Você está na página 1de 13

!


▪ ➡

Pr#tic' Tr'b'lhist' - F'bíol' Strong Rio 26/02/2018

C'r'cterístic's/Princípios do Processo Tr'b'lhist':

Protetivo: Art. 790 §3º, CLT


Gr1tuid1de Fund1ment1 benefícios de se est1belecer 1lguns
mec1nismos de proteçCo Dquel1 p1rte m1is fr1c1 dos sujeitos d1 rel1çCo
jurídic1 de direito m1teri1l (empreg1do). Ex.: concessCo do beneficio de JG
JG 1rt. 790 §3º, CLT: devendo-se 1brir um tópico d1 JG O recl1m1nte
nCo possui meios e condições de 1rc1r com 1s cust1s processu1is e os
honorSrios 1dvoc1tícios sem o prejuízo do próprio sustento e de su1 f1míli1.
Dess1 form1, requer 1 concessCo do beneficio do justiç1 gr1tuit1 n1 form1 do
1rt. 790 §3º, CLT.
Art. 791, CLT: 1juiz1mento d1 1c1o sem o p1trocínio de um 1dv.
O empreg1dor doméstico t1mbém poderS ser consider1do como
hipossuficiente por exemplo;
Além d1 decl1r1çCo, deverS comprov1r 1 hipossuficiênci1;

Inform'lismo: Art. 851,§1º


Ausênci1 de um rigor form1l p1r1 1 prStic1 dos 1tos processu1is;
O juiz resume o depoimento d1s p1rtes e 1 oitiv1 d1s testemunh1s 1o
inserir 1s respectiv1s inform1ções no sistem1;

Or'lid'de: Art. 840, §2º, CLT


Os 1tos processu1is sCo pr1tic1dos predomin1ntemente n1 form1 or1l;
Ex.: No rito sum1ríssimo 1 réplic1, 1 oitiv1 d1s testemunh1s, e 1s r1zões
fin1is sCo formul1d1s or1lmente em 1udiênci1;

Celerid'de: Art. 848, CLT


Justiç1 equ_nime = 1 prest1çCo jurisdicion1l é célere;

Concentr'çGo dos 'tos: Art. 846 e seguintes, CLT


Cri1do em r1zCo d1 celerid1de processu1l que consiste n1 re1liz1çCo d1
m1iori1 dos 1tosem 1udiênci1;
A concentr1çCo nCo é um1 imposiçCo, m1s um1 f1culd1de d1d1 1o juízo.
Como no c1so de um1 dem1nd1 extrem1mente complex1 e com prov1s que
necessit1m de 1tençCo especi1l;
Audiênci1 UNA: É indic1d1 no momento em que 1s p1rtes recebem 1
notific1çCo;
Notific1çCo: tr1t1-se d1 comunic1çCo feit1 Ds p1rtes inform1ndo di1, hor1
e loc1l d1 primeir1 1udiênci1. P1r1 o dem1nd1nte o seu conteúdo possui o
teor de intim1çCo, jS p1r1 o dem1nd1do o seu teor é de um1 cit1çCo;

Concili'çGo: Arts. 764 e 846, CLT


O m1ior objetivo d1 justiç1 do tr1b1lho, 1 composiçCo do conflito entre 1s
p1rtes;

Aplic'çGo subsidi#ri' do CPC: Arts. 769 e 889, CLT


O legisl1dor nCo ex1uriu 1 m1téri1 processu1l n1 CLT, por isso existe 1
necessid1de d1 1plic1çCo subsidiSri1 do CPC em m1téri1 processu1l. No
processo de conhecimento est1 1plic1çCo subsidiSri1 é fund1ment1d1 pelo
1rt. 769 e n1 execuçCo pelo 1rt 889 1mbos d1 CLT;
P. de Conhecimento: Art. 769 Requisitos:
OmissCo d1 CLT e comp1tibilid1de entre os ritos
ExecuçCo: Art. 889 Requisitos:
OmissCo d1 CLT e comp1tibilid1de entre os ritos, ocorrendo 1mbos os c1sos,
1plic1r-se-S 1 L6830/80 (Lei dos Executivos Fisc1is) e se 1ind1 1ssim houver
omissCo serS 1plic1d1 1 lei processu1l civil;
A L6830 só c1berS p1r1 títulos executivos extr1judici1is, no c1so de título
judici1l, 1quele 1dvindo de um1 sentenç1 do processo de conhecimento
rest1rS tCo somente seguir 1quilo preconiz1do pelo 1rt. 769, CLT. Logo, segue-
se o CPC;

Diferenç's entre os ritos procediment'is:

Ordin#rio: Arts. 837 - 852;


Rito escolhido p1r1 1s c1us1s com v1lor 1cim1 de 40 s1lSrios mínimos;

Sum#rio: L5584/80
C1us1s com 1té 2 s1lSrios;
estud1r os últimos dispositivos d1 lei (RECURSOS);

Sum'ríssimo: L9957/00 ('rt.s 852-A e seg, CLT)


C1us1s de 2 s1lSrios e 1té 40 s1lSrios
Preposto: represent1 o recl1m1do. Até 1 reform1 existi1 1 obrig1çCo de ser
um empreg1do d1 empres1. DeverS ser ouvido p1r1 discorrer 1cerc1 d1
ver1cid1de dos f1tos 1present1dos entre 1s p1rtes

Sequênci' do procedimento:

') Postul'çGo do 'utor: Art. 839, CLT


Pesso1l, 1dv., sindic1to, MP do tr1b1lho, MP est1du1l, cur1dor;
Form1: escrit1 ou or1l (1rts. 840, §2º e 853, CLT). Entret1nto, o Ius
Postul)ndi poderS ser reduzido 1 termo em 1té 30 di1s. No rito sum1ríssimo o
Ius Postul)ndi deverS ser em no mSximo 15 di1s. No ent1nto, est1 nem é
observ1d1 n1 prStic1;
Cit1çCo: Sum1ríssimo - NCo c1be por edit1l (1rt. 852-B, II, CLT) devendo o
recl1m1nte indic1r o endereço do recl1m1do. NCo tenho como s1ber o
endereço do recl1m1do, logo, devido D impossibilid1de de loc1liz1çCo d1
recl1m1d1s sendo o rito 1dequ1do o sum1ríssimo, deverS o recl1m1nte no
corpo d1 petiçCo inici1l 1firm1r 1 1bsolut1 impossibilid1de de loc1liz1çCo d1
ré e por este motivo requerer 1 cit1çCo por edit1l 1tr1vés do rito ordinSrio;
OrdinSrio - hS 1 possibilid1de de cit1çCo por edit1l;

Modific'çGo d' PetiçGo inici'l/ Recl'm'çGo: 1pós 1 reform1, c1so o


recl1m1nte objetive 1 modific1çCo d1 PI e jS tendo sido cit1do o recl1m1do,
est1 1lter1çCo somente poderS se d1r com o consentimento do recl1m1do
emend1, 1lter1çCo (1ntes d1 cit1çCo) e 1dit1mento (posterior D cit1çCo)

b) Atos intermedi#rios
recebimento, protocolo e registro; fix1çCo d1 d1t1 d1 ACIJ, comunic1çCo Ds
p1rtes; registro em livro de 1udiênci1s;

c)Re'liz'çGo de 'udiênci' de concili'çGo,instruçGo e julg'mento,


'udiênci' UNA:
OrdinSrio: O juiz deve propor 1 concili1çCo em 2 momentos:
l. Art. 846, CLT. Ao 1brir 1 1udiênci1;
m. Art. 850, CLT. Logo 1pós 1s r1zões fin1is;
Sem oferecer ch1nce D concili1çCo, o processo serS NULO(!)
Sum1ríssimo: 1pen1s um momento:
l. Ao inici1r 1 1udiênci1;
O juiz pode oferecer nov1s tent1tiv1s de 1cordo no curso do processo;

d) Prov's (Arts. 818, s, CLT f1se instrutóri1)

e) Sentenç'
Julg1mento;

Rito Ordin#rio x Sum'ríssimo:


I- Postul'çGo e cit'çGo: Art. 852-A, CLT
II- Tent'tiv' de concili'çGo: Art. 846 1 850, CLT
III- Exceções: Sum'ríssimo (Art. 852-G, CLT) x Ordin#rio (Art. 799, CLT)
L13.467/17 (Reform1 Tr1b1lhist1): NCo 1br1ngid1 est1 m1téri1 pel1 MP
808/17 1 exceçCo de incompetênci1 (só podendo ser 1 territori1l) serS
ofert1d1 em peç1 1utônom1;
Rito Sum1ríssimo: nCo oc1sion1m 1 suspensCo do processo. Devem ser
1preci1d1s de pl1no;
Rito OrdinSrio: oc1sion1m 1 suspensCo do processo, é ofert1d1, suspende
o processo princip1l, julg1-se 1 exceçCo e depois volt1-se 1o processo
princip1l;
IV- Prov's: (Art. 818-830, CLT)
1) Testemunh1is: Sum1ríssimo (2 convid1d1s). El1bor1-se um1 c1rt1-convite
por AR. Em posse deste AR, c1so 1 testemunh1 f1lte D 1udiênci1 prob1tóri1,
poderei requerer 1o juiz 1 renov1çCo d1 produçCo d1 prov1 medi1nte 1
comprov1çCo do envio por AR X OrdinSrio (3 intim1d1s)
b) OBSINCA! Prov1 perici1l: Art. 852-H, §4º, CLT; No rito sum1ríssimo só c1be
produçCo de prov1 perici1l qu1ndo hS periculosid1de e ins1lubrid1de X
OrdinSrio c1be tod1 e qu1lquer produçCo de prov1 perici1l;
c) Document1is: Art. 787, CLT; Recl1m1nte: no momento de 1juiz1mento d1
1çCo X Recl1m1do n1 contest1çCo;
V- Aleg'ções Fin'is (ou r'zões fin'is): Art. 850, CLT. 10 minutos no
sum1ríssimo e 1pen1s n1 form1 or1l X OrdinSrio podem ser formul1d1s t1nto
por escrito qu1nto or1lmente;
VI- Sentenç': Rel1tório
No rito sum1ríssimo o rel1tório fic1 dispens1do X no ordinSrio ele é
obrig1tório;

Arquiv'mento d' inici'l tr'b'lhist':


SCo c1us1s de extinçCo do processo SEM resoluçCo do mérito (Art. 485, III,
NCPC);
Art. 884, CLT. AplicSvel 1 TODOS os ritos;
Procedimento sum1ríssimo (L9957/00) = Art. 852-B,I,II, CLT;
Pen1lid1de por duplo 1rquiv1mento (Art. 731 e 732, CLT). Perd1, pelo pr1zo
de 6 meses, do direito de recl1m1r per1nte 1 JT;
O recl1m1nte que nCo comp1rece n1 primeir1 1udiênci1 tem o processo
1rquiv1do e é conden1do como litig1nte de mS-fé;
T1l 1usênci1 poderS ser justific1d1;
A extinçCo do processo sem resoluçCo do mérito pelo nCo comp1recimento
do recl1m1nte D primeir1 1udiênci1 (Art. 844, CLT). O nCo comp1recimento
por 2 vezes consecutiv1s d1rS ensejo 1 comin1çCo d1 pen1lid1de por duplo
1rquiv1mento que é o decurso do pr1zo de 6 meses p1r1 1 renov1çCo d1
dem1nd1 pel1 3ª vez;
O 1rt 852-B, CLT elenc1 1s condições específic1s de procedibilid1de d1
1çCo tr1b1lhist1 sujeit1 1o rito sum1ríssimo cuj1 1usênci1 import1rS n1
extinçCo do processo sem resoluçCo do mérito n1 form1 do 1rt. 485, IV, CPC
com o consequente 1rquiv1mento conforme o § 1º do mesmo dispositivo do
diplom1 celetist1;

Pr#tic' Tr'b'lhist' - F'bíol' Strong Rio 05/03/2018

Roteiro de Recl'm'çGo Tr'b'lhist':

ROTEIRO DE RECLAMAÇÃO TRABALHISTA

Exmo. Sr. Juiz d1 _v1r1 do tr1b1lho do RJ. Art. 319, I, CPC.

Esp1ço: 10 1 15 linh1s

(nome do recl1m1nte), n1cion1lid1de, est1do civil, profissCo, n1scido em _,


filho de (1to 12/2008, TRT/RJ, ResoluçCo CNJ)__, port1dor 1s C1rteir1 de
Identid1de nº __ (órgCo emissor) e CTPS nº_(série), inscrito no CPF/MF sob nº
___, residente e domicili1do n1 (end. Completo c/ CEP), por seu 1dvog1do que
subscreve 1b1ixo (procur1çCo em 1nexo), vem per1nte V.Ex1., com fulcro no
)rt. 852-A/840 d) CLT, 1juiz1r:

Recl'm'çGo Tr'b'lhist' )rt. 852-A(sum)ríssimo)/840 d) CLT(ordinBrio)

em f1ce de (nome d1 Requerid1), pesso1 jurídic1 de direito priv1do, por seu


represent1nte leg1l, inscrito no CNPJ sob o nº __, situ1d1 n1 (end. Completo e
cep), pelos f1tos e fund1mentos 1 seguir descritos:

*JG ()rt. 790, §3º, CLT):


O recl1m1nte nCo possui os meios e condições de 1rc1r com 1s cust1s
processu1is e os honorSrios 1dvoc1tícios sem o prejuízo do próprio sustento e
de su1 f1míli1. Dess1 form1, requer 1 concessCo do benefício d1 justiç1
gr1tuit1 n1 form1 do 1rt. 790, §3º, CLT.

I- Dos F1tos: Art. 319, CPC


- Descrever os elementos do contr1to de tr1b1lho + S.H.O.P + Ato demission1l.
Obs.: Elementos do contr1to de tr1b1lho: d1t1 d1 1dmissCo, funçCo exercid1
pelo empreg1do ou contr1t1nte, jorn1d1 de tr1b1lho, remuner1çCo ou s1lSrio,
d1t1 d1 demissCo. destes d1dos eu extr1io 1s verb1s tr1b1lhist1s 1 serem
p1g1s.

II- Dos Fund1mentos Jurídicos do Pedido (= Do Direito) Art. 319, III, CPC.
-F1zer 1 correl1çCo existente entre o f1to e 1 viol1çCo d1 norm1 jurídic1/
clSusul1 contr1tu1l.
-NCo b1st1 mer1 indic1çCo do dispositivo leg1l!
-Abrir subtópicos p1r1 c1d1 verb1!

III- Dos Pedidos: Art. 319, IV, CPC.


Requer o Recl1m1nte:
1-ConcessCo d1 J.G (se houver);
2-Assin1tur1 e/ou b1ix1 n1 CTPS;
3-Conden1çCo d1 Recl1m1d1 1o p1g1mento d1s verb1s 1b1ixo:
1)Aviso prévio no v1lor de R$X;
b)Gr1tific1çCo N1t1lin1 “””””;
c)Féri1s (integr/prop) 1crescid1 de 1/3”””;
Etc.

IV- Requerimentos fin1is:


1) Cit1çCo;
Requer o/1 recl1m1nte expediçCo de m1nd1do de cit1çCo p1r1 o recl1m1do
querendo se defender sob pen1 de produçCo dos efeitos d1 reveli1;

b) ProduçCo de Prov1s Art. 319, VI, CPC


Protest1 o recl1m1nte pel1 produçCo de todos os meios de prov1 em direito
1dmitidos, especi1lmente, depoimento pesso1l d1 recl1m1d1 sob pen1 de
confissCo fict1;

V- Do v1lor d1 c1us1:
DS-se D c1us1 o v1lor de R$X. Art. 319, V, CPC.

VII- Fich1mento:
N.T.P.D

Loc1l e d1t1
Assin1tur1 do Advog1do
OAB/__

C'so Concreto:
Suz1n1 tr1b1lhou n1 residênci1 do sr. Mor1es de 15 de Junho de 2017 1 15 de
Setembro de 2017 d1t1 n1 qu1l teve b1ix1 em su1 CTPS. A f1míli1 do ex
empreg1dor vive em N1t1l-RN. Suz1n1 foi contr1t1d1 1 titulo de experiênci1
por 45 di1s, findos os qu1is n1d1 foi tr1t1do e Suz1n1 continuou tr1b1lh1ndo
norm1lmente. Re1liz1v1 tod1s 1s t1ref1s do l1r, inici1ndo o tr1b1lho Ds 10z00
e s1indo D 16z00 de segund1 D sext1 com 1 hor1 de interv1lo intr1jorn1d1,
recebi1 remuner1çCo no v1lor de r$ 1.800,00 e sofri1 desconto em seu s1lSrio
equiv1lente 1 25% 1 título d1 1liment1çCo consumid1 no emprego. N1 d1t1 d1
dispens1, Suz1n1 recebeu tod1s 1s verb1s resilitóri1s regul1rmente. Você foi
procur1do por Suz1n1 no FUCAM p1r1 n1 qu1lid1de de 1dvog1do redigir 1
peç1 prStico-profission1l em busc1 do recebimento d1s verb1s descrit1s no
f1to.

Pedir FOTO p1r1 An1 P1ul1 d1 PI del1

Pr#tic' Tr'b'lhist' - F'bíol' Strong Rio 12/03/2018


Contest'çGo Tr'b'lhist':

I- Conceito:
A despeito do CPC tr1t1r de mod1lid1de de respost1 do réu, 1 CLT ch1m1
de meio de defes1;

II- Legitimid'de Ativ':


PF= ele mesmo
PJ= O preposto 1té o 1dvento d1 lei 13.467/17 o preposto er1 qu1lquer
funcionSrio d1 empres1. Atu1lmente, com 1 reform1 tr1b1lhist1, o preposto
nCo m1is se exige 1 rotul1çCo do termo “funcionSrio”;
A discussCo 1tu1l estS em torno de um1 pesso1 que deporS em f1vor de
um1 empres1, 1ind1 que nunc1 tenh1 tr1b1lh1do lS, 1 profª 1té citou 1
possibilid1de de cri1çCo de empres1s que empreg1rCo prepostos;
III- Tempo d' Contest'çGo:
Art. 847, CLT: 20 minutos - R1zões escrit1s/PJE

Art. 847 - Não havendo acordo, o reclamado terá vinte


minutos para aduzir sua defesa, após a leitura da
reclamação, quando esta não for dispensada por ambas as
partes.

Em 99% dos c1sos isso nCo 1contecerS, visto que o 1dv. for1 cit1do meses
1trSs. Com 1 reform1 tr1b1lhist1 o processo judici1l eletrônico foi
regul1ment1do, visto que 1té 1 1udiênci1 1 defes1 deverS ser 1present1d1,
vide p1rSgr1fo único 1b1ixo;

Parágrafo único.  A parte poderá apresentar defesa


escrita pelo sistema de processo judicial eletrônico até
a audiência.

Roteiro Audiênci1 Tr1b1lhist1:


l. Dist. PI;
m. Abertur1 d1 Audiênci1;
|. Concili1çCo:
l. SIM Fim do Processo;
m. NÃO continu1mos…
}. Defes1;
~. Réplic1;
•. F1se Instrutóri1:
l. Depoimentos d1s P1rtes
l. 1º Recl1m1nte, 2º Recl1m1do;
m. Testemunh1is:
l. 1º Recl1m1nte, 2º Recl1m1do;
|. Perici1is;
€. R1zões Fin1is;
•. Julg1mento;

IV- Requisitos de Admissibilid'de d' Contest'çGo:


Procur1çCo;
C1rt1 de preposiçCo;
Atos constitutivos d1 empres1;
OmissCo d1 CLT: Art. 769 CLT

Art. 769 - Nos casos omissos, o direito processual comum


será fonte subsidiária do direito processual do trabalho,
exceto naquilo em que for incompatível com as normas
deste Título.

V- Roteiro d' Peç' Processu'l:


') Endereç'mento: verific1çCo d1 v1r1 p1r1 onde foi distribuíd1 1 RT;
Esp1ço 5 linh1s

b) Qu'lific'çGo d's p'rtes:


A primeir1 pesso1 1 ser qu1lific1d1 é o recl1m1do (PI d1 Contest1çCo);
Requisitos d1 PI: Art. 319, NCPC cc Ato 92/2008, TRT-RJ
http://www.trt1.jus.br/1to-92-2008

CPC Art. 319.  A petição inicial indicará:


I - o juízo a que é dirigida;
II - os nomes, os prenomes, o estado civil, a existência
de união estável, a profissão, o número de inscrição no
Cadastro de Pessoas Físicas ou no Cadastro Nacional da
Pessoa Jurídica, o endereço eletrônico, o domicílio e a
residência do autor e do réu;
III - o fato e os fundamentos jurídicos do pedido;
IV - o pedido com as suas especificações;
V - o valor da causa;
VI - as provas com que o autor pretende demonstrar a
verdade dos fatos alegados;
VII - a opção do autor pela realização ou não de
audiência de conciliação ou de mediação.
§ 1o Caso não disponha das informações previstas no
inciso II, poderá o autor, na petição inicial, requerer
ao juiz diligências necessárias a sua obtenção.
§ 2o A petição inicial não será indeferida se, a despeito
da falta de informações a que se refere o inciso II, for
possível a citação do réu.
§ 3o A petição inicial não será indeferida pelo não
atendimento ao disposto no inciso II deste artigo se a
obtenção de tais informações tornar impossível ou
excessivamente oneroso o acesso à justiça.

Após 1 qu1lific1çCo do recl1m1do, deverS inform1r o oferecimento d1


CONTESTAÇÃO “Ds 1leg1ções formul1d1s por ful1no de t1l n1 recl1m1çCo
tr1b1lhist1 em epígr1fe o que f1z pelos seguintes fund1mentos de f1to e de
direito que 1 1 seguir se expõe…”

Exemplo de Texto:

Arcos Dour1dos distribuidor1 de 1limentos Ltd1. pesso1 jurídic1 de direito


priv1do, por seu represent1nte leg1l, inscrit1 no CNPJ sob o número
05.939.854/0001-01. Loc1liz1d1 n1 Av. M1r1c1nC, 3200, loj1 318, CEP.:
20.530-010, Tijuc1, RJ, RJ, vem por seu 1dvog1do infr1 1ssin1do (por
procur1çCo em 1nexo) per1nte voss1 excelênci1 com fulcro no 1rt. 847, CLT
oferecer contest1çCo nos 1utos d1 recl1m1çCo tr1b1lhist1 1juiz1d1 por Ful1no
de t1l, jS qu1lific1do, pelos f1tos e fund1mentos 1 seguir descritos
Colloc1tion:
PI- Ajuiz1r;
Contest'çGo- Oferecer;
Emb'rgos do Devedor- Opor;
Emb'rgos de Terceiros- Opor;
Recursos- Interpor
Contr'-R'zões- Oferecer;
M'nd'mus- Impetr1r;
AçGo Pen'l- Intent1r;
Denúnci'- Oferecer;
Inquérito- Inst1ur1r;
Auto de Infr'çGo- L1vr1r;
Emb. Infringentes; de Nulid'de; de Decl'r'çGo- Opor;
P. Adm.- Inst1ur1r;

c)JG:
Art. 790, §3º, CLT

d) Resumo d' Exordi'l:


O que foi 1leg1do e pedido;

e) Defes' Indiret':

Teses de Defes1:
l. Indiret1s:
l. Prelimin'res; Art. 337, CPC Lev1m 1o julg1mento sem resoluçCo
de mérito 1rt 485, CPC f1z cois1 julg1d1 form1l;
m. Prejudici'is, 1rt 487, CPC Lev1m 1o julg1mento sem resoluçCo de
mérito, f1z cois1 julg1d1 m1teri1l, ocorrendo 1 preclusCo mSxim1
(prescriçCo, dec1dênci1, tr1ns1çCo compens1çCo…
m. Diret1s:

Teses de Defes1 Prelimin'res:


CPC Art. 337.  Incumbe ao réu, antes de discutir o
mérito, alegar:
I - inexistência ou nulidade da citação;
II - incompetência absoluta e relativa;
m1téri1 - Art. 114,CF; Funcion1l e pesso1l extinçCo do processo sem
resoluçCo de mérito, Art. 485, IV, CPC;

III - incorreção do valor da causa;


IV - inépcia da petição inicial;
Art. 330, I, CPC extinçCo do processo sem resoluçCo de mérito, Art. 330,
I e seu §1º, cc 1rt. 485, I, CPC
V - perempção;
1rt. 731, 732, CLT Idem 1rt. 485, V, CPC

VI - litispendência; + VII - coisa julgada;


Arts. 337, §§1º 1o 4º, CPC Idem 1rt.485, V, CPC

VIII - conexão;
reuniCo d1s RTs 1 fim de serem decidid1s simult1ne1mente;

IX - incapacidade da parte, defeito de representação ou


falta de autorização;
18 1nos (1rt. 792, CLT) e o defeito de represent1çCo: 1dv. do recl1m1nte
deix1 de junt1r 1 procur1çCo Idem 1rt.485, IV, CPC

X - convenção de arbitragem;
Art. 114 §§ 1º e 2º, CF Idem 1rt. 485, VII, CPC

XI - ausência de legitimidade ou de interesse processual;


C1rênci1 de 1çCo;
Art. 485, IV e VI, NCPC

Condições para o legítimo exercício do direito de ação


O juízo deve ser competente, as partes capazes e o
julgamento imparcial

XII - falta de caução ou de outra prestação que a lei


exige como preliminar;
XIII - indevida concessão do benefício de gratuidade de
justiça.
§ 1o Verifica-se a litispendência ou a coisa julgada
quando se reproduz ação anteriormente ajuizada.
§ 2o Uma ação é idêntica a outra quando possui as mesmas
partes, a mesma causa de pedir e o mesmo pedido.
§ 3o Há litispendência quando se repete ação que está em
curso.
§ 4o Há coisa julgada quando se repete ação que já foi
decidida por decisão transitada em julgado.
§ 5o Excetuadas a convenção de arbitragem e a
incompetência relativa, o juiz conhecerá de ofício das
matérias enumeradas neste artigo.
§ 6o A ausência de alegação da existência de convenção de
arbitragem, na forma prevista neste Capítulo, implica
aceitação da jurisdição estatal e renúncia ao juízo
arbitral.

Teses de Defes1 Prejudici'is:


F1tos extintivos do direito do recl1m1nte:
PrescriçCo 1rt. 7º, XXIX, CF;
Dec1dênci1, Súmul1 62 e 100, TST;
Form1s de extinçCo d1s obrig1ções previst1s em lei (nov1çCo, tr1ns1çCo) e
compens1çCo, 1rt. 767, CLT cc Sum. 48, TST;
ExtinçCo do processo com resoluçCo do mérito n/f 1rt. 487, CPC

Um1 d1s m1téri1s que podem ser 1leg1d1s no c1pítulo d1s prejudici1is é 1
compens1çCo. O recl1m1do e o recl1m1nte no curso do contr1to de tr1b1lho
celebr1r1m o contr1to de empréstimo o recl1m1nte nunc1 devolver1 1
import_nci1 ou efetu1r1 devoluçCo p1rci1l 1o recl1m1do. Após 1 extinçCo do
contr1to de tr1b1lho o recl1m1nte resolve ingress1r com 1 recl1m1çCo
tr1b1lhist1 pleite1ndo p1g1mento d1s verb1s recisóri1s. Ocorre que o
recl1m1do n1 contest1çCo m1is precis1mente no c1pítulo d1s prejudici1is
deverS 1leg1r que for1m p1g1s somente 1s diferenç1s decorrentes d1
compens1çCo d1 dívid1 efetu1d1 pelo recl1m1nte e nunc1 p1g1

Dois tipos de prescriçCo


Extintiv1 = bien1l, se inici1 d1 extinçCo do contr1to de tr1b1lho 1té dois
depois;
Leg1l/ Aquisitiv1= Quinquen1l, cont1-se retro1tiv1mente do ingresso d1
1çCo p1r1 trSs

f) Defes' Diret' de Mérito:


Neg1-se o f1to/ ou 1dmite-se o f1to, m1s neg1 o efeito que ele produziu;
Princípio d1 Impugn1çCo Especific1d1 dos F1tos: form1liz1-se o
contr1ditório
Deve-se impugn1r TODOS os f1tos contrSrios 1os interesses do
recl1m1do sob pen1 de presunçCo de ver1cid1de (reveli1). Se o juiz nCo
1colher su1 prelimin1r e você nCo dest1c1r o mérito, nCo existirS efetiv1mente
defes1 qu1nto 1os pedidos do recl1m1nte e 1ssim, serCo consider1dos
incontroversos. Cit1r doutrin1, jurisprudênci1 ou dispositivo leg1l

ExceçCo - Contest1çCo por Neg1tiv1 Ger1l: os seguintes PODEM contest1r


por NG
Adv. D1tivo
MPT;
Cur1dor;

g) D' Impugn'çGo dos Documentos:


Deve-se pedir 1o fin1l de deduzir tod1s 1s impugn1ções possíveis, sendo
1ssim, f1z-se necessSrio pontu1r 2 requerimentos:

N1 hipótese de ser deferid1 qu1lquer p1rcel1 1o recl1m1nte, desde jS


requer que 1 recl1m1d1 sej1 1utoriz1d1 1 deduçCo dos enc1rgos
previdenciSrios e fisc1is que sej1m de respons1bilid1de do recl1m1nte, nos
termos d1 súmul1 368, TST;
D1 mesm1 form1 requer que 1 correçCo monetSri1 incidente sobre o
eventu1l crédito 1 ser deferido 1o recl1m1nte se dê 1 p1rtir do mês seguinte
1o tr1b1lh1do conforme determin1 1 súmul1 381, TST;

h) Dos Pedidos: Requerimentos Fin1is


Pel1s r1zões 1cim1 1ludid1s requer o recl1m1do:
l. Sej1 deferid1 1 concessCo d1 JG;
m. Sej1m 1colhid1s 1s prelimin1res (especific1ndo qu1l for) extinguindo-se o
processo sem resoluçCo de mérito;
|. Sej1m 1colhid1s 1s prejudici1is de mérito (especific1ndo qu1l prejudici1l)
extinguindo-se o processo com resoluçCo de mérito;
}. No mérito, requer sej1m julg1d1s improcedentes 1s pretensões do
recl1m1nte, conden1ndo-o 1o p1g1mento d1s cust1s, despes1s
processu1is e honorSrios 1dvoc1tícios. E, se houver conden1çCo, o que
nCo se esper1 em 1bsoluto, que sej1m compens1d1s 1s verb1s jS p1g1s
sob o mesmo título;
~. Protest1 o recl1m1do pel1 produçCo de tod1s 1s prov1s em direito
1dmitid1, em especi1l, o depoimento pesso1l do recl1m1nte e prov1
testemunh1l;

C1us1 de Pedir:
É necessSrio f1zer 1 correl1çCo entre 1mb1s visto que se houver t1l li1me
lógico, poderS o juiz extinguir 1 c1us1;
l. Remot1 F1tos;
m. Próxim1 Fund1mentos Jurídicos do Pedido;

( )Você foi contr1t1do pel1 empres1 Clínic1 d1s Amendoeir1s em r1zCo de


um1 RT propost1 em 12/12/16 pel1 empreg1d1 Juss1r1 (processo nº
1146-63.2016.5.18.0002), o 1dvog1do 1n1lis1 1 petiçCo inici1l que contém os
seguintes d1dos:
A empreg1d1 foi 1dmitid1 em 15/07/05 e dispens1d1 sem just1 c1us1 em
15/07/2016. Medi1nte 1viso prévio tr1b1lh1do;
A homolog1çCo d1 ruptur1 se deu em 15/09/2016
A recl1m1nte requer:
l. P1g1mento d1 mult1 do 1rt. 477, CLT pq 1 homolog1çCo ocorreu 1
destempo; Ocorre que o represent1nte d1 empres1 entreg1 1o 1dvog1do
cópi1 do recibo do depósito de p1g1mento ocorrido em 15/08/2016;
An1lis1ndo cuid1dos1mente 1 n1rr1tiv1 feit1 pel1 empres1 e 1
document1çCo por el1 oferecid1, el1bore 1 peç1 de defes1 d1 recl1m1d1.

Judici'is: Decisões p1ss1d1s em julg1do. Ex.: sentenç1 conden1tóri1

Os títulos executivos judici1is podem ser líquidos ou ilíquidos:


Líquidos= contém )n debe)tur e qu)ntum debe)tur; o primeiro consiste em
tudo 1quilo que é devido e o outro tr1duz o v1lor que é devido;

Ilíquido= é desprovido de qu)ntum debe)tur ou sej1 dos respectivos v1lores


d1 conden1çCo (é um título imperfeito);

Os títulos executivos extr1judici1is SEMPRE serCo líquidos;

N1 Sre1 tr1b1lhist1, sempre inici1mos 1 execuçCo de imedi1to um1 vez que os


recursos tr1b1lhist1s somente possuem efeito devolutivo, isto é, f1z com que 1
mesm1 m1téri1 sej1 revist1. Ao p1sso que c1so o recorrente queir1 obter 1
suspensivid1de do recurso, deverS 1juiz1r 1çCo c1utel1r inomin1d1 cujo
objeto é tCo somente 1 concessCo do efeito suspensivo do recurso que serS
julg1d1 pelo presidente do region1l;

A execuçCo n1 se1r1 tr1b1lhist1 serS consider1d1 provisóri1 qu1ndo inici1d1,


m1s reste um recurso em 1berto. Isto 1contece pq 1 definitivid1de somente
ocorrerS com o tr_nsito em julg1do do recurso;

AtençCo que p1r1 um título executivo extr1judici1l 1 execuçCo SEMPRE serS


definitiv1, um1 vez que este título é fruto de um 1cordo e nCo se recorre de um
1cordo;