Você está na página 1de 3

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE LEIRIA

INSTITUTO POLITÉCNICO DE LEIRIA


CONTABILIDADE E FINANÇAS (2º ANO)
CONTABILIDADE DE GESTÃO I
1º semestre de 2017/2018

EQUIPA DOCENTE: PAULO BRAZ E RICARDO MARQUES


DURAÇÃO: 2H FREQUÊNCIA DE AVALIAÇÃO 2018/01/11

Na elaboração das suas respostas tenha em conta as seguintes recomendações:


 Leia atentamente o enunciado e responda apenas ao que lhe é pedido.
 Apresente todos os cálculos que permitem justificar as suas respostas.
 Identifique todas as suas folhas de resposta

PARTE II (14,4 VALORES)

Grupo I (4,3 valores)

A empresa JOTA Lda, apresentou os seguintes dados nos últimos 5 anos:

DESCRIÇÃO n-4 n-3 n-2 n-1 n


Produção (unid.) 12 000 13 200 14 000 13 500 15 000
Consumo matérias 150 000 € 165 000 € 175 000 € 168 750 € 187 500 €
Gastos com pessoal - Industriais 308 000 € 324 000 € 370 000 € 364 000 € 380 000 €
Limpeza de instalações - Industriais 15 000 € 16 000 € 15 400 € 17 000 € 16 500 €
Consumo de combustíveis (óleos e lubrificantes) 25 000 € 26 000 € 27 000 € 26 500 € 28 000 €
Gastos Administrativos 200 000 € 210 000 € 205 000 € 207 000 € 208 000 €
Depreciações 300 000 € 300 000 € 300 000 € 300 000 € 300 000 €

 Preço de venda unitário, no ano n, foi de 90 €.

 Considere que não há, nem Existências Iniciais, nem Existências Finais de Produtos Acabados.
Também não existem quaisquer PVF.

Pretende-se que:

1.1 - Determine a Equação de Custos da empresa, utilizando o Método dos Pontos Extremos (2 valores)

1.2 – A empresa está a considerar dois Cenários na elaboração do Orçamento para o próximo ano:

Cenário A - “Cenário Volume” - A empresa compra uma máquina por 100 000 €, com vida útil de 5 anos. Esta
aquisição permite aumentar a produção/vendas em 2 000 ton./ano. Neste cenário a empresa, para incentivar
os vendedores, vai pagar mais 3 € por cada ton. vendida. O preço de venda unitário mantém-se.

Cenário B - “Cenário Qualidade” - A empresa compra uma máquina por 90 000 €, com vida útil de 4 anos.
Esta aquisição não permite o aumento da produção/vendas, mas possibilita a introdução de inovações no
produto. Neste cenário, a empresa, para divulgar o produto “melhorado”, vai fazer um investimento de 15 000 €
em publicidade durante o ano n+1. O preço de venda unitário aumenta para 100 €.

Tendo em conta o horizonte de um ano, e considerando apenas a informação disponibilizada, diga qual dos
dois cenários deve ser escolhido pela empresa JOTA (2,3 valores).

1/3
CONTABILIDADE DE GESTÃO I – CF
FREQUÊNCIA DE AVALIAÇÃO
2018/01/11

Grupo II (1.8 valores)

A empresa Gama dispõe de uma estrutura fabril que integra várias secções principais para executar diversos
trabalhos para clientes e a secção auxiliar Conservação destinada a apoiar as secções da fábrica e as da
estrutura não fabril, para além de uma secção fabril Gastos Comuns cujos gastos são repartidos em
percentagem pelas restantes secções fabris, correspondendo 10 por cento à Conservação.

Em certo período a secção Conservação apurou gastos diretos 28.700€ e trabalhou 500 unidades de obra das
quais 20 foram aplicadas na secção Gastos Comuns, tendo tido esta última 86.500 € de gastos diretos.

Calcule o custo unitário de cada unidade de obra da secção Conservação.

Grupo III (4,3 valores)

A empresa IPL, SA fabrica os produtos X e Y. O processo produtivo é constituído por duas fases: Fase 1 e
Fase 2. Na Fase 1 é utilizada a Matéria-Prima A e obtém-se no final o produto X. Desta produção segue uma
parte (40%) para o Armazém de Produtos Acabados para ser comercializada e a restante (semi-produto Z) é
ainda sujeita a uma outra transformação na Fase 2 onde se junta a Matéria-Prima B, resultando o produto final
Y. Do processo de fabrico, conhecem-se os seguintes dados para dezembro de 2017:

a) Custos Industriais da Produção:


Natureza dos custos FASE I FASE II
Matéria A 6.039€ ---------
Matéria B --------- 6.006€
Custos de Transformação 43.200€ 36.000€

b) Produção em curso no início do mês, com o seguinte grau de acabamento e custos incorridos:
Rubricas FASE I FASE II
Unidades ---- 12 ton
Matérias
Semi-Produto Z --- 50% 246 €
MP B 50% 234 €
Custos de Transformação ---- 75% 3.105 €

c) Produção em curso no fim do mês, e informação sobre a percentagem necessária de gastos para a sua
conclusão:
Rubricas FASE I FASE II
Unidades 15 ton 24 ton
Matérias 40% 0%
Custos de Transformação 60% 50%

d) Produção Acabada
FASE I FASE II
90 ton 90 ton

e) Informações adicionais:
 A empresa utiliza o Custo Médio Ponderado na valorização das saídas de inventário;
 A produção em vias de fabrico é valorizada utilizando o método das unidades equivalentes;

Pretende-se que calcule o custo global e unitário da produção acabada dos Produtos X e Y.

2/3
CONTABILIDADE DE GESTÃO I – CF
FREQUÊNCIA DE AVALIAÇÃO
2018/01/11

Grupo IV (4 valores)

A empresa Recursos, SA produz o produto P e utiliza para a sua produção a matéria MP1. A empresa utiliza o
sistema de custeio racional para a valorização da produção e o sistema de valorimetria de existências é o
FIFO. A capacidade de produção instalada é de 12.500 unidades mensais
Conhece-se a Demonstração dos Resultados do mês de dezembro 2017:

(valores em Euros)
Designação Valor
1. Vendas 200.000
2. CIPV 103.200
3. Sub-total (1-2) 96.800
4. Custos industriais não incorporados 2.000
5. Custos de distribuição 75.000
6. Custos administrativos 17.000
7. Resultados antes de impostos (3-4-5-6) 2.800

Dados adicionais:
1. Produção: 10.000 unidades;
2. Admita que as existências iniciais de Produtos Acabados eram de 1.000 unidades a 18 €/unidade;
3. Não existia Produção em Vias de Fabrico nem no início nem no final do mês;
4. Vendas: 5.000 unidades;
5. Consumo de matéria-prima: 143.500 €.

Para o mês de dezembro de 2017:


1. Determine o CIPA global e unitário (Sistema de Custeio Racional) e o valor dos custos de
transformação variáveis. (2,0 valores)
2. Elabore a Demonstração dos Resultados por funções pelo Sistema de Custeio Total por quotas teóricas
(neste caso admita que as existências iniciais estão avaliadas em 20 € por unidade e a taxa teórica de
imputação de custos fixos foi de 1,3 € por cada unidade produzida). (2,0 valores)

3/3

Interesses relacionados