Você está na página 1de 3

1

INSTRUMENTO PARTICULAR DE PROMESSA


DE COMPRA E VENDA, na forma abaixo:

Pelo presente instrumento particular de promessa de compra e venda, que entre si fazem, de um
lado, como OUTORGANTES PROMITENTES VENDEDORES, MARCIO DA SILVA
VIEIRA, administrador de empresas, e sua mulher LUCIANA MELO VIEIRA, engenheira química,
brasileiros, casados pelo regime da comunhão parcial de bens, na vigência da lei 6515/77, portadores das
carteiras de identidades n.º 20-52206-1 e 08958060-9, expedidas pelo CRA/RJ e IFP, inscritos no CPF
sob os n.ºs 008.739.757-90 e 014.891.457-88, respectivamente, residentes e domiciliados nesta cidade, na
_______________________, doravante denominados simplesmente OUTORGANTES, e de outro
lado, como OUTORGADOS PROMISSÁRIOS COMPRADORES, ______________ doravante
denominados simplesmente OUTORGADOS. Que as partes, acima qualificadas, de comum
acordo, convencionam e declaram o seguinte: 1. DA PROPRIEDADE OBJETO DO
PRESENTE: 1.1 - Que os OUTORGANTES são senhores e legítimos possuidores do imóvel
constituído pelo apartamento 606, do bloco 4, do edifício situado nesta cidade, na Avenida Canal de
Marapendi nº 2500, na Freguesia de Jacarepaguá, com direito a uma (1) vaga de garagem do Edifício
Margherita, do Conjunto Riviera Dei Fiori, e sua correspondente fração ideal de 100/15.000 da quota de
1/7 do lote 3 do PA 33.293 do respectivo terreno, que tem suas medidas e confrontações devidamente
descritas e caracterizadas na matrícula n.º 10.446, do 9º Ofício do Registro de Imóveis desta cidade . 2.
DA FORMA DE AQUISIÇÃO: 2.1 - Que o imóvel, acima mencionado, foi havido pelos
OUTORGANTES, nos termos da escritura de compra e venda, lavrada em Notas do 3º Ofício
desta cidade, livro 3284, fl.148, datada de 28/10/2002, devidamente registrada perante o 9º
Ofício do registro de Imóveis, sob o nº R-24, na supracitada matrícula nº 10.446. 3. DA
SITUAÇÃO JURÍDICA: 3.1. - Que o dito imóvel encontra-se livre e desembaraçado de todo e
qualquer ônus real ou pessoal, judicial ou extrajudicial, hipoteca, arresto, seqüestro, foro ou
pensão e quite de impostos e taxas de quaisquer naturezas, inclusive de despesas condominiais,
até a escritura definitiva de compra e venda e entrega das chaves, conforme declaração expressa
feita neste ato pelos OUTORGANTES, sob as penas da lei. 4. DA PROMESSA DE COMPRA
E VENDA: 4.1. - Que assim como possuem o imóvel acima descrito e caracterizado, pelo
presente instrumento, os OUTORGANTES prometem e se obrigam a vendê-lo aos
OUTORGADOS, e estes se obrigam a comprá-lo, pelo preço certo e ajustado de R$930.000,00
(novecentos e trinta mil reais), satisfeitos da seguinte forma: 4.1.1 - Neste ato, a título de sinal, a
quantia de R$10.000,00 (dez mil reais), recebida através do cheque nº ________, sacado contra
o Banco do Brasil, agência nº 0312, importância essa de cujo recebimento a OUTORGANTE
dá aos OUTORGADOS, a mais ampla e irrevogável quitação, ressalvada a compensação do
referido cheque; 4.1.2 – Que o saldo do preço no montante de R$920.000,00 (novecentos e vinte
mil reais), para pagamento através de cheque administrativo, contra a assinatura da escritura
pública de compra e venda, que será lavrada pelo 23º Ofício de Notas desta cidade, às 14:00 hs,
do dia _________, na Av. das Américas nº 1650 bloco II Grupo 201 – Barra da Tijuca, Rio de
Janeiro; 4.1.3 - Como condição de exigibilidade para a outorga da citada escritura de compra e
2

venda, os OUTORGANTES deverão fornecer aos OUTORGADOS, até o dia ___, toda a
documentação necessária e juridicamente apta à alienação do imóvel, a saber: a) título de
propriedade devidamente registrado no respectivo R.G.I.; b) imposto predial exercício 2013
com todas as cotas até então vencidas devidamente quitadas; c) certidões negativas expedidas
pelos 1º, 2º, 3º, 4º, e 9º Ofícios Distribuidores; 1º e 2º Ofícios de Interdições e Tutelas; certidão
da Justiça Federal, certidão conjunta de débitos relativos aos tributos federais e à dívida ativa
da união, certidão de débitos trabalhistas, referentes ao nome da OUTORGANTE; d) certidão
negativa expedida pelo 9º Ofício de Distribuição referente ao imóvel; e) certidões negativas
referentes à situação fiscal e enfitêutica fornecida pelas repartições competentes; f) certidão
negativa de ônus reais expedida pelo competente Registro de Imóveis; g) declaração de quitação
de débitos junto ao condomínio; h) declaração de quitação de débitos junto ao Corpo de
Bombeiros desta cidade; 4.1.4 - Fica ajustado entre as partes que, na hipótese de constar em
quaisquer das certidões, distribuições que comprometam a segurança do presente negócio, a
critério exclusivo dos OUTORGADOS, o sinal ora recebido pelos OUTORGANTES será
integralmente devolvido aos OUTORGADOS em até 72 horas, contadas da comunicação que
esta lhes fizer, ficando o presente contrato rescindido de pleno direito, sem quaisquer ônus
adicionais para as partes. 5. DA IMISSÃO DE POSSE E ENTREGA DAS CHAVES: 5.1 - Os
OUTORGADOS serão imitidos na posse do imóvel no ato da assinatura da escritura definitiva
de compra e venda e quitação total do preço. Entretanto, fica convencionado, que os
OUTORGANTES poderão continuar ocupando o referido imóvel, a título de comodato, até 60
(sessenta) dias, contados da data da assinatura da escritura de compra e venda. Findo tal prazo,
os OUTORGANTES deverá entregar o imóvel aos OUTORGADOS, livre e desocupado de
pessoas e coisas, no mesmo estado de conservação em que se encontra, sob pena de, não o
fazendo, sujeitar-se ao pagamento da multa convencional no valor de R$500,00 (quinhentos
reais) por cada dia que durar a ocupação indevida, além de custas processuais e honorários
advocatícios, caso os OUTORGADOS tenham que se socorrer de medida judicial para fazer
cumprir o ajustado na presente cláusula; 5.1.1. - Somente a partir da efetiva entrega do imóvel,
começarão a correr por conta dos OUTORGADOS, todos os impostos e taxas, inclusive
despesas condominiais, que incidem ou venham a incidir sobre o imóvel em questão. Durante a
fase de ocupação, contratual ou indevida, correrão os encargos referidos ou outros que venham
surgir, por conta exclusiva dos OUTORGANTES, cujas quitações deverão ser comprovadas e
entregues aos OUTORGADOS juntamente com as chaves; 6. DAS DESPESAS: 6.1 - Fica
convencionado que todas as despesas para com a efetivação do presente negócio, tais como
escrituras, registro de imóvel, imposto de transmissão incidente sobre a presente transação,
correrão por conta única e exclusiva dos OUTORGADOS. Sendo da inteira responsabilidade
dos OUTORGANTES, as despesas necessárias à obtenção da documentação exigida no item
“4.1.3” acima e a comissão devida à empresa corretora J. Tavares Consultoria Imobiliária Ltda.,
a qual será paga no ato da escritura de compra e venda, acima mencionada. 7. DO
INSTRUMENTO: 7.1 – Ressalvado o disposto na cláusula 4.1.4, o presente instrumento é
celebrado nos termos do art. 420 do Código Civil Brasileiro, sendo, portanto, facultado às
3

partes, o direito de arrependimento. Em tal caso, se o arrependimento for por parte dos
OUTORGADOS, estes perderão o sinal ora dado em favor da OUTORGANTE. Entretanto, se o
arrependimento for por parte dos OUTORGANTES, estes restituirão, aos OUTORGADOS, o
sinal ora recebido e mais o equivalente, independentemente de aviso ou interpelação judicial ou
extrajudicial. 7.1.1 - Entender-se-á por desistência dos OUTORGADOS, o não pagamento do
valor de R$920.000,00 (novecentos e vinte mil reais), mencionado na “Cláusula 4.1.2” acima,
na data e condições pactuadas neste instrumento; e, entender-se-á por desistência dos
OUTORGANTES o não comparecimento no local, data e hora previamente ajustado para a
assinatura da escritura de compra e venda ou a recusa da assinatura da escritura de compra e
venda; 7.1.2 - Qualquer atraso no pagamento de uma parte a outra, implicará na imposição da
multa de 2%, juros de mora de 12% a.a. mais correção monetária calculada pelos índices do
IGP-M da F.G.V., inclusive com relação à devolução prevista na “Cláusula 4.1.4”. 8 - DO
FORO: 8.1 - Fica desde já eleito pelas partes o foro Central desta cidade para dirimir quaisquer
dúvidas oriundas do presente instrumento, com exclusão de qualquer outro, por mais
privilegiado que seja. E ASSIM, por estarem justos, convencionados e contratados, assinam o
presente contrato em 3 (três) vias de igual forma e teor, para um só efeito legal, depois de todo
lido, examinado e achado conforme.

Rio de Janeiro, 09 de agosto de 2013.

___________________________________________________________
MARCIO DA SILVA VIEIRA

___________________________________________________________
LUCIANA MELO VIEIRA
___________________________________________________________

Testemunhas:

1ª________________________________________________________________

2ª________________________________________________________________