Você está na página 1de 3

BACHARELADO EM TEOLOGIA

Curso Reconhecido pela Portaria MEC nº 1056, D.O.U. 11/04/2002.


Reconhecimento renovado através da Portaria MEC nº 175, D.O.U. 21/03/2014.
Curso: Bacharelado em Teologia
Componente Curricular: LIVROS PROFÉTICOS E SAPIENCIAIS – 2018.1
Acadêmico/a: _________________________________________ Nota: _____

1) Relacione corretamente:
1. Profetas do Pós-exílio ( ) Amós, Oséias
2. Profetas do sétimo século ( ) Zacarias, Malaquias
3. Profetas no exílio ( ) Jeremias, Naum, Habacuque, Sofonias
4. Profetas no Reino do Norte/Israel ( ) Amós, Oséias, Isaías, Miquéias
5. Profetas do oitavo século ( ) Ezequiel, 2º Isaías
Assinale a sequência correta:
a) 4, 2, 1, 3, 5 b) 3, 4, 1, 2, 5 c) 4, 1, 2, 5, 3 d) 4, 3, 2, 1, 5 e) 3, 5, 2, 1, 4

2) Sobre os profetas do reino do Sul (Judá) no século VIII a.C. pode-se dizer:
I – Denunciam as injustiças sociais e a opressão contra os pequenos agricultores e pastores;
II – Isaías e Miquéias são seus principais representantes;
III – Tem uma mensagem voltada para a conversão dos assírios;
IV – Anunciam a destruição de Judá e Israel por causa da idolatria e da desigualdade e injustiça
social;
V – Se voltam contra os falsos profetas que só anunciam bem-estar e não denunciam a opressão.
Assinale a alternativa correta:
(a) – Todas estão corretas (b) – Todas estão erradas (c) – II, III, IV, V. (d) - II, III e IV. (e) – I, II,
IV, V.

3) A profecia bíblica é mediada pela literatura (SCHWANTES, 1989, p. 9). Na literatura que diz
respeito aos profetas podemos identificar dois tipos de textos. Um, mais narrativo, que conta a
atividade do profeta. Outro, onde além de narrações encontramos vários outros gêneros
literários, e onde o próprio profeta, seus discípulos ou sua comunidade transmitem as palavra.
Por isso, falamos em profetas pré-literários e profetas literários. Sobre os profetas pré-literários
é correto dizer:
I – Os profetas pré-literários também são chamados de profetas oradores ou pregadores;
II – A atividade profética dos profetas pré-literários ocorre num momento histórico diferente do
tempo de atuação dos profetas literários;
III – Profetas pré-literários são aqueles profetas que a bíblia judaica chama de profetas
anteriores;
IV – São profetas que atuaram no período que vai das origens da monarquia até a atuação
profética de Amós;
V – Diz respeito aos profetas cuja vida e palavra nos são testemunhados através dos “livros
históricos” da tradição cristã (1 e 2 Samuel, 1 e 2 Reis).
(a) – I, II, IV, V. (b) – Todas estão erradas (c) – II, III, IV, V. (d) - II, III e IV. (e) – Todas estão
corretas

4) A maneira de se compreender as origens da profecia tem mudado ao longo do tempo. Num


primeiro momento se considerou a originalidade da profecia bíblica. A descoberta de textos
egípcios e mesopotâmicos fez surgir a compreensão de que Israel havia simplesmente plagiado a
literatura de seus vizinhos, mesmo alguns geograficamente distantes. Atualmente se reconhece
que na profecia bíblica há vestígios de fenômenos comuns no Antigo Oriente. Porém, também se
reconhece a originalidade da contribuição do povo de Deus ao fenômeno profético. Sobre as
origens da profecia bíblica:
I – Os pontos em comum entre o profetismo de Israel e do mundo circundante dizem respeito ao
profetismo da corte e do templo de Israel;
II – A profecia é exclusiva do povo de Deus;
III – Embora o profetismo extático de Canaã seja conhecido tanto por meio de textos bíblicos
quanto por documentos extra-bíblicos, o êxtase em si não é suficiente pra explicar o profetismo
israelita.
IV – A profecia em Israel não é um fenômeno único e isolado do povo de Israel, mas encontra
paralelos em outros povos sedentários, porém com características próprias;
V – Enquanto no Egito “os distúrbios profanos conduzem ao reconhecimento de uma ordem
superior perturbada”. Em Israel, as perturbações sociais e os conflitos são apresentados como
consequência da ruptura das relações com Deus.

(a) – II, III, IV (b) – Todas estão erradas (c) – I, III, IV, V. (d) - I, II, V (e) – I, II, IV, V.

5) Assinale V para verdadeiro e F para falso:


A vocação, como gênero literário, apresenta um esquema comum no AT. Na descrição dos
elementos fundamentais empregados nos relatos de vocação dos profetas encontramos:
( ) o relato de vocação apresenta um esquema comum onde aparece basicamente uma teofania,
a missão, as objeções e um sinal dado por Deus;
( ) as objeções não são mais do que meras desculpas para não aceitar o desafio;
( ) o sinal serve para animar e confortar o profeta em sua missão;
( ) na teofania o profeta vê Deus, é o momento da manifestação de Deus ao profeta;
( ) a missão sempre tem o povo como destinatário.
Assinale a alternativa correta:
a) V, V, F, V, V b) V, F, V, F, F c) F, V, F, V, V d) V, F, V, V, V e) V, F, V, V, F

Responda V para verdadeiro e F para falso:


6) A mensagem dos profetas do oitavo século
( ) Amós é o profeta da denúncia política;
( ) Oséias é profeta do Norte que denuncia a idolatria;
( ) os profetas do oitavo século não são escritores;
( ) nos livros destes profetas encontramos a forma clássica da profecia
( ) O profeta Isaías não apresenta a clássica fórmula da denúncia.
Assinale a sequência certa:
a) V, V, F, V, V b) V, F, V, F, F c) V, V, F, V, F d) V, F, V, V, V e) V, F, V, V, F

7) Sobre a época de atuação dos profetas do sétimo século:


I - Neste período os assírios começam a dominar a Palestina;
II - Os gregos exercem influência cultural em Jerusalém;
III - Os babilônicos constituem a maior ameaça para a sobrevivência do povo de Deus;
IV – Neste período Egito e Babilônia disputam a soberania da região;
V – O sétimo século marca um período de transição. Na Palestina isso significa passar da
dominação assíria para a dominação babilônica
Assinale a sequência correta:
a) V, V, F, V, F b) F, F, V, V, V c) F, V, F, V, F d) V, F, V, F, V e) V, F, V, V, F

8) Sobre a mensagem dos profetas do sétimo século é correto dizer:


( ) estão preocupados com a reconstrução de Israel;
( ) sua mensagem está centrada no anúncio da destruição do Reino do Norte;
( ) estão preocupados com o destino de Israel e Judá;
( ) a denúncia e anúncio tem como alvo principal as atividades militares do Egito;
( ) os profetas deste período não estão preocupados com as questões do mundo.
Assinale a sequência correta:
a) F, V, F, F, F b) F, F, V, F, F c) F, V, F, V, F d) V, F, V, V, V e) F, V, V, F, F

9) Assinale a resposta certa:


Entre as características dos profetas literários estão:
( ) o profeta é contrário a literatura;
( ) os profetas não se preocupam com a fixação por escrito da palavra;
( ) os profetas literários tem sua palavra registrada no livro que leva seu nome;
( ) Deus mesmo escreveu os livros pelas mãos dos profetas;
( ) Os livros foram ditados pelos profetas.
a) F, V, F, V, V b) F, F, F, V, V c) F, V, F, F,V d) V, F, V, V, V e) F, F, V, F, F

10) A profecia nasce com a palavra. Isso significa que a profecia é uma expressão eminentemente
oral. O profeta fala. Ao transmitir a palavra que lhe foi revelada, o profeta recorrer à audição. Por
isso se diz que os profetas clássicos foram oradores. Porém, as palavras e atos dos profetas
foram transmitidos como textos.
I – Isaías (6-9) é um dos raros casos que nos permite acompanhar o surgimento da literatura
profética;
II – Os profetas clássicos não se valem de formas de linguagem muito diversificadas;
III – É possível reconstruir alguns passos por meio de indícios que podem ser encontrados nos
livros dos profetas;
IV – Nos livros dos profetas encontramos ditos, cujos textos são dirigidos a Judá, a Israel, aos
povos, a pessoas e grupos específicos;
V – A forma literária básica dos profetas clássicos é o “dito do mensageiro” ou “fórmula do
mensageiro”.
a) F, V, F, V, F b) V, F, V, V, V c) F, V, F, V, V d) V, F, V, F, V e) F, V, V, F, F

Quadro de Respostas

01. A B C D E
02. A B C D E
03. A B C D E
04. A B C D E
05. A B C D E
06. A B C D E
07. A B C D E
08. A B C D E
09. A B C D E
10. A B C D E