Você está na página 1de 34
FEDERACAO DAS ESCOLAS WALDORF NO BRASIL Contetido das palestras do evento = Congresso sobre Governanga nas Escolas Waldorf Realizado nos dias 21, 22 e 23 de abril de 2006 Local: Espacgo Cultural Rudolf Steiner Palestrante: Christopher Schaefer Digitagao das palestras: Eneide Gama Cotejo e revisao das palestras digitadas: Rosemeire Schalldach Perguntas existentes no ptiblico: Orador A: 5 1. O relacionamento entre pais e professores visando a Wransparéncia na governanga da escola Waldort. 2, Como conciliar e qualilicar 0 voluntariado de pais para que aluem com profissionalismo adequado na administragao? 3. Como investir em governanga escolar e abranger adequadamente os pais gerando confianga e conhecimento? 4. Como nao cair em dificuldades econémicas ¢ promover adequadamente 0 levantamento de lundos para o financiamento das escolas Waldort? 5. Por que nao padronizar a estrulura organizacional das escolas Waldor! para facililar a comunicagao entre elas e os envolvidos? Existe instituigao maxima, instancia maxima na escola Waldorf que decide contlitos? Orador B 1. Em quais condigées pais, professores, e administradores deveriam atuar em conjunto? 2. Eimprescindivel a aluagao das trés esleras na governanga? 3. Todos os pais e professores, deveriam ser associados da mantenedora? 4. Como motivar a participagao dos pais, nos doze anos escolares principalmente no ensino medio? 5. Qual a importancia da divulgagao periddica das contas a comunidade. dos balancetes financeiros? 46. Enecessaria a estrutura formal de representagao de conselho de pais? Orador C 4. O conselho de pais tem que ter uma representagao formal: Presidente Vice presidente, secretario, suplente? Orador D * 1, Alé onde vai o poder decisério da mantenedora, do conselho de pais e do consetho pedagogico? 2. Além do consenso entre estas diferentes instancias, como agit com rapidez poderia haver uma instancia acima, na comunidade? 3. Nao poderiamos estar agredindo os principios da pedagogia Waldorf com isto? Qual a forma mais interessante e adequada para administrar uma escola? 4, Como lidar com a administracao de uma escola Waldorf piiblica? 5. Cada escola tem uma realidade, que modelo escolhemos, quais seriam os mais adequados? Orador & * 1. Detinigao de critérios para 0 consetho de pais, protessores e mantenedoras? E como estudar antroposofia favorece a compreensao da escola? Orador F Como fazer fluir melhor a comunicagao na auto gestao? 2. Pode haver uma estrutura de escola que nao siga 0 modelo, mantenedora — colegas professores e conjunto de pais? 3. Deniro desta pergunta, é possivel que 0 professor seja o diretor, presidente da co-diretoria? 4, Qual’ o tempo que pode ser reconhecido como tempo saudavel para a {ransigao de pioneirismo em uma escola, ou também se haveria -a possibilidade de grupos de trabalho, alé quando € possivel fazer esta transigéo sem surgirem contlitos? 5. Projetos sociais em caso de escolas municipais e coligadas ao municipio. Como colaborar com projetos que vém para a escola ¢ esta nao os reconhece como parle da sua carga pedagogica? Mais uma pergunta: Qual o provedor de recompensas econémicas necessérios para a governanga da escola? 6. O fluxo de caixa, em que orcamento do ano ele pode ser reconhecido como possibilidade para aluagao no mercado financeiro? 7. Como produzir conceitos econdmicos necessarios para a governanga da escola? . 8. Mais uma - como atuar em situagdes que nao tém tempo para decisbes envolvendo todo o colegiado ou todos as esferas da escola, no caso de situagdes que envolvam a Secretaria da Educacao, ou conselho tutelar, envolvendo diretamente mantenedoras, e que tenham que atuar imediatamente numa situagao de crise? Orador |: 1. Como garantir a continuidade da escola? Em projetos langados? E como fazer rodizio para que nao se especializem as pessoas responsaveis? 2, Como lidar de forma saudavel com o escolhido? Outra pergunta: como fazer a meméria dos procedimentos ja discutidos de forma viva para que nao se esqueca? 4 3. Como resolver o problema da demora na tomada de decisdo? 4, Como resolver a questao de decisées que sido lomadas mas a execugao das decisdes ndo 6 acompanhada? : 4 §. Endo, muitas vezes as decisées sao tomadas em grupo, mas nem sempre O grupo faz valer as coordenadas e, algumas vezes, as pessoas nem sabom que as decisdes foram tomadas. Como resolver esia coisa do grupo tomar a decisao e carregar as decis6es lomadas? Oradora J: 1. Como o professor participa da eleigao sem prejudicar 0 processo pedagogic? 2, Como lidar com 0 cooperativismo dentro de alguns ségmentos da escola? 3. Como tratar com o pioneira centralizador? 4, Existe alguma orientacdo para a fundagao de uma escola Waldort? Orador K: 4. Como vai ser continuado, designado, compensado 0 que for produzida rieste congresso? Oradora L: 1. Para participar do conselho de pais ou conferéncia interna, 0 que @ recomendado? } 2. Como definir com clareza os diversos papéis da escola? Existe algum método aiguma forma, para que isto possa ser feito? Orador M } 1. Toda a idéia que esta no contexto devido, como este novo nas instituigbes das escolas Waldorf, como a tradicao abre espaco para este novo e como este ato pode ser divulgado no nivel nacional e também mundial? *2. Como cuidar para que a escola seja para desenvolver a educacdo de pessoas e nao para defender a antroposofia? Ou pedagogia Waldorf ? Orador N: » 1. Como garantir que a pedagogia nao seja sO uma fachada? Em oulras palavras: como impedir que a’ escola pratique relagdes capitalistas ou mercantilistas de comércio de educagao, compra e venda da educacao? Chris Schaefer Porque trabalho todos os fins de semana com tanlas perguntas? Ainda nao sabemos 0 suficiente sobre nés mesmos e nao temos amor suficienle para as, diversas outras pessoas. Estamos sempre aprendendo, | Muitos devem saber que as escolas Waldorf surgiram a partir de uma preocupacao ‘de Rudolf Steiner com a renovacdo social na Europa, apés a primeira Guerra Mundial. Os seus estorgos para introduzir e chegar a uma renovagao da vida social dentro da sociedade européia daquela época na verdade falharam. Uma razio para isto, era que ainda nao havia pessoas suticientes que entendessem esta intencao. O resultado desta falha, em parte, levou ao surgimento do nazismo e do fascismo. A escola Waldorf tem ao lado de seu impulso de renovagao da pedagogia em si, uma forte intengao de ser um meio para chegar a uma renovagao social. Vou trabalhar a parlir de sele perspectivas que descrevem a missao da educagao Waldorf. Estas sete vocé vai encontrar nos escritos ou nas palestras de Rudolf Steiner, embora tenham diversas denominagées dentro de suas obras. i - Transformacao social ento.do.ser humano da crianga/ mas também um ovo desenvolviniento social, uma transformacao social. O mais importante 6 que 0 resultado da educacao da crianga seja ela tornar-se um ser adullo sauddvel. Adullos com mais criatividade, capazes de retletir e estarem atentos - nao se pode acreditar mals,em.qualquer um. E preciso. sec capaz de. julgamentos,infulgbgs. Aredia em wT R desenvolvida, vejo uma habilidade de se relacionar muito forte, um conhecimento interior do seu proprio ser. A cultura de hoje é desenhada para destruir a alma e 0 espirito - barulho, mentiras. Nao se pode mais contiar nos negécios, nas relagoes protissionais, na justica enfim, em todos os elementos existe um forte medo de nao poder confiar. . Acredita-se que hoje existam mais ou menos mil escolas Waldérl, no mundo inteiro, Isto serd fundamental para o desenvolvimento da humanidade e da realidade em que vivemos, educar para uma vida interior rica. O que vale mesmo é 0 desenvolvimento de uma vida interior, que 6 0 fruto da educacao e este fruto leva para uma renovagao social, que 6 condi¢ao para tornar os adullos saudaveis. v 2 - Educagaio livre do controle do Estado Nos Estados Unidos existem trés tipos de escolas Waldorl, existom as escolas Waldorf particulares, que so mais ou menos cento e quarenta, umas trinla escolas que sao livres mas recebem dinheiro do governo, pelo menos em parte, e umas quatro ou cinco escolas, que sao publicas, que sao escolas Waldort publicas. , por que € importante este elemento de educacao livre do controle estatal, do controle do estado? Primeiro, é importante ver que na época de Steiner sé existiam dois tips de escola, ou a escola era do estado ou a escola era ligada a alguma religiao constitucional. Rudolf Steiner nao queria que todas as escolas fossem escolas Waldorl. Uma vez _um professor perguntou se nao seria fantastico se no estado todas as escolas fossem Waldor!? E Rudolf Steiner respondeu: - Nao, por. que € melhor ter. uma diversidade, ¢ isto é melhor porque tendo esta diversidade, og ais e os alunos tém como escolher em liberdade a educagao que é mais adequada e mais vollada para as suas necessidades. ‘Agora por que 0 governo tem a tendéncia de controlar a educagao? © governo tem que trabalhar a partir do principio da igualdade, e 0 principio da igualdade significa que tem que ser igual para todos. Se & igual para todos, entao a educacdo torna-se um produto de massa e torna-se um produto padronizado. Ele alé colocou imaginem que na quinta feira que vem, 85 10 horas da manha, todas as escolas do Pais inteiro estarao na pagina trés do livro de histéria, aprendendo exatamente a mesma coisa Em outras palavras, este principio da igualdade, a partir do estado, tira a possibilidade de_uma escola. se ofientar para as dierencas, para diferencas dé Valotes, diferencas de fitosotia nas escolas, mas também na educagao; nao podendo considerar a individualidade da crianga. Entao Chris Schaefer da 0 exemplo do filho dele qué demorou um tempao aié realmente ler e escrever, chegou alé 0 sexio ano € $6 no sexlo ano comegou a aprender a ler e escrever; dentro de meio ano “tecuperou” 0 periodo atrasado, ¢ imaginem o que ele ¢ hoje? Hoje ele é um escritor, e como escritor graduou-se como um dos melhores da classe. Numa escola piblica ele teria sido taxado de estipido, de alrasado, de pessoa que nao entende, exalamente porque a escola publica nao teria condicdes de dar um tralamento 6 diterenciado e de ver nele 0 individuo. Por isto o principio da liberdade na educacao da criangal 3- O terceiro item 6 o cere da questao: © crescimento da consciéncia modema leva a um grau de isolamento cada vez~ maior. NOs somos ermit6es, andamos na vida como ermitées, como pessoas isoladas com dificuldade de’ nos entendermos mutuamente. Quanto maior esta -consciéncia individual tanto, maior €.0 isolamento social. Por ist0 € preciso criar farinas Sociais que nos ajudem a enirar em siluagdes onde novamente entramos numa relagao social e saimos deste isolamento, Nas formas hierarquicas ja vivenos em todas as encarnagoes passadas. Rudolf Steiner fala desta forma de participagio na comunidade de uma escola Waldorf como algo que € como um se ‘esiregar’. Estregagao na escola todo mundo conhece, poderia se dizer que as escolas foram fellas para gerar conflitos? Nao, no foram fellas para gerar encrenca! E quase como se voce estivesse casado com cem pessoas ao mesmo tempo! Isto nos forga a entrar em relagoes e de acordar para as relagdes de destino. E nesta siluagao do esfregar-se ¢ entrar em relagao ‘com 0 outro, do encontro. cofit.0-biltf, que riés acordamos para a relagoes de destino. Por que iélo? Porque somos hoje 6 que somos por causa dos encontros durante a vida. E nos encontros da,vida’ que. nds. nos desenvolvemos, € no enconiro GO 0s Outros, MAOH quie Os outros falam. ¢. © que os outros fazem, 0 que eles nos colocam como defeito, 0 que nos trazem como consciéncia 6 0 que nés mesmos temos de desenvolver. Precisamos acordar para esta realidade do proprio destino! Exemplos: todo mundo conhece um colega colérico. Surge uma situagao em que nés precisamos nos treinar, nos exercitar para voltar para nos mesmos e dentro de nés mesmos e ver o que significa este conlito para 0 nosso proprio desenvolvimento. Até a atragdo sexual é uma pegadinha ou um ruque das esferas espirituais, que foi dado para nds entrarmos em relagdes carmicas com os nossos patceiros. E preciso que se criem novas formas sosiais,.em que professores, pais, pessoas da“administragéo sdo chamados para entrar numa rélaGa6 social. Nisto tudo existe algo maior que é o que vai nos levar para conexoes carmicas e 0 desenvolvimento das pessoas. © problema é que nds nao sabemos como fazer isto, 6 algo que precisamos aprender, somos criangas ainda com relacao a isto. Nos estamos tenlando, tentando @ cada vez de novo enlrentando a dificuldade que esta realidade nos traz. Para uma escola Waldorf 0 importante lalvez nao seja a sua eliciéncia , mas sim sé tem vidal Esta vida nao. ver de uma forma fixa, mas existem principios e a partir dos principios surge a vida, Nesta luta é que a vida pode entrar em movimento, ajudar a cfiar comunidades do futuro, a partir do conhecimento e do destino que nés encontramos nas relagées sociais. oo 4- Novas formas sociais Hierarquia e especializagdes suprimem o enconiro e suprimem o conllito ou fazem ‘gom que © encontro e conflito possam ser evitados. Exemplo: em um colégio onde ele lecionou todos 08 colegas eram especialistas, cada um ficava no seu canto, nao se encontravam dentro das suas especialidades. A Unica coisa de que sabiam falar quando estavam juntos era do jogo de futebol no domingo passado. © mundo natural que verios, 0 Pantanal, as flores, tudo nos fol presenteado pelos Deuses. Faliam maioria das pessoas experiéncias do mundo natural que temios @ nossa volta. A criagéo humana parece estar colocando-se no lugar deste mundo dado, nés somos os deuses deste mundo social que est em formagao, ¢ que-reflete a propria nalureza"do ser.humano. Rudolf Steiner queria uma forma social onde o papel do ser humano fosse criar formas sociais nao demoniacas. Formas sociais demoniacas sao aquelas que levam por nalureza ao egoismo, que levam a manipulagao, a tirar vantagem, que levam a uma série de aspecios que podemos chamar de formas anti-sociais, mas formas sociais que pudessem favorecer a formacao desta realidade social. Numa escola Waldorf, somos. forgados a ter uma forma social, como trabalhar a nossa Tmatéria, dar o duro, trabalhar realmente naquilo que € o mais pesado. Vocé pode comparar isto como um monte de compost que precisa ser trabalhado, que leva ao desenvolvimento da reflexao do ser humano, deste conhecimento préprio Porque se isto nao acontecer numa comunidade escolar ela ira explodir, ir pelos ares, Estas estruluras nos forcam a ver 0 lado nao transformado, o nosso lado de Sombra."Estas formas Sociais uncionam como se fossem um espelho para nds, um “espelho que nos mosira nosso lado nao transformado, e ao mesmo lempo, como _conviver para amar os outros nas suas diferengas e na forma de ser como $80, Entéo, atrés de toda esta trabalheira, toda esta vida dificil que todos experimentamos na escola, tem algo que & do tipo laboratério, é um espago de desenvolvimento para transformar.a realidade social, para chegar a experimentar amar ao outro € desenvolver este conhecimento proprio! Nos confrontamos constantemente.._para”poder:abragar_isto_como uma realidadé. Muitas vezes sucumbimos a dificuldade e perdemos de vista 0 que esta alras desta dificuldade com que nds estamos lutando. Se ndo pudermos apreciar que, alras desta dificuldade toda, existe algo que é essencial para o proprio desenvolvimento e que somos co-criadores, entao a escola nao vai ter chance de sobreviver. O que nos precisamos achar é uma forma racional, uma forma adequada 5 - Trazer as relagdes do destino & consciéncia Seja 0 exemplo da minha esposa: ela é mais consciente do que eu. A mulher normalmente j4 6 mais consciente que o homem. , ainda por cima, ela é italiana! Chega o ponto em que ela quer continuar até a meia noite, mas as onze horas eu ja estou dormindo! Entao atras desta estrutura, desta forma de funcionar existe algo desta co-geslao das escolas, existe o convite para trabalhar em si mesmo, e nao é facil, A reflexdo sobre estas relagdes dificeis fornece mais para o nosso proprio desenvolvimento do que sentimentos fortes sobre as pessoas. Muilas vezes as pessoas que mais nos pressionaram, que mais nos dificullaram a vida, tém contribuido mais para 0 nosso préprio desenvolvimento. E hoje em dia podemos mudar as relagdes do destino. Antigamente era otho-por-olho, agora podemos mudar, podemos colocar em movimento as relagdes de destino. Isso tanto é assim, a ponto de o ser humano trabalhar em si mesmo no seu desenvolvimento significar encontrar conflitos e dificuldades na vida. 8 - Pratique 0 co-criar com 0 espirito Isto tem a ver com a vida do mundo espiritual. Citando um exemplo do mundo espiritual: Eu fui solicitado a uns cinco anos airs, para falar sobre um assunto que era trabalhar com os anjos numa escola em Nova York. Eu estava preparando este trabalho, sentei-me para tras e me perguntei: 0 que, que deixei de fora, o que falta ainda? E de uma vez surgiu uma voz bem clara, alta, bem nitida e com um certo humor: celebrar conosco! eu me perguntei: conosco? - Celebrar conosco, com as forgas do mundo espiritual! Seres espirituais existem e aluam posilivamente e querem trabalhar conosco. Nao esperem uma grande visdo de Michael, que aparece para nds, mas prestem atencao nos detalhes. Mas de uma forma muito mais sutil e muito menos aparente isto pode surgir a partir daquilo que vem de fora para nés. As perguntas que nos vem ou as perguntas com que nds vivemos podem nos levar a encontrar estas forgas do mundo espiritual, dos seres espirituais positivos que aluam junto conosco. Os seres espirituais negativos, que 16m uma aluacao negativa, nao precisam pedir licenca para trabalhar dentro da nossa realidade, eles vem e fazem o seu trabalho sem pedir licenca, Os seres espirituais pbsitivos precisam disto, pelo principio da liberdade, eles dependem da liberdade, do livre consentimento nosso, para que possam atuar junto conosco. Na escola muitas vezes nés falamos muito sobre seres espirituais, mundo espiritual, mas poucas vezes, temos a pratica de trabalhar de uma forma mais conereta com este mundo espiritual, com o anjo da crianga, com o Ser da escola. As organizagdes, nao s6 as escolas Waldor’, sa0 no {undo templos onde os espiritos podem atuar. Como podemos trabalhar para que este mundo espiritual possa se tomar consciente? Como trabalhar conscientemente com estes seres, com 0 anjo da crianga, com 0 Ser da escola, ou com 0 nosso proprio ser superior? Para muitas pessoas isto nao € fantasia, nao € alguma coisa inventada. Todos nés lemos experiéncias e a escola, é um lugar privilegiado para trabalhar isto de forma consciente. Um exemplo: uma escola estava procurando um lugar para mudar para outra localidade. E nao achava, nao achava ..., alé que em um certo momento, se fez a pergunta: Vamos pedir para o Ser espiritual da escola para nos ajudar! Foi feito isto durante uma reuniao e depois, no dia seguinte, houve uma caminhada de todos pela regido onde esiava a escola. Quinze dias depois surgiram duas localidades perfeitamente adequadas para a mudanga da escola. Neste didlogo com 0 mundo espiritual, nds ndo temos esta capacidade sozinhos. Em cada didlogo, ha forgas espirituais presentes, entéo num didlogo nao existem s6 as forgas psicolégicas, mas também forgas espirituais. #- Modele as formas sociais do futuro Seguindo este ultimo modelo social, as escolas talvez nao tenham as formas eticientes ou as formas que tém, nao tém eficacial Mas mesmo assim so as formas do futuro, s40 as formas que no fuluro, inclusive em empresas ou organizagoes, iro ter de se desenvolver para chegar la Hoje nas organizagées convencionais prevalecem as formas antigas, mas se percebe a busca constante para ver se encontram-se novas maneiras de revisar técnicas e esquemas, revisar a forma de funcionamento dentro de uma forma velha. A disfungao da hierarquia esta acontecendo. Hoje-temos funcao e hierarquia, mais tarde teremos processos e lempo (time-flows and interaction of people)! Hierarquias baseadas em capacidades. Nao sera mais ’o coitado que vai ser coordenador da proxima reuniéo’, mas quem sera o mais capaz! Nas escolas Waldorf temos formas Novas e estamos procurando encontrar as coisas do antigo para ver se a gente consegue lidar com a situagao. Hoje os pais nas escolas so bem diferentes de antigamente. Hoje 90% dos pais tam uma relacao direta com o espiritual, uma orientagao para o espirilual. Nao necessariamente 0 espiritual da antroposotia, existem outras formas de relagao espiritual. E isto hoje nés precisamos partilhar, ou criar esta condigao para parlilhar e desenvolver a paciéncia e a compreensao. ‘Tem um verso de Steiner que se relere a isto: Salutar s6 quando no espelho da alma humana se forma a comunidade inteira, ena comunidade vive a forca da alma individual. Entdo, tem esta relacdo do Eu com a comunidade, o espaco na comunidade para este Eu se desenvolver e 0 espago no Eu para desenvolver a comunidade. E 0 Nosso desatio © ao mesmo tempo nosso presente. E uma doacao e podemos ser gratos por termos esta doagao, inclusive a doagao de siluagdes que aparentemente a0 mais dificeis para trabalhar. Como criar condigdes para 0 didlogo com os seres espirituais? Esta foi a primeira pergunta colocada. Isto tem a ver, talvez, com oulra pergunia: como criar em si mesmo as condigdes para entrar em contalo com o seu proprio ser superior, sua prépria voz interior? ‘Temos experiéncias em grupo onde se percebe o medo, a dominacao, enfim onde os espiritos negalivos estao atuando; e 86 onde se cria o espaco, onde ha harmonia de interagées, & que 0s espiritos superiores podem aluar. Ai tem a questao de como 10 se cria entao este espago sagrado entre nos? E um espaco de se ouvir, de se cuidar - mutuamente, sem ansiedade, sem pressao e se refere a experiéncia de um espaco cheio de esirelas, cheio de estrelas onde se percebe o ser espiritual presente. As vezes isto tem a ver com estado de graca, gostaria de falar ainda mais a respeito disto @ tem a ver com 0 didlogo sacramental. Sobre a pergunia de como mover esta relagao de destino e nao quebrar a relagao do destino? Logo abaixo da superficie da nossa consciéncia existem figuras, Imagens dos nossos relacionamentos do passado. Estas imagens nos influenciam abaixo do nivel da nossa consciéncia, a nogo do meu ser superior aluando através do outro @ o ser espiritual do outro atuando através de mim. Neste sentido nada na vida, de certa forma, é sem intengao. E a pergunia é 0 que esta relagao nos traz, 0 que eu quis aprender, qual foi a minha intengao para que esta relacao, esta situagao fosse uma realidade para mim. Isto tira um pouco a desconfianga ¢ leva mais a responsabllidade, algo atras disto tem a ver com a intengao, © destino. Saber discernir 0 que 6 de vocé e 0 que nao é de vocé. O mundo nos fala a verdade precisamos encontra-la com amor e acellagao. Se olharmos para os contltos desta forma, no com 0 foco para fora mas com 0 foco para deniro e nos perguntarmos: gual é a minha parte nisto? © que esta acontecendo? ai pode ser que esia relagao de destino comece a entrar em movimento. Eu sempre falo que a educacdo Waldorl é uma cultura de quadro negro e que obviamente eu ainda nao consegui dominar esta arte, Ha duas imagens basicas de escolas Waldorf: A primeira imagem € que as escolas Waldor! sao escolas governadas por professores. Esta imagem vem ainda do movimento dos reis do movimento Waldorf, pessoas que vieram da Inglaterra e comegaram todo o movimento Waldo! nos Estados Unidos, parcialmente os professores tem a responsabilidade basica em tudo. Os pais estao lé no maximo para pagar as contas. Isto tem um pouco da antiga imagem da cidade na Idade Média, dos mosteiros, em que os monges e os nobres tinham a verdade, e os trabalhadores rurais tinham que ser protegidos por eles. E existem até hoje formas ¢ resquicios disto, escolas que tém 90% do conselho ou da diretoria da mantenedora composta de professores. Outra ¢ a imagem de escolas Waldorf com auto-adminisiracao. Elas tem um gefenciamento proprio, ou seja, nao séo gerenciadas por fora mas por si mesmas, Na forma de parceria entre professores, pais e administradores com tarelas diferenciadas. Para poder perceber esta diferenga é facil. Quando em uma escola ha poucos alunos e a primeira providéncia ¢ cortar os salarios dos professores entao a escola 6 dirigida pelos professores. Quando corlar 0 salirio dos professores ¢ a iltima possibilidade, entao é uma escola da segunda espécie. Conferéncia Interna Colegiado & e Associagaio Administragiio de Pais Diretoria da ‘Mantenedora Por que achamos que os professores sabem fazer tudo? Além de ensinar também administrar, cuidar das finangas cuidar de toda a organizacao interna, fazer orgamento, enfim tudo além de uma carga completa de ensinar? Este é um modelo que leva a loucura, e numa escola saudavel tem de haver uma parceria, uma parlicipacdo, entre professores, mantenedores e pais. Eu diria 0 seguinte, nos paises onde as escolas nao dependem do dinheiro publico, mas dos préprios pais € se houver problemas financelros, isto é uma manifestacao de que nao existe uma relago saudavel entre estes diversos ambitos da escola Principalmente quando os pais transformam-se somente em consumidores. Para Rudolf Steiner nao havia uma escola Waldorf perfeita. No caso da primeira escola em Stuligart, ele era o diretor geral, Emil Moll o direlor financeiro e Stockmeyer 0 diretor administrativo. Mas podemos achar as formas para fazermos esta pergunta, para fazer a relagao verdadeiramente consciente, ou tornar a natureza da relacao entre as diversas partes conscientes. © quais sao estes interesses? Que interesses estao vivendo na escola? Quais sA0 0s inleresses das criangas? As criangas querem ser vistas como individuos, em primeiro lugar. & preciso também ser desafiada. A crianga precisa ser amada pelos pais ¢ pelos professores e ser vista pelos pais e pelos professores. As ctiancas sabem quem é um bom professor e quem nao. ~ Os professores querem ensinar de forma livre na sua classe conforme uma filosofia + que lem a ver consigo mesmo, que tem ligacao com a sua propria vida. Eles querem poder participar na composigao do curriculo, querem participar na hora de escolher colegas, nao querem ser forgados a fazer coisas na classe que nao estao de acordo com a sua propria intengaio, e querem ser desafiados, também na sua propria criatividade como educadores, e querem ser respeitados. = Os pais, em primeiro lugar, querem que seus filhos sejam vistos amados e educados. Eles também querem entender a educacdo, querem saber que educagao € esta que os seus filhos esiéo recebendo na escola. Querem apoiar _ financeiramente, também através de outras atividades e de energia para que esta educagéo possa aconlecer, para que ela possa ser realizada, e querem ser respeltados e nao tratados de uma forma de cima pra baixo. ~ Os administradores, as pessoas que trabalnam e que fazem o trabalho burocratico € 0 trabalho administrativo querem ser respeitados. Nas escolas nao participalivas ha escola nao-Waldorf, eles so os donos, s40 os que mandam. Na escola Waldort 8&0 _pebes, mal tralados, nao sao vistos como parceiros e muilas vezes marginalizados. O que eles precisam é serem vistos como parceitos, por que tocar 0 dia-a-dia de uma instiluigéo, as coisas praticas, isto é fundamental para 0 bom funcionamento de uma escola. E por incrivel que parega eles gostam de fazer isto, tem pessoas que nao gostam de trabalhar de forma sistemalizada, controles elc. AS pessoas do trabalho burocralico gostam de fazer isto, e nds precisamos deles nas escolas. Este ¢ um acordo. Ou seja, qual é a forma que damos, quais as melhores condigoes. Para que cada um destes inleresses, para que estes grupos possam funcionar, Possam se desenvolver e trabalhar melhor? Entao, lemos a imagem dos pais serem responsdveis pela encarnagao da escola, os professores pela encarnacao das criangas, e 0 administrativo, para apoiar os dois. Vejamos a imagem da lemniscata dupla: € o que chegamos a considerar talvez a pratica mais bem desenvolvida nos Estados Unidos. Nem todas as escolas eslao se movendo para esta diregao, mas a maioria estd indo para esta diregao. E 0 que ¢ esta imagem? Esta imagem comega com um grupo de professores (Conferéncia Interna), nao sao todos os professores, pode ter alguns administradores também, Nesta “Conferéncia Interna, CI" talvez 86 50% ou até menos sao eleitos. Por exemplo, em uma comunidade escolar de 30 professores, talvez 10 fagam parte desta Cl. A responsabilidade € deles, existem critérios para poder fazer parle, por exemplo, ler estado na escola pelo menos durante dois anos, ter uma disposicao ¢ assumir uma responsabilidade na tomada de decisdo. E importante que estes critérios sejam piblicos de forma que os pais nao fiquem sentindo que, aqui existe um poder meio oculto, mas que existem critérios, e a partir do qual critério este grupo é formado. A pratica tem sido de dois a trés anos no maximo, um periodo de trés anos pode ser defendido para ser o ideal. & isto também vale para a direloria da mantenedora. Entéo as decisées sao tomadas estes dois grupos. Que tipo de decisbes sao as de cardler pedagdgico? As decisées com as contratagses e com o desligamento de professores, com 0 curriculo, ha também uma responsabilidade pelo desenvolvimento espiritual € formago continuada dos professors. Na outra ponta esta a Diretoria da Associagao Mantenedora que tem a tendéncia, de ier uma composigao de dois tergos de pais ou ex-pais e um terco de professores, ‘Assumem a responsabilidade e tem poder de decisdo sobre aspectos financeiros, aspectos legais, sobre as prioridades financeiras, sobre consirugdes e ampliagoes rigidas da escola. As pessoas destes dois grémios sao escolhidas com base em capacidade e em qualidade. A pergunta é: qual entéo a qualidade necesséria neste colegiado? Que qualidades 1nds precisamos? A partir desta pergunta que se procuram as pessoas para ocupar” e assumir responsabilidades nestas duas areas de geslao. Tem que estar claro qual é a responsabilidad, e quais sio as qualidades necessarias. Se temos uma responsabilidade financeira, procuramos pessoas que entendam de finangas e saibam como administrar finangas. Tudo com base na competéncia. Competéncia necesséria para poder dar conta da responsabilidade que tem. Isto significa nao com base no voluntariado ou seja nao por evolugéio me coloco a disposicao, mas pelo contrario, precisamos da qualidade desta pessoa que estamos requisitando por ter a qualidade necessaria. Isto foi uma falha, um erro na minha geracao das escolas Waldort. A primeira geracdo foi a geracdo dos fundadores com lideranga carismatica, As segundas geragdes, dos anos ‘50, ‘60, surgiram a partir do, néo queremos lideranga com base em personalidade e corporalivismo, e nés vamos fazer isto juntos, em grupos. Ai surgiu 0, nibs sabemos que é preciso haver pessoas que possam assumir as responsabilidades, e nds vamos pedir para que pessoas se disponham a assumir isto com talento. Entéo aconteceu que na realidade, nas escolas Waldorf, a predominancia é de mulheres, e mulheres exercem o poder de forma diferente dos homens. - Vooés sabem onde esta 0 poder? Coloquem o homem Id na frente, mas 0 poder verdadeiro esté em outro lugar, é como ld em casa, por exemplo. Risos. Entao, 0 exercicio do poder nao é explicitado, fica implicito, e isto deixa todo mundo sem poder. Porque isto gera a cultura dos burros de carga. Os burros de carga vo assumindo voluntariamente e ai sao criticados por outros, por estarem assumindo demais. Eles se sentem sacrificados por terem doado a vida a escola, e ao mesmo tempo sao ressentidos pelos outros. No momento em que vocé pede para alguém fazer algo com base em competénoia vocé 1raz um verdadeiro valor, vocé se valoriza. Esta é a larela, isto precisa ser feito e nés achamos que vocé tem a competéncia para isto. E nés escolhemos vooé e sabemos que vacé tem a competéncia, ¢ daremos 0 suporte que é preciso. Cada Escola Waldorf é diferente de outra Escola Waldorf, é um grupo particular de pais, professores, de construgdes, etc. Nao existe uma forma "correta’. O importante nao 6 0 que @ cerlo, mas qual sera o proximo passo. Estamos sempre ‘experimentando. Principios: Um dos principios ¢ que todas as escolas 1m corpo, alma (onde, por ex. se manifesta a qualidade) e espirito (miso). Ainda ha um desenvolvimento biogratico: todas as instituigdes sao expressdes da biografia humana. Outro principio 6 a viséo do desenvolvimento da crianga. E a maior estratégia de marketing falar sobre o desenvolvimento da crianga. Outro principio € ter liberdade do controle estatal - aulo-gestao. Os professores devem cuidar principalmente da educagao das criangas. Os pais das finangas @ a administragao do dia-a-dia. Dois perigos: Professores cansados que nao so bons administradores du administradores competentes que nao sabem de Pedagogia Waldodt. Beard Lievegoed (médico psiquiatra e fundador do NPI) colocava 3 perguntas aos seus pacientes = Voeé esta no caminho do desenvolvimento pessoal? - Vooé ama alguém? = Vocé gosta do seu trabalho? Se houver no minimo duas respostas positivas, a pessoa tem satide. Na Escola Waldorf podemos perguntar: Como é 0 diélogo com o espiritual? Com a pedagogia? Com o curriculo? Quao vivo € 0 seu estudo pedagégico? Como sao as festas? As suas meditagdes sao vivas? Vocé ¢ inspirado pela escola? Sente o Ser da escola? Como é 0 seu didlogo com as pessoas? Entre professores? Entre professores ¢ criangas? Entre professores e pais? Entre professores e administragao? Aalma é calorosa ou viva? Ou ha grupos se digladiando? A relago com 0 dinheiro, espago, limpeza: A escola é bonita, limpa, todos sabem como funciona a escola? Vocés confian nos nimeros da financelra? Missao: Nao ha como solucionar os problemas sociais s6 no nivel social. Se as melas nao forem comuns, a viséo nao for compartilhada, mais cedo ou mais tarde a minha unilateralidade vai incomodar 0 outro. Se os valores forem os mesmos, fico mais disposto a tolerar as diferengas. Mas se nao forem iguais, havera conllilos. Existe uma cascata: se 0 dialogo com 0 espiritual nao for vivo, afeta o didlogo entre as pessoas e nao ha trabalho saudavel. Voltando as lemniscatas. Surge a pergunta: onde esta o poder final? Os dois poderes (Conferéncia Interna ¢ Direloria da Mantenedora) sao iguais, mas cada um tem 0 direito de questionar o outro, fazer perguntas para 0 outro, no sentido: do jeito que voces esto fazendo nao esta funcionando bem. Trazer a consciéncia, como sendo de fora. Como estamos vendo a parte financeira ndo vai bem, estamos vendo como a diretoria da mantenedora faz isto, com relagao ao responsavel pela parte pedagogica, como este 6rgao 0 faz em relagao a responsabilidade da direloria, Se 0s dois rgaos tem o mesmo poder entao ¢ crucial que tenham uma relagao boa. Que pelo menos seis vezes por ano se rednam para comer pizza juntos! Se a diretoria & composta principaimente de homens de negécio entéo temos um problema de Caim e Abel. No mundo dos negécios valem tempo e produtividade efeitos imediatos. Enire os professores o didlogo é importante. A Direloria tende aos resultados, a Conferéncia Intema aos didlogos. Entao além disto, tem dois outros érgaos, um que é a “Associagao de Pais", e dentro desta associacdo pode haver varias comissées. Tenho visto Associagées de Pais com seus altos ¢ baixos. Ha escolas em que ela uma vez floresce com um monte de alividades e daqui a pouco desaparece e depois ressurge de novo. Basicamente, nao é um grupo de tomada de decisao, mas pode ter um representante na Direloria da Mantenedora, A Associaczo de Pais tem varias possibilidades de desenvolvimento da vida comunitaria pelo didlogo, a responsabilidade pela mediagao e pela comunicagao, que facilitam o didlogo da comunidade. Seriam até pessoas treinadas para poder lidar com quest6es de conflito, de alritos e problemas que surgem dentro da Comunidade escolar. E também responséveis pela formagao dos pais, organizar a formagao da educacao dos pais e trazer atividades que tragam alegria a escola. Quanto maior o grupo, mais formas so necessarias! Quanto menor 0 grupo, menos formas sao necessarias. A oulra ponta é a Reuniao Geral, em toda quinzena, com todos os prolessores, todos os organizadores e todo o pessoal da administracao. Pois ha questées que afetam a todos. Nao é um 6rgao de tomada de decisdes, mas um espago para dialogar, como mudanga de local, mudanga de hordrio de funcionamento, formas disciplinares, politica salarial. As decisdes, porém, voltam para quem toma a decisdo. Aqui é 0 espago de didlogo Administragao’ Deve ser competente e nao de voluntatios; admissao de professores: competente e nao simpatica; um depio, Financeiro em que podemos confiar; um bom depto. de matricula; captacdo de recursos; um administrador que coordena todo este grupo. Hierarquia formal dentro deste grupo. Sendo sé fago 0 que gosto e nao-o que € necessario. A cultura pedagégica é diferente. 16 E 0 que tem no centro? No centro tem uma equipe administradora. A experiéncia de ler um administrador, que toca 0 dia-a-dia, tem mostrado que é uma posicao muito exposta, para ter uma Unica pessoa. Entao neste centro vejo uma pequena equipe executiva. Esla equipe executiva toma as decisdes do dia-a-dia, faz acontecer 0 operacional, faz com que o pessoal observe o dia-a-dia, faz com que funcione, Esta equipe pode ser alguém da administracdo + alguém do pedagégico + aigum pal; mas que tome as decisbes didrias que se encontram neste dia-a-dia, Com quesi6es que carecem ou que precisem de uma polltica, entéo levam isto para a politica do seu grupo. Existe ainda um fendmeno’ que todos conhecem: normalmente encontramos reuniées com 18 pontos para resolver e no fim da reuniao chegou-se a resolver 2 pontos. Os outros 16 pontos ficam para a proxigna reunigo. Geralmente estes 18 pontos, que na sua maioria sao operacionais, poderiam ser resolvidos no dia-a-dia de uma outra forma, e roubam tempo ou nao deixar tempo suficiente para estudarmos oulras coisas, que seriam necessarias em outros espagos. Como olhar para as liderangas? Muitos lideres so voluntarios ¢ nao sao reconhecidos. Precisamos fazer a descricéo da tarefa: Posigao - larela - quais as capacidades exigidas - quem vai escolher as pessoas? - qual o proceso de escolha? - como avaliamos a posigio? - @ quem a pessoa presta contas? - qual o treinamento e qual o apoio? - como a instituiggo aprende sobre a tarefa e como resolvé-la? Se trabalhamos com esias perguntas nao ficamos tao cansados. Precisamos de um “job review" (avaliagao da fungao e do responsavel). Ele teve uma primeira avaliagao apds 23 anos! E muito tempo! Nao misturem tutoria com avaliagéio! Cada escola precisa de uma professor externo para avaliar os colegas, sendo € percebido como politicagem. Para ter lideranga b ao precisamos de uma imagem clara. Se nao quisermos lideres carismaticos, nem secos administradores, entao precisamos de lideres servidores. Um livro sobre este assunto: Robert Greenleaf, The Servant as Leader; a parlir do livio Viagem para o Oriente (Die Morgenlandfahrt) de Hermann Hesse. Nao lideranga como poder, mas lideranga como servico! Precisamos de cursos de lideranga. ‘Aprendizagem: Somos dtimos para as criangas € terriveis para os adultos. Nao avaliamos grupos, diretoria e coordenadorias, somente em crises. Como aprendemos a transformar as reclamagoes diarias em aprendizado? - Cinco minutos de avaliagao depois de cada reuniao. © que podemos melhorar? Como toi? - A cada 3 meses olhar para 0 nosso préprio desempenho. ~ Talvez no final do ano ter uma semana de aprendizagem e avaliagao de todos os grupos. Se usarmos sé 1/10 da energia que usamos com as criangas aprende- riamos a ter capacidades sociais. ~ Exercicio: fazer o julgamento dos colegas em todos os grupos: uma qualidade que vocé admira; uma qualidade que ele deveria trabalhar uma qualidade que vocé daria para ele. 'sto sempre ajuda, pois somos muito mais criticos conosco mesmos. ‘Como evitar de Nos tornarmos os tumulos dos outros?’ = Precisamos tornar @ nosso caminho um caminho de desenvolvimento. Quais exercicios funcionam, quais mantras me ajudam? Eu nunca encontrei uma pessoa que ache suficiente aquilo que ela propria faz. Podemos perceber que somos irmaos eirmas Tarefa: olhar as escolas com 5 éculos diferentes: fases de desenvolvimento; didlogo; formas; liderangas; aprendizado. Respostas a perguntas: A maioria das escolas nao paga as pessoas conforme a posigéio. Em geral base comum + anos de casa + doutorado ou habilidades especiais, Normaimente o diretor de marketing ¢ remunerado de alguma forma. A grande maioria de pais nos EUA esté em um caminho espiritual (nao necessariamente antroposotico). Pode-se, portanto falar de espiritualidade abertamente, diferente de a 20 anos alras. Temos linguagens comuns quando falamos de criangas, de corpo + alma + espirito, quando falamos sobre o caminho do auto- desenvolvimento. Podemos falar sobre 0 anjo da guarda Sem anjo da guarda as criangas nao sobreviveriam, nem as Escolas Waldorl. Nao ha duvida de que as escolas estéo na contra-mao do corporalivismo, mas deveriam estar na frente e tém tudo para fazé-lo, em educacao, sade, alimentacao e cultura. Temos ainda déficits lé de tras e temos de melhorar a comunicagao. : Fase de maturidade: aproveitar as coisas boas para o futuro. Tem de vir agora um novo adubo. Com agradecimento e coragem deixar para ras 0 que foi ruim, aproveitar a sabedoria e melhorar o didlogo. Temos 0 desatio de enfrentar 0 novo século, rejuvenescendo. Ao fazer fluir temos de vencer os novos medos, tomar decisées. Compartilhar com outras escolas. Colocar- se ao servigo do Ser escola. Temos de desenvolver a consciéncia do auto- desenvolvimento. Precisamos de um impulso para nao ficar s6 dentro de nds, mas levar ao mundo. Uma programagao é apenas a melhor aposta do que pode acontecer, e quando vocé chega a realidade comega. Para a primeira palesira eu linha preparado 0 contetido, ara a Segunda eu linha algumas anotagées, ¢ a terceiro eu nunca dei antes e criei na hora a partir das necessidades ‘que eu estava percebendo e que os arganizadores estavam percebendo. Aqui novamente vocés véem este equilbrio entre forma e vida. Uma vez fui para uma escola Waldorf e apresentei algumas perguntas que podiam ser usadas para avaliagao. Doze anos depois voltei a mesma escola e eles ainda tinham as _mesmas perguntas. Nao preciso dizer que todo mundo odiava a avaliagao. ‘A mesma coisa vale para versos e meditagées, se fizermos algo mais de trés anos da mesma forma comega a afundar dentro de algo sem vida. Por outro lado se fizermos algo sem forma pode ser fantastico e cheio de vida, mas no fim nao temos consciéncia do que realmente fizemos como por exemplo, uma reunilo de Governanga interna, tem que ter ilens a serem discutidos. A conversa muitas vezes vai como se fosse um Onibus circular, que nao é énibus que vai de ponta a ponta, mas que fica circulando constantemente. Com a experiéncia que tenho da natureza do brasileiro, de quem eu gosto muito, é que voces podem encontrar muitos énibus circulares dentro de suas reunides. A cultura brasileira tem a tendéncia de ficar no pélo da vida, enquanto a cullura alema tem mais a tendéncia de ficar no pélo da forma e a cultura americana tem mais tendéncia de ticar no polo da “pedra’. Pensei que seria bom falar um pouco sobre a vida de uma instituigdo, Quando se comega, é um grupo sé, séo 4 ou 5 pessoas, sentadas em volta da mesa. Nao lem o grupo de professores ou grupos de administragao, € so um grupo E fantastico por que ainda nao tem alunos, ainda nao tem professores, ainda nao tem dinheiro, ainda nao tem nada. E o tempo de mais vida, que a escola vai ter. Ai se inicia 0 que se pode chamar de caminhada herdica, o que poderiamos chamar de comboio de carrogas indo para o Oeste, mais os filhos em volta. Eu imagino aqui 0 equivalente. Os bandeirantes cortando 0 mato para criar suas fazendas no inlerior. Entaéo surge 0 momento quando por exempio, ja existe uma classe do jardim e ai comega a ter uma diviséo entre direloria'e professores. Eslao muito inter: relacionados, ainda se encontram na mesa da cozinha, mas também ja trabalham separadamente, Uma pergunta do publico: onde fica a Associagaio? A Associacao € 0 todo, a comunidade inteira da escola. Na Europa existe outra forma do que nos Estados Unidos, onde tem uma associagéo que compreende Protessores, pais e administradores e juntos elegem, em um processo formal, a diretoria da associagao. Nos Estados Unidos, tanto a’Conferéncia Interna como a diretoria da associagao tem uma composigao que fica durante um certo tempo, © depois este grupo trabalha num processo de renovagao destas pessoas. Qualquer coisa que se faca tem que ser clara, tem que ser limpa Tudo que nao é claro, pode ser ou ¢ interpretado como manipulacao politica. Entéo deve existir um critério claro para ser membro de uma diretoria, e para ser membro de uma conferéncia interna. Uma organizagao como uma escola é caracterizada por uma competéncia crescent, e também por uma consciéncia crescent. O anjo da escola, esta fazendo hora exira nestes primeiros anos, da mesma forma como 0 anjo da crianga, para prevenir ou evitar que a crianga caia num poco. Eu me lembro que uma vez, iniciando uma escola no dia 1 de outubro, um més depois ja estava sem dinheiro, sem recursos. Isto ha 35 anos alras. Enldo entra uma senhora de mais idade, que devia ter mais ou menos a idade que eu tenho agora, © me passa um cheque de 4 mil délares. Falei: Oba, da para pagar os salatios por 2 meses. Este foi o anjo da escola. A taxa de sobrevivencia da maioria das organizagdes na economia ¢ de uma em cada dez, num period de dez anos; nas escolas Waldorf é 9,8 em 10 durante 10 anos. De 140 escolas Waldorf nos Estados Unidos, nos iltimos 25 anos apenas 5 ou 6 fecharam, e quase sempre fecharam por causa de dificuldades sociais ¢ nao por problemas financeiros. Com a complexidade maior surge um terceiro corpo: a administragéo, que se desioca do voluntarismo para tuncionérios pagos. No inicio existe uma mde ou um Pai que esta fazendo o trabalho de contabilidade ou controle financeiro voluntario em casa. E seguindo neste caminho, no fim tem algo semelhante a esta estrutura, onde se tem uma conferéncia interna, uma diretoria da mantenedora, uma associagéo de pais, 0 grupo de professores e funcionarios. Depois de 18 a 25 anos de duragao, surge uma complexidade aproximadamente boa, e isio também depende da velocidade em que a escola cresce. Uma escola normaimente comega com um Jardim e fica neste estagio por 7 ou 8 anos. Ai comega o grau e durante 5 a 10 anos ela esid nesta fase de preencher 0 grau. E bem diferente de uma escola que comega com o jardim mas a cada ano ja amplia, € a cada ano vai avangando incorporando os outros anos de escola. Podemos falar de fases de uma crescente complexidade: comegando com 0 pioneiro ou a fase da crianga; a crise de adolescéncia quando o pioneiro é chutado para fora, infelizmente muitas vezes 0 caso 6 assim, em que assume um novo grupo de pais que nao querem mais ouvir da grande caminhada herdica que fora feita antes. A Mesma coisa que acontece com os pais, que se ressenlem quando o filho adolescente nao reconhece tudo o que eles ja 1ém doado e sacrificado para educar © acompanhar o adolescente. Algo semelhante acontece com 0 pioneiro nesta fase da adolescéncia. E um movimento de uma situagaio mais intensiva, mais exclusiva, mais informal, para uma situagao mais formal, mais organizada de instituigao. © assunto numero dois, no nosso campo de pratica dentro das escolas so 0s grupos. Eu gostaria de mencionar alguns pontos essenciais que acredito serem importantes para o trabalho em grupo. » Cada escola, que ja tenha 15 anos de existéncia, precisa ter uma descrigéo clara dos orgaos que existe dentro da escola. Esta escola deve possuir um documento, uma formulagéo do que é a sua missao, quais sao as larefas, as decisoes @ 26 esponsabilidades de prestagdo de conlas, e as relagdes de cada um destes érgaos dentro da escola. Isto pode ser mats ou menos extenso ou elaborado, mas sempre deve dizer para que este érgao existe e quais sao as taretas que ele execula, que decisdes toma, onde, para quem e como se prestam contas. Eu posso imaginar, pensando na cultura brasileira, que vocés podem ter grupos que surgem do nada, que anunciam sua propria responsabilidade que ndo tem que presiar contas para ninguém, mas causam uma série de dificuldades. Entio, nada de grupos esponlaneos, nos primeiros anos sim, mas depois de um certo tempo nao. Cada grupo precisa ter um mandato bem definido, e precisa ser claro quais S40 estes papeis dentro do grupo, a minha sugestao é que tenha um que governa, o Governador, de 5 pessoas em diante, e um coordenador que convoea a reuniao e lidera a reuniao. Isto seria uma pessoa que tem uma percepeao de proceso mullo Gesenvolvido, € néo uma pessoa que gosta de falar, e alguém que faz a ala, que anota: estas foram as decisées lomadas e estes so os encaminhamentos, esas 40 as pessoas que assumiram a responsabilidade Cada vez que ha uma reuniao 6 preciso ter uma agenda, uma paula, © nesta paula esto 0s assuntos que sero discutidos, e estas 40 as pessoas que prepararam cada um destes assuntos. No verso deveria ter a ata da tilima reunido, os portos Pcincipais da ditima reuniao. Escrever uma ata 6 uma arte, porque sous colegas nao ao ler uma ata que tenha mais do que uma pagina! € uma posigao importante e nao é bom ficar trocando estas tarefas a cada semana, ou a cada més. Escolham estas pessoas com base em competéncia, e deixem que elas fagam a sua tareta por no minimo um ano ou quem sabe até mais, mas nao para sempre. E além disto ha um papel ainda, principalmente para reunides maiores, que chamo Ge moderader, estas pessoas deveriam ficar um pouco olhiando de fora para o que acontece e ter 0 direito de parar o processo. Ele poderia, por exemplo, dizer: olha, vocés gastaram 15 min. sobre um aspecto, e temos somenie uma hora e meia de tempo, lalvez seria 0 caso de seguir. Ou outro exemplo, o Hermanus lentou falar, dar a sua contribuigdio, nos ltimos 10 min, levantando sua mao e nao teve Sportunidade, ou também, que esta acontecendo que tem um embale entre Jones ¢ Chris e os outros esto todos fora da reuniaio? E Util também ter um controlador de tempo, para poder avisar: 0 tempo esgotou, ou ainda temos § minutos durante a reuniao. Vocés podem pedir para o moderador avaliar a reuniao, alravés de perguntas feitas para o grupo e nao contando o indice do que estao fazendo, A primeira experiéncia como capacitador profissional foi com um grupo de engenhelros de mineragao alemao, e depois que contei todas as coisas que achei que eles estavam fazendo errado, eles me mandaram emboral Coloquei o rabo entre as pernas e cai fora. Eles me deram uma boa ligao, foi um bom aprendizado, & questo @ que vocé esta la para ajudar as pessoas e nao para mostrar o quanto vocé é bom, & como vocé sabe as coisas! E 0 moderador pode ser trocado toda semana. A razéo de eu estar aqui é ajudar para que todos se lorem conscientes -do Processo, porque se nés livermos apenas um coordenador, depois da reunio nds vamos para casa e vamos dar a culpa ao coordenador, enquanto quando ele ¢ membro do grupo, este ¢ co-responsdvel pelo proceso, nao tem dedos apontando. Também devemos criar um processo em que vocés reconhecem as pessoas que querem participar, ou por levantar a mao ou alguma outra forma em que as pessoas Possam se manifestar. E tem que ficar claro como € 0 processo de lomada de decisdo; se for por votagao, por dois tercos de maioria, ou se 6 um proceso sociocratico ou um processo de consenso. Geralmente nos Estados Unidos trata.se de um processo de consenso. Estivemos conversando sobre islo e 0 que eu Chamaria de um process sociocratico, parece-me ser bem préximo, bem semelhante um com 0 outro. A coisa mais importante que posso colocar é planejar, fazer e avaliar! Eu diria que 90% dos grupos nas escolas nao passam do proceso que chamo de Grupo ajustado de trabalho. E um grupo que tem sentimentos de pertencimento, onde exisiem claramente sepulctos, criaram-se habitos, nao sdo capazes dé Processar ou lidar com questées emocionais de relacionamento. Sabem onde ha minas terrestres, que eles chamam também de elefantes brancos. Eles conseguem evitar ou passar envolta desses para nao pisar em cima. Existe esta expresso: tem um elefante na sala e ninguém fala mais sobre isto, 6 tao grande que vocés quase nem conseguem mais se enxergar mutuamente, mas ninguam fala a respelto. | - Cada reuniao deveria iniciar com um verso ou um momento diferente, depois deve ter um momento de planejamento para ter cerleza que esto dentro dos assuntos, lambém dos ja tratados e a seqiiéncia. Depois, no fazer, acontece a teuniao, e no final deve-se fazer uma avaliagao de § minutos. Quando voeés comecam a fazer avaliagdes existlem momentos em que as pessoas sao honestas umas com as outras. Eu diria entdo: Pedro eu me senli cortado, e de uma vez estou levantando ou descendo 0 nivel do dialogo dentro do grupo. Lidar ao mesmo tempo com conteido e relacionamento dentro do grupo. Vocés podem também fazer uma avaliagdo sobre 0 coordenador, se ele agiu como coordenar no proceso. Atinal, uma maturidade de grupo, 6 quando ele consegue lidar com assuntos diticeis chegar a solugées novas, em que ninguém tinha pensado. Tenho trabalhado em certas escolas durante 25 anos ¢ s6 nos tllimos 5 anos posso dizer que realmente estamos fazendo uma boa avaliagao. E que a geracdo mais jovem vai debandando, porque eu ficava insistindo que deviamos fazer uma avaliagao. Se isto deve se tornar orientado para a aprendizagem e nao para o castigo, entao sempre faca a pergunta: 0 que nds fizemos bem? Além de, 0 que nds podemos melhorar? e faga-o de uma forma criativa, Faga uma avaliagao a partir de uma imagem de tempo, ou ulllizando uma metafora. Por exemplo, uma metafora poderia ser: todos estavam em volta de um lago, e todo mundo experimentando a agua {ria, mas ninguém entrou na Agua, ou seja, nunca estavamos entrando realmente na agua. Ou outra imagem: saimos andando juntos, cada um com sua mochila e seu bastao para andar, e depois de 3 horas cada um estava num pico diferente, um gritando para 0 outro: "UUU" 5 Nos grupos é o local onde praticamos lideranca de construgdo, de comunidade da forma mais livre que eu conhego, porque no contexto familiar é quase perio demais, e numa instituigéo como um todo é complexo demais. Terceiro assunto: os ritmos ‘Todos sabemos que resistimos a mudangas como se resislissemos a uma praga. Ns todos desenvolvemos habitos que sao como muletas, com que continuamos andando individualmente, como na escola. Quando na época dos anos 20 fol projetado o primeiro “cockpit” ou cobertura para o piloto dos avides daquela época, os pilotos falaram: nao, ndo pode ser, por que se colocar isto nés nao poderemos mais definir a velocidade ouvindo os barulhos das asas. Ou 0 caso do correio na Inglaterra, na época em que foi inventado 0 selo foi dito: nunca vai ter cartas suficientes para justificar a impressao de selos. Na Bavatia, no sul da Alemanha, disseram que nao poderia ter a construgao de uma estrada de ferro porque senao mataria as vacas, por causa do barulho da locomotiva. Muitos protessores das escolas Waldort vao dizer: olha, nés ja experimentamos fazer planejamento estratégico, planejamento de longo prazo, mas nunca levou a nada, isto nao tem 0 menor sentido! O que fazemos quando uma pessoa vem com alguma sugestao um pouco diferente? E como se estivéssemos encima da muralha de um castelo, ¢ puxamos a ponte levadiga, e al jogamos dleo quenie, fervente encima da pessoa As forgas dentro de nés que fazem a gente fazer isto so a duvida, a antipatia e 0 medo. Duvidas na nossa vida do pensar, antipatia na nossa vida dos sentimentos ¢ medo na nossa vida da vontade. Um exemplo: 0 que faz com que a gente nao queira aprender a lidar com 0 computador? E 0 medo. Como facilitar grupos, por exemplo? Existem centenas de tarefas que, quando devem ser feitas, levam ao medo de entrar, por causa da resisténcia mudanga que vive dentro de todos nés. Isto significa que nés nao devemos sair daqui deste semindrio e voltar para as escolas e dizer o seguinte: olha, nos livemos uma conferéncia fantastica e agora nés devemos fazer isto, isto e aquilo. © que precisamos fazer ao invés disto, é ajudar as pessoas a serem donos das questées, de fazer estas questées serem discutidas, serem levaniadas. Eu nao acredito que todos que estéo numa comunidade escolar saibam bem o que esta acontecendo, tanto as coisas positivas como as coisas negalivas. Potencialmente, no entanto, sabem também as respostas, nao para sempre, mas pelo menos para 0 proximo passo. Enlao, como responsdvel na escola, ¢ possivel fazer grupos se Unirem para discutir 0 que esta indo bem e o que deve ser trabalhado. Eu sei que estou enirando em dificuldade, se fala do processo em oposigéio, a0 invés de falar do préprio processo. Ajudem as pessoas a entrar dentro do seu proprio processo e ajudem as pessoas a encontrar o seu préximo passo. Sempre digam: vamos experimentar durante alguns meses, ou vamos experimentar esta estrutura durante um ano e depois, na avaliagao anual, verificar se é isto mesmo. Todos nos professores e pessoas ligadas a antroposolia sempre queremos encontrar a verdade para sempre, os 10 mandamentos da consirugao de uma comunidade Waldorf. Em vez disto devemos dizer: vamos experimentar, vamos ver ‘como isto funciona, e colocar isto como experimento social. Assim aprender a partic da pratica, do estudo social, tira a discussdo do que esta certo ou errado ou do que precisa ser, do que ¢ verdade, para: vamos experimentar e depois ver o que 6. Existe-um livrinho em inglés, “Academias Republicanas", que descreve Rudolf Steiner trabalhando com os primeiros professores Waldorl. Enlao ld se vé ele experimentando: vamos experimentar isto como uma comissao de geslao, ou vamos experimentar outra coisa como uma comissao, A vida social nao é um proceso técnico é um processo humano. Entao a imagem é como na quimica, onde vocé tem 0 tubo de ensaio com 0 povo embaixo. Na vida social estamos dentro do tubo de ensaio, sempre, reagindo constantemente com todos os outros elementos dentro do tubo, significa entéo que podemos nos engajar em um processo continuo de experimentagao e aprendizagem social. Para tazer isto, 6 preciso ter um grupo de pessoas capaz de ver o todo da escola. E impressionante ver como tanta gente consegue comunicagao nas culturas latinas. Eu aprendi um pouco com a minha sogra italiana. Nés precisamos de pessoas, de um grupo de pessoas que tenham a habilidade de ver © todo © a capacidade de ver a realidade como um process no tempo Mudangas-sao extremamente lentas ou extremante repentinas. Acredito que o ser da escola cria crises a fim de provocar mudancas, e nds precisamos aprender a conviver com isto, até a apreciar! Nés, como voces, temos um orgamento e também dependemos de bolsa, e estamos prevendo um déficit para setembro quando ‘comega o ano escolar de 190 mil délares, e ai nés precisamos conviver com a Pergunta: 0 que isto esta nos querendo dizer? E precisamos aprender a perceber constantemente 0 que o mundo esta nos querendo dizer. Ja fale’ isto ontem. Precisamos ver como 0 anjo da escola, o Ser da escola e 0 anjo das pessoas, que vivem em todos os fenémenos da vida escolar, carregam a escola. & fascinante realizar ou dar-se conta de que a maior parte do que acontece na vida social ou na vida da comunidade é invisivel. Precisamos desenvolver uma sensitividade mais elevada para poder perceber esta realidade de alma e espirito. Rudolf Steiner 6 0 nosso perito, em quem nés estamos contiando. Ele formulou uma lei, que ele chama de lei sociologica. Esta lei diz algo como: no inicio dos periodos culturais individuos devem se sacrificar para 0 todo da cultura ou, pode-se dizer também, que no inicio das escolas Waldor', individuos devem se sacrificar para 0 bem do todo, da escola. Pais, professores e criancas, criangas pioneiras 3 ou 4 uM numa classe. E como um pai ou uma mae para uma crianga pequena tamando substancia para a vida poder acontecer, e ao desenrolar, a0 desenvolver esta realidade o individuo demanda cada vez mais do todo. Enldo, na época pioneira, nada de salarios altos ou beneticios, nem seguros, ¢ na medida em que se avanca ha cada vez mais uma demanda por salirios, por Seguros, por benelicios. Escolas que sao cuidadas com base no allo grau de idealismo e pioneirismo, experimentam uma dificuldade em manter este idealismo além dos 14 ou 15 anos. Conheci escolas que nao tinham nenhuma remuneragao e passavam o chapéu em Setembro, em que cada um contribuia com o que podia contribuir, e a melade desias pessoas estavam abaixo de um certo nivel de pobreza, num estado no norte dos Estados Unidos. Depois de 20 / 21 anos esia escola, que era no campo, fechou Porque nao havia populacdo no interior que pudesse sustenlar esia escola. Estou dizendo isto, para manter isio em mente como uma lei: até os professores pioneiros tom uma disposigdo para viver com doagao durante um certo tempo. O segundo assunto, que surgiu na conversa, era como devemos interessar empresas @ organizagdes para apoiar a energia viva de uma escola? Eu acho que Se pode colocar, como uma regra ou uma verdade geral que a educacdo é o melhor investimento a longo prazo, para a sociedade como um todo. Esla 6 a realidade Geral, € o caso especifico é a educagao Waldorf. Para mim seria a maior prioridade das fundagoes, que apdiam a educagao Waldor, fazer uma pesquisa sobre o que acontece com pessoas que passaram pela educagdo Waldort aqui no Brasil Na Alemanha, foi feito um estudo, a longo prazo, de ex-alunos Waldorf, Eu tambem {iz, preenchi um formulario de 8 paginas numa pesquisa que esla sendo feila nos Estados Unidos. Creio que deveria ser uma prioridade fazer isto no Brasil, tendo em vista 0 némero de escolas que nés possuimos aqui. Assim vacés teriam uma base mais objetiva para poder ir nas empresas, para dizer que néo deveriam s6 apoiar 0 ensino de modo geral mas especificamente 0 ensino das escolas Waldorl, por ter uma contribuigao to importante para a criatividade e alividade social Outro assunto, a Federagao. Eu s6 posso contar o que se desenvolveu nos Estados Unidos. Nos primeiros 40 anos do movimento de escolas Waldorf nao havia uma Federagao. As escolas Waldorf pioneiras esto em compeligao com outros mesmos seres, elas esldo concorrendo umas com as outras mesmo quando nao esto. Como se pode criar uma Federagaio quando as escolas se enxergam uma a outra como competidoras? . Depois de 40 anos, algumas escolas tiveram a maturidade suficiente para dizer: quem sabe a gente pode se ajudar muluamente. Para os préximos 15 anos o principal lider era uma pessoa com base no voluntariado, e nos tllimos 10 anos se ornau um corpo relativamente eficiente, entdo se tornou uma organizagao que tem as escolas como membros. Existem trés niveis de filiagdo. A forma mais simples, que é para escolas em desenvolvimento, onde ainda nao se paga contribuigao com base no nimero de crlangas. Ao atingir um certo nivel de desenvolvimento vocé se toma uma escola Waldorf patrocinada. Ou seja, uma escola mais madura assume a responsabilidade por uma escola em desenvolvimento e fornece apoio e acompanhamento. Depois vocé tem os dados de uma escola membro madura, em que a contribuigao é substancialmente maior. Entre as 140 escolas, aproximadamente 70 so membros plenos. Além de ler conferéncias, a Federagao também 6 proprietaria da marca Waldorf, 56 permite escola utilizar esta marca depois de ter alingido-o slalus de escola patrocinada. Entao escolas jovens, que no inicio ndo podem se chamar de escolas Waldorf, podem se chamar de escolas inspiradas pela pedagogia Waldorf, mas nao de escolas Waldorf. Existem critérios claros, que as escolas precisam alender, para se tornarem uma escola Waldorl. Este processo é completamente aberto, nada ocullo e as escolas que querem se tornar uma escola-patrocinada podem questionar o que uma comissao de avaliagdo tem colocado como seu parecer. A Federacao também oterece apoio para programas de desenvolvimento de professores e tulores, € também fomece apoio financeiro para quem estiver em formagao universitaria, Acredito que hoje a Federagao esta se tornando um corpo de credenciamento institucional. Ela tem uma cooperagao com a Federagdo de todas as escolas privadas. Junto com a Associagaio de Escolas Parliculares ela cria grupos de Gredenciamento. Acredito que deve se tornar um 6rgao, fazendo lobby, com um escritério em Washington City, junto com o lobby da Associagdo de Escolas Partioulares que ja existe, A sugestao ¢ ver de que forma isto foi feito na Alemanha, Inglaterra e Estados Unidos @ hoje é facil fazer estas trocas de informacao, até um dinossauro de ‘computador como eu é capaz de fazer isto. Nos Estados Unidos nés dizemos que a Educagao Waldorf 6 0 segredo mais bem guardado em educacao que existe. Como & possivel que neste mundo da educagao se ignora uma experiéncia de mil escolas que ja tém 80 anos de existéncia? ‘Se em uma escola se quer convencer pais sobre o valor das educacéio Waldort, enléo convidem pessoas que passaram pelos 12 anos de educagao Waldor!. Convidem eles a falar sobre a sua experiéncia e a sua vida atual. Eles sao tao eximios que 86 0 fator do enconiro com eles ja é um lator de convencimento para os novos pais, isto vale ainda mais do que um estudo. 2% Mistérios / Sacramentos do Ser Humano Livre ‘ - Desenvolvimento e encarnacéio do ser humano 2- Encontro humano e destino 3- O mistério da vida familiar e comunitaria 4 Ler o livro da natureza 5- Ler o livro da histéria humana 6 - O mistério da co-criagao com o espirito 7 - O mistério do ser humano tivre Eu gostaria de compartithar com vocés os meus pensamentos sobre o que esl por traz da educagéio Waldorf, Nao tenho certeza de que aquilo que vou compantihar com voces esteja 100% correto, mas espero que isto possa estimular as suas préprias reflexes. Carrego comigo uma imagem da educagao Waldort como veiculo entre uma cultura materialista, que se deteriora e que esta mortendo, e uma nova cultura mais espiritualizada e consciente ecologicamente. No periodo entre 1130 e 1280 foram mais de 300 catedrais e 600 monastérios na Europa. Estas catedrais foram as verdadeiras portadoras da civilzagao neste periodo, conhecido como o periodo aureo da renascenga. Se analisarmos estas catedrais, inicialmente no estilo romano e depois gotico, eram locais que além de templos de adoragao eram também locais de educagao de adultos, eram locais de construgao’comunitaria, e de reflexao. A construgao destas catedrais consumiu cerca de um tergo de toda a riqueza gerada anualmente por estas populacies. Isto representou um estorco gigantesco das varias camadas da sociedade, tanto da nobreza como do clero, como da comunidade dos trabalhadores, representou um esforco imenso de todas estas pessoas. E todas estas pessoas, estas familias, contribuiram ao longo de geracoes ‘com seus recursos, com a sua energia, com o seu bem estar para a construgao. Se considerarmos as mil escolas Waldorf em todo mundo, se considerarmos a arquitetura fisica, pedagégica e social desenvolvida, podemos achar que se trate, talvez, de uma espécie de impulso construtor de caledrais de nosso tempo. Principalmente nas catedrais inglesas fica visivel 0 que podemos chamar de drama da salvacao humana através do Cristo. Se pensarmos em todos os elementos de uma catedral, desde os vitrais, dos altares, das estatuas, das pinturas, todos falayam desta transtormacdo, todos se referiam ao drama da salvagao humana através do Cristo Se pensarmos nas escolas Waldorf como as catedrais do nosso tempo, elas nao sa dedicadas ao sacrificio humano, mas sim ao sacramento como mistério da liberdade humana, e isto faz uma grande diferenga, porque se refere aos seres humanos se transformando em co-responsdveis com os deuses. A humanidade encontra-se agora num ponto: se pensarmos na energia nuclear, na manipulagao genética, esta em condigao de destruir a vida na Terra. Isio representa para mim, uma oportunidade de transformarmos esta situagao e na verdade nos tornarmos mais servidores da Terra, ou seja, nos tornamos deuses, co-criadores. Acredito que a educagéio Waldorf se baseia neste sacramento de construgao de seres humanos livres @ aqui, hoje, apresento o meu esforgo de mostrar 0 que esta por traz da educacao Waldorf. Sinto que precisamos revelar a nossa comunidade e aos pais 0 que efelivamente estamos fazendo. Gostaria enlao de apresentar a vocés 0 que eu chamaria de 0s 7 sacramentos. Gostaria que vocés ndio tomassem isto como verdades absolulas mas uma ponte para as suas proprias reflexdes a respeito. Parece-me que o primeiro mistério ¢ 0 desenvolvimento infantil, o desenvolvimento humano da encamagao, se pensarmos em o que nés como pais e professores fazemos. Rudolf Steiner afirma que nés colaboramos e continuamos o trabalho dos. anjos neste processo de encamacao. Se pensarmos bem, o espirito da crianga encontra uma familia, um corpo, onde ela nasce com a inlengao de freqientar uma escola Waldort e entao iniciar 0 processo de hatmonizagao, entre espirito, alma & corpo. fascinante observar criangas pequenas se desenvolvendo. Tenho um neto de 2 anos que me permite esta observagao mais proxima. E fascinante observa-lo engatinhando aprendendo a andar e aprendendo a falar. Ele me chama "Dadu' icialmente nao ha nomes, depois comegam a surgir os nomes e eu sou “Dadu' tem a Anne e as outras pessoas da familia Al comegam a ser verbalizados conceitos como “Dadu’ senta, ou mamae amamenia Entéo vocé observa este processo de tentativa de decifrar 0 mundo. O desenvolvimento da personalidade, da individualidade © 0 movimento de transformagao de um bebé para uma crianga jovem, alé uma crianga que esta pronta para ir a escola é um processo incrivelmente maravilhoso e milagroso. Como pais ¢ professores, nés somos curadores, guardides de um processo, e este milagre € continuo, 0 milagre do desenvolvimento humano. A preciosidade da educagao Waldorf é que ela nos fornece uma imagem pela qual podemos positivar e solidificar 0 que esta acontecendo. Isto nés podemos observar. Acho que, como pais, muitas vezes estamos demasiado ocupados para realmente ver o que esta acontecendo. A maravilha de ser avé é que vocé pode ver isto. Entao este 6 o cere do mistério que estamos celebrando, o milagre da encamacao e do desenvolvimento humano. © segundo mistério € © mistério dos encontros humanos 6 0 mistério do carma humano. 28 Esqueci alguma coisa, vamos voltar um pouco. Parle deste primeiro mistério também é a reencaragao. As criangas nao so uma alma vazia que nés vamos ter que preencher com educagdo e conhecimento. Estamos encontrando uma crianga que vem de muitas encamagées e cujo espirito, traz consigo inimeras experiéncias. Acredito ser possivel conversar com os pais, independente de sua orientacdo religiosa, sobre reencamacao, e também que a vida 6 de alguma forma intencional e planejada em algum nivel, Quando a minha filha, que hoje tem 37 anos, tinha 6 anos brincava com bonecas. Entao ela indicava: esta boneca vai ser a mae, 0 pai, 0 tio 0 avé, o primo. Acredito que ¢ isto que nés fazemos quando ainda estamos no mundo espiritual, e antes de encarnarmos como oriangas: Podemos nos referir a diversas experiéncias, que no so possiveis no mundo espiritual, mas sim experiéncias comuns a respeito da reencarnagao, entao vocé encontra alguém pela primeira vez e em 2 minutos vocé tem a sensagao de que 0 conheceu a vida inteira e lem vontade de dizer: finalmente © encontrei. E na medida em que vocé vai amadurecendo, vai observando cerlos padrées que vooé encontra ao longo da vida. Vocé pode também perceber que a sua relacéio com a educagao Waldorf ou com a Antroposofia tem um certo tipo padrao. Alguns palestrantes o deixam empolgado, colocam fogo na sua alma, e ha outros que vacé pensa: Puxa vida. Mas ai vocé olha pro lado e a pessoa que esta a seu lado esta toda empolgada com aquela pessoa, que esta te fazendo dormir. Vocé pode comegar a identificar fluxos carmicos na sua relagdo com a educacaio Waldorf @ a Antroposofia: Cada vez mais pesquisas estdo sendo realizadas com criangas, especialmente no Oriente, na india, que lembram de suas vidas passadas e até mesmo de seus proprios filhos. Vou relatar alguns casos. Esla € a clissica historia da ima mais velha. A irma mais velha com o irmao pequeno. Ela tem 4 e ele tem 2 anos, e a ima diz: certo, nés ja vivemos muitas ¢ muilas, @ muilas vezes antes. Talvez a gente tenha vivido até na época em que 0 bebé Jesus estava vivo. Realmente podemos ter vivido naquela época e podemos ter conhecido o menino Jesus vivo. Ai ele sé responde: ha, ha? a cada comentario que ela faz. Vendo a expresso do irmao, ela diz: bem, talvez vocé nao tenha vivido lantas vezes assim! - Irmas mais velhas! As criancas tém lembrangas do mundo espiritual, e se vocé nao interferir elas podem saber disso. Na minha experiéncia toma-se cada vez mais freqilente as pessoas terem lembrangas ou memérias cérmicas quando elas conhecem oulras pessoas, Rudolf Steiner sugere que nas nossas préximas encamagoes, quando encontrarmos alguém saberemos exatamente qual foi 0 nosso vinculo anterior e qual & a nossa tarefa conjunta agora. Isto é um espago entre o primeiro e segundo mistério: 0 primeiro sobre a encamagao € 0 segundo sobre 0 encontro humano. Martin Luther King dizia: todos os seres humanos estao presos ou envolvidos numa rede de mutualidade, envolvidos numa nica vestimenta do destino. Sé posso me tomar o que devo ser, se vocé se tomnar 0 » que vocé deve ser! E vocé também sé pode se tornar 0 que vocé pode ser, se eu me tornar aquilo que eu devo ser. Acredito que muitas vezes o nosso ser superior vive nao aqui em mim, mas ali na Regina, e através do nosso enconiro criamos a possibilidade do crescimento mbtuo de cada um, parceiros, cénjuges, criangas, colegas. E através desses encontros € que nos lornamos nos mesmos! Pense no que isto significa, se 05 nossos encontros enquanto comunidade, sociedade Waldort, a0 intencionais, se tem um significado, um propésito. © terceiro ponto: mistérios da vida familiar e comunitaria. A nossa cultura est fazendo de tudo para destruir a vida familiar! A educacao Waldorf esta tentando promover uma renovacdo da vida familiar e comunitaria fazendo reteig6es conjuntas, realizando festas em conjunto, celebrando aniversarias, conversando, convivendo com os festivais, as festas ao longo do ano, Sabemos que as familias, as relagdes, sao relagées intencionais do destino. Eu cresci numa casa que pertencia a familia de meus pais desde 1450. Quando eu linha 4 ou 5 anos havia cerca de 40 pessoas que conviviam nesta comunidade familiar. Nesta cidade todo mundo sabia quem eu era e qual era meu lugar, quem era a minha familia, Eu era parente tanto do prefeito quanto do mendigo da cidade Aos 18 anos, retomei a esta cidade e estava passeando pela praga da cidade com uma jovem moga. No dia seguinte a minha fia perguntou: como foi o passelo na praga? No passado a vida familiar acontecia por vinculos de sangue e de tradigao. Isto se foi, & hoje estamos num ponto em que temos que criar conscientemente as relaces das nossas familias e com nossos filhos a partir de uma nova consciéncia espiritual. © mesmo vale para a vida comunitaria, pense na vida em Sao Paulo, de ruas shoppings, lojas etc. A vida sociat esta substituindo a vida natural, o mundo natural. Nés estamos criando este mundo, ele externaliza a nossa natureza. Todas as instituicoes, todas as cidades tem 0 seu momento de nascimento, tem uma biografia unica singular na historia. Todas elas passam por um desenvolvimento, todas tem um corpo, uma alma e um espirito, entao aqui estamos nés criando um grupo social que esta substituindo 0 mundo natural criado por seres. Entao nés somos os deuses do mundo social e parte do nosso convivio numa escola Waldorf é aprendendo a arte da criagao social, a arte da construgao comunitara. Isto me parece incrivel por que seré o futuro da humanidade, estamos criando instituigSes que promovem o desenvolvimento humano, ou estamos criando comunidades e inslituigdes que, na verdade, trazem a tona 0 pior que ha no ser humano em termos de desiruigdo e egoismo. O préximo e 0 quinlo mistério da educacao Waldort parece-me que se encontram no proprio curriculo Waldorf. © quarto mistério é ler no livro da natureza. Isto se refere a todas as atividades curriculares, em que a crianga é levada a ler no mundo natural. E este desdobramento da relagao com a nalureza que comega li no jardim de infancia, 0 brincando no caixote de areia, mais adiante, la pelo terceiro ano, vo construir a casa ¢ fazer os paes, depois vao desenhar mapas. Tudo isto cria esta relagao com a natureza. Iniciaimente estabelecemos_uma relacdo interior com a natureza, com a Mae natureza. Depois na interagao com as artes, com os Irabalhos manuais e com a iéncia ¢ construida a interacdo humana com a natureza. Envolvendo o ler o livro da natureza temos a arte € a cléncia. As duas formas pelas quais o ser humano lida especialmente com a transformacao da materia © quinto mistério esta relacionado com a jomada humana, ao longo da historia. Perdoem-me, mas vou ‘epelir as palavras dos meus filhos novamente, por que certamente foi a experiéncia mais préxima que eu tive. A irma mais velha, 0 nome dela € Karen, estava no décimo primeiro ano e, estava tendo um livro chamado “O fenémeno do ser humano”. De repente ela levanta e diz: “Agora entendi. O meu desenvolvimento numa escola Waldorf de alguma forma espelha 0 desenvolvimento da _humanidade! Entéo esta imagem do desenvolvimento humano, que me ensinaram, esta diretamente ligado a0 meu desenvolvimento enquanto pessoal” Garota esperta, ‘A maioria das pessoas, quando vocé fala com elas a respeilo, deteslava as aulas de historia, pois tudo que tinham que fazer, era decorar dados. Na educagaio Waldort isto é feito através de biografias humanas, esta jomada herdica da humanidade. Isto me da realmente uma perspectiva olimista, de que pode haver uma saida e que pode haver um futuro humano de valor. © Curticulo Waldorf nos da confianga para esta jornada humana. Entao, lendo o livro da natureza e 0 livro da histéria, nos da confianga em relagao ao futuro do mundo e © futuro da humanidade, e quanto as nossas possibilidades enquanto seres humanos. O sexto mistério é 0 da co-criagao com o espirilo, Pensem nisto, com o professor tentando viver € conviver com o anjo, ou ser da crianga, tentando conviver com 0 Ser da escola ou com o Ser do grupo, comegando a desenvolver uma cultura de dialogo intemo com o espitito, Acho que esie é 0 Rosso futuro, que os espiritos querem trabalhar conosco neste trabalho de co- criagao. Lembrem-se que ontem mencionei a questo de um colegiado de professores de uma escola em que o Ser da escola procurou ajudar a encontrar um novo local para a escola, ¢ também quando relatei, sobre o meu preparo para esta minha palesira sobre 0 anjo, quando perguntei sobre 0 que foi que eu linha esquecido. E uma voz alta, forte @ muilo bem humorada disse: Bem, vocé se esqueceu de celebrar conosco, Nas escolas Waldorf, através das festas e através do incentivo ao trabalho interior, com versos e meditagdes estamos comecando a estabelecer didlogos com os seres espirituais. No passado recebiamos orientacdo e ajuda do mundo espiritual. Eramos fithos, éramos criangas com relagao a nossos pais espirituais. Hoje estamos como adolescentes, que temos voz propria, entao temios que pedir orientagdo ao mundo espiritual. E uma nova relagao. Eu acredilo nisto, mas vocés nao. precisam simplesmente acreditar. Eu Ihes.darei alguns exercicios com os quais vocés podem entao experienciar este didlogo com 0 mundo espiritual. Por exemplo: vocé esta tentando entender algum assunto, esta tentando escrever algum trabalho. Se vocé realmente convive com as perguntas e as oferece ao mundo espiritual, de repente as pessoas comegam a lrazer artigos, livros @ as respostas comecam a chegar até vocé. O que voce tem que fazer é perguntar da forma correta ao mundo espiritual. Eu gosto de imaginar que cada pensamento verdadeiro € um ser angélico. Pensem que lalvez haja 7 ou 8 Pensamentos que sao verdadeiramente importantes para vocés na vida, que s4o amigos intimos e que vocés podem eslabelecer uma relagéo com eles, nao simplesmente como pensamentos, mas como seres com qualidades. Quando fago meu trabalho de consultoria, muitas vezes nao sei o que vou fazer de um minuto para 0 outro. Até mesmo tenho que colocar uma fachada de confianga e conhecimento, € ento 0 que eu fago? Saio da sala por um instante e pego: por favor, bom espirito desta instituigao, desta empresa ou desta escola mosire-me qual € 0 caminho. E ai eu recebo ajuda, recebo impulsos que entao checo com os conhecimentos de que disponho. Acredito que estamos em um momento da hist6ria onde nés temos que efetivamente diariamente estabelecer um didlogo com 0 mundo espiritual Mas s6 estamos no inicio desta caminhada. Estamos enxergando neste momento esia possibilidade, ainda néo chegamos na pratica efetiva. E por isto que esles mistérios se referem aos proximos 500 ou 1000 anos. Por ultimo temos o mistério do ser humano livre, Este é ao mesmo tempo 0 inicio de todos os outros, como também o resullado de todos eles. E um mistério de nés como seres divinos, ou seja, ¢ 0 mistério do desenvolvimento da alma espiritual do ser humano. As escolas Waldor! sao catedrais dos seres humanos livres. Nés celebramos os seres humanos livres. Quando pensamos no desenvolvimento humano podemos reconhecer que ha um desenvolvimento na vida. Em outras palavras, constantemente nos balem na cabega com relacao a certas quesi6es, ou seja, elas estao inseridas na nossa vida. Entao, S40 quesiées com que sempre nos defrontamos, tanto que vocés as conhecem no trabalho biografico. Islo se baseia no conceito de que a vida é intencional e que’ ha padroes e lides sobre o que devemos aprender. E por isio que os “workshops” biograticos nos podem ser uteis, pois podemos endo ter a oportunidade de reconhecer que ligdes ou padres se apresentam na minha vida e dos quais eu posso aprender, E depois ha o desenvolvimento espiritual. Todas as tradigdes espirituais acreditam que ha um potencial que esta adormecido dentro de nds, e que deve ser desenvolvido. Nao $6 certas faculdades espirituais podem ser desenvolvidas, mas podemos aprender a nos tornar nossos préprios mesires. Trala-se de desenvolvermos uma estratégia conscienle para 0 nosso desenvolvimento humano, estabelecendo metas e objelivos para este nosso trabalho. Entao a pergunia é: 0 que eu devo fazer para mudar 0 mou futuro ou a minha perspectiva? © que posso fazer quando acordo mal? Posso fazer 2 duas coisas: procuro perio um objeto belo, o qual eu possa mirar, uma bela flor, a luz do sol ilurninando um objeto, um rosto humano, tento encontrar algo fora. Ou entao conto as minhas béngaos, e ai entéo comego a pensar em todas as coisas maravilhosas que a vida me deu, tais como: uma filha maravilhosa, ou ter sido enviado para uma escola Waldorf no sexto ano, ou entéo 0 meu casamento de toda uma vida com uma mulher chamada Sidney". E também admirando a natureza maravilhosa das relacdes tanto dos conflitos como das béngaos que as relagdes me trazem. No livro Conhecimentos dos Mundos Superiores” Rudoll Steiner fala da gralidao e da reveréncia como alimentos para a alma. Cada um de nds pode observar que, quando acordamos para este sentimento de reveréncia € de gralidéo pelo mundo, isto nos nutre, alimenta e da energia. Isio constréi relacionamentos e da apoio. O segundo nivel, vocés podem chamar de treinamento da consciéncia. Parece-me que todos os seres humanos tém o seu conjunto de exercicios de consciéncia, mesmo que nao estejam conscientes deles. Com um grupo de alunos eu fiz um treinamento e perguntei a eles, que tipo de exercicio de consciéncia eles faziam. Na hora identificamos mais de 50 tipos de exercicios diferentes. O andar consciente, observacao da natureza, observando pessoas no aeroporlo, convivendo com um pensamento durante um longo tempo, exercicio de concentragao, olhando nuvens, observando flores, praticando o ouvir ativo, fazendo exercicios de vontade. Por exemplo: durante dois anos eu me livrei do relégio. Cheguei a ponto de minha esposa me acordar as trés da manhd e eu ser capaz de Ihe dizer que horas eram, sem olhar no relégio. Nés temos um conjunto incrivel de capacidades que nos. podemos desenvolver. A pratica da consciéncia do espirito significa que ao invés de nosso sentir, querer e pensar serem guiados por aspectos extemos temos de guidlos a parlir de nds mesmos. Podemos entao viver conscientes de nossos pensamentos, sentirmos com consciéncia e, entio, dar diregao ao nosso caminho. Podemos utilizar conscientemente a nossa alma e 0 nosso espirito e Ihes dar uma diregao. Posso apontar para aquela luz [4 em cima e entao vocés podem olhar para ela ou voces podem viajar até I, ou podemos direcionar a consciéncia para um proceso meditativo, Posso direcionar a minha consciéncia para um pensamento, podemos uiiizar @ nossa alma para vivenciar 0 mundo conscientemente, bem como a nos mesmos inlernamente. Mas para isto nés temos que desenvolver a capacidade de nos observar de fora de nds mesmos, para entao termos esta rellexdo do objetivo inconsciente em nés. Temos este nivel na meditagio e na oragao. Exercicios de consciéncia sao formas de educarmos a nossa vida interior. A meditacdo e a oracdo sdo formas de 33 abordarmos 0 mundo espititual. A oracdo é uma forma de adentrarmos no reino do divino ¢ ai obtermos a confianga para lidar com o passado, presente e o futuro. E preciso situar isto em nés. Na oracao pedimos que 0 mundo espiritual venha a nés. ‘A meditagdo € uma forma de tentarmos escalar um caminho até o mundo espiritual, © uma forma de lidarmos com elementos de sentidos e conteudos mantricos. Hoje temos uma cultura dedicada ao compo tisico humano, treinadores pessoais, academias. Tenho certeza que dentro de 50 ou 100 anos a nossa cultura, ou pelo menos parte da nossa cullura, colocaré a mesma énfase, que hoje ¢ dada ao exercicio fisico, ao exercicio espiritual. Pois é necessario praticarmos. Praticarmos a lembranga do espirito para oblermos a reveréncia. Temos que desenvolver a consciéncia do espirito para obtermos uma alma consciente, temos que praticar uma visao espiritual para obtermos um contato vivo com o mundo espiritual. Este ¢ 0 desafio, ou pelo menos um dos desafios centrais da humanidade para se desenvolver. Se eu tivesse que resumir a forma como vejo a sociedade, eu diria que temos dois ou trés desatios centrais. Vamos aceitar 0 desatio do crescimento espiritual e da alma? Vamos construir e investir em comunidades, em inslituigoes humanas que + promovam o desenvolvimento humano? Ou por outro lado iremos enveredar pelo caminho da degradagao do ser humano? Vamos nos transformar em restauradores da natureza e do mundo, do reino animal, vegetal e mineral, e protegé-los ou vamos. destrui-los @ com isto a nés mesmos? Entéo, desafios centrais: - 0 desenvolvimento interior, - a criagao do mundo social saudavel, - aprendendo a ter reveréncia, - respeito pelo mundo natural e pelo meio ambiente Parece-me que as escolas Waldor! oferecem a oportunidade para que as criangas Possam desenvolver todos estes aspectos. Nossas escolas sao templos para uma cultura futura, elas celebram a possibilidade de seres humanos se tornarem livres, responsaveis e co-criadores como novos deuses. Acredito que stio estes os sete mistérios que sao celebrados na catedral Waldort Acredito que na medida que avangamos para o futuro, nds teremos que encontrar uma forma de nao dizer: vocé tem que acreditar nisto. Mas, ¢ assim que vocé pode vivenciar isto. Acredito que estamos numa época em que pais e professores de uma escola Waldort, de alguma forma tém alguma relacao com este contetido espiritual.~ Acredito que 0 impulso que esta presente na construcdo de uma comunidade Waldorf é, em parte, o impulso da socializagao para uma nova humanidade! A nossa cultura de hoje ¢ como o “Titanic” indo de encontro com 0 “Iceberg”, em quase todos os dominios da vida. Entao temos que nos perguntar o que pode nos dar a Possibilidade de uma renovagao e de uma sociedade consciente? Acredito que Rudolf Steiner, como um grande mestre e professor da cultura ocidental, como iniciado, assim como ha também outros grandes professores iniciados, tanto ao longo da hist6ria como hoje, deu a educagao Waldor! como M