Você está na página 1de 2

30 DIAS APÓS O ESTUDO

Observe a linha azul no gráfico acima.


Se você tiver realizado as revisões anteriores, o conteúdo já estará de
certa forma bem fixado em sua memória, e essa revisão servirá mais
como forma de manutenção do conteúdo.
Recomenda-se que, mesmo após a revisão dos 30 dias após o estudo,
você continue revisando o mesmo conteúdo de 30 em 30 dias.
O motivo? Simplesmente porque o esquecimento não para!
O papel da 4ª revisão (e das futuras revisões) será apenas ‘manter’
o conteúdo já fixado.
Neste ponto você pode observar como a aprendizagem é um
processo: primeiro você aprendeu, depois fixou e agora está
realizando a manutenção do conteúdo em sua memória.
Há quem recomende que a 4ª revisão seja realizada 15 dias após o
estudo e que, após ela, as futuras revisões devam ser feitas de 30 em
30 dias.
Como o conhecimento já estará bem solidificado em sua memória,
você não precisará de muito tempo para realizar essas revisões.
As pessoas que escrevem sobre a curva do esquecimento geralmente
param por aqui, na revisão dos 30 dias após o estudo.
Como já frisamos algumas vezes, o esquecimento não para, e cabe a
você decidir quando revisar os conteúdos, alterando os prazos acima
de acordo com a sua necessidade.
A recomendação mínima é essa abaixo:
 Revisão imediata (realizada nos últimos 5 a 10 minutos do
bloco de estudo de 50 minutos)
 Revisão 24 horas após o estudo (duração: 10 minutos, em
média)
 Revisão 7 dias após o estudo (duração: 10 minutos, no
máximo)
 Revisão 30 dias após o estudo (duração: 5 minutos, em média)
 Revisões seguintes, de 30 em 30 dias (duração: 5 minutos, no
máximo)
Quando mencionamos os termos “revisão espaçada” queremos
deixar claro que a ideia de estudar algo hoje e ficar repetindo como
um papagaio durante o dia inteiro será muito menos eficaz do que se
você revisar nos momentos mencionados acima, espaçados no
tempo.
Uma observação importante
sobre como fazer as revisões
O tempo das revisões variará conforme o método de estudo que você
utiliza e também de acordo com o tempo e a quantidade de material
estudado.
Uma pessoa que estuda seguindo o Método Estudo Esquematizado,
que respeita a ordem lógica e sequencial de como aprendemos,
poderá fazer as revisões de forma muito rápida, pois ela terá criado
alguma forma de resumo personalizado do conteúdo que seja de
rápida revisão – fichas, mapas mentais, fluxogramas etc.
Pessoas que preferem grifar o material de estudo ou que fazem
resumos escritos precisarão de um tempo maior para poder revisar.
No primeiro caso, será necessário reler todo o conteúdo só para
entender o contexto das informações grifadas no material. No
segundo caso, a leitura de um resumo escrito também demandará
um tempo maior.
De qualquer forma, o ideal é que as revisões não se tornem uma
releitura de todo o conteúdo.
Revisar é diferente de estudar – estão em momentos distintos
do processo de aprendizagem (por isso a recomendação de utilizar
o Método Estudo Esquematizado).

Ao fazer as revisões eu não


estarei perdendo muito tempo?