Você está na página 1de 24

Instituto de Educação Superior da Paraíba

ESTATÍSTICA
Prof. Yuri Cavalcanti
RESUMO DE DADOS

SUMÁRIO

01 – INTRODUÇÃO;

02 – MEDIDAS DE DISPERSÃO.

Prof. Yuri 2
• INTRODUÇÃO

MEDIDAS
POSIÇÃO DISPERSÃO
ESTATÍSTICAS

- Média aritmética - Amplitude


- Mediana - Variância
- Moda - Desvio Padrão

Prof. Yuri 3
• MEDIDAS DE DISPERSÃO

Interpretação

As medidas de dispersão pode ser consideradas como ferramentas


para mensurar a homogeneidade dos valores de um grupo de
dados, mede quão próximo estes valores estão uns dos outros.

pequena dispersão

grande dispersão

Prof. Yuri 4
• MEDIDAS DE DISPERSÃO

Exemplo:

A  25,28,31,34,37 B  17,23,30,39,46
x A  31 xB  31

A variabilidade de B é maior que de A

Uma medida Uma medida de


Uma boa de posição dispersão
representação = +
(quase sempre a (quase sempre o
de dados
média) desvio padrão)

Prof. Yuri 5
• MEDIDAS DE DISPERSÃO

Amplitude

É expresso pela diferença entre o maior e o menor valor num


grupo, ou pela identificação desses dois números.

(1 ; 5 ; 7 ; 13) 13 – 1 = 12

(14 ; 3 ; 17 ; 4 ; 8 ; 73 ; 36 ; 48) 73 – 3 = 70

(3,2 ; 4,7 ; 5,6 ; 2,1 ; 1,9 ; 10,3) 10,3 – 1,9 = 8,4

Prof. Yuri 6
• MEDIDAS DE DISPERSÃO

Exemplo 01:
Sejam os pesos dos alunos de uma Pessoas Peso (kg)
série escolar apresentados na tabela
Robson 30
ao lado, determine a sua amplitude.
Adriano 35
Vinicius 55
Sta Adélia 52
Ranzani 60
Camila 53
Bertolo 75
Daniel 20
Kátia 40

Prof. Yuri 7
Prof. Yuri 8
• MEDIDAS DE DISPERSÃO

Limitação da Amplitude

Só leva em conta os dois valores extremos do conjunto, nada


informando sobre os outros valores.

1 • • • • • • • • • • é uma boa medida

2 • • •• • • ••• • é uma medida apenas


razoável
3 •••••• •• • • é uma medida ruim da
dispersão
intervalo

Prof. Yuri 9
• MEDIDAS DE DISPERSÃO

Variância

Dado um conjunto de dados, a variância é uma medida de


dispersão que mostra o quão distante cada valor desse conjunto
está do valor central (médio).
AMOSTRA

(𝑥 − 𝑥)
ҧ 2 ∗ 𝑓 + ⋯ 𝑥 − 𝑥ҧ 2 ∗ 𝑓𝑛 σ(𝑥𝑖 − 𝑥)ҧ 2 ∗ 𝑓𝑖
1 1 𝑛
𝑆2 = =
𝑛−1 𝑛−1
POPULAÇÃO

(𝑥 − 𝑥)
ҧ 2 ∗ 𝑓 + ⋯ 𝑥 − 𝑥ҧ 2 ∗ 𝑓𝑛 σ(𝑥𝑖 − 𝑥)ҧ 2 ∗ 𝑓𝑖
1 1 𝑛
𝜎2 = =
𝑛 𝑛

Prof. Yuri 10
• MEDIDAS DE DISPERSÃO

Exemplo 02:
Calcule a variância da população do exemplo 01.

Prof. Yuri 11
Pessoas Peso (kg) ഥ
𝒙−𝒙 (𝒙 − 𝒙
ഥ)²
Robson 30
Adriano 35
Vinicius 55
Sta Adélia 52
Ranzani 60
Camila 53
Bertolo 75
Daniel 20
Kátia 40

Prof. Yuri 12
• MEDIDAS DE DISPERSÃO

Limitação:

No cálculo da variância cometemos um “erro técnico”, no


momento em que elevamos ao quadrado as dispersões
(diferenças) de cada elemento em relação à média, pois
automaticamente alteramos a unidade de trabalho, não podendo
ser comparado com o valor médio da grandeza.

Prof. Yuri 13
• MEDIDAS DE DISPERSÃO

Desvio Padrão
O desvio padrão define-se como a raiz quadrada da variância.

AMOSTRA

(𝑥1 − 𝑥)ҧ 2 ∗ 𝑓1 + ⋯ 𝑥𝑛 − 𝑥ҧ 2 ∗ 𝑓𝑛 σ(𝑥𝑖 − 𝑥)ҧ 2 ∗ 𝑓𝑖


𝑠= =
𝑛−1 𝑛−1

POPULAÇÃO

(𝑥1 − 𝑥)ҧ 2 ∗ 𝑓1 + ⋯ 𝑥𝑛 − 𝑥ҧ 2 ∗ 𝑓𝑛 σ(𝑥𝑖 − 𝑥)ҧ 2 ∗ 𝑓𝑖


𝜎= =
𝑛 𝑛

Prof. Yuri 14
• MEDIDAS DE DISPERSÃO

Desvio Padrão

É definido desta forma de maneira a dar-nos uma medida da


dispersão que:
 Seja um número não-negativo;
 Possua mesma unidade dos dados fornecidos inicialmente.

Prof. Yuri 15
Pessoas Peso (kg) ഥ
𝒙−𝒙 (𝒙 − 𝒙
ഥ)²
Robson 30
Adriano 35
Vinicius 55
Sta Adélia 52
Ranzani 60
Camila 53
Bertolo 75
Daniel 20
Kátia 40

Prof. Yuri 16
• MEDIDAS DE DISPERSÃO

Exemplo 04:
Vamos supor que eu quero Fabricante A Fabricante B
comprar uma lâmpada para a (h) (h)
minha casa e quero que ela dure 730 1000
pelo menos 700 h. Eu solicito a 710 687
dois fabricantes o tempo de vida
705 700
útil de suas lâmpadas e eles me
720 850
fornecem os seguintes dados:
765 587
Supondo que as duas lâmpadas
750 710
custam o mesmo valor, qual delas
eu deveria comprar?

Prof. Yuri 17
Fabricante A ഥ
𝒙−𝒙 (𝒙 − 𝒙
ഥ)²
(h)
730
710
705
720
765
750

Prof. Yuri 18
Fabricante B ഥ
𝒙−𝒙 (𝒙 − 𝒙
ഥ)²
(h)
1000
687
700
850
587
710

Prof. Yuri 19
• MEDIDAS DE DISPERSÃO

Exemplo 05:
Um comerciante está interessado em comprar 100 garrafas de cachaça
para o seu estabelecimento. No entanto, como é de preferência de sua
clientela, é necessário que a cachaça escolhida apresente um teor
alcoólico de no mínimo 33% em volume. Ele consultou alguns
fornecedores e obteve as seguintes informações:
Marca A Marca B Marca C
(R$ 3,50/L) (R$ 4,10/L) (R$ 3,65/L)
38,7 35,7 38,7
33,5 36,4 33,5
32,5 35,9 34,5
31,2 33,2 34,2
35,9 34,1 35,9
Na sua opinião, qual deveria ser a marca escolhida pelo comerciante?
Prof. Yuri 20
Marca A ഥ
𝒙−𝒙 (𝒙 − 𝒙
ഥ)²
(R$ 3,50/L)
38,7
33,5
32,5
31,2
35,9

Prof. Yuri 21
Marca B ഥ
𝒙−𝒙 (𝒙 − 𝒙
ഥ)²
(R$ 4,10/L)
35,7
36,4
35,9
33,2
34,1

Prof. Yuri 22
Marca C ഥ
𝒙−𝒙 (𝒙 − 𝒙
ഥ)²
(R$ 3,65/L)
38,7
33,5
34,5
34,2
35,9

Prof. Yuri 23
FIM

Prof. Yuri 24

Você também pode gostar