Você está na página 1de 48

Gestão da Produção

e Logística
Prof. Ms. Wilian Gatti Junior
Projeto da
Capacidade
Produtiva
Primeiro passo:
conhecer a Demanda

Por meio de PREVISÕES DE


DEMANDA:

- as mais exatas possível


- expressas em unidades operacionais
- acompanhadas de uma medida da
incerteza.
É o máximo nível de atividade de valor
adicionado em determinado período de tempo,
que a produção pode realizar em condições
normais de operação (SLACK).
Capacidade

Exemplos:

4000 litros/dia
500 carros/dia
100 lugares/sessão
2000 ton/mês
50 quartos/dia
Restrições de capacidade

•gargalo - é o recurso
cuja capacidade limita
a produção

•recursos críticos - são


aqueles recursos que
podem vir a ser
gargalos, dependendo
do mix e do
sequenciamento
Restrições de capacidade

ESTAMPARIA USINAGEM PINTURA DISTRIBUIÇÃO


A B C D
60 unid/h 40 unid/h 51 unid/h 66 unid/h

QUANTAS PEÇAS SAEM DESSA


EMPRESA POR HORA?
Medidas de Capacidade

• Capacidade de projeto
ou nominal
• Exemplo:
• Capacidade de projeto
= velocidade dos rolos
x tempo de operação
Porém...

 A linha pode não funcionar


todo o tempo na velocidade
máxima
 Paradas para "setup"
 Manutenção
 Dificuldades de programação
Então...

 Capacidade efetiva
É a capacidade que resta depois que estas
perdas são deduzidas.
É menor do que a capacidade de projeto.
Mas...

Além das perdas citadas, outros problemas


podem ocorrer, que PODERIAM SER
EVITADOS!
 quebras de máquinas
 absenteísmo
 quebra de ferramentas
Então...
 Capacidade real
É a capacidade que resta
depois que todas as perdas são
deduzidas.
É menor do que a capacidade
efetiva e reflete o volume real
de produção.
Paradas para "setup"
Manutenção Quebras de máquinas
Dificuldades de programação Absenteísmo
Quebra de ferramentas

Capacidade de Projeto

Capacidade Efetiva

Capacidade Real
Medidas de Capacidade

• Utilização 

% da capacidade de projeto realmente


utilizado
Utilização = capacidade de produção real x 100%
capacidade de projeto
Medidas de Capacidade

• Eficiência 

% da capacidade efetiva realmente


utilizada
Eficiência = capacidade de produção real x 100%
capacidade efetiva
Exemplo - Filme Plástico

Um fabricante de filme plástico tem um


equipamento cuja capacidade de projeto é 200
m2/min ou 12.000 m2/h.
A linha opera 24h/dia, 7 dias/semana.
Calcular a capacidade de projeto da linha em
m2/semana.
Exemplo - Filme Plástico

Calcular a capacidade de projeto da linha em


m2/semana:
2
m h dia
C projeto = 12000 × 24 ×7
h dia semana
2
m h
C projeto = 12000 ×168
h semana
Exemplo - Filme Plástico

2
m
C projeto = 2.016.000
semana
Exemplo - Filme Plástico

Os registros mostram os seguintes tempos de


produção gastos:
1. Tempo de setup = 20h/semana
2. Tempo manutenção preventiva = 16h/semana
3. Nenhum trabalho programado=8h/semana
4. Amostragens de qualidade= 8h/semana
5. Tempo para troca do turno=7h/semana
Exemplo - Filme Plástico

Os registros mostram os seguintes tempos de


produção gastos:
6. Paradas quebras de máquinas =18h/semana
7. Investigar falhas qualidade = 20h/semana
8. Falta de matéria-prima = 8h/semana
9. Absenteísmo = 6h/semana
10. Espera por transporte de material = 6h/semana
Exemplo - Filme Plástico

Os 5 primeiros gastos de tempo somam


59h/semana e são relativamente inevitáveis.
Os 5 últimos gastos de tempo somam
58h/semana e são evitáveis.

2
m h
Cefetiva =12000 × (168 − 59)
h semana
Exemplo - Filme Plástico

2
m h
Cefetiva =12000 × (109)
h semana

2
m
Cefetiva =1.308.000
semana
Exemplo - Filme Plástico

2
m h
Creal = 12000 × (109 − 58)
h semana
2
m h
Creal = 12000 × (51)
h semana
2
m
Creal = 612.000
semana
Utilização

Utilização = capacidade de produção real x 100%


capacidade de projeto

Utilização = 612.000 m2/semana x 100%


2.016.000m2/semana

Utilização = 30,4 %
Utilização como medida de desempenho?

• Pode haver alta utilização e isto


ser ruim, como em
• caixas automáticos, pois
haveria filas;
• pistas de pouso, haveria
congestionamentos e atrasos
de voos;
• de vendedores, resultando
em espera do cliente.
Eficiência

Eficiência = capacidade de produção real x 100%


capacidade efetiva

Eficiência = 612.000 m2/semana x 100%


1.308.000m2/semana

Eficiência = 46,8 %
UTILIZAÇÃO

EFICIÊNCIA
Capacidade de Projeto Capacidade Efetiva Capacidade Real
Exercício 1

Uma envasadora de refrigerante possui uma


capacidade de projeto em uma de suas linhas de
produção de 30.000 latas/h.
A linha opera 12h, 5 dias/semana.
Calcule a utilização e a eficiência dessa linha de
produção.
Exercício 1

Os registros mostram os seguintes tempos de


produção gastos:
1. Tempo de setup = 5h/semana 6. Paradas quebras de máquinas
=2h/semana
2. Tempo manutenção preventiva = 7. Investigar falhas qualidade =
4h/semana 1h/semana
3. Nenhum trabalho 8. Falta de matéria-prima = 1h/semana
programado=1h/semana
4. Amostragens de qualidade= 9. Absenteísmo = 1h/semana
1h/semana
5. Tempo para troca do 10. Espera por transporte de material =
turno=5h/semana 1h/semana
Exercício 1 - Resolução
Calcular a capacidade de projeto da linha em
latas/semana:

latas h dia
C projeto = 30000 ×12 ×5
h dia semana

latas h
C projeto = 30000 × 60
h semana
Exercício 1 - Resolução

latas
C projeto =1.800.000
semana
Exercício 1 - Resolução
Os 5 primeiros gastos de tempo somam
16h/semana e são relativamente inevitáveis.
Os 5 últimos gastos de tempo somam 6h/semana
e são evitáveis.

latas h
Cefetiva = 30000 × (60 − 16)
h semana
Exercício 1 - Resolução

latas h
Cefetiva = 30000 × (44)
h semana

latas
Cefetiva =1.320.000
semana
Exercício 1 - Resolução

latas h
Creal = 30000 × (44 − 6)
h semana
latas h
Creal = 30000 × (38)
h semana
latas
Creal = 1.140.000
semana
Exercício 1 - Resolução

Utilização = capacidade de produção real x 100%


capacidade de projeto

Utilização = 1.140.000 latas/semana x 100%


1.800.000 latas/semana

Utilização = 63,3 %
Exercício 1 - Resolução

Eficiência = capacidade de produção real x 100%


capacidade efetiva

Eficiência = 1.140.000 latas/semana x 100%


1.320.000 latas/semana

Eficiência = 86,4 %
Exercício 2

Se nessa mesma fábrica de


refrigerante, um programa de
qualidade conseguisse
promover o aumento da
utilização da linha de
produção para 70%, qual
seria a nova eficiência dessa
linha?
Exercício 2 - Resolução

Utilização = capacidade de produção real x 100%


capacidade de projeto

70% = capacidade de produção real x 100%


1.800.000 latas/semana

Capacidade de produção real = 1.260.000 latas/semana


Exercício 2 - Resolução

Eficiência = capacidade de produção real x 100%


capacidade efetiva

Eficiência = 1.260.000 latas/semana x 100%


1.320.000 latas/semana

Eficiência = 95,5 %
Exercício 3
• Uma empresa de calçados funciona 24h por dia, todos os dias do
mês, incluindo domingos e feriados. Analisando a operação mensal
de costurar cabedal, obtiveram se os seguintes tempos:
• Mudanças de produtos (setups): 58h;
• Manutenção preventiva regular: 19h;
• Amostragens de qualidade: 6h;
• Tempos de troca de turnos: 43h;
• Paradas para manutenção corretiva: 14h;
• Investigação de falhas de qualidade: 25h;
• Falta de estoque de material de cobertura: 12h.
• Calcule as capacidades de projeto e efetiva da operação (mensal)
sabendo que a capacidade de produção do sistema é de 1.500
pares/hora.
Exercício 3 - Resolução

pares h dia
C projeto = 1500 × 24 × 30
h dia mês

pares h
C projeto = 1500 × 720
h mês
pares
C projeto = 1.080.000
mês
Exercício 3 - Resolução
Os 4 primeiros gastos de tempo somam
126h/mês e são relativamente inevitáveis.
Os 3 últimos gastos de tempo somam 51h/mês e
são evitáveis, portanto não considerados no
cálculo da capacidade efetiva.

pares h
Cefetiva =1500 × (720 − 126)
h mês
Exercício 3 - Resolução

pares h
Cefetiva =1500 × (594)
h mês

pares
Cefetiva = 891.000
mês
Exercício 4

Uma ferramenta de corte a laser é


utilizada p/ produzir wafers de silício
usados em chips de memória de
computador.
Capacidade do equipamento = 30
chips/h
Utilização = 90%.
A planta trabalha 40h/sem e 52
semanas/ano.
Um milhão de chips são demandados p/
o próximo ano. Quantas máquinas são
necessárias?
Exercício 4 - Resolução

Capacidade de projeto planta=


30 chips/h × 40h/sem × 52sem/ano = 62.400 chips/ano
Capacidade real = 62.400 × 0,9 = 56.160 chips/ano
Assim:
1.000.000 / 56.160 = 17,8 → 18 máquinas
Exercício 5
• Uma empresa, fabricante de relógios de parede, esta fazendo a
análise de seus custos de produção, para decidir seu posicionamento
diante do mercado, que atualmente é muito competitivo. O custo
fixo mensal é de R$ 5.000,00, os custos variáveis unitários do relógio
são de R$ 12,00. Na estrutura de produção a empresa conta com
uma máquina que produz 40 unidades/hora, tendo uma jornada de
trabalho de 8h diárias e considerando 22 dias úteis no mês.
• Fazendo um apontamento das produções anteriores verificou-se que
historicamente a produção apresenta uma utilização média de 90%.
• O preço de venda do relógio praticado no mercado é de R$ 15,00,
com base nessas informações determine a quantidade produzida, o
ponto de equilíbrio e o lucro esperado (considerando a venda de
toda a produção mensal).
Exercício 5 - Resolução
unid h dia
C projeto = 40 ×8 × 22
h dia mês
unid
C projeto = 7.040
mês
unid
Creal = 7.040 × 0,90
mês
unid
Creal = 6.336
mês
Exercício 5 - Resolução
Custo Total
CT = CF + CV.Q
Produção = 6336 unid/mês
RT = P.Q
CT = CF+ CV.Q Lucro
CT = 5000 + 12 . 6336
Lucro = RT - CT
Ponto de Equilíbrio
CT = $ 81.032,00
RT = CT Lucro = 95040 - 81032
Receita Total
P.Q = CF+ CV.Q Lucro = $ 14.008,00
RT = P.Q
15Q = 5000 + 12Q
RT = 15 . 6336
Q = 1.666,7 unid
RT = $ 95.040,00