Você está na página 1de 32

INSTITUTO TECNOLÓGICO E AMBIENTAL

CURSO TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO


MARCOS VINICIOS DE CAMPOS MELO

Desplacamentos de rochas em Minas subterrâneas

BELÉM/PA
2018
1

MARCOS VINICIOS DE CAMPOS MELO

Desplacamentos de rochas em Minas subterrâneas

Projeto de pesquisa da disciplina de Metodologia do


Conhecimento Científico e Tecnológico.
Docente: Camille Regina de Lima Araújo

BELÉM/PA
2018
2

Sumário

1. INTRODUÇÃO ..................................................................................................... 3
2. OBJETIVOS ......................................................................................................... 4
2.1. OBJETIVO GERAL. ....................................................................................... 4
2.2. OBJETIVO ESPECÍFICO ............................................................................... 4
2.2.1 Analisar possibilidades de desplacamentos em galerias
subterrâneas. ...................................................................................................... 4
2.2.2 Tratamento e prevenção de locais que representam riscos diversos
de segurança no trabalho. ................................................................................. 4
3. PROBLEMÁTICA ................................................................................................. 5
4. HIPÓTESE............................................................................................................ 6
5. JUSTIFICATIVA ................................................................................................... 8
6. METODOLOGIA ................................................................................................. 10
7. CRONOGRAMA ................................................................................................. 23
8. REFERENCIAL TEÓRICO................................................................................25
9. ORÇAMENTO .................................................................................................... 26
9.1 ORÇAMENTO PERMANENTE .................................................................... 26
9.2 ORÇAMENTO DE CONSUMO .................................................................... 26
10. AVALIAÇÃO ................................................................................................... 27
11. RESULTADO ESPERADOS ........................................................................... 28
12. CONSIDERAÇÕES FINAIS ............................................................................ 29
REFERÊNCIAS...............................................................................................30
3

1. INTRODUÇÃO

Neste projeto iremos abordar algumas problemáticas presentes na área de


minas subterrâneas, visando o aprimoramento no âmbito da segurança do trabalho,
onde investimentos precisam ser feitos e, mais especificamente, dar estabilidade ao
maciço rochoso que estará sofrendo uma força atuante.
Para classificar uma mina subterrânea como segura, temos alguns parâmetros
a ser analisados, um deles é a competência do maciço que está sendo lavrado, iremos
observar suas condições e tirar conclusões se será necessário tomar algumas
decisões para prevenir que uma tragédia venha acontecer. O “problema” destas
decisões é que exige da empresa alguns gastos, como por exemplo, o que iremos
citar ao decorrer do projeto: cavilha power set e telas metálicas. Estes materiais
servem para dar estabilidade para a rocha e previne que algum fragmento seja
desplacado do teto reduzindo até mesmo o risco de desmoronamento da mina.
A área de mineração é propensa a acontecer várias irregularidades e mortes,
desta forma, a Norma Regulamentadora 22 traça como objetivo disciplinar os
preceitos a serem observados na organização e no ambiente de trabalho, de forma a
tornar compatível o planejamento e o desenvolvimento da atividade mineira com a
busca permanente da segurança e saúde dos trabalhadores.
O TST junto com o Engenheiro de Minas e Geólogos devem analisar a situação
em que se encontra a mina, tendo a responsabilidade de tomar medidas que evitarão
tais tragédias no âmbito do seu trabalho.
4

2. OBJETIVOS

2.1. OBJETIVO GERAL.


Detectar, prevenir e eliminar risco de potenciais danos
ocasionados por fragmentos de rochas desprendidos de planos de
fraqueza em uma mina subterrânea, utilizando as fórmula do Fator de
segurança  FS=FR/FA, onde FR são as Forças Resistentes e FA são
as Forças Atuantes.

2.2. OBJETIVO ESPECÍFICO

2.2.1 Analisar possibilidades de desplacamentos em galerias


subterrâneas.

Nesta etapa iremos analisar o FS (fator de segurança) do maciço


rochoso que estará sendo explorado, assim como ter conhecimento das
FA (forças atuantes) que implicam na má estabilidade do material
rochoso. Verificando também as propriedades da rocha, suas
descontinuidades e todos os fatores que possam acarretar uma tragédia.

2.2.2 Tratamento e prevenção de locais que representam riscos


diversos de segurança no trabalho.

Neste processo iremos utilizar recursos que envolvem as FR


(forças resistentes), como: cavilhas power set e mesh (telas
metálicas). Esses dois mecanismos trazem maior estabilidade para o
maciço rochoso, mais especificamente onde há planos de fraquezas.
5

3. PROBLEMÁTICA

 Deslizamento de Rocha

Os Deslizamentos de rochas podem vir fazer com que haja o


desplacamento do maciço rochoso, posteriormente.

 Desplacamento de Rocha

Este problema está presente em quase todo tipo de mineração


subterrânea, principalmente onde não há um cuidado com o mesmo.
6

4. HIPÓTESE

 SOBRE DESLIZAMENTO DE ROCHA

A presença de água em rocha intemperizada e frágil, mais especificamente


em falhas geológicas e zonas de corte, pode facilitar o processo de
afrouxamento e desagregação da rocha, sendo assim um lubrificante para
produzir deslizamentos.

Figura 1: presença de água em zonas de descontinuidade


Fonte: TCC do Engenheiro de Minas Leandro Pinheiro

 SOBRE DESPLACAMENTO DE ROCHA

Zonas de rochas menos resistentes estão propícias ao desplacamento


de fragmentos rochosos, assim como sua estrutura e tensão.
7

As rochas intensamente fraturadas apresentam muitos sistemas de


diáclases e outras fraturas, as quais criam pequenas peças ou fragmentos
rochosos, geralmente constituídos por maciços rochosos de má qualidade.
Neste caso, a falha no terreno ocorre pelo deslizamento e queda destas
pequenas peças e fragmentos rochosos ou por desmoronamento dos mesmos,
desde a superfície da escavação. A falha do terreno pode aumentar
progressivamente, levando-a eventualmente ao colapso, caso não sejam
adotadas medidas oportunas de suporte do maciço rochoso (RAMÍREZ, 2004,
38).

Figura 2: Rocha intensamente fraturada


Fonte: TCC do Engenheiro de Minas Leandro Pinheiro
8

5. JUSTIFICATIVA

A mineração é uma das atividades industriais que oferecem maior risco;


embora nos últimos anos tenham-se percebido reduções na taxa de lesões e
acidentes, o seu número e grau de severidade ainda são elevados, em
comparação aos anos anteriores. As causas fundamentais para as altas taxas de
acidentes podem ser atribuídas às condições de instabilidade do maciço rochoso;
nesse cenário, a identificação de problemas de segurança visando à proposta de
soluções efetivas para gerenciar riscos faz-se necessária. Dados nos mostram a
necessidade de investimentos no setor de lavra. Segue abaixo um gráfico
mostrando a taxa de mortalidade no setor da mineração.

Taxa de Mortalidade na Mineração do Brasil (2002-2009)

Gráfico 1: Número de óbitos na Mineração do Brasil de 2002 até 2009


Fonte: Elaborado pelo autor através das informações disponibilizada na
Monografia de Yolacir Carlos de Souza Santos

As atividades que envolvem a mineração pode ser muito prejudicial para a


empresa, uma vez que algum acidente fatal ocorra na mesma. O cuidado deve ser
dobrado ao se tratar de minas subterrâneas, o risco de vida dos trabalhadores
aumentam por ser um local fechado e com possíveis desabamentos.
9

Se houver acidentes, culminando em mortes, a empresa deve arcar com as


consequências, como: processo jurídicos e pagamentos de indenização à família do
colaborador. Isto é um fato que nenhuma empresa deseja, pois traz gastos altíssimos
para a mesma, uma vez que, quando ocorre o desmoronamento da mina, não é só
uma pessoa que seria atingida, acarretando até mesmo o fechamento da mesma.
Tendo em vista estas situações, onde a empresa poderia ser prejudicada,
investimentos devem ser feitos nas áreas de segurança do trabalho, pois os mesmos
podem vir amenizar ou até cessar tais situações de acidentes.
Segunda o Relatório de Sustentabilidade da Vale (2016) ela investiu 2,7
milhões de dólares em Saúde e Segurança do Trabalho em suas minas. Isto faz com
que o número de acidentes seja muito baixo relacionado aos anos anteriores, onde
segundo um artigo publicado pelo site Metabase Inconfidentes, em 2013, teve que
pagar em indenização o valor de 18.9 Milhões de dólares.
Conclui-se então que o investimento feito à empresa, pode-se trazer benefícios
no futuro, evitando tragédias e trazendo maior segurança para o colaborador dentro
da mina subterrânea.
Fatos nos mostram que isto é realidade. Segundo um artigo publicado por
“Metabase Inconfidentes”, no ano de 2012 morreram 15 pessoas nas minas da Vale,
porém em 2013 este número foi reduzido para apenas 7 pessoas. Segundo o Relatório
de sustentabilidade da Vale, onde em 2014 a taxa de lesões era de 2,1%, em 2016
diminuiu para 1,9%. Então este número só tende a diminuir.
A justificativa portanto é mostrar que meios de prevenção de acidentes
necessitam ser realizados, onde investimentos precisam ser feitos na área de
segurança, diminuindo então as taxas de mortalidades em minas, principalmente em
minas subterrâneas, onde os riscos são maiores. Consequentemente amenizando os
riscos de perdas de funcionários e até mesmo o fechamento da própria mina.
10

6. METODOLOGIA

 PÚBLICO ALVO
Pessoas capacitadas para realização de projetos que visam a segurança
do trabalho, como: Engenheiro de Minas junto com o Téc. Segurança do
Trabalho e Geólogos.

 COLETA DE DADOS
Foi feito um questionário voltado para profissionais que atendem a área
da mineração, como: Engenheiros de Minas e Geólogos. Segue nas páginas
seguintes os questionários preenchidos.
11

Questionário 1

Este questionário enquadra-se numa pesquisa no âmbito de uma projeto acadêmico,


realizada pelo discente Marcos Vinicios de Campos Melo, do curso Técnico em Segurança do
trabalho. Os resultados obtidos serão utilizados apenas para fins acadêmicos, sendo realçado
que as respostas dos inquiridos representam apenas a sua opinião individual. O questionário
é anônimo, não devendo, por este motivo, colocar a sua identificação em nenhuma das folhas
nem assinar o questionário. Não existem respostas certas ou erradas, portanto lhe solicitamos
que responda de forma espontânea e sincera a todas as questões. Todas as questões terá
apenas que assinalar com “X” a sua opção de resposta. Obrigado pela colaboração.

1 - Sexo: Masculino Feminino Outro:________________

2 - Área Acadêmica: Engenheiro(a) de Minas Geólogo(a)

3 - Em sua opinião, na área da mineração, qual o local mais perigoso de se trabalhar?

Mina a Céu Aberto Mina Subterrânea

4 - Qual situação que, para você, seria mais propício ocorrer em uma Mina Subterrânea?

Desplacamento de rochas Escape de gases Tóxicos

5 - Por que a Taxa de Mortalidade em Minas Subterrâneas de Empresas Pequenas são


maiores relacionado a Empresas Maiores?

O mal investimento na área de Segurança


Falta de Profissionais qualificados
12

6 - Para uma empresa ter êxito no quesito de Taxa de Mortalidade baixa, o que deve-se
fazer?

Investir na área de Segurança, mesmo que este investimento seja muito alto.
Investir na área de Segurança, porém só em caso de emergência.

7 - Em sua opinião, qual o motivo de muitos óbitos em Minas Subterrânea?

O Não uso de EPIs Desmoronamento da Minas

8 - Visando as problemáticas que envolve a Mineração Subterrânea, como o


desplacamento de Rochas. O que você faria para que isso fosse evitado?

Procuraria meios para dar estabilidade ao maciço rochoso.


Mudaria a forma de extração do Minério.

9 - Tendo em vista que você é de uma empresa pequena de Mineração e, a mesma não
apresenta tantos recursos para tomar medidas de segurança, o que você faria ao se
deparar com a seguinte situação?

“Um possível desplacamento de rocha em sua primeira galeria e, para


conseguir fazer com que ele não venha a ser desabado, precisaria de alguns
materiais, como: cavilhas power set e telas metálicas. Porém, o uso dos
mesmos acarretaria em tais investimentos.”
Prepararia um projeto com meios mais baratos, mas que talvez não
fosse resolver o problema.
Prepararia um projeto completo que, independentemente do valor a
ser usado, traria maior segurança para os trabalhadores.
13

Questionário 2

Este questionário enquadra-se numa pesquisa no âmbito de uma projeto


acadêmico, realizada pelo discente Marcos Vinicios de Campos Melo, do curso
Técnico em Segurança do trabalho. Os resultados obtidos serão utilizados apenas
para fins acadêmicos, sendo realçado que as respostas dos inquiridos representam
apenas a sua opinião individual. O questionário é anônimo, não devendo, por este
motivo, colocar a sua identificação em nenhuma das folhas nem assinar o questionário.
Não existem respostas certas ou erradas, portanto lhe solicitamos que responda de
forma espontânea e sincera a todas as questões. Todas as questões terá apenas que
assinalar com “X” a sua opção de resposta. Obrigado pela colaboração

1 - Sexo: Masculino Feminino Outro:________________

2 - Área Acadêmica: Engenheiro(a) de Minas Geólogo(a)

3 - Em sua opinião, na área da mineração, qual o local mais perigoso de se trabalhar?

Mina a Céu Aberto Mina Subterrânea

4 - Qual situação que, para você, seria mais propício ocorrer em uma Mina Subterrânea?

Desplacamento de rochas Escape de gases Tóxicos

5 - Por que a Taxa de Mortalidade em Minas Subterrâneas de Empresas Pequenas são


maiores relacionado a Empresas Maiores?

O mal investimento na área de Segurança


Falta de Profissionais qualificados.
14

6 - Para uma empresa ter êxito no quesito de Taxa de Mortalidade baixa, o que deve-se
fazer?

Investir na área de Segurança, mesmo que este investimento seja muito alto.
Investir na área de Segurança, porém só em caso de emergência.

7 - Em sua opinião, qual o motivo de muitos óbitos em Minas Subterrânea?

O Não uso de EPIs Desmoronamento da Minas

8 - Visando as problemáticas que envolve a Mineração Subterrânea, como o


desplacamento de Rochas. O que você faria para que isso fosse evitado?

Procuraria meios para dar estabilidade ao maciço rochoso.


Mudaria a forma de extração do Minério.

9 - Tendo em vista que você é de uma empresa pequena de Mineração e, a mesma não
apresenta tantos recursos para tomar medidas de segurança, o que você faria ao se
deparar com a seguinte situação?

“Um possível desplacamento de rocha em sua primeira galeria e, para


conseguir fazer com que ele não venha a ser desabado, precisaria de alguns
materiais, como: cavilhas power set e telas metálicas. Porém, o uso dos
mesmos acarretaria em tais investimentos.”
Prepararia um projeto com meios mais baratos, mas que talvez não
fosse resolver o problema.
Prepararia um projeto completo que, independentemente do valor a
ser usado, traria maior segurança para os trabalhadores.
15

Questionário 3

Este questionário enquadra-se numa pesquisa no âmbito de uma projeto


acadêmico, realizada pelo discente Marcos Vinicios de Campos Melo, do curso
Técnico em Segurança do trabalho. Os resultados obtidos serão utilizados apenas
para fins acadêmicos, sendo realçado que as respostas dos inquiridos representam
apenas a sua opinião individual. O questionário é anônimo, não devendo, por este
motivo, colocar a sua identificação em nenhuma das folhas nem assinar o questionário.
Não existem respostas certas ou erradas, portanto lhe solicitamos que responda de
forma espontânea e sincera a todas as questões. Todas as questões terá apenas que
assinalar com “X” a sua opção de resposta. Obrigado pela colaboração

1 - Sexo: Masculino Feminino Outro:________________

2 - Área Acadêmica: Engenheiro(a) de Minas Geólogo(a)

3 - Em sua opinião, na área da mineração, qual o local mais perigoso de se trabalhar?

Mina a Céu Aberto Mina Subterrânea

4 - Qual situação que, para você, seria mais propício ocorrer em uma Mina Subterrânea?

Desplacamento de rochas Escape de gases Tóxicos

5 - Por que a Taxa de Mortalidade em Minas Subterrâneas de Empresas Pequenas são


maiores relacionado a Empresas Maiores?

Mal investimento na área de Segurança


Falta de Profissionais qualificados.
16

6 - Para uma empresa ter êxito no quesito de Taxa de Mortalidade baixa, o que deve-se
fazer?

Investir na área de Segurança, mesmo que este investimento seja muito alto.
Investir na área de Segurança, porém só em caso de emergência.

7 - Em sua opinião, qual o motivo de muitos óbitos em Minas Subterrânea?

O Não uso de EPIs Desmoronamento da Minas

8 - Visando as problemáticas que envolve a Mineração Subterrânea, como o


desplacamento de Rochas. O que você faria para que isso fosse evitado?

Procuraria meios para dar estabilidade ao maciço rochoso.


Mudaria a forma de extração do Minério.

9 - Tendo em vista que você é de uma empresa pequena de Mineração e, a mesma não
apresenta tantos recursos para tomar medidas de segurança, o que você faria ao se
deparar com a seguinte situação?

“Um possível desplacamento de rocha em sua primeira galeria e, para


conseguir fazer com que ele não venha a ser desabado, precisaria de alguns
materiais, como: cavilhas power set e telas metálicas. Porém, o uso dos
mesmos acarretaria em tais investimentos.”
Prepararia um projeto com meios mais baratos, mas que talvez não
fosse resolver o problema.
Prepararia um projeto completo que, independentemente do valor a
ser usado, traria maior segurança para os trabalhadores.
17

Questionário 4

Este questionário enquadra-se numa pesquisa no âmbito de uma projeto


acadêmico, realizada pelo discente Marcos Vinicios de Campos Melo, do curso
Técnico em Segurança do trabalho. Os resultados obtidos serão utilizados apenas
para fins acadêmicos, sendo realçado que as respostas dos inquiridos representam
apenas a sua opinião individual. O questionário é anônimo, não devendo, por este
motivo, colocar a sua identificação em nenhuma das folhas nem assinar o questionário.
Não existem respostas certas ou erradas, portanto lhe solicitamos que responda de
forma espontânea e sincera a todas as questões. Todas as questões terá apenas que
assinalar com “X” a sua opção de resposta. Obrigado pela colaboração

1 - Sexo: Masculino Feminino Outro:________________

2 - Área Acadêmica: Engenheiro(a) de Minas Geólogo(a)

3 - Em sua opinião, na área da mineração, qual o local mais perigoso de se trabalhar?

Mina a Céu Aberto Mina Subterrânea

4 - Qual situação que, para você, seria mais propício ocorrer em uma Mina Subterrânea?

Desplacamento de rochas Escape de gases Tóxicos

5 - Por que a Taxa de Mortalidade em Minas Subterrâneas de Empresas Pequenas são


maiores relacionado a Empresas Maiores?

Mal investimento na área de Segurança


Falta de Profissionais qualificados.
18

6 - Para uma empresa ter êxito no quesito de Taxa de Mortalidade baixa, o que deve-se
fazer?

Investir na área de Segurança, mesmo que este investimento seja muito alto.
Investir na área de Segurança, porém só em caso de emergência.

7 - Em sua opinião, qual o motivo de muitos óbitos em Minas Subterrânea?

O Não uso de EPIs Desmoronamento da Minas

8 - Visando as problemáticas que envolve a Mineração Subterrânea, como o


desplacamento de Rochas. O que você faria para que isso fosse evitado?

Procuraria meios para dar estabilidade ao maciço rochoso.


Mudaria a forma de extração do Minério.

9 - Tendo em vista que você é de uma empresa pequena de Mineração e, a mesma não
apresenta tantos recursos para tomar medidas de segurança, o que você faria ao se
deparar com a seguinte situação?

“Um possível desplacamento de rocha em sua primeira galeria e, para


conseguir fazer com que ele não venha a ser desabado, precisaria de alguns
materiais, como: cavilhas power set e telas metálicas. Porém, o uso dos
mesmos acarretaria em tais investimentos.”
Prepararia um projeto com meios mais baratos, mas que talvez não
fosse resolver o problema.
Prepararia um projeto completo que, independentemente do valor a
ser usado, traria maior segurança para os trabalhadores.
19

Questionário 5

Este questionário enquadra-se numa pesquisa no âmbito de uma projeto


acadêmico, realizada pelo discente Marcos Vinicios de Campos Melo, do curso
Técnico em Segurança do trabalho. Os resultados obtidos serão utilizados apenas
para fins acadêmicos, sendo realçado que as respostas dos inquiridos representam
apenas a sua opinião individual. O questionário é anônimo, não devendo, por este
motivo, colocar a sua identificação em nenhuma das folhas nem assinar o questionário.
Não existem respostas certas ou erradas, portanto lhe solicitamos que responda de
forma espontânea e sincera a todas as questões. Todas as questões terá apenas que
assinalar com “X” a sua opção de resposta. Obrigado pela colaboração

1 - Sexo: Masculino Feminino Outro:________________

2 - Área Acadêmica: Engenheiro(a) de Minas Geólogo(a)

3 - Em sua opinião, na área da mineração, qual o local mais perigoso de se trabalhar?

Mina a Céu Aberto Mina Subterrânea

4 - Qual situação que, para você, seria mais propício ocorrer em uma Mina Subterrânea?

Desplacamento de rochas Escape de gases Tóxicos

5 - Por que a Taxa de Mortalidade em Minas Subterrâneas de Empresas Pequenas são


maiores relacionado a Empresas Maiores?

Mal investimento na área de Segurança


Falta de Profissionais qualificados.
20

6 - Para uma empresa ter êxito no quesito de Taxa de Mortalidade baixa, o que deve-se
fazer?

Investir na área de Segurança, mesmo que este investimento seja muito alto.
Investir na área de Segurança, porém só em caso de emergência.

7 - Em sua opinião, qual o motivo de muitos óbitos em Minas Subterrânea?

O Não uso de EPIs Desmoronamento da Minas

8 - Visando as problemáticas que envolve a Mineração Subterrânea, como o


desplacamento de Rochas. O que você faria para que isso fosse evitado?

Procuraria meios para dar estabilidade ao maciço rochoso.


Mudaria a forma de extração do Minério.

9 - Tendo em vista que você é de uma empresa pequena de Mineração e, a mesma não
apresenta tantos recursos para tomar medidas de segurança, o que você faria ao se
deparar com a seguinte situação?

“Um possível desplacamento de rocha em sua primeira galeria e, para


conseguir fazer com que ele não venha a ser desabado, precisaria de alguns
materiais, como: cavilhas power set e telas metálicas. Porém, o uso dos
mesmos acarretaria em tais investimentos.”
Prepararia um projeto com meios mais baratos, mas que talvez não
fosse resolver o problema.
Prepararia um projeto completo que, independentemente do valor a
ser usado, traria maior segurança para os trabalhadores.
21

 ANÁLISE DOS DADOS

OPINIÃO SOBRE MOTIVO DE ÓBITOS EM MINAS


SUBTERRÂNEAS

O não uso de EPIs


40%
Desmoronamento
de Minas
60%

Após analisarmos o gráfico, podemos concluir que, na opinião dos


profissionais na área da mineração, 60% deles acham que os motivos dos
óbitos ocorridos em minas subterrâneas é por desmoronamento da mina,
sendo que 20% dos colaboradores da pesquisa deram opiniões diferentes.
Justificando-se pois que, o não uso de EPIs faz com que muitos acidentes
venham ser acarretados.

Solução para evitar o desmoronamento da


mina

10%

Estabiizaria o Maciõ Rochoso


Mudaria a forma de extração
90%
22

Tendo em vista o gráfico anterior, podemos observar que a solução mais


propícia é dar estabilidade ao maciço rochoso. Segundos as 90% das pessoas
que optaram por responder que seria melhor fazer a estabilização do mesmo,
é que teriam menos tempo perdido comparado a mudança na forma de
extração do minério.

CAUSA DA TAXA DE MORTALIDADE ALTA EM EMPRESAS PEQUENAS DE


MINERAÇÃO

Falta de
Profissionais
qualificados
10%

Mal Investimento
90%

Analisando o gráfico a cima, o mal investimento na área de segurança


da mina é um dos maiores fatores que influenciam a taxa de mortalidade alta
na mineração subterrâneas de empresas pequenas.
23

7. CRONOGRAMA

 ESTRATÉGIA
Será usado mecanismos que nos darão resultados imediatos, tendo em
vista a estabilidade do maciço rochoso. Utilizaremos o Jumbo Atlas Copco
282, cavilhas power set e as telas metálicas, as mesmas irão prevenir
que algum fragmento de rocha seja desprendido de um plano de fraqueza.
Iremos utilizar 3 cavilhas power set para cada 1m2 (unidade padrão).
Como nossa área a ser estabilizada será de 156 m², usaremos 468 cavilhas.
Sendo que o número de cavilhas instalado por turno são 6, portanto teremos
18 cavilhas implantadas diariamente. Valor dado no TCC do Engenheiro de
Minas Leandro Andrei Lopes Pinheiro, tendo em vista a área da mina
subterrânea onde a pesquisa foi realizada por ele. Mina do Mamão em MG.
Usaremos 2 telas metálicas de 25m x 2m e 3 de 10m x 2m, as duas com
2,10mm, haja vista que a área é de 156m². Elas serão projetadas após o
implante das cavilhas.

 DURAÇÃO DO PROJETO
Tendo em vista o mês que será realizado o trabalho e o mesmo for de
31 dias e na empresa há 26 dias laborais, trabalhando de segunda à sábado
com carga horária de 8h por dia e 3 turnos, segue abaixo o que será feito
ao decorrer das semanas.

Primeira Semana
Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado
Atividade Implantar Implantar Implantar Implantar Implantar Implantar
18 18 18 18 18 18
Cavilhas Cavilhas Cavilhas Cavilhas Cavilhas Cavilhas
Atividade Fazer o Fazer o Fazer o Fazer o Fazer o Fazer o
Telamento Telamento Telamento Telamento Telamento Telamento
na área na área na área na área na área na área
de 6m² de 6m² de 6m² de 6m² de 6m² de 6m²
24

Segunda Semana
Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado

Atividade Implantar Implantar Implantar Implantar Implantar Implantar


18 18 18 18 18 18
Cavilhas Cavilhas Cavilhas Cavilhas Cavilhas Cavilhas
Atividade Fazer o Fazer o Fazer o Fazer o Fazer o Fazer o
Telamento Telamento Telamento Telamento Telamento Telamento
na área na área na área na área na área na área
de 6m² de 6m² de 6m² de 6m² de 6m² de 6m²

Terceira Semana
Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado
Atividade Implantar Implantar Implantar Implantar Implantar Implantar
18 18 18 18 18 18
Cavilhas Cavilhas Cavilhas Cavilhas Cavilhas Cavilhas
Atividade Fazer o Fazer o Fazer o Fazer o Fazer o Fazer o
Telamento Telamento Telamento Telamento Telamento Telamento
na área na área na área na área na área na área
de 6m² de 6m² de 6m² de 6m² de 6m² de 6m²

Quarta semana
Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado
Atividade Implantar Implantar Implantar Implantar Implantar Implantar
18 18 18 18 18 18
Cavilhas Cavilhas Cavilhas Cavilhas Cavilhas Cavilhas
Atividade Fazer o Fazer o Fazer o Fazer o Fazer o Fazer o
Telamento Telamento Telamento Telamento Telamento Telamento
na área na área na área na área na área na área
de 6m² de 6m² de 6m² de 6m² de 6m² de 6m²

Quinta Semana
Segunda Terça
Atividade Implantar 18 Cavilhas Implantar 18 Cavilhas

Atividade Fazer o Telamento na área Fazer o Telamento na área


de 6m² de 6m²
25

8. REFERENCIAL TEÓRICO

“A queda de rochas constitui um dos maiores riscos na mineração


subterrânea. Por esta razão, para as operações de mineração serem
seguras, é essencial que as pessoas da mina identifique os problemas de
instabilidade da massa rochosa, que pode levar ao fracasso potencial do
mesmo. Desta maneira, medidas apropriadas podem ser tomadas para evitar
acidentes causados por pedras caindo.”

Eng. Ysaac Cruz Ramírez.

Segundo Ramírez, o fragmento de rocha desprendido de planos de fraquezas


em minas subterrâneas é um grande problema que está presente na mineração e, por
este motivo deve-se ter conhecimento do maciço rochoso antes e durante a
exploração do minério. Tendo assim conhecimento dos fatores que influenciam nas
condições de estabilidade do maciço rochoso em escavações subterrâneas por meio
da litologia, intemperismo e alteração, a estrutura do maciço rochoso, os esforços, a
água subterrânea, a forma, o tamanho e orientação das escavações, o esquema e
sequência do avanço da lavra, o desmonte, o tempo de exposição da escavação
aberta e os elementos de suporte. Haja vista todo este conhecimento, soluções para
a estabilização do maciço devem ser tomadas.

“As condições instáveis das rochas aumentam em condições de maior


presença de água (gotejamentos e escoamentos), presença de água ácida e
materiais de rochas carbonatadas, presença de altos esforços e quando eles
estão localizados entre camadas de rocha de melhor qualidade..”

Eng. Ysaac Cruz Ramírez.

Segundo Ramírez, a presença de água na rocha traz instabilidade a mesma,


principalmente quando a rocha é carbonática, pois o contato da água ácida com a
rocha faz com que a mesma venha a se corroer, trazendo instabilidade ao maciço
rochoso. Ou então a presença de água nas descontinuidades faz com que os blocos
de rochas venham a ser deslizados, calsando portanto o desplacamento.
26

9. ORÇAMENTO

9.1 ORÇAMENTO PERMANENTE


Jumbo Atlas Copco Boomer: máquina utilizada para a implantação
das Cavilhas. Valor de 3.527.691,46 reais
Cavilha Power Ser: seu preço é de 398,46 reais por unidade. Logo, de
acordo com a necessidade de 468 cavilhas mensais para conferir a protensão
essencial ao maciço rochoso da mina durante os 3 turnos, temos que é
necessário gastar mensalmente um valor de 468 x 398,46 = 186.479,28 reais.
Telas metálicas: usaremos 2 telas de 25m x 2m com o valor = 1.140,00
reais para telarmos 100m²; 3 telas de 10m x 2m com o valor = 684,00 reais para
telarmos 56m².

9.2 ORÇAMENTO DE CONSUMO

Custo horário Médio do Jumbo Atlas Copco Boomer 282


No mês de Maio.
Máquina Descrição Custo/Hora Total
Realizado no mês
(Maio) em reais.
Jumbo Atlas Material de 570,6
Copco Boomer Manutenção /
282 Serviços
Jumbo Atlas Lubrificante 11,4
Copco Boomer
282
Jumbo Atlas Pneu 0,0
Copco Boomer
282
Jumbo Atlas Mangueiras e 33,3
Copco Boomer conexões
282 Hidráulicas
Jumbo Atlas Combustíveis 5,0 615,3
Copco Boomer
282
27

10. AVALIAÇÃO

O projeto pode ser avaliado da seguinte forma: o maciço rochoso


com o FS ≥ 1,5 é considerável estável e FS < 1,5 é considerável instável
(Usado somente para o Brasil).

Fator de Segurança = Forças Resistentes

Forças Atuantes

Para termos êxito neste projeto, o fator de segurança tem que dá


≥ 1,5. Por exemplo:
Se a tela metálica dá uma força resistente de 80Mpa e as cavilhas
de 140 Mpa e do outro lado as forças atuantes é de 90Mpa, temos a
razão abaixo.

Fator de Segurança = Forças Resistentes

Forças Atuantes

Fator de Segurança = 80+140 = 200

60+30 90

Fator de Segurança = 2,22 (estável)


28

11. RESULTADO ESPERADOS

O que se espera deste projeto é a segurança dada através das


prevenções de desplacamento de rochas desprendido de um plano de fraqueza
em uma maciço rochoso. Tendo assim maior confiabilidade do funcionário ao
trabalhar em uma mina subterrânea. Colaborando portanto para a baixa taxa
de mortalidade em minas.
Investindo então em segurança para o melhor funcionamento da
empresa minerária, diminuindo portanto os risco de pagar valores altíssimos de
indenização para familiares de pessoas que vieram a falecer por conta de
negligencias da própria empresa.
29

12. CONSIDERAÇÕES FINAIS

Conclui-se portanto que o desplacamento de rochas em galerias


subterrâneas tem sim como ser evitado, haja vista as soluções anteriormente.
Deve-se então ter conhecimento do maciço rochoso para poder pensar em meios
que poderão fazer com que tragédias venham acontecer.
Dados nos mostram que a taxa de mortalidade no ramo da mineração não
está tão alta como antes, mas ainda apresenta números consideráveis.
Entendemos também que investimentos devem ser feitos na área da segurança,
pois não podemos seguir em frente um projeto que não preza pela vida dos
trabalhados.
30

REFERÊNCIAS

RAMÍREZ, Y. C., Manual de Geomecánica aplicada a La prevención de accidentes


por caída de rocas em minería subterrânea. 1.ed. Lima: DCR ingenieros SR LTDA,
2004. 215p.

CAVILHAS AUTOPERFURANTES POWER SET DSI FOSMINAS. Disponível em:


<http://www.dsifosminas.com.br/produtos/tirante/tirante-autoperfurante.html> Acesso
em: 25 Maio. 2018.

2015 Atlas Copco Boomer For Sale Boomer L2D/L3D/L1D. Disponível em:
<https://www.alibaba.com/product-detail/2015-Atlas-Copco-Boomer-For-
Sale_60385003008.html?spm=a2700.7724857.main07.28.2dd36837i58vTt> Acesso
em: 26 Maio. 2018.

REATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE VALE 2016. Disponível em:


<http://www.vale.com/brasil/PT/aboutvale/news/Paginas/vale-divulga-relatorio-anual-
de-sustentabilidade-2016.aspx> Acesso em: 24 Maio. 2018.

NR 22 e o PGR e as Recomendações da OIT para trabalhos em Minas. Disponível


em: <https://pt.linkedin.com/pulse/nr-22-e-o-pgr-recomendações-da-oit-para-
trabalhos-em-minas-rocha> Acesso em: 25 Maio. 2018.

POWER SET Self-Drilling Friction Bolt. Disponível em:


<https://www.dsiunderground.at/en/products/tunneling-mining/anchors-rock-
bolts/power-set-self-drilling-friction-bolts.html> Acesso em: 24 Maio. 2018.

TCC LEANDRO ANDREI LOPES PINHEIRO. Disponível em:


<https://pt.scribd.com/document/359808541/Tcc-Definitivo-Leandro-a-l-Pinheiro>.
Acesso em: 23 Maio. 2018

GEOLOGIA APLICADA À ENGENHARIA, VALLEJO, JUMIKIS, E.; C.; BOOZER, P.;


REHBINDER.; CAUDLE.R.; UNAL,A.: Elasticidade, deformabilidade e tensões nos
31

maciços rochosos. Disponível em: <http://www.maxwell.lambda.ele.puc-


rio.br/11328/11328_4.PDF>. Acesso em 20 Maio. 2018.

RENAN COLLANTES CANDIA, WILDOR THEODORO HENNIES, WILSON IRAMINA


E JUAN FRANCISCO SOTO ELGUERA. Análise de acidentes fatais na Mineração –
o caso da mineração no Peru. (Analyzes of fatal accidents in the mining
industry - the case of Peruvian mining) (pdf)

MONOGRAFIA DE YOLACIR CARLOS DE SOUZA SANTOS - segurança e saúde


ocupacional na indústria da mineração: Aspectos técnicos das legislações e
estatísticas de acidentes (pdf)

METABASE Inconfidentes – Acidentes fatais de trabalhos na Mineração – o caso da


vale S.A. (dados de taxa de mortalidade) – (pdf)

MANFRED WALLE E NORMAN JENNINGS (ILUSTRAÇÃO DE RITA WALLE)


Segurança e saúde em minas de superfície de pequeno porte. (Manual) – PASSIT.
(pdf)