Você está na página 1de 4

- 1 -

LISTA DE EXERCÍCIOS 3 Trabalho, Calor e Primeira Lei da Termodinâmica para Sistemas

1. Um aquecedor de ambientes a vapor, localizado em um quarto, é alimentado com vapor saturado

de água a 115 kPa. As válvulas de alimentação e descarga são fechadas e espera-se para que a temperatura da água atinja a do quarto que se encontra a 20 ºC. Determine: (a) a pressão e o título da água no estado final, (b) o trabalho realizado no processo e (c) o calor envolvido.

2. O conjunto cilindro-pistão mostrada na Figura 1.1 contém, inicialmente, 0,35 m 3 de CO2 a 280 KPa e

100 ºC. Os pesos são, então, adicionados a uma velocidade tal que o gás é comprimido segundo a

relação pV 1,2 = k. Admitindo que a temperatura final seja igual a 210 ºC, determine o trabalho realizado

neste processo termodinâmico.

o trabalho realizado neste processo termodinâmico. Figura 1.1. Conjunto cilindro-pistão contendo CO 2 . 3.

Figura 1.1. Conjunto cilindro-pistão contendo CO2.

3. Considere um processo termodinâmico composto pelas seguintes operações: (a) expansão de 0,15

m 3 a 0,30 m 3 em pressão constante e igual a 180 kPa e (b) expansão desde o estado final da parte anterior até 0,45 m 3 com a pressão aumentando linearmente até 310 kPa. Construa o diagrama p V deste processo, determine o trabalho realizado pelo movimento de fronteira e identifique os tipos de processos envolvidos nos estados inicial e final. Admitindo-se que o processo ocorra em 3 minutos e com a taxa de variação de volume constante, estime a potência desenvolvida em função do tempo.

4. Considere o conjunto cilindro-pistão mostrada na Figura 1.2 com diâmetro de 100 mm. O conjunto

contém 12 kg de água que, inicialmente, encontra-se no estado saturado em que a pressão é 100 kPa e o título é 50%. A água é, então, aquecida até que o volume interno do conjunto atinja um valor igual ao triplo do volume interno inicial. A massa do pistão é 160 kg e a pressão interna (de equilíbrio) necessária para desencosta-lo do esbarro é Peq. Nestas condições, determine Peq, a temperatura e o

volume da água no estado final do processo e, também, o trabalho realizado pela água. Adote g = 9,807 m/s 2 e π = 3,14.

realizado pela água. Adote g = 9,807 m/s 2 e π = 3,14. Figura 1.2. Conjunto

Figura 1.2. Conjunto cilindro-pistão contendo água.

5. Um espaço localizado acima do nível da água em um tanque fechado contém N2 a 25 ºC e 0,1 MPa. O

tanque apresenta volume total de 5 m 3 e contém 500 kg de água a 25 ºC. Uma quantidade adicional de

500 kg de água é, então, lentamente forçada para dentro do tanque. Admitindo que a temperatura

permaneça constante no processo, determine a pressão final no nitrogênio e o trabalho realizado

sobre o mesmo durante o processo.

- 2 -

6. Determine as propriedades que faltam (p, T, v, u, h e o título, se aplicável) e indique a posição dos

três estados nos diagramas T v e p v.

(a)

R-12

p = 0,5 MPa, h = 230 kJ/kg

(b)

R-22

T = 10 ºC, u = 200 kJ/kg

(c)

R-134a

T = 40 ºC, h = 400 kJ/kg

7.

Um reator, com volume de 1,5 m 3 , contém água a 30 MPa e 360 ºC e está localizado em um vaso de

contenção como mostra a Figura 1.3. O vaso de contenção é bem isolado e, inicialmente, está evacuado. Admitindo que o reator rompa, após uma falha na operação, determine qual deve ser o volume do vaso para que a pressão final no vaso de contenção seja igual a 225 kPa.

pressão final no vaso de contenção seja igual a 225 kPa. Figura 1.3. Vaso de contenção.

Figura 1.3. Vaso de contenção.

8. Um cilindro de aço, com volume de 0,06 m 3 , contém amônia a 18 ºC e título de 25%. O cilindro

dispõe de uma válvula de segurança que abre quando a pressão interna atinge 1,4 MPa. Se o cilindro for aquecido acidentalmente, qual será a transferência de calor até o instante em que a válvula abre? Qual será a temperatura da amônia neste instante?

9. O tanque rígido A mostrado na Figura 1.4 apresenta volume igual a 0,7 m 3 e contém 2 kg de água a

130 ºC e o tanque rígido B possui volume igual a 0,5 m 3 e contém água a 600 kPa e 250 ºC. Os tanques estão conectados ao conjunto cilindro-pistão como indicado na Figura 1.4. O pistão do conjunto inicia seu movimento quando a pressão interna se torna igual a 800 kPa. As válvulas são abertas vagarosamente e calor é transferido a água até que se atinja um estado uniforme com temperatura igual a 300 ºC. Determine o volume ocupado pela água no estado final, o trabalho realizado e a transferência de calor no processo termodinâmico.

e a transferência de calor no processo termodinâmico. Figura 1.4. Sistema constituído pelos tanques A e

Figura 1.4. Sistema constituído pelos tanques A e B conectados a um conjunto cilindro-pistão.

10. Um vaso de pressão esférico e de alumínio possui diâmetro interno igual a 0,6 m e contém água a

30 ºC e título de 0,01. O vaso é aquecido até que a água se torne vapor saturado. Considerando como o

sistema a água, calcule o calor transferido nesse processo.

11. Um vaso rígido contém 2,5 kg de CO2 a 100 kPa e 1220 K. O gás é, então, aquecido até 1480 K.

Determine a transferência de calor no processo utilizando Cp constante. Repita o problema

considerando que o vaso rígido contém propano.

12. A Figura 1.5 apresenta um conjunto cilindro-pistão com área da seção transversal igual a 0,2 m 2 e

altura de 12 m. O pistão, que é muito fino e tem massa desprezível, separa a câmara em duas regiões. Inicialmente, a região superior contém água a 30 ºC e a inferior contém 0,4 m 3 de ar a 300 K. Transfere-

se, então, calor à região inferior de modo que o pistão inicia o movimento e provocando, assim, o transbordamento de água. Este processo continua até que o pistão alcança o topo do cilindro. Admitindo os valores de 9,807 m/s 2 e 101,325 kPa para g e p0, respectivamente, determine o calor transferido para o ar no processo.

- 3 - Figura 1.5. Conjunto cilindro-pistão divido em duas regiões. 13. A Figura 1.6

- 3 -

Figura 1.5. Conjunto cilindro-pistão divido em duas regiões.

13. A Figura 1.6 apresenta um cilindro fechado, isolado e dividido em duas regiões, cada uma com

1,5 m 3 , por um pistão que está imobilizado por um pino. A região A contém ar a 210 kPa e 320 K e a B

contém ar a 1,1 MPa e 970 K. O pino é, então, removido, liberando o pistão. No estado final, devido a transferência de calor através do pistão, as regiões apresentam a mesma temperatura. Determine as massas de ar contidos nas regiões A e B e, também, a temperatura e pressão finais deste processo.

e, também, a temperatura e pressão finais deste processo. Figura 1.6. Conjunto cilindro-pistão divido em duas

Figura 1.6. Conjunto cilindro-pistão divido em duas regiões contendo ar.

14. O conjunto cilindro-pistão apresentado na Figura 1.7 contém, inicialmente, ar a 200 kPa e 600 K

(estado 1). O ar é expandido, em um processo a pressão constante, até que o volume se torne igual ao dobro do inicial (estado 2). Neste ponto, o pistão é travado com um pino e transfere-se calor do ar até que a temperatura atinja 600 K (estado 3). Determine p, T e h para os estados 2 e 3 e calcule os

trabalhos realizados e as transferências de calor nos dois processos.

realizados e as transferências de calor nos dois processos. Figura 1.7. Conjunto cilindro-pistão contendo ar. 15.

Figura 1.7. Conjunto cilindro-pistão contendo ar.

15. Um conjunto cilindro-pistão contém 0,18 kg de butano. Inicialmente, a pressão e a temperatura do

butano são iguais a 120 kPa e 290 K. O butano é, então, comprimido, lenta e isotermicamente, até que a pressão atinja 280 KPa. Construa um gráfico do processo termodinâmico em um diagrama p v e

determine o trabalho realizado e o calor transferido neste processo.

16. Um conjunto cilindro-pistão com volume interno de 0,10 m 3 contém oxigênio a 100 ºC e 300 kPa. O

oxigênio é, então, comprimido, em um processo politrópico com expoente n = 1,2, até que a temperatura atinja 200 ºC. Determine o calor transferido no processo e a pressão final do oxigênio. Além disso, verifique se a hipótese de gás perfeito pode ser utilizada.

17. Um cilindro provido de pistão contém gás argônio a 160 kPa e 15 ºC e apresenta, inicialmente, volume de câmara igual a 110 litros. O gás é comprimido, segundo um processo politrópico, até a pressão de 800 kPa. Sabendo que no estado final do processo a temperatura é igual a 310 ºC, determine o calor transferido no processo.

- 4 -

18. Uma pessoa em repouso transfere cerca de 400 kJ/h de calor ao meio ambiente. Suponha que o

sistema de ventilação de um auditório que contém 100 pessoas e apresenta 1600 m 3 seja interrompido devido a problemas técnicos. Admita que, inicialmente, a temperatura e a pressão do ar contido no auditório são iguais a 300 K e 101 kPa. Determine a taxa de aumento da temperatura do ar no auditório (em kelvin por minuto) que será detectada após a falha no sistema de ventilação.

19. Um aquecedor com potência de 125 W é utilizado para derreter 2,5 kg de gelo que, inicialmente,

apresenta temperatura e pressão iguais a 10 ºC e 150 kPa. O estado final da água do processo é líquido a 5 ºC e 150 kPa. Determine:

(a)

A variação de volume da amostra de água que ocorre no processo.

(b)

A energia necessária para que o processo ocorra.

(c)

O tempo necessário para realizar o processo.

Admita que a temperatura da água é sempre uniforme durante o processo.

20. Um pequeno balão esférico de material elástico contém 0,2 kg de amônia a 10 ºC e 300 kPa.

Admita que a pressão interna neste balão é proporcional ao seu volume. O balão é deixado ao sol e passa a absorver 80 W de radiação solar e a transferir 20 W para o ambiente. Após certo tempo, a temperatura e a pressão na amônia passam a ser iguais a 30 ºC e 1000 kPa. Calcule o tempo necessário para que esse processo ocorra. Além disso, determine o trabalho realizado e a transferência de calor no processo.

RESPOSTAS:

1.

(a)

Pf = Psat = 2,3385 kPa; xf = 2,6%

(b)

iWf = 0

(c)

q = -2366,3 kJ/kg

2.

iWf = -144,43 kJ

3.

= 0,354 kJ/s

4.

Peq = 200 kPa; Tf = 829 ºC ; Vf = 30,51 m 3 ; iWf = 4068 kJ

5.

P2 = 112,5 kPa; 1W2 = -53,15 kJ

6.

(a)

T = 68,06 ºC; v = 0,043871 m 3 /kg; u = 208,06 kJ/kg

(b)

P = 0,6807 MPa; x = 82,87%; v = 0,028904 m 3 /kg; h = 219,684 kJ/kg

(c)

x = 87,86 %; P = Psat = 1,0171 MPa; v = 0,017696 m 3 /kg; u = 382,001 kJ/kg

7.

V = 402,46 m 3

8.

T = 157,9 ºC; 1Q2 = 496,07 kJ

9.

---

10.

1Q2 = 785,1 kJ

11.

Para o CO2:

 

(a)

1Q2 = 424,4 kJ

(b)

1Q2 = 969,085 kJ

12.

1Q2 = 708,7 kJ

13.

mA = 3,265 kg; mB = 5,927 kg; T2 = 752,5 K; P2 = 661,8 kPa

14.

P2 = 200 kPa; T2 = 1200 K; h2 = 1277,81 kJ/kg; P3 = 100 kPa; T3 = 600 K; h3 = h1 = 607,32 kJ/kg; 1w2 = 172,2 kJ/kg; 1q2 = 670,47 kJ/kg; 2w3 = 0; 2q3 = -498,27 kJ/kg

15.

1W2 = -6,33 kJ; 1Q2 = -6,33 kJ

16.

1Q2 = -19,7 kJ; P2 = 900,8 kPa; Para verificar a hipótese de gás perfeito é necessário determinar o fator de compressibilidade Z.

17.

1Q2 = 3,44 kJ

18.

dTar / dt = 0,50 K/min

19.

(a)

|V2-V1| = 0,000223 m 3 ; (b) 1Q2 = 937,62 kJ; (c) t = 125 min.

20.

1W2 = 16,97 kJ; 1Q2 = 259,58 kJ; t = 72,1 min.