Você está na página 1de 2

Teoria

Nesta secção será feita uma descrição do sistema e apresentar-se-á a metodologia de controle
de temperatura usada neste estudo.

Descrição do Sistema
A figura representa o esquema básico do sistema de condicionamento de ar considerada neste
estudo. A dedução da função da planta foi desenvolvida por Kaustubh.

De formas a simplificar o problema serão desprezados o tempo de atraso no ventilador e a troca


de calor que possa ocorrer no mesmo. O recinto será considerado como sendo bem misturado
e com uma temperatura uniforme. A vazão de ar aspirada será considerada constante.

No sistema serão analisadas cada componente separadamente válvula, evaporador, duto,


recinto a ser climatizado. Desenvolveu-se a função de transferência de cada um dos
componentes.

Na figura temos uma função da planta que relaciona a variação do fluxo refrigerante
proporcionada pela abertura e fechamento da válvula com a temperatura do recinto. A função
de transferência pode ser escrita como:

O tempo de atraso da válvula foi selecionado de acordo com as especificações do fabricante (


Entech 1998). Os tempos de atraso do duto (td) e do recinto (tr) podem ser determinados pelas
equações (*) e (**) onde L é o comprimento do duto, Vd velocidade do fluxo de ar, Vr volume
do recinto, e Qar fluxo volumétrico de ar.

**

O tempo de atraso na serpentina e o ganho podem ser determinados fazendo um balanço de


energia no evaporador no lado do ar e do refrigerante.
Obtem-se as seguintes equações:

**

***

Onde ** ***

Sera considerada a temperatura media na transferência de calor entre os dois fluidos

++

++

É assumido que a temperatura da entrada do ar Tari e do fluido refrigerante TRi são constantes
e Car é termo muito pequeno comparando com os outros **

Combinado as equações ** ** simplificando e substituindo Car e Cr

**`

***