Você está na página 1de 143

ELÉTRICA

DA CARROCERIA

Assistência Técnica / Treinamento

GERAÇÃO 7
Termos e expressões técnicas
relativos ao Multiplex G7

 Hardware: é a parte física de um produto eletrônico;

 Software: é a parte lógica do produto, onde se escreve o


que se quer que seja realizado;
Termos e expressões técnicas
relativos ao Multiplex G7

 Protocolo: É um padrão que especifica o formato de


dados e as regras que devem ser seguidas para a
comunicação entre equipamentos eletrônicos;

O Multiplex tem dois tipos de protocolos LIN e CAN:

CAN - Communication Area Network, utilizada para


comunicação entre módulos e painéis;
LIN - Local Interconnect Network, utilizada somente para o
painel eletrônico;
Termos e expressões técnicas
relativos à elétrica

 PWM: Sinal com


diferentes larguras de
pulso de tensão, com o
objetivo de gerar uma
tensão resultante
diferente da tensão da
bateria.
Termos e expressões técnicas
relativos à elétrica

 Freqüência: grandeza
utilizada para medir a
repetição de qualquer
fenômeno em relação ao
tempo. A unidade Hz
(Hertz) determina a
quantidade de vezes que
um fenômeno ocorre em
um segundo.
Termos e expressões técnicas
relativos à elétrica

 Softstart: Técnica que,


através do aumento
progressivo da energia
fornecida a um
elemento elétrico e/ou
eletrônico proporciona
uma partida suave, com
corrente controlada.
Sinais

+BAT
24 Volts Direto Da Bateria;
+30
24 Volts Após A Chave Geral;

+15
24 Volts Após Ligada A Chave Ignição;

+50
24 Volts Durante A Partida do Motor;
+58
24 Volts Após Ligada Primeira Posição Dos Faróis;
D+
24 Volts Após Motor Funcionando;
SISTEMA MULTIPLEX COMPONENTES
Conhecendo o Multiplex G7

O Multiplex é composto por


algumas partes, são elas:
 Painel de visualização;
 Painel de 24 teclas;
 Painel de 12 Teclas;
Conhecendo o Multiplex G7

 Módulos (ECU´s = Electronic Control Unit);

Conector de Conector de Conector de entrada


alimentação rede CAN de sinais e saída
para as cargas
Conhecendo o Multiplex G7

 Cabo de rede CAN (Laranja, par trançado);

 Cabo de comunicação entre painel de visualização e


painel 24 ou 12 teclas.
Conhecendo o Multiplex G7

 A rede CAN interliga todos os módulos do carro,


através de um cabo laranja de par trançado;

 No seu início e no seu final deve possuir um resistor de


120 Ohms – 1/4W;

 O primeiro resistor está dentro do painel de


visualização, o último está no último módulo da rede.
Conhecendo o Multiplex G7

Modelo do resistor 120 Ohms – 1/4W


Conhecendo o Multiplex G7

Integra comando do ar condicionado (Spheros). (Carros


até Junho 2010)
Integra comando do itinerário (Marcopolo).
(Carros até Março 2010)
Integra comando do som.
(Carros até Outubro 2010)
Conhecendo o Multiplex G7

 Ligação rede CAN carro motor traseiro (antigo)

• Carros até abril/2010


Conhecendo o Multiplex G7

 Ligação rede CAN carro motor traseiro (novo)


Conhecendo o Multiplex G7

 Ligação rede CAN carro motor dianteiro (antigo)

• Carros até abril/2010


Conhecendo o Multiplex G7

 Ligação rede CAN carro motor dianteiro (novo)


Saídas

 Saídas: As saídas substituem o relé e o fusível no


acionamento de cargas. Sua principal característica
é a durabilidade e a possibilidade de indicar erros
na saída.

 As saídas são compostas por chaveadores que


quando recebem a informação de liga/desliga,
retornam uma mensagem/sinal, indicando o status
operacional da saída, como curto-circuito, carga
aberta e corrente de consumo da carga.
Simulador de Saída

+30

CPU
Simulador de Saída

+30

+30
CPU

Curto
circuito
SISTEMA MULTIPLEX - TESTES
Testes no Multiplex G7

Como medir a resistência da rede CAN


Para medir a resistência da rede CAN, deve ser
desligada a chave geral e desconectar os cabos da
bateria.

A resistência da rede CAN é de aproximadamente


60 Ohms;

Nunca deve-se usar lâmpada teste para


medir a rede CAN
Testes no Multiplex G7

 Obs.: Para medir a resistência da rede a mesma


deve estar fechada, o multiteste deve ser inserido
pela parte traseira de qualquer conector da rede.
Testes no Multiplex G7

Como detectar se o módulo está com a


comunicação queimada:
1º Teste: medir a rede CAN em relação ao negativo
do módulo.
 Retirar o módulo do carro, desligando as redes
CAN, alimentação e as cargas;
 Colocar o multiteste na escala de Resistência (Ω),
na escala máxima;
Testes no Multiplex G7

 Colocar uma das ponteiras no fio negativo do


módulo e a outra ponteira em um dos três pinos do
conector da rede CAN, conforme foto abaixo;
Testes no Multiplex G7

 Testar os dois pinos da rede CAN do módulo da mesma


maneira.
 Nenhuma das medições do multi-teste deve apresentar
resistência, caso apresente alguma resistência, significa
que o módulo está com a comunicação queimada.

 Lembrar que cada multi-teste exibe a ausência


de contato conforme sua especificação, do
fabricante, na maioria deles aparece somente o
número 1 no display.
Testes no Multiplex G7

2º Teste: medir a rede CAN entre os pinos do


conector de rede do módulo.
 Retirar o módulo do carro, desligando as redes
CAN, alimentação e as cargas;
 Colocar o multi-teste na escala de Resistência Ω,
na escala de 200 KΩ;
 Colocar cada uma das ponteiras em um dos pinos
do conector de rede do módulo, conforme a foto
abaixo;
Testes no Multiplex G7
Testes no Multiplex G7

 Entre os dois pinos de comunicação do conector


devemos encontrar a resistência de 50 KΩ ±10%,
se encontrarmos algo diferente disto, uma
resistência muito alta ou muito baixa, significa que
o módulo está com a comunicação queimada.
SISTEMA MULTIPLEX
Erros, substituição de módulos e proteções
Identificação de saída
ativa/não ativa

 No painel de visualização existe a opção consumo dos


módulos, entrando nesta opção é possível averiguar se
determinada saída está ativa e quanto a mesma está
consumindo de corrente, é um ótimo método para
diagnosticar uma falha na saída;
Erros do Multiplex

 Toda vez que uma carga apresentar um defeito como:


curto-circuito ou carga aberta, o mesmo será mostrado
no painel de visualização da seguinte forma:

Primeira linha do display:


Informa o módulo e o pino que está a carga com defeito;
Segunda linha do display:
Informa o nome da carga e qual o defeito;
Substituição de módulos

 Os módulos só poderão ser substituídos por peças


novas, virgens (sem programação) ou
programadas para a determinada carroceria e
pelo mesmo modelo.
Ex.: ECU#01 só pode ser trocada por ECU#01
virgem (sem programação) ou programada para
aquela posição;

OBS.: NÃO SE PODE TROCAR MÓDULOS DE


POSIÇÃO, NEM DE DIFERENTES CARROS.
Proteções do sistema Multiplex

 Proteção contra inversão de polaridade na


alimentação do módulo;
 Curto-circuito na saída (deve ser corrigido o mais
rápido possível para evitar a queima da saída);
 Se uma saída receber mais de 10 curto-circuitos,
em um intervalo de uma hora, esta saída irá
bloquear e permanecerá bloqueada até que o
módulo seja ressetado;
Proteções do sistema Multiplex

 Particularidades da sobre e sub-tensão:


Em veículos de 24V quando a tensão baixa de 20V
ou sobe de 32V as saídas são desligadas após 30s,
para proteção da carga e do módulo;
 Consumo de corrente: o módulo suporta no
máximo 40A, caso este limite seja ultrapassado por
mais de 15 minutos, o módulo desliga todas as
saídas;
Proteções do sistema Multiplex

 O módulo possui capacidade total de 40A, mas


cada saída tem uma capacidade de corrente
diferente, portanto não se deve trocar cargas de
saída, sem verificar a capacidade de corrente de
cada saída;
OBS.:Caso houver uma inversão de polaridade do
chicote de alimentação de um módulo e alguma
saída deste módulo estiver em curto-circuito com o
pólo negativo da bateria, pode haver a queima da
referida saída.
Proteções do sistema Multiplex

 Para realizar trabalhos que utilizem equipamentos


de corrente alternada (Máquinas de solda) na
carroceria, seguir os seguintes procedimentos:

 Desligar a chave geral Marcopolo e os pólos da


bateria;
 Desligar conectores dos alternadores;
 No caso de haver painel digital, todos seus
conectores deverão ser desligados;
 Desconectar os módulos ORIGINAIS do chassi.
Partida Auxiliar

Carro A: bateria descarregada - Carro B: bateria carregada


1. Desligue a chave geral e desconectar os cabos da bateria do Carro B.
2. Ligue o terminal positivo (+) da bateria descarregada ao terminal positivo (+) da bateria
carregada.
3. Ligue o terminal negativo (-) da bateria descarregada ao terminal negativo (-) da bateria
carregada.
4. Ligue o motor do Carro A. Não permaneça junto - B
as baterias pois poderá haver explosão das baterias +

ao acionar a partida do motor.


5. Quando o motor funcionar aguarde alguns A
instantes e solte primeiro o cabo conectado ao +
negativo do veículo socorrido e depois os demais
cabos.
IMPORTANTE: Partida auxiliar só deve ser efetuada com o auxílio de baterias. Outros
dispositivos de partida auxiliar podem gerar sobre-tensão e danificar componentes
eletrônicos do veículo.
Padronização da codificação de cabos
Padronização da codificação de cabos

• Nomenclatura de cabos
com 4 dígitos.
• 1º dígito indica função e
cor;
• 2º dígito indica família;
• 3º e 4º dígitos
agrupamento numérico.
Padronização da codificação de cabos

Famílias
FAMILIA CABO DESCRIÇÃO
0 X0XX ACESSÓRIOS
1 X1XX ACESSÓRIOS
2 X2XX ACESSÓRIOS
3 X3XX CLIMATIZAÇÃO
4 X4XX COMPONENTES EXTERNOS
5 X5XX SISTEMA DE PORTAS
6 X6XX LIVRE
7 X7XX ILUMINAÇÕES CARROCERIA
8 X8XX LIVRE
9 X9XX ÁUDIO E VÍDEO
Padronização da codificação de cabos

Funções separadas por cores


CABO DESCRIÇÃO
Preto 00XX TERRA BLOQUEADO
Marrom 10XX TERRAS
Vermelho 24XX SINAL CHASSI
Laranja 34XX LUZ DE RÉ
Amarelo 44XX DELIMITADORAS
Verde 54XX FAROIS
Azul 64XX PISCA
Lilás 74XX LIMPADORES
Cinza 84XX LUZ DE FREIO
Branco 94XX ILUMINAÇÃO EXTERNA ESPECIAL
Padronização da codificação de cabos

Agrupamento por seqüência numérica


74XX LIMPADORES
7400 ALIMENTAÇÃO +15 LIMPADOR ORIGINAL
7401 PARADA MOTOR LIMPADOR ORIGINAL
7402 LIMPADOR SEGUNDA VELOCIDADE ORIGINAL
7403 LIMPADOR PRIMEIRA VELOCIDADE ORIGINAL
7410 ALIMENTAÇÃO +15 LIMPADOR (TECLA)
7411 PARADA MOTOR LIMPADOR (TECLA)
7412 LIMPADOR SEGUNDA VELOCIDADE (TECLA)
7413 LIMPADOR PRIMEIRA VELOCIDADE (TECLA)
7414 FUSIVEL-TECLA LIMPADOR
7420 ESGUICHO
INTERFACES SCANIA
INTERFACES SCANIA
INTERFACES SCANIA
CONECTOR C690
INTERFACES SCANIA
CONECTOR C691
INTERFACES SCANIA
CONECTOR C693 CONECTOR C694
INTERFACES SCANIA
CONECTOR C795 CONECTOR C695
INTERFACES MBB
INTERFACES MBB
INTERFACES MBB
INTERFACES MBB

INTERFACE CABO
OF XBC LOCAL
SINAL DE PARTIDA 2400 C6/3(VD) X2811/5 Central Eletrica

FAROL BAIXO LD 5401 X2504/9


C3/1
FAROL BAIXO LE 5402 X2504/7
Dianteira do chassi
FAROL ALTO LD 5411 X2504/8
C3/2
FAROL ALTO LE 5412 X2504/6

RÉ 3400 BR X2811/6

LUZ DE RÉ LD 3401 X2506/3


C1/1 Traseira do chassi
LUZ DE RÉ LE 3402 X2507/3

LUZ DE POSICAO 4414 X2811/3 Central Eletrica

LUZ DE POSICAO DIANTEIRA LD 4401 X2504/4


C2/2(VD) Dianteira do chassi
LUZ DE POSICAO DIANTEIRA LE 4402 X2504/3

LUZ DE POSICAO TRASEIRA LD 4431 X2506/1


C4/4(VD)
LUZ DE POSICAO TRASEIRA LE 4432 X2507/1
Traseira do chassi
LUZ DE POSICAO LATERAL LD 4411 X2509/1
C2/2(VD) Centro do chassi
LUZ DE POSICAO LATERAL LE 4412 X2508/1
INTERFACES MBB
INTERFACE CABO OF XBC LOCAL

PISCA DIANTEIRO LD 6401 C2/2(PR-CI) X2504/2


Dianteira do chassi
PISCA DIANTEIRO LE 6411 C2/2(PR-BR) X2504/1

PISCA TRASEIRO LD 6403 C4/3(PR-CI) X2506/5


Traseira do chassi
PISCA TRASEIRO LE 6413 C4/3(PR-BR) X2507/5

PISCA LATERAL LD 6402 C2/2(PR-CI) X2509/2


Centro do chassi
PISCA LATERAL LE 6412 C2/2(PR-BR) X2508/2

SINAL +15 2222 BUS(CI) X2811/1 Central Eletrica

SINAL VELOCIDADE 3500 B7/TAC. X2811/7

ALIMENTAÇÃO LIMPADOR 7400 C6/6(PR-LI) X0106/2

VELOCIDADE BAIXA LIMPADOR 7403 C6/5(PR-CI) X0106/3

VELOCIDADE ALTA LIMPADOR 7402 C6/4(PR-CI) X0106/4 Painel de instrumentos

PARADA MOTOR LIMPADOR 7401 C6/1(MA-PR) X0106/1

MOTOR LAVADOR PARABRISA 7420 AZ X0106/5

FREIO DIREITO 8410 X2506/2


C4/2(PR-VM) Traseira do chassi
FREIO ESQUERDO 8420 X2507/2

SINAL BLOQUEIO ACELERACAO 4555 C12/6(LI)-ADM X2811/8

D+ 6200 BUS 8/8 X2811/4 Central Eletrica

+30 2111 VM X2811/2


INTERFACES VOLVO
INTERFACES VOLVO
INTERFACES VOLVO
INTERFACES VOLVO

BB1 BB5

BB5 BB7
INTERFACES VOLVO
INTERFACE VOLVO
INTERFACE CABO VOLVO BEA II VOLVO BEA 1,5 VOLVO B270

SINAL +15 2222 BB3:12 BB3:12 RA:20/21


D+ 6200 BB1:9 BB1:9 AMARELO:A1
+30 2111 BB3:11 BB3:11 VERMELHO:A1
RÉ 3400 BB7:2 BB7:2 RA:4/21
FAROL BAIXO LD 5401 BB5:2 BB5:2 EL:10/21
FAROL BAIXO LE 5402 BB5:1 BB5:1 EL:3/21
FAROL ALTO LD 5411 BB5:12 BB5:12 EL1:21
FAROL ALTO LE 5412 BB5:11 BB5:11 EL1:21
FAROL NEBLINA DIANTEIRO 5430 BB5:5 BB5:5 RA:16/21
FAROL NEBLINA TRASEIRO 5440 BB7:12 BB7:12 EL:13/21
LUZ DE POSICAO DIANTEIRA LD 4401 BB8:2 BB5:10 EL:5/21
LUZ DE POSICAO DIANTEIRA LE 4402 BB8:1 BB5:9 EL:2/21
LUZ DE POSICAO TRASEIRA LD 4431 BB7:8 BB7:8 RA:15/21
LUZ DE POSICAO TRASEIRA LE 4432 BB7:7 BB7:7 RA:3/21
LUZ DE POSICAO LATERAL LD 4411 BB7:10 BB7:10
LUZ DE POSICAO LATERAL LE 4412 BB7:9 BB7:9
DELIMITADORA SUP. DIANTEIRA LD 4425 BB8:2 BB8:2
DELIMITADORA SUP. DIANTEIRA LE 4426 BB8:1 BB8:1
DELIMITADORA SUP. TRASEIRA LD 4427 BB7:10 BB7:10
INTERFACES VOLVO
INTERFACE CABO VOLVO BEA II VOLVO BEA 1,5 VOLVO B270

PISCA LE 6410 EL:12/21

PISCA DIANTEIRO LD 6401 BB5:4 BB5:4

PISCA DIANTEIRO LE 6411 BB5:3 BB5:3

PISCA TRASEIRO LD 6403 BB7:4 BB7:4

PISCA TRASEIRO LE 6413 BB7:3 BB7:3

PISCA LATERAL LD 6402 BB5:6

PISCA LATERAL LE 6412 BB5:5

SINAL ACIONAR PISCA ALERTA 6450 BB3:5 CA:4/21

SINAL VELOCIDADE 3500 BB4:11 BB4:11

SINAL 5KM/H 3510 BB4:8 BB4:8 RA:5/21

BUZINA (+) 3490 BB2:8 BB2:8 original

BUZINA (-) 3491 BB2:9 BB2:9 original

FREIO 8400 RA:1/21

FREIO DIREITO 8410 BB7:1 BB7:1

FREIO ESQUERDO 8420 BB7:11 BB7:11

SINAL FREIO DE ESTACIONAMENTO ACIONADO 8490 BB1:11 CABO VD, PINO2/2

ENTRADA BLOQUEIO CHASSI 4551 BB4:7 BB4:7 RA:2/21

SINAL TAMPA MOTOR ABERTA BB6:1


SINAL PORTA ABERTA 9500 BB4:9 BB4:9

Sinal Tampa do Compartimento Bagagem Aberto 7790 BB6:5 BB6:5


INTERFACES VOLVO
Limpador de pára-brisa
Lado esquerdo e direito
Limpador Pantográfico
Modelo motor:
Motor Valeo, Antiparazita, MFD
350 24V
1000 ML303, 38Nm.

Limpador Radial Cruzado


Modelo motor:
Doga, 120Nm.
Limpador de pára-brisa
Lado esquerdo
NOD LIST módulos

PAINEL (ECU#01) MM1


CN1
PINO TIPO CABO FUNCAO CARGA (A) ATRIBUTO
2 SPA 2210 Alimentacao +15 - 20A - (+)
4 SOP 6160 Desembacador espelho eletrico - 20A - (+)
6 SOP 5360 Defroster - Valvula refrigeracao 0,5 20A - (+)
8 SVA SVA1 Saida variável 1 - 20A - (+)
10 SVA SVA2 Saida variável 2 - 20A - (+)
3 SOP 5380 Defroster - Damper - 20A - PWM - Flex
9 SOP 5381 Defroster - Damper - 20A - PWM - Flex
1 SPA 5330 Defroster - Ventilacao 13 20A - PWM - 25KHz
5 EOP 5392 Defroster - Sensor congelamento evap - Entrada Analógica
7 EOP 5382 Defroster - Sensor posicao eixo - Entrada Analógica

NOD-LIST NOD-LIST NOD-LIST


MOTOR MOTOR TABELA
TRASEIRO DIANTEIRO ANTIGA
NOD LIST módulos DD e LD

CENTRAL (ECU#04) MM3


CN1
PINO TIPO CABO FUNCAO CARGA (A) ATRIBUTO
10 SOP 9175 Tomadas 110V Dianteira 0,5 2A - (+)
4 SPA 7750 Iluminacao bagageiro 0,7 20A - (+)
6 SOP 4004 Aquecedores de liquidos/alimentos tunel PI 12 20A - (+)
8 SPA 2110 Alimentacao +30 (camarote) - 20A - (+)
1 SOP 3003 Geladeira Frente PI (4) 8 20A - PWM - 250Hz (+)
2 SOP 7412 Limpador auxiliar 20 20A - PWM - 250Hz (+)
3 EOP 7411 Sinal limpador auxiliar (GND) - Entrada Analógica
5 EPA 2111 Sinal +30 (chave geral acionada) - Entrada Analógica
7 EPA 6200 Sinal D+ (alternador chassi) - Entrada Analógica
9 EOP 3185 Sinal sanitario PI - Botao deficiente - Entrada Analógica

NOD-LIST NOD-LIST
LD 1600 DD 1800
Como identificar um módulo para aquisição
ou identificação

Modelo
módulo

Código
Marcopolo

Endereço / Posição
do módulo
Endereçamento dos módulos

 Painel 24 teclas – 129


Dentro do satélite
 Painel 12 teclas – 130
 ECU#01 – 131 Dentro do
painel frontal
 ECU#01(antigo), 02( novo) – 132
 ECU#02 – 133 Dentro do PP dianteiro lado esquerdo
 ECU#04 – 134 Dentro do bagageiro, central elétrica
 ECU#04 - 135 Dentro do PP traseiro lado direito
 Se possuir painel no Porta Pacote, o endereço se altera.
Conhecendo o Multiplex LD 1600 G7

Teclado Painel Central Elétrica

ECU#01 ECU#04

Chapelona Dianteira

ECU#04

PAINEL ELETRÔNICO

Porta Pacote Traseiro

CAN
LIN
ECU#04
Conhecendo o Multiplex DD 1800 G7

Teclado Painel Central Elétrica

ECU#01 ECU#04

Chapelona Dianteira Bagageiro

ECU#04

PAINEL ELETRÔNICO ECU#04

Porta Pacote Traseiro

CAN
LIN
ECU#04
Endereçamento dos módulos

 Todos os módulos são endereçados, seguindo as


seguintes posições abaixo na carroceria;
Mod. PP
Traseiro

Ar Condicionado

Mod. PP
Itinerário Painel
Frente
Eletrônico

Mod. Bagageiro

Comunicação

Mod. Painel 1 e
2, Teclado
Passagem de chicotes superior

 Os chicotes passam
junto a curva de teto no
porta-pacotes pelo lado
direito;
 Descem pela coluna
atrás do motorista;
 Passam pelo console
de válvulas;
 Descem em frente ao
painel de rádio e DVD.
Passagem de chicotes inferior

 Descem em frente ao
painel de rádio e DVD,
e percorrem junto a
travessa superior da
base do chassi.
Mangueira Pneumáticas

TUBO VERMELHO: Alimentação de ar geral para as


válvulas do painel, do ar condicionado e da válvula da
sanitária.
TUBO AZUL: Ar para abrir as portas, ar para abrir a válvula
de descarga da sanitária.
TUBO VERDE: Ar para fechar as portas, ar para fechar a
válvula de descarga da sanitária e bloqueios em geral.
TUBO AMARELO: Utilizado para canalizar a água da
descarga da cuba do sanitário.
Distribuição dos Módulos LD

Terminador

Porta Pacote
Traseiro

Chapelona
Dianteira

Central
Elétrica

Painel

Comunicação CAN
Distribuição dos Módulos DD

Terminador

Porta Pacote
Traseiro

Chapelona
Dianteira

Central
Elétrica
Bagageiro

Painel

Comunicação CAN
Passagem de chicotes LD 1600

4
3

Alimentação dos 2
módulos. (LD)

Alimentação dos
módulos. (LE)

Chicotes Marcopolo
Passagem de chicotes DD 1800

Alimentação dos
módulos. (LD)

Alimentação dos
módulos. (LE)

Chicotes Marcopolo
Passagem de chicotes e mangueiras
Passagem de chicotes e mangueiras
Passagem de chicotes e mangueiras
Passagem de chicotes e mangueiras
Passagem de chicotes e mangueiras
Passagem de chicotes e mangueiras
Passagem de chicotes e mangueiras
Sistema Multiplex LD e DD

1. Iluminação de Ambiente:
• Ao aplicar o 1º toque aciona “iluminação corredor”,
“iluminação leitura” e “iluminação noturna”.
• Ao aplicar o 2º toque desaciona “iluminação corredor” e
“iluminação noturna”, mantendo a “iluminação de
leitura”, então aciona o “1º estágio da iluminação
ambiente”, 1º nível PWM.
• Ao aplicar o 3º toque aciona “2º estágio da iluminação
ambiente”, 2º nível PWM.
• Pressionando a tecla por 2 segundos, desliga tudo.
Todos os estágios dependem da linha +30.
Sistema Multiplex LD e DD

2. Iluminação do Bagageiro e Manutenção:


• Desliga com o carro em movimento, ou seja, através do
sinal do tacógrafo.

3. Painel Eletrônico:

• Exibirá uma mensagem de WC ocupado nos painéis.


• Exibirá uma mensagem de WC desocupado por 2 vezes
após estar destrancado.
Sistema Multiplex LD e DD

4. WC:
• Foi eliminada a tecla do WC.
• O acionamento da cargas do WC é com a linha +15.
• O usuário possa desabilitar o WC utilizando o painel de
navegação do teclado.

5. Desembaçador do Teto Solar e do Espelho:


• Após o acionamento das teclas, o desembaçador ficará
funcionando alternadamente 10 minutos ligado e 10
minutos desligado.
Sistema Multiplex LD e DD

6. Geladeira, Bebedouro, Aquecedor de Líquidos e


Aquecedor de Alimentos:

• Ao aplicar o 1º toque aciona a Geladeira 1 (traseira) e a


Geladeira 2 (dianteira).
• Ao aplicar o 2º toque aciona a Geladeira 1 (traseira).
• Ao aplicar o 3º toque aciona a Geladeira 2 (dianteira).
• Pressionando a tecla por 2 segundos, desliga tudo.

Traseira Dianteira
Sistema Multiplex LD e DD

7. Iluminação de Escada (degraus):

Sensores Capacitivos podem ser usados para detecção


de qualquer tipo de material, tais como: papel, madeira,
plástico, farinha, metais e etc.
Utiliza como princípio de funcionamento a variação do
dielétrico. Pois um oscilador alimenta um capacitor
formado por duas placas em sua extremidade, que é a
parte sensível do aparelho. Quando algum material
ingressa nesta região, provoca uma variação de
capacitância alterando o oscilador que é detectada pelo
circuito de acionamento do Sensor Capacitivo.
Sistema Multiplex LD e DD

8. Iluminação de Escada (degraus):

• “Sensor 1” é o sinal que entrará no módulo a partir de


cada primeiro degrau da escada.
• A iluminação de Escada (degraus) são acionados com a
abertura da porta e sinal +15.
Sistema Multiplex LD e DD

9. Iluminação de Escada (degraus):


“Sensor 1” aciona a iluminação de degraus:
• Aciona de 0% a 100% da luminosidade em 3s.
• Permanecerá a 100% durante 15s.
• Desaciona de 100% a 60% da luminosidade em 1s.
• Permanecerá a 60% durante 15s.
• Desaciona de 60% a 30% da luminosidade em 1s.
• Permanecerá a 30% durante 30s.
• Desacionará de 30% a 0% da luminosidade em 1s
SISTEMA DESEMBAÇADOR (DEFROSTER)
Defroster

 Posicionado no painel
frontal, com fácil sistema
de abertura para
manutenção e limpeza do
filtro.
Defroster

 Acesso ao caracol.

 Acesso a válvula de
controle e conexão
das mangueiras.

 Módulo controle
dumper.
Defroster

(+)
(-)
(+)
M
(+) DAMPER M
(-) Ó
(+)
D
(-)
SENSOR U
L
O

(-) (-)
PAREDE DE SEPARAÇÃO - PORTA
Porta de Separação

Pino trava
Porta de Separação

 Encaixe do pino trava;

 Localização da mola de
pressão da porta;

 Roldana de nylon;
OBS.: Não deve-se lubrificar
o trilho ou a roldana, pois
isto causa danos na
abertura e fechamento da
mesma.
Porta de Separação

(Ar)

(+)
(-)
(-) M
Ó
D
U
(-)
L
O
S

24 V
SISTEMA SOM
(sem e com chave seletora)
Sistema de som e chave seletora +
-

SINAIS

AUDIO

VÍDEO

+30
FILTRO

GND

CABINE
+30

LE LD
GND

+ BAT
12V
Módulo Amplificador
Esquema elétrico do distribuidor
de som sem chave seletora

Positivos GND Entrada LD e LE Entrada LD e LE Entrada LD e LE


AUX DVD Rádio
(6,5,4} (1,2,3)

Entrada Microfone
Saídas Alimentação Saídas Alimentação

Amplificador LE Amplificador LD
Sistema de som com +
-

chave seletora
SINAIS
Auto-Falantes Cabine GND +30
AUDIO

VÍDEO

+30

FILTRO
+30

+30

LE LD
12V GND

+ 15
Esquema elétrico do distribuidor
de som com chave seletora

Positivos GND Entrada LD e Entrada LD e Entrada LD e


(6,5,4} (1,2,3) LE AUX LE DVD LE RÁDIO

Saídas Saídas
Entrada
Alimentação
divisor e Alimentação Alimentação Microfone
monitores
Amplificador LE Amplificador LD
Esquema de funcionamento
chave seletora - CABINE
Chave Seletora – DD 1800
Endereçamento programação
chaves seletora
Endereçamento programação
chaves seletora

1° PASSO_Desligar chave de ignição ou desconectar chicote de alimentação;


2° PASSO_Pressionar a tecla “CD 1” da chave seletora que deseja
endereçar mantendo-a pressionada;
3° PASSO_Ligar a chave de ignição e aguardar 2 segundos com a tecla “CD1”
pressionada;
4° PASSO_Soltar a tecla “CD1” e em seguida pressionar a tecla
correspondente ao endereço que se deseja atribuir, conforme figura anterior;
5°PASSO_Desligar a chave de ignição e religa-la novamente, para que os
novos endereços sejam reconhecidos;

OBS: Após religar a chave de ignição, no passo 5, o número do endereço


atribuidoa chave seletora deverá piscar no display.
Esquema elétrico do
amplificador de som

Distribuidor

Entradas Alimentação
(6,12) (1,7)

16 Ohms

(1,3)

Obs: O auto-falante que é ligado (6,12) (1,7)


diretamente no rádio, para sistema Saídas Alimentação
de som sem chave seletora, sua
impedância é de 4 ohms. Amplificador
Característica chave seletora

 Motorista tem prioridade;


 Salão não comanda a cabine;
 Volume do microfone é independente dos demais;
 Chave seletora do motorista, o estado natural é na
opção cabine, se o motorista seleciona salão, após 3s,
ela volta para opção cabine, para facilitar para o
motorista;

OBS.: Sem seletora do motorista, não funciona a do


salão.
TREINAMENTO G7–
SISTEMA DO SOM
LD 1600 e DD 1800
Passagem de chicotes –
sistema de vídeo e alimentação
O Chicote de alimentação
e vídeo para os monitores
são integrados. MONITOR

DVD
MONITOR MONITOR

MONITOR

MONITOR

DISTRIBUIDOR
DE VIDEO

DVD

Chicotes de Vídeo e Alimentação


Cchapelona dianteira

Módulo Multiplex
Distribuidor de
Áudio

Distribuidor de
Vídeo

Chicotes Marcopolo
Sistema de Som - LD1600 DD 1800

Auto-Falantes Cabine
AUDIO

COMUNICAÇÃO

FILTRO
24V

GND

LE LD

24V
12V
Sistema de Vídeo - LD 1600 DD1800

VIDEO
AUDIO

ALIMENTAÇÃO

+15
+30 Sinal libera vídeo
GND para monitores (+)

Habilita alimentação
para monitores (+)
Esquema elétrico do distribuidor
de som LD1600

Positivos GND Entrada LD e Entrada LD e Entrada LD e


(6,5,4} (1,2,3) LE AUX LE DVD LE RÁDIO

Saídas Saídas
Entrada
Alimentação
divisor e Alimentação Alimentação Microfone
monitores
Amplificador LE Amplificador LD
Esquema elétrico do distribuidor
de som DD1800

Positivos GND
(6,5,4} (1,2,3)

Alimentação
divisor e
monitores
Esquema elétrico do distribuidor
de som DD1800
PORTA-PACOTES
Manutenção do Porta-Foco

No final do perfil pega-mão, existe


Luz de leitura Saída do ar
um parafuso que deve ser solto
condicionado
antes da retirada do perfil.
Partes do Porta-Foco

 Peças independentes,
facilidade na reposição e
manutenção.
Partes do Porta-Foco

Luz de leitura
Partes do Porta-Foco

Globo saída de ar

Número de poltrona
Partes do Porta-Foco

Parada deficiente e
parada solicitada;

Audiofone;

Amplificador de som;
Luminária Saída Emergência

Posicionada no porta
pacote, a luminária de
saída de emergência fica
sempre ligada, pois é
alimentada diretamente
da bateria, +BAT.
SISTEMA SANITÁRIA
Sensor de Fumaça Sanitária
Sanitária

 Para carros que


possuem reservatório
de água limpa sobre o
tanque de combustível,
as torneiras são
elétricas acionadas
apenas pelo toque.
Sanitária (Descarga elétrica)
Veículos Motor Traseiro 4x2 ;
Reservatório Água Limpa sobre o Tanque de Combustível

24 V
(-) (+) Válvula está próxima à
Bomba da Água

(-) (-) (-)

Válvula Descarga Temporizador Fecha


Abre

Desinfetante

Guilhotina
Bomba da Água Reguladora de
Pressão
OBS: Habilitar a tecla WC
Sanitária (Torneira elétrica)
Veículos Motor Traseiro 4x2
Reservatório Água Limpa sobre o Tanque de Combustível

24 V 24 V
(-) (+) (-) (+)
Válvula está próxima à
Bomba da Água

Torneira da Água

Bomba da Água
Torneira do Sabão
Sanitária (Tanque de Água)

 Tanque de água limpa sobre


o tanque de combustível,
onde sejam veículos com
motor traseiro – 4x2;
 Tanque de água limpa atrás
da lixeira, na frente da
sanitária. Nesta situação o
tanque de água limpa da
pia, está atrás do espelho
dentro da sanitária.
Sanitária

 Tanque de detritos;

 Reservatório apenas
para colocar
desinfetante ou
sabão neutro.
Sanitária ( Abastecimento)

 Válvula para  Bico alimentação  Bico de limpeza


evacuação de água limpa interna da
tanque de para lavatório e sanitária;
detritos; para sanitária;
Sanitária ( Renovação de Ar)

 Entrada de ar via dutos


de ar condicionado;
 Saída via conexão com
filtro de ar do motor,
exceto para carros
Motor Dianteiro, que
possui exaustor no
teto.
SISTEMA SANITÁRIA DD
Sanitária DD
Sanitária DD (descarga)

24V
Sanitária DD (torneira)
SUPERAR AS EXPECTATIVAS
DOS CLIENTES É O NOSSO
COMPROMISSO.