Você está na página 1de 60

Protocolos de Interligação

de Redes Locais e a Distância


Arquiteturas de Rede e
Modelos de Referência
Thiago Leite
thiago.leite@udf.edu.br

terça-feira, 5 de março de 13 1
Arquiteturas de Rede e
Modelos de Referência
• As redes são organizadas em pilhas
• Forma de reduzir a complexidade
• A função de cada camada da pilha varia
de acordo com a rede
• Oferecer serviços às camadas superiores
• Esconder a complexidade de camadas
inferiores

terça-feira, 5 de março de 13 2
Arquiteturas de Rede e
Modelos de Referência
• Cada camada se comunica com sua
correspondente remota
• Protocolo de camada
• As interfaces entre as camadas devem ser
bem definidas

terça-feira, 5 de março de 13 3
Arquitetura Filósofo-Tradutor-
Secretária
terça-feira, 5 de março de 13 4
Protocolos de Rede
terça-feira, 5 de março de 13 5
Arquiteturas de Rede e
Modelos de Referência
• Arquitetura de rede
• Conjunto de camadas e protocolos
• Pilha de protocolos
• Conjunto de protocolos utilizados por
um sistema

terça-feira, 5 de março de 13 6
Arquiteturas de Rede e
Modelos de Referência
• Serviços
• Fornecer primitivas para as camadas
superiores (Interfaces)
• Protocolos
• Formato e significado das mensagens
trocadas

terça-feira, 5 de março de 13 7
Serviços oferecidos às camadas
superiores e protocolos
terça-feira, 5 de março de 13 8
Arquiteturas de Rede e
Modelos de Referência

• A princípio não existe limite para o


tamanho da mensagem
• Se houver, as camadas inferiores tratam

terça-feira, 5 de março de 13 9
Cabeçalhos de Protocolos
terça-feira, 5 de março de 13 10
Arquiteturas de Rede e
Modelos de Referência
• Questões de projeto de camadas de rede
• Endereçamento
• Como se faz a transferência
• Correção de erros
• Controle de fluxo
• Desmontagem e montagem das mensagens
• Multiplexação dos dados
• Roteamento

terça-feira, 5 de março de 13 11
Arquiteturas de Rede e
Modelos de Referência

• Os protocolos podem ser


• Orientados ou não a conexões
• Confiáveis ou não

terça-feira, 5 de março de 13 12
Arquiteturas de Rede e
Modelos de Referência
• Serviços orientados à conexão
• Ex: ligação telefônica
• Serviços sem conexões
• Ex: carta

terça-feira, 5 de março de 13 13
Arquiteturas de Rede e
Modelos de Referência
• Serviços confiáveis
• Ex: SEDEX
• Serviços não confiáveis
• Ex: rádio

terça-feira, 5 de março de 13 14
Serviço Exemplo
Fluxo de mensagens
Seqüência de páginas
confiável
Orientados
Fluxo de bytes confiável Logon remoto
a conexão
Conexão não confiável Voz digitalizada
Lixo de correio
Datagrama não confiável
eletrônico
Sem Correspondência
Datagrama confirmado
conexões registrada
Consulta a banco de
Solicitação/resposta
dados
Diferentes Tipos de Serviços
terça-feira, 5 de março de 13 15
Arquiteturas de Rede e
Modelos de Referência
• Primitivas de serviço
• Quais operações são necessárias para a
comunicação entre dois serviços
• Normalmente são chamadas de sistema
no Sistema Operacional

terça-feira, 5 de março de 13 16
Primitiva Significado
Bloco que espera por uma conexão de
LISTEN
entrada
Estabelecer uma conexão com um par que
CONNECT
está à espera
Bloco que espera por uma mensagem de
RECEIVE
entrada

SEND Enviar uma mensagem ao par

DISCONNECT Encerrar uma conexão

Exemplo de Primitivas de Serviços


terça-feira, 5 de março de 13 17
Serviço Orientado à Conexões
terça-feira, 5 de março de 13 18
Análise de Protocolo
terça-feira, 5 de março de 13 19
Arquiteturas de Rede e
Modelos de Referência

• Modelos de referência em redes


• Modelo OSI
• Modelo TCP/IP

terça-feira, 5 de março de 13 20
Arquiteturas de Rede e
Modelos de Referência

• Modelo OSI é um modelo de padronização


de redes proposto pela ISO (International
Standards Organization)
• Interconexão de sistemas heterogêneos

terça-feira, 5 de março de 13 21
Arquiteturas de Rede e
Modelos de Referência
• Princípios do Modelo OSI
• Quando houver necessidade de
abstração
• Funções definidas em cada camada
• A função da camada deve ter em vista
protocolos

terça-feira, 5 de março de 13 22
Arquiteturas de Rede e
Modelos de Referência
• Princípios do Modelo OSI
• Minimizar o fluxo de informações entre
as interfaces das camadas
• O número de camadas deve ser o
suficiente para não “inchá-las” nem
“enxugá-las” demais

terça-feira, 5 de março de 13 23
Arquiteturas de Rede e
Modelos de Referência
• Modelo OSI
• Não é uma arquitetura de rede
• Propõe um conjunto de camadas
• Apenas define que serviços que cada
camada devem fornecer
• Nem todos os dispositivos na rede
precisam implementar todas as camadas

terça-feira, 5 de março de 13 24
Modelo OSI
Camadas do Modelo

terça-feira, 5 de março de 13 25
Arquiteturas de Rede e
Modelos de Referência
• Modelo OSI
• Camada física
• Trata da transmissão física dos bits
• O que for enviado deve ser recebido
• Voltagem, tempo que define um bit,
transmissão unilateral ou birecional,
pinos do conector de rede

terça-feira, 5 de março de 13 26
Arquiteturas de Rede e
Modelos de Referência
• Modelo OSI
• Camada de enlace
• Transformar um meio bruto de transmissão em um meio
livre de erros
• Dados são vistos como quadros
• Se o canal for confiável, os quadros devem ser confirmados
no recebimento
• Regular o acesso ao meio através de uma subcamada
• Regular o tráfego
• fluxo e erros

terça-feira, 5 de março de 13 27
Arquiteturas de Rede e
Modelos de Referência
• Modelo OSI
• Camada de rede
• Como os pacotes são roteados entre as redes
• Rotas estáticas e rotas dinâmicas
• Controle de “gargalos” de rede
• Tamanho dos pacotes
• Interconexão de redes heterogêneas

terça-feira, 5 de março de 13 28
Arquiteturas de Rede e
Modelos de Referência
• Modelo OSI
• Camada de transporte
• Divisão dos dados das camadas acima
• Assegurar que os fragmentos chegarão ao
destino
• Canal de transmissão confiável ou não
• Canal de transmissão com ou sem conexão
• Separa os diferentes tipos de redes

terça-feira, 5 de março de 13 29
Arquiteturas de Rede e
Modelos de Referência
• Modelo OSI
• Camada de sessão
• Estabelece uma sessão com serviços
• controle de diálogo, gerenciamento
de símbolos e sincronização

terça-feira, 5 de março de 13 30
Arquiteturas de Rede e
Modelos de Referência
• Modelo OSI
• Camada de apresentação
• Preocupa-se com a sintaxe e semântica
• A transmissão pode ser abstrata
• Os dados podem ser decodificados no
recebimento

terça-feira, 5 de março de 13 31
Arquiteturas de Rede e
Modelos de Referência

• Modelo OSI
• Camada de aplicação
• Protocolos comumente utilizados por
usuários

terça-feira, 5 de março de 13 32
Arquiteturas de Rede e
Modelos de Referência
• Modelo de referência TCP/IP
• Foi concebido a partir do conjunto de
protocolos TCP/IP
• Surgiu com a ARPANET
• Necessidade de uma arquitetura flexível
• Alta-disponibilidade
terça-feira, 5 de março de 13 33
Modelo TCP/IP
Camadas do Modelo

terça-feira, 5 de março de 13 34
Arquiteturas de Rede e
Modelos de Referência
• Modelo de referência TCP/IP
• Camada de acesso à rede (host/rede)
• “Grande vácuo”
• Um meio para que seja possível
enviar pacotes IP

terça-feira, 5 de março de 13 35
Arquiteturas de Rede e
Modelos de Referência
• Modelo de referência TCP/IP
• Camada inter-redes (internet)
• Injeção de pacotes e trânsito deles até
o destino
• Define formato do pacote e um
protocolo

terça-feira, 5 de março de 13 36
Arquiteturas de Rede e
Modelos de Referência
• Modelo de referência TCP/IP
• Camada de transporte
• Permitir um canal de comunicação
• Definição de dois protocolos

terça-feira, 5 de março de 13 37
Arquiteturas de Rede e
Modelos de Referência
• Modelo de referência TCP/IP
• Camada de aplicação
• Contém todos os sistemas utilizados
pelo usuário
• Diversos protocolos definidos
• Telnet, FTP, SMTP, POP, NTP, DNS
terça-feira, 5 de março de 13 38
Protocolos TCP/IP
terça-feira, 5 de março de 13 39
Diferença entre os dois modelos
terça-feira, 5 de março de 13 40
Arquiteturas de Rede e
Modelos de Referência

• Protocol Data Unit


• nome da unidade de transmissão em cada
camada

terça-feira, 5 de março de 13 41
Protocol Data Unit
terça-feira, 5 de março de 13 42
Arquiteturas de Rede e
Modelos de Referência
• Crítica ao modelo de referência OSI
• Nenhum modelo é perfeito
• Protocolos OSI eram ruins
• Tecnologia ruim
• Implementações ruins
• Política ruim
terça-feira, 5 de março de 13 43
“Apocalipse dos dois elefantes”
terça-feira, 5 de março de 13 44
Arquiteturas de Rede e
Modelos de Referência
• Crítica ao modelo de referência TCP/IP
• Não diferencia com clareza serviço, interface
e protocolo
• Não é boa base para a criação de protocolos
• Pouco abrangente
• A camada inter-redes não é clara o suficiente
• Não há distinção entre camada física e enlace

terça-feira, 5 de março de 13 45
Arquiteturas de Rede e
Modelos de Referência
• Qual o cenário atual?
• Modelo OSI é extremamente útil para
descrever as camadas
• Os protocolos OSI praticamente não são
utilizados
• Modelo TCP/IP é praticamente inexistente
• Os protocolos TCP/IP são utilizados em larga
escala

terça-feira, 5 de março de 13 46
Nível Nome

3 Camada de Transporte

2 Camada de Rede

1 Camada de Física e Enlace

“Modelo” a ser utilizado nas aulas


terça-feira, 5 de março de 13 47
Revisão
• Pilhas de protocolos
• Pilha TCP/IP não é modelo
• Arquitetura de redes referência
• Comunicação real e virtual
• Camada física, enlace, rede,
• Serviços orientados à conexão transporte, sessão, apresentação
e aplicação no Modelo OSI
ou não
• Serviços confiáveis ou não • Camada host/rede, inter-redes,
transporte e aplicação no
• Primitivas de serviço Modelo TCP/IP
• Definições de cada camada
• Diferenças entre os dois
• Mínimo de informações entre as modelos
camadas • “Apocalipse de dois elefantas”
• Modelo OSI não é arquitetura de
• Críticas ao modelo OSI e TCP/IP
rede

terça-feira, 5 de março de 13 48
TRE-CE
(FCC) No modelo TCP/IP, a camada de
aplicação equivale às camadas do modelo OSI:
a) 5, 6 e 7.
b) 5 e 6.
c) 6 e 7.
d) 4, 5 e 6.
e) 4 e 5.

terça-feira, 5 de março de 13 49
TRE-CE
(FCC) No modelo TCP/IP, a camada de
aplicação equivale às camadas do modelo OSI:
a) 5, 6 e 7.
b) 5 e 6.
c) 6 e 7.
d) 4, 5 e 6.
e) 4 e 5.

terça-feira, 5 de março de 13 49
Banco de Brasília

(CESPE) No modelo OSI, a camada de enlace


tem por finalidade entregar à camada de
transporte um canal livre de erros.
a) Certo
b) Errado

terça-feira, 5 de março de 13 50
Banco de Brasília

(CESPE) No modelo OSI, a camada de enlace


tem por finalidade entregar à camada de
transporte um canal livre de erros.
a) Certo
b) Errado

terça-feira, 5 de março de 13 50
Banco de Brasília

(CESPE) O protocolo TCP provê garantia de


entrega ordenada e é orientado a conexão.
O protocolo UDP é orientado a datagramas.
a) Certo
b) Errado

terça-feira, 5 de março de 13 51
Banco de Brasília

(CESPE) O protocolo TCP provê garantia de


entrega ordenada e é orientado a conexão.
O protocolo UDP é orientado a datagramas.
a) Certo
b) Errado

terça-feira, 5 de março de 13 51
TRT-AL
(FCC) A camada de rede do modelo OSI é responsável
pelo controle, distribuição e colocação das
informações na rede. Nela está presente o protocolo
a) TCP.
b) IP.
c) HTTP.
d) SMTP.
e) UDP.

terça-feira, 5 de março de 13 52
TRT-AL
(FCC) A camada de rede do modelo OSI é responsável
pelo controle, distribuição e colocação das
informações na rede. Nela está presente o protocolo
a) TCP.
b) IP.
c) HTTP.
d) SMTP.
e) UDP.

terça-feira, 5 de março de 13 52
TRE-CE
(FCC) Para reduzir a complexidade do projeto, a maioria das
redes é organizada como uma pilha de camadas ou níveis,
colocadas umas sobre as outras. Na arquitetura TCP/IP, os
protocolos TCP e UDP se encontram acima da camada
denominada
a) sessão.
b) aplicação.
c) internet.
d) transporte.
e) física.

terça-feira, 5 de março de 13 53
TRE-CE
(FCC) Para reduzir a complexidade do projeto, a maioria das
redes é organizada como uma pilha de camadas ou níveis,
colocadas umas sobre as outras. Na arquitetura TCP/IP, os
protocolos TCP e UDP se encontram acima da camada
denominada
a) sessão.
b) aplicação.
c) internet.
d) transporte.
e) física.

terça-feira, 5 de março de 13 53
CODESP-SP
(FGV) No que diz respeito ao Modelo de
Referência OSI/ISO e arquitetura TCP/IP, são
protocolos da camada de rede
a) IP, ARP e ICMP.
b) TCP, RARP e IP.
c) BGP, FTP e UDP.
d) ICMP, UDP e FTP.
e) ARP, TCP e RARP.

terça-feira, 5 de março de 13 54
CODESP-SP
(FGV) No que diz respeito ao Modelo de
Referência OSI/ISO e arquitetura TCP/IP, são
protocolos da camada de rede
a) IP, ARP e ICMP.
b) TCP, RARP e IP.
c) BGP, FTP e UDP.
d) ICMP, UDP e FTP.
e) ARP, TCP e RARP.

terça-feira, 5 de março de 13 54