Você está na página 1de 6

O DESENVOLVIMENTO ECONOMICO A PARTIR DE POLÍTICAS PÚBLICAS

REGIONALIZADAS
1 2
Marco Antonio Henrique , Fábio Ricci (orientador)

UNITAU - Universidade de Taubaté. Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação.


Rua Visconde do Rio Branco, 210, centro, Taubaté – SP
Tel. (12) 3625 4217. www.unitau.br/prppg
1
Mestre em Gestão e Desenvolvimento Regional - PPGDR - UNITAU. Contador Público Federal.
marcohhenrique@hotmail.com
2
Doutor em História Econômica – FFLCH-USP. Professor Doutor da Universidade de Taubaté
professorfabioricci@gmail.com

Resumo- O presente artigo discute a relação entre as políticas públicas e o consequente crescimento e
desenvolvimento econômico regional. Desenvolvimento econômico tem um conceito mais amplo que
crescimento uma vez que abrange não apenas o aumento da riqueza, mas também melhorias efetivas nos
padrões de vida das pessoas de determinado lugar. Apresenta e discute políticas econômicas localizadas e
seus impactos regionais: as decisões de investimentos baseados em incentivos fiscais, a fiscalização de
tais políticas e os impactos dela decorrentes. O artigo aborda ainda (embora superficialmente) a situação do
país hoje, suas necessidades e perspectivas diante dos problemas atuais e sua inserção na economia
internacional.

Palavras-chave: políticas, crescimento econômico, desenvolvimento regional.


Área do Conhecimento: Ciências Sociais Aplicadas - Economia

Introdução
O desenvolvimento econômico regional tem Material e Métodos
sido objeto de diversos estudos e a conseqüência Segundo Vergara (2000, p.12) “método é um
de políticas estruturadas e elaboradas para essa caminho, uma forma, uma lógica de pensamento”.
finalidade tem sido de vital importância e de Nesse aspecto, o método é a maneira utilizada
grande aceitabilidade pela sociedade civil, pelo autor para se chegar aos resultados
sobretudo em época em que o conceito de esperados na pesquisa, é a maneira utilizada pelo
governança esta sendo discutido e cada vez mais pesquisador para desenvolver uma pesquisa.
aceito pelos cidadãos. Neste sentido, com o método chega-se a
Algumas políticas têm como conseqüência o conhecimentos válidos e verdadeiros, traçando o
aumento da riqueza local pela atração de caminho a ser seguido, detectando erros e
investimentos, sobretudo de grandes empresas e auxiliando as decisões do cientista, significa a
isso caracteriza o crescimento econômico, pois escolha dos procedimentos sistemáticos para a
altera o valor do PIB - Produto Interno Bruto do descrição e explicação dos fenômenos, ou seja,
local e aumenta a riqueza. ao estudar determinado objeto, a metodologia
No entanto, o padrão de vida das pessoas mostra quais os procedimentos utilizados pelo
continua inalterado: o mesmo padrão de consumo, pesquisador para atingir seu fim (RICHARDSON,
educação estagnada, condições de moradia 1999; LAKATOS, 2003).
inalteradas e sem que a riqueza acumulada tenha Quanto aos objetivos, esta é uma pesquisa
possibilitado efetivas melhorias na sociedade – exploratória e descritiva, já que busca tornar
não trouxe o desenvolvimento econômico. explícito, explorar descrever e conhecer as
O que se espera é que as regiões estudem e características das políticas públicas no
elaborem meios de melhoria efetiva da região, desenvolvimento econômico regional: discute e
meios que levem ao desenvolvimento regional. propõe novos entendimentos para posteriormente
Isso pode ser conseguido através de políticas permitir a proposta de estudos mais aprofundados.
sérias que tragam riqueza para o local e um É uma pesquisa exploratória, pois foi realizada
planejamento estratégico que leve a melhoria nos em uma área em que há pouco conhecimento
padrões de vida da população. acumulado e sistematizado (VERGARA, 2000).

XV Encontro Latino Americano de Iniciação Científica e 1


XI Encontro Latino Americano de Pós-Graduação – Universidade do Vale do Paraíba
Com relação ao delineamento, trata-se de uma da miséria através de um trabalho mais
pesquisa bibliográfica, uma vez que foram bem qualificado, por exemplo), quanto
utilizados livros, leis e outros materiais de natureza também participar melhor da vida pública.
bibliográfica. Com a pesquisa bibliográfica foi IV. Garantias de transparência: Referem-se à
possível: recolher, selecionar e interpretar as necessidade de uma pessoa esperar
contribuições teóricas já existentes sobre o sinceridade em sua relação com outras
assunto. A análise desses trabalhos já existentes pessoas, instituições e com o próprio
possibilitou o conhecimento das contribuições Estado. Além de essencial para a coesão
científicas sobre o assunto abordado no trabalho social, ela pode ter papel importante na
(MARTINS, 1994). prevenção da corrupção, por exemplo.
V. Segurança protetora: resguarda os
Resultados vulneráveis de caírem na miséria extrema
O crescimento da riqueza em determinado local através de uma rede de seguridade social
provoca o crescimento do PIB – Produto Interno e outras medidas que visem as garantias
Bruto. Isso acontece em nível regional a partir do mínimas de sobrevivência das pessoas.
aumento de empresas e de atividades de alto Ainda, de acordo com Sen (2000), essas
valor agregado, atividades que trazem riqueza medidas propostas essas medidas teriam eficácia
para o local. Isso impacta diretamente no aumento maximizada em economias subdesenvolvidas já
da arrecadação de impostos por parte da que atingem a base e possibilitariam ampliar suas
administração pública e em alguns casos liberdades individuais e alcançar o
melhorias no local onde as empresas estão desenvolvimento.
instaladas. Essas melhorias algumas vezes são Para Fonseca (2006), o desenvolvimento
realizadas pelas próprias empresas com o capital ocorre através do crescimento econômico, e para
privado e em outros casos são oferecidos pelo isso é necessário o investimento, seja público ou
poder público como parte de uma “facilidade” ou privado. Torna-se necessária uma economia de
incentivos fiscais para que a empresa se instale recursos, onde os excedentes serão utilizados
naquele lugar (HENRIQUE, 2011). para financiar o investimento. No setor privado
No entanto, o que se espera não é apenas a isso acontece quando a empresa decide investir
melhoria na riqueza ou no aumento do PIB, mas nos recursos produtivos e no local em que esta
uma melhoria efetiva na vida das pessoas. Que localizada. Em nível internacional quando uma
essa riqueza traga desenvolvimento econômico: multinacional investe no país onde esta localizada
melhores condições de vida, melhorias efetivas na e não transfere os lucros para a matriz em outros
qualidade e no acesso a melhores níveis de países. No setor público, o excedente,
educação, diminuição da pobreza, emprego e denominado superávit ocorre quando o governo
outras variáveis econômico-sociais. gasta menos do que arrecada com a tributação.
Amartya Sen (2000) aborda o desenvolvimento Quando esse valor é utilizado para financiar
efetivo a partir da liberdade dos indivíduos investimentos permanentes no país ou para
envolvidos nesse processo. Isso acontece a partir financiar investimentos privados de interesse
da adoção de liberdades instrumentais: nacional, ocorre a condição necessária para o
I. Liberdades políticas: Incluem os direitos crescimento e o desenvolvimento econômico.
civis, e referem-se à liberdade de escolha No Brasil, dados do IPEA (2010) mostram que
por parte das pessoas sobre que deve nos últimos anos houve uma diminuição da
governar e porque, além dos direitos de pobreza e isso trouxe melhorias: maior acesso aos
fiscalização e crítica dos governantes bens de consumo; maior acesso a todos os níveis
através de uma imprensa livre e atuante. A de educação, sobretudo a educação universitária,
manifestação de seu direito de escolha e diminuição da pobreza e melhorias em todos os
de crítica. níveis sociais. Isso mostra uma mudança do
II. Facilidades econômicas: Oportunidades sistema político nacional que busca não somente
por parte das pessoas para utilizar o crescimento, mas o desenvolvimento
recursos econômicos para o consumo, econômico.
produção ou troca. Para isto, os No entanto, essa melhoria não extingue o
mecanismos de mercado podem ter um problema de desigualdade social no Brasil que
valor fundamental, já que permitem a livre ainda é bastante evidente, sobretudo nas área
circulação de pessoas e produtos na mais pobres do país.
economia. A diminuição do distanciamento social entre as
III. Oportunidades sociais: Referem-se aos diversas classes sociais é o que deve ser buscado
serviços de saúde, educação, etc, que nas políticas públicas. Isso inclui políticas de
permitem ao indivíduo não apenas viver crescimento econômico atreladas às políticas de
melhor em sua vida privada (escapando desenvolvimento econômico, a idéia de “deixar o

XV Encontro Latino Americano de Iniciação Científica e 2


XI Encontro Latino Americano de Pós-Graduação – Universidade do Vale do Paraíba
bolo crescer para depois realizar a repartição” não incentivos governamentais, como redução
se enquadra no país de hoje (SENHORAS, 2007). tributária, o que tornará o município propício á
A participação da sociedade na elaboração, instalação de empresas, por não onerar de
acompanhamento e fiscalização de tais políticas maneira intensa o sistema de arrecadação através
está se tornando uma realidade no país de hoje. O de altas taxas de impostos. É importante salientar
sistema burocrático de governo que surgiu da que as políticas de incentivos fiscais e doação de
necessidade do controle da corrupção existente e terras precisam ser fiscalizadas pelos agentes
posteriormente o surgimento do conceito de governamentais, pois a falta de fiscalização pode
“governança” que levou o cidadão na participação levar as empresas a obterem os benefícios sem
política do país fez com que o sistema iniciasse uma efetiva contraprestação (HENRIQUE, 2011).
um longo período de mudança. Essa mudança, Também o que favorece crescimento e o
que iniciou há tempos atrás, está em desenvolvimento regional são melhorias na infra-
desenvolvimento e ainda tem muito a fazer, mas já estrutura: nas estradas, por exemplo, o que
começou e isso é o mais importante (HENRIQUE, facilitará o escoamento da produção e também
2011). incentivos que aumentam o grau de
O acumulo de capital em determinado local competitividade e oferecem segurança para outros
deve ser acompanhado de melhoria dos padrões investidores. Significa, sobretudo, maiores
de vida. O governo pode alcançar esses objetivos investimentos públicos em despesas de capital
através de políticas desenvolvimentistas. As (investimento) e uma diminuição das despesas
políticas voltadas ao desenvolvimento dos correntes no setor público (LAVOR, 2007).
municípios a priori concentravam-se O sistema tributário apresenta um efeito
especialmente no desenvolvimento econômico do importante no resultado financeiro das empresas e
território, políticas orientadas especialmente para na condução do negócio em geral. Os altos
a geração de empregos. Atualmente, a área de tributos reduzem a eficiência competitiva das
atuação dessas iniciativas de desenvolvimento empresas, reduzem drasticamente o poder
regional foi ampliada e passaram a atuar não mais aquisitivo das famílias e são prejudiciais ao
no campo puramente econômico, mas passaram a desenvolvimento. Por outro lado quando cobrados
priorizar o desenvolvimento humano e social. Tal em níveis baixos, geram déficits orçamentário, o
inovação nas políticas públicas de que tem por conseqüência o processo
desenvolvimento tem por objetivo favorecer a inflacionário. No entanto quando usado de
inclusão social e diminuir as distorções maneira ideal, a tributação pode promover a
provocadas pelo sistema de concentração de eficiência e a produtividade, fatores que levam ao
renda (SENHORAS, 2007). desenvolvimento regional (FONSECA, 2006).
O planejamento econômico no processo de Keynes defendia a idéia da intervenção estatal
desenvolvimento é algo necessário por parte dos na economia em épocas de crise tendo por
governantes, tendo como finalidade promover e objetivo manter o pleno emprego dos recursos.
alavancar o desenvolvimento, pois torna-se Dessa idéia inovadora surgiram os pilares da
necessária a coordenação das atividades tendo macroeconomia moderna e revolucionou sua
em vista um crescimento sustentável. Crescimento época. As políticas públicas de desenvolvimento
sustentável pode ser definido como o crescimento são bastante complexas, uma vez que o governo
capaz de se sustentar no decorrer do tempo. precisa fazer escolhas sobre quais segmentos
A liberalidade econômica e posteriormente o serão beneficiados com suas políticas.
neoliberalismo, defendido por muitos estudiosos Geralmente, em escala regional as escolhas são
como a força reguladora da economia sem a motivadas por interesses econômicos localizados.
intervenção estatal, ou o livre mercado, onde as Um exemplo na escolha dos segmentos pode ser
flutuações da economia acontecem como um observado no município de São José dos Campos
processo natural, ou ainda, a mão invisível – SP, onde as políticas de incentivos fiscais
defendida por Adan Smith mostrou-se incapaz de beneficiam atividades de construção civil,
organizar a economia. Esse debate não diz informática e pesquisa & desenvolvimento, áreas
respeito propriamente ao planejamento, mas ao consideradas primordiais para a economia local
papel do Estado no processo de desenvolvimento (HENRIQUE, 2011).
(FONSECA, 2006, p.25). Através de políticas econômicas, fiscais e
Nesse aspecto, para que haja um crescimento monetárias o governo controla o sistema
acompanhado de desenvolvimento econômico econômico como um todo, mantendo dentro dos
regional, torna-se necessário a atração de novos patamares aceitáveis e previamente estipulados
investimentos para o local, o que facilitará o as metas de inflação e o desenvolvimento
acúmulo de capital e assim a renda e o Produto econômico. Entretanto, esta é uma situação
Interno Bruto. Esse processo, que provoca uma bastante contraditória, uma vez que ao estipular
expansão econômica, deve ser seguido de maiores taxas de juros a fim de controlar a

XV Encontro Latino Americano de Iniciação Científica e 3


XI Encontro Latino Americano de Pós-Graduação – Universidade do Vale do Paraíba
inflação, o governo encarece e desestimula o melhores condições de vida é o estudo. A
crédito, fator que tem como conseqüência uma globalização trouxe consigo a necessidade de
estagnação econômica e que diminui o mão-de-obra qualificada para trabalhar nas
crescimento (VASCONCELLOS, 2002). empresas que se instalaram em diversas pares do
A partir de 1994, com a implantação do Plano mundo. Na economia globalizada, a educação
Real, o Brasil tem apresentado elevada ganha cada vez mais importância, sendo um fator
volatilidade do produto e baixo crescimento médio, necessário para o processo de mobilidade social.
ou seja, relativa estabilidade dos preços tendo As pesquisas mostram um avanço no sistema de
como recompensa um pequeno crescimento ensino do país, principalmente no ensino superior,
econômico. O Plano Real, trouxe estabilidade a onde as matrículas aumentaram de maneira
moeda, fator responsável pela diminuição significativa. Isso em parte deve-se ao sistema de
considerável da inflação, que em outros tempos ensino a distancia, que cada vez mais ganha
diminuía de maneira significativa o valor da espaço no país. Entretanto, um desafio para os
moeda, onerando principalmente as classes próximos anos é aumentar o nível de ensino da
menos favorecidas, ou seja, aqueles que vivem de população sem deixar de lado a qualidade do
salário e não possuem renda (MIKHAILOVA, ensino, criar mecanismos eficazes de medição da
2008). qualidade do ensino oferecido: da educação
Para manter a inflação a níveis aceitáveis, a básica ao ensino superior (SICSÙ, 2007).
política monetária usou de mecanismos restritivos: O Brasil de hoje necessita de uma mudança
aumento das taxas de juros e aumento do estrutural em seus diversos aspectos: uma
recolhimento compulsório. Com isso o governo mudança no sistema tributário; sistema trabalhista
conseguiu controlar o volume de moeda na e mudanças de ordem institucional. O aspecto
economia e assim controlar o crédito. Com isso o tributário, com sua elevada carga de impostos
país teve um baixo crescimento econômico nos incidentes sobre os mais variados produtos, onera
últimos anos, pois as altas taxas de juros cobradas de maneira significativa as empresas e faz com
pelos bancos desmotivaram a população ao que elas percam competitividade frente ao
consumo e o aumento do recolhimento mercado nacional e internacional. O aspecto
compulsório fez com que diminuísse a quantidade trabalhista, com suas inúmeras leis e
de dinheiro disponível nos bancos para regulamentos, encarecem o sistema produtivo e
empréstimos. Essa política teve como faz com que a contratação seja complicada. Outro
conseqüência uma maior dificuldade de aspecto de vital importância é que o Brasil deve
investimento no país, investimento esse buscar alcançar maior credibilidade de suas
necessário ao crescimento e desenvolvimento instituições. Escândalos dos mais variados e
econômico (POHLMANN, 2008) sistema inoperante fazem com que o Brasil seja
As políticas públicas voltadas ao crescimento e visto como um país onde falta a seriedade e
conseqüentemente ao desenvolvimento têm como impera a desordem. Tornam-se dessa maneira
meta fazer o Brasil crescer, aumentar a qualidade responsáveis pelo desenvolvimento ou não, de
de vida da população e inserir o país no mundo determinada região. Instituições sérias eficientes e
globalizado. Entretanto, uma questão ainda acima de tudo democráticas são fundamental a
bastante difundida no Brasil é a desigualdade qualquer nação, uma vez que se tornam um cartão
social. O país cresce, aumentam os níveis de de visitas daquele local (FURLANETO, 2008).
exportação, aumenta o Produto Interno Bruto, no A análise de indicadores econômicos e sociais
entanto pessoas ainda vivem abaixo da linha da dos últimos anos mostra que o país teve melhoras
pobreza. Políticas públicas têm sido criadas com a em seus diversos aspectos econômicos e sociais.
finalidade de diminuir as desigualdades e Mas outros desafios ainda permanecem, a médio
favorecer a erradicação da pobreza, entre os e a longo prazo, entre os quais: diminuir o déficit
quais: Fome Zero; Bolsa Família; no entanto muito previdenciário, já que a população envelhece e o
mais ainda precisa ser feito para alcançarmos sistema previdenciário atualmente já passa por
níveis igualitários de distribuição de renda. Essas problemas; favorecer o crescimento e
políticas de transferência de renda têm um efeito a desenvolvimento econômico; favorecer o
curto prazo, sendo necessário a longo prazo que o crescimento econômico, criando um ambiente
governo crie políticas de desenvolvimento favorável a novos investimentos, como por
econômico que terá como conseqüência a exemplo, através de políticas tributárias menos
diminuição do desemprego. Uma vez empregado, onerosas ou melhorando o sistema de infra-
o trabalhador terá condições de se qualificar e estrutura do país; usar os recursos provenientes
buscar qualidades de vidas mais digna a ele e a do crescimento econômico para favorecer e tornar
sua família (MARQUES, 2008). possível um desenvolvimento sustentável,
Um fator chave para que as pessoas progridam melhorando as condições de vida da população
mudem de classe social, almejando assim, como um todo (REGO, 2006).

XV Encontro Latino Americano de Iniciação Científica e 4


XI Encontro Latino Americano de Pós-Graduação – Universidade do Vale do Paraíba
Outro fator de vital importância diz respeito ás terá ocorrido o desenvolvimento regional
políticas ambientais, uma vez que estas nem (HENRIQUE, 2011).
sempre acompanham as políticas de
desenvolvimento. O crescimento das cidades, o Discussão
processo de industrialização e a necessidade cada O que se busca hoje é o desenvolvimento
vez maior das pessoas por produtos trazem econômico, ou o desenvolvimento regional em
consigo a necessidade de recursos naturais, que níveis localizados. As políticas públicas tem sido a
por sua vez são tirados da natureza e são ferramenta para alcançar esses objetivos. No
recursos não renováveis. Um fator importante é entanto, embora a pobreza tenha apresentado
que a melhoria da qualidade de vida faz com que queda em todas as regiões do país, ainda existe
as pessoas tenham acesso a mais produtos, muito que ser feito.
aumentando dessa forma a quantidade de lixo Quando se trata de desenvolvimento, a
produzida e contribuindo para a degradação educação é a base de todo um sistema. O acesso
ambiental (RESCHILIAN, 2005). aos diversos níveis de ensino mostra uma
O governo, em parceria com entidades ligadas à universalização e democratização, sobretudo da
proteção ambiental tem feito diversos trabalhos no educação superior. Mas e a qualidade de tal
sentido de proteger o meio ambiente, em especial educação, o que esta sendo feito para buscar a
trabalhos e projetos com a finalidade de evitar o qualidade do ensino? Não basta o aumento do
desmatamento da floresta Amazônica. Entretanto, acesso, mas também a qualidade da educação. O
o fato do Brasil ser um país continental, dificulta a mesmo ocorre com a segurança pública.
fiscalização e o desmatamento continua. Torna-se Desenvolvimento é liberdade, e essa liberdade
necessário um crescimento e desenvolvimento tem sido desconsiderada quando observamos os
sustentável, uma vez que os recursos são altos níveis de criminalidade do país. Muito mais
limitados, enquanto que as necessidades ainda precisa ser investidos nessa área.
humanas são ilimitadas (VASCONCELLOS, 2002). A fiscalização das políticas públicas (inclusive
O desenvolvimento sustentável deve ser capaz as de incentivos fiscais que visam o
de atender as necessidades do presente sem desenvolvimento econômico) tem sido cada vez
comprometer a capacidade de as futuras gerações mais rígidas e punidas nos rigores da lei. No
satisfazerem as suas próprias necessidades. Esse entanto, a mídia sempre traz casos de corrupção e
conceito de sustentabilidade mostra a desvio de dinheiro público. Tal fato tem sido
necessidade que os povos têm de preservar os interpretado por alguns como uma melhor
recursos naturais e assim garantir um futuro fiscalização dos recursos públicos e por isso os
melhor para as futuras gerações (CAVALCANTI, casos estão aparecendo e por outros como um
1994). aumento dos casos de corrupção. Cabe a cada
Um grande desafio dos tempos atuais é um analisar a conjuntura atual da sociedade e tirar
garantir um crescimento econômico sustentável, suas próprias conclusões.
aumentando dessa forma a produtividade e a
necessidade de recursos ao mesmo tempo em
que mantém a natureza livre da degradação e Conclusão
conserva seus recursos. A falta de alimentos e de O desenvolvimento econômico regional deve
água potável já é uma realidade, a falta de ser buscado a fim de tornar esse país continental
recursos destinados a indústria também, em mais igualitário com relação ao seu
especial a questão da energia limpa, que já toma desenvolvimento. A diminuição da desigualdade
conta dos principais temas e discussões a respeito social deve ser buscada pelos governantes
de crescimento e desenvolvimento econômico independente da esfera de governo: federal
sustentável. O aquecimento global já é uma estadual e municipal.
realidade comprovada embora a maior parte de O crescimento econômico diz respeito ao
seus efeitos devastadores sejam esperados para aumento do PIB em determinado local, mas não
os próximos anos (ROCHA, 2003). trata outros valores importantes para a sociedade.
Governança implica buscar nas ações políticas O desenvolvimento econômico deve ser buscado
as respostas antes determinadas teoricamente em todas as esferas de governo, sobretudo no
nas políticas públicas. É fiscalizar as ações do aspecto regional, tendo em vista que o país possui
governo no que diz respeito ao desenvolvimento dimensões continentais e cada região necessita
econômico e aos gastos públicos (não apenas o de políticas específicas que norteie os
desembolso do erário público, mas também a investimentos localizados tendo em vista a
renuncia de receita pública através dos incentivos maximização do retorno em benefícios reais.
fiscais). Quando o cidadão olhar em sua volta e As políticas públicas funcionam como uma
observar melhorias efetivas na vida das pessoas, ferramenta através do qual as ações políticas são
melhoria essa acompanhada de liberdade, então implementadas em seus diversos níveis e setores.

XV Encontro Latino Americano de Iniciação Científica e 5


XI Encontro Latino Americano de Pós-Graduação – Universidade do Vale do Paraíba
Essas políticas e as ações delas decorrentes de Economia, v. 34, n. 3 (ano 32), p. 91-112,
passaram na ser mais bem fiscalizadas nos set./dez. 2008. Editora UFPR
últimos anos, tanto por parte dos órgãos
fiscalizadores (Ministério Público Federal, MARTINS, G. A. Manual para a Elaboração de
Controladoria Geral da União, Tribunal de Contas Monografias e Dissertações. 2.ed. São Paulo:
da União e dos estados entre outros) quanto pela Atlas, 1994
sociedade que passou a ter consciência de seus
direitos e entendeu que as políticas e ações dela MIKHAILOVA, I. MARQUES, K. D. COLLET, L. A
decorrentes dizem respeito aos seus recursos dinâmica macroeconômica à luz da política
arrecadados através dos impostos e tributos econômica adotada no Brasil de 1994 a 2006.
cobrados. Desta forma, a governança criou novos Perspectiva Econômica, Santa Maria – RS, v. 4,
paradigmas que mudou todo um sistema n. 2:01-21 jul/dez 2008
existente.
POHLMANN, E. L. TRICHES, D. Análise do
desempenho da política monetária no Brasil após
Referências o Plano Real. Perspectiva Econômica. Santa
Maria – RS, v. 4, n. 2:01-21 jul/dez 2008
CAVALCANTI, C. (org.) Desenvolvimento e
Natureza: Estudos para uma sociedade REGO, J. M. LACERDA, A. C. BOCCI, J. I.
sustentável. INPSO/FUNDAJ, Instituto de BORGES, M. A. MARQUES, R. M. Economia
Pesquisas Sociais, Fundação Joaquim Nabuco, Brasileira. 3 ed – São Paulo: Saraiva, 2006.
Ministério de Educação, Governo Federal, Recife,
Brasil. Octubre 1994. p. 262. Disponível em: RESCHILIAN, P; R. O Vale do Paraíba no
<http://168.96.200.17/ar/libros/brasil/pesqui/cavalc contexto da urbanização brasileira e a questão do
anti.rtf>. planejamento regional. Revista de Ciências
Humanas. Taubaté, v. 11, n. 1, p. 25- 32, jan./jun.
FONSECA, M. A. R. Planejamento e 2005.
desenvolvimento econômico. São Paulo:
Thomson Learning, 2006. ROCHA, M. T. Aquecimento global e o mercado
de carbono: uma aplicação do modelo Cert. 2003.
FURLANETTO, E. L. Instituições e 214f. Tese de Doutorado – Universidade São
desenvolvimento econômico: a importância do Paulo, 2003
capital social. Revista de Sociologia Política.
Curitiba, v. 16, número suplementar, p. 55-67, ago. SEN, A. K. Desenvolvimento como Liberdade /
2008 Amartya Sem; tradução Laura Teixeira Motta;
revisão teórica Ricardo Doniselli Mendes. – São
HENRIQUE, M. A. Gestão Pública e a Questão Paulo: Companhia das Letras, 2000.
Tributária: um estudo sobre o ISS e o IPTU nos
municípios de São José dos Campos e Taubaté. SENHORAS, E. M. Caminhos bifurcados do
2011.162f. Dissertação (Mestrado em Gestão e desenvolvimento local – as boas práticas de
Desenvolvimento Regional) – Universidade de gestão pública das cidades entre a competição e a
Taubaté, Taubaté, 2011. solidariedade. Revista Brasileira de Gestão e
Desenvolvimento Regional, Taubaté, v. 3, n. 2,
IPEA – Instituto de Pesquisa Econômica p. 3-26, mai-ago/2007. Disponível em
Aplicada. Comunicado do IPEA n° 58. Dimensão, <WWW.rbgdr.com.br>. Acesso
evolução e projeção da pobreza por região e por em 29 de jun. 2011.
estado no Brasil. Rio de Janeiro, 13 de julho de .
2010. Disponível em < http://www.ipea.gov.br>. SICSÙ. A. B. BOLAÑO, C. R. S. Ciência,
Acesso em 01 de jul de 2011. tecnologia e desenvolvimento regional. Revista
Brasileira de Gestão e Desenvolvimento
LAVOR, E. M. São José dos Campos: O Regional, Taubaté, G&DR • v. 3, n. 1, p. 23-50,
Desenvolvimento Industrial, seus efeitos sobre os jan-abr/ Disponível em
Setores Econômicos Urbanos e a Concentração <WWW.rbgdr.com.br>. Acesso em 01 de jun.
Regional. 2007.137f. Dissertação (Mestrado em 2011.
Gestão e Desenvolvimento Regional) –
Universidade de Taubaté, Taubaté, 2007 VASCONCELLOS, M. A. S. Economia: micro e
macro – 3. ed. – São Paulo: Atlas, 2002.
MARQUES, R. M. MENDES, A. Sobre a política
de combate a pobreza no governo Lula. Revista

XV Encontro Latino Americano de Iniciação Científica e 6


XI Encontro Latino Americano de Pós-Graduação – Universidade do Vale do Paraíba