Você está na página 1de 1

nòn è viltà, ne da viltá procede

s´alcun per evitar più crudel sorte,

odia la própria vita e cerca morte...

meglio è morir all´anima gentile

che suportar inevitabil danno

che lo faria cambiar animo e stile.

Quanto há la morte Già tratti d´affanno!

Ma molti ch´hanno il chiamar morte a vile

Quanto talor sai dolce ancor non sanno

Não é vileza nem dela resulta

Se alguém para fugir a dura sorte

Odeia vida e acerca da morte

Melhor será morrer de alma serena

Do que sofrer o irreparável dano

Que o faria mudar estilo e vida.

São muitos os que a morte dão guarida

Mas quantos há que se desesperem ao ir-se

POR NÃO SABER QUÃO DOCE É DESPEDIR-SE!