Você está na página 1de 2

Universidade Federal do Rio Grande do Sul calcule a força de atrito cinético entre o plano e o bloco deslizante.

Todas as
Instituto de Física - Departamento de Física respostas devem ser expressas em termos de M, I, R, θ, g e t.
FIS01257 – Física Geral I - A Área 3 - Lista 2 Resp.: (a) 2 θ / t2;
(b) (2 θ / t2) R;
1. Uma roda de 32 kg e de raio igual a 1,2 m está girando a 280 rev / min. (c) T1 = M g - [M + (I / R2)] (2 θ / t2 ) R;
Ela deve parar em 15 s. (a) Que trabalho deve ser realizado sobre ela? (b) T2 = M g - M (2 θ / t 2) R;
Qual é a potência necessária? Considere a roda como um aro fino. (d) M g - [2 M + (I / R2)] (2 θ / t2 ) R.
Resp.: 19,8 kJ; (b) 1,3 kW.
2. O motor de um automóvel desenvolve 100 cv (= 74,6 kW) quando gira a 11. Um cilindro maciço de raio igual a 10 cm e
1800 rev / min. Que torque ele comunica? Resp.: 396 N m. massa de 12 kg parte do repouso e desce
rolando, sem deslizar, uma distância de 6,0 m
3. Um rolo de papel é desenrolado sobre uma superfície ao longo do telhado de uma casa, que possui
horizontal, puxando-se sua ponta paralelamente à uma inclinação de 30o com a horizontal, como
superfície (veja figura). Despreze a espessura do papel e mostra a figura. (a) Calcule a velocidade angu-
admita que o rolo não deslize sobre a superfície. Qual é a lar do cilindro no momento em que ele
distância percorrida pelo centro de massa do rolo para cada abandona o telhado da casa. (b) A altura da
metro de papel desenrolado? Resp.: 0,50 m. parede externa da casa é igual a 5,0 m. A que
distância da parede o cilindro atinge o solo? Resp.: (a) 62,6 rad/s; (b) 4,01 m
4. Um objeto de momento de inércia I, raio R, e massa M,
está montado em um eixo, como mostra a figura. Não existe 12. Uma esfera uniforme rola para baixo de um plano inclinado. (a) Qual
atrito. Uma corda leve é enrolada em torno da borda do deve ser o ângulo de inclinação do plano, em relação à horizontal, para que
objeto, com um corpo de massa m suspenso em sua outra a aceleração do centro de massa da esfera seja igual a um décimo da
extremidade. Obtenha uma relação para a aceleração do aceleração da gravidade? (b) Para este ângulo, qual seria a aceleração de
sistema, (a) usando os princípios da Conservação da um bloco deslizando ao longo do plano? Resp.: (a) 8,0o; (b) 1,37 m/s2.
Energia, e (b) usando os princípios da Dinâmica. (c) Mostre
que, se o objeto for um disco uniforme, e se m = M, a 13. Uma esfera gira em torno de um eixo
energia cinética de translação do corpo suspenso será o vertical sem atrito. Uma corda leve, que
dobro da energia cinética de rotação do disco. (d) Se o passa em torno do equador da esfera e
objeto for um disco uniforme de raio R = 12 cm e M = 400 g, e se a massa por uma polia tem, pendente à outra
suspensa for de 50 g, determine a velocidade de m após ela ter descido 50 extremidade, um objeto pendurado, como
cm a partir do repouso. Resp.: (a) e (b) m g / (m + I / R2 ); (d) 1,4 m/s. mostra a figura. Qual é a velocidade do
objeto suspenso, inicialmente em
5. Numa máquina de Atwood, a polia é montada em mancais horizontais, repouso, após ele ter descido uma
sem atrito, e tem um raio de 5,0 cm. A massa de um dos blocos é de 500 g distância h?
e a do outro é igual a 460 g. Quando abandonamos o bloco mais pesado,
observamos que ele cai 75 cm em 5,0 s. (a) Qual é a aceleração de cada Resp.: v = {2mgh/[m + (I/r2) + 2/5)M]} 1/2.
bloco? (b) Qual é a tensão na parte da corda que suporta cada bloco? (c)
Qual é a aceleração angular da roldana? (d) Determine o momento de 14. Uma bola de gude de massa m e raio
inércia da roldana. r rola, sem deslizar, ao longo do trilho
curvo mostrado na figura, tendo sido
Resp.: (a) 0,06 m/s2; (b) 4,54 N e 4,88 N; (c) 1,2 rad/s2; (d) 0,014 kg m2. abandonada, do repouso, em algum lugar
6. Um cilindro de comprimento L e raio R tem peso P. Dois sobre a seção reta do trilho. (a) De que
cordões são enrolados em volta do cilindro, próximos das altura mínima acima da base do trilho
extremidades, e suas pontas estão presas a ganchos fixos deve ser solta a bola a fim de que esta se
no teto. O cilindro é mantido horizontalmente com os mantenha no trilho no topo da
cordões exatamente na vertical e em seguida é abandonado, circunferência? (O raio da circunferência
a partir do repouso (veja a figura). Determine (a) a tensão é R, e R >> r.) (b) Se a bola é
de cada cordão enquanto eles estão se desenrolando; (b) a aceleração abandonada da altura 6R acima da base
linear do cilindro durante a queda. Resp.: (a) P / 6; (b) 2 g / 3. do trilho, qual será a componente horizontal da força atuante sobre ela no
ponto Q? Resp.: (a) 2,7 R; (b) 7,1 mg.
7. Um ioiô possui momento de inércia igual a 950 g cm2 e massa igual a
120 g. O raio do seu eixo é igual a 3,2 mm e o comprimento do fio é igual a 15. Uma chaminé alta, de altura L, racha próximo à base e cai. Expresse as
120 cm. O ioiô parte do repouso e se desenrola até terminar o comprimento acelerações: (a) angular e (b) tangencial do topo da chaminé como função
do fio. (a) Qual é a sua aceleração? (b) Quanto tempo ele leva para chegar do ângulo θ formado pela chaminé com a vertical. (c) A aceleração linear
até a extremidade do fio? (c) Qual será a velocidade angular do ioiô quando pode exceder a g? (d) A chaminé quebra durante a queda. Explique como
o fio está completamente desenrolado? (Dica: Neste instante, o movimento isto pode acontecer. Resp.: (a) a = (3g senθ) / 2 L; (b) (3 g sen θ) / 2;
do ioiô é puramente rotatório.) (c) sim, para os pontos tais que 3 senθd ≥ 2 L, sendo d a distância ao eixo
Resp.: (a) 12,5 cm/s2; (b) 4,38 s; (c) 172,5 rad/s. de rotação.
8. Uma fita de massa desprezível é enrolada em volta de um cilindro de 16. Um pedaço de uma fita flexível de comprimento L é
massa M e de raio R. A fita é puxada verticalmente para cima, a uma firmemente enrolado. Permite-se, em seguida, que ele
velocidade que evita que o centro de massa se desloque, enquanto o se desenrole enquanto desce um declive que forma um
cilindro está sendo desenrolado. (a) Qual é a tensão na fita? (b) Qual é o ângulo θ com a horizontal, conforme é ilustrado na
trabalho realizado sobre o cilindro quando ele atinge uma velocidade figura, sendo que a parte superior da fita fica presa por
angular ω? (c) Qual é o comprimento da fita desenrolada durante este um prego. Mostre que a fita se desenrola completamente em um tempo:
intervalo de tempo? Resp.: (a) m g; (b) M R2 ω2 / 4; (c) R2 ω2 / 4 g. t = [3 L / (g sen θ)]1/2 .
9. Uma esfera sólida de 3,6 kg rola para cima de um plano inclinado de 30o 17. Um cilindro maciço de 15 cm de raio e
em relação à horizontal. Na base do plano, o centro de massa da esfera 2,0 kg de massa possui uma fita leve e
possui uma velocidade igual a 4,8 m/s. (a) Calcule a energia cinética da fina enrolada em sua periferia. A fita passa
esfera na base do plano. (b) Até que distância ao longo do plano a esfera por uma polia de massa desprezível e sem
sobe? Esta resposta depende do peso da esfera? atrito. Na outra extremidade da fita, está
Resp.: (a) 58,1 J; (b) 3,3 m, não. preso um corpo de peso igual a 150 N,
que pende verticalmente. O cilindro sobe o
10. Dois blocos idênticos, cada um de massa M, são ligados por uma corda plano inclinado que forma 30o com a
leve que passa por uma roldana, sem atrito, de raio R e momento de inércia horizontal, sem deslizar. Determine:
I (veja figura). A corda não desliza sobre a roldana e não se sabe se há ou (a) a aceleração linear do centro de massa do cilindro, e (b) a aceleração
não atrito entre o plano e o bloco deslizante. Quando o sistema é angular do cilindro. (c) Qual é a relação entre a aceleração do centro de
abandonado a partir do repouso, observa-se que a roldana gira num ângulo massa do cilindro e a aceleração do bloco? (d) Calcule a tensão na fita. (e)
θ durante o intervalo de tempo t, e que a aceleração dos blocos é constante. Qual seria a resposta do item (a) supondo que a massa do cilindro fosse de
(a) Qual é a aceleração angular da roldana? (b) Quais são as acelerações 8 kg, e que a massa do bloco fosse igual a 1 kg?
dos dois blocos? (c) Quais são as tensões nas seções superior e inferior da Resp.: (a) aCM = 4,5 m/s2; (b) 30,1 rad/s2; (c) a = 2 aCM; (d) 11,7 N; (e) 1,2 m/s2.
corda? (d) Existe atrito entre o plano e o bloco deslizante? Caso afirmativo,

18. Partindo da definição l = r × p , Resp.: (a) ω = ( I ω0 - m R v ) / ( I + m R2 ); (b) Não.
 

mostre que, em relação ao ponto P 28. Um disco uniforme, de raio R e massa M, gira com velocidade angular
(veja a figura ao lado), o momento
ω0 em torno de um eixo horizontal que passa pelo seu centro, perpendicular
angular da partícula de massa m e
à face do disco. (a) Qual é a sua energia cinética? (b) E o seu momento
velocidade v é um vetor perpendicular
angular? (c) Um fragmento de massa m destaca-se da borda do disco, de
ao plano da página, saindo dela, cujo
módulo vale R m v. forma a ser lançado verticalmente acima do ponto em que se destacou.
Que altura acima deste ponto ele alcança antes de começar a cair? Quais
 são (d) a velocidade angular, (e) o momento angular, e (f) a energia finais
19. Partindo da definição L = I ω , mostre que, em

do disco quebrado? Resp.: (a) MR2ω02/4; (b) MR2ω0/2;
relação ao ponto P (veja a figura ao lado), o
(c) R ω0 /2g; (d) ω0; (e) (M/2 - m)R ω0; (f) (M/2 - m)R2ω02/2.
2 2 2
momento angular da partícula de massa m que se
desloca com velocidade v em uma trajetória circular 29. Dois patinadores deslocam-se em sentidos
de raio R é um vetor perpendicular ao plano da contrários, ao longo de retas paralelas separadas por
página, saindo dela, e cujo módulo vale L = Rmv. uma distância igual a 3 m, como é esquematizado na
figura. Cada patinador tem 50 kg de massa e
20. Dois objetos movem-se como é indicado velocidade de mesmo módulo (e sentidos contrários)
na figura ao lado. Qual é o momento angular de 10 m/s. O primeiro patinador transporta um
total do sistema em relação ao ponto O? bastão de 3 m de comprimento e o segundo agarra-
Resp.: 9,8 kg m2/s2, perpendicular à página se na extremidade livre desse bastão, quando a
e saindo dela. alcança. Despreze o atrito com a pista de gelo e a
massa do bastão. (a) Descreva o movimento dos
patinadores depois que eles permanecem ligados
21. Duas rodas A e B, são ligadas por uma pelo bastão. (b) Puxando o bastão, os patinadores
correia, como indicado na figura. O raio de B é reduzem a distância entre si para 1 m. Qual será a
3 vezes o raio de A. Determine a razão entre os velocidade an gular do sistema neste instante?
momentos de inércia IA / IB supondo que (a) as (c) Calcule a energia cinética do sistema para os itens (a) e (b). De onde
rodas possuem o mesmo momento angular; e vem a variação de energia cinética? (d) Descreva qualitativamente o
que (b) as duas rodas possuem a mesma movimento dos patinadores se suas velocidades fossem diferentes, ou se
energia cinética de rotação. Admita que a suas massas não fossem iguais.
correia não deslize. Resp.: (a) 1/3; (b) 1/9. Resp.: (a) Os patinadores movimentam-se em M.C.U com ω = 6,7 rad/s;
(b) 60,0 rad/s; (c) K(a) = 5 kJ e K(b) = 45 kJ.
22. Uma roda gira com velocidade angular de 800 rev/min sobre um eixo
cujo momento de inércia é desprezível. Uma segunda roda, inicialmente em 30. A partícula de massa m, indicada na
repouso, e com momento de inércia igual ao dobro do momento de inércia figura, escorrega sem atrito sobre a superfície
da primeira, é subitamente acoplada ao mesmo eixo. (a) Qual é a curva, e colide com uma barra vertical, ficando
velocidade angular do sistema resultante constituído pelo eixo juntamente grudada em sua extremidade. A barra é
com as duas rodas? (b) Calcule a fração da energia cinética inicial perdida pivotada no ponto O e gira num ângulo θ
neste processo. Resp.: (a) 267 rev/min; (b) 67%. antes de chegar ao repouso. Calcule θ em
23. Dois discos são montados em mancais, com atrito desprezível, sobre o termos dos parâmetros indicados na figura.
mesmo eixo e podem permanecer unidos, de modo a girarem como se  6 m2 h 
fossem um disco único. O primeiro disco possui momento de inércia igual a Resp.:. θ = arccos 1 - 
3,3 kg m2 e gira a 450 rpm. O segundo disco, com momento de inércia igual  (M + 2m )(M + 3m ) L 
a 6,6 kg m2, gira com 900 rpm no mesmo sentido do primeiro. A seguir os
discos são unidos. (a) Calcule a velocidade angular dos dois discos 31. Dois cilindros de raios R1 e R2 e
acoplados. (b) Suponha agora que o disco que possuía uma velocidade momentos de inércia I1 e I2,
angular de 900 rpm esteja girando em sentido contrário ao mencionado respectivamente, estão sendo
anteriormente. Calcule a velocidade angular do acoplamento dos discos suportados por eixos ortogonais ao plano
neste caso. Resp.: (a) 750 rpm; (b) - 450 rpm. indicado na figura. O cilindro maior gira
inicialmente com uma velocidade angular
24. Um homem está em pé sobre uma plataforma, que gira sem atrito com
ω0. O cilindro menor é deslocado para a
velocidade angular de 1,2 rev/s; os braços do homem estão abertos e ele
direita até tocar no cilindro maior, começando a girar devido ao atrito de
segura um peso em cada mão. Nesta posição, o momento de inércia total
contato entre as duas superfícies cilíndricas. Num dado instante, o
do homem, mais os pesos e mais a plataforma, é igual a 6,0 kg m2. Quando
deslizamento termina e os dois cilindros começam a rolar, sem deslizar, em
ele aproxima os pesos do seu corpo, o momento de inércia total é reduzido
a 2,0 kg m2. (a) Calcule a velocidade angular da plataforma nesta posição. sentidos contrários. Calcule a velocidade angular final ω2 do cilindro menor,
(b) Calcule a razão entre a nova energia cinética de rotação e a energia em termos de I1, I2, R1, R2 e ω0. (Dica: Não existe conservação nem do
cinética inicial. De onde vem esta energia? Resp.: (a) 3,6 rev/s; (b) 3. momento angular nem da energia cinética. Aplique diretamente a equação
do impulso angular para cada um dos dois cilindros:
25. Uma criança (massa M) está em pé na borda de um carrossel (massa ∫ τ d t = F R ∆ t = I ( ω f − ω i ) ].
10 M, raio R, inércia rotacional I) sem atrito e em repouso. Ela joga uma Resp.: Iω2I = Iω0I (R1 I2 / R2 I1 + R2 / R1 )-1.
pedra (massa m) em uma direção horizontal que é tangente à borda externa
do carrossel. A velocidade da pedra, em relação ao solo, é v. Quais são (a) 32. Uma haste de comprimento L está sobre uma
a velocidade angular do carrossel; (b) a velocidade linear da criança depois mesa horizontal sem atrito. Sua massa é M e ela
que a pedra foi jogada? Resp.: (a) mvR/(I + MR2); (b) vmR2/(I + MR2). pode se mover livremente. Um disco de hóquei de
massa m, que se move com velocidade v, como
26. Num "playground", existe um pequeno carrossel com raio igual a 1,2 m indicado na figura, colide elasticamente com a haste.
e massa de 180 kg. O raio de giração é igual a 91 cm. Uma criança, de (a) Que grandezas são conservadas na colisão? (b)
massa igual a 44 kg, corre com uma velocidade de 3 m/s tangenciando a Qual deve ser a massa m do disco de modo que ele
periferia do carrossel, quando este está em repouso. A seguir, pula para o permaneça em repouso imediatamente após a
seu interior, nas proximidades da periferia. Despreze o atrito entre os colisão? Resp.: (a) A energia mecânica, o momento
mancais e o eixo do carrossel. Calcule: (a) o momento de inércia do linear e o momento angular; (b) m = ( M L2 ) / ( L2 + 12 d2 ).
carrossel em torno do eixo de rotação; (b) o momento angular da criança,
enquanto ela corre em torno do carrossel; (c) a velocidade angular do 33. Considere a mesma figura do problema anterior. Suponha que a haste
carrossel e da criança depois que ela pula em cima do carrossel. tem L = 1,00 m de comprimento e massa M = 800 g. A massa do disco vale
Resp.: (a) 149 kg m2; (b) 158 kg m2/s; (c) 0,746 rad/s. m = 200 g e sua velocidade é 5,00 m/s. O disco colide com a haste a uma
distância d = 30,0 cm do seu centro de massa. (a) Considerando uma
27. Uma barata de massa m corre no sentido anti-horário sobre a borda de colisão perfeitamente inelástica, calcule a velocidade linear do centro de
um disco montado em um eixo vertical. O disco tem raio R, momento de massa e a velocidade angular do sistema. (b) Considerando uma colisão
inércia I e está montado em rolamentos sem atrito. A velocidade escalar da elástica, calcule a velocidade final do disco, e as velocidades do centro de
barata, em relação à Terra, é v, e o disco gira no sentido horário com massa e angular da haste após a colisão.
velocidade angular ω0. A barata encontra um farelo de pão na borda do Resp.: (a) 1,00 m/s e 3,70 rad/s; (b) - 1,58 m/s, 1,64 m/s e 5,92 rad/s.
disco e pára. (a) Calcule a velocidade angular do disco depois que a barata
pára. (b) A energia mecânica é conservada?