Você está na página 1de 14

Transformadores

Considerando duas bobinas acopladas


magneticamente, isto é, o campo magnético gerado
por uma das bobinas interfere no comportamento da
outra bobina e vice-versa.
 di1 di2
v1 = L1 dt + S dt

v = R di1 + L di2
 2 dt
2
dt

Aula 01 1
Simbologia
 di1 di2
v1 = L1 dt + M dt

v = M di1 + L di2
 2 dt
2
dt

Aula 01 2
Em regime senoidal

V1 = jωL1I1 + jωMI 2



V2 = jωMI1 + jωL2 I 2

Aula 01 3
Exemplo. Dado o transformador linear em regime
senoidal com ω=3s-1, estabeleça o sistema de
equações envolvendo os fasores associados a v1, v2, i1
e i2.

Aula 01 4
Exemplo. No circuito abaixo, determine as potências
fornecidas pelas fontes.

Aula 01 5
Exemplo. Determine a potência fornecida pela fonte.

Aula 01 6
A energia armazenada (w) num transformador linear
é dado por:

L1 (i1 )2 L2 (i2 )2
w= ± Mi1i2 +
2 2

Aula 01 7
Impedância refletida

Vamos determinar no
circuito ao lado, a
impedância vista pela
fonte senoidal.

Z1 = jωL1 +
(ωM ) 2
Zr =
(ωM )2

Z + jωL2 Z + jωL2

Aula 01 8
Exemplo. No circuito da figura abaixo, determine:
a) Zr b)Zeq c)i1 d)k (coeficiente de acoplamento)

Aula 01 9
Transformador Ideal
Um transformador ideal é
um transformador sem
perdas, com acoplamento
unitário (k = 1) e
indutâncias próprias do
primário e do secundário tendendo a infinito.
N2
Onde n = é a razão entre o
N1
número de espiras do secundário e o
número de espiras do primário.

Simbologia
Aula 01 10
Relações entre
tensões e correntes

Tendo as tensões e correntes adotadas


conforme a figura ao lado, é possível
mostrar que as relações entre tensões e
correntes do primário e do secundário
são:
V2 I1
=n =n
V1 I2

Aula 01 11
Exemplo. Determine a potência fornecida pela fonte
de tensão e a potência absorvida por cada resistor.

Aula 01 12
Exemplo. Determine i1, i2 e v2.

Aula 01 13
Impedância refletida

A impedância vista pela


fonte é dada por:

Aula 01 14