Você está na página 1de 7

ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO

SETOR: SEÇÃO: EQUIPAMENTO: GRAU DE RISCO: Leve ( ) Moderado ( ) Crítico ( )


SERVIÇO A EXECUTAR: TAREFA / LOCAL ESPECÍFICO: PERÍODO: 09/04/2018 a 10/04/2018
HORÁRIO: TURNO 1 ( ) 2( ) 3 ( ) ROTINEIRO ( ) NÃO ROTINEIRO ( ) NUM DA APR : VALIDADE:
EPI’s DE USO OBRIGATÓRIO:

ATIVIDADES RISCOS / IMPACTOS POTENCIAIS MEDIDAS PREVENTIVAS/RECOMENDAÇÕES


(COM SUAS RESPECTIVAS ETAPAS/ PASSOS/ LOCAIS/ Nº DA PT
(O QUE PODERÁ SAIR ERRADO) (P/EVITAR OU MINIMIZAR POSSÍVEIS PERDAS)
FERRAMENTAS E EQUIPAMENTOS)

NOMES E TELEFONES PARA CONTATO:


Nome: Lieberti Ramal: 31 Tel: (35) 99842-4082
Em caso de princípio de incêndio, utilize os extintores adequados, caso esteja habilitado
Em caso de acidentes com lesão ou mal estar, comunique a ocorrência: Nome: Adilson Ramal: Tel:
para este fim. Comunique a ocorrência imediatamente:
Setor de Segurança do Trabalho. Nome: Juliano Ramal: Tel:
Informe ao Setor de Segurança do Trabalho.
Nome: Ramal: Tel:
Membro da Brigada: _____________________________
Nome: Ramal: Tel:
__________________
OBS: Abandone o local quando solicitado e o mais breve possível.

APROVAÇÕES DA ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCOS


FUNÇÃO NOME LEGÍVEL ASSINATURA FUNÇÃO NOME LEGÍVEL ASSINATURA

1º) SOLICITANTE ATIVIDADE / SERVIÇO 5º) RESPONSÁVEL EXECUTANTE PRESTADOR DE SERVIÇOS


FOLHA Nº

2º) RESPONSÁVEL EXECUTANTE 6º) TÉCNICO DE SEGURANÇA PRESTADOR DE SERVIÇOS __/___

3º) LIBERADOR NA ÁREA DE EXECUÇÃO 7º) COORDENADOR ÁREA SOLICITANTE (GR= Crítico)

4º) RESPONSÁVEL ELÉTRICA 8º) TÉCNICO DE SEGURANÇA PRÓ-AMBIENTAL


colaboradores envolvidos na atividade foram treinadas na análise de riscos desta tarefa, e estão cientes
CHECK LIST - APÓS ELABORAÇÃO DA APR
dos riscos e medidas preventivas existentes no ambiente de trabalho

NOME EMPRESA FUNÇÃO ASSINATURA ITENS A AVALIAR SIM NÃO

01) Há risco de corte?

02) Há risco de quedas?

03) Há risco de projeção de partículas?

04) Há risco de prensamento (tronco / membros)?

05) Há risco de queimaduras com solda?

06) Há risco de contaminação por produtos químicos?

07) Há risco de explosão ou incêndio?

08) Há risco de contato com superfície quente?

09) Há risco de exposição a radiação?

10) Há risco de choque elétrico?

11) Há risco no trajeto para área de trabalho?


12) Há necessidade de montagens pré-execução (andaimes, cabos de aço, etc.)?
13) Há boa ventilação no local?

14) Existem redes pressurizadas?

15) Existem pessoas trabalhando acima ou abaixo?

16) A tarefa proporciona risco a outros?

ATENÇÃO
1. Garanta o treinamento de todos os participantes
FOLHA Nº ___ / ___
2. Garanta acompanhamento da execução do serviço

3. Pare e solicite ajuda caso tenha dúvidas de execução


CATÁLOGO DE RISCOS ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO
ATIVIDADES RISCOS POTENCIAIS MEDIDAS PREVENTIVAS/RECOMENDAÇÕES DE SEGURANÇA
(COM SUAS RESPECTIVAS ETAPAS/PASSOS) (O QUE PODERÁ SAIR ERRADO)
Nº DA PT (P/EVITAR OU MINIMIZAR POSSÍVEIS PERDAS)

Todos devem manter atenção a circulação de veículos;


Veículos não devem ultrapassar limite de velocidade máxima, 20 Km/h externno e 10Km/h interno, dar preferência a pedestres;
Manter faróis baixos acessos, uso de cinto de segurança, veículo em bom estado de conservação e manutenção;
Respeitar as capacidades de passageiros e de cargas;
Atropelamentos
Cargas devem estar com altura e amarrações adequadas;
Colisão
Estacionar em locais adequados, em paradas manter pisca alertas ligados;
Acesso a Empresa (Ciculação Externa / Interna / Movimentação com Quedas de mesmo nível
Não obstruir locais de passagem e/ou circulação;
veículos). Projeção de partículas
Pedestres devem atravessar as ruas somente pelas faixas de segurança e olhar para os dois lados;
Contato com peças içadas
Circular pela fábrica somente pelos corredores de pedestres;
Ruído
Não circular por locais onde exista cargas em movimento, aguardar até o final da atividade;
Não obstruir passagens com materiais ou peças;
Não parar para avaliar atividades nas linhas sem as devidas proteções, não intervir em processos;
Utilizar EPI`s obrigatórios (Óculos de Segurança, Sapato de Segurança, Protetor Auricular).

Deve se manter distancia confortável entre a tela do computador, a mesa de trabalho e o funcionário.
Mobiliário ajustável as dimensões físicas dos funcionários.
Mobiliário com bordas e cantos arredondados.
Manter-se sentado em postura correta, com coluna apoiada correta e confortávelmente no encosto da cadeira.
Fornecer apoio para os pés.
Postura inadequada
Revezar posição (sentado e em pé).
Atividades administrativas Lesão pos esforço físico
A cada 50 min em tabalhos no computador descansar 10 min em outra atividade diferente.
Fadiga visual
Rotinas de ginástica laboral.
Manter iluminação adequada, com boas condições de conforto.
Ficar atendo a desnívies na circulação.
Atenção no manuseio de papéis, furadores, grampeadores, guilhotinhas ou similares com possibilidade de corte.
Não subir em cadeiras ou mesas (atentar para rodas e risco de quedas).
Deve-se evitar a exposição ao trabalho em altura;
Somente deverá executar atividades em altura funcionário apto com comprovada qualificação conforme NR 35 e ASO adequado;
Avaliar condição de Pressão arterial antes do início da atividade e marcar o horário de avaliação na APR;
Deve ser previsto sistema anti-queda (linha de vida ou cabo guia) dimensionado por profissional qualificado com devido projeto e ART,
previsto à todo o trajeto necessário para a execução da atividade não permitindo que o colaborador desconecte-se para a mudança de
posição;
Deve ser previsto sistema de acessos, escadas ou plataformas adequadas fixas ou com sistema de travamento adequados a atividade;
Deve ser previsto sistema Guarda-Corpo-Rodapé(GCR) conforme normas, em escadas coletivas ou plataformas de acessos ou
andaimes/balancins;
Usar escadas de mão em boas condições, preferencialmente de fibra ou alumínio, que não apresentem avarias, dobras ou quebras. Escadas
de mão devem ter no máximo 7m de altura e escadas de abrir no máximo 4m de altura com travamento intermediário. Escadas devem estar
com uma das extremidades fixadas e ultrapassar em 1m o patamar de acesso, deve ser previsto cabo guia na escada de 7m para fixar trava-
quedas durante o acesso. Considerar interferências em redes, bandeijas ou calhas, dutos ou eletrodutos com rede elétrica ou pressurizados.
O local abaixo da escada deve permanecer sinalizado/isolado.
Uso de PTA - somente por profissional capacitado e identificado. Garantir a desenergização/ despressurização/desligamento de redes de
energia/equipamentos(ponte rolante)/tubulações com possibilidade de interferências na atividade. Não ultrapassar o limite de carga do
equipamento, no máximo duas pessoas, não carregar materiais na gaiola não subir no sistema GCR, não sair da gaiola. Realizar inspeção de
Queda de pessoas
Emitir PT pré-uso antes do início da operação. Manter sinalização no local onde a atividade será realizada.
Trabalho em Altura - Diferença de nível superior a 2m Queda de materias
diária Andaimes/Balancins somente devem ser utilizados para casos onde nenhum outro tipo de acesso foi possível. Devem possuir e seguir projeto
Quedas ferramentas com devida ART, deve possuir equipe de montagem e desmontagem, check list de liberação realizado por profissional capacitado, placa de
LIBERADO ou NÃO LIBERADO, monitoramento que garanta as condições de liberações, linhas de vida individuais com trava-quedas
independente a estrutura do andaime/balancim, dimensionados conforme projeto. Andaime deve ser provido de escada de acesso lateral
adequada, sistema GCR e tela de proteção na extensão total da plataforma de trabalho, estaiado na estrutura e com sapatas estáveis em piso
nivelado. Deve-se garantir a desenergização/despressurização/ desligamento de redes de energia/equipamentos(ponte rolante)/ tubulações
com possibilidade de interferências. Não ultrapassar o limite de carga do equipamento.
Proibido lançar equipamentos e/ou ferramentas em desnível, usar cinto porta ferramentas e/ou amarrar/fixar as mesmas, prover sistema de
içamento de peças por cordas fixos corretamente e como mínimo de esforço físico que garanta o içamento seguro de material.
Revisar cabos de ferramentas elétricas com a possibilidade de contado com as estruturas de acesso a altura.
Uso de EPI - capacete com jugular, luvas, cinto de segurança com talabarte duplo e mosquetão 110mm, para locais com fator de queda igual
ou superior a 1 é obrigatório o uso de absorvedor de impacto. O Cinto deve ser inspecionado diariamente.
Deve ser garantida a Recusa de Tarefas a todos os colaboradores quando a atividade apresentar condições inseguras.
Atividades em telhados somente serão liberados em locais com linhas de vida devidamente dimensionadas e fixadas conforme projetos.
Cadeiras suspensas, cestos ou similares, bem como situações não contidas neste deverão ser tratadas especificamente.
Somente deverá executar atividades à quente colaborador capacitado, com experiência mínima de seis meses na função e/ou devidamente
treinado por instituição reconhecida.
Remover todos líquidos inflamáveis e/ou combustíveis do local onde será realizado trabalhos à quente.
Usar biombos / tapumes adequados a atividade com material ignífugo.
A atividade deverá ser acompanhada por um membro da DIR.
Não realizar soldas/cortes em tambores ou recipientes que tenham sido utilizados para acondicionar líquidos inflamáveis, combustíveis ou
desconhecidos.
Não realizar solda/corte sem a devida PT de análise prévia.
Manter máquinas de solda e cilindros fora do local de trabalho.
Devem ser evitados trabalhos sobrepostos ou em conjunto, e somente poderão ser realizados com proteção física intermediária adequada.
Manter posição adequada de cabeça minimizando o contato com fumos metálicos.
Incêndios / Explosão
Manter proteções fixas/móveis em todas as máquinas e equipamentos com partes móveis.
Radiação não ionizante
Somente utilizar discos adequados sem demasiado desgaste, não remover as devidas proteções.
Queimaduras
Trabalho à quente - Produz calor, faísca e/ou fagulhas, Lixamentos, Emitir PT Realizar atividades de solda e de corte em local/bancadas onde a projeção de partículas seja direcionada para pontos isolados sem
Cortes / Amputações
esmerilhamentos, rosqueadeiras, policortes - Poeiras metálicas diária colaboradores, produtos inflamáveis ou materiais combustíveis.
Projeção de Partículas
Manter válvulas anti retrocesso de chamas nas saídas dos cilindros e nas entradas das canetas de maçaricos, somente realizar emendas
Problemas respiratórios
adequadas, manter válvula borboletas com no máximo 1/4 de volta aberta, engates fixos corretamente sem vazamentos, magueiras
Choque elétrico
protegidas em áreas de circulação, cilindros armazenados e transportados somente em pé e corretamente fixados em carrinho adequado
armazenados em gaiola fechada identificada e com a devida FISPQ, acender maçarico somente com centelhador e manter bicos limpos.
Não intervir em partes elétricas da máquina ou equipamento, acionar a manutenção nesses casos.
Manter cabos elétricos e mangueiras protegidos, separados e longe do contado com umidade.
Somente ligar tomadas com os devidos plugs.
Manter locais limpos, organizados e devidamente sinalizados.
Manter-se hidratado durante longos processos à quente.
Usar EPI's corretos a função - Máscara de Solda/Elmo de proteção com lentes de acordo com a atividade, protetor auricular, óculos incolor
sob a máscara, respirador PFF2, avental e mangote de raspa ou blusão de raspa, perneira de raspa ou bota de raspa cano longo, sapato de
segurança, luvas de raspa punho 20cm.

Somente acessar locais confinados trabalhadores qualificados, conforme NR 33.


Somente acessar depois de emitida a PET, por supervisor de Espaço Confinado.
Realizar avaliações no ambiente verificando O2, contaminantes e explosivos por pessoa qualificada a manusear os dispositivos de medição,
os quais devem estar aferidos e com certificado de calibração em dia.
Remover todos os contaminantes, não realizar solda ou trabalho à quente sem avaliações anteriores, não levar cilindros ou materiais
inflamáveis ou combustíveis para o interior do espaço confinado
Explosão
Emitir Somente trabalhar sob observação de vigia, devidamente treinado.
Asfixia
Espaço Confinado - contato com contaminantes, deficiência ou PET a Manter sistema de resgate e planejamento de evacuação no local da atividade.
Mal súbito
enrequecimento de O2. cada Estabelecer comunicação adequada entre vigia - colaborador autorizado e sistema de resgate.
Quedas
entrada Manter ventilação adequada ao local.
Esforço físico
Garantir acesso adequado, livre e desimpedido a área, garantir dispositivos adequados para transpor desníveis conforme NR 35.
Sistematizar movimentação de materiais, a fim de evitar quedas, armazenamento inadequado ou esforços físicos.
Atividades com necssidade de ar mandado, ou fora de rotina deverão ser tratadas especificmente, com planejamento envolvendo SSM
Uso de EPI's adequados, capacete com jugular, óculos de segurança, protetor auditivo, sapato de segurança, roupa impermeável, luvas de
segurança, respiradores (PFF1, PFF2 ou autônomo de fuga).

Manusear e manter produtos químicos longe de fontes de ignição.


Manusear produtos químicos em locais abertos, ou em capela específica para tal.
Incêndio/Explosão
Manter vias aéreas longe da exposição, diminuir abertura dos locais de evaporação.
Intoxicações
Utilizar dispositivos para aplicar os produtos, diminuindo o contato com o produto.
Manuseio de produtos químicos - Tintas, bora de tintas, graxa, óleo, Queimaduras (olhos e membros) Emitir PT
Armazenar em locais adequados, armários corta fogo, ou central de tintas, não efetuar estoques mínimos nos locais de trabalho
lodo contaminado, solventes, vapores orgânicos (diversos) Projeção de Produto diária
Manter produtos quimicos identificados, rotulados, armazenados em recipientes adequados, manter FISPQ a disposição.
Dermatites
Manusear em locais com a devida contenção e descartar corretamente, atividades com produto químico devem ser realizdas distantes de
Contaminação solo e água
bocas de lobo.
Uso de EPI's - luvas impermeáveis de segurança, óculos de segurança, repiradores para vapores orgânicos, sapato de segurança.
Somente deverá operar equipamento de içar cargas operador qualificado e identificado, com treinamento válido.
A atividade deve ser estudada considerando o peso, a distância, o ângulo de içamento e o local a descarregar, para isso considerar a
capacidade de carga do equipamento, os acessórios e o plano de riging.
Manter equipamento corretamente patolado, a fim de garantir estabilidade, avaliar o terreno de acordo com a posição das patolas.
Todo o içamento deve ser auxiliado por um sinaleiro, devidamente treinado nos sinais em conjunto com o operador.
Os veículos devem estar em boas condições de uso, com manutenção preventiva em dia, sem emissão de fumaça preta.
Deve ter sido realizado check list de inspeção prévia do veículo, sob responsabilidade do operador.
Todos os acessórios devem ser vistoriados pelo operador, caso necessite deve solicitar apoio do setor de segurança do trabalho de sua
empresa.Em caso de fios soltos, dobras, esmagamentos, quebras, falta de travamento, ou desgaste execessivo em manilhas, cabos ou
Quedas de peças cintas, ganchos, lingas e/ou estropos, os mesmos devem ser trocados imediatamente, não içar cargas com acessórios desgastados.
Tombamento de equipamento Nunca "enforcar" cabos ou cintas para içamento.
Rompimento de acessórios Avaliar o local de içamento e movimentação de cargas, bem como no trajeto de locomoção de equipamento com altura demasiada, para que
Emitir PT
Manuseio e Içamento de cargas - Esforço físico Interferências com redes de não interfira em pontes rolantes, rede elétrica (por indução), tubulações ou estruturas, que venha a ocorrer em acidente. As fontes de energia
diária
energia e equipamentos devem ser desligadas e as estruturas removidas, se não for possível, definir outro trajeto de locomoção ou içamento de
Prensagens/Esmagamentos carga.
Colisões Deve ser usado dispositivo de guia na carga, para eu o auxiliar não venha aposicionar a mão na carga ou na zona de risco (tipo corda guiia ou
estenssor de metal para auxiliar no posicionamento e evitar balanços).
A carga deve ser içada pelo centro de gravidade, evitando desnivelamento e balanços excessivos.
A amarração deve garantir estabilidade até a descarga, nunca fixar pontos de içamento em partes pregadas ou soldadas.
Manter membros distante das zonas de risco (esmagamento e prensagens).
Manter área sinalizada, respeitar limietes de velocidade, interromper a atividade em caso de pessoas adetrarem embaixo da carga.
Proibido içar pessoas, por equipamento de içar peças.
Uso de EPI - Capacete com jugular, protetor auricular, óculos de segurança, luvas, sapato de segurança com biqueira de aço.

Deve ser garantidas medidas contra quedas de pessoas de altura. Deve ser providenciadas barreiras/leiras no entorno do local com risco de
queda de material. Andaimes ou plataformas de trabalho devem atender o previsto na NR 35 e NR 18.
Não é permitido trabalho sobreposto.
Escavações devem ter seu taludes com estabilidade garantida conforme projeto, sob supervisão de responsável técncio habilitado, atendendo
o preconizado na NR 18 referente a proteções de escavações.
Fundações e Escavações devem ser providas de acesso limitado e adequado, protegidas no entorno.
Deve ser previsto sistema de resgate para as atividades.
Armações, dobras, cortes e aramzenamento de vergalhão devem seguir o preconizado na NR 18, no mínimo.
Montagens de estruturas de armações devem ser lançadas seguindo o padrão de lançamento de carga, deve ser previsto plataforma de
trabalho para a execução da amarração da armação, não sendo permitido o aramdor permanecer sobre a armação durante o lançamento e a
amarração da estrutura.
Proibido lançar material em desnível.veículo industrial pesado somente colaborador devidamente habilitado, n"ao usar conchas de máquinas
Quedas ( altura e em mesmo Emitir PT para movimentar ou sustentar pessoa ou sistema anti-queda.
nível) conforme Veículos industriais pesados devem possuir boas condições de conservação e manutenção, o operador deve realizar check list de inspeção
Queda de material descrito diário.
Construção civil, perfurações, escavações - Esforço físico, cimento,
Desmoronamento/Soterramento na APR, Deve ser planejado o local onde haverá circulação de máquinas,caminhões bem como onde será basculado material, não deve haver
poeiras
Projeção de partículas dependen interferências de redes de energia ou tubulações.
Choque elétrico do do Processos de corte, furação (martelete), remoção de entulho devem ser umidificados
Ruído cenário Todo equipamento a ar comprimido deve possuir cordoalha e engate rápido.
Manuseio e armazenamento de cimento devem ser em locais apropriados, que não impeçam o fluxo de passagem e não contaminem o solo.
Betoneira fixa deve ser instalada por eletricista qualificado, cabos e painéis devem ser protegidos e manter-se longe de umidade, ligado
corretamente por plug e tomada.
Deve haver uma fluxo determinado para lançamento de concreto por caminhão betoenira a fim de não bloquear o trânsito.
Limpeza de bicas de caminhão betoeniras devem ser realizadas em local adeuado definido pelo executante e avliado pelo responável da
atividade. Limpeza no tanque do caminhão betoneira é considerado espaço confinado deve-se seguir oprevisto na NR 33, no mínimo.
Instalações elétricas devem ser realizadas com rede desenergizada sob sueprvisão de profissional qualificado e legalemnte habilitado.
Uso de EPI's - Capacete com jugular - Óculos de segurança - Protetor auricular plug e/ou concha - sapato com biqueira de aço, respirador
PFF1 - colete refletivo, demais necessários a atividade.
Devem ser tratados especificamente, conforme as características do local os seguintes itens. Lançamento de concreto - Detonação - Concreto
projetado - Tratamento de taludes - Perfuração de terreno ou estruturas - Bate estacas - Arrasamentos - Montagens de pré-moldados -
Demolições.
Somente profissional quallificado/capacitado conforme NR 10.
Executar atividades com áreas desenergizadas, todas as fontes de energia devem star controladas.
Realizar bloqueios e etiquetagem necessários, garantir a que não exista a reenergização.
Realizar aterramentos provisórios.
Usar somente ferramentas eletricamente isoladas e em boas condições.
Choque elétrico
Trabalhos com fontes de energia - Elétrica, hidráulica, pneumática, Emitir PT Seguir FISPQ para químicos.
Queimaduras
potencial, térmica, cinética, química ou radioativa. diária Seguir requisitos da CNEN para radioativos.
Eletrocussão
Seguir procedimentos de segurança pré-definidos.
Proibido usar adornos.
Usar Uniformes adequado a fonte de energia, ex. Uniforme NR 10.
Usar EPI`s adequados a fonte de energia.

Manter Ordem e limpeza no local.


Manter material, peças, objetos e ferramentas aramzenados de forma correta, que não obstrua áreas de circulação.
Cortes
Manter mãos distante de áreas de ação com risco de corte.
Manuseio de utensílios, ferramentas, objetos pontiagudos Contusões
Manter atenção e distancia correta no manuseio de objetos pontiagudos.
Ferimentos
Atentar para a projeção de partículas.
Manter o uso de EPI resistente ao tipo de corte possível.

Não remover carenagens ou proteções de partes móveis.


Garantir a desenergização e bloqueio das fontes de energia com possiblidade de arraste ou prensagem.
Revisar todo o sistema e a retirada de todos os envolvidos antes da reenergização ou testes.
Presnagem Manter bloqueios ou calços físicos em partes hidráulicas.
Partes móveis - manutenções, polias, correias, esteiras Esmagamentos Proibido usar adornos.
Pontos de "agarre/arraste" Não usar uniforme com pontas que possibilitem pontos de agarre e arraste.
Não usar crachás ou demais acessórios que possiblitem pontos de agarre e arraste.
Manter mãos distantes de zonas de prensagem, por exemplo engates de correias ou correntes.
Revisar todos os pontos de fixação das proteções ao fim das atividades, garantindo a correta e segura fixação da proteção.

FOLHA Nº: /

Você também pode gostar