Você está na página 1de 3

ANÁLISE CINEMÁTICA DO CONJUNTO BIELA-MANIVELA

INTRODUÇÃO

O conjunto biela-manivela é um mecanismo que tem por finalidade transformar


um movimento circular em movimento retilíneo ou vice-versa. Este sistema é bastante
utilizado na indústria, principalmente em motores a combustão interna onde o
movimento linear do êmbolo (pistão), provocado pela explosão do combustível dentro
do cilindro, é transmitido através da biela para um eixo árvore (virabrequim) onde o
movimento passa a ser de rotação.

ANÁLISE CINEMÁTICA PELO MÉTODO ALGÉBRICO

Analisando a imagem acima conclui-se que as posições máximas e mínimas do


êmbolo em x podem ser obtidas através das seguintes equações:

A posição do êmbolo em x (intervalo entre e ) pode ser obtida na


seguinte equação:

 Utilizando o teorema de Pitágoras e observando que θ e φ compartilham o


mesmo cateto oposto (l.senφ = r.senθ), obtemos que:

→ (l.senφ = r.senθ)

 Substituindo em x, encontraremos:


 Admitindo-se que a velocidade de rotação em θ é constante podemos dizer
que θ = ω.t (onde ω indica velocidade angular e t indica tempo). Logo:

Através da primeira derivada da equação acima em função de t podemos obter


a velocidade com que o êmbolo se desloca em x.

Através da segunda derivada de x, ou seja, a primeira derivada da equação


acima em função de t podemos obter a aceleração do êmbolo.

_____________________________________________________________________


√ √



_____________________________________________________________________

 Substituindo em , encontramos:

Como vimos, com base numa análise cinemática podemos definir equações
algébricas que nos permitirão determinar a posição do êmbolo, a velocidade com que
o mesmo se desloca e a sua aceleração.

Você também pode gostar