Você está na página 1de 10

IBAPE/PB

INSTITUTO BRASILEIRO DE AVALIAÇÕES E PERÍCIAS DE ENGENHARIA


DA PARAÍBA.

REGULAMENTO DE HONORÁRIOS

I – NORMAS GERAIS:

Art. 1º: O presente Regulamento de Honorários objetiva estabelecer parâmetros para


compatibilizar interesses entre contratantes (juízes, instituições financeiras,
particulares, entre outros) e contratados, garantindo ao profissional uma remuneração
condigna e compatível com o trabalho que executa.

Art. 2º: Os valores constantes deste Regulamento deverão ser observados pelos
profissionais que realizarem trabalhos de ENGENHARIA DE AVALIAÇÕES E
PERÍCIAS. Somente poderão utilizá-lo as pessoas físicas e jurídicas registradas no
Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Paraíba, nos termos da Lei Federal
5.194/66 e Resolução nº 345 do CONFEA e no Conselho de Arquitetura e Urbanismo
da Paraíba nos termos da lei federal 12.376/10.

Art. 3º: Em todas as propostas para elaboração de trabalhos técnicos, o profissional


deve apresentar proposta formal, e, caso necessário, um orçamento prévio detalhado
que justifique o valor de seus honorários, levando em consideração os itens
constantes deste Regulamento.

Art. 4º: Nos casos de grande complexidade, onde não seja possível uma aferição
exata da extensão dos trabalhos, o profissional poderá apresentar uma estimativa
provisória a ser complementada com o andamento ou término dos serviços.

(Filiado ao IBAPE – Entidade Federativa Nacional)


Rua Juarez Távora, 99 – Sala 202 – 1º andar – Torre – Cep.: 58040-020 – João Pessoa/PB - Telefax (83) 3241-6675
URL: http://www.ibapepb.org.br - E-mail: ibapepb@ibapepb.org.br - CGC. 01.704.017/0001-92
IBAPE/PB
INSTITUTO BRASILEIRO DE AVALIAÇÕES E PERÍCIAS DE ENGENHARIA
DA PARAÍBA.

II – HONORÁRIOS:

Art. 5º: Os honorários profissionais em trabalhos que envolvam realização de laudos


de avaliação de bens e perícias judiciais ou extrajudiciais serão calculados
prioritariamente em função do tempo necessário para execução do serviço. Na
impossibilidade dessa, ou de comum acordo entre as partes pode-se determinar os
honorários em função do valor estimado previamente, relativo ao bem objeto do
trabalho ou importância em discussão.

Art. 6º: O valor mínimo da hora técnica é de R$200,00 (duzentos reais), conforme
demonstrado na “Composição do valor da Hora Técnica” que se encontra anexo a
este regulamento.

Art. 7º: Na contratação de um laudo de avaliação de bens pode-se determinar o grau


de fundamentação que se almeja, no entanto não há garantia que o mesmo seja
alcançado, visto que depende de condições alheias a vontade do engenheiro
avaliador.

Art. 8º: Nas avaliações de bens típicos (lote, sala comercial, loja, casa e apartamento)
e que possuam mercado bem definido, os tempos mínimos para execução do serviço
(garantindo-se a qualidade do trabalho e buscando alcançar o grau de fundamentação
especificado) e seus respectivos honorários são:

Avaliação de unidades tipo lote, casa ou apartamento

Tempo mínimo necessário


Grau de Fundamentação Honorário
(horas)
I 16 R$ 3.200,00
II 24 R$ 4.800,00
III 36 R$ 7.200,00

(Filiado ao IBAPE – Entidade Federativa Nacional)


Rua Juarez Távora, 99 – Sala 202 – 1º andar – Torre – Cep.: 58040-020 – João Pessoa/PB - Telefax (83) 3241-6675
URL: http://www.ibapepb.org.br - E-mail: ibapepb@ibapepb.org.br - CGC. 01.704.017/0001-92
IBAPE/PB
INSTITUTO BRASILEIRO DE AVALIAÇÕES E PERÍCIAS DE ENGENHARIA
DA PARAÍBA.

Art. 9º: Nas perícias que não envolvam avaliações, o tempo mínimo necessário para a
execução de um serviço, garantindo-se a qualidade do trabalho, é de 16 horas, sendo
o honorário mínimo admitido de R$ 3.200,00 (três mil e duzentos reais).

Art.10º: Nas perícias que também envolvam avaliações, o tempo mínimo necessário
para execução dos serviços devem ser somados, observando-se a tabela abaixo:

Perícia com avaliação de unidades tipo lote, casa ou


apartamento

Tempo mínimo necessário


Grau de Fundamentação Honorário
(horas)
I 32 R$ 6.400,00
II 40 R$ 8.000,00
III 52 R$ 10.400,00

Art.11º: Nos casos que envolvam vistorias cautelares de imóveis urbanos típicos,
como também nos casos de recebimento de imóveis, o valor dos honorários mínimos
corresponderá a R$ 1.600,00 (um mil e seiscentos reais) por unidade, podendo ser
reduzido o valor em caso de similaridade e quantidade de imóveis.

Art.12º: Para as áreas comuns de edifícios e para unidades não padronizadas o valor
dos honorários será cobrado com base nas horas técnicas, conforme cada caso sendo
a quantidade de horas necessárias definida pela tabela abaixo.

(Filiado ao IBAPE – Entidade Federativa Nacional)


Rua Juarez Távora, 99 – Sala 202 – 1º andar – Torre – Cep.: 58040-020 – João Pessoa/PB - Telefax (83) 3241-6675
URL: http://www.ibapepb.org.br - E-mail: ibapepb@ibapepb.org.br - CGC. 01.704.017/0001-92
IBAPE/PB
INSTITUTO BRASILEIRO DE AVALIAÇÕES E PERÍCIAS DE ENGENHARIA
DA PARAÍBA.

Valores para vistorias cautelares e


recebimento de imóveis
Vistorias Cautelares e de
Recebimento de Imóveis
Tipo Área de Construção
Tempo mínimo Honorários
necessário Mínimos (R$)
Imóveis térreos ou até
área < 100m² 8 R$ 1.600,00
3 pavtos
Imóveis térreos ou até
101m² < área < 200 m² 14 R$ 2.800,00
3 pavtos
Imóveis térreos ou até
201m² < área < 500m² 20 R$ 4.000,00
3 pavtos
Imóveis térreos ou até
área > 500m² 26 R$ 5.200,00
3 pavtos
Imóveis térreos + de 3
área < 500m² 32 R$ 6.400,00
pavtos
Imóveis térreos + de 3
501m² < área < 2.000m² 38 R$ 7.600,00
pavtos
Imóveis térreos + de 3 2.001m² < área <
44 R$ 8.800,00
pavtos 7.000m²
Imóveis térreos + de 3
área > 7.000m² 50 R$ 10.000,00
pavtos

OBS:
1. Honorários mínimos expressos em reais.
2. Os honorários para os imóveis com características físicas adversas não foram contemplados na
tabela.
3. Os honorários para as edificações multifamiliares ou escritórios contemplam apenas as vistorias nas
áreas comuns.
4. Laudos que envolvam mais de uma especialidade de profissional deverão sofrer acréscimo mínimo
de 30%.
5. Imóveis em condições precárias de conservação deverão sofrer acréscimo mínimo de 20%.
6. Tabela válida para edificações até 30 anos de idade.
7. A cada 5 anos de idade superior a 30 anos acrescer 10% no valor até o limite de 50%.
8. Os valores não incluem os custos com testes, ensaios, cópias documentais e registros cartorários.
9. Deverão ser consideradas e mantidas as cláusulas cabíveis do Regulamento de Honorários do
IBAPE-PB.

(Filiado ao IBAPE – Entidade Federativa Nacional)


Rua Juarez Távora, 99 – Sala 202 – 1º andar – Torre – Cep.: 58040-020 – João Pessoa/PB - Telefax (83) 3241-6675
URL: http://www.ibapepb.org.br - E-mail: ibapepb@ibapepb.org.br - CGC. 01.704.017/0001-92
IBAPE/PB
INSTITUTO BRASILEIRO DE AVALIAÇÕES E PERÍCIAS DE ENGENHARIA
DA PARAÍBA.

Art.13º: Nos casos de Inspeção Predial de imóveis urbanos típicos, o valor dos
honorários mínimos corresponderá a R$ 3.200,00 (três mil e duzentos reais) por
unidade, podendo ser reduzido o valor em caso de similaridades e quantidade de
imóveis.
Art.14º: As inspeções prediais em áreas comuns de edifícios e para unidades não
padronizadas o valor dos honorários será cobrado com base nas horas técnicas,
sendo a quantidade de horas necessárias definida pela tabela abaixo.

Valores para Inspeção Predial


Inspeção Predial
Tipo Área de Construção Tempo mínimo Honorários
necessário Mínimos (R$)
Imóveis térreos ou até
área < 100m² 16 R$ 3.200,00
3 pavtos
Imóveis térreos ou até
101m² < área < 200 m² 28 R$ 5.600,00
3 pavtos
Imóveis térreos ou até
201m² < área < 500m² 40 R$ 8.000,00
3 pavtos
Imóveis térreos ou até
área > 500m² 52 R$ 10.400,00
3 pavtos
Imóveis térreos + de 3
área < 500m² 64 R$ 12.800,00
pavtos
Imóveis térreos + de 3
501m² < área < 2.000m² 76 R$ 15.200,00
pavtos
Imóveis térreos + de 3 2.001m² < área <
88 R$ 17.600,00
pavtos 7.000m²
Imóveis térreos + de 3
área > 7.000m² 100 R$ 20.000,00
pavtos

OBS:
1. Honorários mínimos expressos em reais.
2. Os honorários para os imóveis com características físicas adversas não foram contemplados na
tabela.
3. Os honorários para as edificações multifamiliares ou escritórios contemplam apenas as vistorias nas
áreas comuns.
4. Laudos que envolvam mais de uma especialidade de profissional deverão sofrer acréscimo mínimo
de 30%.
5. Imóveis em condições precárias de conservação deverão sofrer acréscimo mínimo de 20%.
6. Tabela válida para edificações até 30 anos de idade.
7. A cada 5 anos de idade superior a 30 anos acrescer 10% no valor até o limite de 50%.
8. Os valores não incluem os custos com testes, ensaios, cópias documentais e registros cartorários.
9. Deverão ser consideradas e mantidas as cláusulas cabíveis do Regulamento de Honorários do
IBAPE-PB.
(Filiado ao IBAPE – Entidade Federativa Nacional)
Rua Juarez Távora, 99 – Sala 202 – 1º andar – Torre – Cep.: 58040-020 – João Pessoa/PB - Telefax (83) 3241-6675
URL: http://www.ibapepb.org.br - E-mail: ibapepb@ibapepb.org.br - CGC. 01.704.017/0001-92
IBAPE/PB
INSTITUTO BRASILEIRO DE AVALIAÇÕES E PERÍCIAS DE ENGENHARIA
DA PARAÍBA.

Art.15º: O tempo mínimo necessário para realização de vistorias em Estádios de


Futebol conforme previsto na Portaria 124 do Ministério dos Esportes, ou a que vier a
substituí-la é de 52 (cinquenta e duas) horas técnicas.
Art.16º: Para cálculo do valor dos honorários será considerada a quantidade de 5,20
horas para cada 1.000 (mil) expectadores informados pela CBF. Dependendo do
estado de conservação do Estádio é lícito ao Engenheiro considerar até 50% a mais
no valor dos honorários calculados anteriormente relativos à maior quantidade de
horas necessárias para execução do serviço.

Inspeção Predial em Estádios de Futebol

Nº de Expectadores Horas Técnicas Honorários (R$)

inferior a 10.000 52,00 R$ 10.400,00


12000 62,40 R$ 12.480,00
15000 78,00 R$ 15.600,00
17000 88,40 R$ 17.680,00
20000 104,00 R$ 20.800,00
22000 114,40 R$ 22.880,00
25000 130,00 R$ 26.000,00
30000 156,00 R$ 31.200,00

Art.17º: O tempo mínimo necessário para realização da elaboração de laudo de


avaliação de glebas sem edificações é de 36 (trinta e seis) horas técnicas.
Art.18º: Para cálculo do valor dos honorários será considerada a tabela abaixo para os
casos de utilização do método comparativo direto de dados de mercado. Nos casos de
utilização do método involutivo o profissional poderá considerar até 50% a mais no
valor dos honorários calculados anteriormente relativos à maior quantidade de horas
necessárias para execução do serviço.

(Filiado ao IBAPE – Entidade Federativa Nacional)


Rua Juarez Távora, 99 – Sala 202 – 1º andar – Torre – Cep.: 58040-020 – João Pessoa/PB - Telefax (83) 3241-6675
URL: http://www.ibapepb.org.br - E-mail: ibapepb@ibapepb.org.br - CGC. 01.704.017/0001-92
IBAPE/PB
INSTITUTO BRASILEIRO DE AVALIAÇÕES E PERÍCIAS DE ENGENHARIA
DA PARAÍBA.

Laudo de avaliação de glebas

Área da gleba Horas Técnicas Honorários (R$)

até 20.000 m² 36 R$ 7.200,00


20.001 a 50.000 m² 46 R$ 9.200,00
50.001 a 80.000 m² 57 R$ 11.400,00
80.001 a 100.000 m² 68 R$ 13.600,00
100.001 a 150.000 m² 81 R$ 16.200,00
150.0001 a 200.000 m² 93 R$ 18.600,00
200.001 a 300.000 m² 102 R$ 20.400,00
300.001 a 500.000 m² 110 R$ 22.000,00
500.001 a 1.000.000 m² 115 R$ 23.000,00
acima de 1.000.000 m² 120 R$ 24.000,00

Art.19º: Nos casos em que as glebas possuam edificações, além dos valores
indicados na tabela acima, deveram ser adicionados os valores relativo à avaliação
pecuniária de bens imóveis nas alíneas correspondentes.

Art.20º: O tempo mínimo necessário para realização da elaboração de laudo de


avaliação de imóveis rurais sem edificações é de 36 (trinta e seis) horas técnicas.

Art.21º: Para cálculo do valor dos honorários será considerada a tabela abaixo para os
casos de utilização do método comparativo direto de dados de mercado.

(Filiado ao IBAPE – Entidade Federativa Nacional)


Rua Juarez Távora, 99 – Sala 202 – 1º andar – Torre – Cep.: 58040-020 – João Pessoa/PB - Telefax (83) 3241-6675
URL: http://www.ibapepb.org.br - E-mail: ibapepb@ibapepb.org.br - CGC. 01.704.017/0001-92
IBAPE/PB
INSTITUTO BRASILEIRO DE AVALIAÇÕES E PERÍCIAS DE ENGENHARIA
DA PARAÍBA.

Laudo de avaliação de glebas

Área da gleba Horas Técnicas Honorários (R$)

até 20 ha 36 R$ 7.200,00
20,01 a 50 ha 46 R$ 9.200,00
50,01 a 80 ha 57 R$ 11.400,00
80,01 a 100 ha 68 R$ 13.600,00
100,01 a 150 ha 81 R$ 16.200,00
150,01 a 200 ha 93 R$ 18.600,00
200,01 a 300 ha 102 R$ 20.400,00
300,01 a 500 ha 110 R$ 22.000,00
500,01 a 1.000 ha 115 R$ 23.000,00
acima de 1.000 ha 120 R$ 24.000,00

Art.22º: Nos casos em que os imóveis rurais possuam edificações, além dos valores
indicados na tabela acima, poderão ser adicionados os valores relativo à avaliação
pecuniária de bens imóveis nas alíneas correspondentes.

III – DISPOSIÇÕES FINAIS:

Art.23º: Nos casos em que houver visita prévia no imóvel para que o profissional
possa dimensionar o trabalho, poderá ser cobrada o valor de 1 (uma) hora técnica,
que será abatido do valor da proposta, caso ela seja aceita pelo contratante.

Parágrafo único: Poderá ser acrescido ao valor acima as despesas com


deslocamento, hospedagem e outras eventualmente necessárias.

Art.24º: São considerados casos especiais os trabalhos não constantes dos


parâmetros do presente regulamento. Os honorários profissionais para sua realização
deverão ser objeto de proposta prévia, devidamente justificada, seja individual ou por
equipe.

(Filiado ao IBAPE – Entidade Federativa Nacional)


Rua Juarez Távora, 99 – Sala 202 – 1º andar – Torre – Cep.: 58040-020 – João Pessoa/PB - Telefax (83) 3241-6675
URL: http://www.ibapepb.org.br - E-mail: ibapepb@ibapepb.org.br - CGC. 01.704.017/0001-92
IBAPE/PB
INSTITUTO BRASILEIRO DE AVALIAÇÕES E PERÍCIAS DE ENGENHARIA
DA PARAÍBA.

Art.25º: Havendo necessidade de trabalho de terceiros, como problemas ou cálculos


estruturais, serviços topográficos e de georrefenciamento, exames laboratoriais e etc.,
o custo poderá ser cobrado em separado, ou incluído na proposta do perito.

Art.26º: Este regulamento é valido por 1 ano a partir da data de sua aprovação pela
Assembleia Geral IBAPE-PB e todas as dúvidas emergentes da aplicação das
disposições deste Regulamento de Honorários Profissionais (ou omissões do mesmo)
serão dirimidas por consulta escrita, encaminhada ao IBAPE – PB.

Art.27º: Este Regulamento foi apreciado, discutido e aprovado em Assembleia Geral


do IBAPE-PB, realizada em 11 de agosto de 2016, conforme Ata, para os imediatos
efeitos e enviado ao Conselho Regional de Engenharia e Agronomia CREA-PB, bem
como ao CAU - Conselho de Arquitetura e Urbanismo para os devidos registros.

(Filiado ao IBAPE – Entidade Federativa Nacional)


Rua Juarez Távora, 99 – Sala 202 – 1º andar – Torre – Cep.: 58040-020 – João Pessoa/PB - Telefax (83) 3241-6675
URL: http://www.ibapepb.org.br - E-mail: ibapepb@ibapepb.org.br - CGC. 01.704.017/0001-92
IBAPE/PB
INSTITUTO BRASILEIRO DE AVALIAÇÕES E PERÍCIAS DE ENGENHARIA
DA PARAÍBA.

COMPOSIÇÃO DO VALOR DA HORA TÉCNICA


Unidade
Item Descrição Valor do Item Valor Total do Item
monetária
1.0 DESPESAS
1.1 Tarifa e Serviços
Energia Elétrica R$ 150,00
IPTU (mensal) R$ 70,00
TCR (mensal) R$ 20,00
Telefone R$ 150,00
Conexão de Dados R$ 100,00
Subtotal (a) R$ 490,00
1.2 Mão-de-obra Administrativa
Salário de Secretária/Digitadora R$ 1.000,00
Salário de auxiliar Técnicp R$ 1.100,00
Faxineira (diarista) R$ 300,00
Soma R$ 2.400,00
Leis sociais (85%) R$ 2.040,00
Subtotal (b) R$ 4.440,00
1.3 Despesas de Escrtório
Aluguel/Condom[inio R$ 1.800,00
Material de escritório R$ 300,00
Despesas de manuteção R$ 150,00
Contador R$ 880,00
Subtotal ( c) R$ 3.130,00
1.4 Transporte
Locação de veículo pequeno (80%) R$ 1.728,00
Combustível R$ 800,00
Subtotal (d) R$ 2.528,00
1.5 Depreciação de ativo imobilizado
Móveis R$ 12.000,00
Equipamentos de informática, máquinas fotográfica, GPS, software R$ 3.500,00
Ativo Imobilizado R$ 15.500,00
Depreciação móveis (80% em 10 anos) R$ 80,00
Depreciação outros equipamentos (100% em 3 anos) R$ 29,17
Subtotal (e) R$ 109,17
1.6 Custos Financeiros
CF = 1,5% x ativo imobilizado
CF = 0,015 x Ativo Imobilizado R$ 232,50
CF mensal (subtotal - f) R$ 232,50
2.0 REMUNERAÇÃO
2.1 Remuneração Mensal R$ 14.000,00
13º salário = (1/12) = 8,33% da remineração mensal R$ 1.166,67
Férias = (1/11) = 9,09% da remuneração mensal R$ 1.272,73
Seguro saúde/Complemento Aposentadoria R$ 700,00
Subtotal (g) R$ 17.139,39
3.0 RESUMO
3.1 Despesas
Tarifas e Serviços (subtotal -a ) R$ 490,00
Mão-de-obra administrativa (Subtotal - b) R$ 4.440,00
Despesas de escritório (subtotal - c) R$ 3.130,00
Transporte (subtotal - d) R$ 2.528,00
Depreciação do Ativo Imobilizado (subtotal - e) R$ 109,17
Custos Financeiros (subtotal - f) R$ 232,50
Subtotal (h) R$ 10.929,67
Reposição de IR s/ despesas (37,9%) R$ 4.142,34
TOTAL 1 R$ 15.072,01
3.2 Remuneração
Remuneração Mensal (Subtotal - g) R$ 17.139,39
TOTAL 2 R$ 17.139,39
4.0 VALOR DA HORA TÉCNICA
4.1 Parcela relativa às despesas
VHT1= TOTAL 1/160 R$ 94,20
4.2 Parcela relativa à remuneração profissional
VHT2= TOTAL 2/160 R$ 107,12
4.3 TOTAL (Valor da Hora Técnica)
VHT = VHT1 + VHT 2 R$ 201,32
Valor da Hora técnica adotado é de R$ 200,00 (duzentos reais)

(Filiado ao IBAPE – Entidade Federativa Nacional)


Rua Juarez Távora, 99 – Sala 202 – 1º andar – Torre – Cep.: 58040-020 – João Pessoa/PB - Telefax (83) 3241-6675
URL: http://www.ibapepb.org.br - E-mail: ibapepb@ibapepb.org.br - CGC. 01.704.017/0001-92

Interesses relacionados