Você está na página 1de 4

Plano de Aula Autor(a) : Cristina Pierre de França Princípio : "Igualdade, diversidade e

inclusão social do negro no Brasil" Tema : Tema 5 - A presença negra nas artes
brasileiras Titulo : A brasilidade na obra de Estevão Silva Publico Alvo :
 Ens. Fund. - 7ª Série
 Ens. Fund. - 8ª Série
 Ens. Médio - 1ª Série

Disciplinas :
 Artes

Objetivos :
Relacionar o trabalho do artista Estevão Silva a produção de arte local e universal.

Reconhecer e identificar os elementos imagéticos e iconográficos de sua obra e a


construção de brasilidade que sua produção engendra.

Situar a obra do artista numa perspectiva histórica/estética e cultural que privilegia a


questão da identidade como configuradora de um lugar e de uma percepção específica

Conceitos :
 Identidade
 Brasilidade
 Natureza-morta
 Sensação
 Situação do artista negro no século XIX

Habilidades :
 De questionar
 De enriquecer o repertório
 De trabalhar linguagens
 De operar com lógica
 De interpretar (o mundo, as normas, os conflitos, os outros e a si mesmo)
 De identificação de problemas
 De refletir multidisciplinarmente
 De refletir sobre o acumulado
 De analisar e sintetizar
 De reter e memorizar
 De identificação de problemas
 De estar atento
 De entender o outro, o mundo e a si mesmo
 De organização e articulação
 De trabalhar linguagens
 De aguçar os sentidos (ser humano, natureza e si mesmo)
 De enxergar o outro sob um ângulo diferente
 De se livrar dos padrões
 De estar atento
 De perceber a interioridade humana
 De perceber o imenso e o complexo
 De perceber o pequeno e o local
 De criar produtos e artefatos
 De usar tecnologias
 De escrever
 De agir multidisciplinarmente

Valores :
 Respeito
 Observação
 Valorização
 Ética

Recursos Didáticos :
*ilustração com imagens das obras do pintor, que podem ser impressas ou digitais
*frutas naturais
*texto sintético sobre o artista
*papel
*tinta
*retroprojetor, projetor de slides ou computador e projetor

Procedimentos :
Exposição oral e dialogada
Apresentação de ilustrações para observação, interpretação e discussão
Leitura de texto
Composição utilizando frutas da estação
Debates

Detalhamento:

Após iniciar a unidade referente a Arte Brasileira no século XIX e suas


principais características (a vinda da Missão Artística Francesa, o Academismo, a
laicização e hierarquização dos gêneros), buscar apresentar através das obras dos
artistas deste período não só a variedade temática, mas também formal dessas obras.

Observar o caráter ideológico e as idéias subjacentes à produção de arte, e sua


relação com as idéias nacionalistas em voga durante os oitocentos. Nesse sentido os
alunos deverão identificar as diferenças temáticas e relacioná-las com o ideário
nacionalista do período.

Apresentar a obra de Estevão Silva para observação dos alunos, que devem
então perceber suas características cromáticas, formais, temáticas e composicionais
para a produção de uma arte com caráter intencionalmente nacional brasileiro.
Apresentação, leitura e discussão de textos sobre o artista bem como algumas críticas e
descrições feitas à sua obra durante o século XIX, inclusive as que apresentam um
caráter preconceituoso em relação a sua figura.

Produção de uma natureza morta pelos alunos a partir de frutas que os discentes
levem para sala, exercitando a questão do olhar e da construção da imagem.

Debate sobre o artista e sua produção relacionando-a com a Arte Acadêmica


brasileira e sua inserção na produção de arte do país. Conectar os diversos períodos da
Arte nacional e a produção de arte européia dos oitocentos. Nessa etapa os alunos já
terão uma compreensão mais ampla da arte nacional do século XIX e poderão
compreender de forma mais abrangente as dificuldades enfrentadas por Estevão Silva
para construir a sua obra – questões de cunho racial, social, econômico e estético que
ele teve que enfrentar para ser o artista que efetivamente é.

Materiais de Apoio :
Link http://portaldasartes.com.br/portal/historia_artes_plasticas_brasil_asp
Link http://itaucultural.org.br/aplicesternas/enciclopedia_ic/index
Link http://pitoresco.com
Arquivo Estevão Silva nos Periódicos do Século XIX.doc
Arquivo ESTEVÃO SILVA Aula.ppt
Observações :
Esta aula está inserida dentro de um contexto maior, está relacionada a idéia de criação
de uma imagem do Brasil no século XIX.
Uma imagem que foi contruída pela Arte Acadêmica e que incluia gêneros como o
retrato e a pintura histórica. Entretanto temas como a paisagem e a natureza-morta
tambem consolidaram essa imagética nacional.
No caso de Estevão Silva existe a singularidade desse artista negro apresentar uma
produção que propõe a criação dessa identidade a partir da escolha de frutas nacionais,
da escrituração do nome do país em suas telas, que constantemente aludiam a idéia de
sabor. A valorização desse artista aponta para o reconhecimento de seu papel na arte
brasileira do século XIX inserindo seu trabalho na grande senda de artistas que
trabalham na construção da identidade nacional a partir de instâncias estéticas no seu
sentido mais arcaico, de sensação corpórea.

Referências Bibliográficas :
ACQUARONE, Francisco e QUEIROZ, A . Primores da Pintura no Brasil 2 º Vol.. Rio
de Janeiro, s.e., 1942

CAMPOFIORITO, Quirino. Arte Brasileira no Séc. XIX. Rio de Janeiro. Ed.


Pinakoteke, 1983.

ESTRADA, Luis Gonzaga Duque. A Arte Brasileira. Campinas. São Paulo, Mercado
das Letras 1995.

Catálogo da Exposição da Mostra do Redescobrimento:negro de corpo e alma. Org.


Nelson Aguilar. Fundação Bienal de São Paulo:Associação Brasil 500 anos; artes
Visuais, 2000.

FREIRE, Laudelino. Galeria Histórica dos Pintores no Brasil, Rio de Janeiro. Oficinas
Gráficas Liga Marítima Brasil, 1914.

FREIRE, Laudelino. História da Pintura no Brasil. Rio de Janeiro. Revista do Instituto


Historio e Geográfico Brasileiro, vol. 5 , 19 17

GRIMM, Claus. Natures Mortes. Paris, Herscher, 1998.

GUIMARÃES, Argeu. História das Artes Plásticas. Rio de Janeiro. Revista do Instituto
Histórico e Geográfico Brasileiro, Vol. IX, 1922

LEITE, Dante Moreira. O Caráter Nacional Brasileiro. São Paulo, Biblioteca das
Pioneiras Sociais, 1969.

LEITE, José Roberto Teixeira.Pintores Negros do Oitocentos. São Paulo, MWM.


Motores Diesel Ltda. Indústrias de Freios Knoor, 1988

MORAIS,Frederico. ACADEMISMO:marcos históricos. São Paulo: Instituto Cultural


Itaú, 1993.

MOREIRA, Roberto. Identidade e Pensamento Social no Brasil. Tese de Doutorado


fragmento Internet- http://www.so.unb.br./roberto/index.htm

MORALES DE LOS RIOS, Adolfo. O Ensino Artístico, subsídios para sua história. Rio

de Janeiro, s.e. , 1938

OLIVEIRA, Lúcia Lippi. A Questão Nacional na Primeira República. São Paulo,


Brasiliense,1990.

ORTIZ, Renato. Cultura Brasileira e Identidade Nacional. São Paulo Brasiliense, 1985

PARREIRAS,Antonio. História de um pintor contada por ele mesmo. Niterói, Niterói


Livros, 1999

SANTOS, Afonso Carlos M.. A Academia Imperial de Belas Artes e o Projeto


Civilizatório do Império. Anais do Seminário Escola de Belas Artes, 180 anos. UFRJ,
1998
SCHNEIDER, Norbert. Naturezas-Mortas. Colônia, Taschen, 1999.

VIANNA, Hermano. O Mistério do Samba. Rio de Janeiro. Jorge Zahar/UFRJ, 1995.

WEFFORT, Francisco et all...- Para nunca esquecer:negras memórias/memórias de


negros. Curadoria Emanuel Araújo. Rio de Janeiro, Museu Histórico Nacional, 2002.