Você está na página 1de 114

CURSO TERAPIA

OKADA

TOOHOO NO HIKARI

Curso Terapia Okada

ÍNDICE

INTRODUÇÃO

3

PERGUNTAS E RESPOSTAS

4

 

PERGUNTA 1

4

PERGUNTA 2

15

PERGUNTA 3

19

PERGUNTA 4

24

PERGUNTA 5

30

PERGUNTA 6

33

PERGUNTA 7

38

PERGUNTA 8

41

PERGUNTA 9

44

TERAPIA DE PURIFICAÇÃO OKADA

54

SEMINÁRIO DE INVESTIGAÇÃO DOS PONTOS VITAIS

54

1 - INTRODUÇÃO

54

2 - SOBRE A TERAPIA DE PURIFICAÇÃO OKADA

56

3 - PONTO DE VISTA DOS MÉDICOS E DOS JURISTAS SOBRE AS DIFERENÇAS ENTRE A TERAPIA DE

PURIFICAÇÃO E A MEDICINA

60

a) Diferenças no objetivo e no método

60

b) Pontos vitais (febre, nódulos): investigação, anamnese (perguntas feitas para

chegar a um diagnóstico) e a

62

4

- A PRÁTICA DA TERAPIA DE PURIFICAÇÃO OKADA

65

4.1

- É proibida a realização de anamnese (perguntas minuciosas) e o exame físic o

(tocando a pessoa)

66

4.2

- Itens a serem considerados na prática da Terapia

67

5

- MÉTODO DA TERAPIA

68

5.1

- Pontos básicos da terapia

68

5.2

- Pontos básicos da investigação

70

5.3

- Ordem de Ministração da Terapia

72

5.4

- Autoterapia

73

6

- PONTOS IMPORTANTES

74

6.1

- Respeitar rigorosamente as leis e seguir as orientações

74

6.2

- Para que a investigação dos pontos vitais não seja interpretada como assédio

 

sexual

74

SEMINÁRIO DE INVESTIGAÇÃO DOS PONTOS VITAIS DA TERAPIA DE PURIFICAÇÃO OKADA

76

EXTRATOS DE ENSINAMENTOS

76

AULA 1 - CONCEITO BÁSICO DA INVESTIGAÇÃO DOS PONTOS VITAIS DA TERAPIA DE PURIFICAÇÃO OKADA

76

AULA 2 - PONTOS BÁSICOS DA INVESTIGAÇÃO

79

AULA 3 - ASPECTO PRÁTICO DA INVESTIGAÇÃO DOS PONTOS VITAIS DA TERAPIA DE PURIFICAÇÃO OKADA

84

AULA 4 - PONTOS BÁSICOS PARA A PRÁTICA DA TERAPIA

98

OS CUIDADOS NO MOMENTO DE MINISTRAR A TERAPIA DE PURIFICAÇÃO OKADA

 

108

INTRODUÇÃO

108

FINAL

114

Curso Terapia Okada

INTRODUÇÃO

A 1º de abril, no começo do novo ano fiscal japonês, a

MOA foi registrada oficialmente como pessoa jurídica, inaugurando-se o seu novo sistema associativo; em outras

palavras, foi o descortinar duma nova etapa de trabalho.

A respeito, colhemos opiniões de inúmeros funcionários e

Bun-ins quanto ao estabelecimento e ao mecanismo do novo sistema organizacional. A maioria mostrou-se muito contente e entusiasmada com o estabelecimento do novo sistema, e comovida com a chegada do momento de difundir a Terapia de Purificação Okada à sociedade, traçando uma linha divisória com a religião. Chegaram-nos inclusive valiosas sugestões, pois ao se lançar à sociedade segundo a vertente da MOA inevitavelmente surgirão várias questões a ser solucionadas.

Passando em revista os materiais já publicados, tais como o que é MOA? ou o Manual da Construção e Salvação dos Protótipos Junto com Meishu-Sama, percebemos, entre outras coisas, a forma com que devemos pensar e agir.

Todavia, com o intuito de esclarecer a fundo as questões que nos têm chegado, elaboramos o Toohoo-no-Hikari (Luz do Oriente) e MOA Perguntas e Respostas (I), tomando por referência os pontos importantes da bibliografia acima citada e recorrendo aos Ensinamentos e feitos de Meishu-Sama.

Embora o presente material não abranja a totalidade das questões previsíveis, pedimos que se faça uso dele. Se depararem-se com algum ponto que precise ser revisto, solicitamos que nos enviem críticas construtivas, de forma a fazermos da Toohoo-no-Hikari e da MOA entidades das quais transborda a ―força absoluta‖.

Curso Terapia Okada

PERGUNTAS E RESPOSTAS

Pergunta 1

Por que foi necessário instituir a MOA como pessoa jurídica? Penso que há a opção de trabalhar unicamente segundo a vertente da Toohoo-no-Hikari. Não deveriam pensar a respeito com um pouco mais de cautela?

Resposta: Embora tenhamos recebido poucas perguntas assim, a questão condensa pontos básicos e importantes. Portanto, trataremos detalhadamente o seu conteúdo nos 4 itens abaixo.

―Penso que há a opção de trabalhar unicamente segundo a vertente da Toohoo-no-Hikari‖

Primeiramente, tratemos dessa questão.

A resposta para essa pergunta pode ser encontrada mediante a assimilação do por que do estabelecimento da MOA. Esse assunto é tratado em detalhes no Manual da Construção e Salvação, portanto, reestudemos esse ponto junto com os Ensinamentos.

―Quando o Paraíso Terrestre de Atami ficar pronto, com a conclusão do Museu de Belas-Artes MOA, creio que se tornará um grande foco de atenções. Gozará de muita fama não apenas no Japão, mas também nos Estados Unidos, obviamente, e no fim na Europa. (

Concluído o Paraíso Terrestre de Atami, perplexas, as pessoas perguntarão: ‗Afinal, quem o fez?‘ ‗Foi o fundador da Sekai Kyussei-kyo.‘ ‗Ah, sim? E quem é ele?‘ ‗É um homem chamado Mokiti Okada.‘ ‗Então vamos pesquisar sobre ele.‘ — É

Curso Terapia Okada

o que vai acontecer. Com certeza, surgirá, assim, uma espécie de ‗febre dos estudos sobre Mokiti Okada‘‖.

(7 de janeiro de 1954)

―O meu objetivo é salvar toda a humanidade e não só o Japão. Talvez julguem que Salvar a América seja pretensão descabida, porém, a meu ver, a salvação daquela nação a maior potência mundial é o que há de mais efetivo para salvar a humanidade‖.

(22 de outubro de 1952)

Meishu-Sama previu que estudos sobre Mokiti Okada começariam a ser feitos mundialmente, após a conclusão do Zuiun-Kyo. Dois anos antes da celebração da Comemoração do Centenário do Nascimento de Meishu-Sama, o presidente Teruaki Kawai (na época, presidente da Sekai Kyussei-Kyo) tomou a firme decisão de pôr fim aos inúmeros problemas por que passava a Instituição, os quais impediam o início desse trabalho. Tal decisão nasceu da sua fé centralizada em Meishu- sama, e durante a sua busca sobre a verdadeira natureza de Meishu-Sama.

Com a conclusão do Zuiun-kyo, a Luz de Meishu-Sama estender-se-ia mundialmente. Antes da chegada desse ponto de virada da administração divina, o presidente Kawai voltou a atenção para os Estados Unidos, a fim de desvendar o misticismo contido no Ensinamento SALVAR A AMÉRICA.

Na época, porém, os membros norte-americanos colocaram-se contra o caráter religioso tradicional da Sekai Kyussei-kyo. Mas, por outro lado, viam o Joorei como algo que a diferenciava das religiões convencionais. Por isso, independente das religiões a que pertenciam, muitos manifestaram o desejo de continuar a ministrá-lo. O presidente Kawai compreendeu que,

Curso Terapia Okada

com o trabalho voltado tão somente à difusão religiosa nos Estados Unidos, a Sekai Kyussei-kyo não passaria, ali, de uma religião vinda do oriente, e Meishu-Sama, um mero líder de uma pequena e fechada organização. A maior parte dos americanos é cristã. O que eles desejavam era a Luz de Meishu-Sama, porém, sem ter que se afastar de suas religiões e converter-se à Sekai Kyussei-kyo.

―O presidente Kawai percebeu a vontade divina imbuída nas opiniões dos membros norte-americanos.‖

(Manual da Construção e Salvação)

Como vimos, a MOA foi fundada pelo fato do Presidente Kawai ter voltado os olhos para países estrangeiros, em busca dos desejos de Meishu-Sama o de salvar o mundo imbuído no livro ―Salvar a América‖, seguindo o Ensinamento que, após a conclusão do Zuiun-kyo, com a inauguração do Museu de Belas- Artes MOA, as pesquisas sobre Mokiti Okada começariam a ser feitas e a Luz de Meishu-Sama se expandiria no mundo todo.

Nessa altura, os membros americanos desejavam recorrer à Luz de Meishu-Sama, sem conversão religiosa. Tal postura nos fez perceber a administração que Meishu-Sama pretendia promover. Assim, em 1980, sem confinar Meishu-Sama apenas aos membros, passamos a ampliar a salvação ultra-religiosa, sem nos preocuparmos se a pessoa era ou não membro, a sua religião, nacionalidade ou cultura. A fim de dar a conhecer amplamente Meishu-Sama ao mundo, estabelecemos a MOA em Washington, DC.

Em 1953, no ensejo da conclusão do protótipo do Paraíso Terrestre de Shinsen-Kyo, Meishu-Sama disse: ―Transmitam a todos os cantos do mundo as boas novas do Paraíso‖ através desse protótipo. Podemos dizer que se encontra aqui o ponto de partida do ―Salvar a América‖.

Curso Terapia Okada

No ano passado, passados 50 anos desde a conclusão do Shinsen-Kyo, exatamente de acordo com as palavras de Meishu- Sama, verificamos a expansão da construção do Zuissenkyoo e do Instituto Terapêutico Ryooineixo da administração e de suas atividades sem matiz religioso, no Havaí e, em seguida, no mundo inteiro. Assim, os projetos de Meishu-Sama ganharam nítida forma no âmbito mundial.

À luz desses fatos, foi-nos possível interiorizar a divindade de Meishu-Sama, bem como a exatidão da Sua administração promovida segundo a vertente da MOA.

Sendo assim, pode-se dizer que a MOA é o instrumento de Meishu-Sama. É a organização que, munida de absoluta fé nele, a desenvolver trabalhos e a mostrar fatos reais, arca com o papel de dar a conhecer à sociedade a divindade de Meishu- Sama, como o Salvador, num uníssono com a sua administração, ou seja, ―transmitir a todos os cantos do mundo as boas novas do Paraíso‖.

―Podemos desenvolver as atividades segundo a vertente da Toohoo-no-Hikari apenas‖. Há também os que defendem essa opinião. Todavia, se fizermos uma recapitulação dos acontecimentos desde o estabelecimento da MOA, e os analisarmos sob a perspectiva da concretização dos desejos e projetos de Meishu-Sama, chegamos à conclusão de que não podemos nos limitar à salvação somente pela religião, mas sim desenvolver trabalhos que permitam a qualquer um ser agraciado com a salvação de Meishu-Sama.

―Qual a razão de instituir, agora, a MOA como pessoa jurídica?‖ A seguir, trataremos desse ponto.

―Tendo hoje como marco, entraremos, finalmente, na etapa do Juízo Final. Por isso, pouco a pouco, isso se apresentará de forma concreta, podendo ser muito bem

Curso Terapia Okada

Antes disso, há algo que devo avisar-lhes; trata-se

desta passagem da Bíblia: ―Que se divulgue amplamente as boas novas do Paraíso. Depois disso, será chegada a fase final.‖ ―Que se divulgue amplamente as boas novas do Paraíso‖: o ―Salvar a América‖ é exatamente a primeira etapa dessa tarefa. Por último, será publicada a obra ―Criação da Civilização‖. Esta será a boa nova do Paraíso que farei com que o mundo inteiro leia.‖

percebido. (

)

(15 de junho de 1953)

Por ocasião da Cerimônia do Paraíso Terrestre do ano passado, data em que o Shinsenkyo comemorou o seu jubileu, distribuímos o livrete ―Cerimônia da Conclusão do Paraíso Terrestre em Hakone / Comemoração do Qüinquagésimo Aniversário‖. Na altura, passamos em revista o desejo de Meishu-Sama imbuído nos 18 poemas que compôs, nos ensaios e nas palestras. Como consta do livrete, entendemos que a ―conclusão do Shinsen-kyo‖, o ―Salvar a América‖ e a ―Criação da Civilização‖ constituem uma única coisa. Além disso, sentimo-nos imensamente felizes pelo fato de, nos dias de hoje, os projetos de Meishu-Sama traçados na época da conclusão do Shinsenkyo estarem se tornando realidade em âmbito mundial.

Vale mencionar também que, este ano, completa-se 50 anos desde que se realizou no Kyussei Kaikan do Zuiun-kyo, o protótipo material, a ―Cerimônia de Comemoração Provisória da Vinda do Messias‖. Em outras palavras, o Messias surgiu no protótipo material mundial, o Zuiun-kyo, para salvar o mundo. Hoje, decorridos 50 anos desse acontecimento histórico, transcendendo o tempo e o espaço, se refletiu no plano físico, o que nos dá a entender que é chegado o tempo de ampliar a salvação de Meishu-Sama em âmbito mundial.

do

contemplados com sucessivas evidências, seja no Museu de

passado, fomos

Após

a

Cerimônia

Advento

Curso Terapia Okada

Belas-Artes MOA, no campo da agricultura natural, no Instituto Terapêutico de Tóquio ou nos do exterior.

Têm-nos chegados também comentários de intelectuais, que estiveram nesses protótipos, sobre a obra de salvação de Meishu-Sama e a importância dos três grandes empreendimentos. Isso deu-nos ainda mais certeza de que havia chegado o momento oportuno de desenvolver atividades segundo a vertente da MOA. Sem sombra de dúvida, entendemos que agora é o momento para correspondermos aos anseios de Meishu-Sama; e assim decidimos fazê-lo.

Por outro lado, com relação à conciliação, entendemos que o conflito interno é a ―purificação de ponto de vista da administração divina‖, como resultado da nossa não- correspondência aos desejos de Meishu-Sama. Sendo assim, recorremos aos Ensinamentos e obras dele, a esclarecer-nos como mudar a nossa maneira de pensar e de agir de outrora; foi- nos possível clarear sobre a divindade de Meishu-Sama. Desde então, viemos desenvolvendo atividades ajustadas à sua administração mundial.

Em primeiro lugar, com o intuito de expandir a salvação de Meishu-Sama, a transcender quaisquer diferenças religiosas, culturais e étnicas, decidimos promover o ―Joorei sem aspecto religioso‖. Em seguida, a divindade de Meishu-Sama foi definida pela Instituição como sendo a do ―Salvador‖.

Quando pensamos neste ano significativo, em que se completam exatos 50 anos desde a ―Cerimônia de Comemoração Provisória da Vinda do Messias‖, temos a nítida sensação de que é chegado o momento de ―transmitir a todos os cantos do mundo as boas novas do Paraíso‖ — a vontade divina , ou seja, agora, mais do que nunca, é o momento de desenvolvermos atividades segundo a vertente da MOA.

Curso Terapia Okada

Em seguida, falemos concretamente sobre a instituição da MOA como pessoa jurídica.

As atividades artístico-culturais e o movimento da agricultura e alimentação naturais, há tempos, vêm sendo desenvolvidas por entidades à parte dos trabalhos promovidos pela instituição religiosa, sendo promovidas pela Fundação de Artes e Cultura MOA e Organizações sem Fins Lucrativos, etc.

Com relação ao Joorei, de acordo com os registros que temos, Meishu-Sama pretendia divulgá-lo através de uma

entidade à parte. No entanto, podemos dizer que não existe hoje uma entidade que tivesse levado a cabo esse seu intento, não

concordam?

A MOA, enquanto organização privada, veio desenvolvendo amplamente suas atividades tendo no eixo o

Joorei. Mas, na verdade, não se traçou uma linha divisória entre

a MOA e a religião, nem foi eliminado o aspecto religioso de suas

atividades. Faltou-nos, portanto, empenho nesse sentido e, no final de contas, o Joorei acabou ficando confinado à esfera religiosa.

Em primeiro lugar, gostaríamos de abordar a questão da instituição da pessoa jurídica. Pois, mesmo que não possuam caráter de pessoa jurídica, as associações ou fundações podem desenvolver atividades sociais.

Todavia, sob tal condição, o representante da entidade terá o direito de propriedade sobre a mesma, o que torna obscuro

o seu gerenciamento, as finanças, entre outras coisas. Assim, o

grau de confiabilidade por parte da sociedade torna-se baixo, o

que constitui um problema.

Para resolver essa questão, cogitamos a promoção de nossas atividades por meio de associação, fundação ou uma

Curso Terapia Okada

organização sem fins lucrativos. Todavia, o objetivo das entidades jurídicas dessa natureza é contribuir para o aumento de inúmeros benefícios de interesse público não específicos. Sendo assim, as atividades relativas ao Joorei, levadas a cabo pela Toohoo-no-Hikari, se promovidas por meio de uma fundação, acabam por beneficiar um alvo determinado, e não indeterminado, ou seja, nesse caso, a entidade religiosa Toohoo- no-Hikari é quem se beneficia. Então, nossas atividades não poderiam ser promovidas dessa forma.

O Centro de Ciências da Saúde MOA, por sua vez, é uma entidade reconhecida apenas como ―centro de pesquisa‖, o que significa que, embora possa realizar pesquisas da Terapia de Purificação Okada, não lhe é permitido reunir membros nem difundir a terapia.

Nesse ínterim, em junho de 2002, pessoas que hoje consideramos como protótipos mundiais representativos sofreram aquele acidente viário, o que nos levou a pensar na chegada da época de grande purificação. Pelos inúmeros milagres que verificamos no Instituto Terapêutico de Tóquio, oriundos da prática dos três grandes empreendimentos, tornou- se claro que o Instituto era o órgão nuclear da administração. E, alguns meses antes disso, passou a vigorar a ―lei de pessoa jurídica intermediária‖.

A pessoa jurídica intermediaria posiciona-se entre a pessoa jurídica de utilidade pública e a pessoa jurídica com fins lucrativos. Isso significa que, assim como as empresas, impostos são taxados sobre os lucros obtidos por uma entidade jurídica intermediária. Além disso, há que ter em consideração as restrições existentes entre esta e a pessoa jurídica religiosa. Essa questão pode ser muita bem compensada, portanto, em outras oportunidades, pretendemos reportar a respeito.

Curso Terapia Okada

Apesar dessas questões, a entidade jurídica intermediária tem grandes vantagens que as sobrepujam. Diferentemente da pessoa jurídica sem fins lucrativos, as normas da entidade jurídica intermediária não são jurisdicionadas por uma determinada repartição pública. Para instituir uma entidade jurídica intermediária, basta elaborar o estatuto e registrá-lo e receber o reconhecimento como tal, o que permite que a mesma desenvolva suas atividades.

Outra vantagem é que os empreendimentos a serem desenvolvidos pela entidade não sofrem restrições. Uma vez determinado nos seus estatutos a difusão dos três grandes empreendimentoscom base na filosofia de Mokiti Okada , em particular, da Terapia de Purificação Okada, a entidade pode promover atividades nesse sentido. Ou seja, pode formar seu contingente de associados e difundi-las.

Foi por essa razão que optamos por instituir a MOA Internacional como pessoa jurídica intermediária. Neste ano que inaugura a segunda década do Advento de Meishu-Sama, conseguimos a homologação do registro da MOA como entidade jurídica intermediaria e demos início às atividades.

―Não deveriam pensar a respeito com um pouco mais de cautela‖?

Com relação à esta pergunta, acreditamos que, pelo que expusemos até aqui, já deu para entender o porquê. A seguir, explicaremos o motivo pelo qual temos de ser mais cautelosos daqui para frente.

Em primeiro lugar, devemos mencionar que as ―diretrizes básicas‖, apresentadas no ensejo da Cerimônia do Advento de 1997, tinham por finalidade o ―estabelecimento da nova estrutura organizacional da MOA‖. Desde então, já se passaram 7 anos. Além disso, na Cerimônia do Paraíso Terrestre de 2001, fomos

Curso Terapia Okada

orientados a desenvolver atividades segundo a vertente da MOA. Já faz, portanto, 3 anos que viemos sendo orientados dessa forma. Em suma, vários anos se passaram desde que se propôs claramente a formação da nova estrutura da MOA.

Por outro lado, consta o seguinte do Manual da Construção: ―Em 1998, realizaram-se, na Universidade Nacional de Educação Enrique Guzman y Valle, seminários abertos de educação da sensibilidade, com base na filosofia de Mokiti Okada, bem como aulas optativas dos três grandes empreendimentos. A partir disso, surgiram recebedores de Ohikari, como sendo ―Medalha MOA‖. Definimos os três grandes empreendimentos como ciência espiritual divina e os colocamos em prática e, com isso, encontramos o caminho que possibilita a outorga de Ohikari pela MOA. As portas foram se abrindo, permitindo que vencêssemos as diferenças religiosas e levássemos a cabo a missão de ampliar a salvação na sociedade, por meio da prática e educação. Assim, a outorga de Ohikari pela MOA, ou seja, o recebimento do mesmo como associado da MOA, já é uma realidade tanto aqui como no exterior.

Isso é maravilhoso. No entanto, ao mesmo tempo em que surgiriam associados da MOA, aparecia também o cadastro como membros da Toohoo-no-Hikari, de forma que as coisas em relação a isso permaneceram um tanto ambíguas. Além do mais, em todo o país, as idéias nesse sentido não estavam unificadas. Apesar do bastante tempo dispensado ao estabelecimento da nova estrutura da MOA, contradições e vários problemas iam surgindo. Tínhamos, portanto, de solucioná-los o quanto antes.

Mas, se falarmos na necessidade de se ir com cautela como os Bun-ins, na qualidade de eixo da administração, arcam com a promoção das atividades da MOA e há muitos problemas relacionados a elas, estes devem ser resolvidos em primeiro lugar.

Curso Terapia Okada

No entanto, após a Cerimônia do Advento passado, a adquirir força absoluta, os Bun-ins puderam não só levar a cabo sua missão como Bun-in do Instituto Terapêutico Oojindo como também reformular a visão do Joorei, ou seja, com a mudança da visão como ciência espiritual que gera a felicidade; e fomos agraciados com o modelo que possibilitou o avanço da construção de redes de Bun-ins. Assim, verificamos a ampliação e o fortalecimento do mesmo. Enquanto rumávamos para a Cerimônia do Paraíso Terrestre, fomos contemplados com novos Bun-ins. Em outras palavras, conseguimos obter uma perspectiva do sistema de Bun-ins, o eixo principal da administração.

Ademais, com relação ao Joorei, núcleo dos três grandes empreendimentos, conseguimos a visão de como colocá-lo em prática, na qualidade de Terapia de Purificação Okada. Dessa forma, uma vez organizado o sistema de Bun-in e as bases organizacionais em prol do desenvolvimento de atividades segundo a vertente da MOA, os dirigentes concluíram que já não havia mais motivos para adiar a concretização de semelhante trabalho, por isso decidiram assim fazê-lo.

Doravante, estamos certos de que, ao pôr em prática as atividades da MOA, ingressaremos na fase de assimilarmos o real propósito de Meishu-Sama. De acordo com os fatos que verificarmos através da prática, ficarão claras as nossas próximas incumbências. Estamos determinados a tornar realidade o desejo de Meishu-Sama de ―Antes de mais nada, gostaria de contar com a salvação de maior número possível de pessoas‖. Obviamente, para levarmos isso a cabo, necessita-se de materiais e cursos de aprimoramento sobre a maneira de ser das atividades. Cientes disso, estamos a prepará-los.

Curso Terapia Okada

Pergunta 2

Entendi o porquê de não podermos desenvolver atividades somente pela vertente da Luz do Oriente. Todavia, o que Meishu-Sama diz a respeito nos Ensinamentos?

Resposta: Revimos até aqui alguns pontos importantes, tomando por base os materiais já publicados. Abaixo, organizamos alguns Ensinamentos que servirão de resposta a essa pergunta.

―No geral, o objetivo da Associação de Saúde é erradicar as doenças. Somente com a Sociedade Kannon, tal trabalho torna-se extremamente limitado. Por exemplo, os cristãos, os fiéis da Tenri-Kyô, entre outros, ficarão indecisos ao ouvir-nos falar de Kannon. E mais, os crédulos somente da ciência nos verão como supersticiosos e evitarão contato conosco. Nesse ponto, muitos deixarão de ser salvos. Até hoje, havia apenas uma porta da salvação, que era estreita. Desta vez, surgiu outra bem mais ampla e fácil de entrar‖.

(Palestra na Ocasião da Fundação da Associação Nipônica de Saúde, 15 de maio de 1936)

―Muito embora isso possa ser facilmente considerado como algo de cunho religioso, uma vez que tanto Cristo quanto outros fundadores de religiões fizeram coisas similares, devo deixar claro que não pretendo jamais que o nosso se transforme em religião. Uma das razões é o fato de que a prática religiosa leva a sociedade a encará-la como superstição. Com efeito, são incontáveis até hoje os exemplos de pessoas e mais pessoas que se tornaram infelizes, atormentadas por crenças supersticiosas e cultos estranhos. Acrescente-se que as autoridades, com o intuito de prevenir tais danos, estão adotando medidas severas de controle. Ademais, pode-se convir que não só os xintoístas, budistas e cristãos, como fiéis de outras

Curso Terapia Okada

crenças, poderiam hesitar em submeter-se à nossa terapia, mesmo sofrendo com enfermidades, caso ela tenha, ainda que mínimo, um cunho religioso.

Além disso, na hipótese de que a nossa terapia como falei há pouco fosse uma prática religiosa, estaríamos confessando, na realidade, a debilidade do seu poder, uma vez que os resultados seriam obtidos com o auxílio da auto-sugestão, representada pelo fator fé. Isso, aliás, é algo presente em certa proporção na medicina. Vejamos alguns exemplos. Quando o médico com quem se vai consultar possui o título de doutor, é catedrático, diretor de um grande hospital, autoridade na sua área, ou então, tem sua clientela nas classes altas, nem é preciso mencionar que o paciente antes mesmo de iniciar o tratamento nutre por ele considerável veneração e confiança. É portanto natural que a força dessa sugestão exerça certo efeito, não se podendo negar a presença de um ponto em comum com a devoção religiosa.

Todavia, a minha arte médica prescinde do auxílio de semelhante sentimento, não havendo necessidade de transformá-la num ato religioso. E não é só; como já citei, isso poderia acarretar-lhe desvantagens. Portanto, sempre a terei como Ciência e é como Ciência que a exponho à opinião pública. Em outras palavras, espero que seja a Ciência do futuro, a ciência de ponta, a arte médica mundial criada por um japonês.

(Arte Médica Espiritual, - 23 de outubro de 1943)

―Mesmo que eu trate de assuntos tão benéficos, as pessoas modernas, que têm pavor de doenças, sequer fazem idéia do que digo. Tem-se a impressão de estarem ouvindo uma conversa do outro mundo‖.

Além

disso,

ainda

que

ouçam

sobre

esta

nova

e

surpreendente terapia e tenham contato com ela, tais pessoas,

Curso Terapia Okada

particularmente os intelectuais, parecem não entender quase nada. Ouvem a esmo, não lhes restando nada em suas cabeças. Para nós, é algo realmente difícil de compreender. Ou seja, isso se verifica pelo fato de sermos uma entidade religiosa. Não há outra conclusão senão esta‖.

(Por Sermos uma Entidade Religiosa 16 de maio de 1951)

―Para servir de exemplo de que a saúde humana pode perfeitamente ser restabelecida pelo Joorei, resolvi acrescentar aqui um testemunho que comprova ao máximo o seu efeito. Gostaria que fizessem uma comparação com o método de saúde empregado pela medicina moderna. ( )

Todas as edições deste Jornal Eikô são enviadas, pelo correio, ao Ministério da Saúde e Bem-Estar Social, a cada empresa jornalística, bem como aos intelectuais; é impossível, portanto, que não as tenham lido. Se mesmo com a sua leitura não se sentem nem um pouco curiosos, diria que é algo que realmente não dá para se entender. Escusado pensar, mas o fato de sermos uma entidade religiosa acaba por se tornar um obstáculo para nós. No entanto, com o poder divino, romperemos as barreiras e salvaremos os infelizes que sofrem neste mundo diga-se de passagem, uma tarefa nada fácil. Com relação a isso, vem-me a mente o seguinte: mesmo que eu estenda as mãos àqueles que agonizam no inferno, na tentativa de salvá-los, eles afastam-nas, desviam ou fecham os olhos. É tanta ignorância que nem sei o que dizer. ‗Pobres coitados! Sois escravos da ciência‘, é o que tenho vontade de dizer-lhes‖.

(Exemplos de Danos Causados pelos Medicamentos - 10 de setembro de 1953)

―Com certeza, nos dias de hoje, não há em absoluto

nenhum

método

igual

a

este

que

cura

por

completo a

tuberculose.

Se

nos

meios

médicos

for

descoberta

uma

Curso Terapia Okada

metodologia capaz de curá-la, obviamente, isso provocará um grande tumulto e muita polêmica à escala mundial; logicamente, tal descoberta será digna de Prêmio Nobel. Mas, como sempre digo, por sermos uma entidade religiosa, todas as oportunidades para apresentarmos nossos relevantes serviços são em vão. Não dá para acreditar que coisas assim estejam a ocorrer num mundo civilizado como este. O que me dá muita pena são os inúmeros doentes que não são agraciados com as dádivas do Joorei‖.

(Assim se Cura Completamente a Tuberculose - 1953)

Em 1935, Meishu-Sama fundou a Sociedade Dai Nippon Kannon e, em 1936, independente desta, estabeleceu a Associação Nipônica de Saúde. No ensejo da fundação desta última, disse: ―No geral, o objetivo da Associação de Saúde é erradicar as doenças. Somente pela Sociedade Kannon, esse trabalho torna-se extremamente limitado Por exemplo, os cristãos, os fiéis da Tenri-Kyô, entre outros, ficarão indecisos ao ouvir-nos falar de Kannon. E mais, os crédulos da ciência verão como superstição e evitarão contato conosco. Assim, muitos deixarão de ser salvos. Até hoje, havia apenas uma porta da salvação, e era estreita. Desta vez, surgiu outra bem mais ampla e fácil de entrar‖. Por meio da criação de uma organização que assume uma posição distinta da religião, Meishu-Sama pretendia que maior número possível de pessoas tivesse contato com ela e, com isso, expandir a salvação.

No ensaio ―Terapia Espiritual‖, apresentado em 1943,

consta:

isso se transforme em religião. Uma das razões é o fato de que a prática religiosa leva a sociedade a encará-la como supersticiosa‖, ―sempre a terei como Ciência e é como Ciência

que eu a exponho à opinião pública. Em outras palavras, espero que seja a Ciência do futuro, a ciência de ponta, a arte médica mundial criada por um japonês‖. Como vemos, Meishu-Sama pretendia difundir o Joorei como ciência, para que a sociedade

devo deixar claro aqui que não pretendo jamais que

Curso Terapia Okada

não o encarasse como superstição. A partir de 1947, as atividades passaram a ser promovidas com entidade religiosa. No entanto, por mais que escrevesse ou falasse dos efeitos do Joorei, a sociedade não o aceitava, em razão de consistir numa prática religiosa. Meishu-Sama lamentava profundamente o fato de não poder conceder as dádivas do Joorei a tantas pessoas doentes.

Independentemente de ser ou não uma prática religiosa, Meishu-Sama empenhou-se ao máximo para que o maior número de pessoas possível conhecesse a salvação pelo Joorei; sobre a maneira de ser da organização, buscou aquela que possibilitaria a expansão da salvação à humanidade inteira.

Portanto, ―desenvolver os trabalhos segundo a vertente da MOA‖ traduz-se na interiorização e concretização do desejo de Meishu-Sama de estender ao máximo a sua salvação. Ou seja, como Meishu-Sama diz, se permanecesse estreito como estava, ―cresceria o números daqueles que não vão ser salvos‖.

Agora, mais do que nunca, quando a época de grandes purificações se aproxima, temos de estabelecer o mais rápido possível um sistema como esse; podemos dizer que não só a Toohoo-no-Hikari, como a MOA, arcam com a missão de formar grande contingente de pessoas que trabalhem em prol da salvação.

Pergunta 3

Entendi perfeitamente que o desenvolvimento de trabalhos somente com a entidade jurídica religiosa Toohoo- no-Hikari acabará limitando o número de pessoas a serem salvas. Mas por que, então, Meishu-Sama estabeleceu uma entidade jurídica religiosa? Gostaria de saber mais um pouco a respeito.

Curso Terapia Okada

Resposta: Busquemos a resposta nos Ensinamentos.

―Naquela época, havia muita implicância com as novas religiões, de maneira que não podíamos fazer nada; sequer podíamos falar que se tratava de religião. Foi aí que passamos a realizar tratamentos; ministrávamos a Terapia Depurativa Nipônica disfarçadamente como terapia popular. Na altura, era extremamente grande a preocupação das autoridades em relação às crenças. Estávamos, pois, de mãos atadas. Então, em maio de 1944, vim para cá (Shinzan-Sô, em Hakone) e, em outubro do mesmo ano, mudei-me para Atami. Quanto aos fiéis, como na época não éramos uma entidade religiosa, provavelmente, não chegava a cem o número daqueles que pareciam ser praticantes de algum credo. ( )

Por sorte, com o término da Guerra, a liberdade de crença foi reconhecida. Com isso, em agosto de 1947, finalmente, foi- nos permitido fundar a nossa entidade e desenvolver atividades religiosas. Desde então, começamos a promovê-las efetivamente. Pensando bem, em agosto próximo, farão exatos

Até então, viemos difundindo lentamente o Joorei

seis anos. (

como terapia popular, mas, no final de contas, não foram precisos nem dez anos. Nesse curto espaço de tempo, fizemos progressos colossais, como os que estão vendo‖.

)

(Palestra - 16 de junho de 1951)

―Passo a escrever aqui a história da nossa Instituição. Em janeiro de 1935, fundamos a nossa entidade religiosa, batizando- a com o nome de ―Sociedade Dai Nippon Kannon‖. Na época, era pequenina e o número de membros não passava de umas dezenas. Antes disso, porém, por volta de 1926, dei início às pesquisas da terapia espiritual, criei um método terapêutico peculiar e, em maio de 1934, comecei a exercê-lo como terapia popular. Em janeiro do ano seguinte, tornamo-nos uma entidade religiosa. Em 1936, sofremos perseguições e, por cerca de um

Curso Terapia Okada

ano e alguns meses, levei uma vida de desempregado. No outono de 1937, quando reiniciei o exercício da terapia popular, formei uma dezena de discípulos, o que me permitiu desfrutar de uma vida cotidiana segura. No entanto, no outono de 1940, por causa das severas perseguições das autoridades, decidi suspender as atividades. Posteriormente, houve a Guerra; durante sete anos, utilizando o nome ―Terapia de Purificação Okada‖, dediquei-me exclusivamente à formação de técnicos; formei umas centenas de discípulos.

Guerra,

liberdade religiosa; e em agosto de 1947, nossa organização foi reconhecida como pessoa jurídica religiosa. A partir de então,

iniciamos, abertamente, as atividades religiosas.‖

Com

o

término

da

fomos

agraciados

com

a

(Conheçam a Nossa Instituição - 7 de janeiro de 1950)

―A idéia de fundar uma entidade religiosa nem partiu de mim. Um tenente-coronel e pastor do exército, que compreendia até certo ponto o nosso trabalho, disse-me que, futuramente, com o expansão da terapia popular, infalivelmente, surgirão atritos com os médicos, e sua prática será proibida. Aconselhou- me a fundar uma religião. Foi o que fiz. E foi realmente bom termos-nos tornado numa entidade religiosa. Com isso, acabaram-se os inúmeros problemas entre nós e a Ordem dos Médicos do Japão‖.

(Palestra - 18 de maio de 1948)

Após a dissolução, em 1947, da Associação Difusora da Terapia Depurativa Nipônica, Meishu-Sama promoveu atividades centralizadas no Joorei, mediante o estabelecimento de uma entidade religiosa. Passado algum tempo, disse o seguinte a

respeito:

a Terapia Depurativa Nipônica

disfarçada como terapia popular‖, ―Foi realmente bom termos-nos tornado uma entidade religiosa‖. Mesmo que não assimilemos o

ministrávamos

Curso Terapia Okada

significado profundo imbuído nisso, apenas com essas palavras, podemos concluir que a verdadeira intenção de Meishu-Sama não era promover a terapia como ato religioso.

a Terapia Depurativa Nipônica disfarçada

como terapia popular‖ A esse respeito, estudaremos de forma mais concreta na Pergunta 4 — ―Quais os rumos que tomarão a Toohoo-no-Hikari e a MOA?‖ No entanto, por trás dessas palavras, supomos que o que Meishu-Sama tinha em mente não se enquadrava à categoria de terapia popular. Ou seja, na altura,

não lhe restou outra alternativa senão realizar os tratamentos diga-se, de nível muito mais elevado sob o nome de terapia popular. Pelas palavras de Meishu-Sama acima citadas, podemos fazer idéia do grande dilema que teve de enfrentar.

ministrávamos ―

Um tenente-coronel e pastor do exército, que compreendia até certo ponto o nosso trabalho, disse-me que, com expansão da terapia popular, futuramente, infalivelmente, surgirão atritos com os médicos, e sua prática será proibida. Aconselhou-me a instituir uma religião. Foi o que fiz‖. Por essas palavras, entendemos que Meishu-Sama decidiu difundir o Joorei por meio de religião, porque, se continuasse fazendo-o como terapia popular, pelas leis médicas, poderia se ver obrigado a fechar.

Na época, Meishu-Sama orientava os membros com extremo rigor, para que não surgissem problemas por causa do Joorei. Por trás disso, imaginamos que ele tinha consciência de que problemas envolvendo o Joorei e os médicos poderiam provocar uma crise e destruir a organização.

Na altura, foi instituída pelo governo japonês uma lei para entidades religiosas. Graças a isso, os caminhos foram-se abrindo, e o Joorei pôde ser difundido como um ato religioso, traçando-se uma linha divisória como tratamento médico.

Curso Terapia Okada

Meishu-Sama disse que foi bom ter fundado uma entidade religiosa, e acreditamos que tenha feito tal afirmação porque, com a instituição da lei para entidades religiosas, a parte essencial da obra divina estaria protegida. ―Minha intenção não era transformá-la em religião‖, disse. Presumimos que estas palavras foram ditas por ele dum ponto de vista um tanto quanto passivo.

Com a transformação em instituição religiosa, houve restrições quanto às atividades da organização, ou seja, era-lhe permitido desenvolver somente trabalhos de cunho religioso. Na época, aproveitando-se da lei para entidades jurídicas religiosas, vários grupos transformaram-se em fundação religiosa, verificando-se, inclusive, o surgimento de muitas seitas duvidosas, que não mereciam nenhuma confiança. Por causa disso, não só cresceu o preconceito da sociedade em relação às religiões como também se tornou rigorosa a vigilância das autoridades.

Podemos dizer que, após a ascensão de Meishu-Sama, devido às restrições impostas às seitas religiosas, a II Líder Espiritual (Nidai-Sama) não teve outra alternativa senão adotar uma linha política centralizada na religião.

Com a união entre a religião e a ciência surgirá a ciência perfeita‖. Indiscutivelmente, era este o objetivo de Meishu-Sama. Ela é ciência e não é; é religião mas, ao mesmo tempo, não é; na verdade, é ciência e também religião‖. Embora tivesse objetivado o estabelecimento de uma organização com essa natureza, na época, isso não lhe foi possível.

Meishu-Sama viu-se, pois, diante de um dilema. Como estudamos na Pergunta 2, o fato de ter fundado uma entidade religiosa, infelizmente, não lhe trouxe somente alegrias, uma vez que se deparou com a incompreensão de muitos. Por outro lado,

Curso Terapia Okada

mesmo na qualidade de fundador da Sekai Kyussei Kyô, Meishu- Sama declarou que o ―Joorei é uma terapia científica‖.

Portanto, ―desenvolver atividades segundo a vertente da MOA‖ traduz-se na concretização dos desejos e projetos de Meishu-Sama, num uníssono com a Toohoo-no-Hikari. E, visar a ultra-religião e a ultra-ciência almejadas por ele, significa estender a salvação a um número maior de pessoas com a Terapia de Purificação Okada sem infringir as leis médicas, e estabelecer um sistema que nos permita promover atividades isentas de tom religioso, com vista à concretização dos desejos de Meishu-Sama.

Pergunta 4

Deu para entender que, em meio às restrições da época e a enfrentar uma série de dificuldades, Meishu-Sama empenhou-se ao máximo para desenvolver as atividades tal e qual planejara. A Toohoo-no-Hikari e a MOA, que foram estabelecidas para concretizar os desejos dele, que rumos tomarão doravante? Gostaria que me explicassem isso mais detalhadamente.

Resposta: Muito bem. Busquemos novamente nos Ensinamentos para sabermos qual o caminho desejado por Meishu-Sama.

―Nesse sentido, o que tenho pregado e executado é Ciência e não é Ciência; é Religião e não é Religião. Na verdade, ao mesmo tempo é Ciência e Religião; relaciona-se, além disso, à Política, à Economia, à Educação, à Moral e à Arte. Anuncio que está prestes a nascer uma nova cultura e que, da cultura da Noite, restará apenas o que for útil, sendo extinto tudo que for desnecessário‖.

Curso Terapia Okada

(Conclusão As Boas Novas do Paraíso 5 de fevereiro de

1947)

―Até hoje, o ponto de vista da religião e o da ciência eram totalmente opostos. Devo dizer, porém, que isso constituiu um

erro. O destino de ambas, num futuro próximo, deverá ser a integração. No fim das contas, o progresso da ciência chegará a

ponto de reconhecer a existência de Deus‖. (

)

O espírito divino é Luz e Calor. A ciência está a um passo de comprovar a existência da Luz de Deus. Quando for comprovada, pela ciência, que a atuação da Luz Divina cura a alma, eliminando as nebulosidades causadoras de doenças, verificaremos, pela primeira vez, a integração entre a religião e a ciência e o surgimento da ciência perfeita‖.

(Religião e Ciência, 15 de setembro de 1935)

―Igualmente, no que se refere à ciência atômica, se esta

avançar mais um passo, acabará por entrar no campo imaterial.

O plano imaterial é impossível de ser medido através de

aparelhos; portanto, não pode ser captado de forma alguma. Escusado dizer que esse mundo situa-se aquém do plano espiritual divino, sendo o local de origem de todos os seres. Do ponto de vista científico, compõe-se de partículas extremamente pequenas, as quais constituem a origem da Luz, podendo também ser aplicadas como radioatividade. E é manifestada uma força radioativa jamais experimentada pela humanidade. Em termos científicos, trata-se da ciência espiritual divina teórica. É a ciência espiritual divina experimental, similar à física experimental. (…)

A religião, a filosofia e a ciência estão um passo aquém do

mundo espiritual divino, e por se encontrar num impasse, verifica-

se a era de trevas como a de hoje. Assim, por intermédio da

minha pessoa, Deus pretende romper as barreiras, abrir as

Curso Terapia Okada

portas e conduzir-nos ao Mundo da Luz Divina. O surgimento da nossa Instituição é a cristalização do grande amor divino‖.

(Identidade entre a Religião, a Filosofia e a Ciência, 14 de fevereiro de 1951)

―Tanto a ciência como as religiões possuem certo poder, mas o problema está no fato de não ser o bastante para

solucionar todas as questões‖. (

que supere a ciência e as religiões existentes, para início de

conversa, não haverá nenhuma possibilidade.

)

Caso não surja o elemento X

Se isso não ocorrer, este mundo equivocado continuará do jeito que está, não obstante todos os esforços humanos? Digo que não. A razão é que o elemento X acima mencionado já surgiu e está a irradiar Luz. Não se espantem! Trata-se da nossa Kyusseikyo, ou seja, ela é exatamente a Luz do Oriente ansiosamente esperada pela humanidade. ( )

A manifestação de tal força é inédita na face da Terra e, como sugere o título deste Ensinamento, é algo que supera o poder da ciência e o da religião. Além do mais, ela abrange a ciência e a religião, as quais, dependendo do caso, são também utilizadas‖.

(Algo que Supera a Ciência e a Religião 25 de fevereiro de

1953)

―A civilização oriental é a civilização vertical, espiritual; e a

ocidental é a horizontal, material. De modo que, em linhas gerais, até os dias de hoje, o modelo das duas grandes civilizações, da

Segundo o Programa

Divino, estas duas grandes civilizações se unirão na etapa final. O local em que se dará essa unirão é o nosso Japão, e o momento será de agora em diante‖.

vertical e da horizontal, se formaram.(

)

Curso Terapia Okada

(A Construção do Mundo da Grande Luz Divina, 1º de janeiro de 1935)

―Atualmente estamos trabalhando, voltados completamente para o nosso propósito fundamental, que é a salvação da humanidade. O objetivo final é criar uma nova civilização. Isto é, uma civilização espiritual que tem por base a religião. É um grande avanço da civilização religiosa, em relação à civilização material. É, também, transformar a civilização material, que tem criado infelicidade, em uma civilização religiosa que cria a felicidade. Em outras palavras, é estabelecer uma religião poderosa capaz de utilizar, em grau máximo, a avançada civilização material‖.

(Era da Civilização Religiosa (2) 15 de agosto de 1951)

―Até aqui, vim escrevendo minuciosamente sobre os equívocos da medicina moderna e a maneira de ser da verdadeira medicina‖. Acredito que tenham entendido mais ou menos, mas isso não é tudo que pretendo expor. Quer dizer, os assuntos até aqui explicados eu o fiz principalmente com base no aspecto físico, isto é, material. Por assim dizer, é apenas a metade. Sendo assim, se não compreenderem pela raiz a outra metade que resta, não poderão assimilar por completo a verdadeira medicina.

Nas explanações que fiz até aqui, escrevi exaustivamente sobre a existência do espírito, sobre a sua essência, atuação, influência, entre outras coisas. São em si explicações sobre as doenças. Em seguida, tratarei a respeito da face interna do corpo humano, que se relaciona com o espírito. Como os assuntos espirituais estão intimamente ligados à religião, no final de contas, terei de entrar nesse campo, a abordar inclusive a essência do espírito divino. No fim, a minha explicação acabará por abranger a religião, porém, sem as visões exclusivista e subjetiva das religiões tradicionais. Escusado dizer que as

Curso Terapia Okada

explicações que darei aqui não serão feitas de maneira mística e profunda como as que se observam nas escrituras budistas, Bíblia e Ofudessaki1 . Fá-las-ei de maneira teórica, prática e, sobretudo, científica e filosófica‖.

(Criação da Civilização - Edição Religião ―O Juízo Final– 1952)‖.

As metas da Toohoo-no-Hikari e da MOA consistem em criar a verdadeira civilização, harmonizar a religião com a ciência e fundir a civilização oriental e a ocidental. De maneira mais concreta seria a Edição Ciência e Religião da Criação da Civilização.

Meishu-sama

diz

sobre

a

Edição

Ciência:

Trato

principalmente do aspecto físico, ou seja, material‖. E expõe que até ali é a metade do que pretende apresentar. Não obstante o enfoque no aspecto físico, nele Meishu-Sama dá explicações sobre doenças em geral com base na sua teoria, isto é, sobre a eliminação das nebulosidades espirituais e a ação purificadora. Com relação às purificações espirituais peculiares, ele as deixou para a Edição Religião.

Podemos dizer que, na Edição Ciência, ele aborda tudo o que é possível explicar em termos da MOA.

Por outro lado, na Edição Religião, Meishu-Sama diz ―… se não compreenderem pela raiz a outra metade que resta, não poderão assimilar por completo a verdadeira medicina‖, e que irá esclarecer tudo sobre o espírito, que é a essência do ser humano. E acrescenta: ―Como os assuntos espirituais estão intimamente ligados à religião, no final de contas, terei de entrar nesse campo, a abordar inclusive a essência do espírito divino‖. Portanto, supomos que Meishu-sama tenha pensado na abordagem da seguinte maneira: assuntos relacionados às parte física para a espiritual, depois para a religiosa e à essência do

1 - Escritas sagradas da religião Ôomoto

Curso Terapia Okada

espírito divino, começando a fazê-lo na Edição Ciência, e entrando em seguida para a Edição Religião.

No que se refere ao campo espiritual (purificações espirituais peculiares), religioso e à essência espiritual divina, no presente estágio, muitos desses assuntos são ainda difíceis de serem explicadas em termos da MOA. Uma grande parte das pesquisas sobre Ensinamentos relativos à divindade e à administração divina que deverão ser levadas a cabo pela Toohoo-no-Hikari. Acreditamos que a MOA e a Toohoo-no-Hikari, numa estreita correlação, deverão se encarregar das atividades objetivando a criação da civilização.

Na ―Pergunta 9‖, trataremos novamente sobre a estreita relação entre a Toohoo-no-Hikari e a MOA. Sobre a nossa busca pelos protótipos, podemos dizer que, quanto mais recorremos aos protótipos Shinsenkyoo e Sede Geral mais observamos avanços das atividades em torno dos protótipos materiais Zuiunkyoo e Zuissenkyoo. Ou seja, os avanços que se verificam no protótipo espiritual refletem-se no protótipo material e vice- versa, havendo, assim, uma maior expansão.

Estudemos todos os Ensinamentos de Meishu-Sama, e divulguemos o que puder segundo a vertente da MOA, visando, naturalmente, que haja a compreensão de todos eles pela sociedade, inclusive aqueles que constam da ‗Edição Religião‘. Quando isso acontecer, podemos dizer que será a época em que a religião e a ciência estarão harmonizadas, e a civilização oriental e a ocidental, fundidas.

Nesse sentido, todos os grupos ligados à pessoa jurídica intermediária MOA devem cooperar entre si e cumprir suas respectivas missões; e, num uníssono com a Toohoo-no-Hikari, difundir os três grandes empreendimentos em torno da Terapia de Purificação Okada, objetivando a criação da verdadeira civilização.

Curso Terapia Okada

Pergunta 5

Entendi quais são os rumos almejados por Meishu- Sama. Pois bem, como associados da MOA, no que devemos ser cuidadosos quando da difusão das nossas atividades na sociedade?

Resposta:

Examinemos

esse

ponto

com

profundidade nos Ensinamentos.

mais

―Há que conversar sempre de forma simples e clara. E mais, deve-se captar o ponto focal, bem como observar a reação do ouvinte. Ver se demonstra interesse, se nos dá ouvido. Caso não queira continuar a ouvir e, tampouco, se interessa pelo assunto, encerre a conversa. Temos que discernir o assunto

preferido da pessoa, o que ela deseja ouvir. Se ela falar de suas

aflições, pense na resposta que vai dar

se eu conversar desta maneira, provavelmente, me entenderá‘. Enfim, se for um intelectual, dirija de modo apropriado a um intelectual; se for alguém simples, converse de forma simples. Há que diferenciar a maneira de conversar conforme a situação. Isto é uma grande arte‖.

‗No caso desta pessoa,

(15 de novembro de 1951)

―Portanto, ao conversar com as pessoas como um religioso, deve procurar utilizar uma linguagem refinada. De certa forma, é possível fazer isso. Falar polidamente significa tocar no ponto vital, sem dizer coisas fúteis nem fora do assunto. Expressar-se com destreza, utilizando expressões que, realmente, se encaixam à realidade dos acontecimentos. Isso vem a ser uma regra.( )

E não se refere apenas às palavras. Da conduta à postura, ao modo de pensar e, também, à ação, tudo deve ser feito sem se desviar do caminho. ( )

Curso Terapia Okada

As conversas, o modo de andar, a postura, etc., tudo tem uma regra, um caminho. E, também, o caminho deve ser de acordo com a pessoa: para a mulher, adequado à mulher; para o idoso, adequado ao idoso; para o intelectual, adequado ao intelectual; para uma pessoa simples, adequado à pessoa simples. Estar de acordo é o trabalho de Ooshin‖.

(6 de janeiro de 1952)

―Escusado dizer que ter um físico verdadeiramente sadio é ter-se libertado, por toda a vida, das preocupações com doenças. Se o número de pessoas assim crescer, teremos aqui a concretização do mundo sem doenças, o ideal da humanidade. Por conseguinte, a verdadeira medicina é aquela que possibilitará que esse ideal seja alcançado passo a passo. Qualquer um que ler com atenção e examinar bem a minha teoria, explicada até aqui com base em fatos, decerto não poderá deixar de concordar. Por isso, pergunto: se esta medicina religiosa não é a verdadeira medicina, o que será então? Nesse sentido, esta medicina não deveria ser levada ao conhecimento da humanidade o mais rápido possível, para que todos desfrutem dos seus grandes benefícios? Ademais, como a nossa medicina religiosa propicia não só a saúde física do homem, mas também a mental, tanto a pobreza, que é a maior preocupação que aflige atualmente a humanidade, como a guerra, que é o alvo do pavor, infalivelmente, também poderão ser resolvidas. Portanto, nem preciso dizer que se trata duma magnífica e indescritível boa nova‖.

(Criação da Civilização Edição Religião - Medicina Materialista e Medicina Religiosa 1952)

―Quando observamos quaisquer fenômenos conhecendo a existência do espírito, eles se tornam muito compreensíveis e claros, sem o perigo da inconsistência e da contradição‖. Além disso, mesmo na hora de criticar a ciência material, é fácil chegar

Curso Terapia Okada

ao âmago da questão. A manifestação de tão maravilhosa força explica-se pelo fato de ela própria constituir-se da pura Verdade. Nesse sentido, é possível imaginar a grande transformação que atualmente está se processando no mundo e a nova cultura que surgirá em seguida.

Mas como será a cultura após a Grande Transformação? Evidentemente, será caracterizada pelo surgimento e grande progresso da cultura espiritual. Assim, com a elucidação, até certo ponto, da relação entre o espírito e a matéria, ocorrerá também um extraordinário avanço da cultura já existente‖.

(A Cultura do Amanhã 23 de outubro de 1943)

Como vimos, o desejo de Meishu-Sama é fazer com que, pouco a pouco, as pessoas tomem conhecimento da existência do espírito e formem maior número de pessoas que serão salvas, com vista à construção do mundo sem doenças.

Ele ensina que, ao nos dirigirmos a alguém, temos de fazê-lo de modo que este nos compreenda, ou seja, procurar ajustar a conversa ao nível do ouvinte. Queremos fazer desta a postura básica, na difusão das nossas atividades na sociedade. Portanto, a nossa incumbência mais urgente é estabelecer um meio que nos permita explicar de maneira simples a filosofia de Meishu-Sama, do ponto de vista da MOA.

Com o propósito de estabelecer a ―ciência do futuro‖, pretendemos nos empenhar na difusão da filosofia, explicando-a até o extremo, porém, sem entrar no campo da religião; e, pela prática, mostrar a sua exatidão.

Acatando o sentimento de Meishu-Sama que se preocupava em falar de modo compreensível a quem quer que fosse, devemos nos espelhar em organizar aos poucos os termos

Curso Terapia Okada

a serem utilizados pela MOA e o seu sistema organizacional, entre outras coisas, ouvindo as sugestões de todos.

Pergunta 6

Já me perguntaram se a MOA não é religião. Neste caso, como devo explicar a diferença entre a MOA e a Toohoo-no-Hikari? Gostaria também que me explicasse o significado da instituição da MOA como pessoa jurídica e da outorga do Ohikari (entrega da Medalha MOA) aos seus associados.

Resposta: Grosso modo, isso já foi explicado até aqui, mas busquemos mais um pouco nos Ensinamentos e nos feitos de Meishu-Sama, para que possamos aprofundar nossos conhecimentos.

―A nossa seria, sob a liberdade de fé correta, criar uma vida mental-psiquica apropriada a si próprio‖. A essência da Terapia Depurativa Japonesa também é correta, e se baseia no princípio da concordância entre a matéria e o espírito de que belos sentimentos habitam num físico forte.

Repito que a fé é pertinente a cada um, e a nossa associação difusora não interfere na fé que cada um abraça. Logicamente, não temos também nada a ver com política. Nossos esforços visam tão-somente à formação de físico forte onde habita belos sentimentos‖.

(Principal Objetivo da Associação Difusora da Terapia Depurativa Japonesa, 1946)

―Fiz de tudo para não transformar em religião. Pois, caso

trabalharmos religiosamente, sem dúvida a sociedade verá como

superstição. (

Ciência que eu a exponho à opinião pública. Em outras palavras,

Portanto, sempre a terei como Ciência e é como

)

Curso Terapia Okada

espero que seja a Ciência do futuro, a ciência de ponta, a arte médica mundial criada por um japonês‖.

(Arte Médica Espiritual 23 de Outubro de 1943)

―Não é algo definido a ponto de obrigar o afastamento de outra religião e o ingresso na nossa. Há aqueles que crêem em ambas ao mesmo tempo, mas que como o tempo tende para a nossa. Por isso, é melhor não definir nada‖.

(18 de dezembro de 1948)

―É exatamente o avanço paralelo da ciência material e espiritual, consoante o princípio da soberania do espírito sobre a matéria, que possibilitará a criação do mundo da civilização em que reinam a paz e a felicidade. Esta é a verdade fundamental. Em outras palavras, será a época em que religião e ciência estarão harmonizadas. Para tanto, antes de mais nada, há que dar a conhecer a existência do espírito. Gostaria que entendessem que o meio para isso são os milagres e que sou o encarregado de manifestá-los‖.

(Coletânea de Milagres da Sekai Kyusei-kyo 10 de setembro de

 

1951)

―O

crescimento,

transformação,

separação,

união,

prosperidade e decadência de tudo o que existe no Universo são regidos pelas leis da Natureza. Tudo neste mundo evolui de acordo com estas leis e é parte de um processo eterno. Quando observamos essa verdade, vemos que existe uma lei, que pode não parecer natural, mas é; parece casual, mas é inevitável; parece vazia, mas é onipotente. É algo impossível de ser apreendido pela inteligência humana ou pelas teorias científicas‖.

E, naturalmente, os movimentos da Grande Natureza são a verdade autêntica.

Curso Terapia Okada

O realizador desta verdade e o soberano deste Universo, com respeito, chamamos ‗Deus‘. Portanto, a vontade do Universo é a vontade de Deus. Por esta razão, podemos dizer que a Grande Natureza em si é a vontade de Deus, e a realidade da Grande Natureza, a concretização da vontade divina.

Nesse sentido, o homem respira dentro da Grande Natureza, nasce e cresce pela força desta. Portanto, mesmo a vida e a morte devem estar de acordo com a Grande Natureza, ou seja, com a vontade divina. De modo que, se formos contra a Grande Natureza pereceremos, e estando concorde com ela prosperaremos‖.

(A Arte Médica de Acordo com a Vontade Divina 28 de setembro de 1942)

―Se pretendermos salvar de verdade todos os cidadãos, a teoria apenas não basta. É preciso, custe o que custar, entrar na vida cotidiana do povo a ponto de ser por ele absorvido, de uma forma que a fé e a vida cotidiana tornem-se inseparáveis. A isto eu chamo de religião prática‖. ( )

Como um dos passos para essa concretização, citarei sobre a atividade iniciada recentemente. É um terreno situado a uns quatro quilômetros de Atami, na direção de Jyukkoku-toogue, local elevado e seco, de aproximadamente 330 mil metros quadrados, com clima ameno, paisagem pitoresca e rico em

Grosso modo, são dois os objetivos

ondulações suaves. (

deste empreendimento. Um visa a aumentar a produção de alimentos, pelo seu cultivo sem o emprego de adubos, mostrando à sociedade não a teoria, mas resultados reais. Com isto, pretendo auxiliar na resolução do problema alimentar. ( ) Passemos agora ao segundo objetivo. Trata-se da terapia por meio de radiação espiritual, dirigida às pessoas debilitadas, convalescentes. especialmente os pacientes tuberculosos de grau leve. Pretendo desta maneira prestar ajuda na solução de

)

Curso Terapia Okada

um

tuberculose‖.

dos

problemas

considerados

mais

graves,

que

é

a

(Religião Teórica e Religião Prática 20 de abril de 1949)

―Portanto,

em

primeiro

lugar,

é

fundamental

levar

a

verdade ao conhecimento das pessoas do mundo inteiro‖. (…)

Espelhado na verdade, exponho todas as falhas da pseudo-verdade e deixo claro o método para reformá-la. Com isto, não só torna-se nítida a diferença entre a verdade e a pseudo-verdade, mas também a demonstro através de fatos reais. Estes são a Arte Médica do Joorei, cultivo natural, elevação das artes e construção do protótipo do Paraíso Terrestre.

Desta maneira, o empreendimento que agora estou realizando um grande esforço para revelar a verdade através de explanações escritas constitui uma fase importantíssima para a concretização da verdade‖.

(Eu Escrevo a Verdade 25 de setembro de 1951)

―No Japão, por mais notáveis que sejam os resultados na cura de doenças, muitos ignoram e sequer procuram conhecer o método‖. Isso ocorre por uma única razão: pelo seu caráter não- científico.

Na época atual, a humanidade acredita não haver outro

método para se curar a doença, senão o científico. Como são

infelizes

método de cura de doenças, o qual supera milhares de vezes o da ciência, a maioria não poderá se beneficiar de suas bênçãos, com a exceção de uma parte, o que constitui algo fora da lógica‖.

―Não obstante o surgimento dum surpreendente

(21 de outubro de 1935)

Curso Terapia Okada

―Quando testemunhamos um exemplo real, não podemos deixar de acreditar na estreita relação que há entre a doença e o espírito‖.

(5 de fevereiro de 1947)

Conforme confirmamos até aqui, a Toohoo-no-Hikari é uma entidade que acredita na divindade de Meishu-Sama, que crê nele como sendo o Salvador e executor da administração dos três mundos o Divino, Espiritual e Material numa unidade com Deus Supremo; que recorre a Meishu-Sama e se dedica à Obra Divina, ou seja, que participa da sua administração de salvar e construir.

Por outro lado, a MOA é uma organização que acata o desejo de Meishu-Sama, que é o de levar a verdade ao mundo, à humanidade. Assim, sem se prender à religião, desenvolve amplas atividades visando a saúde física e mental e a felicidade de todos, de maneira global.

Atualmente, ouvimos muitos relatos de pessoas que professam outros credos e participam das atividades da MOA, tanto aqui como no exterior.

A MOA não é um credo e não venera deuses ou budas, nem pratica a doutrina da Toohoo-no-Hikari, que acredita em Meishu-Sama como sendo uma divindade. Ela promove as atividades com base na filosofia e pensamento de Mokiti Okada. A MOA, portanto, reúne pessoas que simpatizam com a filosofia e ideologia do Mestre Mokiti Okada.

Nesse sentido, como foi dito acima, sem explicar a essência da Toohoo-no-Hikari, mas acatando os pontos principais da Sociedade Difusora da Terapia Depurativa Japonesa, e tendo como base a não interferência na fé abraçada por cada um dos associados, a MOA pretende fortalecer as

Curso Terapia Okada

atividades, expondo sempre o seu lado científico, fundamentados na filosofia e pensamento de Mokiti Okada, que têm como premissa a existência do espírito e as leis da Natureza e do Universo.

Em outras palavras, a promoção das atividades MOA não visa difundir a fé, mas se preocupa em começar pela compreensão da filosofia de Mokiti Okada.

Assim, acreditamos que entenderam que a MOA foi instituída como pessoa jurídica, um órgão à parte da Toohoo-no- Hikari, desvinculado da parte religiosa, tendo funcionários e diretoria distinta e sua responsabilidade diante da sociedade, para esclarecer concretamente a relação existente entre a religião e a filosofia.

Quanto à Medalha MOA, até hoje, veio sendo outorgada aos interessados em praticar a Terapia de Purificação Okada, desde que estes concordassem em associar-se à fundação religiosa. Todavia, com a instituição da MOA como pessoa jurídica, as portas se abriram para aqueles que não podiam se beneficiar com as bênçãos do Joorei. Ou seja, abriu-se o caminho de, independentemente da religião a que pertencem, poderem praticar a terapia, associando-se à MOA.

Desejamos, assim, que maior número de pessoas conheçam e pratiquem os três empreendimentos, principalmente, a Terapia de Purificação Okada, e almejem tornar sadios física e espiritualmente, sentindo a existência do espírito através dos fatos.

Pergunta 7

E para o associado da MOA ingressar na Toohoo-no- Hikari, como se deve fazer?

Curso Terapia Okada

Resposta: Busquemos outra vez os Ensinamentos.

―Enfim, a Agricultura Natural, o método de cultivo sem uso de fertilizantes, será reconhecido e, como já falei anteriormente, Deus fará com que, de qualquer maneira, percebam que a Medicina não está correta. Depois disso, tudo quanto dissermos entrará facilmente na cabeça. Antes que isso aconteça, porém, é necessário que muitas pessoas trabalhem para atingirmos tal objetivo. Essas pessoas são os membros atuais. Deus fará com que tudo corra bem.‖

(5 de novembro de 1953)

―Parece um pouco com o que fiz primeiramente no Japão. Até que a verdade seja compreendida, pretendo, na medida do possível, levá-lo a cabo cautelosamente. Mas como Deus faz tudo direitinho, não temos com que nos preocupar. O melhor é deixar as coisas nas mãos Dele e lançarmos-nos pouco a pouco ao trabalho, em conformidade com a ordem e sem afobação‖.

(15 de maio de 1953)

Ou melhor, aqueles que se tornarão

fiéis, as visitas, virão. Se eles vêem a nossa procura é porque

Deus ou os antepassados deles os trazem‖.

―Quem traz os fiéis

(5 de outubro de 1951)

―Iniciar-se-á a troca da época selvagem para a civilizada. Essa sim, será a época mais crítica para o homem moderno; quando chegar a hora, ainda que se afobe, já será tarde demais. É necessário que, agora, despertem para os equívocos da medicina moderna e criem a verdadeira medicina capaz de formar pessoas sadias. Todavia, não precisam se desesperar. Pois, para prevenir tal situação crítica, Deus revelou-me o princípio da verdadeira medicina e sua metodologia da cura das

Curso Terapia Okada

doenças. E, atualmente, estou conseguindo excelentes resultados. Nesse sentido, se os médicos do mundo inteiro e as pessoas em geral compreenderem-no com o tempo, quão imenso será o número de pessoas salvas? No entanto, quanto mais rápido isso ocorrer, mais rápido se esquivarão da crise. Por isso, não posso deixar de recomendar, em todos os momentos, a todos que venham a mim e batam a porta da felicidade‖

(O Extremo do Progresso da Medicina Moderna 12 de setembro de 1951)

―Caso queiram conhecer o nosso princípio a fundo, há que se tornar membro da nossa Instituição e estudá-la profundamente. Com isso, será possível prever o futuro do mundo, adquirir plena paz de espírito, solucionar os sofrimentos da doença, da pobreza e do conflito, bem como desfrutar da vida no Paraíso Terrestre que advirá, ou seja, obter a qualificação para habitar esse mundo‖.

(Artigo Publicado no Jornal Herald de Hawaii24 de janeiro de

1951)

Com a instituição da MOA como pessoa jurídica, abriram- se dois caminhos, ou seja, a pessoa pode ingressar na Toohoo- no-Hikari ou na MOA. Gostaríamos, porém, de confirmar que continuaremos a recomendar também o ingresso direto na Toohoo-no-Hikari, como viemos fazendo até hoje.

Seja na Toohoo-no-Hikari ou na MOA, a nossa postura quando do encaminhamento de pessoas não mudará.

De acordo com as obras e Ensinamentos de Meishu- Sama, o importante é explicar da forma mais compreensível como um estudo prático e fazer com que elas acumulem experiências. E em meio ao acúmulo de experiências, convém perguntar à pessoa o que ela pensa dos fatos que estão

Curso Terapia Okada

ocorrendo à sua volta, e procurando descobrir se devemos aconselhá-la o ingresso na Toohoo-no-Hikari ou na MOA, certificar com ela o seu desejo.

Nesses casos, deve levar ao conhecimento do staff e procurar estar bem ao par das circunstâncias, sem nunca forçar a situação. Meishu-Sama explica que ―Deus faz tudo direitinho‖, assim, as pessoas são conduzidas mediante a atuação Dele e dos ancestrais. Às pessoas que compreendem sobre isso ou que captam essa atuação podem recomendar o ingresso na Toohoo- no-Hikari, não acham?

Portanto, se enfatizarmos apenas o caráter social da MOA, isso, ao contrário, pode estreitar o caminho daqueles que possuem afinidade e podem ser encaminhados a um círculo mais profundo e elevado. Temos, pois, que ter ciência disso e procurar conduzir aqueles que se relacionam conosco, levando em conta as circunstâncias e o desejo deles. Em suma, gostaríamos que entendessem que estabelecemos um sistema que possibilita tomar as medidas mais oportunas, conforme o caso.

Pergunta 8

Gostaria de perguntar sobre o descuido em relação à Medalha MOA. Nós, membros da Toohoo-no-Hikari, dispensamos ao Ohikari o máximo de respeito. Como devemos pensar a respeito?

Resposta: Então, busquemos os Ensinamentos;

―Os não-membros não tem problema que façam pouco caso do Ohikari. Se dissermos que precisa fazer isso e aquilo, a pessoa dirá: ‗se é algo assim pavoroso, prefiro desistir‘. Deus perdoa aqueles que não sabem a respeito. Todavia, repreenderá os que já têm conhecimento‖.

(1º de maio de 1952)

Curso Terapia Okada

―Mesmo em se tratando do mesmo Ohikari, dependendo

da pessoa, a Luz poderá ser forte ou fraca. Será forte naquelas que possuem fé sólida. E também, dependendo da forma que trata, haverá diferença na intensidade da Luz. Dependendo da maneira que cuida no dia-a-dia, bem como do pensamento de cada um, esta pode tornar-se forte ou fraca; enfim, sua intensidade está sempre oscilando. Geralmente, costuma ser

O Soonen (pensamento) da pessoa em relação

à fé influencia imenso na intensidade da Luz.‖

forte, é claro. (

)

(1º de agosto de 1953)

―Ficar à toa, sem nada fazer, só por ser membro, é perigoso. Mesmo não sendo membro, quem pratica boas ações e possui pensamento correto será salvo. A diferença é que aos membros são ensinados os meios para se salvarem; salvando as pessoas por este Caminho, as máculas vão diminuindo‖. ( )

Mesmo tomando conhecimento do método, de nada valerá se não o colocar efetivamente em prática. Em suma, o que eu quero dizer é que o curso de introdução nos ensina o melhor método de salvação do próximo. Todavia, de nada adianta apenas assisti-lo se não salvamos o nosso semelhante‖.

(23 de abril de 1949)

Antes de mais nada, receber a Medalha MOA significa poder praticar a terapia de purificação Okada. Meishu-Sama explica que se disser que precisa fazer isso ou aquilo, a pessoa dirá: ‗se é algo assim pavoroso, prefiro desistir‘. Com relação à iniciação, em primeiro lugar, como Meishu-Sama diz, devemos receber as pessoas de maneira que elas se sintam à vontade.

Sobre o Ohikari, Meishu-Sama diz: ―Se não se empenhar em salvar pessoas, não faz sentido tornar-se membro.‖ Com relação ao respeito para com o Ohikari, diz: ―Deus perdoa

Curso Terapia Okada

aqueles que não sabem a respeito‖, ―a questão é estar ou não de acordo com a lógica‖, ―há diferença entre os que compreendem e os que não compreendem‖. Com base nessas palavras, acreditamos que o descuido dos associados da MOA com a Medalha será perdoado.

Certamente, à medida que o associado for percebendo as maravilhas da terapia de purificação Okada através da prática e a grandeza do Mestre Mokiti Okada, ele passará a valorizar mais e mais a Medalha MOA de uma forma natural.

A Medalha MOA tem por finalidade proporcionar felicidade ao próximo, bem como cristalizar o desejo de Meishu-Sama, que é ―salvar o maior número de pessoas possível‖. Esses são os pontos de extrema importância que devemos reconfirmar com eles.

Sobre os cuidados com a Medalha MOA, aquele que compreende a fundo os propósitos de Meishu-Sama deve utilizá- la com convicção e sinceridade. No entanto, se insistirmos demasiadamente sobre o respeito que se deve dispensar à Medalha MOA, pode haver mal-entendidos, ou seja, confundi-la como objeto religioso.

De acordo com os feitos de Meishu-Sama, levando-se em conta as circunstâncias da sociedade daquela época, o Ohikari era outorgado como objeto de lembrança àqueles que concluíam o curso. A Medalha MOA é outorgado única e exclusivamente para possibilitar ao recebedor a prática da terapia de purificação Okada. À medida que os associados forem verificando milagres e assimilando mais profundamente o pensamento e filosofia do Mestre Mokiti Okada, acreditamos que crescerá o respeito deles para com a Medalha.

Basicamente, devemos explicar que a Medalha MOA é indispensável à prática da terapia de purificação Okada; e pedir

Curso Terapia Okada

também que seja usada com muito cuidado. Em suma, temos de analisar a situação e compreensão de cada um e procurar explicar as coisas conforme o caso.

Pergunta 9

Promover atividades da MOA é muito importante, mas, como membros da Toohoo-no-Hikari, temos também de recorrer a Meishu-Sama e elevar-nos, não é? Até hoje, para que pudéssemos contar com a participação da sociedade nas atividades da MOA, muitos estudos foram feitos. Penso que, se os mesmos forem passados em revista, obteremos avanço nesse sentido. Aproveitando esses estudos, no que devemos tomar cuidado na hora de promover atividades juntamente com os associados da MOA? Penso que nas comunidades locais há aqueles que questionam se conseguirão mudar a maneira de agir, ou seja, promover atividades de caráter social. Por isso, penso que cada um deverá ordenar o pensamento seguindo os Ensinamentos para poder assimilar a fundo a relação entre a Toohoo-no- Hikari e a MOA.

Resposta: Busquemos novamente nos Ensinamentos.

―Em vez de pretender introduzir a religião no dia-a-dia, quero fundi-la à vida quotidiana, tornando-as íntimas e indissolúveis. Para tanto, temos de ser diferentes dos fiéis das religiões tradicionais: nada daquela maneira dogmática, isolacionista, e com conceitos abstratos. Evitemos, sobretudo, aquela postura de desprezo pelas coisas terrenas. Primemos sempre por agir como pessoas comuns, isentando-nos ao máximo do ranço religioso e, em tudo, nortearmo-nos pelo bom senso. Considero ser preciso que a fé esteja de tal maneira impregnada em nós que terceiros não percebam se abraçamos ou não alguma crença. Ou seja, é a atuação versátil‖.

(Pragmatismo Religioso 30 de maio de 1951)

Curso Terapia Okada

―Assim sendo, o fundamental é despertar a ideologia teísta há muito dormente no homem, o que não é tarefa fácil. Presentemente, a grande maioria das pessoas das nações desenvolvidas tem a alma extasiada pela ciência e ignora Deus. Para sacudir a alma dessas pessoas, há que recorrer a uma força sobre-humana verdadeiramente surpreendente, confirmando-se a existência de Deus. Para isso, não há senão o milagre, motivo pelo qual ele é numeroso em nossa organização. Naturalmente, esta é a força absoluta emanada de Supremo Deus, capaz de converter qualquer ateu. Ingressaremos, pois, na era de progresso, da cultura espiritual. Em conseqüência, a cultura desequilibrada será corrigida, com a concretização do mundo da verdadeira civilização e a solução radical das três principais calamidades e tormentos maiores da humanidade: a doença, a pobreza e os conflitos. Fui eu o escolhido para isso, o que, aliás, não é novidade. Desde os tempos antigos, santos e sábios profetizaram-no. Apenas a ocasião não era chegada‖.

(O que é Meshia-kyo 25 de agosto de 1954)

―O homem nasce no mundo material por desígnio de Deus. Talvez seja nesse sentido que o ideograma ―mei‖ (desígnio) constante da expressão ―seimei‖ (vida) é o mesmo ―mei‖ do ―meirei‖ (ordem). Qualquer pessoa deve perguntar-se a razão de ter nascido. Enquanto não compreender isso perfeitamente, o ser humano não poderá nem tomar o procedimento correto nem obter a tranqüilidade plena proveniente da absoluta confiança em Deus. E não é só: se sujeita a levar uma vida em vão. Assim sendo, em que

consistiriam os desígnios divinos? Consiste em construir sobre esta Terra um mundo ideal em outros termos o Paraíso

E Deus atribuiu a cada um dos homens uma

missão, concedeu-lhes qualidades e faz com que eles nascendo e morrendo repetidas vezes avancem em direção ao Seu ideal e objetivo‖.

Terrestre. (

)

(Camadas do Mundo Espiritual 5 de fevereiro de 1947)

Curso Terapia Okada

―O homem, portanto, deve trabalhar no sentido de tornar- se útil à construção do mundo Ideal, pois este é o melhor, sendo que, para isso, a cada um é atribuída uma profissão específica. Assim sendo, o correto é dar o melhor de si para o cumprimento da missão atribuída pelo Céu. Além do mais, se o homem ajudar ao próximo, é grande a proporção de pecados que será eliminada, e subirá, mais e mais, nos níveis das camadas do Mundo Espiritual, podendo desfrutar os benefícios da vida‖.

(1949)

―Não passamos de instrumentos para tal acontecimento. Todavia, isso ocorrerá através da ―Força Absoluta‖. Deus assim planejou e determinou perfeitamente, desde o princípio dos tempos. Divulgaremos isto à humanidade inteira e faremos com que o mundo todo volte os olhos para o Oriente. Assim, a civilização, cujo destino era a extinção, a humanidade em crise, será salva por Kannon. Além disso, as três calamidades maiores, que são o vento, a água e o fogo, bem como as três menores, que são a fome, a doença e a guerra, serão erradicadas. Edificar- se-á o Mundo da Grandiosa Luz, onde inexiste a doença, pobreza e conflito, reinando a paz e a prosperidade eternas‖.

(A Construção do Mundo da Grandiosa Luz 1º de janeiro de

1935)

―Os Ensinamentos devem ser lidos tanto quanto possível; quanto mais os lerem, mais os fiéis aprofundarão sua fé e elevarão seu espírito.‖

(Leia o Mais Possível os Ensinamentos 29 de novembro de

1950)

―Fundamentalmente, existe o fator 'percepção espiritual'. O poder espiritual também cresce à medida que se compreende a essência da fé. Naturalmente, a profundidade da fé não tem

Curso Terapia Okada

limites. É como uma pirâmide (usando dois cigarros, ele faz a forma de uma pirâmide). Por aqui (meio da pirâmide) é o nível das pessoas medianas; mas quando chega por aqui (parte de cima), a pessoa já é espiritualmente graduada, revelando grande diferença no poder espiritual‖.

(23 de julho de 1949)

―A força varia de acordo com o nível espiritual de cada um. Além disso, o nível de fé, a natureza, a experiência, entre outras coisas, farão a diferença. Aqueles que servem a Deus são os que mais manifestam força. Isso é muito importante. É o maior. Entretanto, não podemos julgar se fulano tem ou não força. É como as pessoas que se formam numa mesma escola: se há as magníficas, há também as incompetentes‖.

(23 de maio de 1948)

―A formação de homens perfeitos é o propósito final da fé. Evidentemente, não se pode exigir a perfeição do mundo, mas o esforço para consegui-la passo a passo deve ser a verdadeira atitude religiosa. A consolidação da fé faz com que a pessoa assuma uma aparência comum. Isto significa que ela se identificou plenamente com a fé. Chega a tal ponto que seus atos ou palavras jamais ferem o bom senso. Sempre inspira simpatia, sem dar indícios da religião a que pertence. No contato com os outros, assemelha-se à suave brisa da primavera. Suas maneiras são afáveis, modestas e gentis. Deseja crescente bem ao próximo e trabalho em favor do bem-estar da comunidade‖.

(Bom Senso 5 de setembro de 1948)

―Crendo nos fenômenos espirituais, torna-se claro que poderemos apreender a causa fundamental da verdadeira felicidade. Em outras palavras, para se obter a perfeita paz de

Curso Terapia Okada

espírito, é necessário profundo conhecimento de tais fenômenos,

seja qual for a fé que se professe. (

)

Meditemos. Embora possa viver muito tempo, geralmente não passa dos setenta ou oitenta anos. Se isso representa o fim de tudo, a vida não é realmente vã? Caso pense assim, é porque desconhece totalmente que, após a morte, existe a vida no mundo espiritual. Suponhamos, entretanto, que o homem chegue a adquirir profundo conhecimento a esse respeito… Viveria uma vida feliz neste mundo e também após a morte. Poderá, portanto, tornar-se eternamente venturoso‖.

(25 de agosto de 1949)

―Assim, deve-se ir adquirindo, gradativamente, conhecimentos sobre as doenças. Mas não no sentido médico; necessita-se ampliar os conhecimentos relativos à doença de acordo com a visão de Deus. Como sempre digo, para se conseguir saber o ponto focal, não há como conjecturar sem um conhecimento amplo. Nesse sentido, creio que será bom criar uma associação de pesquisas ou fazer mesas-redondas sobre doenças. E, também, o que não entenderem sobre doenças, deve ser perguntado, mesmo que seja por escrito. Isto porque acredito que se deve criar uma verdadeira Medicina, uma nova Medicina Espiritual que, sendo diferente desta existente, não necessita de profundo conhecimento sobre anatomia. Naturalmente, mesmo que seja apenas espiritual, consegue-se a cura, porém é demorada. Mesmo no Joorei, quando se distingue exatamente onde é o ponto focal, a cura é muito mais rápida‖.

(5 de agosto de 1953)

―O poder de cura é muito maior em pessoas que têm grande espírito de piedade de querer salvar o maior número possível de pessoas‖.

Curso Terapia Okada

―O Joorei ministrado com o espírito magnânimo de

salvar toda a humanidade produz uma grande diferença no processo de cura. Trata-se da intensidade e da grande amplitude dessa vontade‖.

) (

―Não

se

conseguem

(12 de junho de 1948)

resultados

enquanto

existir

pensamentos impuros, como interesse ou proveito próprio, ainda que mínimos. O objetivo deve ser sempre o bem da nação, da

sociedade e da humanidade, baseado no sentimento de justiça. Em outras palavras, deve-se ser motivado por intenções sinceras‖.

(Medicina do Amanhã Conclusão 23 de outubro de 1943)

―A chave para a solução de quaisquer problemas do indivíduo, do país e do mundo, resume-se na sinceridade‖.

(Sinceridade 5 de setembro de 1948)

―Só será levado em conta se a pessoa é portadora de um anseio irrefreável de fazer algo em favor da salvação da humanidade; que fique compadecida, tomada de comiseração diante da situação que o mundo enfrenta, e que não consegue ficar apenas observando; percebe que nada poderá ser feito apenas com a força humana, porém, quando Kannon manifesta a sua Força, tem o desejo de que seja permitido fazer parte da Sua Obra servindo com o máximo de seus esforços. Se, porventura, a pessoa tiver o desejo de glória, o resultado será oposto ao esperado.

Deste modo, um pequeno desvio no modo de pensar redundará num enorme erro. ―Se a pessoa estiver indiferente à sua existência e sempre pensar em prol deste mundo ou de Kannon, sua existência se tornará grande‖.

(11 de agosto de 1935)

Curso Terapia Okada

―Sempre afirmo que ‗se não fizermos os outros felizes, não poderemos ser felizes‘. Julgo que o Paraíso Terrestre — o principal dos meus objetivos é compartilhar e difundir este meu estado de espírito‖.

(Meu Caráter 30 de janeiro de 1950)

(1) De acordo com a pergunta, a elevação como membro da Toohoo-no-Hikari é extremamente importante.

Com relação a esse ponto, consta a seguinte explicação no material ―O que é MOA‖: ―Quando se assimila a essência dos Ensinamentos, não só cresce a fé em Meishu-Sama como se compreende melhor o que vem a ser a MOA. Por isso, quanto mais se procura promover as atividades da MOA, mais cresce a necessidade de buscar nos Ensinamentos‖.

Nesse sentido, convém confirmar aqui que todos nós somos protótipos conduzidos por Meishu-Sama e encarregados da missão de servir na sua administração de salvar a humanidade e construir o Paraíso Terrestre. Justamente por desejarmos cumprir essa missão é que recorremos a ele e consagramos dedicações à Obra Divina.

Por essa razão, tendo como meta a salvação do maior número de pessoas possível, pretendemos transmitir amplamente os Ensinamentos de Meishu-Sama, mediante o desenvolvimento de atividades da MOA no âmbito da sociedade.

Portanto, como membros da Toohoo-no-Hikari, quanto mais promovermos as atividades da MOA, mais importante se torna a nossa busca e fé em Meishu-Sama, o Salvador. Quanto mais cresce a nossa fé nele, mais seremos utilizados no desenvolvimento das atividades MOA na sociedade.

Curso Terapia Okada

Isso quer dizer, quanto mais buscamos no Shinsen-Kyo /

Sede Geral o protótipo espiritual e os desejos de Meishu- Sama, mais assimilaremos o mecanismo da administração; recorrendo ao Zuissenkyoo o protótipo material aprenderemos como expandir esses modelos e como nos lançar

à prática nos lares e nas comunidades. Quanto mais buscarmos

o Zuissen-Kyo e praticarmos os três empreendimentos, mais compreenderemos os desejos de Meishu-Sama; por conseguinte, passaremos a buscá-lo mais e mais, recorrendo novamente ao Shinsen-Kyo, à Sede Geral, enfim, à administração divina. E isso,

sem dúvida, nos fará perceber a importância do avanço paralelo da Toohoo-no-Hikari e da MOA, pois ambas possuem estreita correlação.

De modo que, para os membros da Toohoo-no-Hikari, a entrevista na Sede Geral é a oportunidade de assimilar o sentimento de Meishu-Sama e estudar as comprovações, bem

como adquirir força espiritual. O que é extremamente importante

e indispensável ao avanço das atividades MOA.

Quanto mais trabalharmos dessa forma, e quanto mais sólida se tornar a nossa fé, seremos conduzidos mais rápidos à felicidade. Além disso, conseguiremos desenvolver trabalhos voltados à sociedade sob a postura conforme reza estes Ensinamentos não se trata de a algo egocêntrico que insiste somente na crença‖, ―Primemos sempre por agir como pessoas comuns, isentando-nos ao máximo do ranço religioso e, em tudo, nortearmos pelo bom senso. Considero ser preciso que a fé esteja de tal maneira impregnada em nós que terceiros não percebam se abraçamos ou não alguma crença. Ou seja, é a atuação versátil‖. Acreditamos que, dessa forma, os membros da Toohoo-no-Hikari poderão atuar como pilar das atividades MOA.

(2) A MOA foi instituída como pessoa jurídica para que pudéssemos desenvolver atividades voltadas à sociedade. De acordo com os estatutos da MOA, os associados da MOA, exceto

Curso Terapia Okada

o pagamento da taxa anual, não terão necessariamente a

obrigatoriedade de participar das atividades, ficando inteiramente

a critério deles. Para que as atividades MOA possam ser

desenvolvidas no âmbito da sociedade, tornam-se importantes o crescimento individual e o fortalecimento do sistema. Com

relação a isso, a Toohoo-no-Hikari e a MOA estão a colher opiniões dos membros e estudando formas que permitam promover efetivamente as atividades MOA na sociedade.

Concretamente, a MOA tem os seguintes planos:

a) elaborar panfletos, entre outros materiais, sobre as atividades MOA.

b) no que tange à formação de elementos humanos, planejamos promover seminários voltados aos associados da MOA que possibilitem a compreensão dos objetivos da organização; tais como: seminários sobre os três grandes empreendimentos, onde os mesmos poderão aprender e praticar a terapia de purificação Okada, bem como obter a qualificação como terapeuta; seminários de arte e cultura, alimentação e agricultura naturais, etc.

c) Para que os associados possam compreender o espírito da MOA, pretendemos conduzi-los ao Shinsen-Kyo, ao Museu de Belas-Artes, ao Zuissenkyoo de Oohito, aos institutos terapêuticos e Bun-ins, ou seja, criar um ambiente que desperte neles o desejo de participar das atividades MOA e consagrar dedicações.

(3) A compreensão da relação entre a Toohoo-no-Hikari e a MOA, o crescimento individual, a aplicação do sistema nos mais variados casos, enfim, tudo que estudamos até aqui não terá êxito sem o fortalecimento dos Bun-ins e suas respectivas redes, que arcam com a promoção das atividades no dia-a-dia. Nesse sentido, para que possamos expandir as atividades MOA,

Curso Terapia Okada

pretendemos buscar soluções para os problemas mediante a troca de idéias, fazendo uso dos talentos de cada membro, bem como promover atividades que não sobrecarreguem os Bun-ins e ir observando as evidências que recebermos.

Curso Terapia Okada

TERAPIA DE PURIFICAÇÃO OKADA SEMINÁRIO DE INVESTIGAÇÃO DOS PONTOS VITAIS

1 - Introdução

O método terapêutico que denominamos ―Terapia de Purificação Okada" foi iniciado pelo Mestre Mokiti Okada (1882- 1955). Em 1934, após ter encaminhado e recebido das autoridades a licença para abrir uma clínica terapêutica, Okada iniciou aí a sua prática como terapia popular.

Provavelmente, pela designação "terapia de purificação", seja difícil para os não-membros fazerem idéia do que se trata. No presente material, falaremos a respeito. A grande característica da terapia de purificação é considerar a "doença" como uma ação purificadora que fortalece a energia vital, e não como um processo degenerativo.

Okada explica que a causa da doença é o acúmulo de resíduos e impurezas no organismo, os quais se vão concentrando em várias partes do corpo; e acrescenta que a doença nada mais é do que os sintomas que surgem no momento da manifestação do processo de eliminação desses resíduos e impurezas.

Originalmente, o homem pode recuperar a própria saúde, uma vez que possui a capacidade de recuperação natural, ou seja, é provido de um poder que acelera a ação purificadora. A terapia de purificação faz com que tal capacidade se eleve; por isso, nos casos de doença, verificam-se o alívio das dores e a melhora dos sintomas, propiciando ao ser humano saúde física e mental.

A partir de 1938, ao longo de três anos, Okada ministrou esta terapia a milhares de pessoas. De acordo com a sua bibliografia, o índice de cura das pessoas por ele assistidas foi de

Curso Terapia Okada

90%. Posteriormente, com base nesse fato, Okada criou uma nova metodologia.

Atualmente, é grande o número dos que sofrem com doenças relacionadas ao estilo de vida, com enfermidades que nem a cirurgia nem os remédios são capazes de resolver, bem

como com desordens de causas desconhecidas. No entanto, submetendo-se à terapia de purificação, os sintomas melhoram e

o estilo de vida também, o que faz brotar nas pessoas o

sentimento de gratidão pela saúde; e mais, a maneira de pensar muda e o caráter também; são inúmeras aquelas que conseguiram fortalecer os laços familiares ou despertar para o significado da vida.

O ponto de vista da terapia de purificação com relação à doença é totalmente diferente do da medicina moderna, o que torna difícil a sua compreensão. Um dos aspectos de difícil entendimento reside no fato de a terapia de purificação ter como premissa a "existência do espírito". No Japão, em particular, é grande o número daqueles que relutam em aceitar o conceito de espírito.

Por essa razão, no presente material, procuramos, na medida do possível, explicar a terapia de purificação do ponto de vista científico, utilizando fotos e desenhos, de forma a facilitar ao máximo a compreensão da sua metodologia.

Esperamos que aproveitem ao máximo esse material e

acumulem as experiências de que, para o homem se tornar sadio e feliz, basicamente, deve-se purificar o espírito. Ou seja, aplicar

a terapia nos pontos que apresentam "febre" e "nódulos",

descobertos através da investigação; em outras palavras, nas "nebulosidades espirituais". Procedendo-se, dessa forma, muitos sofrimentos são solucionados.

Curso Terapia Okada

E ao testemunhar inúmeros fatos e acumular muitas experiências de casuísticas (resultados) gostaríamos que percebessem que a essência do ser humano encontra-se no seu "espírito", e, com base nisso, se empenhassem na ampliação dessa metodologia com o objetivo de proporcionar a saúde física e mental.

2 - Sobre a Terapia de Purificação Okada

(1) Segundo o princípio da Terapia de Purificação Okada, o ser humano é uma existência espiritual que se constitui dos componentes "espiritual" e "físico". Explica, também, que a causa de todos os sofrimentos da doença são as "nebulosidades" espirituais (elemento água em estado impuro presente no espírito). A terapia de purificação baseia-se no princípio da ciência da vida que se fundamenta na "Lei da Purificação", isto é, a "ação purificadora natural", que surge para eliminar tais nebulosidades.

"Além do corpo material, o homem possui um outro, que é muito mais importante. Refiro-me ao corpo espiritual, a energia vital. Esta existe numa relação íntima e indissolúvel com o físico, facultando ao ser humano viver e atuar."

(13 de janeiro de 1954, "O Joorei é uma Terapia Científica")

"O homem, portanto, constitui-se dos componentes espiritual e físico, sendo o primeiro o principal e o segundo a ele subordinado. É uma lei universal. Quanto à doença, tem-se o seguinte. As toxinas existentes no físico projetam-se no espírito, transformando-se em nebulosidades. Desencadeia-se, então, uma ação purificadora para dissipá-las que, ao mesmo tempo, refletindo-se no físico, dissolve e elimina as toxinas. Ao sofrimento aí surgido dá-se o nome de doença. A primeira ação, na qual se verifica a identidade físico-espiritual, é horizontal; a segunda é uma ação vertical, caracterizada pela soberania do

Curso Terapia Okada

espírito sobre o físico. É de crucial importância entender este princípio."

(13 de janeiro de 1954, "O Joorei é uma Terapia Científica")

"Quanto às nebulosidades espirituais, temos que não é outra coisa senão a matéria tóxica dos fármacos, tendo por essência o elemento água em estado impuro. Isso quer dizer que ao elemento água se misturam partículas tóxicas cuja destruição irá devolver-lhe a pureza, com a erradicação da causa da doença. Para tanto, requer-se uma temperatura extremamente alta, pela qual as partículas tóxicas são incineradas."

(13 de janeiro de 1954, "O Joorei é uma Terapia Científica")

(2) A ação purificadora natural é o processo natural de eliminação das toxinas acumuladas e solidificadas em várias partes do corpo e que se transformam em "nebulosidades espirituais". As solidificações das toxinas são dissolvidas pela febre e eliminadas sob a forma de catarro, secreção nasal, suor, urina, diarréia, etc.

O processo de eliminação de toxinas é acompanhado de sofrimento; porém, é através dele que o organismo é purificado e a saúde, mantida.

"Devido a essas toxinas o homem não consegue manter plena saúde. Por isso seu corpo é feito de maneira que lhe possibilite eliminá-las constantemente pela ação fisiológica. A tal fenômeno denominamos processo de purificação natural. Quando ele ocorre, sobrevêm sofrimentos de certo nível, e essa fase de dor e de mal-estar constitui aquilo que se chama de doença."

(5 de fevereiro de 1947, "A Verdadeira Causa das Doenças")

Curso Terapia Okada

"Quanto à segunda etapa, constitui-se do aparecimento de uma ação natural para a eliminação das solidificações que caracterizam a primeira etapa, quando estas ultrapassam determinado nível. De forma a facilitar tal eliminação, sobrevém uma ação destinada a liquefazê-las: a febre. A intensidade dela depende não só da natureza, quantidade e dureza das toxinas solidificadas, mas também da constituição física do doente. Muitas vezes, a febre aparece como resultado do cansaço, após a prática de exercícios físicos, pois estes estimulam a ação purificadora. As toxinas assim liquefeitas são excretadas sob a forma de transpiração, catarro, secreção nasal, etc‖.

(5 de fevereiro de 1947, "A Verdadeira Causa das Doenças")

(3) A Terapia de Purificação Okada incinera as impurezas do espírito pela energia dos elementos "Fogo, Água e Terra", intensificando a ação purificadora natural.

O Fogo, a Água e a Terra, que são os três elementos fundamentais existentes no Universo, fundem-se pela atuação do ideograma "Luz" e transformam-se na energia dessa trilogia. A irradiação dessa energia sobre o corpo, ao mesmo tempo em que eleva a capacidade de recuperação natural inerente ao homem, elimina em curto espaço de tempo as nebulosidades espirituais, prevenindo a manifestação de quaisquer sintomas que causem muito sofrimento, e, assim, verifica-se a melhora dos mesmos sem ter que passar por grandes sofrimentos. Como resultado, o homem eleva-se tanto física como espiritualmente.

"A natureza da luz é resultante da união do fogo e da água, ou seja, é formada pelos elementos fogo e água. E será mais forte quanto maior for a quantidade do elemento fogo. Acontece que a força proveniente da luz constituída apenas por esses elementos ainda é insuficiente, tornando-se necessária a essência da terra. A manifestação da força perfeita da trilogia fogo-água-terra torna-se uma extraordinária força de purificação.

Curso Terapia Okada

As ondas dessa Luz atravessam o corpo, extinguindo as máculas do espírito, o que se reflete no físico, como erradicação da doença."

("A Trilogia dos Órgãos Internos e o Joorei", 6 de agosto de

1949)

"O homem recebeu dos Céus essa maravilhosa capacidade de recuperação natural que nenhum tratamento médico consegue sequer chegar aos seus pés. O simples fato de tomar conhecimento disso já constitui uma grande felicidade. Assim, o Joorei da nossa Instituição consiste em aumentar essa capacidade e acelerar a sua atuação. Os leitores concordarão que não há tratamento mais avançado e racional que este."

(Os Pontos Falhos da Medicina e a Capacidade de Recuperação Natural, 25 de julho de 1951)

(4) Após a purificação de determinada região do corpo pela Terapia de Purificação Okada, desencadeia-se a ação purificadora de outras partes (purificação proporcional).

A ação purificadora proporcional manifesta-se pelo corpo todo e, dessa forma, recupera-se a saúde. A terapia de purificação possibilita ao homem "purificar-se e elevar-se espiritualmente". Independentemente de se estar ou não doente, consegue-se a saúde física e mental.

"Há a necessidade de se conhecer a ação de purificação proporcional. Quando se dissolvem e eliminam as toxinas que se acumulavam em certa região do corpo, ocorre uma ação autopurificadora em outro local onde também há toxinas solidificadas, de maneira que haja um equilíbrio e se atinja um estado idêntico àquele. Como é um processo de autopurificação, é natural que seja acompanhado de febres ou dores. Desse modo, quando a região dos rins, que são a origem fundamental

Curso Terapia Okada

das enfermidades, passa por purificação, ocorre secundariamente uma purificação proporcional natural em outros locais. Assim, necessariamente, os males generalizados curam- se. Consoante tal princípio, a única forma de curar qualquer doença e melhorar a saúde consiste em estimular a atividade renal".

(28 de setembro de 1942, "A Arte Médica dos Rins e o Método de Rejuvenescimento")

"A seguir, devo falar um pouco mais sobre a purificação proporcional. No que diz respeito à sua ocorrência consecutiva, é como se o próprio organismo indicasse os locais onde há toxinas solidificadas. Portanto, clarificam-se todos os locais onde as toxinas se apresentam, os quais podem ser tratados e curados. Adquire-se assim um corpo perfeitamente saudável."

(28 de setembro de 1942, "A Arte Médica dos Rins e o Método de Rejuvenescimento")

"Quando as nebulosidades são eliminadas, e o espírito

estiver purificado até determinado ponto, não só a doença do

corpo físico desaparece ( e mental."

consegue-se também a saúde física

)

(5 de fevereiro de 1947, "Doença e Espírito")

3 - Ponto de vista dos médicos e dos juristas sobre as diferenças entre a terapia de purificação e a medicina

a) Diferenças no objetivo e no método

A terapia de purificação, que se baseia na Lei da Purificação, elimina as nebulosidades espirituais causa original de todos os sofrimentos que surgem sob a forma de "febre e nódulos" que são detectados através da investigação.

Curso Terapia Okada

Seu objetivo, portanto, é a obtenção da saúde física e mental pela "purificação e elevação" do espírito.

do

princípio e método diferentes da medicina moderna, muito

embora não seja apenas essa a sua finalidade.

Outrossim,

proporciona

a

cura

da

doença

através

"A doença, como já expliquei, é a eliminação das toxinas que se acumularam, isto é, a ação de dissolução da solidificação das toxinas. Aplicando-se este processo ao corpo espiritual, tem- se que a solidificação de toxinas em determinada região do corpo físico é a presença de nebulosidades na correspondente região do corpo espiritual, e o processo de dissolução é a dissipação dessas nebulosidades."

(5 de fevereiro de 1947, "A Força da Natureza")

"Em resumo, as doenças são os sintomas que se manifestam externamente, enquanto a sua causa são as nebulosidades internamente existentes. E o verdadeiro tratamento é precisamente a sua dissipação."

(13 de janeiro de 1954, "O Joorei é uma Terapia Científica")

"Considera-se que o objetivo do nosso Joorei está na cura de doenças. Para dizer a verdade, porém, não é só. Há um significado mais amplo sobre o qual tratarei aqui. Em suma, é o método que gera a felicidade. O que nomeamos simplesmente doença é, sem dúvida, uma purificação cuja causa reside nas nebulosidades espirituais. O Joorei exerce uma ação dissipadora sobre elas, sendo a ação que anula todo o sofrimento humano."

(25 de março de 1952, "O Joorei e a Felicidade")

Curso Terapia Okada

b) Pontos vitais (febre, nódulos): investigação, anamnese (perguntas feitas para chegar a um diagnóstico) e a apalpação.

De acordo com os princípios da Terapia de Purificação Okada, a doença surge pela manifestação da "ação purificadora das nebulosidades acumuladas no espírito".

Da palma da mão é irradiada uma energia peculiar que incinera as "nebulosidades espirituais" e faz com que a capacidade de recuperação natural inerente ao homem aumente mais e mais, conduzindo-o à saúde física e mental.

Por semelhante razão, na terapia de purificação, é muito importante certificar-se da localização das nebulosidades espirituais (ponto vital) e transmitir a energia exatamente nesse ponto. As queixas como "dor", "moleza", "formigamento", etc. são úteis, porque facilitam a identificação e confirmação das áreas "febris e com nódulos" da superfície do corpo.

A febre e os nódulos não podem ser considerados como a causa das doenças dos órgãos, conforme se diz na medicina ocidental. Com base na teoria da Terapia de Purificação Okada, os pontos que apresentam febre e nódulos correspondem às partes em que há nebulosidades espirituais e o acúmulo e a solidificação de toxinas. Estas últimas normalmente se acumulam e solidificam-se em locais de alta concentração nervosa e naqueles que ficam em posição inferior, quando o corpo se encontra em repouso. Com o decorrer do tempo, as toxinas concentradas endurecem-se gradativamente.

"Se dividirmos o corpo humano em duas partes, a espiritual e a física, a região posterior corresponderá ao espírito e a frontal (abdominal), ao físico. Portanto, pelo princípio da soberania do espírito sobre o físico, a região posterior é muito importante, para todas as doenças". Okada explica que as

Curso Terapia Okada

regiões frontal e posterior da cabeça, o pescoço, os ombros, as escápulas (omoplatas), o espaço entre a coluna e a escápula (omoplata), os rins, etc. são particularmente importantes.

A investigação dos pontos vitais da Terapia de Purificação

Okada, ou seja, a verificação da febre e dos nódulos, tem por finalidade única localizar as nebulosidades espirituais e confirmar as suas mudanças. É diferente, portanto, das perguntas e apalpação que o médico realiza para diagnosticar a doença.

A maneira concreta de identificação da "febre e nódulos" é

a seguinte: os nódulos subcutâneos ou aqueles que se localizam nas camadas muscular não muito profundas, bem como a febre da pele, devem ser verificados com a palma da mão e com a ponta dos dedos. Não se deve acrescentar massagens ou práticas de outras terapias, como as da quiroplaxia, entre outras. Deve-se, também, agir com extrema cautela e não fazer comentários que são da alçada dos médicos, pois tal atitude pode significar infração das leis médicas.

"Em primeiro lugar o que é válido para tudo deve-se conhecer o ponto vital. No Joorei, igualmente, deve-se descobrir o ponto vital. Para diagnosticar o próprio estado de saúde, deve- se apalpar o corpo inteiro. Nos locais febris, há toxinas. As partes frias não exigem atenção. Haverá, porém, sempre locais quentes. São eles os pontos vitais. Haverá infalivelmente, também, pontos dolorosos à compressão. Dependendo da pessoa, existe quem não sinta dor alguma. Por que? Com certeza, não existirá ninguém que não sinta dor por não ter toxinas. Isso acontece porque as toxinas estão completamente solidificadas, sem que a purificação tenha começado. A dor quer dizer que a purificação está ocorrendo com determinada intensidade. Se a purificação ainda não começou, nenhuma dor é sentida."

(5 de julho de 1953, Palestra)

Curso Terapia Okada

"A primeira consiste na concentração e solidificação em variados pontos do corpo das diversas toxinas presentes no sangue. Esses pontos são, em especial, os locais de grande concentração nervosa, bem como os que ficam em posição inferior, quando o corpo se encontra em repouso. Com o decorrer do tempo, as toxinas concentradas vão-se endurecendo gradualmente. "

(5 de fevereiro de 1947, "A Verdadeira Causa das Doenças")

"Citarei aqui os pontos importantes da terapia que merecem a atenção de todos. Se dividirmos o corpo humano em duas partes, a espiritual e a física, a região posterior corresponderá ao espírito e a frontal (abdominal), ao físico. Portanto, pelo princípio da soberania do espírito sobre o físico, a região posterior é muito importante para todas as doenças. Se a terapia não for ministrada o suficiente na parte posterior do corpo, não se verificará verdadeiro efeito. Ou seja, as doenças da região frontal melhorarão à mesma proporção da dissolução das toxinas acumuladas na parte posterior."

(5 de fevereiro de 1947, "Pontos Importantes da Terapia")

"Quais são as regiões do corpo humano em que se verificam a concentração e solidificação de toxinas? Geralmente, isso ocorre nas regiões de alta concentração nervosa. Ou seja, nos gânglios linfáticos [cervicais], proximidades das amígdalas, parótidas; região posterior e frontal da cabeça, ambos os lados da medula oblonga, ombros, região das escápulas (omoplatas), região posterior dos rins, base do peito, axilas, costelas, proximidades do diafragma, região estomacal, região do pulmão, região do peritônio, gânglios linfáticos inguinais, etc. As toxinas concentram-se e solidificam-se praticamente no corpo todo."

(23 de novembro de 1943, "Tosse e Catarro")

Curso Terapia Okada

"Na hora de ministrar a terapia, faça-o primeiramente na cabeça, pescoço e ombros. Em seguida, peça para que a pessoa fique de bruços e verifique, com a palma da mão e o dedo, o volume de toxinas da região renal. Não é errado afirmar que, hoje em dia, não há um único japonês que não tenha solidificações de toxinas na região renal. Quanto a elas, existem as dolorosas e as indolores, sendo as últimas as mais freqüentes."

(28 de setembro de 1942, "A Metodologia da Nossa Terapia")

4 - A prática da Terapia de Purificação Okada

Conforme se explicou, a Terapia de Purificação Okada (inclusive a investigação dos pontos vitais) não é um tratamento médico. Deve-se, portanto, tomar cautela na maneira de agir, de forma que as pessoas não a confundam com tratamento médico.

Pela razão acima, para aqueles que demonstrarem interesse pela Terapia de Purificação Okada, deve esclarecer- lhes que a mesma não é um tratamento médico. E caso julgue necessário, recomende-os que façam os exames médicos. Talvez o melhor seria aconselhá-los a se consultarem no Instituto Terapêutico ou com médicos que compreendem bem a Terapia de Purificação Okada.

A seguir, apresentaremos a forma concreta de ministrar a terapia que deve ser seguida pelos terapeutas da Terapia de Purificação Okada (reconhecidos pela MOA Internacional).

Para as pessoas que não possuem qualificação como terapeuta, a investigação dos pontos vitais fica restrita aos membros da família; para os que não fazem parte da família, recomendamos que a terapia seja ministrada sem a investigação.

Curso Terapia Okada

4.1 - É proibida a realização de anamnese (perguntas minuciosas) e o exame físico (tocando a pessoa)

Anamnese (perguntas minuciosas)

Pergunte apenas sobre as regiões em purificação, necessárias para a localização das nebulosidades espirituais. Perguntas minuciosas, como as que o médico realiza com seus pacientes (anamnese), não devem ser feitas. Pedimos muita atenção aos seguintes itens:

A-1 - Não faça diagnósticos

A-2 - Não faça comentários baseando-se no ponto de vista da medicina moderna (medicina ocidental, principalmente). Não deve perguntar os valores de determinados exames nem avaliar se os mesmos estão normais ou não, muito menos mencionar se a pessoa está ou não com determinada doença. Por exemplo:

não se deve comentar que o índice de ácido úrico está elevado; não se deve perguntar como está a pressão arterial, quais são os valores, etc.

A-3 - Não recomende nenhum tratamento médico, tomando-se por base o ponto de vista da medicina moderna (principalmente o da medicina ocidental).

A-4 - Não faça diagnósticos com base no Manual de Terapia de Purificação Okada (publicado pela Fundação de Obras Sociais de Okinawa MOA)

No Manual de Terapia de Purificação Okada estão claramente mencionados os nomes das doenças e seus respectivos pontos para a aplicação da terapia (pontos vitais). Todavia, deve-se estar ciente de que conhecer os pontos vitais não significa ter condições de fazer diagnósticos.

Curso Terapia Okada

B - Exame físico (tocar na pessoa)

A investigação dos pontos vitais da terapia de purificação

tem por finalidade eliminar as "nebulosidades espirituais" e a sua metodologia limita-se apenas ao alcance desse objetivo. Desta

forma, tanto o objetivo como o seu método diferem-se do exame físico feito pelos médicos.

Todavia, a forma de realizar a investigação dos pontos vitais é facilmente confundida com o exame físico, pelo qual pedimos que procedam as investigações, baseando-se no tópico "Pontos Básicos da Investigação" abordados posteriormente.

4.2 - Itens a serem considerados na prática da Terapia

A - Os terapeutas podem ministrar a terapia de purificação

a qualquer pessoa, seja nos Institutos Terapêuticos, nos Bun-ins

ou nos lares, porém, tomando cuidado para não infringir às determinações acima mencionadas (anamnese e exame físico).

B - Na hora da Prática

B-1 - Quando for ministrar a terapia para alguém que nunca a recebeu, mostre-lhe primeiro a carteira de habilitação e explique, sem falta, o que é essa Terapia de Purificação Okada, ou peça-lhe que leia algum material a respeito.

B-2 - Nesse caso, se a própria pessoa desconfia que está doente, ou ainda, quando ao olho de qualquer leigo pode-se notar claramente que está com algum problema, certifique-se se ela já foi ao Instituto Terapêutico, ou já se consultou algum médico, ou ainda, se está realizando algum tratamento. Caso não, aconselhe-a a fazer uma consulta médica, recomendando- lhe um médico simpatizante da nossa terapia, etc. Em seguida, explique que a Terapia de Purificação Okada não é um

Curso Terapia Okada

tratamento médico e ministre a terapia sem infringir as proibições anteriormente citadas.

*Quando recomendar a alguém fazer uma consulta médica, exponha o motivo pelo qual o está fazendo. Explique, por exemplo, que é para poder ministrar a terapia com segurança, bem como para obter a compreensão da família e das pessoas à sua volta.

B-3 - O terapeuta tem o dever de respeitar a privacidade das pessoas; deve manter em segredo as coisas que elas comentarem a respeito de si durante a sessão, por exemplo, sobre o seu estado físico.

Pela lei, é proibido fazer qualquer comentário com outras pessoas a respeito disso e, portanto, deve-se tomar muito cuidado.

B-4 - Se a pessoa apresentar sintomas que exigem cuidados urgentes, de imediato deve-se tomar as providências necessárias para que ela possa ser examinada por um médico e receber o tratamento apropriado.

Nesse caso, pode-se ministrar a terapia, se a pessoa assim desejar. Todavia, não se deve tomar nenhuma atitude que possa ser interpretada como um exame médico (anamnese e exame físico).

5 - Método da Terapia

5.1 - Pontos básicos da terapia

Posição do Ministrante

Conforme Mokiti Okada, criador da terapia de purificação, nos ensina, o ministrante deve se posicionar no local mais nobre

Curso Terapia Okada

da sala. Todavia, dependendo das circunstâncias, deve-se agir de acordo com o bom senso.

Distância

Não há restrições quanto a isso, mas quando a distância é muito grande, há a possibilidade de não acertar o ponto vital. A distância adequada entre a palma da mão e o ponto vital seria de 30 a 60 cm.

Posição dos braços

Se esticar muito o braço, acabará aplicando a força; portanto, dobre-o um pouco. Procure, também, não esticar a palma da mão; ela deve estar relaxada.

Posição dos dedos

Na transmissão da terapia, melhores resultados são alcançados quando os dedos estão unidos. É muito importante unir os dedos, mas sem forçá-los.

Duração

O conveniente seria de 30 a 60 minutos. Obviamente, dependendo do caso, como, por exemplo, o de pessoas com purificação severa, a terapia é ministrada por mais tempo. Todavia, nesse caso, deve-se ministrá-la com pequenos intervalos. Ministrar continuamente a terapia não é necessariamente o melhor. Pelo contrário, transmitindo-a com pequenos intervalos, ajuda-se a manter a concentração e a obter melhores resultados. Quando há dificuldade para se localizar o ponto vital, aconselhamos interromper provisoriamente a sessão. Há casos em que os pontos vitais são rapidamente descobertos, quando assim se proceder.

Curso Terapia Okada

5.2 - Pontos básicos da investigação

A - Para identificar rapidamente os pontos vitais com precisão, é muito importante perguntar os locais que estão em purificação.

B

Em

- apresentam febre.

seguida,

deve-se

verificar

os

pontos

que

as toxinas aí

solidificadas estão se dissolvendo pela ação purificadora. Encoste levemente a palma da mão e tente localizar esses pontos.

B.1

Os

pontos

febris

indicam

-

que

B.2 - Normalmente o corpo humano apresenta febre branda. Por isso, no início, é difícil identificar a febre oriunda de uma ação purificadora. "É preciso muito treino. Mas, desde que treine por cerca de um ano, qualquer um conseguirá identificar a febre", explica Okada. Portanto, acumulando-se as experiências, consegue-se identificar até mesmo a febre de difícil percepção.

C - Após a verificação da febre, passa-se à investigação dos nódulos.

C.1 - Os nódulos (toxinas solidificadas) são difíceis de serem identificados com a palma da mão, por isso recomendamos fazê-lo com a ponta dos dedos. Por se tratar de investigação de toxinas solidificadas, deve-se pressionar levemente com a ponta dos dedos, mas não massagear como se estivesse fazendo Shiatsu.

C.2 - Simultaneamente, identifique os pontos que dóem quando pressionados.

Curso Terapia Okada

Os pontos em purificação dóem mesmo à leve pressão. Quanto mais densa a concentração de toxina, mais forte será a dor sentida à pressão dos dedos.

C.3 - Se pressionar com muita força, qualquer tipo de solidificação de toxinas irá doer; além disso, a dor será sentida até mesmo nas regiões onde não há essa solidificação.

Pressione levemente a determinada região e compare com as outras. Aquela que apresentar a dor é a que está em purificação.

D - "Febre", "nódulos" (solidificação de toxinas), "dor à pressão": são esses os três pontos básicos da investigação.

D.1 - Quando estiver capacitado a identificar a febre, pouco a pouco, consegue-se, também, perceber o ponto central dela.

D.2 - No ponto central da febre há solidificação de toxinas. Se essa solidificação doer à leve pressão dos dedos, considere-a como ponto vital da purificação, ou seja, como ponto importante.

D.3 - Quando uma determinada região apresentar, ao mesmo tempo, febre, solidificação e a dor à pressão, esta será um ponto vital muito importante.

Direcione a terapia a esse ponto, tendo sempre em mente a seguinte explicação de Mokiti Okada: ―Deve-se eliminar ao máximo a força do braço e da mão, procurando fazer com que a energia se infiltre profundamente na parte afetada. Aprimorar a prática é essencial neste método que parece ser um tanto contraditório." A seguir, trataremos da ordem de ministração da terapia.

Curso Terapia Okada

5.3 - Ordem de Ministração da Terapia

Os pontos e a sequência básica para aplicação da terapia

Neste tópico, explicaremos os itens básicos sobre a. seqüência para ministração da terapia. Na hora da prática, não só os pontos de aplicação, a sua ordem também é importante. Pedimos, portanto, que não se estabeleça uma ordem à maneira de cada um, nem se acrescente à prática da terapia de purificação os conhecimentos obtidos à parte. Desejamos que assimilem o método de investigação dos pontos vitais e a ordem de ministração da terapia, e passem a praticar exatamente de acordo com as explicações abaixo.

Basicamente, inicia-se a ministração na parte frontal do corpo e, em seguida, na região posterior. Abaixo, estão mencionadas as regiões de aplicação e a sua ordem.

Todavia,

dependendo

dos

sintomas

de

purificação,

a

ordem de ministração e a duração da sessão podem variar.

Região frontal

Região anterior da cabeça (incluindo a testa e a glabela); topo da cabeça; têmporas (ministrar pelas laterais); parótidas (pelas laterais); gânglios linfáticos cervicais (pelas laterais); parte frontal dos ombros e as proximidades das clavículas.

*Caso a pessoa apresente sintomas de purificação nas regiões abaixo citadas, e deseje que a terapia seja aí ministrada, peça para que ela mesma verifique os nódulos e os pontos com febre e/ou com dor.

Curso Terapia Okada

Região do peito, região abdominal e inguinal (virilha)

Região Posterior

Parte posterior da cabeça; medula oblonga; nuca; partes superior e posterior dos ombros; coluna vertebral; espaço entre a escápula (omoplata) e a coluna vertebral (caso necessário, as próprias escápulas); espaço entre a região posterior dos rins e a região entre a escápula e a coluna; região lateral dos rins (ministrar pelas laterais; dependendo do caso, pedir à pessoa que se deite sobre a maca); parte posterior dos rins; quadris.

Alterar a ordem de ministração conforme a situação.

a) Basicamente será aplicada a terapia nas regiões acima citadas, nos pontos onde apresentam febre, solidificação ou dor ao pressionar, mantendo a sua seqüência. Todavia, tal seqüência não se aplica às pessoas que está sofrendo com sintomas graves, aos portadores de deficiência física, etc. Para as pessoas que neste exato momento estiver sofrendo com a purificação severa, deve-se ministrar a terapia primeiramente na região em que o mal-estar é mais intenso ou nos pontos onde se encontra a causa do problema.

b) Para ministrar a terapia nos deficientes físicos e nas pessoas em purificação que sentem desconforto em permanecer sentados, seria conveniente mantê-los deitados.

5.4 - Autoterapia

As áreas de alcance da mão sem aplicar a força são limitadas quando se ministra a Terapia de Purificação Okada a si próprio. Por isso, o ideal é pedir a alguém que o faça. Porém, é possível ministrar a terapia a si próprio. Nesse caso, deve-se considerar os seguintes itens:

Curso Terapia Okada

"Quando for ministrar o Joorei a si próprio, o ponto mais importante são os ombros. Essa região costuma apresentar pontos rígidos, por isso basta ministrar aí. Caso haja solidificações bem pequenas, transmita a energia espiritual do Joorei com a ponta do dedo médio. Como sempre digo, não se deve encostar o dedo. Apóie os dois dedos [indicador e anular] assim, e transmita a energia com o dedo médio."

(5 de julho de 1953)

"[Sem encostar a mão], ministre o Joorei com a mão

afastada. (

terapia com a ponta do dedo médio, fazendo um apoio com os

Caso tenha de encostá-la, faça assim, (ministrar a

)

dedos indicador e anular).

(23 de maio de 1949)

6 - Pontos Importantes

6.1 - Respeitar rigorosamente as leis e seguir as orientações

A MOA Internacional está ciente de que o respeito às leis é fundamental na hora da prática da Terapia de Purificação Okada. Para evitar problemas ou quaisquer tipos de acidente, pedimos que ministrem a terapia de purificação seguindo à risca as nossas orientações. Se um ministrante desrespeitar as orientações da MOA e causar algum incidente, ele deverá arcar com as responsabilidades. Portanto, deve-se tomar muito cuidado.

6.2 - Para que a investigação dos pontos vitais não seja interpretada como assédio sexual

Nos dias de hoje, verifica-se a difusão da consciência dos direitos humanos; por semelhante razão, evitar problemas como

Curso Terapia Okada

o assédio sexual tornou-se uma importante incumbência para nós.

Nesse sentido, na hora da prática da Terapia de Purificação Okada, deve-se evitar palavras e atos que possam ser interpretados como assédio. Pedimos, portanto, muita atenção aos seguintes pontos:

2.1 - Ao investigar os pontos vitais em pessoa do sexo oposto, independentemente da idade, deve-se pedir ajuda a própria pessoa, ao seu cônjuge ou alguém da família. Não se deve tocar o corpo das pessoas de forma imprudente para não causar desconforto.

2.2 - Como norma básica, a ministração da terapia deve ser feita na presença de uma terceira pessoa. Se as circunstâncias assim não permitirem, deixem a porta da sala aberta para não criar um ambiente fechado.

Curso Terapia Okada

SEMINÁRIO DE INVESTIGAÇÃO DOS PONTOS VITAIS DA TERAPIA DE PURIFICAÇÃO OKADA

EXTRATOS DE ENSINAMENTOS

Aula 1 - Conceito básico da investigação dos pontos vitais da Terapia de Purificação Okada

1 - Postura para o Aprendizado da Investigação

2 - As Bases para a Investigação são as Febres, Nódulos e Dor à Pressão que se Originam das Nebulosidades Espirituais

- Capacidade Natural de Recuperação

"Quando uma pessoa adoece, logo se inicia, nela própria, uma grande atividade destinada a eliminar a doença. O seu próprio remédio começa a ser fabricado no organismo. É como se houvesse no organismo um grande farmacêutico e um grande médico. Se o corpo é invadido pela impureza chamada doença, o médico que está no seu interior faz imediatamente o diagnóstico e ordena que o farmacêutico prepare o remédio, iniciando logo o tratamento. O organismo produz maravilhosos remédios e mantém aparelhos extraordinários que podem produzir curas eficazes. Se comermos algo nocivo, a nossa farmácia interior imediatamente fabrica um laxante que produz diarréia para eliminá-lo. Se bactérias nocivas invadem o organismo, inicia-se um grande tratamento asséptico chamado febre. Além disso, se ocorrer uma intoxicação alimentar, o corpo força a substância tóxica para fora, evitando que os órgãos internos sejam atingidos. Como resultado, manchas vermelhas aparecem na pele e a febre e a coceira eliminam a causa do problema. Dependendo da intoxicação, os rins iniciam uma grande atividade, processando a lavagem com líquido, o qual é eliminado em forma de urina. Quando uma grande quantidade de poeira é inalada, o corpo a

Curso Terapia Okada

expele na forma de escarro. E assim por diante. Realmente, o organismo do homem é um engenho fabuloso".

(1935)

- Primeira e Segunda Etapas de Purificação

"Inicialmente, o que vem a ser o processo de purificação? Grosso modo, eu a subdivido em duas etapas. A primeira consiste na concentração e solidificação, em variados pontos do corpo, das diversas toxinas presentes no sangue. Esses pontos são, em especial, os locais de grande concentração nervosa, bem como os que ficam em posição inferior, quando o corpo se encontra em repouso. Com o decorrer do tempo, as toxinas

concentradas vão endurecendo gradualmente. (

há sofrimento algum: quando muito, uma rigidez dos ombros.

Às vezes não

)

Quanto à segunda etapa do processo de purificação, esta se constitui do aparecimento de uma ação natural para a eliminação das solidificações que caracterizam a primeira etapa, quando estas ultrapassam determinado nível. Para facilitar tal eliminação, sobrevém uma ação destinada a liquefazê-las: a febre. A intensidade dela depende não só da natureza, quantidade e dureza das toxinas das concreções, mas também da constituição física do doente. Muitas vezes, a febre aparece como resultado do cansaço, após a prática de exercícios físicos, pois estes estimulam o processo de purificação. As toxinas assim liquefeitas são excretadas sob a forma de transpiração, catarro, secreção nasal, etc".

(5 de fevereiro de 1947)

Curso Terapia Okada

- Verificar as regiões que apresentam febre, nódulos e dor à pressão para identificar os pontos em purificação

"Quando se analisa a própria saúde, deve-se tocar todo o corpo. As partes com febre são aquelas onde estão as toxinas solidificadas. Bom seria, porém, se o corpo estivesse sempre frio. Contudo, há sempre uma parte com febre, e este é o ponto vital. Também existem locais que dóem quando pressionados. Existem pessoas que não sentem nenhuma dor. Por quê? Isto acontece porque as toxinas estão muito solidificadas e a purificação ainda não começou. Provavelmente não existe ninguém que não sinta dor por não ter toxinas. Nessas pessoas, a purificação ainda não se iniciou pelo fato das toxinas estarem muito solidificadas Quando uma pessoa sente dores, isto significa que a purificação está ocorrendo em certo grau. Se a purificação ainda não começou, nenhuma dor é sentida. Por isso é muito perigoso. ( ) A maioria das pessoas sente dor em algum local. Por isso, estas pessoas tornam-se saudáveis se ministrarem o Joorei a si próprias ou pedirem a alguém que o faça, quando tais pontos estiverem localizados na parte posterior do corpo".

(5 de julho de 1953)

- Por que identificar os pontos em purificação?

"O corpo humano realiza um constante trabalho de limpeza e de eliminação de substâncias nocivas, o qual denominamos como capacidade natural de recuperação. Uma vez que o homem já nasceu com a capacidade de curar doenças de uma forma natural, a verdadeira Medicina seria aquela que a respeita, deixando que essa força atue naturalmente."

(25 de julho de 1951)

Curso Terapia Okada

Aula 2 - Pontos Básicos da Investigação

1 - Febre

Verificar a febre com a palma da mão (dedos)

"O meu método de verificar a febre permite descobrir quaisquer tipos de febre, mesmo as mais brandas. Tocando com a palma da mão, consegue-se perceber nitidamente um décimo da febre, ainda que esta seja branda. Mas para isso necessita- se, logicamente, muito treino. Normalmente, praticando-o por cerca de um ano, qualquer um conseguirá percebê-la".

(28 de setembro de 1942)

"Outro ponto que devem atentar: no caso da febre, pensa- se que ela ocorre no corpo inteiro, mas na verdade, na maioria das vezes é localizada. Por exemplo, quando determinada região apresenta febre alta, se procurarmos o ponto focal dela com a ponta do dedo, descobriremos uma pequena solidificação, mais ou menos do tamanho da ponta do dedo".

(5 de fevereiro de 1947)

Esforçar-se para identificar o ponto focal da febre

"Deve haver, decerto, solidificação em alguma região. O

ponto em que há maior concentração de toxinas

mais quente, não é? Há febre aí. A região que se apresenta quente é a que está purificando mais. Quando essa parte melhora, ocorre a purificação noutro local, por isso, deve-se cuidar para não cair em erros. Quando pensamos que é aqui, e se ela melhora, não sei por que, a purificação passa a ocorrer acolá. Deve-se identificar os pontos mais quentes e mais rígidos".

mostra-se

(15 de janeiro de 1952)

Curso Terapia Okada

Tratei de pessoas que apresentavam quase 40 graus de

febre. Nesses casos, a causa da ação purificadora é o nódulo do tamanho da ponto do dedo; por isso, assim que este se dissolve,

a febre do corpo inteiro abaixa rapidamente. Quando a ação

purificadora é intensa, a febre manifesta-se no corpo todo, mas quando branda, a irradiação da febre é localizada, não a verificando em outras partes, exceto nas proximidades do ponto focal da região febril (obviamente, sua extensão pode ser grande ou pequena."

(28 de setembro de 1942)

"No caso da febre, pensa-se que ela ocorre no corpo

inteiro, mas na verdade, na maioria das vezes é localizada. Por exemplo, quando determinada região apresenta febre alta, se procurarmos o ponto focal dela com a ponta do dedo, descobriremos uma pequena solidificação, mais ou menos do tamanho da ponta do dedo. É fácil localizá-la, pois a temperatura

é muito alta, como fogo. Tão logo ela seja dissolvida, a febre

baixará em todo o corpo. Por esta razão, está mais do que claro que não há um órgão central que indique a ocorrência da febre. Também não se pode dizer que o grau da febre mostrado pelo termômetro seja exato, embora todos acreditem sê-lo. Isto porque, quando o foco da febre se apresenta nas proximidades da axila, a febre alta é detectada. No entanto, quando o mesmo está distante da axila, como, por exemplo, na cabeça, nas pernas, etc., o termômetro não indica a presença de febre alta. Ou seja, quanto mais distante do foco da febre, mais baixa será a

febre detectada."

(5 de fevereiro de 1947)

Curso Terapia Okada

2 - Nódulos

Tipos de nódulos

"Infalivelmente, em várias regiões do corpo descobrimos pontos que, ao serem tocados, tem-se uma estranha sensação. Ou seja, há aqueles que se apresentam solidificados, com aspecto arredondado e bem rígido, os de consistência similar à gordura, os sólidos com forma de tábua, os fofos com aparência de bolha, os que lembram músculo inflamado, etc. Todavia, para identificá-los com mais precisão, é necessário muito treino. Mas até certo ponto, qualquer um consegue identificá-los."

(4 de fevereiro de 1935)

"A intensidade da febre depende não só da natureza, quantidade e dureza das toxinas das concreções, mas também da constituição física do doente. Muitas vezes, a febre aparece como resultado do cansaço, após a prática de exercícios físicos, pois estes estimulam a ação depuradora."

Verificar com a ponta dos dedos

(5 de fevereiro de 1947)

"Se possível, procurar perguntar detalhadamente a história clínica do paciente, os pontos que lhe dóem, entre outras coisas. Assim, investigando meticulosamente com a ponta dos dedos, descobre-se a causa da doença, da região afetada. Além de identificar a causa, deve-se ministrar a terapia mirando essa região."

(13 de abril de 1936)

"Como sempre digo, as doenças são os sofrimentos causados pela eliminação das toxinas que estavam solidificadas

Curso Terapia Okada

em alguma parte do corpo e que se liquefazem pela febre. ( )

Deve-se tocar o próprio corpo. A melhor maneira é tocá-lo desde

o topo da cabeça até às unhas dos pés. Haverá sempre uma ou

duas partes com febre, que é o local enfermo. Pode-se ministrar

o Joorei a si próprio nesses locais ou pedir a alguém que o faça".

(10 de outubro de 1951)

"O método consiste em procurar (o ponto vital), utilizando a ponta dos dedos, pressionando-os uniformemente".

(4 de fevereiro de 1935)

Descobrir o nódulo dentro de uma ampla região contraída

"Deve haver, decerto, solidificação em alguma região. O ponto em que há maior concentração de toxinas mostra-se mais quente, não é? Há febre aí. A região que se apresenta quente é a que está purificando mais. Quando essa parte melhora, ocorre a purificação noutro local, por isso, deve-se cuidar para não cair em erros. Quando pensamos que é aqui, e se ela melhora, não sei por que, a purificação passa a ocorrer acolá. Deve-se identificar os pontos mais quentes e mais rígidos".

3 - Dor à pressão

(15 de janeiro de 1952)

Pressionar o ponto que apresenta simultaneamente febre e nódulo

"Deve-se tocar todo o corpo. As partes com febre são aquelas onde estão as toxinas solidificadas. Bom seria, porém, se o corpo estivesse sempre frio. Contudo, há sempre uma parte com febre e este é o ponto vital. Também existem locais que dóem quando pressionados. Existem pessoas que não sentem

Curso Terapia Okada

nenhuma dor. Por quê? Isto acontece porque as toxinas estão muito solidificadas e a purificação ainda não começou. Provavelmente não existe ninguém que não sinta dor por não ter toxinas. Nessas pessoas, a purificação ainda não se iniciou pelo fato das toxinas estarem muito solidificadas. Quando uma pessoa sente dores, isto significa que a purificação está ocorrendo em certo grau. Se a purificação ainda não começou, nenhuma dor é sentida".

(5 de julho de 1953)

"Como sempre digo, as doenças são os sofrimentos causados pela eliminação das toxinas que estavam solidificadas em alguma parte do corpo e que se liquefazem pela febre. ( ) Deve-se tocar o próprio corpo.

(10 de outubro de 1951)

"Deve haver, decerto, solidificação em alguma região. O ponto em que há maior concentração de toxinas mostra-se mais quente, não é? Há febre aí. A região que se apresenta quente é a que está purificando mais. Quando essa parte melhora, ocorre a purificação noutro local; por isso, deve-se cuidar para não cair em erros. Quando pensamos que é aqui, e se ela melhora, não sei por que, a purificação passa a ocorrer acolá. Deve-se identificar os pontos mais quentes e mais rígidos".

(15 de janeiro de 1952)

Curso Terapia Okada

Aula 3 - Aspecto prático da investigação dos pontos vitais da Terapia de Purificação Okada

Perguntas a serem feitas na hora da investigação

Prática da Investigação dos Pontos

2.1 - Cabeça

Região frontal (testa, glabela)

"Quando ministro Joorei, sempre faço na parte frontal da cabeça. Purificar essa região é fundamental".

Região parietal (Topo da cabeça)

(20 de dezembro de 1949)

"Para a maioria dos doentes, primeiramente, é bom ministrar o Joorei no centro da cabeça, pedindo que a abaixe um pouco. É o interior desta. Esta é a parte mais central do homem, que influencia todo o corpo".

(5 de julho de 1953)

"É grande o número de pessoas que possue toxinas na cabeça, no interior dela. Quando a pessoa se preocupa constantemente, as toxinas dirigem-se para essa região. O mesmo ocorre quando se usa a cabeça. Conforme consta dos livros, a parte anterior da cabeça é a responsável pelo raciocínio, memória, leitura de livros e estudos; e a posterior, pelos sentimentos. No entanto, quando nos preocupamos, utilizamos ambas as partes, por isso as toxinas fluem para o topo da cabeça. Muitas pessoas sentem peso ou desconforto no centro dessa área. É este o local".

(7 de julho de 1953)

Curso Terapia Okada

"As toxinas acumulam-se com extrema facilidade no centro da cabeça. Como sempre digo, a parte posterior é regido pela emoção, e a frontal, pela razão. Aqui corresponde à sua parte central. Daí a necessidade de se ministrar a terapia neste ponto."

(16 de julho de 1953)

"A asma e outras doenças de causas deconhecidas acompanhadas de febre são decorrentes, na sua maioria, da purificação do cérebro. Portanto, para todas as doenças em que a febre está presente, em princípio, deve experimentar ministrar a terapia no cérebro".

(5 de fevereiro de 1947)

"Há muitas pessoas que têm febre no centro da cabeça. Neste caso, é bom ministrar o Joorei por cima Na cabeça, diferentemente do corpo, não tem problema que a mão fique próxima dela".

(5 de maio de 1953)

Têmporas e região lateral da cabeça

"Venho dizendo que, para as doenças da cabeça, o Joorei deve ser ministrado principalmente ao redor do pescoço, na medula oblonga e região occiptal. Recentemente, porém, verificam-se inúmeras pessoas com purificação na região anterior da cabeça, na testa e nas têmporas. Por isso, é bom que se ministre bastante Joorei aí. Se experimentar tocar com a palma da mão essas regiões, se houver febre, logo perceberá. Portanto, caso a pessoa esteja com a testa fria, sem dúvida não há problema na cabeça".

(30 de julho de 1952)

Curso Terapia Okada

"A febre também está presente nas têmporas, causando grande sofrimento.Neste caso, ministra-se Joorei, pela lateral".

(5 de maio de 1953)

Região occipital (posterior da cabeça)

"Originalmente, as toxinas concentradas na parte superior do corpo, ou seja, cabeça, pescoço e proximidades dos ombros, tendem a se localizar na região posterior, mas são ininterruptamente excretadas pelo nariz, ouvidos e boca. Naturalmente, pela ausência de orifícios na parte posterior, as toxinas afluem para a frente da cabeça. Uma das manifestações deste fato são as doenças oculares produzidas pelo acúmulo de toxinas nos olhos, quando estes são muito usados. Na realidade, os olhos tentam exercer a função de excretar as toxinas, acumulando-as, provisoriamente, no seu interior. As toxinas são eliminadas com o passar do tempo pela ação de purificação, como remela e outras secreções mucosas".

(Julho de 1936)

"Entre o sangue tóxico eliminado pelo ânus há muita quantidade de sangue tóxico da cabeça. Portanto, se houver sangramento, a cabeça melhorará. O sangue tóxico presente nas proximidades desta região (centro da região occiptal, na parte mais acima) é eliminado em grande quantidade."

2.2 - Região Cervical (pescoço)

(3 de junho de 1949)

"A concentração de toxinas ao redor do pescoço infalivelmente apresenta febre. As toxinas dissolvem-se e são eliminadas em forma de catarro. Por isso, o pescoço é

Curso Terapia Okada

extremamente importante. ( vitais".

)

No pescoço também há pontos

(16 de julho de 1953)

"Os locais de concentração de toxinas não são fixos, porém, a maior parte delas concentra-se na região do pescoço. Por que as toxinas acumulam-se nessa proximidade? A maioria dos órgãos vitais do corpo humano situa-se acima do pescoço, e por natureza, a concentração de sangue purulento ocorre nos locais onde há a utilização dos nervos. Por essa razão as toxinas, ou seja, a maior parte do pus solidificado, acumula-se nas parótidas, gânglios linfáticos, amígdalas e região dos ombros."

Medula oblonga e região cervical

(Julho de 1936)

"O grande problema é a presença infalível de concreções aqui (medula oblonga). Não há quem não as tenha. A quantidade varia, mas em alguns assemelham-se a uma barra; noutros, parecem pedras. Não há quem tenha esse local inteiramente mole. Por esse motivo todo homem contemporâneo é doente. Em geral, mesmo os mais longevos vivem, quando muito, 70 a 80 anos. Contudo, uma vez eliminadas essas concreções, seguramente viver-se-ia mais de 100 anos. É simplesmente formidável. Não há nada tão fácil quanto prolongar a vida".

(17 de julho de 1953)

"Praticamente todas as pessoas que examinei até hoje, não só as com doenças psíquicas, mas mesmo aquelas que não se sentiam bem fisicamente, infalivelmente, tinham o lado direito ou o esquerdo da medula oblonga inchado e rígido. A febre branda nesse local provoca o mal estar. Sintomas neurastênicos,

Curso Terapia Okada

como perda de apetite e desânimo, são conseqüências dessa febre branda."

(6 de maio de 1953)

"Pela ação purificadora constante, normalmente, as impurezas presentes no sangue, ou seja, o sangue tóxico, que são os resíduos, concentram-se e solidificam-se principalmente na região posterior do pescoço e proximidades da medula oblonga. Infalivelmente, isso ocorre apenas num dos lados, ou na direita ou na esquerda. Na hora de examinar, perceberemos isso claramente, se pressionarmos com os dedos um dos lados".

Paracervical

(25 de julho de 1935)

"Falarei agora sobre a insônia, cujo avanço resulta em doenças psíquicas. A concentração e solifificação de pus na região posterior da paracervical, que são a causa da insônia, impedem a circulação sanguínea no cérebro; por isso o centro deste fica anêmico".

(Julho de 1936)

"O pus aquoso acumula-se e solidifica-se na área paracervical e nas proximidades da medula oblonga, em ambos os lados, comprimindo os vasos sanguíneos que nutrem os olhos. Em conseqüência dessa má circulação do sangue, os olhos ficam com falta de nutrientes; o que debilita a acuidade visual, não permitindo enxergar longe".

(Julho de 1930)

"A causa está no acúmulo e solidificação de sangue tóxico ao longo de ambos os lados da paracervical até a medula

Curso Terapia Okada

oblonga. É resultante do uso demasiado da cabeça pelas pessoas com grande quantidade de sangue tóxico. O homem moderno consome carne em quantidade, o que lhe aumenta o sangue tóxico, e o trabalho mental intenso faz com que a atividade nervosa aí se concentre, provocando a solidificação do sangue tóxico na região. Entre eles, há aqueles cuja solidificação assemelha-se aos nódulos de um câncer; esses nódulos são toxinas que se solidificaram na parte externa, por não ter ocorrido um derrame cerebral. Quando o acúmulo e solidificação de sangue tóxico ultrapassam determinado limite, a veia se rompe e provoca hemorragia no cérebro".

(Julho de 1936)

"Em geral são maiores as doenças acompanhadas de febre. Creio que tenham conhecimento disso, mas, recentemente, as verificamos com muito mais freqüência. A causa da febre encontra-se quase sempre ao redor do pescoço. Mais freqüente nesta altura do pescoço, ou seja, nas laterais da medula oblonga. Por isso, verificando os pontos rígidos, logo a percebemos".

(27 de novembro de 1952)

“Parótidas" e gânglios linfáticos cervicais

"No meu diagnóstico da saúde enfoco os ombros e a região abaixo da orelha. Deve-se aplicar a terapia nas "parótidas". Para solucionar quaisquer tipos de doença, há que amolecer a região abaixo da orelha (glândulas submandibulares). Os ombros, igualmente, não podem estar rígidos. Pessoas importantes e bem-sucedidas, com certeza, possuem ombros macios. Ou seja, têm vitalidade. Para o homem ser saudável, deve-se amolecer os ombros e, em seguida, a região abaixo das orelhas."

(Sem data)

Curso Terapia Okada

"As toxinas da metade superior do corpo tendem a se concentrar nos gânglios linfáticos da região cervical, formando aí concreções tóxicas. Assim, todos apresentam, em maior ou menor quantidade, toxinas concentradas".

Proximidades das amígdalas

(1952)

"As toxinas da metade superior do corpo tendem a se concentrar nos gânglios linfáticos da região cervical, formando aí concreções tóxicas. Assim, pode-se dizer que praticamente todas as pessoas apresentam toxinas concentradas em maior ou menor quantidade. Essas toxinas procuram uma saída, dissolvem-se gradativamente e voltam a se solidificar nas amígdalas. A solidificação ocorre até um certo ponto e logo surge a febre alta que dissolve as toxinas e abre-se, naturalmente, um orifício para eliminá-las. Pode-se dizer que as amígdalas são verdadeiros ralos da parte superior do corpo, por onde as toxinas são expelidas. Se as amígdalas não existissem, as toxinas, sem alternativa, acabariam se concentrando em outros lugares."

(1952)

"As toxinas tendem a se concentrar mais nas proximidades dos gânglios linfáticos cervicais. Uma vez que as toxinas acumuladas precisam ser eliminadas pela ação depuradora, como expliquei anteriormente, na primeira etapa do processo de purificação, elas concentram-se e solidificam-se nas amígdalas. Na segunda etapa, dissolvem-se pela febre, liquefazem-se e são eliminadas. Em outras palavras, as amígdalas são como ralos por onde as toxinas são expelidas".

(5 de outubro de 1943)

Curso Terapia Okada

Região dos ombros

Ombros

"Primeiramente, deve-se verificar a região cervical e os ombros do paciente. Há que apalpá-los e pressioná-los uniformemente com a ponta dos dedos."

(4 de fevereiro de 1935)

"As toxinas presentes ao redor do pescoço fluem para a cabeça quando esta é utilizada, e aí se solidificam. Portanto, os ombros são como uma porta de entrada para a cabeça. Por isso, é como se a entrada estivesse abarrotada de lixo. Como não se faz bem a limpeza da entrada, o vento sopra o lixo para dentro da casa. Além disso, os ombros são o ponto de ligação entre a parte superior e a inferior do corpo. Por isso, amolecê-los é o que há de mais importante".

(16 de julho de 1953)

"Outro dia, falei para terem os ombros macios, dado ser o melhor meio para despertar o apetite. Até que ponto amaciá-los? Experimentem apalpá-los. Aliás, como o próprio paciente poderá constatá-lo, se estiverem fofos, está bem. Todavia, é bastante difícil conseguir que se tornem assim. Com certeza, haverá toxinas solidificadas em algum ponto. Antes, diria que, praticamente, inexistirão pontos macios. Como as toxinas estão muito bem espalhadas e solidificadas, julga-se que esse é o estado normal. Quando metade delas for dissolvida, o apetite melhorará consideravelmente."

"Quer

para

as

doenças

(17 de julho de 1953)

cardíacas,

quer

para

as

estomacais, (o Joorei nos ombros) é o que possui maior eficácia.

Curso Terapia Okada

Os cardíacos trazem necessariamente o ombro esquerdo enrijecido. As toxinas que se dissolveram aí se solidificam em volta do coração, comprimindo-o. Isso é o que caracteriza a doença cardíaca. Com a asma dá-se o mesmo. Na asma, as toxinas solidificam-se no diafragma. Esse é o motivo dos médicos se referirem freqüentemente à asma cardíaca.

Com o coração a funcionar mal, os pulmões também funcionam mal. Como já devem saber, os pulmões correspondem

à água, e o coração, ao fogo. Com o incremento do fogo, a ação

da água melhora, influenciando positivamente os pulmões. Por isso, ao tornarmos os ombros moles, os pulmões passam a trabalhar bem, pois melhora o funcionamento cardíaco. O amolecimento dos ombros provocam um extraordinário aumento do apetite".

Zona

clavicular) (tórax)

ao

redor

das

clavículas

(7 de julho de 1953)

(Região

da

fossa

supra

"Geralmente, as impurezas do corpo inteiro tentam concentar-se nos gânglios cervicais e região dos ombros; porém, quando deparam com o acúmulo e solidificação de pus de longa data nessas regiões, isso torna-se impossível. Por isso, não tendo outra alternativa, acumulam-se e fixam-se na região logo abaixo, ou seja, na parte superior do peito, nas mamas e nas costelas, abaixo das axilas. A razão da fixações nas mamas e abaixo das axilas é, naturalmente, o uso incessante dos braços,

o que faz haver uma concentração nervosa no local".

(13 de abril de 1936)

Curso Terapia Okada

Costas

Coluna vertebral

"As pessoas em geral possuem certa quantidade de pus na coluna vertebral, na altura de um terço da mesma, a partir do topo. Quando o volume de pus é demasiado, ocorre a cárie na medula espinal.

Se se observar a coluna vertebral dessas pessoas, nota- se que a mesma mostra-se côncava. A região doera quando batida. Isso se verifica porque o pus flui constantemente dessa região, comprometendo o desenvolvimento da coluna."

(Julho de 1936)

Região inter-escapular, escápulas (omoplatas), região infra- escapular

"Como expliquei antes, a urina retida dos rins costuma concentrar-se majotariamente no espaço entre a coluna e a omoplata (interescapular), que corresponde exatamente à região posterior do coração".

(5 de outubro de 1943)

"Há pessoas que apresentam algo duro na região, como se fosse osso. Às vezes, é confundido com osso. Eu mesmo já tive tuberculose, por isso cheguei a pensar que a rigidez que havia um pouco acima da omoplata (escápula) fosse o prolongamento desta; mas como a região apresentava dor à pressão e rui dissolvendo-a pouco a pouco, concluí que se tratava de fato de toxinas medicinais solidificadas".

(17 de junho de 1953)

Curso Terapia Okada

"Trata-se de uma doença rara. É um sintoma que se origina no coração e influencia o cérebro. Aqueles que sofrem de doenças valvulares, por qualquer coisa que façam, sentem palpitação e vertigem. Isso ocorre porque, quando há toxinas solidificadas na região do coração, ou seja, no tórax, flanco e parte inferior das omoplatas (escápulas), surge aí uma febre branda para purificá-las; em conseqüência, ela excita o coração e isso se reflete no cérebro".

Região Renal

Região posterior dos rins

(1952)

"Quando o homem faz esforço físico, força a região dos quadris, provocando o acúmulo de toxinas à altura dos rins. Uma prova disso é a alta incidência de problemas renais entre os praticantes de golfe".

(1939)

"Os problemas renais são a causa de todas as doenças; por isso, antes de tudo, as concreções tóxicas da região posterior dos rins devem ser dissolvidas e eliminadas. Com isso, é natural que todas as enfermidades se curem."

Região lateral dos rins

(28 de setembro de 1942)

"Não é errado afirmar que, hoje em dia, não há uma única pessoa que não tenha concreções tóxicas na região renal. Quanto a elas, existem as dolorosas e as indolores, sendo as últimas as mais freqüentes. O ponto mais importante (para a ministração) é a parte intermédia entre a coluna vertebral e cada

Curso Terapia Okada

uma das costelas flutuantes. Isto é, se traçarmos aí um triângulo, irá corresponder ao seu ponto central e da porção abaixo. Bom seria que a região estivesse mole, a ponto de ceder à pressão dos dedos. Provavelmente, porém, não existe quem apresente semelhante condição. Pelo contrário, a maior parte das pessoas possui uma extensa área enrijecida, sendo que nos casos mais graves há quem a tenha mesmo protuberante".

(28 de setembro de 1942)

"Outra região muito importante é aquela que se estende desde os rins até as costas. Aquela cujo espaço entre as omoplatas e a coluna apresenta-se protuberante inspira cuidados. É aí que se encontra a causa da depressão e problemas estomacais. Logicamente, as origens são os rins. Os que sentem dor na região lombar e na barriga têm problema na pelve renal, localizada um pouco abaixo dos rins. A maioria das pessoas sente dor quando a região é pressionada pela lateral. Essa parte costuma apresentar febre com facilidade. Mesmo aqueles que retorcem de dor intensa nos quadris e na barriga sentirão alívio imediato, se o Joorei for ministrado aí".

"Pessoas

com

problemas

(8 de dezembro de 1948)

nas

pernas,

com

certeza,

melhorarão se a terapia foi ministrada no cóccix. Há que fazê-lo

no centro do cóccix e, em seguida, nos rins. Na maioria dos casos é na região infra-renal."

(7 de julho de 1953)

Região da Lombar (Cintura Pélvica)

"Nas pessoas que trabalham na agricultura, que dobram muito o corpo, ou mesmo naquelas que trabalham sentadas, quando forçam muito o quadril, as toxinas se concentram na

Curso Terapia Okada

região lombar. As toxinas concentradas região lombar (nos quadris) se dissolvem pouco a pouco e descem para as pernas, causando problemas".

Região do ilíaco

(5 de julho de 1953)

"As toxinas solidificadas migram da região dos rins para baixo e acumulam-se na região do ilíaco. Especialmente, quando se.aderem ao ilíaco, costumam causar anormalidades nos membros inferiores. Haverá uma boa cura se essas toxinas forem dissolvidas".

(5 de outubro de 1943)

"O mal-estar que se sente em torno dos rins ou a falta de firmeza e força nos quadris ocorrem em função das toxinas que fluem e se acumulam na região lombar. Fala-se muito em pessoas inativas, que costumam queixar-se de dor nos quadris, que se cansam facilmente, sentem peso nas pernas, etc. Mesmo entre as mulheres, existem as ativas e as que acham trabalhoso fazer qualquer coisa que seja. Elas acham massante realizar qualquer coisa por sentirem peso da cintura para baixo. Isso ocorre em virtude de grande volume de solidificações existentes nos quadris".

(6 de maio de 1953)

Pergunta: "Nos casos de apendicite ou males do fígado, onde devo ministrar a terapia?"

Resposta: "Atrás, é claro. Ministrando-o pelas costas, resolve-se o problema. Se for naqueles que sentem dores no baixo-ventre, deve ser ministrado na região côncava, um pouco

Curso Terapia Okada

acima do osso lombar; e nos casos de convulsão gástrica, nas omoplatas."

(8 de dezembro de 1948)

Pergunta: "Há cinco anos, um senhor de 53 anos contraiu hérnia. Segundo ele, normalmente, não sente dor, mas há retesamento e desconforto quando anda. Essa doença tem cura? Em especial, onde devo ministrar o Joorei?

Resposta: "No peritôneo, na barriga. As toxinas solidificadas pressionam o intestino, empurrando-o para fora. Perto da virilha todo mundo tem um orifício (fossa ilíaca). Àqueles que o têm grande, é por aí que sai. Portanto, há que dissolver as toxinas do intestino. Como há o mau funcionamento dos rins, deve-se ministrar bastante Joorei neles. No entanto, é raro verificar hérnia em pessoas com 53 anos, não? Geralmente, ocorre mais em crianças e pessoas idosas. É mais comum em idosos com mais de 70 anos".

(Setembro de 1949)

Região do cóccix (sacro, proximidades do cóccix)

"A causa principal das patologias ginecológicas encontra- se, sem dúvida, na cabeça. Nos homens, costumam-se verificar hemorróidas, quando as toxinas da cabeça se dissolvem e fluem para a parte inferior do corpo. Elas vão descendo pelas proximidades da coluna vertebral. Nas mulheres, acumulam-se nas proximidades do cóccix e, depois, dirigem-se para a parte da frente".

(5 de maio de 1953)

"Fala-se

muito

em

pessoas

inativas,

que

costumam

queixar-se

de

dores

lombares,

que

se

cansam

facilmente,

Curso Terapia Okada

sentem peso nas pernas, etc. Mesmo entre as mulheres, existem as ativas e as que acham trabalhoso fazer qualquer coisa que seja. Elas acham massante realizar qualquer coisa por sentirem peso da cintura para baixo. Isso ocorre em virtude de grande volume de solidificações existentes na área lombar (nos quadris). Por isso, quando se ministra o Joorei mirando a região do cóccix, os pés ficam extremamente leves e facilita o andar. Existem muitas pessoas que sentem falta de ar quando caminham. Sequer passa pela cabeça de alguém que a falta de ar tem relação com os quadris. Por isso, eu igualmente, quando sinto indisposição nos pés, ministro Joorei nas proximidades do cóccix e estes ficam extremamente leves".

(6 de maio de 1953)

Aula 4 - Pontos básicos para a prática da Terapia

1 - Pontos Básicos para a Prática da Terapia

- Posição do Terapeuta

"Não que isso deva ser seguido à risca, mas entendemos como a posição influencia num momento crítico. No que se refere ao Joorei também, há uma grande diferença nos resultados, quando o ministrante se senta no lugar mais nobre. Quando o Joorei é ministrado do local mais nobre em direção à posição inferior, o resultado é bem distinto. Todavia, às vezes, em casos de emergência, isso não é possível. Quando há ferimento e muita hemorragia, necessita-se fazê-lo imediatamente; em suma, deve- se agir de acordo com as circunstâncias. Isto também constitui um ponto vital".

(5 de setembro de 1953)

Curso Terapia Okada

- Distância

"A distância adequada seria normalmente cerca de 30 cm. Dependendo do caso, pode ser de 60 ou 90 cm, mas quanto mais perto, mais fácil será atingir as partes afetadas. Quando a distância é muito grande, obviamente torna-se mais difícil atingir o ponto. Entretanto, não há restrições quanto a isso. Normalmente, seria de 30 a 60 cm."

(23 de maio de 1949)

"A energia espiritual é forte, ainda que transmitida de uma considerável distância. Pode ser transmitida até mesmo de uma distância de 4 ou 6 metros; porém, se a distância for muito grande, há a possibilidade de se desviar do ponto focal. Por isso, o melhor é fazê-lo de uma distância de 60 a 90 centímetros. Assim, será mais fácil acertar o ponto focal".

(25 de junho de 1949)

"Normalmente, a distância é de 30 a 60 centímetros. Dependendo do caso, pode ser também de um metro e meio. Desde que não coloque força, pode ser até de 3 centímetros. É livre, portanto".

- Postura

Maneira de dobrar o braço

(8 de outubro de 1951)

"Se esticar o braço acabará fazendo força. É preciso dobrá-lo um pouco. A palma da mão também não deve estar muito esticada. Ela deve estar relaxada".

(8 de outubro de 1951)

Curso Terapia Okada

Posição dos dedos

"Na transmissão do Joorei, melhores resultados são alcançados quando os dedos estão unidos porque, desta maneira (juntando os dedos), o espírito é transmitido

conjuntamente. Se os dedos estão separados, o espírito fica

Produzirá ainda

disperso. Por isso

melhores resultados se os dedos estiverem unidos".

é

melhor

juntá-los.

(

)

(25 de dezembro de 1952)

"Daqui para a frente, procurem ministrar o Joorei com os dedos unidos. Procedendo assim, será ótimo. Todavia, quando unimos os dedos, infalivelmente, acabamos colocando força. Devemos juntá-los, mas sem forçá-los".

(27 de dezembro de 1952)

"Até hoje, quando se ministrava o Joorei, sacudia-se a mão. De agora em diante, não se deve mais fazer dessa forma. Emprega-se força quando a mão é sacudida. Para não forçá-la, há que mantê-la parada. Peço que assim o façam. Não movimentem a mão. Na medida do possível, procurem não forçá- la, deixando-a bem relaxada, sem esticá-la."

A palma da mão e a parte afetada

(23 de setembro de 1951)

Pergunta: "Se a Luz é transmitida em linha reta, deve-se ajustar o ponto de aplicação do Joorei com a palma da mão. Isso está correto?"

Resposta: "A Luz espiritual, obviamente, irradia sempre

em linha reta. (

)

A Luz jamais irradia em linha curva".

(25 de maio de 1951)

Curso Terapia Okada

Autoterapia

"Mesmo quando for ministrar Joorei a si próprio, o ponto mais importante são os ombros. Essa região costuma apresentar pontos rígidos, por isso basta ministrar aí. Caso haja concreções bem pequenas, transmita o Joorei com a ponta do dedo. Como sempre digo, não se deve encostar o dedo. Apóie os dois dedos (indicador e anular) assim, e transmita a energia com o dedo médio. Como a energia irradiada desse dedo é bem forte, as pequenas concreções dissolvem-se facilmente".

(5 de julho de 1953)

"Costumo receber com freqüência telegramas solicitando proteção. Em geral são doenças com febre. Creio que tenham conhecimento disso, mas, ultimamente, as verificamos com muita freqüência. A causa da febre encontra-se quase sempre em torno do pescoço. A febre costuma estar presente mais nesta altura do pescoço, ou seja, ao lado da medula oblonga. Por isso, verificando os pontos rígidos, logo a percebemos. Afaste (um pouco) a mão e encoste o dedo mindinho para não cansar e, retirando totalmente a força, tente passar a energia para o outro lado. Procedendo assim, consegue-se a cura".

(17 de novembro de 1952)

Pergunta: Quando for ministrar o Joorei em mim mesmo nos rins, posso encostar a mão no corpo?

Resposta: "Não. É melhor mantê-la afastada. Faça assim. (Meishu-Sama leva a mão para trás). Eu sempre faço assim. Caso tenha de encostá-la, pode fazer assim. (Meishu-Sama mostra a forma de fazer o apoio com o indicador e o anular e ministra-se o Joorei com a ponta do dedo médio)".

Curso Terapia Okada

Pergunta: Nesse caso, a Luz sai da ponta do dedo ou da região das impressões digitais?

Resposta:

"Da

região

das

impressões

digitais.

Faça

assim". (Ensina mais uma vez a forma do Joorei)

(23 de maio de 1949)

"Estou constantemente ministrando auto Joorei na área lombar, o que me torna bem ágil. As pessoas não conseguem subir as ladeiras rapidamente por sentirem falta de ar. Ou seja, não conseguem fazê-lo porque sentem dores ou pressão na área lombar ("quadris"). Por isso sentem falta de ar. Tais pessoas devem fazer auto Joorei no centro da área lombar. Se sentirão bem melhores, se assim o fizerem".

Duração

(5 de julho de 1953)

"O método de ministrar a terapia consiste em levantar a mão, mantendo-a alguns centímetros afastada do corpo do paciente. Uma sessão terapêutica leva de dez a trinta minutos, concluindo-se, portanto, num breve período de tempo. Não necessita de equipamentos nem despesa, por isso o ministrante pode aplicar a terapia a dezenas de pacientes por dia. Sendo assim, é a arte médica ideal e a mais avançada"

(1° de janeiro de 1953)

"Como todas as coisas, no caso do Joorei também,

quando ministrado por 30 ou 60 minutos, convém fazê-lo com

Se assim o

fizer, conseguem-se bons resultados. Ocorre também de tentarmos a todo custo identificar o ponto vital, e não encontrá-lo.

pequenos intervalos, e não continuadamente. (

)

Curso Terapia Okada

descobrimos".

casos

em

que,

fazendo

um

- Outras maneiras para a Terapia

Mirar por cima

pequeno

intervalo,

logo

o

(5 de junho de 1952)

"Há muitas pessoas que têm febre no centro da cabeça. Nesse caso, convém ministrar o Joorei por cima. Diferentemente de outras partes do corpo, na cabeça, não tem problema que a mão fique próxima dela".

Mirar pela lateral

(5 de maio de 1953)

"Outra região muito importante é aquela que se estende desde os rins até as costas. Aquela cujo espaço entre as omoplatas e a coluna (interescapular) apresenta-se protuberante inspira cuidados. É aí que se encontra a causa da depressão e problemas estomacais. Logicamente, a origem são os rins. Os que sentem dor nos quadris e na barriga têm problema na pelve renal, localizada um pouco abaixo dos rins. A maioria das pessoas sente dor quando a região é pressionada pela lateral. Essa parte costuma apresentar febre com facilidade. Mesmo aqueles que retorcem de dor intensa nos quadris e na barriga sentirão alívio imediato, se o Joorei for ministrado aí".

(8 de dezembro de 1948)

"O ponto mais importante (para a ministração) é a parte intermédia entre a coluna vertebral e cada uma das costelas flutuantes. Isto é, se traçarmos aí um triângulo, irá corresponder ao seu ponto central e da porção abaixo. Bom seria que a região

Curso Terapia Okada

estivesse mole, a ponto de ceder à pressão dos dedos. Provavelmente, porém, não existe quem apresente semelhante condição. Pelo contrário, a maior parte das pessoas possui uma extensa área enrijecida, sendo que nos casos mais graves há quem a tenha mesmo protuberante".

(28 de setembro de 1942)

"Quem tem problema de falta de ar possui muitas toxinas no flanco. Ao pressionar a região, infalivelmente, sentirá dor em algum ponto. Na maioria das vezes as toxinas estão solidificadas nos ossos. Ao andar ou ao se apressar, a toxina aderida à costela começa a se dissolver. Mesmo que seja mínima essa dissolução, o pulmão tenta puxá-las a fim de expeli-las. E isso que provoca a falta de ar".

2 - Ordem da Terapia

2.1 - Ordem da Terapia

(15 de junho de 1953)

Pergunta: Gostaria de saber como o Joorei deve ser ministrado. Noto que, geralmente, é feito desta forma: pede-se para a pessoa se sentar e aplica-se o Joorei primeiramente na cabeça, ombros e peito. Depois, nas regiões lateral e dorsal, começando de cima para baixo. Há também casos em que primeiro ministra-se nos pontos vitais e, depois, nas regiões secundárias.

Resposta: "Ambos são necessários. Se a pessoa estiver passando muito mal ou sentindo dores, deve ministrá-lo primeiramente na parte com problema. Mas se a pessoa encontrar-se debilitada fisicamente no geral, ou não se sabe claramente onde está o problema, ministre-o conforme a ordem que acabou de dizer. Por exemplo, quando se ministra o Joorei

Curso Terapia Okada

no corpo inteiro, normalmente, a pessoa começa a tossir, o que significa que aí tem toxinas. Percebe-se, assim, que nesse ponto há uma massa de toxinas".

Pergunta: Mais uma pergunta. Iniciamos o Joorei pela parte frontal do corpo. Mas, segundo o princípio da soberania do espírito sobre a matéria, não deveria ser ministrado primeiramente na região posterior?

Resposta: "Por qualquer dos lados".

Pergunta: Sobre a ordem na ministração explicada há pouco, antes, iniciávamos o Joorei pela parte de trás. Porém, depois que passamos a fazê-lo sentados, ministramo-lo primeiramente na parte da frente. Está bem assim?

Resposta: "Sim. A maneira de ministrar o Joorei varia muito conforme a doença. A maioria delas localiza-se na parte posterior do corpo. Mas deve-se ministrá-lo primeiramente na frente e, depois, pedir para o paciente virar-se de costas. É melhor fazer assim do que pedir, logo de início, que ele se vire de costas. É isso".

na

frente e, em seguida, pela lateral. De que lado devemos começar? Esquerdo ou direito?

Pergunta:

Nesse

caso,

ministramos

primeiramente

Resposta: "Tanto faz. Sempre um dos lados necessita de mais terapia, nunca sendo iguais, portanto deve começar a fazê- lo por esse lado."

(1° de novembro de 1952)

"Conforme já expliquei, esta terapia poderia ser chamada de arte médica dos rins. Por isso, deve ser ministrada no cérebro, pescoço e ombros, e em seguida, peça para o paciente deitar-se

Curso Terapia Okada

de bruços e verifique com a palma da mão e a ponta dos dedos o volume de toxinas concentradas na região renal".

(5 de outubro de 1943)

"Há que descobrir os pontos vitais, bem como não errar a ordem na ministração. Muitas vezes, confunde-se a ordem por não se dar conta disso. Há também coisas que se desconhecem. Por exemplo, ocorre com muita freqüência não se saber ou perceber que o Joorei deve ser ministrado primeiramente aqui e, em seguida, naquele ponto".

2.2 - Com a pessoa deitada

(5 de setembro de 1953)

Pergunta: Posso ministrar o Joorei no paciente deitado?

Resposta: "Não há problema. Dependendo da doença, é até melhor que faça dessa forma. Nesse caso, mantenha a mão afastada cerca de 15 a 30 centímetro do corpo".

Pergunta:

distância?

Não

preciso

me

preocupar

muito

com

a

Resposta: "Não precisa. Quando for ministrar o Joorei

nas costas, e o paciente estiver deitado de costas, sem poder movimentar-se, coloque a mão por baixo do corpo dele e

encoste-a na região

resultados, é preferível que a terapia seja ministrada com a mão afastada".

afetada.

(

)

Para se obter melhores

Pergunta: São principalmente a testa, ombros, nuca, a lateral da região inguinal até os rins, mas estando o paciente deitado de costas, não se pode ministrar na parte de trás

Curso Terapia Okada

Resposta: "É possível a ministração na parte de trás. Ponha a mão por trás e, sem forçá-la, encoste-a no corpo do paciente. Dessa forma, dá para ministrá-lo satisfatoriamente. Deve-se fazer dessa forma".

(8 de novembro de 1951)

Curso Terapia Okada

OS CUIDADOS NO MOMENTO DE MINISTRAR A TERAPIA DE PURIFICAÇÃO OKADA

Introdução

Queremos, em primeiro lugar, reconfirmar os diversos aspectos que devemos nos preocupar, principalmente no momento de fazer a investigação de pontos vitais.

Falar sobre isso às pessoas que já vem praticando o Joorei há anos pode parecer desnecessário, mas como estamos praticando o Joorei como "Terapia de Purificação Okada", voltada para a sociedade, utilizando o nome da MOA, a fim de que ela seja aceita como uma terapia científica, torna-se de vital importância o modo de cada um de nós contatarmos com os pacientes, tais como: recepcioná-los, palavras que utilizamos, modo de fazer a investigação de pontos, modo de fazer a terapia.

Queremos aqui expor sobre 3 pontos importantes. Em primeiro lugar, que as palavras e atitudes sejam sociáveis; em segundo, tudo que fazemos seja com base nos feitos de Meishu- sama e de acordo com seus ensaios, e em terceiro, que os pacientes saiam contentes e satisfeitos.

- Cuidados básicos

Para que os pacientes fiquem contentes, há os ensaios "Minha Natureza", que os senhores conhecem bem. Para o Mestre Okada, alegrar o próximo era como um hobby. Acredito que isso seria não fazer o que desagrade ou traga desconforto às pessoas que atendemos.

Então, no que devemo-nos atentar na hora da terapia?

Curso Terapia Okada

Existe o ensaio "Pessoa Simpática", mas para que a primeira impressão seja boa, cremos que é importante transmitir- lhes a sensação de asseio.

a) As unhas não estão compridas?

b) As mãos estão limpas?

c) O cabelo e as roupas demonstram higiene?

d) Tomar cuidado também com cheiro forte de perfume, cheiro de cigarro, mau hálito, sudorese. Muitas vezes a própria pessoa não percebe o cheiro que está exalando, mas isso pode trazer desconforto às pessoas ao seu redor, portanto é necessário todo o cuidado.

- Na hora de fazer perguntas

Devemos observar bem o paciente como as enfermeiras costumam fazer. Observar e ouvi-lo de modo a descobrir o que ele deseja, o que não lhe agrada, e dispensar tratamento adequado a cada um, pois um é diferente de outro. Em primeiro lugar, devemos ouvir tudo que ele tem a dizer. O Mestre Okada diz que "aprendeu com os doentes", assim procurar descobrir o local que incomoda, que causa sofrimento e que dói, de cada paciente. Contudo, é necessário todo cuidado ao fazer-lhes perguntas, pois quem está vindo pela primeira vez sente desconforto e até desconfiança, ainda mais quando sente que estamos especulando sobre doenças que não querem revelar. Portanto, é necessário o máximo de cuidado da nossa parte, observando bem o comportamento do paciente.

Curso Terapia Okada

- Maneira básica para investigação

a) Em princípio, não se deve pressionar com força. Aprendemos inicialmente ao fazer a investigação de pontos que se deve descobrir os pontos de febre, nódulos e dores à pressão, mas o primeiro ponto a ser verificado é a febre, e ao pressionar ir aumentando gradativamente a pressão. Cuidado para não pressionar a ponto de a dor persistir depois.

b) Dependendo do estado de saúde, a pessoa não quer

que a toque. Assim, primeiramente é necessário averiguar bem o comportamento da pessoa.

c) No momento de investigar os pontos vitais, deve-se

tomar cuidado para que o nosso rosto não se aproxime em demasiado com o do paciente. Para evitar questões de abuso sexual, nunca deve tocar na parte frontal da pessoa, do peito para baixo. Caso seja necessária a averiguação, pedir para a própria pessoa verificar se há locais que dóem ou que está

quente.

d) Os homens devem compreender que perguntar sobre

doenças específicas de mulheres traz constrangimento a elas. Mesmo na hora da averiguação de pontos vitais, sem dúvida não gostam que estranhos relem nelas. Portanto, procurem explicar o porquê da necessidade de fazer a averiguação de pontos, e verifiquem se há o consentimento da pessoa.

e)

Quando

estiverem

a

sós,

deixando a porta aberta.

evitem

- Maneira para efetuar a terapia

locais

fechados,

Queremos confirmar que seja de acordo com os ensaios do Mestre.

Curso Terapia Okada

e

também na 84, onde está mais claro ainda, sobre a forma como devemos transmitir a terapia. Nela, os erros que inconscientemente acabamos cometendo são:

Reconfirmar

no

Manual

de

Estudos,

na

página

81

a) Conversar

No Manual consta que se conversarmos tornará igual à massagem; portanto, deixemos a conversa para depois da terapia.

b) Outro ensaio (não consta no Manual), diz que a Luz sai

em linha reta; assim, verifiquemos se a palma da mão está direcionada corretamente para o ponto vital.

c) Outro ponto é se não está cochilando durante a terapia.

Na época fizeram a seguinte pergunta ao Mestre "se é para não pôr força pessoal, poderia pensar em outra coisa ou até cochilar?". A resposta é "se ao ministrar a terapia, apesar de ter

que retirar a força pessoal, é necessária concentração para atingir as profundezas do local afetado, isso é impossível de se realizar se estiver pensando em outra coisa ou se estiver cochilando".

d) Também existem casos em que o terapeuta adquiriu maus hábitos de cruzar as pernas, de apoiar o braço com o outro braço ou em alguma coisa, ficar com uma mão no bolso, etc. Essas posturas dão a sensação de desleixo para o observador, portanto deve-se tomar cuidado e corrigi-las.

e) Quanto ao arroto e bocejo, imaginem se alguém estiver

arrotando ao seu lado, por exemplo, no setor de comidas do supermercado, ou bocejando quando é você quem está recebendo terapia. Assim, deve-se tomar devidos cuidados para não deixar o paciente em situação desconfortável, tais como usar lenços para tapar a boca.

Curso Terapia Okada

- As palavras

Devemos sempre manter uma postura sociável

a) Para contarmos com a confiança das pessoas é

imprescindível mantermos o sigilo absoluto sobre as doenças e o estado do paciente. As informações obtidas durante a terapia não devem jamais ser ventiladas a terceiros. Deve saber diferenciar os estudos realizados discutindo as alterações dos pacientes ao receberem a terapia, confrontando com os ensaios; contudo,

outros fatores, como o nome da pessoa, nome da doença, condições familiares, não devem vir à tona.

b) Nunca devemos fazer pronunciamentos que cabem

apenas ao médico. Acontecem muitos casos em que se o paciente fala em não querer beber o remédio receitado pelo médico, há quem o diga "como remédio é veneno é melhor que não o tome" ou responde levianamente "então não beba". Isso é muito perigoso, pois se o médico receitou é porque ele considera

necessário. Assim, deve-se encaminhar o paciente para passar na consulta pelo médico do Instituto-Ryooin.

c) Outra atitude, como a de não dar importância à

investigação de pontos vitais e ficarem falando: "aqui está bem ruim" "é aqui o ponto", deve ser evitada. Devemos ter sempre a postura de confirmar nos ensaios os pontos a ser ministrada a terapia e depois reconfirmar os resultados.

d) Palavras utilizadas freqüentemente como: "Está bem enrijecido, não?" ou "Isso aqui vai requerer muito tempo", devem ser evitadas, pois a pessoa pode se prender a essas palavras ou pode até pensar que foi-lhe dado o diagnóstico médico.

e) Para as pessoas com depressão ou problemas

psicológicos, palavras que dêem a entender tarefas a cumprir ou

Curso Terapia Okada

palavras como "esforce-se", que seria de incentivo, pode ser de grande peso para elas, piorando o seu quadro clínico.

e) Para uma pessoa em purificação, a voz alta, estridente ou repetição de uma mesma palavra pode ser dolorosa. Devemos agir de acordo com o paciente que vamos atender, tanto no tom da voz, gestos e palavras utilizadas.

Um outro ponto é de não entrar em assuntos espirituais, como: vejo um espírito junto de vocêou deve ser problema dos antepassados, ou coisas do gênero, pois isso trás grande empecilho para levar adiante a atividade como tratamento científico.

Curso Terapia Okada

FINAL

Para divulgarmos a Terapia de Purificação Okada como uma terapia social, devemos atentar para as maneiras acima descritas. Acredito que, para quem veio ao longo dos anos acostumado com o Joorei praticado entre os membros, corrigir suas maneiras não seja algo que se consiga de um dia para o outro. Por isso é necessário sempre questionar a si mesmo quanto à sua "socialização", "se conta com a gratidão das pessoas", e se estamos fazendo de acordo com os ensaios, de modo a elevar o nosso nível como terapeutas.