Você está na página 1de 20

SIMULAÇÃO E PLANEJAMENTO DO TRATAMENTO.

( FUNDAMENTOS ANATÔMICOS E GEOMÉTRICOS)


Posicionamento: simulação e tratamento
• Em radioterapia, um fator tão relevante quanto o início imediato
do tratamento é que este só seja iniciado após um minucioso e
cuidadoso processo de simulação e planejamento.

• Esse processo, conforme será observado, trabalhoso e demanda


tempo para sua execução.
• Durante o tratamento diário, podem
ocorrer desvios no posicionamento
dos campos de irradiação.
• Esses desvios podem ser aleatórios
(eventuais) ou sistemáticos
(reincidentes em cada sessão).
• Procedimentos e técnicas que têm
como objetivo garantir a
reprodutibilidade diária do
tratamento. Como exemplos, são
citados:

• Check film.
• Portal film.
Check film.

Essa radiografia é, então, comparada à radiografia feita no


simulador convencional, ou à DRR definida durante a simulação
virtual no sistema de planejamento.
Portal film
• Juntamente com o portal film, foram desenvolvidos
softwares que comparam a imagem adquirida com a
DRR, informando o deslocamento necessário do
paciente para posicioná-lo corretamente no isocentro
definido no planejamento.
• Além dessas inovações tecnológicas para o posicionamento
do paciente durante o tratamento, é necessário que o
técnico em radioterapia tenha, no processo de simulação,
conhecimento sobre posição anatômica e parâmetro
geométricos utilizados em todo o processo, pois são
essenciais para a execução do planejamento do tratamento
dos pacientes
Termos anatômicos descritivos de posição e direção.
Planos de secção anatômica
• Plano coronal
• Plano sagital
• Plano axial ou transverso
Direções
• Lateral: situada mais próxima à face lateral.
• Posterior ou dorsal: situada atrás, mais próxima à face dorsal.
• Anterior ou ventral: situada na frente, mais próxima à face ventral.
• Superior ou cranial: situada mais próxima à cabeça (plano superior).
• Inferior ou caudal: situada mais próxima aos pés (plano inferior).
Direções
Eixos Anatômicos
Parâmetros Geométricos
Principais parâmetros determinados durante
o processo de simulação do tratamento.
• Profundidade
• Distância fonte-isocentro (DFI).
• Distância fonte-superfície (DFS).
• Tamanho de campo.
PROFUNDIDADE
Distância fonte-isocentro (DFI)
• Esse parâmetro representa a distância da
fonte de radiação até o eixo de rotação do
aparelho. É também conhecido pela sigla
SAD, do inglês source axis distance.

• Corresponde a 100 cm nos aceleradores


lineares e a 80 cm ou 100 cm nos
equipamentos de Co-60.
Distância fonte-superfície (DFS)
• Esse parâmetro representa a distância da fonte de
radiação até a pele do paciente. É também conhecido
pela sigla SSD, do inglês source skin distance ou
source surface distance.
Tamanho de campo