Você está na página 1de 3

Aula: 28

Temática: Sulfatos e Cromatos

Nesta conheceremos as classes minerais dos sulfatos. Nesta classe


incluem-se também os minerais de cromatos, molibdatos, selenatos, sulfetos,
teluratos e tungstatos.

Todos os sulfatos contêm o cátion sulfato na forma SO4. Os sulfatos formam-se


geralmente em ambientes evaporíticos, onde águas de alta salinidade são
lentamente evaporadas, permitindo a formação de sulfatos e de halóides na
interface entre a água e o sedimento. Também ocorrem em sistemas de veios
hidrotermais sob a forma de minerais constituintes da ganga associada a
minérios de sulfetos. Nesta classe incluem-se também os minerais de
cromatos, molibdatos, selenatos, sulfetos, teluratos e tungstatos.

O enxofre ocorre no estado nativo, como constituinte dos tecidos orgânicos e


formando os sulfetos ou os sulfatos, uma vez que o S pode receber dois
elétrons para preencher as duas vagâncias situadas na camada eletrônica
exterior (S2- sulfetos) com raio iônico de 1,84 Å, ou perder os 6 elétrons,
originando íons pequeno, muito carregado, altamente polarizante, positivo (S6+,
raio iônico 30 Å). A relação do raio iônico do S6+ com o O (0,226) mostra que a
coordenação estável é 4, ou tetraédrica. A ligação S – O desse grupo é
bastante forte (1½ de unidade de carga), e covalente em suas propriedades,
produzindo grupos ligados apertadamente que não são capazes de
compartilhar os oxigênios gerando unidade SO42-, que se constitui na unidade
fundamental dos sulfatos.
Os sulfatos anidros mais importantes e mais comuns são os membros do grupo
da barita1, com grandes cátions bivalentes coordenados com os íons sulfato. A
estrutura relativamente simples conduz à simetria ortorrômbica, com clivagem
perfeita. O sulfato de cálcio (anidrita), por causa do tamanho menor do íon
Cálcio, tem estrutura ligeiramente diferente, possuindo três clivagens
pinacoidais. As propriedades físicas são em geral conferidas pelo cátion
dominante, sendo a densidade diretamente proporcional ao peso atômico do

1
A barita é um mineral de sulfato de bário com fórmula química BaSO4

QUÍMICA DOS MINERAIS


cátion. Entre os sulfatos hidratados, o gipso é o mais importante e abundante e
a sua estrutura, como sugerido pela sua clivagem perfeita, é em folhas,
consistindo em camadas de íons Ca e sulfato, separadas por moléculas de
água. A perda destas moléculas de água faz com que a estrutura entre em
colapso, tomando a configuração da anidrita, com grande diminuição de
volume e perda da perfeição da clivagem. A maioria dos minerais deste
subgrupo é ortorrômbica, tem estrutura em tetraedros e a maior parte é de
resíduos de evaporação de águas carregadas de substâncias químicas
dissolvidas, formando os evaporitos e produtos de eflorescência.

Exemplos:
Os minerais que apresentam na sua composição química os sulfatos são:
Anidrita: CaSO4 Barita: BaSO4 Alunita: KAl3(SO4)2(OH)6
Gipsita: CaSO42H20 Anglesita: PbSO4

CROMATOS E DICROMATOS
São sais do ácido crômico e ácido dicrômico, respectivamente. Os sais
derivados destes ácidos apresentam os anions cromatos e dicromatos,
respectivamente.

Características
• Os átomos de cromo nos ânions cromatos e dicromatos apresentam estado
de oxidação +6 em ambos os casos. Os íons cromatos e dicromatos são fortes
agentes oxidantes.
• Em solução aquosa, o ion cromato amarelo (CrO4-2) e o íon laranja dicromato
(Cr2O7-2) estão em equilíbrio químico. Este equilíbrio é deslocado para o
dicromato com o aumento da concentração hidrogeniônica (tornando a solução
ácida) de acordo com o princípio de Le Chatelier.
2 CrO42- + 2 H3O+ → Cr2O72- + 3 H2O
• São usados em análise química ambiental para medir a demanda de
oxigênio.
• São carcinógenos.

QUÍMICA DOS MINERAIS


Sais:
A maioria dos sais de cromatos tem baixa solubilidade, sendo esta propriedade
aproveitada em análises químicas. Os sais mais solúveis são os de metais
alcalinos e amônia.
Em água, aproximadamente 1,2 grama de cromato de estrôncio se dissolve.
Em água, aproximadamente 3,5 miligramas de cromato de bário se dissolvem.
O dicromato de amônio, ativado por uma chama, se decompõe, produzindo
calor, gases e óxido de cromo III (que é verde). A reação é usada em
apresentações escolares.

Minerais:
A crocoíta, encontrada nos montes Urais é formada por cromato de chumbo.

Na classe dos sulfatos incluem-se também os minerais molibdatos e


tungstatos, assunto de nossa próxima aula.

QUÍMICA DOS MINERAIS