lhe enviou um
Daishonin residia em Tsukahara, Sado, do mensageiro enquanto ele estava lutando
décimo primeiro mês de 1271 até a em meio às mais difíceis circunstâncias. No
primavera seguinte, não oferecia quase final dessa carta, Daishonin escreve o
nenhuma proteção contra as intempéries. afetuoso louvor: “O buda Shakyamuni já
Em um de seus escritos [As Ações do tomou conhecimento das suas oferendas,
Devoto do Sutra do Lótus], ele observa: “As que foram enviadas de tão longe para esta
tábuas do telhado eram muito separadas província de Sado”. Sua atitude é
umas das outras, e as paredes, cheias de verdadeiramente a maior lealdade e
buracos. A neve se empilhava dentro da devoção que o senhor poderia
cabana e nunca derretia” (END, v. I, p. 167). demonstrar” (CEND, v. I, p. 350).

Além disso, devido à condição de Nichiren Shijo Kingo enviou um mensageiro de


Daishonin como exilado, muitos em Sado o Kamakura para Sado para levar
viam como inimigo, e sua vida estava em oferecimentos a Daishonin para a
constante perigo. Nesta carta, A Voz Pura e cerimônia do terceiro ano do falecimento
de Longo Alcance, Daishonin descreve a da mãe de Kingo (realizada no segundo
terrível situação que enfrentava em Sado: aniversário de sua morte).
“Fui abandonado pelo mundo e pela Lei do
Buda” (CEND, v. I, p. 348). No entanto, Shijo Kingo era um discípulo exemplar. Na
mesmo nessas circunstâncias, quer as Perseguição de Tatsunokuchi, ele
divindades celestiais o protegessem ou acompanhou Daishonin ao local de
não, e sem se importar com o que as execução arriscando a própria vida e
outras pessoas achavam, em Daishonin chorou com a possibilidade de

Ariadne Araújo Silva (160287-0) / pág. 7.


Terceira Civilização - Edição 569 - 21/01/2016 - pág. 44 - Estudo

decapitação do seu mestre. E quando a mulheres, na era posterior à minha


perseguição dos seguidores de Nichiren [Shakyamuni] morte, for capaz de expor
Daishonin se intensificou em Kamakura secretamente o Sutra do Lótus a alguém,
após a Perseguição de Tatsunokuchi, ainda que seja uma única frase, então,
Kingo continuou a apoiar e proteger seu deve reconhecer que essa pessoa é a
mestre com inabalável lealdade e emissária d’Aquele que Assim Chega. Essa
sinceridade. Isso, de fato, deve ter deixado pessoa foi enviada por Aquele que Assim
Daishonin muito feliz. Chega e executa o trabalho d’Aquele que
Assim Chega” [LSOC, cap. 10, p. 200 (LS,
Ajudar e apoiar nosso mestre, com quem cap. 10, p. 162)]. A pessoa que recita
temos uma profunda dívida de gratidão, mesmo que uma única frase do Sutra do
esforçando-se para realizar suas Lótus e a ensina a outra pessoa é a
aspirações e deixá-lo orgulhoso — esta é a emissária do buda Shakyamuni, o rei dos
essência do nobre caminho dos discípulos. ensinamentos. E eu, Nichiren, humilde
como sou, recebi a ordem real do buda
Os três presidentes fundadores da Soka Shakyamuni e vim para este país (Japão).
Gakkai também seguiram firmemente o Por isso, conforme o sutra expõe, qualquer
caminho de mestre e discípulo na sua luta pessoa que pronunciar uma única palavra
pelo kosen-rufu, cuja realização era o contra mim estará cometendo um crime
desejo acalentado por Nichiren Daishonin. que a condenará ao inferno dos
Toda sensei apoiou Makiguchi sensei com incessantes sofrimentos; e qualquer
dedicação sincera e altruísta, e eu fiz o pessoa que oferecer mesmo que uma
mesmo ao apoiar Toda sensei. única palavra ou frase em meu nome
obterá benefícios muito maiores do que se
Percorri o caminho do discípulo por mais tivesse feito oferendas a incontáveis
de meio século, pensando apenas no que budas. (CEND, v. I, p. 348)
eu poderia fazer pela causa do meu
mestre. Nessa parte, Daishonin discute o
significado de emissários do Buda, que
Este mês [maio de 2013], em que propagam a Lei Mística.
celebramos o 3 de Maio, Dia da Soka
Gakkai, o glorioso aniversário de mestre e A passagem que ele cita aqui do décimo
discípulo, desejo que meus confiáveis capítulo do Sutra do Lótus, “O Mestre da
amigos da Divisão dos Jovens mantenham Lei”, afirma que a pessoa que ensina até
vibrantemente o espírito de mestre e mesmo uma única frase do sutra para
discípulo Soka. outra é “emissária d’Aquele que Assim
Chega”, e salienta ainda que essa pessoa é
Nascer neste local em resposta ao “enviada por Aquele que Assim Chega e
decreto do Buda executa o trabalho do Buda” (LSOC, cap.
10, p. 200 [LS, cap. 10, p. 162]). “[Aquele que
O Sutra do Lótus afirma: “Se um desses é] enviado por Aquele que Assim Chega” é
bons homens ou uma dessas boas uma pessoa que foi enviada pelo Buda

Ariadne Araújo Silva (160287-0) / pág. 8.


Terceira Civilização - Edição 569 - 21/01/2016 - pág. 44 - Estudo

para ensinar e converter os outros; em vida das pessoas.


outras palavras, são discípulos do Buda.
“Executa o trabalho do Buda”, por sua vez, Cada pessoa associada da SGI é “emissária
refere-se a propagar a Lei Mística para do buda Shakyamuni, o rei dos
possibilitar que todas as pessoas atinjam a ensinamentos” (CEND, v. I, p. 348).
iluminação, que é o grande juramento do Exatamente por isso, gostaria que os
Buda. líderes fizessem do bem-estar e da
felicidade dos membros sempre sua
Daishonin, portanto, afirma que “A pessoa primeira prioridade.
que recita mesmo que uma única frase do
Sutra do Lótus e a ensina a outra pessoa é O Sutra do Lótus afirma: “Se o senhor vê
a emissária do buda Shakyamuni” (CEND, v. uma pessoa que aceita e protege este
I, p. 348), acrescentando que qualquer sutra, deve se levantar sem falta e
pessoa que faz oferecimento mesmo de cumprimentá-la de longe,
uma palavra ou frase do sutra — isto é, que demostrando-lhe o mesmo respeito que
recita e propaga — conquistará grandes dirigiria a um buda” (LSOC, cap. 28, p. 365
benefícios. [LS, cap. 28, p. 324]). Devemos oferecer a
todos os nossos companheiros, que estão
Nós, como membros da SGI, temos a se esforçando seriamente em prol do
maravilhosa missão de proteger a Lei kosen-rufu, o mesmo respeito que
Mística nos Últimos Dias. Somente na demonstraríamos a um buda.
medida em que falarmos com os outros
sobre a nossa prática e filosofia budista o Como líderes, por favor, procurem aqueles
número de pessoas que formam uma que se esforçam nos bastidores, e
conexão com o Budismo de Nichiren pessoalmente expressem seus
Daishonin aumentará e o ensinamento agradecimentos e admiração a eles. Louve
correto se propagará. sinceramente seus esforços. Faça o que
puder por eles. Esta é a regra básica de
Nossa voz é poderosa. As palavras são liderança em nosso movimento.
nossas armas em um sentido positivo.
Conforme oramos com compaixão e Nesse trecho, Daishonin também diz sobre
coragem para ajudar os outros a si mesmo: “E eu, Nichiren, humilde como
estabelecer um laço com o Budismo de sou, recebi a ordem real do buda
Nichiren Daishonin e trilhar o caminho da Shakyamuni e vim para este país (Japão)”
felicidade conosco, nossas palavras (CEND, v. I, p. 348).
ressoarão com a dos demais. Isso ocorre
porque as vozes inspiradas com o daimoku Do ponto de vista do budismo, escolhemos
da Lei Mística têm o poder de despertar a nascer neste mundo e lutar em prol do
natureza de buda das pessoas com quem kosen-rufu no local em que estamos agora
falamos. Mesmo que o efeito possa não com uma preciosa missão como discípulos
aparecer imediatamente, tenha certeza de de Nichiren Daishonin. Espero que todos
que sua voz permeará profundamente a os senhores coloquem as palavras de

Ariadne Araújo Silva (160287-0) / pág. 9.


Terceira Civilização - Edição 569 - 21/01/2016 - pág. 44 - Estudo

Nichiren Daishonin “vim para este país” automaticamente arrebentarão sem que
profundamente no coração. Todos nós ninguém as puxe. A pregação da Lei que o
surgimos no país em que habitamos Buda conduz é chamada de rugido do
atualmente por nosso próprio desejo, leão, e o Sutra do Lótus é o rugido mais
nosso próprio juramento pelo kosen-rufu. forte do leão. (...) (CEND, v. I, p. 348-349)
Com esse juramento eterno em nosso
coração, vamos dedicar a nossa vida pela Em seguida, Daishonin continua a dizer
nobre missão de assumir o movimento que, apesar de todos os ensinamentos do
pelo kosen-rufu nas respectivas Buda serem verdadeiros, o Sutra do Lótus
localidades onde vivemos. é o ensinamento principal do Buda, e
esclarece ainda mais o benefício a ser
O imensurável benefício contido em acumulado por propagá-lo. No trecho
uma única palavra do Sutra do Lótus imediatamente antes da passagem acima
citada, ele escreve:
(...) Os benefícios do Sutra do Lótus são tão
imensos que mesmo uma única palavra O Sutra do Lótus afirma [no segundo
contida nele incorpora o testemunho capítulo do Sutra do Lótus, “Meios
tríplice de Shakyamuni, de Muitos Apropriados”], ‘Descartando honestamente
Tesouros e dos budas das dez direções. os meios apropriados, [pregarei somente o
caminho insuperável]’ [LSOC, cap. 2, p. 79
Para ilustrar, esse sutra é como uma joia da (LS, cap. 2, p. 44-45)]. O sutra também diz:
realização dos desejos.18 Uma única joia “O Mundialmente Reverenciado tem
dessa qualidade é o mesmo que cem joias. exposto suas doutrinas por um longo
Assim como uma joia da realização dos tempo e agora deve revelar a verdade”
desejos pode fazer chover infinitos [LSOC cap. 2, p. 59 (LS, cap. 2, p. 26)]. À luz
tesouros, cem joias dessa qualidade dessas declarações, quem duvidaria [que o
podem igualmente produzir tesouros Sutra do Lótus representa a verdade
inesgotáveis. É como triturar cem ervas suprema]? Além disso, Aquele que Assim
medicinais para produzir uma pílula ou Chega Muitos Tesouros [no 11º capítulo do
cem pílulas. Independentemente de a erva Sutra do Lótus, “Torre de Tesouro”]
ser usada para produzir uma pílula ou cem, confirmou essas declarações, e os budas
o remédio produzido terá o poder de curar [das dez direções] estenderam a língua até
doenças. Ou ainda, esse sutra é como o o céu de Brahma como testemunhas [no
grande oceano: cada gota dele contém [os 21º capítulo do Sutra do Lótus, “Os Poderes
sabores de] todas as águas juntas que para Sobrenaturais”]19 (CEND, v. I, p. 348).
ele fluem, e o oceano todo contém os
sabores de todas as águas que nele Com base nisso, Daishonin então afirma:
deságuam. (...) Dizem também que se “Os benefícios do Sutra do Lótus são tão
usarmos os tendões de um leão para fazer imensos que mesmo uma única palavra
cordas para um koto [harpa japonesa] e as contida nele incorpora o testemunho
arrebentarmos, as cordas feitas com tríplice de Shakyamuni, de Muitos
tendões de outros animais Tesouros e dos budas das dez direções”

Ariadne Araújo Silva (160287-0) / pág. 10.


Terceira Civilização - Edição 569 - 21/01/2016 - pág. 44 - Estudo

(CEND, v. I, p. 348-349). Isso ocorre porque de fato a ‘joia preciosa de incomparável


Shakyamuni, Muitos Tesouros, e os budas valor [que chegou até nós sem
das dez direções atingiram a iluminação almejarmos, como descrito no Sutra do
por meio da prática do ensinamento Lótus]’” (LSOC, cap. 4, p. 124 [LS, cap. 4, p.
correto do Sutra do Lótus, e a Lei Mística 87]). E ele prosseguiu com convicção: “Será
do Nam-myoho- -renge-kyo é a Lei que isso significa então que tudo o que
suprema que conduz a iluminação de buscarmos o Gohonzon nos
todos os budas. proporcionará? Deixe-me declarar
francamente: Não há nenhum desejo que
Daishonin compara o ilimitado e ele deixe de tornar realidade”.20
imensurável poder benéfico da Lei Mística
a uma joia que concede desejos — uma Não há nenhum desejo que não seja
joia preciosa que tem o poder de fazer concretizado — esta foi a fervorosa
surgir qualquer coisa que deseja. Ele declaração do meu mestre. Vamos
escreve: “Uma única joia dessa qualidade é avançar com essa convicção pulsando
o mesmo que cem joias. Assim como uma fortemente em nosso coração.
joia da realização dos desejos pode fazer
chover infinitos tesouros, cem joias dessa Enquanto mantivermos a inabalável fé na
qualidade podem igualmente produzir Lei Mística, orar devotadamente e praticar
tesouros inesgotáveis” (CEND, v. I, p. 349). com coragem, nunca entraremos em um
Para salientar o grande benefício da Lei beco sem saída. Isso porque, se tivermos
Mística, ele também oferece as fé, o Gohonzon, que é a joia da realização
comparações de como até mesmo apenas dos desejos, brilhará radiante em nosso
um comprimido feito de extratos de coração.
centenas de plantas medicinais tem o
poder de curar doenças, e como a uma O poder do rugido do leão
gota de água do mar contém a água da
imensidão de rios que deságuam no Enfatizando a grandeza da Lei Mís­tica,
oceano (cf. CEND, v. I, p. 349). Daishonin ainda faz a seguinte alegoria:
“Dizem também que se usarmos os
Toda sensei certa vez ofereceu uma tendões de um leão para fazer cordas para
inesquecível orientação sobre a “joia da um koto [harpa japonesa] e as
realização dos desejos”, na reunião geral arrebentarmos, as cordas feitas com
do distrito Suginami, Tóquio, em julho de tendões de outros animais
1955. Em primeiro lugar, ele explicou o automaticamente arrebentarão” (CEND, v. I,
conceito de uma forma facilmente p. 349). Em outras palavras, o som feito ao
compreensível: “A joia da realização arrebentar as cordas da harpa feitas dos
desejos é uma joia que produz todos os tendões de um leão afeta profundamente
tesouros que o coração desejar. Se quer todas as outras cordas. Da mesma forma,
uma casa, ela produzirá uma casa; se quer entre todos os ensinamentos da existência
dinheiro, ela produzirá dinheiro. Essa joia do Buda, o Sutra do Lótus é o principal
que concederá o que seu coração deseja é rugido do leão; é a declaração do

Ariadne Araújo Silva (160287-0) / pág. 11.


Terceira Civilização - Edição 569 - 21/01/2016 - pág. 44 - Estudo

ensinamento correto e da verdade obras intituladas Três Registros25 e Cinco


suprema, dominando todos os outros Cânones26 representam as declarações
ensinamentos. de reis inferiores.

No Ongui Kuden [Registro dos O que traz ordem a este pequeno reino do
Ensi­namentos Transmitidos Oral­mente], Japão, o que permite que o rei Brahma27
Ni­chiren Daishonin afirma: comande os habitantes do mundo tríplice
e o que capacita o Buda a comandar
[No que se refere ao termo o “rugido do Brahma, Shakra28 e as outras divindades é
leão” (jap. shishi ku)21:] O primeiro shi [que unicamente essa voz pura e de longo
significa “mestre”] da palavra shishi, ou alcance. As declarações do Buda
“leão”, é a Lei Maravilhosa que é tornaram-se as obras que compõem todo
transmitida pelo mestre. O segundo shi o corpo dos sutras e trazem benefícios a
[que significa “filho”] é a Lei Maravilhosa todos os seres vivos. Entre todos eles, o
em que é recebida pelos discípulos. O Sutra do Lótus é uma manifestação por
“rugido” (ku) [do leão] é o som do mestre e escrito da intenção d’Aquele que Assim
dos discípulos orando em uníssono (OTT, Chega Shakyamuni, é sua voz expressa por
p. 111). escrito. Assim, o coração do Buda está
incorporado nessas palavras registradas.
Se o mestre e os discípulos recitam Fazendo uma analogia, é como as
daimoku de forma ressonante com o sementes que brotam, desenvolvem-se
coração como de um rei leão, eles em plantas e produzem o arroz. Embora a
superaram todas as adversidades e forma do arroz se altere, sua essência
obstáculos cármicos e alcançam a permanece a mesma. (CEND, v. I, p.
felicidade e a vitória na vida. 348-350)

A voz pura e de longo alcance do A seguir, Daishonin menciona os trinta e


Buda dois aspectos do Buda, e então, discute o
mais importante, isto é, a voz pura e de
O aspecto22 mais importante do Buda é a longo alcance do Buda (também
sua voz pura e de longo alcance.23 Esse conhecida como “a voz que alcança o céu
aspecto também está presente, em certo de brahma”).
grau, nos reis inferiores, nos grandes reis e
nos reis giradores da roda.24 Por essa As escrituras budistas descrevem o Buda
razão, uma simples palavra de um desses como possuidor de trinta e dois aspectos
reis pode destruir ou assegurar a ordem físicos especiais, tais como a pele dourada,
em seus respectivos reinos. As leis um tufo de cabelos brancos entre as
decretadas por governantes representam sobrancelhas do qual às vezes ele emite
um tipo de voz pura e de longo alcance. um feixe de luz brilhante e outros. O Buda
Dez mil palavras expressadas por dez mil também é muitas vezes denominado
pessoas comuns não se comparam a uma possuidor de “trinta e dois aspectos e
só palavra pronunciada por um rei. As oitenta características”; as oitenta

Ariadne Araújo Silva (160287-0) / pág. 12.


Terceira Civilização - Edição 569 - 21/01/2016 - pág. 44 - Estudo

características29 são outro conjunto de 349). Mais poderosa, então, é a voz pura e
qualidades notáveis. de longo alcance do Buda, conclui ele.
Daishonin afirma também que a voz pura e
Acredita-se que a razão de o Buda de longo alcance do Buda tomou a forma
manifestar esses trinta e dois aspectos seja das escrituras budistas com o objetivo de
para inspirar o espírito de procura das conduzir todas as pessoas à iluminação, e
pessoas e abrir o caminho para o que as palavras do Sutra do Lótus, em
ensinamento e convertê-los. particular, são o registro escrito da
verdadeira intenção do Buda.
Em outras palavras, em um nível mais
fundamental, os trinta e dois aspectos são O Tratado sobre Grande Perfeição da
uma expressão da condição de vida do Sabedoria30 descreve as características
Buda, simbolizando as qualidades especiais da voz pura e de longo alcance
especiais internas de seu caráter. do Buda da seguinte forma: (1) profunda
como um trovão; (2) clara e penetrante,
No que diz respeito aos trinta e dois levando alegria a todos os que a escutam;
aspectos e oitenta características do Buda, (3), atinge o coração e desperta um
Daishonin afirma [em Carta para Niike]: “Se sentimento de reverência; (4) lúcida e de
recitar o Nam-myoho-renge--kyo com fácil compreensão; e (5) uma delícia de
todo o coração, naturalmente ficará dotado ouvir. Em outras palavras, a voz pura e de
dos trinta e dois aspectos e oitenta longo alcance do Buda é inspiradora e
características do Buda” (CEND, v. IV, p. reconfortante, transmitindo coragem e
285). Ele nos ensina aqui que, quando nós, esperança. No caso de um governante, é
pessoas comuns, recitamos o uma voz poderosa e responsável que
Nam-myoho-renge-kyo, ficamos motiva as pessoas e conduz a sociedade.
naturalmente dotados dos trinta e dois
aspectos e oitenta características do Buda. A voz da verdade que incentiva as
Isso não significa, evidentemente, que nos pessoas
tornamos budas com um brilho
sobrenatural. Em vez disso, por meio da Em outro escrito [Abertura dos Olhos de
nossa fé e da prática da Lei Mística, Imagens em Madeira e Pintadas], Nichiren
adquirimos o brilho da sabedoria e do Daishonin afirma: “O Buda possui trinta e
caráter do Buda, bem como o mesmo dois aspectos (...) Trinta e um deles, a partir
benefício do Buda. de baixo, as marcas da roda de mil raios na
planta de cada pé, até o alto, o topo da
Ao discutir sobre a voz pura e de longo cabeça não visível, pertencem à categoria
alcance do Buda, a principal entre os seus dos atributos físicos visíveis e não
trinta e dois aspectos, Daishonin diz que coextensivos” (CEND, v. I, p. 87). Ele afirma
mesmo os governantes possuem esta que, dos trinta e dois aspectos do Buda,
característica em algum grau e é por isso apenas a voz pura e de longo alcance não
que com uma única palavra podem decidir é visível aos olhos. Essa é a expressão da
o destino de seus reinos (cf. CEND, v. I, p. mente do Buda. Aqui, podemos identificar

Ariadne Araújo Silva (160287-0) / pág. 13.


Terceira Civilização - Edição 569 - 21/01/2016 - pág. 44 - Estudo

o profundo significado da designação de A qualidade da nossa voz é importante.


Daishonin da voz pura e de longo alcance Espero que cultivem uma voz refrescante,
como o principal aspecto especial do calorosa e sincera, voz que cativa e
Buda. energiza as pessoas.

Libertar todas as pessoas do sofrimento e A voz dos líderes, em particular, precisa ser
ajudá-las a alcançar a iluminação — este é cordial e suave, segura, determinada e
o desejo do Buda. É a voz que manifesta repleta de energia vital quando oferecem
esse desejo no mundo e motiva de fato as orientação e incentivo. Agir sempre com
pessoas. A verdadeira marca de um Buda sinceridade e integridade permitirá que se
não é apenas a manifestação dos outros torne uma pessoa extraordinária, fortaleça
trinta e um gloriosos atributos físicos, mas e aprofunde sua fé.
a capacidade de continuar a bradar,
continuar a proferir palavras, continuar a Encorajar as pessoas em circunstâncias
promover o diálogo, a fim de inspirar difíceis é um ato que traz grande benefício.
concretamente as pessoas a atingir a Uma voz confiante tranquiliza as pessoas.
iluminação. Não é exagero dizer que a voz faz o líder.

Recitar o Nam-myoho-renge-kyo é A voz confiante dos jovens


também um ato de louvar o Gohonzon. Ao
ouvir aquela voz, as divindades celestiais Toda sensei disse: “Quando falamos com
— forças protetoras do universo — são todo o nosso coração e ser, nossas
ativadas e despertam para proteger a palavras repercutem” e “A voz confiante
pessoa que está orando. Uma voz fraca e dos jovens têm uma ressonância que
incerta não irá ativá-las. Devemos recitar funciona como a força motriz para uma
um forte daimoku, com uma voz nova mudança extraordinária”.
ressonante.
Como estamos usando nossa voz para
Há momentos em que adoecemos e ajudar outras pessoas a serem felizes, é
ficamos incapazes de orar em voz alta na importante que nos esforcemos
frente do Gohonzon. Nesses casos, continuamente para promover o diálogo.
podemos orar em nosso coração. É Toda sensei disse: “Se fala para os outros
importante que oremos fervorosamente uma centena de vezes, isso retornará a
pela felicidade de nossos amigos, pela você como benefícios cem vezes maiores.
vitória do kosen-rufu, e pela nossa própria Este é o significado das palavras ‘a voz
revolução humana. A voz interior de nossas executa o trabalho do Buda’” (cf. OTT, p. 4).
fervorosas orações ativará as forças
positivas, e despertará nossos amigos para A voz trabalha em nome do Buda. Vamos
que avancem na direção da esperança, usar nossa voz para recitar o daimoku
revitalização e renovado desenvolvimento. repleto de poderosa energia vital, para
transmitir coragem e esperança aos
nossos amigos, e para bradar com a voz

Ariadne Araújo Silva (160287-0) / pág. 14.


Terceira Civilização - Edição 569 - 21/01/2016 - pág. 44 - Estudo

10. Aryadeva (s.d.): Também conhecido como bodisatva Aryadeva. Erudito da escola
que ressoa a verdade e a justiça, a fim de
indiana Madhyamika no sul da Índia durante o século 3 e sucessor de Nagarjuna. Depois
tornar o mundo um lugar melhor. que derrotou os mestres não budistas em um debate religioso, foi morto por um de seus

discípulos. De acordo com uma biografia, Aryadeva demonstrou compaixão, mesmo

A hora é agora. Com o ardente desejo pela durante seus últimos momentos, falando a seu agressor sobre o ensinamento budista, a

concretização do grande juramento em fim de conduzi-lo à iluminação.

11. Zhu Daosheng (m. 434): Também chamado Daosheng. Sacerdote chinês e discípulo de
prol do kosen-rufu e o ideal de estabelecer Kumarajiva. Com base em seu estudo da tradução chinesa do Sutra do Nirvana feita por

o ensinamento correto para a pacificação Faxian, o sacerdote insistia em que mesmo um icchantika, ou uma pessoa de descrença

da terra, vamos efetivamente sair e incorrigível, pode atingir o estado de buda. Por causa dessa afirmação, os sacerdotes

conversar com as outras pessoas, pela mais velhos o atacaram e Daosheng foi banido da comunidade clerical para uma

montanha em Suzhou (atual província de Suzhou, na China).


construção de um mundo pacífico e ajudar 12. Fadao (1086–1147): Sacerdote que advertiu o imperador Huizong da dinastia Song,

o maior número de pessoas possível a quando este tentou reprimir o budismo e favorecer o taoísmo. Em decorrência disso, teve

encontrar a verdadeira e duradoura o rosto marcado a ferro e foi exilado a Daochou, ao sul do rio Yang-tsé.

felicidade. 13. Hojo Tokiyori (1227–1263), o quinto regente do governo de Kamakura, que, apesar de

ter deixado o governo em 1256, tornando-se sacerdote leigo, ainda mantinha o poder em

1260.
(Daibyakurenge, 14. No décimo segundo dia do nono mês de 1271, as autoridades prenderam Nichiren

Daishonin e levaram-no para um lugar chamado Tatsunokuchi, nos arredores de

edição de maio de 2013) Kamakura, onde tentaram executá-lo no meio da escuridão. Quando a tentativa de

execução falhou, ele foi mantido em detenção na residência do subcomandante militar

de Sado, Homma Rokuro Saemon, em Echi (parte da atual província de Kanagawa).


1. IKEDA, Daisaku. Diário da Juventude: A Jornada de um Homem Dedicado a um Nobre
Depois de cerca de um mês, enquanto o governo debatia sobre o que fazer, Nichiren
Ideal. São Paulo: Editora Brasil Seikyo, 2015. p. 519.
Daishonin foi exilado na Ilha de Sado, o que equivalia a uma sentença de morte. No
2. Shijo Kingo (c. 1230–1300): Um dos principais discípulos de Nichiren Daishonin. Como
entanto, quando se cumpriram as previsões de Daishonin dos conflitos internos e invasão
samurai, serviu à família Ema, uma ramificação do clã governate Hojo. Kingo era
estrangeira, o governo concedeu o perdão no terceiro mês de 1274, e Daishonin voltou a
versado em medicina e nas artes marciais. Sabe-se que se converteu aos ensinamentos
Kamakura.
de Nichiren Daishonin em torno de 1256. Quando Daishonin foi levado para Tatsunokuchi
15. Sado: Pequena ilha localizada no mar do Japão cerca de 35 quilômetros da costa da
para ser decapitado, em 1271, Kingo o acompanhou, decidido a morrer ao seu lado.
província de Niigata, centro-oeste de Honshu, a maior das quatro principais ilhas do
3. Exílio em Sado: Nichiren Daishonin foi exilado na Ilha de Sado entre o décimo mês de
Japão.
1271 e o terceiro mês de 1274.
16. A cerimônia do terceiro ano de falecimento no Japão é realmente realizada no
4. Duque Huan (r. 685–643 a.C.) foi o décimo quinto governante da província de Qi na
segundo aniversário da morte de uma pessoa.
China. Ele reformou o sistema militar e dedicou esforços para aumentar a riqueza e a
17. Bodisatva Grande Poder: De acordo com o Sutra da Meditação sobre o Buda Vida
força do exército de sua província. Quando os senhores feudais se reuniram para formar
Infinita, bodisatva Grande Poder e o bodisatva Percebedor dos Sons do Mundo são os
uma associação no ano 651 a.C., o duque Huan elegeu-se como o líder deles.
auxiliares do buda Amida.
5. Rei Zhuang (613–591 a.C.) foi o vigésimo segundo governante da província de Chu.
18. Joia da realização dos desejos: Joia que, segundo a crença, tem o poder de satisfazer
6. Dez bons preceitos: Dez preceitos que os seguidores leigos do Mahayana devem
todo e qualquer desejo, e que simboliza a grandiosidade e a virtude do Buda e dos
observar. Eles são proibições com relação às dez más ações: (1) matar, (2) roubar, (3)
sutras.
envolver-se em relação sexual ilícita, (4) mentir, (5) bajular (expressar-se de modo
19. Na Índia antiga, estender a língua era uma forma habitual de indicar a verdade das
irresponsável), (6) difamar, (7) dissimular, (8) agir com avareza, (9) agir com ira, e (10) agir
próprias palavras.
com estupidez (manter visões errôneas).
20. TODA, Josei. Toda Josei Zenshu [Obras completas de Josei Toda]. Tóquio: Seikyo
7. Rei Ashoka (rein. c. 268–232 a.C): Terceiro governante da dinastia Maurya, e o primeiro
Shimbunsha, v. 4, p. 310-311, 1984.
rei a unificar a Índia. Durante os primeiros anos, reinou de forma tirânica. Porém, mais
21. Refere-se à passagem do 13º capítulo do Sutra do Lótus, “Encorajamento à Devoção”:
tarde, converteu-se ao budismo e passou a governar de modo benevolente conforme os
“Naquela época, os bodisatvas, respeitosamente cumpriam o desejo do Buda e, ao
ideais budistas.
mesmo tempo em que buscavam cumprir seu próprio juramento original, avançavam na
8. RADHAKRISHNAN, N.; IKEDA, Daisaku. Jindo no Seiki e–Ganji to Indo no Tetsugaku o
presença do Buda para emitir o rugido do leão e fazer o juramento” (LSOC, cap. 13, p.
Kataru [Rumo ao Século da Humanidade — a Filosofia Indiana e a Educação]. Tóquio:
231-232).
Daisanbunmei-sha, 2009. p. 185.
22. Trinta e dois aspectos: Aspectos físicos extraordinários atribuídos aos budas,
9. Aryasimha (s.d.): Último dos vinte e quatro sucessores de Shakyamuni, que viveu na
bodisatvas, Brahma, Shakra e reis giradores da roda, que simbolizam a superioridade
Índia central no século VI. Seus esforços para propagar o budismo levaram à sua
dos budas diante das pessoas comuns.
execução por Dammira, rei que destruiu um grande número de templos budistas e
23. Voz pura e de longo alcance: Também “som de Brahma”. De acordo com o Tratado
executou muitos monges. Aryasimha foi um dos decapitados pelo rei.
sobre Grande Perfeição da Sabedoria, de Nagarjuna, a voz do Buda alegra a quem ouve,

Ariadne Araújo Silva (160287-0) / pág. 15.


Terceira Civilização - Edição 569 - 21/01/2016 - pág. 44 - Estudo

comove profundamente o coração das pessoas e inspira reverência.

24. Reis giradores da roda: Na mitologia hindu, representam um governante ideal.

25. Três Registros: Um dos textos antigos mencionados nos primeiros escritos chineses.

Dizem que a obra remonta à época dos três veneráveis governantes lendários — Fu Xi,

Shen Nong e Huang Di (imperador Amarelo) — e narra as ações desses soberanos. Como

nenhum exemplar da obra foi conservado, não é possível comprovar sua existência real,

tampouco descrever sua forma e conteúdo.

26. Cinco Cânones: Escritos dos Cinco Imperadores, também conhecidos como os cinco

veneráveis lendários da China: Shao Hao, Zhuan Xu, Di Ku, Tang Yao e Yu Shun. Essa

obra é mencionada nas escrituras chinesas antigas, porém, ela não mais existe.

27. Brahma: Divindade que, segundo a crença, habita o primeiro dos quatro céus de

meditação no mundo da forma, localizado acima do Monte Sumeru, e governa o mundo

saha. Na mitologia hindu, era considerado a personificação do princípio universal

fundamental ou da origem de todas as coisas. No budismo, ele e Shakra [jap. Taishaku]

foram adotados como as duas principais divindades protetoras.

28. Shakra: Também conhecido como Indra. Shakra e Brahma são as duas principais

divindades protetoras do budismo. Shakra habita o céu das trinta e três divindades,

localizado no pico do Monte Sumeru.

29. Oitenta características: Qualidades extraor­dinárias dos budas e bodisatvas.

Enquanto os trinta e dois aspectos são atribuídos aos budas, bodisatvas, Shakra,

Brahma e reis giradores da roda, as oitenta características são traços encontrados

somente em budas e bodisatvas. As descrições das oitenta características e dos trinta e

dois aspectos coincidem em parte.

30. Tratado sobre Grande Perfeição da Sabedoria: Comentário extenso sobre o Sutra da

Grande Perfeição da Sabedoria, tradicionalmente atribuído a Nagarjuna. A única versão

remanescente é a chinesa, traduzida por Kumarajiva. A obra explica os conceitos de

sabedoria, não substancialidade, ideal de bodisatva, seis paramita, entre outros.

Também inclui conceitos do Sutra do Lótus e de outros sutras do Mahayana. É

considerado um tratado extremamente importante do budismo Mahayana em geral.

Ariadne Araújo Silva (160287-0) / pág. 16.

Você também pode gostar