Você está na página 1de 313

Certificado digitalmente por:

ANA ZESCHOTKO

Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292 - 313 páginas

Sumário

Tribunal de Justiça .......................................................................... 2 Sistemas de Juizados Especiais Cíveis e Criminais .................... 182
Atos da Presidência ..................................................................... 2 Comarca da Capital ......................................................................... 182
Concursos ................................................................................ 3 Direção do Fórum ....................................................................... 182
Supervisão do Sistema da Infância e Juventude ..................... 3 Cível ............................................................................................ 182
Atos da 1ª Vice-Presidência ........................................................ 3 Crime .......................................................................................... 187
Atos da 2ª Vice-Presidência ........................................................ 3 Fazenda Pública .......................................................................... 187
Supervisão do Sistema de Juizados Especiais ........................ 4 Família ........................................................................................ 189
NUPEMEC ............................................................................. 4 Delitos de Trânsito ...................................................................... 193
Secretaria ..................................................................................... 4 Execuções Penais ........................................................................ 193
Departamento da Magistratura .................................................... 5 Tribunal do Júri ........................................................................... 193
Processos do Órgão Especial .................................................. 24 Infância e Juventude ................................................................... 193
Processos do Conselho da Magistratura ................................. 24 Reg Pub e Acidentes de Trabalho Precatórias Cíveis ................. 193
Departamento de Gestão de Recursos Humanos ........................ 25 Registros Públicos e Corregedoria do Foro Extrajudicial ........... 193
Departamento de Gestão de Serviços Terceirizados ................... 30 Precatórias Criminais .................................................................. 193
Departamento Econômico e Financeiro ...................................... 31 Auditoria da Justiça Militar ........................................................ 193
Departamento do Patrimônio ...................................................... 31 Central de Inquéritos ................................................................... 193
Departamento de Tecnologia da Informação e Comunicação .... 34 Juizados Especiais - Cíveis/Criminais ........................................ 193
Departamento de Engenharia e Arquitetura ................................ 35 Concursos .................................................................................... 193
Departamento Judiciário ............................................................. 35 Comarcas do Interior ....................................................................... 193
Divisão de Distribuição ........................................................... 47 Direção do Fórum ....................................................................... 193
Seção de Preparo ..................................................................... 47 Plantão Judiciário ........................................................................ 193
Seção de Mandados e Cartas ................................................... 48 Cível ............................................................................................ 218
Divisão de Processo Cível ...................................................... 48 Crime .......................................................................................... 228
Divisão de Processo Crime ..................................................... 124 Juizados Especiais ....................................................................... 229
Divisão de Recursos aos Tribunais Superiores ....................... 129 Concursos .................................................................................... 229
Processos do Órgão Especial .................................................. 155 Família ........................................................................................ 229
FUNREJUS ................................................................................. 173 Execuções Penais ........................................................................ 230
Núcleo de Conciliação do 2º Grau .............................................. 173 Infância e Juventude ................................................................... 230
Central de Precatórios ................................................................. 174 Fazenda Pública .......................................................................... 230
Corregedoria da Justiça ............................................................... 177 Editais Judiciais .............................................................................. 237
Ouvidoria Geral ...................................................................... 179 Conselho da Magistratura ........................................................... 237
Plantão Judiciário Capital ....................................................... 179 Capital ......................................................................................... 237
Divisão de Concursos da Corregedoria ................................... 181 Interior ......................................................................................... 243
Conselho da Magistratura ........................................................... 181 Editais - procedimento da usucapião extrajudicial ......................... 313
Comissão Int. Conc. Promoções ................................................. 182
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
Tribunal de Justiça

Atos da Presidência
IDMATERIA1403053IDMATERIA

Relação de publicação de despacho nº 115.2018-DEA

PROTOCOLADO 0023393-48.2018.8.16.6000

Em face do contido do presente protocolado, notadamente nos termos do Parecer


DEA-DE 2853400 da Divisão de Engenharia e do Parecer DEA-AJ 3054039, da
Assessoria Jurídica do Departamento de Engenharia e Arquitetura, os quais acolho:
I- INDEFIRO o requerimento apresentado pela empresa Ott Construções e
Incorporações Ltda. (SEI nº 2810822) para pagamento de remuneração adicional a
título de administração central em razão da prorrogação do prazo de execução da
obra de construção do Fórum da Comarca de Pato Branco (Contrato nº 286/2014),
uma vez que não houve comprovação do eventual prejuízo sofrido pela Contratada,
nem tampouco atendidos os requisitos exigidos no Acórdão 692/2010 TCU - Plenário.
II - Publique-se e comunique-se;
Curitiba, 28 de junho de 2018.

DES. RENATO BRAGA BETTEGA


Presidente do Tribunal de Justiça

IDMATERIA1403057IDMATERIA

Relação de publicação de despacho nº 116.2018-DEA

PROTOCOLO Nº 0042532-83.2018.8.16.6000

Tendo em vista o contido no presente protocolado, notadamente no Parecer


DEA-DE 3047057, da Divisão de Engenharia, e no Parecer DEA-AJ 3055566, da
Assessoria Jurídica do Departamento de Engenharia e Arquitetura, bem como diante
do exposto pelo Diretor daquele Departamento:
I -AUTORIZO o aditamento do contrato nº 175/2017, celebrado com a empresa
CONSTRUTORA DOTTO LTDA.-EPP, que tem por objeto os serviços de reparos
no edifício do Fórum da Comarca de Nova Londrina, pertencente à Regional de
Maringá, decorrente da Ata de Registro de Preços nº 11/2017, originada pelo Pregão
Presencial nº 08/2017, para PRORROGAR o prazo contratual em 30 (quarenta e
cinco) dias, a contar da data de 07 de julho de 2018, com arrimo no artigo 104, inciso
II, da Lei Estadual nº 15.608/07;
II - Ao Departamento de Engenharia e Arquitetura para elaboração do Termo Aditivo
e demais formalidades necessárias;
III - Delego poderes ao Diretor do Departamento de Engenharia e Arquitetura para
assinatura do respectivo Termo Aditivo;
IV - Publique-se.
Curitiba, 28 de julho de 2018.

DES. RENATO BRAGA BETTEGA


Presidente do Tribunal de Justiça

-2-
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
Concursos

Supervisão do Sistema da Infância e Juventude

Atos da 1ª Vice-Presidência

Atos da 2ª Vice-Presidência
IDMATERIA1403253IDMATERIA

PORTARIA Nº 0418/2018 SH-2ªVP

O Presidente do Núcleo Permanente de Métodos


Consensuais de Solução de Conflitos, no uso das atribuições
legais, previstas na Resolução nº 13/2011-OE e suas
respectivas alterações, e tendo em vista o contido no
procedimento administrativo informatizado nº 2018.00090449,
resolve

D E S I G N A R

KELLIN CRIS VACARI CONCHON, para exercer a função de Conciliador/


Mediador em formação voluntário junto ao Centro Judiciário de Solução de Conflitos
e Cidadania do Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Londrina.

Curitiba, 28 de junho de 2018.

Desª. LIDIA MAEJIMA


Presidente do Núcleo Permanente de
Métodos Consensuais de Solução de Conflitos

Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5980688

-3-
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
VI - Diligências necessárias.
Supervisão do Sistema de Juizados Especiais Curitiba, data e assinatura eletrônica.

NUPEMEC Curitiba, 26/06/2018

Secretaria MARIA ALICE DE CARVALHO PANIZZI


IDMATERIA1403269IDMATERIA
Secretária do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná

Tribunal de Justiça do Estado do Paraná


Comissão Permanente para Apuração de Irregularidades e
Aplicação de Sanções Administrativas às Empresas Contratadas IDMATERIA1403462IDMATERIA

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO PARANÁ


Diretoria-Geral
PROTOCOLO Nº 0062734-18.2017.8.16.6000

Protocolo nº 0043274-11.2018.8.16.6000
I - Trata-se de procedimento administrativo para aplicação de sanções
administrativas à empresa RS BRASIL COMERCIAL EIRELI., em decorrência de
descumprimento contratual.
II - Acolho o parecer nº 224/2018 como razões de decidir, para, com fulcro nos artigos I - Trata-se de solicitação para pagamento de diárias formulado em favor do
Excelentíssimo Desembargador RENATO BRAGA BETTEGA, Presidente desta Corte, pelos
86 e 87 da Lei nº 8.666/93 e artigos 150, 152 e 160, da Lei Estadual nº 15.608/2007, deslocamentos de 29 a 30 de junho de 2018, para participar da solenidade de Posse Conjunta
aplicar à empresa RS BRASIL COMERCIAL EIRELI., a seguinte penalidade: nos cargos de direção do biênio 2018/2020 do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais,
no Grande Teatro do Palácio das Artes, na cidade de Belo Horizonte-MG.
- multa de mora diária de 0,03% (zero vírgula zero três por cento) calculada II - Analisado o requerimento retro, verifica-se a presença dos requisitos previstos nos artigos
sobre o valor das notas de empenho n.º 05600000701097-1 e 05600000701100-1, 2º e 3º da Resolução n.º 183/2017 que regulamenta o pagamento de diárias aos magistrados
em decorrência do atraso na entrega do objeto contratual correspondentes a 06 do Poder Judiciário do Estado do Paraná (deslocamento a serviço, em caráter eventual ou
transitório, da sede de lotação para outro ponto do território nacional ou para o exterior).
(seis) dias, conforme estabelece o Edital de Pregão Eletrônico nº 83/2016, no III - Deste modo, encaminho o expediente à elevada apreciação do Excelentíssimo
valor de R$ 2,70 (dois reais e setenta centavos), conforme cálculo apresentado Desembargador 1º Vice-Presidente, a quem compete, na hipótese, autorizar o pagamento
das diárias pleiteadas, sugerindo, s.m.j., o deferimento do pedido.
pela Coordenadoria de Arrecadação e Fiscalização dos Fundos Especiais do
Departamento Econômico Financeiro (doc. 3008454); ANDRÉ LUIZ MASSAD
III - Restituam-se os autos à Comissão Permanente de Apuração de Irregularidades Subsecretário do Tribunal de Justiça
e Aplicação de Sanções Administrativas às Empresas Contratadas para que
providencie a publicação desta decisão no Diário Eletrônico (art. 15 caput do Decreto
n.º 711/2011).
IV - Ato contínuo, cientifique-se a empresa contratada, enviando a guia de I - Acolhendo os fundamentos da manifestação do Subsecretário do Tribunal de
recolhimento (doc. 3008456), para pagamento da mencionada multa. Justiça, autorizo o pagamento de 02 (duas) diárias, sendo 01 (uma) integral, nos
V- Encaminhe-se ao Departamento do Patrimônio para ciência de seu Diretor, de sua termos do artigo 5º, e 01 (uma) reduzida à metade, de acordo com o artigo 5º, §
Assessoria Jurídica, bem como do Gestor do Contrato. 2º, inciso II, todos da Resolução n.º 183/2017, ao Excelentíssimo Desembargador
VI - Diligências necessárias. RENATO BRAGA BETTEGA, Presidente desta Corte, pelos deslocamentos de 29
Curitiba, data e assinatura eletrônica. a 30 de junho de 2018, para participar da solenidade de Posse Conjunta nos cargos
de direção do biênio 2018/2020 do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais,
no Grande Teatro do Palácio das Artes, na cidade de Belo Horizonte-MG.
II - Justifica-se a inclusão do final de semana no deslocamento (conforme o artigo
Curitiba, 26/06/2018 4°, parágrafo único, da Resolução n.º 183/2017), em virtude do início da solenidade
estar prevista para às 17h30, do dia 29 de junho de 2018, razão pela qual a partida
se dará no dia posterior, sábado.
III - Ao Departamento Econômico e Financeiro para os devidos fins.
MARIA ALICE DE CARVALHO PANIZZI
Secretária do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná

G. P., 28 de junho de 2018.


IDMATERIA1403270IDMATERIA

Tribunal de Justiça do Estado do Paraná


Comissão Permanente para Apuração de Irregularidades e Des. ARQUELAU ARAUJO RIBAS
Aplicação de Sanções Administrativas às Empresas Contratadas 1º Vice-Presidente do Tribunal de Justiça

PROTOCOLO Nº 0018811-39.2017.8.16.6000

I - Trata-se de procedimento administrativo para aplicação de sanções


administrativas à empresa SANDRO TENÁRIO DE MELO - Fotocópias., em
decorrência de descumprimento contratual.
II - Acolho o parecer nº 216/2018 como razões de decidir, para, com fulcro nos
artigos 86 e 87 da Lei nº 8.666/93 e artigos 150, 152 e 160, da Lei Estadual nº
15.608/2007, aplicar à empresa SANDRO TENÁRIO DE MELO - Fotocópias., a
seguinte penalidade:
- multa de 2% (dois por cento) do valor total do contrato por evento,
consubstanciado na ausência de comprovação de regularidade fiscal, conforme
estabelece o Contrato nº 175/2015, no valor de R$ 900,00 (novecentos reais),
conforme cálculo apresentado pela Coordenadoria de Arrecadação e Fiscalização
dos Fundos Especiais do Departamento Econômico Financeiro (doc. 3008263);
III -Restituam-se os autos à Comissão Permanente de Apuração de Irregularidades
e Aplicação de Sanções Administrativas às Empresas Contratadas para que
providencie a publicação desta decisão no Diário Eletrônico (art. 15 caput do Decreto
n.º 711/2011).
IV - Ato contínuo, cientifique-se a empresa contratada, enviando a guia de
recolhimento (doc. 3008269), para pagamento da mencionada multa.
V- Encaminhe-se ao Departamento de Engenharia e Arquitetura para ciência de seu
Diretor, de sua Assessoria Jurídica, bem como do Gestor do Contrato.
-4-
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
Departamento da Magistratura
IDMATERIA1403160IDMATERIA

PORTARIA Nº 5770-D.M - Reveiculada por incorreção. I I - D E S I G N A R

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA a magistrada abaixo nominada para substituí-la durante o período de seu
DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das suas afastamento:
atribuições constitucionais e regimentais; e,
CONSIDERANDO o contido na Ordem Doutora Cargo Início do Período Fim do Período Total de dias
de Serviço nº 059/2018, resolve: DIELE DENARDIN Juíza de Direito 26/06/2018 26/06/2018 01
ZYDEK Substituta da 1ª
Seção Judiciária
da mesma
Comarca

I I - D E S I G N A R

Curitiba, 27 de junho de 2018.

as magistradas abaixo relacionadas, ambas Juízas de Direito Substitutas da 1ª


Seção Judiciária da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba, para atenderem
a partir de 25/05/2018, às seguintes Varas do Foro Central da mesma Comarca, Des. RENATO BRAGA BETTEGA
sem prejuízo de outras eventuais atribuições, bem como para atendimento dos Presidente do Tribunal de Justiça
impedimentos e suspeições apresentados por cada um dos juízos, sendo que nestas
hipóteses os feitos devem ser encaminhados naturalmente, independente de nova
designação:
a) Doutora LYGIA MARIA ERTHAL: Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979766
1) 5ª Vara de Família e Sucessões;
IDMATERIA1403171IDMATERIA

2) 6ª Vara de Família e Sucessões.


b) Doutora DEISI RODENWALD: PORTARIA Nº 5829-D.M
1) 7ª Vara de Família e Sucessões;
2) 8ª Vara de Família e Sucessões.

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO


DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas
I I - D E S I G N A R por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
Informatizado nº 2018.00109750, resolve

ainda, as Doutoras LYGIA MARIA ERTHAL e DEISI RODENWALD, para atuarem


nos processos das referidas Varas com terminação 1 e 3 (e apensos), a partir I - A U T O R I Z A R
de 25/05/2018, sendo que ficará suspensa a distribuição, quando as magistradas
estiverem cumprindo designações desta Presidência, superior a dez (10) dias
consecutivos, retornando normalmente, após o término da designação.
o Doutor JOSÉ ORLANDO CERQUEIRA BREMER, Juiz de Direito da 12ª Vara
Criminal do Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba, a afastar-
se três (03) dias de suas funções jurisdicionais, para participar do "Curso de
Curitiba, 25/06/2018. Segurança Pessoal e Familiar para Magistrados", partir de 27 de junho de 2018, no
Rio de Janeiro/RJ, sem ônus para o Poder Judiciário.
A ausência injustificada da juntada do comprovante de participação no prazo de cinco
Des. RENATO BRAGA BETTEGA (05) dias, após a publicação desta Portaria, acarretará na revogação deste ato.
Presidente do Tribunal de Justiça

Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979823
I I - D E S I G N A R
IDMATERIA1403170IDMATERIA

PORTARIA Nº 5828-D.M
o magistrado abaixo nominado para substituí-lo durante o período de seu
afastamento:
O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO
Doutor Cargo Início do Período Fim do Período Total de dias
DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas DIEGO PAOLO Juiz de Direito 27/06/2018 29/06/2018 03
por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo BARAUSSE Substituto da 1ª
Informatizado nº 2018.00109727, resolve Seção Judiciária
da mesma
Comarca

I - C O N C E D E R

Curitiba, 27 de junho de 2018.


à Doutora PATRICIA DE ALMEIDA GOMES BERGONSE, Juíza de Direito da 5ª
Vara da Fazenda Pública do Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de
Curitiba, licença para tratamento de saúde no dia 26 de junho de 2018, de acordo Des. RENATO BRAGA BETTEGA
com o artigo 89, inciso I, combinado com o artigo 90, do CODJ. Presidente do Tribunal de Justiça
A ausência injustificada da juntada do atestado médico no prazo de cinco (05) dias,
após a publicação desta Portaria, acarretará na revogação deste ato.
-5-
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979773

IDMATERIA1403172IDMATERIA

Des. RENATO BRAGA BETTEGA


PORTARIA Nº 5830-D.M Presidente do Tribunal de Justiça

Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979826
O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO
DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas IDMATERIA1403174IDMATERIA

por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo


Informatizado nº 2018.00109756, resolve PORTARIA Nº 5832-D.M

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO


DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas
I - C O N C E D E R por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
Informatizado nº 2018.00109968, resolve

à Doutora SANDRA LUSTOSA FRANCO, Juíza de Direito da Vara Criminal,


Família e Sucessões, Infância e Juventude e Juizado Especial Cível, Criminal e
da Fazenda Pública da Comarca de Assis Chateaubriand, licença para tratar de
assuntos particulares no dia 05 de julho de 2018, de acordo com o artigo 89, inciso I - C O N C E D E R
VII, do CODJ.

à Doutora THALITA REGINA FUNGHETTO, Juíza de Direito da Vara Criminal,


Família e Sucessões, Infância e Juventude e Juizado Especial Cível, Criminal e da
Fazenda Pública da Comarca de Corbélia, licença para tratamento de saúde no dia
I I - D E S I G N A R 04 de julho de 2018, de acordo com o artigo 89, inciso I, combinado com o artigo
90, do CODJ.
A ausência injustificada da juntada do atestado médico no prazo de cinco (05) dias,
após a publicação desta Portaria, acarretará na revogação deste ato.
o magistrado abaixo nominado para substituí-la durante o período de seu
afastamento:

Doutor Cargo Início do Período Fim do Período Total de dias


SIDNEI DAL Juiz Substituto 05/07/2018 05/07/2018 01
MORO da 20ª Seção I I - D E S I G N A R
Judiciária com
sede na mesma
Comarca
a magistrada abaixo nominada para substituí-la durante o período de seu
afastamento:

Doutora Cargo Início do Período Fim do Período Total de dias


ÉRIKA FIORI Juíza Substituta 04/07/2018 04/07/2018 01
Curitiba, 27 de junho de 2018. BONATTO da 69ª Seção
MÜLLER Judiciária com
sede na mesma
Comarca
Des. RENATO BRAGA BETTEGA
Presidente do Tribunal de Justiça

Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979805 Curitiba, 27 de junho de 2018.


IDMATERIA1403173IDMATERIA

PORTARIA Nº 5831-D.M
Des. RENATO BRAGA BETTEGA
Presidente do Tribunal de Justiça

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO


DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas
Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979829
por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
Informatizado nº 2018.00109956, resolve IDMATERIA1403175IDMATERIA

PORTARIA Nº 5833-D.M

C O N C E D E R O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO


DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas
por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
Informatizado nº 2018.00109754, resolve
ao Doutor HUMBERTO LUIZ CARAPUNARLA, Juiz de Direito do 2º Juizado
Especial Cível, Criminal e da Fazenda Pública do Foro Central da Comarca da Região
Metropolitana de Maringá, afastamento, no dia 03 de agosto de 2018, em razão de
compensação pelo trabalho desenvolvido em Plantão Judiciário, de acordo com o
artigo 75 e seguintes da Resolução nº186/2017-OE, com sua substituição na forma
do Decreto Judiciário nº 001/2013-OE. I - C O N C E D E R

à Doutora SANDRA LUSTOSA FRANCO, Juíza de Direito da Vara Criminal,


Família e Sucessões, Infância e Juventude e Juizado Especial Cível, Criminal e da
Curitiba, 27 de junho de 2018. Fazenda Pública da Comarca de Assis Chateaubriand, licença para tratamento de
-6-
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
saúde em pessoa da família no dia 04 de julho de 2018, de acordo com o artigo 89, Presidente do Tribunal de Justiça
inciso II, do CODJ.
A ausência injustificada da juntada do atestado médico no prazo de cinco (05) dias,
após a publicação desta Portaria, acarretará na revogação deste ato.
Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979817

IDMATERIA1403177IDMATERIA

PORTARIA Nº 5835-D.M

I I - D E S I G N A R

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO


DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas
o magistrado abaixo nominado para substituí-la durante o período de seu por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
afastamento: Informatizado nº 2018.00110435, resolve
Doutor Cargo Início do Período Fim do Período Total de dias
SIDNEI DAL Juiz Substituto 04/07/2018 04/07/2018 01
MORO da 20ª Seção
Judiciária com
sede na mesma
I - C O N C E D E R
Comarca

ao Doutor GUILHERME FORMAGIO KIKUCHI, Juiz de Direito da 2ª Vara Cível


e da Fazenda Pública da Comarca de Cornélio Procópio, três (03) dias de licença
para tratar de assuntos particulares, de acordo com o artigo 89, inciso VII, do CODJ,
Curitiba, 27 de junho de 2018.
a partir de 16 de julho de 2018.

Des. RENATO BRAGA BETTEGA


Presidente do Tribunal de Justiça
I I - D E S I G N A R

Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979808

IDMATERIA1403176IDMATERIA
o magistrado abaixo nomindado para, sem prejuízo das demais atribuições,
atender os feitos urgentes da mencionada Vara no período indicado:
PORTARIA Nº 5834-D.M
Doutor Cargo Início do Período Fim do Período Total de dias
AMIN ABIL RUSS Juiz Substituto 16/07/2018 18/07/2018 03
NETO da 21ª Seção
O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO Judiciária com
DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas sede na Comarca
de Bandeirantes
por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
Informatizado nº 2018.00109785, resolve

Curitiba, 27 de junho de 2018.


I - A U T O R I Z A R

Des. RENATO BRAGA BETTEGA


a Doutora ANGELA TONETTI BIAZUS, Juíza de Direito da Vara Criminal, Família Presidente do Tribunal de Justiça
e Sucessões, Infância e Juventude e Juizado Especial Cível, Criminal e da Fazenda
Pública da Comarca de Assaí, a afastar-se de suas funções jurisdicionais no dia
05 de julho de 2018, para participar do "Curso para Juízes e Servidores da Justiça Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979798
Eleitoral", em Londrina/PR, sem ônus para o Poder Judiciário.
A ausência injustificada da juntada do comprovante de participação no prazo de cinco IDMATERIA1403178IDMATERIA

(05) dias, após a data do afastamento, acarretará na revogação deste ato.


PORTARIA Nº 5836-D.M

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO


DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas
I I - D E S I G N A R
por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
Informatizado nº 2018.00110372, resolve

o magistrado abaixo nominado para substituí-la durante o período de seu


afastamento:

Doutor Cargo Início do Período Fim do Período Total de dias


ALEXANDRE Juiz Substituto 05/07/2018 05/07/2018 01
I - C O N C E D E R
AFONSO da 22ª Seção
KNAKIEWICZ Judiciária com
sede na mesma
Comarca à Doutora MYCHELLE PACHECO CINTRA STADLER, Juíza de Direito da 1ª Vara
Privativa do Tribunal do Júri do Foro Central da Comarca da Região Metropolitana
de Curitiba, quatorze (14) dias de licença para tratamento de saúde, a partir de 26
de junho de 2018, de acordo com o artigo 89, inciso I, combinado com o artigo 90,
ambos do CODJ.

Curitiba, 27 de junho de 2018.

Des. RENATO BRAGA BETTEGA I I - D E S I G N A R


-7-
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
a Doutora RENATA MARIA FERNANDES SASSI FANTIN, Juíza de Direito da 2ª
Vara Criminal da Comarca de Arapongas, a usufruir trinta e dois (32) dias restantes
de licença especial, referente ao período ininterrupto compreendido entre 28/03/2006
os magistrados abaixo nominados para, sem prejuízo das demais atribuições, a 27/03/2011, assegurados pelo item "II" da Portaria nº 0459/2018-DM, a partir do
atender os feitos urgentes da mencionada Vara no período indicado: dia 16 de julho de 2018, com sua substituição na forma do Decreto Judiciário nº
001/2013-OE.
Doutores Cargo Início do Período Fim do Período Total de dias
a) DIEGO PAOLO Juiz de Direito 26/06/2018 03/07/2018 08
BARAUSSE Substituto da 1ª
Seção Judiciária
da mesma
Comarca
b) FERNANDO Juiz de Direito 04/07/2018 09/07/2018 06 I I - I N T E R R O M P E R
BARDELLI SILVA Substituto da 1ª
FISCHER Seção Judiciária
da mesma
Comarca por necessidade do serviço, a supracitada licença, a partir do dia 26 de julho do
corrente ano, ficando-lhe assegurado o direito de usufruir os vinte e dois (22) dias
restantes em época oportuna.

Curitiba, 27 de junho de 2018.

Curitiba, 27 de junho de 2018.


Des. RENATO BRAGA BETTEGA
Presidente do Tribunal de Justiça
Des. RENATO BRAGA BETTEGA
Presidente do Tribunal de Justiça
Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979787

IDMATERIA1403179IDMATERIA

Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979775
PORTARIA Nº 5837-D.M
IDMATERIA1403181IDMATERIA

PORTARIA Nº 5839-D.M
O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO
DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas
por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO
Informatizado nº 2018.00110322, resolve DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas
por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
Informatizado nº 2018.00110582, resolve

C O N C E D E R

I - A U T O R I Z A R
ao Doutor RAFAEL KRAMER BRAGA, Juiz de Direito da Vara da Fazenda Pública
da Comarca de Paranaguá, licença para tratamento de saúde em pessoa da família
no dia 28 de junho de 2018, de acordo com o artigo 89, inciso II, do CODJ, com sua o Doutor AUGUSTO GLUSZCZAK JUNIOR, Juiz de Direito do Juizado de
substituição na forma do Decreto Judiciário nº 001/2013-OE. Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, Vara de Crimes contra Crianças,
A ausência injustificada da juntada do atestado médico, no prazo de cinco (05) dias, Adolescentes e Idosos e de Execução de Penas e Medidas Alternativas do Foro
após a publicação desta Portaria, acarretará na revogação deste ato. Regional de São José dos Pinhais da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba,
a usufruir cinquenta e cinco (55) dias restantes de licença especial, referente ao
período ininterrupto compreendido entre 16/11/2010 a 16/11/2015, assegurados pelo
item "II" da Portaria nº 5782/2018-DM, a partir do dia 04 de julho de 2018.

Curitiba, 27 de junho de 2018.

Des. RENATO BRAGA BETTEGA I I - I N T E R R O M P E R


Presidente do Tribunal de Justiça

por necessidade do serviço, a supracitada licença, a partir do dia 06 de julho do


Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979780 corrente ano, ficando-lhe assegurado o direito de usufruir os cinquenta e três (53)
dias restantes em época oportuna.
IDMATERIA1403180IDMATERIA

PORTARIA Nº 5838-D.M

I I I - D E S I G N A R
O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO
DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas
por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
Informatizado nº 2018.00110100, resolve o magistrado abaixo nominado para, sem prejuízo das demais atribuições,
atender os feitos urgentes do mencionado Juizado no período indicado:

Doutor Cargo Início do Período Fim do Período Total de dias


SIDERLEI Juiz de Direito 04/07/2018 05/07/2018 02
OSTRUFKA Substituto da 1ª
I - A U T O R I Z A R CORDEIRO Seção Judiciária
da mesma
Comarca
-8-
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO
DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas
por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
Informatizado nº 2018.00109336, resolve
Curitiba, 27 de junho de 2018.

Des. RENATO BRAGA BETTEGA A U T O R I Z A R


Presidente do Tribunal de Justiça

o Doutor RODRIGO FERNANDES LIMA DALLEDONE, Juiz de Direito Substituto


Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979806 em Segundo Grau, a usufruir oito (08) dias restantes de licença especial, referente
ao período ininterrupto compreendido entre 04/11/1998 a 03/11/2003, assegurados
IDMATERIA1403182IDMATERIA

pelo item "II" da Portaria nº 1033/2018-DM, a partir do dia 16 de julho de 2018.


PORTARIA Nº 5840-D.M

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO


DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas Curitiba, 27 de junho de 2018.
por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
Informatizado nº 2018.00109341, resolve
Des. RENATO BRAGA BETTEGA
Presidente do Tribunal de Justiça

I - A U T O R I Z A R
Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979816

IDMATERIA1403184IDMATERIA

"ad referendum" do colendo Órgão Especial, o Desembargador SIGURD PORTARIA Nº 5842-D.M


ROBERTO BENGTSSON, membro da 11ª Câmara Cível deste Tribunal de Justiça,
a usufruir cento e trinta e oito (138) dias restantes de licença especial, referente ao
período ininterrupto compreendido entre 11/04/1994 a 10/04/2004, assegurados pelo
item "II" da Portaria nº 0562/2018-DM, a partir do dia 09 de julho de 2018. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO
DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas
por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
Informatizado nº 2018.00109039, resolve

I I - I N T E R R O M P E R

I - A U T O R I Z A R
"ad referendum" do colendo Órgão Especial, por necessidade do serviço, a
supracitada licença, a partir do dia 31 de julho do corrente ano, ficando-lhe
assegurado o direito de usufruir os cento e dezesseis (116) dias restantes em época
oportuna. "ad referendum" do colendo Órgão Especial, o Desembargador ROBERTO
PORTUGAL BACELLAR, membro da 6ª Câmara Cível deste Tribunal de Justiça, a
afastar-se dois (02) dias de suas funções jurisdicionais, a partir de 25 de junho de
2018, para integrar a Banca Examinadora do Concurso Público para provimento de
cargos de Juiz Substituto do Estado do Paraná.
A ausência injustificada da juntada da declaração, no prazo de cinco (05) dias, após
I I I - D E S I G N A R a publicação desta Portaria, acarretará na revogação deste ato.

a magistrada abaixo nominda para substituí-lo durante o período de seu


afastamento:
I I - D E S I G N A R
Doutora Cargo Início do Período Fim do Período Total de dias
LUCIANE Juíza de Direito 09/07/2018 30/07/2018 22
DO ROCIO Substituta em
CUSTÓDIO Segundo Grau o magistrado abaixo nominado para substituí-lo durante o período de seu
LUDOVICO afastamento:

Doutor Cargo Início do Período Fim do Período Total de dias


JOSCELITO Juiz de Direito 25/06/2018 26/06/2018 02
GIOVANI CE Substituto em
Segundo Grau
Curitiba, 27 de junho de 2018.

Des. RENATO BRAGA BETTEGA


Presidente do Tribunal de Justiça Curitiba, 27 de junho de 2018.

Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979822 Des. RENATO BRAGA BETTEGA


Presidente do Tribunal de Justiça
IDMATERIA1403183IDMATERIA

PORTARIA Nº 5841-D.M
Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979811

-9-
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
IDMATERIA1403185IDMATERIA

PORTARIA Nº 5843-D.M Doutor Cargo Início do Período Fim do Período Total de dias
AMIN ABIL RUSS Juiz Substituto 26/06/2018 26/06/2018 01
NETO da 21ª Seção
Judiciária com
O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO sede na Comarca
de Bandeirantes
DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas
por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
Informatizado nº 2018.00109474, resolve

Curitiba, 27 de junho de 2018.

I - C O N C E D E R
Des. RENATO BRAGA BETTEGA
Presidente do Tribunal de Justiça
à Doutora INÊS MARCHALEK ZARPELON, Juíza de Direito da 1ª Vara Criminal
do Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba, cinco (05) dias de
licença para tratamento de saúde em pessoa da família, a partir de 24 de junho de
Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979777
2018, nos termos do art. 89, inciso II, do CODJ.
A ausência injustificada da juntada do atestado médico, no prazo de cinco (05) dias, IDMATERIA1403187IDMATERIA

após a publicação desta Portaria, acarretará na revogação deste ato.


PORTARIA Nº 5845-D.M

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO


I I - D E S I G N A R DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas
por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
Informatizado nº 2018.00109461, resolve

o magistrado abaixo nominado para substituí-la durante o período de seu


afastamento:

Doutor Cargo Início do Período Fim do Período Total de dias


DIEGO PAOLO Juiz de Direito 24/06/2018 28/06/2018 05 I - C O N C E D E R
BARAUSSE Substituto da 1ª
Seção Judiciária
da mesma
Comarca
ao Doutor ARTHUR ARAUJO DE OLIVEIRA, Juiz de Direito da Vara Cível, da
Fazenda Pública, Acidentes do Trabalho, Registros Públicos e Corregedoria do Foro
Extrajudicial da Comarca de Assis Chateaubriand, licença para tratar de assuntos
particulares no dia 25 de junho de 2018, de acordo com o artigo 89, inciso VII, do
CODJ.
Curitiba, 27 de junho de 2018.

Des. RENATO BRAGA BETTEGA


Presidente do Tribunal de Justiça I I - D E S I G N A R

Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979782 o magistrado abaixo nominado para substituí-lo durante o período de seu
afastamento:
IDMATERIA1403186IDMATERIA

Doutor Cargo Início do Período Fim do Período Total de dias


PORTARIA Nº 5844-D.M
SIDNEI DAL Juiz Substituto 25/06/2018 25/06/2018 01
MORO da 20ª Seção
Judiciária com
sede na mesma
O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO Comarca
DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas
por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
Informatizado nº 2018.00109466, resolve

Curitiba, 27 de junho de 2018.

I - C O N C E D E R
Des. RENATO BRAGA BETTEGA
Presidente do Tribunal de Justiça
ao Doutor ERNANI SCALA MARCHINI, Juiz de Direito da Vara Criminal da
Comarca de Cornélio Procópio, licença para tratar de assuntos particulares no dia
26 de junho de 2018, de acordo com o artigo 89, inciso VII, do CODJ. Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979772

IDMATERIA1403188IDMATERIA

PORTARIA Nº 5846-D.M

I I - D E S I G N A R

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO


DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas
o magistrado abaixo nominado para, sem prejuízo das demais atribuições, por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
atender os feitos urgentes da mencionada Vara no período indicado: Informatizado nº 2018.00109459, resolve
- 10 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
Curitiba, 27 de junho de 2018.

Des. RENATO BRAGA BETTEGA


I - A U T O R I Z A R Presidente do Tribunal de Justiça

a Doutora CRISTIANE TEREZA WILLY FERRARI, Juíza de Direito da 2ª Vara Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979764
de Família e Sucessões e Acidentes do Trabalho do Foro Central da Comarca da
Região Metropolitana de Londrina, a usufruir sessenta e três (63) dias restantes de IDMATERIA1403190IDMATERIA

licença especial, referente ao período ininterrupto compreendido entre 25/06/1995 a PORTARIA Nº 5848-D.M
24/06/2005, a partir do dia 02 de julho de 2018, com sua substituição realizada na
forma do Decreto Judiciário nº 001/2013-OE.

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO


DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas
por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
Informatizado nº 2018.00109566, resolve
I I - I N T E R R O M P E R

por necessidade do serviço, a supracitada licença, a partir do dia 13 de julho do


corrente ano, ficando-lhe assegurado o direito de usufruir os cinquenta e dois (52) I - C O N C E D E R
dias restantes em época oportuna.

ao Doutor JULIO CESAR MICHELUCCI TANGA, Juiz de Direito da Vara Criminal,


Família e Sucessões, Infância e Juventude da Comarca de Santo Antônio da Platina,
licença para tratar de assuntos particulares no dia 13 de julho de 2018, de acordo
Curitiba, 27 de junho de 2018. com o artigo 89, inciso VII, do CODJ.

Des. RENATO BRAGA BETTEGA


Presidente do Tribunal de Justiça
I I - D E S I G N A R

Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979769
a magistrada abaixo nominada para substituí-lo durante o período de seu
afastamento:
IDMATERIA1403189IDMATERIA

PORTARIA Nº 5847-D.M
Doutora Cargo Início do Período Fim do Período Total de dias
MARCELLA Juíza Substituta 13/07/2018 13/07/2018 01
DE LOURDES da 45ª Seção
DE OLIVEIRA Judiciária com
O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO RIBEIRO sede na mesma
DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas MANSANO Comarca
por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
Informatizado nº 2018.00109397, resolve

Curitiba, 27 de junho de 2018.

I - C O N C E D E R

Des. RENATO BRAGA BETTEGA


Presidente do Tribunal de Justiça
à Doutora FERNANDA BATISTA DORNELLES, Juíza de Direito da Comarca de
Cidade Gaúcha, cinco (05) dias de licença para tratamento de saúde em pessoa da
família, a partir de 25 de junho de 2018, nos termos do art. 89, inciso II, do CODJ.
A ausência injustificada da juntada do atestado médico, no prazo de cinco (05) dias, Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979797
após a publicação desta Portaria, acarretará na revogação deste ato.
IDMATERIA1403191IDMATERIA

PORTARIA Nº 5849-D.M

I I - D E S I G N A R O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO


DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas
por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
Informatizado nº 2018.00109519, resolve
a magistrada abaixo nominada para substituí-la durante o período de seu
afastamento:

Doutora Cargo Início do Período Fim do Período Total de dias


DANIELE Juíza Substituta 25/06/2018 29/06/2018 05
LIBERATTI da 27ª Seção
SANTOS Judiciária com A U T O R I Z A R
TAKEUCHI sede na Comarca
de Cruzeiro do
Oeste
o Doutor RODRIGO RODRIGUES DIAS, Juiz de Direito da Vara da Infância
e Juventude, Acidentes do Trabalho, Registros Públicos e Corregedoria do Foro
Extrajudicial da Comarca de Toledo, a afastar-se cinco (05) dias de suas funções
jurisdicionais, a partir de 16 de julho de 2018, para participar do "Curso de
- 11 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
Capacitação de Mediadores Judiciais e/ou Conciliadores", em Salvador/BA, sem
ônus para o Poder Judiciário.
A ausência injustificada da juntada do respectivo comprovante de participação, no
prazo de cinco (05) dias, após o período do afastamento, acarretará na revogação Curitiba, 28/06/2018.
deste ato.

Des. RENATO BRAGA BETTEGA


Presidente do Tribunal de Justiça

Curitiba, 27 de junho de 2018.


Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5886033

Des. RENATO BRAGA BETTEGA


IDMATERIA1403163IDMATERIA

Presidente do Tribunal de Justiça PORTARIA Nº 5854-D.M

Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979785 O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA


IDMATERIA1403161IDMATERIA
DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das suas
atribuições constitucionais e regimentais; e,
PORTARIA Nº 5852-D.M CONSIDERANDO o contido no Protocolo
Digital nº 42655-81.2018.8.16.6000, resolve:

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA


DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das suas
atribuições constitucionais e regimentais; e,
CONSIDERANDO o contido no Protocolo D E S I G N A R
Digital nº 42798-70.2018.8.16.6000, resolve:

o Doutor FERNANDO ANDRIOLLI PEREIRA, Juiz de Direito da Comarca de


D E S I G N A R Morretes, para atuar nos autos de nº 0001920-63.2017.8.16.0043, em trâmite no
Juizado Especial Criminal da Comarca de Antonina, tendo em vista as suspeições
manifestadas pela Juíza de Direito Titular, Doutora EMANUELA COSTA ALMEIDA
BUENO, e pela Juíza de Direito Substituta DANIANA SCHNEIDER.

o Doutor RICARDO JOSÉ LOPES, Juiz de Direito da Vara Criminal e Anexos da


Comarca de Matinhos, para atuar nos autos de nº 0000746-57.2018.8.16.0116, em Curitiba, 28/06/2018.
trâmite na Vara Cível e Anexos da mesma Comarca, tendo em vista a suspeição
manifestada pela Juíza de Direito Titular, Doutora DANIELLE GUIMARÃES DA
COSTA, durante a vacância do cargo de Juiz Substituto da 59ª Seção Judiciária.
Des. RENATO BRAGA BETTEGA
Presidente do Tribunal de Justiça

Curitiba, 28/06/2018.

Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979459

Des. RENATO BRAGA BETTEGA IDMATERIA1403164IDMATERIA

Presidente do Tribunal de Justiça


PORTARIA Nº 5855-D.M

Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979414
O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA
IDMATERIA1403162IDMATERIA
DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das suas
atribuições constitucionais e regimentais;
PORTARIA Nº 5853-D.M CONSIDERANDO o artigo 29, § 3º do
Regimento Interno deste Tribunal de Justiça; e,
CONSIDERANDO o contido no Protocolo
O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Digital nº 42690-41.2018.8.16.6000, resolve:
DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das suas
atribuições constitucionais e regimentais; e,
CONSIDERANDO o contido no Protocolo
Digital nº 75178-83.2017.8.16.6000, resolve:
D E S I G N A R

D E S I G N A R
os Juízes de Direito Substitutos em Segundo Grau abaixo nominados, para
relatarem os autos relacionados, da 4ª Câmara Cível, tendo em vista o acervo oriundo
do gabinete do Desembargador ROBERTO ANTONIO MASSARO, membro deste
Tribunal de Justiça:
o Doutor ALEXANDRO CESAR POSSENTI, Juiz de Direito da Vara Cível e a) Doutora CRISTIANE SANTOS LEITE:
Anexos da Comarca de Rio Negro, para atuar nos autos abaixo relacionados, em
1) Apelação Cível 1003505-3
trâmite na Vara de Família e Sucessões da referida Comarca, tendo em vista a
2) Embargos Infringentes 948536-7/01
suspeição manifestada pelo Juiz de Direito Titular, Doutor RODRIGO MORILLOS, 3) Embargos Infringentes 948458-8/01
durante a vacância do cargo de Juiz Substituto da 53ª Seção Judiciária: 4) Apelação Cível 1553294-0
1) 0004506-55.2017.8.16.0146; e, 5) Apelação Cível 1535841-1
2) 0004508-25.2017.8.16.0146. 6) Apelação Cível e Reexame Necessário 1535444-2
- 12 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
7) Embargos de Declaração 1176962-3/02 000213-60.2001.8.16.0095, em trâmite na 1ª Vara Cível da mesma Comarca, tendo
8) Embargos de Declaração 1463750-4/01 em vista a suspeição manifestada pelo Juiz de Direito Titular, Doutor HENRIQUE
b) Doutor HAMILTON RAFAEL MARINS SCHWARTZ: KURSCHEIDT, durante o afastamento da Juíza Substituta da 33ª Seção Judiciária,
1) Embargos de Declaração 1336881-5/03 Doutora ELOISA ALESSI PRENDIN (até 13/07/2018).
2) Embargos de Declaração 1336881-5/04
3) Agravo de Instrumento 1509404-5
4) Apelação Cível 1583883-6
5) Apelação Cível 1393134-7 Curitiba, 28/06/2018.
6) Agravo de Instrumento 1605324-8
7) Apelação Cível e Reexame Necessário 1589287-8
8) Agravo de Instrumento 1583113-9

Des. RENATO BRAGA BETTEGA


Presidente do Tribunal de Justiça
Curitiba, 28/06/2018.

Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979433

Des. RENATO BRAGA BETTEGA IDMATERIA1403167IDMATERIA

Presidente do Tribunal de Justiça


PORTARIA Nº 5858-D.M

Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979448
O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA
IDMATERIA1403165IDMATERIA

DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das suas


PORTARIA Nº 5856-D.M atribuições constitucionais e regimentais;
CONSIDERANDO o artigo 29, § 3º do
Regimento Interno deste Tribunal de Justiça; e,
CONSIDERANDO o contido no Protocolo
O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Digital nº 42704-25.2018.8.16.6000, resolve:
DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das suas
atribuições constitucionais e regimentais; e,
CONSIDERANDO o contido no Protocolo
Digital nº 42810-84.2018.8.16.6000, resolve:
D E S I G N A R

D E S I G N A R
o Doutor ROGÉRIO RIBAS, Juiz de Direito Substituto em Segundo Grau, para
relatar os autos de Apelação Cível nº 892803-2, da 5ª Câmara Cível, tendo em vista
o acervo oriundo do gabinete do Desembargador MARCOS SERGIO GALLIANO
DAROS.
a Doutora MITZY DE LIMA SANTOS, Juíza de Direito do Juizado Especial Cível,
Criminal e da Fazenda Pública da Comarca de Irati, para atuar nos autos de nº
1888-62.2018.8.16.0095, em trâmite na 1ª Vara Cível da mesma Comarca, tendo
em vista a suspeição manifestada pelo Juiz de Direito Titular, Doutor HENRIQUE Curitiba, 28/06/2018.
KURSCHEIDT, durante o afastamento da Juíza Substituta da 33ª Seção Judiciária,
Doutora ELOISA ALESSI PRENDIN (até 13/07/2018).
Des. RENATO BRAGA BETTEGA
Presidente do Tribunal de Justiça
Curitiba, 28/06/2018.

Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979376
Des. RENATO BRAGA BETTEGA IDMATERIA1403168IDMATERIA

Presidente do Tribunal de Justiça


PORTARIA Nº 5859-D.M

Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979413
O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA
IDMATERIA1403166IDMATERIA

DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das suas


PORTARIA Nº 5857-D.M atribuições constitucionais e regimentais; e,
CONSIDERANDO o contido no Protocolo
Digital nº 42547-52.2018.8.16.6000, resolve:

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA


DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das suas
atribuições constitucionais e regimentais; e,
CONSIDERANDO o contido no Protocolo
Digital nº 43094-92.2018.8.16.6000, resolve: D E S I G N A R

D E S I G N A R a Doutora BERENICE FERREIRA SILVEIRA NASSAR, Juíza de Direito do


Juizado Especial Cível, Criminal e da Fazenda Pública da Comarca de Marechal
Cândido Rondon, para atuar nos autos abaixo relacionados, em trâmite na Vara Cível
da mesma Comarca, tendo em vista a suspeição manifestada pelo Juiz de Direito
titular, Doutor LUIZ FERNANDO MONTINI, durante a vacância do cargo de Juiz
Substituto da 55ª Seção Judiciária:
a Doutora MITZY DE LIMA SANTOS, Juíza de Direito do Juizado Especial Cível, 1) 0003707-17.2017.8.16.0112; e,
Criminal e da Fazenda Pública da Comarca de Irati, para atuar nos autos de nº 2) 0008404-81.2017.8.16.0112.
- 13 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
assegurado o direito de usufruir os oitenta e quatro (84) dias restantes em época
oportuna.

Curitiba, 28/06/2018.

Des. RENATO BRAGA BETTEGA I I I - D E S I G N A R


Presidente do Tribunal de Justiça

o magistrado abaixo nominado para substituí-lo durante o período de seu


Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979463 afastamento:

Doutor Cargo Início do Período Fim do Período Total de dias


IDMATERIA1403169IDMATERIA

MARCEL Juiz de Direito 09/07/2018 23/07/2018 15


PORTARIA Nº 5860-D.M
GUIMARÃES Substituto em
ROTOLI DE Segundo Grau
MACEDO

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA


DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das suas
atribuições constitucionais e regimentais; e,
CONSIDERANDO o contido no Protocolo
Digital nº 42730-23.2018.8.16.6000, resolve: Curitiba, 28 de junho de 2018.

Des. RENATO BRAGA BETTEGA


Presidente do Tribunal de Justiça
D E S I G N A R

Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5980194

IDMATERIA1403193IDMATERIA

a Doutora ADRIANA DE LOURDES SIMETTE, Juíza de Direito da 1ª Vara


PORTARIA Nº 5862-D.M
Descentralizada de Santa Felicidade do Foro Central da Comarca da Região
Metropolitana de Curitiba, para julgar os autos abaixo relacionados, em trâmite na 2ª
Vara Descentralizada de Santa Felicidade da mesma Comarca:
a) nº 0008966-27.2015.8.16.0188; O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO
b) nº 0008807-84.2015.8.16.0188. DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas
por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
Informatizado nº 2018.00109337, resolve
Curitiba, 28/06/2018.

Des. RENATO BRAGA BETTEGA I - A U T O R I Z A R


Presidente do Tribunal de Justiça

o Doutor RODRIGO FERNANDES LIMA DALLEDONE, Juiz de Direito Substituto


Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979397
em Segundo Grau, a usufruir cinquenta e três (53) dias restantes de licença especial,
IDMATERIA1403192IDMATERIA
referente ao período ininterrupto compreendido entre 04/11/2003 a 03/11/2008,
assegurados pelo item "II" da Portaria nº 1684/2017-D.M., a partir do dia 24 de julho
PORTARIA Nº 5861-D.M de 2018.

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO


DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas
por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo I I - I N T E R R O M P E R
Informatizado nº 2018.00110592, resolve

por necessidade do serviço, a supracitada licença, a partir do dia 27 de julho


do corrente ano, ficando-lhe assegurado o direito de usufruir os cinquenta (50) dias
restantes em época oportuna.
I - A U T O R I Z A R

"ad referendum" do colendo Órgão Especial, o Desembargador JOSÉ CARLOS


DALACQUA, membro da 2ª Câmara Criminal deste Tribunal de Justiça, a usufruir Curitiba, 28 de junho de 2018.
noventa e nove (99) dias restantes de licença especial, referente ao período
ininterrupto compreendido entre 14/01/2004 a 13/01/2014, assegurados pelo item "II"
da Portaria nº 10076/2017-D.M., a partir do dia 09 de julho de 2018.
Des. RENATO BRAGA BETTEGA
Presidente do Tribunal de Justiça

Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5980085
I I - I N T E R R O M P E R
IDMATERIA1403194IDMATERIA

PORTARIA Nº 5863-D.M
"ad referendum" do colendo Órgão Especial, por necessidade do serviço, a
supracitada licença, a partir do dia 24 de julho do corrente ano, ficando-lhe
- 14 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO I I - D E S I G N A R
DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas
por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
Informatizado nº 2018.00108034, resolve
a magistrada abaixo nominada para substituí-lo durante o período de seu
afastamento:

Doutora Cargo Início do Período Fim do Período Total de dias


ANA PAULA Juíza Substituta 25/06/2018 25/06/2018 01
I - T O R N A R S E M E F E I T O MENON da 36ª Seção
LOUREIRO Judiciária com
PIANARO sede na mesma
ANGELO Comarca
a Portaria nº 5499/2018-D.M, que designou os Doutores FERNANDO CESAR
ZENI e EVERTON LUIZ PENTER CORREA, Juízes de Direito Substitutos em 2º
Grau, para substituir o Desembargador VICENTE DEL PRETE MISURELLI, junto a
8ª Câmara Cível deste Tribunal de Justiça, durante o seu afastamento.
Curitiba, 28 de junho de 2018.

I I - R E T I F I C A R Des. RENATO BRAGA BETTEGA


Presidente do Tribunal de Justiça

o item "II" da Portaria nº 4560/2018-D.M., que designou o Doutor ADEMIR


RIBEIRO RICHTER, Juiz de Direito Substituto em Segundo grau, para substituir o Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979870
Desembargador VICENTE DEL PRETE MISURELLI, membro da 8ª Câmara Cível
deste Tribunal de Justiça, a fim de que nele passe a constar os magistrados abaixo
IDMATERIA1403196IDMATERIA

nominados para atenderem a referida Câmara durante o seu afastamento, no período PORTARIA Nº 5865-D.M
indicado, e não como ali figurou:

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO


DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas
Doutores Cargo Início do Período Fim do Período Total de dias
por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
a) FERNANDO Juiz de Direito 25/06/2018 26/06/2018 02
CESAR ZENI Substituto em
Informatizado nº 2018.00109394, resolve
Segundo Grau
b) EVERTON LUIZ Juiz de Direito 27/06/2018 04/07/2018 08
PENTER CORREA Substituto em
Segundo Grau
c) FERNANDO Juiz de Direito 05/07/2018 11/07/2018 07
CESAR ZENI Substituto em C O N C E D E R
Segundo Grau

ao Doutor FABRÍCIO VOLTARÉ, Juiz de Direito da 1ª Vara Criminal da Comarca


de Campo Mourão, três (03) dias de afastamento, a partir de 25 de julho de 2018, em
razão de compensação pelo trabalho desenvolvido em Plantão Judiciário, de acordo
Curitiba, 28 de junho de 2018. com o artigo 75 e seguintes da Resolução Nº186/2017-OE., com sua substituição
realizada na forma do Decreto Judiciário nº 001/2013-OE.

Des. RENATO BRAGA BETTEGA


Presidente do Tribunal de Justiça

Curitiba, 28 de junho de 2018.


Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5977582

IDMATERIA1403195IDMATERIA

Des. RENATO BRAGA BETTEGA


PORTARIA Nº 5864-D.M Presidente do Tribunal de Justiça

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979874


DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas
por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo IDMATERIA1403197IDMATERIA

Informatizado nº 2018.00109391, resolve


PORTARIA Nº 5866-D.M

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO


I - C O N C E D E R DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas
por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
Informatizado nº 2018.00109323, resolve

ao Doutor ALBERTO MOREIRA CORTES NETO, Juiz de Direito da Vara Criminal,


Família e Sucessões, Infância e Juventude e Juizado Especial Cível, Criminal e da
Fazenda Pública da Comarca de Laranjeiras do Sul, licença para tratamento de
saúde no dia 25 de junho de 2018, de acordo com o artigo 89, inciso I, combinado
com o artigo 90, ambos do CODJ. C O N C E D E R
A ausência injustificada da juntada do atestado médico, no prazo de cinco (05) dias,
após a publicação desta Portaria, acarretará na revogação deste ato.
à Doutora BRUNA GREGGIO, Juíza de Direito Substituta da 1ª Seção Judiciária
Comarca da Região Metropolitana de Curitiba, dois (02) dias de afastamento, a partir
de 24 de julho de 2018, em razão de compensação pelo trabalho desenvolvido em
- 15 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
Plantão Judiciário, de acordo com o artigo 75 e seguintes da Resolução nº186/2017- Metropolitana de Curitiba, dois (02) dias de licença para tratar de assuntos
OE. particulares, de acordo com o artigo 89, inciso VII, do CODJ, a partir de 28 de junho
de 2018.

Curitiba, 28 de junho de 2018.


I I - D E S I G N A R

Des. RENATO BRAGA BETTEGA


Presidente do Tribunal de Justiça a magistrada abaixo nominada para substituí-la durante o período de seu
afastamento:

Doutora Cargo Início do Período Fim do Período Total de dias


Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979995
DÉBORA Juíza de Direito 28/06/2018 29/06/2018 02
CASSIANO Substituta da 1ª
REDMOND Seção Judiciária
IDMATERIA1403198IDMATERIA

PORTARIA Nº 5867-D.M da mesma


Comarca

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO


DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas
por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
Curitiba, 28 de junho de 2018.
Informatizado nº 2018.00109367, resolve

Des. RENATO BRAGA BETTEGA


Presidente do Tribunal de Justiça
I - A U T O R I Z A R

Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5980048
a Doutora NOELI SALETE TAVARES REBACK, Juíza de Direito da Vara da
IDMATERIA1403200IDMATERIA

Infância e Juventude da Comarca de Ponta Grossa, a usufruir noventa e seis (96)


dias restantes de licença especial, referente ao período ininterrupto compreendido PORTARIA Nº 5869-D.M
entre 24/05/2000 a 23/05/2010, assegurados pelo item "II" da Portaria nº 1245/2018-
DM, a partir do dia 16 de julho de 2018, com sua substituição na forma do Decreto
Judiciário nº 001/2013-OE.
O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO
DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas
por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
Informatizado nº 2018.00109473, resolve

I I - I N T E R R O M P E R

por necessidade do serviço, a supracitada licença, a partir do dia 20 de julho do I - C O N C E D E R


corrente ano, ficando-lhe assegurado o direito de usufruir os noventa e dois (92) dias
restantes em época oportuna.

"ad referendum" do colendo Órgão Especial, ao Desembargador ROGERIO


COELHO, membro da 5ª Câmara Criminal deste Tribunal de Justiça, licença para
tratar de assuntos particulares, de acordo com o artigo 89, inciso VII, do CODJ, no
dia 28 de junho de 2018.
Curitiba, 28 de junho de 2018.

Des. RENATO BRAGA BETTEGA


Presidente do Tribunal de Justiça
I I - D E S I G N A R

Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5980041
o magistrado abaixo nominado para substituí-lo durante o período de seu
IDMATERIA1403199IDMATERIA
afastamento:

PORTARIA Nº 5868-D.M Doutor Cargo Início do Período Fim do Período Total de dias
RUY ALVES Juiz de Direito 28/06/2018 28/06/2018 01
HENRIQUES Substituto em
FILHO Segundo Grau
O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO
DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas
por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
Informatizado nº 2018.00109381, resolve

Curitiba, 28 de junho de 2018.

I - C O N C E D E R Des. RENATO BRAGA BETTEGA


Presidente do Tribunal de Justiça

à Doutora SANDRA DAL MOLIN NEGRÃO, Juíza de Direito da 1ª Vara Cível


e da Fazenda Pública do Foro Regional de Campo Largo da Comarca da Região Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5980078
- 16 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
IDMATERIA1403201IDMATERIA A ausência injustificada da juntada do atestado médico, no prazo de cinco (05) dias,
após a publicação desta Portaria, acarretará na revogação deste ato.
PORTARIA Nº 5870-D.M

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO


DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas I I - D E S I G N A R
por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
Informatizado nº 2018.00110551, resolve

a magistrada abaixo nominada para substituí-la durante o período de seu


afastamento:

Doutora Cargo Início do Período Fim do Período Total de dias


I - A U T O R I Z A R KELLY Juíza de Direito da 26/06/2018 26/06/2018 01
SPONHOLZ Juizado Especial
Cível, Criminal
e da Fazenda
"ad referendum" do colendo Órgão Especial, o Desembargador JUCIMAR Pública da mesma
NOVOCHADLO, membro da 15ª Câmara Cível deste Tribunal de Justiça, a usufruir Comarca
dezesseis (16) dias restantes de licença especial, referente ao período ininterrupto
compreendido entre 27/07/2004 a 26/07/2009, assegurados pelo item "II" da Portaria
nº 4428/2017-D.M., a partir do dia 30 de julho de 2018.

Curitiba, 28 de junho de 2018.

I I - I N T E R R O M P E R
Des. RENATO BRAGA BETTEGA
Presidente do Tribunal de Justiça

"ad referendum" do colendo Órgão Especial, por necessidade do serviço, a


supracitada licença, a partir do dia 03 de agosto do corrente ano, ficando-lhe Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979928
assegurado o direito de usufruir os doze (12) dias restantes em época oportuna.
IDMATERIA1403203IDMATERIA

PORTARIA Nº 5872-D.M

I I I - D E S I G N A R
O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO
DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas
por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
a magistrada abaixo nominada para substituí-lo durante o período de seu Informatizado nº 2018.00109816, resolve
afastamento:

Doutora Cargo Início do Período Fim do Período Total de dias


ELIZABETH Juíza de Direito 30/07/2018 02/08/2018 04
MARIA DE Substituta em
FRANCA ROCHA Segundo Grau I - A U T O R I Z A R

a Doutora MARCELA SIMONARD LOUREIRO, Juíza de Direito da 3ª Vara Cível


da Comarca de Foz do Iguaçu, a usufruir trinta e sete (37) dias restantes de
Curitiba, 28 de junho de 2018. licença especial, referente ao período ininterrupto compreendido entre 16/11/2010 a
15/11/2015, a partir do dia 30 de julho de 2018, com sua substituição realizada na
forma do Decreto Judiciário nº 001/2013-OE.
Des. RENATO BRAGA BETTEGA
Presidente do Tribunal de Justiça

I I - I N T E R R O M P E R
Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979979

IDMATERIA1403202IDMATERIA

PORTARIA Nº 5871-D.M por necessidade do serviço, a supracitada licença, a partir do dia 10 de agosto
do corrente ano, ficando-lhe assegurado o direito de usufruir os vinte e seis (26) dias
restantes em época oportuna.

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO


DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas
por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
Informatizado nº 2018.00110114, resolve
Curitiba, 28 de junho de 2018.

Des. RENATO BRAGA BETTEGA


I - C O N C E D E R Presidente do Tribunal de Justiça

à Doutora MARIA SERRA CARVALHO, Juíza de Direito da Vara Cível, da Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979922
Fazenda Pública, Acidentes do Trabalho, Registros Públicos e Corregedoria do Foro IDMATERIA1403204IDMATERIA

Extrajudicial da Comarca de Lapa, licença para tratamento de saúde em pessoa da


família no dia 26 de junho de 2018, nos termos do art. 89, inciso II, do CODJ. PORTARIA Nº 5873-D.M
- 17 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
FERNANDO Juiz de Direito 25/06/2018 25/06/2018 01
BARDELLI SILVA Substituto da 1ª
O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO FISCHER Seção Judiciária
da mesma
DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas
Comarca
por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
Informatizado nº 2018.00109721, resolve

Curitiba, 28 de junho de 2018.


I - C O N C E D E R

Des. RENATO BRAGA BETTEGA


à Doutora PAOLA GONÇALVES MANCINI, Juíza de Direito da 2ª Vara Criminal da Presidente do Tribunal de Justiça
Comarca de Guarapuava, trinta (30) dias de férias alusivas ao 2º período de 2018, a
partir do dia 02 de julho de 2018, com sua substituição realizada na forma do Decreto
Judiciário nº 001/2013-OE. Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979895

IDMATERIA1403206IDMATERIA

PORTARIA Nº 5875-D.M

I I - I N T E R R O M P E R

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO


DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas
as supracitadas férias, a partir de 03 de julho do corrente ano, ficando-lhe por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
assegurado o direito de posteriormente usufruir os vinte e nove (29) dias restantes Informatizado nº 2018.00106982, resolve
em época oportuna, ou tê-los indenizados, nos termos do que assegura o artigo
1º, letra "f", da Resolução nº 133 do CNJ, de 21 de junho de 2011, combinado
com a Resolução nº 74/2012, de 26 de novembro de 2012, do Órgão Especial
deste Tribunal, tendo em vista que a demanda processual em trâmite nas Comarcas
tem se mostrado cada vez mais acentuada, sem que se consiga nomear e/ou
designar magistrados em número suficiente para dar atendimento ao jurisdicionado, C O N C E D E R
considerando não ser possível a continuidade da fruição do direito de férias sem que
não se vislumbre prejuízo à prestação jurisdicional, o que justifica a interrupção por
absoluta necessidade do serviço público. à Doutora JULIANA OLANDOSKI BARBOZA, Juíza de Direito Substituta da 1ª
Seção Judiciáriada Comarca da Região Metropolitana de Curitiba, sessenta (60) dias
de licença para tratamento de saúde, a partir de 16 de junho de 2018, de acordo com
o artigo 89, inciso I, combinado o artigo 90, § 1º do CODJ.

Curitiba, 28 de junho de 2018.

Des. RENATO BRAGA BETTEGA Curitiba, 28 de junho de 2018.


Presidente do Tribunal de Justiça

Des. RENATO BRAGA BETTEGA


Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979904 Presidente do Tribunal de Justiça

IDMATERIA1403205IDMATERIA

PORTARIA Nº 5874-D.M Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979927

IDMATERIA1403207IDMATERIA

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO PORTARIA Nº 5876-D.M


DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas
por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
Informatizado nº 2018.00109564, resolve
O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO
DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas
por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
Informatizado nº 2018.00110094, resolve

I - C O N C E D E R

à Doutora MYCHELLE PACHECO CINTRA STADLER, Juíza de Direito da 1ª Vara C O N C E D E R


Privativa do Tribunal do Júri do Foro Central da Comarca da Região Metropolitana
de Curitiba, licença para tratamento de saúde no dia 25 de junho de 2018, de acordo
com o artigo 89, inciso I, combinado com o artigo 90, ambos do CODJ.
à Doutora RENATA MARIA FERNANDES SASSI FANTIN, Juíza de Direito da
2ª Vara Criminal da Comarca de Arapongas, dois (02) dias de afastamento, a partir
de 26 de julho de 2018, em razão de compensação pelo trabalho desenvolvido em
Plantão Judiciário, de acordo com o artigo 75 e seguintes da Resolução nº186/2017-
OE, com sua substituição na forma do Decreto Judiciário nº 001/2013-OE.
I I - D E S I G N A R

o magistrado abaixo nominado para, sem prejuízo das demais atribuições,


atender os feitos urgentes da mencionada Vara no período indicado Curitiba, 28 de junho de 2018.

Doutor Cargo Início do Período Fim do Período Total de dias


- 18 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
Des. RENATO BRAGA BETTEGA
Presidente do Tribunal de Justiça
o magistrado abaixo nominado para substituí-la durante o período de seu
afastamento:

Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979853 Doutor Cargo Início do Período Fim do Período Total de dias
GIL FRANCISCO Juiz de Direito 27/06/2018 29/06/2018 03
IDMATERIA1403208IDMATERIA
DE PAULA Substituto em
XAVIER Segundo Grau
PORTARIA Nº 5877-D.M FERNANDES
GUERRA

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO


DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas
por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
Informatizado nº 2018.00110548, resolve Curitiba, 28 de junho de 2018.

Des. RENATO BRAGA BETTEGA


Presidente do Tribunal de Justiça
I - A U T O R I Z A R

Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5980026
"ad referendum" do colendo Órgão Especial, o Desembargador JUCIMAR
NOVOCHADLO, membro da 15ª Câmara Cível deste Tribunal de Justiça, a usufruir IDMATERIA1403210IDMATERIA

treze (13) dias restantes de licença especial, referente ao período ininterrupto


PORTARIA Nº 5879-D.M
compreendido entre 27/07/1989 a 26/07/1994, assegurados pela item "II" da Portaria
nº 2643/2018- D.M., a partir do dia 16 de julho de 2018.

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO


DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas
por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
Informatizado nº 2018.00100252, resolve
I I - D E S I G N A R

a magistrada abaixo nominada para substituí-lo durante o período de seu


afastamento:
C O N C E D E R
Doutora Cargo Início do Período Fim do Período Total de dias
ELIZABETH Juíza de Direito 16/07/2018 28/07/2018 13
MARIA DE Substituta em
FRANCA ROCHA Segundo Grau
à Doutora CHRISTINE KAMPMANN BITTENCOURT, Juíza de Direito do 1º
Juizado Especial Cível, Criminal e da Fazenda Pública da Comarca de Guarapuava,
afastamento, no dia 13 de agosto de 2018, em razão de compensação pelo trabalho
desenvolvido em Plantão Judiciário, de acordo com o artigo 75 e seguintes da
Resolução nº186/2017-OE, com sua substituição na forma do Decreto Judiciário nº
001/2013-OE.
Curitiba, 28 de junho de 2018.

Des. RENATO BRAGA BETTEGA


Presidente do Tribunal de Justiça Curitiba, 28 de junho de 2018.

Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5980037 Des. RENATO BRAGA BETTEGA


Presidente do Tribunal de Justiça
IDMATERIA1403209IDMATERIA

PORTARIA Nº 5878-D.M
Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5980001

IDMATERIA1403211IDMATERIA

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO


DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas PORTARIA Nº 5880-D.M
por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
Informatizado nº 2018.00110518, resolve
O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO
DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas
por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
Informatizado nº 2018.00104124, resolve
I - C O N C E D E R

"ad referendum" do colendo Órgão Especial, à Desembargadora LENICE


BODSTEIN, integrante da 11ª Câmara Cível deste Tribunal de Justiça, três (03) dias C O N C E D E R
de licença para tratar de assuntos particulares, a partir de 27 de junho de 2018, de
acordo com o artigo 89, inciso VII, do CODJ.
à Doutora ARIANE MARIA HASEMANN, Juíza de Direito da 2ª Vara Criminal da
Comarca de Paranaguá, cinco (05) dias de afastamento, a partir de 30 de julho de
2018, em razão de compensação pelo trabalho desenvolvido em Plantão Judiciário,
de acordo com o artigo 75 e seguintes da Resolução nº186/2017-OE, com sua
I I - D E S I G N A R substituição na forma do Decreto Judiciário nº 001/2013-OE.
- 19 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
Informatizado nº 2018.00078010, resolve

Curitiba, 28 de junho de 2018.

I - A U T O R I Z A R
Des. RENATO BRAGA BETTEGA
Presidente do Tribunal de Justiça

a Doutora LETÍCIA GUIMARÃES, Juíza de Direito do Juizado Especial Puc-


Cajuru do Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba, a usufruir
Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5980006
dezesseis (16) dias restantes de férias alusivos ao 2º período de 2017, assegurados
IDMATERIA1403212IDMATERIA
pelo item "II" da Portaria nº 3432/2018-D.M., a partir do dia 23 de julho de 2018.

PORTARIA Nº 5881-D.M

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO I I - I N T E R R O M P E R


DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas
por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
Informatizado nº 2018.00090267, resolve
as supracitadas férias, a partir de 06 de agosto do corrente ano, ficando-lhe
assegurado o direito de posteriormente usufruir os dois (02) dias restantes em época
oportuna, ou tê-los indenizados, nos termos do que assegura o artigo 1º, letra "f", da
Resolução nº 133 do CNJ, de 21 de junho de 2011, combinado com a Resolução nº
74/2012, de 26 de novembro de 2012, do Órgão Especial deste Tribunal, tendo em
I - A U T O R I Z A R vista que a demanda processual em trâmite nas Comarcas tem se mostrado cada vez
mais acentuada, sem que se consiga nomear e/ou designar magistrados em número
suficiente para dar atendimento ao jurisdicionado, considerando não ser possível
a continuidade da fruição do direito de férias sem que não se vislumbre prejuízo
o Doutor PETERSON CANTERGIANI SANTOS, Juiz de Direito da Vara Criminal
à prestação jurisdicional, o que justifica a interrupção por absoluta necessidade do
do Foro Regional de Fazenda Rio Grande da Comarca da Região Metropolitana de
serviço público.
Curitiba, a usufruir sessenta (60) dias restantes de licença especial, referente ao
período ininterrupto compreendido entre 25/08/2002 a 24/08/2007, assegurados pelo
item "II" da Portaria n° 9236/2017-D.M., a partir do dia 04 de julho de 2018.

I I I - D E S I G N A R

I I - I N T E R R O M P E R
a magistrada abaixo nominada para substituí-la durante o período de seu
afastamento:
por necessidade do serviço, a supracitada licença, a partir do dia 03 de agosto do
Doutora Cargo Início do Período Fim do Período Total de dias
corrente ano, ficando-lhe assegurado o direito de usufruir os trinra (30) dias restantes
ROSEANA Juíza de Direito 23/07/2018 05/08/2018 14
em época oportuna. CESCHIN GOMES Substituta da 1ª
DO REGO Seção Judiciária
ASSUMPCAO da mesma
Comarca

I I I - D E S I G N A R

Curitiba, 28 de junho de 2018.


o magistrado abaixo nominado para substituí-lo durante o período de seu
afastamento:

Doutor Cargo Início do Período Fim do Período Total de dias Des. RENATO BRAGA BETTEGA
LUCAS Juiz de Direito 04/07/2018 02/08/2018 30 Presidente do Tribunal de Justiça
CAVALCANTI DA Substituto da 1ª
SILVA Seção Judiciária
da mesma
Comarca
Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979962

IDMATERIA1403214IDMATERIA

PORTARIA Nº 5883-D.M

Curitiba, 28 de junho de 2018.

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO


DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas
Des. RENATO BRAGA BETTEGA por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
Presidente do Tribunal de Justiça Informatizado nº 2018.00109423, resolve

Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979986

IDMATERIA1403213IDMATERIA

T O R N A R S E M E F E I T O
PORTARIA Nº 5882-D.M

a Portaria nº 4975/2018-D.M., que concedeu ao Doutor MARIO AUGUSTO


O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO QUINTEIRO CELEGATTO, Juiz Substituto da 54ª Seção Judiciária com sede na
DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas Comarca de Andirá, afastamento no dia 30 de julho de 2018.
- 20 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
Presidente do Tribunal de Justiça

Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5980188
Curitiba, 28 de junho de 2018.
IDMATERIA1403434IDMATERIA

PORTARIA Nº 5886-D.M
Des. RENATO BRAGA BETTEGA
Presidente do Tribunal de Justiça
O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA
DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das suas
Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979868 atribuições constitucionais e regimentais; e,
CONSIDERANDO o contido no Protocolo
IDMATERIA1403432IDMATERIA
Digital nº 42827-23.2018.8.16.6000, resolve:
PORTARIA Nº 5884-D.M

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA


A U T O R I Z A R
DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das suas
atribuições constitucionais e regimentais;
CONSIDERANDO o contido no Despacho 3047807; e,
CONSIDERANDO o contido no Protocolo
Digital nº 43333-96.2018.8.16.6000, resolve:
a Doutora ANA CRISTINA CREMONÉZI, Juíza de Direito da Comarca de Uraí,
a celebrar casamento civil de ELIANE APARECIDA DE SOUZA e DELCIDES
CREMONEZI, no dia 14/07/2018, no Serviço Distrital de Quatiguá, da Comarca de
Joaquim Távora/PR.
D E S I G N A R

Curitiba, 28/06/2018.

a Doutora NARA MERANCA BUENO PEREIRA PINTO, Juíza de Direito da Vara Des. RENATO BRAGA BETTEGA
Cível e Anexos da Comarca de Loanda, para realizar o interrogatório do Doutor L. H. Presidente do Tribunal de Justiça
T., nos autos de Processo Administrativo nº 2014.376933-8/2.

Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979363
Curitiba, 28/06/2018.
IDMATERIA1403435IDMATERIA

PORTARIA Nº 5887-D.M
Des. RENATO BRAGA BETTEGA
Presidente do Tribunal de Justiça
O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA
DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das suas
Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5980185 atribuições constitucionais e regimentais; e,
CONSIDERANDO o contido no Protocolo
IDMATERIA1403433IDMATERIA

Digital nº 43329-59.2018.8.16.6000, resolve:


PORTARIA Nº 5885-D.M

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA


DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das suas D E S I G N A R
atribuições constitucionais e regimentais; e,
CONSIDERANDO o contido no Protocolo
Digital nº 43606-75.2018.8.16.6000, resolve:

o Doutor GIL FRANCISCO DE PAULA XAVIER FERNANDES GUERRA,


Juiz de Direito Substituto em Segundo Grau, para atuar nos autos de nº
0047190-52.2011.8.16.0001, oriundos da 11ª Câmara Cível, tendo em vista a
D E S I G N A R manifestação de suspeição do Juiz de Direito Substituto em Segundo Grau, Doutor
RODRIGO FERNANDES LIMA DALLEDONE.

Curitiba, 28/06/2018.
o Doutor JOSÉ CHAPOVAL CACCIACARRO, Juiz de Direito da Vara
Cível e Anexos da Comarca de Ivaiporã, para atuar nos autos de nº
0007727-67.2015.8.16.0097, em trâmite na Vara Criminal da mesma Comarca, tendo
em vista a suspeição manifestada pela Juíza de Direito Titular, Doutora ADRIANA Des. RENATO BRAGA BETTEGA
MARQUES DOS SANTOS, bem como pela Doutora LÍVIA ANTUNES CAETANO, Presidente do Tribunal de Justiça
Juíza Substituta da 34ª Seção Judiciária com sede na Comarca de Ivaiporã.

Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5980219

Curitiba, 28/06/2018. IDMATERIA1403436IDMATERIA

PORTARIA Nº 5888-D.M

Des. RENATO BRAGA BETTEGA


- 21 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA
DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das suas
atribuições constitucionais e regimentais; e, O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO
CONSIDERANDO o contido no Protocolo DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas
Digital nº 43569-48.2018.8.16.6000, resolve: por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
Informatizado nº 2018.00109395, resolve

A U T O R I Z A R
I - A U T O R I Z A R

o Doutor ARTHUR CEZAR ROCHA CAZELLA JÚNIOR, Juiz de Direito da Vara


o Doutor LEONARDO DELFINO CESAR, Juiz de Direito Substituto da 5ª Seção Criminal, Família e Sucessões, Infância e Juventude do Foro Regional de Nova
Judiciária da Comarca da Região Metropolitana de Londrina, a celebrar o casamento Esperança da Comarca da Região Metropolitana de Maringá, a usufruir quarenta
civil de BRUNA STRESSER SCHMITT e LEANDRO PUHIS MARTINS, no dia 08 de e dois (42) dias restantes de licença especial, referente ao período ininterrupto
agosto de 2018, na Comarca da Região Metropolitana de Maringá. compreendido entre 17/12/2010 a 16/12/2015, assegurados pelo item "II" da Portaria
nº 5158/2018-D.M., a partir do dia 25 de junho de 2018, com sua substituição
realizada na forma do Decreto Judiciário nº 001/2013-OE.

Curitiba, 28/06/2018.

Des. RENATO BRAGA BETTEGA I I - I N T E R R O M P E R


Presidente do Tribunal de Justiça

por necessidade do serviço, a supracitada licença, a partir do dia 28 de junho do


Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5980212 corrente ano, ficando-lhe assegurado o direito de usufruir os trinta e nove (39) dias
restantes em época oportuna.
IDMATERIA1403437IDMATERIA

PORTARIA Nº 5889-D.M

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Curitiba, 28 de junho de 2018.


DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das suas
atribuições constitucionais e regimentais;
CONSIDERANDO o Ofício nº 1309/2018, subscrito Des. RENATO BRAGA BETTEGA
pelo Doutor ANTONIO CARLOS SCHIEBEL FILHO, Presidente do Tribunal de Justiça
Juiz de Direito da 11ª Vara Criminal do Foro Central
da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba,
em que solicita a designação de um Juiz de Direito
Substituto para auxílio na realização de audiências na Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979879
referida Vara, a partir de 23 de julho do corrente ano; e,
CONSIDERANDO o contido no Protocolo IDMATERIA1403430IDMATERIA

Digital nº 38599-05.2018.8.16.6000, resolve: PORTARIA Nº 5891-D.M

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO


DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas
D E S I G N A R
por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
Informatizado nº 2018.00109561, resolve

a) o Doutor JOSÉ DANIEL TOALDO, Juiz de Direito Substituto da 1ª


Seção Judiciária da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba, para realizar,
I - A U T O R I Z A R
unicamente, as audiências designadas para a 11ª Vara Criminal do Foro Central
da mesma Comarca, nos meses de julho, agosto e setembro do corrente ano, com
exceção dos dias 23/07 a 03/08/2018, tendo em vista que o citado magistrado estará
afastado de suas funções; o Doutor JULIO CESAR MICHELUCCI TANGA, Juiz de Direito da Vara Criminal,
b) o Doutor DIEGO PAOLO BARAUSSE, Juiz de Direito Substituto da 1ª Família e Sucessões, Infância e Juventude da Comarca de Santo Antônio da Platina,
Seção Judiciária da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba, para realizar, a usufruir vinte e oito (28) dias restantes de férias alusivos ao 1º período de 2018,
unicamente, as audiências designadas da 11ª Vara Criminal do Foro Central da assegurados pelo item "II" da Portaria nº 4219/2018-D.M., a partir do dia 09 de julho
mesma Comarca, no período de 23/07 a 03/08/2018. de 2018.

Curitiba, 28/06/2018.

I I - I N T E R R O M P E R

Des. RENATO BRAGA BETTEGA


Presidente do Tribunal de Justiça
as supracitadas férias, a partir de 13 de julho do corrente ano, ficando-lhe
assegurado o direito de posteriormente usufruir os vinte e quatro (24) dias restantes
em época oportuna, ou tê-los indenizados, nos termos do que assegura o artigo
Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5980281 1º, letra "f", da Resolução nº 133 do CNJ, de 21 de junho de 2011, combinado
IDMATERIA1403429IDMATERIA
com a Resolução nº 74/2012, de 26 de novembro de 2012, do Órgão Especial
deste Tribunal, tendo em vista que a demanda processual em trâmite nas Comarcas
PORTARIA Nº 5890-D.M tem se mostrado cada vez mais acentuada, sem que se consiga nomear e/ou
- 22 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
designar magistrados em número suficiente para dar atendimento ao jurisdicionado,
considerando não ser possível a continuidade da fruição do direito de férias sem que
não se vislumbre prejuízo à prestação jurisdicional, o que justifica a interrupção por
absoluta necessidade do serviço público.

I I I - D E S I G N A R

a magistrada abaixo nominada para substituí-lo durante o período de seu


afastamento:

Doutora Cargo Início do Período Fim do Período Total de dias


MARCELLA Juíza Substituta 09/07/2018 12/07/2018 04
DE LOURDES da 45ª Seção
DE OLIVEIRA Judiciária com
RIBEIRO sede na mesma
MANSANO Comarca

Curitiba, 28 de junho de 2018.

Des. RENATO BRAGA BETTEGA


Presidente do Tribunal de Justiça

Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979886

IDMATERIA1403431IDMATERIA

PORTARIA Nº 5892-D.M

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO


DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe são conferidas
por lei, tendo em vista o contido no Procedimento Administrativo
Informatizado nº 2018.00109794, resolve

I - A U T O R I Z A R

a Doutora KETBI ASTIR JOSÉ, Juíza de Direito da Vara Cível e da Fazenda


Pública do Foro Regional de Sarandi da Comarca da Região Metropolitana de
Maringá, a usufruir noventa (90) dias de licença especial, referente ao período
ininterrupto compreendido entre 22/12/2004 a 21/12/2009, assegurados pela Portaria
nº 2688/2014-D.M., a partir do dia 16 de julho de 2018, com sua substituição realizada
na forma do Decreto Judiciário nº 001/2013-OE.

I I - I N T E R R O M P E R

por necessidade do serviço, a supracitada licença, a partir do dia 27 de julho do


corrente ano, ficando-lhe assegurado o direito de usufruir os setenta e nove (79) dias
restantes em época oportuna.

Curitiba, 28 de junho de 2018.

Des. RENATO BRAGA BETTEGA


Presidente do Tribunal de Justiça

Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979920
- 23 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
SEI Nº: 0035279-49.2015.8.16.6000
Processos do Órgão Especial RECORRENTE: J.P.G.C.
ADVOGADA: PR019670 - Eloisa Fontes Tavares
ADVOGADO: PR052525 - Thiago Dahlke Machado
Processos do Conselho da Magistratura RELATORA: Desa. Ana Lucia Lourenço
EMENTA: EMBARGOS DE DECLARAÇÃO. RECURSO ADMINISTRATIVO.
IDMATERIA1403534IDMATERIA
INQUINADA OMISSÃO. MATÉRIA DEVIDAMENTE ANALISADA. REDISCUSSÃO
DA MATÉRIA FÁTICA. IMPOSSIBILIDADE. EMBARGOS DE DECLARAÇÃO
DEPARTAMENTO DA MAGISTRATURA CONHECIDOS E REJEITADOS.
CONSELHO DA MAGISTRATURA DECISÃO: ACORDAM os Excelentíssimos Senhores integrantes do Conselho da
DIVISÃO DE APOIO AO CONSELHO DA MAGISTRATURA Magistratura do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, por unanimidade de votos,
em rejeitar os embargos de declaração, nos termos do voto da Relatora.
06 - PEDIDO DE PROVIDÊNCIAS nº 2018.0024341-3/000
SEI Nº: 0024341-87.2018.8.16.6000
RELAÇÃO DE PUBLICAÇÃO DE ACÓRDÃO Nº. 33/2018
PROPONENTE: Corregedor da Justiça
RELATOR: Des. Luiz Osório Moraes Panza
EMENTA: PEDIDO DE PROVIDÊNCIAS - AGENTES DELEGADOS QUE BUSCAM
A APLICAÇÃO DA LEI FEDERAL Nº 13.489/2017 PARA O RETORNO DO
EXERCÍCIO DAS FUNÇÕES DELEGADAS - POSSIBILIDADE DA PRETENSÃO
01 - PROCESSO ADMINISTRATIVO DISCIPLINAR EM FACE DE SERVIDOR SER ENCAMINHADA DIRETAMENTE PELO TRIBUNAL AO CONSELHO
nº 2018.0031955-0/000 NACIONAL DE JUSTIÇA - SUGESTÃO VEICULADA PELO CORREGEDOR-
SEI Nº: 0031955-46.2018.8.16.6000 GERAL DA JUSTIÇA NO OFÍCIO 1.018/2018 ACOLHIDA.
ACUSADO: M.A.C.H. DECISÃO: ACORDAM os Magistrados que integram o Conselho da Magistratura
ADVOGADO: PR080011 - Marcos Barbosa do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, por unanimidade de votos, em dar
RELATORA: Desa. Ana Lucia Lourenço provimento ao pedido de providência veiculado no Ofício 1.018/2018 formulado pelo
EMENTA: PROCESSO ADMINISTRATIVO. AGENTE DELEGADO. senhor Corregedor da Justiça.
DESCUMPRIMENTO DE SEUS DEVERES. FUNCIONAMENTO DO OFÍCIO QUE 07 - AGRAVO REGIMENTAL - DM nº 2018.0035711-7/000
NÃO SE DÁ DE FORMA DIÁRIA. INFRINGÊNCIA AO ARTIGO 192, XVI DO CODJ. SEI Nº: 0035711-63.2018.8.16.6000
AUSÊNCIA DE EXCLUDENTES. APLICAÇÃO DO ARTIGO 196, II, DO CODJ. PENA AGRAVANTE: U.Í.B.F.A.
DE MULTA. FIXAÇÃO DE 10 (DEZ) DIAS MULTA. ADVOGADO: PR030833 - Ubirajara Índio do Brasil Ferreira de Araújo
DECISÃO:ACORDAM os integrantes do Conselho da Magistratura do Egrégio AGRAVADO: Corregedoria-Geral de Justiça
Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, por unanimidade de votos, em julgar RELATOR: Des. Rogério Kanayama
procedente as acusações, aplicando-lhe a pena de 10 (dez) dias-multa, nos termos EMENTA: RECLAMAÇÃO DISCIPLINAR. ARQUIVAMENTO MONOCRÁTICO
do voto da Relatora. PELO CORREGEDOR-GERAL DA JUSTIÇA. CONHECIMENTO. AUSÊNCIA DE
02 - PROCESSO ADMINISTRATIVO DISCIPLINAR EM FACE DE SERVIDOR nº INDÍCIOS DE INFRAÇÃO DISCIPLINAR. ELEMENTOS NÃO DEMONSTRADOS.
2017.0067780-2/001 RECURSO DESPROVIDO.
SEI Nº: 0032833-68.2018.8.16.6000 DECISÃO: ACORDAM os integrantes do Conselho da Magistratura, por unanimidade
ACUSADO: A.A.C. de votos, em conhecer e negar provimento ao recurso, nos termos do voto do Relator.
ADVOGADA: PR019512 - Flavia Carneiro Pereira
ADVOGADO: PR006605 - Joel Geraldo Coimbra
ADVOGADO: PR032806 - Joel Coimbra Filho
RELATORA: Desa. Ana Lucia Lourenço
EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. NÃO CONHECIDO. DECISÃO DO
JUIZ QUE NÃO APLICA PENALIDADE. AUSÊNCIA DE PREJUÍZO. MATÉRIA
APRESENTADA PELO ACUSADO QUE SERÁ ANALISADA NO PROCESSO
ADMINISTRATIVO. RECURSO NÃO CONHECIDO.
DECISÃO: ACORDAM os membros do Conselho da Magistratura, por unanimidade
de votos, em não conhecer do recurso interposto, nos termos do voto da Relatora.
03 - RECURSO EM PROCEDIMENTO DISCIPLINAR EM FACE DE SERVIDOR nº
2018.0023738-3/000
SEI Nº.: 0023738-14.2018.8.16.6000
RECORRENTE: L.F.O.J.
ADVOGADO: PR028744 - Jose Ribeiro
RELATORA: Desa. Ana Lucia Lourenço
EMENTA: RECURSO ADMINISTRATIVO. SINDICÂNCIA. AGENTE DELEGADO.
RECLAMAÇÃO. FATOS DESCRITOS NA PORTARIA QUE NÃO RESTARAM
COMPROVADOS. DECISÃO DO JUÍZO SINGULAR QUE ALTERA OS FATOS
PARA REALIZAR A CONDENAÇÃO. IMPOSSIBILIDADE. INFRINGÊNCIA AOS
PRINCÍPIOS DA CONGRUÊNCIA, AMPLA DEFESA E CONTRADITÓRIO.
RECURSO PROVIDO.
DECISÃO: ACORDAM os membros do Conselho da Magistratura, por unanimidade
de votos, em dar provimento ao recurso, nos termos do voto da Relatora.
04 - RECURSO ADMINISTRATIVO * nº 2018.0024038-4/000
SEI Nº: 0024038-73.2018.8.16.6000
RECORRENTE: C.G.S.
ADVOGADO: PR031150 - Flavio Pansieri
ADVOGADA: PR036400 - Vania de Aguiar
ADVOGADO: PR057666 - Diego Caetano da Silva Campos
ADVOGADO: PR086785 - Octávio Augusto Baptista da Luz
ADVOGADO: PR066052 - Vinicius Rafael Presente
ADVOGADO: PR075070 - Thiago Dolberth da Silva
RELATOR: Des. Luiz Osório Moraes Panza
EMENTA: RECURSO CONTRA DECISÃO QUE DETERMINOU O AFASTAMENTO
CAUTELAR DA RECORRENTE PELA PRÁTICA, EM TESE, DE ATOS
INFRACIONAIS - DECISÃO PROFERIDA PELO CORREGEDOR-GERAL DE
JUSTIÇA POSTERIORMENTE À INTERPOSIÇÃO DO RECURSO QUE CONCLUIU
PELA REVOGAÇÃO DO AFASTAMENTO DA SERVIDORA - PEDIDO QUE VISAVA
A REVOGAÇÃO DA MEDIDA CAUTELAR - PERDA DE OBJETO CONFIGURADA -
RECURSO EXTINTO SEM JULGAMENTO DO MÉRITO, EM VISTA DA FALTA DE
INTERESSE RECURSAL.
DECISÃO: ACORDAM os Magistrados que integram o Conselho da Magistratura
do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, por unanimidade de votos, em julgar
prejudicado o presente recurso, em vista da perda de objeto, o que faço com fulcro
no artigo 485, VI, do Código de Processo Civil.
05 - EMBARGOS DE DECLARACAO nº 2015.0035279-9/001
- 24 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
gratificações correspondentes, com efeitos financeiros e administrativos a partir da
Departamento de Gestão data da assunção no cargo, conforme dispõe a Portaria nº 518/2015.

de Recursos Humanos
Curitiba, 28 de junho de 2018.
IDMATERIA1403507IDMATERIA

PORTARIA Nº 1031/2018 - DGRH

MARCO AURELIO LOPES PODGURSKI


Diretor do Departamento de Gestão de Recursos Humanos
O DIRETOR DO DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE
RECURSOS HUMANOS DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA
DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das atribuições
IDMATERIA1403509IDMATERIA

delegadas pelo Decreto Judiciário nº 161/2017 e tendo PORTARIA Nº 1029/2018 - DGRH


em vista o contido no Procedimento Administrativo
Informatizado número 2018.00111564, originado em
razão do protocolado sob nº 0040939-19.2018, resolve
O DIRETOR DO DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE
RECURSOS HUMANOS DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA
DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das atribuições
delegadas pelo Decreto Judiciário nº 161/2017 e tendo
em vista o contido no Procedimento Administrativo
I - E X O N E R A R Informatizado número 2018.00111553, originado em razão
do protocolado sob nº 0043388-47.2018 SEI, resolve

MARILY GOUVEIA PRESTES, a seu pedido, do cargo de provimento em


comissão de Assistente II de Juiz de Direito, símbolo 1-C, do Gabinete do Juízo da I - E X O N E R A R
2ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Ponta Grossa, a partir de 11 de junho
de 2018;

I I - N O M E A R GEAN CARLO BARRETO COGINOTTI do cargo de provimento em comissão de


Assistente III de Juiz de Direito, símbolo 1-D, do Gabinete do Juízo Único da Comarca
de Ubiratã;

MARINA DA CUNHA PILATTI ISSA para o exercício do cargo de provimento em I I - N O M E A R


comissão de Assistente II de Juiz de Direito, símbolo 1-C, do Gabinete do Juízo
da 2ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Ponta Grossa, atribuindo-lhe as
gratificações correspondentes, com efeitos financeiros e administrativos a partir da
data da assunção no cargo, conforme dispõe a Portaria nº 518/2015.
a) BRUNA APARECIDA FERNANDES para o exercício do cargo de provimento
em comissão de Assistente III de Juiz de Direito, símbolo 1-D, do Gabinete do Juízo
Único da Comarca de Ubiratã, atribuindo-lhe as gratificações correspondentes, com
Curitiba, 28 de junho de 2018.
efeitos financeiros e administrativos a partir da data da assunção no cargo, conforme
dispõe a Portaria nº 518/2015;

MARCO AURELIO LOPES PODGURSKI


Diretor do Departamento de Gestão de Recursos Humanos b) GEAN CARLO BARRETO COGINOTTI para o exercício do cargo de
provimento em comissão de Assistente II de Juiz de Direito, símbolo 1-C, do
IDMATERIA1403511IDMATERIA
Gabinete do Juízo Único da Comarca de Ubiratã, atribuindo-lhe as gratificações
correspondentes, com efeitos financeiros e administrativos a partir da data da
PORTARIA Nº 1030/2018 - DGRH assunção no cargo, conforme dispõe a Portaria nº 518/2015.

O DIRETOR DO DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE Curitiba, 28 de junho de 2018.


RECURSOS HUMANOS DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA
DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das atribuições
delegadas pelo Decreto Judiciário nº 161/2017 e tendo
em vista o contido no Procedimento Administrativo MARCO AURELIO LOPES PODGURSKI
Informatizado número 2018.00111607, originado em razão Diretor do Departamento de Gestão de Recursos Humanos
do protocolado sob nº 0043335-66.2018 SEI, resolve
IDMATERIA1403482IDMATERIA

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ

N O M E A R
PROCEDIMENTO SELETIVO PARA RECRUTAMENTO DE ESTAGIÁRIOS
GABINETE DA JUÍZA DE DIREITO SUBSTITUTA BRUNA GREGGIO,
DA 1ª SEÇÃO JUDICIÁRIA COM SEDE NO FORO CENTRAL
DA COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA

ALISSON MARTINS DE OLIVEIRA para o exercício do cargo de provimento em


comissão de Assistente III de Juiz de Direito, símbolo 1-D, do Gabinete do Juízo
da Vara Cível, da Fazenda Pública, Acidentes do Trabalho, Registros Públicos e EDITAL DE ABERTURA DO PROCEDIMENTO
Corregedoria do Foro Extrajudicial da Comarca de Prudentópolis, atribuindo-lhe as SELETIVO DE ESTUDANTES Nº 437/2018
- 25 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
PROTOCOLO SEI 0041691-88.2018.8.16.6000 deverá declará-lo no formulário eletrônico de inscrição, no espaço reservado para
esse fim, para que sejam tomadas as providências cabíveis com antecedência.
3.10. O Tribunal de Justiça do Estado do Paraná não se responsabilizará
por solicitação de inscrição não recebida por motivos de ordem técnica dos
O Departamento de Gestão de Recursos Humanos, no uso de suas atribuições, computadores, falhas de comunicação da rede, congestionamento da Internet, bem
torna pública a abertura de procedimento seletivo para recrutamento de estagiários, como outros fatores que impossibilitem a transferência de dados, não decorrentes
mediante as condições estabelecidas neste Edital e as disposições da Lei Federal da estrutura deste Tribunal de Justiça.
nº 11.788/2008, do Enunciado Administrativo nº 7/2008 e da Resolução nº 7/2005, 4. DAS PROVAS
ambos do Conselho Nacional de Justiça, bem como do Decreto Judiciário nº 4.1. O instrumento de seleção compreenderá duas fases, compostas por:
930/2017. a) prova com questões objetivas e discursivas, conforme conteúdo programático
1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES constante no ANEXO I; b) entrevista com a autoridade solicitante, conforme Art. 14
1.1. O presente procedimento seletivo será regido por este Edital de Abertura e seus do Decreto Judiciário 930/2017.
anexos. 4.2. A prova será composta por 8 (oito) questões objetivas e 2 (duas) discursivas.
1.2. O procedimento seletivo destina-se ao preenchimento de 1 (uma) vaga de 4.3. A data e o horário de aplicação das provas serão divulgados por meio de
estágio não obrigatório remunerado e formação de cadastro de reserva limitado a 5 documento oficial de ensalamento.
(cinco) candidatos aprovados, a estudantes de nível superior de graduação do curso 4.4. As provas possuem caráter eliminatório e classificatório.
de Direito, cursando a partir do 5º (quinto) período no ato da inscrição. 4.5. Compete ao candidato acompanhar a publicação das informações relativas ao
1.2.1. O cadastro de reserva será formado pelos candidatos aprovados acima do procedimento seletivo, inclusive eventuais alterações referentes à data, horário e
número de vagas ofertadas visando o eventual preenchimento de vagas que surjam local de aplicação da(s) prova(s) no sítio eletrônico do Tribunal de Justiça do Estado
durante a vigência deste procedimento. do Paraná.
1.3. O certame terá validade de até um ano, a contar da publicação da lista de 4.6. O candidato deverá apresentar-se ao local da prova com pelo menos 30 (trinta)
classificação final, não podendo ser prorrogado. minutos de antecedência, munido de caneta esferográfica de tinta azul ou preta,
1.4. Poderá participar do procedimento seletivo o estudante com idade mínima comprovante de inscrição e documento oficial de identificação original, com foto atual.
de 16 (dezesseis) anos, desde que, quando da contratação, esteja regularmente 4.7. Não será admitido o ingresso do candidato ao local da realização das provas
matriculado e com frequência efetiva em cursos, presenciais ou à distância, de após seu horário de início.
instituições de ensino conveniadas com o Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, 4.8. O tempo de realização da prova escrita será de 4 (quatro) horas, realizada com
ou devidamente inscritas no Ministério da Educação (MEC) ou Secretaria Estadual consulta à legislação seca (não comentada ou anotada), sendo vedada qualquer
de Educação (SEED). comunicação entre os candidatos, tampouco será permitida a utilização de qualquer
1.5. Serão destinadas 10% (dez por cento) das vagas aos candidatos portadores aparelho eletrônico, tais como telefone celular, notebook, tablet, dentre outros.
de necessidades especiais (PNE), nos termos do § 5º do art. 16 da Lei Federal nº 4.9. Não haverá tempo adicional para preenchimento do cartão-resposta.
11.788/2008, cuja ocupação considerará as competências e necessidades especiais 4.10. Os candidatos portadores de necessidades especiais participarão da seleção
do estagiário, as atividades e necessidades próprias das unidades organizacionais, em igualdade de condições com os demais candidatos no que se refere ao conteúdo
sendo que as vagas que eventualmente não forem preenchidas por tais candidatos das provas, à avaliação, aos critérios de aprovação, ao horário e local de aplicação
serão destinadas à ampla concorrência, observada a ordem geral de classificação. das provas e à pontuação mínima exigida, observado o disposto no item 3.9.
1.5.1. Somente será necessário reservar vaga(s) aos portadores de necessidades 4.11. Será eliminado do procedimento seletivo o candidato que:
especiais (PNE) nos processos seletivos cuja a oferta de vagas, ou formação de 4.11.1. não entregar a prova e/ou o cartão-resposta ao fiscal de sala ao término do
cadastro de reserva, seja igual ou superior a 10 (dez). tempo previsto para sua conclusão.
2. DO ESTÁGIO 4.11.2. utilizar-se de meios ilícitos para obter vantagens na realização de provas
2.1. O estudante de nível superior de graduação terá carga horária de 5 (cinco) horas (consulta a livros, textos, aparelhos eletrônicos, aparelhos celulares e outros
diárias e 25 (vinte e cinco) horas semanais. aparelhos de comunicação, consulta a outros candidatos, repasse de informações a
2.2. O estagiário fará jus ao recebimento de auxílio-transporte, no valor de R$ 8,50 outros candidatos, entre outros julgados impróprios pelo fiscal de sala).
(oito reais e cinquenta centavos), por dia efetivamente estagiado. 5. DA CLASSIFICAÇÃO
2.3. O valor da bolsa-auxílio mensal será de R$ 1.050,84 (mil e cinquenta reais e 5.1. A classificação considerará os candidatos que obtiverem pontuação igual
oitenta e quatro centavos) para nível superior de graduação. ou superior a 60 (sessenta) pontos, ou seja, 60% (sessenta por cento) de
2.4. O estagiário estará coberto por apólice de seguro contra acidentes pessoais, em aproveitamento total da prova escrita e limitada ao número previsto de vagas e para
caso de morte acidental, invalidez permanente total ou parcial por acidente e em caso formação do cadastro de reserva, nos termos do item 1.2, observada a reserva de
de despesas médico-hospitalares, que porventura ocorram durante a realização do vagas prevista no item 1.5.
estágio e nos termos previstos na apólice de seguro contratada. 5.2. Ocorrendo empate na classificação, será classificado, prioritariamente, o
2.5. O período de estágio não excederá a 2 (dois) anos, exceto quando se tratar de candidato:
estagiário portador de necessidades especiais. 5.2.1. que obtiver a maior pontuação nas questões enquadradas nos conhecimentos
3. DAS INSCRIÇÕES específicos, quando houver;
3.1. As inscrições serão gratuitas e deverão ser efetuadas exclusivamente via 5.2.2. com maior idade, considerando dia, mês e ano.
Internet. 5.3. Conforme o Decreto Judiciário nº 930/2017, art. 37, os candidatos portadores de
3.2. Para se inscrever o candidato deverá preencher o Formulário Eletrônico necessidades especiais (PNE) aprovados constarão de listagem geral e, caso esta
de Inscrição disponível na página específica do procedimento seletivo, sito ao listagem contenha 10 (dez) ou mais classificados, de listagem específica.
endereço eletrônico https://www.tjpr.jus.br/concursos/estagiario , por meio da aba 6. DA CONVOCAÇÃO PARA ENTREVISTA E CLASSIFICAÇÃO FINAL
"Procedimentos seletivos em andamento", escolhendo nível, área e cidade. 6.1. Os estudantes classificados serão convocados, segundo a ordem de
3.3. As inscrições estarão disponíveis do 3º (terceiro) ao 5º (quinto) dia, contados classificação, para entrevista, com a autoridade solicitante, ou a quem ele delegar,
a partir da publicação deste edital no Diário da Justiça Eletrônico, sito ao endereço que analisará a competência do candidato para a vaga, conforme as demandas da
eletrônico https://www.tjpr.jus.br/diario-da-justica, considerando como extemporânea unidade, o perfil acadêmico desejado e o percentual mencionado no item 1.5.
e sem validade qualquer inscrição feita fora desse período. 6.1.1. Consideram-se estudantes classificados para convocação para entrevista
3.4. O prazo de inscrição poderá ser prorrogado ou reaberto a critério da apenas aqueles mencionados no item 5.1, ou seja, em número limitado ao previsto
Administração. de vagas e para formação do cadastro de reserva nos termos do item 1.2.
3.5. Somente serão processadas as inscrições preenchidas em consonância com o 6.2. A data e o horário da entrevista serão divulgados por meio de documento oficial
estabelecido no presente Edital, sendo que as informações prestadas pelo candidato de convocação para entrevista.
serão de sua inteira responsabilidade, podendo o Tribunal de Justiça do Estado do 6.3. O entrevistador atribuirá pontuação de 0 (zero) a 100 (cem) a cada candidato
Paraná, na forma da lei, excluir do procedimento seletivo o candidato que fornecer entrevistado.
dados inverídicos. 6.4. A classificação final do procedimento seletivo considerará a média aritmética das
3.6. O candidato que efetivar mais de uma inscrição, terá somente a última inscrição pontuações obtidas na prova escrita e na entrevista pelos candidatos aprovados.
validada. 6.5. O Edital de Classificação Final dos candidatos será publicado no Diário de
3.7. Serão indeferidas as inscrições de candidatos, cujo curso não guarde qualquer Justiça Eletrônico (e-DJ) e divulgado no sítio eletrônico do Tribunal de Justiça do
relação com a área de atuação da vaga ofertada, em conformidade com o item 3.5 Estado do Paraná, contendo a ordem de classificação, o número de inscrição, o nome
do presente Edital. completo do candidato, a nota obtida em cada uma das etapas, bem como a média
3.8. O candidato portador de necessidades especiais deverá declarar essa condição aritmética das pontuações obtidas.
no ato de inscrição, nos termos e definições do Decreto Federal nº 3.298/1999, 6.6. Ocorrendo empate, serão considerados os critérios estabelecidos no item 5.2.
especificando a sua deficiência, bem como anexar cópia legível do laudo médico, 7. DOS REQUISITOS PARA ADMISSÃO
expedido no prazo máximo de 90 (noventa) dias antes do término do período 7.1. Por ocasião da admissão, após a aprovação no procedimento seletivo, o
de inscrições, do qual conste expressa referência ao código correspondente da estudante deverá comprovar:
classificação internacional de doenças - CID, bem como a provável causa da 7.1.1. idade mínima de dezesseis anos completos, mediante apresentação de
deficiência, contendo a assinatura e o carimbo do CRM do médico. documento de identificação;
3.8.1. Na falta do laudo médico ou não contendo este as informações acima 7.1.2. inscrição no cadastro de pessoa física (CPF), por meio de comprovante;
indicadas, a inscrição será processada como de estudante não portador de 7.1.3. matrícula e frequência regular e compatibilidade entre o curso e a vaga de
necessidade especial, mesmo que declarada tal condição. estágio ofertada, mediante apresentação de atestado, comprovante ou declaração,
3.9. O candidato que necessitar de atendimento especial para a realização das emitidos, em até 30 (trinta) dias, pela instituição de ensino;
provas, tais como, portador de necessidades especiais, lactantes, entre outros,
- 26 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
7.1.4. residência, por meio de comprovante ou declaração, emitido em até 30 (trinta) Diretor do Departamento de Gestão de Recursos Humanos
dias;
7.1.5. celebração de termo de compromisso entre o estudante, o Tribunal de Justiça
do Estado do Paraná e a instituição de ensino;
7.1.6. ausência de registro de antecedentes criminais, para os maiores de dezoito
anos, mediante apresentação de certidão negativa, emitida em até 30 (trinta) dias, Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5977845
ressalvado o art. 5º, inciso LVII, da CF/88;
7.1.7. não se enquadrar nas causas de impedimento previstas no Decreto Judiciário IDMATERIA1403488IDMATERIA

930/2017, por meio de declaração escrita, conforme modelo disponível no site do


TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ
Tribunal de Justiça do Estado do Paraná.
8. DO CHAMAMENTO PARA ADMISSÃO
8.1. A unidade requisitante do procedimento seletivo será responsável pelo
chamamento para admissão do(s) candidato(s) aprovados, obedecida a ordem PROCEDIMENTO SELETIVO PARA RECRUTAMENTO DE ESTAGIÁRIOS
de classificação, por meio de telefone e de mensagem encaminhada ao correio DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA E ARQUITETURA
eletrônico (e-mail) cadastrado pelo candidato no momento da inscrição.
8.2. É de responsabilidade do candidato fornecer, no ato da inscrição, no
campo apropriado, correio eletrônico (e-mail) válido, o qual será utilizado para o
chamamento e assinatura do termo de compromisso de estágio. EDITAL DE ABERTURA DO PROCEDIMENTO
8.3. É de responsabilidade do candidato comunicar, à unidade requisitante do SELETIVO DE ESTUDANTES Nº 443/2018
procedimento seletivo, a alteração dos dados de contato (correio eletrônico, PROTOCOLO SEI 0042574-35.2018.8.16.6000
endereço residencial, telefone fixo, telefone celular), sob pena de desclassificação
do certame decorrente do não atendimento ao chamamento formulado por meio dos
citados endereços e telefones. O Departamento de Gestão de Recursos Humanos, no uso de suas atribuições,
8.4. Os candidatos classificados deverão ser admitidos de forma alternada, ou seja, torna pública a abertura de procedimento seletivo para recrutamento de estagiários,
9 (nove) candidatos da lista geral e, subsequentemente, 1 (um) da lista específica, mediante as condições estabelecidas neste Edital e as disposições da Lei Federal
em conformidade com o percentual mencionado no item 1.5. nº 11.788/2008, do Enunciado Administrativo nº 7/2008 e da Resolução nº 7/2005,
8.5. O candidato portador de necessidade especial aprovado deverá apresentar a ambos do Conselho Nacional de Justiça, bem como do Decreto Judiciário nº
via original do laudo médico comprobatório, objetivando verificar se a deficiência se 930/2017.
enquadra nos termos do art. 4.º do Decreto Federal nº 3.298/1999. 1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES
8.6. O horário das atividades de estágio, previsto no termo de compromisso, deverá 1.1. O presente procedimento seletivo será regido por este Edital de Abertura e seus
obedecer ao contido na Resolução 15/2010 do Órgão Especial deste Tribunal de anexos.
Justiça, bem como na Portaria nº 627/2016, ou seja, entre 11h e 20h. 1.2. O procedimento seletivo de estágio curricular obrigatório, não remunerado,
9. DA DESCLASSIFICAÇÃO destina-se à formação de cadastro reserva, aos estudantes de nível superior de
9.1. Será desclassificado do procedimento seletivo o estudante que: graduação do curso de Engenharia Elétrica, cursando a partir do 4º (quarto) ano no
9.1.1. não for localizado dentro do prazo de 5 (cinco) dias úteis, em decorrência de ato da inscrição.
correio eletrônico (e-mail) ou telefone desatualizados, incorretos ou incompletos; 1.2.1. O cadastro de reserva será formado pelos candidatos aprovados, visando o
9.1.2. deixar de comparecer ao chamamento; eventual preenchimento de vagas que surjam durante a vigência deste procedimento.
9.1.3. se recusar a iniciar o estágio na data, local e horário e demais condições 1.3. O certame terá validade de 6 (seis) meses, a contar da publicação da lista de
estipuladas no termo de compromisso; classificação final, prorrogável por igual período.
9.1.4. desistir da oportunidade de estágio; 1.4. Poderá participar do procedimento seletivo o estudante com idade mínima
9.1.5. não apresentar, por ocasião da admissão, os documentos relacionados no de 16 (dezesseis) anos, desde que, quando da contratação, esteja regularmente
7.1, ou estes forem incompatíveis com as informações prestadas no formulário de matriculado e com frequência efetiva em cursos, presenciais ou à distância, de
inscrição; instituições de ensino conveniadas com o Tribunal de Justiça do Estado do Paraná,
9.1.6. se recusar a ser contratado para unidade diversa à que deu origem ao ou devidamente inscritas no Ministério da Educação (MEC) ou Secretaria Estadual
procedimento seletivo, no caso de aproveitamento do procedimento seletivo por outra de Educação (SEED).
unidade, desde que previsto no item 10.1. deste Edital. 1.5. Serão destinadas 10% (dez por cento) das vagas aos candidatos portadores
9.2. Haverá desclassificação do estudante em que for constatada: de necessidades especiais (PNE), nos termos do § 5º do art. 16 da Lei Federal nº
9.2.1. incompatibilidade entre a área de conhecimento do seu curso e a área de 11.788/2008, cuja ocupação considerará as competências e necessidades especiais
atuação da vaga de estágio ofertada, ou entre os horários de estágio e das aulas; do estagiário, as atividades e necessidades próprias das unidades organizacionais,
9.2.2. inviabilidade da contratação ante o exíguo prazo existente até o encerramento sendo que as vagas que eventualmente não forem preenchidas por tais candidatos
do curso, vez que impossibilita a vivência na prática dos conteúdos acadêmicos, por serão destinadas à ampla concorrência, observada a ordem geral de classificação.
falta de tempo hábil para a efetiva troca de experiências. 1.5.1. Somente será necessário reservar vaga(s) aos portadores de necessidades
10. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS especiais (PNE) nos processos seletivos cuja a oferta de vagas, ou formação de
10.1. O procedimento seletivo de que trata este Edital poderá ser aproveitado cadastro de reserva, seja igual ou superior a 10 (dez).
por outra unidade, respeitada a ordem de classificação final, desde que as 2. DO ESTÁGIO
atividades a serem desempenhadas sejam correlatas às vagas ofertadas no presente 2.1. O estudante terá carga horária definida pela disciplina do estágio supervisionado
procedimento, ficando os candidatos cientes de que poderão ser contratados para obrigatório, conforme determinação das diretrizes curriculares da etapa, modalidade
unidade diversa à que deu origem ao procedimento, sendo que a discordância deste e área de ensino e do projeto pedagógico do curso no qual está matriculado,
implicará na sua eliminação do procedimento. respeitado o disposto no decreto judiciário nº 930/2017.
10.1.1. O cadastro de Unidades para aproveitamento de procedimento seletivo só 2.2. O estágio obrigatório será concedido sem o pagamento de bolsa-auxílio e auxílio-
poderá ser realizado junto ao sistema Hércules mediante autorização explícita e transporte.
nominal da Unidade que realizou o referido procedimento e desde que pertençam 2.3. A responsabilidade pela contratação do seguro contra acidentes pessoais no
à mesma Comarca. estágio obrigatório é da instituição de ensino.
10.2. A realização de estágio não criará vínculo empregatício de qualquer natureza 2.4. Servidor público pode realizar estágio obrigatório, não remunerado, e sem
entre o estagiário e o Tribunal de Justiça do Estado do Paraná. auxílio-transporte, desde que haja compatibilidade de horário.
10.3. Não poderão ser admitidos os candidatos que realizam estágio em outro órgão 2.5. O período de estágio não excederá a 2 (dois) anos, exceto quando se tratar de
público ou empresa privada, salvo se houver prévio desligamento. estagiário portador de necessidades especiais.
10.4. É de inteira responsabilidade do candidato acompanhar todos os atos, os editais 3. DAS INSCRIÇÕES
e os comunicados referentes a este procedimento seletivo que sejam publicados no 3.1. As inscrições serão gratuitas e deverão ser efetuadas exclusivamente via
sítio eletrônico do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná. Internet.
10.5. A aprovação e classificação geram ao candidato apenas a expectativa de 3.2. Para se inscrever o candidato deverá preencher o Formulário Eletrônico
contratação. O Tribunal de Justiça do Estado do Paraná se reserva o direito de de Inscrição disponível na página específica do procedimento seletivo, sito ao
proceder às contratações em quantidade que atendam às necessidades do serviço, endereço eletrônico https://www.tjpr.jus.br/concursos/estagiario , por meio da aba
de acordo com a disponibilidade orçamentária e as vagas existentes. "Procedimentos seletivos em andamento", escolhendo nível, área e cidade.
10.6. Os casos omissos serão resolvidos pela Secretaria do Tribunal de Justiça do 3.3. As inscrições estarão disponíveis do 3º (terceiro) ao 5º (quinto) dia, contados
Estado do Paraná. a partir da publicação deste edital no Diário da Justiça Eletrônico, sito ao endereço
ANEXO I - CONTEÚDO PROGRAMÁTICO eletrônico https://www.tjpr.jus.br/diario-da-justica, considerando como extemporânea
Direito Civil, Processo Civil e Direito do Consumidor. e sem validade qualquer inscrição feita fora desse período.
3.4. O prazo de inscrição poderá ser prorrogado ou reaberto a critério da
Administração.
Curitiba, 21 de junho de 2018. 3.5. Somente serão processadas as inscrições preenchidas em consonância com o
estabelecido no presente Edital, sendo que as informações prestadas pelo candidato
serão de sua inteira responsabilidade, podendo o Tribunal de Justiça do Estado do
Paraná, na forma da lei, excluir do procedimento seletivo o candidato que fornecer
MARCO AURELIO LOPES PODGURSKI dados inverídicos.
- 27 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
3.6. O candidato que efetivar mais de uma inscrição, terá somente a última inscrição 6.5. O Edital de Classificação Final dos candidatos será publicado no Diário de
validada. Justiça Eletrônico (e-DJ) e divulgado no sítio eletrônico do Tribunal de Justiça do
3.7. Serão indeferidas as inscrições de candidatos, cujo curso não guarde qualquer Estado do Paraná, contendo a ordem de classificação, o número de inscrição, o nome
relação com a área de atuação da vaga ofertada, em conformidade com o item 3.5 completo do candidato, a nota obtida em cada uma das etapas, bem como a média
do presente Edital. aritmética das pontuações obtidas.
3.8. O candidato portador de necessidades especiais deverá declarar essa condição 6.6. Ocorrendo empate, serão considerados os critérios estabelecidos no item 5.2.
no ato de inscrição, nos termos e definições do Decreto Federal nº 3.298/1999, 7. DOS REQUISITOS PARA ADMISSÃO
especificando a sua deficiência, bem como anexar cópia legível do laudo médico, 7.1. Por ocasião da admissão, após a aprovação no procedimento seletivo, o
expedido no prazo máximo de 90 (noventa) dias antes do término do período estudante deverá comprovar:
de inscrições, do qual conste expressa referência ao código correspondente da 7.1.1. idade mínima de dezesseis anos completos, mediante apresentação de
classificação internacional de doenças - CID, bem como a provável causa da documento de identificação;
deficiência, contendo a assinatura e o carimbo do CRM do médico. 7.1.2. inscrição no cadastro de pessoa física (CPF), por meio de comprovante;
3.8.1. Na falta do laudo médico ou não contendo este as informações acima 7.1.3. matrícula e frequência regular e compatibilidade entre o curso e a vaga de
indicadas, a inscrição será processada como de estudante não portador de estágio ofertada, mediante apresentação de atestado, comprovante ou declaração,
necessidade especial, mesmo que declarada tal condição. emitidos, em até 30 (trinta) dias, pela instituição de ensino;
3.9. O candidato que necessitar de atendimento especial para a realização das 7.1.4. residência, por meio de comprovante ou declaração, emitido em até 30 (trinta)
provas, tais como, portador de necessidades especiais, lactantes, entre outros, dias;
deverá declará-lo no formulário eletrônico de inscrição, no espaço reservado para 7.1.5. celebração de termo de compromisso entre o estudante, o Tribunal de Justiça
esse fim, para que sejam tomadas as providências cabíveis com antecedência. do Estado do Paraná e a instituição de ensino;
3.10. O Tribunal de Justiça do Estado do Paraná não se responsabilizará 7.1.6. ausência de registro de antecedentes criminais, para os maiores de dezoito
por solicitação de inscrição não recebida por motivos de ordem técnica dos anos, mediante apresentação de certidão negativa, emitida em até 30 (trinta) dias,
computadores, falhas de comunicação da rede, congestionamento da Internet, bem ressalvado o art. 5º, inciso LVII, da CF/88;
como outros fatores que impossibilitem a transferência de dados, não decorrentes 7.1.7. não se enquadrar nas causas de impedimento previstas no Decreto Judiciário
da estrutura deste Tribunal de Justiça. 930/2017, por meio de declaração escrita, conforme modelo disponível no site do
4. DAS PROVAS Tribunal de Justiça do Estado do Paraná.
4.1. O instrumento de seleção compreenderá duas fases, compostas por: 7.2. No estágio não obrigatório de pós-graduação, além dos documentos elencados
a) prova com questões objetivas, conforme conteúdo programático constante no no item 7.1, o estudante deverá comprovar ser portador de diploma de curso superior
ANEXO I; ou apresentar o certificado de conclusão do curso, acompanhado do histórico
b) entrevista com a autoridade solicitante, conforme Art. 14 do Decreto Judiciário escolar.
930/2017. 7.3. No estágio obrigatório, além dos documentos elencados no item 7.1, deverá ser
4.2. A prova será composta por 10 (dez) questões relativas ao conteúdo apresentada cópia do projeto do curso.
programático. 8. DO CHAMAMENTO PARA ADMISSÃO
4.3. A data e o horário de aplicação da prova serão divulgados por meio de 8.1. A unidade requisitante do procedimento seletivo será responsável pelo
documento oficial de ensalamento com, no mínimo, 5 (cinco) dias de antecedência. chamamento para admissão do(s) candidato(s) aprovados, obedecida a ordem
4.4. A prova possuI caráter eliminatório e classificatório. de classificação, por meio de telefone e de mensagem encaminhada ao correio
4.5. Compete ao candidato acompanhar a publicação das informações relativas ao eletrônico (e-mail) cadastrado pelo candidato no momento da inscrição.
procedimento seletivo, inclusive eventuais alterações referentes à data, horário e 8.2. É de responsabilidade do candidato fornecer, no ato da inscrição, no
local de aplicação da(s) prova(s) no sítio eletrônico do Tribunal de Justiça do Estado campo apropriado, correio eletrônico (e-mail) válido, o qual será utilizado para o
do Paraná. chamamento e assinatura do termo de compromisso de estágio.
4.6. O candidato deverá apresentar-se ao local da prova com pelo menos 30 (trinta) 8.3. É de responsabilidade do candidato comunicar, à unidade requisitante do
minutos de antecedência, munido de caneta esferográfica de tinta azul ou preta, procedimento seletivo, a alteração dos dados de contato (correio eletrônico,
comprovante de inscrição e documento oficial de identificação original, com foto atual. endereço residencial, telefone fixo, telefone celular), sob pena de desclassificação
4.7. Não será admitido o ingresso do candidato ao local da realização das provas do certame decorrente do não atendimento ao chamamento formulado por meio dos
após seu horário de início. citados endereços e telefones.
4.8. O tempo de realização da prova escrita será de 1 (uma) hora e 30 (trinta) minutos, 8.4. Os candidatos classificados deverão ser admitidos de forma alternada, ou seja,
realizada sem consulta, sendo vedada qualquer comunicação entre os candidatos, 9 (nove) candidatos da lista geral e, subsequentemente, 1 (um) da lista específica,
tampouco será permitida a utilização de qualquer aparelho eletrônico, tais como em conformidade com o percentual mencionado no item 1.5.
telefone celular, notebook, tablet, dentre outros. 8.5. O candidato portador de necessidade especial aprovado deverá apresentar a
4.9. Não haverá tempo adicional para preenchimento do cartão-resposta. via original do laudo médico comprobatório, objetivando verificar se a deficiência se
4.10. Os candidatos portadores de necessidades especiais participarão da seleção enquadra nos termos do art. 4.º do Decreto Federal nº 3.298/1999.
em igualdade de condições com os demais candidatos no que se refere ao conteúdo 8.6. O horário das atividades de estágio, previsto no termo de compromisso, deverá
das provas, à avaliação, aos critérios de aprovação, ao horário e local de aplicação obedecer ao contido na Resolução 15/2010 do Órgão Especial deste Tribunal de
da prova e à pontuação mínima exigida, observado o disposto no item 3.9. Justiça, bem como na Portaria nº 627/2016, ou seja, entre 11h e 20h.
4.11. Será eliminado do procedimento seletivo o candidato que: 9. DA DESCLASSIFICAÇÃO
4.11.1. não entregar a prova e/ou o cartão-resposta ao fiscal de sala ao término do 9.1. Será desclassificado do procedimento seletivo o estudante que:
tempo previsto para sua conclusão. 9.1.1. não for localizado dentro do prazo de 5 (cinco) dias úteis, em decorrência de
4.11.2. utilizar-se de meios ilícitos para obter vantagens na realização de provas correio eletrônico (e-mail) ou telefone desatualizados, incorretos ou incompletos;
(consulta a livros, textos, aparelhos eletrônicos, aparelhos celulares e outros 9.1.2. deixar de comparecer ao chamamento;
aparelhos de comunicação, consulta a outros candidatos, repasse de informações a 9.1.3. se recusar a iniciar o estágio na data, local e horário e demais condições
outros candidatos, entre outros julgados impróprios pelo fiscal de sala). estipuladas no termo de compromisso;
5. DA CLASSIFICAÇÃO 9.1.4. desistir da oportunidade de estágio;
5.1. A classificação considerará os candidatos que obtiverem pontuação igual 9.1.5. não apresentar, por ocasião da admissão, os documentos relacionados no
ou superior a 60 (sessenta) pontos, ou seja, 60% (sessenta por cento) de 7.1, ou estes forem incompatíveis com as informações prestadas no formulário de
aproveitamento total da prova escrita e limitada ao número previsto para a formação inscrição;
do cadastro de reserva nos termos do item 1.2, observada a reserva de vagas 9.1.6. se recusar a ser contratado para unidade diversa à que deu origem ao
prevista no item 1.5. procedimento seletivo, no caso de aproveitamento do procedimento seletivo por outra
5.2. Ocorrendo empate na classificação, será classificado, prioritariamente, o unidade, desde que previsto no item 10.1. deste Edital.
candidato: 9.2. Haverá desclassificação do estudante em que for constatada:
5.2.1. que obtiver a maior pontuação nas questões enquadradas nos conhecimentos 9.2.1. incompatibilidade entre a área de conhecimento do seu curso e a área de
específicos, quando houver; atuação da vaga de estágio ofertada, ou entre os horários de estágio e das aulas;
5.2.2. com maior idade, considerando dia, mês e ano. 9.2.2. inviabilidade da contratação ante o exíguo prazo existente até o encerramento
5.3. Conforme o Decreto Judiciário nº 930/2017, art. 37, os candidatos portadores de do curso, vez que impossibilita a vivência na prática dos conteúdos acadêmicos, por
necessidades especiais (PNE) aprovados constarão de listagem geral e, caso esta falta de tempo hábil para a efetiva troca de experiências.
listagem contenha 10 (dez) ou mais classificados, de listagem específica. 10. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS
6. DA CONVOCAÇÃO PARA ENTREVISTA E CLASSIFICAÇÃO FINAL 10.1. O procedimento seletivo de que trata este Edital poderá ser aproveitado por
6.1. Os estudantes classificados serão convocados, segundo a ordem de qualquer Divisão do Departamento de Engenharia e Arquitetura, respeitada a ordem
classificação, para entrevista, com a autoridade solicitante, ou a quem ele delegar, de classificação final, desde que as atividades a serem desempenhadas sejam
que analisará a competência do candidato para a vaga, conforme as demandas da correlatas às vagas ofertadas no presente procedimento, ficando os candidatos
unidade, o perfil acadêmico desejado e o percentual mencionado no item 1.5. cientes de que poderão ser contratados para unidade diversa à que deu origem
6.2. Entre a data da divulgação do documento oficial de convocação e da data de ao procedimento, sendo que a discordância deste implicará na sua eliminação do
realização da entrevista deverá haver intervalo mínimo de 5 (cinco) dias. procedimento.
6.3. O entrevistador atribuirá pontuação de 0 (zero) a 100 (cem) a cada candidato 10.1.1. O cadastro de Unidades para aproveitamento de procedimento seletivo só
entrevistado. poderá ser realizado junto ao sistema Hércules mediante autorização explícita e
6.4. A classificação final do procedimento seletivo considerará a média aritmética das nominal da Unidade que realizou o referido procedimento e desde que pertençam
pontuações obtidas na prova escrita e na entrevista pelos candidatos aprovados. à mesma Comarca.
- 28 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
10.2. A realização de estágio não criará vínculo empregatício de qualquer natureza
entre o estagiário e o Tribunal de Justiça do Estado do Paraná.
10.3. Não poderão ser admitidos os candidatos que realizam estágio em outro órgão
público ou empresa privada, salvo se houver prévio desligamento.
10.4. É de inteira responsabilidade do candidato acompanhar todos os atos, os editais
e os comunicados referentes a este procedimento seletivo que sejam publicados no
sítio eletrônico do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná.
10.5. A aprovação e classificação geram ao candidato apenas a expectativa de
contratação. O Tribunal de Justiça do Estado do Paraná se reserva o direito de
proceder às contratações em quantidade que atendam às necessidades do serviço,
de acordo com a disponibilidade orçamentária e as vagas existentes.
10.6. Os casos omissos serão resolvidos pela Secretaria do Tribunal de Justiça do
Estado do Paraná.
ANEXO I - CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
Dimensionamento de instalações elétricas, normas brasileiras de instalações
elétricas, circuitos elétricos, Conceitos de potência elétrica, fator de potência,
software Autocad 2011, software Excel, elaboração de orçamento e a. levantamentos
quantitativos.

Curitiba, 26 de junho de 2018.

MARCO AURELIO LOPES PODGURSKI


Diretor do Departamento de Gestão de Recursos Humanos

Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5979362

- 29 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
CLÁUSULA QUARTA - DAS DISPOSIÇÕES
Departamento de Gestão GERAIS: Ficam mantidas e incorporadas a este
termo as demais condições e cláusulas não
de Serviços Terceirizados alteradas pelo presente.
E, por estarem de acordo, as partes firmam
IDMATERIA1403316IDMATERIA

o presente, em duas vias de igual teor, na


Departamento de Gestão presença de duas testemunhas, que também
de Serviços Terceirizados assinam em seguida.

Termo Aditivo Nº 01 Curitiba, 1º de junho de 2018.

Contratante: TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO Des. RENATO BRAGA BETTEGA


ESTADO DO PARANÁ Presidente do Tribunal de Justiça
Contratada: MAG PR - ASSEIO E
CONSERVAÇÃO LTDA
Protocolo Nº 0003542-23.2018.8.16.6000:
Objeto do Aditamento: TERMO ADITIVO
ao Contrato nº 34/2018, a que se refere o
SEI nº 0003542-23.2018.8.16.6000, cujo objeto
consiste na prestação de serviços continuados
de limpeza, conservação e asseio a serem
executados nas dependências das Unidades
Judiciárias do 1º Grau do Poder Judiciário do
Estado do Paraná, na Comarca da Região
Metropolitana de Curitiba - Foro Central,
compreendendo, além da mão de obra, o
fornecimento de todos os materiais, insumos
e equipamentos, inclusive EPIs, necessários
à execução dos serviços durante todo o
período de vigência contratual, tudo conforme
o disposto em legislação sobre licitações e
contratos, particularmente na Lei Estadual nº
15608, de 16 de agosto de 2007, e, no tocante
às normas gerais e penais, na Lei Federal nº
8.666, de 21 de junho de 1993, na forma que
segue:
CLÁUSULA PRIMEIRA - DO ACRÉSCIMO DE
POSTOS: Ficam acrescidos ao contrato em
epígrafe 02 (dois) postos de encarregado (8h/
dia) para a prestação de serviços no Novo
Centro Judiciário-Ahú, resultando no aumento
mensal de R$ 7.024,18 (sete mil, vinte e
quatro reais e dezoito centavos), passando o
valor mensal do contrato de R$ 455.000,00
(quatrocentos e cinquenta e cinco mil) para R$
462.024,18 (quatrocentos e sessenta e dois mil,
vinte e quatro reais e dezoito centavos), a partir
da efetiva implantação dos postos.
CLÁUSULA SEGUNDA - DO
REMANEJAMENTO DE POSTOS: Ficam
remanejadosOs postos aludidos, considerando
a previsão de transferência escalonada das
Varas Criminais para o Centro Judiciário -
Ahú, deverão ser efetivamente remanejados
de acordo com notificação à empresa a ser
realizada pela Divisão de Gestão de Contratos,
de acordo com a necessidade ponderada
pela Divisão de Serviços de Asseio, ambas
do Departamento de Gestão de Serviços
Terceirizados, nos termos contratuais. 26
(vinte e seis) postos de serviços de limpeza,
sem alteração de valor (mero remanejamento
físico, dentro da regional prevista no contrato),
juntamente com os materiais e equipamentos
pertinentes às unidades, da seguinte forma:
a)07 (sete) postos de serventes de limpeza,
atualmente alocados no Fórum dos Juizados
Especiais, para atender as demandas do Novo
Centro Judiciário;
b)01 (um) posto servente de limpeza,
atualmente alocado no Centro de Custódia,
para atender as demandas do Novo Centro
Judiciário;
c) 17 (dezessete) postos de servente de
limpeza e 1 (um) posto de encarregado,
alocados no Fórum Criminal do Santa
Cândida, para atender as demandas do Novo
Centro Judiciário.
CLÁUSULA TERCEIRA - DA DOTAÇÃO
ORÇAMENTÁRIA: As despesas resultantes
do presente instrumento correrão por conta
do elemento 33.90.37.01 - Despesa Corrente
- Locação de Mão de Obra - Limpeza e
Conservação.
- 30 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
tais como, localização estratégica, proximidade com o Fórum, e demandaria grande
Departamento Econômico e Financeiro logística e dispêndio financeiro por parte do erário, o que, a priori, não se vislumbra
viável, nem eficiente.
Ainda, restou demonstrada no expediente eletrônico, a vantajosidade da
Departamento do Patrimônio continuidade da contratação, consubstanciada no Laudo de Avaliação nº 2959774
realizado, evidenciando que o valor do metro quadrado atualmente pago pelo
IDMATERIA1403312IDMATERIA
Tribunal de Justiça é inferior ao praticado no mercado, o valor locatício atualmente
praticado (R$ 17.102,94) se encontra abaixo do valor médio de mercado, conforme
DEPARTAMENTO DO PATRIMÔNIO se denota do Laudo de Avaliação - R$ 17.902,70.
De salientar que as sucessivas prorrogações do contrato de locação em análise
encontram guarida no que dispõe o artigo 62, § 3°, da Lei 8.666/93 e inciso II, do
artigo 103 da Lei Estadual nº 15.608/2007, aplicando-se o que prevê o artigo 51 da
EXTRATO DO Contrato nº 198/2018 - Lei 8.245/91, bem como na remansosa jurisprudência das Cortes de Contas.
PROTOCOLO Nº 0035346-09.2018.8.16.6000 Outrossim, verifica-se, a presença dos demais requisitos que justificam e autorizam
a prorrogação do presente contrato, a saber: 1) manifestação favorável do Locador
na continuidade da ajuste (SEI Nº 2737494); 2) o estudo de impacto financeiro-
orçamentário e o bloqueio prévio realizado pelo DEF (SEI 2776464 e 2778176); 3)
CONTRATO: 198/2018
a demonstração da necessidade deste Tribunal em manter o imóvel locado; 4) a
EXPEDIENTE: 0035346-09.2018.8.16.6000
comprovação de regularidade fiscal, bem com a comprovação de que a empresa
CONTRATANTE: TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ
locadora não está impedida de contratar com a Administração (2976169 e 3051904).
CONTRATADA: empresa EDITORA REVISTA DOS TRIBUNAIS LTDA
IV - Sendo assim, ADOTO o Parecer nº 470/2018 da Assessoria Jurídica do
DO OBJETO: O presente contrato tem por objeto a disponibilização pela
Departamento do Patrimônio e AUTORIZO a prorrogação do prazo de vigência
CONTRATADA da plataforma online Biblioteca Digital ProView, aplicativo que
do Contrato de Locação nº 134/2013, por mais 36 (trinta e seis) meses, a partir
permite armazenamento, leitura e consulta de obras da Biblioteca Digital Thomson
de 12 de setembro de 2018, pelo valor mensal de R$ 17.102,94 (dezessete mil,
Reuters, em formato eletrônico, as obras especificadas no anexo I e todos os livros
cento e dois reais, e noventa e quatro centavos), com fundamento nos artigos 24, X
disponibilizados no catálogo da Editora Revista dos Tribunais e da Editora Fiscosoft,
e 62, parágrafo 3º, inciso I, da Lei Federal nº 8.666/93 e no artigo 103, inciso II da
incluindo o lançamento de novos títulos e novas edições, com acesso ilimitado
Lei Estadual 15.608/2007, e na Lei nº 8.245/91.
a todos os usuários com login do CONTRATANTE a ser disponibilizada na
V - Ao Departamento do Patrimônio para a formalização do termo aditivo.
intranet por faixa de IP, durante todo o período de vigência do contrato, com
VI - Ao DEF para emissão da nota de empenho.
validade de 12 (doze) meses, conforme critérios, especificações e necessidades
VII - Publique-se.
descritos neste instrumento, tudo vinculado a decisão de inexigibilidade nº 176/2018
e ao protocolo SEI nº 0035346-09.2018.8.16.6000. Parágrafo Único: A contratação
será executada pelo regime de EMPREITADA POR PREÇO GLOBAL.
DA VIGÊNCIA: O presente contrato terá a vigência improrrogável de 12 meses, a Em 28/06/2018.
contar do dia 04 de julho de 2018.
DO PREÇO: Pela disponibilização do objeto especificado na cláusula primeira
o CONTRATANTE pagará a importância de R$ 150.000,00 (cento e cinquenta
mil reais), em 12 (doze) parcelas de R$ 12.500,00 (doze mil e quinhentos Des. RENATO BRAGA BETTEGA
reais), após atesto mensal do setor competente, conforme proposta comercial Presidente do Tribunal de Justiça
da CONTRATADA constante no doc. 3003850 do expediente protocolado sob nº
0035346-09.2018.8.16.6000.
IDMATERIA1403475IDMATERIA

DEPARTAMENTO DO PATRIMÔNIO
Em 28/06/2018.

RELAÇÃO Nº 113 - PROTOCOLO Nº 0035396-06.2016.8.16.6000


Des. RENATO BRAGA BETTEGA
Presidente do Tribunal de Justiça

PROTOCOLO: 0035396-06.2016.8.16.6000
INTERESSADO: Procuradoria Geral do Estado
IDMATERIA1403311IDMATERIA DESPACHO:I - O presente expediente tem por objeto o Termo de Cessão de Uso
n.º 220/2013 formalizado entre o Tribunal de Justiça e a Procuradoria Geral do
DEPARTAMENTO DO PATRIMÔNIO 2
Estado referente a uma sala com área de 20,62m no pavimento inferior do Fórum da
Fazenda Pública, Falências e Execuções Fiscais, localizado na Rua Padre Anchieta,
n.º 1287, Curitiba, Paraná, para a Procuradoria Geral do Estado do Paraná.
RELAÇÃO Nº 112 - PROTOCOLO Nº 0064397-70.2015.8.16.6000 O imóvel que abrigava o Fórum da Fazenda Pública, Falências e Execuções Fiscais
era alugado pelo Tribunal de Justiça. A locação foi encerrada e desocupado o prédio,
conforme demonstra o processo SEI 0072898-13.2015.8.16.6000.
II - A Lei n. 8.666/93 admite a rescisão unilateral do contrato administrativo. Veja-se,
PROTOCOLO: 0064397-70.2015.8.16.6000 a propósito, o seu art. 79:
INTERESSADO: Sr. Horst Adelberto Waldraff Art. 79. A rescisão do contrato poderá ser:
DESPACHO:I - Trata o presente de Contrato de Locação nº 134/2013, protocolado I - determinada por ato unilateral e escrito da Administração, nos casos
sob nº 0064397-70.2015.8.16.6000, firmado entre o Tribunal de Justiça do Estado enumerados nos incisos I a XII e XVII do artigo anterior;
do Paraná (LOCATÁRIO), e o Sr. Horst Adelberto Waldraff (LOCADOR), tendo como Diz o inciso XII do artigo anterior:
objeto de locação o imóvel não-residencial localizado na Rua Professora Amazília, nº Art. 78. Constituem motivo para rescisão do contrato:
780, Centro, União da Vitória/PR, com um pavimento térreo de 523,16m² e outro que (...)
compreende a sobreloja, com 595,06m², totalizando área de 1.118,22m², destinado XII - razões de interesse público, de alta relevância e amplo conhecimento,
a abrigar as instalações das Varas de Infância e Juventude, Registros Públicos justificadas e determinadas pela máxima autoridade da esfera administrativa a
e Corregedoria Extrajudicial da Comarca de União da Vitória/PR ou de quaisquer que está subordinado o contratante e exaradas no processo administrativo a
outros setores que o poder Judiciário do Estado do Paraná instalar no local. que se refere o contrato;
Verifica-se que o contrato entrou em vigor em 12 de setembro de 2013, com validade No mesmo sentido, o art. 130, inciso I da Lei Estadual 15.608/2007.
de 60 (sessenta) meses e alcançará seu termo final em 12 de setembro de 2018. Art. 130. A rescisão do contrato poderá ser:
Visando prorrogar o ajuste, foram tomadas as providências necessárias à I - determinada por ato unilateral e escrito da Administração, nos casos
continuidade da contratação, na medida em que o Poder Judiciário ainda não dispõe enumerados nos incisos I a XII e XVII a XX do artigo anterior;
de imóvel próprio para abrigar o objeto da locação em análise, e havendo previsão E o inciso XII do art. 129 estabelece:
de construção de novo espaço somente para entrega em março de 2021 Art. 129. Constituem motivo para rescisão do contrato:
II - A contratação está amparada no inciso X do artigo 24 da Lei 8.666/93 e, conforme (...)
manifestação da Direção da Comarca de Irati, persiste a justificativa fática que XII - as razões de interesse público, de alta relevância e amplo conhecimento,
norteou a contratação inicial, estando alocado no imóvel as Varas de Infância e justificadas e determinadas pela máxima autoridade da esfera administrativa a
Juventude, Registros Públicos e Corregedoria Extrajudicial da Comarca de União da que está subordinado o contratante e exaradas no processo administrativo a
Vitória/PR. que se refere o contrato;
Nesse sentido, eventual mudança de local das instalações necessitaria da locação Pois bem, identificada a possibilidade legal de rescisão unilateral por razões de
de novo imóvel que atendesse às necessidades da Comarca de União da Vitória interesse público, evidenciada no encerramento do contrato de locação que abrigava
- 31 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
o Fórum da Fazenda Pública, Falências e Execuções Fiscais e desocupação do Com tais argumentos, resumidos acima, Caixa Econômica Federal reiterou os
imóvel pelo Tribunal de Justiça. termos de seus Ofícios 013/2018/SR e 041/2018/SR (eventos 2666525 e 2804379,
III - Diante do exposto, com fundamento art. 78, XII e 79, I da lei n.º 8.666/1993 c/ respectivamente), sobre a necessidade de reequilíbrio econômico financeiro do
c art. 129, XII e 130 I da Lei Estadual 15.608/2007, acolho o Parecer da Assessoria contrato mantido com este Tribunal, pela: "i) redução acentuada e abaixo do
Jurídica do Patrimônio (3032469) e DETERMINO a Rescisão Unilateral do Termo projetado pelo mercado da Taxa Básica de Juros - SELIC; ii) implementação da EC99
2 para o Estado do Paraná e municípios".
de Cessão de Uso n.º 220/2013 de uma sala com área de 20,62m no pavimento
inferior do Fórum da Fazenda Pública, Falências e Execuções Fiscais, localizado na Apresentou, na sequência, novo quadro percentual de remuneração para o contrato
Rua Padre Anchieta, n.º 1287, Curitiba, Paraná, para a Procuradoria Geral do Estado em referência, de acordo com a variação da Taxa SELIC, e que "... somente poderão
do Paraná ser considerados se aplicados retroativamente à FEV/2018, considerando a primeira
IV - Com fulcro no art. 118, inc. II, da Lei Estadual nº 15.608/07, DESIGNO como notificação por meio do ofício 013/2018/SR ...", afirmando ainda que pela relevância
gestor do contrato o Chefe da Divisão de Controle de Contratos e Atas de Registros do impacto financeiro que vem suportando, não poderá aguardar manifestação deste
de Preços, ou servidor por ele designado. Tribunal após 11/06/2018.
A fiscalização e a supervisão do contrato competirão ao Departamento de Por fim, informou que em não havendo concordância deste Tribunal com o
Engenharia e Arquitetura deste Tribunal de Justiça, por meio de servidor designado reequilíbrio financeiro do contrato nos termos do artigo 65, inciso II, alínea "d", da Lei
por seu diretor. nº 8666/1993, não lhe restará "... outra alternativa que não seja invocar judicialmente
V - Publique-se. a Teoria da Imprevisão do Contrato para garantir a justa contrapartida pelos serviços
VI - À Assessoria Jurídica do Departamento do Patrimônio para elaboração do termo prestados".
de rescisão. Recebido neste Tribunal o inicialmente referido Ofício nº 011/2018/SUPUJ/GEJUD,
VII - À Divisão de Controle de Contrato e Atas de Registro de Preços do a Ilustríssima Secretária desta Corte determinou prontamente os impulsos cabíveis
Departamento do Patrimônio para as anotações necessárias e providências de de forma a instruir o expediente, encontrando-se nos autos as manifestações do
arquivamento. Departamento de Planejamento (evento 3034542) e da Assessoria Jurídica do
Departamento do Patrimônio (evento 3038451).
É o relato, sucinto, do que consta a partir do evento 2980851, inclusive.
Em que pese o teor da novel correspondênciaConstante do já citado evento 2980851.
Em 28/06/2018. apresentada por Caixa Econômica Federal, seus argumentos e fundamentos já
restaram analisados por esta Administração por ocasião da decisão objeto do evento
2860802. Senão vejamos:
Des. RENATO BRAGA BETTEGA a) Manifestação do Departamento de Planejamento (evento 3034542):
Presidente do Tribunal de Justiça Ratificou o contido na informação que prestou anteriormente (evento 2839029),
por ocasião da análise dos Ofícios 013/2018/SR e 041/2018/SR oriundos de Caixa
Econômica Federal, "... especialmente de que não se verifica alteração substancial
da Emenda Constitucional 99 de dezembro de 2017 com relação à Emenda
IDMATERIA1403037IDMATERIA

Constitucional 094 de 2016 e a Lei Complementar 151 de 2015, responsáveis pelo


DEPARTAMENTO DO PATRIMÔNIO arcabouço legislativo vigente sobre a utilização de valores depositados em juízo para
pagamento de precatórios ...".
Foi apontado como reiteração, também, que "... as taxas de juros exigidas pelos
bancos para as diferentes modalidades de crédito são bastante superiores à SELIC,
RELAÇÃO Nº 111 - PROTOCOLO Nº 0002050-30.2017.8.16.6000 e de que o saldo dos depósitos judiciais do TJPR não apresenta imprevisibilidade, o
que possibilita a essa instituição utilizá-lo em outros mercados que não a compra de
títulos públicos ..." , sendo que quanto ao argumento de que o cenário projetado para
PROTOCOLO: 0002050-30.2017.8.16.6000 o mercado financeiro, especificamente à queda da taxa SELIC, não se concretizou e
INTERESSADO: Caixa Econômica Federal a realidade foi diferente da esperada, "... observa-se que o Relatório Focus de 14 de
DESPACHO: Caixa Econômica Federal, na condição de contratadaContrato nº julho de 2017, período de assinatura do contrato vigente, projetava uma taxa SELIC
154/2017, assinado em 28/07/2017 - evento 2149278, pasta VII, deste expediente. - fim de período - para 2017 em 8% a.a*, enquanto que o COPOM em 06/12/2017
por este Tribunal de Justiça para, com exclusividade, administrar as contas dos estabeleceu a meta da taxa SELIC em 7,0% a.a. No entanto, conforme abordado
depósitos judiciais e administrativos (inclusive precatórios e requisições de pequeno na Informação havia uma expectativa de queda da taxa de juros da economia em
valor), administrar as disponibilidades de caixa desta Corte e, também, administrar as função da queda observada da atividade econômica, assim, não se imputa que esse
contas dos Fundos Especiais do Poder Judiciário do Estado do Paraná, retornou aos fato seja imprevisível a uma instituição participante do mercado financeiro."
presentes autos conforme Ofício nº 011/2018/SUPUJ/GEJUDconstante do evento Lembrou, por fim, o Departamento de Planejamento, que por ocasião da "...
2980581., por intermédio do qual, após acusar o recebimento da decisão objeto do contratação ocorrida em 28/07/2017 houve redução da taxa de remuneração ao
evento doc. 2860802, aduziu, em suma, que: TJPR de 0,23% para 0,15%, significando cerca de 35% de redução da taxa, já
- a parceria entre este Tribunal de Justiça e Caixa Econômica Federal iniciou em julho refletindo a eminente queda da taxa SELIC e uma possível redução do saldo dos
de 2012, quando formalizado o contrato que vigou até 2017, para a gestão exclusiva, depósitos judiciais".
pela Caixa, dos depósitos judiciais, com determinada remuneração mensal sobre o b) Manifestação da Assessoria Jurídica do Departamento do Patrimônio (evento
saldo médio mantido; 3038451):"...
- a partir do 13º mês a contar do início do contrato de 2012, a Caixa remuneraria o 6. Quanto ao aspecto legal, a Contratada não inovou argumentos que
Tribunal em 0,16% sobre o saldo médio; que com alteração do cenário econômico demonstrassem o desequilíbrio contratual e a sua imprevisibilidade para que o seu
a partir de meados de 2014, a Caixa atendeu solicitação deste Tribunal de modo pedido fosse acolhido.
que, em outubro daquele ano, foi formalizado Termo Aditivo entre ditas partes 7. Nesse contexto, esta Assessoria Jurídica do Departamento do Patrimônio
de promovendo alteração dos índices de remuneração (0,20% de agosto/2014 a RATIFICA o seu parecer nº 251/2018 (evento 2846668) lançado neste expediente, a
dezembro/2014; 0,21% de janeiro a março de 2015; 0,22% de abril a junho de 2015; fim de que seja negado o pedido da CONTRATADA, mantendo os fundamentos da
e 0,23% de julho/2015 até julho/2017, por ocasião do término de vigência daquele Decisão Presidencial (evento 2860802), bem como as informações do Departamento
contrato, sem intercorrências); do Planejamento (eventos 2839029 e 3034542), e nos termos do artigo art. 65, II, "d"
- novo contrato foi firmado, com idêntico objeto, a partir de 27 de julho de 2017 e da Lei 8666/93 e do artigo. 112, §3º, II da Lei Estadual 15.608/07.
com vigência de 24 meses, sendo que "... considerando o cenário e as projeções da ...".
época da renegociação (JUL/17), o contrato foi pactuado com desembolso mensal Temos, do exposto, que não merece maior profundidade de análise a questão
de 0,15%a.m. sobre o saldo médio apurado..."; reposta por Caixa Econômica Federal, quanto ao seu pleito de reequilíbrio econômico
- além do desembolso mensal sobre o saldo médio, o contrato contempla um série e financeiro do contrato nº 154/2017 celebrado com este Tribunal em 28 de julho de
de isenções suportadas pela Caixa; 2017.
- quando o contrato ora em vigência foi assinado (27 de julho de 2017), a Taxa Básica Nestas condições, e acolhendo os termos das manifestações prestadas pelos
de Juros SELIC estava em 10,25%a.a., e as projeções, à época, é que ao final de Departamentos de Planejamento e do Patrimônio - Assessoria Jurídica, ambas
2017 chegaria a 8,5%a.a.; inclusive com ratificação de seus pronunciamentos anteriores, MANTENHO
- o cenário projetado em julho de 2017 não se concretizou, com a taxa SELIC INCÓLUME a decisão desta Administração, constante do evento 2860802, de
comportando-se de maneira imprevista nos cenários macroeconômicos, o que foi INDEFERIMENTO do pedido de reequilíbrio econômico e financeiro do contrato em
estendido até março de 2018, levando ao seu mínimo histórico, 6,5%a.a.; referência.
- esse cenário "... não foi previsto pelos mercados interno e externo, e tampouco Ao Gabinete da Secretária para comunicar à Contratada, e ao Departamento do
foi precificado como cenário possível no âmbito do contrato, quando da sua Patrimônio para publicar a presente decisão.
assinatura ...";
- outro fato superveniente a impactar diretamente nos saldos, custos e gestão
dos depósitos judiciais, foi a promulgação, em dezembro de 2017, da Emenda Em 28/06/2018.
Constitucional 99, da qual resultará redução do saldo disponível das contas
judiciais, alteração do custo direto do depósito judicial e tornará mais onerosa a
operacionalização;
- o reequilíbrio econômico e financeiro vem sendo proposto em todos os contratos de Des. RENATO BRAGA BETTEGA
gestão de depósitos judiciais, não só da Caixa mas também do Banco do Brasil S/A. Presidente do Tribunal de Justiça
- 32 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
DEPARTAMENTO DO PATRIMÔNIO

IDMATERIA1403333IDMATERIA

DEPARTAMENTO DO PATRIMÔNIO EXTRATO DO TERMO DE DOAÇÃO Nº 191/2018


- PROTOCOLO Nº 0030683-17.2018.8.16.6000

DISPENSA N. º 179/2018 - PROTOCOLO Nº 0030683-17.2018.8.16.6000


TERMO DE DOAÇÃO: 191/2018
EXPEDIENTE: 0030683-17.2018.8.16.6000
PROTOCOLO: 0030683-17.2018.8.16.6000 DOADOR:TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ
INTERESSADO:Município de Jacarezinho, com uso afetado a Escola Municipal DONATÁRIO:MUNICÍPIO DE JACAREZINHO
Professor Renato Azzolini OBJETO: Neste ato, o DOADOR repassa a título de doação, os bens de
DESPACHO: sua propriedade, livres de quaisquer ônus, atestados como inservíveis pela
I - Trata-se de requerimento apresentado pela Diretora da Escola Municipal Comissão de Avaliação de Bens Permanentes do processo eletrônico n.
Professor Renato Azzolini da cidade Jacarezinho para solicitar a doação de bens 0030683-17.2018.8.16.6000 (doc. 3008205), para o DONATÁRIO que declara
móveis deste Tribunal (doc. 2899371). aceitá-los, com uso afetado a ESCOLA MUNICIPAL PROFESSOR RENATO
Os bens móveis disponíveis para doação foram relacionados pela Divisão de AZZOLINI , na forma da lei, em quantidade descrita na relação a seguir:
Controle Patrimonial (doc. nº 2977408) e Comissão de Avaliação de Bens
Nº Item Plaqueta Produto/Modelo
Permanentes elaborou o laudo técnico (doc.3008205).
1 436162 389496 Monitor de Vídeo
II - A legislação que confere embasamento para a doação é a Lei n. º 8.666/93 e a 2 405491 366448 Monitor de Vídeo
Lei Estadual n. º 15.608/2007, devendo ser aplicado os dispositivos legais abaixo. 3 436480 389564 Monitor de Vídeo
Lei n. º 8.666/93: 4 435911 388695 Microcomputador
"Art. 17. A alienação de bens da Administração Pública, subordinada à existência de 5 436279 388763 Microcomputador
interesse público devidamente justificado, será precedida de avaliação e obedecerá 6 384339 355115 Monitor de Vídeo
às seguintes normas: 7 435287 389071 Monitor de Vídeo
(...) 8 435358 388292 Microcomputador
9 436508 389592 Monitor de Vídeo
II - Quando móveis, dependerá de avaliação prévia e de licitação, dispensada esta
10 436305 388789 Microcomputador
nos seguintes casos: 11 435831 388615 Microcomputador
a) doação, permitida exclusivamente para fins e uso de interesse social, após 12 421720 373213 Monitor de Vídeo
avaliação de sua oportunidade e conveniência socioeconômica, relativamente à 13 435414 389148 Monitor de Vídeo
escolha de outra forma de alienação. " 14 384299 355075 Monitor de Vídeo
Lei Estadual n. º 15.608/2007: 15 435841 388625 Microcomputador
"Art. 8º. Será dispensada a licitação, nos seguintes casos: 16 436082 389416 Monitor de Vídeo
17 436357 388841 Microcomputador
(...)
18 435890 388674 Microcomputador
II - De bens móveis para: 19 436909 389043 Microcomputador
a) doação, permitida exclusivamente para fins e uso de interesse social, após 20 436910 389044 Microcomputador
avaliação de sua oportunidade e conveniência socioeconômica, relativamente à 21 436677 389761 Monitor de Vídeo
escolha de outra forma de alienação". 22 436074 389408 Monitor de Vídeo
Conforme se depreende da redação dos citados dispositivos de lei, é possível a 23 436795 388979 Microcomputador
doação de bens que não mais atendam às necessidades do Tribunal de Justiça 24 436798 388982 Microcomputador
25 436444 388928 Microcomputador
para outro órgão público ou instituição que os destine a uso de interesse social,
26 422113 373606 Monitor de Vídeo
em atendimento aos princípios da eficiência e da economicidade, uma vez que a 27 436442 388926 Microcomputador
manutenção destes bens em depósitos, sem perspectiva de uso, importa em custos 28 436443 388927 Microcomputador
das mais diversas naturezas e a ocupação de espaço físico. 29 384431 355207 Monitor de Vídeo
No presente caso, os bens doados serão destinados ao Munícipio de Jacarezinho, 30 436389 388873 Microcomputador
com uso destinado à Escola Municipal Professor Renato Azzolini para fins e uso de 31 436184 389518 Monitor de Vídeo
interesse social. 32 436118 389452 Monitor de Vídeo
Por sua vez, o laudo de avaliação da Comissão de Bens Permanentes atesta a 33 435799 388583 Microcomputador
34 421688 373181 Monitor de Vídeo
antieconomicidade e inservibilidade dos bens para o Tribunal de Justiça e relevante
35 436396 388880 Microcomputador
interesse social na destinação dos bens (doc. nº 3008205). 36 435261 388245 Microcomputador
Outrossim, o DTIC asseverou que: 37 404877 365834 Monitor de Vídeo
"I - Classificam-se de acordo com a Instrução Normativa nº 01/2015 como 38 436601 389685 Monitor de Vídeo
antieconômicos; 39 404879 365836 Monitor de Vídeo
II - Foram substituídos por outros de fabricação mais recente e com desempenho 40 436343 388827 Microcomputador
superior; Ressalta-se que os computadores são acompanhados de Licença do Sistema
III - Não oriundos de doação do Conselho Nacional de Justiça" (doc. 2907948). Operacional Microsoft Windows (OEM Software), cuja versão e serial de ativação
Ressalta-se que de acordo com o entendimento do TCE-PR, ácordão nº 6113/15 estão presentes em etiquetas colocadas nos próprios equipamentos, nos termos da
do Tribunal Pleno, proferido no processo nº 89199/2015, consulta formulada por Manifestação nº 2907948 do DTIC.
este Tribunal, o TCE disse que "[...] não se vislumbram óbices na flexibilização
da exigência de apresentação das certidões de regularidade fiscal quando ambos
os convenentes forem órgãos administrativos e o ajuste não comportar o trânsito
de recursos públicos", razão pela qual não constou nos autos as certidões de Em 28/06/2018.
regularidade fiscal, trabalhista e consultas de impedimentos.
III - Isto posto, ADOTO o Parecer nº 443/2018 da Assessoria Jurídica do
Departamento de Patrimônio e DEFIRO a doação dos bens móveis relacionados MARIA ALICE DE CARVALHO PANIZZI
na planilha (doc. 2977408) para o Município de Jacarezinho, com uso afetado a Secretária do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná
Escola Municipal Professor Renato Azzolini, representado pelo Prefeito Sérgio
Eduardo Emygdio de Faria, portador do RG.: 4.075.824-0, inscrito no CPF sob o nº
298.689.479/87, com fundamento no art. 17, inciso II, alínea "a" da Lei Federal n. º
8.666/93, no artigo 8º, inciso II, alínea "a" da Lei Estadual nº 15.608/2007.
IV - Publique-se.
V - Ao Departamento do Patrimônio para formalização do Termo de Doação.

Em 21/06/2018.

Maria Alice de Carvalho Panizzi


Secretária do Tribunal de Justiça

- 33 -
IDMATERIA1403332IDMATERIA
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
Departamento de Tecnologia
da Informação e Comunicação
IDMATERIA1403257IDMATERIA

Departamento de Tecnologia da Informação e Comunicação.

SEI Nº 0079077-89.2017.8.16.6000

À elevada apreciação do Excelentíssimo


Senhor Desembargador Presidente.
Em 28 de junho de 2018.
DES. MARCELO GOBBO DALLA DEA
Supervisor Geral de Informática e Comunicação
I - Trata o presente expediente da Revisão do Plano de Contratações de Soluções
de Tecnologia da Informação e Comunicação para o exercício financeiro de 2018,
disposto no artigo 7º § 2º da Resolução nº 182/2013 do Conselho Nacional de
Justiça, que apresenta as diretrizes para as contratações de Solução de Tecnologia
da Informação e Comunicação pelos Órgãos submetidos ao controle administrativo
e financeiro do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), elaborados pelo Departamento
de Tecnologia da Informação e Comunicação.
II - Tendo em vista o contido no presente expediente, notadamente os documentos
(doc.3054783 - Plano de Contratações STIC 2018 vs1.2 e doc.3054791 - Plano
Diretor de Tecnologia da Informação e Comunicação - PDTIC-2018) e o despacho
do Supervisor Geral de Informática e Comunicação, Desembargador Marcelo Gobbo
Dalla Dea (doc. 3055854), APROVO a Revisão do Plano de Contratações de
Soluções de Tecnologia da Informação e Comunicação para o exercício financeiro de
2018, apresentado pelo Departamento de Tecnologia da Informação e Comunicação,
no valor global previsto de R$ 53.202.054,40 (cinquenta e três milhões, duzentos
e dois mil cinquenta e quatro reais e quarenta centavos), encontrando-se em
conformidade com os trabalhos a serem realizados.
III - Ao DTIC para as providências que se fizerem necessárias.
IV - Ciência ao Centro de Apoio ao Fundo de Reequipamento do Poder Judiciário,
Departamento Econômico e Financeiro, Departamento de Planejamento e Núcleo de
Controle Interno.
'
Em 28 de junho de 2018.
'

Des. RENATO BRAGA BETTEGA


Presidente do Tribunal de Justiça

Anexos: https://portal.tjpr.jus.br/pesquisa_athos/anexo/5980728

- 34 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
Patrícia de Fátima P. d. 022 1738978-9
Departamento de Engenharia e Arquitetura Souza
Paula da Rocha Soares Pires 023 1742550-0
Paula Juliana Alamino M. 010 1717882-8/01
Departamento Judiciário Barduco
Paulo Emilio Suzuki Belisse 012 1703044-9/01
IDMATERIA1403401IDMATERIA Rafael Tadeu Machado 008 1695036-0/01
Raquel Pereira de Campos 005 1657223-9/04
Setor de Pautas
Pauta de Julgamento do dia 11/07/2018 13:30 Reginaldo Antonio Koga 019 1721737-7
Sessão Ordinária - 11ª Câmara Cível Renato Santos P. d. Azevedo 006 1658204-8/01
Relação No. 2018.05390 de Publicação Ricardo Wypych 017 1679362-5
____________________________________________________ Roberto da Silva Rocha 013 1709530-4/01
Pauta de Julgamento da sessão ordinária do 11ª Câmara Cível a Robson Maiochi 004 1561811-6/02
realizar-se em 11/07/2018 às 13:30 horas, ou sessões subsequentes. Rodrigo Augusto Kalinowski 007 1694328-9/01
Rodrigo Bueno Ramos de 008 1695036-0/01
Oliveira
Samuel Rangel de Miranda 002 1672227-3
Sandra Nascimento 013 1709530-4/01
ÍNDICE DA PUBLICAÇÃO Suelen de Oliveira 008 1695036-0/01
Scholochaski
Advogado Ordem Processo
Suzana Valenza Manocchio 008 1695036-0/01
Adriana Gavazzoni 007 1694328-9/01 Petry
Alessandra Leiva Costa 010 1717882-8/01 Thaís Guimarães 006 1658204-8/01
Piocopi
Valdecir Pagani 001 1734500-5
Allafy Massamy Kikuchi 009 1697193-8/01
Vanessa Bilhan Kerniski 007 1694328-9/01
Anassílvia Santos Antunes 019 1721737-7
Vinícius da Silva Borba 014 1732118-9/01
Antoin Abou Khalil 013 1709530-4/01
Vinicius Greco Pazza 020 1729396-8
Carlos Henrique Bueno da 011 1690638-4/01
Silva Viviane Vaz Kanayama 004 1561811-6/02

Carolina Brasileiro Kanayama 004 1561811-6/02


Claudio Akihito Ito 027 1744886-3
Cláudio Cesar Alves da 024 1743232-1 Apelação Cível
Costa 0001 . Processo: 1734500-5
Daiane Santana Rodrigues 025 1744654-1 Comarca: Alto Piquiri.Vara: Juízo Único. Ação Originária: 00003145220078160042
Daniel Pessoa Mader 021 1737864-6 Embargos de Terceiro. Apelante (1): Jacyra Mauad Azambuja . Advogado: Valdecir
Diana Maria Palma Karam 006 1658204-8/01 Pagani . Apelante (2): Herbioeste Herbicidas Ltda . Advogado: Norton Emmel
Geara Mühlbeier . Apelado(s): o(s) mesmo(s) . Relator: Juiz Subst. 2º G. Francisco Cardozo
Elenita Batista Borges 011 1690638-4/01 Oliveira (Des. Dalla Vecchia)
Elza Siqueira da Cruz 022 1738978-9
Agravo de Instrumento
0002 . Processo: 1672227-3
Ernani Mancia 002 1672227-3
Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara: 5ª
Eumenis Luã Rodrigues 015 1738843-1/01
Vara Cível. Ação Originária: 00009716820178160001 Ação Pauliana. Agravante:
Rabelo
Marcio Adriani Casagrande . Advogado: Samuel Rangel de Miranda . Agravado
Fábio Pacheco Guedes 008 1695036-0/01
(1): Célia Betoldi Artigas . Advogado: Ernani Mancia . Agravado (2): Osmar Vieira
Fernanda Barbosa P. Moreno 006 1658204-8/01 Fernandes Junio . Advogado: Ernani Mancia . Agravado (3): Marcia Rosely Xavier
Flávia Zelinda de Campos 018 1720519-5 de Moraes Casagrande . Relator: Desª Lenice Bodstein.
Francisco Jose Cahali 006 1658204-8/01 *** SESSÃO COM LIMITAÇÃO DE PRESENÇA ***
Geisianne Aparecida Bolade 022 1738978-9 Habeas Corpus Cível
Giseli C. d. R. V. d. Silveira 021 1737864-6 0003 . Processo: 1737019-1
Guilherme Régio Pegoraro 009 1697193-8/01 Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara: 6ª
Igleice de Fátima Soares da 016 1678146-7 Vara de Família e Sucessões. Ação Originária: 00017807920178160188 Alimentos.
Silva Impetrante: Isabel Cristina Szulczewski (advogado). Paciente: A. C. N. . Advogado:
Ingrid Hassen Maurer 026 1744821-2 Isabel Cristina Szulczewski . Relator: Des. Mario Nini Azzolini
Isabel Cristina Szulczewski 003 1737019-1
Embargos de Declaração Cível
0004 . Processo: 1561811-6/02
Janaína Corrêa 026 1744821-2
Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara: 5ª
Jeverson Marques Ricetto 015 1738843-1/01
Vara de Família e Sucessões. Ação Originária: 1561811600 Agravo de Instrumento.
Jorge Marcelo Pintos 012 1703044-9/01 Embargante: J. C. M. . Advogado: Robson Maiochi . Embargado: T. T. W. S. .
Payeras
Advogado: Viviane Vaz Kanayama , Carolina Brasileiro Kanayama. Relator: Juiz
Jorge Moreno de Carvalho 023 1742550-0 Subst. 2º G. Gil Francisco de Paula Xavier F Guerra (Des. Mario Nini Azzolini)
José Valter Rodrigues 025 1744654-1 Embargos de Declaração Cível
Leandro Consalter Kauche 021 1737864-6 0005 . Processo: 1657223-9/04
Lenir Gonçalves da Silva 005 1657223-9/04 Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara: 1ª
Filho Vara de Família e Sucessões. Ação Originária: 1657223900 Agravo de Instrumento.
Lijeane Cristina Pereira 025 1744654-1 Embargante: F. B. . Advogado: Raquel Pereira de Campos . Embargado: N. R. B. .
Santos Advogado: Lenir Gonçalves da Silva Filho . Relator: Des. Dalla Vecchia
Luciana Calvo Perseke Wolff 013 1709530-4/01 Embargos de Declaração Cível
Marcia Rosa Teixeira da 024 1743232-1 0006 . Processo: 1658204-8/01
Costa Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara: 5ª
Marcos Adolfo Benevenuto II 010 1717882-8/01 Vara de Família e Sucessões. Ação Originária: 1658204800 Agravo de Instrumento.
Maria do Carmo Pinhatari 027 1744886-3 Embargante: E. C. . Advogado: Francisco Jose Cahali , Renato Santos Piccolomini de
Ferreira Azevedo. Embargado: M. R. C. . Advogado: Fernanda Barbosa Pederneiras Moreno ,
Maria Eduarda B. D. 013 1709530-4/01 Thaís Guimarães, Diana Maria Palma Karam Geara. Relator: Desª Lenice Bodstein
Guimarães Embargos de Declaração Cível
Maria Paula Pulner Pietroski 026 1744821-2 0007 . Processo: 1694328-9/01
Mario Pietroski Junior 026 1744821-2 Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara:
Matias Alves da Costa 024 1743232-1 2ª Vara de Família e Sucessões. Ação Originária: 1694328900 Apelação Civel.
Michelle da Rosa Bittencourt 014 1732118-9/01
Embargante: A. D. L. F. . Advogado: Vanessa Bilhan Kerniski , Adriana Gavazzoni.
Embargado: L. S. K. . Advogado: Rodrigo Augusto Kalinowski , Olímpio de Oliveira
Nelson Basso Neto 022 1738978-9
Cardoso. Relator: Des. Mario Nini Azzolini
Nelson João Klas Júnior 013 1709530-4/01
Embargos de Declaração Cível
Ney de Oliveira Rodrigues 018 1720519-5 0008 . Processo: 1695036-0/01
Norton Emmel Mühlbeier 001 1734500-5 Comarca: Foro Regional de Pinhais da Comarca da Região Metropolitana de
Olímpio de Oliveira Cardoso 007 1694328-9/01 Curitiba.Vara: Vara de Família e Sucessões, Infância e Juventude, Acidentes do
- 35 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
Trabalho, Registros Públicos e Corregedoria do Foro Extrajudicial. Ação Originária: 0020 . Processo: 1729396-8
16950360 Agravo de Instrumento. Embargante: R. O. G. . Advogado: Rafael Tadeu Comarca: Foz do Iguaçu.Vara: 2ª Vara de Família e Sucessões e Acidentes do
Machado . Embargado: E. S. P. . Advogado: Fábio Pacheco Guedes , Suzana Trabalho. Ação Originária: 00110667020178160030 Dissolução/reconhecimento de
Valenza Manocchio Petry, Rodrigo Bueno Ramos de Oliveira, Suelen de Oliveira Sociedade. Agravante: F. M. C. . Advogado: Vinicius Greco Pazza . Agravado: I. T.
Scholochaski. Relator: Des. Mario Nini Azzolini L. J. . Relator: Des. Mario Nini Azzolini
Embargos de Declaração Cível Agravo de Instrumento
0009 . Processo: 1697193-8/01 0021 . Processo: 1737864-6
Comarca: Região Metropolitana de Londrina - Foro Central de Londrina.Vara: 1ª Vara Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara: 2ª
de Família e Sucessões, Registros Públicos e Corregedoria do Foro Extrajudicial. Vara de Família e Sucessões. Ação Originária: 00000572120058160002 Execução
Ação Originária: 1697193800 Agravo de Instrumento. Embargante: S. A. O. . de Prestação Alimenticia. Agravante: L. C. M. . Advogado: Leandro Consalter
Advogado: Guilherme Régio Pegoraro . Embargado: R. V. O. F. F. . Advogado: Allafy Kauche , Giseli Cristina do Rosário Vilela da Silveira. Agravado: L. M. J. . Advogado:
Massamy Kikuchi . Relator: Des. Mario Nini Azzolini Daniel Pessoa Mader . Relator: Juiz Subst. 2º G. Anderson Ricardo Fogaça (Des.
Embargos de Declaração Cível Mario Nini Azzolini)
0010 . Processo: 1717882-8/01 Agravo de Instrumento
Comarca: Região Metropolitana de Londrina - Foro Regional de Rolândia.Vara: 0022 . Processo: 1738978-9
Vara Infância, Juventude, Família e Anexos. Ação Originária: 1717882800 Agravo Comarca: Foro Regional de Almirante Tamandaré da Comarca da Região
de Instrumento. Embargante: C. H. M. S. . Advogado: Paula Juliana Alamino Metropolitana de Curitiba.Vara: Vara de Família e Sucessões, Infânica e Juventude,
Modesto Barduco , Alessandra Leiva Costa Piocopi. Embargado: N. N. A. S. Acidentes do Trabalho, Registros Públicos e Corregedoria do Foro Extrajudicial. Ação
(Representado(a)). Advogado: Marcos Adolfo Benevenuto II . Relator: Des. Mario Originária: 00062922020148160024 Execução de Prestação Alimenticia. Agravante:
Nini Azzolini A. B. . Advogado: Nelson Basso Neto . Def.Dativo: Nelson Basso Neto . Agravado:
Agravo Interno Cível L. R. B. (Representado(a)), G. R. B. (Representado(a)). Advogado: Geisianne
0011 . Processo: 1690638-4/01 Aparecida Bolade , Patrícia de Fátima Pedroso de Souza, Elza Siqueira da Cruz.
Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara: 4ª Relator: Juiz Subst. 2º G. Francisco Cardozo Oliveira (Des. Dalla Vecchia)
Vara de Família e Sucessões. Ação Originária: 16906384 Agravo de Instrumento. Agravo de Instrumento
Agravante: J. C. R. S. . Advogado: Carlos Henrique Bueno da Silva . Agravado: A. 0023 . Processo: 1742550-0
S. , K. S., K. S.. Advogado: Elenita Batista Borges . Relator: Des. Mario Nini Azzolini Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara: Vara
Agravo Interno Cível Descentralizada de Santa Felicidade. Ação Originária: 00151615720178160188
0012 . Processo: 1703044-9/01 Revisional de Alimentos. Agravante: A. S. . Advogado: Jorge Moreno de Carvalho .
Comarca: Região Metropolitana de Londrina - Foro Central de Londrina.Vara: 2ª Agravado: S. T. S. , R. Y. S. (Representado(a)). Advogado: Paula da Rocha Soares
Vara de Família e Sucessões e Acidentes do Trabalho. Ação Originária: 1703044900 Pires . Relator: Des. Mario Nini Azzolini
Agravo de Instrumento. Agravante: E. M. D. (Representado(a)). Advogado: Jorge Agravo de Instrumento
Marcelo Pintos Payeras , Paulo Emilio Suzuki Belisse. Agravado: C. C. D. . Relator: 0024 . Processo: 1743232-1
Desª Lenice Bodstein Comarca: Castro.Vara: Vara de Família e Sucessões, Infância e Juventude,
Agravo Interno Cível Acidentes do Trabalho, Registros Públicos e Corregedoria do Foro Extrajudicial.
0013 . Processo: 1709530-4/01 Ação Originária: 00025892420158160064 Divórcio. Agravante: A. M. C. , V. C. C..
Comarca: Foro Regional de Almirante Tamandaré da Comarca da Região Advogado: Cláudio Cesar Alves da Costa , Marcia Rosa Teixeira da Costa, Matias
Metropolitana de Curitiba.Vara: Vara de Família e Sucessões, Infânica e Juventude, Alves da Costa. Relator: Juiz Subst. 2º G. Anderson Ricardo Fogaça (Des. Ruy
Acidentes do Trabalho, Registros Públicos e Corregedoria do Foro Extrajudicial. Ação Muggiati)
Originária: 1709530400 Agravo de Instrumento. Agravante: C. C. D. . Advogado: Agravo de Instrumento
Antoin Abou Khalil , Roberto da Silva Rocha, Sandra Nascimento. Agravado: A. L. O. 0025 . Processo: 1744654-1
V. D. (maior de 60 anos). Advogado: Nelson João Klas Júnior , Luciana Calvo Perseke Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara:
Wolff, Maria Eduarda Barletta Doria Guimarães. Relator: Desª Lenice Bodstein 3ª Vara de Família e Sucessões. Ação Originária: 00205436520168160188
Agravo Interno Cível Ação Alimentar. Agravante: G. F. G. (Representado(a)), V. F. (Representado(a)).
0014 . Processo: 1732118-9/01 Advogado: José Valter Rodrigues , Daiane Santana Rodrigues, Daiane Santana
Comarca: Região Metropolitana de Londrina - Foro Central de Londrina.Vara: 2ª Rodrigues. Agravado: C. A. G. . Advogado: Lijeane Cristina Pereira Santos . Relator:
Vara de Família e Sucessões e Acidentes do Trabalho. Ação Originária: 17321189 Juiz Subst. 2º G. Anderson Ricardo Fogaça (Des. Dalla Vecchia)
Agravo de Instrumento. Agravante: A. P. S. . Advogado: Vinícius da Silva Borba . Agravo de Instrumento
Agravado: L. L. R. . Advogado: Michelle da Rosa Bittencourt . Interessado: I. P. S. 0026 . Processo: 1744821-2
(Representado(a)). Relator: Desª Lenice Bodstein Comarca: Rebouças.Vara: Juízo Único. Ação Originária: 00005131620178160142
Agravo Interno Cível Divórcio. Agravante: F. K. . Advogado: Janaína Corrêa , Ingrid Hassen Maurer.
0015 . Processo: 1738843-1/01 Agravado: E. T. K. . Advogado: Mario Pietroski Junior , Maria Paula Pulner Pietroski.
Comarca: Lapa.Vara: Vara Criminal, Infância e Juventude e Família e Sucessões. Relator: Des. Mario Nini Azzolini
Ação Originária: 1738843100 Agravo de Instrumento. Agravante: P. E. . Advogado: Agravo de Instrumento
Jeverson Marques Ricetto , Eumenis Luã Rodrigues Rabelo. Agravado: L. H. E. , L. 0027 . Processo: 1744886-3
H., T. C. H.. Relator: Juíza Subst. 2º G. Luciane R.C.Ludovico (Desª Lenice Bodstein) Comarca: Região Metropolitana de Londrina - Foro Central de Londrina.Vara:
Agravo de Instrumento 2ª Vara de Família e Sucessões e Acidentes do Trabalho. Ação Originária:
0016 . Processo: 1678146-7 00173963420178160014 Alimentos Provisionais. Agravante: N. G. A. . Advogado:
Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara: Vara Claudio Akihito Ito . Agravado: M. E. L. , M. L. L. A.. Advogado: Maria do Carmo
Descentralizada do Pinheirinho. Ação Originária: 00007612920178160191 Divórcio. Pinhatari Ferreira . Relator: Juíza Subst. 2º G. Luciane R.C.Ludovico (Des. Ruy
Agravante: G. V. M. . Advogado: Igleice de Fátima Soares da Silva . Agravado: F. Muggiati)
M. . Relator: Des. Mario Nini Azzolini
IDMATERIA1403403IDMATERIA

Agravo de Instrumento
0017 . Processo: 1679362-5 Setor de Pautas
Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara: 17ª Pauta de Julgamento do dia 11/07/2018 13:30
Vara Cível. Ação Originária: 00057904820178160001 Interdição. Agravante: R. M. Sessão Ordinária - 12ª Câmara Cível
W. (maior de 60 anos). Advogado: Ricardo Wypych . Agravado: O. S. M. . Relator: Relação No. 2018.05449 de Publicação
Juiz Subst. 2º G. Gil Francisco de Paula Xavier F Guerra (Desª Lenice Bodstein) ____________________________________________________
Agravo de Instrumento Pauta de Julgamento da sessão ordinária do 12ª Câmara Cível a
0018 . Processo: 1720519-5 realizar-se em 11/07/2018 às 13:30 horas, ou sessões subsequentes.
Comarca: Foro Regional de São José dos Pinhais da Comarca da Região
Metropolitana de Curitiba.Vara: Vara de Família e Sucessões, Acidentes do
Trabalho, Registros Públicos e Corregedoria do Foro Extrajudicial. Ação Originária:
00098947820178160035 Indenização por Perdas e Danos. Agravante: D. A. A. .
Advogado: Ney de Oliveira Rodrigues , Flávia Zelinda de Campos. Agravado: M. D. ÍNDICE DA PUBLICAÇÃO
F. B. . Relator: Juiz Subst. 2º G. Gil Francisco de Paula Xavier F Guerra (Desª Lenice Advogado Ordem Processo
Bodstein)
Adriana Espíndola Corrêa 002 1336720-7/01
Agravo de Instrumento
003 1336720-7/02
0019 . Processo: 1721737-7
Comarca: Foro Regional de Colombo da Comarca da Região Metropolitana Adriane Turin dos Santos 010 1723017-8
de Curitiba.Vara: Vara de Família e Sucessões. Ação Originária: Airton Vida 025 1721004-3
00061777920178160028 Exoneração de Alimentos. Agravante: M. S. S. C. . Alessandro Marinelli de 013 1729511-5
Advogado: Reginaldo Antonio Koga . Agravado: W. B. S. (maior de 60 anos). Oliveira
Advogado: Anassílvia Santos Antunes . Relator: Juíza Subst. 2º G. Luciane Ana Maria Arêas 011 1728984-4
R.C.Ludovico (Des. Ruy Muggiati) Andrea dos Santos Lopes 024 1714683-3
Agravo de Instrumento Andrea Maria Bulqui Tejo 017 1735980-7
- 36 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
Angélica Duarte Martinski 023 1698203-3 Paulo Roberto Ribeiro Nalin 002 1336720-7/01
Angelo Marcos Monteiro 024 1714683-3 003 1336720-7/02
Antônio Dilson Pereira 006 1702863-0/01 Paulo Vinicius de Carvalho 004 1687265-6/02
Antônio Marcos Solera 014 1736214-2 Soares
Antonio Rampazzo 011 1728984-4 Porfíria de Oliveira Moura 026 1730566-7
Assis Corrêa 002 1336720-7/01 Rafael Ariukudo Marques 021 1649896-7/01
003 1336720-7/02 Rafael Grecco Beffa 020 1703476-1/01
Bruno César Deschamps 016 1731080-6 Raphael Gomes Condado 013 1729511-5
Meirinho Regina Célia Cardoso A. d. 022 1667188-8
Carlos Eduardo de Macedo 007 1729297-0/01 Assis
Ramos Rodrigo Camargo 019 1675656-6/01
Carlyle Popp 002 1336720-7/01 Rodrigo Pinto de Carvalho 015 1646513-1
003 1336720-7/02 Rogéria Fagundes Dotti Dória 004 1687265-6/02
Christiana Tosin Mercer 001 0782039-7/01 Romero Cézar Santos de L. 002 1336720-7/01
Claudia da Rocha 005 1694259-9/01 Júnior
Cleusa Chimentão 008 1738586-1/02 003 1336720-7/02
Cleverson Alcantara 024 1714683-3 Rosangela Lisbôa Conerado 019 1675656-6/01
Cristiane Bergamin 018 1742810-1 Sueli Cristina Galleli 008 1738586-1/02
Diogo Maia Rocha da Silva 008 1738586-1/02 Thiago Ariukudo Marques 021 1649896-7/01
Edgard Katzwinkel Junior 027 1736430-6 Thiago Dahlke Machado 020 1703476-1/01
Edson Baldin 014 1736214-2 Tiago de Souza Scoponi 008 1738586-1/02
Eduardo Aloysio Brambilla 021 1649896-7/01 Tony Augusto Paraná da S. e. 026 1730566-7
Sene
Eliana Ramos Sato 004 1687265-6/02
Valdecir Pagani 018 1742810-1
Elizandro Rodrigues 020 1703476-1/01
Henrique Victor Brostulin Vida 025 1721004-3
Eloisa Fontes Tavares 020 1703476-1/01 Wanderley Dallo 001 0782039-7/01
Érika Mezzomo Pietsak 011 1728984-4 Wilson Bokorny Fernandes 022 1667188-8
Fabio Rivelli 004 1687265-6/02
005 1694259-9/01
Fernando Cezar Vernalha 027 1736430-6 Embargos de Declaração Cível
Guimarães 0001 . Processo: 0782039-7/01
Fernando Gobbo Degani 009 1697324-3 Comarca: Francisco Beltrão.Vara: 1ª Vara Cível. Ação Originária: 782039700
Franciele Domingues da 011 1728984-4 Apelação Civel. Apelante: Alceni da Silva, Amadeus Hanig (maior de 60 anos), Carlos
Silva Re, Carmelinda Trezzi Felippe (maior de 60 anos), Celso Grando, Dirceu Antonio
Gabriel Bardal 007 1729297-0/01 Furlaneto, Irio Piran, Sebastião Calizto de Oliveira, Valdir Boeno Gomes, Waldomiro
Gabriel Bertin de Almeida 005 1694259-9/01 Ascoli. Advogado: Wanderley Dallo. Apelado: Companhia Paranaense de Energia -
Copel e Copel Distribuiçao Sa. Embargante: Companhia Paranaense de Energia -
Gerusa Helena Abreu 019 1675656-6/01
Radziminski Copel e Copel Distribuiçao Sa . Advogado: Christiana Tosin Mercer . Embargado:
Alceni da Silva , Amadeus Hanig (maior de 60 anos), Carlos Re, Carmelinda Trezzi
Giovanna Lorusso Busse 007 1729297-0/01
Felippe (maior de 60 anos), Celso Grando, Dirceu Antonio Furlaneto, Irio Piran,
Giuliane Simionato Gabaldo 004 1687265-6/02
Sebastião Calizto de Oliveira, Valdir Boeno Gomes, Waldomiro Ascoli. Advogado:
Guilherme Assad de Lara 009 1697324-3
Wanderley Dallo . Relator: Juiz Subst. 2º G. Carlos Henrique Licheski Klein (Des.
Guilherme Borba Vianna 002 1336720-7/01 Espedito Reis do Amaral)
003 1336720-7/02 Embargos de Declaração Cível
Gustavo Henrique G. 013 1729511-5 0002 . Processo: 1336720-7/01
Baccarin Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara: 10ª
Gustavo Teixeira Villatore 027 1736430-6 Vara Cível. Ação Originária: 1336720700 Apelação Civel. Embargante: Espolio de
Hulianor de Lai 014 1736214-2 Claudio Antônio Binatti . Advogado: Adriana Espíndola Corrêa , Romero Cézar
Iracema Elis de Faria 027 1736430-6 Santos de Lima Júnior, Assis Corrêa. Embargado: São Conrado Terraplanagem
Jefferson Bruno Pereira 014 1736214-2 Incorporações e Construções Ltda . Advogado: Paulo Roberto Ribeiro Nalin , Carlyle
Jéssica Raksa 023 1698203-3 Popp, Guilherme Borba Vianna. Relator: Juíza Subst. 2º G. Luciane Bortoleto (Desª
Joeci Machado Camargo)
João Paulo Bettega de A. 027 1736430-6
Maranhão Embargos de Declaração Cível
0003 . Processo: 1336720-7/02
Joelson Alves de Araújo 012 1729336-2
Junior Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara:
Juliano Kapp de Oliveira 025 1721004-3
10ª Vara Cível. Ação Originária: 1336720700 Apelação Civel. Embargante: São
Conrado Terraplanagem Incorporações e Construções Ltda . Advogado: Paulo
Julio Cezar Nalin Salinet 013 1729511-5
Roberto Ribeiro Nalin , Carlyle Popp, Guilherme Borba Vianna. Embargado: Espolio
Karina Borges de Lima 014 1736214-2
de Claudio Antônio Binatti . Advogado: Adriana Espíndola Corrêa , Romero Cézar
Liane Terezinha Pereira 015 1646513-1 Santos de Lima Júnior, Assis Corrêa. Relator: Juíza Subst. 2º G. Luciane Bortoleto
Lorena Fadel 027 1736430-6 (Desª Joeci Machado Camargo)
Luiz Carlos Proença 014 1736214-2 Embargos de Declaração Cível
Luiz Fernando Casagrande 027 1736430-6 0004 . Processo: 1687265-6/02
Pereira Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara: 4ª
Manoela Carvalho Garcia 010 1723017-8 Vara Cível. Ação Originária: 1687265601 Agravo Interno, 16872656 Agravo de
Tavares Instrumento. Embargante: Google Brasil Internet Ltda . Advogado: Fabio Rivelli ,
Marcelo Rodrigues Veneri 016 1731080-6 Eliana Ramos Sato, Paulo Vinicius de Carvalho Soares. Embargado: Tarcila Santos
Marco Antonio Ribas 011 1728984-4 Teixeira . Advogado: Patricia Domingues Nymberg , Rogéria Fagundes Dotti Dória,
Rampazzo Giuliane Simionato Gabaldo. Relator: Juiz Subst. 2º G. Sérgio Luiz Patitucci (Desª
Marco Aurélio C. Marcondes 008 1738586-1/02 Ivanise Maria Tratz Martins)
Marcos Vinicius Zancan 007 1729297-0/01 Embargos de Declaração Cível
Mobile 0005 . Processo: 1694259-9/01
Marcus Vinicius de F. 017 1735980-7 Comarca: Apucarana.Vara: 1ª Vara Cível e da Fazenda Pública. Ação Originária:
Zompero 1694259900 Agravo de Instrumento. Embargante: Maurício Mazur . Advogado:
Mariane Cristine Tokarski 025 1721004-3 Gabriel Bertin de Almeida , Claudia da Rocha. Embargado: Google Brasil Internet
Marina Brostulin Vida 025 1721004-3 Ltda . Advogado: Fabio Rivelli , Mario Ferreira Penteado Neto. Interessado: Laerte
Mario Ferreira Penteado Neto 005 1694259-9/01 Laus , Tribuna do Ivai Ltda Me. Relator: Juíza Subst. 2º G. Luciane R.C.Ludovico
Mário Francisco Barbosa 021 1649896-7/01
(Des. Roberto Antônio Massaro)
Embargos de Declaração Cível
Milena Emilyn Raksa 023 1698203-3
0006 . Processo: 1702863-0/01
Mina Entler Cimini 009 1697324-3
Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara:
Patricia Domingues Nymberg 004 1687265-6/02 Vara de Registros Públicos e Corregedoria do Foro Extrajudicial. Ação Originária:
Paulo Roberto Castagnoli 012 1729336-2 1702863000 Apelação Civel. Embargante: Antônio Dílson Pereira . Advogado:
- 37 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
Antônio Dilson Pereira . Embargado: Sexto Serviço de Registro de Imóveis do Foro Marina Bottin Dalabona . Advogado: Bruno César Deschamps Meirinho . Apelado:
Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba . Relator: Juíza Subst. 2º Multieventos - Comércio de Artigos Fotográficos e Organização de Festas Ltda. e
G. Luciane R.C.Ludovico (Des. Roberto Antônio Massaro) Outros . Advogado: Marcelo Rodrigues Veneri . Relator: Desª Ivanise Maria Tratz
Embargos de Declaração Cível Martins
0007 . Processo: 1729297-0/01 Apelação Cível
Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara: 0017 . Processo: 1735980-7
18ª Vara Cível. Ação Originária: 1729297000 Apelação Civel. Embargante: Doria - Comarca: Região Metropolitana de Londrina - Foro Central de Londrina.Vara:
Araucaria Emprendimentos Imobiliários , Doria Construções Civis Ltda.. Advogado: 10ª Vara Cível. Ação Originária: 00055525820158160014 Ordinária. Apelante:
Carlos Eduardo de Macedo Ramos , Giovanna Lorusso Busse. Embargado: J Espólio Milton Mosco , Wanderson Barbieri Mosco, Marcos Fábio Eugêncio Mosco.
Pelizzaro Construção Civil Ltda . Advogado: Marcos Vinicius Zancan Mobile , Gabriel Advogado: Andrea Maria Bulqui Tejo . Apelado: Marilda Mosco . Advogado: Marcus
Bardal. Relator: Juíza Subst. 2º G. Luciane R.C.Ludovico (Des. Roberto Antônio Vinicius de Freitas Zompero . Relator: Desª Ivanise Maria Tratz Martins
Massaro) Apelação Cível
Agravo Interno Cível 0018 . Processo: 1742810-1
0008 . Processo: 1738586-1/02 Comarca: Icaraíma.Vara: Juízo Único. Ação Originária: 00007753220118160091
Comarca: Região Metropolitana de Londrina - Foro Central de Londrina.Vara: 6ª Vara Ordinária. Apelante (1): Claudio Roberto Morita . Advogado: Cristiane Bergamin .
Cível. Ação Originária: 1738586101 Embargos de Declaração, 17385861 Agravo de Apelante (2): Daniela Alves Dos Santos . Advogado: Valdecir Pagani . Apelado(s):
Instrumento. Agravante: Rafael de Souza Silva . Advogado: Diogo Maia Rocha da o(s) mesmo(s) . Relator: Desª Ivanise Maria Tratz Martins.
Silva , Tiago de Souza Scoponi, Marco Aurélio Cavalheiro Marcondes. Agravado: A *** SESSÃO COM LIMITAÇÃO DE PRESENÇA ***
A Veronese Transportes Ltda . Advogado: Sueli Cristina Galleli , Cleusa Chimentão. Embargos de Declaração Cível
Relator: Juiz Subst. 2º G. Rodrigo Fernandes Lima Dalledone (Des. Marques Cury) 0019 . Processo: 1675656-6/01
Agravo de Instrumento Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara: 6ª
0009 . Processo: 1697324-3 Vara de Família e Sucessões. Ação Originária: 1675656600 Agravo de Instrumento.
Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara: Embargante: A. C. O. T. . Advogado: Rodrigo Camargo , Gerusa Helena Abreu
16ª Vara Cível. Ação Originária: 00280936120148160001 Execução. Agravante: Radziminski. Embargado: G. Z. . Advogado: Rosangela Lisbôa Conerado . Relator:
Atlantica Hotels International Brasil Ltda. . Advogado: Mina Entler Cimini , Fernando Juíza Subst. 2º G. Luciane R.C.Ludovico (Desª Ivanise Maria Tratz Martins)
Gobbo Degani, Guilherme Assad de Lara. Agravado: Meridiano Viagens e Turismo Embargos de Declaração Cível
Ltda. . Relator: Juíza Subst. 2º G. Luciane R.C.Ludovico (Des. Mario Luiz Ramidoff) 0020 . Processo: 1703476-1/01
Agravo de Instrumento Comarca: Cianorte.Vara: Vara de Família e Sucessões, Infância e Juventude,
0010 . Processo: 1723017-8 Acidentes do Trabalho, Registros Públicos e Corregedoria do Foro Extrajudicial. Ação
Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara: 9ª Originária: 1703476100 Agravo de Instrumento. Embargante: O. T. C. L. . Advogado:
Vara Cível. Ação Originária: 00224496920168160001 Resc de Compromisso de Eloisa Fontes Tavares , Thiago Dahlke Machado. Embargado: V. L. Z. J. . Advogado:
Compra e Venda. Agravante: Vivian Rotuno More Valdameri . Advogado: Manoela Elizandro Rodrigues Henrique , Rafael Grecco Beffa. Relator: Juíza Subst. 2º G.
Carvalho Garcia Tavares . Agravado: Gordon Empreendimento Imobiliarios , Irtha Luciane R.C.Ludovico (Des. Roberto Antônio Massaro)
Empreendimentos Imobiliarios S/a, Irtha Engenharia S/a. Advogado: Adriane Turin Agravo Interno Cível
dos Santos . Relator: Desª Ivanise Maria Tratz Martins 0021 . Processo: 1649896-7/01
Agravo de Instrumento Comarca: Região Metropolitana de Londrina - Foro Central de Londrina.Vara: 1ª Vara
0011 . Processo: 1728984-4 de Família e Sucessões, Registros Públicos e Corregedoria do Foro Extrajudicial.
Comarca: Palmas.Vara: Vara Cível, da Fazenda Pública, Acidentes do Trabalho, Ação Originária: 1649896700 Agravo de Instrumento. Agravante: A. A. O. M. F. .
Registros Públicos e Corregedoria do Foro Extrajudicial, Juizado Especial Cível e Advogado: Mário Francisco Barbosa . Agravado: L. B. O. M. M. . Advogado:
Juizado Especial da Fazenda Pública. Ação Originária: 00015626220118160123 Thiago Ariukudo Marques , Rafael Ariukudo Marques, Eduardo Aloysio Brambilla.
Indenização. Agravante: Oi Sa Em Recuperacao Judicial . Advogado: Érika Mezzomo Interessado: E. C. F. . Relator: Des. Mario Luiz Ramidoff
Pietsak , Ana Maria Arêas, Franciele Domingues da Silva. Agravado: Floriano José Agravo de Instrumento
Tigre (maior de 60 anos). Advogado: Marco Antonio Ribas Rampazzo , Antonio 0022 . Processo: 1667188-8
Rampazzo. Relator: Juíza Subst. 2º G. Luciane R.C.Ludovico (Desª Ivanise Maria Comarca: Região Metropolitana de Maringá - Foro Central de Maringá.Vara:
Tratz Martins) 2ª Vara de Família e Sucessões e Acidentes do Trabalho. Ação Originária:
Agravo de Instrumento 00238306420168160017 Ação Alimentar. Agravante: D. M. B. . Advogado: Wilson
0012 . Processo: 1729336-2 Bokorny Fernandes . Agravado: F. B. B. . Advogado: Regina Célia Cardoso Andrade
Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara: de Assis . Relator: Juiz Subst. 2º G. Jefferson Alberto Johnsson (Des. Luis Espíndola)
5ª Vara Cível. Ação Originária: 00087273120178160001 Reintegração de Posse. Agravo de Instrumento
Agravante: Simara Fantinato Ferraz , Demades França Ferraz. Advogado: Paulo 0023 . Processo: 1698203-3
Roberto Castagnoli . Agravado (1): Laércio Bravos . Advogado: Joelson Alves de Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara: Vara
Araújo Junior . Agravado (2): Nelson Loureiro Alves . Relator: Juíza Subst. 2º G. Descentralizada de Santa Felicidade. Ação Originária: 00044993420178160188
Luciane R.C.Ludovico (Des. Roberto Antônio Massaro) Ação Alimentar. Agravante: D. K. , B. R. O., I. R. O.. Advogado: Angélica Duarte
Agravo de Instrumento Martinski . Agravado: M. R. O. . Advogado: Milena Emilyn Raksa , Jéssica Raksa.
0013 . Processo: 1729511-5 Relator: Des. Mario Luiz Ramidoff
Comarca: Região Metropolitana de Londrina - Foro Central de Londrina.Vara: 3ª Agravo de Instrumento
Vara Cível. Ação Originária: 00679024820168160014 Ação de Despejo. Agravante: 0024 . Processo: 1714683-3
Aurora Incorporadora Ltda , Hmk Participação e Investimentos Ltda, Afe Participação Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara:
e Investimento Ltda, O e S Participação e Investimentos Ltda, Sathler Participações Vara Descentralizada do Boqueirão. Ação Originária: 00002830920178160195
e Investimentos Ltda. Advogado: Alessandro Marinelli de Oliveira , Julio Cezar Nalin Cumprimento de Sentença. Agravante: M. R. A. J. . Advogado: Andrea dos Santos
Salinet. Agravado: Deisy Prause Kalinoski Eireli Me . Advogado: Gustavo Henrique Lopes . Agravado: S. A. . Advogado: Cleverson Alcantara , Angelo Marcos Monteiro.
Gonçalves Baccarin , Raphael Gomes Condado. Interessado: Afonso Fernandes Relator: Des. Mario Luiz Ramidoff
Prause , Salete de Fátima. Relator: Juíza Subst. 2º G. Luciane R.C.Ludovico (Des. Agravo de Instrumento
Roberto Antônio Massaro) 0025 . Processo: 1721004-3
Agravo de Instrumento Comarca: Palmeira.Vara: Juízo Único. Ação Originária: 00008237620178160124
0014 . Processo: 1736214-2 Revisional de Alimentos. Agravante: E. D. K. , N. D. K.. Advogado: Juliano Kapp de
Comarca: Cruzeiro do Oeste.Vara: Vara Cível, da Fazenda Pública, Acidentes Oliveira , Mariane Cristine Tokarski. Agravado: E. K. . Advogado: Airton Vida , Marina
do Trabalho, Registros Públicos e Corregedoria do Foro Extrajudicial, Juizado Brostulin Vida, Victor Brostulin Vida. Relator: Juíza Subst. 2º G. Luciane R.C.Ludovico
Especial Cível e Juizado Especial da Fazenda Pública. Ação Originária: (Des. Mario Luiz Ramidoff)
00033879920168160077 Declaratória. Agravante: Copel Distribuição SA . Agravo de Instrumento
Advogado: Hulianor de Lai , Luiz Carlos Proença, Jefferson Bruno Pereira. Agravado: 0026 . Processo: 1730566-7
Frigorífico Astra do Paraná Ltda . Advogado: Antônio Marcos Solera , Karina Borges Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara: Vara
de Lima, Edson Baldin. Relator: Juíza Subst. 2º G. Luciane R.C.Ludovico (Des. Descentralizada do Pinheirinho. Ação Originária: 00037310220178160191 Ação
Roberto Antônio Massaro) Alimentar. Agravante: L. V. P. S. . Advogado: Tony Augusto Paraná da Silva e Sene ,
Apelação Cível Porfíria de Oliveira Moura. Agravado: V. C. S. . Relator: Juiz Subst. 2º G. Jefferson
0015 . Processo: 1646513-1 Alberto Johnsson (Des. Luis Espíndola)
Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara: 4ª Agravo de Instrumento
Vara Cível. Ação Originária: 00087349120158160001 Ação de Despejo. Apelante: 0027 . Processo: 1736430-6
Felipe Gustavo de Souza Antero , Osmar de Souza Antero. Advogado: Rodrigo Pinto Comarca: Foro Regional de Campo Largo da Comarca da Região Metropolitana de
de Carvalho . Apelado: Elci Terezinha Ramos Antoniuk . Advogado: Liane Terezinha Curitiba.Vara: Vara de Família e Sucessões, Infância e Juventude, Acidentes do
Pereira . Relator: Desª Ivanise Maria Tratz Martins Trabalho, Registros Públicos e Corregedoria do Foro Extrajudicial. Ação Originária:
Apelação Cível 00141668320138160188 Inventário. Agravante: V. L. M. F. , L. M. F., R. G.
0016 . Processo: 1731080-6 M.. Advogado: Luiz Fernando Casagrande Pereira , Fernando Cezar Vernalha
Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara: 21ª Guimarães, Lorena Fadel. Agravado: E. G. G. M. . Advogado: Edgard Katzwinkel
Vara Cível. Ação Originária: 00135759820168160194 Ordinária. Apelante: Diana Junior , Iracema Elis de Faria, João Paulo Bettega de Albuquerque Maranhão.
- 38 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
Interessado: L. G. G. M. , M. M. P.. Advogado: Edgard Katzwinkel Junior , João Paulo Juliano Ricardo Schmitt 003 1527085-8/03
Bettega de Albuquerque Maranhão, Gustavo Teixeira Villatore. Relator: Des. Mario 015 1736494-0/01
Luiz Ramidoff 031 1746862-1
IDMATERIA1403341IDMATERIA
Júlio César Dalmolin 003 1527085-8/03
027 1420366-8
Setor de Pautas
Pauta de Julgamento do dia 11/07/2018 13:30 Júlio César Subtil de Almeida 015 1736494-0/01
Sessão Ordinária - 13ª Câmara Cível Júnior Carlos Freitas Moreira 004 1581826-3/01
Relação No. 2018.05229 de Publicação Keila Cristina Lima 012 1719149-6/02
____________________________________________________ Lílian de Melo Alencar 012 1719149-6/02
Pauta de Julgamento da sessão ordinária da 13ª Câmara Cível a Louise Rainer Pereira 030 1739494-2
realizar-se em 11/07/2018 às 13:30 horas, ou sessões subsequentes. Gionédis
Luciana Moraes Scherer 001 1715806-0
Ludmila Sarita Rodrigues 022 1726369-9
Simões
Luiz Alberto Fontana França 022 1726369-9
ÍNDICE DA PUBLICAÇÃO Luiz Alberto Gonçalves 006 1671234-4/01
Advogado Ordem Processo Luiz Rodrigues Wambier 002 1299448-8/08
Adriana Regina da Silva 004 1581826-3/01 021 1622049-4
Adriano Henrique Göhr 012 1719149-6/02 Luziane Rodrigues Martins 004 1581826-3/01
Adriano Prota Sannino 031 1746862-1 Marcelo Dalanhol 018 1741639-2/01
Adyr Sebastião Ferreira 023 1187823-8 Márcia Loreni Gund 003 1527085-8/03
Alberto Ivan Zakidalski 013 1722212-9/01 027 1420366-8
Allan Amin Propst 020 0922506-9 Márcio Yuji Ogata 001 1715806-0
Alsídinei de Oliveira 012 1719149-6/02 Marcos Caldas Martins 009 1693804-0/01
Chagas
Amaury José Nasser 001 1715806-0
011 1716909-0/01
Ana Carolina da Silva Viotti 014 1735368-1/02
026 1381804-3
Anacleto Giraldeli Filho 010 1713554-3/01
Marcos C. d. A. Vasconcellos 014 1735368-1/02
Antonio Luiz Zepone Júnior 004 1581826-3/01
020 0922506-9
Aristides Alberto Tizzot 022 1726369-9
França Maria Lúcia Lins Conceição 008 1690918-7/01
Armando Vieira Laranjeiro 004 1581826-3/01 Mário Campos de Oliveira 028 1603553-1
Junior
Brunno José Zenni 018 1741639-2/01
Mauri Marcelo Bevervanço 002 1299448-8/08
Bruno Pavin 027 1420366-8
Junior
Bruno Ponich Ruzon 014 1735368-1/02
021 1622049-4
Carlos Alberto Xavier 005 1635748-7/01
Maurício Antônio P. 019 1657146-7/01
Carlos Eduardo Martins 005 1635748-7/01 Adamowski
Biazetto
Newton Dorneles Saratt 023 1187823-8
Carlos Francisco Borges F. 014 1735368-1/02
028 1603553-1
Pires
Normano Mateus Marcondes 016 1738860-2/01
Cassemiro de Meira Garcia 002 1299448-8/08
Kreniski
Cassia Aparecida Bernardelli 022 1726369-9
Patricia Romero Dias L. 029 1716768-9
Cássia Denise Franzoi 010 1713554-3/01 Graciotto
Claudia Freiberg 011 1716909-0/01 Paula Santin Mazaro 029 1716768-9
Claudinéia Aparecida de 018 1741639-2/01 Paulo César da Rosa Góes 017 1740775-9/01
Miranda
Paulo Henrique Gardemann 025 1376686-2
Crisaine Miranda Grespan 006 1671234-4/01
Paulo Ivo Schmidt 007 1680790-6/02
009 1693804-0/01
Paulo Roberto dos Santos 029 1716768-9
Diego Antonio Bortoloti 018 1741639-2/01
Paulo Roberto Gomes 020 0922506-9
Diego Arturo Resende 013 1722212-9/01
Priscila Kei Sato 002 1299448-8/08
Urresta
Rafael Contreiras Costa 019 1657146-7/01
Emerson Norihiko Fukushima 006 1671234-4/01
Beber
Eraldo Lacerda Junior 024 1374610-0
Rafael Sganzerla Durand 016 1738860-2/01
Evaristo Aragão F. d. Santos 002 1299448-8/08
024 1374610-0
007 1680790-6/02
025 1376686-2
008 1690918-7/01
Reinaldo Mirico Aronis 012 1719149-6/02
Fábio Palaver 021 1622049-4
Renato Andrade Kersten 029 1716768-9
Fabrício Coimbra Chesco 007 1680790-6/02
Renato de Oliveira 030 1739494-2
Fernando Augusto Ogura 023 1187823-8
Rita de Cássia C. d. 002 1299448-8/08
Fernando Dalla Palma 013 1722212-9/01 Vasconcelos
Antonio
Rita de Cassia C. d. 021 1622049-4
Geandro de Oliveira Fajardo 010 1713554-3/01 Vasconcelos
Genésio Felipe de Natividade 006 1671234-4/01 Rodrigo Frassetto Góes 017 1740775-9/01
Genilson Pereira 019 1657146-7/01 Rogério Augusto M. d. 016 1738860-2/01
Gilberto Pedriali 014 1735368-1/02 Oliveira
020 0922506-9 Rogério Resina Molez 031 1746862-1
Guilherme Vieira Scripes 025 1376686-2 Rosemar Angelo Melo 026 1381804-3
Gustavo Rodrigo Góes 017 1740775-9/01 Ruy Fonsatti Júnior 018 1741639-2/01
Nicoladelli Sylvio Gomes de Oliveira 017 1740775-9/01
Herick Pavin 027 1420366-8 Junior
IZILDA MARIA DE MORAES 012 1719149-6/02 Teresa Celina de Arruda 008 1690918-7/01
GARCIA Alvim
Jair Antônio Wiebelling 003 1527085-8/03 Victor Hugo Hangai 008 1690918-7/01
027 1420366-8
Janice Marlei Loureiro 004 1581826-3/01
Joao Helio Santos Renner 001 1715806-0
Agravo de Instrumento
João Leonel Antocheski 012 1719149-6/02
0001 . Processo: 1715806-0
João Renato B. d. Oliveira 030 1739494-2 Comarca: Campo Mourão.Vara: 1ª Vara Cível e da Fazenda Pública. Ação Originária:
Joaquim Pereira do N. Filho 004 1581826-3/01 00022603520128160058 Revisão de Contrato. Agravante: Banco Itaú Unibanco Sa .
José Marcos Carrasco 010 1713554-3/01 Advogado: Luciana Moraes Scherer , Joao Helio Santos Renner, Amaury José
- 39 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
Nasser. Agravado: Makoto Ogata . Advogado: Márcio Yuji Ogata . Relator: Juiz Subst. Embargos de Declaração Cível
2º G. Humberto Gonçalves Brito (Des. Francisco Eduardo Gonzaga de Oliveira) 0013 . Processo: 1722212-9/01
Embargos de Declaração Cível Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara:
0002 . Processo: 1299448-8/08 2ª Vara Cível. Ação Originária: 1722212900 Apelação Civel. Embargante: Insol
Comarca: Icaraíma.Vara: Juízo Único. Ação Originária: 1299448800 Agravo de Intertrading do Brasil Ind e Com S/a . Advogado: Diego Arturo Resende Urresta .
Instrumento. Embargante: Hsbc Bank Brasil SA Banco Multiplo . Advogado: Mauri Embargado (1): Sul Invest Fundo de Investimento Em Direitos Creditorios-
Marcelo Bevervanço Junior , Evaristo Aragão Ferreira dos Santos, Priscila Kei Sato, multisetorial . Advogado: Alberto Ivan Zakidalski , Fernando Dalla Palma Antonio.
Rita de Cássia Correa de Vasconcelos, Luiz Rodrigues Wambier. Embargado: João Embargado (2): Atlas Agoindustrial Ltda . Relator: Des. Athos Pereira Jorge Junior
Roberto Botassari . Advogado: Cassemiro de Meira Garcia . Relator: Desª Rosana Embargos de Declaração Cível
Andriguetto de Carvalho 0014 . Processo: 1735368-1/02
Embargos de Declaração Cível Comarca: Londrina.Vara: 5ª Vara Cível. Ação Originária: 1735368100 Agravo de
0003 . Processo: 1527085-8/03 Instrumento. Embargante: Banco Bradesco Sa . Advogado: Gilberto Pedriali , Marcos
Comarca: Francisco Beltrão.Vara: 1ª Vara Cível e da Fazenda Pública. Ação Cibischini do Amaral Vasconcellos, Ana Carolina da Silva Viotti. Embargado: Ronaldo
Originária: 1527085800 Apelação Civel. Embargante: Banco Itaú Unibanco S/A . Barbosa , Regina Célia Souza Barbos. Advogado: Bruno Ponich Ruzon , Carlos
Advogado: Juliano Ricardo Schmitt . Embargado: Claudio Renato Maciel Alende Francisco Borges Ferreira Pires. Relator: Des. Fernando Ferreira de Moraes
(maior de 60 anos). Advogado: Jair Antônio Wiebelling , Júlio César Dalmolin, Márcia Embargos de Declaração Cível
Loreni Gund. Relator: Desª Rosana Andriguetto de Carvalho 0015 . Processo: 1736494-0/01
Embargos de Declaração Cível Comarca: Região Metropolitana de Londrina - Foro Central de Londrina.Vara: 6ª
0004 . Processo: 1581826-3/01 Vara Cível. Ação Originária: 1736494000 Apelação Civel. Embargante: Banco Itaú
Comarca: Terra Rica.Vara: Juízo Único. Ação Originária: 1581826300 Agravo de Unibanco S/A . Advogado: Juliano Ricardo Schmitt . Embargado: Ismar da Rocha
Instrumento. Embargante: Espólio de Alexandre Joaquim Gomes Filho , Espólio de Alves . Advogado: Júlio César Subtil de Almeida . Relator: Desª Rosana Andriguetto
José Carlos de Azeredo Fontes, Espólio de Waldir Pinheiro da Silva, Wilson Cruz Dias de Carvalho
(maior de 60 anos), Sílvio dos Santos Lopes (maior de 60 anos). Advogado: Antonio Embargos de Declaração Cível
Luiz Zepone Júnior , Júnior Carlos Freitas Moreira. Embargado: Banco do Brasil Sa . 0016 . Processo: 1738860-2/01
Advogado: Luziane Rodrigues Martins , Adriana Regina da Silva, Armando Vieira Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara:
Laranjeiro, Joaquim Pereira do Nascimento Filho, Janice Marlei Loureiro. Relator: 13ª Vara Cível. Ação Originária: 1738860200 Apelação Civel. Embargante: Arno
Desª Rosana Andriguetto de Carvalho Maas (maior de 60 anos), Cleaércio Gadotti (maior de 60 anos), Egídio Estevão
Embargos de Declaração Cível Zamignan (maior de 60 anos), Eloi Stele (maior de 60 anos), João Baptista Cardeal
0005 . Processo: 1635748-7/01 da Costa (maior de 60 anos), Osmar Morell, Sebastião Cícero Thomaz, Terezinha
Comarca: Castro.Vara: Vara Cível e da Fazenda Pública. Ação Originária: do Menino Jesus da Silva, Valdino Schimtz, Valeriano Prestini (maior de 60 anos).
1635748700 Apelação Civel. Embargante: Juliano Thoth . Advogado: Carlos Alberto Advogado: Normano Mateus Marcondes Kreniski , Rogério Augusto Martins de
Xavier . Embargado: Banco Cooperativo Sicredi S/a . Advogado: Carlos Eduardo Oliveira. Embargado: Banco do Brasil SA . Advogado: Rafael Sganzerla Durand .
Martins Biazetto . Relator: Desª Rosana Andriguetto de Carvalho Relator: Desª Rosana Andriguetto de Carvalho
Embargos de Declaração Cível Embargos de Declaração Cível
0006 . Processo: 1671234-4/01 0017 . Processo: 1740775-9/01
Comarca: Cianorte.Vara: 2ª Vara Cível e da Fazenda Pública. Ação Originária: Comarca: Rio Branco do Sul.Vara: Vara Cível, da Fazenda Pública, Acidentes do
1671234400 Apelação Civel. Embargante: Adilson de Oliveira Carneiro . Advogado: Trabalho, Registros Públicos e Corregedoria do Foro Extrajudicial. Ação Originária:
Crisaine Miranda Grespan . Embargado: Banco do Brasil SA . Advogado: Genésio 1740775900 Agravo de Instrumento. Embargante: Nilson Vilson Buzzi . Advogado:
Felipe de Natividade , Emerson Norihiko Fukushima, Luiz Alberto Gonçalves. Relator: Sylvio Gomes de Oliveira Junior . Embargado: Aymore Crédito Financiamento e
Desª Rosana Andriguetto de Carvalho Investimento . Advogado: Gustavo Rodrigo Góes Nicoladelli , Rodrigo Frassetto
Embargos de Declaração Cível Góes, Paulo César da Rosa Góes. Relator: Juiz Subst. 2º G. Humberto Gonçalves
0007 . Processo: 1680790-6/02 Brito (Des. Athos Pereira Jorge Junior)
Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara: 2ª Embargos de Declaração Cível
Vara Cível. Ação Originária: 1680790600 Apelação Civel. Embargante: Mauricio 0018 . Processo: 1741639-2/01
Fernando Cunha Smijtink . Advogado: Paulo Ivo Schmidt . Embargado: Banco Itaú Comarca: Toledo.Vara: 3ª Vara Cível e da Fazenda Pública. Ação Originária:
Unibanco S/A . Advogado: Evaristo Aragão Ferreira dos Santos , Fabrício Coimbra 1741639200 Agravo de Instrumento. Embargante: Cooperativa de Crédito da Região
Chesco. Relator: Desª Rosana Andriguetto de Carvalho Meridional do Brasil Sicoob Unicoob Meridional . Advogado: Brunno José Zenni ,
Embargos de Declaração Cível Marcelo Dalanhol, Ruy Fonsatti Júnior. Embargado: Edevandro Andrei Schreiber ,
0008 . Processo: 1690918-7/01 Eliane Ballmann Schreiber, e A Schreiber Transportes. Advogado: Diego Antonio
Comarca: Ponta Grossa.Vara: 1ª Vara Cível. Ação Originária: 1690918700 Agravo Bortoloti , Claudinéia Aparecida de Miranda. Relator: Juiz Subst. 2º G. Humberto
de Instrumento. Embargante: Itaú Unibanco S/a . Advogado: Teresa Celina de Gonçalves Brito (Des. Athos Pereira Jorge Junior)
Arruda Alvim , Maria Lúcia Lins Conceição, Evaristo Aragão Ferreira dos Santos. Agravo Interno Cível
Embargado: Solange Prochnow . Advogado: Victor Hugo Hangai . Relator: Des. 0019 . Processo: 1657146-7/01
Josély Dittrich Ribas Comarca: Prudentópolis.Vara: Vara Cível, da Fazenda Pública, Acidentes do
Embargos de Declaração Cível Trabalho, Registros Públicos e Corregedoria do Foro Extrajudicial, Juizado Especial
0009 . Processo: 1693804-0/01 Cível e Juizado Especial da Fazenda Pública. Ação Originária: 1657146700 Apelação
Comarca: Cianorte.Vara: 1ª Vara Cível e da Fazenda Pública. Ação Originária: Civel. Agravante: h e d Alimentos Ltda . Advogado: Maurício Antônio Pellegrino
1693804000 Apelação Civel. Embargante: Duvilio Codato Cioni (maior de 60 anos). Adamowski . Agravado: Município de Prudentópolis . Advogado: Genilson Pereira ,
Advogado: Crisaine Miranda Grespan . Embargado: Banco do Brasil Sa . Advogado: Rafael Contreiras Costa Beber. Relator: Desª Rosana Andriguetto de Carvalho
Marcos Caldas Martins Chagas . Relator: Desª Rosana Andriguetto de Carvalho Agravo de Instrumento
Embargos de Declaração Cível 0020 . Processo: 0922506-9
0010 . Processo: 1713554-3/01 Comarca: Uraí.Vara: Vara Única. Ação Originária: 200800000211 Cobrança.
Comarca: Região Metropolitana de Maringá - Foro Central de Maringá.Vara: 7ª Agravante: Banco Bradesco SA . Advogado: Gilberto Pedriali , Marcos Cibischini do
Vara Cível. Ação Originária: 1713554300 Apelação Civel. Embargante: Cooperativa Amaral Vasconcellos. Agravado: Indústrias Andrade Latorre Sa . Advogado: Paulo
de Crédito e Investimentos de Livre Admissao do Vale do Ivaí - Sicredi Vale do Roberto Gomes , Allan Amin Propst. Relator: Juiz Subst. 2º G. Everton Luiz Penter
Ivaí Paraná . Advogado: Geandro de Oliveira Fajardo , José Marcos Carrasco, Correa (Desª Rosana Andriguetto de Carvalho)
Anacleto Giraldeli Filho. Embargado: m. m. Classificação e Padronização de Café Agravo de Instrumento
Ltda Representado(a) Por Magali Aparecida Quiroga Manosso , Magali Aparecida 0021 . Processo: 1622049-4
Quiroga Manosso, Otto Eneas Manosso Junior. Advogado: Cássia Denise Franzoi . Comarca: Cascavel.Vara: 2ª Vara Cível. Ação Originária: 00257451020148160021
Relator: Des. Athos Pereira Jorge Junior Execução de Sentença. Agravante: Hsbc Bank Brasil S.a - Banco Múltiplo .
Embargos de Declaração Cível Advogado: Mauri Marcelo Bevervanço Junior , Luiz Rodrigues Wambier, Rita de
0011 . Processo: 1716909-0/01 Cassia Correa de Vasconcelos. Agravado: Antoninho Luiz Lazzarin . Advogado:
Comarca: Região Metropolitana de Maringá - Foro Central de Maringá.Vara: 4ª Vara Fábio Palaver . Relator: Desª Rosana Andriguetto de Carvalho
Cível. Ação Originária: 1716909000 Apelação Civel. Embargante: Jean Vincent Marie Agravo de Instrumento
Guhur . Advogado: Claudia Freiberg . Embargado: Banco do Brasil SA . Advogado: 0022 . Processo: 1726369-9
Marcos Caldas Martins Chagas . Relator: Desª Rosana Andriguetto de Carvalho Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara: 21ª
Embargos de Declaração Cível Vara Cível. Ação Originária: 00046913420038160001 Cumprimento de Sentença.
0012 . Processo: 1719149-6/02 Agravante: Hsbc Bank Brasil Sa . Advogado: Luiz Alberto Fontana França , Aristides
Comarca: Foz do Iguaçu.Vara: 4ª Vara Cível. Ação Originária: 1719149600 Apelação Alberto Tizzot França. Agravado: Casa do Compressor Ltda . Advogado: Cassia
Civel. Embargante: Carvajal Informacao Ltda . Advogado: IZILDA MARIA DE Aparecida Bernardelli , Ludmila Sarita Rodrigues Simões. Interessado: Dante Heyn .
MORAES GARCIA , Adriano Henrique Göhr. Embargado (1): Banco Safra S.a . Relator: Desª Rosana Andriguetto de Carvalho
Advogado: Reinaldo Mirico Aronis . Embargado (2): R3 Express Food Ltda . Apelação Cível
Advogado: Alsídinei de Oliveira , Lílian de Melo Alencar, Keila Cristina Lima. 0023 . Processo: 1187823-8
Embargado (3): Banco Bradesco S/a . Advogado: João Leonel Antocheski . Relator: Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara:
Desª Rosana Andriguetto de Carvalho 15ª Vara Cível. Ação Originária: 00143517620088160001 Repetição de Indébito.
- 40 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
Apelante (1): Antônio Romanolo , Mauro Junji Ota, Moacir Kenzi Ota. Advogado: Pauta de Julgamento da sessão ordinária do 14ª Câmara Cível a
Adyr Sebastião Ferreira . Apelante (2): Banco Bradesco S/a . Advogado: Fernando realizar-se em 11/07/2018 às 13:30 horas, ou sessões subsequentes.
Augusto Ogura , Newton Dorneles Saratt. Apelado(s): o(s) mesmo(s) . Relator: Juiz
Subst. 2º G. Luciano Carrasco Falavinha Souza (Des. Luís Carlos Xavier). Revisor:
Desª Lenice Bodstein
Apelação Cível
0024 . Processo: 1374610-0 ÍNDICE DA PUBLICAÇÃO
Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara: 13ª
Vara Cível. Ação Originária: 00250257920098160001 Cumprimento de Sentença. Advogado Ordem Processo
Apelante: Albany Rose Blasi (maior de 60 anos), Joana Inez Baggio (maior de 60 Adriano Moro Bittencourt 019 1348329-1
anos). Advogado: Eraldo Lacerda Junior . Apelado: Banco do Brasil SA . Advogado: Alceu Rodrigues Chaves 006 1705961-3/01
Rafael Sganzerla Durand . Relator: Desª Rosana Andriguetto de Carvalho. Revisor: Alexandre Nelson Ferraz 004 1658672-6/01
Des. Athos Pereira Jorge Junior Ana Carolina Busatto 017 1744232-5
Apelação Cível Macedo
0025 . Processo: 1376686-2 André Ricardo Forcelli 003 1608250-5/01
Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara: 13ª Antonio Justino Forcelli 003 1608250-5/01
Vara Cível. Ação Originária: 00247130620098160001 Cumprimento de Sentença. Antônio Pedro da Silva 012 1744401-0/01
Apelante: Elciro Borges Chaise (maior de 60 anos), Hakaru Nakata (maior de 60 Machado
anos), Luiz Massanori Morinaga (maior de 60 anos), Manoel Gomes Moreira (maior Arnaldo Augusto do Amaral 003 1608250-5/01
de 60 anos), Mario Seiji Morimoto (maior de 60 anos), Massao Ikuta (maior de 60 Junior
anos), Messias Zampar (maior de 60 anos), Nelson Terutoshi Morinaga (maior de Arnoldo Afonso de Oliveira 010 1737780-5/02
60 anos), Onivaldo Favaro (maior de 60 anos), Rubens Dela Coleta (maior de 60 Pinto
anos). Advogado: Paulo Henrique Gardemann , Guilherme Vieira Scripes. Apelado: Brunno Rafael Versalli 006 1705961-3/01
Banco do Brasil SA . Advogado: Rafael Sganzerla Durand . Relator: Desª Rosana Serafini
Andriguetto de Carvalho. Revisor: Des. Athos Pereira Jorge Junior Carlos Alberto Xavier 012 1744401-0/01
Apelação Cível Carlos Araúz Filho 013 1721681-0
0026 . Processo: 1381804-3
César Eduardo Misael de 001 1594312-9/01
Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara: 13ª Andrade
Vara Cível. Ação Originária: 00246464120098160001 Cumprimento de Sentença. 002 1594312-9/02
Apelante: Amando Gonçalves dos Santos , Aparecida Conceição Alberine, Joaquim
Claudimara Calore de Souza 013 1721681-0
Antonio Alves Filho, José Edwin Kalsing, Luiz Antonio Paganini, Luiz Donizete de
Cláudio Roberto Magalhães 015 1738039-7
Oliveira, Luiz Leopoldo Guarianti, Miguel Odair Farago. Advogado: Rosemar Angelo
Batista
Melo . Apelado: Banco do Brasil S/a . Advogado: Marcos Caldas Martins Chagas .
Crestiane Andréia Zanrosso 014 1734269-9
Relator: Desª Rosana Andriguetto de Carvalho. Revisor: Des. Athos Pereira Jorge
Junior Crisaine Miranda Grespan 011 1738599-8/01
Apelação Cível Eduardo Roos Elbl 016 1742004-3
0027 . Processo: 1420366-8 Eliane Bergossi Martins 001 1594312-9/01
Comarca: Campo Mourão.Vara: 1ª Vara Cível e da Fazenda Pública. Ação Originária: 002 1594312-9/02
00073352620108160058 Prestação de Contas. Apelante: Banco Santander (brasil) Emanuel Vitor Canedo da 020 1692472-4
Sa . Advogado: Herick Pavin , Bruno Pavin. Rec.Adesivo: Cléia Uhren Martins . Silva
Advogado: Jair Antônio Wiebelling , Júlio César Dalmolin, Márcia Loreni Gund. Felipe Azeredo C. M. d. 008 1729732-4/01
Apelado (1): Banco Santander (brasil) Sa . Advogado: Herick Pavin , Bruno Pavin. Jesus
Apelado (2): Cléia Uhren Martins . Advogado: Jair Antônio Wiebelling , Júlio César Fernando Alfredo Paris 019 1348329-1
Dalmolin, Márcia Loreni Gund. Relator: Desª Rosana Andriguetto de Carvalho Marcondes
Apelação Cível Fernando Augusto Ogura 011 1738599-8/01
0028 . Processo: 1603553-1 Flávia Daniela Esteves 014 1734269-9
Comarca: Campina da Lagoa.Vara: Juízo Único. Ação Originária: Stacechen
00013856820128160057 Cumprimento de Sentença. Apelante: Adelaide Flávio Dionísio Bernartt 009 1730242-2/01
Maccagnhan , Veroni Aparecida Maccagnhan Montanaro, Ines de Fátima Genésio Felipe de Natividade 012 1744401-0/01
Maccagnhan. Advogado: Mário Campos de Oliveira Junior . Apelado: Hsbc Bank Giovana Picoli 014 1734269-9
Brasil SA Banco Multiplo . Advogado: Newton Dorneles Saratt . Relator: Desª Rosana Giuliane Simionato Gabaldo 017 1744232-5
Andriguetto de Carvalho
Hany Kelly Gusso 017 1744232-5
Apelação Cível
Helmut Klaus Mehret 022 1715001-5
0029 . Processo: 1716768-9
Comarca: Paranavaí.Vara: 2ª Vara Cível e da Fazenda Pública. Ação Originária: Heloísa Fortes Bittencourt 016 1742004-3
00018079120078160130 Ação Monitória. Apelante: Estado do Paraná . Advogado: Hiran José Denes Vidal 005 1703705-7/01
Renato Andrade Kersten . Apelado: Osmar Viana , Roberto Carlos Garcia, Ronaldo Hoeliton Konjunski de 021 1699312-1
José Garcia, Adenadio Ferraz Viana, Vilmar João Cabreira, Severino Ferraz Viana, Andrade
Aldair Ferraz Viana, Nivaldo Dolvino Garcia, Luiz João de Jesus. Advogado: Patricia Hugo Daniel Sfasciotti Franco 001 1594312-9/01
Romero Dias Lima Graciotto , Paulo Roberto dos Santos, Paula Santin Mazaro. 002 1594312-9/02
Relator: Des. Fernando Ferreira de Moraes Irapuan Caesar da Costa 014 1734269-9
Apelação Cível Irapuan Caesar da Costa 014 1734269-9
0030 . Processo: 1739494-2 Junior
Comarca: Ivaiporã.Vara: Vara Cível, da Fazenda Pública, Acidentes do Trabalho, Jairo Fernando Belini 013 1721681-0
Registros Públicos e Corregedoria do Foro Extrajudicial, Juizado Especial Cível e João Raphael Plese de O. 019 1348329-1
Juizado Especial da Fazenda Pública. Ação Originária: 00000808019998160097 Neves
Ordinária. Apelante (1): Mizael Bruno , Elizeu Magri, Juarez do Prado, Augusto José Bento Vidal Filho 005 1703705-7/01
Ghizoni, Diocesar Aparecido Silvestre, Gildo Aparecido Dos Santos, Silvio Gabriel Jussara de Souza Dias de 004 1658672-6/01
Petrassi. Advogado: Renato de Oliveira , João Renato Bittencourt de Oliveira. Moraes
Apelante (2): Banco do Brasil S/a . Advogado: Louise Rainer Pereira Gionédis . Lais Terezinha Klenki Martins 015 1738039-7
Apelado(s): o(s) mesmo(s) . Relator: Des. Josély Dittrich Ribas
Lauro Fernando Zanetti 007 1721398-0/01
Apelação Cível
Leandro Isaías Campi de 007 1721398-0/01
0031 . Processo: 1746862-1 Almeida
Comarca: Região Metropolitana de Londrina - Foro Central de Londrina.Vara: 8ª Vara
Leandro João Lyra 009 1730242-2/01
Cível. Ação Originária: 00503033320158160014 Exibição de Documentos. Apelante:
Lourival Lino de Sousa 001 1594312-9/01
Banco Itaucard S/a . Advogado: Juliano Ricardo Schmitt . Apelado: Moacir Ramos
da Silva . Advogado: Rogério Resina Molez , Adriano Prota Sannino. Relator: Desª 002 1594312-9/02
Rosana Andriguetto de Carvalho Luiz Carlos da Rocha 009 1730242-2/01
Maísa Gomes Guttierrez 016 1742004-3
Marcelo Henrique M. Batista 015 1738039-7
IDMATERIA1403343IDMATERIA

Setor de Pautas Marco Antônio Gomes de 020 1692472-4


Pauta de Julgamento do dia 11/07/2018 13:30 Oliveira
Sessão Ordinária - 14ª Câmara Cível Marcos Augusto Malucelli 004 1658672-6/01
Relação No. 2018.05445 de Publicação Maximiliano Gomes Mens 010 1737780-5/02
____________________________________________________ Woellner
- 41 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
Murilo Celso Ferri 020 1692472-4 Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara:
Newton Dorneles Saratt 011 1738599-8/01 20ª Vara Cível. Ação Originária: 1729732400 Agravo de Instrumento. Embargante:
Nilson Mitihiro Sugawara 009 1730242-2/01 Dalton Almeida de Oliveira . Advogado: Felipe Azeredo Coutinho Martorelli de Jesus .
Otto João Lyra Neto 009 1730242-2/01 Embargado: José Eduardo Todeschini . Advogado: William Moreira Castilho . Relator:
Des. José Hipólito Xavier da Silva
Patricia Domingues Nymberg 017 1744232-5
Embargos de Declaração Cível
Pedro Luiz Pires 019 1348329-1
0009 . Processo: 1730242-2/01
Rafael Eduardo Bernartt 009 1730242-2/01 Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara: 2ª
Ricardo De Oliveira Ricca 019 1348329-1 Vara Cível. Ação Originária: 1730242200 Apelação Civel. Embargante: Jacira Vieira .
Rogéria Fagundes Dotti Dória 017 1744232-5 Advogado: Leandro João Lyra , Otto João Lyra Neto. Embargado (1): Comissaria
Sandra Parpineli Baleche de 006 1705961-3/01 Galvao SA Incorporadora e Corretora de Imóveis . Advogado: Luiz Carlos da Rocha ,
Souza William Petkowicz Vesely, Nilson Mitihiro Sugawara. Embargado (2): Flavio Dionisio
Silvia Maria Westphal 012 1744401-0/01 Bernartt . Advogado: Flávio Dionísio Bernartt , Rafael Eduardo Bernartt. Embargado
Suzieny Baptista de Oliveira 004 1658672-6/01 (3): Marilda Lúcia Bassani Stamm Bernartt . Relator: Des. José Hipólito Xavier da
Thaísa Comar 022 1715001-5 Silva
Thiago Roos Elbl 016 1742004-3 Embargos de Declaração Cível
Vanessa Cristina Cruz 017 1744232-5
0010 . Processo: 1737780-5/02
Scheremeta Comarca: Foro Regional de Pinhais da Comarca da Região Metropolitana de
Vanessa das Neves Picouto 005 1703705-7/01 Curitiba.Vara: Vara Cível e da Fazenda Pública. Ação Originária: 1737780500 Agravo
Zolin de Instrumento. Embargante: Barigui Sa Crédito, Financiamento e Investimentos .
Vinícius Benvenutti 021 1699312-1 Advogado: Maximiliano Gomes Mens Woellner , Arnoldo Afonso de Oliveira Pinto.
Walter Espiga 018 1038972-3
Embargado: Michalovics e Martins Ltda. . Relator: Juíza Subst. 2º G. Sandra
Bauermann (Des. José Hipólito Xavier da Silva)
William Moreira Castilho 008 1729732-4/01
Embargos de Declaração Cível
William Petkowicz Vesely 009 1730242-2/01
0011 . Processo: 1738599-8/01
Wilson Gomes da Silva 018 1038972-3 Comarca: Cianorte.Vara: 1ª Vara Cível e da Fazenda Pública. Ação
Originária: 1738599800 Apelação Civel. Embargante: Luiz Zampar (maior de
60 anos). Advogado: Crisaine Miranda Grespan . Embargado: Banco Bradesco
Financiamentos S.a. . Advogado: Newton Dorneles Saratt , Fernando Augusto Ogura.
Embargos de Declaração Cível Relator: Juíza Subst. 2º G. Sandra Bauermann (Des. José Hipólito Xavier da Silva)
0001 . Processo: 1594312-9/01 Embargos de Declaração Cível
Comarca: Apucarana.Vara: 2ª Vara Cível e da Fazenda Pública. Ação Originária: 0012 . Processo: 1744401-0/01
1594312900 Apelação Civel. Embargante: Ariovaldo Costa Paulo e Cia Ltda . Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara:
Advogado: César Eduardo Misael de Andrade , Hugo Daniel Sfasciotti Franco. 9ª Vara Cível. Ação Originária: 1744401000 Agravo de Instrumento. Embargante:
Embargado: Varejão de Frutas e Verduras Kioto Ltda , Varejao de Frutas e Verduras Edson Luis Felchack , Felchack Empreiteira de Obras Ltda, Sonia Regina da Maia
Shimizu Ltda. Advogado: Eliane Bergossi Martins , Lourival Lino de Sousa. Relator: Felchack, Vinicius da Maia Felchack. Advogado: Carlos Alberto Xavier . Embargado:
Des. Themis Furquim Banco do Brasil Sa . Advogado: Genésio Felipe de Natividade , Silvia Maria Westphal,
Embargos de Declaração Cível Antônio Pedro da Silva Machado. Relator: Juíza Subst. 2º G. Sandra Bauermann
0002 . Processo: 1594312-9/02 (Des. Octavio Campos Fischer)
Comarca: Apucarana.Vara: 2ª Vara Cível e da Fazenda Pública. Ação Originária: Agravo de Instrumento
1594312900 Apelação Civel. Embargante: Varejão de Frutas e Verduras Kioto Ltda , 0013 . Processo: 1721681-0
Varejao de Frutas e Verduras Shimizu Ltda. Advogado: Eliane Bergossi Martins , Comarca: Campo Mourão.Vara: 1ª Vara Cível e da Fazenda Pública. Ação Originária:
Lourival Lino de Sousa. Embargado: Ariovaldo Costa Paulo e Cia Ltda . Advogado: 00023744720078160058 Execução para entrega de Coisa Certa. Agravante: Hudson
César Eduardo Misael de Andrade , Hugo Daniel Sfasciotti Franco. Relator: Des. Erivalter Valezi . Advogado: Claudimara Calore de Souza . Agravado: Coopermibra
Themis Furquim Cooperativa Mista Agropecuária do Brasil . Advogado: Carlos Araúz Filho , Jairo
Embargos de Declaração Cível Fernando Belini. Relator: Des. Themis Furquim
0003 . Processo: 1608250-5/01 Agravo de Instrumento
Comarca: Região Metropolitana de Maringá - Foro Central de Maringá.Vara: 4ª Vara 0014 . Processo: 1734269-9
Cível. Ação Originária: 1608250500 Apelação Civel. Embargante: China Construction Comarca: Guarapuava.Vara: 1ª Vara Cível e da Fazenda Pública. Ação Originária:
Bank (brasil) Banco Multiplo S/a . Advogado: André Ricardo Forcelli , Antonio Justino 00096261720098160031 Carta Precatória. Agravante: Almerina Raquel Eidam
Forcelli. Embargado: Laticinios Loanda Ltda . Advogado: Arnaldo Augusto do Amaral Wolff . Advogado: Giovana Picoli , Crestiane Andréia Zanrosso, Flávia Daniela
Junior . Relator: Juíza Subst. 2º G. Sandra Bauermann (Des. José Hipólito Xavier Esteves Stacechen. Agravado: Maximiliano Agustini . Advogado: Irapuan Caesar da
da Silva) Costa , Irapuan Caesar da Costa Junior. Relator: Des. Themis Furquim
Embargos de Declaração Cível Agravo de Instrumento
0004 . Processo: 1658672-6/01 0015 . Processo: 1738039-7
Comarca: Matinhos.Vara: Vara Cível, da Fazenda Pública, Acidentes do Trabalho, Comarca: Lapa.Vara: Vara Cível, da Fazenda Pública, Acidentes do Trabalho,
Registros Públicos e Corregedoria do Foro Extrajudicial, Juizado Especial Cível Registros Públicos e Corregedoria do Foro Extrajudicial. Ação Originária:
e Juizado Especial da Fazenda Pública. Ação Originária: 1658672600 Agravo de 00002053019998160103 Execução de Título Extrajudicial. Agravante: Tereza
Instrumento. Embargante: Adelino Ramos , Ady Vieira Ramos. Advogado: Suzieny Wojcik , Felix Wojcik, ROSE WOJCIK, FLAVIO WOJCIK. Advogado: Lais Terezinha
Baptista de Oliveira , Jussara de Souza Dias de Moraes. Embargado: Banco Safra Klenki Martins . Agravado: Cooperativa Agroindustrial Bom Jesus Ltda . Advogado:
S/a . Advogado: Marcos Augusto Malucelli , Alexandre Nelson Ferraz. Relator: Des. Marcelo Henrique Magalhães Batista , Cláudio Roberto Magalhães Batista.
José Hipólito Xavier da Silva Interessado: Floriano Wojcik , Félix Wojcik. Relator: Juíza Subst. 2º G. Fabiane
Embargos de Declaração Cível Pieruccini (Des. Themis Furquim)
0005 . Processo: 1703705-7/01 Agravo de Instrumento
Comarca: Foz do Iguaçu.Vara: 3ª Vara Cível. Ação Originária: 1703705700 Agravo 0016 . Processo: 1742004-3
de Instrumento. Embargante: Adilson Ramires Rabelo . Advogado: Vanessa das Comarca: Ponta Grossa.Vara: 1ª Vara Cível. Ação Originária:
Neves Picouto Zolin . Embargado: Thiago Rodrigo Bertani Rabelo . Advogado: José 00160090320168160019 Execução de Título Extrajudicial. Agravante: Roseli Baron
Bento Vidal Filho , Hiran José Denes Vidal. Relator: Des. José Hipólito Xavier da Silva Gomes . Advogado: Eduardo Roos Elbl , Thiago Roos Elbl, Heloísa Fortes
Embargos de Declaração Cível Bittencourt. Agravado: Mariana Ribas Rodrigues Binoto . Advogado: Maísa Gomes
0006 . Processo: 1705961-3/01 Guttierrez . Interessado: Débora Regina Gomes Majan . Relator: Des. Themis
Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara: Furquim
17ª Vara Cível. Ação Originária: 1705961300 Agravo de Instrumento. Embargante: Agravo de Instrumento
Paysage Condomínios Diferenciados Ltda . Advogado: Alceu Rodrigues Chaves , 0017 . Processo: 1744232-5
Sandra Parpineli Baleche de Souza. Embargado: Humberto Zorzet Junior , Mariele Comarca: Guaratuba.Vara: Vara Cível, da Fazenda Pública, Acidentes do Trabalho,
Meger Rondeau Araújo. Advogado: Brunno Rafael Versalli Serafini . Relator: Des. Registros Públicos e Corregedoria do Foro Extrajudicial, Juizado Especial Cível e
Rabello Filho Juizado Especial da Fazenda Pública. Ação Originária: 00053874620168160088
Embargos de Declaração Cível Embargos a Execução. Agravante: Nativa Incorporações Imobiliárias Ltda .
0007 . Processo: 1721398-0/01 Advogado: Patricia Domingues Nymberg , Giuliane Simionato Gabaldo, Rogéria
Comarca: Região Metropolitana de Londrina - Foro Central de Londrina.Vara: 2ª Vara Fagundes Dotti Dória, Vanessa Cristina Cruz Scheremeta. Agravado: Raul da Silva .
Cível. Ação Originária: 1721398000 Agravo de Instrumento. Embargante: Maurícia Advogado: Hany Kelly Gusso , Ana Carolina Busatto Macedo. Relator: Des. José
Ramos Chaves . Advogado: Leandro Isaías Campi de Almeida . Embargado: Banco Hipólito Xavier da Silva
Itaú Unibanco Sa . Advogado: Lauro Fernando Zanetti . Relator: Des. José Hipólito Apelação Cível
Xavier da Silva 0018 . Processo: 1038972-3
Embargos de Declaração Cível Comarca: Região Metropolitana de Londrina - Foro Central de Londrina.Vara: 4ª Vara
0008 . Processo: 1729732-4/01 Cível. Ação Originária: 00746649020108160014 Embargos a Execução. Apelante:
- 42 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
Rl Janene e Companhia Ltda , Raphael Lombardi Janene, Nadimi Abdel Rahin Marcos Caldas Martins 007 0974706-2
Janene, Dalva Lombardi Janene. Advogado: Wilson Gomes da Silva . Apelado: Chagas
Banco Santander (brasil) Sa . Advogado: Walter Espiga . Relator: Juíza Subst. 2º G. Mauri Marcelo Bevervanço 004 1171912-3
Sandra Bauermann (Desª Josély Dittrich Ribas). Revisor: Des. José Hipólito Xavier Junior
da Silva Maurício Kavinski 008 1036441-5
Apelação Cível Odilon Mendes Júnior 006 1725893-6
0019 . Processo: 1348329-1 Paulo Sérgio Braga 002 1662201-6/01
Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara: 12ª 003 1691023-7/01
Vara Cível. Ação Originária: 00057669320128160001 Declaratória. Apelante (1): Raphael de Souza Vieira 001 1054371-6/01
Belparaiba Distribuidora de Produtos de Beleza Ltda . Advogado: Pedro Luiz Pires .
Rogério Andreotti Errerias 005 1620842-7
Apelante (2): Nova América Fomento Mercantil Ltda . Advogado: João Raphael Plese Lopes
de Oliveira Neves , Ricardo De Oliveira Ricca, Fernando Alfredo Paris Marcondes.
Vinícius Occhi Françozo 002 1662201-6/01
Apelado (1): Samways Pereira e Cia Ltda . Advogado: Adriano Moro Bittencourt .
003 1691023-7/01
Apelado (2): Belparaiba Distribuidora de Produtos de Beleza Ltda . Advogado: Pedro
Luiz Pires . Apelado (3): Nova América Fomento Mercantil Ltda . Advogado: João
Raphael Plese de Oliveira Neves , Ricardo De Oliveira Ricca, Fernando Alfredo Paris
Marcondes. Relator: Juíza Subst. 2º G. Sandra Bauermann (Des. Edson Vidal Pinto). Embargos de Declaração Cível
Revisor: Des. José Hipólito Xavier da Silva 0001 . Processo: 1054371-6/01
Apelação Cível Comarca: Campo Mourão.Vara: 1ª Vara Cível. Ação Originária: 10543716 Apelação
0020 . Processo: 1692472-4 Civel. Apelante: Hsbc Bank Brasil S/a - Banco Múltiplo. Advogado: Camila Betiato,
Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara: 24ª Ilan Goldberg. Apelado: Vera Lúcia Rosa Padilha, Carlos Roberto Rosa. Advogado:
Vara Cível. Ação Originária: 00033599420148160179 Ordinária. Apelante (1): Oficina Raphael de Souza Vieira, Dalva Marvulle de Castilho. Embargante: Hsbc Bank Brasil
Mecânica Dantodt Ltda . Advogado: Marco Antônio Gomes de Oliveira . Apelante (2): S/a - Banco Múltiplo . Advogado: Eduardo Chalfin , Ilan Goldberg, Larissa dos Santos
Banco Bradesco S/a . Advogado: Emanuel Vitor Canedo da Silva , Murilo Celso Ferri. Hipólito, Julio César Fernandes Ercoli. Embargado: Vera Lúcia Rosa Padilha , Carlos
Apelado(s): o(s) mesmo(s) . Relator: Des. José Hipólito Xavier da Silva Roberto Rosa. Advogado: Raphael de Souza Vieira , Dalva Marvulle de Castilho.
Apelação Cível Relator: Des. Laertes Ferreira Gomes
0021 . Processo: 1699312-1 Embargos de Declaração Cível
Comarca: Cantagalo.Vara: Juízo Único. Ação Originária: 00002086020128160060 0002 . Processo: 1662201-6/01
Embargos a Execução. Apelante: Miguel Buskievicz , Eva de Oliveira Buskievicz. Comarca: Região Metropolitana de Maringá - Foro Central de Maringá.Vara: 4ª
Advogado: Hoeliton Konjunski de Andrade . Apelado: Cooperativa de Produtores Vara Cível. Ação Originária: 1662201600 Apelação Civel. Embargante: Banco Itaú
de Grãos . Advogado: Vinícius Benvenutti . Relator: Juíza Subst. 2º G. Sandra SA . Advogado: Juliano Ricardo Schmitt , Jorge André Ritzmann de Oliveira,
Bauermann (Des. Fernando Antonio Prazeres) Iandra Dos Santos Machado, Bruna Oliveira de Jesus. Embargado: Erica Tereza
Apelação Cível Schimiedt Amorim , Joao Antonio Amorim Faustino, Ertec Construções Elétricas Ltda.
0022 . Processo: 1715001-5 Advogado: Vinícius Occhi Françozo , Paulo Sérgio Braga. Relator: Des. José Hipólito
Comarca: Região Metropolitana de Londrina - Foro Central de Londrina.Vara: 5ª Vara Xavier da Silva
Cível. Ação Originária: 00610588220168160014 Embargos a Execução. Apelante Embargos de Declaração Cível
(1): Belagrícola Comércio e Representações de Produtos Agrícolas S.a . Advogado: 0003 . Processo: 1691023-7/01
Thaísa Comar . Apelante (2): Joaquim Manoel Barbosa . Advogado: Helmut Klaus Comarca: Região Metropolitana de Maringá - Foro Central de Maringá.Vara:
Mehret . Apelado(s): o(s) mesmo(s) . Relator: Des. José Hipólito Xavier da Silva 4ª Vara Cível. Ação Originária: 1691023700 Apelação Civel. Embargante: Ertec
Construções Elétricas Ltda . Advogado: Vinícius Occhi Françozo , Paulo Sérgio
IDMATERIA1403344IDMATERIA

Braga. Embargado: Banco Itau S A . Advogado: Juliano Ricardo Schmitt . Relator:


Setor de Pautas Des. José Hipólito Xavier da Silva
Pauta de Julgamento do dia 11/07/2018 13:35 Agravo de Instrumento
Sessão Ordinária - 14ª Câmara Cível 0004 . Processo: 1171912-3
Relação No. 2018.05446 de Publicação Comarca: Marechal Cândido Rondon.Vara: Vara Cível e Anexos. Ação Originária:
____________________________________________________ 00008044820138160112 Execução de Sentença. Agravante: Hsbc Bank Brasil SA
Pauta de Julgamento da sessão ordinária do 14ª Câmara Cível a Banco Multiplo . Advogado: Mauri Marcelo Bevervanço Junior . Agravado: Adelino
realizar-se em 11/07/2018 às 13:35 horas, ou sessões subsequentes. Paterá , Antonio Jeronimo Loffi, Carla Regina Salamon Vorpagel, Cecilia Pereira
Schemoeller (maior de 60 anos), Ademir Vendranin, Amarildo Alves, Cirio Willemann,
Bertino Shmidt, Elmar Stein, Walmir Crepin, Ivanio Loffi, Vilibaldo Gutjahr. Advogado:
Fábio Palaver . Relator: Des. Celso Jair Mainardi
Agravo de Instrumento
0005 . Processo: 1620842-7
ÍNDICE DA PUBLICAÇÃO Comarca: Região Metropolitana de Maringá - Foro Central de Maringá.Vara: 4ª Vara
Cível. Ação Originária: 00216715120168160017 Indenização por Perdas e Danos.
Advogado Ordem Processo Agravante: Roberto Gonçalves . Advogado: Aparecido Domingos Errerias Lopes ,
Aparecido Domingos Errerias 005 1620842-7 Aparecido Donizetti Andreotti, Rogério Andreotti Errerias Lopes. Agravado: Alberto
Lopes Gonçalves . Relator: Juíza Subst. 2º G. Fabiane Pieruccini (Des. José Hipólito Xavier
Aparecido Donizetti Andreotti 005 1620842-7 da Silva)
Bruna Oliveira de Jesus 002 1662201-6/01 Agravo de Instrumento
Camila Betiato 001 1054371-6/01 0006 . Processo: 1725893-6
Dalva Marvulle de Castilho 001 1054371-6/01 Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara:
Eduardo Chalfin 001 1054371-6/01 10ª Vara Cível. Ação Originária: 00026709420178160001 Embargos a Execução.
Fábio Palaver 004 1171912-3
Agravante: Melhores Vinhos Comércio de Bebidas Me , Rosana Maria
Bohnenestengel dos Santos, Elizeu Fernandes de Lara. Advogado: Odilon Mendes
Giovanna Price de Melo 007 0974706-2
Júnior , Jefferson Andre Varenholt. Agravado: Banco Bradesco Sa . Advogado: Hélio
Gustavo Gonçalves Gomes 010 1417827-1
Luiz VItorino Barcelos . Relator: Des. José Hipólito Xavier da Silva
Hélio Luiz VItorino Barcelos 006 1725893-6 Apelação Cível
Iandra Dos Santos Machado 002 1662201-6/01 0007 . Processo: 0974706-2
Ilan Goldberg 001 1054371-6/01 Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara: 13ª
Jefferson Andre Varenholt 006 1725893-6 Vara Cível. Ação Originária: 00067510420088160001 Cobrança. Apelante: Banco
Jorge André Ritzmann de 002 1662201-6/01 do Brasil SA . Advogado: Marcos Caldas Martins Chagas . Apelado: Aluisio Oliveira
Oliveira (maior de 60 anos), Alvaro Golçalves (maior de 60 anos), Ecio Daldosso, Irineu Kunh
José Antônio Broglio Araldi 008 1036441-5 (maior de 60 anos), José Rodrigues (maior de 60 anos), Natal Fantin (maior de 60
Juliano Ricardo Schmitt 002 1662201-6/01 anos), Silvestre Staron (maior de 60 anos), Valdecir Andreacci, Vicente Druscz (maior
003 1691023-7/01 de 60 anos), Vielando Lohse (maior de 60 anos). Advogado: Giovanna Price de Melo .
009 1065193-9
Relator: Des. Celso Jair Mainardi. Revisor: Des. Edson Vidal Pinto
Apelação Cível
Julio César Fernandes Ercoli 001 1054371-6/01
0008 . Processo: 1036441-5
Larissa dos Santos Hipólito 001 1054371-6/01
Comarca: Região Metropolitana de Londrina - Foro Central de Londrina.Vara: 4ª Vara
Luara Santos Perez da 008 1036441-5 Cível. Ação Originária: 00128882120128160014 Revisão de Contrato. Apelante:
Cunha
Dilza Aparecida Silva Palermo (maior de 60 anos). Advogado: Luara Santos Perez da
Luiz Carlos de Melo Lima 009 1065193-9 Cunha . Apelado: Banco Santander Brasil Sa . Advogado: Luiz Fernando Brusamolin ,
Luiz Fernando Brusamolin 008 1036441-5 Maurício Kavinski, José Antônio Broglio Araldi. Relator: Des. José Hipólito Xavier da
Marcelo Barros Mendes 010 1417827-1 Silva. Revisor: Des. Rabello Filho
- 43 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
Apelação Cível Apelado: Ministério Público do Estado do Paraná . Relator: Des. Hamilton Mussi
0009 . Processo: 1065193-9 Correa
Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara:
3ª Vara Cível. Ação Originária: 00112529820088160001 Revisão de Contrato. IDMATERIA1403340IDMATERIA

Apelante: Banco Itaú SA . Advogado: Juliano Ricardo Schmitt . Apelado: Eloir Ferreira Setor de Pautas
Alves . Advogado: Luiz Carlos de Melo Lima . Relator: Des. Celso Jair Mainardi Pauta de Julgamento do dia 11/07/2018 13:30
Apelação Cível Sessão Ordinária - 16ª Câmara Cível
0010 . Processo: 1417827-1 Relação No. 2018.05037 de Publicação
Comarca: Região Metropolitana de Maringá - Foro Central de Maringá.Vara: 3ª Vara ____________________________________________________
Cível. Ação Originária: 00072390820088160017 Revisão de Contrato. Apelante: Pauta de Julgamento da sessão ordinária do 16ª Câmara Cível a
Banco Santander (brasil) Sa . Advogado: Gustavo Gonçalves Gomes . Rec.Adesivo: realizar-se em 11/07/2018 às 13:30 horas, ou sessões subsequentes.
Polifest Comercio de Encartelados Ltda . Advogado: Marcelo Barros Mendes .
Apelado (1): Banco Santander (brasil) Sa . Advogado: Gustavo Gonçalves Gomes .
Apelado (2): Polifest Comercio de Encartelados Ltda . Advogado: Marcelo Barros
Mendes . Relator: Des. José Hipólito Xavier da Silva. Revisor Convocado: Juíza
Subst. 2º G. Maria Roseli Guiessmann (Des. Octavio Campos Fischer)
ÍNDICE DA PUBLICAÇÃO
IDMATERIA1403342IDMATERIA

Advogado Ordem Processo


Setor de Pautas
Alexandre Postiglione Bührer 011 1736076-2/01
Pauta de Julgamento do dia 11/07/2018 13:30
André Elias Brianese Porto 002 1575162-7/01
Sessão Ordinária - 15ª Câmara Cível
Relação No. 2018.05421 de Publicação Anelise Ambiel Dagostin 016 1730151-6
____________________________________________________ Arinaldo Bittencourt 017 1734783-4
Pauta de Julgamento da sessão ordinária da 15ª Câmara Cível a Arlindo Menezes Molina 017 1734783-4
realizar-se em 11/07/2018 às 13:30 horas, ou sessões subsequentes. Arnaldo Augusto do Amaral 009 1731542-1/03
Junior
Carlos Araúz Filho 006 1689246-9/01
007 1689246-9/02
008 1689246-9/03
ÍNDICE DA PUBLICAÇÃO 018 1618016-6
Advogado Ordem Processo Charles Luciano Coelho de 013 1707552-2/01
Lima
Amarílio H. L. d. 003 1204474-1
Vasconcellos Claro Américo Guimarães 003 1656095-1/02
Sobrinho
Angelo Daniel Carrion 002 0833531-7
Cláudia Gisele P. d. F. G. 014 1719069-3/01
Cássio Quirino Norberto 004 1726507-9
Mendes
Claudinei Alves Ferreira 002 0833531-7
Cláudio Camargo de Arruda 006 1689246-9/01
Claudio Kazuyoshi Kawasaki 001 1735964-3/01
007 1689246-9/02
Djalma Sisti Junior 002 0833531-7
008 1689246-9/03
Fabrício Zir Bothomé 002 0833531-7
Dyana Carolina Marques 001 1551221-9/04
José Carlos Skrzyszowski 004 1726507-9 Sanches
Junior
002 1575162-7/01
José Edgard da Cunha Bueno 003 1204474-1
Élio João Antunes 006 1689246-9/01
Filho
007 1689246-9/02
Karina de Lima Prohmann 003 1204474-1
008 1689246-9/03
Marcelo Augusto Bertoni 003 1204474-1
Evaristo Aragão F. d. Santos 015 1134900-3
Newton Pereira Portes Junior 001 1735964-3/01
Fábio Hiromori Gomes 009 1731542-1/03
Rafael Michelon 003 1204474-1
Fábio Yoshiharu Araki 018 1618016-6
Rogério Issao Kodani 005 1729887-4
Felipe Correa dos Santos 015 1134900-3
Vânia Maria Forlin 001 1735964-3/01
Nader
Flávio Herrero Bazzo 004 1670314-3/01
Horacio Antunes Barbosa 015 1134900-3
Embargos de Declaração Cível Junior
0001 . Processo: 1735964-3/01 Igor Del Campo F. Ferreira 014 1719069-3/01
Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara: 25ª Isabella Rocha Nobre de 013 1707552-2/01
Vara Cível. Ação Originária: 1735964300 Apelação Civel. Embargante: Ricele do Abreu
Rocio Lino . Advogado: Vânia Maria Forlin . Def.Público: Newton Pereira Portes Ivan Ariovaldo Pegoraro 004 1670314-3/01
Junior . Embargado: Banco Fibra S/a . Advogado: Claudio Kazuyoshi Kawasaki . Izalvi Barreto da Silva 005 1676049-5/01
Relator: Des. Hamilton Mussi Correa
Jairo Fernando Belini 006 1689246-9/01
Agravo de Instrumento
007 1689246-9/02
0002 . Processo: 0833531-7
Comarca: Maringá.Vara: 2ª Vara Cível. Ação Originária: 00134291620108160017 008 1689246-9/03
Execução. Agravante: Dulce Aparecida de Lima Magalhães . Advogado: Djalma Sisti Janice Marlei Loureiro 009 1731542-1/03
Junior . Agravado: Caixa de Previdência dos Funcionarios do Banco do Brasil . Jean Carlos Neri 002 1575162-7/01
Advogado: Fabrício Zir Bothomé , Angelo Daniel Carrion, Claudinei Alves Ferreira. Jefferson Massaharu Araki 018 1618016-6
Relator: Des. Hamilton Mussi Correa José Miguel Garcia Medina 010 1733419-5/03
Apelação Cível José Rodrigo de Andrade 015 1134900-3
0003 . Processo: 1204474-1 Machado
Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara: 12ª José Rodrigo Sade 013 1707552-2/01
Vara Cível. Ação Originária: 00118262420088160001 Indenização. Apelante: Banco Julio Cesar Paroski de 004 1670314-3/01
Bradesco SA . Advogado: Marcelo Augusto Bertoni , Karina de Lima Prohmann, Carvalho
Rafael Michelon, José Edgard da Cunha Bueno Filho. Apelado: Sandra Rosa Leonardo Henrique D. d. 004 1670314-3/01
Machado Luz Gimenez . Advogado: Amarílio Hermes Leal de Vasconcellos . Relator: Silva
Des. Hamilton Mussi Correa. Revisor: Des. Hayton Lee Swain Filho Lizeu Adair Berto 017 1734783-4
Apelação Cível Louise Rainer Pereira 011 1736076-2/01
0004 . Processo: 1726507-9 Gionédis
Comarca: Paranaguá.Vara: 3ª Vara Cível. Ação Originária: 00101962420148160129 Luiz Fernando Brusamolin 003 1656095-1/02
Ordinária. Apelante (1): Banco Bradesco SA . Advogado: José Carlos Skrzyszowski Luiz Rodrigues Wambier 015 1134900-3
Junior . Apelante (2): Transportes Rio do Peixe Ltda. Epp . Advogado: Cássio Quirino
Luziane Rodrigues Martins 009 1731542-1/03
Norberto . Apelado(s): o(s) mesmo(s) . Relator: Des. Shiroshi Yendo
Marcelo Sérgio Pereira 005 1676049-5/01
Apelação Cível
0005 . Processo: 1729887-4 Márcio Rodrigo Frizzo 001 1551221-9/04
Comarca: Sertanópolis.Vara: Juízo Único. Ação Originária: 00009148620168160162 002 1575162-7/01
Ação Civil Pública. Apelante: Aleocidio Balzanelo . Advogado: Rogério Issao Kodani . 016 1730151-6
- 44 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
Marco Antonio Dias Lima 004 1670314-3/01 Cláudio Camargo de Arruda . Embargado (1): Coopermibra - Cooperativa Mista
Castro Agropecuária do Brasil . Advogado: Carlos Araúz Filho , Paulo Afonso de Souza
Marco Antonio Peixoto 019 1709824-1 Sant'Anna, Jairo Fernando Belini. Embargado (2): Tereza Yoko Takuno de Arruda .
Marcos Caldas Martins 017 1734783-4 Advogado: Élio João Antunes . Relator: Desª Maria Mercis Gomes Aniceto
Chagas Embargos de Declaração Cível
Marcos Leate 004 1670314-3/01 0009 . Processo: 1731542-1/03
Marcus Viniciuis Alves 018 1618016-6 Comarca: Região Metropolitana de Maringá - Foro Central de Maringá.Vara: 3ª Vara
Kanieski Cível. Ação Originária: 1731542100 Apelação Civel. Embargante: Silveira Franco &
Marcus Vinicius de F. 012 1740526-6/02 Cia Ltda . Advogado: Arnaldo Augusto do Amaral Junior . Embargado: Banco do
Zompero Brasil S/a . Advogado: Fábio Hiromori Gomes , Luziane Rodrigues Martins, Janice
Marina Martins Kluppel 013 1707552-2/01 Marlei Loureiro. Relator: Desª Maria Mercis Gomes Aniceto
Smijtink Embargos de Declaração Cível
Mauri Marcelo Bevervanço 015 1134900-3 0010 . Processo: 1733419-5/03
Junior Comarca: Região Metropolitana de Maringá - Foro Central de Maringá.Vara: 2ª Vara
Nida Saleh Hatoum 010 1733419-5/03 Cível. Ação Originária: 1733419500 Agravo de Instrumento. Embargante: Banco
016 1730151-6 Safra Sa . Advogado: José Miguel Garcia Medina , Rafael de Oliveira Guimarães,
Patricia Bittencourt L. d. Lima 013 1707552-2/01 Nida Saleh Hatoum. Embargado: Ma Falleiro Empreendimentos Imobiliários Ltda .
Paulo Afonso de Souza 006 1689246-9/01 Advogado: Rodrigo Laffitte . Interessado: Glaucy Rufato Dario Falleiro , Lgf
Sant'Anna Participações Ltda, M A Falleiro e Cia Ltda, Marcos Aurelio Falleiro, Mmf
007 1689246-9/02 Participações Ltda, Márcia Cristina de Lessa Falleiro. Relator: Juiz Subst. 2º G. Marco
008 1689246-9/03
Antônio Massaneiro (Des. Luiz Fernando Tomasi Keppen)
Embargos de Declaração Cível
Rafael de Oliveira Guimarães 010 1733419-5/03
0011 . Processo: 1736076-2/01
016 1730151-6
Comarca: Ponta Grossa.Vara: 3ª Vara Cível. Ação Originária: 1736076200 Apelação
Rita de Cássia C. d. 015 1134900-3 Civel. Embargante: Banco do Brasil SA . Advogado: Louise Rainer Pereira Gionédis .
Vasconcelos
Embargado: Bianca Kanawate - Me . Advogado: Alexandre Postiglione Bührer .
Rodrigo Laffitte 010 1733419-5/03 Relator: Des. Luiz Fernando Tomasi Keppen
Thommi Mauro Zanette 015 1134900-3 Embargos de Declaração Cível
Fiorenza 0012 . Processo: 1740526-6/02
Comarca: Região Metropolitana de Londrina - Foro Central de Londrina.Vara: 1ª
Vara Cível. Ação Originária: 1740526600 Agravo de Instrumento. Embargante: Erica
Embargos de Declaração Cível Alves da Silva . Advogado: Marcus Vinicius de Freitas Zompero . Embargado: Banco
0001 . Processo: 1551221-9/04 Bradescard S.a . Relator: Juiz Subst. 2º G. Marco Antônio Massaneiro (Des. Luiz
Comarca: Pérola.Vara: Vara Única. Ação Originária: 1551221900 Agravo de Fernando Tomasi Keppen)
Instrumento. Embargante: Oppnus Indústria do Vestuário Ltda . Advogado: Márcio Agravo Interno Cível
Rodrigo Frizzo . Embargado: Lavanderia e Tinturaria Lavinorte Ltda . Advogado: 0013 . Processo: 1707552-2/01
Dyana Carolina Marques Sanches . Relator: Desª Maria Mercis Gomes Aniceto Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara: 21ª
Embargos de Declaração Cível Vara Cível. Ação Originária: 17075522 Agravo de Instrumento. Agravante: M.m
0002 . Processo: 1575162-7/01 Incorporações S/a , gr Samoara Participações Ltda.. Advogado: Marina Martins
Comarca: Pérola.Vara: Vara Única. Ação Originária: 1575162700 Agravo de Kluppel Smijtink . Agravado: Luiz Cesar de Souza Ferrari . Advogado: José Rodrigo
Instrumento. Embargante: Oppnus Indústria do Vestuário Ltda . Advogado: Márcio Sade . Interessado: Simone Galante . Advogado: Patricia Bittencourt Lazereis de
Rodrigo Frizzo , Jean Carlos Neri. Embargado: Lavanderia e Tinturaria Lavinorte Lima , Charles Luciano Coelho de Lima, Isabella Rocha Nobre de Abreu. Relator:
Ltda . Advogado: Dyana Carolina Marques Sanches , André Elias Brianese Porto. Des. Luiz Fernando Tomasi Keppen
Relator: Desª Maria Mercis Gomes Aniceto Agravo Interno Cível
Embargos de Declaração Cível 0014 . Processo: 1719069-3/01
0003 . Processo: 1656095-1/02 Comarca: Santa Isabel do Ivaí.Vara: Juízo Único. Ação Originária: 1719069300
Comarca: Piraí do Sul.Vara: Juízo Único. Ação Originária: 1656095100 Apelação Agravo de Instrumento. Agravante: Giusepe Vasconcelos Pacini . Advogado: Cláudia
Civel. Embargante: Banco do Brasil SA . Advogado: Luiz Fernando Brusamolin . Gisele Palma de Freitas Goulart Mendes . Agravado: Oswaldo Cerqueira . Advogado:
Embargado: Luiz Gabriel Queiroz Filho , Luiz Gabriel Queiroz. Advogado: Claro Igor Del Campo Fioravante Ferreira . Relator: Des. Hélio Henrique Lopes Fernandes
Américo Guimarães Sobrinho . Relator: Des. Luiz Fernando Tomasi Keppen Lima
Embargos de Declaração Cível Agravo de Instrumento
0004 . Processo: 1670314-3/01 0015 . Processo: 1134900-3
Comarca: Região Metropolitana de Londrina - Foro Central de Londrina.Vara: 6ª Comarca: Chopinzinho.Vara: Vara Cível e Anexos. Ação Originária:
Vara Cível. Ação Originária: 1670314300 Agravo de Instrumento. Embargante: Silvio 00022912520128160068 Cumprimento de Sentença. Agravante: Hsbc Bank Brasil
Cezar Tonelli . Advogado: Marco Antonio Dias Lima Castro . Embargado: Cooperativa Sa Banco Multiplo . Advogado: Evaristo Aragão Ferreira dos Santos , Mauri Marcelo
de Crédito de Livre Admissão União Paraná São Paulo - Sicredi União Pr/sp . Bevervanço Junior, Luiz Rodrigues Wambier, Felipe Correa dos Santos Nader, Rita
Advogado: Leonardo Henrique Domingues da Silva , Ivan Ariovaldo Pegoraro, Flávio de Cássia Correa de Vasconcelos. Agravado: Jean Ricardo Fagundes Silverio ,
Herrero Bazzo, Marcos Leate, Julio Cesar Paroski de Carvalho. Relator: Desª Maria Evanilda Fagundes Silverio, Fiorindo Antonio Scolari (maior de 60 anos), Alcides
Mercis Gomes Aniceto Casanova (maior de 60 anos), Luiza Verona Favero (maior de 60 anos), Edineia
Embargos de Declaração Cível Zuconelli, Odete Spuldaro Sgutssardt Pan, Antonio Luiz Fortuna (maior de 60 anos),
0005 . Processo: 1676049-5/01 Terezinha Lourdes Bianchi Trento (maior de 60 anos), Aguiar Luiz Zuconelli, Valdir
Comarca: Campo Mourão.Vara: 2ª Vara Cível e da Fazenda Pública. Ação Originária: Bonomi (maior de 60 anos), José Zuconelli (maior de 60 anos), Angelita Maria Pivatto,
1676049500 Apelação Civel. Embargante: Edson Luiz Brandão . Advogado: Marcelo Jacir Antonio Colussi, Maria Lourdes Venazzi. Advogado: Thommi Mauro Zanette
Sérgio Pereira . Embargado: Manuel da Conceição Gameiro . Advogado: Izalvi Fiorenza , Horacio Antunes Barbosa Junior, José Rodrigo de Andrade Machado.
Barreto da Silva . Relator: Desª Maria Mercis Gomes Aniceto Relator: Des. Paulo Cezar Bellio
Embargos de Declaração Cível Agravo de Instrumento
0006 . Processo: 1689246-9/01 0016 . Processo: 1730151-6
Comarca: Campo Mourão.Vara: 2ª Vara Cível e da Fazenda Pública. Ação Comarca: Região Metropolitana de Maringá - Foro Central de Maringá.Vara: 2ª
Originária: 1689246900 Apelação Civel. Embargante: Coopermibra - Cooperativa Vara Cível. Ação Originária: 00158105020178160017 Não Identificada. Agravante:
Mista Agropecuária do Brasil . Advogado: Carlos Araúz Filho , Paulo Afonso de Souza Lgf Participações Ltda . Advogado: Márcio Rodrigo Frizzo . Agravado: Banco Safra
Sant'Anna, Jairo Fernando Belini. Embargado (1): Claudio Camargo de Arruda . SA . Advogado: Nida Saleh Hatoum , Anelise Ambiel Dagostin, Rafael de Oliveira
Advogado: Cláudio Camargo de Arruda . Embargado (2): Tereza Yoko Takuno de Guimarães. Relator: Juiz Subst. 2º G. Marco Antônio Massaneiro (Des. Luiz Fernando
Arruda . Advogado: Élio João Antunes . Relator: Desª Maria Mercis Gomes Aniceto Tomasi Keppen)
Embargos de Declaração Cível Agravo de Instrumento
0007 . Processo: 1689246-9/02 0017 . Processo: 1734783-4
Comarca: Campo Mourão.Vara: 2ª Vara Cível e da Fazenda Pública. Ação Originária: Comarca: Francisco Beltrão.Vara: 2ª Vara Cível e da Fazenda Pública. Ação
1689246900 Apelação Civel. Embargante: Tereza Yoko Takuno de Arruda . Originária: 00076666420098160083 Prestação de Contas. Agravante: Comercial de
Advogado: Élio João Antunes . Embargado (1): Coopermibra - Cooperativa Mista Tecidos Tiosso Ltda . Advogado: Lizeu Adair Berto . Agravado: Banco do Brasil Sa .
Agropecuária do Brasil . Advogado: Carlos Araúz Filho , Paulo Afonso de Souza Advogado: Marcos Caldas Martins Chagas , Arinaldo Bittencourt, Arlindo Menezes
Sant'Anna, Jairo Fernando Belini. Embargado (2): Claudio Camargo de Arruda . Molina. Relator: Des. Paulo Cezar Bellio
Advogado: Cláudio Camargo de Arruda . Relator: Desª Maria Mercis Gomes Aniceto Apelação Cível
Embargos de Declaração Cível 0018 . Processo: 1618016-6
0008 . Processo: 1689246-9/03 Comarca: Palotina.Vara: Vara Cível, da Fazenda Pública, Acidentes do Trabalho,
Comarca: Campo Mourão.Vara: 2ª Vara Cível e da Fazenda Pública. Ação Originária: Registros Públicos e Corregedoria do Foro Extrajudicial, Juizado Especial Cível e
1689246900 Apelação Civel. Embargante: Claudio Camargo de Arruda . Advogado: Juizado Especial da Fazenda Pública. Ação Originária: 00010922720088160126
- 45 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
Embargos a Execução. Apelante (1): Cabine Carlesso Ltda , Terezinha Ivonete
Weber. Advogado: Fábio Yoshiharu Araki , Jefferson Massaharu Araki. Apelante (2):
Cooperativa de Crédito de Livre Admissão Vale do Piquiri - Sicredi Vale do Piquiri .
Advogado: Marcus Viniciuis Alves Kanieski , Carlos Araúz Filho. Apelado(s): o(s)
mesmo(s) . Relator: Desª Maria Mercis Gomes Aniceto
Apelação Cível
0019 . Processo: 1709824-1
Comarca: Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.Vara: 2ª
Vara Cível. Ação Originária: 00062731520168160001 Ordinária. Apelante: Mauricio
Lima dos Santos . Advogado: Marco Antonio Peixoto . Apelado: Banco Bradesco S.a .
Relator: Juiz Subst. 2º G. Marco Antônio Massaneiro (Des. Hélio Henrique Lopes
Fernandes Lima)

- 46 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
Divisão de Distribuição

Seção de Preparo
IDMATERIA1403555IDMATERIA

Divisão de Preparo e Informações


Seção de Preparo
Rua Mauá, nº 920 - 28º andar
Relação No. 2018.05478
____________________________________________________

ÍNDICE DA PUBLICAÇÃO

Advogado Ordem Processo/Prot


Ana Lúcia Mateus 001 1657381-6
Anderson Franzão 001 1657381-6
Arthur Sabino Damasceno 001 1657381-6
Jaime Oliveira Penteado 001 1657381-6
Juliana Mara da Silva 001 1657381-6
Kael Nery de Lima Moro 001 1657381-6
Laércio Gomes de Sá 001 1657381-6
Luciano Anghinoni 001 1657381-6
Vanzin e P. S. d. A. O. Nº370 001 1657381-6

Preparo de Custas - Prazo : 5 dias


0001 . Processo/Prot: 1657381-6 Apelação Cível
. Protocolo: 2017/17027. Comarca: Região Metropolitana de Londrina -
Foro Regional de Rolândia. Vara: Vara Cível e Anexos. Ação Originária:
0002196-80.2011.8.16.0148 Revisão de Contrato. Apelante: BV Financeira S/A -
Crédito, Financiamento e Investimento. Advogado: Vanzin e Penteado Sociedade de
Advogados, Oab/pr Nº370, Jaime Oliveira Penteado, Luciano Anghinoni, Ana Lúcia
Mateus, Juliana Mara da Silva, Arthur Sabino Damasceno, Kael Nery de Lima Moro.
Apelado: Rinaldo Pereira da Silva. Advogado: Anderson Franzão, Laércio Gomes de
Sá. Órgão Julgador: 4ª Câmara Cível. Relator: Desª Regina Afonso Portes. Relator
Convocado: Juiz Subst. 2º G. Anderson Ricardo Fogaça. Complemento: Preparo de
Custas. Prazo: 5 dia(s). Valor: R$43.70. Nº Guia: 2920.16391

- 47 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
Strapasson. Relator Convocado: Juíza Subst. 2º G. Angela Maria Machado Costa.
Seção de Mandados e Cartas Julgado em: 19/06/2018
DECISÃO: Acordam os Desembargadores da 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça
do Estado do Paraná em, por unanimidade de votos, conhecer e negar provimento ao
Divisão de Processo Cível recurso de Embargos de Declaração. EMENTA: EMBARGOS DE DECLARAÇÃO -
AUSÊNCIA DE CONTRADIÇÃO, OMISSÃO, OBSCURIDADE OU ERRO MATERIAL
- DESCONFORMIDADE COM O ARTIGO 1.022 DO CPC/15 - INEXISTÊNCIA DE
CONTRADIÇÃO OU OMISSÃO QUE ENSEJE O ACOLHIMENTO DO PRESENTE
SEÇÃO DA 2ª CÂMARA CÍVEL RECURSO DE EMBARGOS DE DECLARAÇÃO - REDISCUSSÃO DA MATÉRIA
E TESE ATÉ ENTÃO NÃO ARGUIDA NOS AUTOS - EVIDENTE INOVAÇÃO
IDMATERIA1403417IDMATERIA
RECURSAL - PRETENSÃO DE MERO PRÉ- QUESTIONAMENTO DA MATÉRIA
I Divisão de Processo Cível - INADMISSIBILIDADE - RECURSO CONHECIDO E DESPROVIDO. Embargos de
Seção da 2ª Câmara Cível Declaração Cível nº 1.702.239-4/01
Relação No. 2018.05450 0003 . Processo/Prot: 1716159-0/01 Embargos de Declaração Cível
____________________________________________________ . Protocolo: 2018/4183. Comarca: Paranaguá. Vara: Vara da Fazenda Pública.
Ação Originária: 1716159-0 Apelação Civel. Embargante: Nelson Buffara. Advogado:
Dário Borges de Liz Neto. Embargado: Município de Paranaguá/pr. Advogado: Kelly
Christina Frota Kravitz Pecini. Órgão Julgador: 2ª Câmara Cível. Relator: Des.
Antônio Renato Strapasson. Relator Convocado: Juíza Subst. 2º G. Angela Maria
Machado Costa. Julgado em: 19/06/2018
ÍNDICE DA PUBLICAÇÃO
DECISÃO: Acordam os Desembargadores da 2ª Câmara Cível do Tribunal de
Advogado Ordem Processo/Prot Justiça do Estado do Paraná em, por unanimidade de votos, conhecer e negar
Amanda Casado Ribas 004 1727046-5/01 provimento ao recurso de Embargos de Declaração. EMENTA: EMBARGOS
Amanda Goda Gimenes 004 1727046-5/01
DE DECLARAÇÃO CÍVEL Nº 1716159- 0/01, DE PARANAGUÁ - VARA DA
FAZENDA PÚBLICA NÚMERO UNIFICADO: EMBARGANTE : NELSON BUFFARA
Carlos José Dal Piva 002 1702239-4/01
EMBARGADO : MUNICÍPIO DE PARANAGUÁ/PR RELATOR : JUÍZA DE DIREITO
Cinara do Carmo Prichula 002 1702239-4/01
SUBST. 2º G.ANGELA MARIA MACHADO COSTA, EM SUBSTITUIÇÃO AO DES.
Cristiano Souza Prates 001 1674100-5/01 ANTÔNIO RENATO STRAPASSONEMBARGOS DE DECLARAÇÃO - OMISSÃO
Dário Borges de Liz Neto 003 1716159-0/01 - HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS RECURSAIS NÃO ARBITRADOS - NÃO
Dirceu Galdino Cardin 006 1734614-4/01 CABIMENTO - DISPOSIÇÃO PREVISTA NO §11º, DO ART. 85, DO CÓDIGO
007 1734614-4/02 DE PROCESSO CIVIL QUE SÓ É APLICÁVEL EM CASO DE ACÓRDÃO
Éber Pecini Mei 005 1733048-6 DE DESPROVIMENTO E APRESENTAÇÃO DE CONTRARRAZÕES DA PARTE
Fábio Luis Franco 005 1733048-6 CONTRÁRIA - NÃO OCORRÊNCIA - ACÓRDÃO EMBARGADO QUE DEU
Genésio Felipe de Natividade 002 1702239-4/01
PARCIAL PROVIMENTO AO RECURSO - PRECEDENTES DO SUPERIOR
TRIBUNAL DE JUSTIÇA - AUSÊNCIA DE OMISSÃO NO JULGADO - EMBARGOS
Humberto Otto Mahlmann 002 1702239-4/01
CONHECIDOS E REJEITADOS. Embargos de Declaração Cível nº 1.716.159-0/01
Israel Liutti 001 1674100-5/01
fl. 2
Joel Macedo Soares Pereira 001 1674100-5/01 0004 . Processo/Prot: 1727046-5/01 Embargos de Declaração Cível
Neto
. Protocolo: 2018/9004. Comarca: Região Metropolitana de Londrina - Foro Central
Karina Rachinski de Almeida 006 1734614-4/01 de Londrina. Vara: 1ª Vara de Execuções Fiscais. Ação Originária: 1727046-5 Agravo
007 1734614-4/02 de Instrumento. Embargante: Equipamentos Londrina Ltda. Advogado: Vicente de
Kelly Christina Frota K. Pecini 003 1716159-0/01 Paula Marques Filho, Amanda Goda Gimenes, Victor Simoni Marques. Embargado:
Leandro da Silva Charlasch 005 1733048-6 Município de Londrina. Advogado: Amanda Casado Ribas. Órgão Julgador: 2ª
Ligia Socreppa 006 1734614-4/01 Câmara Cível. Relator: Des. Antônio Renato Strapasson. Relator Convocado: Juíza
007 1734614-4/02 Subst. 2º G. Angela Maria Machado Costa. Julgado em: 19/06/2018
Luiz Carlos Milharesi 005 1733048-6 DECISÃO: Acordam os Desembargadores da 2ª Câmara Cível do Tribunal de
Maçazumi Furtado Niwa 001 1674100-5/01
Justiça do Estado do Paraná em, por unanimidade de votos, conhecer e negar
provimento ao recurso de Embargos de Declaração. EMENTA: EMBARGOS DE
Tatiane Abdalla Neme 001 1674100-5/01
DECLARAÇÃO - OMISSÃO - INEXISTÊNCIA - ALEGAÇÃO DO EMBARGANTE
Vicente de Paula Marques 004 1727046-5/01
QUANTO A OMISSÃO DA R. DECISÃO NO QUE TANGE A CONSTRIÇÃO DOS
Filho
VEÍCULOS, ESTES NÃO MAIS PERTENCENTES À EMBARGANTE - ALEGAÇÃO
Victor Simoni Marques 004 1727046-5/01
DE OMISSÃO QUANTO A MELHOR INTERPRETAÇÃO DO ARTIGO 789 DO
Welton de Farias Fogaça 002 1702239-4/01 CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL, ARTIGO 1.226 DO CÓDIGO CIVIL E ARTIGO
186 DO CÓDIGO TRIBUTÁRIO NACIONAL - INEXISTÊNCIA DE OMISSÃO,
CONTRADIÇÃO, OBSCURIDADE OU ERRO MATERIAL - ACÓRDÃO QUE SE
Publicação de Acórdão MANIFESTOU SOBRE TODOS OS PONTOS ALEGADOS NO RECURSO DE
0001 . Processo/Prot: 1674100-5/01 Embargos de Declaração Cível AGRAVO DE INSTRUMENTO - MERO INCONFORMISMO -EMBARGOS DE
. Protocolo: 2018/21468. Comarca: Foro Central da Comarca da Região DECLARAÇÃO CONHECIDOS E REJEITADOS.
Metropolitana de Curitiba. Vara: 1ª Vara da Fazenda Pública. Ação Originária: 0005 . Processo/Prot: 1733048-6 Apelação Cível
1674100-5 Apelação Civel. Embargante: Sociedade Evangelica Beneficente de . Protocolo: 2017/229426. Comarca: Loanda. Vara: Vara Cível, da Fazenda Pública,
Curitiba. Advogado: Maçazumi Furtado Niwa, Israel Liutti, Cristiano Souza Prates. Acidentes do Trabalho, Registros Públicos e Corregedoria do Foro Extrajudicial,
Embargado (1): Aline Teixeira. Advogado: Tatiane Abdalla Neme. Embargado Juizado Especial Cível e Juizado Especial da Fazenda Pública. Ação Originária:
(2): Município de Curitiba/pr e Sociedade Evangelica Beneficente de Curitiba. 0000129-92.2002.8.16.0105 Ordinária. Apelante: Batata e Cardoso- Me. Advogado:
Advogado: Joel Macedo Soares Pereira Neto, Maçazumi Furtado Niwa, Israel Fábio Luis Franco. Apelado (1): Município de Loanda. Advogado: Éber Pecini Mei,
Liutti. Órgão Julgador: 2ª Câmara Cível. Relator: Des. Antônio Renato Strapasson. Leandro da Silva Charlasch. Apelado (2): Flávio Aramis Accorsi. Advogado: Luiz
Relator Convocado: Juíza Subst. 2º G. Angela Maria Machado Costa. Julgado em: Carlos Milharesi. Órgão Julgador: 2ª Câmara Cível. Relator: Des. Stewalt Camargo
19/06/2018 Filho. Relator Convocado: Juíza Subst. 2º G. Angela Maria Machado Costa. Julgado
DECISÃO: Acordam os Desembargadores da 2ª Câmara Cível do Tribunal de em: 19/06/2018
Justiça do Estado do Paraná em, por unanimidade de votos, conhecer e negar DECISÃO: Acordam os Desembargadores da 2ª Câmara Cível do Tribunal
provimento ao recurso de Embargos de Declaração. EMENTA: EMBARGOS DE de Justiça do Estado do Paraná em, por unanimidade de votos, conhecer e
DECLARAÇÃO - OMISSÃO ACERCA DA CONCESSÃO DE EFEITO SUSPENSIVO negar provimento ao recurso de Apelação Cível. EMENTA: APELAÇÃO CÍVEL
AO RECURSO DE APELAÇÃO - EFEITO SUSPENSIVO OPE LEGIS - AUSÊNCIA - RESPONSBILIDADE CIVIL- PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE RECOLHIMENTO
DE OMISSÃO QUANTO A TAL PONTO - SUPOSTA OMISSÃO ACERCA DE RESÍDUOS PROVENIENTES DE CONSTRUÇÃO CIVIL PREVISTOS NO
DOS PRESSUPOSTOS PARA CONFIGURAÇÃO DA REPARAÇÃO POR DANOS ARTIGO 37, PARÁGRAFO ÚNICO DA LEI MUNICIPAL Nº 09/66 - EDIÇÃO DA LEI
MORAIS - REDISCUSSÃO DA MATÉRIA VIA EMBARGOS DE DECLARAÇÃO - MUNICIPAL Nº 27/2001 QUE ALTEROU O PARÁGRAFO ÚNICO DO REFERIDO
IMPOSSIBILIDADE - AUSÊNCIA DE OMISSÃO - PRETENSÃO DE MERO PRÉ- DIPLOMA LEGAL - ALEGAÇÃO DA EMPRESA QUANTO AO DEVER DO ENTE
QUESTIONAMENTO DA MATÉRIA - INADMISSIBILIDADE - EMBARGOS DE PÚBLICO EM INDENIZAR OS DANOS CAUSADOS, ANTE A VIOLAÇÃO DA LEI
DECLARAÇÃO REJEITADOS. Embargos de Declaração Cível nº 1.674.100-5/01 MUNICIPAL Nº 21/2001 AO DISPOSTO ANTERIORMENTE NA LEI MUNICIPAL
0002 . Processo/Prot: 1702239-4/01 Embargos de Declaração Cível Nº 09/66 - NÃO CABIMENTO - ARTIGO 37, PARÁGRAFO ÚNICO, DA LEI
. Protocolo: 2018/19137. Comarca: Cascavel. Vara: Vara da Fazenda Pública. Ação MUNICIPAL Nº 09/66 (REDAÇÃO ORIGINAL) QUE NÃO VEDAVA A PRESTAÇÃO
Originária: 1702239-4 Agravo de Instrumento. Embargante: Massa Falida de Dip DO SERVIÇO PELO ENTE PÚBLICO - COMPETÊNCIA DO MUNICÍPIO EM
Flex Comércio de Combustíveis e Transportes Ltda. Advogado: Carlos José Dal LEGISLAR MATÉRIA DE INTERESSE LOCAL - ATENDIMENTO AO INTERESSE
Piva, Humberto Otto Mahlmann, Cinara do Carmo Prichula. Embargado: A Fazenda PÚBLICO - PRESTAÇÃO DO SERVIÇO PELO MUNICÍPIO INCAPAZ DE GERAR
Pública do Município de Cascavel. Advogado: Welton de Farias Fogaça, Genésio PREJUÍZO EMINENTE À ATIVIDADE DA EMPRESA - LEI ORGÂNICA MUNICIPAL
Felipe de Natividade. Órgão Julgador: 2ª Câmara Cível. Relator: Des. Antônio Renato QUE JÁ AUTORIZAVA A PRESTAÇÃO DO SERVIÇO PELO MUNICÍPIO
- 48 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
LOANDA, ANTES MESMO DA ALTERAÇÃO LEGISLATIVA NO ANO DE 2001 I Divisão de Processo Cível
- AUSÊNCIA DE COMPROVAÇÃO DE ALEGADA PERSEGUIÇÃO POLÍTICA Seção da 4ª Câmara Cível
- INCONSTITUCIONALIDADE DA LEI MUNICIPAL 27/2001 E DO DECRETO Relação No. 2018.05273
003/2002 - INEXISTÊNCIA - COMPETÊNCIA DO MUNICÍPIO EM LEGISLAR ____________________________________________________
MATÉRIA DE INTERESSE LOCAL (ARTIGO 30, I E II DA CONSTITUIÇÃO
FEDERAL - AUTONOMIA CONSTITUCIONAL INERENTE - ATENDIMENTO AO
PRINCÍPIO DA LEGALIDADE, IMPESSOALIDADE E EFICIÊNCIA - AUSÊNCIA DO
DEVER DE INDENIZAÇÃO - HONORÁRIOS RECURSAIS NÃO ARBITRADOS -
RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL CONHECIDO E DESPROVIDO. ÍNDICE DA PUBLICAÇÃO
0006 . Processo/Prot: 1734614-4/01 Embargos de Declaração Cível
. Protocolo: 2017/286921. Comarca: Foro Central da Comarca da Região Advogado Ordem Processo/Prot
Metropolitana de Curitiba. Vara: 3ª Vara da Fazenda Pública. Ação Originária: Adolfo Luis de Souza Góis 001 0901956-9/03
1734614-4 Apelação Civel. Embargante: Estado do Paraná. Advogado: Karina
Alexandre Hellender de 004 1715852-2
Rachinski de Almeida. Embargado: Celso Dybach, Claudio Wesoloski, Gilberto Quadros
Kolchelski, Orestes Saqueto, Wilson Kolchelski, Rodrigo de Carvalho, Lucia Buco, Alexandre Jankovski B. d. 004 1715852-2
Luiz Marcoviski Rocha, Renato de Carvalho, Marilucia Weretycki. Advogado: Dirceu Barros
Galdino Cardin, Ligia Socreppa. Órgão Julgador: 2ª Câmara Cível. Relator: Des. Ana Paola Ghizoni de 003 1679781-0/01
Antônio Renato Strapasson. Relator Convocado: Juíza Subst. 2º G. Angela Maria Macedo
Machado Costa. Julgado em: 19/06/2018 André Augusto Gonçalves 001 0901956-9/03
DECISÃO: Acordam os Desembargadores da 2ª Câmara Cível do Tribunal de Vianna
Justiça do Estado do Paraná em, por unanimidade de votos, conhecer e negar Antônio Carlos de Andrade 001 0901956-9/03
provimento aos recursos de Embargos de Declaração. EMENTA: EMBARGOS Vianna
DE DECLARAÇÃO - IMUNIDADE TRIBUTÁRIA.EMBARGOS DE DECLARAÇÃO Débora Cristiane Ortega de 002 1676028-6
Nº 01 - OMISSÃO QUANTO A DEFINIÇÃO DE SE A IMUNIDADE PREVISTA Marchi
NO ARTIGO 155, II; §2º, X, "A" DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL DIZ RESPEITO Denis Rafael Ramos 003 1679781-0/01
SOMENTE A OPERAÇÃO DE EXPORTAÇÃO OU A TODAS AS OPERAÇÕES Izabellyta Laurence de 005 1717484-2/01
ANTERIORES - ALEGAÇÃO DE QUE A REGRA CONSTITUCIONAL IMUNIZA Alvarenga
TÃO SOMENTE A ÚLTIMA OPERAÇÃO DE EXPORTAÇÃO - INEXISTÊNCIA DE Matheus Aparecido dos 001 0901956-9/03
OMISSÕES - ACÓRDÃO QUE EXPLICITOU DE ACORDO COM O DISPOSITIVO Santos
CONSTITUCIONAL QUE NÃO INCIDIRÁ IMPOSTO SOBRE OPERAÇÕES QUE Nasser Yasser Salameh 003 1679781-0/01
DESTINEM MERCADORIAS PARA O EXTERIOR AUSÊNCIA DE PREVISÃO Rodrigo Garcia S. Bevilaqua 003 1679781-0/01
DO CONSTITUINTE QUANTO A IMUNIDADE TRIBUTÁRIA "SOMENTE NA
Said Mahmoud Abdul Fattah 004 1715852-2
ÚLTIMA OPERAÇÃO DE EXPORTAÇÃO" CONFORME ALEGAÇÃO DO Junior
EMBARGANTE - MERO INCONFORMISMO - RECURSO CONHECIDO E
Samuel Batista Guiraud 004 1715852-2
DESPROVIDO.EMBARGOS DE DECLARAÇÃO Nº 02 - OMISSÃO NO TOCANTE
Sandra Regina Rodrigues 005 1717484-2/01
AO NÃO CONHECIMENTO DA IMUNIDADE TRIBUTÁRIA PELA AUSÊNCIA
Sandro Wilson Pereira dos 004 1715852-2
DE PROVAS JUNTADAS AOS AUTOS - INEXISTÊNCIA DE OMISSÃO -
Santos
DECISÃO QUE FUNDAMENTOU DE FORMA CORRETA E EXPLÍCITA QUE OS
DOCUMENTOS COLACIONADOS AOS AUTOS NÃO PERMITEM CONCLUIR
QUE A PRODUÇÃO DOS IMPETRANTES SE DIRIGE AO MERCADO EXTERNO
- NOVOS DOCUMENTOS JUNTADOS AOS AUTOS PELA EMBARGANTE Publicação de Acórdão
POSTERIORMENTE À DECISÃO, INCAPAZES DE ENSEJAR EM MODIFICAÇÃO - 0001 . Processo/Prot: 0901956-9/03 Embargos de Declaração Cível
MANDADO DE SEGURANÇA QUE NÃO ADMITE DILAÇÃO PROBATÓRIA - MERO . Protocolo: 2012/394319. Comarca: Marilândia do Sul. Vara: Vara Única. Ação
INCONFORMISMO - RECURSO CONHECIDO E DESPROVIDO. Originária: 0901956-9 Apelação Civel. Apelante: Ministério Público do Estado
0007 . Processo/Prot: 1734614-4/02 Embargos de Declaração Cível do Paraná. Apelado: Antonio Batista de Macedo. Advogado: André Augusto
. Protocolo: 2017/281526. Comarca: Foro Central da Comarca da Região Gonçalves Vianna, Antônio Carlos de Andrade Vianna. Apelado: Carlos Cardoso
Metropolitana de Curitiba. Vara: 3ª Vara da Fazenda Pública. Ação Originária: Bedendo. Advogado: Matheus Aparecido dos Santos. Apelado: Claudio Donizete
1734614-4 Apelação Civel. Embargante: Celso Dybach, Claudio Wesoloski, Gilberto dos Santos. Advogado: André Augusto Gonçalves Vianna, Antônio Carlos de
Kolchelski, Orestes Saqueto, Wilson Kolchelski, Rodrigo de Carvalho, Lucia Buco, Andrade Vianna. Apelado: Ataides Martins. Advogado: Adolfo Luis de Souza Góis.
Luiz Marcoviski Rocha, Renato de Carvalho, Marilucia Weretycki. Advogado: Dirceu Embargante: Antonio Batista de Macedo. Advogado: André Augusto Gonçalves
Galdino Cardin, Ligia Socreppa. Embargado: Estado do Paraná. Advogado: Karina Vianna. Embargado (1): Ministério Público do Estado do Paraná. Advogado: Antônio
Rachinski de Almeida. Órgão Julgador: 2ª Câmara Cível. Relator: Des. Antônio Carlos de Andrade Vianna. Embargado (2): Carlos Cardoso Bedendo. Advogado:
Renato Strapasson. Relator Convocado: Juíza Subst. 2º G. Angela Maria Machado Matheus Aparecido dos Santos. Embargado (3): Claudio Donizete dos Santos.
Costa. Julgado em: 19/06/2018 Advogado: André Augusto Gonçalves Vianna, Antônio Carlos de Andrade Vianna.
DECISÃO: Acordam os Desembargadores da 2ª Câmara Cível do Tribunal de Embargado (4): Ataides Martins. Advogado: Adolfo Luis de Souza Góis. Órgão
Justiça do Estado do Paraná em, por unanimidade de votos, conhecer e negar Julgador: 4ª Câmara Cível. Relator: Des. Abraham Lincoln Calixto. Julgado em:
provimento aos recursos de Embargos de Declaração. EMENTA: EMBARGOS 12/06/2018
DE DECLARAÇÃO - IMUNIDADE TRIBUTÁRIA.EMBARGOS DE DECLARAÇÃO DECISÃO: ACORDAM os Desembargadores integrantes da Quarta Câmara
Nº 01 - OMISSÃO QUANTO A DEFINIÇÃO DE SE A IMUNIDADE PREVISTA Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, por unanimidade
NO ARTIGO 155, II; §2º, X, "A" DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL DIZ RESPEITO de votos, em acolher os embargos de declaração, sem atribuição de
SOMENTE A OPERAÇÃO DE EXPORTAÇÃO OU A TODAS AS OPERAÇÕES efeitos infringentes, nos termos do voto e sua fundamentação. EMENTA:
ANTERIORES - ALEGAÇÃO DE QUE A REGRA CONSTITUCIONAL IMUNIZA EMBARGOS DE DECLARAÇÃO. OMISSÃO.OCORRÊNCIA. PRELIMINAR DE
TÃO SOMENTE A ÚLTIMA OPERAÇÃO DE EXPORTAÇÃO - INEXISTÊNCIA DE INCOMPETÊNCIA DA JUSTIÇA ESTADUAL. PREJUDICIAL AFASTADA.VERBA
OMISSÕES - ACÓRDÃO QUE EXPLICITOU DE ACORDO COM O DISPOSITIVO FEDERAL INCORPORADA AO MUNICÍPIO POR CONVÊNIO. COMPETÊNCIA
CONSTITUCIONAL QUE NÃO INCIDIRÁ IMPOSTO SOBRE OPERAÇÕES QUE DA JUSTIÇA COMUM ESTADUAL.EMBARGOS ACOLHIDOS PARA SUPRIR A
DESTINEM MERCADORIAS PARA O EXTERIOR AUSÊNCIA DE PREVISÃO OMISSÃO, SEM ATRIBUIÇÃO DE EFEITOS INFRINGENTES.
DO CONSTITUINTE QUANTO A IMUNIDADE TRIBUTÁRIA "SOMENTE NA 0002 . Processo/Prot: 1676028-6 Reexame Necessário
ÚLTIMA OPERAÇÃO DE EXPORTAÇÃO" CONFORME ALEGAÇÃO DO . Protocolo: 2017/91537. Comarca: Colorado. Vara: Vara Cível, da Fazenda Pública,
EMBARGANTE - MERO INCONFORMISMO - RECURSO CONHECIDO E Acidentes do Trabalho, Registros Públicos e Corregedoria do Foro Extrajudicial,
DESPROVIDO.EMBARGOS DE DECLARAÇÃO Nº 02 - OMISSÃO NO TOCANTE Juizado Especial Cível e Juizado Especial da Fazenda Pública. Ação Originária:
AO NÃO CONHECIMENTO DA IMUNIDADE TRIBUTÁRIA PELA AUSÊNCIA 0004949-05.2015.8.16.0072 Mandado de Segurança. Remetente: Juiz de Direito.
DE PROVAS JUNTADAS AOS AUTOS - INEXISTÊNCIA DE OMISSÃO - Autor: Gislaine Cristina Valério. Advogado: Débora Cristiane Ortega de Marchi. Réu:
DECISÃO QUE FUNDAMENTOU DE FORMA CORRETA E EXPLÍCITA QUE OS Geraldo Zampirolli. Órgão Julgador: 4ª Câmara Cível. Relator: Des. Abraham Lincoln
DOCUMENTOS COLACIONADOS AOS AUTOS NÃO PERMITEM CONCLUIR Calixto. Julgado em: 12/06/2018
QUE A PRODUÇÃO DOS IMPETRANTES SE DIRIGE AO MERCADO EXTERNO DECISÃO: ACORDAM os Desembargadores integrantes da Quarta Câmara Cível
- NOVOS DOCUMENTOS JUNTADOS AOS AUTOS PELA EMBARGANTE do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, por unanimidade de votos, em manter
POSTERIORMENTE À DECISÃO, INCAPAZES DE ENSEJAR EM MODIFICAÇÃO - a sentença em reexame necessário, nos termos do voto e sua fundamentação.
MANDADO DE SEGURANÇA QUE NÃO ADMITE DILAÇÃO PROBATÓRIA - MERO EMENTA: DIREITO ADMINISTRATIVO. REEXAME NECESSÁRIO. MANDADO
INCONFORMISMO - RECURSO CONHECIDO E DESPROVIDO. DE SEGURANÇA.RETORNO DE LICENÇA PARA TRATAR DE ASSUNTOS
PARTICULARES QUE PODE OCORRER A PEDIDO DO SERVIDOR PÚBLICO.
EXEGESE DO ARTIGO 142, §3º. DA LEI MUNICIPAL N.º 788/93 DE COLORADO.
ILEGALIDADE DO ATO ADMINISTRATIVO QUE APONTA SOMENTE TER
SEÇÃO DA 4ª CÂMARA CÍVEL INTERESSE DO RETORNO DA SERVIDORA NO INÍCIO DO ANO LETIVO.
VIOLAÇÃO A DIREITO LÍQUIDO E CERTO CARACTERIZADA.SENTENÇA
IDMATERIA1403413IDMATERIA
CONFIRMADA EM SEDE DE REEXAME NECESSÁRIO.
- 49 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
IDMATERIA1403414IDMATERIA

0003 . Processo/Prot: 1679781-0/01 Embargos de Declaração Cível


. Protocolo: 2017/239219. Comarca: Antonina. Vara: Vara Cível, da Fazenda Pública, I Divisão de Processo Cível
Acidentes do Trabalho, Registros Públicos e Corregedoria do Foro Extrajudicial, Seção da 4ª Câmara Cível
Juizado Especial Cível e Juizado Especial da Fazenda Pública. Ação Originária: Relação No. 2018.05423
1679781-0 Apelação Civel e Reexame Necessario. Embargante: Fabiana das Graças ____________________________________________________
Souza Cerqueira, Geny Marlene Oliveira Borba, Isabele da Fonseca Polidoro, Joelma
Cristina Martins Borba, Joelma da Silva Oliveira. Advogado: Ana Paola Ghizoni de
Macedo, Nasser Yasser Salameh, Rodrigo Garcia Sant'anna Bevilaqua. Remetente:
Juiz de Direito. Embargado: Município de Antonina. Advogado: Denis Rafael Ramos.
Órgão Julgador: 4ª Câmara Cível. Relator: Des. Abraham Lincoln Calixto. Julgado
em: 12/06/2018 ÍNDICE DA PUBLICAÇÃO
DECISÃO: ACORDAM os Desembargadores integrantes da Quarta Câmara Cível
Advogado Ordem Processo/Prot
do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, por unanimidade de votos, em acolher
os embargos de declaração, sem atribuição de efeitos infringentes, nos termos do Adauto de Almeida 004 1639271-7
Tomaszewski
voto e sua fundamentação. EMENTA: DIREITO PROCESSUAL CIVIL. EMBARGOS
DE DECLARAÇÃO. ALEGADA OBSCURIDADE QUANTO AO TERMO INICIAL Adeildo de Oliveira 001 1385655-6
Gonçalves
DE PAGAMENTO DA PROGRESSÃO. MERO ERRO MATERIAL AO SE EXPOR
Alexandre Tavares Reis 008 1707977-9
A DATA INICIAL DO PAGAMENTO.NECESSIDADE DE OBSERVÂNCIA DO
QUINQUÊNIO ANTERIOR AO PROTOCOLO ADMINISTRATIVO.EMBARGOS DE Amandio Ferreira Tereso 003 1630226-6
Júnior
DECLARAÇÃO ACOLHIDOS, SEM ATRIBUIÇÃO DE EFEITOS INFRINGENTES.
0004 . Processo/Prot: 1715852-2 Agravo de Instrumento Ana Paula Santos Silva 009 1718563-2
. Protocolo: 2017/189319. Comarca: Foro Regional de Fazenda Rio Grande da Andre Luis Sonntag 008 1707977-9
Comarca da Região Metropolitana de Curitiba. Vara: Vara Cível e da Fazenda Camila Kochanowski Simão 010 1733622-2
Pública. Ação Originária: 0004757-19.2011.8.16.0038 Desapropriação. Agravante: Camilo Chianca de O. 009 1718563-2
Construtora Elite Ltda, We Empreendimentos Ltda. Advogado: Sandro Wilson Azevedo
Pereira dos Santos, Alexandre Hellender de Quadros, Samuel Batista Guiraud, Eduardo Costa Castex 006 1679592-3
Said Mahmoud Abdul Fattah Junior. Agravado: Município de Fazenda Rio Grande. Fernando Alcantara Castelo 006 1679592-3
Advogado: Alexandre Jankovski Botto de Barros. Órgão Julgador: 4ª Câmara Cível. Guaraci de Melo Maciel 003 1630226-6
Relator: Desª Maria Aparecida Blanco de Lima. Julgado em: 19/06/2018 Jeanny Santa Rosa M. d. 003 1630226-6
DECISÃO: Acordam os Desembargadores da 4ª Câmara Cível do Tribunal Oliveira
de Justiça do Estado do Paraná, por unanimidade de votos, em negar Leandro José Cabulon 004 1639271-7
provimento aos recursos. EMENTA: AGRAVOS DE INSTRUMENTO. AÇÃO Leandro Rosa Novo Vita 007 1690587-2
DE DESAPROPRIAÇÃO POR UTILIDADE PÚBLICA.DEPÓSITO PRÉVIO PARA
Letícia Ferreira da Silva 006 1679592-3
IMISSÃO PROVISÓRIA NA POSSE. DECISÃO AGRAVADA QUE DETERMINOU
Maicon Castilho 004 1639271-7
AO MUNICÍPIO A COMPLEMENTAÇÃO DO DEPÓSITO, SOB PENA DE
BLOQUEIO DE VERBAS PÚBLICAS EM CASO DE DESCUMPRIMENTO, NO Maria Lucília Gomes 003 1630226-6
LIMITE DE R$ 250.000,00 POR MÊS ATÉ O ATINGIMENTO DA DIFERENÇA Maurício Melo Luize 001 1385655-6
ENTRE O DEPÓSITO JÁ EFETUADO E O MONTANTE APURADO PELO Natan Kerusauskas Rayel 006 1679592-3
AVALIADOR JUDICIAL.AGRAVO DE INSTRUMENTO DO MUNICÍPIO DE Nivanildo Nunes de Lima 001 1385655-6
FAZENDA RIO GRANDE. PRELIMINAR DE NÃO CONHECIMENTO POR NÃO Paulo Sérgio Rosso 009 1718563-2
COMPROVAÇÃO DE INTERPOSIÇÃO DO RECURSO NOS AUTOS DE ORIGEM. Sandra Regina Rodrigues 002 1534416-4
NÃO ACOLHIMENTO. AUSÊNCIA DE PREJUÍZO PARA AS AGRAVADAS. Talita Mendes Muracami 007 1690587-2
INTELIGÊNCIA DO ART. 1.018, § 3º, DO CPC. PRELIMINAR DE NÃO Bolonheis
CONHECIMENTO DO RECURSO POR TRATAR DE MATÉRIA PRECLUSA. NÃO Thais Titze Scorsin 005 1664965-3
ACOLHIMENTO. DECISÃO AGRAVADA QUE IMPÔS PELA PRIMEIRA VEZ A
DETERMINAÇÃO DE SEQUESTRO DE VERBAS PÚBLICAS. QUESTÃO NÃO
DECIDIDA AINDA NO PROCESSO. NÃO CARACTERIZAÇÃO DE PRECLUSÃO.
MÉRITO. ALEGAÇÃO DE IMPOSSIBILIDADE ORÇAMENTÁRIA DE EXECUÇÃO Despachos proferidos pelo Exmo Sr. Relator
DA ORDEM DE COMPLEMENTAÇÃO DO DEPÓSITO. NÃO ACOLHIMENTO. 0001 . Processo/Prot: 1385655-6 Apelação Cível e Reexame Necessário
DECISÃO PROFERIDA HÁ QUASE 06 (SEIS) ANOS, COM CONSOLIDAÇÃO DA . Protocolo: 2015/139235. Comarca: Paranacity. Vara: Juízo Único. Ação Originária:
POSSE EM FAVOR DO EXPROPRIANTE. IMPOSSIBILIDADE DE REVOGAÇÃO 0002503-94.2011.8.16.0128 Mandado de Segurança. Remetente: Juiz de Direito.
DA DETERMINAÇÃO DE COMPLEMENTAÇÃO A ESTA ALTURA DA MARCHA Apelante: Estado do Paraná. Advogado: Maurício Melo Luize. Apelado: José
PROCESSUAL. DIREITO A INDENIZAÇÃO JUSTA E PRÉVIA. IMPOSSIBILIDADE Aparecido de Faria. Advogado: Nivanildo Nunes de Lima, Adeildo de Oliveira
DE EXECUÇÃO DA DECISÃO POR PRECATÓRIO, ANTE A AUSÊNCIA DE Gonçalves. Órgão Julgador: 4ª Câmara Cível. Relator: Des. Roberto Antônio
DEFINITIVIDADE. RAZOABILIDADE DA DETERMINAÇÃO DE SEQUESTRO. Massaro. Relator Convocado: Juiz Subst. 2º G. Hamilton Rafael Marins Schwartz.
PRINCÍPIO DA EFETIVIDADE. ART. 139, IV, DO CPC. PECULIARIDADES DO Revisor: Desª Regina Afonso Portes. Despacho: Cumpra-se o venerando despacho.
CASO QUE JUSTIFICAM A EXCEPCIONALIDADE DA MEDIDA.AGRAVO DE Trata-se de Apelação Cível e/ou Reexame necessário da sentença que
INSTRUMENTO DE CONSTRUTORA ELITE LTDA. E WE EMPREENDIMENTOS determinou o medicamento e/ou tratamento médico pleiteado. Inicialmente,
LTDA. INSURGÊNCIA CONTRA A LIMITAÇÃO DO VALOR DOS BLOQUEIOS anote-se minha vinculação a estes autos. Considerando a insuficiência de
MENSAIS. NÃO ACOLHIMENTO. DESARRAZOADO IMPACTO ORÇAMENTÁRIO informações, intime-se a parte autora nos autos originários para que, no
DO SEQUESTRO DO VALOR TOTAL EM UMA ÚNICA PARCELA. ART. 20 prazo de 10 (dez) dias, preencha o formulário necessário à elaboração de
DA LINDB.CONSIDERAÇÃO DAS CONSEQUÊNCIAS PRÁTICAS DA DECISÃO. nota técnica disponível no site: https://www.cnj.jus.br/e-natjus/controlador.php?
VALOR APURADO EM AVALIAÇÃO PROVISÓRIA, NÃO TENDO SIDO acao=solicitacao_nota_tecnica_cadastrar_paciente&acao_secundaria=acesso_publico,
REALIZADO AINDA A PERÍCIA DEFINITIVA.RECURSOS CONHECIDOS E nos termos do Ofício Circular n° 111/2017 da Egrégia Corregedoria da Justiça, em
DESPROVIDOS. anexo. Preenchido o cadastro de solicitação de nota técnica, deverá ser anexado aos
0005 . Processo/Prot: 1717484-2/01 Embargos de Declaração Cível autos o formulário. Não sendo possível o preenchimento, deverá ser comunicado de
. Protocolo: 2017/278607. Comarca: Umuarama. Vara: 3ª Vara Cível e da Fazenda forma justificada a impossibilidade. Cumprida as determinações acima, encaminhem-
Pública. Ação Originária: 1717484-2 Apelação Civel. Embargante: Oi S.a.. Advogado: se os autos e o prontuário médico ao Núcleo de Apoio Técnico. Após, encaminhe-
Sandra Regina Rodrigues. Embargado: Município de Umuarama. Advogado: se o feito à douta Procuradoria-Geral de Justiça para que, querendo, manifeste-se
Izabellyta Laurence de Alvarenga. Órgão Julgador: 4ª Câmara Cível. Relator: Des. sobre o mérito do feito. Intimem-se. Diligências necessárias. Curitiba, 18 de junho de
Abraham Lincoln Calixto. Julgado em: 12/06/2018 2018. Hamilton Rafael Marins Schwartz Juiz de Direito Substituto em 2º Grau
DECISÃO: ACORDAM os Desembargadores integrantes da Quarta Câmara Cível 0002 . Processo/Prot: 1534416-4 Agravo de Instrumento
do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, por unanimidade de votos, em acolher . Protocolo: 2016/113972. Comarca: Região Metropolitana de Maringá - Foro
parcialmente os embargos de declaração, sem atribuição de efeitos infringentes, nos Central de Maringá. Vara: 1ª Vara da Fazenda Pública. Ação Originária:
termos do voto e sua fundamentação. EMENTA: DIREITO PROCESSUAL CIVIL. 0001575-78.2016.8.16.0190 Anulatória. Agravante: Oi Sa. Advogado: Sandra
EMBARGOS DE DECLARAÇÃO EM APELAÇÃO CÍVEL. OMISSÃO QUANTO AO Regina Rodrigues. Agravado: Município de Maringá. Órgão Julgador: 4ª Câmara
NÃO ENFRENTAMENTO DA EXISTÊNCIA DE INSTAURAÇÃO DO INCIDENTE DE Cível. Relator: Des. Abraham Lincoln Calixto. Despacho: Descrição: Despachos
UNIFORMIZAÇÃO DE JURISPRUDÊNCIA QUANTO AO TEMA DA PRESCRIÇÃO. Decisórios
INOCORRÊNCIA.MATÉRIA NÃO DISCUTIDA ENTRE AS PARTES E QUE VISTOS ETC; 1. Com fulcro no artigo 932, inciso III, do Código de Processo Civil/15,
NÃO É DE ORDEM PÚBLICA. OMISSÃO DETECTADA QUANTO À TESE DE deixo de conhecer do presente recurso, eis que prejudicado, em virtude da perda do
INAPLICABILIDADE DO CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR À PESSOA seu objeto, face à prolação da sentença lançada no mov. 53.1/PROJUDI da ação
JURÍDICA. AUSÊNCIA DE ATO ILEGAL OU DESSARAZOADO DA DECISÃO originária, que julgou improcedente o pedido inicial, extinguindo o feito com resolução
RECURSAL DO PROCON NESTE ASPECTO.EMBARGOS DE DECLARAÇÃO de mérito, com base no artigo 487, inciso I da Lei Processual Civil/15. 2. Publique-
PARCIALMENTE ACOLHIDOS, SEM ATRIBUIÇÃO DE EFEITO INFRINGENTE. se. Curitiba, 13 de junho de 2018. DES. ABRAHAM LINCOLN CALIXTO RELATOR
0003 . Processo/Prot: 1630226-6 Agravo de Instrumento
- 50 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
. Protocolo: 2017/1503. Comarca: Foro Regional de São José dos Pinhais APELANTE : GRASIELE ZANONA APELADO : CIFRA S.A. CREDITO,
da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba. Vara: 3ª Vara Cível. Ação FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO RELATOR : DESª REGINA AFONSO
Originária: 0024698-85.2016.8.16.0035 Busca e Apreensão. Agravante: Bradesco PORTES Trata-se de Recurso de Apelação interposto por GRASIELE ZANONA
Administradora de Consórcio. Advogado: Jeanny Santa Rosa Monteiro de Oliveira, contra os termos da sentença de mov. 18.1 (Projudi), proferida nos autos de Ação de
Maria Lucília Gomes, Amandio Ferreira Tereso Júnior. Agravado: Espólio de Revisão de Cláusulas Contratuais, cumulada com Cobrança de Seguro de Proteção
Ediney Rodrigues dos Santos. Advogado: Guaraci de Melo Maciel. Órgão Julgador: Financeira, Repetição de Indébito e Reparação de Danos Morais e Pedido de Tutela
4ª Câmara Cível. Relator: Des. Abraham Lincoln Calixto. Despacho: Descrição: Antecipada de nº 0013272-88.2016.8.16.0031, que julgou extinto o processo sem
Despachos Decisórios resolução de mérito, tendo em vista o indeferimento da petição inicial, com fulcro no
VISTOS ETC; 1. Homologo o pedido de desistência do recurso formulado à fl. 141- art. 321, parágrafo único, art. 485, I e artigo 330, IV do Código de Processo Civil.
TJ, o que faço com fulcro no artigo 200, inciso XVI, do Regimento Interno do Tribunal Em suas razões recursais (mov. 21.1 - Projudi) aduz que possui direito a revisar o
de Justiça do Estado do Paraná e 998 do Código de Processo Civil/15, determinando- contrato e fazer com que o apelado cumpra com o contrato de seguro, de acordo com
se, por consequência, seu arquivamento. 2. Intimem-se. 3. Diligências necessárias. as normas de proteção ao consumidor; que deve ser aplicada a inversão do ônus
Curitiba, 13 de junho de 2018. DES. ABRAHAM LINCOLN CALIXTO RELATOR da prova; que inadmissível o decreto de extinção do processo, pois não intimada
0004 . Processo/Prot: 1639271-7 Apelação Cível e Reexame Necessário pessoalmente a autora. Pugna ao final pela concessão do benefício da justiça
. Protocolo: 2017/13925. Comarca: Região Metropolitana de Londrina - Foro gratuita. Contudo, não merece conhecimento o recurso em tela, pois o preparo não foi
Central de Londrina. Vara: 1ª Vara da Fazenda Pública. Ação Originária: realizado na forma determinada em lei, sendo, portanto, deserto, não merecendo ser
0021387-52.2016.8.16.0014 Obrigação de Fazer. Remetente: Juiz de Direito. conhecido. Compulsando os autos, verifica-se que a apelante foi intimada através do
Apelante: Estado do Paraná. Advogado: Leandro José Cabulon. Apelado: Célia despacho de fls. 9 para que apresentasse documentação comprobatória da alegada
Aparecida Germano. Advogado: Adauto de Almeida Tomaszewski, Maicon Castilho. hipossuficiência, como comprovante de rendimentos e de eventuais despesas, ou
Órgão Julgador: 4ª Câmara Cível. Relator: Des. Abraham Lincoln Calixto. Despacho: ainda, declaração de imposto de renda. Entretanto, não houve manifestação da parte
Cumpra-se o venerando despacho. apelante, conforme certidão de fls. 12. Intimada para se manifestar acerca da falta de
VISTOS ETC; 1. Intime-se o apelante e a apelada, para que, querendo, no prazo preparo (fls. 20), no prazo de 10 (dez) dias, novamente não o fez, conforme comprova
comum de 5 (cinco) dias, manifestem-se sobre a eventual intempestividade aventada a certidão de fls. 23. Importante frisar que não se está diante de preparo insuficiente,
pela douta Procuradoria Geral de Justiça em seu parecer de fls. 11/21-TJ. 2. Tendo que seria passível de complementação, uma vez que não houve o recolhimento
em vista a tese firmada pelo Superior Tribunal de Justiça no REsp n.º 1.657.156- integral das custas principais. Conforme dispõe o art. 1007, Código de Processo Civil:
RJ, sob o rito dos recursos repetitivos, intimem-se as partes, com fulcro no artigo "No ato de interposição do recurso, o recorrente comprovará, quando exigido pela
10 do Código de Processo Civil/15, para que se manifestem, no prazo comum legislação pertinente, o respectivo preparo, inclusive porte de remessa e de retorno,
de 15 (quinze) dias, acerca do cumprimento dos requisitos para a concessão dos sob pena de deserção." Diante do exposto, com fundamento nos artigos 932, III, e
medicamentos não incorporados em atos normativos do SUS. 3. Após, abra-se nova 1007, do Código de Processo Civil, não conheço do recurso interposto, tendo em
vista à douta Procuradoria Geral de Justiça. Curitiba, 25 de junho de 2018. DES. vista ser o mesmo deserto. Curitiba, 25 de junho de 2018. Desª REGINA AFONSO
ABRAHAM LINCOLN CALIXTO RELATOR PORTES Relator
0005 . Processo/Prot: 1664965-3 Apelação Cível 0009 . Processo/Prot: 1718563-2 Agravo de Instrumento
. Protocolo: 2017/63358. Comarca: Foro Regional de Fazenda Rio Grande da . Protocolo: 2017/192539. Comarca: Foz do Iguaçu. Vara: 1ª Vara da Fazenda
Comarca da Região Metropolitana de Curitiba. Vara: Vara Cível e da Fazenda Pública. Ação Originária: 0017287-69.2017.8.16.0030 Indenização. Agravante:
Pública. Ação Originária: 0007634-87.2015.8.16.0038 Ação Civil Pública. Apelante: Daniel Hisan Carvalho dos Santos. Advogado: Ana Paula Santos Silva. Agravado:
Município de Fazenda Rio Grande. Advogado: Thais Titze Scorsin. Apelado: Estado do Paraná. Advogado: Camilo Chianca de Oliveira Azevedo, Paulo Sérgio
Ministério Público do Estado do Paraná. Órgão Julgador: 4ª Câmara Cível. Relator: Rosso. Órgão Julgador: 4ª Câmara Cível. Relator: Desª Regina Afonso Portes.
Des. Abraham Lincoln Calixto. Despacho: Cumpra-se o venerando despacho. Despacho: Cumpra-se o venerando despacho.
VISTOS ETC; 1. Tendo em vista a tese firmada pelo Superior no REsp n.º 1.657.156- AUTOS Nº 1718563-2 DESPACHO 1. Em consulta ao sistema Projudi nos autos
RJ, sob o rito dos recursos repetitivos, intimem-se as partes, com fulcro no artigo principais (0017287-69.2017.8.16.0030), verifica-se que houve em 03/05/2018
10 do Código de Processo Civil/15, para que se manifestem, no prazo comum requerimento de habilitação de novo procurador, com juntada de procuração (mov.
de 15 (quinze) dias, acerca do cumprimento dos requisitos para a concessão dos 105.2). 2. Dessa forma, intime-se novamente a parte agravante, na pessoa de seu
medicamentos não incorporados em atos normativos do SUS. 2. Após, abra-se nova novo procurador nos autos originários, Dr. Juarez Ayres de Aguirre Filho, inscrito
vista à douta Procuradoria Geral de Justiça. Curitiba, 14 de junho de 2018. DES. na OAB/PR sob o nº 12.522, para que se manifeste acerca da regularidade de sua
ABRAHAM LINCOLN CALIXTO RELATOR representação, a fim de que seja julgado o mérito do presente agravo de instrumento.
0006 . Processo/Prot: 1679592-3 Reexame Necessário Curitiba, 21 de junho de 2018. Desª REGINA AFONSO PORTES Relatora
. Protocolo: 2017/97504. Comarca: Foro Central da Comarca da Região 0010 . Processo/Prot: 1733622-2 Reexame Necessário
Metropolitana de Curitiba. Vara: 5ª Vara da Fazenda Pública. Ação Originária: . Protocolo: 2017/229251. Comarca: Região Metropolitana de Londrina - Foro
0000152-53.2015.8.16.0179 Mandado de Segurança. Remetente: Juiz de Direito. Central de Londrina. Vara: Vara da Infância e da Juventude. Ação Originária:
Autor: Rubens Moraes e Silva. Advogado: Natan Kerusauskas Rayel, Eduardo Costa 0032677-30.2017.8.16.0014 Mandado de Segurança. Remetente: Juiz de Direito.
Castex. Réu: Estado do Parana. Advogado: Letícia Ferreira da Silva, Fernando Autor: Ministério Público do Estado do Parana (Prioridade na tramitação). Réu:
Alcantara Castelo. Aut.Coatora: Diretor da 2ª Regional de Saúde Metropolitana de Estado do Parana. Advogado: Camila Kochanowski Simão. Aut.Coatora: Diretora da
Curitiba. Órgão Julgador: 4ª Câmara Cível. Relator: Des. Abraham Lincoln Calixto. 17a. Regional de Saude do Estado do Parana. Interessado: Gustavo Henrique da
Despacho: Cumpra-se o venerando despacho. Silva Garcia (Adolescente). Órgão Julgador: 4ª Câmara Cível. Relator: Des. Abraham
VISTOS ETC; 1. Tendo em vista a tese firmada pelo Superior Tribunal de Justiça Lincoln Calixto. Despacho: Cumpra-se o venerando despacho.
no REsp n.º 1.657.156-RJ, sob o rito dos recursos repetitivos, intimem-se as partes, VISTOS ETC; 1. Tendo em vista a tese firmada pelo Superior Tribunal de Justiça
com fulcro no artigo 10 do Código de Processo Civil/15, para que se manifestem, no REsp n.º 1.657.156-RJ, sob o rito dos recursos repetitivos, intimem-se as partes,
no prazo comum de 15 (quinze) dias, acerca do cumprimento dos requisitos para com fulcro no artigo 10 do Código de Processo Civil/15, para que se manifestem,
a concessão dos medicamentos não incorporados em atos normativos do SUS. 2. no prazo comum de 15 (quinze) dias, acerca do cumprimento dos requisitos para
Após, abra-se nova vista à douta Procuradoria Geral de Justiça. Curitiba, 14 de junho a concessão dos medicamentos não incorporados em atos normativos do SUS. 2.
de 2018. DES. ABRAHAM LINCOLN CALIXTO RELATOR Após, abra-se nova vista à douta Procuradoria Geral de Justiça. Curitiba, 14 de junho
0007 . Processo/Prot: 1690587-2 Apelação Cível e Reexame Necessário de 2018. DES. ABRAHAM LINCOLN CALIXTO RELATOR
. Protocolo: 2017/125005. Comarca: Paranacity. Vara: Juízo Único. Ação Originária:
0000206-41.2016.8.16.0128 Ação Civil Pública. Remetente: Juiz de Direito. Apelante
IDMATERIA1403415IDMATERIA

(1): Município de Paranacity. Advogado: Talita Mendes Muracami Bolonheis. I Divisão de Processo Cível
Apelante (2): Estado do Paraná. Advogado: Leandro Rosa Novo Vita. Apelado: Seção da 4ª Câmara Cível
Ministério Público do Estado do Paraná. Interessado: Maria Aparecida Panulo Relação No. 2018.05425
Aranha. Órgão Julgador: 4ª Câmara Cível. Relator: Des. Abraham Lincoln Calixto. ____________________________________________________
Despacho: Cumpra-se o venerando despacho.
VISTOS ETC; 1. Tendo em vista a tese firmada pelo Superior Tribunal de Justiça
no REsp n.º 1.657.156-RJ, sob o rito dos recursos repetitivos, intimem-se as partes,
com fulcro no artigo 10 do Código de Processo Civil/15, para que se manifestem,
no prazo comum de 15 (quinze) dias, acerca do cumprimento dos requisitos para ÍNDICE DA PUBLICAÇÃO
a concessão dos medicamentos não incorporados em atos normativos do SUS. 2.
Advogado Ordem Processo/Prot
Após, abra-se nova vista à douta Procuradoria Geral de Justiça. Curitiba, 14 de junho
Ana Claudia Manikowski 004 1639225-5
de 2018. DES. ABRAHAM LINCOLN CALIXTO RELATOR
Annes
0008 . Processo/Prot: 1707977-9 Apelação Cível
Ana Paula Lopes 001 1234559-8
. Protocolo: 2017/168613. Comarca: Guarapuava. Vara: 2ª Vara Cível e da
Fazenda Pública. Ação Originária: 0013272-88.2016.8.16.0031 Ordinária. Apelante: André Mendonça Vieira 004 1639225-5
Grasiele Zanona. Advogado: Alexandre Tavares Reis. Apelado: Cifra S.a. Credito, 008 1681996-2
Financiamento e Investimento. Advogado: Andre Luis Sonntag. Órgão Julgador: Antônio Carlos São João 001 1234559-8
4ª Câmara Cível. Relator: Desª Regina Afonso Portes. Despacho: Cumpra-se o Carla Linhares Meyer C. 001 1234559-8
venerando despacho. Maciel
APELAÇÃO CÍVEL Nº 1707977-9, DE GUARAPUAVA - 2ª VARA CÍVEL E Claudia Picolo 006 1661850-5
DA FAZENDA PÚBLICA NÚMERO UNIFICADO: 0013272-88.2016.8.16.0031 007 1677562-7
- 51 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
Clecius Alexandre Duran 005 1646498-9 VISTOS ETC; 1. Tendo em vista a tese firmada pelo Superior no REsp n.º 1.657.156-
Debora Schindler 004 1639225-5 RJ, sob o rito dos recursos repetitivos, intimem-se as partes, com fulcro no artigo
Edivaldo Aparecido de Jesus 005 1646498-9 10 do Código de Processo Civil/15, para que se manifestem, no prazo comum
Edson Henrique do Amaral 009 1725134-2 de 15 (quinze) dias, acerca do cumprimento dos requisitos para a concessão dos
medicamentos não incorporados em atos normativos do SUS. 2. Após, abra-se nova
Flavia Carneiro Pereira 001 1234559-8
vista à douta Procuradoria Geral de Justiça. Curitiba, 25 de junho de 2018. DES.
Gustavo Vinícius Camin 002 1592069-5
ABRAHAM LINCOLN CALIXTO RELATOR
Janaína Bressan Tubiana 007 1677562-7 0005 . Processo/Prot: 1646498-9 Reexame Necessário
Joel Geraldo Coimbra Filho 001 1234559-8 . Protocolo: 2017/30135. Comarca: Primeiro de Maio. Vara: Juízo Único. Ação
Luiz Guilherme Ribas Vieira 001 1234559-8 Originária: 0000750-33.2015.8.16.0138 Ação Civil Pública. Remetente: Juiz de
Luiz Henrique Pereira 001 1234559-8 Direito. Autor: Ministério Público do Estado do Paraná. Réu (1): Estado do Parana.
Hartinger Advogado: Clecius Alexandre Duran, Sônia Regina Dias Barata da Costa Bispo,
Maria Cristina Jobim C. d. 003 1635651-9 Edivaldo Aparecido de Jesus. Réu (2): Município de Primeiro de Maio/pr. Advogado:
Mattos Michele Sayuri Hashimoto. Órgão Julgador: 4ª Câmara Cível. Relator: Des. Abraham
Michele Sayuri Hashimoto 005 1646498-9 Lincoln Calixto. Despacho: Cumpra-se o venerando despacho.
Moisés Almeida da Silva 010 1735576-3 VISTOS ETC; 1. Tendo em vista a tese firmada pelo Superior Tribunal de Justiça
Moises de Andrade 009 1725134-2 no REsp n.º 1.657.156-RJ, sob o rito dos recursos repetitivos, intimem-se as partes,
Niarkos Fonseca de Siqueira 006 1661850-5 com fulcro no artigo 10 do Código de Processo Civil/15, para que se manifestem,
Paulo Sérgio Rosso 004 1639225-5 no prazo comum de 15 (quinze) dias, acerca do cumprimento dos requisitos para
a concessão dos medicamentos não incorporados em atos normativos do SUS. 2.
Rafael Soares Leite 010 1735576-3
Após, abra-se nova vista à douta Procuradoria Geral de Justiça. Curitiba, 13 de junho
Ricardo Daminelli Frey 007 1677562-7
de 2018. DES. ABRAHAM LINCOLN CALIXTO RELATOR
Ricardo Russo 003 1635651-9 0006 . Processo/Prot: 1661850-5 Apelação Cível e Reexame Necessário
Roseli Aparecida Biazibetti 002 1592069-5 . Protocolo: 2017/42721. Comarca: Foro Regional de Colombo da Comarca da
Sônia Regina Dias B. d. C. 005 1646498-9 Região Metropolitana de Curitiba. Vara: Vara da Infância e Juventude, Acidentes do
Bispo Trabalho, Registros Públicos e Corregedoria do Foro Extrajudicial. Ação Originária:
0006477-75.2016.8.16.0028 Ação Civil Pública. Apelante (1): Estado do Paraná.
Advogado: Claudia Picolo. Apelante (2): Município de Colombo - Paraná. Advogado:
Despachos proferidos pelo Exmo Sr. Relator Niarkos Fonseca de Siqueira. Apelado: Ministério Público do Estado do Paraná.
0001 . Processo/Prot: 1234559-8 Ação Rescisória (Gr/C.Int) Órgão Julgador: 4ª Câmara Cível. Relator: Des. Abraham Lincoln Calixto. Despacho:
. Protocolo: 2014/207010. Comarca: Nova Londrina. Vara: Juízo Único. Ação Cumpra-se o venerando despacho.
Originária: 1001546-6 Apelação Civel. Autor: Waldir José Troian. Advogado: Carla VISTOS ETC; 1. Tendo em vista a tese firmada pelo Superior Tribunal de Justiça
Linhares Meyer Callado Maciel. Réu: Município de Nova Londrina. Advogado: Ana no REsp n.º 1.657.156-RJ, sob o rito dos recursos repetitivos, intimem-se as partes,
Paula Lopes. Interessado: Arlindo Adelino Troian. Advogado: Joel Geraldo Coimbra com fulcro no artigo 10 do Código de Processo Civil/15, para que se manifestem,
Filho, Flavia Carneiro Pereira, Antônio Carlos São João. Interessado: Osmar Soares no prazo comum de 15 (quinze) dias, acerca do cumprimento dos requisitos para
Fernandes. Advogado: Luiz Henrique Pereira Hartinger, Luiz Guilherme Ribas Vieira. a concessão dos medicamentos não incorporados em atos normativos do SUS. 2.
Órgão Julgador: 4ª Câmara Cível em Composição Integral. Relator: Des. Abraham Após, abra-se nova vista à douta Procuradoria Geral de Justiça. Curitiba, 14 de junho
Lincoln Calixto. Revisor: Desª Maria Aparecida Blanco de Lima. Despacho: Cumpra- de 2018. DES. ABRAHAM LINCOLN CALIXTO RELATOR
se o venerando despacho. 0007 . Processo/Prot: 1677562-7 Apelação Cível e Reexame Necessário
VISTOS ETC; 1. Tendo em vista que a Advogada do autor não cumpriu a . Protocolo: 2017/93604. Comarca: Foro Central da Comarca da Região
determinação contida no despacho de fl. 247-TJ, através do qual foi ordenada sua Metropolitana de Curitiba. Vara: 2ª Vara da Fazenda Pública. Ação Originária:
intimação para, no prazo de 05 (cinco) dias, esclarecer se continua patrocinando 0008019-74.2014.8.16.0004 Ordinária. Remetente: Juiz de Direito. Apelante (1):
os interesses do autor em Juízo, intime-se o réu e interessados para que, no prazo Estado do Paraná. Advogado: Claudia Picolo. Apelante (2): Município de Curitiba.
comum de 05 (cinco) dias, manifestem-se acerca do aparente abandono da causa Advogado: Janaína Bressan Tubiana. Apelante (3): Marcia Oliveira de Souza.
pela inércia em atender o referido comando judicial. 2. Publique-se. Curitiba, 14 de Advogado: Ricardo Daminelli Frey. Apelado(s): o(s) mesmo(s). Órgão Julgador:
junho de 2018. DES. ABRAHAM LINCOLN CALIXTO RELATOR 4ª Câmara Cível. Relator: Des. Abraham Lincoln Calixto. Despacho: Cumpra-se o
0002 . Processo/Prot: 1592069-5 Reexame Necessário venerando despacho.
. Protocolo: 2016/201361. Comarca: Região Metropolitana de Maringá - Foro VISTOS ETC; 1. Tendo em vista a tese firmada pelo Superior Tribunal de Justiça
Central de Maringá. Vara: 1ª Vara da Fazenda Pública. Ação Originária: no REsp n.º 1.657.156-RJ, sob o rito dos recursos repetitivos, intimem-se as partes,
0001582-41.2014.8.16.0190 Ordinária. Remetente: Juiz de Direito. Autor: Grasielle com fulcro no artigo 10 do Código de Processo Civil/15, para que se manifestem,
Fabricia Biazibetti Dos Santos. Advogado: Roseli Aparecida Biazibetti. Réu: no prazo comum de 15 (quinze) dias, acerca do cumprimento dos requisitos para
Município de Maringá. Advogado: Gustavo Vinícius Camin. Órgão Julgador: 4ª a concessão dos medicamentos não incorporados em atos normativos do SUS. 2.
Câmara Cível. Relator: Des. Abraham Lincoln Calixto. Despacho: Cumpra-se o Após, abra-se nova vista à douta Procuradoria Geral de Justiça. Curitiba, 14 de junho
venerando despacho. de 2018. DES. ABRAHAM LINCOLN CALIXTO RELATOR
VISTOS ETC; 1. Tendo em vista a tese firmada pelo Superior Tribunal de Justiça 0008 . Processo/Prot: 1681996-2 Reexame Necessário
no REsp n.º 1.657.156-RJ, sob o rito dos recursos repetitivos, intimem-se as partes, . Protocolo: 2017/105402. Comarca: Região Metropolitana de Londrina - Foro
com fulcro no artigo 10 do Código de Processo Civil/15, para que se manifestem, Central de Londrina. Vara: 2ª Vara da Fazenda Pública. Ação Originária:
no prazo comum de 15 (quinze) dias, acerca do cumprimento dos requisitos para 0028297-95.2016.8.16.0014 Mandado de Segurança. Remetente: Juiz de Direito.
a concessão dos medicamentos não incorporados em atos normativos do SUS. 2. Autor: Ministério Público do Estado do Paraná. Réu: Estado do Parana. Aut.Coatora:
Após, abra-se nova vista à douta Procuradoria Geral de Justiça. Curitiba, 14 de junho Diretora da 17º Regional de Saúde de Londrina. Advogado: André Mendonça Vieira.
de 2018. DES. ABRAHAM LINCOLN CALIXTO RELATOR Órgão Julgador: 4ª Câmara Cível. Relator: Des. Abraham Lincoln Calixto. Despacho:
0003 . Processo/Prot: 1635651-9 Apelação Cível e Reexame Necessário Cumpra-se o venerando despacho.
. Protocolo: 2017/442. Comarca: Foro Central da Comarca da Região VISTOS ETC; 1. Tendo em vista a tese firmada pelo Superior Tribunal de Justiça
Metropolitana de Curitiba. Vara: 4ª Vara da Fazenda Pública. Ação Originária: no REsp n.º 1.657.156-RJ, sob o rito dos recursos repetitivos, intimem-se as partes,
0005619-53.2015.8.16.0004 Mandado de Segurança. Remetente: Juiz de Direito. com fulcro no artigo 10 do Código de Processo Civil/15, para que se manifestem,
Apelante: Município de Curitiba/pr. Advogado: Maria Cristina Jobim Castor de Mattos. no prazo comum de 15 (quinze) dias, acerca do cumprimento dos requisitos para
Apelado: Daniela Nehring. Advogado: Ricardo Russo. Órgão Julgador: 4ª Câmara a concessão dos medicamentos não incorporados em atos normativos do SUS. 2.
Cível. Relator: Des. Abraham Lincoln Calixto. Despacho: Cumpra-se o venerando Após, abra-se nova vista à douta Procuradoria Geral de Justiça. Curitiba, 14 de junho
despacho. de 2018. DES. ABRAHAM LINCOLN CALIXTO RELATOR
VISTOS ETC; 1. Tendo em vista a tese firmada pelo Superior Tribunal de Justiça 0009 . Processo/Prot: 1725134-2 Reexame Necessário
no REsp n.º 1.657.156-RJ, sob o rito dos recursos repetitivos, intimem-se as partes, . Protocolo: 2017/211898. Comarca: Campo Mourão. Vara: 1ª Vara Cível e
com fulcro no artigo 10 do Código de Processo Civil/15, para que se manifestem, da Fazenda Pública. Ação Originária: 0002211-52.2016.8.16.0058 Mandado de
no prazo comum de 15 (quinze) dias, acerca do cumprimento dos requisitos para Segurança. Remetente: Juiz de Direito. Autor: Michelli Lunardelli Polli Bonifacio.
a concessão dos medicamentos não incorporados em atos normativos do SUS. 2. Advogado: Edson Henrique do Amaral. Réu: Estado do Paraná. Advogado: Moises
Após, abra-se nova vista à douta Procuradoria Geral de Justiça. Curitiba, 13 de junho de Andrade. Aut.Coatora: Diretora da 11ª Regional de Saúde de Campo Mourão.
de 2018. DES. ABRAHAM LINCOLN CALIXTO RELATOR Órgão Julgador: 4ª Câmara Cível. Relator: Des. Abraham Lincoln Calixto. Despacho:
0004 . Processo/Prot: 1639225-5 Agravo de Instrumento Cumpra-se o venerando despacho.
. Protocolo: 2017/12924. Comarca: Pitanga. Vara: Vara Cível, da Fazenda VISTOS ETC; 1. Tendo em vista a tese firmada pelo Superior Tribunal de Justiça
Pública, Acidentes do Trabalho, Registros Públicos e Corregedoria do Foro no REsp n.º 1.657.156-RJ, sob o rito dos recursos repetitivos, intimem-se as partes,
Extrajudicial, Juizado Especial Cível e Juizado Especial da Fazenda Pública. com fulcro no artigo 10 do Código de Processo Civil/15, para que se manifestem,
Ação Originária: 0003595-10.2016.8.16.0136 Ordinária. Agravante: Marcia Schindler no prazo comum de 15 (quinze) dias, acerca do cumprimento dos requisitos para
(Representado(a)). Advogado: Debora Schindler. Agravado: Estado do Paraná. a concessão dos medicamentos não incorporados em atos normativos do SUS. 2.
Advogado: Paulo Sérgio Rosso, Ana Claudia Manikowski Annes, André Mendonça Após, abra-se nova vista à douta Procuradoria Geral de Justiça. Curitiba, 14 de junho
Vieira. Órgão Julgador: 4ª Câmara Cível. Relator: Des. Abraham Lincoln Calixto. de 2018. DES. ABRAHAM LINCOLN CALIXTO RELATOR
Despacho: Cumpra-se o venerando despacho. 0010 . Processo/Prot: 1735576-3 Apelação Cível
- 52 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
. Protocolo: 2017/237458. Comarca: Região Metropolitana de Londrina - Foro Rec.Adesivo: José Anibal Petraglia. Advogado: Wilson José Andersen Ballão,
Central de Londrina. Vara: 1ª Vara da Fazenda Pública. Ação Originária: Frederico Ricardo de Ribeiro e Lourenço, André Luiz Bettega D'Ávila. Apelado (1):
0000298-36.2017.8.16.0014 Obrigação de Fazer. Apelante: Márcio José Jordão. Camargo Pereira e Advogados Associados, Arnaldo Alves de Camargo Neto, Joao
Advogado: Moisés Almeida da Silva. Apelado: Estado do Paraná. Advogado: Rafael de Barros Torres, José Anibal Petraglia, Maurício Pereira da Silva, Paulo Roberto
Soares Leite. Órgão Julgador: 4ª Câmara Cível. Relator: Des. Abraham Lincoln de Souza Jamur. Advogado: Jacqueline Maria Moser, André Luiz Bettega D'Ávila,
Calixto. Despacho: Cumpra-se o venerando despacho. Jacqueline Maria Moser, Rodrigo Rodrigues Cordeiro. Apelado (2): Sueli Terezinha
VISTOS ETC; 1. Tendo em vista a tese firmada pelo Superior Tribunal de Justiça Menon Esperidião. Advogado: Suely Terezinha Menon Esperidião. Apelado (3):
no REsp n.º 1.657.156-RJ, sob o rito dos recursos repetitivos, intimem-se as partes, Ministério Público do Estado do Paraná. Órgão Julgador: 4ª Câmara Cível. Relator:
com fulcro no artigo 10 do Código de Processo Civil/15, para que se manifestem, Des. Abraham Lincoln Calixto. Revisor: Desª Maria Aparecida Blanco de Lima.
no prazo comum de 15 (quinze) dias, acerca do cumprimento dos requisitos para Despacho: Cumpra-se o venerando despacho.
a concessão dos medicamentos não incorporados em atos normativos do SUS. 2. VISTOS ETC; 1. Cumpra-se o item n.º 1 do despacho de fl. 3.473. 2. Proceda-se
Após, abra-se nova vista à douta Procuradoria Geral de Justiça. Curitiba, 14 de junho à impressão e juntada das decisões referentes a esse processo proferidas pelo c.
de 2018. DES. ABRAHAM LINCOLN CALIXTO RELATOR Superior Tribunal de Justiça no REsp n.º 1.581.143/PR. 3. Em seguida, intimem-
se as partes para que, querendo, manifestem-se sobre a determinação do d. Juízo
IDMATERIA1403416IDMATERIA

ad quem. 4. Após, voltem os autos conclusos. Curitiba, 22 de junho de 2018. DES.


I Divisão de Processo Cível ABRAHAM LINCOLN CALIXTO RELATOR
Seção da 4ª Câmara Cível 0002 . Processo/Prot: 1624863-2/03 Embargos de Declaração Cível
Relação No. 2018.05426 . Protocolo: 2018/24625. Comarca: Paranaguá. Vara: 2ª Vara Cível. Ação Originária:
____________________________________________________ 1624863-2/02 Embargos de Declaração, 1624863-2 Agravo de Instrumento.
Embargante: Federação dos Pescadores do Estado do Paraná, Colônia de
Pescadores Z1 de Paranaguá. Advogado: Juliana Barata Procópio, Anelise Roberta
Belo Bueno Valente, Ana Paula Torres, Ana Barbara Klosowski. Embargado:
Annie Ozga Ricardo, Dieine Gomes de Andrade, Jorge Luiz Mohr, Levi de
ÍNDICE DA PUBLICAÇÃO Andrade, Levi de Andrade & Advogados Associados, Mauricio Antônio Pellegrino
Adamowski, Pellegrino & Advogados Associados. Advogado: Antônio Francisco
Advogado Ordem Processo/Prot Corrêa Athayde, Annie Ozga Ricardo, Maurício Antônio Pellegrino Adamowski.
Ana Barbara Klosowski 002 1624863-2/03 Interessado: Ordem dos Advogados do Brasil Seccional do Estado do Paraná.
Ana Paula Torres 002 1624863-2/03 Advogado: Andrey Salmazo Poubel, Giovani Cássio Piovezan. Órgão Julgador:
André Luiz Bettega D'Ávila 001 1139365-4 4ª Câmara Cível. Relator: Des. Astrid Maranhão de Carvalho Ruthes. Despacho:
Andrey Salmazo Poubel 002 1624863-2/03 Descrição: Despachos Decisórios
Vistos e Examinados estes autos de Embargos de Declaração sob o nº
Anelise Roberta Belo B. 002 1624863-2/03
Valente 1.624.863-2/03 em que são embargantes Federação dos Pescadores do Estado
Annie Ozga Ricardo 002 1624863-2/03
do Paraná e Outro, e embargados Annie Ozga Ricardo e Outros. Trata-se de
embargos de declaração interposto em face da decisão dos embargos de declaração
Antônio Carlos dos Santos 003 1632487-7
desta relatora (fls. 796/797-v-TJ), que julgou prejudicados os recursos de agravo
Antônio Francisco Corrêa 002 1624863-2/03
de instrumento e embargos de declaração, pela perda do objeto. Alegaram,
Athayde
os embargantes, Federação dos Pescadores do Estado do Paraná e Outro,
Antonio Pancracio Junior 007 1692616-6/01
em suas razões recursais, omissão no que tange ao interesse da Ordem dos
Cleide Rosecler Kazmierski 007 1692616-6/01 Advogados do Brasil na Ação Civil Pública, no polo ativo. O embargado, nas
Diego Balem 004 1642750-8 contrarrazões, manifestou-se no sentido da rejeição do recurso, e consequentemente
Érico José Lazzarini 010 1206055-4 manutenção da decisão liminar (fls. 828/833-TJ), buscando também a condenação
Fabiana Battisti 004 1642750-8 dos embargantes em 2% (dois por cento) sobre o valor da causa atualizado, por
Frederico R. d. R. e. 001 1139365-4 entender que o recurso é protelatório. É o relatório. Os presentes Embargos de
Lourenço Declaração são tempestivos, logo conheço do recurso. Denota-se que conforme
Giovani Cássio Piovezan 002 1624863-2/03 dispõe o artigo 1.022 do Código de Processo Civil, os Embargos Declaratórios têm
Jacqueline Maria Moser 001 1139365-4 cabimento quando a decisão embargada registra obscuridade, omissão, contradição
Jair Roberto da Silva 004 1642750-8 ou ainda, nos casos de existência de erro material. No presente caso, inexiste
Jaqueline do Espírito S. 011 1728074-3
vícios, tais como obscuridade ou omissão na decisão, quanto ao interesse da Ordem
Patruni dos Advogados do Brasil na Ação Civil Pública, no polo ativo. Cita-se trecho da
Juliana Barata Procópio 002 1624863-2/03
decisão (fls. 796-v): "(...). Quanto ao segundo pedido do embargado, no recurso de
agravo de instrumento, de inclusão da Ordem do Advogados do Brasil no presente
Liliam Cristina T. Nascimento 006 1666634-1
feito, na condição de interessado, também perdeu o objeto, visto que a OAB foi
Lucilene Machado Carlos 005 1648196-8
intimada da decisão, deixando de se manifestar, ou seja, inexiste interesse por parte
Manoel Henrique Maingué 008 1693382-9/01 da OAB. Assim, diante da perda do objeto do agravo de instrumento, o presente
009 1693382-9/02 recurso encontra-se prejudicado. (...)". Desta forma, inexiste omissão a ser sanado.
Mariana Cristina B. Roderjan 007 1692616-6/01 Quanto ao pedido do embargado de condenação dos embargantes em multa por
Maurício Antônio P. 002 1624863-2/03 entender ser o presente recurso protelatório, entende-se que não deve prosperar.
Adamowski A respeito do tema, elucida Nelson Nery Junior que "A avaliação do conceito
Neri Luiz Cenzi 004 1642750-8 legal indeterminado (?manifestamente protelatórios') deverá ser feita pelo juiz em
Paulo Antônio Müller 008 1693382-9/01 razão do caso concreto, por meio de decisão fundamentada. (...). No caso de os
009 1693382-9/02 embargos serem protelatórios, mas não manifestamente, não pode ser imposta a
Paulo Sérgio Rosso 003 1632487-7 multa" (Código de Processo Civil comentado e legislação extravagante, 10ª edição,
Pedro Henrique Azevedo de A. 005 1648196-8
p. 1083). Destaca Theotonio Negrão que: "Os embargos declaratórios devem ser
Goes encarados como instrumento de aperfeiçoamento da prestação jurisdicional. A multa
Roberto Felicio Fernandes 007 1692616-6/01
cominada no art. 538, parágrafo único, do CPC reserva-se a hipótese em que se faz
Rezende evidente o abuso" (RSTJ 30/378); as hipóteses em que "os embargos foram opostos
Rodrigo Hernandes de 010 1206055-4 com a intenção de retardar a solução do litígio" (STJ-1ª T., RMS 27.446, Min. Teori
Oliveira Zavascki, j. 19.3.09, DJ 30.3.09). Assim, a mera ausência do vício invocado nos
Rodrigo Rodrigues Cordeiro 001 1139365-4 embargos não dá azo à imposição da multa (RT 866/277). " (Código de processo
Suely Terezinha Menon 001 1139365-4
civil e legislação processual em vigor. 45 ed. ver. e atual. - São Paulo: Saraiva, 2013.
Esperidião p. 722). Portanto, entende-se a ausência do caráter meramente protelatório dos
Vanessa Cristina Veit Aguiar 010 1206055-4
embargos de declaração. Posto isso, conheço e nego provimento os Embargos de
Declaração, mantendo a decisão como lançada. Publique-se, registre-se e intimem-
Vlad Martinello 004 1642750-8
se. Curitiba, 26 de junho de 2018. Des.ª ASTRID MARANHÃO DE CARVALHO
Wanderley Antonio de Freitas 004 1642750-8
RUTHES Relatora
Wilson José Andersen Ballão 001 1139365-4 0003 . Processo/Prot: 1632487-7 Agravo de Instrumento
. Protocolo: 2017/4174. Comarca: Foro Central da Comarca da Região
Metropolitana de Curitiba. Vara: 3ª Vara da Fazenda Pública. Ação Originária:
Despachos proferidos pelo Exmo Sr. Relator 0000172-86.2017.8.16.0013 Mandado de Segurança. Agravante: Rubi Omar
0001 . Processo/Prot: 1139365-4 Apelação Cível Rodriguez Caballero. Advogado: Antônio Carlos dos Santos. Agravado:
. Protocolo: 2013/353951. Comarca: Paranaguá. Vara: 1ª Vara Cível. Ação Originária: Departamento de Trânsito do Estado do Paraná - DETRAN. Interessado: Estado do
0001396-32.1999.8.16.0129 Ação Civil Pública. Apelante: Ministério Público do Paraná. Advogado: Paulo Sérgio Rosso. Órgão Julgador: 4ª Câmara Cível. Relator:
Estado do Paraná. Rec.Adesivo: Camargo Pereira e Advogados Associados, Arnaldo Des. Astrid Maranhão de Carvalho Ruthes. Despacho: Descrição: Despachos
Alves de Camargo Neto, João de Barros Torres, Maurício Pereira da Silva, José Decisórios
Anibal Petraglia. Advogado: Jacqueline Maria Moser, Wilson José Andersen Ballão.
- 53 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
Vistos e Examinados, estes autos de Agravo de Instrumento nº 1.632.487-7, AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 1642750-8, DE PATO BRANCO - 1ª VARA CÍVEL
em que é Agravante - RUBI OMAR RODRIGUEZ CABALLERO e Agravado - E DA FAZENDA PÚBLICA NÚMERO UNIFICADO: 0002670-97.2017.8.16.0000
DEPARTAMENTO DE TRÂNSITO DO ESTADO DO PARANÁ - DETRAN/PR. Trata- AGRAVANTE : ISSAL - INSTITUTO DE SAÚDE SÃO LUCAS AGRAVADO : DORIS
se de Agravo de Instrumento interposto em face da decisão interlocutória (fls. BENONI CHAGAS RELATOR : DESª REGINA AFONSO PORTES DESPACHO
22/26-TJ; mov. 5.1) por Rubi Omar Rodriguez Caballero, nos autos de Mandado Trata-se de Agravo de Instrumento com pedido de tutela de urgência manejado pelo
de Segurança c/c Pedido Liminar nº 0000172- 86.2017.8.16.0013, proferida pelo INSTITUTO DE SAÚDE SÃO LUCAS, em face da decisão às fls. 164/165, proferido
Juiz singular da 3ª Vara da Fazenda Pública do Foro Central da Comarca da nos autos de Ação de Obrigação de Fazer c/c Dano Moral e tutela antecipada,
Região Metropolitana de Curitiba, que assim decidiu: "(...) 2. De início, reconheço a ajuizada por DORIS BENONI CHAGAS, que indeferiu o pedido de denunciação à lide
competência deste Juízo para processamento e julgamento do writ, haja vista que a com a inclusão do Município de Pato Branco no polo passivo. Denota-se dos autos
situação não se enquadra naquelas previstas na Constituição do Estado do Paraná que a agravada ingressou com Ação de Obrigação de Fazer c/c Dano Moral e tutela
(artigo 101, VII) e no AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 1.632.487-7 2 Regimento antecipada em face do HOSPITAL SÃO LUCAS DE PATO BRANCO e ESTADO
Interno do Tribunal de Justiça do Paraná, como sendo de competência daquela DO PARANÁ, alegando possuir excesso de pele decorrente de cirurgia bariátrica
Egrégia Corte. De igual modo, observo ser cabível mandado de segurança quando a qual foi submetida através do SUS e em razão disso requereu em caráter de
houver violação de direito, na forma do artigo 1º da Lei 12.016/2009 ("conceder-se- antecipação de tutela, a cirurgia plástica reparadora. Além disso, pediu compensação
á mandado de segurança para proteger direito líquido e certo, não amparado por por dano moral no valor de R$ 25.000,00 (vinte e cinco mil reais). O magistrado
habeas corpus ou habeas data, sempre que, ilegalmente ou com abuso de poder, singular postergou a análise da tutela de evidência após a contestação. (fls. 67/69)
qualquer pessoa física ou jurídica sofrer violação ou houver justo receio de sofrê-la Contestação do Estado do Paraná às fls. 70/78. Impugnação à contestação às fls.
por parte de autoridade, seja de que categoria for e sejam quais forem as funções 79/113. Contestação do Instituto de Saúde São Lucas às fls. 101/113. Impugnação
que exerça"). Logo, deve haver situação de fato que ensejaria a prática de ato à contestação às fls. 145/163. O Juízo singular indeferiu o pedido do Instituto de
considerado ilegal, a qual está demonstrada no caso em tela. 3. Passo à análise Saúde São Lucas de denunciação à lide que pretendia a inclusão do Município
dos requisitos da liminar, ressaltando, que nesta fase do processo de mandado de Pato Branco no polo passivo nos seguintes termos: I - O art. 125, do Código
de segurança está o Juiz adstrito a uma cognição sumária e superficial. Dispõe o de Processo Civil, estabelece as hipóteses de denunciação da lide, dentre elas a
artigo 5º, LXIX, da Constituição Federal, conceder-se-á mandado de segurança para prevista no inciso II, que autoriza a denunciação "II - àquele que estiver obrigado, por
proteger direito líquido e certo, não amparado por "habeas corpus" ou "habeas-data", lei ou pelo contrato, a indenizar, em ação regressiva, o prejuízo de quem for vencido
quando o responsável pela ilegalidade ou abuso de poder for autoridade pública ou no processo." A jurisprudência, por sua vez, é pacífica no sentido de somente se
agente de pessoa jurídica no exercício de atribuições do poder público. Conforme se admite a denunciação nos casos em que o direito de regresso seja consequência
infere, o mandado de segurança protege o direito líquido e certo (resultante de fato automática da procedência, vedada a introdução de fato ou fundamento jurídico novo
certo, comprovado de plano) do interessado que sofreu ilegalidade ou abuso de poder (RSTJ 14/440). Outrossim, também não se admite a denunciação nos casos em que
por parte de autoridade coatora. Demais disso, em consonância com o momento da o denunciante intenta eximir-se da responsabilidade pelo evento danoso atribuindo-
impetração, o mandado de segurança pode ser repressivo ou preventivo. Evidente a, com exclusividade a terceiro (STJ. REsp 1180261; Rel. Min. Napoleão Nunes
que, mesmo em análise de liminar, os requisitos do mandado de segurança devem Maia Filho; Quinta Turma; J.: 19/08/2010). No caso, seja porque não se trata de
ser analisados, sem contudo, a mesma profundidade que a decisão definitiva hipótese de intervenção obrigatória, seja porque capaz de inserir fato novo, seja
exige. Isto é cristalino porque a liminar em mandado de segurança tem natureza porque a intenção do litisdenunciante é afastar sua própria responsabilidade, indefiro
antecipatória. AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 1.632.487-7 3 Aliada a tal análise, o pedido. II - Cumpra-se integralmente decisão de movimento 20.1. III - Diligências
dispõe a lei que a liminar poderá suspender o ato impugnado, quando for relevante necessárias. (...) Contra tal decisão ingressou com o presente agravo de instrumento,
o fundamento e do ato puder resultar a ineficácia da medida (artigo 7º, II, da Lei arguindo que todos os seus procedimentos foram realizados por este sistema com a
12.016/2009). Comparando-se os fatos e fundamentos articulados pelo impetrante autorização do Município de Pato Branco - Pr; que todo atendimento que reclama na
nos parâmetros delimitados pelo legislador, muito embora esta Magistrada solidarize inicial é via SUS, nada existindo em caráter particular; que qualquer procedimento a
com a situação narrada pelo Impetrante, mormente quanto à possibilidade de perder ser realizado, em especial no presente caso, depende exclusivamente da autorização
seu emprego, entendo que não há preenchimento dos requisitos legais para a medida do Município, pois o Instituto é mero prestador de serviço e não pode realizar qualquer
liminar de mandado de segurança. (...) Pela fundamentação exposta, concluo que procedimento sem a r. autorização sob pena de responder pelas despesas que
o presente feito não permite a análise da lide por meio de mandado de segurança, realizar; que o hospital agravante não tem o poder ou faculdade de alterar a ordem
mormente porque depende de dilação probatória. Assim sendo, com fulcro nos da fila de espera sem que o município se manifeste; que a autorização para realizar
artigos 9º, 10 e 321 do Código de Processo Civil, bem como do princípio da primazia as cirurgias plásticas e o pagamento só depende do município. Sustenta que não
do julgamento de mérito, determino a intimação do Impetrante para, caso queira, houve recusa pelo Instituto requerido em realizar o procedimento, o que existe é a
em quinze dias, emende a inicial, adequando-a ao rito ordinário. (...)". Inconformado, impossibilidade do instituto em realizar o procedimento sem existência de autorização
Rubi Omar Rodriguez Caballero interpôs o presente Agravo de Instrumento (fls. pelo SUS/Município; que tendo em vista que no caso em tela é ausente o caráter
04/12-TJ), em síntese: A) a necessidade de concessão de tutela provisória de emergencial da cirurgia justamente por ser cirurgia eletiva e de estética deve ser
natureza antecipada a fim de afastar a suspensão do direito de dirigir e a renovação respeitada a fila de espera do SUS ; que a autorização deve partir do SUS, através
de sua carteira nacional de habilitação. A parte agravada, devidamente intimada, da SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DO MUNICÍPIO DE PATO BRANCO,
manteve-se inerte, transcorrendo in albis o prazo para apresentar resposta (fls. logo, a denunciação do município a lide é medida que se impõe; que a ação em
73-TJ). AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 1.632.487-7 4 A Procuradoria Geral de tela é uma obrigação de fazer em que o denunciante/agravante somente poderá
Justiça pronunciou-se pelo provimento do recurso, para que cesse a suspensão da realizar se autorizado pelo município. Assim, aplica-se o inciso II do art. 125 do NCPC
CNH do agravante (fls. 103/105-v- TJ). Sobreveio informação do reconhecimento da posto que o atendimento médico-hospitalar, como requerido pela autora na inicial,
competência para o Juizado Especial (fls. 107-TJ), sendo oportunizada as partes vai/poderá ser autorizado e pago pelo SUS (Município). De outro lado, que não há
manifestação sobre a perda do objeto (fls. 115/116-TJ). É o relatório. Nos termos do como o agravado realizar um procedimento que está vinculado ao SUS (cirurgia
artigo 932, inciso III do Código de Processo Civil incumbe ao relator: "não conhecer bariátrica) e depois demandar contra o Município (SUS). Ao final, requereu com
de recurso inadmissível, prejudicado ou que não tenha impugnado especificamente fundamento no artigo 300 do CPC, a concessão da tutela de urgência, para que seja
os fundamentos da decisão recorrida; ". Analisando os autos, observa-se que o atribuído efeito suspensivo ao recurso, haja vista a real possibilidade do direito e
Juízo de origem reconheceu sua incompetência absoluta para processar e julgar a o perigo de dano irreversível, evidenciado no fato de que não havendo o ingresso
presente demanda, declinando-a para o Juizado Especial da Fazenda Pública do do município na lide e em caso de eventual procedência, o requerido será obrigado
Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba (mov. 44.1 - autos a custear um procedimento cuja obrigação é do município, ou seja, o hospital, que
principais nº 0000172-86.2017.8.16.0013). As partes foram devidamente intimadas é de caráter particular, bancará procedimento de obrigação do Governo. Através
da referida decisão supra (mov. 44.1), sem interposição de recurso, tendo inclusive, da decisão de fls. 206/212, o pedido liminar foi concedido, bem como a concessão
renunciado ao prazo recursal (cf. mov. 50 e mov. 51; no 1º Grau). No caso em do benefício da assistência judiciária gratuita. Informações prestadas pelo juízo de
exame, igualmente oportunizada a manifestação dos interessados, em observância origem às fls. 218. Parecer da Procuradoria Geral de Justiça às fls. 221/227, no
ao artigo 10 do CPC/15, tendo o agravado DER manifestado sua concordância sentido da necessidade de suspensão do recurso até julgamento da Apelação Cível
com a perda de objeto do presente recurso (fls. AGRAVO DE INSTRUMENTO nº 1735383-8. É o relatório. DECIDO Através da petição de fls. 247, o agravante
Nº 1.632.487-7 5 115-TJ), ciência do Ministério Público (fls. 116-TJ), bem como o manifestou o desinteresse no prosseguimento do presente recurso, pugnando pela
transcurso in albis do prazo recursal do agravante (fls. 117-TJ). Portanto, em razão da sua extinção sem julgamento de mérito, tendo em vista o julgamento da Apelação
superveniente perda de objeto do presente recurso, com a declínio de competência Cível de nº 1735383-8. Destarte, o Agravo de Instrumento perdeu seu objeto. Diante
para o Juizado Especial e, por consequência, a incompetência jurisdicional desta do exposto, julgo extinto o procedimento recursal, diante da perda superveniente
Câmara Cível, resta prejudicado o presente recurso por perda de objeto. Posto isso, de seu objeto. Oportunamente baixem para arquivamento. Curitiba, 25 de junho de
julgo prejudicado o presente Agravo de Instrumento em face da perda de objeto, com 2018. DESª REGINA AFONSO PORTES
fulcro no artigo 932, inciso III, do Código de Processo Civil. Publique-se. Intimem- 0005 . Processo/Prot: 1648196-8 Apelação Cível e Reexame Necessário
se. Comunique-se. Curitiba, 19 de junho de 2018. Des.ª ASTRID MARANHÃO DE . Protocolo: 2017/7740. Comarca: Foro Central da Comarca da Região
CARVALHO RUTHES Relatora Metropolitana de Curitiba. Vara: 2ª Vara da Fazenda Pública. Ação Originária:
0004 . Processo/Prot: 1642750-8 Agravo de Instrumento 0002742-77.2014.8.16.0004 Ordinária. Remetente: Juiz de Direito. Apelante: Estado
. Protocolo: 2017/16384. Comarca: Pato Branco. Vara: 1ª Vara Cível e da do Paraná. Advogado: Pedro Henrique Azevedo de Araujo Goes. Apelado: Terezinha
Fazenda Pública. Ação Originária: 0002986-42.2016.8.16.0131 Obrigação de Fazer. de Souza. Advogado: Lucilene Machado Carlos. Órgão Julgador: 4ª Câmara Cível.
Agravante: Issal - Instituto de Saúde São Lucas. Advogado: Neri Luiz Cenzi, Vlad Relator: Des. Abraham Lincoln Calixto. Despacho: Com o Relatório em separado.
Martinello. Agravado: Doris Benoni Chagas. Advogado: Fabiana Battisti, Wanderley Peço Dia Para Julgamento.
Antonio de Freitas, Diego Balem. Interessado: Estado do Paraná. Advogado: Jair VISTOS ETC; Após publicação e intimação acerca do relatório abaixo lançado,
Roberto da Silva. Órgão Julgador: 4ª Câmara Cível. Relator: Desª Regina Afonso inclua-se em pauta para julgamento:"[...] 1. Trata-se de reexame necessário e de
Portes. Despacho: Julgo Extinto o Processo recurso de apelação cível interposto pelo ESTADO DO PARANÁ contra a respeitável
- 54 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
sentença lançada no mov. 50.1 da Ação Ordinária n.º 0002742-77.2014.8.16.0004, Geral do Estado apresenta o seguinte texto: "TUTELA JUDICIAL DO DIREITO
ajuizada por TEREZINHA DE SOUZA, que julgou procedente pedido formulado na FUNDAMENTAL À SAÚDE. TRATAMENTO COM CUSTO ANNUAL INFERIOR A
inicial, para o fim de determinar ao Estado do Paraná e ao Município de Curitiba que, 10 SALÁRIOS MÍNIMOS. ARTS. 4º, PAR. ÚNICO, DO DECRETO ESTADUAL
até final tratamento, forneça à autora o medicamento CETUXIMABE (ERBITUX), 4.660/2012 E 260 DO CPC. 1. No âmbito da Justiça Estadual, em ações que versem
a ser ministrado nas dosagens prescritas no receituário apresentado. 2. Por meio sobre o direito fundamental à saúde cujo custo anual do tratamento não exceda 10
de suas razões recursais (mov. 55.1), o ESTADO DO PARANÁ sustenta que salários mínimos, sendo a prestação material objeto de cumprimento pelo Estado
não cabe ao Estado elidir as conclusões do médico particular, mas sim à parte com base em tutela de urgência (também compreende-se a sentença sujeita a
autora comprovar que os tratamentos fornecidos pelo SUS não são suficientes recurso sem efeito suspensivo), autoriza-se a não apresentação de contestação, a
razoavelmente para ela. Apelação Cível e Reexame Necessário n.º 1.648.196-8 No não interposição de recursos, a transação e a desistência de recursos ordinários
mérito, afirma que o pedido de fornecimento da medicação não contemplada nos já interpostos, mediante anuência da Chefia da unidade de execução programática
programas do SUS está em desacordo com a legislação da saúde atual. Sustenta a respectiva. 2. A presente súmula não é aplicável quando houver parecer médico
necessidade de observância que, apesar de reconhecida e pacificada a solidariedade elaborado pela Secretaria de Estado da saúde indicando a inadequação do
entre os três entes da federação no dever de prestar saúde a todos (artigo 196, tratamento. " Os integrantes desta 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do
da CR), o que leva à legitimação do Estado do Paraná, da União e do Município, Estado do Paraná, inclusive em decisões monocráticas, com lastro no artigo 932,
nada impede que esse e. Tribunal faça as devidas adequações de competência no III, e na Súmula nº 27, reconhecem a inadmissibilidade da remessa necessária
processo, reconhecendo expressamente o ente que realmente tem atribuição de em casos análogos: "DECISÃO MONOCRÁTICA. REMESSA NECESSÁRIA. AÇÃO
realizar a política pública de saúde objeto da demanda o fornecimento da medicação CIVIL PÚBLICA. CONCESSÃO DO MEDICAMENTO ARIPIPRAZOL 10 MG À
pleiteada. Por fim, requer a reforma da sentença, com o consequente provimento INFANTE PORTADOR DE ESPECTRO DE AUTISMO (CID: F84). SENTENÇA DE
do recurso. 3. O apelado apresentou contrarrazões pugnando pela manutenção do PROCEDÊNCIA. AUSÊNCIA DE APRESENTAÇÃO DE CONTESTAÇÃO PELO
julgado (mov. 60.1). 4. Regularmente processados, vieram os autos a esta Corte para ESTADO DO PARANÁ, COM FULCRO NO ART. 2º DO DECRETO ESTADUAL
julgamento. É o relatório." Curitiba, 21 de junho de 2018. DES. ABRAHAM LINCOLN N. 2.137/2015. SENTENÇA QUE COINCIDE COM A SÚMULA N. 27 DO
CALIXTO RELATOR CONSELHO SUPERIOR DA PROCURADORIA GERAL DO ESTADO DO PARANÁ.
0006 . Processo/Prot: 1666634-1 Reexame Necessário DISPENSA DA REMESSA NECESSÁRIA. ART. 496, §4º, IV, DO CPC/2015.
. Protocolo: 2017/63301. Comarca: Região Metropolitana de Londrina - Foro SEGUIMENTO NEGADO MONOCRATICAMENTE CONFORME ART. 932, III, DO
Central de Londrina. Vara: Vara da Infância e da Juventude. Ação Originária: CPC/2015 E DA SÚMULA Nº 283 DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA.
0060624-93.2016.8.16.0014 Mandado de Segurança. Remetente: Juiz de Direito. REMESSA NECESSÁRIA INADMISSÍVEL. SEGUIMENTO NEGADO." (TJPR,
Autor: Ministerio Publico do Estado do Parana. Réu: 17ª Regional de Saúde, Decisão Monocrática, RN nº 1.641.980-2, Relatora Des.ª Maria Aparecida Blanco
Estado do Parana. Advogado: Liliam Cristina Teixeira Nascimento. Órgão Julgador: de Lima, julgado em 03/04/2017, publicado no DJ 2005 em 06/04/2017) O fármaco
4ª Câmara Cível. Relator: Des. Astrid Maranhão de Carvalho Ruthes. Despacho: Keppra 250 mg, que deverá ser custeado pelo Estado, possui custo mensal de R
Descrição: Despachos Decisórios $ 210,12 (duzentos e dez reais e doze centavos), conforme pesquisa realizada no
VISTOS e examinados estes autos de Remessa Necessária nº 1.666.634-1, da site www.consultaremedios.com.br, resultando em valor anual de R$ 2.521,44 (dois
Vara Cível e Anexos da Comarca de Mandaguari, em que é Remetente - JUIZ mil quinhentos e vinte e um reais e quarenta e quatro centavos), bastante inferior
DE DIREITO; Autor - MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARANÁ; e Réu - ao patamar de 10 salários mínimos mencionado na Súmula administrativa. Destarte,
DIRETORA DA 17ª REGIONAL DE SAÚDE DE LONDRINA. Trata-se de Remessa percebe-se a inadequação da presente remessa, considerando-se não estar a
Necessária, para análise, em segundo grau de jurisdição, da sentença (mov. 25.1) sentença sujeita ao duplo grau de jurisdição obrigatório como condição de eficácia.
prolatada nos autos de Mandado de Segurança com pedido liminar nº 0060624- Diante do exposto, com fulcro no artigo 932, III, do Código de Processo Civil de 2015,
93.2016.8.16.0014, da Vara da Infância e Adolescente de Londrina, que julgou nego seguimento à Remessa Necessária, pois inadmissível. Publique-se. Intimem-
procedente o pedido inicial, para o fim de condenar o Estado do Paraná a fornecer se. Comunique-se. Curitiba, 21 de junho de 2018. Des.ª ASTRID MARANHÃO DE
o medicamento, com fundamento no artigo 487, I, do Código de Processo Civil. CARVALHO RUTHES Relatora
Resumo do processo em primeira instância: O Ministério Público ingressou com 0007 . Processo/Prot: 1692616-6/01 Embargos de Declaração Cível
Mandado de Segurança com pedido liminar (mov. 1.1), em síntese: A) o paciente . Protocolo: 2018/51204. Comarca: Arapoti. Vara: Juízo Único. Ação Originária:
é portador da Síndrome de Doose Com epilepsia generalizada idiopática; B) foi 1692616-6 Apelação Civel e Reexame Necessario. Embargante: Departamento
submetido a cirurgia sem proposta ressectiva optado pelo implante posto já ter de Estradas de Rodagem do Estado do Paraná - Der. Advogado: Mariana
feito uso de outras medicações sem resposta; C) necessita que o estado forneça o Cristina Bartnack Roderjan, Cleide Rosecler Kazmierski. Remetente: Juiz de Direito.
medicamento posto seus genitores não possuem condições financeiras para adquirir Embargado: International Paper - Comércio de Papel e Participações Arapoti Ltda..
o medicamento. Juntada de informações pelo Estado do Paraná requerendo seja Advogado: Antonio Pancracio Junior, Roberto Felicio Fernandes Rezende. Órgão
reconhecida a incompetência absoluta ante a competência privativa do Tribunal de Julgador: 4ª Câmara Cível. Relator: Desª Regina Afonso Portes. Despacho: Com o
Justiça para julgas mandados de segurança contra atos do Secretário de Estado Relatório em separado. Peço Dia Para Julgamento.
(mov. 14.1). Contestação (mov. 19.1), em resumo: A) ausência de comprovação da EMBARGOS DE DECLARAÇÃO CÍVEL Nº 1.692.616-6/01, DE ARAPOTI - JUÍZO
ineficácia dos medicamentos fornecidos pelo SUS; B) inadequação do Mandado de ÚNICO. NÚMERO UNIFICADO: 0001204-71.2010.8.16.0046 EMBARGANTE :
Segurança posto a necessidade de dilação probatória. Impugnação à contestação DEPARTAMENTO DE ESTRADAS DE RODAGEM DO ESTADO DO PARANÁ
(mov. 22.1). Após, sobreveio sentença (mov. 25.1). " Proferida a sentença, o Juízo - DER EMBARGADO : INTERNATIONAL PAPER - COMÉRCIO DE PAPEL E
de Origem determinou a remessa a este Tribunal de Justiça: "(...) Com ou sem PARTICIPAÇÕES ARAPOTI LTDA. RELATORA : DESª REGINA AFONSO PORTES
recurso de apelação, determino a remessa dos autos ao E. Tribunal de Justiça, Após publicação e intimação das partes do relatório abaixo lançado, inclua-se em
consoante assim dispõe o art. 14, §1º da Lei 12.016/2009. (...)" Vieram os autos pauta para julgamento. Trata-se de Embargos de Declaração, com efeito infringente,
conclusos. A Procuradoria-Geral de Justiça emitiu parecer, pela manutenção da manejados pelo DEPARTAMENTO DE ESTRADAS DE RODAGEM DO ESTADO
sentença (fls. 9/13). É o relatório. A Remessa Necessária é condição de eficácia, DO PARANÁ - DER, em face dos termos do Acórdão de fls. 49/55, assim ementado:
instituída por lei, para determinadas espécies de sentença. Essa regra, de duplo APELAÇÃO CÍVEL - AÇÃO ORDINÁRIA DE INDENIZAÇÃO - DESAPROPRIAÇÃO
grau de jurisdição obrigatório, se encontra no artigo 496 do Código de Processo INDIRETA - PROCEDÊNCIA - RESPONSABILIDADE CIVIL PELA INDENIZAÇÃO
Civil de 2015: "Art. 496. Está sujeita ao duplo grau de jurisdição, não produzindo DO BEM EXPROPRIADO - COMPROVAÇÃO - JUROS COMPENSATÓRIOS - 12%
efeito senão depois de confirmada pelo tribunal, a sentença: I - proferida contra a AO ANO - SÚMULA 408 DO STJ - JUROS DE MORA - 6% AO ANO - PERÍODO
União, os Estados, o Distrito Federal, os Municípios e suas respectivas autarquias DE GRAÇA - OBSERVAÇÃO - ART. 15-B DO DL Nº 3.365/1941 - CORREÇÃO
e fundações de direito público; II - que julgar procedentes, no todo ou em parte, os MONETÁRIA - SÚMULA 67 DO STJ - HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS - REDUÇÃO
embargos à execução fiscal. § 1º Nos casos previstos neste artigo, não interposta - RECURSO DESPROVIDO - SENTENÇA MODIFICADA EM SEDE DE REEXAME
a apelação no prazo legal, o juiz ordenará a remessa dos autos ao tribunal, e, se NECESSÁRIO. Alega que após o julgamento do recurso de apelação surgiu um
não o fizer, o presidente do respectivo tribunal avocá-los-á. § 2º Em qualquer dos fato novo capaz de repercutir sobre o presente julgamento, nos termos do art.
casos referidos no § 1o, o tribunal julgará a remessa necessária. (...)" A norma 493 do CPC. Sustenta que o julgamento da ADI 2332/DF, que reconheceu a
supra prevê exceções nos parágrafos terceiro e quarto, transcritos na sequência: constitucionalidade do percentual dos juros compensatórios de 6% ao ano para
"Art. 496. (...) (...) §3° Não se aplica o disposto neste artigo quando a condenação remuneração do proprietário pela imissão provisória do ente público na posse de
ou o proveito econômico obtido na causa for de valor certo e líquido inferior a: I - seu bem, tem efeito vinculante, nos termos do art. 102, §2º da CF, devendo ser
1.000 (mil) salários-mínimos para a União e as respectivas autarquias e fundações aplicado no presente caso. É o relatório. Curitiba, 26 de junho de 2018. Desª REGINA
de direito público; II - 500 (quinhentos) salários-mínimos para os Estados, o Distrito AFONSO PORTES Relatora
Federal, as respectivas autarquias e fundações de direito público e os Municípios 0008 . Processo/Prot: 1693382-9/01 Embargos de Declaração Cível
que constituam capitais dos Estados; III - 100 (cem) salários-mínimos para todos . Protocolo: 2018/26519. Comarca: Foro Central da Comarca da Região
os demais Municípios e respectivas autarquias e fundações de direito público. § 4º Metropolitana de Curitiba. Vara: 4ª Vara da Fazenda Pública. Ação Originária:
Também não se aplica o disposto neste artigo quando a sentença estiver fundada 1693382-9 Apelação Civel. Embargante: Estado do Paraná. Advogado: Manoel
em: I - súmula de tribunal superior; II - acórdão proferido pelo Supremo Tribunal Henrique Maingué. Embargado: Sul América Capitalizacao S/a - Sulacap. Advogado:
Federal ou pelo Superior Tribunal de Justiça em julgamento de recursos repetitivos; Paulo Antônio Müller. Órgão Julgador: 4ª Câmara Cível. Relator: Desª Regina Afonso
III - entendimento firmado em incidente de resolução de demandas repetitivas Portes. Despacho: Com o Relatório em separado. Peço Dia Para Julgamento.
ou de assunção de competência; IV - entendimento coincidente com orientação EMBARGOS DE DECLARAÇÃO CÍVEL Nº 1693382-9/01 E 02, DO FORO
vinculante firmada no âmbito administrativo do próprio ente público, consolidada CENTRAL DA COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA - 4ª VARA
em manifestação, parecer ou súmula administrativa. " O caso sob análise molda-se DA FAZENDA PÚBLICA EMBARGANTE 1 : ESTADO DO PARANÁ EMBARGANTE
perfeitamente à exceção prevista no inciso IV do parágrafo 4º do artigo 496, pois 2 : SUL AMÉRICA CAPITALIZAÇÃO S/A - SULACAP EMBARGADOS : OS
o Estado do Paraná informou que deixaria de recorrer, em razão do custo anual MESMOS RELATORA : DESª REGINA AFONSO PORTES Após publicação
do medicamento (mov. 37.1). A Súmula 27 do Conselho Superior da Procuradoria e intimação das partes do relatório abaixo lançado, inclua-se em pauta para
- 55 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
julgamento. Trata-se de embargos de declaração manejados pelo ESTADO DO Observação: , para que se manifeste nos termos do item 3 do r. despacho de fls.
PARANÁ E SUL AMÉRICA CAPITALIZAÇÃO S/A - SULACAP, em face do Acórdão 270. Vista Advogado: Jaqueline do Espírito Santo Patruni (PR044180)
a seguir ementado: APELAÇÃO CÍVEL - AÇÃO ANULATÓRIA - MULTA - PROCON
- ALEGAÇÃO DE AUSÊNCIA DE PROVAS A JUSTIFICAR A IMPOSIÇÃO DA
MULTA - REJEIÇÃO - VALOR DA MULTA - RAZOÁVEL E PROPORCIONAL - SEÇÃO DA 5ª CÂMARA CÍVEL
CARÁTER PUNITIVO E INIBITÓRIO - OBSERVAÇÃO - ANÁLISE DO MÉRITO
DO ATO ADMINISTRATIVO - PRINCÍPIO DA SEPARAÇÃO DOS PODERES - IDMATERIA1403470IDMATERIA

SENTENÇA MANTIDA. O corretor de seguros é representante da Apelante e, as


informações por ele transmitidas ao consumidor, no exercício da profissão, são em I Divisão de Processo Cível
nome da seguradora, que colhe os benefícios econômicos da captação de clientes. Seção da 5ª Câmara Cível
Com relação ao procedimento administrativo, cabe ao Poder Judiciário apenas Relação No. 2018.05460
analisar se as formalidades essenciais foram adotadas, se restou comprovada a ____________________________________________________
materialidade dos fatos e se a pena imposta está prevista para o tipo de infração
cometida, eis que estes requisitos são de caráter vinculado e não discricionário,
seguindo a estrita legalidade. O Estado do Paraná opôs embargos de declaração
às fls. 41/42 sustentando que houve omissão quanto aos honorários recursais
previstos no §11º do art. 85 do CPC. Pleiteia seja suprida a omissão, majorando ÍNDICE DA PUBLICAÇÃO
os honorários advocatícios fixados em favor do Estado. Sul América Capitalização Advogado Ordem Processo/Prot
S/A - SULACAP, por sua vez, alegou omissão e obscuridade do acórdão quanto
Alessandro Silverio 019 1737157-6
aos artigos de lei ventilados pela embargante na apelação. Aduz que as questões
Alexandre Manzotti 001 1390816-2
jurídicas expressamente destacadas não foram, na sua integralidade, e com clareza,
objeto da decisão embargada. Pede, ao fim, a concessão de efeitos infringentes e Amauri Antônio Perussi 013 1717072-2
o prequestionamento dos arts. 50 da Lei nº 9784/99, 24 do Decreto nº 2181/97 e Amaury Sérgio Santoro 001 1390816-2
Felipe
57 do CDC. Esta relatora determinou a intimação das partes para se manifestarem,
nos termos do art. 1023, §2º do CPC (fls. 53-TJ), tendo decorrido o prazo legal sem Ana Lúcia Fernandes de 012 1715849-5
Oliveira
qualquer manifestação. É o relatório. Curitiba, 26 de junho de 2018. Desª REGINA
AFONSO PORTES Relatora Andréa Daniella Azevedo 012 1715849-5
0009 . Processo/Prot: 1693382-9/02 Embargos de Declaração Cível Bruno Augusto Gonçalves 019 1737157-6
. Protocolo: 2018/26674. Comarca: Foro Central da Comarca da Região Vianna
Metropolitana de Curitiba. Vara: 4ª Vara da Fazenda Pública. Ação Originária: Carla Marilia Blum 014 1719363-6
1693382-9 Apelação Civel. Embargante: Sul América Capitalizacao S/a - Sulacap. Cassiana Alvina Carvalho 020 1740238-1
Advogado: Paulo Antônio Müller. Embargado: Estado do Paraná. Advogado: Manoel Cauê Röse de Oliveira 009 1694284-2/01
Henrique Maingué. Órgão Julgador: 4ª Câmara Cível. Relator: Desª Regina Afonso Cecy Thereza Cercal K. d. 011 1709466-9/02
Portes. Despacho: Com o Relatório em separado. Peço Dia Para Julgamento. Góes
EMBARGOS DE DECLARAÇÃO CÍVEL Nº 1693382-9/01 E 02, DO FORO César Eduardo Misael de 005 1639224-8
CENTRAL DA COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA - 4ª VARA Andrade
DA FAZENDA PÚBLICA EMBARGANTE 1 : ESTADO DO PARANÁ EMBARGANTE Daniel Wunder Hachem 002 1510283-3
2 : SUL AMÉRICA CAPITALIZAÇÃO S/A - SULACAP EMBARGADOS : OS Edgard Rodrigues Rocha 003 1579729-8
MESMOS RELATORA : DESª REGINA AFONSO PORTES Após publicação Junior
e intimação das partes do relatório abaixo lançado, inclua-se em pauta para Emerton Lacerda Fonseca 010 1709023-4
julgamento. Trata-se de embargos de declaração manejados pelo ESTADO DO Fábio Farés Decker 010 1709023-4
PARANÁ E SUL AMÉRICA CAPITALIZAÇÃO S/A - SULACAP, em face do Acórdão Fábio Vilela Euzébio 012 1715849-5
a seguir ementado: APELAÇÃO CÍVEL - AÇÃO ANULATÓRIA - MULTA - PROCON Felipe Klein Gussoli 002 1510283-3
- ALEGAÇÃO DE AUSÊNCIA DE PROVAS A JUSTIFICAR A IMPOSIÇÃO DA
Fernando Cesar Rocco 001 1390816-2
MULTA - REJEIÇÃO - VALOR DA MULTA - RAZOÁVEL E PROPORCIONAL -
Fernando Gonzaga Garrido 001 1390816-2
CARÁTER PUNITIVO E INIBITÓRIO - OBSERVAÇÃO - ANÁLISE DO MÉRITO
Arrabal
DO ATO ADMINISTRATIVO - PRINCÍPIO DA SEPARAÇÃO DOS PODERES -
Franciele de Góes Lacerda 010 1709023-4
SENTENÇA MANTIDA. O corretor de seguros é representante da Apelante e, as
informações por ele transmitidas ao consumidor, no exercício da profissão, são em Francisco Zardo 007 1692400-8/01
nome da seguradora, que colhe os benefícios econômicos da captação de clientes. Gabriel Almeida de Jesus 016 1733895-5/01
Com relação ao procedimento administrativo, cabe ao Poder Judiciário apenas 017 1733895-5/02
analisar se as formalidades essenciais foram adotadas, se restou comprovada a Gabriel Morettini e Castella 003 1579729-8
materialidade dos fatos e se a pena imposta está prevista para o tipo de infração Gustavo Darif Bortolini 006 1689378-6
cometida, eis que estes requisitos são de caráter vinculado e não discricionário, Ivan Rogério da Silva 004 1615665-7
seguindo a estrita legalidade. O Estado do Paraná opôs embargos de declaração João Paulo Marin 015 1720654-9/01
às fls. 41/42 sustentando que houve omissão quanto aos honorários recursais
José Anacleto Abduch 002 1510283-3
previstos no §11º do art. 85 do CPC. Pleiteia seja suprida a omissão, majorando Santos
os honorários advocatícios fixados em favor do Estado. Sul América Capitalização José Cid Campelo Filho 019 1737157-6
S/A - SULACAP, por sua vez, alegou omissão e obscuridade do acórdão quanto
Leila Aparecida Ferreira 015 1720654-9/01
aos artigos de lei ventilados pela embargante na apelação. Aduz que as questões Garcia
jurídicas expressamente destacadas não foram, na sua integralidade, e com clareza,
Letícia Ventura Soares 005 1639224-8
objeto da decisão embargada. Pede, ao fim, a concessão de efeitos infringentes e Zanuto
o prequestionamento dos arts. 50 da Lei nº 9784/99, 24 do Decreto nº 2181/97 e
Lucio Bagio Zanuto Junior 005 1639224-8
57 do CDC. Esta relatora determinou a intimação das partes para se manifestarem,
Luiz Cláudio Sebrenski 018 1734592-3
nos termos do art. 1023, §2º do CPC (fls. 53-TJ), tendo decorrido o prazo legal sem
qualquer manifestação. É o relatório. Curitiba, 26 de junho de 2018. Desª REGINA Luiza de Araújo Furiatti 011 1709466-9/02
AFONSO PORTES Relatora Manoela Moreira de Andrade 011 1709466-9/02
Vista ao(s) Réu(s) - Conforme r. despacho - Prazo : 15 dias Manoele Krahn 011 1709466-9/02
0010 . Processo/Prot: 1206055-4 Ação Civil Originaria (Gr/CInt) Marco Antônio Bósio 005 1639224-8
. Protocolo: 2014/112512. Comarca: Foro Central da Comarca da Região Marcus Evandro Giarola 001 1390816-2
Metropolitana de Curitiba. Ação Originária: Declaratória. Autor: Município de Toledo. Maria Fernanda Dozza 011 1709466-9/02
Advogado: Vanessa Cristina Veit Aguiar, Érico José Lazzarini. Réu: Sindicato Messagi
dos Servidores Públicos Municipais de Toledo - Sertoledo. Advogado: Rodrigo Marina Codazzi da Costa 007 1692400-8/01
Hernandes de Oliveira. Interessado: Adalberto Beto Lunitti Pagnussatt. Órgão Maurício Melo Luize 015 1720654-9/01
Julgador: 4ª Câmara Cível em Composição Integral. Relator: Des. Astrid Maranhão Nathan de Freitas Fernandes 020 1740238-1
de Carvalho Ruthes. Motivo: Conforme r. despacho. Vista Advogado: Rodrigo
Pâmela Pedott 020 1740238-1
Hernandes de Oliveira (PR073529)
Paulo Rogério do Carmo 001 1390816-2
Vista ao(s) Agravante(s) - Prazo : 5 dias
0011 . Processo/Prot: 1728074-3 Agravo de Instrumento Paulo Sérgio Rosso 008 1692500-3
. Protocolo: 2017/220248. Comarca: Foro Central da Comarca da Região Renata Kawassaki Siqueira 016 1733895-5/01
Metropolitana de Curitiba. Vara: 1ª Vara da Fazenda Pública. Ação Originária: 017 1733895-5/02
0003286-60.2017.8.16.0004 Mandado de Segurança. Agravante: Sial Construções Rodolfo Vassoler da Silva 005 1639224-8
Civis Ltda. Advogado: Jaqueline do Espírito Santo Patruni. Agravado: Diretor Rodrigo da Rocha Stremel 008 1692500-3
Geral da Paraná Edificações Roberto Marangon, Paraná Edificações, Estado do Torres
Paraná. Órgão Julgador: 4ª Câmara Cível. Relator: Des. Abraham Lincoln Calixto. Rodrigo Garcia S. Bevilaqua 019 1737157-6
- 56 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
Rogéria Fagundes Dotti Dória 007 1692400-8/01 (ART. 103, § 2º, CDC).SENTENÇA QUE RECONHECEU A OCORRÊNCIA
Romeu Felipe Bacellar Filho 002 1510283-3 DE COISA JULGADA REFORMADA. PROCESSO EM CONDIÇÕES DE
Ronildo Gonçalves da Silva 006 1689378-6 IMEDIATO JULGAMENTO (ART. 1.013, § 3º, I, DO CPC/2015). PEDIDO DE
Rui Rogers de Carvalho 015 1720654-9/01 EFEITOS FINANCEIROS RETROATIVOS À PROMOÇÃO. IMPOSSIBILIDADE.
PROMOÇÃO DOS SERVIDORES PÚBLICOS QUE NÃO É AUTOMÁTICA, MAS
Samanta Maria Pineda 011 1709466-9/02
Stanischesk DEPENDE DO PREENCHIMENTO DOS REQUISITOS DA LEI ESTADUAL Nº
Samuel Hoyos Filho 001 1390816-2
9.422/1990, NOTADAMENTE O DA EXISTÊNCIA DE VAGA E DE HABILITAÇÃO
DOS CANDIDATOS APTOS (ARTS. 7, II, 9 E 10).AUTORES QUE NÃO
Saulo Henrique Boff 020 1740238-1
COMPROVARAM O FATO CONSTITUTIVO DE SEU DIREITO (ART. 373, I,
Sergio Murilo Loureiro 015 1720654-9/01
CPC/2015). RECURSO DE APELAÇÃO PROVIDO E JULGADA IMPROCEDENTE
Sylvio Lourenço da Silveira 019 1737157-6 A AÇÃO.RELATÓRIO:Cuida-se de recurso de apelação interposto por Denise
Filho
Terezinha Sella, Dirceu Casagrande, Divonsir Taborda Mafra, Dorothy Aparecida
Thaís Aline Mazetto Corazza 001 1390816-2 Franco, Dulcemar Aparecida de Oliveira, Dulcinea de Souza Schmidlin, Edenir
Thiers Andregotti 020 1740238-1 Pensuti, Edigardo Maranhão Soares, Edneia Ribeiro Alkamin, Edson Luiz Amaral,
Victor Augusto Lima de Paula 009 1694284-2/01 Eliana Dal-Col- Horne, Elizete Regina Augusto, Ernesto Hamann, Fernando de
Yuri do Rêgo Teixeira 001 1390816-2 Souza Brasil Ramos, Francisco Ademir de Andrade, Gabriel Montilha, Gabriel Santos
Felet, Gamaliel Bueno Galvão Filho, Gilberto Nei Muller, Heitor Rubens Raimundo,
Helio Dutra de Souza e Ilian Lopes Vasconcelos contra a sentença proferida em
08/06/2015, sob a égide do Código de Processo Civil de 1973, na ação de cobrança
Publicação de Acórdão ajuizada pelos ora apelantes em desfavor do Estado do Paraná, por meio da
0001 . Processo/Prot: 1390816-2 Agravo de Instrumento qual o d. magistrado de primeiro grau julgou extinto o feito sem resolução de
. Protocolo: 2015/166266. Comarca: Região Metropolitana de Maringá - Foro mérito, por reconhecer a ocorrência de coisa julgada, bem como condenou os
Regional de Nova Esperança. Vara: Vara Cível, da Fazenda Pública, Acidentes autores ao pagamento das custas processuais e de honorários de sucumbência em
do Trabalho, Registros Públicos e Corregedoria do Foro Extrajudicial, Juizado favor do procurador do réu, que fixou em R$ 10.000,00 (dez mil reais), a serem
Especial Cível e Juizado Especial da Fazenda Pública. Ação Originária: atualizados pelo IPCA-E a partir da data de seu arbitramento e acrescidos de
0002350-20.2013.8.16.0119 Ação Civil Pública. Agravante: Município de Atalaia. juros de mora de 1% ao mês (art.406 do CC e 161 do CTN) a partir do trânsito
Advogado: Amaury Sérgio Santoro Felipe. Agravado: Ministério Público do Paraná. em julgado (mov. 55.1).Em suas razões de recurso, defenderam os apelantes que
Interessado: Ana Claudia Lozano Antonio, Aparecida Dias de Souza Bosso, não há que se falar na ocorrência de coisa julgada, pois: (i) não há similitude
Benjamin Burigo Filho (maior de 60 anos), CLAUDIA ROBERTA FABIO, CRISTIANO entre as causas de pedir e os pedidos da presente ação e da nº 28.341/2000;
RODRIGO AFONSO, DARILDO CALASSARA, ELIANA CRISTINA DE SOUZA e ainda que houvesse tal similitude (ii) a coisa julgada material em relação aos
FREGNANI, ERCIDIA MARIA DA SILVA CALASSARA, Evandro Sergio Luprete, pedidos julgados improcedentes em ação coletiva não estende seus efeitos aos
Hermes Bernardes da Silva (maior de 60 anos), IRENE APARECIDA DE MELLO, apelantes nas suas ações individuais, conforme artigo 103, inciso III, da Lei nº
JOSIANE APARECIDA BENGOZI, JOÃO CARLOS ALFREDO, LIGIA CASSIA 8.078/90. Requereram a reforma da sentença e o imediato julgamento dos pedidos
CONTI, Mandato Consultoria Ltda, Maria de Lourdes Pini, Mariley Aparecida formulados na inicial.Intimado, o Estado do Paraná não apresentou contrarrazões
Guimaraes Valerio, SINTIA APARECIDA GEROLINO, Sulamita Ramalho Tanjoni. (mov. 68.0).Vieram os autos a esse e. TJPR, sendo inicialmente distribuídos à
Advogado: Marcus Evandro Giarola. Interessado: Ana Maria Vieira, Angelica Candido Colenda 4ª Câmara Cível e, em sequência, redistribuídos à 3ª Câmara Cível.A d.
da Silva, Antonio de Paula, Celia Piassi, Cirlene Aparecidade Coleoni das Neves, Procuradoria Geral de Justiça apresentou parecer às fls. 28-48 dos autos físicos
Elisangela de Jesus Ferreira, Flavia Maria de Souza, Jorge Eduardo Ruffo, opinando pelo não provimento do recurso. Por meio do acórdão de fls. 53-61 (autos
Laudaciane Alves da Silva, Lenita Santana Alves, Luzineia Correia da Silva, Maria físicos), a 3ª Câmara Cível declinou de sua competência para processar e julgar o
Aparecidade Vichetti Alves, Maria da Piedade Oliveira Chaves, Maria Fernanda de feito e determinou a remessa dos autos à 1ª Vice-Presidência deste e. Tribunal de
Souza, Marino Francisco Castão, Mario Luiz Gilio, Mirian Coelho do Pinho, Simone Justiça, que, por sua vez, determinou a distribuição do feito a uma das 1ª, 2ª, 3ª 4ª e
Mazzei, Vivian Renata Loddi. Advogado: Samuel Hoyos Filho, Paulo Rogério do 5ª Câmaras Cíveis.Vieram os autos conclusos para julgamento.É o relatório.VOTO:1.
Carmo. Interessado: Elder Antonio Batista do Amaral. Advogado: Yuri do Rêgo Admissibilidade:Presentes os pressupostos de admissibilidade, conheço do recurso
Teixeira, Thaís Aline Mazetto Corazza. Interessado: Carlos Henrique Gilio, Cesar de apelação.2. Da coisa julgada:2.1. Inicialmente, cumpre rechaçar a alegação do
Augusto Gilio. Advogado: Fernando Cesar Rocco. Interessado: Cirlene Aparecida apelante de que não há similitude entre as causas de pedir e os pedidos formulados
Coleoni das Neves. Advogado: Fernando Gonzaga Garrido Arrabal, Alexandre na presente ação individual de cobrança e na ação coletiva nº 28.341/0000, ajuizada
Manzotti. Interessado: José Carlos de Moraes. Órgão Julgador: 5ª Câmara Cível. em 22.12.2005 pela Associação dos Advogados do Poder Executivo do Estado
Relator: Des. Luiz Mateus de Lima. Julgado em: 19/06/2018 do Paraná contra o Estado do Paraná em razão da omissão do ente estatal em
DECISÃO: ACORDAM os Desembargadores integrantes da Quinta Câmara Cível promover os atos necessários à promoção dos Advogados do Poder Executivo.
do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, por unanimidade de votos, em Infere-se da petição inicial dos autos nº 28.341/0000 que a Associação autora
conhecer do agravo de instrumento e lhe negar provimento, nos termos do voto. formulou pedido de condenação do Estado do Paraná ao pagamento de indenização
EMENTA: AGRAVO DE INSTRUMENTO. AÇÃO DE RESPONSABILIZAÇÃO POR aos representados pela Associação nos seguintes moldes:"V PEDIDO (...) Ainda
ATO DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA CUMULADA COM DECLARATÓRIA que o Estado do Paraná cumpra a obrigação de fazer - o que se espera seja
DE INVALIDADE DE ATO ADMINISTRATIVO. RECEBIMENTO DA INICIAL. PRAZO determinado pelo Poder Judiciário, restará não respondido o montante indenizatório,
PRESCRICIONAL. ARTIGO 23 DA LEI Nº 8.429/1992. QUESTÃO JÁ ANALISADA referente ao período pretérito, sobre o qual o dano já se consumou, a impender
EM SEDE RECURSAL.DECLARAÇÃO DE NULIDADE DE ATO ADMINISTRATIVO. um pedido referente aos danos sucessivos causados a cada novo semestre, até
TESE RECURSAL DE INCIDÊNCIA DE PRAZO PRESCRICIONAL.NECESSIDADE o julgamento final, ou até a edição de ato administrativo capaz de fazer cessar
DE INSTRUÇÃO PROBATÓRIA PARA APURAR A EXISTÊNCIA DE VÍCIO por completo a ilegalidade reiterada no tempo (ou seja, o ato de promoção dos
INSANÁVEL E ILEGALIDADE NOS CONCURSOS PÚBLICOS. DECISÃO servidores).Sendo assim, de acordo com os fundamentos apresentados e mediante
MANTIDA. RECURSO CONHECIDO E DESPROVIDO. o permissivo legal do Artigo 286, incisos II e III do Código de Processo Civil, que
0002 . Processo/Prot: 1510283-3 Apelação Cível garantem a possibilidade de pedidos genéricos, respectivamente, quando não é
. Protocolo: 2016/37038. Comarca: Foro Central da Comarca da Região possível determinar as consequências definitivas do ilícito e quando o valor da
Metropolitana de Curitiba. Vara: 4ª Vara da Fazenda Pública. Ação Originária: condenação depender de ato que deve ser praticado pelo réu, requer: (...) e) seja
0003744-82.2014.8.16.0004 Ordinária. Apelante (1): Gabriel Santos Felet, Eliana julgada procedente a ação intentada a fim de que seja declarado o direito dos
Dal-col Horne, Helio Dutra Souza, Edson Luiz Amaral, Fernando de Souza Brazil associados da autora de que sejam efetivamente promovidos, semestralmente, de
Ramos, Elizete Regina Augusto, Edigardo Maranhao Soares, Dulcinea de Souza acordo com os critérios legais, com o respectivo aumento remuneratório; f) seja,
Shmidlin, Gilberto Nei Muller, Dulcemar Aparecida de Oliveira, Denise Terezinha ainda, julgada procedente a ação intentada a fim de que o Estado do Paraná
Sella, Francisco Ademir de Andrade, Gamaliel Bueno Galvão Filho, Ilian Lopes seja compelido, sob pena de cominação de multa diária, cujo valor deverá ser por
Vasconcelos, Heitor Rubens Raymundo, Ernesto Hamann. Advogado: Daniel Vossa Excelência estabelecido, ao cumprimento da obrigação de fazer consistente:
Wunder Hachem. Apelante (2): Dirceu Casagrande, Gabriel Montilha, Divonsir f.1) na publicação de edital com listagem atualizada contendo o número de vagas
Taborda Mafra, Edenir Pensuti, Edneia Ribeiro Alkamin, Dorothy Aparecida Franco. na carreira especial dos Advogados do Estado, classe a classe, e a relação com
Advogado: Daniel Wunder Hachem, Felipe Klein Gussoli, Romeu Felipe Bacellar os candidatos aptos a concorrerem à promoção para as mesmas; f.2) após a
Filho. Apelado: Estado do Parana. Advogado: José Anacleto Abduch Santos. publicação, na abertura do respectivo concurso de promoção, com a designação da
Órgão Julgador: 5ª Câmara Cível. Relator: Des. Carlos Mansur Arida. Julgado em: comissão concernente e o chamamento dos interessados a fim de que sejam re-
19/06/2018 enquadrados por antiguidade e merecimento, a partir dos documentos apresentados;
DECISÃO: ACORDAM os Desembargadores integrantes da Quinta Câmara g) seja, finalmente, julgada procedente a ação para que se declare o direito dos
Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, por unanimidade de ora representados de receberem a indenização por perdas decorrentes dos atos
votos, em dar provimento ao recurso e, prosseguindo na análise de mérito, ilícitos omissivos de não publicação das listagens para a consecução de suas
julgar improcedente a ação. EMENTA: EMENTA: APELAÇÃO CÍVEL. AÇÃO promoções no devido tempo, condenando-se o Estado do Paraná ao pagamento
CONDENATÓRIA.ADVOGADOS DO PODER EXECUTIVO DO ESTADO DO dos valores correspondentes, decorrentes do prejuízo causado, dos últimos cinco
PARANÁ. AÇÃO COLETIVA Nº 28.341/0000 QUE POSSUI PEDIDOS DISTINTOS, anos anteriores ao presente ajuizamento até ao cumprimento da obrigação de fazer
UM RELATIVO A DIREITOS COLETIVOS EM SENTIDO ESTRITO (JULGADO acima descrita;" (mov. 1.3)Já na presente demanda, os autores, ora apelantes,
PROCEDENTE) E OUTRO A DIREITOS INDIVIDUAIS HOMOGÊNEOS (JULGADO formularam o seguinte pedido:"d) seja julgada procedente a ação intentada a fim
IMPROCEDENTE). AUSÊNCIA DE EFEITOS ERGA OMNES DA SENTENÇA de que se declare o direito de cobrança dos Autores, obrigando o Requerido a
DE IMPROCEDÊNCIA QUANTO AOS DIREITOS INDIVIDUAIS HOMOGÊNEOS promover a pagamento da quantia correspondente aos reflexos da omissão do
- 57 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
cumprimento das promoções a que faziam jus os Autores referentes ao período de a solução não é necessariamente uma para todas as pessoas, que podem ter sua
trâmite da ação, do ajuizamento da demanda principal (Autos no 28.341/0000) até o pretensão individual acolhida ou rechaçada por circunstâncias pessoais.
cumprimento da obrigação de fazer, com base na memória de cálculo apresentada 0003 . Processo/Prot: 1579729-8 Agravo de Instrumento
em anexo, corrigidos monetariamente e aplicados os juros legais, condenando- . Protocolo: 2016/238466. Comarca: Curiuva. Vara: Juízo Único. Ação Originária:
se o Requerido ao ressarcimento de tais importâncias, bem como pagamento 0000840-90.2016.8.16.0078 Ação de Improbidade. Agravante: Amadeu de Jesus
das custas processuais e honorários advocatícios, no montante a ser por vossa da Silva. Advogado: Gabriel Morettini e Castella, Edgard Rodrigues Rocha Junior.
Excelência estabelecido." (mov. 1.1)Assim, embora os apelantes aleguem que na Agravado: Ministério Público do Estado do Paraná. Órgão Julgador: 5ª Câmara Cível.
ação nº 28.341/2005 houve pedido expresso de pagamento apenas quanto aos Relator: Des. Carlos Mansur Arida. Julgado em: 19/06/2018
cincos anos anteriores ao ajuizamento daquela ação, ao passo que aqui na presente DECISÃO: ACORDAM os Desembargadores integrantes da Quinta Câmara Cível
demanda estariam pleiteando as diferenças salariais do período compreendido do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, por unanimidade de votos, em dar
entre o ajuizamento daquela ação coletiva (22.12.2005) e a data da realização das provimento ao recurso. EMENTA: EMENTA: AGRAVO DE INSTRUMENTO. AÇÃO
promoções (em 01.12.2009 ou 28.10.2011, dependendo se o autor era da ativa CIVIL PÚBLICA. IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA.PUBLICAÇÃO DE MATÉRIA
ou inativa), não há dúvidas de que um dos pedidos formulados pela Associação EM JORNAL. ALEGADA PROMOÇÃO PESSOAL DO PREFEITO COM BASE
nos autos nº 28.341 é idêntico ao pedido formulado na presente demanda.Tanto EM OBRAS E OUTRAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS PELO MUNICÍPIO.
lá quanto aqui houve requerimento expresso de condenação do Estado do Paraná ARGUIÇÃO DE OFENSA AOS PRINCÍPIOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA.
ao pagamento de indenização pela não realização das promoções tempestivamente DECRETAÇÃO DE INDISPONIBILIDADE DOS BENS. DESCABIMENTO DA
e até que houvesse o cumprimento da obrigação de fazer, consubstanciada na CONSTRIÇÃO.MEDIDA DE CARÁTER EXCEPCIONAL DESNECESSÁRIA NO
promoção dos servidores públicos que estivessem aptos para tanto. Com relação CASO EM EXAME.PROVÁVEL AUSÊNCIA DE ENRIQUECIMENTO ILÍCITO OU
à identidade da causa de pedir, os apelantes defendem que os presentes autos DANO AO ERÁRIO. DECISÃO REFORMADA. RECURSO PROVIDO.
trazem à apreciação judicial novo suporte fático e jurídico, qual seja, a existência 0004 . Processo/Prot: 1615665-7 Apelação Cível
de decisão judicial transitada em julgado que determinou a promoção dos autores, . Protocolo: 2016/312835. Comarca: Uraí. Vara: Juízo Único. Ação Originária:
tratando-se, pois, de nova ação, proposta com base em diversa causa de pedir 0002158-21.2010.8.16.0175 Ação Civil Pública. Apelante: Celso de Campos, Anne
que ainda não foi apreciada judicialmente.Razão não lhes assiste.Em que pese o Caroline de Campos, Fernando Augusto de Campos, José Teodoro de Jesus Filho,
esforço exegético dos apelantes de tentar distinguir as causas de pedir de ambas as Centro de Formação de Condutores Campos Ltda. Advogado: Ivan Rogério da Silva.
ações, é fato que ambas repousam na demora da Administração Pública em realizar Apelado: Ministério Público do Estado do Paraná. Órgão Julgador: 5ª Câmara Cível.
as promoções.O fato de existir à época da propositura da presente demanda uma Relator: Des. Luiz Mateus de Lima. Julgado em: 19/06/2018
sentença reconhecendo o dever do Estado do Paraná de implementá-las não altera DECISÃO: ACORDAM os Desembargadores integrantes da Quinta Câmara Cível
as razões fático-jurídicas que justificam o pedido, que é o recebimento de indenização do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, por unanimidade de votos, em
em razão da demora na implementação das promoções.E, conforme muito bem conhecer do recurso de apelação e lhe dar provimento parcial, nos termos
pontuado na sentença, a questão relativa ao cabimento de indenização em razão da do voto. EMENTA: APELAÇÃO CÍVEL. AÇÃO CIVIL PÚBLICA POR ATO DE
não implementação tempestiva das promoções dos advogados do Poder Executivo IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA.VIA ADEQUADA. FRAUDE NOS EXAMES
paranaense foi resolvida no julgamento da Apelação Cível nº 553.106-4, interposta TEÓRICOS E PRÁTICOS DE DIREÇÃO PARA OBTENÇÃO DA CARTEIRA
contra a sentença proferida nos autos nº 28.341/2000, quando o pedido de cobrança NACIONAL DE HABILITAÇÃO (CNH). PRODUÇÃO DE COMPROVANTES DE
de diferenças salariais foi julgado improcedente.Independentemente do que afirmado RESIDÊNCIA FALSOS.ATOS ÍMPROBOS CONFIGURADOS. ARTIGOS 9º E
na sentença proferida nos autos nº 28.341/2000, o acórdão que a substituiu analisou 11 DA LEI Nº 8.429/92.IMPOSSIBILIDADE DE SE MENSURAR O PROVEITO
a questão assentando o entendimento de que não os advogados do Poder Executivo PATRIMONIAL OBTIDO PELOS ENVOLVIDOS. APLICAÇÃO DAS PENALIDADES
não tinham direito a indenização, pois só possuíam uma expectativa de direito DO ARTIGO 12, INCISO III, DA LEI Nº 8.429/92. READEQUAÇÃO DAS
de serem promovidos, isso sem mencionar a inexistência de prova de prejuízo, SANÇÕES. AFASTADA CONDENAÇÃO AO PAGAMENTO DE HONORÁRIOS
veja-se:"Portanto, o Estado do Paraná tem o dever de publicar os editais com os ADVOCATÍCIOS EM FAVOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO. RECURSO CONHECIDO
nomes dos Advogados aptos serem promovidos e consequentemente realizar a E PROVIDO PARCIALMENTE.
promoção.No tocante ao pagamento de indenização pela omissão do Estado em 0005 . Processo/Prot: 1639224-8 Apelação Cível
realizar as promoções devidas, não merece razão a apelante.Conforme o disposto . Protocolo: 2017/12108. Comarca: Região Metropolitana de Maringá - Foro
acima ficou claro o inadimplemento do Poder Executivo, contudo não há que se Central de Maringá. Vara: 2ª Vara da Fazenda Pública. Ação Originária:
falar em indenização.Os Advogados do Poder Executivo do Estado do Paraná 0011137-24.2011.8.16.0017 Ação Civil Pública. Apelante: Luis Aparecido Tel,
possuem uma expectativa de direito, porém a expectativa não torna o direito líquido Andrea Cristina Tavares Tel, Sheila Kátia Menta Henrique, Aquiles Henrique.
e certo.Ademais, o prejuízo deve estar comprovado para se falar em pagamento de Advogado: César Eduardo Misael de Andrade. Rec.Adesivo: Associação dos
indenização." (mov. 1.5)2.2. Nada obstante, defendem os apelantes que a ação nº Moradores da Zona 16, Feabam - Federação das Associações de Bairros de Maringá.
28.341/0000 foi proposta pela Associação dos Advogados do Poder Executivo do Advogado: Rodolfo Vassoler da Silva, Marco Antônio Bósio. Rec.Adesivo: Município
Estado do Paraná na defesa de direitos individuais homogêneos (direito à promoção de Maringá. Advogado: Letícia Ventura Soares Zanuto, Lucio Bagio Zanuto Junior.
semestral no cargo de Advogado do Poder Executivo, de origem comum), tratando- Apelado (1): Luis Aparecido Tel, Andrea Cristina Tavares Tel, Sheila Kátia Menta
se, portanto, de uma ação coletiva regulada pelo artigo 81, parágrafo único, inciso Henrique, Aquiles Henrique. Advogado: César Eduardo Misael de Andrade. Apelado
III e artigo 103, inciso III e parágrafo 2º, do Código de Defesa do Consumidor, in (2): Associação dos Moradores da Zona 16, Feabam - Federação das Associações
verbis:"Art. 81. A defesa dos interesses e direitos dos consumidores e das vítimas de Bairros de Maringá. Advogado: Rodolfo Vassoler da Silva, Marco Antônio Bósio.
poderá ser exercida em juízo individualmente, ou a título coletivo.Parágrafo único. Apelado (3): Município de Maringá. Advogado: Letícia Ventura Soares Zanuto, Lucio
A defesa coletiva será exercida quando se tratar de: (...) III - interesses ou direitos Bagio Zanuto Junior. Órgão Julgador: 5ª Câmara Cível. Relator: Des. Carlos Mansur
individuais homogêneos, assim entendidos os decorrentes de origem comum.Art. Arida. Julgado em: 19/06/2018
103. Nas ações coletivas de que trata este código, a sentença fará coisa julgada: DECISÃO: ACORDAM os Desembargadores integrantes da Primeira Câmara Cível
(...) III - erga omnes, apenas no caso de procedência do pedido, para beneficiar do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, por unanimidade de votos, em
todas as vítimas e seus sucessores, na hipótese do inciso III do parágrafo único negar provimento aos recursos de apelação e adesivo interposto pelo Município
do art. 81.(...) § 2° Na hipótese prevista no inciso III, em caso de improcedência do de Maringá e dar parcial provimento ao recurso adesivo interposto pela FEABAM
pedido, os interessados que não tiverem intervindo no processo como litisconsortes - Federação das Associações de Bairros de Maringá e Associação dos Moradores
poderão propor ação de indenização a título individual."Aduzem que em referida da Zona 16 (Dezesseis). EMENTA: EMENTA: APELAÇÃO CÍVEL. RECURSOS
ação houve a formação de coisa julgada secundum eventum litis e que, como ADESIVOS. AÇÃO CIVIL PÚBLICA PROPOSTAS POR ASSOCIAÇÕES
guardavam a qualidade jurídica de representados em ação coletiva de direitos REPRESENTATIVAS DE MORADORES DO MUNICÍPIO DE MARINGÁ. LEI
individuais homogêneos e não aturaram na qualidade de litisconsortes naquela ação, COMPLEMENTAR MUNICIPAL Nº 863/2011. ALTERAÇÃO NO PLANO DIRETOR
a sentença de improcedência do pedido indenizatório não teve o condão de lhes DA CIDADE SEM A DEVIDA PARTICIPAÇÃO POPULAR MEDIANTE AUDIÊNCIA
vincular, nem impedir a propositura individual de pleito indenizatório.Pois bem. Para PÚBLICA. MODIFICAÇÃO DA CATEGORIA DE ZONEAMENTO DA GLEBA
deslindar esta questão, é necessário notar que a ação nº 28.341/0000 possuía PATRIMÔNIO MARINGÁ. PRELIMINARES. CERCEAMENTO DE DEFESA NÃO
dois pedidos distintos: um de obrigação de fazer, relativo a um direito coletivo em VERIFICADO. ARCABOUÇO FÁTICO- PROBATÓRIO SATISFATÓRIO. PROVAS
sentido estrito; e outro de obrigação de pagar quantia, relativo a um direito individual IMINENTEMENTE DOCUMENTAIS. LIVRE CONVENCIMENTO MOTIVADO DO
homogêneo.Nos ensinamentos de Ada Pellegrini Grinover, os interesses coletivos JUIZ.LEGITIMIDADE AD CAUSAM DA ASSOCIAÇÃO DE MORADORES
em sentido estrito e os direitos individuais homogêneos distinguem-se basicamente DA ZONA 16 (DEZESSEIS) RECONHECIDA. MANIFESTO INTERESSE
em razão da divisibilidade ou indivisibilidade do objeto, veja-se:"3. É de grande SOCIAL.EXCEÇÃO AO REQUISITO DE PRÉ-CONSTITUIÇÃO PREVISTO NO
relevância a correta distinção entre os interesses ou direitos difusos e coletivos, ART. 5º, §4º DA LEI Nº 7.347/1985. LEGITIMIDADE PASSIVA DO ENTE
de um lado, e os individuais homogêneos, de outros, todos conceituados no art. MUNICIPAL MANTIDA. CONDENAÇÃO À OBRIGAÇÃO DE NÃO FAZER.
81, parágrafo único, CDC.Os interesses difusos e coletivos têm, em comum, a IMPOSSIBILIDADE DE FIGURAR NO POLO ATIVO. SENTENÇA ULTRA
transindividualidade e a indivisibilidade do objeto. Isto significa que a fruição do bem, PETITA. INOCORRÊNCIA. INTERPRETAÇÃO LÓGICO-SISTEMÁTICA. MÉRITO.
por parte de um membro da coletividade, implica necessariamente a fruição por ALEGAÇÃO DE REVOGAÇÃO TÁCITA DA LEI MUNICIPAL Nº 863 DIANTE
parte de todos eles, assim como a negação do bem, com relação a um, importa DA PROMULGAÇÃO DE DIPLOMAS LEGAIS POSTERIORES REFUTADA.
na negação para todos. A solução do conflito é, por natureza, uma para todo o NÃO CONFIRMADA A INCOMPATIBILIDADE ENTRE OS TEXTOS LEGAIS.
grupo, podendo-se dizer que, se houvesse entre seus membros um litisconsórcio, ALMEJADA DECLARAÇÃO DE INCONSTITUCIONALIDADE. CONTROLE DE
estaríamos perante a figura do litisconsórcio unitário.Já nos interesses ou direitos LEGALIDADE, NÃO DE CONSTITUCIONALIDADE.SUPOSTA VIOLAÇÃO DIRETA
individuais homogêneos, tratados coletivamente por sua origem comum, os membros À NORMA CONSTITUCIONAL NÃO CONSTATADA.DESNECESSIDADE DE
do grupo são titulares de direitos subjetivos clássicos, divisíveis por natureza, tanto REMESSA AO ÓRGÃO ESPECIAL. CASO QUE SE REVELA CONFLITO
assim que cada membro pode ingressar em juízo com sua demanda individual. E DIRETO COM LEGISLAÇÃO INFRACONSTITUCIONAL. VULNERAÇÃO AO
- 58 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
ESTATUTO DA CIDADE DEVIDO À AUSÊNCIA DE PARTICIPAÇÃO POPULAR. como a região continuaria a ser predominantemente residencial. Postulou, ao fim,
EVIDENCIADA ILEGALIDADE DA LEI MUNICIPAL Nº 863/2011.HONORÁRIOS a remessa dos autos para o juízo de origem, uma vez reconhecida a nulidade da
ADVOCATÍCIOS QUE DEVEM SER ARCADOS PELOS ASSISTENTES sentença, a condenação dos apelados ao pagamento das custas sucumbenciais e
LITISCONSORCIAIS. RECURSO ADESIVO INTERPOSTO PELAS ASSOCIAÇÕES o provimento do recurso, com a consequente reforma da sentença (mov. 1.19, fls.
REPRESENTATIVAS CONHECIDO E PARCIALMENTE PROVIDO. RECURSO 01/12).Por sua vez, FEABAM - Federação das Associações de Bairros de Maringá e
ADESIVO INTERPOSTO PELO MUNICÍPIO DE MARINGÁ CONHECIDO E Associação dos Moradores da Zona 16 (Dezesseis) apresentaram recurso adesivo,
DESPROVIDO. RECURSO DE APELAÇÃO INTERPOSTO PELOS ASSISTENTES no qual sustentaram, em suma, que: (i) não há óbice no ordenamento jurídico pátrio
LITISCONSORCIAIS CONHECIDO E DESPROVIDO.SENTENÇA PARCIALMENTE em relação à declaração incidental de inconstitucionalidade em sede de ação civil
REFORMADA.ILEGALIDADE DE LEI MUNICIPAL Nº 863/2011 RECONHECIDA E pública; (ii) assim, não se verifica usurpação de competência do Supremo Tribunal
DECLARADA.RELATÓRIO:FEABAM - Federação das Associações de Bairros de Federal; (iii) diante da inexistência de participação popular, o que violaria a Carta
Maringá e Associação dos Moradores da Zona 16 (Dezesseis) ajuizaram ação civil Magna e viciaria todo o processo legislativo, tamanha alteração no zoneamento
pública, com pedido de concessão de liminar, em face do Município de Maringá, sob da Gleba Patrimônio, por meio da Lei nº 863, é manifestamente inconstitucional.
a alegação de que a Lei Municipal nº 863/2011 é eivada de inconstitucionalidade. Os Requereu, ao final, o provimento do recurso, com a consequente reforma da sentença
autores narraram que referido diploma legal adveio de um Projeto de Lei de 2010 objurgada, a fim de reconhecer a inconstitucionalidade da Lei Municipal (mov. 1.19,
submetido à apreciação do Conselho Municipal de Planejamento e Gestão Territorial fls. 24/32).Igualmente, apresentaram suas contrarrazões à apelação interposta pelos
de Maringá, o qual emitiu parecer contrário à sua aprovação, bem como recebeu proprietários do imóvel, pugnando pelo desprovimento do recurso (mov. 1.19, fls.
veto do Prefeito à época dos fatos. No entanto, em sessão ordinária, o projeto fora 33/42).Contrarrazões do Município de Maringá acostadas ao movimento 1.20, fls.
aprovado na Câmara de Vereadores, sendo a citada Lei promulgada e publicada 12/33, nas quais clamou pelo desprovimento de ambos os recursos interpostos -
em 2011, cujo teor objetivava a alteração do Plano Diretor de Maringá ao suprimir tanto o de apelação, como o adesivo - mantendo-se inalterada a sentença. O ente
rua já desapropriada pela Municipalidade.Expuseram que a modificação se daria nas municipal também interpôs o seu recurso adesivo, no qual articulou, sucintamente,
diretrizes viárias incidentes sobre os lotes 252-A/1/252-B e 253 na Gleba Patrimônio que: (i) inexiste conflito de interesse da municipalidade, uma vez que o próprio
Maringá, os quais teriam sua classificação no zoneamento urbano transformadas de prefeito tinha vetado a Lei Municipal nº 863, o que implicaria na exclusão do Município
Zona Residencial 1 (ZR-1), para Zona Residencial 3 (ZR-3), permitindo a construção do polo passivo, ou, ainda, na integração do polo ativo da demanda; (ii) a sentença
de prédios em uma área de condomínios horizontais - o que ultrajou a Lei de uso se caracteriza como ultra petita, pois nela foi determinado que o ente municipal
e ocupação do solo do Município. Assim, a Lei Municipal nº 863/2011 privilegiou estava obrigado a não modificar a diretriz viária, enquanto o correto seria ?não
interesses individuais em detrimento da coletividade, pois o bairro onde estão excluir?; (iii) houve revogação tácita da Lei Municipal nº 863, haja vista que foram
localizados os lotes citados não detém condições de suportar os efeitos ocasionados sancionadas Leis posteriores, quais sejam, nº 888/2011 e nº 886/2011, cujas normas
pela alteração de zoneamento e pela supressão viária, bem como a área de mantiveram a categoria ZR-1 da área sub judice e não eliminaram a diretriz viária
preservação permanente de mata ciliar do Córrego Betty seria comprometida.Ainda, que seria suprimida com a vigência da citada Lei. Reivindicou, ao fim, a exclusão
relataram que não foi observada a participação popular mediante a realização de do polo passivo e alocação no polo ativo da ação, ou, em caso de entendimento
audiência pública com a associações de bairros e cidadãos interessados, nos termos diverso, o provimento do recurso a fim de reformar a sentença no que alude à
do artigo 29, inciso XII da Constituição Federal, do artigo 115-F da Constituição substituição dos termos ?proibição de modificar? por ?proibição de suprimir? a
Estadual do Paraná e do artigo 214 da Lei Municipal nº 632/2006, a qual cuida diretriz viária mencionada, e à perda do objeto ante a revogação tácita em razão
do Plano Diretor de Maringá. Sustentaram, desse modo, que a Lei Municipal nº das leis municipais posteriores citadas (mov. 1.24, fls. 01/17).Luís Aparecido Tel e
863/2011 é inconstitucional em razão da falta de conferência pública, da possibilidade outros apresentaram contrarrazões ao recurso adesivo interposto pelo Município de
de causar danos irreversíveis ao meio ambiente, da afronta ao plano diretor Maringá, pedindo o desprovimento deste (mov. 1.29, fls. 09/14).Ainda, FEABAM -
municipal e da vulneração dos princípios da moralidade, publicidade, eficiência Federação das Associações de Bairros de Maringá e Associação dos Moradores
e isonomia.Assim, requereram a concessão de medida liminar para a imediata da Zona 16 (Dezesseis) ofereceram também contrarrazões em relação ao recurso
suspensão da Lei Complementar Municipal nº 863/2011, com o fito de não autorizar interposto pelo Município de Maringá para que fosse negado provimento a este
qualquer alvará de licença, construção ou correlatos, a dispensa do cumprimento e fossem afastados expressa e definitivamente os efeitos da Lei Municipal nº
do requisito temporal para a constituição de associações aptas a propor ações 863 (mov. 28.1).Por fim, em razão da conexão com a ação civil pública nº
civis públicas em razão do interesse social manifestado e a procedência do pedido, 0012305-61.2011.8.16.0017, proposta pelo Ministério Público do Estado do Paraná,
em especial, no que tange ao reconhecimento incidental da inconstitucionalidade e em face de todos os recursos interpostos nestes autos, o órgão ministerial
da citada lei.Presentes os requisitos do artigo 273 do antigo Código de Processo apresentou contrarrazões, nas quais requereu o provimento apenas do recurso
Civil, foi concedida a antecipação da tutela em sede de liminar inaudita altera adesivo da FEABAM e da Associação dos Moradores da Zona 16, com o escopo
pars com o fim de afastar integralmente os efeitos da Lei Complementar Municipal de declarar incidentalmente a inconstitucionalidade da Lei Complementar Municipal
nº 863, bem como foi permitido à Associação dos Moradores da Zona 16 figurar nº 863/2010, e a condenação dos recorrentes tal qual formulado na petição inicial,
como parte autora por se encaixar na exceção prevista no § 4º do artigo 5º, inciso além da averbação das restrições nas respectivas matrículas imobiliárias (mov.
I da Lei nº 7.347/85 (mov. 1.10, fls. 05 a 07).Em razão do litisconsorte passivo 31.1).Encaminhados os autos à D. Procuradoria Geral de Justiça, foi emitido parecer
necessário, Luis Aparecido Tel e Aquiles Henrique intervieram no feito, a fim de com o mesmo entendimento, qual seja, dar provimento tão somente ao recurso
solicitar a ingressão no mesmo como assistentes, uma vez que são, respectivamente, adesivo interposto pela FEABAM e Associação dos Moradores da Zona 16 (fls.
proprietários dos lotes 252-A/1/252-B e do lote 253 (mov. 1.11, fls. 01/26). Pedido 12/16-TJ).Ato contínuo, as partes foram intimadas para se manifestarem acerca da
este que foi acolhido pelo magistrado a quo, como se verifica no mov. 1.16, fl. inconstitucionalidade da Lei Municipal 863/2010 (fl. 24-TJ).Desse modo, o Município
08.O Município de Maringá, em manifestação, emitiu entendimento convergente de Maringá se manifestou pela procedência do incidente de inconstitucionalidade da
ao exposto na inicial, inexistindo conflito de interesse, motivo pelo qual deixou de discutida Lei e pela sua exclusão do polo passivo da ação (fls.28/31-TJ). No mesmo
apresentar contestação (mov. 1.16, fls. 01/06).Adveio a sentença, por meio da qual o compasso, o Ministério Público também se posicionou pela declaração, incedenter
d. juiz de origem julgou parcialmente procedente a demanda e afastou os efeitos da tantum, de inconstitucionalidade (fls. 35/51-TJ).Em nova vista à D. Procuradoria,
Lei Municipal nº 863/2011, confirmando a liminar concedida. Ainda, entendeu que, esta reiterou os termos do pronunciamento anteriormente exarado (fls.54-TJ).Após,
embora fosse possível buscar a declaração incidental de inconstitucionalidade em vieram os autos a este E. TJPR.É o relatório.VOTO E SEUS FUNDAMENTOS:1.
ação civil pública, isto somente poderia ocorrer quando o decisum gerasse efeitos Admissibilidade.Presentes os pressupostos de admissibilidade recursal extrínsecos
apenas entre as partes que compõem a demanda, o que não se verificava neste e intrínsecos, conheço do recurso de apelação e dos recursos adesivos interpostos e
caso, pois se constatava a presença de interesses e direitos coletivos de natureza passo a analisá-los.2. Preliminares.Luís Aparecido Tel e sua esposa Andrea Cristina
indivisível. Neste sentido, explanou que eventual declaração de inconstitucionalidade Tavares Tel, proprietários do lote 252-A/1/252-B, bem como Aquiles Henrique e
incorreria em usurpação de competência exclusiva do Supremo Tribunal Federal, sua esposa Sheila Kátia Menta Henrique, proprietários do lote 253, ora apelantes,
razão pela qual se limitou apenas a afastar os efeitos da citada Lei a fim de impedir interpuseram recurso, no qual discorrem sobre a ocorrência de cerceamento de
a supressão das diretrizes viárias incidentes sobre os lotes 252-A/1/252-B e 253 da defesa, a descabida condenação ao pagamento dos honorários advocatícios, a
Gleba Patrimônio Maringá e manter o zoneamento urbano desta área na categoria ilegitimidade ativa da Associação de Moradores da Zona 16 (Dezesseis) e refutam a
Zona Residencial 1. Condenou, por fim, Luiz Aparecido Tel e Aquiles Henrique e inconstitucionalidade da Lei Complementar Municipal nº 863.FEABAM - Federação
respectivos cônjuges, Andrea Cristina Tavares Tel e Sheila Kátia Menta Henrique, das Associações de Bairros de Maringá e Associação dos Moradores da Zona 16
à obrigação de não construir edifícios fora do padrão ZR-1 e ao pagamento das (Dezesseis), ora recorrentes 1, apresentaram recurso adesivo sob as alegações de
custas processuais e dos honorários advocatícios no valor de R$ 2.000,00 (dois que é possível a declaração incidental de inconstitucionalidade em sede de ação civil
mil reais).Quanto ao Município de Maringá, uma vez que não deu causa à ação, pública sem incorrer em usurpação de competência do Supremo Tribunal Federal,
absteve-se de condená-lo as custas sucumbenciais (mov. 1.18, fls. 11).Assim, Luis bem como é flagrante a violação à Carta Magna diante da inexistência de participação
Aparecido Tel e outros interpuseram recurso de apelação, em cujas razões alegaram, popular na alteração de zoneamento da Gleba Patrimônio, por meio da Lei nº863.Por
em síntese, que: (i) houve cerceamento de defesa ao passo que solicitaram a oitiva sua vez, o Município de Maringá, ora recorrente 2, em seu recurso adesivo, versou
de Luis Aparecido Tel, a qual foi negada, ensejando, assim, a nulidade da sentença sobre a inexistência de conflito de interesse no que tange à Lei Municipal nº 863, o
proferida; (ii) é descabida a condenação aos honorários advocatícios, uma vez que que emanaria na sua exclusão do polo passivo, passando a figurar no polo ativo da
são meros assistentes na lide; (iii) a Associação dos Moradores da Zona 16 padece demanda, além da sentença ser ultra petita ao empregar determinadas expressões,
de legitimidade ativa, pois sua constituição falha no requisito temporal, tendo sido e, por fim, a referida Lei já se encontra revogada tacitamente pelos adventos das
criada em março de 2011 com o único intuito de propor a presente ação; (iv) não foi Leis Municipais nº 888/2011 e nº 886/2011.Ao compulsar os autos, conclui-se que
alcançada a declaração incidental de inconstitucionalidade, estando ainda em vigor apenas o recurso adesivo interposto pela FEABAM - Federação das Associações de
a Lei Municipal nº 863, a qual deve ser aplicada em sua plenitude; (v) também foram Bairros de Maringá e Associação dos Moradores da Zona 16 (Dezesseis) merece
prejudicados com a via projetada, haja vista que o verdadeiro lote beneficiado foi o alcançar parcial provimento, pelos motivos a seguir expostos.2.1. Do cerceamento de
de nº 254; (vi) a alteração prevista na mencionada Lei municipal se estenderia aos defesa.Articulam os apelantes Luís Aparecido Tel e outros que o deslinde processual
demais proprietários de imóveis da área, em respeito ao princípio da isonomia, bem é eivado de nulidade, uma vez que houve cerceamento de defesa, eis que não se
- 59 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
deu a oitiva de um dos assistentes, Luís Aparecido Tel, o que seria essencial para o paisagístico....§ 4.°: O requisito da pré-constituição poderá ser dispensado pelo juiz,
esclarecimento dos fatos e constituição do direito alegado.Contudo, não se vislumbra quando haja manifesto interesse social evidenciado pela dimensão ou característica
que o julgamento antecipado da lide tenha acarretado qualquer prejuízo às partes, ao do dano, ou pela relevância do bem jurídico a ser protegido.Neste cenário, em que
passo que a resolução da mesma circunda elementos iminentemente documentais já pese a constituição da Associação somente em março de 2011 frente à propositura
introduzidos no arcabouço fático- probatório, os quais se mostraram suficientes para da demanda logo em maio do mesmo ano, infere-se que há manifesto interesse
a elucidação do caso sob testilha.Assim, a ausência de manifestação do magistrado social pela dimensão do possível dano com a aplicação da Lei Municipal nº 863,
de origem em relação à oitiva do réu não implica em cerceamento de defesa, haja ao passo que alteraria a natureza do zoneamento da área, suprimiria diretrizes
vista a presença de elementos suficientes para o aclaramento da questão, o que viárias importantes da região e ameaçaria a incolumidade da área de preservação
autoriza ao julgador efetivar uma prestação jurisdicional célere, podendo dispensar a permanente (Córrego Betty) localizada logo ao fim dos mencionados lotes 252-
produção de demais provas. Isto porque o magistrado é o destinatário final da prova A/1/B e 253.Ainda, constata-se a pertinência temática, haja vista que se trata de
e cabe somente a ele decidir quais se mostram indispensáveis para a compreensão uma associação cujos objetivos e finalidades se traduzem na promoção da "defesa
da causa, em primazia ao livre convencimento motivado. Ademais, os apelantes não dos Associados, junto à sociedade e os Poderes Públicos e a proteção ao meio
chegaram nem mesmo a especificar qual o ponto controverso seria esclarecido com ambiente, ao patrimônio histórico, estético e paisagístico..." através de programas
sua oitiva, limitando-se a um pedido genérico sob o argumento de que traria fatos como o incentivo da vida comunitária no bairro e promoção, representação e defesa
que corroborariam com o deslinde da questão.Também, nos termos do artigo 385 do jurídica dos interesses dos associados (mov.1.2, fl. 74).Além disso, nota-se que os
Código de Processo Civil1, cabe a uma das partes requerer o depoimento pessoal associados fundadores e diretores que integram seu quadro são domiciliados em
da outra, ou, é permitido ao juiz ordená-lo de ofício.Uma vez pleiteada pela própria logradouros nos arredores da rua que seria extinta com a aplicação de referida
parte sua oitiva, nada impede a dispensa pelo magistrado da produção de prova Lei Municipal (mov. 1.2. fl. 98).Ademais, como bem consignado pelo magistrado de
oral ao averiguar que "o acervo documental acostado aos autos possui suficiente origem, houve pedido expresso na exordial para que fosse concedida a benesse
força probante para nortear e instruir seu entendimento. " (REsp nº 102303/PE, prevista no §4 do supracitado artigo da Lei nº 7.347/85. Dispensa esta permitida,
Sexta Turma, Relator Min.Vicente Leal, Data do Julgamento: 27/04/1999, DJ de conforme trecho transcrito:"20. Supondo que a Associação autora tenha sido criada
17/05/99).Assim já decidiu o Superior Tribunal de Justiça:AGRAVO REGIMENTAL justamente para possibilitar o ajuizamento da presente, necessário reconhecer que
NO AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL. PROCESSUAL CIVIL E CIVIL. OFENSA de tal conjuntura extrai-se a presunção de urgência na medida, urgência esta que
AO ART. 535 DO CPC.AUSÊNCIA. ACIDENTE DE TRÂNSITO.INDENIZAÇÃO impediu os interessados de aguardarem pela atuação do Ministério Público.21. Ora, a
POR DANOS MORAIS.REQUISITOS DA REPARAÇÃO CIVIL CONFIGURADOS. lei municipal que os autores visam rechaçar tem o condão de surtir efeitos imediatos,
REEXAME DE MATÉRIA FÁTICO-PROBATÓRIA. SÚMULA 7/STJ.1 Art. 385. os quais, segundo constam da inicial, causarão prejuízos imensuráveis à região
Cabe à parte requerer o depoimento pessoal da outra parte, a fim de que localizada nos arredores dos lotes 252- A/1/252-B e 253..." (mov. 1.18, fl. 06).
esta seja interrogada na audiência de instrução e julgamento, sem prejuízo do Ainda, sobre a possiblidade de flexibilização do requisito temporal das associações
poder do juiz de ordená-lo de ofício. QUANTUM INDENIZATÓRIO. PEDIDO DE com legitimidade ad causam, já se manifestou a c. Corte Superior:RECURSO
REDUÇÃO. VALOR RAZOÁVEL. NECESSIDADE DE PRODUÇÃO DE PROVAS. ESPECIAL. AÇÃO CIVIL PÚBLICA.PRODUTOS ALIMENTÍCIOS. OBRIGAÇÃO
ALEGAÇÃO DE CERCEAMENTO DE DEFESA. INEXISTÊNCIA.JUROS DE MORA. DE INFORMAR A PRESENÇA OU NÃO DE GLÚTEN.LEGITIMIDADE ATIVA DE
SÚMULA 54 DESTA CORTE SUPERIOR. AGRAVO REGIMENTAL DESPROVIDO. ASSOCIAÇÃO.REQUISITO TEMPORAL. CONSTITUIÇÃO HÁ, PELO MENOS, UM
1. (...) 2. (...) 3. (...) 4. Não ocorre cerceamento de defesa quando as instâncias ANO. FLEXIBILIZAÇÃO.INTERESSE SOCIAL E RELEVÂNCIA DO BEM JURÍDICO
ordinárias assentam que os fatos discutidos encontram-se plenamente delineados e TUTELADO. DIREITO HUMANO À ALIMENTAÇÃO ADEQUADA. PERTINÊNCIA
comprovados nos autos. A dispensa da oitiva de testemunha, a qual nem sequer foi TEMÁTICA DEMONSTRADA. DEFESA DOS CONSUMIDORES. PROMOÇÃO DA
encontrada pela parte interessada, não constitui razão para declaração de nulidade SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL. 1. As associações civis, para ajuizar
da instrução probatória. 5. (...) 6. Agravo regimental a que se nega provimento.(STJ. ações civis públicas ou coletivas, precisam deter representatividade adequada
AgRg no AREsp 564418 / SC. Quarta Turma. Relator(a) Ministro RAUL ARAÚJO. do grupo que pretendam defender em juízo, aferida à vista do preenchimento
Data do Julgamento: 24/02/2015. DJe 20/03/2015.) (Destaquei).Este também é o de dois requisitos: a) pré-constituição há pelo menos um ano nos termos da lei
posicionamento deste e. TJPR acerca do tema:APELAÇÃO CÍVEL PELA PARTE RÉ civil - dispensável, quando evidente interesse social; e b) pertinência temática -
- AÇÃO DE IMISSÃO NA POSSE - SENTENÇA QUE JULGOU PROCEDENTE A indispensável e correspondente à finalidade institucional compatível com a defesa
PRETENSÃO - . CERCEAMENTO DE DEFESA - INOCORRÊNCIA - PRETENSÃO judicial do interesse.2. Quanto ao requisito temporal, a jurisprudência do Superior
DE OITIVA DE TESTEMUNHAS NÃO1 JUSTIFICADA EM MOMENTO OPORTUNO Tribunal de Justiça é firme quanto à possibilidade de dispensa do requisito de um
PELA RÉ - JULGADOR QUE É O DESTINATÁRIO FINAL DA PROVA ano de pré-constituição da associação, nos casos de interesse social evidenciado
POSSIBILIDADE DE QUE SEJAM DISPENSADOS ATOS INSTRUTÓRIOS pela dimensão do dano e pela relevância do bem jurídico a ser protegido. 3.(...)
DESNECESSÁRIOS À LIDE, DE ACORDO COM O LIVRE CONVENCIMENTO 4. (...) 5. A pertinência temática exigida pela legislação, para a configuração da
MOTIVADO USUCAPIÃO COMO MATÉRIA DE DEFESA - NÃO ACOLHIMENTO - legitimidade em ações coletivas, consiste no nexo material entre os fins institucionais
IMÓVEL2. OBJETO DE GARANTIA HIPOTECÁRIA, ADJUDICADO PELO CREDOR do demandante e a tutela pretendida naquela ação. É o vínculo de afinidade
HIPOTECÁRIO ANTE INADIMPLÊNCIA DA RÉ IMÓVEL POSTERIORMENTE temática entre o legitimado e o objeto litigioso, a harmonização entre as finalidades
ARREMATADO EM LEILÃO PELA AUTORA - REQUISTOS DA USUCAPIÃO institucionais dos legitimados e o objeto a ser tutelado na ação civil pública. 6.
NÃO VERIFICADOS - POSSE PRECÁRIA E INEXISTÊNCIA DE - POSSE DA Entretanto, não é preciso que uma associação civil seja constituída para defender
RÉ VINCULADA AO TITULAR DOANIMUS DOMNI DOMÍNIO, EM RAZÃO DE em juízo especificamente aquele exato interesse controvertido na hipótese concreta.
CONTRATO DE FINANCIAMENTO IMOBILIÁRIO, CONDIÇÃO ESTA QUE IMPEDE 7. O juízo de verificação da pertinência temática há de ser responsavelmente
A CONFIGURAÇÃO DA USUCAPIÃO NO ÂMBITO DE RELAÇÕES CONTRATUAIS flexível e amplo, em contemplação ao princípio constitucional do acesso à justiça,
- VÍNCULO COM O IMÓVEL LIGADO A SENTIMENTO DE PROPRIEDADE mormente a considerar-se a máxima efetividade dos direitos fundamentais.8. No
DECORRENTE DO CONTRATO INICIALMENTE FIRMADO INEXISTÊNCIA DE caso concreto, a Abracon possui entre os fins institucionais a promoção da
POSSE MANSA E PACÍFICA APELANTE REVEL EM AÇÃO DE EXECUÇÃO segurança alimentar e nutricional, assim como a melhoria da qualidade de vida,
DE TÍTULO MOVIDA PELA CEF, DECORRENTE DO INADIMPLEMENTO especialmente no que diz respeito a qualidade de produtos e serviços, estando,
CONTRATUAL DO FINANCIAMENTO - OPOSIÇÃO À POSSE E PROPRIEDADE dessa forma, configurada a pertinência temática. 9. Recurso especial provido.(STJ.
DA APELANTE - PROVA DA POSSE INJUSTA DA REQUERIDA QUE, SEM REsp 1357618 / DF. Quarta Turma.Relator(a) Ministro LUIS FELIPE SALOMÃO.
POSSUIR TÍTULO DE DOMÍNIO, PRETENDE PERMANECER NO IMÓVEL - Data do Julgamento: 26/09/2017. DJe 24/11/2017) (Destaquei).PROCESSUAL
SENTENÇA MANTIDA - 4. NEGADO PROVIMENTO AO RECURSO.(TJPR. AC CIVIL E CONSUMIDOR. AÇÃO CIVIL PÚBLICA. ASSOCIAÇÃO DE DEFESA DO
0001411-21.2014.8.16.0017.Maringá. 17ª Câmara Cível. Relator (a): Tito Campos CONSUMIDOR. LEGITIMIDADE ATIVA. EXPRESSA INCIDÊNCIA DO ART. 82,
de Paula. Data do Julgamento: 08/03/2018. Data da Publicação: 12/03/2018) IV, DO CDC.REQUISITO TEMPORAL. DISPENSA.POSSIBILIDADE. DIREITOS
(Destaquei)Deste modo, não há que se falar de nulidade da sentença por INDIVIDUAIS HOMOGÊNEOS. DIREITO DE INFORMAÇÃO.PRODUTO. GLÚTEN.
cerceamento de defesa.2.2. Da ilegitimidade ativa da parte autora.Os apelantes DOENÇA CELÍACA. DIREITO À VIDA. 1.
também acoimam sobre a ilegitimidade ativa da Associação dos Moradores da Zona 0006 . Processo/Prot: 1689378-6 Apelação Cível
16 (Dezesseis) ao passo que esta teria sido criada unicamente para dar condições à . Protocolo: 2017/115684. Comarca: Foro Regional de Pinhais da Comarca da
ação proposta, padecendo do requisito de pré- constituição.Entretanto, neste ponto, Região Metropolitana de Curitiba. Vara: Vara Cível e da Fazenda Pública. Ação
razão não lhes socorre.São duas as condições a serem preenchidas que legitimam a Originária: 0010819-85.2014.8.16.0033 Embargos a Execução. Apelante: Gustavo
atuação de associação como eventual autora de uma ação civil pública, quais sejam, Darif Bortoini. Advogado: Gustavo Darif Bortolini. Apelado: Estado do Paraná.
o critério temporal de existência prévia da associação por pelo menos um ano e a Advogado: Ronildo Gonçalves da Silva. Órgão Julgador: 5ª Câmara Cível. Relator:
pertinência temática, na qual se identifica a finalidade institucional compatível com o Des. Luiz Mateus de Lima. Julgado em: 19/06/2018
bem jurídico defendido.Todavia, em casos em que o interesse social pela dimensão DECISÃO: ACORDAM os Desembargadores integrantes da Quinta Câmara Cível do
do dano e a relevância do bem jurídico a ser protegido ficam evidentes, pode o Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, por unanimidade de votos, em conhecer
julgador dispensar o requisito da pré-constituição temporal.Neste compasso, verifica- do recurso de apelação e dar-lhe provimento, nos termos do voto. EMENTA:
se a existência de uma permissão legal expressa na Lei nº 7.347/1985 que possibilita APELAÇÃO CÍVEL. EMBARGOS À EXECUÇÃO FISCAL. VALORES REFERENTES
a flexibilização das exigências acerca da legitimidade ad causam de associações À DEVOLUÇÃO DE REMUNERAÇÃO POR CARGO EM COMISSÃO. SENTENÇA
para ações civis públicas.Tal exceção é consagrada no referido diploma legal em QUE EXTINGUIU O FEITO SEM RESOLUÇÃO DO MÉRITO POR FALTA DE
seu artigo 5º, parágrafo 4º: Art. 5º Têm legitimidade para propor a ação principal e GARANTIA DO JUÍZO. APELO DO EMBARGANTE. ALEGAÇÃO DE ERRO DO
a ação cautelar: ...V - a associação que, concomitantemente: a) esteja constituída JUÍZO. ACOLHIMENTO. DECISÃO ANTERIOR QUE SUBSTITUIU O AUTO DE
há pelo menos 1 (um) ano nos termos da lei civil; b) inclua, entre suas finalidades PENHORA PELO BLOQUEIO VIA RENAJUD E DETERMINOU A INTIMAÇÃO
institucionais, a proteção ao patrimônio público e social, ao meio ambiente, ao PARA APRESENTAÇÃO DE EMBARGOS À EXECUÇÃO. INTELIGÊNCIA DO
consumidor, à ordem econômica, à livre concorrência, aos direitos de grupos ART. 16, III DA LEF. ADEMAIS, VIOLAÇÃO À VEDAÇÃO DA DECISÃO
raciais, étnicos ou religiosos ou ao patrimônio artístico, estético, histórico, turístico e SURPRESA (ART. 10 DO CPC). SENTENÇA CASSADA.DETERMINAÇÃO DE
- 60 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
PROSSEGUIMENTO DO FEITO A FIM DE QUE SEJA OPORTUNIZADA A . Protocolo: 2018/35906. Comarca: Foro Central da Comarca da Região
SUBSTITUIÇÃO DA PENHORA. RECURSO DE APELAÇÃO CONHECIDO E Metropolitana de Curitiba. Vara: 5ª Vara da Fazenda Pública. Ação Originária:
PROVIDO. 1709466-9 Agravo de Instrumento. Embargante: Luiz Guilherme de Almeida Tizzot.
0007 . Processo/Prot: 1692400-8/01 Embargos de Declaração Cível Advogado: Samanta Maria Pineda Stanischesk, Manoele Krahn, Luiza de Araújo
. Protocolo: 2018/38399. Comarca: Foro Central da Comarca da Região Furiatti, Maria Fernanda Dozza Messagi, Manoela Moreira de Andrade. Embargado:
Metropolitana de Curitiba. Vara: 5ª Vara da Fazenda Pública. Ação Originária: Instituto Ambiental do Paraná - Iap. Advogado: Cecy Thereza Cercal Kreutzer de
1692400-8 Apelação Civel. Embargante: Assoc. Paranaense do Ministério Publico. Góes. Órgão Julgador: 5ª Câmara Cível. Relator: Des. Carlos Mansur Arida. Julgado
Advogado: Francisco Zardo, Rogéria Fagundes Dotti Dória. Embargado: Estado do em: 19/06/2018
Paraná. Advogado: Marina Codazzi da Costa. Órgão Julgador: 5ª Câmara Cível. DECISÃO: ACORDAM os Desembargadores integrantes da Quinta Câmara
Relator: Des. Carlos Mansur Arida. Julgado em: 19/06/2018 Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, por unanimidade de
DECISÃO: ACORDAM os Desembargadores integrantes da Quinta Câmara Cível votos, em negar provimento aos embargos de declaração. EMENTA: EMENTA:
do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, por unanimidade de votos, em EMBARGOS DE DECLARAÇÃO.INEXISTÊNCIA DE QUALQUER VÍCIO A
negar provimento aos embargos de declaração. EMENTA: EMENTA: EMBARGOS SER SANADO. MATÉRIA ANALISADA NO ACÓRDÃO JULGADO. AUSÊNCIA
DE DECLARAÇÃO. INEXISTÊNCIA DE QUALQUER VÍCIO A SER SANADO DE OMISSÃO OU CONTRADIÇÃO. MERO INCONFORMISMO. RECURSO
(ART. 1.022, CPC). MATÉRIA ANALISADA NO ACÓRDÃO JULGADO. AUSÊNCIA DESPROVIDO.RELATÓRIO:
DE OMISSÃO OU CONTRADIÇÃO. MERO INCONFORMISMO.RECURSO 0012 . Processo/Prot: 1715849-5 Agravo de Instrumento
DESPROVIDO. . Protocolo: 2017/188007. Comarca: Paranavaí. Vara: 2ª Vara Cível e da Fazenda
0008 . Processo/Prot: 1692500-3 Agravo de Instrumento Pública. Ação Originária: 0001094-53.2006.8.16.0130 Liquidação de Sentença.
. Protocolo: 2017/131024. Comarca: Foro Regional de Campo Largo da Comarca da Agravante: Elza Batista da Silva, Neide Rodrigues da Silva, Paulo Sérgio Rodrigues
Região Metropolitana de Curitiba. Vara: 2ª Vara Cível e da Fazenda Pública. Ação da Silva. Advogado: Fábio Vilela Euzébio. Agravado: Ministério Público do Estado do
Originária: 0004752-23.2017.8.16.0026 Ação Civil Pública. Agravante: Alexandre Paraná. Interessado: Nanci Rodrigues da Silva, Shirlei Rodrigues da Silva de Assis,
Marcel Kuster Guimarães. Advogado: Rodrigo da Rocha Stremel Torres. Agravado: Neuza Rodrigues da Silva Oliveira. Advogado: Ana Lúcia Fernandes de Oliveira,
Ministério Público do Estado do Paraná. Interessado: Estado do Paraná. Advogado: Andréa Daniella Azevedo. Interessado: Marcia Amorim da Silva, Sonia Rodrigues da
Paulo Sérgio Rosso. Órgão Julgador: 5ª Câmara Cível. Relator: Des. Carlos Mansur Silva da Câmara, Thiago Amorim da Silva Boldrin. Órgão Julgador: 5ª Câmara Cível.
Arida. Julgado em: 19/06/2018 Relator: Des. Adalberto Jorge Xisto Pereira. Relator Convocado: Juiz Subst. 2º G.
DECISÃO: ACORDAM os Desembargadores integrantes da Quinta Câmara Cível Rogério Ribas. Julgado em: 05/06/2018
do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, por unanimidade de votos, em DECISÃO: ACORDAM os Desembargadores integrantes da 5ª Câmara Cível do
dar provimento ao recurso. EMENTA: EMENTA: AGRAVO DE INSTRUMENTO. Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, por unanimidade de votos, em DAR
AÇÃO CIVIL PÚBLICA DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA.PROPAGANDA PROVIMENTO ao Agravo de Instrumento, para determinar que sejam refeitos
INSTITUCIONAL. VEICULAÇÃO DE NOME E IMAGEM DE DEPUTADO os cálculos da liquidação, de acordo com o que foi expressamente requerido
ESTADUAL.ALEGADA VIOLAÇÃO AO ART. 37, § 1º DA CONSTITUIÇÃO pelo MINISTÉRIO PÚBLICO na petição de mov. 1.45, ou seja, com juros
FEDERAL. COMPETÊNCIA ABSOLUTA DO FORO DO LOCAL DO moratórios de 0,5% ao mês e correção monetária pelo INPC, além da dedução de
DANO.RESSARCIMENTO DE VALORES AUTORIZADO PELA ASSEMBLEIA valores relativos ao imposto de renda e contribuição previdenciária, na forma da
LEGISLATIVA DO ESTADO DO PARANÁ. APLICAÇÃO DO ARTIGO 2º DA LEI Nº fundamentação acima. EMENTA: AGRAVO DE INSTRUMENTO. AÇÃO POPULAR
7.347/85. REMESSA A UMA DAS VARAS DA CAPITAL DO ESTADO. RECURSO EM FASE DE LIQUIDAÇÃO DE SENTENÇA (POR ARTIGOS). CONDENAÇÃO DE
CONHECIDO E PROVIDO. VEREADORES DA LEGISLATURA 1997/2000 DO MUNICÍPIO DE PARANAVAÍ
0009 . Processo/Prot: 1694284-2/01 Embargos de Declaração Cível A RESTITUÍREM VALORES AOS COFRES PÚBLICOS, EM DECORRÊNCIA DO
. Protocolo: 2018/225. Comarca: Palotina. Vara: Vara Cível, da Fazenda Pública, AUMENTO IRREGULAR DOS PRÓPRIOS SALÁRIOS.DESMEMBRAMENTO DO
Acidentes do Trabalho, Registros Públicos e Corregedoria do Foro Extrajudicial, FEITO EM RELAÇÃO A UM DOS VEREADORES, PORQUANTO FALECIDO.
Juizado Especial Cível e Juizado Especial da Fazenda Pública. Ação Originária: INCLUSÃO DOS HERDEIROS (VIÚVA E FILHOS) AO POLO PASSIVO.PEDIDO
1694284-2 Apelação Civel. Embargante: Estado do Paraná. Advogado: Victor EXPRESSO DO PARQUET PARA ADOÇÃO DO INPC COMO ÍNDICE DE
Augusto Lima de Paula. Embargado (1): Ministério Público do Estado do Paraná. CORREÇÃO MONETÁRIA E JUROS MORATÓRIOS EM 0,5% AO MÊS. Agravo
Embargado (2): Simão da Rocha. Advogado: Cauê Röse de Oliveira. Interessado: de Instrumento nº 1.715.849-5 fl. 2ACOLHIMENTO PELO JUÍZO. CÁLCULO
Claudio Aparecido Ferreira, Paulo Ervino Labrenz, Claudia Ramos, Camila Reigel JUDICIAL QUE ADOTA A MÉDIA DO INPC E IGP-DI E JUROS DE MORATÓRIOS
Cardoso, Heliane Kechner. Órgão Julgador: 5ª Câmara Cível. Relator: Des. Carlos ESCALONADOS (0,5% AO MÊS ATÉ O ADVENTO DO NOVO CÓDIGO CIVIL, E
Mansur Arida. Julgado em: 19/06/2018 1% AO MÊS A PARTIR DE ENTÃO). HOMOLOGAÇÃO DOS CÁLCULOS PELO
DECISÃO: ACORDAM os Desembargadores integrantes da Quinta Câmara Cível JUÍZO.IMPOSSIBILIDADE DE ALTERAÇÃO DOS CRITÉRIOS JÁ DEFINIDOS
do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, por unanimidade de votos, SOB PENA DE VIOLAÇÃO AOS ARTIGOS 471 E 473 DO CPC/73 E
em dar provimento aos embargos de declaração com atribuição de efeitos DO PRINCÍPIO QUE VEDA COMPORTAMENTO CONTRADITÓRIO. TERMO
infringentes. EMENTA: EMENTA: EMBARGOS DE DECLARAÇÃO. SENTENÇA DE INICIAL DOS JUROS MORATÓRIOS.RESSARCIMENTO DE VALORES QUE
IMPROCEDÊNCIA PROFERIDA EM AÇÃO DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA COMPREENDE O PERÍODO DE JANEIRO/1997 A DEZEMBRO/2000. CITAÇÃO
MANTIDA EM SEDE DE RECURSO DE APELAÇÃO. CONDENAÇÃO DO ESTADO OCORRIDA EM ABRIL/1997. OBRIGAÇÃO DE TRATO SUCESSIVO. TERMO
DO PARANÁ AO PAGAMENTO DA VERBA HONORÁRIA SUCUMBENCIAL INICIAL DOS JUROS QUE DEVE TER DOIS MOMENTOS DISTINTOS: (A)
E RECURSAL AO RÉU, VENCEDOR NA LIDE. ALEGAÇÃO DE OMISSÃO PARA AS VERBAS IRREGULARES RECEBIDAS ENTRE JANEIRO E ABRIL/1997,
NO JULGADO QUANTO À APLICAÇÃO ANALÓGICA DO ART. 18 DA LEI DESDE A CITAÇÃO; (B) PARA OS MESES SUBSEQUENTES, A DATA DO
Nº 7.347/1985.ACOLHIMENTO. AFASTAMENTO DO ÔNUS SUCUMBENCIAL RECEBIMENTO.REFORMA DA DECISÃO AGRAVADA PARA QUE SEJAM
IMPUTADO AO ESTADO DO PARANÁ. INCIDÊNCIA DO ENTENDIMENTO REFEITOS OS CÁLCULOS DA LIQUIDAÇÃO. AGRAVO DE INSTRUMENTO
JURISPRUDENCIAL DO STJ FIRMADO NO AgRg no REsp 1015938/MG. PARCIALMENTE PROVIDO.
EMBARGOS PROVIDOS COM ATRIBUIÇÃO DE EFEITOS INFRINGENTES. 0013 . Processo/Prot: 1717072-2 Agravo de Instrumento
0010 . Processo/Prot: 1709023-4 Apelação Cível . Protocolo: 2017/191500. Comarca: Foro Central da Comarca da
. Protocolo: 2017/169619. Comarca: Guarapuava. Vara: 3ª Vara Cível e da Fazenda Região Metropolitana de Curitiba. Vara: 19ª Vara Cível. Ação Originária:
Pública. Ação Originária: 0019870-63.2013.8.16.0031 Nunciação de Obra Nova. 0008151-38.2017.8.16.0001 Ação Civil Pública. Agravante: Antônio Carlos dos
Apelante: Sebastião Lucio Duarte, Lucene Aparecida Duarte Hathway. Advogado: Santos. Advogado: Amauri Antônio Perussi. Agravado: Ministério Público do Estado
Emerton Lacerda Fonseca. Apelado: Município de Guarapuava/pr. Advogado: Fábio do Paraná. Órgão Julgador: 5ª Câmara Cível. Relator: Des. Carlos Mansur Arida.
Farés Decker, Franciele de Góes Lacerda. Órgão Julgador: 5ª Câmara Cível. Relator: Julgado em: 19/06/2018
Des. Leonel Cunha. Julgado em: 19/06/2018 DECISÃO: ACORDAM os Desembargadores integrantes da Quinta Câmara
DECISÃO: ACORDAM os Desembargadores integrantes da Quinta Câmara Cível Cível do Eg. Tribunal de Justiça do Paraná, por unanimidade de votos, em
deste TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ, por unanimidade conhecer do recurso e negar-lhe provimento. EMENTA: EMENTA: AGRAVO
de votos, em reformar a sentença, de ofício, em razão de fato superveniente DE INSTRUMENTO. AÇÃO CIVIL PÚBLICA AJUIZADA PARA PREVENÇÃO
(alteração legislativa), ficando prejudicado o Apelo do Autor, nos termos E REPARAÇÃO DE DANOS AO MEIO AMBIENTE.TUTELA PROVISÓRIA
da fundamentação. EMENTA: EMENTA1) DIREITO PROCESSUAL CIVIL E DE URGÊNCIA DE CARÁTER ANTECIPADO DEFERIDA NA ORIGEM PARA
ADMINISTRATIVO.AÇÃO DE NUNCIAÇÃO DE OBRA NOVA CONVERTIDA EM DETERMINAR AO RÉU A PARALISAÇÃO DE OBRAS PARA CONSTRUÇÃO
DEMOLITÓRIA. INOBSERVÂNCIA DE RECUO OBRIGATÓRIO.SENTENÇA DE DE CONDOMÍNIO HORIZONTAL EM IMÓVEL INSERIDO EM ÁREA DE
PROCEDÊNCIA. ALTERAÇÃO LEGISLATIVA POSTERIOR AO APELO, ANTES DA PRESERVAÇÃO PERMANENTE E UNIDADE DE CONSERVAÇÃO AMBIENTAL.
SUBIDA DOS AUTOS.REFORMA DA SENTENÇA QUE SE IMPÕE.a) Comprovado REQUISITOS DEMONSTRADOS PELA PARTE AUTORA E DEVIDAMENTE
nos autos que, após a interposição do apelo e juntada de contrarrazões, houve FUNDAMENTADOS NO DECISUM.DECISÃO MANTIDA. RECURSO CONHECIDO
alteração legislativa específica reduzindo o recuo obrigatório na área em questão, E NÃO PROVIDO. 2RELATÓRIO:
de 5,00m para 3,50m, não mais persistem as razões que motivaram a ordem de 0014 . Processo/Prot: 1719363-6 Apelação Cível
demolição, cabendo a reforma da sentença, de ofício, ficando prejudicado o apelo, . Protocolo: 2017/197719. Comarca: Ponta Grossa. Vara: 1ª Vara da Fazenda
no qual se discutiam outras questões, agora irrelevantes. embargo e ajuizamento da Pública. Ação Originária: 0008178-21.2004.8.16.0019 Ação Civil Pública. Apelante:
demanda, a obra estava mesmo irregular, permanecem devidas as eventuais multas Pedro Sebastião Neto. Advogado: Carla Marilia Blum. Apelado: Ministério Público
administrativas já aplicadas, bem como a condenação da Apelante nos ônus da do Estado do Paraná. Órgão Julgador: 5ª Câmara Cível. Relator: Des. Adalberto
sucumbência, em razão do princípio da causalidade.2) SENTENÇA REFORMADA Jorge Xisto Pereira. Relator Convocado: Juiz Subst. 2º G. Rogério Ribas. Julgado
DE OFÍCIO, POR FATO SUPERVENIENTE. APELO PREJUDICADO. em: 05/06/2018
0011 . Processo/Prot: 1709466-9/02 Embargos de Declaração Cível
- 61 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
DECISÃO: ACORDAM os Desembargadores integrantes da 5ª Câmara Cível de 3,14% do pessoal da Carreira Técnica Universitária, referente aos meses de
do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, por unanimidade de votos, em maio, junho, julho e agosto de 2007. Inverte-se o ônus da sucumbência, devendo
NEGAR PROVIMENTO À APELAÇÃO, mantendo-se a r sentença que condenou os réus custearem a totalidade das custas e despesas processuais, e também os
o réu à sanção de perda da função pública (se ainda estiver ocupando); e honorários advocatícios, os quais foram fixados em R$ 800,00, com fulcro no art. 20,
quanto à pena de ressarcimento ao erário, ressalvar que deverá ser substituída §4º, CPC/1973." Pois bem, não se desconhece que a UEM é parte obrigada a prestar
por multa civil fixada em 05 (cinco) vezes a última remuneração do réu no o direito material postulado. Isso porque, a UEM é uma pessoa jurídica de direito
cargo que exerceu em valores devidamente corrigidos, conforme ficou decidido público classificada como autarquia, entidade administrativa que detém autonomia
na apelação cível nº 1413091-5, por efeito expansivo concedido ao apelante. administrativa e financeira. Na lição de ODETE MEDAUAR: "Na atualidade, o
Tudo nos termos do voto do relator. EMENTA: APELAÇÃO CÍVEL. AÇÃO CIVIL delineamento essencial da figura da autarquia é dado pelo inc. I do art. 5º do Dec.-lei
PÚBLICA.IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA.RECURSOS DO "FUNDEF" - FUNDO 200/67. Segundo esse dispositivo, a autarquia é um serviço autônomo, criado por lei,
DE MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL E DE com personalidade jurídica, patrimônio e receita próprios, para executar atividades
VALORIZAÇÃO DO MAGISTÉRIO.APLICAÇÃO IRREGULAR EM OUTRAS ÁREAS típicas da Administração Pública, que requeiram, para seu melhor funcionamento,
DO MUNICÍPIO. SENTENÇA CONDENATÓRIA, COM RECONHECIMENTO DE gestão administrativa e financeira descentralizada. (...) As autarquias são dotadas
PRESCRIÇÃO DAS PENAS DA LEI 8429/92 EM FACE DE ALGUNS RÉUS. de personalidade jurídica própria - portanto, são sujeitos de direitos e encargos, no
IRRESIGNAÇÃO DO RÉU- APELANTE, CHEFE DO GABINETE DO ENTÃO mundo jurídico, por si próprias (...)." (in Direito Administrativo Moderno - 19. ed. rev. e
PREFEITO. PRELIMINARES REJEITADAS. SENTENÇA FUNDAMENTADA E BEM atual. - São Paulo : Editora Revista dos Tribunais, 2015, página 89). Note-se que por
OBJETIVA NA ANÁLISE DA CAUSA. MÉRITO. FATOS DEMONSTRADOS POR se tratar de autarquia, a UEM possui personalidade jurídica própria e deve responder
DOCUMENTOS E PROVA PERICIAL. VALORES DESVIADOS PARA OUTRAS por eventuais encargos decorrentes do exercício das suas atribuições legais. Nesse
FINALIDADES.EXISTÊNCIA DE PROVAS APONTANDO PARTICIPAÇÃO DO sentido o Superior Tribunal de Justiça: "2. A Universidade Federal de Santa Maria
APELANTE. OFENSA AO PRINCÍPIO DA LEGALIDADE. VERBAS QUE POR possui legitimidade para figurar no pólo passivo de demanda em que se discute a
LEI TÊM APLICAÇÃO Apelação Cível nº 1.719.363-6 - (f. 2)VINCULADA exigibilidade de contribuição previdenciária incidente sobre os vencimentos de seus
NO ENSINO FUNDAMENTAL.CONFIGURAÇÃO DE ATO DE IMPROBIDADE servidores. Isso porque, dada a sua autonomia jurídica, administrativa e financeira,
PREVISTO NO ARTIGO 11 DA LEI 8429/92 (NÃO NO ARTIGO 10).PENA DE tem competência para proceder aos comandos de pagamento de salários, benefícios
RESSARCIMENTO AO ERÁRIO.SUBSTITUIÇÃO POR MULTA CIVIL, CONFORME previdenciários e descontos de seus servidores, visto ser autarquia federal dotada de
RESTOU DECIDIDO NO JULGAMENTO DA APELAÇÃO INTERPOSTA POR personalidade jurídica própria." (REsp n. 670651/RS, Rel. Min. DENISE ARRUDA,
OUTROS RÉUS (Nº 1.413.091-5), COM EFEITO EXPANSIVO JÁ CONCEDIDO AO 1ª Turma, DJ 16/04/2007). "PROCESSUAL CIVIL. EMBARGOS DE DECLARAÇÃO
APELANTE. RECURSO NÃO PROVIDO. NO AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO DE INSTRUMENTO. OBSCURIDADE
0015 . Processo/Prot: 1720654-9/01 Embargos de Declaração Cível RECONHECIDA. LEGITIMIDADE DA UNIVERSIDADE. APOSENTADORIA POR
. Protocolo: 2018/23205. Comarca: Região Metropolitana de Maringá - Foro Central INVALIDEZ DE SERVIDOR PÚBLICO. LEGISLAÇÃO APLICÁVEL. MOMENTO
de Maringá. Vara: 2ª Vara da Fazenda Pública. Ação Originária: 1720654-9 Apelação DO PREENCHIMENTO DOS REQUISITOS. 1. As universidades têm legitimidade
Civel. Embargante: Estado do Parana. Advogado: Maurício Melo Luize. Embargado para figurar no pólo passivo das demandas propostas por seus servidores por
(1): Sindicato Dos Trabalhadores Em Estabelecimentos de Ensino de Maringá - serem autarquias federais dotadas de personalidade jurídica própria e patrimônio
Sinteemar. Advogado: Rui Rogers de Carvalho, Sergio Murilo Loureiro. Embargado próprio, distintos da União. Nesse sentido: AgRg no Ag 1075386/MG, Rel. Min.
(2): Universidade Estadual de Maringá. Advogado: Leila Aparecida Ferreira Garcia, Maria Thereza de Assis Moura, Sexta Turma, DJe 8/6/11; REsp 599.834/RJ,
João Paulo Marin. Órgão Julgador: 5ª Câmara Cível. Relator: Des. Nilson Mizuta. Rel. Min. Arnaldo Esteves Lima, Quinta Turma, DJ 4/12/06. (...)" (EDcl no
Julgado em: 19/06/2018 AgRg no AG n. 1397677/PR, Rel. Min. BENEDITO GONÇALVES, 1ª Turma,
DECISÃO: ACORDAM os Senhores Desembargadores integrantes da Quinta DJe 4/11/2013). Contudo, o Estado do Paraná não pode ser considerado
Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, por unanimidade de parte ilegítima visto que, segundo entendimento firmado por esta Corte, o ente
votos, em conhecer e acolher parcialmente os embargos de declaração opostos por público responde, subsidiariamente, em caso de exaustão de recursos, por
ESTADO DO PARANÁ, para ressalvar a responsabilidade subsidiária do embargante sua respectiva autarquia: "RECURSO INOMINADO. CONTRATO DE TRABALHO
ao pagamento do reajuste geral anual no percentual de 3,14% do pessoal da TEMPORÁRIO. COBRANÇA DE FGTS. UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO
Carreira Técnica Universitária, referente aos meses de maio, junho, julho e agosto de OESTE - UNICENTRO. ALEGAÇÃO DE ILEGITIMIDADE PASSIVA DO ESTADO
2007. EMENTA: Vistos, relatados e discutidos os presentes autos de embargos de DO PARANÁ. NÃO VERIFICADA. AUTARQUIA ESTADUAL QUE POSSUI
declaração nº 1720654-9/01, do Foro Central da Comarca da Região Metropolitana AUTONOMIA ADMINISTRATIVA, DE GESTÃO FINANCEIRA E PATRIMONIAL
de Curitiba - 2ª Vara da Fazenda Pública, em que é embargante ESTADO DO PRÓPRIA. RESPONSABILIDADE SUBSIDIÁRIA DO ENTE ESTATAL QUE
PARANÁ e embargados UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ e SINDICATO CRIOU A AUTARQUIA. SENTENÇA CASSADA. RETORNO DOS AUTOS À
DOS TRABALHADORES EM ESTABELECIMENTOS DE ENSINO DE MARINGÁ ORIGEM PARA CITAÇÃO DO LITISCONSORTE. RECURSO CONHECIDO E
- SINTEEMAR. RELATÓRIO Cuida-se de embargos de declaração opostos por PARCIALMENTE PROVIDO." (TJPR - 4ª Turma Recursal dos Juizados Especiais
Estado do Paraná contra acórdão que, nos autos de ação de cobrança com pedido - 0013784-37.2017.8.16.0031 - Guarapuava - Rel.: Manuela Tallão Benke - J.
liminar ajuizado pelo Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino 26.02.2018) (sem grifo no original). "AGRAVO DE INSTRUMENTO - AÇÃO
de Maringá - SINTEEMAR, deu provimento ao recurso interposto pela embargante, DE INDENIZAÇÃO - ACIDENTE DE TRABALHO DURANTE TRANSLADO DE
para: "declarar a ilegalidade do Decreto n. 1.473/2007 por violar a Lei Estadual n. PROFESSORA PARA UNIVERSIDADE ESTADUAL - RESPONSABILIDADE CIVIL
15.512/2007 e, por consequência, condenar os réus ao pagamento do reajuste geral DO ESTADO - INCIDÊNCIA DO ARTIGO 37, §6º, DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL
anual no percentual de 3,14% do pessoal da Carreira Técnica Universitária, referente - LEGITIMIDADE PASSIVA DO ESTADO DO PARANÁ - RESPONSABILIDADE
aos meses de maio, junho, julho e agosto de 2007.". Defende a embargante, a SUBSIDIÁRIA COM RELAÇÃO A SUA AUTARQUIA - DECISÃO REFORMADA
existência de contradição no acórdão embargado que, condenou ambos os réus ao - RECURSO - PROVIMENTO." (TJPR - 1ª C.Cível - AI - 1708432-9 - Irati -
pagamento do referido reajuste geral anual dos vencimentos. Afirma a existência de Rel.: Sérgio Luiz Patitucci - Unânime - J. 14.11.2017) "RESPONSABILIDADE
omissão quanto a responsabilidade subsidiária do Estado do Paraná e sobre a não CIVIL. AÇÃO DE INDENIZAÇÃO POR DANO MORAL.DEMANDA AJUIZADA
aplicação da Súmula Vinculante 37 e da Súmula 339, do STF. Requer sejam sanados CONTRA AUTARQUIA ESTADUAL E ADMINISTRAÇÃO DIRETA.DECISÃO QUE
os vícios apontados ou, alternativamente, o prequestionamento dos dispositivos AFASTA A ILEGITIMIDADE DO ESTADO DO PARANÁ. DECISÃO CORRETA.
legais que reputa pertinentes. VOTO Os embargos de declaração são cabíveis para RESPONSABILIDADE DO ESTADO SUBSIDIÁRIA À AUTARQUIA.MANUTENÇÃO
sanar omissão, contradição, obscuridade ou erro material contidos em qualquer NO POLO PASSIVO A FIM DE EVITAR FUTURA ALEGAÇÃO DE CERCEAMENTO
pronunciamento judicial, nos termos do art. 1.022 do NCPC/2015: "Art. 1.022. DE DEFESA. RECURSO DESPROVIDO."Por ser sujeito de direitos, a autarquia,
Cabem embargos de declaração contra qualquer decisão judicial para: I - esclarecer como se disse, responde pelos próprios atos. Apenas no caso de exaustão de seus
obscuridade ou eliminar contradição; II - suprir omissão de ponto ou questão sobre o recursos é que irromperá responsabilidade do Estado; responsabilidade subsidiária,
qual devia se pronunciar o juiz de ofício ou a requerimento; III - corrigir erro material." portanto. Esta se justifica, então, pelo fato de que, se alguém foi lesado por criatura
Trata-se de recurso de fundamentação vinculada, que somente é admissível nas 2ª Câmara Cível - TJPR 2 que não tem mais como responder por isto, quem a criou
estritas hipóteses previstas na lei processual, consoante esclarecem Fredie Didier outorgando-lhe poderes pertinentes a si próprio, propiciando nisto a conduta gravosa
Jr. e Leonardo Carneiro da Cunha: "Os casos previstos para manifestação dos reparável, não pode eximir-se de tais consequências". (MELLO, Celso Antônio
embargos declaratórios são específicos, de modo que somente são admissíveis Bandeira de. Curso de Direito Administrativo. 25ª ed., rev. e atual. até a Emenda
quando se apontar a existência de erro material, obscuridade, contradição ou Constitucional nº 56, de 20-12-2007. São Paulo: Malheiros, 2008. p. 166)" (TJPR -
omissão em questão (ponto controvertido) sobre a qual deveria o juiz ou o tribunal 2ª C.Cível - AI - 990336-0 - Cascavel - Rel.: Lauro Laertes de Oliveira - Unânime
pronunciar- se necessariamente. Os embargos de declaração são, por isso, espécie - J. 05.02.2013) Portanto, verifica-se existir omissão no acórdão, que ao condenar
de recurso de fundamentação vinculada." (in: Curso de Direito Processual Civil vol. a parte ré ao pagamento do reajuste salarial, deixou de dispor quanto à existência
III: meios de impugnação à decisão judicial e processo nos tribunais. Juspodvm. de responsabilidade subsidiária do Estado do Paraná. Registre-se, por oportuno,
Salvador: 2016. p. 248). Nessa perspectiva, a embargante afirma a existência de que a atribuição de efeitos infringentes aos embargos de declaração deve decorrer
contradição no pronunciamento judicial, que deixou de dispor sobre a existência de da correção de um dos vícios que autorizariam o cabimento do recurso. Vale dizer:
responsabilidade subsidiária entre a Universidade Estadual de Maringá e o Com o efeito infringente deve decorrer, necessariamente, do acolhimento dos embargos
razão. Sobre a condenação ao pagamento do reajuste geral anual dos vencimentos de declaração ante a constatação de omissão, contradição, obscuridade ou erro
no percentual de 3,14% do pessoal da Carreira Técnica Universitária, o acórdão material no julgado e não da mera irresignação do embargante com a decisão que
consignou a responsabilidade de ambos os réus: "Do exposto, voto no sentido de lhe foi desfavorável. Sobre o tema, mais uma vez oportuna a lição de Fredie Didier
dar provimento ao recurso interposto pelo SINDICATO DOS TRABALHADORES EM Jr. e Leonardo Carneiro da Cunha: "A finalidade dos embargos é, efetivamente,
ESTABELECIMENTOS DE ENSINO DE MARINGÁ - SINTEEMAR para declarar a suprir uma omissão, eliminar uma contradição, esclarecer uma obscuridade ou
ilegalidade do Decreto n. 1.473/2007 por violar a Lei Estadual n. 15.512/2007 e, por corrigir um erro material. Consequentemente, é possível que o órgão jurisdicional, ao
consequência, condenar os réus ao pagamento do reajuste geral anual no percentual suprir a omissão, ao eliminar a contradição, ao esclarecer a obscuridade ou corrigir
- 62 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
erro material, termine por alterar a decisão. A modificação será consequência da ENQUADRAMENTO DE ATOS DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA NO
correção do vício a que os embargos visaram." (op. cit. p. 273/274). Por derradeiro, ARTIGO 11, INCISO I E APLICAÇÃO DAS SANÇÕES PREVISTAS NO
o Novo Código de Processo Civil passou a admitir o prequestionamento como uma ARTIGO 12, INCISO III DA LEI Nº 8.429/92.READEQUAÇÃO DAS PENAS.
atividade da parte, ainda que o recurso seja inadmitido ou rejeitado, nos termos PERDA DA FUNÇÃO PÚBLICA AFASTADA. PERÍODO DE SUSPENSÃO
do art. 1.025 do NCPC/2015: "Art. 1.025. Consideram-se incluídos no acórdão DOS DIREITOS POLÍTICOS E MULTA CIVIL MINORADOS.PRINCÍPIOS DA
os elementos que o embargante suscitou, para fins de pré-questionamento, ainda PROPORCIONALIDADE E RAZOABILIDADE E DAS PARTICULARIDADES DO
que os embargos de declaração sejam inadmitidos ou rejeitados, caso o tribunal CASO CONCRETO. AUSÊNCIA DE DEMONSTRAÇÃO DE PREJUÍZO AO ERÁRIO
superior considere existentes erro, omissão, contradição ou obscuridade." Nesse E ENRIQUECIMENTO ILÍCITO.FESTIVIDADES E SERVIÇOS EFETIVADOS.
sentido, leciona Sandro Marcelo Kozikoski: "Diante da previsão do art. 1.025 do CPC SENTENÇA REFORMADA EM PARTE. RECURSO PARCIALMENTE
2015, resulta superada a Súmula 211 do STJ, pois consideram-se "incluídos" no PROVIDO.RELATÓRIO:Cuida-se de ação civil pública por ato de improbidade
acórdão os elementos suscitados pela "iniciativa" da parte interessada, ainda que os administrativa nº 0000985-56.2008.8.16.0134, proposta pelo Ministério Público do
embargos sejam inadmitidos ou rejeitados." (KOZIKOSKI, Sandro Marcelo. Sistema Estado do Paraná contra Elias Farah Júnior, na qual alegou que o requerido,
Recursal CPC 2015. Editora Juspodivm. Salvador: 2016. p. 199). Assim, ainda na condição de Prefeito do Município de Reserva do Iguaçu/PR durante o último
que para fins de pré-questionamento para admissão dos recursos aos Tribunais ano de sua gestão (2004), utilizou 3recursos públicos para apoiar a campanha
Superiores, deve a parte demonstrar algum dos vícios que autorizem o manejo dos eleitoral de seu vice-prefeito, Odilon Mendes Sobrinho, ao cargo de alcaide.Narrou
embargos de declaração, sob pena de rejeição do recurso. Do exposto, voto no o órgão ministerial que diversas festividades foram realizadas em comemoração
sentido de conhecer e acolher parcialmente os embargos de declaração opostos por ao 8º aniversário de emancipação política do Município no período de 04/09/2004
ESTADO DO PARANÁ, para ressalvar a responsabilidade subsidiária do embargante a 07/09/2004, as quais somente ocorreram em razão do emprego de recursos
ao pagamento do reajuste geral anual no percentual de 3,14% do pessoal da públicos e da participação de servidores - que ostentaram propaganda política
Carreira Técnica Universitária, referente aos meses de maio, junho, julho e agosto do candidato a prefeito durante os eventos através de adesivos com o nº 15, da
de 2007. ACORDAM os Senhores Desembargadores integrantes da Quinta Câmara chapa do candidato. Ainda, relatou que houve a contratação de shows, filmagens
Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, por unanimidade de votos, em institucionais, aluguel de telão, pagamento de cachês de artistas, promoção de
conhecer e acolher parcialmente os embargos de declaração opostos por ESTADO corrida de motocross e inauguração de obras públicas. Tudo se deu em discrepância
DO PARANÁ, para ressalvar a responsabilidade subsidiária do embargante ao com as normas eleitorais, o que culminou com a condenação do requerido perante
pagamento do reajuste geral anual no percentual de 3,14% do pessoal da Carreira a Justiça Eleitoral com sentença transitada em julgado em 05/08/2005. Pleiteou,
Técnica Universitária, referente aos meses de maio, junho, julho e agosto de 2007. ao fim, a condenação do requerido Elias Farah Junior pela prática de atos de
A sessão foi presidida pelo Senhor Desembargador NILSON MIZUTA e participaram improbidade administrativa tipificados no artigo 11, inciso I, com aplicação das
da sessão os Senhores Desembargadores CARLOS MANSUR ARIDA e LEONEL correspondentes sanções previstas no artigo 12, inciso III, ambos da Lei nº
CUNHA. Curitiba, 19 de junho de 2018. NILSON MIZUTA Relator 8.429/92.O requerido apresentou sua defesa preliminar (mov.1.3), contudo, a MM.
0016 . Processo/Prot: 1733895-5/01 Embargos de Declaração Cível Magistrada de origem se posicionou pela existência de fundados indícios da prática
. Protocolo: 2018/15729. Comarca: Região Metropolitana de Londrina - Foro Central de ato de improbidade administrativa, recebendo, desse modo, a inicial (mov. 1.6).
de Londrina. Vara: 2ª Vara da Fazenda Pública. Ação Originária: 1733895-5 4Em contestação, o requerido afirmou que não praticou ato sujeito às sanções
Apelação Civel. Embargante: Prefeitura de Londrina. Embargado (1): International previstas na lei de improbidade administrativa, bem como que não houve dolo
Seals Tecnologia em Vedações Ltda.. Advogado: Gabriel Almeida de Jesus. ou má-fé em sua conduta.Ainda, sustentou que referido diploma legal é dotado
Embargado (2): Instituto de Desenvolvimento de Londrina. Advogado: Renata de inconstitucionalidade formal e é inaplicável aos agentes políticos, bem como
Kawassaki Siqueira. Órgão Julgador: 5ª Câmara Cível. Relator: Des. Carlos Mansur houve afronta ao princípio do contraditório, o que acarretaria a nulidade das provas.
Arida. Julgado em: 19/06/2018 Pugnou, ao fim, pelo julgamento de improcedência dos pedidos formulados na
DECISÃO: ACORDAM os Desembargadores integrantes da Quinta Câmara Cível exordial.O Ministério Público do Estado do Paraná impugnou a contestação, como
do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, por unanimidade de votos, em se verifica no mov. 1.11.A audiência de instrução e julgamento foi realizada, na
acolher ambos os embargos de declaração para sanar as omissões verificadas. qual foi tomado o depoimento do réu e das testemunhas, bem como foi juntado
EMENTA: EMENTA: EMBARGOS DE DECLARAÇÃO 2: INSURGÊNCIA QUANTO vídeo das citadas festividades do Município (mov. 9.1 a 9.6). O informante Odilon
AOS HONORÁRIOS FIXADOS NA SENTENÇA. OMISSÃO CONSTATADA. Mendes Sobrinho foi inquirido, ficando seu depoimento registrado por meio de carta
VÍCIO SANADO. PEDIDO DE MINORAÇÃO INDEFERIDO.EMBARGOS DE precatória (mov. 16).Apenas o órgão ministerial ofereceu suas alegações finais,
DECLARAÇÃO 1: HONORÁRIOS RECURSAIS NÃO ARBITRADOS. SENTENÇA requerendo a procedência dos pedidos formulados na inicial (mov.40.1).Ato contínuo,
PROFERIDA APÓS A ENTRADA EM VIGOR DO NOVO CPC.OMISSÃO foram acostados aos autos os documentos referentes ao Inquérito Civil instaurado
CONSTATADA. EMBARGOS ACOLHIDOS PARA SANAR OMISSÃO E MAJORAR pelo Ministério 5Público para apurar as irregularidades perpetradas pelo requerido
EM 1% O VALOR DOS HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS FIXADOS NA ORIGEM. (mov.44.1 a 44.8).Sobreveio a sentença por meio da qual o d. juiz a quo julgou
0017 . Processo/Prot: 1733895-5/02 Embargos de Declaração Cível procedente o pedido inicial a fim de reconhecer a prática de ato de improbidade
. Protocolo: 2018/16109. Comarca: Região Metropolitana de Londrina - Foro Central administrativa tipificado no artigo 11, condenando o requerido nas penas do artigo
de Londrina. Vara: 2ª Vara da Fazenda Pública. Ação Originária: 1733895-5 12, inciso III da Lei nº 8.429/92, quais sejam: a perda da função pública e a
Apelação Civel. Embargante: International Seals Tecnologia em Vedações Ltda.. suspensão dos direitos políticos, pelo prazo de cinco anos; a proibição de contratar
Advogado: Gabriel Almeida de Jesus. Embargado: Instituto de Desenvolvimento de com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios,
Londrina. Advogado: Renata Kawassaki Siqueira. Órgão Julgador: 5ª Câmara Cível. direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja
Relator: Des. Carlos Mansur Arida. Julgado em: 19/06/2018 sócio majoritário, pelo prazo de cinco anos; e, ao pagamento de multa civil no
DECISÃO: ACORDAM os Desembargadores integrantes da Quinta Câmara Cível valor equivalente a vinte vezes o valor da remuneração que recebia enquanto era
do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, por unanimidade de votos, em Prefeito do Município de Reserva do Iguaçu, devidamente atualizada conforme o
acolher ambos os embargos de declaração para sanar as omissões verificadas. IPCA, em favor da pessoa jurídica prejudicada pelo ilícito, a Prefeitura de Reserva
EMENTA: EMENTA: EMBARGOS DE DECLARAÇÃO 2: INSURGÊNCIA QUANTO do Iguaçu/PR. Não houve condenação ao pagamento das custas processuais e
AOS HONORÁRIOS FIXADOS NA SENTENÇA. OMISSÃO CONSTATADA. honorários advocatícios (mov. 53.1).Assim, Elias Farah Junior interpôs apelação,
VÍCIO SANADO. PEDIDO DE MINORAÇÃO INDEFERIDO.EMBARGOS DE na qual alegou, em síntese, que: (i) a sentença condenatória foi desprovida de
DECLARAÇÃO 1: HONORÁRIOS RECURSAIS NÃO ARBITRADOS. SENTENÇA fundamentação e provas; (ii) inexistiu dolo e má-fé em sua conduta, tampouco
PROFERIDA APÓS A ENTRADA EM VIGOR DO NOVO CPC.OMISSÃO praticou atos sujeitos às sanções previstas na Lei nº 8.429/92; (iii) não foi comprovado
CONSTATADA. EMBARGOS ACOLHIDOS PARA SANAR OMISSÃO E MAJORAR que houve qualquer prejuízo ou gasto do erário público na campanha do candidato
EM 1% O VALOR DOS HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS FIXADOS NA ORIGEM. a Prefeito Odilon Mendes Sobrinho; (iv) neste sentido, o Município de Reserva
0018 . Processo/Prot: 1734592-3 Apelação Cível do Iguaçu não teve nenhuma perda 6patrimonial ou desvio de bens públicos; (v)
. Protocolo: 2017/235003. Comarca: Pinhão. Vara: Juízo Único. Ação Originária: não houve qualquer ação ou omissão que caracterizasse violação aos deveres de
0000985-56.2008.8.16.0134 Ação Civil Pública. Apelante: Elias Farah Junior. honestidade, imparcialidade, legalidade e lealdade às instituições; (vi) vulnerou-se
Advogado: Luiz Cláudio Sebrenski. Apelado: Ministério Público do Estado do Paraná. o princípio do contraditório e da ampla defesa, uma vez que o lastro probatório
Órgão Julgador: 5ª Câmara Cível. Relator: Des. Carlos Mansur Arida. Julgado em: é deficiente e unilateral, considerando somente o relatado pelo Ministério Público;
19/06/2018 (vii) a pena de multa aplicada em seu desfavor é desarrazoada e desproporcional.
DECISÃO: ACORDAM os Desembargadores integrantes da Quinta Câmara Cível Postulou, ao fim, a reforma da sentença a fim de julgar improcedente o pedido inicial.
do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, por unanimidade de votos, em Subsidiariamente, requereu que o valor da multa civil cominada seja reduzido (mov.
dar parcial provimento ao recurso. EMENTA: EMENTA: APELAÇÃO CÍVEL. 60.1)O Ministério Público apresentou contrarrazões, pugnando pelo conhecimento
AÇÃO CIVIL PÚBLICA.IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA. REALIZAÇÃO DE e desprovimento do recurso interposto (mov. 64.1).Encaminhados os autos, a d.
FESTIVIDADES TRADICIONAIS DO MUNICÍPIO DE RESERVA DO IGUAÇU Procuradoria Geral de Justiça exarou parecer, no qual opinou pelo desprovimento
VINCULADAS À IMAGEM DO PREFEITO E À CAMPANHA ELEITORAL DE do presente recurso, mantendo a integralidade da decisão recorrida (fls. 12/27-
SEU VICE- PREFEITO, CANDIDATO À ALCAIDE À ÉPOCA DOS FATOS. TJ).Após conversão do feito em diligência para a juntada de mídia contendo a prova
UTILIZAÇÃO DE VERBAS PÚBLICAS POR PARTE DO ENTÃO GESTOR oral produzida por carta precatória (fls. 29 e 36), em nova vista, a Procuradoria
MUNICIPAL PARA VIABILIZAR OS EVENTOS. RECURSOS EMPREGADOS Geral de Justiça reiterou os termos do pronunciamento anterior (fl. 42-TJ).Após,
PARA O PAGAMENTO DE SHOW, CACHÊ DE ARTISTA E TELÃO PARA vieram os autos a este e. TJPR para apreciação. É o relatório. 7VOTO E SEUS
EXIBIÇÃO DE VÍDEO PROMOCIONAL.INAUGURAÇÃO DE OBRAS PÚBLICAS FUNDAMENTOS:1. AdmissibilidadePresentes os pressupostos de admissibilidade,
NO PERÍODO PRÉ-ELEITORAL. COLABORAÇÃO DE SERVIDORES MUNICIPAIS intrínsecos e extrínsecos, conheço do recurso e prossigo para sua análise.2. Mérito
NOS DIAS DE FESTIVAL OSTENTANDO ADESIVO DO PARTIDO POLÍTICO recursal:Cinge-se a questão em saber se Elias Farah Júnior, ora apelante, na
DO CANDIDATO.CONDENAÇÃO NA JUSTIÇA ELEITORAL. PROMOÇÃO qualidade de Prefeito do Município de Reserva do Iguaçu/PR, durante o último
2PESSOAL. VIOLAÇÃO AO ARTIGO 37, § 1º DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL. ano de sua gestão (2004), praticou atos de improbidade administrativa descritos
- 63 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
no artigo 11, caput, inciso I da Lei nº 8.429/1992, ao perpetrar conduta vedada (TJPR - 4ª C.Cível - AC - 1248413-6 - União da Vitória - Rel.: Abraham Lincoln
na seara eleitoral, por ter utilizado recursos públicos para realizar evento típico Calixto - Unânime - J.25.04.2017) (Destaquei).Assim, verifica-se que a sentença
da cidade, a IV Festa do Tropeiro, o qual serviu de plataforma para promoção foi embasada e devidamente sopesada em provas produzidas sob o crivo do
pessoal e apoio à campanha eleitoral de seu vice-prefeito Odilon Mendes ao cargo contraditório e da ampla defesa, o que afasta a alegação de vulneração a tais
de prefeito .2.1. Inicialmente, o apelante alega que a condenação se deu sem princípios.Superado tal ponto, passa-se à análise das demais razões recursais, as
embasamento probatório em razão da conclusão única e pessoal do magistrado. quais impelem a alguns apontamentos da Lei nº 8.429/92.2.2. A Lei nº 8.429/92, a
Além disso, as provas acostadas aos autos foram produzidas unilateralmente, o Lei de Improbidade Administrativa, ao disciplinar as sanções aplicáveis aos agentes
que violaria o contraditório e a ampla defesa. 8Contudo, razão não assiste ao públicos nos casos de enriquecimento ilícito, prejuízo ao erário e que atentem contra
apelante.De plano, afasta-se tais alegações, uma vez que se verifica que todas as os princípios da Administração Pública, no exercício de mandato, cargo, emprego ou
provas coligidas aos autos foram produzidas justamente sob o crivo do contraditório função na administração direta, indireta ou fundacional, previu três modalidades de
e da ampla defesa.Verifica-se que foi devidamente oportunizado à parte desconstituir ato de improbidade administrativa, quais sejam: a) os que importem enriquecimento
o direito alegado pelo autor através do exercício do contraditório durante a instrução ilícito, em seu art. 9º; b) os que causam prejuízo ao erário, com previsão no art.10;
probatória, por meio da apresentação de defesa preliminar (mov. 1.3), contestação c) e, por último, os que atentam contra os princípios da Administração Pública, de
(mov. 1.10) e, ainda, abrindo-se prazo para o oferecimento de suas alegações acordo com o disposto no artigo 11 do referido diploma legal. 13Extrai-se deste
finais (mov.35.1), cujo termo transcorreu in albis, quedando-se inerte o apelante citado dispositivo 11 em seu caput que constitui ato de improbidade administrativa
(mov. 43).Ainda, quando da realização da audiência de instrução, nota-se que as que atenta contra os princípios da administração pública qualquer ação ou omissão
testemunhas inquiridas foram arroladas pelo próprio apelante, bem como ele mesmo que viole os deveres de honestidade, imparcialidade, legalidade, e lealdade às
fora ouvido, permitindo esclarecimentos em relação aos fatos a ele imputados (movs. instituições. A distinção entre a conduta dolosa e culposa aproveita, apenas para fins
9.1 a 9.5 e mov. 16.2).Diante de tal cenário, resta claro que os elementos probatórios de aplicação das sanções, incidindo para o segundo caso as sanções declinadas no
carreados aos autos foram produzidos por ambas as partes, sendo colhidos em artigo 12, inciso III do diploma legal, que estabelece que:Art. 12. Independentemente
obediência ao contraditório e ampla defesa. 9Cumpre destacar, contudo, que o das sanções penais, civis e administrativas previstas na legislação específica, está
destinatário final das provas é o magistrado, cabendo a este valorá-las no momento o responsável pelo ato de improbidade sujeito às seguintes cominações, que podem
da sentença, desde que de forma devidamente motivada, a fim de compreender ser aplicadas isolada ou cumulativamente, de acordo com a gravidade do fato: (...)
e buscar a resolução da causa através de uma análise global dos autos, em III - na hipótese do art. 11, ressarcimento integral do dano, se houver, perda da
primazia ao princípio do livre convencimento motivado. Por isso, não há ilegalidade função pública, suspensão dos direitos políticos de três a cinco anos, pagamento
alguma no julgamento que adota determinada prova em detrimento de outra.Neste de multa civil de até cem vezes o valor da remuneração percebida pelo agente
sentido, importa consignar que a sentença esmiuçou o arcabouço fático-probatório, e proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos
pormenorizando os elementos que corroboraram com a condenação do apelante - fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa
inclusive, discorrendo detalhadamente sobre os registros filmográficos feitos na IV jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de três anos.(...)Ademais, segundo
Festa do Tropeiro - e abalizando devidamente a conduta perpetrada por ele dada a orientação do Colendo Superior Tribunal de Justiça, a conduta, atentatória aos
com ímproba.Assim, o juiz analisou e afastou motivadamente as teses de defesa princípios da impessoalidade, da moralidade e da legalidade, é suficiente para
alçadas pela parte quando da contestação, alicerceando a condenação de forma 14configurar o ato de improbidade capitulado no artigo 11 da Lei nº 8.429/92, sendo
pertinente e delimitada às provas acostadas aos autos.Assim, já se decidiu este e. que "o elemento subjetivo, necessário à configuração de improbidade administrativa,
TJPR:APELAÇÃO CÍVEL. AÇÃO CIVIL PÚBLICA POR ENRIQUECIMENTO ILÍCITO na hipótese do referido dispositivo, é o dolo genérico de realizar conduta que
POR ATOS DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA. OFICIAL DE REGISTRO atente contra os princípios da Administração Pública, não se exigindo a presença
DE IMÓVEIS. MUNICÍPIO DE RESERVA DO 10IGUAÇU. REGULARIZAÇÃO de dolo específico." (REsp 951.389/SC, Rel. Ministro Herman Benjamin, Primeira
DE LOTES URBANOS.ORÇAMENTO APRESENTADO PELO OFICIAL DE Seção, DJe 4/5/2011).2.2. A partir de tal premissa, ao analisar o arcabouço fático-
REGISTRO EM AÇÃO JUDICIAL QUE REGULARIZOU OS IMÓVEIS, PARA probatório acostado aos autos, em especial, os registros filmográficos, conclui-se que
AS CUSTAS REGISTRAIS (R$ 162,20), NÃO FOI OBSERVADO.REGISTRADOR a sentença não merece reforma no que alude ao reconhecimento da perpetração de
QUE ELABOROU MODELOS DE REQUERIMENTO DE REGISTRO IMOBILIÁRIO atos de improbidade por parte do apelante. Entretanto, considera-se que algumas
JÁ COM VALOR PADRÃO PARA OS IMÓVEIS, DE MODO A OBTER penas devem ser readequadas, a fim de cumprir com as diretrizes da razoabilidade
O PAGAMENTO MAIS ELEVADO DAS CUSTAS SEGUNDO TABELA e proporcionalidade.Tem-se que a conduta do apelante foi enquadrada neste último
DOS SERVIÇOS REGISTRAIS.PROVAS DOCUMENTAIS E TESTEMUNHAIS dispositivo 11, em seu inciso I, o qual se traslada:Art. 11. Constitui ato de improbidade
CONCLUSIVAS DOS ATOS ÍMPROBOS. REGISTRO DOS IMÓVEIS QUE administrativa que atenta contra os princípios da administração pública qualquer
NÃO ERA REALIZADO SEM O PAGAMENTO DAS CUSTAS REGISTRAIS ação ou omissão que viole os deveres de honestidade, imparcialidade, legalidade,
EM SEU VALOR MAIS ELEVADO.UTILIZAÇÃO E VALORAÇÃO DO e lealdade às instituições, e notadamente: I - praticar ato visando fim proibido em
ACERVO PROBATÓRIO DEVIDAMENTE FUNDAMENTADA.ATIVIDADE TÍPICA E lei ou regulamento ou diverso daquele previsto, na regra de competência; 15Pois
EXCLUSIVA DO MAGISTRADO.DOLO NOS ATOS ÍMPROBOS.COMPROVADO. bem. O que se extrai dos autos é que o então Prefeito de Reserva do Iguaçu
ÔNUS DA PROVA. AUTOR QUE COMPROVA DE FORMA SUFICIENTE deliberadamente, no período de 90 (noventa) dias que antecedeu as eleições de
(DOCUMENTOS E TESTEMUNHOS) AS AÇÕES DO AGENTE. RÉU QUE 2004, buscou a promoção pessoal através da inauguração de obras públicas,
NÃO CONSEQUE DESCONSTITUIR IMPUTAÇÕES, DIANTE DA ROBUSTEZ contratação de shows e exibição de vídeo durante as festividades tradicionais
DOS ELEMENTOS PROBATÓRIOS.REENQUADRAMENTO DAS AÇÕES DO da cidade.Abaliza-se que, com tal conduta, o apelante incorreu em improbidade
OFICIAL DE REGISTRO. INEXISTÊNCIA DE DANO AO ERÁRIO, MAS SIM, administrativa por vulnerar o artigo 37, §1º da Constituição Federal, bem como
ENRIQUECIMENTO ILÍCITO.READEQUAÇÃO DAS PENAS. NECESSIDADE DE violou os artigos 73, inciso IV e 75 da Lei nº 9.504/97 ao praticar ato visando fim
OBSERVÂNCIA DA RAZOABILIDADE E PROPORCIONALIDADE NA APLIÇÃO proibido em lei.Consagra-se a diretriz da impessoalidade no artigo 37,§ 1º da Carta
DAS PENAS.1. (...). 2. O acervo probatório, constituído por recibos e testemunhos, Constitucional, a qual prevê que:Art. 37. A administração pública direta e indireta de
não deixa margem de dúvida de que o Oficial de Registro, através de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios
modelo de requerimento por ele próprio elaborado, condicionava o registro dos obedecerá aos princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e
imóveis ao pagamento das custas em seu valor mais elevado.3.No momento eficiência e, também, ao seguinte: (...) § 1º A publicidade dos atos, programas, obras,
do julgamento de qualquer demanda, a apreciação probatória é ato típico e serviços e campanhas dos órgãos públicos deverá ter caráter educativo, informativo
exclusivo do 11magistrado, sendo permitido ao juiz, desde que devidamente ou de orientação social, dela não podendo constar nomes, símbolos ou imagens
motivado, valorar as provas coletadas conforme seu livre convencimento. Por que caracterizem promoção pessoal de autoridades ou servidores públicos.A Lei
isso, não há ilegalidade no julgamento que adota determinada prova em nº 9.504/97, por sua vez, estabelece que: 16Art. 73. São proibidas aos agentes
detrimento de outra, conforme já decidiu o Superior Tribunal de Justiça: "(...) públicos, servidores ou não, as seguintes condutas tendentes a afetar a igualdade
A livre apreciação da prova e o livre convencimento motivado do juiz são de oportunidades entre candidatos nos pleitos eleitorais: (...) IV - fazer ou permitir
princípios basilares do sistema processual civil brasileiro. Precedentes. (...)." (STJ uso promocional em favor de candidato, partido político ou coligação, de distribuição
- AgInt nos EDcl no AREsp 155853/SP. Rel. Min. LÁZARO GUIMARÃES gratuita de bens e serviços de caráter social custeados ou subvencionados pelo
(DESEMBARGADOR CONVOCADO DO TRF 5ª REGIÃO). QUARTA TURMA. Poder Público;Art. 75. Nos três meses que antecederem as eleições, na realização
J.: 06/02/2018. DJe 09/02/2018) 4. (...) 5. (...) RECURSO 1 PARCIALMENTE de inaugurações é vedada a contratação de shows artísticos pagos com recursos
PROVIDO.RECURSO 2 PROVIDO.(TJPR - 5ª C.Cível - AC - 1724590-6 - públicos.Nesta esteira, a própria Lei eleitoral é explícita ao determinar em seu artigo
Pinhão - Rel.: Nilson Mizuta - Unânime - J.10.04.2018)(Destaquei).APELAÇÃO 73, § 7º que, uma vez cometidos atos que se encaixam nas previsões elencadas no
CÍVEL. AÇÃO CIVIL PÚBLICA. ATO DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA. caput deste dispositivo, configurar-se- á ato de improbidade administrativa, como se
TIPIFICAÇÃO NO ARTIGO 11 DA LEI N.º 8.429/92. VAZAMENTO DE OPERAÇÃO verifica a seguir:§ 7º As condutas enumeradas no caput caracterizam, ainda, atos de
POLICIAL. ACERVO PROBATÓRIO INSUFICIENTE QUANTO AO COMETIMENTO improbidade administrativa, a que se refere o art. 11, inciso I, da Lei nº 8.429, de 2
DO ATO ÍMPROBO. ÔNUS QUE INCUMBE AO AUTOR.APLICAÇÃO DO de junho de 1992, e sujeitam-se às disposições daquele diploma legal, em especial
ARTIGO 333, INCISO I, DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL/73, VIGENTE às cominações do art. 12, inciso III.Ao subsumir os fatos às normas pertinentes,
À ÉPOCA DA SENTENÇA. PROVAS COLHIDAS NO PROCESSO JUDICIAL conclui-se que o apelante incidiu em tais previsões legais. 17Isto porque ficou claro
QUE NÃO CONFIRMAM OS INDÍCIOS APURADOS NO INQUÉRITO CIVIL. que, quando da preparação e realização da IV Festa do Tropeiro, o então Prefeito
DEPOIMENTOS TESTEMUNHAIS ISENTANDO O RÉU DO SUPOSTO REPASSE contratou shows de artistas, tais como Sérgio Reis e Xiru Missioneiro, com verbas
DE INFORMAÇÕES SIGILOSAS. LIVRE CONVENCIMENTO MOTIVADO DO JUIZ públicas para a inauguração do Parque dos Tropeiros; exibiu vídeo institucional, cujo
NA VALORAÇÃO DOS ELEMENTOS DE PROVA.PREVALÊNCIA NO CASO teor exaltava a própria gestão, denegrindo as anteriores; e, fez campanha eleitoral
CONCRETO.MAGISTRADO DE PRIMEIRO GRAU QUE FEZ UMA ANÁLISE maciça para seu vice-prefeito.Verifica-se a juntada de folder que contém a divulgação
MINUCIOSA DOS DEPOIMENTOS, ALÉM DE TER CONTATO DIRETO COM da programação da IV Festa do Tropeiro, 8º aniversário da Emancipação Política
A PROVA, 12POSSUINDO MELHORES CONDIÇÕES PARA SUA AVALIAÇÃO. do Município de Reserva do Iguaçu, corroborando com a inauguração da Praça do
PRECEDENTES. Apelação Cível n.º 1.248.413-6RECURSOS DESPROVIDOS. Louvor, do Centro de Convivência, da Pista de Laço, dos Pavilhões de Exposição no
- 64 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
Parque do Tropeiro e da pista de motocross no dia 04 de setembro de 2004, período ADMINISTRATIVA.PARA A TIPIFICAÇÃO DA CONDUTA DOS RÉUS COMO
de natureza pré- eleitoral (mov. 44.8, fl. 01). Ainda, a festa de encerramento se deu INCURSOS NAS PREVISÕES DA LEI DE IMPROBIDADE 23ADMINISTRATIVA,
com a ocorrência de supracitados shows, localizados na Praça do Louvor (mov.44.2, É NECESSÁRIA A DEMONSTRAÇÃO DO ELEMENTO SUBJETIVO. NO
fl. 19).Outrossim, ao analisar o vídeo juntado aos autos, fica nítido que o apelante CASO DO ARTIGO 11, O DOLO, QUE PODE SER GENÉRICO. RECURSO
fez uso da sua posição de gestor municipal e utilizou as festividades como uma ESPECIAL PROVIDO. [...] 5. É pacífico nesta Corte que o ato de improbidade
plataforma eleitoral para seu vice- prefeito e para sua promoção pessoal, tornando o administrativa previsto no art. 11 da Lei 8.429/1992 exige a demonstração
festival em um verdadeiro comício, medida vedada pela Lei nº 9.504/97.Aponta-se os de dolo, o qual, contudo, não necessita ser específico, sendo suficiente o
seguintes registros no vídeo apresentado (mov. 9.6): 1802:50 e 03:39 - Caminhões dolo genérico. [...] (STJ. REsp 1553370/SP, Rel. Ministro HERMAN BENJAMIN,
com o nº 15 estampado e o nome do vice de Elias Farah Junior, Odilon Mendes.04:06 SEGUNDA TURMA, julgado em 13/06/2017, DJe 29/06/2017)ADMINISTRATIVO
- Início da exibição do vídeo promocional no telão, mencionando a alcunha pela E PROCESSUAL CIVIL. AÇÃO DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA.
qual o apelante é popularmente conhecido ?Juca Farah? e enaltecendo sua gestão LITISCONSÓRCIO PASSIVO NECESSÁRIO. SÚMULA 7/STJ. ART. 11 DA LEI
com o nítido caráter de promoção pessoal.12:13 - Exibição no vídeo do logo da 8.429/1992. DOLO GENÉRICO RECONHECIDO PELO TRIBUNAL DE ORIGEM.
gestão do apelante "Força de nossa Terra", o que coincide com o tema utilizado no REEXAME FÁTICO.IMPOSSIBILIDADE. SÚMULA 7/STJ. APLICAÇÃO DA LEI
evento do Município, a IV Festa do Tropeiro, mais uma vez reforçando o aspecto de DE IMPROBIDADE AOS AGENTES POLÍTICOS.COMPATIBILIDADE COM O
promoção pessoal do apelante.Por volta dos 16 min, inicia-se os registros do show do DECRETO-LEI 201/1967.[...] 4. É pacífico no STJ que o ato de improbidade
cantor Sérgio Reis, remetendo ao nome do Prefeito.É possível também comprovar ao administrativa previsto no art. 11 da Lei 8.429/1992 exige demonstração de dolo,
longo do vídeo, diversas imagens que mostram várias pessoas vestindo a camiseta- o qual, contudo, não precisa ser específico, sendo suficiente o dolo genérico.(STJ.
uniforme com o tema da festa "Força da nossa terra", bem como o adesivo nº 15, REsp 1662580/GO, Rel. Ministro HERMAN BENJAMIN, SEGUNDA TURMA, julgado
da coligação do apelante.Ratifica-se que o nº 15 é da coligação do apelante ao se em 02/05/2017, DJe 10/05/2017)Logo, sob essa ótica, não há como afirmar que
deparar com a apresentação de "santinhos" dos candidatos, dentre os quais se vê o o Prefeito não agiu, ao menos, com dolo genérico, já que consciente da conduta
do vice-prefeito Odilon e o de uma das testemunhas arroladas pelo apelante, Rose violadora dos princípios da legalidade e moralidade administrativa, contrariando as
Borba (Rosane Terezinha Borba), então 19candidata a vereadora no Município e normas de comportamento e zelo para com a coisa pública e prejudicando, via de
também ré na demanda ajuizada na Justiça Eleitoral (mov. 44.2, fl. 20)Ainda, em seu consequência, a população do Município de Mandaguari.Agora, sob a mesma ótica,
depoimento, o apelante confirmou várias questões, dentre as quais: a) que a festa com relação à empresa Boff Tur Ltda. e seu representante legal, Agostinho Boff Filho,
foi criada durante o primeiro ano de sua gestão, em 2001, tendo se repetido nos resta 24prejudicado o enquadramento de dolo, mesmo que genérico, já que não
anos subsequentes, tornando-se um evento típico da cidade; b) no ano de 2004 a restou comprovado nos autos que os mesmos tinham conhecimento da ilegalidade,
festividade ocorreu em período eleitoral, no dia 04 de setembro; c) construiu o Parque já que nunca notificados pela Prefeitura sobre a necessidade de regularização de seu
dos Tropeiros para exposição e leilão de animais, para shows e eventos, auditório contrato.Ademais, houve a continuidade da prestação dos serviços que, inclusive,
e feiras; d) foi processado na Justiça Eleitoral em razão da inauguração do Parque resultaram em prejuízos para a empresa entre os anos de 2009 a 2011, conforme
do Tropeiro em ocasião que antecedia as eleições de 2004, contudo, alegou que laudo pericial juntado no mov. 280, o que configura, de certa forma, a boa-fé destes
teve parecer favorável da assessoria jurídica municipal para tanto, desde que não apelantes, que atenderam a população mesmo auferindo prejuízos.Assim, já que
fosse candidato; e) todos os candidatos estavam distribuindo ?santinhos? durante a para a configuração de violação dos princípios da administração não basta que a
festa; f) foi exibido em um telão um vídeo que relatava a história do Município, porém, conduta seja culposa e, uma vez não configurada a existência de consciência do
sem intenção de enaltecer a administração dele e do vice, limitando-se a cunho ato irregular (dolo), absolvo os apelantes Boff Tur Ltda. e Agostinho Boff Filho.2.2.4.
administrativo, pois serviu como uma espécie de prestação de contas; g) o show do Como já dito, no tocante à imputação da conduta descrita no art. 11 da Lei nº
Sérgio Reis foi contratado com os recursos do Município, assim como todos os anos 8.429/92, de violação aos princípios da administração
as festividades eram custeadas com recursos do ente municipal; h) os servidores pública, é de se reconhecer a presença do dolo, ainda que genérico, no agir do
trabalharam voluntariamente e vestiam uma camiseta própria da festa, todavia, não apelante.Isto porque a norma constitucional de que a atuação na administração
avistou nenhum deles ostentando o adesivo nº 15 na vestimenta; e, i) confirma que pública deve ser pautada na impessoalidade, desprovida de qualquer promoção
o lema de sua gestão era "Força de nossa terra", mas não se recorda se o nome da pessoal, nos termos do parágrafo 1º do artigo 37 da 25Carta Constitucional é
festa era o mesmo (mov. 9.2) 20As demais oitivas não trouxeram elementos sólidos expressa e notória, o que não permite o seu desconhecimento pela parte gestora à
capazes de elidir as circunstâncias evidenciadas pelo conjunto fático- probatório, haja época dos fatos.Não se trata, portanto, de inabilidade. Por tais razões, inconsistente
vista que José Pedro Monteiro, Nereu Vitali e Rosane Terezinha Borba se ativeram o argumento do apelante que sua conduta padeceu de dolo, uma vez que tinha
apenas a afirmar que não lembravam ao certo dos fatos a ele inquiridos (movs. 9.3 a conhecimento das possíveis implicações legais que poderia enfrentar ao viabilizar
9.5).O que chama atenção em seu depoimento é a confirmação que inaugurou obras as festividades com verbas públicas, fazendo do evento uma verdadeira plataforma
públicas em momento eleitoral, contratou show de artista com dinheiro público para o de autopromoção através de shows, exibição de filmes institucionais e inauguração
encerramento do evento, exibiu vídeo promocional e testemunhou a livre distribuição de obras públicas.Frise-se que para a configuração de ato de improbidade
de panfletos de candidatos.Aliás, colige-se que o contrato do cantor Sérgio Reis teve administrativa, no presente caso, basta a configuração de dolo genérico, conforme
um valor global de R$ 35.000,00 (trinta e cinco mil reais), de acordo com as fls. 18/20, a jurisprudência do C. STJ:PROCESSUAL CIVIL E ADMINISTRATIVO. AGRAVO
no mov. 44.4.Vale destacar também que na própria seara eleitoral, considerou- REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL. AÇÃO CIVIL PÚBLICA. IMPROBIDADE
se que o apelante violou os artigos 73, inciso IV e 75 da Lei nº 9.504/97, sendo ADMINISTRATIVA.CONTRATAÇÃO DE SERVIDOR SEM CONCURSO PÚBLICO.
condenado na "condição de Prefeito Municipal e principal responsável pelo fato de PRÁTICA DE ATO VIOLADOR DE PRINCÍPIOS ADMINISTRATIVOS. ARTIGO
servidores públicos fazerem propaganda durante as festividades municipais, sendo 11 DA LEI 8429/92.RECONHECIMENTO DE DOLO GENÉRICO. PENALIDADE
ainda o principal responsável pelo fato de as festas do município se transformarem APLICADA. PROPORCIONALIDADE. REEXAME DO CONJUNTO FÁTICO
em comício em favor do candidato Odilon Mendes Sobrinho, bem como pelo fato de E PROBATÓRIO DOS AUTOS.IMPOSSIBILIDADE. SÚMULA 7/STJ.1. A
ser o responsável pela autorização de gastos públicos (aluguel de telão, produção de jurisprudência desta Corte Superior de Justiça é no sentido de que não se pode
vídeo, 21contratação de shows), fixo multa no valor de R$ 50.000,00 (cinquenta mil confundir improbidade com simples ilegalidade. A improbidade é a ilegalidade
reais)" (mov. 44.7, fls. 13/41).Diante de tal cenário, evidencia-se o ultraje ao artigo tipificada e qualificada pelo elemento subjetivo da conduta do agente. Assim, para a
37, § 1º da Carta Magna e a vulneração aos artigos 73, inciso IV e 75 da Lei nº tipificação das condutas descritas nos artigos 9º e 11 da Lei 8.429/92 é indispensável,
9.504/97, o que culmina com o enquadramento no artigo 11, caput e inciso I da Lei para a caracterização de improbidade, que o agente tenha agido 26dolosamente
nº 8.429/92.2.2.1. Assim, padece de consistência os argumentos apresentados pelo e, ao menos, culposamente, nas hipóteses do artigo 10.2. Os atos de improbidade
apelante de que não objetivou a promoção pessoal, nem procurou afetar a igualdade administrativa descritos no artigo 11 da Lei nº 8429/92, como visto, dependem da
de oportunidades entre candidatos nos pleitos eleitorais, uma vez que, diante de presença do dolo genérico, mas dispensam a demonstração da ocorrência de dano
todos os fatos acima constatados, restou clara a escolha de utilizar das festividades para a Administração Pública ou enriquecimento ilícito do agente.3. Na hipótese
tradicionais do Município como um meio de enaltecimento próprio e de sua gestão dos autos, o Tribunal a quo, embora tenha consignado que era prescindível a
e como uma plataforma de campanha eleitoral para seu vice- prefeito.Revela-se demonstração de dolo ou culpa do agente, reconheceu expressamente ser "flagrante
que o apelante agiu contrariamente à Constituição Federal, à lei eleitoral e à lei a inobservância da regra de provimento dos cargos públicos por meio de concurso
de improbidade administrativa, vulnerando o interesse e diretrizes da Administração público, conforme previsto na Carta Magna, deve ser reconhecida a ilegalidade na
Pública, o que torna nítida a perpetração de condutas que se configuram como atos contratação", daí porque não há que se falar na inexistência do elemento doloso.4. No
ímprobos, nos termos do artigo 11º, inciso I da Lei nº 8.429/92. 22Cumpre frisar que que concerne à apontada violação ao art. 12 da Lei 8429/92, a análise da pretensão
se fazer valer das festividades tradicionais do Município a fim de enaltecer a própria recursal no sentido de que sanções aplicadas não observaram os princípios da
gestão por meio da exibição de vídeo institucional, inauguração de obras públicas, proporcionalidade e razoabilidade, com a consequente reversão do entendimento
shows de artistas e ainda fornir a campanha eleitoral de seu vice-prefeito expressa manifestado pelo Tribunal de origem, exige o reexame de matéria fático-probatória
a vontade consciente de aderir à tal conduta, produzindo os resultados vedados dos autos, o que é vedado em sede de recurso especial, nos termos da Súmula
pela norma jurídica. Constata-se a simples anuência aos resultados contrários 7/STJ.5. Agravo regimental não provido.(AgRg no REsp 1500812/SE, Rel. Ministro
aos diplomas legais pertinentes quando o agente público escolhe utilizar o evento MAURO CAMPBELL MARQUES, SEGUNDA TURMA, julgado em 21/05/2015, DJe
municipal como uma plataforma eleitoral para seu vice-prefeito e para sua promoção 28/05/2015)Deste modo, tendo o apelante praticado ato de improbidade capitulado
pessoal, tornando o festival em um verdadeiro comício, o que revela a perpetração no artigo 11, inciso I da Lei nº 8.429/92, cuja conduta violou os princípios básicos
de conduta sob o manto do dolo genérico.Ocorre que, como já citado acima, pelo da Administração Pública, mais especificamente os princípios da impessoalidade,
sedimentado entendimento do STJ não há necessidade de comprovação de má- o recurso de apelação não merece provimento neste cerne. 272.3. Não obstante
fé ou desonestidade para a configuração do dolo genérico, bastando que o agente a tal fato, no que tange à algumas penalidades impostas ao apelante, a sentença
tenha a consciência da realização do ato violador dos princípios, o que inegavelmente merece ser parcialmente reformada.No que se refere à multa civil e a suspensão dos
ocorreu com relação ao então Prefeito.Reafirmando tal posicionamento, observa- direitos políticos atribuídas ao apelante, entendo que é curial melhor dosá-las, em
se os recentes julgados extraídos das duas Turmas de Direito Público do observância aos princípios da proporcionalidade e da razoabilidade.Faz-se mister
Superior Tribunal de Justiça, vejamos:PROCESSUAL CIVIL. IMPROBIDADE salientar que as sanções previstas na Lei nº 8.429/92 são de extrema gravidade
- 65 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
e, por isso, devem ser aplicadas com certa ressalva.A imposição de sanção AÇÃO DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA. MEDIDA DE INDISPONIBILIDADE
decorrente da prática de ato de improbidade deve guardar proporcionalidade com a DE BENS. INSURGÊNCIA CONTRA MENÇÃO AO PERICULUM IN MORA
responsabilidade atribuída ao agente público, atendendo, assim, o disposto no artigo PRESUMIDO NA DECRETAÇÃO DA MEDIDA CAUTELAR. NÃO ACOLHIMENTO.
12, parágrafo único, da Lei nº 8.429/92, que determina que "na fixação das penas REQUISITO IMPLÍCITO NO ART. 7º DA LEI Nº 8.429/1992.DESNECESSIDADE
previstas nesta lei o juiz levará em conta a extensão do dano causado, assim como DE DEMONSTRAÇÃO DO RISCO EFETIVO OU IMINENTE DE DILAPIDAÇÃO
o proveito patrimonial obtido pelo agente. "Segundo leciona MARINO PAZZAGLINI PATRIMONIAL PELO RÉU. INTELIGÊNCIA DO ENTENDIMENTO FIRMADO
FILHO, "(...) a imposição das sanções elencadas para os atos de improbidade NO RECURSO REPETITIVO RESP 1.366.721/BA. DECISÃO AMPARADA
administrativa deve ser razoável, isto é, adequada, sensata, coerente em relação ao NOS ELEMENTOS CONCRETOS DOS AUTOS. RECURSO NÃO PROVIDO.
ato ímprobo cometido pelo agente público e suas 28circunstâncias, e proporcional, 2RELATÓRIO:
ou seja, compatível, apropriada, pertinente com a gravidade e a extensão do dano 0020 . Processo/Prot: 1740238-1 Agravo de Instrumento
causado por ele." (LEI DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA COMENTADA, 3ª . Protocolo: 2017/253252. Comarca: Mallet. Vara: Juízo Único. Ação Originária:
edição, São Paulo, Editora Atlas, 2007, p. 156).No caso em lume, não obstante a 0000049-03.2017.8.16.0106 Cobrança. Agravante: Água Viva Poços Artesianos
reprovabilidade da conduta praticada, tem-se que a sentença se revelou, de certo Ltda. Advogado: Cassiana Alvina Carvalho, Pâmela Pedott. Agravado: Município
modo, exacerbada ao condenar o apelante nos seguintes termos:"a) a perda da de Mallet. Advogado: Saulo Henrique Boff, Nathan de Freitas Fernandes, Thiers
função pública e a suspensão dos direitos políticos, pelo prazo de cinco anos; b) a Andregotti. Órgão Julgador: 5ª Câmara Cível. Relator: Des. Leonel Cunha. Julgado
proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais em: 19/06/2018
ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica DECISÃO: ACORDAM os integrantes da Quinta Câmara Cível deste TRIBUNAL DE
da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de cinco anos; c) ao pagamento de multa JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ, por unanimidade de votos, em dar parcial
civil no valor equivalente a vinte vezes o valor da remuneração que recebia enquanto provimento ao Agravo de Instrumento, nos termos da fundamentação. EMENTA:
era Prefeito do Município de Reserva do Iguaçu, devidamente atualizada conforme EMENTA1) DIREITO ADMINISTRATIVO E PROCESSUAL CIVIL.CONTRATO
o IPCA, em favor da pessoa jurídica prejudicada pelo ilícito, a Prefeitura de Reserva ADMINISTRATIVO. SUBCONTRATAÇÃO.INEXISTÊNCIA DE AUTORIZAÇÃO
do Iguaçu/PR."Assim, em que pese a prática de ato ímprobo, nas circunstâncias DE SUBCONTRATAÇÃO NO AJUSTE. HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS
narradas nos autos, a imposição cumulativa de todas as sanções previstas na Lei DESPROPORCIONAIS. REDUÇÃO.a) No âmbito da Administração Pública não se
nº 8.429/92 deve observar os princípios da proporcionalidade e da razoabilidade e admite o fenômeno da autorização tácita para a subcontratação de obras ou serviços
readequação das sanções impostas ao apelante é medida que se impõe. 292.3.1. (art. 72, Lei nº 8.666/93), sendo que tal subcontratação, sem autorização expressa
Em primeiro lugar, não foi especificada a importância que se traduziu em dano ao do ente público contratante, representaria, em verdade, verdadeiro descumprimento
erário.Sim, é incontestável que o apelante fez uso de recursos públicos para realizar a contratual, o que poderia ensejar, até, sua rescisão (art. 78, VI, da mesma Lei).
IV Festa do Tropeiro - o que foi confirmado pela própria parte em sua oitiva - e, ao fim, a o trabalho exigido do Advogado, o tempo despendido nas tarefas, assim como
esta serviu para divulgar vídeo autopromocional e fazer campanha eleitoreira ao vice- a complexidade da causa, sendo certo que fixar mais de R$ 34.000,00 para uma
prefeito.Contudo, valores não foram indicados pontualmente pelo apelado, o que não única petição, em que requer reconhecida a ilegitimidade passiva do Município, é
foi nem mesmo objeto de pedido o ressarcimento do alegado prejuízo, o que torna valor flagrantemente desproporcional.2) AGRAVO DE INSTRUMENTO A QUE SE
custoso pressupor a dimensão do dano infligido ao patrimônio público de Reserva DÁ PARCIAL PROVIMENTO.
do Iguaçu.Outrossim, é inegável que as festividades, de fato, ocorreram, tendo sido
desfrutada por toda a população reservense. Ou seja, mesmo com o conjeturado IDMATERIA1403469IDMATERIA

dano ao erário, os serviços contratados foram executados, tais como almoço, shows I Divisão de Processo Cível
e bailes.Vale recordar que como se trata de uma festa típica do Município, presume- Seção da 5ª Câmara Cível
se que fatalmente tais recursos teriam sido despendidos para a realização do Relação No. 2018.05457
evento.Desse modo, impõe-se a redução do valor arbitrado a título de multa civil ____________________________________________________
pelo nobre magistrado singular, devendo Elias Farah 30Junior ser condenado ao
pagamento de multa civil no importe equivalente a 5 (cinco) vezes o valor do
subsídio de prefeito a época dos fatos, devidamente corrigido monetariamente e com
incidência de juros de mora.2.3.2. Também impele à dispensa da sanção de perda
da função pública, a qual se mostra despropositada, uma vez que o apelante não
figura mais como o prefeito de Reserva do Iguaçu.Depreende-se que tal penalidade, ÍNDICE DA PUBLICAÇÃO
neste caso em concreto, não se mostra profícua, pois no plano fático não se estará
Advogado Ordem Processo/Prot
destituindo cargo algum do apelante, pois este já não detém mais a função de gestor
Adauto de Almeida 009 1688489-0
municipal de referido Município.Assim, não há que se falar em perda da função
Tomaszewski
pública.2.3.3. Igualmente, pertinente reconsiderar a suspensão dos direitos políticos,
013 1722394-6
fixada em 05 (cinco) anos pelo magistrado de origem.Em que pese seu respeitável
entendimento, o qual observou o previsto no inciso III do artigo 12, ressalta-se que Adriana Glück Camargo 018 1354794-5
os direitos políticos são garantias constitucionais concedidas aos cidadãos, de modo Aline Regina das Neves 001 0881979-4
que a impossibilidade de seu exercício por prazo determinado constitui 31sanção Amanda dos Santos 006 1667474-9
bastante gravosa e suficiente para responsabilizar a conduta praticada pelo apelante, Domareski
possuindo condão de prevenir a prática de novos atos, além de atender ao caráter André Mendonça Vieira 009 1688489-0
pedagógico que se perquire.Desse modo, considera-se mais razoável e proporcional 017 1734546-1
determinar a suspensão dos direitos políticos por 03 (três) anos.2.3.4. Neste sentido, Angela Erbes 012 1719284-0/01
assim já se pronunciou o C.Superior Tribunal de Justiça em relação à observância Camila Sailer Rafanhim 008 1686305-1
da proporcionalidade e razoabilidade na aplicação das penalidades previstas na Lei Carolina Borges Cordeiro 001 0881979-4
de Improbidade Administrativa:PROCESSUAL CIVIL. ADMINISTRATIVO. AGRAVO Cibelle Diana Mapelli Corral 007 1679217-5
REGIMENTAL. RECURSO ESPECIAL. IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA. Bóia
DESCARACTERIZAÇÃO DO ATO COMO ÍMPROBO. PRESENÇA DO ELEMENTO Danielle Christianne da 015 1728964-2/01
SUBJETIVO. DOLO GENÉRICO RECONHECIDO.REVISÃO EXCEPCIONAL NA Rocha
PROPORCIONALIDADE DA SANÇÃO. MODULAÇÃO DA PENA. SUPRESSÃO Edualdo Fernandes de 016 1729813-4
DA SUSPENSÃO DOS DIREITOS POLÍTICOS. PROVIMENTO DO AGRAVO Oliveira
REGIMENTAL. PROVIMENTO PARCIAL DO RECURSO ESPECIAL. 1. (...) 2. A Eduardo Henrique 015 1728964-2/01
admissão das servidoras ao arrepio da lei expressa a vontade consciente de aderir Knesebeck
à conduta (dolo genérico). "O dolo que se exige para a configuração de improbidade Eliane dos Santos de Souza 018 1354794-5
administrativa é a simples vontade consciente de aderir à conduta, produzindo Elizeu Luciano de Almeida 010 1689518-0
os resultados vedados pela norma jurídica - ou, ainda, a simples anuência aos Furquim
resultados contrários ao Direito quando o agente público ou privado deveria 32saber Estevam Capriotti Filho 018 1354794-5
que a conduta praticada a eles levaria -, sendo despiciendo perquirir acerca de
Evaristo Aragão F. d. Santos 005 0688588-7/01
finalidades específicas. Em resumo:
Fabiane Cristina Seniski 011 1695031-5
0019 . Processo/Prot: 1737157-6 Agravo de Instrumento
. Protocolo: 2017/243164. Comarca: Foro Central da Comarca da Região Filipe Wilson Gomes de 008 1686305-1
Borba
Metropolitana de Curitiba. Vara: 5ª Vara da Fazenda Pública. Ação Originária:
Francisco da Cunha e Silva 008 1686305-1
0001257-31.2016.8.16.0179 Ação de Improbidade. Agravante: Altair Carlos Darú.
Neto
Advogado: Bruno Augusto Gonçalves Vianna, Alessandro Silverio, Sylvio Lourenço
Gisele Passos Tedeschi 005 0688588-7/01
da Silveira Filho. Agravado: Ministério Público do Estado do Paraná. Interessado:
Valdir Luiz Rossoni. Advogado: José Cid Campelo Filho. Interessado: Liana de Guilherme Sayevicz Habib 014 1723393-3
Oliveira Lisboa Toufic Raad. Advogado: Rodrigo Garcia Sant'anna Bevilaqua. Guilherme Silva Ribeiro 005 0688588-7/01
Órgão Julgador: 5ª Câmara Cível. Relator: Des. Carlos Mansur Arida. Julgado em: Gonçalves
19/06/2018 Isabela C. D. B. L. Aguirra 010 1689518-0
DECISÃO: ACORDAM os Desembargadores integrantes da Quinta Câmara Cível Israel Liutti 011 1695031-5
do Eg. Tribunal de Justiça do Paraná, por unanimidade de votos, em negar João Augusto de Almeida 016 1729813-4
provimento ao recurso. EMENTA: EMENTA: AGRAVO DE INSTRUMENTO. João Carlos Martins 011 1695031-5
- 66 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
Jorge Vicente Silva 018 1354794-5 0007 . Processo/Prot: 1679217-5 Apelação Cível
Juliano Luís Zanelato 016 1729813-4 . Protocolo: 2017/98019. Comarca: Porecatu. Vara: Vara Cível, da Fazenda Pública,
Luiz Gustavo de Andrade 006 1667474-9 Acidentes do Trabalho, Registros Públicos e Corregedoria do Foro Extrajudicial,
Maçazumi Furtado Niwa 011 1695031-5 Juizado Especial Cível e Juizado Especial da Fazenda Pública. Ação Originária:
0002255-96.2014.8.16.0137 Ação Civil Pública. Apelante: Estado do Parana.
Maicon Castilho 009 1688489-0
Advogado: Cibelle Diana Mapelli Corral Bóia. Apelado: Ministério Público do Estado
013 1722394-6
do Paraná. Órgão Julgador: 5ª Câmara Cível. Relator: Des. Nilson Mizuta. Despacho:
Maria Lúcia Lins Conceição 005 0688588-7/01 Processo Sobrestado (art. 1.037 CPC 2015)
Nataniel Ricci 017 1734546-1 O Ministério Público do Estado do Paraná ajuizou a ação civil pública contra o
Newton Pereira Portes Junior 017 1734546-1 Estado do Paraná, em defesa dos direitos de Celsa Maria de Brito Pinheiro, alegando
Niarkos Fonseca de Siqueira 014 1723393-3 que a substituída teve diagnóstico de Retinopatia Diabética não Proliferativa com
Paulo Sérgio Rosso 015 1728964-2/01 edema macular clinicamente significativo em ambos os olhos de coerência óptica -
Priscila Kei Sato 005 0688588-7/01 CID H 36.0. Para o tratamento o médico oftalmologista, Dr.Jayme Adalberto Alves
Rafael Henrique Conte Weck 014 1723393-3 Junior - CRM/PR 24584, prescreveu o medicamento Lucentis (Ranibizumabe), seis
Raphael Duarte da Silva 016 1729813-4
frascos, com três aplicações iniciais, em cada olho.Informa que não possui condições
econômico- financeira para custear o tratamento. Registra que, em 30 de setembro
Rita de Cássia C. d. 005 0688588-7/01
Vasconcelos
de 2014, o pedido foi negado pela 17ª Regional de Saúde.Busca a concessão de
liminar para determinar ao réu que forneça o medicamento à substituída, conforme
Roberto Fischer Estivalet 013 1722394-6
prescrição médica, sob pena de incidência de multa diária. No mérito, pugna pela
Rodrigo Mello Campos 012 1719284-0/01
condenação do a cumprir obrigação consistente na disponibilização do medicamento
Rosanny Almeida Thomaz 016 1729813-4 Lucentis (Ranibizumabe) 10mg/ml, ampola, 06 (seis) frascos, à Celsa Maria de
Teresa Celina de Arruda 005 0688588-7/01 Brito Pinheiro, de acordo com prescrição médica.O MM Juiz de Direito Dr. Luiz
Alvim Carlos Boer deferiu a tutela (PROJUDI 6.1). O Estado do Paraná discorreu sobre a
Thiago Simões Pessoa 015 1728964-2/01 interpretação e alcance do art. 196 da CF/88. Defendeu que o artigo 19-M da Lei
Wilmar Alvino da Silva 001 0881979-4 nº 8080/90, com redação dada pela Lei nº 12.401/2011, define que a assistência
terapêutica integral no âmbito do Sistema Único de Saúde ocorre em conformidade
com os Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas para as doenças. Alega
que o pedido não pode ser acolhido por determinação do Conselho Nacional de
Despachos proferidos pelo Exmo Sr. Des. Presidente do Órgão Julgador Justiça, consubstanciado na Resolução 107, de 06 de abril de 2010, que orienta
0001 . Processo/Prot: 0881979-4 Apelação Cível pelo esgotamento das alternativas de fármacos previstas na lista RENAME e nos
. Protocolo: 2011/371591. Comarca: Foro Central da Comarca da Região Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas do Ministério da Saúde. Destaca
Metropolitana de Curitiba. Vara: 3ª Vara da Fazenda Pública, Falências e a ausência de prova da necessidade alegada.Sobreveio a r. sentença em que
Recuperação Judicial. Ação Originária: 0001541-60.2008.8.16.0004 Declaratória. o MM Juiz de Direito, Dr. Luiz Carlos Boer, julgou procedente o pedido para
Apelante: Estado de Minas Gerais. Advogado: Aline Regina das Neves. Apelado: condenar o Estado do Paraná a fornecer à paciente Celsa Maria de Brito Pinheiro
Alcebíades Nunes, Angela Lúcia Belloy Nunes. Advogado: Wilmar Alvino da Silva, os medicamentos pleiteados na inicial, conforme prescrição médica, confirmando
Carolina Borges Cordeiro. Órgão Julgador: 5ª Câmara Cível. Relator: Des. Paulo a antecipação de tutela (PROJUDI 25.1).O Estado do Paraná apela para buscar
Roberto Hapner. Relator Convocado: Juiz Subst. 2º G. Edison de Oliveira Macedo a reforma da r. sentença, reiterando que o pedido está em desacordo com as
Filho. Revisor: Des. Leonel Cunha. Despacho: Cumpra-se o venerando despacho. políticas públicas de saúde, uma vez que existem diretrizes a serem seguidas para a
Republique-se o Acórdão, visando a intimação do Estado de Minas Gerais. Int. disponibilização de tratamento pela rede pública.Discorreu sobre a política pública na
Despachos proferidos pelo Exmo Sr. Relator dispensação de medicamentos pelo SUS. Afirmou que, tal pedido, acarreta ofensa
0002 . Processo/Prot: 2018.00057007 Petição Geral ao princípio da isonomia, impossibilitando o acesso igualitário dos cidadãos aos
Protocolo: 2018.00057007. Objeto: Presta informações PROJUDI serviços e programas de saúde. Reiterou que não ocorreu o esgotamento das
5000335-83.2018.8.16.0000 / 5ª cível. Autor: Secretaria de Estado da Justiça alternativas de fármacos previstas na lista RENAME e nos Protocolos Clínicos e
Trabalho e Direitos Humanos Depar. Proferido: no protocolado sob nº Diretrizes Terapêuticas do Ministério da Saúde. Por fim, destacou a inexistência de
2018.00057007. Despacho: Cumpra-se o venerando despacho. prova da necessidade alegada.Decido.O presente recurso deve ser suspenso em
Visto, intime-se a parte para que digitalize a documentação e insira nos autos cumprimento a decisão proferida no Recurso Especial nº 1.657.157/RJ de relatoria do
eletronicos da PJE E. Ministro Benedito Gonçalves Dias.De acordo com o E. Ministro todos os processos
0003 . Processo/Prot: 2018.00057008 Juntada de documentos pendentes sobre "obrigatoriedade de fornecimento, pelo Estado, de medicamentos
Protocolo: 2018.00057008. Objeto: Informação ao Mandado de Segurança nº não contemplados na Portaria n. 2.577/2006 do Ministério da Saúde (Programa de
5000335-83.2018.8.16.0000 - PJE - 5ª CCV. Remetente: Conselho Municipal d Medicamentos Excepcionais)" devem ser suspensos diante do caráter representativo
Epoliticas Etnico Racial de Curitiba. Proferido: no protocolado sob nº 2018.00057008. de controvérsia, nos termos do art. 1.036 e seguintes do CPC/2015.Registrou ainda
Despacho: Cumpra-se o venerando despacho. que:"À guisa de atualização, faço constar que a referida Portaria n. 2.577/2006
Visto, intime-se a parte para que digitalize a documentação e insira nos autos já se encontra ab-rogada, tendo sido substituída, integralmente, pela Portaria n.
eletronicos da PJE 2.982, de 26 de novembro de 2009, remanescendo a situação fática e a questão
0004 . Processo/Prot: 2018.00058191 Petição Geral controvertida.".No presente caso, verifica-se que a paciente Celsa Maria de Brito
Protocolo: 2018.00058191. Objeto: Presta informações PJE Pinheiro, é portadora de Retinopatia Diabética não Proliferativa com edema macular
5000335-83.2018.8.16.0000 - 5ª C. Cível. Remetente: Secretário de Estado da clinicamente significativo em ambos os olhos de coerência óptica - CID H 36.0.
Justiça, Trabalho e Direitos Humanos do Estado do Paraná. Proferido: no protocolado Para o tratamento, o médico oftalmologista, Dr. Jayme Adalberto Alves Junior -
sob nº 2018.00058191. Despacho: Cumpra-se o venerando despacho. CRM/PR 24584, prescreveu o medicamento Lucentis (Ranibizumabe), seis frascos,
Visto, intime-se a parte para que digitalize a documentação e insira nos autos com três aplicações iniciais, em cada olho (PROJUDI 1.4 e 1.5).Em consulta ao
eletronicos da PJE Relatório da CONITEC, de outubro de 2015, conta que "Pelo exposto, a CONITEC,
0005 . Processo/Prot: 0688588-7/01 Embargos de Declaração Cível em sua 40ª reunião ordinária, posicionou-se desfavoravelmente à incorporação no
. Protocolo: 2017/107454. Comarca: Foro Central da Comarca da Região SUS do ranibizumabe para edema macular diabético, recomendando favoravelmente
Metropolitana de Curitiba. Vara: 5ª Vara Cível. Ação Originária: 6885887-0 Apelação a incorporação do bevacizumabe para essa indicação. Considerou-se que o
Civel. Embargante: Hsbc Bank Brasil Sa. Advogado: Teresa Celina de Arruda Alvim, ranibizumabe é eficaz e seguro, porém se equipara em eficácia e segurança
Maria Lúcia Lins Conceição, Rita de Cássia Correa de Vasconcelos, Priscila Kei ao bevacizumabe, o qual representa a alternativa de tratamento mais custo
Sato, Evaristo Aragão Ferreira dos Santos. Embargado: Associação Paranaense de - efetiva" (Disponível em: http://conitec.gov.br/images/Consultas/Relatorios/2015/
Defesa do Consumidor - Apadeco. Advogado: Gisele Passos Tedeschi, Guilherme Relatorio_An tiangiogenicos.pdf, em 23.05.2017). A Portaria nº 48, de 23 de
Silva Ribeiro Gonçalves. Órgão Julgador: 5ª Câmara Cível. Relator: Des. Luiz Mateus novembro de 2012, torna pública a decisão de não incorporar o medicamento
de Lima. Despacho: Descrição:despachos do Relator e Revisor. ranibizumabe para Degeneração Macular Relacionada à Saúde (DMRI) no Sistema
Defiro o pedido de fls. 581. Único de Saúde (SUS). "Art. 1º Fica não incorporado o medicamento ranibizumabe
0006 . Processo/Prot: 1667474-9 Pedido de Concessão de Efeito Susp em Apelação para Degeneração Macular Relacionada à Saúde (DMRI) no SUS". Nesse contexto,
. Protocolo: 2017/70442. Comarca: Paranaguá. Vara: Vara da Fazenda Pública. Ação portanto, a presente demanda deve ser suspensa, porque discute a obrigatoriedade
Originária: 0003844-79.2016.8.16.0129 Ação Civil Pública. Requerente: Município de de fornecimento, pelo Estado do Paraná, de medicamento não contemplado em
Paranaguá/pr. Advogado: Luiz Gustavo de Andrade, Amanda dos Santos Domareski. Portaria e não disponibilizado pelo SUS para o tratamento da doença em questão.
Requerido: Ministerio Publico do Estado do Parana. Órgão Julgador: 5ª Câmara Desse modo, imperioso determinar a suspensão do processamento destes autos até
Cível. Relator: Des. Carlos Mansur Arida. Despacho: Cumpra-se o venerando julgamento final do REsp. nº 1.657.156/RJ do Superior Tribunal de Justiça. Nesses
despacho. termos, remetam-se os autos à Secretaria dessa 5ª Câmara Cível, onde devem
Vistos, 1. Tendo em vista que o presente pedido de atribuição de efeito suspensivo permanecer até o julgamento final do REsp. nº 1.657.156/RJ do STJ. Após o registro
à apelação autuada sob o nº 3844- 79.2016.8.16.0129 já foi apreciado (fls. 614/617- do trânsito em julgado por aquela Suprema Corte, voltem. Int. Curitiba, 24 de maio
TJPR), tendo as partes permanecidos silentes, bem como considerando que o de 2017. NILSON MIZUTA Relator
recurso de apelação acima mencionado foi julgado em 28.02.2018 (seq. 25.1 - 0008 . Processo/Prot: 1686305-1 Apelação Cível e Reexame Necessário
Projudi 2º grau), constata-se o encerramento da prestação jurisdicional no presente . Protocolo: 2017/113631. Comarca: Foro Regional de Araucária da Comarca da
incidente, razão pela qual determino o seu arquivamento. 2. Intimem-se as partes. Região Metropolitana de Curitiba. Vara: 1ª Vara Cível e da Fazenda Pública. Ação
Curitiba, 19 de junho de 2018. DES. CARLOS MANSUR ARIDA Relator Originária: 0002496-86.2012.8.16.0025 Declaratória. Remetente: Juiz de Direito.
- 67 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
Apelante (1): Município de Araucária. Advogado: Francisco da Cunha e Silva Neto. Habib, Rafael Henrique Conte Weck. Réu: Município de Colombo/pr. Advogado:
Apelante (2): Edilza Nichele Oliveira. Advogado: Camila Sailer Rafanhim, Filipe Niarkos Fonseca de Siqueira. Órgão Julgador: 5ª Câmara Cível. Relator: Des. Nilson
Wilson Gomes de Borba. Apelado(s): o(s) mesmo(s). Órgão Julgador: 5ª Câmara Mizuta. Despacho: Processo Sobrestado (art. 1.037 CPC 2015)
Cível. Relator: Des. Nilson Mizuta. Despacho: Cumpra-se o venerando despacho. Pietro Mora Reis, menor, representado por sua genitora Andressa Santos Moura,
I. Acolho o parecer ministerial de fls. 52/54, para converter o feito em diligência, ajuizou ação de obrigação de fazer com preceito cominatório e pedido de tutela
intimando as partes a apresentar as contrarrazões, no prazo de 15 (quinze) dias. II. antecipada em face do Município de Colombo. Narrou que é portador de Epidermolise
Após, com a apresentação ou sem ela, remetam-se os autos à douta Procuradoria- Bolhosa Distrófica, doença genética que importa em fragilidade cutânea, formação
Geral de Justiça, para o parecer de mérito. Curitiba, 26 de junho de 2018. NILSON recorrente de feridas e bolhas e pode ser considerada letal, considerando que
MIZUTA Relator as feridas podem acumular fungos, vírus e bactérias, com a possibilidade de
0009 . Processo/Prot: 1688489-0 Apelação Cível infecção generalizada.Relatou que, de acordo com o relatório médico, o tratamento
. Protocolo: 2017/118947. Comarca: Região Metropolitana de Londrina - Foro fornecido pelo Sistema Único da Saúde com soro fisiológico e gaze simples é
Central de Londrina. Vara: 1ª Vara da Fazenda Pública. Ação Originária: ineficiente e ineficaz, devendo ser fornecido tratamento de resgate com hidratação
0060728-85.2016.8.16.0014 Obrigação de Fazer. Apelante: Estado do Paraná. intensiva da pele corporal, curativos efetivos atraumáticos e antimicrobianos para as
Advogado: André Mendonça Vieira. Apelado: Luiz Antônio Paulussi. Advogado: lesões e suplementação nutricional. Ressaltou que os medicamentos são aprovados
Adauto de Almeida Tomaszewski, Maicon Castilho. Órgão Julgador: 5ª Câmara Cível. pela ANVISA e que não é indispensável o esgotamento da via administrativa
Relator: Des. Carlos Mansur Arida. Despacho: Processo Sobrestado (art. 1.037 CPC para que se busque o Poder Judiciário, em virtude do que dispõe o art. 5º,
2015) inciso XXXV, da CF/88. Reexame Necessário nº 1723393-3 fl. 2 Requereu a
Vistos, Em atenção a decisão proferida no Recurso Especial nº 1.657.156 - RJ, concessão de medida liminar para que o Município de Colombo fosse obrigado
por meio da qual o eminente Ministro Benedito Gonçalves afetou o julgamento do a fornecer o tratamento integral na forma da prescrição médica. No mérito, a
recurso repetitivo à primeira seção do Superior Tribunal de Justiça para, nos termos confirmação da medida liminar. O pedido liminar foi deferido para determinar
do art. 1.036 do Código de Processo Civil, consolidar o entendimento acerca da que o "Município de Colombo-PR que forneça, no prazo de 03 (três) dias, ao
"obrigatoriedade de fornecimento, pelo Estado, de medicamentos não contemplados infante PIETRO MORA REIS, todos os materiais e produtos médico-hospitalares
na Portaria n. 2.577/2006 do Ministério da Saúde (Programa de Medicamentos indicados na prescrição médica de Movimento 1.9." (fls. 43/45). Citado, o Município
Excepcionais).", bem como determinou a suspensão, em todo o território nacional, de Colombo apresentou contestação. Preliminarmente, aduziu que os materiais
dos processos pendentes que versem sobre a questão afetada (cf. art. 1.037, inciso médicos indicados ao paciente devem ser fornecidos pelo Estado do Paraná, pois o
II, do CPC/2015), ressalvadas as hipóteses de auto composição, tutela provisória, tratamento é considerado de alta complexidade e não faz parte da Farmácia Básica
resolução parcial do mérito e coisa julgada, de acordo com as circunstâncias de do Município. Defendeu que não detém legitimidade para figurar como sujeito passivo
cada caso concreto, a critério do juízo, determino o sobrestamento do presente da lide, conforme regramento estabelecido pela Portaria n. 1554/2013 que regula
recurso até o julgamento do referido recurso especial. partes da presente decisão. o Componente Básico da Assistência Farmacêutica. Arguiu que a determinação
Oportunamente, voltem. Curitiba, 25 de maio de 2017. DES. CARLOS MANSUR judicial importa em violação ao princípio da separação de poderes, porque a política
ARIDA Relator de atendimento da saúde se caracteriza como atividade discricionária. Discorreu
0010 . Processo/Prot: 1689518-0 Agravo de Instrumento sobre o princípio da reserva do possível, impessoalidade e supremacia do interesse
. Protocolo: 2017/120924. Comarca: Foz do Iguaçu. Vara: 1ª Vara da Fazenda público sobre o privado. Pediu a improcedência do pedido inicial (fls. 68/86). O
Pública. Ação Originária: 0015939-65.2007.8.16.0030 Execução Fiscal. Agravante: Ministério Público do Estado do Paraná, com atuação no primeiro grau de jurisdição,
Fazenda Pública do Município de Foz do Iguaçu. Advogado: Isabela Christine Dal manifestou-se pela procedência do pedido deduzido na petição inicial (fls. 106/123).
Bó Lima Aguirra, Elizeu Luciano de Almeida Furquim. Agravado: Marcelo Moreira Reexame Necessário nº 1723393-3 fl. 3 Diante da demora no cumprimento da
Andrion. Órgão Julgador: 5ª Câmara Cível. Relator: Des. Carlos Mansur Arida. medida liminar deferida, o Município de Colombo foi novamente intimado e, na
Despacho: Cumpra-se o venerando despacho. ocasião, afirmou que propusera um cronograma assistencial para o tratamento
Vistos, Intime-se o agravante para se manifestar acerca da certidão de fls. 129. do paciente. Salientou que o tratamento é complexo, exige avaliação constante e
Curitiba, 19 de junho de 2018. DES. CARLOS MANSUR ARIDA Relator alterações de conduta e, por isso, seria realizada uma reavaliação das condições
0011 . Processo/Prot: 1695031-5 Apelação Cível do paciente pela equipe de Visita Domiciliar (fls. 199/200). Transcorrido o prazo
. Protocolo: 2017/134730. Comarca: Foro Central da Comarca da Região para apresentação do laudo que seria expedido pela equipe de visita domiciliar, a
Metropolitana de Curitiba. Vara: 1ª Vara da Fazenda Pública. Ação Originária: MM. Juíza de primeiro grau, Dra. Juliana Olandoski Barboza, determinou o bloqueio
0003864-91.2015.8.16.0004 Ordinária. Apelante: Elvira Kregenski. Advogado: via BACENJUD do valor de R$ 13.959,60, conforme orçamento apresentado pela
Maçazumi Furtado Niwa, João Carlos Martins, Israel Liutti. Apelado: Estado do empresa MC Surgical Produtos Médico- Hospitalares Ltda EPP (fls. 245/247). O
Paraná. Advogado: Fabiane Cristina Seniski. Órgão Julgador: 5ª Câmara Cível. paciente foi atendido por especialista em dermatologia na Faculdade Espírita e o
Relator: Des. Adalberto Jorge Xisto Pereira. Relator Convocado: Juiz Subst. 2º G. profissional recomendou o menor para o ambulatório de dermatopediatria do Hospital
Rogério Ribas. Despacho: Cumpra-se o venerando despacho. de Clínicas (fls. 354/356). Sobreveio r. sentença em que a MM. Juíza a quo, Dra.
1) Defiro o pedido de fl. 32-TJ, uma vez que o médico que acompanha a apelante Shaline Zeida Ohi Yamaguchi, julgou procedente o pedido inicial, confirmando a
tem o dever de colaborar com o Poder Judiciário, por força do art. 378 do CPC. medida liminar, para condenar o Município de Colombo a fornecer a Pietro Mora
Oficie-se ao Hospital Erasto Gaertner, no endereço indicado no mov. 48.2, a fim de Reis os seguintes materiais e produtos: "a) para lesão bolhosa em mãos: a.1)curativo
que o médico Johnny Francisco Cordeiro Camargo informe, no prazo de 30 dias, o altamente absorvente impregnado com cloreto de dialquil carbamoil e silicone
estado de saúde atual da paciente Elvira Kregenski e se ainda há a necessidade tamanho 7,5x7,5cm, na quantia mensal de 16 (dezesseis) unidades; a.2) curativo
do medicamento postulado (Rituximabe), bem como, nos termos da decisão de fls. altamente absorvente Reexame Necessário nº 1723393-3 fl. 4 impregnado com
22/24-TJ, "se realmente houve uso, sem sucesso, ou comprovada inadequação de cloreto de dialquil carbamoil e silicone tamanho 12,5x12,5cm, na quantia mensal de
outros medicamentos oferecidos pelo Estado do Paraná, no âmbito do SUS, de forma 16 (dezesseis) unidades; a.3) membrana de celulose bacteriana com poros grandes
circunstanciada, nominando-os individualmente, inclusive quanto aos Protocolos de 2 a 3 mm, tamanho 5cm, na quantia mensal de 10 (dez) unidades; a.4) membrana
Clínicos e Diretrizes Terapêuticas previstos em normas do SUS". 2) Com a resposta, de celulose bacteriana com poros grandes de 2 a 3 mm, tamanho 10x7,5cm, na
manifestem-se as partes, querendo, em 15 dias. 3) Ao depois, retornem os autos quantia mensal de 05 (cinco) unidades; a.5) película elástica, porosa e transparente
conclusos. 4) Int. Curitiba, 25.06.2018 Des. Xisto Pereira - Relator. de poliuretano com camada de contato em silicone 5x7,5cm, na quantia mensal de
0012 . Processo/Prot: 1719284-0/01 Embargos de Declaração Cível 12 (doze) unidades; a.6) película elástica, porosa e transparente de poliuretano com
. Protocolo: 2018/38913. Comarca: Pato Branco. Vara: 1ª Vara Cível e da Fazenda camada de contato em silicone 10x18cm, na quantia mensal de 03 (três) unidades;
Pública. Ação Originária: 1719284-0 Apelação Civel. Embargante: Ademilde Silveira, a.7) hidrogel de poliheraxanida 0,1%, betaína, carboximetilcelulose, glicerina e água
Leonardo Silveira Handa, Pedro Tetuo Handa (maior de 60 anos). Advogado: Rodrigo purificada 100 gramas, na quantia mensal de 03 (três) unidades; a.8) solução aquosa
Mello Campos. Embargado: Município de Pato Branco. Advogado: Angela Erbes. estéril de cocoamidopropilbetaina, polihexanida 0,1% e água purificada, frasco com
Órgão Julgador: 5ª Câmara Cível. Relator: Des. Carlos Mansur Arida. Despacho: 350 ml, na quantia mensal de 02 (duas) unidades; a.9) creme barreira protetora
Cumpra-se o venerando despacho. a base de óxido de zinco micronizado, embalagem com 100 gramas, na quantia
Vistos, 1. Intime-se os embargantes para que façam prova da mudança de sua mensal de 03 (três) unidades; a.10) rede tubular elástica para fixação de curativos
condição financeira após a sentença, no prazo de 5 dias. Oportunamente, voltem de elastodieno e poliamida 10 m, tamanho 1, na quantia mensal de 01 (um) rolo;
conclusos. Curitiba, 19 de abril de 2018. DES. CARLOS MANSUR ARIDA Relator b) para lesão bolhosa em região abdominal: b.1) membrana de celulose bacteriana
0013 . Processo/Prot: 1722394-6 Agravo de Instrumento com poros grandes de 2 a 3 mm tamanho 10x7,5cm, na quantia mensal de 20 (vinte)
. Protocolo: 2017/204369. Comarca: Região Metropolitana de Londrina - Foro unidades; b.2) membrana de celulose bacteriana com poros grandes de 2 a 3 mm
Central de Londrina. Vara: 1ª Vara da Fazenda Pública. Ação Originária: tamanho 15x10cm, na quantia mensal de 10 (vinte) unidades; b.3) película elástica,
0044109-46.2017.8.16.0014 Ação Civil. Agravante: Estado do Paraná. Advogado: porosa e transparente de poliuretano com camada de contato em silicone 5x7,5cm,
Roberto Fischer Estivalet. Agravado: Adriana Pereira Munhoz. Advogado: Maicon na quantia mensal de 30 (trinta) unidades;b.4) hidrogel de poliheraxanida 0,1%,
Castilho, Adauto de Almeida Tomaszewski. Órgão Julgador: 5ª Câmara Cível. betaína, carboximetilcelulose, glicerina e água purificada 100 gramas, na quantia
Relator: Des. Luiz Mateus de Lima. Despacho: Descrição:despachos do Relator e mensal de 03 (três) unidades; b.5) solução aquosa estéril de cocoamidopropilbetaina,
Revisor. polihexanida 0,1% e água purificada, frasco com 350 ml, na quantia mensal de
Defiro o pedido de fl. 246. Aguarde-se pelo prazo de 90 (noventa) dias. 26/06/2018. 01 (uma) unidade; b.6) rede tubular elástica Reexame Necessário nº 1723393-3 fl.
0014 . Processo/Prot: 1723393-3 Reexame Necessário 5 para fixação de curativos de elastodieno e poliamida 10 metros, tamanho 3, na
. Protocolo: 2017/208981. Comarca: Foro Regional de Colombo da Comarca da quantia mensal de 01 (um) rolo; c) para lesão bolhosa em região de concha de
Região Metropolitana de Curitiba. Vara: Vara da Infância e Juventude, Acidentes do orelha: c.1) membrana de celulose bacteriana com poros grandes de 2 a 3 mm
Trabalho, Registros Públicos e Corregedoria do Foro Extrajudicial. Ação Originária: tamanho 7,5x5cm, na quantia mensal de 15 (quinze) unidades; c.2) película elástica,
0007879-94.2016.8.16.0028 Ação Civil Pública. Autor: Andressa Santos Moura porosa e transparente de poliuretano com camada de contato em silicone 5x7,5cm,
Representando Seu(s) Filho(s), Pietro Mora Reis. Advogado: Guilherme Sayevicz na quantia mensal de 15 (quinze) unidades; c.3) hidrogel de poliheraxanida 0,1%,
- 68 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
betaína, carboximetilcelulose, glicerina e água purificada 100 gramas, na quantia 0003394-89.2017.8.16.0004 Obrigação de Fazer. Agravante: Paulo Grisote da Silva.
mensal de 01 (uma) unidade; c.4) solução aquosa estéril de cocoamidopropilbetaina, Def.Público: Newton Pereira Portes Junior. Agravado: Estado do Paraná, Município
polihexanida 0,1% e água purificada, frasco com 350 ml, na quantia mensal de de Curitiba. Advogado: André Mendonça Vieira, Nataniel Ricci. Órgão Julgador:
01 (uma) unidade; d) para lesão bolhosa em cotovelo: d.1) membrana de celulose 5ª Câmara Cível. Relator: Des. Carlos Mansur Arida. Despacho: Cumpra-se o
bacteriana com poros grandes de 2 a 3 mm, tamanho 7,5x5cm, na quantia mensal venerando despacho.
de 10 (dez) unidades; d.2) membrana de celulose bacteriana com poros grandes Vistos, Reitera-se o despacho de fls. 66, o qual determinou o sobrestamento do
de 2 a 3 mm, tamanho 10x7,5cm, na quantia mensal de 03 (três) unidades; d.3) presente feito nos termos da decisão proferida no Recurso Especial n° 1.657.156- RJ.
membrana de celulose bacteriana com poros grandes de 2 a 3 mm, tamanho Oportunamente, voltem. Curitiba, 20 de novembro de 2017. DES. CARLOS MANSUR
15x10cm, na quantia mensal de 02 (duas) unidades;d.4) película elástica, porosa e ARIDA Relator
transparente de poliuretano com camada de contato em silicone 5x7,5cm, na quantia Intimação Advogado - para retirada do Alvará - Prazo : 30 dias
mensal de 15 (quinze) unidades; d.5) hidrogel de poliheraxanida 0,1%, betaína, 0018 . Processo/Prot: 1354794-5 Ação Rescisória (Cam)
carboximetilcelulose, glicerina e água purificada 100 gramas, na quantia mensal de . Protocolo: 2015/61873. Comarca: Foro Central da Comarca da Região
03 (três) unidade; d.6) rede tubular elástica para fixação de curativos de elastodieno Metropolitana de Curitiba. Vara: 1ª Vara da Fazenda Pública. Ação Originária:
e poliamida 10 metros, tamanho 2, na quantia mensal de 01 (um) rolo; e) para 2001.00001181 Ação Civil Pública. Autor: Organização Social Luto Curitiba Ltda.
uso interno: e.1) Cubitan 200ml, na quantia mensal de 31 (trinta e uma) unidades; Advogado: Jorge Vicente Silva, Eliane dos Santos de Souza. Réu (1): Femoclam
e.2) Kiddi (Pharmaton) 200ml, xarope; e.3) Neutrofer 30ml, gotas, na quantia de 01 - Federação Comunitária das Associações de Moradores de Curitiba e Região
(um) frasco por semana, todos indicados na prescrição médica de movimento 1.9, Metropolitana. Advogado: Adriana Glück Camargo. Réu (2): Municipio de Curitiba.
com fundamento no artigo 196 da Constituição Federal, artigo 6º, inciso I, "d", da Advogado: Estevam Capriotti Filho. Réu (3): Sindicato dos Estabelecimentos de
Lei Federal nº 8.080/90 e artigo 2º, inciso XXII, da Lei Estadual nº 14.254/2003." Serviços Funerários do Estado do Paraná. Órgão Julgador: 5ª Câmara Cível. Relator:
Reexame Necessário nº 1723393-3 fl. 6 Pela sucumbência, condenou o Município de Des. Leonel Cunha. Motivo: para retirada do Alvará. Vista Advogado: Luiz Guilherme
Colombo ao pagamento das custas processuais e honorários advocatícios, os quais Muller Prado (PR020597)
foram fixados em 10% sobre o valor atualizado da causa (fls. 372/379). Sem recurso,
subiram os autos para reexame necessário. Decido. O presente recurso deve ser
suspenso em cumprimento a decisão proferida no Recurso Especial nº 1.657.156/ SEÇÃO DA 7ª CÂMARA CÍVEL
RJ de relatoria do E. Ministro Benedito Gonçalves Dias. De acordo com o E. Ministro
todos os processos pendentes sobre "Obrigação do Poder Público de fornecer IDMATERIA1403525IDMATERIA

medicamentos não incorporados, através de atos normativos, ao Sistema Único


de Saúde" devem ser suspensos diante do caráter representativo de controvérsia, II Divisão de Processo Cível
nos termos do art. 1.036 e seguintes do CPC/2015. No presente caso, verifica- Seção da 7ª Câmara Cível
se que o infante Pietro Moura Reis é portador de epidermólise bolhosa rara e Relação No. 2018.05474
congênita que determina lesões bolhosas disseminadas, em especial em áreas de ____________________________________________________
flexão, face, orelhas, pés e mãos. Segundo o médico responsável, Dr. Geraldo
Celso Rocha, o tratamento realizado no âmbito do SUS com soro fisiológico e
gaze simples foram ineficazes, o que acarretou riscos para o paciente, aumento de
dor e infecção (fls. 20/21). Reexame Necessário nº 1723393-3 fl. 7 Diante disso
ÍNDICE DA PUBLICAÇÃO
foram prescritos uma complexa quantidade de insumos, material médico-hospitalar
e também hidrogel de polihexanida 0,1%, betaína e carboximetilcelulose (fls. 22/25). Advogado Ordem Processo/Prot
Contudo, os medicamentos indicados não são fornecidos pelo SUS, mas apenas soro Adeline Garcia Matias 013 1642057-2/01
fisiológico e gaze simples, o que impõe a suspensão da presente lide, pois discute a Ademir Antonio de Lima 003 1485308-4
obrigatoriedade de fornecimento, pelo Estado, de medicamentos não contemplados,
Ana Tereza Palhares Basílio 003 1485308-4
através de atos normativos, ao Sistema Único de Saúde. Por fim, convém registrar
005 1488827-6/01
que anteriormente apenas deveriam ser suspensos os processos que tratavam "da
obrigatoriedade de fornecimento, pelo Estado, de medicamentos não contemplados Anderson Lovato 012 1616823-3/01
na Portaria n. 2.982/2009 do Ministério da Saúde (Programa de Medicamentos André Queiroz Rocha 012 1616823-3/01
Excepcionais)." Contudo, diante de ofício remetido pelos Juízes de Direito das Varas Bernardo Guedes Ramina 001 1380012-1/01
da Fazenda Pública do Estado de São Paulo, correio eletrônico enviado pelo Juiz 002 1456439-9/01
de Direito da Comarca de São Vicente do Sul (SC) ao Núcleo de Gerenciamento 005 1488827-6/01
de Precedentes do STJ - NUGEP e petição de n. 233.613/2017 protocolizada pelo Bruno Botto Portugal Nogara 004 1488066-3/01
recorrente Estado do Rio de Janeiro, o Exmo. Rel. Ministro Benedito Gonçalves, Bruno Di Marino 001 1380012-1/01
por questão de ordem, decidiu pela alteração da delimitação da tese a ser discutida 005 1488827-6/01
no presente recurso repetitivo. Desse modo, imperioso determinar a suspensão do
Catanduva Serpa Sá 001 1380012-1/01
processamento destes autos até julgamento final do REsp. nº Reexame Necessário
Clóvis Pinheiro de Souza 014 1653112-5/01
nº 1723393-3 fl. 8 1.657.156/RJ do Superior Tribunal de Justiça, nos termos acima
Junior
expostos. Remetam-se os autos à Secretaria dessa 5ª Câmara Cível, onde devem
015 1653112-5/02
permanecer até o julgamento final do REsp. nº 1.657.156/RJ do STJ. Após o registro
do trânsito em julgado por aquela Corte Superior, voltem. Intimem-se. Curitiba, 29 de 016 1653293-5/01
agosto de 2017. NILSON MIZUTA Relator 017 1653293-5/02
0015 . Processo/Prot: 1728964-2/01 Embargos de Declaração Cível 018 1653852-4/01
. Protocolo: 2018/57552. Comarca: Foro Central da Comarca da Região Cornélio Afonso Capaverde 006 1492979-4/01
Metropolitana de Curitiba. Vara: 2ª Vara da Fazenda Pública. Ação Originária: Elton Pinheiro Rocha 019 1655239-9/01
1728964-2 Agravo de Instrumento. Embargante: Breno Rodrigues Bittencourt, Idalina Eraldo Lacerda Junior 008 1578985-2/01
Andrioli Bittencourt. Advogado: Danielle Christianne da Rocha, Eduardo Henrique Estevão Ruchinski 009 1597328-9/01
Knesebeck. Embargado: Estado do Paraná. Advogado: Thiago Simões Pessoa,
010 1597328-9/02
Paulo Sérgio Rosso. Órgão Julgador: 5ª Câmara Cível. Relator: Des. Carlos Mansur
Fábio Viana Barros 019 1655239-9/01
Arida. Despacho: Cumpra-se o venerando despacho.
Vistos, 1. Diante do pedido de alteração da decisão atacada, intime-se o embargado, Jeniffer Glass da Silva Ribas 013 1642057-2/01
com vista a lhes oportunizar o exercício do contraditório. 2. Oportunamente, voltem Joaquim Miró 003 1485308-4
conclusos. Curitiba, 22 de junho de 2018. DES. CARLOS MANSUR ARIDA Relator 006 1492979-4/01
0016 . Processo/Prot: 1729813-4 Agravo de Instrumento 007 1494065-3/02
. Protocolo: 2017/218188. Comarca: Campo Mourão. Vara: 1ª Vara Cível e Leonardo da Costa 005 1488827-6/01
da Fazenda Pública. Ação Originária: 0007761-91.2017.8.16.0058 Mandado de Lia Correia 011 1606575-9/01
Segurança. Agravante: Município de Campo Mourão Pr. Advogado: Edualdo Lidia Guimarães Cupello 001 1380012-1/01
Fernandes de Oliveira. Agravado: Alici Jarosiski (Representado(a)). Advogado: Ligia Regina Boos 007 1494065-3/02
Juliano Luís Zanelato, João Augusto de Almeida, Raphael Duarte da Silva, Rosanny
Luciana Sgarbi 022 1726120-2/01
Almeida Thomaz. Interessado: Secretário da Saúde de Campo Mourão Pr. Órgão
Luiz Remy Merlin Muchinski 001 1380012-1/01
Julgador: 5ª Câmara Cível. Relator: Des. Carlos Mansur Arida. Despacho: Cumpra-
se o venerando despacho. 002 1456439-9/01
Vistos, De acordo com informações extraídas do Projudi, verifica-se que está Manoela Carvalho Garcia 021 1715424-8/01
prejudicada a análise do presente recurso ante a perda superveniente do objeto, uma Tavares
vez que foi proferida sentença nos autos de origem (mov.74). Assim, julgo extinto Marcello Taborda Ribas 008 1578985-2/01
o procedimento recursal. Publique-se. Arquivem-se. Curitiba, 18 de junho de 2018. Marcelo Maschio Cardozo 014 1653112-5/01
DES. CARLOS MANSUR ARIDA Relator Chaga
0017 . Processo/Prot: 1734546-1 Agravo de Instrumento 015 1653112-5/02
. Protocolo: 2017/237228. Comarca: Foro Central da Comarca da Região 016 1653293-5/01
Metropolitana de Curitiba. Vara: 4ª Vara da Fazenda Pública. Ação Originária: 017 1653293-5/02
- 69 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
018 1653852-4/01 ALEGAÇÃO QUE A RADIOGRAFIA DO CONTRATO É DOCUMENTO SUFICIENTE
Marcio Augusto Verboski 009 1597328-9/01 - COMANDO JUDICIAL, QUE NÃO EXIME A AGRAVANTE DE APRESENTAR
010 1597328-9/02 OUTROS DOCUMENTOS QUE O JUÍZO DE ORIGEM JULGAR NECESSÁRIO
Márcio Sarraceno Lemos 012 1616823-3/01 DURANTE O TRÂMITE PROCESSUAL, ESPECIALMENTE EM FASE DE
Pinto LIQUIDAÇÃO DE SENTENÇA - DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA AFERIR
Marcos Aurélio Jesus dos 021 1715424-8/01 O VALOR DEVIDO - DECISÃO MANTIDA- AGRAVO INTERNO CONHECIDO E
Santos DESPROVIDO.
Maria Odette Ferraz Antunes 011 1606575-9/01 0003 . Processo/Prot: 1485308-4 Apelação Cível
Miguel Angelo Carrocia 020 1712532-3
. Protocolo: 2015/380291. Comarca: Xambrê. Vara: Juízo Único. Ação Originária:
0001406-72.2012.8.16.0177 Exibição de Documentos. Apelante: Oi S/a. Advogado:
Natalya Maria Sales F. 013 1642057-2/01
Caboclo Ana Tereza Palhares Basílio, Joaquim Miró. Apelado: Jormelice de Fátima Maestá.
Advogado: Ademir Antonio de Lima, Rosane Cristina Magalhães. Órgão Julgador: 7ª
Nilton Giuliano Turetta 001 1380012-1/01
Câmara Cível. Relator: Des. Cláudio de Andrade. Relator Convocado: Juíza Subst.
002 1456439-9/01
2º G. Fabiana Silveira Karam. Julgado em: 26/06/2018
Paulo Cesar Gonçalves Valle 011 1606575-9/01 DECISÃO: Acordam os integrantes da Sétima Câmara Cível do Tribunal de Justiça
Pedro Junqueira Valias Meira 022 1726120-2/01 do Estado do Paraná, por unanimidade de votos, em dar parcial provimento ao
Pedro Rogério Pinheiro Zunta 020 1712532-3 recurso, nos termos do voto do Relator. EMENTA: APELAÇÃO CÍVEL - AÇÃO DE
Priscila do Nascimento 009 1597328-9/01 ADIMPLEMENTO CONTRATUAL C/C PEDIDO DE EXIBIÇÃO DE DOCUMENTO -
Sebastião CONTRATO DE PARTICIPAÇÃO FINANCEIRA EM INVESTIMENTO TELEFÔNICO
010 1597328-9/02 - CONTABILIZAÇÃO DE AÇÕES EM MOMENTO POSTERIOR AO PAGAMENTO
Renato José Borgert 004 1488066-3/01 E ASSINATURA DO CONTRATO DE ADESÃO - - INSURGÊNCIAS RECURSAIS
Rita de Cassia Maistro 011 1606575-9/01 AFETAS À ALEGADA AUSÊNCIA DE INTERESSE DE AGIR, NECESSIDADE
Tenório DE PRÉVIO REQUERIMENTO ADMINISTRATIVO E PAGAMENTO DO CUSTO
Roberta Carvalho de Rosis 008 1578985-2/01 DO SERVIÇO, COMPROVAÇÃO DA RELAÇÃO JURÍDICA E INCIDÊNCIA
Rodolfo José Schwarzbach 004 1488066-3/01 DO CDC NÃO CONHECIDAS - QUESTÕES JÁ DECIDIDAS EM ANTERIOR
007 1494065-3/02 AGRAVO DE INSTRUMENTO - PRECLUSÃO - INÉPCIA DA PETIÇÃO INICIAL
- INOCORRÊNCIA, VISTO QUE OS DOCUMENTOS APRESENTADOS SÃO
Rômulo Augusto Araújo 014 1653112-5/01
Bronzel SUFICIENTES A COMPROVAR A RELAÇÃO JURÍDICA E O VÍNCULO
015 1653112-5/02
CONTRATUAL - ILEGITIMIDADE PASSIVA DA OI S/A-BRASIL TELECOM -
PRIVATIZAÇÃO DO SERVIÇO DE Apelação Cível 1485308-4 H TELEFONIA -
016 1653293-5/01
EMPRESA QUE SUCEDEU A TELEPAR - LEGITIMADA PASSIVA A COMPOR A
017 1653293-5/02
LIDE, CONFORME JURISPRUDÊNCIA DO STJ E DESTE TRIBUNAL - REGIMES
018 1653852-4/01 DE CONTRATAÇÃO (PEX OU PAID) - IRRELEVÂNCIA - RECONHECIMENTO DOS
Rosane Cristina Magalhães 003 1485308-4 PEDIDOS SUBSIDIÁRIOS - CONVERSÃO DA OBRIGAÇÃO EM PECÚNIA - VALOR
Ruy Fonsatti Júnior 005 1488827-6/01 DA SUA COTAÇÃO NO MERCADO NA DATA DO TRÂNSITO EM JULGADO DA
Sérgio Leal Martinez 012 1616823-3/01 DEMANDA - INCIDÊNCIA DE CORREÇÃO MONETÁRIA - JUROS DE MORA QUE
Silvio Luiz Januário 022 1726120-2/01 SÃO DEVIDOS A CONTAR DA CITAÇÃO - SENTENÇA REFORMADA EM PARTE
Vanessa Augustin Pereira 013 1642057-2/01 - RECURSO PARCIALMENTE PROVIDO.
0004 . Processo/Prot: 1488066-3/01 Embargos de Declaração Cível
. Protocolo: 2018/28684. Comarca: Foro Central da Comarca da Região
Metropolitana de Curitiba. Vara: 1ª Vara Cível. Ação Originária: 1488066-3 Agravo
Publicação de Acórdão de Instrumento. Embargante: Brasil Telecom Sa. Advogado: Bruno Botto Portugal
0001 . Processo/Prot: 1380012-1/01 Agravo Nogara, Rodolfo José Schwarzbach. Embargado: Vera Levcovix Crocetti, Edson
. Protocolo: 2016/84062. Comarca: Umuarama. Vara: 2ª Vara Cível e da Fazenda Luiz Marques, Octavio Bottamedi, João Theofilo Theiss, Maria de Lourdes A de
Pública. Ação Originária: 1380012-1 Agravo de Instrumento. Agravante: Oi Sa. Queiroz, Deise de Faria, Maria Aparecida P Martins, Zelia Aparecida J Ferreira, Osmir
Advogado: Luiz Remy Merlin Muchinski, Bruno Di Marino, Lidia Guimarães Cupello. Francisco Ceccon, Achileu Rodrigues de Lima, Mariangela de Souza Barczak, Wilson
Agravado: Amauri Bento da Silva, A S Maçaneiro Confecções, Antonio de Conceição Machado, Edina Bueno, Christian Regina de Castro, Abia P dos Santos
Araujo, Daniel Fabre, Eder Dias Casola, Edmilson Correira Gonçalves, Ipanema Queiroz, Nelcides Gomes de Oliveira, Maria do Carmo Ferreira. Advogado: Renato
Administradora e Corretora de Seguros Ltda, Luiz Batista Cibin, Milton Bento da Silva, José Borgert. Órgão Julgador: 7ª Câmara Cível. Relator: Des. Cláudio de Andrade.
Neiva Rebelato Teixeira. Advogado: Catanduva Serpa Sá, Nilton Giuliano Turetta. Relator Convocado: Juíza Subst. 2º G. Ana Paula Kaled Accioly Rodrigues da Costa.
Agravante: Oi Sa. Advogado: Luiz Remy Merlin Muchinski, Bruno Di Marino, Lidia Julgado em: 26/06/2018
Guimarães Cupello, Bernardo Guedes Ramina. Agravado: Amauri Bento da Silva, DECISÃO: ACORDAM os Senhores Desembargadores da 7ª Câmara Cível
A S Maçaneiro Confecções, Antonio de Araujo, Daniel Fabre, Eder Dias Casola, do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, por UNANIMIDADE de votos,
Edmilson Correira Gonçalves, Ipanema Administradora e Corretora de Seguros conhecer e rejeitar os embargos de declaração, nos termos do voto da relatora.
Ltda, Luiz Batista Cibin, Milton Bento da Silva, Neiva Rebelato Teixeira. Advogado: EMENTA: EMBARGOS DE DECLARAÇÃO CÍVEL. AGRAVO DE INSTRUMENTO.
Catanduva Serpa Sá, Nilton Giuliano Turetta. Órgão Julgador: 7ª Câmara Cível. CUMPRIMENTO DE SENTENÇA DECORRENTE DE AÇÃO DE ADIMPLEMENTO
Relator: Des. Luiz Sérgio Neiva de Lima Vieira. Relator Convocado: Juíza Subst. 2º CONTRATUAL. ALEGADA OMISSÃO E OBSCURIDADE QUANTO À INCIDÊNCIA
G. Ana Paula Kaled Accioly Rodrigues da Costa. Julgado em: 26/06/2018 DE CORREÇÃO MONETÁRIA E JUROS MORATORIOS SOBRE O VALOR
DECISÃO: ACORDAM os Desembargadores da 7ª Câmara Cível do Tribunal de GARANTIDO EM JUÍZO E APLICAÇÃO DA MULTA DO ART. 475-J DO CPC
Justiça do Estado do Paraná, por UNANIMIDADE de votos, em CONHECER E 73 ACÓRDÃO QUE DECIDIU QUE TAIS MATÉRIAS FORAM ATINGIDAS
NEGAR PROVIMENTO ao agravo interno, nos termos do voto da relatora. EMENTA: PELO EFEITO DA PRECLUSÃO. INEXISTÊNCIA DOS ALEGADOS VÍCIOS.
AGRAVO INTERNO - AGRAVO DE INSTRUMENTO - DECISÃO MONOCRÁTICA PRETENSÃO À ANÁLISE DE MATÉRIA PRECLUSA. DESCABIMENTO PELA VIA
- INTERPOSIÇÃO DE RECURSO AOS TRIBUNAIS SUPERIORES - FATO QUE ACLARATÓRIA. EMBARGOS CONHECIDOS E REJEITADOS.
NÃO POSSUI O CONDÃO DE SUSPENDER O CUMPRIMENTO PROVISÓRIO DA 0005 . Processo/Prot: 1488827-6/01 Embargos de Declaração Cível
SENTENÇA - AUSÊNCIA DE PERIGO DE DANO IRREPARÁVEL - APLICAÇÃO . Protocolo: 2016/171371. Comarca: Toledo. Vara: 1ª Vara Cível e da Fazenda
ESCORREITA DO ART 557 DO CPC - AGRAVO INTERNO CONHECIDO E Pública. Ação Originária: 1488827-6 Apelação Civel. Apelante: Júlio Jacob Trevisol
DESPROVIDO. (maior de 60 anos), Luiz Ogawa (maior de 60 anos), Clóvis Luiz Polachini, Lojas
0002 . Processo/Prot: 1456439-9/01 Agravo Tupinambá Ltda, Maria Apparecida Evangelista Portelinha (maior de 60 anos),
. Protocolo: 2015/369235. Comarca: Umuarama. Vara: 2ª Vara Cível e da Fazenda Silvano Martins Portelinha, Madipê Madeira Ltda, João Carlos Burin, José Carlos
Pública. Ação Originária: 1456439-9 Agravo de Instrumento. Agravante: Oi Sa. Carlesso, Douglas Galvão de Carvalho, Hélio João Giacomini (maior de 60 anos),
Advogado: Bernardo Guedes Ramina, Luiz Remy Merlin Muchinski. Agravado: Odila Gris Sordi (maior de 60 anos), Zanini Transportes Rodoviários Ltda, Arnildo
Laurino Inácio, Radiaodor e Auto Elétrica Marechal Ltda, Shinzo Sakai, Couto e Janing, Evoni Weyh (maior de 60 anos), Irani Roque Haas (maior de 60 anos),
Guzella Ltda, Odair Couto da Silva, Ken Jorge Sakai. Advogado: Nilton Giuliano Evaristo Ferreira Vilha (maior de 60 anos), Lourdes Philippsen (maior de 60 anos),
Turetta. Agravante: Oi Sa. Advogado: Luiz Remy Merlin Muchinski. Agravado: Vilson Vargas da Rosa (maior de 60 anos), Vilson Demenigui (maior de 60 anos),
Laurino Inácio, Radiaodor e Auto Elétrica Marechal Ltda, Shinzo Sakai, Couto e Elói Kochem (maior de 60 anos), Francisco Hister (maior de 60 anos), Pedro Canisio
Guzella Ltda, Odair Couto da Silva, Ken Jorge Sakai. Advogado: Nilton Giuliano Scherer (maior de 60 anos), Zenito Materiais de Construção Ltda, Erci Tomelim
Turetta. Órgão Julgador: 7ª Câmara Cível. Relator: Des. D?artagnan Serpa Sa. (maior de 60 anos). Advogado: Leonardo da Costa, Ruy Fonsatti Júnior. Apelante:
Relator Convocado: Juíza Subst. 2º G. Ana Paula Kaled Accioly Rodrigues da Costa. Oi Sa. Advogado: Bernardo Guedes Ramina, Ana Tereza Palhares Basílio, Bruno Di
Julgado em: 26/06/2018 Marino. Apelado: Júlio Jacob Trevisol (maior de 60 anos), Luiz Ogawa (maior de 60
DECISÃO: ACORDAM os Desembargadores da 7ª Câmara Cível do Tribunal de anos), Clóvis Luiz Polachini, Lojas Tupinambá Ltda, Maria Apparecida Evangelista
Justiça do Estado do Paraná, por UNANIMIDADE de votos, em CONHECER Portelinha (maior de 60 anos), Silvano Martins Portelinha, Madipê Madeira Ltda,
E NEGAR PROVIMENTO ao agravo interno, nos termos do voto da relatora. João Carlos Burin, José Carlos Carlesso, Douglas Galvão de Carvalho, Hélio João
EMENTA: AGRAVO INTERNO - AGRAVO DE INSTRUMENTO - DECISÃO AÇÃO Giacomini (maior de 60 anos), Odila Gris Sordi (maior de 60 anos), Zanini Transportes
DE ADIMPLEMENTO CONTRATUAL - LIQUIDAÇÃO - DECISÃO SINGULAR Rodoviários Ltda, Arnildo Janing, Evoni Weyh (maior de 60 anos), Irani Roque
QUE DETERMINOU A JUNTADA DE DOCUMENTOS - INSURGÊNCIA - Haas (maior de 60 anos), Evaristo Ferreira Vilha (maior de 60 anos), Lourdes
- 70 -
Curitiba, 2 de Julho de 2018 - Edição nº 2292
Diário Eletrônico do Tribunal de Justiça do Paraná
Philippsen (maior de 60 anos), Vilson Vargas da Rosa (maior de 60 anos), Vilson NÃO INCORPOROU A TELEPAR CELULAR S/A, SENDO QUE NA VERDADE
Demenigui (maior de 60 anos), Elói Kochem (maior de 60 anos), Francisco Hister FOI INCORPORADA PELO GRUPO TIM - MATÉRIA NÃO VENTILADA NO
(maior de 60 anos), Pedro Canisio Scherer (maior de 60 anos), Zenito Materiais de RECURSO - INOVAÇÃO RECURSAL - IMPOSSIBILIDADE DE CONHECIMENTO,
Construção Ltda, Erci Tomelim (maior de 60 anos). Advogado: Leonardo da Costa, SOB PENA DE AFRONTA À DEVOLUTIVIDADE RECURSAL E AO DUPLO GRAU
Ruy Fonsatti Júnior. Apelado: Oi Sa. Advogado: Bernardo Guedes Ramina, Ana DE JURISDIÇÃO - OMISSÃO EM RELAÇÃO AO CRITÉRIO DE CONVERSÃO EM
Tereza Palhares Basílio, Bruno Di Marino. Embargante: Oi Sa. Advogado: Bernardo INDENIZAÇÃO - INOCORRÊNCIA - TÓPICOS AMPLAMENTE ABORDADOS NO
Guedes Ramina, Ana Tereza Palhares Basílio, Bruno Di Marino. Embargado: Júlio ACÓRDÃO EMBARGADO - EMBARGOS PARCIALMENTE CONHECIDOS E NA
Jacob Trevisol (maior de 60 anos), Luiz Ogawa (maior de 60 anos), Clóvis Luiz PARTE CONHECIDA REJEITADOS. Cível nº 1.144.512-6/01, da 2ª Vara Cível da
Polachini, Lojas Tupinambá Ltda, Maria Apparecida Evangelista Portelinha (maior Comarca de Ponta Grossa, em que é embargante Oi S/A e embargados Elvira
de 60 anos), Silvano Martins Portelinha, Madipê Madeira Ltda, João Carlos Burin, Mafalda Madureira de Souza e outros.I -
José Carlos Carlesso, Douglas Galvão de Carvalho, Hélio João Giacomini (maior 0007 . Processo/Prot: 1494065-3/02 Embargos de Declaração Cível
de 60 anos), Odila Gris Sordi (maior de 60 anos), Zanini Transportes Rodoviários . Protocolo: 2016/181073. Comarca: Ponta Grossa. Vara: 3ª Vara Cível. Ação
Ltda, Arnildo Janing, Evoni Weyh (maior de 60 anos), Irani Roque Haas (maior de Originária: 1494065-3/01 Agravo, 1494065-3 Agravo de Instrumento. Agravante:
60 anos), Evaristo Ferreira Vilha (maior de 60 anos), Lourdes Philippsen (maior de Brasil Telecom S.a.. Advogado: Rodolfo José Schwarzbach. Agravado: Joaquim
60 anos), Vilson Vargas da Rosa (maior de 60 anos), Vilson Demenigui (maior de Peixoto. Advogado: Ligia Regina Boos. Advogado: Joaquim Miró. Embargante: oi
60 a