Você está na página 1de 1

Faixa de Gaza

A Faixa de Gaza é um território no Oriente Médio com baixo desenvolvimento, é um dos lugares
mais conturbados do mundo por causa das presentes disputas.

O território designado como Faixa de Gaza foi dominado durante séculos pelo Império Otomano. A
posse da região só mudou de dono com o término da Primeira Grande Guerra Mundial, quando os
britânicos passaram a ter o controle do local. Após o término da Segunda Grande Guerra Mundial
a situação ficou mais tensa no Oriente Médio e foi criado o Estado de Israel. Os conflitos que se
ligam à criação e à existência deste fizeram com que a região de Gaza recebesse milhares de
refugiados palestinos que foram expulsos de Israel.

O termo “Faixa de Gaza” tem origem na Antiguidade, o nome é uma referência à principal cidade
da região, Gaza. O local é situado no Oriente Médio e faz fronteiro com o Egito, ao sul, com Israel,
ao norte e leste, e banhado pelo Mar Mediterrâneo.

região apresenta precárias condições de vida, não há infra-estrutura adequada e


consequentemente a economia é extremamente debilitada. Mesmo sem oferecer condições, a
Faixa de Gaza é um dos territórios mais densamente povoados da Terra, conta com 1,4 milhões
de habitantes no pequeno território referido anteriormente. Sua população é extremamente
marcada pela religião islâmica, sendo mais de 99% dos habitantes fiéis muçulmanos. Entre estes
se destaca ainda a soberania dos muçulmanos sunitas. O restante da população professa a fé
cristã, mas não soma sequer 1% dos habitantes. A língua mais falada na Faixa de Gaza é o árabe,
seguida pelo hebraico.

Mesmo sem oferecer condições, a Faixa de Gaza é um dos territórios mais densamente
povoados da Terra, conta com 1,4 milhões de habitantes no pequeno território referido
anteriormente. Sua população é extremamente marcada pela religião islâmica, sendo mais de
99% dos habitantes fiéis muçulmanos. Entre estes se destaca ainda a soberania dos muçulmanos
sunitas. O restante da população professa a fé cristã, mas não soma sequer 1% dos habitantes. A
língua mais falada na Faixa de Gaza é o árabe, seguida pelo hebraico