Você está na página 1de 14

Curso Básico em Teologia Religiões e Seitas I

RELIGIÃO E SEITAS 1ª Parte


ALGUNS CONCEITOS:
RELIGIÃO – É a crença na existência de uma força ou forças sobrenaturais criadoras e
reguladoras do Universo. É cada um dos vários sistemas de fé baseados em tal crença, devoção,
piedade.
TIPOS DE RELIGIÕES – Religiões Cristãs e Não Cristãs.
As religiões cristãs são aquelas cujas doutrinas são bíblicas, ortodoxas, sadias.
As religiões não cristãs são aquelas cujas doutrinas são humanas, demoníacas,
heréticas e levam o homem à condenação e perdição.
DOUTRINA – 1. É o conteúdo de um ensino ou crença; 2. Conjunto de princípios que
servem de base a um sistema filosófico, científico. Elas podem ser:
Divina- (Mt 7:28; Is 7:16; Tt 2:10)
Humana- (Cl 2:22; Tt 1:14)
Demoníaca- (I Tm 4:1)

RELIGIÕES CRISTÃS .
CRISTIANISMO - CATOLICISMO

RELIGIÕES NÃO CRISTÃS .


BUDISMO – CONFUCIONISMO – HINDUÍSMO – TAOÍSMO – JAINíSMO – XINTOÍSMO
ZOROASTRÍSMO – SIKHISMO – ISLAMISMO E JUDAÍSMO

SEITAS – Consiste num grupo de pessoas unânimes em torno de uma interpretação


particular da Bíblia, caracterizada por distorções do Cristianismo Ortodoxo, no que diz respeito às
doutrinas centrais da fé cristã. Significando também facção, partido, grupo ou cisão. E ainda,
consiste em uma doutrina ou sistema que diverge da opinião geral e é seguida por muitos.
HEREZIAS – São as doutrinas das seitas, ensinos falsos, doutrina contrária aos
ensinamentos das Sagradas Escrituras. Enfim, é a negação do Evangelho pregado pelos
Apóstolos de Cristo (II Pe 2:1; Gl 1:8).
ORTODOXIA – Ensino da doutrina fiel, verdadeira, exata da Palavra de Deus, a Bíblia.
APOSTASIA – É o abandono premeditado da fé, ou seja, é um adultério espiritual.
Diferente da heresia que é a abjuração parcial da fé.
ECUMENISMO – Movimento de unificação das igrejas cristãs.
CRISTIANISMO – É a religião cristã, fiel, ortodoxa, que tem como Senhor e Salvador
JESUS CRISTO. Seus fiéis são seguidores de Cristo.

CLASSIFICAÇÃO DAS SEITAS .

PSEUDOCRISTÃS – OCULTISTAS – ORIENTAIS – SECRETAS

As seitas Pseudocristãs são: Testemunhas de Jeová, Mormonismo, Adventismo do Sétimo Dia,


Os Meninos de Deus; Movimento do G-12.
As seitas Ocultistas são: Espiritismo Kardecista, Racionalismo Cristão, Legião da Boa
Vontade, Astrologia, Nova Era, Culto Afro-Brasileiro;
As seitas Orientais são: Seicho-no-oê, Hare Krishina, Igreja Messiânica Mundial;
As seitas Secretas são: Maçonaria, Rosa Cruz, Teosofismo.

ESTEADESB – SR. DO BONFIM, BA 2/14


Curso Básico em Teologia Religiões e Seitas I

COMO IDENTIFICAR UMA SEITA .

Negam a doutrina da Trindade: Os adeptos das seitas procuram salvar-se a si mesmos,


e por essa razão, a Trindade lhes é um insulto, e daí a rejeitarem ou a perverterem.
São exclusivistas: Os promotores e adeptos das seitas ensinam que a salvação é
exclusiva ao seu grupo religioso.
Além Bíblia: Eles negam, acrescentam, diminuem explicitamente a autoridade da Bíblia.
Caracterizam-se por apresentarem: Novas “revelações”, novas interpretações da Bíblia,
um outro Jesus, rejeição do Cristianismo Ortodoxo, liderança muito forte, mudanças constantes em
sua teologia, falsas profecias e salvação pelas obras.

SEITAS SECRETAS .

TEOSOFISMO – É uma organização religiosa, embora não seja no sentido comum.


Segundo a definição da própria sociedade, é uma sociedade de pessoas de “Boa Vontade” de
todas as raças e religiões que lutam por relações melhores entre os indivíduos e as nações.
Esforça-se para que as pessoas encontrem a verdade espontaneamente e organizem suas vidas
em função desta descoberta. É mais uma ramificação do Espiritismo.
ROSA CRUZ – Contendo doutrinas semelhantes ao Espiritismo, os rosacruzes afirmam
que o homem passa por sete períodos de renascimento. Em cada período desse ele evolui um
pouco mais.
MAÇONARIA – A Maçonaria é uma sociedade secreta e ritualística, incluindo em uma
filosofia a auto-salvação do homem. É pagã quando analisada à luz das Sagradas Escrituras.
Ainda que não seja uma igreja como conhecemos, constitui-se num movimento religioso e
sincretista.

SEITAS ORIENTAIS .

SEICHO-NO-OÊ – É mal feita do Xintoísmo, Budismo e Cristianismo. Afirma ser a


harmonia de todas as coisas do universo e a reunião de todas as religiões. Foi fundada em 1º de
março de 1930 por Masaharu Taniguchi, no Japão, tendo como livro principal Semei no Jisso
(“Verdade da Vida”), com mais de quarenta volumes. Possuem revistas, e no Brasil, são elas Fonte
de Luz, e Pomba Branca – para mulheres. Possuem aproximadamente dois milhões de membros
simpatizantes só no Brasil que têm como atração principal curas milagrosas. É uma seita atraente,
pois embora tenha algumas práticas, como o culto diário aos antepassados (“que nos protegem
permanentemente”), possuem uma filosofia positivista contagiante e bate uma corda de esperança
em muitos corações sofidos.
HARE KRISHNA – O movimento Hare Krishna, nome pelo qual é conhecida a Sociedade
Internacional para a Consciência de Krishna, é um tipo ortodoxo de hinduísmo vedantista. É uma
seita falsa quando examinada à luz da Palavra de Deus. Essa seita foi fundada por “Sua Divina
Graça” Abhay Charan de Bhaktivedanta Swami Prabhupada, que viveu como farmacêutico até
1959, tendo nascido em Calcutá, Índia, em 1896. Em 1959 deixou a mulher e os cinco filhos para
devotar-se de tempo integral a esta seita. Cultuam com o objetivo de promover o esclarecimento
espiritual e espalhar o puro amor de Deus (krishna) no seio da sociedade moderna. Os devotos
seguem um tradicional ascetismo hindu e têm um estilo de vida comunitário onde os novos adeptos
são submetidos diariamente a uma constante lavagem cerebral.
IGREJA MESSIÂNICA MUNDIAL – A Igreja Messiânica Mundial é uma adaptação do
vocábulo Sekai Kiusei Kyo e significa: “Religião para a salvação do mundo”. Foi fundada em 1935
e reconhecida oficialmente pelo governo japonês em agosto de 1947. Está sediada na cidade de
ESTEADESB – SR. DO BONFIM, BA 3/14
Curso Básico em Teologia Religiões e Seitas I
Atami, Japão. O seu nome original era Daí Nipopon Kai (Igreja Kanon do Japão). Essa seita de
messiânica só tem o nome. Não há qualquer referência evangélica, nem ao nome glorioso do
Messias de Israel, Jesus Cristo, o nosso salvador. Os messiânicos afirmam que como igreja,
conseguirão mudar os rumos da humanidade levando o nosso planeta a ser o verdadeiro “paraíso
celestial”.
Os principais líderes da IMM foram: 1. Mokiti Okata (Meishu-Sama), que disse: “Eu sou
o homem que salva o próximo”, colocando-se como fonte principal de salvação. Seus adeptos em
suas orações proferem – “peço a Deus e a Meishu-Sama um anjo de luz...”. 2. Yoshi Okada
(Nidai-Sama), ela foi a segunda líder mundial e sua atividade mais importante foi a construção do
“altar do supremo Deus”. 3. Iotsuki (Yoshu-Sama), é a terceira líder mundial da IMM e sua atual
“Suprema Autoridade Espiritual”. É considerada a papisa da igreja.

SEITAS PSEUDOCRITÃS .

TESTEMUNHAS DE JEOVÁ – Esse movimento é uma seita que se organizou sob a


égide da mentira. Teve origem por seu fundador Charles Taze Russel, nascido em 1852, nos
Estados Unidos. Seus pais eram presbiterianos e ele pertenceu à Igreja Congregacional e a seguir
à seita Adventista. Em 1974 fundou formalmente o movimento russelita. Em 1879, começou a
publicação do periódico Torre de Vigia de Sião, hoje chamado “A Sentinela”.
No Brasil eles começaram em 1920 com sua sede em São Paulo. Hoje a sede nacional
encontra-se em Cesário Lange, interior do Estado.
Têm versão própria da Bíblia, chamada Tradução Novo Mundo, que foi adulterada para
apoiar seus falsos ensinos. Esta publicação não leva o nome universalmente conhecido de Bíblia,
mais Escrituras Sagradas, a fim de suscitar polêmica e confusão. A Tradução Novo Mundo foi
criada para deturpar, contrabandear as crenças pré fabricadas da Torre de Vigia para o texto das
Escrituras. É uma obra mutilada, tendenciosa, viciada e cheia de interpolações. Traduziram I João
1:1 por “E A PALAVRA ERA (um) DEUS”. Uma tradução horripilante, errônea, perniciosa,
repreensível. Se eles levam essa tradução a sério, são politeístas.

Suas Principais Doutrinas


DEUS – O Deus das TJ não sabe todas as coisas. Dizem que Ele não sabia o resultado
da prova de Abraão em Gn 22:2; e também desconhecia o que passava na terra, no caso de Gn
18:20,21. Afirmam, enfim, que o verdadeiro Deus não é onipresente. ⇒ Mas a Bíblia diz que Deus
enche todo o universo (I Re 8:27; Jr 23:23,24) e sabe todas as coisas (Dn 2:20-22). O Deus deles
portanto não é o mesmo Deus da Bíblia.
TRINDADE – Dizem que a Trindade é uma doutrina pagã desenvolvida por Constantino,
imperador romano, no quarto Século, o que não é verdade. Quando Constantino veio ao mundo, a
doutrina da Trindade já estava no registro bíblico desde os primeiro capítulos de Gênesis. Quanto
às três pessoas da Trindade, a Bíblia declara: “E esses três são um...” I Jo 5:7.
JESUS CRISTO – O Jesus das TJ não é o mesmo da Bíblia. Os russelitas afirmam que
Jesus é um ser criado; que antes de vir ao mundo era o arcanjo Miguel. Eles ensinam abertamente
que Jesus não é Deus como Jeová. Negam a ressurreição corporal de Jesus ao afirmarem que
Jesus ressuscitou em espírito, e daí, não ter corpo; dizem que o Cristo que ressurgiu não foi o
mesmo Cristo humano, era um espírito invisível. Negam a vinda corporal de Jesus e afirmam que
Ele já veio. Pregam que Jesus assumiu o poder do reino e começou a reinar no céu em 1914. Mas
a Bíblia corrige toda essa bagunça! É principalmente por negarem a Jesus que as TJ são excluídas
do meio evangélico. Se Jesus não fosse Deus não teríamos redenção eterna, nem vitória contra o
mal, nem Evangelho algum para pregar aos perdidos. Também a Bíblia seria um conjunto de
mentiras. Ver as refutações quanto à pessoa de Jesus: Ele é Deus (Is 9:6; Mq 5:2); Seu corpo

ESTEADESB – SR. DO BONFIM, BA 4/14


Curso Básico em Teologia Religiões e Seitas I
humano foi gerado (Sl 2:7; Hb 1:5,8; Mt 1:20); Se Miguel fosse Jesus teria poder para repreender o
diabo (Jd v9), mas Jesus fez isso (Mt 4:10,11; 16:23; Cl 2:15).
Ver também Cl 2:9 – Pois nele habita toda plenitude da divindade. Jesus recebeu
adoração como sendo Deus (Mt 8:2; 9:18; 14:33; 15:25; 28:9 Mc 10:17; Jo 9:38; Lc 24:52).
O ESPÍRITO SANTO – As TJ ensinam que o Espírito Santo é a força ativa e impessoal
de Deus, negando tanto a sua personalidade como a sua divindade. A Bíblia revela o Espírito
Santo como pessoa, a terceira pessoa da Trindade, pois Ele é Deus (II Co 3:18). O Espírito Santo
possui intelecto; Ele penetra todas as coisas (I Co 2:10,11) e é inteligente (Rm 8:27). As três
faculdades: intelecto, emoção e vontade caracterizam a personalidade (Rm 15:30; Ef 5:3).
SALVAÇÃO – Ensinam que a salvação depende de se pertencer à Torre de Vigia e
estudar seu manual de ingresso, o livro Conhecimento que Conduz a Vida Eterna. Jesus, no
entanto, afirma: “Eu sou o cominho, a verdade e a vida, ninguém vai ao Pai senão for por mim” (Jo
13:14). Dizem que a salvação é algo para ser cumprido, porém, sabemos que a salvação não é
uma coisa para o futuro, é algo presente (Jo 5:24).
O INFERNO – Negam a existência do inferno ardente por que seu fundador Russell,
mesmo antes de fundar a seita já não aceitava tal crença. Eles ensinam que a morte física e a
sepultura são o único inferno. Refutação Bíblica (Lc 16:22,23; Mt 10:28; Mt 18:9; 25:41; Ap
20:10,14).
CÉU – Crêem que 1935 Jeová colocou uma placa no céu, dizendo: “Não há mais vagas”.
Rutherforde, sucessor de Russell inventou essa doutrina, dividindo o rebanho em duas classes: a
dos ungidos que são apenas 144.000 membros, que representam todos os cristãos autênticos
desde a fundação da Igreja até 1935, e somente estes, segundo eles é que vão para o céu. Os
demais são a classe da grande multidão, que de acordo com o seu ensino, vão herdar a terra.
Afirmam que os membros dessa última classe não são filhos de Deus e nem pertence a Cristo.
TRABALHAM DE CASA EM CASA CONVIDANDO O POVO PARA UMA RELIGIÃO QUE ENSINA
QUE NEM MESMO SEUS ADEPTOS SÃO FILHOS DE DEUS NEM PERTENCEM A CRISTO. A
Bíblia diz que há um só rebanho (Jo 10:16; Ef 2:11-18). O céu é para todos os que crêem (Jo 14:1-
4) e que todos os cristãos autênticos são filhos de Deus (Jo 1:12; I Jo 3:1-3).

MORMONISMO – O fundador foi Josehp Smith, norte americano, nascido em 23 de


dezembro de 1805, morreu em 27 de junho de 1844, num cárcere. Afirma o fundador que em 1820,
aos quatorze anos teve uma visão prolongada de dois anjos, em que um disse para Joseph Smith:
Este é o meu filho amado ouve-o! E isso deu origem à Igreja Mórmon. Há vários tipos de Mórmons,
sendo o maior deles chamado de Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.
Os mórmons não admitem vícios. São humanitários e beneficentes. Promovem com
ardor a educação. Admitem a poligamia, não praticam hoje porque as leis dos países não
permitem, mas ela é admitida. Hoje no mundo são vários milhões de seguidores. No Brasil há
templos espalhados nas principais capitais e cidades do interior. Geralmente os templos obedecem
a um padrão, são confortáveis, funcionáveis e de bom gosto.

Suas Principais Doutrinas


DEUS – Têm deuses para todos os gostos. Uma declaração básica do livro deles afirma:
“Como o homem é, Deus foi como Deus é, o homem poderá vir a ser”. (Regra de fé, p. 389). Eles
não reconhecem o conceito bíblico de Deus, e daí negam a Trindade. Refutação bíblica em Dt 6:4;
Mt 29:18; Jo 17:3.
JESUS CRISTO – O Jesus do mormonismo é um Jesus polígamo, cuja única diferença
entre Ele e nós é que Ele é primogênito. O que eles ensinam sobre Cristo é uma blasfêmia;
inclusive negam a sua concepção virginal. Usam muitas palavras da fé cristã, mas com sentidos
diferentes.

ESTEADESB – SR. DO BONFIM, BA 5/14


Curso Básico em Teologia Religiões e Seitas I
SALVAÇÃO – Dizem que a salvação poder ser geral ou individual. Geral significa que na
consumação dos Séculos, os incrédulos serão castigados e depois liberados para salvação.
Individual é a salvação obtida conforme as regras de fé dos mormonistas, isto é, fé em Cristo,
batismo por imersão, observância às leis e às obras, etc. Pregam que não há salvação sem a
Igreja Mórmon.
SACERDÓCIO DE ARÃO E MELQUISEDEQUE – Afirmam que todos os mórmons
recebem o sacerdócio de Arão e depois o de Melquisedeque. A Bíblia, porém, diz que o sacerdócio
de Arão foi removido (Hb 7:24). A palavra perpétuo, que no N.T. original só aparece nessa
passagem, tem o sentido de intransferível. Eles dizem exercer um sacerdócio que já foi removido e
outro que pertence só a Cristo. Isso prova que o mormonismo desconhece a Bíblia e por isso
ensinam enganos.
OS ANJOS – O mormonismo ensina que os anjos são homens aperfeiçoados após a
morte.
O BATISMO COM ÁGUA – Ensinam também que não há salvação sem batismo com
águas por imersão e que o mesmo deve ser administrado por um sacerdote mórmon. As crianças
são batizadas aos 8 anos por imposição de mãos.

ADVENTISMO DO SÉTIMO DIA – Seita também chamada de Adventista porque além


da guarda rigorosa do sábado (o 7º dia da semana), dão forte ênfase à volta do Senhor. Praticam
um programa social cristão de clínicas e escolas altamente eficiente e meritório. São muito
dedicados à doutrinação pela mídia em geral, inclusive cursos. Grande parte deles é vegetariana,
não consomem carne de porco, peixe de escamas, não tomam café, nem chá.
Foi fundado por Willian (Guilherme) Miller, nascido em 1782, nos Estados Unidos, que
era de família batista. Em 1818, ele começou a anunciar que Cristo voltaria a terra nos próximos 20
anos. Em 1831, Miller proclamou que esse evento ocorreria em 23 de março de 1843. Todavia
nenhuma das previsões se cumpriu. Procurando justificar-se, Miller explicou que se enganara nos
cálculos. Em seguida, marcou nova data – 22 de outubro de 1844. Esta também falhou. Miller
arrependeu-se e procurou a igreja. Já reconciliado, foi servir a Deus, vindo a falecer em 1849. O
mal porém já estava feito. Vários grupos começaram a aparecer. Hiram Edson, Josehp Bates e
James White com sua esposa Ellen Gould White eram os mais proeminentes dos movimentos
adventistas.

Suas Principais Doutrinas


O ESTADO DA ALMA APÓS A MORTE – Ensinam que após a morte do corpo a alma é
reduzida ao estado de silêncio, de inatividade e de inteira inconsciência, isto é: entre a morte e a
ressurreição, os mortos dormem. Contradiz os textos bíblicos em Lc 16:22-30 que fala da história
do rico e Lázaro. E Ap 6:9,10 que trata da abertura do quinto selo, quando João viu debaixo do
altar “as almas daqueles que tinham sido mortos por causa da Palavra de Deus e por causa do
testemunho que sustentavam”. Vale ressaltar que as expressões dormir ou sono usadas na Bíblia
para tipificar a morte falam da indiferença dos mortos para com os acontecimentos normais da
Terra e nunca para aquilo que faz parte do ambiente onde estão as almas desencarnadas.
A palavra de Cristo na cruz ao ladrão arrependido em Lc 23:43, é uma prova da
consciência da alma imediatamente após a morte. No momento da transfiguração de Cristo,
Moisés não estava inconsciente e silencioso enquanto falava com Cristo sobre sua morte iminente,
Mt 17:1-6.
O DESTINO DOS ÍMPIOS E DE SATANÁS – Spicer, um dos mais lidos escritores
adventistas, escreve: “O ensino positivo das Sagradas Escrituras é que o pecado e os pecadores
são exterminados para não mais existirem. Haverá de novo um universo limpo, quando estiver
terminada a grande controvérsia entre Cristo e Satanás”. É evidente que este ensino entra em
contradição com as seguintes passagens Dt 12:2; Mt 25:46; Jo 5:29; e Ap 20:10.
ESTEADESB – SR. DO BONFIM, BA 6/14
Curso Básico em Teologia Religiões e Seitas I
Daniel 12:2 e Mt 25:46 estão de acordo ao afirmar que: Os justos suscitarão para a vida
e o gozo eternos; enquanto que os ímpios ressuscitarão para vergonha e horror eternos.
Apocalipse 14:10,11 diz que adoradores do anticristo serão atormentados “e a fumaça do seu
tormento sobe pelos séculos dos séculos”. Isto não é aniquilamento.
Quanto à pessoa de Satanás, Apocalipse 20:10 diz que ele, o Anticristo e o Falso
Profeta, serão atormentados no Lago de Fogo pelos séculos dos séculos para sempre. Isto não é
aniquilamento.
A DOUTRINA DA EXPIAÇÃO – Para os ASD a doutrina da expiação é explicada partindo
do seguinte raciocínio: em 1844, Cristo começou a purificação do santuário celestial.
O céu é a réplica do santuário típico sobre a terra, com dois compartimentos: o lugar
santo e o santo dos santos. No primeiro compartimento do santuário celestial, Cristo intercedeu
durante dezoito séculos (do ano de 33 a 1844), em prol dos pecadores penitentes, “entretanto seus
pecados permaneciam ainda no livro de registros”. Daí dizem que a obra de Cristo permanecera
inacabada, pois havia ainda uma tarefa a ser realizada, a saber: a remoção dos pecados do
santuário no Céu.
Por meio deste ensinamento eles declaram: “nós discordamos que a expiação foi
efetuada na cruz, conforme geralmente se admite”. Porém a Bíblia ensina que a obra expiatória de
Cristo é perfeita Hb 7:27; 10:12, 14. E que a salvação do crente é perfeita e imediata Jo 5:24; 8:6;
Rm 8:1; I Jo 1:7.

GUARDA DO SÁBADO – Os ASD consideram como inspirados os conselhos da senhora


Ellen White. A mesma criou a doutrina do sábado, após uma visão que teve da arca do concerto,
tendo dentro os 10 mandamentos, sendo que o quarto (o do sábado) estava cercado de luz.
Para nós a questão não é do sábado em si, mas o fato de que não estamos debaixo do
antigo concerto (Hb 8:6-13). O que nos chamou a atenção é que ultimamente, estão surgindo
novos pseudocristãos que entre outras coisas, ensinam o guardar da Lei e do Sábado. Isso é
retrocesso espiritual; é voltar às práticas antigas.
O cristão e a Lei de Moisés são assuntos já discutidos e bem definidos no concílio de
Jerusalém: a Graça nos isenta do jugo da Lei. O sábado foi abolido, a Palavra Profética previa a
chegada do novo concerto (Jeremias 31:31-33). E o fim do sábado (Os 2:1), que se cumpriu em
Jesus (Cl 2:14-17), por essa razão o sábado não aparece nos quatro preceitos de Atos 15:20-29. O
texto de Cl 2:16,17 deita por terra todas as teses dos ASD.

FAMÍLIA DO AMOR OU MENINOS DE DEUS – é o nome de uma seita fundada em


1970 por David Brandt Berg, também conhecido por Mo, Moisés David e Pai David, um evangelista
itinerante da aliança Cristã e Missionária dos EUA. Berg, nascido em 18 de fevereiro de 1919, em
Melrose, OaKland, na Califórnia, dizia ter recebido de Deus uma revelação acerca de uma missão
“diferente”, começou seu trabalho na Califórnia em 1968 entre Hippies viciados em tóxico.
Pregando um evangelho apocalíptico e atacando a sociedade americana bem como as igrejas
organizadas, Berg não teve dificuldade para atrair seus primeiros seguidores.
A origem desta seita se deu na década de 60 numa época revolucionária, quando os
jovens tinham que decidir-se: os Beatles, os Stones, os hippies, as viagens de LSD, a revolução
cubana, a paz exigida par o Vietnã. Algumas ideologias se tornaram moda nessa época, como a
vida em grupo e sem luxo, a prática do sexo sem regras, etc. Foi nesse ambiente muito favorável
que apareceu o fundador da “Família do Amor”, conhecida até fevereiro de 1978 como “Meninos de
Deus”, o que levou milhares de adolescentes a abandonarem seus lares e a passarem a viver
como nômades e peregrinos nessa seita.
As colônias normalmente se reúnem em uma casa onde buscam ter tudo em comum.
Quando uma pessoa passa a fazer parte de uma dessas colônias ela é chamada de “Bebê”, só
depois de três meses de treinamento onde aprende a se submeter à nova forma de vida, se engaja
ESTEADESB – SR. DO BONFIM, BA 7/14
Curso Básico em Teologia Religiões e Seitas I
ao grupo de visitação que sai pelas portas ou pelas ruas e praças anunciando as mensagens de
“Mo” (seu líder).
Quando uma pessoa se liga aos Meninos de Deus tem que assinar uma declaração
doando todos os seus bens à organização. A total independência é uma das principais exigências
para ser ligado ao grupo.

Suas Principais Doutrinas


CRISTÃOES NÔMADES REVOLUCIONÁRIOS – Gostam de serem chamados assim.
Afirmam que são cristãos e que andam como apóstolos de Cristo, que não tem onde reclinar a
cabeça.
THANKCOG – Vem de Thank (obrigado) e Cog (children of God – Meninos de Deus) e é
um termo aplicado a parentes e amigos dos adeptos que contribuem regularmente para a
manutenção das colônias.
FREECOG – Um grupo de pais que estão dispostos a cederem livremente seus filhos
para a organização. Normalmente, os adeptos são sustentados por um fundo financeiro formado
da arrecadação da doação dos Thancog ou Freecog, ou ainda das vendas de impressos assinados
por Mo.
TODAS AS COISAS SÃO PURAS PARA OS PUROS – Com este pensamento básico
para os Meninos de Deus, nada é proibido, indecente ou impuro. É uma religião onde vale tudo.
Não existe mudança de vida, conversão ou santificação, mas adaptação a sua libertina maneira de
viver.
A LITERATURA – Qualquer pessoa que tenha manuseado um folheto escrito por Mo e
que representa a filosofia dos movimentos, pode notar a irreverência para com Deus e para com os
princípios cristãos. Seus escritos são impudicos, imorais e indecentes. Já estiveram envolvidos
com as autoridades por diversas vezes não somente por causa da literatura que distribuem, mas
também pelo modo como vivem.
O SEXO É LIVRE – Desde que haja amor o sexo é livre. Esta é a filosofia de Mo.
Havendo amor a poligamia pode ser aceita dependendo do país onde estão seus adeptos, que é
claro, recomenda que se procure obedecer às autoridades para não criar problemas.
O CASAMENTO – O casamento é simplesmente definido como dormir com alguém. Se
você dorme com alguém então você se casou com essa pessoa.
ORAÇÃO – Tem o costume de orarem por tudo o que vão fazer, desde o simples andar
em uma bicicleta até as coisas de grande responsabilidade. Porém de que adianta orarem se suas
vidas quase sempre não estão em verdadeira comunhão com Deus?
JESUS CRISTO – Enaltecem a vida de Jesus até o ponto em que se preocupam em
fazer comparações que lhes agradem. Dizem que era como eles: nômade, não tinha propriedades,
pregava o amor, era revolucionário, se levantou contra a sociedade e as religiões organizadas e
queria que um remo fosse levantado no mundo de acordo com suas convicções.

CONGREGAÇÃO CRISTÃ DO BRASIL – Há os que afirmam que a Congregação Cristã


é uma seita; outros, pelo contrário: recusam-se a admitir tal coisa, descrevem-na como um
movimento infelicitado por alguns desvios doutrinários de caráter secundário.
HISTÓRICO – Origem de Francescon – Lois Francescou, nasceu na comarca de Udine,
Itália, 29 de Março de 1886. Francescon e G. Lombardi partiram para Buenos Aires, rumo a cidade
de São Paulo, em 08 de Março de 1910, onde no Bairro do Brás, começaram a pregar o
Evangelho, vindo a fundar a Igreja Pentecostal Italiana, primeiro nome dado a Igreja Cristã do
Brasil. Suas atividades estavam concentradas na colônia italiana. Depois, Frabcescon foi para o
Panamá, deixando a Igreja nas mãos de homens inexperientes.

ESTEADESB – SR. DO BONFIM, BA 8/14


Curso Básico em Teologia Religiões e Seitas I
Suas Principais Doutrinas
DOUTRINA DA SALVAÇÃO – Sectarismo a maioria de seus adeptos afirmam que a
salvação só é possível em sua igreja. Eles chamam os Evangélicos de outras igrejas de “seitários”.
Não reconhecem o batismo efetuado por ministros de Evangelho de outras denominações, mesmo
que seja por imersão e em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo (Mt 28:19).
O BATISMO EM NOME DE JESUS – Segundo os adeptos da CCB, o batismo só é
válido se efetuado com essa fórmula: “EM NOME DO SENHOR JESUS EU TE BATIZO EM NOME
DO PAI, DO FILHO E DO ESPÍRITO SANTO”. Em relação a isto leiamos Mt 28:19.
Eles usam a passagem de Atos 2:38 para justificar a doutrina medieval de que as águas
do batismo têm propriedades miraculosas para justificar pecados. Mas a Bíblia deixa bem claro que
a salvação é pela graça (Ef 2:8,9). Ou seja, é um ato da Graça de Deus (Tt 3:11). A Regeneração é
obra de Espírito Santo (Tt 3:5) enquanto que o batismo em água é sinal de arrependimento.

Estrutura Organizacional
CARGOS – Este são os principais cargos: ANCIÃO, DIÁCONO E COOPERADOR. A
CCB é contra o cargo de Pastor, embora Francescon tivesse comunhão com os demais pastores,
tendo-os em alta estima.
RECURSOS FINANCEIROS – Criticam os Dízimos, mas acabaram por estabelecer o
próprio sistema de levantamento de recursos para a manutenção de suas atividades. Para
manutenção dos obreiros eles usam I Co 9:4, 14, este texto é a defesa de Paulo sobre o sustento
do obreiro.

Práticas da Congregação Cristão no Brasil


Proíbem a evangelização esquecendo-se dos que ainda não receberam a fé, dedicando-
se a pregar aos crentes de outras denominações evangélicas.
USO DO VÉU – A palavra grega para “véu” é peribaion e significajogar em volta. Ela
aparece duas vezes no NT grego (I Co 11:15; Hb 1:15). Em I Co 11:1-16, Paulo trata da submissão
da mulher ao marido. Como se vê, o que está em pauta é a submissão e não o véu.
ÓSCULO SANTO – Isto é uma questão de cultura ainda hoje observada entre os judeus,
árabes e vários povos do leste Europeu. Não é motivo, pois, para se fazer uma guerra em torno de
assuntos que em nada contribuem par nossa edificação em Cristo Jesus.
O zelo pelas coisas de Deus deve ser calibrado pelo bom senso e, acima de tudo, por
uma perfeita compreensão das Sagradas Escrituras.

ESTEADESB – SR. DO BONFIM, BA 9/14


Curso Básico em Teologia Religiões e Seitas I

RELIGIÃO E SEITAS 3ª Parte

SEITAS OCULTISTAS
ASTROLOGIA – A Astrologia é uma prática antiga que aceita que a posição das estrelas
e planetas exerce influências diretas sobre as pessoas e acontecimentos. Supõe-se que é possível
fazer um mapa que configure a vida de alguém, determinando-se a posição das estrelas e planetas
à hora de seu nascimento. Este mapa é conhecido como horóscopo.
A identificação dos astros como deuses, na Babilônia e na Assíria, levou a noção de que
tais planetas, tendo presidido a nascimentos, não poderiam deixar de influir na vida dos nascidos.

A ASTROLOGIA E A BÍBLIA
Embora alguns estudiosos tentem combinar a astrologia com a Bíblia, as referências
específicas encontradas nas Escrituras à astrologia, são realmente poucas e colocadas dentro do
título de adivinhação, que é terminantemente proibida, como sendo uma forma de idolatria e
abominação aos olhos do Senhor:
 Deus falou ao povo de Israel contra essa prática que considerava como
erro dos pagãos dos dias primitivos.
Deuteronômio 4:19 – “Guarda-te de levantares os olhos para os céus e, vendo o sol,
a lua e as estrelas, a saber todo o exército do céu, não sejas seduzido a inclinar-te
perante eles, e dês culto àquelas coisas que o Senhor teu Deus repartiu a todos os
povos debaixo de todos os céus”.
 Se tal ciência fosse verdadeira, a Bíblia a apoiaria. É isto que está
escrito em Isaías 47:13.
 Na limpeza do Rei Josias, encontramos em II Reis 23:5.
 Os magos em Mateus 2 não eram Astrólogos, como querem afirmar,
mas homens tementes a Deus e que esperavam a vinda do Messias de Israel (Lc
2:25), a quem foi dado um grande sinal da parte de Deus.
 Não são os Astros que governam nossas vidas, e sim Deus, que nos
põe em contato com Jesus Cristo I Co 10:13.
 A Bíblia ainda nos recomenda a fugir da Idolatria I Co 10:14.

A Astrologia é de origem pagã e idolatra. Seus “sacerdotes” são na maioria espiritualistas


(espíritas) e se envolvem com o ocultismo. Quando não o são, fazem da astrologia uma fonte de
renda que é uma das mais rendosas do momento, explorando comercialmente suas “predições”.
A volta do oriente sobre o ocidente, ilustrada por livros e pelo crescimento da Astrologia,
do Espiritismo, da teosofia e demais seitas e pensamentos orientais, tornou-se possível pela
apostasia de grandes grupos do mundo ocidental que anteriormente se diziam cristãos, sendo na
Igreja Católica seu principal representante. Cabe aos verdadeiros cristãos o combate a essas
abominações para que elas não tentem substituir a fé na direção divina e providencial:
“Por que dois males cometeu o meu povo: a mim me deixaram, o manancial de
águas vivas, e cavaram cisternas rotas, que não retêm as águas” Jr 2:17

RACIONALISMO CRISTÃO – O racionalismo cristão é um movimento religioso de


feições nitidamente sincretista. Quanto a sua concepção, diz-se filosófico cristão. Quanto as suas
crenças, é uma mistura de Espiritismo, Humanismo e Pantaísmo. É, acima de tudo, hostil ao
cristianismo e à Bíblia.

ESTEADESB – SR. DO BONFIM, BA 10/14


Curso Básico em Teologia Religiões e Seitas I
O racionalismo cristão trata do espiritualismo racional e científico e explica os porquês da
vida, dentro da razão, da ciência, da filosofia e do bom senso.
ORIGEM
Crendo que essa concepção, da vida e do universo, é tão antiga quanto à própria
existência da humanidade, os historiadores do racionalismo cristão, dizem que ele foi reimplantado
na terra em 1910, pelo brasileiro Luiz Matos, na cidade de Santos, SP, com sede na cidade do Rio
de Janeiro, o movimento possui templo e adeptos noutros grandes centros, como São Paulo e
Campinas. Suas sessões públicas acontecem nas segundas, quartas e sextas-feiras, geralmente
das 20 às 21h.

Suas Principais Doutrinas


A doutrina racionalista, dita cristã, se diz apenas uma filosofia de cunho exclusivamente
espiritualista, sem nenhuma conotação de caráter religioso, místico e sobrenatural. Negam a
existência de mistérios.
- a validade dos dogmas
- a possibilidade da ocorrência de milagres, segundo crêem os racionalistas, tudo no universo,
tudo na vida, tem explicação racional e científica. Tanto os fenômenos que obedecem às leis do
plano psíquico, espiritual e invisível, são exteriorizações da força e se enquadram, igualmente,
nas leis que regem o universo.
A doutrina racionalista ensina ainda que quando a criatura chega a compreensão de que
o espírito é força, luz, inteligência e poder; que dispõe de atributos para vencer racionalmente
quaisquer situações, que faz parte integrante de todo, como partícula da força universal, “caem por
terra às idéias primitivas de um Deus protetor, ilusório, corpóreo, irreal e fictício”.
As teorias do racionalismo cristão, com feições inequivocadamente tupiniquins, são
demasiadamente frágeis. Eivadas de erros como são incapazes de suportar uma contra
argumentação da Bíblia, da Fé e mesmo da Razão.

LEGIÃO DA BOA VONTADE


E entre os grupos espíritas no Brasil, a L. B. V. é considerada uma ramificação do
espiritismo kardecista. As mensagens dos programas dessa instituição parecem evangélicas, mas,
como as demais seitas, o Jesus deles não é o mesmo revelado no N.T.

Suas Principais Doutrinas


Negam a personalidade do Espírito Santo, e a infalibilidade da Bíblia, o parto de Maria e,
portanto, da humanidade de Cristo. Por causa da sua crença na reencarnação, negam a deidade
de Cristo e a doutrina do inferno.

NOVA ERA
O movimento Nova Era, também conhecido como Era Aquariana, é uma filosofia que
absorve todas as religiões. É tão exclusivista quanto o hinduísmo. É um conjunto de crenças,
seitas, práticas e ideologias, que negam os valores espirituais do espiritismo. Uma visão
panorâmica desse movimento é suficiente para vermos que, nele, não há nada de novo, exceto o
nome; quanto ao mais, são as velhas crenças ocultistas hindus que procuram, agora se firmar no
ocidente. A Nova Era é uma força disfarçada de espiritismo.
ORIGEM
Surgiu na década de 60, sua malévola ideologia vem desde a queda no Éden. Sua
origem está intimamente ligada à Sociedade Teosófica, uma seita ocultista, fundada pela médium
Helena Petrovna Blavastky em 1875; partindo daí, a filosofia ocultista hindu chegou ao Ocidente.

ESTEADESB – SR. DO BONFIM, BA 11/14


Curso Básico em Teologia Religiões e Seitas I
OBJETIVO
Assumir a liderança da humanidade em suas mais diversas áreas: política, econômica,
de saúde, educação e religião; estabelecer um governo internacional e implantar uma só religião.
No Brasil uma grande arma da nova era é a página impressa. O consumo de livro sobre
o assunto é espantoso. Isso mostra o desespero do povo brasileiro, que em busca de uma vida
melhor, assimila com facilidade os postulados da Nova Era.

Suas principais doutrinas


A Nova Era congrega em seu bojo inúmeras práticas ocultistas e espíritas, as quais são
condenadas pela Palavra de Deus (Dt 18:9-14). Inclui: Reencarnação, Esoterismo, Ufologia, Ioga,
meditação transcendental, hipnose, clarividência, artes mágicas e todos os ramos de adivinhação.
Incorpora todo o sistema espírita, englobando também as doutrinas de Hare Krishna e da seita
japonesa Seicho-No-Iê.
Suas concepções com relação a Deus são várias, praticamente as mesmas do
hinduísmo. Todas, pois, contrárias à Bíblia. Há grupos panteístas e monistas. Monismo é a teoria
filosófica que defende que tudo no universo é feito de uma só matéria: ou seja, tudo é um.
A Nova Era nega o Deus revelado nas Escrituras. Eles são panteístas. O panteísmo é
uma doutrina de que tudo é Deus e Deus é tudo. Assim não há distinção entre a criatura e Criador,
e isso engloba o próprio Satanás, que para eles também é deus.
A doutrina de que o homem é Deus é muito antiga; vem da religião da serpente (Gn 3:1-
9), ela é propagada pelo hinduísmo, e foi transportada para o ocidente pelos promotores da nova
era. O Deus da Bíblia transcede a criação; é um ser espiritual e pessoal que governa o Universo.
Sabemos que o Jesus das seitas não é o mesmo da Revelação Bíblica. Os adeptos da
Nova Era falam de um Cristo separado de Jesus. Dizem que Jesus é o homem nascido em Belém,
mas Cristo é apenas um grande Iniciado, ao lado de Buda, Maomé, Confúcio e outros.
O hinduísmo ensina a salvação através de três caminhos: DAS OBRAS, DO
CONHECIMENTO E DA DEVOÇÃO. Nada de Cristo e sua salvação pela Graça. A nova era nega o
pecado. Afirma que o problema da humanidade é a ignorância; o ser humano portanto não precisa
de perdão. Ela ensina que o homem precisa se descobrir e conhecer-se a si mesmo para chegar à
felicidade e, portanto, à divindade. A Ioga é o meio de o homem unir sua alma ao universo. A
crença de que o homem é Deus foi inspirada em Satanás. A nova era afirma que a humanidade é a
manifestação da essência divina. O problema do homem, segundo ela, consiste no fato de não
saber que é Deus. Como se vê é uma insinuação diabólica que oferece ao homem uma salvação
sem o sangue de Jesus Cristo. Mas sabemos que não há salvação sem Jesus (Jo 14:6 At 4:12).

O ESPIRITISMO
O espiritismo é, sem dúvida, uma das heresias que mais cresce no mundo de hoje. O
Brasil, particularmente, detém o triste recorde de ser o maior reduto espírita do mundo.
O espiritismo se constitui no mais antigo engano religioso já surgido, foi em 1848, em
Hydevislle, Estados Unidos, que as irmãs Fox afirmam ver as mesas girando, e ouvir pancadas na
casa em que moravam. Faziam perguntas e essas eram respondidas mediante estalidos de dedos.
Elas tiveram a sensação de estarem se comunicando com o mundo invisível. Iniciando assim, esta
seita diabólica.
AS SUBDIVISÕES DO ESPIRITISMO
Os próprios espíritas preferem admitir haver diferentes formas de espiritismo, assim
designadas:
 Espiritismo Comum;
 Baixo Espiritismo;
 Espiritismo Científico;

ESTEADESB – SR. DO BONFIM, BA 12/14


Curso Básico em Teologia Religiões e Seitas I
 Espiritismo Kardecista.

ESTEADESB – SR. DO BONFIM, BA 13/14


Curso Básico em Teologia Religiões e Seitas I

ESPIRITISMO KARDECISTA
HISTÓRICO
O Que É Espiritismo? É uma doutrina contrária a Bíblia Sagrada que ensina ser possível,
através da mediunidade, a comunicação entre vivos e mortos.
MÉDIUM – pessoa a quem se atribui o poder de se comunicar com os espíritos de
pessoas mortas.
Allan Kardec – Seu nome verdadeiro era Hipolyt Léon Denizard Rivail, médico e
professor francês, nascido em 1804, lançou a sua primeira obra O Livro dos Espíritos, em 1857.
Influenciado por um amigo, passou a freqüentar reuniões espíritas, e por fim, tornou-se médium.
Em 1857 organizou em Paris a Sociedade Parisience de Estudos Espíritas, adotou o nome de
Allan Kardec, alegando ser este seu nome na outra encarnação.

NO BRASIL – antes mesmo da morte de Allan Kardec, em 1869, Luiz Olímpio Teles de
Menezes fundou em Salvador-BA, o primeiro centro espírita do Brasil, em 1865.

Suas principais doutrinas


Allan Kardec ensina que o espiritismo é a terceira revelação da humanidade. Segundo
ele, Moisés foi a primeira, Cristo a segunda, e Kardec a terceira. Na Bíblia, porém, há um abismo
intransponível entre o Cristianismo e o Espiritismo.
REENCARNAÇÃO – no mundo do ocultismo, outras palavras e expressões são usadas
para designar a reencarnação: transmigração, renascimento, metempsicose.
Hoje, a crença na reencarnação tornou-se muito popular, inclusive por que ela (segundo
eles) visa aperfeiçoar a humanidade no sentido moral, espiritual e até físico. Alguns deles crêem
que a pessoa pode reencarnar-se num animal ou até mesmo num inseto. Os adeptos do Hare
Krishna, por exemplo, não matam uma barata, pois correm o risco de estar matando a própria avó.
O kardecismo não crê na transmigração das almas; ensinam que os espíritas somente
reencarnam em seres humanos, sejam estes homens ou mulheres. Os espíritas jactam-se de ter a
explicação para o sofrimento humano. Quem nasce com defeito físico, por exemplo, é sinal que
está incluso na Lei do Carma. Isto é, esta pessoa está pagando o que fez em outras
reencarnações, e, assim terá de prosseguir até aperfeiçoar-se. Por essa razão, procuram ser
generoso, fundam creches e dão assistência aos necessitados. Reencarnação e boas obras são os
meios para a Salvação, segundo eles. Através da reencarnação o espiritismo tira todos os méritos
de Jesus como Salvador da humanidade.

CULTOS AFRO-BRASILEIROS
Os Cutos Afro-brasileiros chegaram ao Brasil através dos escravos africanos, na era
colonial. Os três primeiros grupos são: UMBANDA, QUINBANDA E CANDOMBLÉ.
Eles não se consideram espíritas. O chamado alto espiritismo não lida com adivinhações
como búzios, quiromancia, nem os diversos ramos da cartomancia e outras formas de adivinhação.
A coluna vertebral desse ramo do espiritismo é a reencarnação e a necromancia condenadas pela
Bíblia (Dt 18:11). Da mesma forma os cultos afro-brasileiros são feitiçarias pois todos mexem em
encantamentos, espíritos e magias. Isaías descreve com precisão essas práticas condenadas pela
Palavra de Deus (Is 65:3-5).

UMBANDA
Aqui há uma mescla de raças. Há elementos indígenas, pagelança, bebidas, ervas para
banhos, charutos, etc. Elementos africanos – candomblé; e elementos brancos – as imagens do
catolicismo romano. Os orixás correspondem aos santos da igreja católica.

ESTEADESB – SR. DO BONFIM, BA 14/14


Curso Básico em Teologia Religiões e Seitas I

CANDOMBLÉ
É ramo tipicamente africano. Há variedades em suas práticas, por que vieram de várias
religiões da África. Umbanda e Candomblé são chamados XANGÔ em alguns Estados do
Nordeste
como Alagoas e Pernambuco e no agreste nordestino são conhecidos como CATIMBÓ.

QUIMBANDA
É a Magia Negra. O deus principal deles é EXÚ, Lúcifer, Beelzebú e o próprio Satanás. O culto
deles é prestado diretamente a Satanás. Diferente da umbanda e do candomblé, estes adoram a
Satanás, mas de maneira disfarçada. Os adeptos do culto afro-brasileiro são mais receptivos ao
Evangelho de Jesus do que os kardecistas. Os adeptos do chamado Alto Espiritismo são
arrogantes e presunçosos. Eles acham que já tem o Evangelho de Allan Kardec, e daí pensam que
não precisam de Jesus.

ESTEADESB – SR. DO BONFIM, BA 15/14