Você está na página 1de 4

MT43G - TERMODINÂMICA METALÚRGICA 1

LISTA 2 - FUGACIDADE, ATIVIDADE, CONSTANTE DE EQUILÍBRIO E SOLUÇÕES

1. Calcule a constante de equilíbrio e a pressão parcial de equilíbrio do oxigênio para a


reação
ZrO2 = Zr + O2
∆G˚ = 259940 + 4,33 T log T - 59,12 T cal (1087589 + 18,12 T log T - 247,36 T J)
à 1727 ˚C (2000 K). Além disso, prediga a possibilidade de decomposição do cadinho de
zircônia pura sob vácuo de 10-5 mmHg (133.10-5 N/m2) à essa temperatura.
2. Calcule a constante de equilíbrio para a reação
<NiO> + (H2) = <Ni> + (H2O)
à 750 ˚C (1023 K) pelos dados abaixo:
<Ni> + ½(O2) = <NiO>; ∆G˚ = - 58450 + 23,55 T cal (- 244555 + 98,53 T J).
(H2) + ½(O2) = (H2O); ∆G˚ = - 58900 + 13,1 T cal (- 246438 + 54,81 T J).
É possível que uma chapa de níquel possa ser recozida à 750 ˚C (1023 K) em uma atmosfera
contendo 95 % H2O e 5 % de H2 em volume sem oxidação?
3. Uma mistura gasosa com a seguinte composição em volume:
CO: 30 %, CO2: 10%, H2: 10 % e N2: 50 %
é alimentada em um forno de tratamento térmico à 927 ˚C (1200 K). Calcule a composição
de equilíbrio da mistura gasosa, assumindo que a pressão total no forno é de 1 atm (101325
N/m2), a partir dos seguintes dados:
<C> + ½(O2) = (CO); ∆G˚ = -26700 - 21,0 T cal (-111713 - 87,86 T J).
<C> + (O2) = (CO2); ∆G˚ = - 94200 - 0,2 T cal (- 394133 - -0,84 T J).
(H2) + ½(O2) = (H2O); ∆G˚ = -58900 + 13,0 T cal (- 246438 + 54,39 T J).
Assuma que todos os gases se comportam idealmente.
4. A constante de equilíbrio para a decomposição do óxido de níquel
NiO = Ni + ½O2
é 1,514.10-11 e 2,355.10-8 à 527 ˚C e 727 ˚C (800 e 1000 K) respectivamente. Calcule o valor
da constante de equilíbrio à 627 ˚C (900 K) a partir dos seguintes dados:
CP,NiO = 11,18 + 2,02.10-3 T cal/grau/mol (46,78 + 8,45.10-3 T J/K/mol) na faixa entre 292 ˚C -
1527 ˚C.

Exercícios retirados de: Upadhyaya, G. S., Dube, R. K. Problems in metallurgical thermodynamics and kinetics. Oxford: Pergamon, 1977.
CP,Ni = 7,10 + 1,0.10-3 T - 2,23.105 T-2 cal/grau/mol (29,71 + 4,184.10-3 T - 9,33.105 T-2
J/K/mol) na faixa entre 357 ˚C - ponto de fusão.
CP,O2 = 7,16 + 1,0.10-3 T - 0,4.105 T-2 cal/grau/mol (29,96 + 4,184.10-3 T - 1,67.105 T-2 J/K/mol)
na faixa entre 20 ˚C e 2727 ˚C.
5. A constante de equilíbrio para a reação

na faixa de temperatura de 1563 ºC (1836 K) até 1750 ºC (2023 K) é dada por

Diga qual é a expressão para o ∆G˚ em função da temperatura. Encontre também o ∆G˚ para
a reação

a 1600 ºC (1873 K) a partir dos seguintes dados:

6. Calcule o vácuo necessário para a obtenção de molibdênio metálico a 800 ºC (1073 K) e


1000 ºC (1273 K) de acordo com a seguinte reação:

Dados:

7. Calcule a pressão parcial de vapor de Mg a 1200 ºC (1473 K) para a seguinte reação:

Exercícios retirados de: Upadhyaya, G. S., Dube, R. K. Problems in metallurgical thermodynamics and kinetics. Oxford: Pergamon, 1977.
Dados:

8. Em um forno com vácuo de 0,01 atm (1013 N/m²), um cadinho de magnésia irá se
decompor a 1000 ºC (1273 K) ?
Dados:

9. Calcule a constante de equilíbrio a 727 ºC (1000 K) para a reação

A partir dos seguintes dados:

Irá ocorrer a formação de FeO em uma chapa de aço recozida a 727 ºC (1000K) em uma
atmosfera contendo 10% CO, 2% CO2 e 88% N2?

Respostas:
1) K=2,455x10-19; PO2=2,455x10-19 atm; não.
2) K=240; sim.
3)H2O=2,4%;H2=7,6%;CO=32,4%;CO2=7,6%;N2=50%.

Exercícios retirados de: Upadhyaya, G. S., Dube, R. K. Problems in metallurgical thermodynamics and kinetics. Oxford: Pergamon, 1977.
4)K=8,995x10-10
5) ∆G˚=-32250 +14,51T cal, -29016 cal
6) 1,608x10-9 atm, 8,058x10-6 atm
7) 8,71x10-3 atm
8) Não.
9) 0,78; Não.

Exercícios retirados de: Upadhyaya, G. S., Dube, R. K. Problems in metallurgical thermodynamics and kinetics. Oxford: Pergamon, 1977.