Você está na página 1de 3

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA - UDESC

CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS - CCT


DEPARTAMENTO DE QUÍMICA - DQMC
Curso: Licenciatura em Física - 2º fase Disciplina: Físico-Química Professora: Fabíola Corrêa Viel

LISTA 03 – EQUILÍBRIO QUÍMICO

1. Escreva as expressões das constantes de equilíbrio Kp, Kx e Kc para cada uma das seguintes
reações:
a) CO(g) + 2 H2(g) CH3OH(g)
b) CO(g) + H2O(g) CO2(g) + H2(g)
c) 2 NO2(g) + 4 H2(g) N2(g) + 4 H2O(g)
2. Coloque as seguintes reações em ordem crescente da tendência de se completarem:
a) 4 NH3(g) + 3 O2(g) 2 N2(g) + 6 H2O(g) K = 1,0 x 10228
b) N2(g) + O2(g) 2 NO(g) K = 5,0 x 10-31
c) 2 HF(g) H2(g) + F2(g) K = 1,0 x 10-13
d) 2 NOCl(g) 2 NO(g) + Cl2(g) K = 4,7 x 10-4
3. Para a reação PCl5(g) PCl3(g) + Cl2(g) , KC = 1,77 a 250 oC. Um recipiente de 4,5
litros contém 2,57 moles de PCl5, 6,39 moles PCl3 e 3,20 moles de Cl2 a 250 o C. O sistema está em
equilíbrio?
4. Para a reação 2NOCl(g) 2NO(g) + Cl2(g), KP = 3,29 x 10-4 a 796 o
C. Nesta
temperatura, estes componentes num certo recipiente têm as pressões parciais: pNOCl = 3,46 atm;
pNO = 0,110 atm e pCl2 = 0,430 atm. O sistema está em equilíbrio?
5. A 1205 o C KC para a reação 2CO(g) + O2(g) 2CO2(g) é 7,09 x 1012. Calcular KP nesta
temperatura.
6. KP do equilíbrio CO2(g) + H2(g) CO(g) + H2O(g) é 4,40 a 2000 K. Calcule KC para
esta temperatura.
7. O valor de KC para o equilíbrio CO(g) + H2O(g) CO2(g) + H2(g) a 600 K é 302. Um
recipiente de 1,00 litro contém em equilíbrio 0,10 moles de CO, 0,20 moles de H2O e 0,30 moles de
CO2 a 600 K. Calcule [H2]. Resp.: 20,1 molar
8. A 700 K, ∆G = -13,5 kJ para a reação CO(g) + 2H2(g) CH3OH(g). Calcule o valor de KP
para a reação a 700 K. Resp.: 10,2
9. A 527 o C, a reação CO(g) + H2O(g) CO2(g) + H2(g) tem KP = 5,10. Qual o ∆G800
K, em kJ, para esta reação? Resp.: -10,8 kJ.
2
10. Use os dados da tabela de energia livre para calcular KP, a 25 o C, para a reação
2HCl(g) + F2(g) 2HF(g) + Cl2(g) Resp.: 5 x 1061
o
11. A 25 C, em uma mistura de N2O4 e NO2 em equilíbrio, a uma pressão total de 85,5 kPa, a
pressão parcial do N2O4 é 57,0 kPa. Calcule para a reação
N2O4(g) 2NO2(g)
a) Kp b) Kc c) ∆G°298 K, em kJ
12. Constantes de equilíbrio para as reações:

SnO2(s) + 2 H2(g) Sn(s) + 2 H2O(g) e

H2(g) + CO2(g) CO(g) + H2O(g)

são Kc1 e Kc2, respectivamente.

a) Encontre uma relação para a constante de equilíbrio (Kc3 ) para a reação a seguir como uma
função de Kc1 e Kc2. SnO2(s) + 2 CO(g) Sn(s) + 2 CO2(g)
b) Avalie o valor de Kc3 para Kc1 = 8,12 e Kc2 = 0,771
13. A pressão total da mistura de N2O4 e NO2 é 1,5 atm. Calcule a pressão parcial de cada gás na
mistura em equilíbrio, se Kp = 6,75 atm-1 a 25 oC : NO2(g) N2O4(g)
14. As constantes de equilíbrio para as reações
2H2O(g) 2H2(g) + O2(g) e

2CO2(g) 2CO(g) + O2(g)

são Kp1 e Kp2, respectivamente.

a) Encontre uma relação para a constante de equilíbrio KP3 da reação a seguir, em função de Kp1 e
Kp2 H2(g) + CO2(g) CO(g) + H2O(g)
b) Avalie seu valor a 1565 K. Nesta temperatura, Kp1 = 1,6 x 10-11 e Kp2 = 1,3 x 10-10.
15. Considere o equilíbrio
PCl3(g) + Cl2(g) PCl5(g)
Como seria afetada a posição de equilíbrio pela:
a) Adição de PCl3 b) Remoção de Cl2 c) Remoção de PCl2
d) Diminuição do volume do recipiente e) Adição de He, sem variação de volume
16. Indique como cada uma das seguintes variações afeta a concentração de H2 no sistema a seguir,
para o qual ∆Hreação = +41 kJ. H2(g) + CO2(g) H2O(g) + CO(g)
a) Adição de CO2; b) Adição de H2O; c) Adição de um catalisador;
d) Aumento da temperatura; e) Redução do volume do recipiente
3
17. Considere o equilíbrio 2N2O(g) + O2(g) 4NO(g). Como a quantidade de NO, no
equilíbrio, será afetada pela:
a) adição de N2O b) remoção de O2 c) aumento de volume do recipiente
d) adição de um catalisador e) aumento da temperatura f) aumento da pressão
18. Para a reação 4NH3(g) + 3O2(g) 2N2(g) + 6H2O(l), como a quantidade de NH3,
no equilíbrio, será afetada pela:
a) Adição de O2 ao sistema b) Adição de N2 ao sistema
c) Remoção de água do sistema d) Diminuição do volume do recipiente
e) Diminuição da temperatura
19. Dada a reação (não balanceada) CO(g) + I2O5(s) I2(l) + CO2(g)
Suponha que a reação está em equilíbrio a 25 o C e a 1 atm. Qual o efeito de cada uma das seguintes
mudanças no sistema na formação dos produtos (aumenta, diminui ou nada ocorre)? Justifique! Use
o Princípio de Le Chatelier amparado por princípios termodinâmicos e de equilíbrio químico.
Dado para o I2O5(s) ∆H0f = -177,41 kJ.mol-1
a) Aumento do volume b) Diminuição da temperatura
c) Adição de CO d) Remoção de I2(l)
20. A equação (não balanceada) para a reação de fotossíntese é
CO2(g) + H2O(l) C6H12O6(s) + O2(g)
Suponha que a reação está em equilíbrio. Admita que o fenômeno do aumento ou diminuição do
gás carbônico causador do efeito estufa possa ser explicado apenas pelo processo de
fotossíntese. Qual o efeito de cada uma das seguintes mudanças na quantidade de gás carbônico
na atmosfera (aumenta, diminui ou não altera) pelas mudanças descritas abaixo ocorridas na
Terra? Justifique, através de uma explicação com base em conceitos termodinâmicos e de
equilíbrio químico.
a) A pressão atmosférica é aumentada; b) A temperatura da terra é aumentada;
c) Alguma quantidade de C6H12O6 é removida; d)Aumento das chuvas (água é adicionada)