Você está na página 1de 1

QUESTIONÁRIO TOXICOLOGIA PARTE I

1. Explique as rotas de exposição dos agentes tóxicos no organismo humano.


2. Explique as fases da exposição e sua sequência.
3. A diferença das vias de exposição caracteriza os riscos?
4. O pH e solubilidade interferem de que forma na absorção pelo trato gastrointestinal do agente tóxico?
5. Qual é a diferença entre efeito sistêmico e local?
6. Explique como as reações alérgicas aos agentes tóxicos procedem.
7. O que são reações idiossincráticas? Cite duas.
8. Explique o que é Tolerância e Dependência.
9. Defina: fármaco, veneno, xenobiótico e toxina.
10. Quanto maior a DL50 maior será a toxicidade? Por quê?
11. Para que tipos de substâncias é dosada a CL50?
12. Diferencie a relação dose-resposta quantal da individual. Explique os gráficos da dose-resposta quantal.
13. Fármacos com a mesma DL50 possuem o mesmo grau de toxicidade? O que pode interferir na toxicidade em
relação a DL50?
14. No caso das vitaminas a toxicidade pode ser por deficiência ou por demasia? Por quê?
15. Descreva no que o polimorfismo genético interfere na toxicologia.
16. Resuma simplificadamente os testes toxicológicos de letalidade aguda, subaguda, subcrônica e crônica.
17. Como são realizados os teste toxicológicos em humanos?
18. Em relação a Toxicocinética quais os principais fatores que interferem na absorção e excreção dos agente
tóxicos?
19. Qual a diferença entre carcinogênicos iniciadores e promotores.
20. Dê uma explicação do porque que os medicamentos são as substâncias que mais causam intoxicações, mas
não causam morte.
21. Diferencie toxicologia de emergência e monitoramento terapêutico.
22. Quais os medicamentos devem ser realizados monitoramento terapêutico?
23. Porque o N-acetilcisteína é utilizado com antídoto do paracetamol?
24. Pacientes desnutridos ficam mais suscetíveis a intoxicação por que medicamentos?
25. Para aumenta eliminar ácido acetil salicílico e fenobarbital que procedimento deve ser utilizado?
26. Associação de AAS e fenobarbital é perigosa? Por quê?
27. Estudar casos clínicos!!!
28. Tolerância e Dependência é presente em todos os BZD? Por quê?
29. Qual antídoto é utilizado no tratamento de intoxicações por “boa noite cionderela”. Explique o mecanismo
que ocorre.
30. A hipotensão causada pelos imidazólicos é tratável?
31. Relacione a falta de seletividade dos ADT e os efeitos tóxicos causados por estes fármacos.
32. Qual o mecanismo de ação do Desferal?
33. CASOS CLINICOS
a. 1. Paciente feminina, 10 anos, 35 Kg, ingeriu há aproximadamente 2h e 30 minutos, 30 cp de
Fenobarbital 100 mg em tentativa de suicídio. Paciente já fazia uso da medicação (100mg/dia) para
epilepsia. Chegou ao Hospital com rebaixamento do nível de consciência (Glasgow 6), hipotensa (PA
60/40), FC – 70 Bpm, pupilas mióticas, T – 35,5, FR- 24, com oximetria de pulso 98% e ausculta cardio
pulmonar normal. Qual a conduta a ser tomada?
b. 2. Uma mulher de 25 anos, com histórico de depressão está fazendo uso diário de sertralina. Ela relata
que ingeriu 100 comprimidos de __________________________ (aproximadamente 325g). A paciente
apresentou vômito, eliminando fragmentos brancos dos comprimidos ingeridos. Os sinais vitais da
paciente eram: PA 180/90mmHg, frequência cardíaca de 100 bpm e freqüência respiratória em torno
de 30 ciclos/min. Sua temperatura corpórea era de 40°C, e ela se queixava de zunidos no ouvido. Os
dados laboratoriais eram consistentes com acidose metabólica e alcalose respiratória. Qual o
medicamento em questão e qual conduta deve ser assumida?