Você está na página 1de 4

Exercícios – Farmacologia da dor

1 – Marque a(s) alternativa(s) correta(s) sobre os efeitos farmacológicos da morfina:

( ) Analgesia
( ) Euforia e sedação
( ) Depressão respiratória e supressão da tosse
( ) Náuseas, vômitos e constipação
( ) Miose
( ) Midríase

2- Sobre a Morfina marque a(s) alternativa(s) correta(s):

( ) Os efeitos adversos mais problemáticos são a constipação e a depressão respiratória


( ) A superdosagem aguda com Morfina produz coma e depressão respiratória
( ) A Morfina pode induzir a liberação de histamina, causando constrição brônquica e
hipotensão.
( ) O paciente não desenvolve tolerância à utilização de Morfina quando utilizada por um
determinado período
( ) Pupilas puntiformes é um sinal patognomônico de intoxicação aguda por opióide
( ) É considerada um analgésico de ação central
( ) Atua no componente emocional da dor

4 – Qual das seguintes afirmativas melhor caracteriza a morfina?

( ) Inibe os sintomas da abstenção em pessoas dependentes da heroína


( ) Em altas doses provoca morte por depressão respiratória
( ) É um antagonista opióide puro dos receptores δ, µ e К.
( ) Tem potencial de dependência igual ao da codeína
5 – Um homem de 36 anos, usuário de heroína, é encaminhado ao Pronto Socorro em função de
dificuldades de acordar. O exame clínico acusa respiração superficial e pupilas em “buraco de
alfinete”. Com a administração de naloxona, o paciente acorda. Em qual dos subtipos de
receptores opióides a naloxona está atuando quando observamos os efeitos de reversão da
depressão respiratória e da miose? Justifique.

()δ
()К
()µ

6- A Naltrexona, um agente amplamente utilizado na reabilitação de pacientes dependentes de


opióides, apresenta todas as características abaixo, exceto:

( ) Não apresenta atividade opióide-agonista em doses terapêuticas


( ) Possui ação de duração ação mais longa do que a Naloxona
( ) Precipita a Síndrome de abstenção em usuários de heroína
( ) Normalmente é administrada por via EV
( ) Sofre metabolismo de primeira passagem no fígado

3- No caso da utilização não terapêutica (abuso) de opióde, explique o fenômeno de dependência


física e dependência psicológica, bem como quais são os principais sintomas da síndrome de
abstinência apresentados pelos usuários neste caso.
7 – Ao analisar a figura apresentada, responda, com base no mecanismo de ação, a seguinte
questão: Um jovem chega à Emergência inconsciente e apresentando constrição pupilar e
depressão respiratória. Observam-se marcas de agulhas nas pernas.
Foi administrado lentamente Naltrexona, e o rapaz acorda. Por quê?

( ) A Naltrexona se liga ao opióde, inativando-o


( ) A Naltrexona é um estimulante do SNC
( ) A Naltrexona age como um antagonista competitivo dos
receptores para opiódes

8 – Com base na figura abaixo, explique o controle descendente da dor e os possíveis sítios de
ação dos fármacos opióides para o alívio da dor.

CI = Córtex insular; A= amígdala; H= Hipotálamo; PAG = Substância Cinzenta pariaquedutal; RVM=medula rostroventral.
9 – TP, 26 anos, desempregada e residente em São Paulo capital, desenvolveu dependência de
Heroína e atualmente ingressou em um programa de reabilitação que exige a utilização de
Metadona. Por quê?

( ) É um antagonista nos receptores opióides


( ) Apresenta atividade analgésica menos potente que a morfina
( ) Apresenta maior duração de ação do que a Morfina; assim, a abstinência é mais suave
do que a da Morfina
( ) Não causa constipação

11 – Com base na figura a baixo, explique os mecanismos de ação dos opióides:

12 – Com base na figura abaixo, explique os mecanismos pelos quais os fármacos opiódes e os
anti-inflamatórios não estereiodais (AINES) modulam a via nociceptiva.

Você também pode gostar