Você está na página 1de 98

ANÁLISE DE TÊNDENCIAS &

SALÁRIOS DO BRASIL 2018


Análise de Tendências & Salários do Brasil 1
SUMÁRIO

Sobre a Hays 3

Editorial por Jonathan Sampson 4

Divisão da Publicação 5

Análise Comparativa 7

Sobre a RH PLUS Cia da Remuneração 7

Perspectiva dos Líderes 8

Perspectiva dos Empregadores 12

Perspectiva dos Líderes 23

Perspectiva dos Profissionais 28

A Expertise da Hays: análise por setor 40


a. Bancos
b. Ciências da Vida
c. Contabilidade & Finanças
d. Engenharia
e. Logística
f. Óleo & Gás
g. Recursos Humanos
h. Tecnologia da Informação
i. Vendas & Marketing

2 Análise de Tendências & Salários do Brasil


SOBRE A HAYS
A Hays é uma empresa multinacional britânica e líder mundial em recrutamento e seleção especializado, presente em
33 países com 252 escritórios. Nossos especialistas operam através de nossas três marcas: Hays Executive, Hays Experts
e Hays Response.

Líderes mundiais em recrutamento especializado.

A Hays Experts tem foco no recrutamento especializado


em média e alta gerência em Bancos, Ciências da Vida,
Contabilidade & Finanças, Engenharia, Logística, Petróleo &
Gás, Recursos Humanos, Tecnologia da Informação e Vendas
& Marketing. Nossos consultores utilizam sua experiência
e conhecimento local do mercado visando auxiliar milhares
de candidatos e organizações a encontrar a pessoa certa
para a empresa certa.

Soluções especializadas sob medida para atender suas


necessidades de recrutamento de board e diretoria.

A Hays Executive recruta para clientes dos mais diversos


setores no mundo, identificando talentos do C-Level
e Conselho. Somos especialistas em Executive Search,
com expertise em atender as necessidades da liderança nos
setores de Serviços Financeiros & Profissionais, Indústria,
Ciências da Vida, Bens de Consumo & Farmacêutico,
Tecnologia, Telecom & Digital através de nossas operações
e relações na Europa, Ásia-Pacífico, América do Norte
e América do Sul.

Resultados rápidos e impactos duradouros.


Recrutamento especializado em suporte à gestão.

A Hays Response auxilia as organizações a encontrarem


o talento certo para cada vaga com rapidez, eficiência e ótimo
custo-benefício. A partir de posições individuais a grandes
projetos, incluindo estagiários e trainees, a Hays Response é
uma solução eficaz para as necessidades dos nossos clientes.
O profundo conhecimento das áreas de especialidade e do
mercado de trabalho permitem que os consultores da Hays
Response recrutem com rapidez e eficiência de acordo com
as necessidades da empresa.

Análise de Tendências & Salários do Brasil 3


EDITORIAL

Jonathan Sampson
Managing Director
Hays LATAM, Hays Brazil

2018 mostra todos os sinais de ser um ano de progresso para o Brasil. Certamente, enfrentaremos muitos desafios, alguns
dos quais não podemos prever, mas as informações coletadas de mais de 2.900 respostas fornecem uma percepção útil
e pode nos preparar para que este ano seja positivo.

Abrangendo negócios nacionais e multinacionais, além de pequenas, médias e grandes empresas das principais indústrias,
nossa análise é capaz de destacar interessantes tendências do mercado. Depois de um ano em que 76% das empresas
pesquisadas passaram por alguma forma de reestruturação, os negócios se estabelecerão em 2018, sendo que 87% das
empresas respondentes pretendem contratar em 2018. Curiosamente, apesar das melhorias na legislação trabalhista que
incluem reformas progressivas ao uso de empregados temporários, 72% das contratações pretendidas pelas empresas serão
permanentes, indicando confiança a curto e médio prazo.

Além disso, 32% dos empregadores ainda têm um problema com o turnover dos funcionários e, em 2017, 50% dos nossos
entrevistados consideraram mudar de emprego. A razão mais comum foi a insatisfação com os níveis salariais. Isso fica
evidente em nosso estudo onde 47% dos funcionários sentem que não são pagos adequadamente e 58% não progrediram
financeiramente ou em promoção em 2017. Como resultado desses fatores, 2018 será um ano de competição por talentos,
uma vez que o mercado de trabalho apresenta movimentos mais significativos.

Com o aumento da confiança em torno das perspectivas econômicas, combinadas com a insatisfação do ano passado, os
funcionários têm o atual objetivo de encontrar meios para progredir em sua carreira e financeiramente. Para a maioria das
empresas que pretende contratar este ano, será importante fornecer os benefícios certos e a Employee Value Proposition para
atrair e reter o talento-chave. Um exemplo disto é a crescente demanda da flexibilidade e opções de trabalho home office.
No entanto, 65% das empresas ainda não fornecem esse benefício. Portanto, pode ser um bom momento para rever o que o
mercado do funcionário quer e o que o mercado do empregador oferece. Esperamos que a publicação deste ano o auxilie a
tomar as decisões adequadas.

Todos os indicadores juntos, porém, mostram uma perspectiva mais positiva para o Brasil do que vimos durante vários anos.

Obviamente, a cautela ainda existe, mas agora estamos avançando. À medida que esse momento se constrói, o panorama
continuará mudando.

Na Hays, estamos ansiosos para oferecer suporte a você e ao Brasil para estarem informados e em desenvolvimento para
alcançar grandes feitos em 2018 e assim por diante.

4 Análise de Tendências & Salários do Brasil


DIVISÃO DA PUBLICAÇÃO

É com grande prazer que apresentamos a edição da Análise de Tendências & Salários do Brasil 2018, que conta com a parceria
da RH PLUS.

Para compor a sétima edição do projeto, a Hays convidou clientes e profissionais cadastrados em seu banco de dados para
responder a um questionário em caráter exploratório, com respostas individuais e confidenciais, para análise da situação do
mercado de trabalho no Brasil.

As equipes da Hays e da RH PLUS trabalharam de forma integrada, a fim de possibilitar que este estudo refletisse não somente
a realidade observada pelos executivos que atuam no mercado, como também seguissem as normas técnicas necessárias para
a validação dos dados coletados.

Replicar esse questionário ao longo dos anos trará mais informações sobre as diversas questões abordadas, especialmente as
que tratam de características valorizadas por empresas e profissionais, bem como aspectos comportamentais diversos.

INFORMAÇÕES SOBRE OS QUESTIONÁRIOS • Percepção sobre a possibilidade de mudança de emprego


APLICADOS e a motivação para tal.
• Qual a forma mais efetiva na busca de uma nova
Taxa de resposta oportunidade profissional.
• Avaliação da importância do domínio de idiomas.
A Hays considera a pesquisa realizada extremamente • Avaliação de disponibilidade para mudar de país para
informativa. A taxa de resposta recebida foi positiva atuar profissionalmente.
(mais de 250 entrevistados para o questionário de
empregadores e quase 3 mil para o questionário de TABELAS SALARIAIS
profissionais), e os resultados apresentaram variação de
acordo com o perfil dos entrevistados. As respostas foram Metodologia utilizada na realização da pesquisa
coletadas entre os meses de agosto e novembro de 2017.
Todas as informações recebidas do mercado foram
Questionário para empregadores tabuladas observando os procedimentos de praxe em
assuntos desta natureza. Para cada cargo analisado,
O questionário das empresas contou com consideramos um mínimo de 3 informações de empresas
perguntas fechadas e questões divididas nas diferentes. A pesquisa apresenta resultados pautados nos
seguintes categorias: seguintes ajustes:
• Caracterização do negócio, questões relacionadas à • Quantidade de salários/ano: 13
empresa ser multinacional com sede no Brasil ou no • Carga horária: 220 horas mensais
exterior, número de colaboradores e foco de atuação.
• Sensibilidade com relação ao ambiente econômico. Elaboração das tabelas salariais
• Expectativas em relação à contratação de novos
profissionais. As tabelas salariais apresentadas nesta edição foram
• Benefícios oferecidos e salários: perguntas relacionadas elaboradas de acordo com a orientação dos pesquisadores
à remuneração variável e pacotes de benefícios não da RH PLUS e com base no histórico de projetos conduzidos
monetários foram o foco de atenção nessa seção pela Hays no ano de 2017. Os salários apresentados nas
do questionário. tabelas são uma soma da remuneração mensal bruta
• Avaliação da importância do domínio de idiomas. multiplicada por 13. Não foram considerados bônus,
• Avaliação e perspectiva do turnover durante o ano benefícios financeiros, remuneração variável e
de 2017 e 2018. eventuais prêmios.

Questionário para profissionais

O questionário para profissionais contou com uma seção


introdutória com informações sobre o perfil do entrevistado,
seguido de perguntas sobre carreira.

Os blocos de perguntas foram divididos nos seguintes


temas:
• Informações demográficas e perfil do profissional.
• Avaliação da condição salarial, remuneração variável
e importância dos benefícios.

Análise de Tendências & Salários do Brasil 5


Variação do IPCA
As tabelas foram classificadas de acordo com o porte da
empresa (pequeno, médio e grande) e as variáveis de
mínimo, médio e máximo.
Ano Mês IPCA - M IPCA - Ac

Porte Faturamento Anual Funcionários 2016 Novembro 0,18 1,0018 1,0018

2016 Dezembro 0,30 1,0030 1,0048


Pequeno Até R$ 90 milhões Até 100
2017 Janeiro 0,38 1,0038 1,0086

Entre R$ 90
Médio 1 De 101 a 500 2017 Fevereiro 0,33 1,0033 1,0120
R$ 180 milhões

2017 Março 0,25 1,0025 1,0145


Entre R$ 180
Médio 2 De 500 a 1000
R$ 360 milhões
2017 Abril 0,14 1,0014 1,0159

Acima de
Grande Acima de 1000 2017 Maio 0,31 1,0031 1,0191
R$ 360 milhões

2017 Junho -0,2 -1,0023 1,0167

2017 Julho 0,24 1,0024 1,0192

2017 Agosto 0,19 1,0019 1,0211

2017 Setembro 0,16 1,0016 1,0227

2017 Outubro 0,42 1,0042 1,0270

MEDIDAS ESTATÍSTICAS APRESENTADAS

MAP: Média Aritmética Ponderada


Valor correspondente à média dos salários considerando a frequência apresentada nos cargos.

Menor Salário
Menor salário informado para o cargo em questão.

1º Quartil
Valor que representa a linha divisória, abaixo da qual estão 25% do rol de salários para o cargo (salários mais baixos).

Mediana
Salário central da amostra, correspondendo à amostra de 50% dos salários intercalados entre o 1º e o 3º quartil.

3º Quartil
Valor que representa a linha divisória, acima da qual estão 25% do rol de salários para o cargo (salários mais altos).

Maior Salário
Maior salário informado para o cargo em questão.

6 Análise de Tendências & Salários do Brasil


ANÁLISE COMPARATIVA
VARIAÇÃO DA MASSA SALARIAL
Considerando a massa salarial dos cargos comparados Entre os cargos com maior crescimento, o destaque ficou
que compuseram o painel das pesquisas de 2017 e 2018, com o Coordenador de QSMS, com 120,93%. Os destaques
encontramos as seguintes evoluções por localidade: negativos foram Executivo de Vendas – Indústria com
• São Paulo: crescimento de 6,92% -53,93% e Engenheiro de Dados com -49,30%.
• Rio de Janeiro: crescimento de 11,20%
• Campinas: crescimento de 8,32% Finalizando, em Campinas, todas as áreas tiveram
desempenho positivo, sendo que Recursos Humanos
Em São Paulo, o setor que apresentou maior crescimento apresentou o menor crescimento com apenas 0,06% e
foi o de Bancos com 27,41% e o setor de Logística foi o que Vendas, a área de maior crescimento com 10,97%. Entre os
apresentou a maior queda, com uma variação negativa de cargos, o Analista de Operações Logísticas teve o maior
-6,13%. Das áreas de expertise em que a Hays atua, crescimento com 91,15%; em contraponto ao Diretor de
3 apresentaram desempenho negativo e 6 apresentaram Operações Logística com -29,51%, seguido pelo Diretor
desempenho positivo. Entre os cargos que apresentaram Industrial com -28,17% de desempenho negativo.
maior crescimento, os destaques ficaram com Cientista de
Dados com 134,22% e Investment Banking Associates com Observamos uma tendência dos cargos de liderança
116,13%. Por outro lado, as maiores quedas verificamos nos (diretores e gerentes) estarem mais presentes entre os
cargos de Engenheiro de Dados e Executivo de Vendas – salários que obtiveram maior queda. Por outro lado,
Indústria, com -49,91% e -39,32% respectivamente. nota-se que a média chefia (coordenadores) tiveram destaque
positivo entre os cargos com maior crescimento.
No Rio de Janeiro, o panorama se delineou da seguinte forma:
área com maior crescimento: Finanças com 31,27%, seguido Os cargos Engenheiro de Dados, Gerente de Marketing Digital,
de Engenharia com 23,50%. As áreas de Marketing (-3,79%); Executivo de Vendas – Indústria e Gerente de DHO/T&D,
Vendas (-9,11%) e TI (-2,51%) apresentaram desempenho apresentaram desempenho negativo semelhante nas
negativo, ou seja, a massa salarial não evoluiu. 3 localidades.

SOBRE A RH PLUS CIA DA REMUNERAÇÃO Salarial online e Cursos abertos e in company sobre
Remuneração Fixa e Variável.
A RH PLUS tem como foco o reconhecimento e valorização
das pessoas dentro das organizações, através de BIOGRAFIA
remuneração e de recompensas.
Mateus de Oliveira Silva
Desde 1990 oferece ao mercado estratégias diferenciadas Diretor da RH PLUS Cia da Remuneração
de remuneração e criou modelos de reconhecimento para Diretor da Salarium Pesquisas Salariais
pessoas que contribuem com o desenvolvimento das
organizações, viabilizando sua sustentabilidade e a geração Profissional de Remuneração há 40 anos. Formado em Economia – PUC/SP,
de valor para os acionistas. pós-graduado em Recursos Humanos – FGV / SP e cursos de especialização
em Administração de Empresas – FGV/SP e Recursos Humanos e
A RH PLUS tem um conceito operacional que possibilita Remuneração – USP/SP. Especialista no desenvolvimento de Projetos de
a execução de seus projetos em valores compatíveis com Gestão de Remuneração, com foco no desenvolvimento de estratégias de
o momento econômico do país. Remuneração Fixa (Planos de Cargos e Salários) e Incentivos de Curto Prazo
(Participação nos Lucros e Resultados, Política de Bônus e Variável para força
No decorrer da trajetória, a RH PLUS possui uma reputação de Vendas) bem como em programas de Performance e Reconhecimento
e metodologias de trabalho consistentes e coerentes com a e Sistemas de Gestão de Competências e em Desenhos de Arquiteturas
evolução do mundo corporativo, a ponto de nos tornarmos Organizacionais. Criador das metodologias de Gestão de Competências e
uma referência quando o assunto em pauta é remuneração. Pesquisa de Clima Organizacional utilizadas pela RH PLUS. Autor dos livros
“Sistemas Modernos de Remuneração” e “Gestão de Pessoas Através do
A RH PLUS é a consultoria nacional mais premiada no Top Sistema de Competência”, Editora Qualitymark e “Remuneração Variável:
of Mind de RH, categoria Consultorias de Remuneração. Quando os resultados falam mais alto”, Editora Makron Books e coautor do
Resultado de uma empresa que tem PPR em seu DNA: Manual de Gestão de Pessoas e Equipe I e II, pela Editora Gente. Professor de
Paixão Por Remuneração. Além disso, oferece serviços Recursos Humanos e Remuneração em cursos de graduação e pós-graduação
como de Remuneração Fixa - Plano de Cargos e Salários, (Uniara, São Judas, UNIP, FMU) e Conferencista em Congressos e Seminários
Pesquisas de Salários e Benefícios; Remuneração Variável com repercussão nacional. Participou como Diretor de Grupos Informais de
- Participação nos Lucros e/ou Resultados, Programas de Remuneração tais como: Grupisa/SP, GIIS/Febraban, APARH e condecorado
Bônus para Executivos e Remuneração da Força de Vendas; com o Prêmio Beverly G. Zympeck, 2005, destinado ao profissional do ano
Gestão do Desempenho: Avaliação de Desempenho e pelo Grupisa/RJ (maior entidade de profissionais de Remuneração da
Competências; Pesquisa de Clima Organizacional; Pesquisa América Latina).

Análise de Tendências & Salários do Brasil 7


PERSPECTIVA
DOS LÍDERES
ENTREVISTAS
ENTREVISTAS

8 Análise de Tendências & Salários do Brasil


um volume de currículos que não recebemos em dez anos, tanto de
pessoas buscando recolocação quanto de profissionais que estavam
empregados procurando oportunidades.

4. Em relação a salários, você acha que eles têm aumentado


ou diminuído em relação ao ano passado, dado o cenário
econômico atual?

O salário não sofreu grandes alterações, considerando a inflação,


promoções e uma série de fatores. O que percebemos é que, para
novas posições, devido à alta oferta no mercado, os profissionais
estão mais flexíveis a trabalhar por salários menores. Acredito que
para as funções técnicas e extremamente especializadas, sempre
tem a carência, então não tem crise. Já as funções mais generalistas,
sempre terá a concorrência de alguém fazendo mais barato, além de
uma oferta maior de profissionais.

5. Quais cargos se fortaleceram no setor?

Os cargos que realmente fazem a diferença, por exemplo na ponta


de vendas, são cargos que já tem valor de forma geral, mas em
período de crise isso se acentua, pois é o profissional que tem o
perfil, do ponto de vista de comportamento e atitude, que a empresa
precisa. Mas as empresas estão tão enxutas que toda função tem sua
necessidade e importância. Hoje em dia, não há mais aquela função
que você pode ficar um tempo sem ter no quadro de colaboradores.

Francisco Luiz Fienga 6. Quais áreas se fortaleceram no setor?


VP América Latina da Novecare/Solvay
Solvay
As estruturas das organizações foram enxugadas, otimizadas,
então chegamos a um ponto que todas as áreas e funções atuais
1. Como você considera a situação do emprego no Brasil e como são importantes.
isso afeta sua indústria? Quais são as principais dificuldades que
você enfrenta? 7. Quais são os benefícios particulares oferecidos no setor?

Nós atuamos na área de especialidades químicas e pela crise que o Os benefícios estão em linha com aqueles que uma multinacional
Brasil passa, nós estamos vivenciando nesses três anos a substituição oferece. Não há benefícios exclusivos.
de especialidades químicas por produtos mais commodities. De modo
geral, o que percebemos é que as empresas tiveram que se readequar 8. Quais são as habilidades necessárias para os profissionais
a uma nova realidade, em que os planejamentos não foram atingidos. do setor?
Nós vínhamos de um momento de investimento em 2014 e 2015,
porém, sentimos mesmo a crise em 2016 e 2017. É genérico falar sobre isso. Como somos uma indústria química,
atuamos muito no B2B. Habilidades que são importantes para nós
2. Quais são as projeções gerais de sua indústria este ano a partir são colaboração, trabalho em equipe, tomada de risco e, do ponto
de sua perspectiva? de vista comportamental, a atitude de resolver o que precisa ser
resolvido, fazer uma gestão como se a empresa fosse sua.
Acredito que grande parte da crise que vivemos estava atrelada ao
movimento político, mas acho que hoje a crise política descolou da 9. Quais medidas você está considerando para a retenção
crise financeira e industrial e, mesmo com o atual cenário político, de talentos?
é perceptível que o mercado está caminhando e evoluindo.
Acredito que daqui para frente veremos crescimento, mas esse Retenção de talentos, para nós, é fazer a manutenção do investimento
crescimento será pautado em 2018, que será um ano de eleições no profissional, ou seja, mantê-lo em projetos desafiadores, avaliar se
gerais e reformas que ainda serão resolvidas. há necessidade de complementação de formação ou de cursos,
e oferecer possibilidades que o levem a valorizar sua permanência
3. Este cenário tem afetado a busca de talentos em sua área? na empresa.
Existe alguma posição ou posições que tiveram maior dificuldade?

Em relação à Solvay, a expectativa é que, voltando a crescer,


ENTREVISTAS

possamos reativar algumas posições. Não tivemos posições


específicas em que tivemos dificuldades, pois não fomos para
o mercado, nós aproveitamos nossos potenciais internos para os
rearranjos. O que percebi, pessoalmente, é que recebi em dois anos

Análise de Tendências & Salários do Brasil 9


2. Quais são as projeções gerais de sua indústria este ano a partir
de sua perspectiva?

Podemos observar que a economia do país tem reagido nos últimos


meses. O reflexo é também a melhora da taxa de desemprego.
Particularmente, acredito que em 2018 iniciaremos a retomada
parcial do crescimento do consumo. Acredito que, no que tange
à liderança, média gestão e coordenação, as grandes corporações
manterão certa estabilidade nas contratações, mesmo que o
crescimento talvez não seja tão robusto. Já as funções mais ligadas
à produção, logística, distribuição e vendas, acredito que podem ter
uma volta significativa do incremento de posições para o próximo
ano, se o mercado responder.

3. Este cenário tem afetado a busca de talentos em sua área?


Existe alguma posição ou posições que tiveram maior dificuldade?

Ficamos um tempo com algumas vagas abertas em áreas bem


especificas. Também tivemos grande desafio este ano – estruturar
novas áreas, Digital e E-Commerce. Fomos em busca de
profissionais capazes de desenvolver plataformas E-Commerce
e também profissionais da área digital - talentos com
conhecimentos e habilidades bem específicos, o que não tem sido
tão fácil. As empresas estão acompanhando essa tendência do
mundo online, o que torna desafiador construir essas áreas. Quando
falamos de digital e E-Commerce, acredito que falamos de uma
área ainda nova dentro da indústria. Por exemplo, essas duas áreas
Edson Bertolai sempre estiveram em agências de comunicação e em empresas
Diretor Executivo de RH de publicidade. Agora, esse movimento para as empresas do setor
Grupo Coty Brazil industrial é um pouco mais recente.

1. Como você considera a situação do emprego no Brasil e como 4. Em relação a salários, você acha que eles têm aumentado
isso afeta sua indústria? Quais são as principais dificuldades que ou diminuído em relação ao ano passado, dado o cenário
você enfrenta? econômico atual?

Em relação ao cenário político-econômico do Brasil, constatou-se De acordo com pesquisas do mercado, os salários foram atualizados
que mesmo em nosso setor (indústria de beleza), que vinha pela inflação e tiveram uma porção de mérito em algumas
crescendo durante o período de 1992 a 2014, a recessão gerou indústrias, obviamente com exceções em indústrias mais ou menos
impacto, comprometendo o consumo. Nesse contexto, precisamos impactadas pela crise. No entanto, a capacidade das empresas de
nos adaptar à nova realidade do setor. Sob o aspecto de pessoas, atender a esse percentual tem variado bastante. No grupo Coty,
quando falamos em cargos operacionais, percebemos o aumento da mais do que reajustes, buscamos reconhecer as pessoas através
disponibilidade de mão de obra devido ao alto nível de desemprego. da meritocracia.
No entanto, quando nos deparamos com cargos de gestão ou mais
especializados, percebemos que ao realizarmos um cruzamento 5. Quais cargos e áreas se fortaleceram no setor?
entre o perfil que buscamos, a formação requerida e a experiência
necessária para determinada função, há certa dificuldade para Cargos da área de Digital e E-Commerce. Essas duas áreas tiveram
encontrarmos um profissional que atenda aos requisitos. Por isso, uma demanda bastante grande e a oferta não foi capaz de suprir
sentimos que faltam profissionais mais especializados no mercado - essa demanda. Na área de Digital, procuramos por pessoas que
posições que demandam mais tempo para concretizar a contratação. estão conectadas diretamente com as mídias sociais, e que usam
as possibilidades do mundo online para dar vida às nossas marcas.
Sendo o Grupo Coty uma multinacional, falar idiomas - como o O papel do E-Commerce às vezes se confunde com o desse
inglês - é fundamental para nós. Percebemos que grande parte dos profissional - um complementa o outro, mas são coisas diferentes.
candidatos tem perfil para as vagas, mas ainda não obteve o contato O E-Commerce é uma área que se preocupa em criar os ambientes,
necessário com outros idiomas para assumir cargos que demandam fazer as negociações, efetivar as vendas e atua para ter todo o
alinhamento constante com times internacionais. Outro ponto que fornecimento do produto adequado, e um Supply Chain desenhado
impacta é a falta de conhecimento profundo, causado pela alta para essa plataforma.
rotatividade dos profissionais: às vezes, o candidato teve pequenas
experiências em várias funções, mas não teve a oportunidade de 7. Quais são os benefícios particulares oferecidos
ENTREVISTAS

fechar um ciclo em uma determinada área de conhecimento. Por isso, no setor?


temos investido na formação profissional interna, principalmente
na liderança com programas trimestrais de desenvolvimento, escola Nós estamos ainda em uma jornada de evolução. O Grupo Coty
interna de inglês, entre outras ações. que hoje emprega no Brasil mais de 3.000 pessoas foi formado por

10 Análise de Tendências & Salários do Brasil


fusões e aquisições dentro e fora do pais, nos últimos dois anos. 9. Quais medidas você está considerando para a retenção
Atualmente temos todos os benefícios que as grandes empresas de talentos?
normalmente oferecem como, por exemplo, plano de saúde, seguro
de vida, plano odontológico, vale-refeição, alimentação entre No Grupo Coty temos trabalhado desde o ano passado em uma
outros. Nós estamos constantemente buscando formas e realizando série de ações que têm ajudado bastante. Criamos por exemplo
estudos para sermos ainda mais atrativos para os talentos uma plataforma de aproveitamento interno, “You Move” em que
do mercado. todas as vagas são divulgadas primeiramente para o público interno.
Assim, os funcionários podem se candidatar e participar antes de
Ainda que não considero um benefício padrão como os demais, buscarmos esse profissional no mercado.
nossa política de movimentação de pessoas criou oportunidades
de transferência de profissionais para outros países para viverem Implementamos também outra ferramenta que se chama
experiências críticas necessárias para assumir no futuro posições “You Speak”. Montamos uma escola de inglês dentro da empresa.
maiores dentro da organização. Temos uma parceria com uma escola externa, especializada em
educação corporativa e temos aproximadamente 120 profissionais
8. Quais são as habilidades necessárias para os profissionais em várias cidades do Brasil, que estão aprimorando o nível do
do setor? idioma, até chegar no nível que a função em que atuam requer.

Existe um conceito bastante divulgado entre as corporações de que Para o time de campo, temos parcerias com escolas que oferecem
o mundo está cada vez mais complexo. Isso é colocado sob uma esse treinamento e, assim, eles também têm acesso a esse benefício.
sigla que chama VUCA (volatilidade, incerteza, complexidade e Outro programa que está em fase de implementação é o
ambiguidade). Se esse é o mundo em que vivemos, em que receitas “You Learn”, que promoverá o desenvolvimento de competências
pré-definidas não servem mais, o profissional do futuro tem que essenciais para o sucesso atual e futuro de nosso negócio.
ter, além dos requisitos funcionais - que são os conhecimentos
nas áreas específicas - outras habilidades importantes, como E para finalizar, temos o programa de desenvolvimento gerencial,
a flexibilidade, o pensamento estratégico, boa desenvoltura que chamamos internamente de “Change Ambassadors”, já está em
em estruturas matriciais e além disso, finalizaria dizendo curso e tem sido importante também para o alinhamento estratégico
que capacidade de liderança segue sendo uma competência da empresa como um todo, já que o time participa ativamente
fundamental além da capacidade de conectar as necessidades na definição das Iniciativas estratégicas e nos planos de ação
globais versus necessidades locais. necessários para alcançarmos os resultados desejados.

ENTREVISTAS

Análise de Tendências & Salários do Brasil 11


PERSPECTIVA DOS
EMPREGADORES
Para a Análise de Tendências & Salários do Brasil 2018
entrevistamos mais de 250 tomadores de decisão de diversos
setores no Brasil. O objetivo foi obter informações realistas sobre
as características e lacunas no mercado de trabalho e como estas
condizem com o cenário econômico atual.

12 Análise de Tendências & Salários do Brasil


Análise de Tendências & Salários do Brasil 13
PERSPECTIVA DOS EMPREGADORES
PERSPECTIVA DOS EMPREGADORES

14 Análise de Tendências & Salários do Brasil


A maioria das empresas respondentes tem a matriz no Brasil, sendo principalmente empresas de médio porte
(101 a 500 funcionários). Entre os setores de atuação em destaque, temos Engenharia e Manufatura, Minério
e Energia, Varejo e Consumo em massa e Serviços. Já na edição de 2017, baseado no ano de 2016, a tendência
analisada foi diferente: a maioria das empresas tinha matriz no exterior e 32% atuavam em Indústrias de
Transformação ­­– porcentagem de destaque em comparação aos outros setores e maior que a atual edição.

Mais de 41% dos respondentes consideram que, nos O cálculo da remuneração variável é feito
últimos 12 meses, a situação econômica da empresa está majoritariamente de acordo com os resultados
boa. Enquanto 16% consideram que está muito boa e 12% da empresa e com o desempenho individual
consideram a situação econômica insatisfatória. Além do profissional.
disso, no mesmo período, 76% das empresas realizaram
alguma reestruturação. Entre os benefícios oferecidos aos colaboradores, 38%
das empresas disponibilizam flexibilidade de horário,
Em 2018, as empresas pretendem realizar contratações, 18% disponibilizam home office ou trabalho a distância
principalmente, em cargos de especialistas/analistas, e 16% disponibilizam plano de academia. Especificamente
coordenadores/supervisores e gerentes/líderes. sobre a opção de home office, 28% dos empregadores
O recrutamento destes profissionais será, de acordo com optam em oferecer este benefício de acordo com cargos
a ordem de relevância apresentada no questionário, para e áreas específicas e a maioria considera que permitir que
as áreas organizacionais de operações/área técnica, os colaboradores façam home office ocasionalmente é
comercial/mercado, financeira/administrativa, TI e serviço o formato mais adequado para a empresa. No entanto,
ao cliente. Mais de 40% das empresas realizaram, ou 35% das empresas que possuem este benefício disseram
pretendem realizar na passagem para 2018, um reajuste que não houve impacto - positivo ou negativo - na
salarial de 2 a 5%. Diante de novas contratações, 47% produtividade da companhia.
dos empregadores disseram que permitem uma margem
de negociação da faixa salarial pré-definida de até 5%, Durante o recrutamento externo, mais de 90% dos
enquanto 33% fazem negociações entre 6 e 10%. empregadores valorizam principalmente a experiência
E diante do candidato ideal, mas com uma expectativa de trabalho especializada do candidato. Os idiomas mais
salarial alta, 65% das empresas decidem negociar um requisitados são o inglês e espanhol e os cargos que têm
valor intermediário. como requisito um segundo idioma são principalmente:
nível 1 (CEO/Presidente/General Management), nível 2
Diante a remuneração variável, mais de 50% dos (Vice-presidente/Diretor) e nível 3 (Gerente/Líder).
respondentes consideram que este é um aspecto
importante na política salarial da empresa e, por isso, Apesar de não ser um acréscimo significativo, a pesquisa
valorizam sua prática. 34% das empresas pagam aos seus atual demonstra um aumento no turnover de profissionais,
empregados uma proporção de remuneração variável de em comparação à última edição do estudo (2017).
1 a 10% do salário anual e 34% pagam de 11 a 25%. Confira esta informação na página 22.

*Alguns percentuais apresentados neste texto introdutório, não totalizam a soma de 100%, uma vez que os respondentes tinham a opção de
selecionar mais de uma alternativa em determinadas questões e o recorte de dados levantados aqui abrange, principalmente, as respostas que
se destacaram. Confira as informações de forma mais detalhada no questionário a seguir.

Análise de Tendências & Salários do Brasil 15


PERSPECTIVA DOS EMPREGADORES
Você tem responsabilidade direta na contratação dos funcionários
de sua empresa?

88%
Sim
12% Não

Qual sua área de atuação na empresa?* Sua empresa tem matriz no Brasil ou no exterior?
*Não constam as alternativas com 0% de taxa de resposta.

1% 2% 52% Brasil
48% Exterior
Contabilidade/Finanças Comercial/Vendas
Qual a atuação de sua empresa?

1%
Administrativo
2%
Tecnologia da Informação/ 54% 46%
Sistemas
Nacional Internacional

1%
Operações/Manufatura
93%
Recursos Humanos

Qual o número de funcionários que sua empresa tem no Brasil?

1 a 100 101 a 500 501 a 1000 1001 a 2500 Mais de 2500

21% 35% 11% 16% 17%

Qual opção a seguir descreve melhor a indústria de sua empresa?

8% 2%
Engenharia e Saúde (farmacêutica,

25%
Manufatura (químicos, equipes e dispositivos Hotelaria, turismo,
plásticos, têxtis, alimentos médicos e serviços restaurantes e clubes
e bebidas, vidros, metal médicos/setor da saúde)
mecânica, máquinas e
equipamentos, cimento)

14% 8% 1%
Minério e Meios de comunicação
Tecnologia e
Energia (petróleo, gás, (rádio, TV, impressos e digital)
telecomunicações
minerais e energia)
PERSPECTIVA DOS EMPREGADORES

12% 5% 1%
Logística/Transporte
Varejo e consumo (transporte marítimo, terrestre, Governo
em massa aéreo, distribuição, estocagem
e mensagens)

4%
Serviços (consultoria, Construção,

9%
marketing e publicidade, infraestrutura e mercado
entretenimento, outsourcing, imobiliário
serviços educacionais e
serviços de Recursos Humanos)

8% Banco, seguros
e serviços financeiros
3% Agricultura e pecuária

16 Análise de Tendências & Salários do Brasil


Como você caracteriza a situação econômica da empresa nos
últimos 12 meses?

Muito boa 16%


Boa 41%
Regular 31%
Insatisfatória 12%

Você realizou alguma reestruturação nos últimos 12 meses? Que tipo de contratação você realizará nos próximos 12 meses?

76% Sim
24%
Não
72% 13% 7%

Termo Não realizarei Temporário


indeterminado contratações

As contratações serão realizadas em quais níveis de cargo?


Selecione todas as alternativas que se aplicam.
5% 3%
2%
Nível 1 (CEO/Presidente/General Management) Terceirizado Por horas
9%
Nível 2 (Vice-presidente/Diretor)
42%
Nível 3 (Gerente/Líder)
52%
Nível 4 (Coordenador/Supervisor)
94%
Nível 5 (Especialista/Analista)

As contratações serão realizadas em quais áreas organizacionais? Selecione todas as alternativas que se aplicam.

Operações/Área Técnica 55%

Comercial/Mercado 55%
Financeira/Administrativa 45%

Tecnologia da Informação 31%

Serviço ao Cliente 28%


27%
Compras/Logística
27%
Projetos/Desenvolvimento de Negócios/Planejamento
26%
Recursos Humanos
Qualidade/Processos 25%

Controle interno/Auditoria 13%

Comunicações/Responsabilidade Social/Gestão Ambiental 10%

Riscos 9%
Presidência/General Management 2%

Análise de Tendências & Salários do Brasil 17


Qual a porcentagem de reajuste salarial que você realizou Qual a margem de negociação em comparação a faixa salarial
ou pretende realizar em 2017? pré-definida?

Não houve 0 a 2% 2 a 5% 47% 33% 9%


aumento salarial

11% 20% 43%


Até 5% De 6 a 10% De 11 a 15%

5 a 10% Mais de 10% 7% 4%


22% 4%
De 16 a 25% Mais de 25%

A remuneração variável é um aspecto importante na política Você considera os benefícios como uma ferramenta importante
salarial de sua empresa? para a eficácia do recrutamento e retenção de profissionais?

57% 14% 29%


Sim, valorizamos Aplicamos a Não temos 100%
a remuneração remuneração remuneração Sim
variável variável, mas sem variável
importância

Qual a proporção da remuneração variável paga aos seus Sua empresa oferece benefícios adicionais ao salário?
empregados? (Considerando salário anual)

34% 34%
1 a 10% 11 a 25%
96% 4% Sim Não

19% 13%
26 a 50% Mais de 50%

Quais são os critérios para calcular a remuneração variável?


Selecione todas as alternativas que se aplicam.

7% 73%
PERSPECTIVA DOS EMPREGADORES

Subjetivo, sem uma Desempenho


política definida individual

49% 77%
Desempenho da Resultados
equipe ou área da empresa

18 Análise de Tendências & Salários do Brasil


Quais benefícios sua empresa oferece? Selecione todas as alternativas que se aplicam.

98%
Plano de Saúde
70%
Estacionamento
36%
Auxílio educativo de estudos
16%
Plano de Academia
superiores para funcionários

92%
Vale-alimentação/
66%
Celular
36%
Benefício Farmácia
15%
Auxílio educativo
Vale-refeição para filhos de funcionários

92% 43%
Carro corporativo
34%
Auxílio de estudo de
13%
Vales em dinheiro
Vale-transporte idiomas para funcionários em datas especiais

87%
Seguro de Vida
38%
Flexibilidade de horário
27%
Dias livres para
30 3%
Dias de férias adicionais
casamentos,
aniversários, etc.

86%
Plano Odontológico
37%
Opção de empréstimo
18%
Home office ou trabalho
a distância

Quais benefícios novos sua empresa implementou em 2017? Selecione todas as alternativas que se aplicam.

Nenhum 67% Opção de empréstimos 3%

Home office ou trabalho a distância 7% Benefício Farmácia 3%


7% Vales em dinhero 2%
Plano de Academia
em datas especiais
Flexibilidade de horário 6%
Estacionamento 2%
Auxílio educativo de estudos superiores 5%
para funcionários Vale-Alimentação/ 2%
Vale-Refeição
Dias livres para casamento, aniversários, etc. 5% Auxílio de estudo 2%
Plano de Saúde de idiomas para
4%
funcionários
Seguro de Vida 4%
Vale-transporte 1%
Plano Odontológico 4% Celular
1%
Carro corporativo 3% Auxílio educativo
para filho de 1%
funcionários

Análise de Tendências & Salários do Brasil 19


Quais dos benefícios implementados foram bem aceitos? Selecione todas as alternativas que se aplicam.

Plano de Saúde 61%

Plano Odontológico 43%

Vale-Alimentação 36%
Seguro de Vida 35%
Estacionamento 28%
Vale-Transporte 26%
Celular 22%
Flexibilidade de horário 19%
Auxílio educativo de estudos superiores para funcionários 19%
Plano de Academia 17%
Carro corporativo 17%
Auxílio de estudo de idiomas para funcionários 13%
Home office ou trabalho a distância 13%
Opção de empréstimo 12%
Auxílio educativo para filho de funcionários 8%
Vales em dinheiro em datas especiais 6%

Dias de férias adicionais 2%

Como funciona o home office/trabalho a distância na sua empresa?

5% 28% 2% 65%

É disponível para todos É oferecido para cargos/ É disponível durante um Não oferecemos


os funcionários áreas específicas período específico este benefício

Como você percebe o impacto do home office/trabalho a distância no desempenho de sua empresa?
PERSPECTIVA DOS EMPREGADORES

15% 5% 35% 3% 31% 11%


A produtividade A produtividade Não houve Gerou um impacto N/A Outro
aumentou não aumentou impacto negativo entre as
áreas que possuem
esse benefício e
aquelas que não

20 Análise de Tendências & Salários do Brasil


Qual formato de home office se adequa mais à sua empresa? O conhecimento de um segundo idioma substitui outros
requisitos do recrutamento?

6% 29% 65%
Metade da jornada Jornada completa Ocasionalmente 12% 88%
em casa e a outra realizada em casa e Sim Não
metade no escritório reuniões presenciais
no escritório,
previamente
acordadas com
os funcionários

Além do português, quais são os idiomas mais requisitados na Na negociação do salário, indique o nível de influência que tem o
comunicação interna da sua empresa? conhecimento de um segundo idioma.
Selecione todas as alternativas que se aplicam.
3% 50% mais salário
93%
5% 30% mais salário
Inglês
10% 15% mais salário
36%
Espanhol 11% 20% mais salário

6% 71% Não tem influência


Francês
6%
Outros

2%
Mandarim

1%
Alemão

Indique todos os níveis de cargos que têm como requisito um O que você mais valoriza em um candidato quando recruta
segundo idioma. Selecione todas as alternativas que se aplicam. externamente?

76% Experiência de
93%
trabalho especializada
Nivel 1 (CEO/Presidente/General Management)
Estudos de 
pós-graduação 3%
68%
e certificados
Nivel 2 (Vice-presidente/Diretor)
Domínio de idioma(s)
3%
a nível profissional
59%
Disponibilidade de
Nivel 3 (Gerente/Líder) locomoção e/ou 1%
35% viagens frequentes
Nivel 4 (Coordenador/Supervisor)

18%
Nivel 5 (Especialista/Analista)

18%
Todos os funcionários

Análise de Tendências & Salários do Brasil 21


Diante de um candidato ideal, mas com uma expectativa salarial Em qual cargo esse turnover é mais acentuado?
mais alta, sua empresa opta por:

10% 15%
2%
Nível 2 (Vice-presidente/Diretor)
8%
Apresentar uma
proposta de Desistir do Nível 3 (Gerente/Líder)
acordo com sua candidato
6%
expectativa salarial
Nível 4 (Coordenador/Supervisor)

10% 65%
Oferecer o salário Negociar um
84%
Nível 5 (Especialista/Analista)

previsto e adicionar valor intermediário


benefícios não
salariais

Existe um turnover significativo de profissionais na sua empresa? Você considera que o turnover de profissionais vai aumentar ou
está aumentando?

32% Sim
68% Não
41% Sim
59% Não

Qual foi o turnover (parcial) de funcionários na sua empresa, Se você considera o seu capital humano diferenciado, por qual
em 2017? motivo você o avalia assim?

26% 36% 18%


2%
Idioma
14%
Menos de 10% Entre 11 e 20% Entre 21 e 30% Soft skills
34%
Experiência
50%

11% 6%
Entre 31 e 40% Entre 41 e 50%
3%
Maior que 50%
Conhecimento técnico

Em quais idades esse turnover é mais acentuado? Com o capital humano atual, o nível de realização das metas
organizacionais da empresa...
PERSPECTIVA DOS EMPREGADORES

4% 44%
68%
20 a 29 anos
30%
30 a 39 anos As metas não As metas são
são atingidas atingidas parcialmente
2%

5% 47%
40 a 49 anos

Ultrapassa As metas são


a expectativa atingidas

22 Análise de Tendências & Salários do Brasil


PERSPECTIVA
DOS LÍDERES
ENTREVISTAS

Análise de Tendências & Salários do Brasil 23


ENTREVISTAS
5 milhões de pessoas, considerando trabalhadores e seus
dependentes, perderam o plano de saúde nos últimos anos, então
essa recuperação é esperada. Durante o período de baixa, as pessoas
tentaram tratamento pelo SUS, que já estava sobrecarregado.
Percebo um aumento de diagnóstico dessas doenças crônicas e mais
graves e, consequentemente, de tratamento das mesmas.

3. Este cenário tem afetado a busca de talentos em sua área? Existe


alguma posição ou posições que tiveram maior dificuldade?

A BMS tem uma peculiaridade muito grande neste momento.


Temos uma estratégia de contratação que caminha em paralelo
com a estratégia do próprio desenvolvimento interno. Um dos
objetivos que buscamos no mercado é ampliarmos e atrairmos, de
maneira bastante clara, uma diversidade para a força de trabalho.
Hoje sabemos que somente abrindo o leque e tendo um programa
de inclusão consistente é possível ter uma força de trabalho capaz
de responder para o mercado. Temos um foco muito grande nos
millennials e possuímos um programa de estágio com quase 40
posições. Dentro desse grupo de talentos, buscamos aqueles que
percebemos que serão agentes de mudanças do futuro e que
realmente olhem para sua posição na BMS como algo que tenha
propósito na vida profissional deles. Também transferimos esse valor
aos profissionais com mais experiência. Não contratamos alguém
simplesmente pela posição específica. Não procuramos somente
contratar um médico que seja especialista em oncologia
e melanoma. Buscamos alguém que, primeiro, tenha um propósito,
Gaetano Crupi e que junto com a BMS tenha a aspiração de curar o câncer. Alguém
Presidente e Gerente Geral da BMS no Brasil comprometido com essa visão maior e que realmente seja um agente
BMS
de mudança.

1. Como você considera a situação do emprego no Brasil e como É preciso avaliar o conjunto, que vai além da condição técnica.
isso afeta sua indústria? Quais são as principais dificuldades que A terceira habilidade fundamental que vemos hoje é a capacidade
você enfrenta? de trabalhar em equipe. Parece um jargão muito comum, todo mundo
diz que trabalha em equipe. O mercado funciona como uma matriz,
A indústria farmacêutica sofreu as consequências da desaceleração não há um decisor, há vários decisores. Então, se o mercado é uma
econômica. Várias empresas suprimiram posições para se ajustar ao matriz, a organização também tem que ser uma matriz, trabalhar
mercado, então eu vejo que isso acarretou em uma dificuldade para num grupo matricial, e esse grupo só sobrevive com o verdadeiro
a indústria farmacêutica. Na recuperação econômica, há a expectativa espírito de equipe. Então, quando unimos esses três elementos
da criação de novos empregos e, assim, devemos reaver algumas das (compromisso com o propósito da empresa, um verdadeiro agente
posições que foram perdidas nos últimos dois anos. de mudança e a capacidade de trabalhar em equipe) conseguimos
fechar o ciclo. E essa é a maneira que olhamos para o mercado.
No nosso caso, tivemos uma situação bastante específica.
O Ministério da Saúde fez uma redução nos custos, principalmente em 4. Em relação a salários, você acha que eles têm aumentado
um produto que a BMS fornecia para hepatite C. Nós tiramos todo o ou diminuído em relação ao ano passado, dado o cenário
investimento que esse produto recebia. Nesse momento foi preciso econômico atual?
reduzir o quadro neste segmento. Porém, ao mesmo tempo, tivemos
a felicidade de aproveitar a maioria dos profissionais que estavam Temos trabalhado com a premissa de que os salários estão crescendo.
nesses cargos, o que ajudou a reduzir o impacto. Temos um grupo muito especializado. Não possuímos, por exemplo,
propagandistas, e sim consultores técnicos de venda. Não somos uma
2. Quais são as projeções gerais de sua indústria este ano a partir empresa que vai contratar em um volume muito grande, mas quando
de sua perspectiva? contratamos, buscamos o melhor. Não dizemos que temos o maior
ou melhor pacote de benefícios da indústria, mas estamos entre os
É desafiador fazer projeção para a indústria. Conforme a economia melhores. A partir do momento que temos essa visão também por
melhora, começamos a ver as consequências. As pessoas que voltam parte dos talentos, passamos a ser uma vitrine, então a concorrência
ENTREVISTAS

a ter um emprego fixo passam a ter um plano de saúde. Tendo um também vem nos buscar. Claro que salário não é a primeira razão
plano de saúde, elas começam a dar maior prioridade para o pela qual se perde um talento, mas é importante. Precisamos nos
bem-estar e a saúde. Então, prevemos que esse movimento preocupar se o talento está motivado, se está comprometido, se está
auxilie o cenário de nossa indústria. Em nosso cálculo, entre 3,5 a sendo tratado bem e se vê futuro na empresa. Mas a remuneração é

24 Análise de Tendências & Salários do Brasil


o mínimo que precisamos oferecer e tem que ser muito competitiva. muito alto, a conta não fecha em nenhum país do mundo. Então, para
Os profissionais de alto calibre estão realmente tendo um incremento que ela feche, tem que ficar muito claro que a BMS entrega para o
no seu pacote. Isso não acontece na média, mas é uma realidade com consumidor final, que é o paciente, um verdadeiro valor agregado.
o perfil que buscamos. Não pode ser mais um produto. É muito importante que todos
tenham esse conhecimento mínimo de farmacoeconomia. Quando se
5. Quais áreas e cargos se fortaleceram no setor? olha, por exemplo, para um produto para o tratamento do câncer de
pulmão, tem que ser muito claro para qual paciente ele será eficiente,
O primeiro deles é a área médica. Nós temos produtos extremamente para qual paciente não será, como é que o paciente vai se beneficiar,
complexos do ponto de vista de como funciona e de produtos qual o resultado que ele pode esperar.
pioneiros. A BMS é pioneira no mercado de imuno-oncologia, o que
significa que estamos mudando o paradigma de como se trata o É diferente de trabalhar um produto sem prescrição médica, à venda
câncer. Não é mais quimioterapia, é uma modalidade totalmente com frequência na farmácia. Esse é um produto totalmente diferente.
nova. Somos líderes mundiais e no Brasil não é diferente. Possuímos Assim, além de ser um agente de mudança, abraçar o propósito da
uma área médica robusta tanto em quantidade, quanto em qualidade. empresa e trabalhar em equipe, a parte técnica é essa. O profissional
Outro destaque é a área de acesso. Esse é um mercado em que precisa entender qual é o valor agregado que oferecemos para
a maior fonte vem do mercado privado, extremamente exigente, os nossos clientes. E o paciente é o centro de tudo aquilo que
então é preciso ter altíssimos investimentos em farmacoeconomia a gente faz. Regularmente, trazemos os nossos pacientes aqui para
e profissionais muito técnicos. Além disso, claro, temos a área o escritório, e isso faz o engajamento ter outra conotação.
Comercial, que dividimos entre Marketing e Vendas. Essa é nossa
organização matricial: área Médica, área de Acesso e área Comercial. 8. Quais medidas você está considerando para a retenção
Não trabalhamos isoladamente. São essas as três funções que de talentos?
resolvem a questão do cliente.
Primeiramente, entregar aquilo que prometemos quando
6. Quais são os benefícios particulares oferecidos no setor? contratamos. Temos realmente uma governança interna muito
robusta para ter certeza que estamos cumprindo o que propusemos
A BMS tem um plano de previdência privada que, sem dúvida aos nossos funcionários. Outra medida fundamental, principalmente
nenhuma, é o melhor do mercado. Principalmente porque temos uma para uma organização com foco em millennials, é ter um diálogo
força de trabalho jovem e eles não veem isso como um benefício aberto. Minha sala fica no meio da companhia, está com as portas
imediato, mas reforçamos como isso é relevante. Todas as pesquisas abertas e mensalmente temos o que chamamos de “conversa
de remuneração mostram que esse plano de previdência privada com presidente”, em que qualquer pessoa pode se inscrever para
é bastante importante, principalmente agora com a questão da conversar comigo e pode perguntar o que quiser.
mudança da previdência social no Brasil. Nós também temos um
plano de carreira muito claro e abrangente. Temos vários brasileiros Temos pesquisas de cultura muito frequentes para saber se nosso
que olharam para algumas oportunidades fora do país e estão pacote na teoria, muito atrativo, se aplica à realidade. Outro exemplo
espalhados pelo mundo, pois existe essa permeabilidade entre muito interessante: trabalhamos com várias gerações juntas e criamos
opções de desenvolvimento que fazem parte do pacote. Além o programa de mentoring reverso. Eu sou um baby boomer e tenho
disso, criamos um ambiente de trabalho focado no bem-estar dos um mentor que é da geração Y. E a partir disso, percebemos que
funcionários. Temos olhado bastante para o wellness e possuímos um vamos adequando a maneira de se comunicar e de se organizar.
ambiente com sala de meditação, um andar dedicado para momentos Tenho como métrica não perder os meus key talents, então olho para
de relaxamento e um restaurante interno. Estimulamos a prática trás e vejo que nos últimos 24 meses eu não perdi nenhum.
de exercícios e o trabalho com responsabilidade social. Quando se A BMS tem um turnover menor que 10%, que está dentro da média,
tem foco em millennials, não adianta oferecer salário, carro, pois são em funções normais. Mas, quando olho para o conjunto de talentos
coisas que não estão na ponta da prioridade. Pensamos muito no que selecionamos, em geral, temos tido a habilidade de mantê-los
indivíduo como ser humano e isso tem sido um diferencial. e inclusive bem motivados.

Nosso plano de saúde é robusto, temos um plano de compensação


de horário muito bom, emendamos todos os feriados e compensamos
datas entre o Natal e Ano Novo durante o dia. Temos o short friday,
que é muito importante, e horário flexível. Cada um flexibiliza
conforme for mais compatível com sua rotina. Das 9h30 às 17h30,
todos os funcionários devem estar na companhia. Convocamos
as reuniões para esse período, pois não adianta nada oferecer um
horário flexível e agendar uma reunião às 8h da manhã.

7. Quais são as habilidades necessárias para os profissionais


ENTREVISTAS

do setor?

Hoje, independente da função, o profissional tem que fazer um link


com aquilo que está beneficiando ao paciente. O custo de saúde está

Análise de Tendências & Salários do Brasil 25


4. Em relação a salários, você acha que eles têm aumentado
ou diminuído em relação ao ano passado, dado o cenário
econômico atual?

Mesmo imaginando que não tivéssemos a pressão do


reaquecimento da economia, só a pressão da inflação já faz com
que, automaticamente, a base salarial aumente.

5. Quais cargos se fortaleceram no setor?

Não posso falar por todos, pois não necessariamente estávamos


buscando todos para ter um parâmetro tão amplo assim.
Por estarmos buscando neste momento e por querermos um
profissional de alto nível, sentimos diferença para a contratação do
cargo de CFO. Sentimos essa diferença ainda maior em comparação
Felipe Della Negra
General Manager Brasil ao que a gente via há 1 ou 2 anos.
Red Bull
6. Quais áreas se fortaleceram no setor?
1. Como você considera a situação do emprego no Brasil e como
isso afeta sua indústria? Quais são as principais dificuldades que Comercial e vendas. Também sentimos isso na área de marketing,
você enfrenta? que é muito grande para nós. Temos um termômetro legal, porque
basicamente metade da nossa estrutura é de marketing ou quase
Para nós, o negócio melhorou muito a partir de abril de 2017. isso, então sentimos o mercado bastante aquecido e impactando
Sobre o cenário de emprego, se por um lado tínhamos um pouco as áreas de marketing, sejam elas mais estratégicas ou de campo.
mais de facilidade, um pouco mais de segurança e de estabilidade
da manutenção do quadro de funcionários até metade de 2017, 7. Quais são os benefícios particulares oferecidos no setor?
no segundo semestre o mercado aqueceu bastante. É nítido que a
gente tem sofrido uma pressão externa maior do que a que a gente Não temos um benefício específico fora do comum, mas todos são
vinha sofrendo. acima do mercado. O nível do plano de saúde que entregamos é um
diferencial bastante grande no mercado.
2. Quais são as projeções gerais de sua indústria este ano a partir
de sua perspectiva? Além disso, tudo o que entregamos como empresa e como
ambiente, às vezes é difícil quantificar, mas é imensurável.
A realidade que temos vivenciado não é uma realidade geral do Ter um ambiente saudável, que sabemos que não é tão comum,
mercado, nem de bens de consumo e menos ainda de bebidas. apesar de ser tão básico, é algo que prezamos muito. As pessoas
Categorias importantes, como cerveja e refrigerantes, ainda estão se dão bem. Claro que temos competitividade, mas ela é feita de
sofrendo bastante. Nossa perspectiva tanto para o fechamento maneira saudável. Temos pessoas felizes. Esse é um diferencial que
deste ano quanto para o ano que vem é de um cenário mais não tem como mensurar e que prezamos muito, buscamos isso
positivo. Apesar de toda a incerteza, vemos sim que a economia o tempo inteiro.
parece estar desgarrando um pouco do cenário político.
Então, apesar de tudo, ela vem mostrando sinais de recuperação. A questão de engajamento é a maneira mais formal para trabalhar
Realizamos várias mudanças no negócio, mas estamos crescendo. os benefícios. Todo ano realizamos uma pesquisa de clima que
Sabemos que, dentro da categoria, não é só a Red Bull que cresce, envolve 100% dos funcionários. Ela é uma das principais ferramentas
de alguma forma a categoria vem reagindo. Uns puxados por que garantem isso, por meio da quantificação. Há várias ações
outros, mas ela vem reagindo em geral. E a nossa perspectiva que no dia a dia garantem que a gente tenha um ambiente mais
é positiva. Já para 2017 e também para o ano de 2018. saudável. E até iniciativas um pouco mais complexas e novas, como
o trabalho muito forte que iniciamos de diversidade para garantir
3. Este cenário tem afetado a busca de talentos em sua área? que o ambiente seja saudável para todos.
Existe alguma posição ou posições que tiveram maior dificuldade?
Então, trabalhamos para garantir que a empresa tenha capacidade
Toda vez que existe uma pressão externa, de alguma forma, de ser saudável para um perfil tão eclético de seres humanos.
também sofremos. Apesar disso, não tivemos nenhum desafio O pilar de diversidade nós começamos esse ano e será ponto forte
grande ou sério de retenção de talentos. Na busca de profissionais de agora em diante.
do lado de fora, sim. Da segunda metade do ano pra cá, aceleramos
a procura para algumas posições que estávamos segurando um 8. Quais são as habilidades necessárias para os profissionais
pouco, que antes não estávamos buscando com tanto afinco e do setor?
velocidade. E então, encontramos dificuldade para vagas como CFO
ou pra head de operações, o que antes não acontecia, pois o cenário A Red Bull é uma empresa única. E um dos principais diferenciais
ENTREVISTAS

era completamente diferente. Tem bastante oferta para fora, então que precisamos é a adaptação à nossa cultura. É uma cultura muito
automaticamente a gente compete com outras grandes empresas diferente, tem uma informalidade, que de nenhuma forma pode se
pelo mesmo profissional e a procura se torna mais difícil ou, no confundir com bagunça. Não é tão fácil encontrar pessoas jovens
mínimo, mais cara. (nós temos um perfil muito jovem) e com maturidade para entender

26 Análise de Tendências & Salários do Brasil


que um ambiente informal é muito diferente de falta de ordem ou 9. Quais medidas você está considerando para a retenção
de foco em resultado. Somos muito focados em resultado, muito de talentos?
profissionais e, ao mesmo tempo, em um ambiente extremamente
informal. É um nível de maturidade que não é tão comum, então A principal medida é investir em um ambiente que não seja apenas
essa é uma variável que buscamos muito e que não é tão simples. saudável e onde as pessoas sejam felizes. O principal é ter um
espaço e ferramentas para que as pessoas se desenvolvam e
Somos uma empresa em que todas as áreas precisam entender cresçam. Principalmente em uma empresa com a quantidade de
a importância e o papel do marketing e de marca. Não permitimos jovens talentosos que temos, se não garantirmos a todo tempo que
que profissionais da área comercial, por exemplo, sejam cada um deles esteja aprendendo, evoluindo e mostrar que aqui
puramente comerciais. Eles precisam entender sim o mínimo eles vão se desenvolver mais do que em qualquer outro lugar fora,
sobre a importância que a marca tem e que ela está acima de o risco de perdermos esses profissionais é enorme.
tudo. Pessoas com formação puramente em vendas podem ter
dificuldades de adaptação. Podem trilhar um caminho que, lá Entendemos que, mais do que salário e benefício, garantir
na frente, vai ter problemas. Empresas que são 100% de vendas o aprendizado para essas pessoas é o mais importante.
tomam algumas decisões de curto prazo, que podem arranhar a A todo momento, temos não só o RH, mas todas as áreas
marca, e nós não admitimos isso. Colaboradores que entendam trabalhando para que tenhamos a pessoa certa no lugar certo,
demais de uma área e que tenham a cabeça aberta para entender que garanta conosco o melhor resultado possível e para que essa
a intersecção entre as áreas e o papel de cada uma delas são pessoa se desenvolva da melhor maneira possível. Isso vai nos levar
fundamentais para nós. a ter o melhor profissional lá na frente.

ENTREVISTAS

Análise de Tendências & Salários do Brasil 27


PERSPECTIVA DOS EMPREGADORES

28 Análise de Tendências & Salários do Brasil


PERSPECTIVA
DOS PROFISSIONAIS
A taxa de desemprego no Brasil no segundo semestre
de 2017 registrou a primeira queda desde o final de 2014.
O total da população de trabalhadores desocupados
e subocupados foi de 26,3 milhões. Foi o que apontou a Pesquisa
Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) divulgada em
17 de agosto de 2017 pelo Instituto Nacional de Geografia
e Estatística (IBGE).

Análise de Tendências & Salários do Brasil 29


PERSPECTIVA DOS PROFISSIONAIS
PERSPECTIVA DOS PROFISSIONAIS

30 Análise de Tendências & Salários do Brasil


Entre os profissionais respondentes, 30% são do gênero feminino e 70% do gênero masculino, sendo que as
idades mais expressivas são entre 36 e 45 anos, entre 26 e 35 anos e entre 46 e 55 anos. Mais de 60% destes
profissionais são pós-graduados e 22% completaram o Ensino Superior. A maior parte está atualmente ativa
no mercado de trabalho e ocupa posições em empresas multinacionais.

As principais áreas de formação dos respondentes são: 25% agências de emprego, 7% associações profissionais e
Engenharia, Administração/Economia, Contabilidade/ 4% utilizaram as universidades. Sendo que os profissionais
Finanças, Informática/TI e Comunicação/Publicidade/ consideram que as ferramentas mais eficazes para
Marketing. A maioria dos profissionais atua em sua área encontrar um novo emprego são os contatos pessoais,
de formação, sendo que 27% possuem entre 12 e 17 anos headhunter e as redes sociais.
de experiência profissional, 27% possuem entre 18 e 25
anos e 19% possuem mais de 25 anos de experiência. Mais de 95% dos respondentes dominam o idioma inglês
e 47% o espanhol. Os respondentes acreditam que o
Os cargos ocupados pelos profissionais são, domínio de um segundo idioma deveria representar um
preponderantemente e de acordo com a ordem de aumento salarial, sendo que 29% dos colaboradores
relevância apresentada no questionário, nível 3 (gerente), acreditam que a remuneração deveria aumentar em 15%.
nível 5 (especialista/analista) e nível 4 (coordenador/
supervisor). Além disso, 20% atuam na área Comercial/ Considerando sua ocupação atual, os fatores que os
Vendas, 18% em Contabilidade/Finanças e 17% atuam profissionais mais valorizam são: atividade realizada,
em Operações/Manufatura. oportunidade de crescimento profissional, cultura
organizacional da empresa e salário. Até o encerramento
Quanto à remuneração, mais de 50% dos profissionais do ano de 2017, 50% dos colaboradores não consideravam
afirmam que o salário que recebem é adequado às suas uma recolocação profissional. Durante o ano analisado,
responsabilidades, sendo que na análise do ano passado 53% dos profissionais não tinham iniciado uma procura
este número foi de quase 60%. ativa para ingressar em um novo desafio profissional,
enquanto 19% estavam em busca de uma nova
Entre duas propostas de emprego, 75% dos profissionais oportunidade há menos de 6 meses. Já em nossa
consideram que o salário é o fator decisivo mais análise publicada no ano anterior, 72% dos profissionais
importante. Entre os benefícios mais valorizados pelos consideravam a possibilidade de mudar e/ou estavam
colaboradores estão: plano de saúde, flexibilidade de procurando um novo emprego.
horário, vale-alimentação ou vale-refeição, seguro de vida
e home office ou trabalho a distância. Já os mais frequentes No entanto, 27% disseram que o salário motivaria a
oferecidos pelas empresas incluem plano de saúde, plano mudança de emprego, 26% disseram que as metas
odontológico, vale-alimentação ou vale-refeição, seguro profissionais são sua motivação e 16% disseram que o
de vida e celular corporativo. interesse em mudar para outro país motivaria a mudança
de emprego. Mais de 80% dos profissionais estão
Em 2017, 58% dos respondentes não receberam um disponíveis para trabalhar no exterior, principalmente na
aumento salarial ou promoção e 81% não mudou de Europa, América do Norte e América do Sul. Além disso,
emprego. Para encontrar uma nova oportunidade 92% dos respondentes disseram que mudariam para outra
profissional, 77% utilizaram contatos pessoais, 60% área da empresa, caso surgisse uma oportunidade de
utilizaram as redes sociais, 43% utilizaram headhunters, trabalhar em um projeto importante.

*Alguns percentuais apresentados neste texto introdutório, não totalizam a soma de 100%, uma vez que os respondentes tinham a opção de
selecionar mais de uma alternativa em determinadas questões e o recorte de dados levantados aqui abrange, principalmente, as respostas que
se destacaram. Confira as informações de forma mais detalhada no questionário a seguir.

Análise de Tendências & Salários do Brasil 31


PERSPECTIVA DOS PROFISSIONAIS

Por favor, informe seu gênero para fins estatísticos.

30% Feminino
70% Masculino

Escolha a faixa etária a que pertence. Qual é o seu nível de escolaridade?

Entre 18 e 25 anos

Entre 26 e 35 anos

Entre 36 e 45 anos 42%


3%

30% 3% 22%
Ensino
Superior Incompleto
Ensino
Superior Completo

61% 13%
Entre 46 e 55 anos 19%

Mais de 55 anos 6%

Pós-graduação Mestrado

1%
Doutorado

Você está trabalhando atualmente? Se não, por favor, Qual é a abrangência da operação da empresa onde
responda às seguintes perguntas com base em sua última você trabalha?
experiência profissional.

84% Sim
16% Não
61% 39%
Multinacional Nacional

Qual é sua área de formação? (Alternativas em destaque)

31% 7% Informática/Tecnologia
3%
PERSPECTIVA DOS PROFISSIONAIS

Engenharia Ciências da Saúde


da Informação

28% Administração/Economia
7% Comunicação/Publicidade/
Marketing 2% Psicologia

9% Contabilidade/Finanças
5% Direito/Jurídico
2% Agronegócio/
Veterinária/Zootecnia

32 Análise de Tendências & Salários do Brasil


Atualmente, você trabalha em sua área de especialização ou Quantos anos de experiência profissional você tem?
formação?

74% 26% 3% 9% 15%


De 0 a 3 anos De 4 a 7 anos De 8 a 11 anos
Sim Não

27% 27% 19%


De 12 a 17 anos De 18 a 25 anos Mais de 25 anos

Qual é seu cargo atual? Em qual área da companhia você atua?

3%
Nivel 1 (CEO/Presidente/General Management)
13%
Nivel 2 (Vice-presidente/Diretor)
1%
Relações Públicas/
8%
Marketing
Comunicação

4% 12%
41%
Nivel 3 (Gerente/Líder)
17%
Nivel 4 (Coordenador/Supervisor) Compras/Procurement Administração
26%
Nivel 5 (Especialista/Analista)

5%
Logística
17%
Operações/Manufatura

Qual é seu tipo de contrato?

7% 18%
1% 6% Recursos Humanos Contabilidade/Finanças

Temporário Terceirizado
8% 20%
13% 80%
Por horas Termo indeterminado
TI/Sistemas Comercial/Vendas

Qual tipo de contrato você prefere? Você considera que seu salário atual é adequado, de acordo com
as responsabilidades de seu cargo?

15% 5%
Por horas Terceirizado
53% 47%Sim Não

1% 79%
Temporário Termo indeterminado

Análise de Tendências & Salários do Brasil 33


De acordo com seu salário base, qual é o seu salário mensal atual? Entre duas propostas de emprego, o que é mais importante no
momento da escolha?

0 a 3 mil reais 6%
4 a 7 mil reais

8 a 11 mil reais

12 a 15 mil reais
16%

20%

15%
13% 75%
Bônus Salário

12%
16 a 19 mil reais 13%
20 a 23 mil reais 8%
24 a 27 mil reais 6%
Remuneração
28 a 31 mil reais 4% Variável

32 a 35 mil reais 3%
36 a 39 mil reais 2%
40 a 43 mil reais 2%

44 a 47 mil reais 1%
48 a 51 mil reais 1%

52 a 55 mil reais 1%

Superior a 56 mil reais 2%

Você tem remuneração variável? Qual é o peso de sua remuneração variável em relação ao seu
salário base?

51% Sim
49% Não
1 a 3%

4 a 7%

8 a 11%
26%

5%

9%
12 a 15% 9%
16 a 19% 5%
20 a 23% 9%
24 a 27% 7%
28 a 31% 5%
32 a 35% 4%
Superior a 35% 21%
PERSPECTIVA DOS PROFISSIONAIS

34 Análise de Tendências & Salários do Brasil


Quais benefícios você mais valoriza em seu trabalho? Selecione todas as alternativas que se aplicam.

Plano de Saúde 92%

Flexibilidade de horário 67%

Vale-alimentação/Vale-refeição 60%

Seguro de Vida 54%

Home office ou trabalho a distância 51%

Plano Odontológico 48%

Estacionamento 42%

Celular 40%

Carro corporativo 40%

Auxílio educativo de estudos superiores para funcionários 34%

Auxílio de estudo de idiomas para funcionários 28%

Auxílio educativo para filhos de funcionários 23%

Benefício Farmácia 21%

Dias livres para casamentos, aniversários, etc. 18%

Dias de férias adicionais 16%

Plano de Academia 15%

Vale-Transporte 12%

Vales em dinheiro em datas especiais 9%

Opção de empréstimo 7%

Quais benefícios sua empresa oferece aos funcionários? Selecione todas as alternativas que se aplicam.

91% Plano de Saúde 42% Flexibilidade de horário 18% Plano de Academia

73% Plano Odontológico 31% Benefício Farmácia 17% Dias livres para casamentos,
aniversários, etc.

73% Vale-alimentação/
Vale-refeição 30% Home office ou
trabalho a distância 10% Auxílio educativo para
filhos de funcionários

69% Seguro de Vida 23% Auxílio educativo de estudos


superiores para funcionários 5% Vales em dinheiro em
datas especiais

59% Celular 21% Carro corporativo 4% 30


Dias de férias
adicionais

55% Estacionamento 21% Auxílio de estudo de


idiomas para funcionários

47% Vale-transporte 20% Opção de empréstimo

Análise de Tendências & Salários do Brasil 35


Em 2017 você...

11% Foi promovido 17% Recebeu um aumento 14% Foi desligado 58% Não recebeu
aumento ou
promoção

Você mudou de trabalho durante o ano de 2017?

19% Sim
81% Não

Quais ferramentas você utilizou para encontrar um emprego? Selecione todas as alternativas que se aplicam.

25% 7% 77% 43% 4% 60%

Agências de Emprego Associações profissionais Contatos pessoais Headhunter Universidades Redes Sociais

Na sua opinião, qual a ferramenta mais eficaz para encontrar um novo emprego? Selecione todas as alternativas que se aplicam.

4% 1% 59% 20% 1% 15%

Agências de Emprego Associações profissionais Contatos pessoais Headhunter Universidades Redes Sociais

Além do português, qual idioma você domina a nível profissional? Você acredita que o domínio de um segundo idioma deveria
Selecione todas as alternativas que se aplicam. representar um maior salário?

73% 27%
96%
Inglês
47%
Sim Não
Espanhol
6%
PERSPECTIVA DOS PROFISSIONAIS

Francês
3%
Alemão
1%
Mandarim

36 Análise de Tendências & Salários do Brasil


Análise de Tendências & Salários do Brasil 37
Você acredita que dominar um segundo idioma deveria aumentar o salário em:

29% 22%
15% mais salário 20% mais salário
14%
30% mais salário
3%
50% mais salário
32%
Não se aplica

O que você mais valoriza em seu trabalho atual?

4% 6% 7% 12% 14% 23% 34%


Tipo de contrato de Benefícios Horário Salário Cultura Organizacional Oportunidade de
crescimento
Atividade
trabalho atual da empresa profissional realizada

Considera mudar de trabalho ainda em 2017?

50% 50%Sim Não

O que te motivaria a mudar de trabalho?

1% 4% 7%
Insatisfação
com o chefe
16%
Interesse em mudar
27%
Horário Benefícios para outro país Salário
atual

2%
Tipo de contrato
5%
Interesse em
12%Cultura
26%
mudar para Organizacional Metas profissionais
de trabalho atual outra cidade da empresa
PERSPECTIVA DOS PROFISSIONAIS

Você está disponível para trabalhar no exterior?

84% 16%
Sim Não

38 Análise de Tendências & Salários do Brasil


Em quais regiões? Selecione todas as alternativas que se aplicam.

87%
América do Norte
91%Europa

27% 23% Ásia

12%
América Central

África

38%
50%
América do Sul
Oceania

Você mudaria para outra área em sua empresa, caso surgisse uma Há quanto tempo você está em busca de um novo
oportunidade de trabalhar em um projeto importante? desafio profissional?

92% 8% Sim Não


19%
Menos de 6 meses
14%
Entre 6 meses e 1 ano

14%
Mais de 1 ano
53%
Ainda não iniciei uma
procura ativa

Você recomendaria seu empregador atual a um amigo ou familiar?

79% 21% Sim Não

Análise de Tendências & Salários do Brasil 39


A EXPERTISE
DA HAYS:
ANÁLISE
POR SETOR
BANCOS

Apesar do cenário político incerto, percebe-se que os Produtos, Advisors, além das áreas de Risco e Compliance
impactos macroeconômicos sofreram um descolamento que continuam necessitando de reforço.
momentâneo. O mercado financeiro está muito atrelado
à expectativas, e isso fomenta o incremento de negócios Devido ao otimismo crescente e às expectativas positivas
a curto prazo. do mercado financeiro, 2018 deve ter um incremento de
contratações, não somente em bancos mas em empresas
O avanço de políticas macroeconômicas alinhadas com de serviços financeiros e fintechs. As instituições financeiras,
a expectativa do mercado, demonstra que o Brasil busca fazer de forma geral, voltaram a investir em pessoas, inclusive nas
reformas que coloquem as contas públicas em ordem. áreas comerciais que foram as mais afetadas durante a crise.
Esse fator somado à grande queda da inflação, permitiu que
o Banco Central reduzisse a taxa Selic de forma sustentável. Quanto às tendências de remuneração para 2018, podemos
Outro importante indicador é a curva dos juros futuros que prever que, com o mercado retomando o crescimento,
está em declive há algum tempo. A combinação destes as casas internacionais que pagam sua remuneração variável
fatores estimula os investimentos dos empresários atrelada ao dólar, devem exercer uma pressão importante nos
e consequentemente a geração de empregos. salários de toda a cadeia.

As necessidades dos clientes hoje são mais sofisticadas


do que no passado, tornando os processos de
recrutamento ainda mais complexos. Apesar da grande BARÔMETRO
oferta de profissionais em busca de novas oportunidades,
a combinação entre técnico e comportamental faz com que, Perfis mais solicitados
em muitos casos, o cliente precise rever alguns pontos chave
Analista, Coordenador e Gerente de Risco
nas posições em aberto, demandando frequentemente algum de Mercado e Crédito
ajuste por parte dos recrutadores.
M&A Associates e Analistas
Apesar do clima de recessão no qual o ano de 2017 iniciou, Private Banking
no segundo semestre ocorreu uma retomada importante em
áreas específicas. Por exemplo, em Investment Banking, com
foco dentro do buy-side, em função dos Private Equities que Perfis menos solicitados
apresentam uma agenda de aquisição importante. A mudança
Gerente Comercial focado em crédito
BANCOS

da lei de repatriação de fortunas também fez com que os


bancos investissem na estrutura de Private Banking: Bankers,

42 Análise de Tendências & Salários do Brasil


SÃO PAULO
Back Office

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Back Office 4.493,36 4.312,64 4.428,16 4.543,68 4.659,20 4.774,71

Superintendente de Operações 31.677,40 29.264,37 30.932,95 32.601,54 34.270,12 35.938,70

Gerente de Back Office 22.487,36 18.482,76 20.921,46 23.360,16 25.798,85 28.237,55

Back Office Cadastro

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Cadastro 4.296,21 3.593,87 3.950,69 4.307,51 4.664,33 5.021,15

Back Office Câmbio

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior

Analista de Câmbio 4.600,15 4.107,28 4.479,50 4.851,72 5.223,95 5.596,17

Back Office Processos

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Formalização/
Processos Sr
8.157,06 7.105,59 7.536,86 7.968,12 8.399,39 8.830,65

Coordenador de Formalização/
Processos
10.935,63 10.062,84 10.640,42 11.218,01 11.795,59 12.373,18

Gerente de Formalização/Cadastro 17.045,21 15.402,30 16.185,25 16.968,20 17.751,15 18.534,10

Comercial - Captação

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Gerente Comercial Jr 12.835,25 10.268,20 11.551,73 12.835,25 14.118,78 15.402,30

Gerente Comercial Pl 14.375,48 13.862,07 14.272,80 14.683,53 15.094,25 15.504,98

Gerente Comercial Sr 21.214,10 17.969,35 19.637,93 21.306,52 22.975,10 24.643,68

Superintendente Comercial 32.016,25 29.675,10 31.247,42 32.819,73 34.392,05 35.964,37

Comercial - Originação

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Middle Office Jr 4.764,44 4.117,55 4.371,69 4.625,82 4.879,96 5.134,10

Analista de Middle Office Pl 6.900,23 6.160,92 6.622,99 7.085,06 7.547,13 8.009,20

Analista de Middle Office Sr 8.584,22 7.701,15 8.086,21 8.471,27 8.856,32 9.241,38

Superintendente de Originação 35.836,02 30.291,19 32.986,59 35.682,00 38.377,40 41.072,80

Diretor de Originação 49.698,09 44.153,26 47.233,72 50.314,18 53.394,64 56.475,10

Análise de Tendências & Salários do Brasil 43


Compliance/Auditoria/
Controles Internos
MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior
Analista de Compliance Jr 4.435,86 3.285,82 3.850,58 4.415,33 4.980,08 5.544,83

Analista de Compliance Pl 7.331,49 6.263,60 6.879,69 7.495,79 8.111,88 8.727,97

Analista de Compliance Sr 9.939,62 8.727,97 9.369,73 10.011,50 10.653,26 11.295,02

Coordenador de Compliance 11.808,43 10.370,88 10.884,29 11.397,70 11.911,11 12.424,52

Gerente de Compliance 14.991,57 10.247,66 11.664,68 13.081,69 14.498,70 15.915,71

Diretor de Compliance 38.403,07 30.804,60 34.655,18 38.505,75 42.356,33 46.206,90

Corporate

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Relationship Manager - Corporate 17.147,89 15.453,64 16.209,64 16.965,63 17.721,63 18.477,63

Crédito

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Crédito Jr 4.600,15 4.004,60 4.312,64 4.620,69 4.928,74 5.236,78

Analista de Crédito Pl 6.448,43 5.647,51 6.032,57 6.417,63 6.802,68 7.187,74

Analista de Crédito Sr 10.453,03 8.933,33 9.754,79 10.576,25 11.397,70 12.219,16

Coordenador de Crédito 12.814,71 11.808,43 12.244,83 12.681,23 13.117,63 13.554,02

Gerente de Crédito 16.326,44 14.375,48 15.402,30 16.429,12 17.455,94 18.482,76

Diretor de Crédito 55.140,23 50.314,18 53.137,94 55.961,69 58.785,45 61.609,20

Investment

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Investiment Banking Associate 23.000,77 18.472,49 21.042,11 23.611,73 26.181,34 28.750,96

Middle

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Relationship Manager - Middle 20.433,72 18.585,44 19.971,65 21.357,86 22.744,06 24.130,27

Head de Middle 31.728,74 28.237,55 29.392,72 30.547,90 31.703,07 32.858,24

MIS

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de MIS Sr 10.453,03 9.754,79 10.165,52 10.576,25 10.986,97 11.397,70

Coordenador de MIS 12.321,84 11.295,02 11.807,15 12.319,27 12.831,40 13.343,53

Gerente de MIS 19.838,16 17.979,62 18.888,35 19.797,09 20.705,83 21.614,56


CONTABILIDADE & FINANÇAS
BANCOS

44 Análise de Tendências & Salários do Brasil


Private Banking

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Head de Private Banking 62.225,29 57.501,92 61.095,79 64.689,66 68.283,53 71.877,40

Produtos

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Produtos 7.454,71 6.674,33 7.190,31 7.706,28 8.222,26 8.738,24

Coordenador de Produtos 12.157,55 10.473,56 11.192,34 11.911,11 12.629,89 13.348,66

Gerente de Produtos 19.098,85 16.429,12 17.712,65 18.996,17 20.279,70 21.563,22

Superintendente de Produtos 33.679,70 16.511,27 21.753,18 26.995,10 32.237,01 37.478,93

Diretor de Produtos 47.233,72 41.072,80 43.896,56 46.720,31 49.544,07 52.367,82

Risco de Crédito

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Risco de Crédito 10.350,35 9.446,74 10.165,52 10.884,29 11.603,07 12.321,84

Coordenador de Risco de Crédito 12.075,40 11.423,37 11.802,01 12.180,65 12.559,29 12.937,93

Gerente de Risco de Crédito 15.402,30 14.683,53 15.119,92 15.556,32 15.992,72 16.429,12

Superintendente de Risco
de Crédito
36.554,79 32.858,24 34.655,18 36.452,11 38.249,05 40.045,98

Diretor de Risco de Crédito 48.363,22 44.204,60 46.271,08 48.337,55 50.404,03 52.470,50

Risco de Mercado

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Risco de Mercado 10.613,21 8.779,31 9.582,80 10.386,28 11.189,77 11.993,26

Coordenador de Risco de Mercado 13.656,71 12.835,25 13.348,66 13.862,07 14.375,48 14.888,89

Gerente de Risco de Mercado 18.868,84 17.024,68 17.902,61 18.780,54 19.658,47 20.536,40

Superintendente de Risco
de Mercado
33.577,01 30.291,19 31.959,77 33.628,36 35.296,94 36.965,52

Diretor de Risco de Mercado 46.720,31 43.126,44 45.180,08 47.233,72 49.287,36 51.341,00

Análise de Tendências & Salários do Brasil 45


CIÊNCIAS DA VIDA

Em questões salariais, no ano de 2017 o mercado não estrutura deficitária devido à má gestão em uma dinâmica
apresentou aumentos significativos na área de Ciências expansionista.
da Vida, com exceção de Biotecnologia. Este setor apresenta
uma realidade diferenciada pois está inserido em um Por fim, em 2018, os salários tendem a aumentar, mesmo
contexto onde existem muitas empresas ainda atuando que ainda não atinjam os patamares dos anos de boom do
como startups em constante e agressivo crescimento. mercado. As empresas pretendem aumentar o quadro na área
comercial e a consequência disso deve ser um aumento dos
O investimento em inovação sofreu reduções expressivas salários pela competição natural pelos melhores profissionais.
em 2017. Por isso, as posições de Back Office, considerando
áreas de Qualidade, Regulatório, Marketing e Pesquisa e
Desenvolvimento (P&D) foram mais impactadas. Por outro
lado, a área comercial tem um papel importante para garantir
o faturamento das empresas em momentos de crise, e por
isso, Gerente de Vendas foi um dos perfis mais solicitados
nos últimos 12 meses.
BARÔMETRO
A posição de Gerente Médico também apresentou uma
relevante demanda, principalmente devido à movimentação
dos médicos para as indústrias. O alto índice de desemprego Perfis mais solicitados
fez com que muitas pessoas perdessem seus planos de Gerente de Acesso
saúde e deixassem de utilizar os serviços hospitalares, e
Medical Science Liaison (MSL)
estes fatores impactaram a remuneração dos médicos e
potencializaram um movimento cada vez mais natural de Gerente Nacional/Regional de Vendas
transição de carreira. Gerente Médico

Os mercados de saúde, educação e energia têm impactado


CIÊNCIAS DA VIDA

positivamente o mercado como um todo por atraírem maiores


Perfis menos solicitados
investimentos. Além do setor de Biotech, percebemos
Back Office (áreas de Qualidade,
também o movimento de profissionalização em geral dos
Regulatório, Marketing e P&D)
hospitais e médicos. Estes recebem investimentos de fundos
interessados em comprar hospitais que apresentam uma

46 Análise de Tendências & Salários do Brasil


SÃO PAULO
Development

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Especialista de Famacotécnico 14.396,02 12.116,48 13.245,98 14.375,48 15.504,98 16.634,48

Gerente de Farmacovigilância 15.094,25 13.143,30 14.272,80 15.402,30 16.531,80 17.661,30

Coordenador de Garantia
e Controle de Qualidade
11.705,75 10.268,20 11.063,99 11.859,77 12.655,56 13.451,34

Gerente de Garantia e Controle


de Qualidade
16.572,87 14.375,48 15.427,97 16.480,46 17.532,95 18.585,44

Coordenador de Assuntos
Regulatórios
10.945,90 8.727,97 9.883,14 11.038,32 12.193,49 13.348,66

Gerente de Assuntos Regulatórios 16.921,99 13.348,66 14.888,89 16.429,12 17.969,35 19.509,58

Post Market

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Gestor de Medicina Ocupacional 18.729,20 16.942,53 17.841,00 18.739,47 19.637,93 20.536,40

Gerente Médico 23.206,13 18.482,76 20.664,75 22.846,75 25.028,74 27.210,73

Diretor Médico 44.769,35 39.019,16 42.613,03 46.206,90 49.800,77 53.394,64

Grouper 32.344,83 28.750,96 30.547,90 32.344,83 34.141,77 35.938,70

Gerente de Produtos/Marketing 17.065,75 15.402,30 16.326,44 17.250,58 18.174,71 19.098,85

MSL 11.520,92 9.754,79 10.691,76 11.628,74 12.565,71 13.502,68

Diretor Comercial 43.537,17 39.121,84 41.663,22 44.204,60 46.745,98 49.287,36

Gerente Nacional de Vendas 26.081,23 23.616,86 24.900,39 26.183,91 27.467,44 28.750,96

Gerente Regional/Distrital
de Vendas
16.018,39 14.888,89 15.530,65 16.172,42 16.814,18 17.455,94

Gerente de Contas/KAK 13.554,02 11.808,43 12.706,90 13.605,37 14.503,83 15.402,30

Gerente de Acesso 16.983,60 14.888,89 16.326,44 17.763,99 19.201,53 20.639,08

Researcher

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Consultor Clínico 8.358,31 7.393,10 7.855,17 8.317,24 8.779,31 9.241,38

Supervisor/Coordenador
de Pesquisa Clínica
12.814,71 10.576,25 11.654,41 12.732,57 13.810,73 14.888,89

Supervisor/Coordenador de P&D 8.892,26 7.187,74 8.214,56 9.241,38 10.268,20 11.295,02

Gerente de P&D 16.429,12 15.402,30 15.915,71 16.429,12 16.942,53 17.455,94

Análise de Tendências & Salários do Brasil 47


CONTABILIDADE & FINANÇAS

Mesmo que a economia tenha apresentado sinais de O idioma inglês, atualmente, é uma importante competência
retomada, ainda vivemos um período de crise durante o ano para o profissional devido aos novos modelos de reportings,
de 2017. Diante desse cenário, as empresas congelaram ao aumento na quantidade de empresas internacionais ou com
máximo o aumento dos custos fixos. De um modo geral, as participação na economia brasileira e até mesmo por causa
remunerações se mantiveram estáveis, sem aumentos reais, do alto número de expatriados em nosso país.
e apenas com ajustes por conta da inflação.
Vemos o mercado de contratação de profissionais de
Com o momento de intensas corrupções no meio privado Finanças com bons olhos para este ano. As possibilidades
e público, e com operações da Polícia Federal, aumentou-se reais da reforma fiscal trarão maiores investimentos e, como
o risco de multas altíssimas caso uma companhia não esteja consequência, maior geração de empregos e circulação da
de acordo com o processo de Compliance, gerando nas economia interna. As reformas trabalhistas, da previdência
empresas a preocupação e o foco em montar equipes e fiscal, mesmo que parte delas ainda esteja em andamento,
de alta performance e bem qualificadas nesta área. também geraram uma maior confiabilidade do país perante
aos investimentos internos e externos.
Profissionais de Controladoria e da área Fiscal também
foram muito demandados, uma vez que essas áreas atuam BARÔMETRO
diretamente ligadas a custos. Enquanto a primeira monitora
e controla a geração de custo fixo e variável, a segunda
trabalha para gerar créditos e incentivos fiscais, levando à Perfis mais solicitados
redução do custo total da companhia. Com a necessidade Gerente e Supervisor Fiscal
CONTABILIDADE & FINANÇAS

de melhorar o desempenho das companhias, posições que Controller e Gerente de Controladoria


causam impacto positivo internamente geram alta demanda.
Gerente de Planejamento Financeiro
Os perfis mais procurados pelo mercado são aqueles que Governança Corporativa
possuem inglês fluente com alto nível de adaptabilidade,
resiliência e visão de resultados além do convencional. Perfis menos solicitados
Além da própria competição existente na força de trabalho, Controles internos e Auditoria
a busca por melhores resultados em um período de
Mergers & Acquisitions (M&As)
austeridade econômica leva as companhias a terem
um ambiente de alta pressão e complexidade.

48 Análise de Tendências & Salários do Brasil


SÃO PAULO
Administrativo/Financeiro

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Coordenador Administrativo
Financeiro
11.726,27 9.247,29 10.561,36 11.875,42 13.189,48 14.503,54

Gerente Administrativo Financeiro 16.457,92 13.886,37 15.300,72 16.715,08 18.129,43 19.543,78

Auditoria & Compliance

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Auditoria/Compliance/
Controles Internos Sr
10.286,20 8.228,96 9.257,58 10.286,20 11.314,82 12.343,44

Coordenador de Auditoria/
Compliance/Controles Internos
13.200,62 10.286,20 11.700,55 13.114,91 14.529,26 15.943,61

Gerente de Auditoria/Compliance 19.886,65 15.429,30 17.743,70 20.058,09 22.372,49 24.686,88

Diretor de Auditoria/Compliance 36.001,70 28.801,36 32.401,53 36.001,70 39.601,87 43.202,04

Contabilidade

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Contabilidade Sr 8.571,83 7.704,36 8.221,25 8.738,13 9.255,01 9.771,89

Coordenador de Contabilidade 11.314,82 10.435,35 10.886,66 11.337,96 11.789,27 12.240,58

Gerente de Contabilidade 16.903,66 15.532,16 16.149,33 16.766,51 17.383,68 18.000,85

Controladoria

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Controller 22.286,77 20.572,40 21.343,87 22.115,33 22.886,80 23.658,26

Business Controller 18.789,46 17.280,82 18.103,71 18.926,61 19.749,50 20.572,40

Cost Controller 19.200,91 18.000,85 18.515,16 19.029,47 19.543,78 20.058,09

Plant Controller 19.886,65 19.029,47 19.426,77 19.824,08 20.221,38 20.618,69

Analista de Controladoria Sr 9.771,89 8.331,82 9.109,72 9.887,61 10.665,50 11.443,40

Coordenador de Controladoria 11.829,13 10.541,30 11.777,18 13.013,07 14.248,96 15.484,85

Gerente de Controladoria 14.914,99 13.114,91 14.207,81 15.300,72 16.393,63 17.486,54

Diretor de Controladoria 33.258,71 30.858,60 32.144,38 33.430,15 34.715,93 36.001,70

Crédito & Cobrança

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Crédito e Cobrança Sr 9.257,58 7.200,34 8.228,96 9.257,58 10.286,20 11.314,82

Coordenador de Crédito
e Cobrança
11.314,82 9.360,44 10.363,35 11.366,25 12.369,16 13.372,06

Gerente de Crédito e Cobrança 15.429,30 12.343,44 13.886,37 15.429,30 16.972,23 18.515,16

Análise de Tendências & Salários do Brasil 49


Custos

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Custos Sr 9.257,58 8.218,67 8.735,56 9.252,44 9.769,32 10.286,20

Coordenador de Custos 10.971,95 9.298,72 10.092,07 10.885,42 11.678,76 12.472,11

Gerente de Custos 13.200,62 11.314,82 12.343,44 13.372,06 14.400,68 15.429,30

Financeiro

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista Financeiro 6.686,03 6.171,72 6.428,88 6.686,03 6.943,19 7.200,34

Coordenador Financeiro 11.486,26 10.810,80 11.215,30 11.619,81 12.024,31 12.428,82

Gerente Financeiro 16.972,23 15.943,61 16.638,70 17.333,79 18.020,88 18.723,97

Diretor Financeiro/CFO 36.001,70 25.710,36 32.140,52 38.570,68 45.000,84 51.431,00

Novos Negócios/Valuation/
M&A
MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior
Analista de Novos Negócios/
Valuation/M&A Sr
10.800,51 9.463,30 10.260,48 11.057,67 11.854,85 12.652,03

Coordenador de Novos Negócios/


Valuation/M&A
11.829,13 10.594,79 11.317,65 12.040,51 12.763,37 13.486,24

Gerente de Novos Negócios/


Valuation/M&A
19.200,91 15.429,30 17.229,39 19.029,47 20.829,56 22.629,64

Diretor de Novos Negócios/


Valuation/M&A
27.086,99 22.629,64 24.686,88 26.744,12 28.801,36 30.858,60

Planejamento Estratégico

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Planejamento
Estratégico
9.257,58 7.328,92 8.325,39 9.321,87 10.318,34 11.314,82

Coordenador de Planejamento
Estratégico
12.172,00 9.771,89 10.926,26 12.080,63 13.235,00 14.389,37

Gerente de Planejamento
Estratégico
22.972,51 17.486,54 20.315,25 23.143,95 25.972,66 28.801,36

Planejamento Financeiro

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Planejamento
Financeiro
9.771,89 9.257,58 9.514,74 9.771,89 10.029,05 10.286,20
CONTABILIDADE & FINANÇAS

Coordenador de Planejamento
Financeiro
13.372,06 12.343,44 12.857,75 13.372,06 13.886,37 14.400,68

Gerente de Planejamento
Financeiro
18.960,90 18.011,14 18.600,02 19.188,91 19.777,79 20.366,68

Diretor de Planejamento Financeiro 29.144,23 28.287,05 28.801,36 29.315,67 29.829,98 30.344,29

50 Análise de Tendências & Salários do Brasil


Relação com Investidores

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de RI Sr 10.286,20 8.280,39 9.316,73 10.353,06 11.389,39 12.425,73

Coordenador de RI 12.343,44 10.389,06 11.404,82 12.420,59 13.436,35 14.452,11

Gerente de RI 15.772,17 13.372,06 14.683,55 15.995,04 17.306,53 18.618,02

Diretor de RI 30.515,73 25.715,50 28.292,19 30.868,89 33.445,58 36.022,27

Tesouraria

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Tesouraria Sr 9.429,02 7.714,65 8.646,84 9.579,02 10.511,21 11.443,40

Coordenador de Tesouraria 12.343,44 10.275,91 11.358,54 12.441,16 13.523,78 14.606,40

Gerente de Tesouraria 15.772,17 13.372,06 14.655,26 15.938,47 17.221,67 18.504,87

Diretor de Tesouraria 30.515,73 25.828,65 28.359,05 30.889,46 33.419,86 35.950,27

Tributário

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista Tributário/Fiscal Sr 9.600,45 7.200,34 8.493,83 9.787,32 11.080,81 12.374,30

Coordenador Tributário/Fiscal 11.314,82 9.442,73 10.424,23 11.405,72 12.387,21 13.368,71

Gerente Tributário/Fiscal 19.543,78 14.400,68 16.972,23 19.543,78 22.115,33 24.686,88

Diretor Tributário/Fiscal 44.230,66 30.858,60 37.801,79 44.744,97 51.688,16 58.631,34

RIO DE JANEIRO

Administrativo/Financeiro

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Coordenador Administrativo
Financeiro
14.067,43 9.323,53 11.613,33 13.903,14 16.192,95 18.482,76

Gerente Administrativo Financeiro 19.098,85 12.333,14 16.437,59 20.542,05 24.646,50 28.750,96

Auditoria & Compliance

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Auditoria/Compliance/
Controles Internos Sr
8.009,20 6.674,33 7.316,09 7.957,86 8.599,62 9.241,38

Coordenador de Auditoria/
Compliance/Controles Internos
12.732,57 11.295,02 12.065,14 12.835,25 13.605,37 14.375,48

Gerente de Auditoria/Compliance 20.536,40 18.482,76 19.509,58 20.536,40 21.563,22 22.590,04

Diretor de Auditoria/Compliance 31.009,96 27.724,14 29.777,78 31.831,42 33.885,06 35.938,70

Análise de Tendências & Salários do Brasil 51


Contabilidade

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Contabilidade Sr 7.557,40 6.679,46 7.063,24 7.447,01 7.830,79 8.214,56

Coordenador de Contabilidade 11.911,11 9.241,38 10.499,23 11.757,09 13.014,94 14.272,80

Gerente de Contabilidade 16.839,85 14.375,48 15.910,58 17.445,67 18.980,77 20.515,86

Controladoria

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Controller 32.858,24 27.724,14 31.061,31 34.398,47 37.735,64 41.072,80

Business Controller 19.714,94 15.455,94 18.739,47 20.002,99 21.306,52 22.590,04

Cost Controller 8.727,97 7.701,15 8.214,56 8.727,97 9.241,38 9.754,79

Plant Controller 19.714,94 17.450,81 18.761,28 20.071,76 21.382,24 22.692,72

Analista de Controladoria Sr 7.598,47 6.664,06 7.054,25 7.444,01 7.830,79 8.224,83

Coordenador de Controladoria 11.911,11 10.268,20 11.038,32 11.808,43 12.578,55 12.348,66

Gerente de Controladoria 17.147,89 14.888,89 16.300,77 17.712,65 19.124,52 20.536,40

Diretor de Controladoria 30.393,87 27.615,30 28.926,03 30.236,77 31.547,50 32.858,24

Crédito & Cobrança

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Crédito e Cobrança Sr 6.674,33 5.647,51 6.160,92 6.674,33 7.187,74 7.701,15

Coordenador de Crédito
e Cobrança
11.397,70 8.214,56 9.883,14 11.551,73 13.220,31 14.888,89

Gerente de Crédito e Cobrança 15.710,35 13.862,07 15.017,24 16.172,42 17.327,59 18.482,76

Custos

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Custos Sr 8.111,88 6.725,67 7.418,77 8.111,88 8.804,98 9.498,09

Coordenador de Custos 10.986,97 8.240,23 9.388,99 10.537,74 11.686,50 12.835,25

Gerente de Custos 15.094,25 13.348,66 14.118,78 14.888,89 15.659,01 16.429,12


CONTABILIDADE & FINANÇAS

Financeiro

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista Financeiro 7.762,76 6.920,77 7.526,59 8.132,41 8.738,24 9.344,06

Coordenador Financeiro 13.656,71 10.212,75 11.766,84 13.320,94 14.875,03 16.429,12

Gerente Financeiro 18.072,03 12.321,84 15.530,65 18.739,47 21.948,28 25.157,09

Diretor Financeiro/CFO 54.010,73 33.885,06 44.666,67 55.448,28 66.229,89 77.011,50

52 Análise de Tendências & Salários do Brasil


Novos Negócios/Valuation/
M&A
MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior
Analista de Novos Negócios/
Valuation/M&A Sr
9.385,13 7.803,83 8.676,63 9.549,43 10.422,22 11.295,02

Coordenador de Novos Negócios/


Valuation/M&A
14.478,16 12.321,84 13.348,66 14.375,48 15.402,30 16.429,12

Gerente de Novos Negócios/


Valuation/M&A
24.232,95 17.455,94 21.049,81 24.643,68 28.237,55 31.831,42

Diretor de Novos Negócios/


Valuation/M&A
42.099,62 32.858,24 40.084,49 47.310,73 54.536,98 61.763,22

Orçamentos

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Coordenador de Orçamentos 12.321,84 10.266,15 11.308,11 12.350,08 13.392,04 14.434,01

Gerente de Orçamentos 17.250,58 15.402,30 16.159,58 16.916,86 17.674,14 18.431,42

Planejamento Estratégico

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Planejamento
Estratégico
9.878,01 8.830,65 9.703,45 10.576,25 11.449,04 12.321,84

Coordenador de Planejamento
Estratégico
14.519,23 12.629,89 13.682,38 14.734,87 15.787,36 16.839,85

Gerente de Planejamento
Estratégico
21.357,86 18.902,73 20.594,67 22.286,61 23.978,56 25.670,50

Planejamento Financeiro

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Planejamento
Financeiro
8.173,49 7.290,42 7.649,81 8.009,20 8.368,58 8.727,97

Coordenador de Planejamento
Financeiro
12.568,28 10.711,79 11.622,58 12.533,36 13.444,15 14.354,94

Gerente de Planejamento
Financeiro
15.710,35 12.549,79 13.776,33 15.002,87 16.229,40 17.455,94

Diretor de Planejamento Financeiro 33.166,29 29.264,37 31.446,36 33.628,36 35.810,35 37.992,34

Relação com Investidores

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de RI Sr 10.268,20 7.701,15 9.446,74 11.192,34 12.937,93 14.683,53

Coordenador de RI 15.196,94 11.397,70 13.168,97 14.940,23 16.711,50 18.482,76

Gerente de RI 28.134,87 23.616,86 25.927,21 28.237,55 30.547,90 32.858,24

Diretor de RI 42.510,35 33.864,52 40.800,69 47.736,86 54.673,03 61.609,20

Análise de Tendências & Salários do Brasil 53


Tesouraria

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Tesouraria Sr. 8.009,20 6.520,31 7.074,79 7.629,27 8.183,76 8.738,24

Coordenador de Tesouraria 12.732,57 11.283,72 12.065,14 12.846,55 13.627,96 14.409,37

Gerente de Tesouraria 18.688,12 14.375,48 17.199,24 20.022,99 22.846,75 25.670,50

Diretor de Tesouraria 31.215,33 27.611,19 29.718,74 31.826,29 33.933,83 36.041,38

Tributário

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista Tributário/Fiscal Sr 8.214,56 7.187,74 7.713,99 8.240,23 8.766,48 9.292,72

Coordenador Tributário/Fiscal 12.937,93 11.948,08 12.586,50 13.224,93 13.863,35 14.501,78

Gerente Tributário/Fiscal 23.411,50 16.429,12 20.793,11 25.157,09 29.521,08 33.885,06

Diretor Tributário/Fiscal 35.527,97 30.804,60 33.371,65 35.938,70 38.505,75 41.072,80

CAMPINAS

Administrativo/Financeiro

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Coordenador Administrativo
Financeiro
9.734,25 7.701,15 8.856,32 10.011,50 11.166,67 12.321,84

Gerente Administrativo Financeiro 15.792,49 13.040,61 14.401,15 15.761,69 17.122,22 18.482,76

Auditoria & Compliance

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Auditoria/Compliance/
Controles Internos Sr
6.058,24 4.415,33 5.493,49 6.571,65 7.649,81 8.727,97

Coordenador de Auditoria/
Compliance/Controles Internos
9.795,86 7.290,42 8.548,28 9.806,13 11.063,99 12.321,84

Gerente de Auditoria/Compliance 15.997,86 13.862,07 15.017,24 16.172,42 17.327,59 18.482,76

Diretor de Auditoria/Compliance 19.673,87 16.121,07 17.738,32 19.355,56 20.972,80 22.590,04


CONTABILIDADE & FINANÇAS

Contabilidade

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Contabilidade Sr 5.750,19 4.620,69 5.390,81 6.160,92 6.931,04 7.701,15

Coordenador de Contabilidade 9.939,62 7.393,10 8.625,29 9.857,47 11.089,66 12.321,84

Gerente de Contabilidade 16.182,68 11.808,43 14.247,13 16.685,83 19.124,52 21.563,22

54 Análise de Tendências & Salários do Brasil


Controladoria

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Controller 23.719,54 19.509,58 21.563,22 23.616,86 25.670,50 27.724,14

Business Controller 17.045,21 12.835,25 14.760,54 16.685,83 18.611,11 20.536,40

Cost Controller 8.645,82 6.160,92 7.444,45 8.727,97 10.011,50 11.295,02

Plant Controller 16.233,76 11.295,02 13.862,07 16.429,12 18.996,17 21.563,22

Analista de Controladoria Sr 7.064,52 4.620,69 5.570,50 6.520,31 7.470,12 8.419,92

Coordenador de Controladoria 10.103,91 6.674,33 8.342,91 10.011,50 11.680,08 13.348,66

Gerente de Controladoria 18.010,42 15.402,30 17.199,24 18.996,17 20.793,11 22.590,04

Diretor de Controladoria 37.786,98 26.697,32 32.344,83 37.992,34 43.639,85 49.287,36

Crédito e Cobrança

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Crédito e Cobrança Sr 5.318,93 3.285,82 4.235,63 5.185,44 6.135,25 7.085,06

Coordenador de Crédito
e Cobrança
10.432,49 8.625,29 9.703,45 10.781,61 11.859,77 12.937,93

Gerente de Crédito e Cobrança 18.482,76 14.375,48 16.300,77 18.226,06 20.151,34 22.076,63

Custos

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Custos Sr 7.495,79 5.134,10 6.160,92 7.187,74 8.214,56 9.241,38

Coordenador de Custos 9.672,64 7.187,74 8.214,56 9.241,38 10.268,20 11.295,02

Gerente de Custos 14.991,57 11.603,07 13.579,69 15.556,32 17.532,95 19.509,58

Financeiro

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista Financeiro 4.497,47 3.593,87 4.030,27 4.466,67 4.903,07 5.339,46

Coordenador Financeiro 7.865,44 5.134,10 6.417,63 7.701,15 8.984,68 10.268,20

Gerente Financeiro 17.045,21 12.835,25 15.017,24 17.199,24 19.381,23 21.563,22

Direitor Financeiro/CFO 39.840,62 25.670,50 32.088,13 38.505,75 44.923,38 51.341,00

Orçamentos

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Coordenador de Orçamentos 10.986,97 8.727,97 9.883,14 11.038,32 12.193,49 13.348,66

Gerente de Orçamentos 15.525,52 13.656,71 14.349,81 15.042,91 15.736,02 16.429,12

Planejamento Estratégico

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Planejamento
Estratégico
5.750,19 4.620,69 5.262,45 5.904,22 6.545,98 7.187,74

Coordenador de Planejamento
Estratégico
8.974,41 6.160,92 7.495,79 8.830,65 10.165,52 11.500,38

Gerente de Planejamento
Estratégico
19.817,63 14.888,89 17.584,29 20.279,70 22.975,10 25.670,50

Análise de Tendências & Salários do Brasil 55


Planejamento Financeiro

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Planejamento
Financeiro
7.968,12 6.366,28 7.085,06 7.803,83 8.522,61 9.241,38

Coordenador de Planejamento
Financeiro
11.151,27 8.727,97 9.883,14 11.038,32 12.193,49 13.348,66

Gerente de Planejamento
Financeiro
17.455,94 12.835,25 15.273,95 17.712,65 20.151,34 22.590,04

Diretor de Planejamento Financeiro 29.161,69 20.536,40 25.413,80 30.291,19 35.168,59 40.045,98

Relação com Investidores

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Gerente de RI 15.915,71 11.295,02 13.605,37 15.915,71 18.226,06 20.536,40

Diretor de RI 26.491,96 20.536,40 23.616,86 26.697,32 29.777,78 32.858,24

Tesouraria

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Tesouraria Sr 5.709,12 4.928,74 5.365,13 5.801,53 6.237,93 6.674,33

Coordenador de Tesouraria 8.419,92 6.674,33 7.572,80 8.471,27 9.369,73 10.268,20

Gerente de Tesouraria 13.656,71 10.268,20 11.551,73 12.835,25 14.118,78 15.402,30

Diretor de Tesouraria 17.866,67 12.321,84 15.145,60 17.969,35 20.793,11 23.616,86

Tributário

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista Tributário/Fiscal Sr 5.442,15 3.080,46 4.107,28 5.134,10 6.160,92 7.187,74

Coordenador Tributário/Fiscal 9.077,09 6.160,92 7.444,45 8.727,97 10.011,50 11.295,02

Gerente Tributário/Fiscal 19.920,31 16.942,53 18.611,11 20.279,70 21.948,28 23.616,86

Diretor Tributário/Fiscal 36.144,06 22.590,04 29.264,37 35.938,70 42.613,03 49.287,36


CONTABILIDADE & FINANÇAS

56 Análise de Tendências & Salários do Brasil


Análise de Tendências & Salários do Brasil 57
ENGENHARIA

Em 2017, houve uma estabilização da remuneração com nacional em 2018. A terceirização, a taxa de juros atual e as
relação ao ano anterior, com crescimentos gerais apenas em mudanças sobre o teto dos gastos do governo trazem uma
níveis muito próximos à inflação do fechamento do ano nos maior confiança na retomada do mercado.
patamares de 6,29%*, segundo dados do IBGE, e em setores
que possuem restrição de mão de obra especializada e que Esse ano será decisivo para a retomada de crescimento
receberam melhores investimentos públicos ou privados. do país. As eleições gerais serão peça-chave no cenário
macroeconômico. No entanto, já percebemos uma maior
As posições ligadas à cadeia energética em todos os seus animosidade por parte dos investidores para voltar a trazer
subsistemas como geração, transmissão e distribuição de novos recursos ao Brasil e será um ano em que a economia
energia tiveram aumentos salariais superiores à inflação, do país e do mundo conseguirá se recuperar e sair da
uma vez que o segmento de energia teve um alto volume recessão. Assim, é possível prever uma retomada nas
de privatizações e projetos em 2017. promoções e aumentos salariais acima da inflação como
resultado das empresas confiantes no cenário e com
Diante da crise ainda enfrentada pelo Brasil, as empresas orçamentos mais adequados à retomada em 2018.
decidiram por intensificar o desenvolvimento e a transferência
de novas tecnologias com o objetivo de proporcionar a *Dado do IBGE sobre o IPCA do ano de 2016, inflação do último ano completo
redução de custos. Perfis diretamente envolvidos no ciclo enquanto a Análise de Tendências & Salários do Brasil 2018 estava sendo
de vendas ou industrialização do produto final também produzida.
ganharam valorização, o que mostra que as áreas vinculadas
à eficiência do core business das companhias são cada vez BARÔMETRO
mais importantes.

Perfis mais solicitados


A redução de investimentos no país e a queda na construção
de novos centros de distribuição fez com que o número de Gerente de Produção
posições na área de Projetos diminuísse significativamente. Gerente de Aplicação e Serviços Técnicos
Posições a nível gerencial também caíram em sua demanda, Gerente de P&D, Coordenador de P&D e Engenheiro
uma vez que diversas empresas passaram por processos de de P&D
juniorização de estruturas e diversos profissionais qualificados
Gerente de Manutenção, Coordenador de
estavam disponíveis no mercado. Manutenção e Engenheiro de Manutenção
Coordenador de HSE e Engenheiro de HSE
Tivemos o agronegócio como destaque. A supersafra de
Engenheiro de Melhoria Contínua/Processos
grãos possibilitou uma grande movimentação financeira e
impactou positivamente a economia, assim como o volume Especialista de Utilidades
ENGENHARIA

crescente de exportação.
Perfis menos solicitados
As reformas trabalhistas que estão sendo implementadas são Gerente de Projetos Industriais
uma evolução bastante agressiva para revertermos o cenário

58 Análise de Tendências & Salários do Brasil


SÃO PAULO
Aplicação

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Engenheiro de Aplicação 8.748,51 7.701,15 8.394,25 9.087,36 9.780,46 10.473,56

Coordenador de Aplicação 14.252,26 12.424,52 13.425,67 14.426,82 15.427,97 16.429,12

Assistência Técnica

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Engenheiro de Assistência Técnica 9.261,92 8.111,88 8.715,13 9.318,39 9.921,65 10.524,91

Coordenador de Assistência
Técnica
11.582,53 10.062,84 10.935,63 11.808,43 12.681,23 13.554,02

Gerente de Assistência Técnica 19.057,78 16.634,48 17.738,32 18.842,15 19.945,98 21.049,81

Engenharia

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Coordenador de Engenharia
(Projetos e Processos)
12.321,84 10.576,25 11.500,38 12.424,52 13.348,66 14.272,80

Gerente de Engenharia
(Projetos e Processos)
20.577,47 18.585,44 19.663,60 20.741,76 21.819,93 22.898,09

Facilities

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Engenheiro de Facilities 7.495,79 6.366,28 7.110,73 7.855,17 8.599,62 9.344,06

Coordenador de Facilities 8.337,78 7.187,74 7.724,25 8.260,77 8.797,28 9.333,79

Gerente de Facilities 15.443,37 11.911,11 14.324,14 16.737,17 19.150,19 21.563,22

Industrial

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Engenheiro Industrial 8.296,71 6.982,38 7.547,13 8.111,88 8.676,63 9.241,38

Gerente Industrial 25.116,02 21.563,22 23.437,17 25.311,11 27.185,06 29.059,01

Diretor Industrial 31.708,20 28.750,96 30.291,19 31.831,42 33.371,65 34.911,88

Manutenção

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Engenheiro de Manutenção 9.857,47 8.060,54 9.125,86 10.191,19 11.256,51 12.321,84

Coordenador de Manutenção 12.116,48 11.038,32 11.513,22 11.988,12 12.463,03 12.937,93

Gerente de Manutenção 20.598,01 20.331,04 20.793,11 21.255,17 21.717,24 22.179,31

Análise de Tendências & Salários do Brasil 59


Obras

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Engenheiro de Obras 9.672,64 6.982,38 8.265,90 9.549,43 10.832,95 12.116,48

Coordenador de Obras 15.956,78 14.170,12 15.196,94 16.223,76 17.250,58 18.277,40

Gerente de Obras 24.479,39 10.884,29 14.888,89 18.893,49 22.898,09 26.902,68

Diretor de Obras 28.566,13 19.509,58 24.001,92 28.494,26 32.986,59 37.478,93

Pesquisa & Desenvolvimento

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Engenheiro de P&D 8.276,17 6.366,28 7.136,40 7.906,51 8.676,63 9.446,74

Coordenador de P&D 10.350,35 9.036,02 9.703,45 10.370,88 11.038,32 11.705,75

Gerente de P&D 20.659,62 18.072,03 19.304,22 20.536,40 21.768,58 23.000,77

Processos

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior

Engenheiro de Processos 8.563,68 7.393,10 7.983,53 8.573,95 9.164,37 9.754,79

Engenheiro de Melhoria Contínua


(Lean, WCM, TPM)
8.399,39 7.701,15 8.150,38 8.599,62 9.048,85 9.498,09

Coordenador de Processos 12.403,99 10.062,84 11.089,66 12.116,48 13.143,30 14.170,12

Coordenador de Melhoria Contínua


(Lean, WCM, TPM)
10.309,27 8.625,29 9.549,43 10.473,56 11.397,70 12.321,84

Gerente de Melhoria Contínua


(Lean, WCM, TPM, ...)
14.847,82 13.245,98 14.041,76 14.837,55 15.633,33 16.429,12

Gerente de Processos 18.523,83 16.223,76 17.507,28 18.790,81 20.074,33 21.357,86

Produção

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Engenheiro de Produção 8.111,88 7.013,18 7.629,27 8.245,36 8.861,46 9.477,55

Coordenador de Produção 8.912,80 7.988,66 8.455,86 8.923,07 9.390,27 9.857,47

Gerente de Produção 19.201,53 17.969,35 19.124,52 20.279,70 21.434,87 22.590,04

Projetos

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Engenheiro de Projetos Industriais 9.631,57 8.137,55 8.875,58 9.613,60 10.351,63 11.089,66

Coordenador de Engenharia
de Projetos Industriais
12.403,99 11.089,66 11.680,08 12.270,50 12.860,92 13.451,34

Gerente de Projetos (PM) 15.936,25 13.759,39 14.734,87 15.710,35 16.685,83 17.661,30

Gerente de Engenharia
ENGENHARIA

de Projetos Industriais
21.542,68 19.612,26 20.793,11 21.973,95 23.154,79 24.335,63

60 Análise de Tendências & Salários do Brasil


Qualidade

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Engenheiro de Qualidade 9.056,55 8.009,20 8.366,02 8.722,84 9.079,66 9.436,48

Coordenador de Qualidade 10.658,39 9.446,74 10.144,98 10.843,22 11.541,46 12.239,69

Gerente de Qualidade 20.289,96 17.250,58 18.688,12 20.125,67 21.563,22 23.000,77

Regulatórios

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Coordenador/Especialista de
Assuntos Regulatórios
12.321,84 9.857,47 11.038,32 12.219,16 13.400,00 14.580,84

Gerente de Assuntos Regulatórios 24.335,63 20.125,67 21.973,95 23.822,22 25.670,50 27.518,78

SSMA

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Engenheiro de SSMA 9.302,99 8.009,20 9.472,41 10.935,63 12.398,85 13.862,07

Coordenador de SSMA 12.403,99 10.781,61 13.759,39 14.888,89 19.714,94 10.062,84

Gerente de SSMA 21.214,10 19.714,94 17.301,92 16.737,17 12.398,85 22.692,72

RIO DE JANEIRO
Aplicação

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Aplicação 4.754,18 3.676,02 4.297,24 4.918,47 5.539,69 6.160,92

Coordenador de Aplicação 11.192,34 9.241,38 10.139,85 11.038,32 11.936,78 12.835,25

Assistência Técnica

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Assistência Técnica 4.476,94 2.772,41 3.927,59 5.082,76 6.237,93 7.393,10

Coordenador de Assistência
Técnica
10.576,25 9.502,19 10.207,10 10.912,02 11.616,93 12.321,84

Engenharia

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Coordenador de Engenharia 13.554,02 10.257,93 11.544,02 12.830,12 14.116,21 15.402,30

Gerente de Engenharia 20.947,13 15.402,30 17.969,35 20.536,40 23.103,45 25.670,50

Análise de Tendências & Salários do Brasil 61


Facilities

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Engenheiro de Facilities 9.138,70 7.341,76 8.070,29 8.798,82 9.527,35 10.255,88

Coordenador de Facilities 11.202,61 7.444,45 9.547,89 11.651,33 13.754,77 15.858,21

Gerente de Facilities 19.098,85 10.884,29 14.837,55 18.790,81 22.744,06 26.697,32

Industrial

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Engenheiro Industrial 8.727,97 7.726,82 8.418,64 9.110,46 9.802,28 10.494,10

Gerente Industrial 20.947,13 15.425,92 17.987,06 20.548,21 23.109,35 25.670,50

Manutenção

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Engenheiro de Manutenção 9.138,70 8.245,36 8.751,07 9.256,78 9.762,49 10.268,20

Coordenador de Manutenção 14.786,21 12.448,14 13.443,38 14.438,63 15.433,87 16.429,12

Gerente de Manutenção 20.125,67 15.482,39 18.112,08 20.741,76 23.371,45 26.001,14

Obras

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior

Engenheiro de Obras 9.036,02 7.187,74 7.957,86 8.727,97 9.498,09 10.268,20

Coordenador de Obras 11.705,75 9.241,38 10.524,91 11.808,43 13.091,96 14.375,48

Gerente de Obras 23.206,13 18.493,03 21.057,51 23.621,99 26.186,48 28.750,96

Pesquisa & Desenvolvimento

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Engenheiro de P&D 9.036,02 7.203,14 7.995,08 8.787,01 9.578,95 10.370,88

Coordenador de P&D 13.759,39 10.268,20 10.524,91 11.808,43 14.888,89 16.429,12

Gerente de P&D 21.357,86 18.482,76 20.278,92 22.075,09 23.871,25 25.667,12

Processos

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Engenheiro de Processos 9.446,74 7.177,47 8.461,00 9.744,52 11.028,05 12.311,57

Engenheiro de Melhoria Contínua


(Lean, WCM, TPM)
10.473,56 8.214,56 9.267,05 10.319,54 11.372,03 12.424,52

Coordenador de Processos 12.424,52 9.754,79 11.166,67 12.578,55 13.990,42 15.402,30

Coordenador de Melhoria Contínua


(Lean, WCM, TPM)
13.759,39 10.309,27 11.839,23 13.369,20 14.899,16 16.429,12
ENGENHARIA

Gerente de Processos 18.482,76 14.375,48 17.212,07 20.048,66 22.885,25 25.721,84

Gerente de Melhoria Contínua


(Lean, WCM, TPM, ...)
19.304,22 15.504,98 18.072,03 20.639,08 23.206,13 25.773,18

62 Análise de Tendências & Salários do Brasil


Produção

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Engenheiro de Produção 9.549,43 7.699,10 8.871,98 10.044,87 11.217,75 12.390,64

Coordenador de Produção 13.964,75 12.537,47 13.225,44 13.913,41 14.601,38 15.289,35

Gerente de Produção 20.125,67 15.516,28 18.053,29 20.590,31 23.127,32 25.664,34

Projetos

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Engenheiro de Projetos 8.933,33 7.701,15 8.432,76 9.164,37 9.895,98 10.627,59

Coordenador de Projetos 11.192,34 9.231,11 10.542,87 11.854,64 13.166,40 14.478,16

Gerente de Projetos 20.947,13 15.402,30 17.969,35 20.536,40 23.103,45 25.670,50

Qualidade

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Engenheiro de Qualidade 8.358,31 6.366,28 7.402,09 8.437,89 9.473,70 10.509,50

Coordenador de Qualidade 11.828,97 10.422,22 11.442,63 12.463,03 13.483,43 14.503,83

Gerente de Qualidade 15.607,66 12.321,84 13.862,07 15.402,30 16.942,53 18.482,76

SSMA

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Engenheiro de SSMA 9.344,06 8.378,85 8.858,12 9.337,39 9.816,66 10.295,92

Coordenador de SSMA 13.964,75 12.306,44 13.078,09 13.849,75 14.621,40 15.393,06

Gerente de SSMA 19.098,85 16.429,12 18.481,22 20.533,32 22.585,42 24.637,52

CAMPINAS
Engenharia

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Coordenador de Engenharia 10.904,83 9.754,79 10.396,55 11.038,32 11.680,08 12.321,84

Gerente de Engenharia 16.121,07 13.348,66 14.888,89 16.429,12 17.969,35 19.509,58

Facilities

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Engenheiro de Facilities 7.002,91 5.852,87 6.545,98 7.239,08 7.932,18 8.625,29

Coordenador de Facilities 11.356,63 9.857,47 10.499,23 11.141,00 11.782,76 12.424,52

Gerente de Facilities 14.020,20 11.808,43 12.655,56 13.502,68 14.349,81 15.196,94

Análise de Tendências & Salários do Brasil 63


Industrial

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Engenheiro Industrial 7.586,15 5.380,54 6.422,76 7.464,98 8.507,20 9.549,43

Gerente Industrial 23.390,96 20.022,99 21.691,57 23.360,16 25.028,74 26.697,32

Diretor Industrial 29.202,76 25.670,50 27.467,44 29.264,37 31.061,31 32.858,24

Manutenção

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Engenheiro de Manutenção 8.399,39 6.058,24 7.110,73 8.163,22 9.215,71 10.268,20

Coordenador de Manutenção 12.570,53 9.754,79 11.102,49 12.450,19 13.797,89 15.145,60

Gerente de Manutenção 16.572,87 11.911,11 14.016,09 16.121,07 18.226,06 20.331,04

Pesquisa & Desenvolvimento

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Engenheiro de P&D 8.686,90 7.187,74 7.855,17 8.522,61 9.190,04 9.857,47

Coordenador/Especialista
de Assuntos Regulatórios
10.103,91 8.214,56 9.241,38 10.268,20 11.295,02 12.321,84

Coordenador de P&D 11.623,60 10.268,20 10.909,96 11.551,73 12.193,49 12.835,25

Gerente de P&D 19.612,26 16.942,53 18.354,41 19.766,29 21.178,16 22.590,04

Gerente de Assuntos Regulatórios 18.339,01 13.656,71 16.403,45 19.150,19 21.896,94 24.643,68

Processos

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Engenheiro de Melhoria Contínua
(Lean, WCM, TPM)
10.165,52 7.701,15 8.856,32 10.011,50 11.166,67 12.321,84

Engenheiro de Processos 9.631,57 7.187,74 8.394,25 9.600,77 10.807,28 12.013,79

Coordenador de Melhoria Contínua


(Lean, WCM, TPM)
10.843,22 7.085,06 8.522,61 9.960,15 11.397,70 12.835,25

Coordenador de Processos 13.122,76 10.884,29 11.885,44 12.886,59 13.887,74 14.888,89

Gerente de Processos 15.494,71 12.937,93 14.298,47 15.659,01 17.019,54 18.380,08

Gerente de Melhoria Contínua


(Lean, WCM, TPM, ...)
13.923,68 10.268,20 12.142,15 14.016,09 15.890,04 17.763,99

Produção

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Engenheiro de Produção 7.434,18 5.544,83 6.417,63 7.290,42 8.163,22 9.036,02
ENGENHARIA

Coordenador de Produção 10.350,35 8.214,56 9.575,10 10.935,63 12.296,17 13.656,71

Gerente de Produção 16.006,07 15.402,30 15.900,31 16.398,32 16.896,32 17.394,33

64 Análise de Tendências & Salários do Brasil


Projetos

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Engenheiro de Projetos 8.748,51 7.495,79 7.983,53 8.471,27 8.959,00 9.446,74

Coordenador de Projetos 10.411,95 9.549,43 10.242,53 10.935,63 11.628,74 12.321,84

Gerente de Projetos 15.299,62 13.348,66 14.632,19 15.915,71 17.199,24 18.482,76

Qualidade

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Engenheiro de Qualidade 7.927,05 6.879,69 7.470,12 8.060,54 8.650,96 9.241,38

Coordenador de Qualidade 10.822,68 7.187,74 8.727,97 10.268,20 11.808,43 13.348,66

Gerente de Qualidade 14.067,43 9.241,38 11.038,32 12.835,25 14.632,19 16.429,12

SSMA

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Engenheiro de SSMA 9..060,00 7.800,00 8.400,00 9.000,00 9.600,00 10.200,00

Coordenador de SSMA 12.080,00 10.500,00 11.250,00 12.000,00 12.750,00 13.500,00

Gerente de SSMA 20.654,00 19.200,00 19.930,00 20.660,00 21.380,00 22.100,00

Análise de Tendências & Salários do Brasil 65


LOGÍSTICA

Os patamares gerais de remuneração nas principais economia, devemos ter um retorno da demanda para
posições em Supply Chain se mantiveram estáveis, com leve posições como Gerente de Projetos em Supply Chain.
acréscimo por meio de acordos coletivos. A estabilidade é
impulsionada pela alta oferta de profissionais no mercado, O mercado foi influenciado positivamente em 2017 pelo
já que em diferentes segmentos, em 2017, houve uma desdobramento das investigações sobre o envolvimento
tendência geral de condensação de responsabilidades de políticos e empresários brasileiros na Lava-Jato. Neste
e revisão das estratificações de função em áreas maduras. cenário, a China manteve o interesse na matriz energética
nacional e realizou importantes aquisições de empresas em
Na Cadeia de Suprimentos, o ano de 2017 foi sumariamente transmissão, distribuição e fontes renováveis de energia.
caracterizado por uma valorização focada nas funções Com operações em regiões afastadas, estes novos
especialistas e altamente direcionadas à redução de custos, investimentos colaborarão para uma melhoria das operações
como categorias específicas em compras para geração de na matriz de suprimentos das companhias envolvidas.
savings, negociação de transportes para otimização da malha
e melhoria do processo integrado de planejamento. O Banco Central prevê uma projeção do avanço do PIB para
Com os resultados de 2016 ainda bastante instáveis em 0,7%, dado resultante de um desempenho na economia no
diferentes segmentos, um recurso das empresas ao fixar segundo trimestre de 2017 superior às expectativas,
o bônus para as áreas mais valorizadas foi atrelar o resultado o que colabora para a tendência de um mercado estável e
da área ao resultado financeiro total da operação da empresa levemente positivo em 2018. As estimativas apontam que
no Brasil. Desta forma, é criada uma cultura de visão a economia deverá avançar patamares de 2,2% em 2018
sistêmica, integração entre áreas e foco no planejamento (PIB), apontando o início de um cenário mais favorável
estratégico geral. quando comparado a anos anteriores.*

Uma revisão da política de benefícios para níveis gerenciais 2018 será marcado novamente pela necessidade de
em Supply Chain foi observada, com uma menor incidência profissionais especialistas em dimensionamento logístico,
de concessão de veículos designados para níveis gerenciais. resultado da retomada do mercado que fará com que as
Atualmente, há a tendência de manter veículos executivos empresas novamente necessitem de Gerentes de Projetos
designados apenas para níveis de Diretoria, Vice-Presidência para novas operações logísticas ou profissionais cujo enfoque
e C-Level. Perfis especialistas e gestores com ênfase em é a melhoria dos fluxos logísticos.
categorias específicas em compras foram os perfis mais
*Informação retirada da matéria publicada pelo Valor Econômico no dia 21/09/2017,
procurados no último ano em Supply Chain. A divisão da “BC espera crescimento maior para a economia brasileira em 2017 e 2018.”
área de compras utilizando a gestão de categorias em
diferentes segmentos foi a tendência que gerou as principais BARÔMETRO
necessidades nesta área.
Perfis mais solicitados
Gestores da área de Customer Service também podem
Especialista em Compras
ser destacados como um perfil bastante procurado,
impulsionado pelo amadurecimento da área não apenas Gerente de Compras – Indiretos
como parte operacional do processo, mas como agente Gerente de Customer Service
de relacionamento e antecipação de informações sobre
Coordenador de Customer Service
demandas em clientes. Como tivemos uma queda na
LOGÍSTICA

construção de novos centros de distribuição, os projetos Perfis menos solicitados


de desenhos de novas operações logísticas foram pouco Gerente de Projetos Logísticos
demandados no último ano. Com a estabilização da

66 Análise de Tendências & Salários do Brasil


SÃO PAULO

Comércio Exterior

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Comércio Exterior 5.010,88 4.004,60 4.569,35 5.134,10 5.698,85 6.263,60

Coordenador de Comércio Exterior 8.851,19 8.009,20 8.445,59 8.881,99 9.318,39 9.754,79

Gerente de Comércio Exterior 12.034,33 10.268,20 11.038,32 11.808,43 12.578,55 13.348,66

Customer Service

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Customer Service 5.031,42 3.901,92 4.518,01 5.134,10 5.750,19 6.366,28

Coordenador de Customer Service 9.179,77 7.701,15 8.291,57 8.881,99 9.472,41 10.062,84

Gerente de Customer Service 12.937,93 10.247,66 11.536,32 12.824,98 14.113,64 15.402,30

Operações Logísticas

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Operações Logísticas 5.750,19 4.620,69 5.134,10 5.647,51 6.160,92 6.674,33

Coordenador de Operações
Logísticas
7.803,83 6.674,33 7.264,75 7.855,17 8.445,59 9.036,02

Gerente de Operações Logísticas 17.887,20 16.223,76 17.096,55 17.969,35 18.842,15 19.714,94

Diretor de Operações Logísticas 30.517,09 28.237,55 29.392,72 30.547,90 31.703,07 32.858,24

Planejamento de Demanda

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Planejamento
de Demanda
7.269,89 5.647,51 6.517,74 7.387,97 8.258,20 9.128,43

Coordenador de Planejamento
de Demanda
10.945,90 10.062,84 10.653,26 11.243,68 11.834,10 12.424,52

Gerente de Planejamento
de Demanda
15.977,32 14.888,89 15.479,31 16.069,73 16.660,15 17.250,58

Planejamento de Materiais

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Planejamento
de Materiais
6.181,46 4.630,96 5.321,49 6.012,03 6.702,57 7.393,10

Coordenador de Planejamento
de Materiais
8.091,34 6.982,38 7.495,79 8.009,20 8.522,61 9.036,02

Gerente de Planejamento
de Materiais
13.718,32 12.013,79 12.886,59 13.759,39 14.632,19 15.504,98

Análise de Tendências & Salários do Brasil 67


Planejamento e Controle de
Produção (PCP)
MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior
Analista de Planejamento
e Controle de Produção (PCP)
6.674,33 5.801,53 6.148,08 6.494,64 6.841,19 7.187,74

Coordenador de Planejamento
e Controle de Produção (PCP)
10.370,88 8.214,56 9.241,38 10.268,20 11.295,02 12.321,84

Gerente de Planejamento
e Controle de Produção (PCP)
13.554,02 12.527,20 12.989,27 13.451,34 13.913,41 14.375,48

Sales & Operations Planning

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Coordenador de S&OP 11.048,58 10.073,10 10.763,64 11.454,18 12.144,71 12.835,25

Gerente de S&OP 20.577,47 18.688,12 19.663,60 20.639,08 21.614,56 22.590,04

Supply Chain

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Especialista de Projetos em
Supply Chain
9.323,53 8.111,88 8.702,30 9.292,72 9.883,14 10.473,56

Gerente de Supply Chain 23.062,38 20.022,99 21.768,58 23.514,18 25.259,77 27.005,37

Gerente de Projetos em
Supply Chain
17.866,67 15.504,98 16.634,48 17.763,99 18.893,49 20.022,99

Diretor de Supply Chain 34.501,15 27.518,78 31.420,69 35.322,61 39.224,52 43.126,44

Suprimentos

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Suprimentos/Compras 4.682,30 3.901,92 4.338,31 4.774,71 5.211,11 5.647,51

Coordenador de Suprimentos/
Compras
11.048,58 9.446,74 10.293,87 11.141,00 11.988,12 12.835,25

Gerente de Suprimentos/Compras 13.348,66 10.268,20 11.808,43 13.348,66 14.888,89 16.429,12

RIO DE JANEIRO
Comércio Exterior

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Comércio Exterior 4.489,67 2.259,00 3.427,01 4.595,02 5.763,03 6.931,04

Coordenador de Comércio Exterior 9.344,06 6.674,33 8.096,48 9.518,62 10.940,77 12.362,91

Gerente de Comércio Exterior 19.304,22 14.375,48 17.455,94 20.536,40 23.616,86 26.697,32


LOGÍSTICA

68 Análise de Tendências & Salários do Brasil


Customer Service

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Customer Service 4.209,96 2.875,10 3.568,20 4.261,30 4.954,41 5.647,51

Coordenador de Customer Service 9.960,15 7.701,15 8.856,32 10.011,50 11.166,67 12.321,84

Gerente de Customer Service 17.147,89 12.835,25 14.760,54 16.685,83 18.611,11 20.536,40

Operações Logísticas

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Operações Logísticas 3.881,79 3.080,46 3.439,85 3.799,23 4.158,62 4.518,01

Coordenador de Operações
Logísticas
10.062,84 7.187,74 8.727,97 10.268,20 11.808,43 13.348,66

Gerente de Operações Logísticas 18.482,76 13.862,07 16.300,77 18.739,47 21.178,16 23.616,86

Diretor de Operações Logísticas 25.670,50 22.076,63 24.258,62 26.440,62 28.622,61 30.804,60

Planejamento de Demanda

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Planejamento
de Demanda
3.932,72 3.388,51 3.966,09 4.543,68 5.121,26 5.698,85

Coordenador de Planejamento
de Demanda
9.446,74 7.185,69 8.341,37 9.497,06 10.652,74 11.808,43

Gerente de Planejamento
de Demanda
16.531,80 13.872,34 15.281,65 16.690,96 18.100,27 19.509,58

Planejamento de Materiais

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Planejamento
de Materiais
4.764,44 3.285,82 4.158,62 5.031,42 5.904,22 6.777,01

Coordenador de Planejamento
de Materiais
9.446,74 7.187,74 8.342,91 9.498,09 10.653,26 11.808,43

Gerente de Planejamento
de Materiais
16.429,12 13.860,02 15.267,27 16.674,53 18.081,79 19.489,04

Planejamento e Controle de
Produção (PCP)
MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior
Analista de Planejamento
e Controle de Produção (PCP)
3.522,81 2.184,05 2.726,98 3.269,91 3.812,84 4.355,77

Coordenador de Planejamento
e Controle de Produção (PCP)
9.878,01 7.803,83 8.920,50 10.037,17 11.153,83 12.270,50

Gerente de Planejamento
e Controle de Produção (PCP)
16.737,17 13.392,81 14.922,00 16.451,20 17.980,39 19.509,58

Sales & Operations Planning

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Coordenador de S&OP 9.549,43 7.184,66 8.366,27 9.547,89 10.729,50 11.911,11

Gerente de S&OP 16.737,17 13.887,74 15.313,74 16.739,73 18.165,73 19.591,73

Análise de Tendências & Salários do Brasil 69


Supply Chain

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Gerente de Supply Chain 21.152,49 17.455,94 19.763,72 22.071,50 24.379,27 26.687,05

Diretor de Supply Chain 37.992,34 29.777,78 35.682,00 41.586,21 47.490,43 53.394,64

Suprimentos

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Suprimentos/ Compras 6.571,65 4.620,69 5.647,51 6.674,33 7.701,15 8.727,97

Coordenador de Suprimentos/
Compras
11.295,02 8.727,97 9.883,14 11.038,32 12.193,49 13.348,66

Gerente de Suprimentos/Compras 20.331,04 14.478,16 17.789,66 21.101,15 24.412,65 27.724,14

Diretor de Suprimentos/Compras 35.938,70 30.804,60 33.371,65 35.938,70 38.505,75 41.072,80

CAMPINAS
Comércio Exterior

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Comércio Exterior 6.284,14 5.134,10 5.673,18 6.212,26 6.751,34 7.290,42

Coordenador de Comércio Exterior 9.631,57 8.830,65 9.138,70 9.446,74 9.754,79 10.062,84

Gerente de Comércio Exterior 15.463,91 13.348,66 14.324,14 15.299,62 16.275,10 17.250,58

Customer Service

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Customer Service 4.209,96 3.080,46 3.645,21 4.209,96 4.774,71 5.339,46

Coordenador de Customer Service 10.555,71 9.754,79 10.319,54 10.884,29 11.449,04 12.013,79

Gerente de Customer Service 15.402,30 13.348,66 14.375,48 15.402,30 16.429,12 17.455,94

Operações Logísticas

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Operações Logísticas 6.961,84 5.647,51 6.237,93 6.828,35 7.418,77 8.009,20

Coordenador de Operações
Logísticas
10.904,83 8.727,97 9.754,79 10.781,61 11.808,43 12.835,25

Gerente de Operações Logísticas 17.661,30 14.375,48 15.915,71 17.455,94 18.996,17 20.536,40

Diretor de Operações Logísticas 24.746,36 21.563,22 23.873,57 26.183,91 28.494,26 30.804,60

Planejamento de Demanda

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Planejamento
de Demanda
4.867,13 3.593,87 4.235,63 4.877,40 5.519,16 6.160,92

Coordenador de Planejamento
de Demanda
9.693,18 7.393,10 8.625,29 9.857,47 11.089,66 12.321,84

Gerente de Planejamento
LOGÍSTICA

de Demanda
19.571,19 16.223,76 18.200,38 20.177,01 22.153,64 24.130,27

70 Análise de Tendências & Salários do Brasil


Planejamento de Materiais

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Planejamento
de Materiais
4.004,60 3.080,46 3.593,87 4.107,28 4.620,69 5.134,10

Coordenador de Planejamento
de Materiais
8.255,63 7.187,74 7.649,81 8.111,88 8.573,95 9.036,02

Gerente de Planejamento
de Materiais
19.057,78 16.429,12 17.969,35 19.509,58 21.049,81 22.590,04

Planejamento e Controle de
Produção (PCP)
MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior
Analista de Planejamento
e Controle de Produção (PCP)
5.606,44 4.620,69 5.134,10 5.647,51 6.160,92 6.674,33

Coordenador de Planejamento
e Controle de Produção (PCP)
12.527,20 10.268,20 11.166,67 12.065,14 12.963,60 13.862,07

Gerente de Planejamento
e Controle de Produção (PCP)
19.612,26 17.455,94 18.739,47 20.022,99 21.306,52 22.590,04

Sales & Operations Planning

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Coordenador de S&OP 12.157,55 10.268,20 11.166,67 12.065,14 12.963,60 13.862,07

Gerente de S&OP 20.022,99 18.482,76 19.509,58 20.536,40 21.563,22 22.590,04

Supply Chain

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Especialista de Projetos em
Supply Chain
9.138,70 6.674,33 8.086,21 9.498,09 10.909,96 12.321,84

Gerente de Supply Chain 19.838,16 13.759,39 16.275,10 18.790,81 21.306,52 23.822,22

Gerente de Projetos em
Supply Chain
16.942,53 15.402,30 16.429,12 17.455,94 18.482,76 19.509,58

Diretor de Supply Chain 29.100,08 21.665,90 25.490,81 29.315,71 33.140,62 36.965,52

Suprimentos

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Suprimentos/
Compras
6.674,33 5.134,10 5.698,85 6.263,60 6.828,35 7.393,10

Coordenador de Suprimentos/
Compras
13.348,66 12.321,84 12.835,25 13.348,66 13.862,07 14.375,48

Gerente de Suprimentos/Compras 18.523,83 14.375,48 15.915,71 17.455,94 18.996,17 20.536,40

Diretor de Suprimentos/Compras 29.264,37 20.022,99 24.772,03 29.521,08 34.270,12 39.019,16

Análise de Tendências & Salários do Brasil 71


ÓLEO & GÁS

Por conta da crise política no Brasil e global de óleo e gás,


notamos que desde setembro e outubro de 2017, o mercado BARÔMETRO
ainda se esforça para retomar. Com os bids rounds temos
empresas internacionais voltando para o país e também
Entre as recolocações feitas em 2017, o setor de
projetos locais acontecendo. Óleo & Gás não apresentou posições de destaque
ou que foram mais demandadas em comparação
Em 2017, em questões salariais, foi possível observar que a outros cargos. Por isso, pontuar os perfis mais
os bônus continuaram menores. Algumas empresas ainda solicitados e os menos solicitados seria impreciso
ofereceram bônus atrativos por conta de resultados positivos, neste caso.
mas não representam a maioria. Tanto os salários e os
benefícios sofreram reduções, mas não de forma drástica.
Além disso, profissionais sêniores optaram por ocupar
posições mais juniores e, assim reduzir seu próprio
patamar salarial.

Com o intuito de evitar desligamentos, a tendência é que as


empresas demorem mais tempo para recrutar um profissional
para uma posição requerida. É preciso ter certeza na
contratação, o que resulta em vagas abertas por um período
maior. Para o setor de Óleo e Gás, perfis com inglês
e espanhol são os mais demandados, assim como
profissionais generalistas com experiências internacionais.

Em 2018, a demanda por posições de avaliações sísmicas


pode voltar a crescer, principalmente por conta das rodadas
de 2017. O setor ainda precisa de tempo para se reerguer,
mas já vemos indicativos de melhora.
ÓLEO & GÁS

72 Análise de Tendências & Salários do Brasil


RIO DE JANEIRO
Comercial

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Coordenador Comercial 13.400,00 9.960,15 11.834,10 13.708,05 15.581,99 17.455,94

Gerente Comercial 23.000,77 15.915,71 21.948,28 27.980,85 34.013,41 40.045,98

Contratos

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Gerente de Contrato 23.616,86 15.402,30 19.252,88 23.103,45 26.954,03 30.804,60

Diretor de Contratos 32.858,24 25.670,50 30.804,60 35.938,70 41.072,80 46.206,90

Geral

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Country Manager 74.341,77 43.126,44 60.068,97 77.011,50 93.954,03 110.896,56

Manutenção

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Engenheiro de Manutenção 12.691,50 9.241,38 11.292,45 13.343,53 15.394,60 17.445,67

Coordenador de Manutenção 13.143,30 10.268,20 11.554,29 12.840,38 14.126,48 15.412,57

Gerente de Manutenção 19.304,22 14.375,48 17.204,37 20.033,26 22.862,15 25.691,04

Operação

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


CRO 14.067,43 10.781,61 12.321,84 13.862,07 15.402,30 16.942,53

Perfuração

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Assistant Rig Manager 21.255,17 17.969,35 19.889,50 21.809,66 23.729,81 25.649,96

Pesquisa e Desenvolvimento

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Geólogo 11.582,53 8.214,56 10.781,61 13.348,66 15.915,71 18.482,76

Geofísico 33.063,60 12.319,79 23.615,32 34.910,85 46.206,39 57.501,92

Produção

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Gerente de Operação 24.130,27 17.455,94 20.279,70 23.103,45 25.927,21 28.750,96

Diretor de Operação 39.737,93 32.858,24 36.221,08 39.583,91 42.946,75 46.309,58

Análise de Tendências & Salários do Brasil 73


Projetos

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior

Engenheiro de Projetos 10.001,23 8.727,97 9.626,44 10.524,91 11.423,37 12.321,84

Coordenador de Projetos 13.184,37 10.268,20 11.680,08 13.091,96 14.503,83 15.915,71

Gerente de Projetos 20.947,13 16.942,53 19.124,52 21.306,52 23.488,51 25.670,50

QSMS

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Engenheiro de QSMS 12.699,71 11.130,73 12.070,27 13.009,81 13.949,35 14.888,89

Coordenador de QSMS 15.580,97 14.888,89 15.248,28 15.607,66 15.967,05 16.326,44

Gerente de QSMS 24.442,01 16.737,17 21.794,25 26.851,34 31.908,43 36.965,52


ÓLEO & GÁS

74 Análise de Tendências & Salários do Brasil


Análise de Tendências & Salários do Brasil 75
RECURSOS HUMANOS

Em 2017, áreas com potencial estratégico como a tecnologia cada vez mais para otimizar o trabalho, tornando
Remuneração & Benefícios e Operações de RH foram o setor de Recursos Humanos mais produtivo com sistemas e
valorizadas e algumas posições apresentaram um aumento ferramentas online para auxílio diário. Por isso, é preciso certo
salarial em relação ao ano anterior, mas ainda sem amadurecimento dos profissionais da área para lidar com essa
ultrapassar 10%. Devido à crise, o custo com profissionais possibilidade facilitadora.
foi um dos temas mais discutidos nas grandes empresas
e o sistema de recompensas também passou a ser um fator
importante na tomada de decisão para a retenção e atração
de profissionais.

Durante o recrutamento para área de Recursos Humanos, em


2017, muitas vezes as empresas mudaram o perfil da posição.
Cada vez mais para áreas especialistas foi demandado uma
polivalência de perfil, ou seja, que o profissional tivesse
habilidades para realizar outras atividades. Essa tendência BARÔMETRO
acontece, principalmente, pelo número reduzido de
headcounts nas empresas e por duas posições diferentes Perfis mais solicitados
serem transformadas em uma só. Outro fator deve-se ainda
Especialista de Remuneração & Benefícios
à crise do país, que aumenta a insegurança e incerteza interna
das empresas para uma tomada de decisão. Talent Acquisition
Especialista de Desenvolvimento Organizacional
Profissionais de Folha de Pagamento e Operações de RH com Business Partner
inglês e espanhol fluente continuam difíceis de se encontrar
no mercado, uma vez que, até 4 anos atrás, estas posições Perfis menos solicitados
eram vistas como operacionais. Com o Brasil tornando-se Especialista de Desenvolvimento Organizacional
RECURSOS HUMANOS

um HUB Latam e concentrando as informações para reportar


para outros países, essa transformação exige estes perfis com
conhecimento em idiomas.

Neste ano, possivelmente a área de HR Analytics esteja


mais madura no Brasil e, com isso, a demanda por esses
profissionais aumente. A tendência é que possamos utilizar

76 Análise de Tendências & Salários do Brasil


SÃO PAULO
Administração Pessoal

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Administração
de Pessoal Sr
7.844,90 6.468,97 7.290,42 8.111,88 8.933,33 9.754,79

Especialista de Administração
de Pessoal
9.652,11 7.701,15 8.471,27 9.241,38 10.011,50 10.781,61

Coordenador de Administração
de Pessoal
10.186,05 8.933,33 9.472,41 10.011,50 10.550,58 11.089,66

Gerente de Administração
de Pessoal
15.475,00 13.554,02 14.401,15 15.248,28 16.095,40 16.942,53

Desenvolvimento

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de DHO/T&D Sr 7.208,28 6.674,33 7.059,39 7.444,45 7.829,50 8.214,56

Especialista de DHO/T&D 9.898,54 8.214,56 9.190,04 10.165,52 11.141,00 12.116,48

Coordenador de DHO/T&D 9.795,86 7.393,10 8.625,29 9.857,47 11.089,66 12.321,84

Gerente de DHO/T&D 19.509,58 16.429,12 18.996,17 21.563,22 24.130,27 26.697,32

Generalista

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Recursos Humanos Sr 7.516,32 6.735,94 7.131,26 7.526,59 7.921,92 8.317,24

Business Partner/Consultor de RH 15.607,66 11.808,43 14.247,13 16.685,83 19.124,52 21.563,22

Coordenador de RH 11.048,58 7.906,51 9.780,46 11.654,41 13.528,35 15.402,30

Gerente de Recursos Humanos 18.688,12 12.321,84 15.140,46 17.959,08 20.777,70 23.596,32

Diretor de Recursos Humanos 37.992,34 28.750,96 34.398,47 40.045,98 45.693,49 51.341,00

Recrutamento e Seleção

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de R&S/
Talent Acquistion Sr
9.077,09 8.317,24 8.971,84 9.626,44 10.281,04 10.935,63

Especialista de R&S/
Talent Acquision
11.011,62 7.752,49 9.408,24 11.063,99 12.719,73 14.375,48

Coordenador de R&S/
Talent Acquision
11.089,66 8.522,61 9.857,47 11.192,34 12.527,20 13.862,07

Gerente de R&S/
Talent Acquisition
18.996,17 14.375,48 16.685,83 18.996,17 21.306,52 23.616,86

Análise de Tendências & Salários do Brasil 77


Remuneração

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista Remuneração
e Benefícios Sr
8.502,07 7.187,74 7.868,01 8.548,28 9.228,54 9.908,81

Especialista de Remuneração
e Benefícios
11.295,02 10.268,20 11.295,02 12.321,84 13.348,66 14.375,48

Coordenador de Remuneração
e Benefícios
11.931,65 8.317,24 9.575,10 10.832,95 12.090,81 13.348,66

Gerente de Remuneração
e Benefícios
16.839,85 13.348,66 15.402,30 17.455,94 19.509,58 21.563,22

Secretariado

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Secretária (executiva - atende CEO) 12.514,88 8.727,97 11.166,67 13.605,37 16.044,06 18.482,76

RIO DE JANEIRO
Administração Pessoal

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Administração
de Pessoal
6.584,18 5.977,12 6.238,70 6.500,28 6.761,87 7.023,45

Especialista de Administração
de Pessoal
7.436,23 6.674,33 7.110,73 7.547,13 7.983,53 8.419,92

Coordenador de Administração
de Pessoal
7.875,09 7.292,48 7.657,77 8.023,06 8.388,35 8.753,64

Gerente de Administração
de Pessoal
11.321,72 9.960,15 10.550,58 11.141,00 11.731,42 12.321,84

Desenvolvimento

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de DHO/T&D 6.822,19 6.366,28 6.622,99 6.879,69 7.136,40 7.393,10

Especialista de DHO/T&D 7.719,63 7.341,76 7.636,97 7.932,18 8.227,40 8.522,61

Coordenador de DHO/T&D 9.409,78 8.727,97 9.036,02 9.344,06 9.652,11 9.960,15

Gerente de DHO/T&D 11.428,51 10.268,20 10.730,27 11.192,34 11.654,41 12.116,48


RECURSOS HUMANOS

78 Análise de Tendências & Salários do Brasil


Generalista

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Recursos Humanos 7.095,33 6.468,97 6.854,02 7.239,08 7.624,14 8.009,20

Business Partner/Consultor de RH 9.580,23 7.393,10 8.753,64 10.114,18 11.474,71 12.835,25

Coordenador de RH 9.066,82 7.701,15 8.394,25 9.087,36 9.780,46 10.473,56

Gerente de Recursos Humanos 15.956,78 13.554,02 15.017,24 16.480,46 17.943,68 19.406,90

Diretor de Recursos Humanos 35.733,34 22.590,04 29.777,78 36.965,52 44.153,26 51.341,00

Recrutamento e Seleção

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de R&S/Talent Acquistion 6.530,58 5.442,15 6.006,90 6.571,65 7.136,40 7.701,15

Especialista de R&S/
Talent Acquision
8.130,16 7.711,42 7.888,54 8.065,67 8.242,80 8.419,92

Coordenador de R&S/
Talent Acquision
8.871,72 8.265,90 8.509,77 8.753,64 8.997,51 9.241,38

Gerente de R&S/
Talent Acquisition
11.808,43 10.314,41 10.944,62 11.574,83 12.205,04 12.835,25

Remuneração

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista Remuneração e Benefícios 8.419,92 7.393,10 7.932,18 8.471,27 9.010,35 9.549,43

Especialista de Remuneração
e Benefícios
9.703,45 9.446,74 9.575,10 9.703,45 9.831,80 9.960,15

Coordenador de Remuneração
e Benefícios
11.048,58 10.473,56 10.755,94 11.038,32 11.320,69 11.603,07

Gerente de Remuneração
e Benefícios
20.762,30 17.147,89 18.867,82 20.587,74 22.307,66 24.027,59

Secretariado

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Secretária 8.152,95 6.674,33 7.444,45 8.214,56 8.984,68 9.754,79

Análise de Tendências & Salários do Brasil 79


CAMPINAS
Administração Pessoal

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Administração
de Pessoal
4.518,01 3.080,46 3.850,58 4.620,69 5.390,81 6.160,92

Especialista de Administração
de Pessoal
7.043,99 6.160,92 6.545,98 6.931,04 7.316,09 7.701,15

Coordenador de Administração
de Pessoal
10.165,52 8.214,56 9.241,38 10.268,20 11.295,02 12.321,84

Gerente de Administração
de Pessoal
15.196,94 12.321,84 13.605,37 14.888,89 16.172,42 17.455,94

Desenvolvimento

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de DHO/T&D 6.427,89 3.593,87 4.877,40 6.160,92 7.444,45 8.727,97

Especialista de DHO/T&D 8.727,97 8.009,20 8.368,58 8.727,97 9.087,36 9.446,74

Coordenador de DHO/T&D 9.754,79 8.214,56 9.241,38 10.268,20 11.295,02 12.321,84

Gerente de DHO/T&D 16.223,76 12.321,84 14.375,48 16.429,12 18.482,76 20.536,40

Generalista

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Recursos Humanos 5.750,19 3.593,87 4.749,04 5.904,22 7.059,39 8.214,56

Business Partner/Consultor de RH 15.402,30 8.214,56 11.808,43 15.402,30 18.996,17 22.590,04

Coordenador de RH 10.945,90 8.214,56 9.498,09 10.781,61 12.065,14 13.348,66

Gerente de Recursos Humanos 17.558,62 14.375,48 16.429,12 18.482,76 20.536,40 22.590,04

Diretor de Recursos Humanos 34.295,79 26.697,32 30.291,19 33.885,06 37.478,93 41.072,80

Recrutamento e Seleção

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de R&S/Talent Acquistion 6.243,07 4.312,64 5.416,48 6.520,31 7.624,14 8.727,97

Especialista de R&S/
Talent Acquision
9.015,48 7.085,06 8.009,20 8.933,33 9.857,47 10.781,61

Coordenador de R&S/
Talent Acquision
10.740,54 9.754,79 10.396,55 11.038,32 11.680,08 12.321,84

Gerente de R&S/
Talent Acquisition
15.710,35 13.862,07 14.503,83 15.145,60 15.787,36 16.429,12
RECURSOS HUMANOS

80 Análise de Tendências & Salários do Brasil


Remuneração

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista Remuneração e Benefícios 7.639,54 6.160,92 6.802,68 7.444,45 8.086,21 8.727,97

Especialista de Remuneração
e Benefícios
10.781,61 9.241,38 10.011,50 10.781,61 11.551,73 12.321,84

Coordenador de Remuneração
e Benefícios
14.067,43 12.835,25 13.477,01 14.118,78 14.760,54 15.402,30

Gerente de Remuneração
e Benefícios
22.795,40 18.482,76 20.536,40 22.590,04 24.643,68 26.697,32

Secretariado

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Secretária 8.584,22 6.674,33 7.572,80 8.471,27 9.369,73 10.268,20

Análise de Tendências & Salários do Brasil 81


TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

A área de Tecnologia da Informação está em constante A pejotização sem dúvidas é uma realidade. Diversas
mudança e melhoria. O mercado tem exigido fortes empresas têm trabalhado com todos os benefícios
conhecimentos em nuvem e e-commerce, uma vez que os (férias, 13º e afins), mas pagam PJ. Na área de TI também
servidores físicos estão sendo substituídos pelas clouds e existem negociações referentes à realização de cursos de
as empresas estão passando por transformações digitais. pós-graduação ou horário flexível para mestrado, ambos
considerados benefícios ao profissional.
O mercado mostra uma retomada e que haverá um aumento
de vagas qualificadas e com perfil de inovação em 2018.
Algumas posições que envolvem novos projetos, melhoria
e ampliação de capacidade de sistemas, e perfis como
desenvolvedores, profissionais de segurança da informação, BARÔMETRO
Big Data e Cloud serão cada vez mais procurados.

Em 2017, os salários mantiveram o mesmo patamar do ano Perfis mais solicitados


anterior. Naturalmente, apenas as posições que demandam Cyber Security
profissionais qualificados e específicos apresentam Analista de Big Data
melhores salários, uma vez que estes perfis são mais
difíceis de encontrar. Gerente e Analista de Cloud Computing
Desenvolvedor senior
Em todas as áreas, ainda sofremos com a escassez de
TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Quality Assurance
profissionais com inglês avançado ou fluente. Posições de
Cloud continuam sendo muito difíceis por ser um mercado Business Intelligence
relativamente novo e não são todas as empresas que
possuem esta tecnologia. Perfis menos solicitados
Telecomunicações (infraestrutura tradicional)
A cidade de São Paulo continua com uma remuneração mais Analista de negócios sem background de TI
atraente, tendo uma diferença de pelo menos 20% em relação
Gerente de Projetos sem perfil de metodologia em
ao interior e à região sul do Brasil. Além disso, a remuneração
SCRUM
variável tem sido de grande importância na composição
do salário do profissional.

82 Análise de Tendências & Salários do Brasil


SÃO PAULO
Business Inteligence

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de BI 8.461,00 5.339,46 7.085,06 8.830,65 10.576,25 12.321,84

Líder/Especialista de BI 8.666,36 6.160,92 7.726,82 9.292,72 10.858,62 12.424,52

Dados

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Engenheiro de Dados 8.769,04 6.176,32 7.725,54 9.274,75 10.823,97 12.373,18

Cientista de Dados 18.523,83 15.402,30 17.224,91 19.047,51 20.870,12 22.692,72

Desenvolvimento

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Desenvolvedor 8.317,24 6.212,26 7.251,92 8.291,57 9.331,23 10.370,88

Gerente de Desenvolvimento 19.098,85 16.429,12 17.712,65 18.996,17 20.279,70 21.563,22

Devops

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Devops 8.050,27 6.263,60 7.521,46 8.779,31 10.037,17 11.295,02

Gerente de Devops 17.065,75 12.321,84 14.888,89 17.455,94 20.022,99 22.590,04

Geral

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Business Partner de TI 11.603,07 9.241,38 10.653,26 12.065,14 13.477,01 14.888,89

Consultor de TI 10.268,20 7.187,74 8.727,97 10.268,20 11.808,43 13.348,66

Gerente de TI 18.688,12 15.453,64 17.236,46 19.019,27 20.802,09 22.584,91

CIO/Diretor de TI 27.518,78 24.643,68 26.183,91 27.724,14 29.264,37 30.804,60

Infraestrutura/Telecom

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Infraestrutura/Telecom 3.799,23 2.772,41 3.362,84 3.953,26 4.543,68 5.134,10

Coordenador de Infraestrutura/
Telecom
10.884,29 8.214,56 9.523,76 10.832,95 12.142,15 13.451,34

Gerente de Infraestrutura/Telecom 14.786,21 14.375,48 14.657,86 14.940,23 15.222,61 15.504,98

Análise de Tendências & Salários do Brasil 83


Negócios e Processos

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Negócios e Processos 11.397,70 6.664,06 8.848,62 11.033,18 13.217,74 15.402,30

Coordenador/Líder de Negócios
e Processos
13.862,07 10.268,20 12.321,33 14.374,45 16.427,58 18.480,71

Especialista em Projetos/Consultor/
PMO
12.424,52 10.370,88 11.372,03 12.373,18 13.374,33 14.375,48

Líder de PMO 17.455,94 12.311,57 14.888,89 17.466,21 20.043,53 22.620,84

Analista de Projetos 8.512,34 7.855,17 8.253,07 8.650,96 9.048,85 9.446,74

Gerente de Projetos/
Project Manager
14.503,83 12.424,52 13.400,00 14.375,48 15.350,96 16.326,44

Segurança da Informação

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Segurança
da Informação
9.241,38 7.239,08 7.996,36 8.753,64 9.510,92 10.268,20

CSO/Gerente de Segurança
da Informação
24.027,59 22.590,04 23.360,16 24.130,27 24.900,39 25.670,50

Service Desk

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Service Desk 4.107,28 3.593,87 4.004,60 4.415,33 4.826,05 5.236,78

Coordenador de Service Desk 11.151,27 8.317,24 9.315,82 10.314,41 11.312,99 12.311,57

Sistemas

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Sistemas 8.830,65 5.647,51 6.802,68 7.957,86 9.113,03 10.268,20

Gerente de Sistemas 14.375,48 9.231,11 11.544,02 13.856,94 16.169,85 18.482,76

RIO DE JANEIRO

Business Inteligence

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de BI 6.019,22 4.497,47 5.220,87 5.944,26 6.667,66 7.391,05

Líder/Especialista de BI 11.134,84 9.498,09 10.576,25 11.654,41 12.732,57 13.810,73


TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Dados

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Engenheiro de Dados 8.255,63 5.647,51 6.545,98 7.444,45 8.342,91 9.241,38

Cientista de Dados 6.771,88 6.289,27 6.565,23 6.841,19 7.117,15 7.393,10

84 Análise de Tendências & Salários do Brasil


Desenvolvimento

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Desenvolvedor 5.169,01 3.593,87 4.582,18 5.570,50 6.558,81 7.547,13

Gerente de Desenvolvimento 13.759,39 10.247,66 11.793,03 13.338,39 14.883,76 16.429,12

Devops

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Devops 6.986,48 6.314,94 6.692,30 7.069,66 7.447,01 7.824,37

Gerente de Devops 12.835,25 10.268,20 11.551,73 12.835,25 14.118,78 15.402,30

Geral

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Business Partner de TI 13.615,63 11.295,02 12.575,98 13.856,94 15.137,89 16.418,85

Consultor de TI 9.652,11 7.906,51 9.010,35 10.114,18 11.218,01 12.321,84

Gerente de TI 15.956,78 12.321,84 14.632,19 16.942,53 19.252,88 21.563,22

CIO/Diretor de TI 30.085,83 21.563,22 29.007,67 36.452,11 43.896,56 51.341,00

Infraestrutura/Telecom

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Infraestrutura/Telecom 5.103,30 3.593,87 4.261,30 4.928,74 5.596,17 6.263,60

Coordenador de Infraestrutura/
Telecom
11.952,18 9.754,79 10.909,96 12.065,14 13.220,31 14.375,48

Gerente de Infraestrutura/Telecom 16.737,17 13.862,07 15.273,95 16.685,83 18.097,70 19.509,58

Negócios e Processos

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Negócios e Processos 4.912,31 3.599,00 4.200,98 4.802,95 5.404,92 6.006,90

Coordenador/Líder de Negócios
e Processos
11.952,18 9.241,38 10.550,58 11.859,77 13.168,97 14.478,16

Especialista em Projetos/Consultor/
PMO
8.625,29 6.674,33 7.701,15 8.727,97 9.754,79 10.781,61

Líder de PMO 17.147,89 14.888,89 16.300,77 17.712,65 19.124,52 20.536,40

Analista de Projetos 5.154,64 3.901,92 4.518,01 5.134,10 5.750,19 6.366,28

Líder/Coordenador de Projetos 11.952,18 9.251,65 10.530,04 11.808,43 13.086,82 14.365,21

Gerente de Projetos/Project
Manager
14.868,35 12.424,52 13.682,38 14.940,23 16.198,09 17.455,94

Projetos SAP

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Gerente de Projetos SAP 15.402,30 12.311,57 13.854,37 15.397,17 16.939,96 18.482,76

Análise de Tendências & Salários do Brasil 85


Segurança da Informação

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Segurança
da Informação
7.721,69 6.263,60 7.008,05 7.752,49 8.496,94 9.241,38

CSO/Gerente de Segurança
da Informação
17.907,74 15.094,25 16.711,50 18.328,74 19.945,98 21.563,22

Service Desk

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Service Desk 4.312,64 2.567,05 3.465,52 4.363,99 5.262,45 6.160,92

Coordenador de Service Desk 8.892,26 5.750,19 7.403,37 9.056,55 10.709,73 12.362,91

Sistemas

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Sistemas 6.243,07 4.928,74 5.493,49 6.058,24 6.622,99 7.187,74

Coordenador de Service Desk 8.892,26 5.750,19 7.391,56 9.032,94 10.674,31 12.315,68

Coordenador de Sistemas 13.574,56 11.295,02 12.575,98 13.856,94 15.137,89 16.418,85

Gerente de Sistemas 15.463,91 11.705,75 13.836,40 15.967,05 18.097,70 20.228,35


TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

86 Análise de Tendências & Salários do Brasil


Análise de Tendências & Salários do Brasil 87
VENDAS & MARKETING

Em 2017, as posições na área de Vendas receberam mais Mais recentemente, olhando para o tema da diversidade,
investimentos do que na área de Marketing. Em momentos o recrutamento neste setor têm enfrentado dificuldades
de recessão, como o que estamos vivendo, as companhias em posições em que é preciso trabalhar de maneira mais
preferem investir em cargos comerciais, levando em equilibrada, considerando perfis mais heterogêneos.
consideração que estas são as cadeiras que revertem E isso é característico de alguns mercados que ainda são
um resultado a curto prazo. massivamente compostos por homens.

A insegurança da situação macroeconômica brasileira fez É possível perceber que as maiores mudanças aconteceram
com que muitas empresas, principalmente multinacionais, nos anos anteriores. Com isso, o ano de 2017 foi mais voltado
segurassem investimentos. Especificamente no mercado para a recuperação da estabilidade. A expectativa é que,
do Rio de Janeiro, a situação financeira do estado causa neste ano, as empresas aumentem as contratações e as
inadimplência em muitos contratos, fator que afeta toda equipes já visem uma entrega de números maior que os anos
a cadeia de prestadores de serviços em diversas indústrias. anteriores, o que influencia diretamente no crescimento de
estrutura. O mercado também mostra sinais de retomar
No geral, não vimos aumentos salariais em 2017, porém e equiparar a remuneração com o nível de cada profissional,
as remunerações já deixaram de regredir como em 2016. mesmo que sutilmente.
Com as reestruturações, diminuição do quadro de
funcionários e perda de recursos das empresas, os cargos
de gestão começaram a atender uma pluralidade de
atividades. Em alguns casos, posições gerenciais, como
BARÔMETRO
Business Development Manager (B2B) e Sales Manager (B2B),
tiveram um incremento salarial superior à inflação registrada Perfis mais solicitados
para justificar o aumento de responsabilidades.
Key Account Manager - Consumo
Em cidades do interior de São Paulo, como Campinas, a busca Key Account Manager - B2B
por profissionais com foco em desenvolvimento de mercado e
Business Development Manager
prospecção de novos negócios se intensificou, principalmente
no mercado B2B, muito forte nessas regiões. Posições em Business Manager Latam
indústrias também estão em evidência, já que a tecnologia Gerente de Produtos
e a indústria química significam inovação e desenvolvimento.
Gerente Nacional de Vendas
O mercado nacional tem muitas oportunidades nesses setores
e carece de bons profissionais.
VENDAS & MARKETING

Perfis menos solicitados


Especialista em Marketing
A área de Marketing no interior começou a ganhar espaço,
principalmente olhando para produto, em diversos níveis Coordenador de Marketing
de senioridade e com foco no mercado B2B. No geral, Coordenador de Vendas
em Vendas e Marketing foi possível notar um aumento de
posições com atuação na América Latina, tanto no nível Marketing Digital
especialista como na alta gerência.

88 Análise de Tendências & Salários do Brasil


SÃO PAULO | VENDAS
Vendas

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Adm. de Vendas 6.160,92 4.107,28 5.134,10 6.160,92 7.187,74 8.214,56

Coordenador de Adm. de Vendas 10.268,20 9.241,38 9.754,79 10.268,20 10.781,61 11.295,02

Gerente de Adm. de Vendas 14.221,46 11.295,02 12.758,24 14.221,46 15.684,68 17.147,89

Vendas - Consumo

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Executivo de Vendas 6.458,62 3.500,00 4.659,39 5.818,77 6.978,16 8.137,55

Coordenador de Vendas 9.732,87 6.000,00 7.580,46 9.160,92 10.741,38 12.321,84

Gerente de Contas (Key Account) 13.862,07 10.268,20 12.065,14 13.862,07 15.659,01 17.455,94

Gerente Regional de Vendas 12.855,79 10.309,27 11.582,53 12.855,79 14.129,04 15.402,30

Gerente Nacional de Vendas 23.741,76 15.000,00 19.002,49 23.004,98 27.007,47 31.009,96

Diretor de Vendas 34.911,88 23.616,86 29.264,37 34.911,88 40.559,39 46.206,90

Vendas - Digital/IT

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Executivo de Vendas Internas
(Inside Sales)
6.160,92 3.593,87 4.877,40 6.160,92 7.444,45 8.727,97

Executivo de Contas - PME


(Sales Executive SMB)
6.931,04 4.620,69 5.775,86 6.931,04 8.086,21 9.241,38

Gerente de Contas (Key Account) 14.113,64 10.257,93 12.185,79 14.113,64 16.041,50 17.969,35

Executivo de Contas Sênior


(Account Executive - Enterprise or 18.744,60 13.872,34 16.308,47 18.744,60 21.180,73 23.616,86
Government)

Gerente de Vendas 24.695,02 18.585,44 21.640,23 24.695,02 27.749,81 30.804,60

Diretor de Vendas 33.885,06 26.697,32 30.291,19 33.885,06 37.478,93 41.072,80

Analista de E-commerce 5.904,22 4.620,69 5.262,45 5.904,22 6.545,98 7.187,74

Especialista de E-commerce 10.884,29 8.214,56 9.549,43 10.884,29 12.219,16 13.554,02

Gerente de E-commerce 22.487,36 17.250,58 19.868,97 22.487,36 25.105,75 27.724,14

Vendas - Indústria

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Executivo de Vendas 5.185,44 3.080,46 4.132,95 5.185,44 6.237,93 7.290,42

Engenheiro de Vendas 10.092,26 6.000,00 7.837,17 9.674,33 11.511,50 13.348,66

Gerente de Contas
(Key Account Manager)
15.852,26 8.000,00 11.647,51 15.295,02 18.942,53 22.590,04

Gerente Regional de Vendas 13.194,64 10.781,61 11.988,12 13.194,64 14.401,15 15.607,66

Gerente de Desenvolvimento de
Negócios (Business Development 21.180,08 14.000,00 16.917,63 19.835,25 22.752,88 25.670,50
Manager)

Gerente Nacional de Vendas 25.847,82 15.000,00 21.250,00 27.500,00 33.750,00 40.000,00

Diretor de Vendas 32.712,65 20.000,00 28.750,00 37.500,00 46.250,00 55.000,00

Análise de Tendências & Salários do Brasil 89


Vendas - Serviço

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Executivo de Vendas 5.647,51 3.593,87 4.620,69 5.647,51 6.647,33 7.701,15

Coordenador de Vendas 10.062,84 7.701,15 8.881,99 10.062,84 11.243,68 12.424,52

Gerente de Vendas 18.226,06 13.862,07 16.044,06 18.226,06 20.408,05 22.590,04

Gerente de Contas 8.368,58 5.647,51 7.008,05 8.368,58 9.729,12 11.089,66

Gerente Regional de Vendas 15.659,01 12.321,84 13.990,42 15.659,01 17.327,59 18.996,17

Gerente de Novos Negócios 12.783,91 8.214,56 10.499,23 12.783,91 15.068,58 17.353,26

Gerente Nacional de Vendas 20.562,07 15.402,30 17.982,19 20.562,07 23.141,96 25.721,84

Diretor de Vendas 28.047,51 18.996,17 25.497,13 31.998,09 38.499,04 45.000,00

RIO DE JANEIRO | VENDAS

Vendas

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Adm. de Vendas 3.244,75 2.058,77 2.698,74 3.338,71 3.978,67 4.618,64

Coordenador de Adm. de Vendas 6.756,48 5.134,10 5.904,22 6.674,33 7.444,45 8.214,56

Gerente de Adm. de Vendas 9.200,31 6.160,92 7.957,86 9.754,79 11.551,73 13.348,66

Vendas - Consumo

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Executivo de Vendas 3.840,31 2.875,10 3.439,85 4.004,60 4.569,35 5.134,10

Coordenador de Vendas 8.666,36 7.187,74 7.906,51 8.625,29 9.344,06 10.062,84

Gerente de Contas (Key Account) 7.701,15 4.620,69 6.289,27 7.957,86 9.626,44 11.295,02

Gerente Regional de Vendas 18.893,49 13.348,66 16.429,12 19.509,58 22.590,04 25.670,50

Gerente Nacional de Vendas 23.308,81 16.942,53 19.509,58 22.076,63 24.643,68 27.210,73

Diretor de Vendas 31.523,37 24.643,68 29.264,37 33.885,06 38.505,75 43.126,44

Vendas - Digital/IT

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Executivo de Vendas Internas
(Inside Sales)
3.470,65 2.156,32 2.772,41 3.388,51 4.004,60 4.620,69

Executivo de Contas - PME


(Sales Executive SMB)
6.366,28 5.339,46 5.929,89 6.520,31 7.110,73 7.701,15

Gerente de Contas (Key Account) 10.391,42 8.214,56 9.241,38 10.268,20 11.295,02 12.321,84

Executivo de Contas Sênior


(Account Executive - Enterprise or 7.635,43 7.187,74 7.444,45 7.701,15 7.957,86 8.214,56
Government)
VENDAS & MARKETING

Gerente de Vendas 21.867,16 19.201,53 20.818,78 22.436,02 24.053,26 25.670,50

Diretor de Vendas 41.894,26 28.750,96 38.762,46 48.773,95 58.785,45 68.796,94

Analista de E-commerce 3.501,46 2.567,05 3.029,12 3.491,19 3.953,26 4.415,33

Especialista de E-commerce 8.594,48 7.393,10 8.111,88 8.830,65 9.549,43 10.268,20

Gerente de E-commerce 12.348,54 10.257,93 11.415,67 12.573,41 13.731,15 14.888,89

90 Análise de Tendências & Salários


Vendas - Indústria

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Executivo de Vendas 3.503,51 3.080,46 3.337,17 3.593,87 3.850,58 4.107,28

Engenheiro de Vendas 8.563,68 7.803,83 8.163,22 8.522,61 8.881,99 9.241,38

Gerente de Contas
(Key Account Manager)
8.296,71 7.185,69 7.879,30 8.572,92 9.266,54 9.960,15

Gerente Regional de Vendas 13.020,08 10.370,88 11.782,76 13.194,64 14.606,51 16.018,39

Gerente de Desenvolvimento de
Negócios (Business Development 11.828,97 10.268,20 10.986,97 11.705,75 12.424,52 13.143,30
Manager)

Gerente Nacional de Vendas 19.560,92 18.277,40 19.047,51 19.817,63 20.587,74 21.357,86

Diretor de Vendas 28.278,62 25.670,50 27.467,44 29.264,37 31.061,31 32.858,24

Vendas - Serviço

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Executivo de Vendas 7.393,10 5.852,87 6.597,32 7.341,76 8.086,21 8.830,65

Coordenador de Vendas 7.865,44 6.777,01 7.316,09 7.855,17 8.394,25 8.933,33

Gerente de Vendas 15.977,32 14.170,12 15.504,98 16.839,85 18.174,71 19.509,58

Gerente de Contas 6.236,90 5.134,10 5.906,78 6.679,46 7.452,15 8.224,83

Gerente Regional de Vendas 14.498,70 13.554,02 13.964,75 14.375,48 14.786,21 15.196,94

Gerente de Novos Negócios 9.857,47 8.214,56 8.856,32 9.498,09 10.139,85 10.781,61

Gerente Nacional de Vendas 21.070,35 19.509,58 20.151,34 20.793,11 21.434,87 22.076,63

Diretor de Vendas 23.678,47 20.536,40 21.819,93 23.103,45 24.386,98 25.670,50

CAMPINAS | VENDAS

Vendas

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Adm. de Vendas 5.380,54 4.415,33 4.980,08 5.544,83 6.109,58 6.674,33

Coordenador de Adm. de Vendas 10.473,56 8.727,97 9.626,44 10.524,91 11.423,37 12.321,84

Gerente de Adm. de Vendas 13.697,78 12.321,84 13.091,96 13.862,07 14.632,19 15.402,30

Vendas - Consumo

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Executivo de Vendas 7.495,79 5.750,19 6.494,64 7.239,08 7.983,53 8.727,97

Coordenador de Vendas 11.931,65 10.781,61 11.320,69 11.859,77 12.398,85 12.937,93

Gerente de Contas (Key Account) 13.862,07 11.295,02 12.578,55 13.862,07 15.145,60 16.429,12

Gerente Regional de Vendas 16.223,76 14.888,89 15.530,65 16.172,42 16.814,18 17.455,94

Gerente Nacional de Vendas 24.027,59 21.049,81 22.461,69 23.873,57 25.285,44 26.697,32

Diretor de Vendas 33.227,90 27.724,14 30.547,90 33.371,65 36.195,41 39.019,16

Análise de Tendências & Salários do Brasil 91


Vendas - Indústria

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Executivo de Vendas 7.762,76 7.085,06 7.752,49 8.419,92 9.087,36 9.754,79

Engenheiro de Vendas 8.994,94 7.701,15 8.471,27 9.241,38 10.011,50 10.781,61

Gerente de Contas
(Key Account Manager)
16.223,76 13.348,66 14.632,19 15.915,71 17.199,24 18.482,76

Gerente Regional de Vendas 23.740,08 19.098,85 21.126,82 23.154,79 25.182,76 27.210,73

Gerente de Desenvolvimento de
Negócios (Business Development 20.125,67 15.402,30 17.969,35 20.536,40 23.103,45 25.670,50
Manager)

Gerente Nacional de Vendas 28.504,52 26.491,96 27.826,82 29.161,69 30.496,55 31.831,42

Diretor de Vendas 31.420,69 24.643,68 27.467,44 30.291,19 33.114,95 35.938,70

Vendas - Serviço

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Executivo de Vendas 6.961,84 6.058,24 6.468,97 6.879,69 7.290,42 7.701,15

Coordenador de Vendas 9.467,28 7.187,74 8.214,56 9.241,38 10.268,20 11.295,02

Gerente de Vendas 14.786,21 12.013,79 13.374,33 14.734,87 16.095,40 17.455,94

Gerente de Contas 12.116,48 10.268,20 11.038,32 11.808,43 12.578,55 13.348,66

SÃO PAULO | MARKETING


Consumo - Brand

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Gerente de Marca (Brand Manager) 17.543,68 11.000,00 13.897,51 16.795,02 19.692,53 22.590,04

Consumo - Categoria

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Gerente de Categoria 20.156,48 16.429,12 18.277,40 20.125,67 21.973,95 23.822,22

Consumo - Inovação

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Gerente de Inovação 21.443,42 15.402,30 18.482,76 21.563,22 24.643,68 27.724,14

Consumo - Inteligência de
Mercado
MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior
Analista de Inteligência de Mercado 6.742,68 5.000,00 5.675,29 6.350,58 7.025,86 7.701,15

Coordenador de Inteligência
de Mercado
10.492,39 7.701,15 9.113,03 10.524,91 11.936,78 13.348,66
VENDAS & MARKETING

Gerente de Inteligência de Mercado 16.471,90 12.835,25 14.709,20 16.583,14 18.457,09 20.331,04

92 Análise de Tendências & Salários


Consumo - Marketing

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Marketing 6.094,18 4.107,28 5.057,09 6.006,90 6.956,71 7.906,51

Coordenador de Marketing 11.178,16 7.000,00 8.612,84 10.225,67 11.838,51 13.451,34

Gerente de Marketing 21.885,03 13.000,00 16.937,74 20.875,48 24.813,22 28.750,96

Diretor de Marketing 35.733,34 25.670,50 30.804,60 35.938,70 41.072,80 46.206,90

Consumo - Produto

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Gerente de Produto 18.301,60 12.000,00 14.490,28 16.980,56 19.470,83 21.961,11

Consumo - Trade Marketing

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Trade Marketing 6.467,71 4.000,00 4.899,62 5.799,23 6.698,85 7.598,47

Coordenador de Trade Marketing 10.593,73 7.000,00 8.638,51 10.277,01 11.915,52 13.554,02

Gerente de Trade Marketing 16.326,44 12.321,84 14.375,48 16.429,12 18.482,76 20.536,40

Digital/IT - E-commerce

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Market Place 5.134,10 3.593,87 4.363,99 5.134,10 5.904,22 6.674,33

Coordenador de Market Place 10.662,53 7.393,10 9.009,06 10.625,02 12.240,98 13.856,94

Gerente de Market Place 16.966,26 14.118,78 16.839,08 19.559,39 22.279,69 25.000,00

Analista de Categoria 6.160,92 4.620,69 5.390,81 6.160,92 6.931,04 7.701,15

Coordenador de Categoria 11.954,18 9.908,81 10.928,96 11.949,10 12.969,25 13.989,40

Gerente de Categoria 15.415,14 12.321,84 13.862,07 15.402,30 16.942,53 18.482,76

Digital/IT - Marketing

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Marketing Digital 7.612,73 5.647,51 6.597,32 7.547,13 8.496,94 9.446,74

Coordenador de Marketing Digital 11.808,43 9.754,79 10.781,61 11.808,43 12.835,25 13.862,07

Gerente de Marketing Digital 20.358,85 15.397,17 17.962,93 20.528,70 23.094,47 25.660,23

Diretor de Marketing Digital 31.159,64 23.616,86 28.962,65 34.308,43 39.654,22 45.000,00

Generalista - Comunicação

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Comunicação 8.157,51 6.674,33 7.444,45 8.214,56 8.984,68 9.754,79

Coordenador de Comunicação 11.868,33 8.727,97 10.268,20 11.808,43 13.348,66 14.888,89

Gerente de Comunicação 20.493,62 17.455,94 18.996,17 20.536,40 22.076,63 23.616,86

Diretor de Comunicação 29.834,83 26.697,32 28.237,55 29.777,78 31.318,01 32.858,24

Análise de Tendências & Salários do Brasil 93


Generalista - Inteligência
de Mercado
MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior
Analista de Inteligência de Mercado 6.695,72 5.134,10 5.904,22 6.674,33 7.444,45 8.214,56

Coordenador de Inteligência
de Mercado
12.373,18 9.549,43 11.012,64 12.475,86 13.939,08 15.402,30

Gerente de Inteligência de Mercado 18.004,15 15.451,59 16.748,46 18.045,33 19.342,21 20.639,08

Generalista - Relações
Governamentais
MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior
Especialista de Relações
Governamentais ou 11.851,21 9.857,47 10.858,62 11.859,77 12.860,92 13.862,07
Corporate Affairs

Gerente de Relações
Governamentais ou 20.636,23 15.504,98 18.046,36 20.587,74 23.129,12 25.670,50
Corporate Affairs

Indústria - Marketing

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Marketing 5.549,11 4.209,96 4.877,40 5.544,83 6.212,26 6.879,69

Coordenador de Marketing 10.653,26 8.214,56 9.472,41 10.730,27 11.988,12 13.245,98

Gerente de Marketing 18.418,58 15.350,96 16.904,02 18.457,09 20.010,15 21.563,22

Gerente de Produto 12.142,15 8.214,56 10.216,86 12.219,16 14.221,46 16.223,76

Diretor de Produto 31.403,58 25.670,50 28.494,26 31.318,01 34.141,77 36.965,52

RIO DE JANEIRO | MARKETING


Consumo - Brand

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Coordenador de Marca 9.960,15 7.701,15 8.856,32 10.011,50 11.166,67 12.321,84

Gerente de Marca (Brand Manager) 11.377,17 9.652,11 10.832,95 12.013,79 13.194,64 14.375,48

Consumo - Categoria

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Gerente de Categoria 18.462,22 13.862,07 16.044,06 18.226,06 20.408,05 22.590,04

Consumo - Inovação

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Gerente de Inovação 17.045,21 10.268,20 14.375,48 18.482,76 22.590,04 26.697,32

Consumo - Inteligência
VENDAS & MARKETING

de Mercado
MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior
Analista de Inteligência de Mercado 5.585,90 4.107,28 4.877,40 5.647,51 6.417,63 7.187,74

Coordenador de Inteligência
de Mercado
9.569,96 6.879,69 8.188,89 9.498,09 10.807,28 12.116,48

Gerente de Inteligência de Mercado 15.094,25 10.781,61 12.706,90 14.632,19 16.557,47 18.482,76

94 Análise de Tendências & Salários


Consumo - Marketing

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Marketing 5.093,03 3.901,92 4.595,02 5.288,12 5.981,23 6.674,33

Coordenador de Marketing 7.742,22 5.134,10 6.289,27 7.444,45 8.599,62 9.754,79

Gerente de Marketing 18.688,12 12.835,25 16.429,12 20.022,99 23.616,86 27.210,73

Diretor de Marketing 27.416,09 21.357,86 24.232,95 27.108,05 29.983,14 32.858,24

Consumo - Produto

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Gerente de Produto 12.342,38 9.241,38 10.653,26 12.065,14 13.477,01 14.888,89

Consumo - Trade Marketing

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Trade Marketing 5.565,36 4.723,37 5.134,10 5.544,83 5.955,56 6.366,28

Coordenador de Trade Marketing 8.317,24 7.187,74 7.701,15 8.214,56 8.727,97 9.241,38

Gerente de Trade Marketing 13.779,92 11.089,66 13.708,05 16.326,44 18.944,83 21.563,22

Digital/IT - E-commerce

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Market Place 3.265,29 2.875,10 3.106,13 3.337,17 3.568,20 3.799,23

Coordenador de Market Place 8.933,33 7.701,15 8.599,62 9.498,09 10.396,55 11.295,02

Gerente de Market Place 11.028,05 8.204,29 9.744,52 11.284,75 12.824,98 14.365,21

Gerente de Categoria 13.389,73 10.781,61 11.936,78 13.091,96 14.247,13 15.402,30

Digital/IT - Marketing

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Marketing Digital 4.045,67 2.053,64 2.952,11 3.850,58 4.749,04 5.647,51

Coordenador de Marketing Digital 9.036,02 7.185,69 8.213,02 9.240,35 10.267,69 11.295,02

Gerente de Marketing Digital 13.554,02 10.247,66 12.306,44 14.365,21 16.423,99 18.482,76

Generalista - Comunicação

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Comunicação 3.969,69 3.234,48 3.581,03 3.927,59 4.274,14 4.620,69

Coordenador de Comunicação 9.888,28 7.598,47 8.907,66 10.216,86 11.526,05 12.835,25

Gerente de Comunicação 17.538,09 12.846,55 15.308,09 17.769,63 20.231,18 22.692,72

Diretor de Comunicação 21.481,07 16.531,80 19.586,59 22.641,38 25.696,17 28.750,96

Generalista - Inteligência
de Mercado
MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior
Analista de Inteligência de Mercado 5.524,29 4.105,23 4.798,84 5.492,46 6.186,08 6.879,69

Coordenador de Inteligência
de Mercado
9.159,23 8.296,71 8.840,92 9.385,13 9.929,35 10.473,56

Gerente de Inteligência de Mercado 14.642,45 10.309,27 12.891,73 15.474,18 18.056,63 20.639,08

Análise de Tendências & Salários do Brasil 95


Generalista - Relações
Governamentais
MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior
Gerente de Relações
Governamentais ou Corporate 20.495,33 14.170,12 17.815,33 21.460,54 25.105,75 28.750,96
Affairs

Indústria - Marketing

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Marketing 5.031,42 4.112,41 4.624,54 5.136,67 5.648,79 6.160,92

Coordenador de Marketing 10.227,13 8.727,97 9.575,10 10.422,22 11.269,35 12.116,48

Gerente de Marketing 20.639,08 18.996,17 19.894,64 20.793,11 21.691,57 22.590,04

Gerente de Produto 11.151,27 9.754,79 10.935,63 12.116,48 13.297,32 14.478,16

Diretor de Produto 23.678,47 18.482,76 22.076,63 25.670,50 25.670,50 32.858,24

CAMPINAS | MARKETING

Consumo - Brand

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Coordenador de Marca 10.473,56 8.727,97 9.626,44 10.524,91 11.423,37 12.321,84

Gerente de Marca (Brand Manager) 20.331,04 16.429,12 18.354,41 20.279,70 22.204,98 24.130,27

Consumo - Categoria

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Gerente de Categoria 13.245,98 9.241,38 11.038,32 12.835,25 14.632,19 16.429,12

Consumo - Inteligência
de Mercado
MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior
Analista de Inteligência de Mercado 6.366,28 5.339,46 5.929,89 6.520,31 7.110,73 7.701,15

Coordenador de Inteligência
de Mercado
10.966,44 9.754,79 10.396,55 11.038,32 11.680,08 12.321,84

Gerente de Inteligência de Mercado 20.947,13 18.482,76 19.509,58 20.536,40 21.563,22 22.590,04

Consumo - Marketing

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Marketing 5.893,95 4.928,74 5.365,13 5.801,53 6.237,93 6.674,33

Coordenador de Marketing 9.836,94 8.727,97 9.369,73 10.011,50 10.653,26 11.295,02

Gerente de Marketing 21.357,86 18.996,17 20.408,05 21.819,93 23.231,80 24.643,68

Diretor de Marketing 33.268,97 26.697,32 30.034,49 33.371,65 36.708,82 40.045,98


VENDAS & MARKETING

Consumo - Produto

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Gerente de Produto 19.612,26 16.429,12 17.969,35 19.509,58 21.049,81 22.590,04

96 Análise de Tendências & Salários


Consumo - Trade Marketing

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Trade Marketing 6.427,89 5.339,46 5.775,86 6.212,26 6.648,66 7.085,06

Coordenador de Trade Marketing 9.775,33 8.727,97 9.369,73 10.011,50 10.653,26 11.295,02

Gerente de Trade Marketing 16.449,66 14.991,57 15.864,37 16.737,17 17.609,96 18.482,76

Generalista - Comunicação

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Comunicação 5.585,90 4.004,60 4.800,38 5.596,17 6.391,95 7.187,74

Coordenador de Comunicação 9.077,09 7.803,83 8.548,28 9.292,72 10.037,17 10.781,61

Gerente de Comunicação 18.421,15 12.321,84 15.145,60 17.969,35 20.793,11 23.616,86

Generalista - Inteligência de
Mercado
MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior
Analista de Inteligência de Mercado 7.701,15 5.852,87 6.751,34 7.649,81 8.548,28 9.446,74

Coordenador de Inteligência
de Mercado
12.383,45 10.781,61 11.603,07 12.424,52 13.245,98 14.067,43

Gerente de Inteligência de Mercado 18.113,10 16.018,39 17.276,25 18.534,10 19.791,96 21.049,81

Generalista - Relações
Governamentais
MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior
Gerente de Relações
Governamentais ou 21.789,12 17.455,94 19.509,58 21.563,22 23.616,86 25.670,50
Corporate Affairs

Indústria - Marketing

MAP Menor 1Q Mediana 3Q Maior


Analista de Marketing 5.709,12 4.620,69 5.134,10 5.647,51 6.160,92 6.674,33

Coordenador de Marketing 9.836,94 8.214,56 9.241,38 10.268,20 11.295,02 12.321,84

Gerente de Marketing 21.501,61 18.482,76 19.766,29 21.049,81 22.333,34 23.616,86

Diretor de Marketing 35.630,65 30.393,87 33.063,60 35.733,34 38.403,07 41.072,80

Gerente de Produto 14.580,84 11.295,02 13.091,96 14.888,89 16.685,83 18.482,76

Análise de Tendências & Salários do Brasil 97


CONTATO

NOSSOS ESCRITÓRIOS NOSSAS REDES SOCIAIS

São Paulo LinkedIn


www.linkedin.com/company/hays/
Rua Pequetita, 215,
13° andar
Vila Olímpia/ CEP 04552-060 Facebook
www.facebook.com/Hays.Brasil
São Paulo - SP
Tel: (11) 3046 9800
Twitter
twitter.com/Hays_Brasil
Rio de janeiro
Av. das Américas, 3500,
Acesse também nossos outros estudos exclusivos
3° andar, Ed. Toronto 2.000
e novos artigos sobre o mundo do trabalho em:
Barra da Tijuca/ CEP 22640-102
Rio de Janeiro - RJ
www.hays.com.br
Tel: (21) 2430 6600
E-mail: headoffice@hays.com.br
Campinas
Rua José Pires Neto, 314,
15° andar
Cambuí/ CEP 13025-170
Campinas - SP
Tel: (19) 3705 5180
VENDAS & MARKETING

© Copyright Hays plc 2018 HAYS, the Corporate and Sector H devices, Recruiting experts worldwide, the HAYS Recruiting experts worldwide logo and
Powering the World of Work are trade marks of Hays plc. The Corporate and Sector H devices are original designs protected by registration in many
countries. All rights are reserved. The reproduction or transmission of all or part of this work, whether by photocopying or storing in any medium by
electronic means or otherwise, without the written permission of the owner, is restricted. The commission of any unauthorised act in relation to the
work may98 Análise
result de Tendências
in civil and/or & Salários
criminal action.

Você também pode gostar