Você está na página 1de 5

SENAC

POS-GRADUAÇÃO – DOCENCIA NO ENSINO SUPERIOR EAD

ÁNGEL CAÑETE GÓMEZ

PROPOSTA DE RUBRICAS PARA ATIVIDADE DE FONOLOGIA


SUPRASSEGMENTAL DA LÍNGUA ESPANHOLA

FORTALEZA
MARÇO, 2018
Curso: Licenciatura Letras/Espanhol
Modalidade: Presencial
Disciplina: Fonologia Suprassegmental da Língua Espanhola

Tema e Problematização
Na qualidade de professor de Espanhol como língua Estrangeira (ELE) observo que,
entre outros pares, é prática recorrente submeter o aluno à exposição da língua em nível
segmental (nível dos sons) em detrimento da língua em nível suprassegmental (acentuação,
ritmo e entonação) o que, em geral, causa dificuldades de compreensão do significado das
palavras e das orações porque não leva em conta a língua real e em uso. Para reforçar esses
três elementos, - ritmo, entonação e acentuação -, são essenciais nas práticas comunicativas o
plano fônico, pois este é elemento diferenciador na produção de sentidos. Para a prática
docente é bom a contemplação da dimensão da fonologia suprassegmental para envolver ao
aluno no âmbito intercultural e também dentro dos vários contextos linguísticos. Na exposição
às diversas variações da pronunciação devemos ter o cuidado de apresentá-las de modo a não
restringir as opções do estudante; ao contrário disso, busca motivá-lo a adotar uma variação
geográfica de sua preferência (espanhol americano, espanhol peninsular, etc.), a fazer uso das
possibilidades rítmicas e tonais da fala realizada, conforme essas variações diatópicas.

Objetivos

Objetivo Geral:
 Descrever o conceito de entonação da frase enunciativa

Objetivos Específicos:
 Reconhecer as divisões da frase enunciativa.
 Classificar os tipos de frase enunciativa.
 Produzir a correta pronunciação da língua espanhola.

Contextualização da estratégia

Repartiram-se entre os alunos uma poesia de um autor conhecido de língua espanhola.


Em um primeiro momento tomaremos uma amostra de referencia da pronunciação dos alunos
na hora de recitar os poemas por meio de gravadoras para que no final da aula possamos
comparar com outra gravação que se fará depois da explicação teórica e exercícios das
diferencias de pronunciação, entonação e acentuação do poema. A explicação o conceito de
entonação da frase enunciativa ocorrera através de slides, pois os estímulos visuais na aula de
língua estrangeira sempre fazem a diferença, para permitir ao aluno distinguir os tipos de
divisões da frase enunciativa, classificar os tipos de frase enunciativa e produzir a correta
pronunciação da língua espanhola. Em este encontro se pedirá aos alunos que façam a divisão
dos versos do poema e fazer uma nova gravação dos poemas para descobrir se melhoraram ou
não sua pronunciação trás trabalhar a parte teórica da suprassegmentalidade da língua.

Rubricas de avaliação para a disciplina Fonologia Suprassegmental da Língua


Espanhola

Formas de Pensar

Descrição Nível 1 Nível 2 Nível 3 Nível 4 Nível 5


Análise dos Desconhecim Apropriação Apropriação Apropriação Apropriação
grupos tônicos ento dos dos dos conceitos dos dos
junto com sua conceitos conceitos. chave. conceitos conceitos
entonação. – chave. Analise Análise chave. chave.
Rotina de Analise precária dos mediana dos Análise Análise
Pensamento precária dos grupos grupos correta dos correta dos
grupos tônicos e sua tônicos e sua grupos grupos
tônicos e sua acentuação. acentuação. tônicos e sua tônicos e sua
acentuação. Desvio da Desvio da acentuação. acentuação.
Desvio na pronuncia pronuncia Desvio da Aquisição da
aquisição a adequada adequada pronuncia pronuncia
pronuncia segundo sua segundo sua adequada adequada
diatópica variedade variedade segundo sua segundo sua
escolhida. diatópica diatópica variedade variedade
escolhida. escolhida. diatópica diatópica
escolhida. escolhida.

Formas de trabalhar

Descrição Nível 1 Nível 2 Nível 3 Nível 4 Nível 5


Pesquisa e Precário Demonstra Demonstra Demonstra Demonstra
recital em domínio da bom domínio bom domínio excelente excelente
grupo – pesquisa da pesquisa da pesquisa domínio da domínio da
Feedback e desenvolvida. desenvolvida. desenvolvida, pesquisa pesquisa
coavaliação Não colabora Não colabora Colabora na desenvolvida. desenvolvida.
na na organização Lidera a Lidera e
organização organização do grupo e do organização colabora na
do grupo do grupo recital. do grupo e organização
nem do nem no colabora no do grupo e do
recital. recital. recital. recital.

Uso de Ferramentas para trabalhar


Descrição Nível 1 Nível 2 Nível 3 Nível 4 Nível 5
Pesquisa na Desconhecim Exibe Exibe Exibe bom Exibe
internet e ento de precário mediano conheciment excelente
gravação de aplicativos conheciment conheciment o de conhecimento
áudios. tecnológicos o de o de aplicativos de aplicativos
tanto de aplicativos aplicativos tecnológicos tecnológicos
pesquisa tecnológicos tecnológicos tanto de tanto de
como de tanto de tanto de pesquisa pesquisa
dispositivos pesquisa pesquisa como de como de
para o como de como de dispositivos dispositivos
aperfeiçoame dispositivos dispositivos para o para o
nto da prática para o para o aperfeiçoame aperfeiçoame
social. aperfeiçoame aperfeiçoame nto da prática nto da prática
nto da prática nto da prática social. social.
social. social.

Saberes emocionais e comportamentais

Descrição Nível 1 Nível 2 Nível 3 Nível 4 Nível 5


Reflexão O aluno não O aluno O aluno O aluno O aluno tem
sobre a compreende compreende compreende compreende comprometimento
subjetividade as relações as relações as relações as relações nas relações de
da escolha das de convívio de convívio de convívio de convívio convívio social
variações social e social, mas social e a social apreciando a
diatópicas da menospreza menospreza diversidade apreciando diversidade dos
língua a a dos grupos a grupos sociais
espanhola - diversidade diversidade sociais que diversidade que usam uma
Autoavaliação dos grupos dos grupos usam uma dos grupos determinada
sociais que sociais que determinada sociais que variação
usam uma usam uma variação usam uma diatópica.
determinada determinada diatópica. determinada
variação variação variação
diatópica. diatópica. diatópica
Referências

BIAGIOTTI, L. C. M. Conhecendo e aplicando rubricas em avaliações. Anais do 12º


Congresso da ABED, 2005. Florianópolis, ABED/UFSC, 200. Disponível em:
https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/798673/mod_resource/content/1/sobre
%20rubricas.pdf. Acesso em: 20 mar. 2018.

BRITO, Silvana R. de; FAVERO, Eloi Luiz; LOBATO, Antonio Soares; SOUZA, Daniele de
N.N. Um sistema gerenciador de rubricas para apoiar a avaliação em ambientes de
aprendizagem. XX Simpósio Brasileiro de Informática na Educação, Florianópolis - SC –
2009. Disponível em:
http://www.niee.ufrgs.br/eventos/SBIE/2009/conteudo/artigos/completos/62042_1.pdf.
Acesso em: 20 mar. 2018.

CRUZ, Nelly K. Sancho; NUNES, Lina Cardoso. Delineando Rubricas para uma avaliação
mediadora da aprendizagem em educação online. 2009. Disponível em:
<http://www.abed.org.br/congresso2009/CD/trabalhos/1452009214144.pdf >. Acesso em: 20
mar. 2018.

DUARTE, P.; CANELAS, R.; SOARES, R.; POMBO, L.; LOUREIRO, M. J. Avaliação para
a aprendizagem em educação a distância: uma revisão integrativa de estudos sobre a
utilização de erubricas. Anais do II Congresso Internacional TIC e Educação (Tic Educa).
Universidade de Lisboa, 2012. Disponível em: http://goo.gl/5p1LA7. Acesso em: 20 mar.
2018.

FERREIRA, Danielle Mello; SILVA, Angela Carrancho da. Avaliação de um Web Fórum por
meio de Rubricas. Meta-Avaliação, Rio de Janeiro, v.2, n.4, p.87-127, jan.-abr. 2010.
Disponível em:
<http://revistas.cesgranrio.org.br/index.php/metaavaliacao/article/viewFile/64/66>. Acesso
em: 20 mar. 2018.

Guia de Normatização SENAC, disponível em versão digital:


http://www3.sp.senac.br/hotsites/campus_santoamaro/cd/arquivos/biblioteca/guia_normatizac
ao.pd

QUILIS, Antonio, Curso de fonética y fonología españolas para estudiantes


angloamenricanos, Madrid, Instituto de Filología, 1985.