Você está na página 1de 7

TERÇA-FEIRA - 17/05/2011 - ANO XX - Nº 614 - OESTE DA BAHIA - BRASIL - DISTRIBUIÇÃO 100% DIRECIONADA - EXEMPLAR AVULSO 1 REAL

Riachão das Neves: os novos


tempos que não aconteceram
Hoje, Riachão das Neves, no oeste da
Bahia, é uma das cidades onde a população
Prefeitos se mais sofre com o descaso da administração
pública municipal. As queixas por causa da
reúnem para precariedade dos serviços públicos nos seto-

discutir res de saúde, educação, ação social e infra-


estrutura, são tantas que causa indignação e
estruturação revolta popular. Recentemente, um dos seus
residentes deu exemplo, não teve medo. SID
e eleição da

Foto Arquivo Pessoal


JAMES foi taxativo em dizer numa entrevista
num site local que o povo riachão-nevense
nova diretoria não merece o governo que tem, fez o que to-

da UMOB 03 dos deveriam fazer: exercitar cidadania. Veja


a entrevista na íntegra. 04,05
Foto Ana Cedro

Luta de Jorge Mota


pela criação do Estado do
Rio São Francisco vira
notícia no Paraná 02
Foto Internet/Paraná Centro Online

Palestras na
Bahia Farm Show 2011
07
02 l Ano XX - nº 614 - 17/05/2011 - Oeste da Bahia - Brasil
COLUNA SEMANAL DA Secretaria de Imprensa da Por Tenório de Sousa
PRESIDENTA DILMA ROUSSEFF Presidência da República

Luta de Jorge Mota


CONVERSA COM A PRESIDENTA pela criação do Estado
Paulo Jáder G. de Sousa, 38 anos, tas vezes, o paciente é encaminhado do Rio São Francisco
auxiliar administrativo de Fortaleza
(CE) - Qual a sua avaliação sobre a
às UPAs pelo Serviço de Atendimen-
to Móvel de Urgência (SAMU/192),
vira notícia no Paraná
força da mulher em seu governo? que presta o primeiro atendimento. No último dia 09, segunda-feira, o cotegipano Jor-
Estou admirando muito a senhora. As UPAs trabalham articuladas tam- ge Mota, considerado como o maior baluarte depois
Presidenta Dilma - Paulo, senti- bém com as unidades básicas de saú- de Marlan Rocha pela criação do Estado do Rio São
mos muito orgulho de ter no primei- de e, quando necessário, encami- Francisco, virou notícia no estado do Paraná. Jorge
ro escalão do governo federal a mai- nham os pacientes a essas unidades. Mota, independentemente de qualquer ligação polí-
or representação feminina de toda a tica ou partidária, foi o único que depois das últimas
história do nosso país. De cada qua- Deuzília Pereira da Cruz, 30 anos, eleições continuou sua luta pela autonomia da região
tro ministérios, um é comandado por estudante de Direito de Cavalcante oeste da Bahia.
uma mulher. Ainda não é o ideal, mas (GO) - Qual será sua principal ação em
já significa um grande avanço. A mi- relação aos quilombolas do município
nha eleição traduziu o crescimento da de Cavalcante, em Goiás? O que será

Foto Internet/Paraná Centro Online


força da mulher e o reconhecimento, feito em relação ao Luz para Todos?
por parte da sociedade, de que nós Presidenta Dilma – Nós estamos
temos competência, capacidade de resgatando uma dívida histórica com
trabalho e discernimento para dirigir os descendentes daqueles que, cor-
os destinos do nosso país. É consequ- rendo todos os riscos, ousaram esca-
ência da luta das mulheres pela igual- par dos horrores da escravidão. Em
dade das condições de vida e de tra- Cavalcante, vivem os Kalungas, que
balho e da sua decisão de sair de casa ocupam terras também nos municí-
para atuar em vários setores e ocu- pios de Monte Alegre e Teresina de
par cada vez mais espaço nas empre- Goiás. A região é montanhosa, de di-
sas, nas atividades sociais e culturais, fícil acesso, assim como acontecia O Paraná Centro Online (www.paranacentro.com.br)
entre outras. O governo tem feito a com a maioria dos quilombos. Mas é um dos maiores jornais impressos e virtuais do Paraná.
sua parte com os programas sociais, essas montanhas, que ajudaram os O jornal na internet é talvez, o mais acessado no estado e
com o crescimento da economia, que Kalungas a preservar a liberdade con- no Brasil todo.
vêm beneficiando toda a população, quistada na luta, hoje dificultam a Para ler a notícia direto no Paraná Centro Online,
e também com as políticas voltadas chegada dos serviços públicos. Por o link é: http://www.paranacentro.com.br/noticia/
para a mulher. Para falar apenas dos isso, uma das principais medidas do tijolao/5942/ivaiporaense-quer-criacao-de-um-novo-
programas lançados mais recente- governo na região é a construção ou estado.html
mente, temos o Rede Cegonha, para melhoria das estradas. Mas, mesmo
dar atenção integral à mãe e ao bebê, nas condições atuais, já estamos le- Veja a íntegra da notícia:
a construção de 6 mil creches em 4 vando benefícios aos quilombolas da Ivaiporãense quer criação
anos, investimentos para prevenir e região. Já foram construídas moradi-
enfrentar o câncer de mama e o de as para 800 pessoas, além de obras de um novo Estado
colo do útero, e o programa Trabalho sanitárias, e neste ano vamos iniciar
e Empreendedorismo da Mulher. a construção de cinco escolas em Ca-
Nosso governo continuará a ajudar a valcante. Em breve, pretendemos
mulher nessa trajetória. Fico feliz com conceder título coletivo de proprie-
sua admiração e, se você olhar, verá dade para a associação que represen-
que em sua família encontram-se ta a comunidade. Esse processo foi
muitas dessas lutadoras que ajuda- iniciado em 2009, quando o presi-
Foto Internet/Paraná Centro Online

ram o Brasil a dar esse passo. dente Lula decretou o território Ka-
lunga de interesse social para fins de
Lourenço Medeiros Neto, 25 desapropriação. Quanto ao Luz para
anos, médico de Cuiabá (MT) - O que Todos, o programa já beneficiou qua-
a senhora vai fazer para instalar 500 se 2 mil quilombolas Kalungas. Fal-
Unidades de Pronto Atendimento tam outros 2,6 mil, que vamos aten-
em todo o país? der. Em todo o País, já foram benefi-
Presidenta Dilma - Lourenço, a ciados 113 mil quilombolas com a O ex-morador de Ivaiporã, Jorge Mota, que voltou
implantação de 500 UPAs faz parte chegada da energia elétrica. a Bahia, Estado de sua natalidade, é um dos idealiza-
da nossa estratégia de investir forte- dores da criação do Estado do Rio São Francisco. Ele
mente na melhoria do atendimento defende o desmembramento do território baiano, a
de saúde. E nós já estamos cumprin- partir da margem esquerda do manancial Rio, que ba-
do esse compromisso, uma vez que tizaria Unidade da Federação. Com a mudança, 35
as UPAs estão sendo instaladas. En- municípios, com uma área de 170 mil metros e uma
tre 2009 e 2010, o governo federal população estimada em, pelo menos, 1 milhão de pes-
liberou recursos para a implantação soas, seriam, na opinião dele, melhores atendidos.
de 462 unidades, das quais 109 já Político atuante, Mota tem realizado um belo tra-
Para enviar sua pergunta balho e orgulhado os inúmeros amigos que ainda
estão em pleno funcionamento. As acesse o site:
UPAs oferecem assistência de emer- mantém na região central.
www.novoeste.com
gência 24 horas por dia, em todos os Lá você vai ver o banner acima. COOMAF
dias da semana, ajudando a desafo- É só CLICAR. COOPERATIVA MISTA DOS AGRICULTORES FAMILIARES
gar os prontos-socorros dos hospitais CNPJ 05.984.559/0001-17/NIRE 29400030955/IE 75.597.731 EP

e melhorando o acesso das pessoas EDITAL DE CONVOCAÇÃO


ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA
que necessitam de atendimento. To-
A Cooperativa Mista dos Agricultores Familiares – COOMAF, através
dos os estados poderão oferecer à Uma publicação da de seu representante Carmélia da Silva Marques no uso de suas atribui-
população uma rede de atendimen- EDITORA OESTE S/C LTDA ções legais vem por meio deste convocar todos os seus 600 cooperados
ADMINISTRAÇÃO/REDAÇÃO para participar da Assembleia Geral Extraordinária a ser realizada no dia
to de urgência e emergência qualifi- Av. Presidente Vargas, 342-Centro 30/05/2011. Local: Centro Comunitário de São Desidério – BA às 9:00h.
cada e com fácil acesso. Grande par- (77) 3611-2258 / 3021-1711 Em primeira convocação com 2/3 (dois terços) dos cooperados, às 10:00
CEP 47 800-000- Barreiras-BA
te dos problemas de saúde, como www.novoeste.com - jornal@novoeste.com horas em segunda convocação com 50% e mais um, dos cooperados, às
11:00 horas em terceira e última convocação mínimo de 10 (dez) dos
crises de pressão alta, quadros febris, EDITOR: Tenório de Sousa cooperados. Conforme reza o Estatuto da Entidade.
CHEFE DE REDAÇÃO: Ana Cedro Pontos de pauta:
fraturas simples, entre outros, pode DEPTO. COMERCIAL: 3611-2258 - Eleição do Conselho Fiscal e respectivo Suplentes do Conselho Fiscal
ser resolvida nessas unidades. Os LOGÍSTICA DE CIRCULAÇÃO: Omar Everton
- Alteração do Estatuto
IMPRESSÃO: Gráf. Rio S. Francisco (3021-1711)
médicos analisam se é necessário -E o ocorrer.
Artigos assinados não expressa a opinião da edi- São Desidério, 09 de Maio de 2011.
encaminhar o paciente a um hospi- toria do jornal. Direitos reservados de textos, fo-
tos e ilustrações da Editora Oeste. Carmélia da Silva Marques - Presidente COOMAF
tal ou mantê-lo em observação. Mui-
Ano XX - nº 614 - 17/05/2011 - Oeste da Bahia - Brasil l 03
GESTÃO PÚBLICA/UMOB Por Ana Cedro

Prefeitos se reúnem para discutir estruturação


e eleição da nova diretoria da UMOB
Foi realizada na manhã do
dia 11, quarta-feira, no auditó-
rio do Banco do Nordeste, uma
reunião extraoficial entre al-
guns prefeitos da União dos
Municípios do Oeste da Bahia
(UMOB).
Estiveram presentes os pre-
feitos Marcos Vinicius, de Ria-
chão das Neves, Zito Barbosa,
de São Desidério, Robson Al-
meida, de Catolândia, Antônio
Xavier, de Cristópolis, Humber-
to Santa Cruz, de Luís Eduardo
Magalhães, Manoel Afonso
(Neo), de Formosa do Rio Pre-
to, Davi Frank, de Mansidão,
além de representantes dos
municípios de Santa Rita De
Cássia, Angical e Catolândia. Catolândia, externou aos pre- e procurar atender às necessi- do Estatuto vigente da entida-
Segundo os organizadores, a sentes o sentimento de abando- dades dos municípios membros de, com suas alterações existen-
prefeita de Barreiras Jusmari no e a falta de representativida- da entidade. “Estamos nos sen- tes e da ata da última eleição da
Oliveira, atual presidente da de com relação à UMOB. “Te- tindo incomodados com a situ- diretoria. Foi redigido também
UMOB, foi convidada, mas op- mos que trabalhar em cima de ação, queremos ter representa- um documento requerendo da
tou em não comparecer e nem um consenso, o que não pode tividade e não estamos conse- atual presidente, que a mesma
enviar representante. acontecer é continuar nesse guindo”, destacou Neo, comple- proceda a convocação de uma
Dentre os assuntos pautados engessamento, pois a vida da mentando que uma das princi- assembleia para o dia 23 de
estavam à representatividade região está em jogo”, comen- pais bandeiras da UMOB pode- maio do corrente ano, às 10:00h
da UMOB; a sua reestruturação tou Robson, acrescentando que rá ser também a criação do es- no Auditório do Banco do Nor-
e a eleição da nova diretoria. A o objetivo da reunião não foi tado do Rio São Francisco, opi- deste de Barreiras, afim de dis-
discursão gerou em torno tam- julgar ninguém e sim, discutir nião essa que foi unânime en- cutir questões de interesse re-
bém da importância da mobili- os interesses da região. tre os presentes. gional, bem como da própria
zação dos municípios membros, Para Neo, prefeito de For- Encerrada a reunião, ficou entidade, a exemplo de possí-
com o intuito de encarar proble- mosa do Rio Preto, o primeiro acordada entre os prefeitos pre- veis alterações no Estatuto e a
mas regionais, junto aos demais passo à ser dado seria buscar a sentes a entrega a Jusmari Oli- eleição da nova diretoria, ten-
entes federativos. reestruturação da UMOB, e par- veira de uma solicitação de có- do em vista que já terminou o
Robson Almeida, prefeito de tir daí, dar início às discussões pias da ata da última reunião; mandato da gestão vigente.
EVENTO/VAQUEIJADA/FORMOSA DO RIO PRETO Por Ana Cedro

Lançada a 28ª Vaquejada de Formosa


O prefeito de Formosa do
Rio Preto, Manoel Afonso
(Neo), lançou oficialmente na
manhã do dia 11, no Hotel So-
lar, em Barreiras, a 28ª edição
da Vaquejada do município.
O evento que uma média de
público estimada entre 35 e 40
mil pessoas por dia, acontece
no período de 26 a 29 de maio,
no Parque Major Leopoldo.
Esse ano, o evento será ani-
mado pelas Bandas Vera Cruz
(quinta, 26); Cavaleiros do For-
ró (sexta, 27); Edu e Maraial (sá- R$ 10 mil para o grande cam- Leopoldo – Considerado como shows e 10 camarotes. Além
bado,28) e para fechar a Banda peão, R$ 8 mil para o 2º, R$ 4,5 um dos melhores da Bahia, seu disso, possuí um excelente pal-
Calypso (domingo,29). mil para o 3º, R$ 4,5 mil para o espaço é localizado às margens co com banheiros privativos e
Vaqueiros de várias regiões 4º, R$ 4,5 mil para o 5º e R$ 2,5 do Rio Preto, possui praça de camarins para as bandas. Dis-
do Nordeste disputarão R$ 75 mil do 6º ao 20º lugar. alimentação com capacidade põe também de parque infantil
mil em prêmios, que variam de Parque de Vaquejada Major para 60 toldos, um pavilhão de e estacionamento.
05 l Ano XX - nº 614 - 17/05/2011 - Oeste da Bahia - Brasil Ano XX - nº 614 - 17/05/2011 - Oeste da Bahia - Brasil l 05
GESTÃO PÚBLICA/RIACHÃO DAS NEVES/ENTREVISTA

Riachão das Neves: os novos tempos que não aconteceram


Hoje, Riachão das Neves, no oeste da Bahia, têm por lei. Sem falar dos contratados que deveria conceder meia bolsa aos alunos cujos mostrava tudo isso para a Bahia inteira, e hoje em qualquer área com certeza estariam con-
é uma das cidades onde a população mais sofre nunca recebem seus salários em dia. pais tenham um ganho de até três salários nada disso acontece, o setor é alvo de desca- tribuindo para o crescimento do município.
com o descaso da administração pública muni- Portanto, assim como os bons políticos, sou mínimos. Caso fizesse isso, já seria uma gran- so, ou melhor, existe só o nome. Quem governa um município precisa ter
cipal. As queixas são muitas por causa da pre- a favor de um salário digno para os professo- de ajuda aos nossos jovens carentes. Portan- Até o futebol que era um forte meio de amor por ele, senão vai acontecer o que esta-
cariedade dos serviços públicos nos setores de res. Faço parte dos que apoiam a ideia dos to, mesmo o prefeito sabendo que existem lei entretenimento dos riachão-nevenses não é mos vendo no nosso dia-a-dia, total desprezo
saúde, educação, ação social e infraestrutura. senadores Cristovam Buarque (DF) e de Pe- e amparo jurídico para este fim, ele nada fez mais, não existe mais incentivo e prova disso para com nossa gente e nossa cidade. Sabe-
Tanto que causa indignação e revolta popular e dro Simon-RS, quando em 16/12/2010 apre- ou se preocupou em fazer. é o Estádio Municipal que há mais de um ano mos que todos nós, de uma forma geral, con-
não é para menos, quando o povo elegeu o pre- sentaram o Projeto de Lei que estende o mes- ***** está fechado, depredado, suas traves foram tribuímos com o que está acontecendo.
feito, por ser uma pessoa jovem, sonhava que mo reajuste salarial concedido aos senadores AÇÃO SOCIAL - A ação social é outro setor retiradas não se sabe o porquê. Não se houve Nas últimas eleições municipais, todos ou-
ele fosse priorizar os serviços públicos em me- para o piso salarial nacional dos professores. que também deixa muito a desejar. Às vezes falar de nenhuma previsão de reforma. Outro viram a Justiça Eleitoral propagar na mídia
lhoria da qualidade de vida dos munícipes, fato Se os professores da educação básica das ouço pelo rádio e carros de som, anúncios de é o Ginásio de Esporte, está na mesma situa- alertando que se deveria votar nas pessoas
que não aconteceu. escolas públicas brasileiras tivessem o mesmo conscientização junto aos pais e filhos sobre ção, totalmente abandonado. certas para depois não ter que ficar quatro
Hoje, por causa da inoperância, a precarie- Foto Arquivo Pessoal reajuste dos senadores, como no caso mais re- o Conselho Tutelar. O que mais me doí, e que pra mim é ina- anos sambando com uma mosca no ouvido ou
dade na administração pública, a cada dia cres- cente de 61,78%, o piso dos professores de R$ Seria possível fazer muito mais tendo em ceitável, foi à decisão da atual administração simplesmente lastimando os quatro anos por
ce a criminalidade e a marginalidade social e 1.024,00 passaria para R$ 1.656,62, salário vista o trabalho digno de reconhecimento que de acabar com o campeonato de futebol ama- ser muito tempo. E é isso que está acontecen-
nesse processo a culpa é também do silêncio dos esse que ainda não seria o merecido, mas o estes conselheiros prestam. Se a prefeitura dor do município. Antes tínhamos o Campeo- do em nosso município. A administração pú-
partidos políticos de oposição, da inércia da so- razoável com o que se tem no momento. Em apoiasse como verdadeiramente deve ser, da- nato de futebol Amador da primeira e segun- blica, além de caótica já virou lástima na boca
ciedade civil e dos demais poderes públicos, já minha opinião, essa proposta de reajuste dos ria para fazer muito mais. Alegro-me por ter da divisão e o Campeonato de Máster que do povo em todos os cantos. O que mais se
que eles não fiscalizam e muito menos punem. salários dos professores seria o começo do re- sido o criador da lei que implantou o Conse- envolvia jogadores dos povoados, distritos e ouve são as pessoas se queixando da precari-
Mas, felizmente nem tudo é assim, recente- conhecimento à maior profissão existente no lho no município, na época acreditei que o da sede do município. Em matéria de futebol, edade dos serviços públicos e a depredação
mente, um dos seus residentes deu exemplo, mundo para se formar cidadãos. projeto, juntamente com os demais progra- nosso município já foi considerado o melhor patrimonial de nossa cidade.
não teve medo. SID JAMES foi taxativo em dizer Na época, eu fui o único de Riachão das mas do governo federal fossem melhorar as da região oeste da Bahia, e hoje está nessa Portanto, prefiro acreditar que não é esse
numa entrevista num site local que o povo ria- Neves a apoiar o reajuste salarial proposto questões sociais, coisa que não aconteceu. situação de esquecimento. o governo que os richão-nevenses merecem,
chão-nevense não merece o governo que tem, pelo projeto dos Senadores. Provo isso atra- Hoje, os programas sociais do governo fede- foram enganados. Gostaria de compartilhar
fez o que todos deveriam fazer: exercitar cida- vés do meu comentário registrado sob o nº ral implantados no município só beneficiam a Suas considerações finais. com quem verdadeiramente ama e carrega no
dania. Veja a entrevista na íntegra. 139329 e com minha assinatura Sid James poucos, principalmente a quem votou neste “O governo é fruto das pressões popula- peito essa terra, um versículo na palavra de
ENTREVISTA / SID JAMES Lopes. No seu conteúdo digo que “é mais que ou naquele candidato. res”, essa é uma das frases que mais gosto. É Deus que diz: “Tudo tem o seu tempo deter-
justo o profissional que mais trabalha de ver- Riachão das Neves se tornou uma cidade de Heloísa Helena, ex-senadora e presidente minado, e há tempo para todo o propósito de-
Como você avalia sua participação na po- nos diversos setores do governo, familiares do dade neste país ganhar um digno salário. Até onde grande parte dos políticos já se acostu- nacional do PSOL, hoje vereadora de Alagoas. baixo do céu” (Eclesiástico 3.1).
lítica do município? prefeito e de pessoas de cargos de confiança porque são eles que têm a árdua tarefa de nos mou a tratar a coisa pública para o seu bem Para mim ela é uma das mulheres mais céle- Espero que venha logo este tempo deter-
Acredito que o cidadão comprometido com estão empregados. O mais grave é que, em ajudar a fazer de nossos filhos cidadãos me- pessoal e como politicagem para a sua per- bres da política brasileira. Pena que o signifi- minado e que seja de bons fluidos para nossa
sua comunidade, independente de está num sua grande maioria, ninguém tem qualifica- lhores para esta nação”. Fiz questão de enfati- manência no poder. Vivemos nos tempos que cado de sua frase ainda não fazem parte da gente humilde, honesta e trabalhadora, tão
cargo político ou não, tem que contribuir para ção para assumir os cargos que ocupam. zar a valorização e a importância do profissio- nos remetem ao jargão famoso atribuído a consciência de nosso povo, se não Riachão das sofrida. Não abro mão de continuar lutando
com seus conterrâneos. No meu caso, as ex- E isso, é a cada eleição. Mas, o que me ale- nal de educação para formação de nossas cri- ACM: “aos amigos tudo, aos inimigos à lei”, Neves, com as riquezas que tem, não estaria no que acredito que seja de bom para essa
periências das quais vivenciei quando fui ve- gro é que o povo dá sinal de que não aceita anças e jovens para o futuro de nosso país. como é o caso em Riachão onde a atual admi- no caos em que se encontra. terra onde nasci, cresci e me tornei cidadão,
reador, foram válidas, principalmente pela im- mais esse tipo de conduta por parte de nos- Vale lamentar também a respeito dos nos- nistração priva as pessoas de seus direitos Um município que possui uma das maio- desejo o mesmo para meus filhos. Hoje não
portância em fazer um mandato digo, o qua sos políticos e começa a tomar ciência do po- sos alunos dos distritos e dos povoados que básicos, simplesmente pela inércia e precari- res produções agrícolas, uma pecuária que se penso mais em mim, penso neles, nessa nova
se tornou uma referência no poder legislativo der que tem, de colocar o político e ao mes- precisam se deslocar a sede, hoje o que exis- edade dos serviços públicos no município. destaca como uma de maior rebanho da re- geração que está por vir, e quem é pai ou mãe
de Riachão. Na época, além de ter sido o ve- mo tempo desmascará-lo. Entretanto é hora te é um desserviço público a esse direito. É Tipo de mazela política que nos dias de hoje, gião, com o comércio ascendente, sem falar sabe disso. Nossos filhos são o futuro de nos-
reador mais votado de oposição, fui também da população levar em consideração que que- constante o desrespeito aos anseios e neces- não podemos mais aceitar. que sua arrecadação de receitas é excelente, sa cidade, de nosso país, por isso devemos pre-
quem mais apresentou projetos de Leis, to- remos uma política séria, e não essa que hoje sidades de nossas crianças e adolescentes que ***** jamais poderia ser tão mal administrada. parar esse mundo melhor para que eles acre-
dos aprovados. Tenho certeza de que tudo isso é implantada no nosso município. não usufrui de estrutura digna para um bom INFRAESTRUTURA - O que se vê no muni- O município necessita de mudanças urgen- ditem que é possível fazer muito mais.
foi consequência do trabalho que minha fa- aprendizado e isso é em todo o município. cípio nesse setor é a total falta de compromis- tes, dessas que só irão acontecer quando Para finalizar, acredito que acima de tudo
mília exerceu no município, muito antes mes- Como você resumiria a situação dos ser- Sem medo de errar, digo que os motivos so do gestor municipal. É de se lamentar a quem verdadeiramente ame essa terra come- devemos conhecer nossas origens, por isso
mo de sua emancipação política. viços públicos no seu município: da péssima educação em nosso município, de precariedade das ruas, principalmente na sede ce a participar de sua gestão pública. Não que- deixo um pensamento meu para reflexão: “O
Hoje, nosso município está no atraso em ***** não ter tido avanços e continuar na mesmice, do município, sem falar do problema da cole- ro diminuir essas pessoas de outras cidades passado devemos sempre referenciar. Não
todos os aspectos: políticos, sociais, econômi- SAÚDE - A população deve ter consciência é simplesmente porque nossos administrado- ta do lixo, da escuridão na sede e nos distritos que vieram contribuir com a atual administra- importa se ele nos faz sofrer, ele é parte da
cos e principalmente nas questões culturais. de que Saúde é um direito de todos, de que res nunca a priorizaram em seus governos e e povoados, das péssimas condições de tráfe- ção, mas não podemos deixar a nossa gente nossa história. Devemos buscar nele forças
Pensava-se que um jovem na administração a não precisa mendigar na hora da sua necessi- muito menos valorizaram os profissionais do go das nossas estradas vicinais, situação ja- de lado, existem muitas pessoas capazes que para fazermos um presente mais humano e
coisa fosse mudar, ficou pior e a pergunta que dade. É obrigação do município, independen- setor. A cada dia, com os avanços tecnológi- mais sofrida por quem precisa ir ou sair de Ca- precisam apenas de uma oportunidade, que igualitário, para a nova geração”.
fica é o que fazer? Só sei que ninguém faz nada te se o cidadão é de partido político, tem reli- cos tomando conta de tudo, é necessário que riparé, São José do Rio Grande e dos Gerais.
sozinho, nem o próprio Jesus Cristo, filho de gião ou não. Sabemos que hoje na Saúde mu- os educadores também se capacitem. Hoje em Desde o início da atual gestão, tenho de- QUEM É SID JAMES
Deus fez, a bíblia conta que Ele teve seus co- nicipal possui uma equipe qualificada, mas Riachão, se o professor quiser acompanhar es- nunciado situações que revelam o descaso Sid James Lopes nasceu em 21/02/ Câmara de Vereadores;
laboradores. existe coisas erradas já que os serviços são ses avanços vai ter que se virar sozinho e por para com nosso município, que mesmo rece- 1969, em Riachão das Neves, é filho - da Lei do voto nominal na Câmara de Verea-
Longe de mim em dizer que esta ou aque- constantes alvo de queixas populares. conta própria. É como sempre digo: “se nem bendo vários recursos federais, não se vê me- de Sebastião Batista Lopes e Zenaide Crisóstomo dores, antes o voto era secreto;
la é a solução. Digo apenas enquanto nossos A população não culpa os servidores, e sim, mesmo nossos governantes se preocuparam lhorias nos serviços públicos. O que acho mais Lopes, casado com Adelina Maria e tem quatro - da Lei que modernizou o Plano de Salário e
filhos. Há mais de vinte anos trabalha na área de Carreira dos Funcionários da Câmara;
políticos não tiverem respeito e fidelidade incompetência do gestor público, prova disso em se qualificar, como é que eles poderiam grave no tocante a infraestrutura, é que não Contabilidade, é bacharel em Direito pela FASB - - do Projeto que criou os cargos de Assessores
para com o que prometem em palanques, é o funcionamento inadequado dos PSF’s (Pro- se preocupar com os nossos professores e, existe planejamento, possuímos um Plano Di- Faculdade São Francisco de Barreiras (BA), foi ve- de Vereadores;
sempre existirá prefeito eleito por um grupo grama de Saúde da Família). consequentemente, com nossos filhos?” retor Urbano onde a própria comunidade dis- reador de Riachão no período de 2001 a 2004. - da Lei que Instituiu a Campanha Permanen-
e administrando com outro. Portanto, é ne- Quando fui vereador criei a Lei dos PSF’s Uma coisa é certa! Só teremos um povo cutiu temas e questões relativas aos aspectos Como vereador Sid James se destacou como te de Planejamento Familiar no município;
cessário que o grupo seja coeso. Caso contrá- de Cariparé e de São José do Rio Grande. Na respeitado, liberto e ciente de seus direitos, urbanos de Riachão, que não serve pra nada. o primeiro legislador a fazer mudança na Lei Or- Além dessas leis e projetos, criou também di-
gânica Municipal depois da sua promulgação, cri- versos Decretos Legislativos, os quais concedeu
rio, sempre seremos enganados por um faz de época, o propósito era diminuir a demanda no através da educação, ela é a base, o princípio O plano tem validade de 20 anos e lá estão
ando as Comissões Permanentes de Direito do Títulos de Cidadão Riachãoense a personalidades
conta, como é o caso do atual prefeito. Hoje, Hospital da sede. Para isso, a prefeitura deve- de qualquer cidadão, inclusive, o único meio os anseios e as necessidades de nossa gente Consumidor e do Meio Ambiente. Foi autor de que ajudaram no desenvolvimento do município,
ele é uma realidade amarga na vida dos ria- ria fazer com que eles e os demais postos no de formar políticos melhores, consciente de que qualquer gestor precisa para organizar o várias ações e projetos de relevâncias no muni- a exemplo de José Francisco da Silva (Zezinho),
chão-nevenses com uma administração desas- município funcionem com estrutura que ofe- como tratar a coisa pública. crescimento e o funcionamento da cidade. cípio, entre eles: Bartolomeu Batista Lopes (Berto Jacaré), Maria
trosa, principalmente para àqueles que acre- reça um atendimento digno, que ofereça aos ***** Mas, não vermos nenhuma obra especificada - da Lei que instituiu a obrigatoriedade do Cur- Riva de Mariz Cartaxo (Dra. Riva), Clélia da Rocha
ditaram que ele iria fazer as mudanças que o profissionais de saúde melhores condições de ENSINO SUPERIOR - Nossos governantes no Plano Diretor sendo retirada do papel. so de Informática para todos os alunos de 5ª à 8ª Cunha (Cecê), Dep. Federal João Leão, Antônio
série; Américo de Lima Filho, Armando Batista do Ama-
município precisa, a frustação foi geral. trabalho. Essa é a única saída para prover o não respeitam as leis existentes no município, ***** - da Lei que criou o Conselho Tutelar no muni- ral e tantas outras.
mínimo de qualidade de vida à população. principalmente às existentes relacionadas à CULTURAL, ESPORTE E LAZER - No Brasil cípio; autor da Lei da meia bolsa, para alunos em Foi também fundador e presidente de Honra
O porquê dessa análise? ***** educação. Prova disso é a quantidade de jo- os recursos dos municípios são mais abran- curso superior, que os pais ganhem até três salá- do Partido Trabalhista Nacional (PTN) e da Asso-
É simples. Ele se utiliza de uma política ul- EDUCAÇÃO - No atual governo, considero vens que já concluíram o 2º grau e sonham gentes nos setores de educação e saúde, a cul- rios mínimos; ciação Comercial e Industrial de Riachão das Ne-
trapassada, idêntico a de remotos políticos de a secretária de Educação, uma das pessoas em ter um curso superior e consequentemen- tura, assim como o esporte e lazer sempre fi- - da Lei que criou os símbolos: Bandeira e Bra- ves (ACIR), foi secretário de Cultura Esportes, La-
são do município; zer e Turismo do município, no período de 01/01/
nossa terra, onde usa a coisa pública para a mais capacitada e preparada intelectualmen- te, uma boa profissão, mas lamentavelmente cam de lado. Na gestão passada, a ideia de cri-
- da Lei que criou o PSF de Cariparé e São José 2005 a 31/12/2008, representante Cultural da Re-
questão pessoal e como objeto para se sus- te. Mas, não dá para entender o porquê nun- não conseguem porque hoje a administração armos uma Secretaria de Cultura, Esportes, La- do Rio Grande; gião Oeste da Bahia e coordenador do Fórum de
tentar no poder através de favores políticos e ca antes nesse município a Educação mereceu pública local não cumpre com sua obrigação, zer e Turismo foi justamente para fortalecer - da Lei que criou o dia do Evangélico no mu- Dirigentes Municipais de Cultura do Estado da
do ardiloso assistencialismo, e quem mais so- tanta atenção como agora. Nosso professores muito menos respeita a lei que dá aos nossos esse setor mostrando nossas riquezas natu- nicípio; Bahia, no período de 08/05/2007 a 31/12/2008.
fre são os mais carentes. não são respeitados, as condições estruturais jovens esse direito. Essa foi uma das leis cria- rais, econômicas e as diversas manifestações - do Regimento Interno da Câmara de Verea- Atualmente, Sid James, atua como empresá-
Entre os desmandos da atual administra- das escolas são precárias e os salários dos pro- da por mim na época em que fui vereador. culturais, artísticas e históricas de nossa gen- dores; rio no ramo de contabilidade presidente do Parti-
- do Código de Ética e Decoro Parlamentar da do dos Democratas (DEM) em Riachão das Neves.
ção, está a imoralidade do NEPOTISMO onde fessores estão abaixo do piso, direito que eles O prefeito no mínimo, em respeito à lei, te. Na época tínhamos uma secretaria que
06 l Ano XX - nº 614 - 17/05/2011 - Oeste da Bahia - Brasil
Ano XX - nº 614 - 17/05/2011 - Oeste da Bahia - Brasil l 07
BAHIA FARM SHOW/LEM Imprensa Bahia Farm Show

Palestras na Bahia Farm Show 2011


O interesse crescente dos comportam 150 pessoas, e a ex-
produtores a cada nova edição pectativa dos organizadores é
fez com que, este ano, a Bahia que, ao final da feira, aproxima-
Farm Show, feira de tecnologia damente 2,5 mil pessoas te-
agrícola e negócios que será re- nham passado por eles. A pro-
alizada em Luís Eduardo Maga- gramação, explica o assessor de
lhães (BA) de 31 de maio a 4 de agronegócios da Associação de
junho, dedicasse um novo espa- Agricultores e Irrigantes da
ço para as palestras, conferên- Bahia (Aiba) e coordenador dos
cias e reuniões, que acontecem eventos nos auditórios da feira,
na feira. Além do tradicional Alcides V iana, é formulada
auditório do Complexo Bahia atendendo às demandas do
Farm Show, localizado nas ins- produtor. “A cada ano, a fre-
talações do Centro de Pesquisa qüência aumenta. Mesmo que
e Tecnologia do Oeste da Bahia um produtor não compareça a
(CPTO), o público também vai uma palestra técnica, por estar
dispor da estrutura do Centro cumprindo sua agenda de com-
de Treinamento da Abapa, onde pras na feira, ele manda suas
uma grade de explanações foi equipes, seu gerente. A consci-
especificamente programada ência da importância da reci-
para a agricultura familiar, seg- clagem de conhecimentos é cerca de 30 palestras e/ou reuni- Os temas das palestras com-
mento que vem tomando cor- cada dia maior”, diz Alcides. ões e eventos. Dentre estes últi- portam ainda mercado, mane-
po na Bahia Farm Show. A grade é eclética. Na progra- mos, estão o Fórum Canal Rural/ jo, tributos, meio ambiente-
Juntos, os dois auditórios mação dos dois auditórios, serão Bahia Farm Show, debate televi- com uma apresentação do se-
sionado ao vivo, no dia 2 de ju- cretário estadual de Meio Am-
PEDIDO DE LICENÇA DE OPERAÇÃO nho, das 9h às 12h, e as reuniões biente, Eugênio Spengler, sobre
da Câmara Setorial da Cadeia o Plano de Adequação e Regu-
Ricardo Lhossuke Horita e Outro, CPF 443.054.009-87 torna público Produtiva do Milho e Sorgo (CS- larização dos Imóveis Rurais do
que está requerendo ao Instituto do Meio Ambiente e Recursos CMS) do MAPA, agendada para Estado da Bahia/ Oeste Susten-
Hídricos - INEMA, a Licença de Operação para o desenvolvimento o dia 1º de junho, das 9h às 12h, tável às 14h do dia primeiro –
de agricultura de sequeiro nas Fazendas Ventura, Ventura I e e da Câmara Setorial dos Grãos além de muitos outros assun-
Ventura II, localizadas na BR 020 km 94, no município de São do Estado da Bahia, cujas data e tos. Para a agricultura familiar
Desidério – BA. horário estão sendo definidos. O haverá temas desde piscicultu-
Ricardo Lhossuke Horita Fórum Canal Rural tratará da re- ra, cadeia produtiva da mandi-
Proprietário formulação do Código Florestal, oca, compras governamentais,
tema candente na agenda do Go- produção de pupunha, abacaxi,
verno e produtores. suínos e outros.

POLÍTICA AMBIENTAL
Ricardo Lhossuke Horita e Outro, na busca da melhoria contínua
das ações voltadas para o meio ambiente, assegura que está
comprometido em:
. Promover o desenvolvimento sustentável, protegendo o meio
ambiente através da prevenção da poluição, administrando os
impactos ambientais de forma a torná-los compatíveis com a
preservação das condições necessárias à vida;
. Atender à legislação ambiental vigente aplicável e demais
requisitos subscritos pela organização;
. Promover a melhoria contínua em meio ambiente através de
sistema de gestão estruturado que controla e avalia as atividades,
produtos e serviços, bem como estabelece e revisa seus objetivos
e metas ambientais;
. Garantir transparência nas atividades e ações da empresa,
disponibilizando às partes interessadas informações sobre seu
desempenho em meio ambiente;
. Praticar a reciclagem e o reuso das águas do processo produtivo,
contribuindo com a redução dos impactos ambientais através do
uso racional dos recursos naturais;
.Promover a conscientização e o envolvimento de seus
colaboradores, para que atuem de forma responsável e
ambientalmente correta.
A DIREÇÃO
08 l Ano XX - nº 614 - 17/05/2011 - Oeste da Bahia - Brasil