Você está na página 1de 4

Para se recolher pessoas são necessários ebós propiciatórios.

Os ebós de 1 a 6 ou 7, são de preparação para recolher novatos. Entretanto Se há uma


pessoa do
santo que precisa abrir caminhos, etc. pode ser usado.
E B Ó DE CAMINHO
(PARA LIMPEZA E PREPARAÇÃO)
Fazer em estrada. Se fizer no barracão tem que saber varrer.
1° CAMINHO DE EBÓ - PAMBUNJILA
Material:
 1m morim preto
 1m morim vermelho
 2m morim branco (1m para cobrir a pessoa)
 1 alguidar grande, número 8
 11 velas brancas
 1 pemba branca
 1 caxixi (ou maraca pequena)
 1 padê pequeno de dendê
 1 padê pequeno de oti
 1 padê pequeno de mel (se for o caso)
 1 padê pequeno de água
 7 ovos de cor
 1 copinho de feijão preto
 1 copinho de feijão roxo
 1 copinho de feijão fradinho
 1 copinho de amendoim cru
 1 copinho de milho de galinha
 1 copinho de arroz branco
 1 copinho de semente de girassol
(as sementes são levemente torradas)
 Um pouco de sal grosso
 1 casal de frangos brancos
 1 faca virgem com cabo de madeira
 1 doce escuro (bananada, mariola)
 7 acarajés
 7 acaçás brancos
 7 acaçás amarelos (milho de canjica vermelho)
Os dois enrolados em mamona roxa.
 Doburu de dendê
 Canjica branca cozida
 7 buchas de pólvora com algodào, sal e açúcar.
 7 gotas de azougue (mercúrio metálico)
 1 vassourinha de piaçava (ou vassourinha de relógio amarrada)
 7 folhas grandes de mamona roxa (+- 2 palmos)
 7 fios compridos de palha da costa
Modo de Fazer:
Quem ajuda a passar este ebó tem que estar amarrado).
Forrar o chão com os morins preto, branco, vermelho, no sentido vertical ao cliente, da
direita para a esquerda, colocando o alguidar nas ponta do morim branco. Colocar a
pessoa de frente para o alguidar, com os pés no morim branco. Acender as 4 velas, em
torno da pessoa, no sentido horário. 2
3
1
4
Colocar as 7 folhas de mamona roxa à frente dos morins, da direita para a esquerda do
cliente. Cruzar com a pemba o rosto e braços de todos (pai de santo, etc.) para
transfigurar as pessoas (ou coloca desodorante Barla) depois tira, para não ser
reconhecido.
Cobrir o ori da pessoa com morim. Passar os padês na ordem dada. Ir colocando no
alguidar e um pouco em cada folha de mamona, fazendo tudo no sentido horário sempre.
Passar os ovos no sentido horário, e quebrar dentro do alguidar, NO SENTIDO ANTI-
HORÁRIO. Passar os ingredientes torrados e colocar dentro do alguidar. Passar todo o
resto, exceto o caxixi e os frangos, e ir colocando dentro do alguidar. Reservar apenas as
buchas de pólvora, a faca, a vassourinha e a palha da costa.
Pegar o casal de frangos. Começar pelo sexo do primeiro santo da pessoa. Passar o
bicho em todo o corpo, da cabeça aos pés. Cortar no alguidar, com a faquinha virgem.
Cortar o pescoço, pingar ejé nas folhas. Esperar o bicho morrer no alto. Dividir nas 7
folhas do seguinte modo:

cabeça

coxa, contra-coxa, pé esquerdo

asa esquerda inteira

coxa, contra-coxa e pé direito

asa direita inteira
partir o frango ao meio, na horizontal.

parte traseira do frango

parte dianteira do frango
Sacrifica-se o outro bicho, usando o mesmo processo, e coloca-se:

cabeça

coxa, contra-coxa, pé esquerdo

asa esquerda inteira

coxa, contra-coxa e pé direito

asa direita inteira
partir o frango ao meio, na horizontal.

parte traseira do frango

parte dianteira do frango
Passar as gotas de azougue na pessoa, do pescoço para baixo. Pegar o caxixi (ou maraca)
e bater do lado da pessoa, até bater 7 vezes no chão e jogar no alguidar, de cabo para
cima. A vassoura também colocar no alguidar de cabo para cima. A roupa velha deverá ser
virada do avesso e colocada no alguidar.
Com a palha da costa amarrar cada folha, formando uma trouxinha. Embrulhar o alguidar
com o
morim que está no chão.
Um ogã confirmado irá correr 7 encruzilhadas (de preferência de terra) deixando uma
trouxinha e uma vela acesa em cada uma. (As encruzilhadas sempre para a direita). Na
última deixar o restante do ebó.
Enquanto o ebó estiver sendo entregue na rua, a pessoa que passou o ebó deverá tomar
banho da cabeça aos pés com sabão da costa e com jawa = agbo, em seguida colocar
roupas claras e descansar.

2° CAMINHO DE EBÓ - EBÓ DE MACAIA (MATA


)
(PODE SER DIRECIONADO PARA CAMINHO DE CABOCLO)
Material:
 1m de morim branco
 4 velas brancas
 1 padê pequeno de dendê
 1 padê pequeno de mel (para filhos de Oxossi, açúcar, melado ou Karo)
 1 padê pequeno de água
 1 padê pequeno de água de flor de laranja (pode ferver a flor, ou cidreira, ou capim
limão, ou
água de melissa)
 7 ovos brancos
 1 pedacinho de fumo de rolo desfiado
 doburu de dendê
 7 acaçás amarelos (canjica vermelha - cozinha a canjica e mói)
 7 acaçás brancos (na Bahia se faz acaçá com maizena)
Enrolar os acaçás em folha nova de bananeira (queimar antes)
 milho de galinha cozido
 canjica cozida
 1 pombo de cor clara
 1 retrós vermelho
 1 retrós branco
 4 buchas de pólvora simples, sem açúcar nem sal.
Modo de fazer:
Ao chegar na entrada da mata, no lado esquerdo de quem entra, arriar os padês. Sobre
os padês
colocar 21 moedas correntes. Acender uma vela e oferecer aos guardiões da entrada da
mata.
Em seguida, ao pé de uma árvore frondosa, acender uma vela pequena. Colocar as
moedas (2, 14 ou
15) e oferecer a Katende. Pode levar uma comida para Ossain.
Escolher uma clareira dentro da mata, acender 4 velas em cruz, cobrir a pessoa com
morim branco
(ou colocar uma folha de mamona branca na cabeça).
Passa-se o ebó da cabeça aos pés na frente e nas costas. Por último passar o pombo.
Pegar só pelos pé. Rezar (toda vez que falar "Tata" roda o pombo na cabeça). Pedir para
a pessoa cuspir 3 vezes no bico do pombo. Soltar o pombo para o interior da mata.
Dar uma volta com a linha desfiada, junta, ao redor da cintura (o chakra umbilical é que
desembaraça tudo. Desenrolar as linhas na frente, aos pés da pessoa. Ir pedindo
caminhos abertos, paz, progresso, etc.
Em seguida queimar as 4 buchas em forma de cruz. A primeira na frente, e gira em
sentido horário.
Ao retornar todos passam por banhos de sabão da costa, jawa e água de canjica. (todos
os que vão
ajudar no ebó devem usar sempre contra-egun ).
Colocar roupas claras e descansar.
Pokó ndemba = obé = navalha = ximan (Congo)