Você está na página 1de 3

01 Q844071 Direito Processual Civil - Novo Código de Processo Civil - CPC 2015 Ação de Dissolução Parcial de Sociedade,

Procedimentos Especiais de Jurisdição Contenciosa


Ano: 2017 Banca: CONSULPLAN Órgão: TJ-MG Prova: Titular de Serviços de Notas e de Registros - Remoção - 2017

O procedimento especial de dissolução parcial de sociedade representa uma inovação trazida pelo CPC/15. Mesmo na
contramão do ideal da Comissão de Juristas que elaborou o anteprojeto, que objetivava privilegiar o procedimento
comum e reduzir os procedimentos especiais, a inclusão foi muito bem-vinda, já que supre lacuna legislativa existente
até então. Assim, a única opção correta é:

a) A primeira etapa do procedimento destina-se à apuração e satisfação dos créditos relativos aos haveres do sócio; já a segunda destina-se
à desconstituição do vínculo societário.

b) A ação de dissolução parcial de sociedade pode ter por objeto a resolução de qualquer sociedade empresária em relação ao sócio
falecido, excluído ou que exerceu o direito de retirada ou recesso.

c) A petição inicial dispensa a instrução do contrato social consolidado.

d) A ação de dissolução parcial de sociedade pode ter por objeto somente a resolução ou a apuração de haveres.

Responder

12 comentários estatísticas adicionar a um caderno fazer anotações notificar erro

02 Q822966 Direito Processual Civil - Novo Código de Processo Civil - CPC 2015 Ação de Dissolução Parcial de Sociedade,
Procedimentos Especiais de Jurisdição Contenciosa
Ano: 2017 Banca: FCC Órgão: TJ-SC Prova: Juiz Substituto

No tocante aos procedimentos especiais de jurisdição contenciosa,

a) quando o cônjuge ou companheiro defendam a posse de bens, próprios ou de sua meação, não serão considerados terceiros para a
finalidade de ajuizamento dos embargos correspondentes.

b) a consignação em pagamento será requerida no domicílio do credor da obrigação, cessando para o devedor, por ocasião da aceitação do
depósito, os juros e os riscos, salvo se a demanda for julgada improcedente.

c) na ação de exigir contas, a sentença deverá apurar o saldo, se houver, mas só poderá constituir título executivo judicial em prol do autor
da demanda.

d) na pendência de ação possessória é permitido, tanto ao autor quanto ao réu, propor ação de reconhecimento do domínio, salvo se a
pretensão for deduzida em face de terceira pessoa.

e) entre outros fins, a ação de dissolução parcial de sociedade pode ter por objeto somente a resolução ou a apuração de haveres.

Responder Comentários do professor

10 comentários estatísticas adicionar a um caderno fazer anotações notificar erro

03 Q754074 Direito Processual Civil - Novo Código de Processo Civil - CPC 2015 Ação de Dissolução Parcial de Sociedade,
Procedimentos Especiais de Jurisdição Contenciosa
Ano: 2016 Banca: IBFC Órgão: EBSERH Prova: Advogado (HUPEST-UFSC)
Em conformidade com o disposto no Código de Processo Civil (Lei nº 13.105 de 16 de março de 2015),
especifcamente sobre o procedimento especial de ação de dissolução parcial de sociedade, avalie as alternativas
abaixo e assinale a CORRETA no tocante à capacidade postulatória para ajuizamento.

a) Espólio do sócio falecido, quando a totalidade dos sucessores ingressar na sociedade

b) Sociedade, nos casos em que a lei não autoriza a exclusão extrajudicial

c) Sucessores, antes de concluída a partilha do sócio falecido

d) Sociedade, se os sócios sobreviventes admitirem o ingresso do espólio ou dos sucessores do falecido na sociedade, quando esse direito
decorrer do contrato social

e) Pelo sócio que exerceu o direito de retirada ou recesso, se tiver sido providenciada, pelos demais sócios, a alteração contratual
consensual formalizando o desligamento, depois de transcorridos 10 (dez) dias do exercício do direito

Responder Comentários do professor

12 comentários estatísticas adicionar a um caderno fazer anotações notificar erro

04 Q802727 Direito Processual Civil - Novo Código de Processo Civil - CPC 2015 Ação de Dissolução Parcial de Sociedade, Oposição,
Habilitação (+ assunto)

Ano: 2016 Banca: IESES Órgão: TJ-MA Prova: Titular de Serviços de Notas e de Registros - Provimento

É certo afirmar:
I. Através do rito das “ações de família” previsto no CPC/2015, o ministério público teve a sua competência significativamente ampliada.
II. O manejo da oposição pelo terceiro é facultativo. Cabe ao terceiro avaliar se pretende discutir, desde logo, o objeto da lide pendente ou se aguardará o
desfecho daquele feito para ajuizar ação autônoma apenas em face do vencedor.
III. A ação de habilitação pertence à categoria das ações acessórias, por corresponder a uma forma complementar ou regularizar causa já pendente, assim, a
competência para processa-la e julgá-la é do juiz.
IV. O foro para julgamento da ação de dissolução de sociedade de que trata o procedimento especial do CPC é aquele eleito pelos sócios, constante do
instrumento contratual. Sendo omisso o contrato, o juízo competente será o do local onde está a sede da sociedade (competência territorial), pois um dos réus é
pessoa jurídica.
Analisando as proposições, pode-se afirmar:

a) Somente as proposições III e IV estão corretas.

b) Somente as proposições I e III estão corretas.

c) Somente as proposições I e II estão corretas.

d) Somente as proposições II e IV estão corretas.

Responder Aulas (3) Comentários do professor

5 comentários estatísticas adicionar a um caderno fazer anotações notificar erro

05 Q688033 Direito Processual Civil - Novo Código de Processo Civil - CPC 2015 Ação de Dissolução Parcial de Sociedade,
Procedimentos Especiais de Jurisdição Contenciosa
Ano: 2016 Banca: FCC Órgão: SEGEP-MA Prova: Procurador do Estado
A data da resolução da sociedade será

a) aquele em que o sócio excluído ou retirante receber seus haveres.

b) na exclusão extrajudicial, o sexagésimo dia seguinte à data da assembleia ou da reunião de sócios que a tiver deliberado.

c) na retirada imotivada, no dia seguinte ao do recebimento, pela sociedade, da notificação do sócio retirante.

d) no recesso, o dia de recebimento, pela sociedade, da citação na ação de dissolução parcial.

e) na retirada por justa causa de sociedade por prazo determinado e na exclusão judicial de sócio, a do trânsito em julgado
da decisão que dissolver a sociedade.

Responder Comentários do professor