Você está na página 1de 24
CONSELHOS PRÁTICOS E EXERCÍCIOS PARA CORDAS FREGUESIA DO Ó SETOR 10 - 05/12/2015
CONSELHOS PRÁTICOS
E EXERCÍCIOS PARA
CORDAS
FREGUESIA DO Ó
SETOR 10
-
05/12/2015
O cotovelo do braço esquerdo deve estar próximo ao centro do violino Manter o violino

O cotovelo do braço esquerdo deve estar próximo ao centro do violino

Manter o violino numa posição retilínea, evite posiciona-lo apontado para o chão ou o céu.

evite posiciona-lo apontado para o chão ou o céu. Evite encostar o pulso da mão esquerda

Evite encostar o pulso da mão esquerda no braço do violino, isto torna extremamente difícil o dedilhado.

Os dedos da mão esquerda, excetuando o polegar, deverão pousar suavemente sobre as cordas de maneira que a polpa do dedo toque a corda

sobre as cordas de maneira que a polpa do dedo toque a corda O polegar da
sobre as cordas de maneira que a polpa do dedo toque a corda O polegar da
sobre as cordas de maneira que a polpa do dedo toque a corda O polegar da

O polegar da mão esquerda deverá se opor ao dedo indicador.

Algumas escolas citam entre o indicador e o anelar.

Mantenha a mão esquerda levemente curvada de tal forma que o espaço aberto entre o polegar e o dedo indicador formem uma letra “C”.

Lembre-se que os dedos “caem” naturalmente sobre as cordas

o polegar e o dedo indicador formem uma letra “C”. Lembre-se que os dedos “caem” naturalmente
Observar a direção das cravelhas com relação à cabeça. Tomar a atenção ao ângulo de

Observar a direção das cravelhas com relação à cabeça.

Tomar a atenção ao ângulo de inclinação do Cello.

Sentar-se na ponta da cadeira/banco

SINAL DE TALÃO ARCO PARA BAIXO SINAL DE PONTA ARCO PARA CIMA
SINAL DE TALÃO ARCO PARA BAIXO SINAL DE PONTA ARCO PARA CIMA
SINAL DE TALÃO ARCO PARA BAIXO SINAL DE PONTA ARCO PARA CIMA
SINAL DE TALÃO ARCO PARA BAIXO
SINAL DE TALÃO
ARCO PARA BAIXO
SINAL DE PONTA ARCO PARA CIMA
SINAL DE PONTA
ARCO PARA CIMA
USO INTELIGENTE DO ARCO
USO INTELIGENTE DO ARCO

O uso inteligente do arco consiste em dividir mentalmente a área útil do Arco pelo número e tipo de figuras a ser executadas num determinado trecho musical e então definir qual o local específico e quanto do arco é ideal para esta execução.

Divisão por 2 partes

A

1/2

B

1/2

do arco é ideal para esta execução. Divisão por 2 partes A 1/2 B 1/2 A
do arco é ideal para esta execução. Divisão por 2 partes A 1/2 B 1/2 A
do arco é ideal para esta execução. Divisão por 2 partes A 1/2 B 1/2 A
do arco é ideal para esta execução. Divisão por 2 partes A 1/2 B 1/2 A
do arco é ideal para esta execução. Divisão por 2 partes A 1/2 B 1/2 A

A

1/3

B

1/3

do arco é ideal para esta execução. Divisão por 2 partes A 1/2 B 1/2 A
do arco é ideal para esta execução. Divisão por 2 partes A 1/2 B 1/2 A
do arco é ideal para esta execução. Divisão por 2 partes A 1/2 B 1/2 A
do arco é ideal para esta execução. Divisão por 2 partes A 1/2 B 1/2 A

C

do arco é ideal para esta execução. Divisão por 2 partes A 1/2 B 1/2 A

1/3

Divisão por 3 partes

Utilize o Arco para fazer o exercício abaixo, com os seguintes arcos:

M.M 60

para fazer o exercício abaixo, com os seguintes arcos: M.M 60 de D até E de

de D até E

de C até D

de B até C

de A a B

HINOS: 131 – 207 – 235 (120 – 133 – 140 – 221)
HINOS:
131 – 207 – 235
(120 – 133 – 140 – 221)
HINOS: 131 – 207 – 235 (120 – 133 – 140 – 221)
HINOS: 131 – 207 – 235 (120 – 133 – 140 – 221)
HINOS: 131 – 207 – 235 (120 – 133 – 140 – 221)
O arco deve ser puxado em linha reta sempre formando uma linha paralela com o

O arco deve ser puxado em linha reta sempre formando uma linha paralela com o cavalete, o qual será o nosso parâmetro de linearidade.

Uma boa sonoridade é conseguida

através de uma arcada adequada, aliando-se velocidade, pressão de arco

e ponto de contato, o que torna

necessário avaliar qual região do arco

é mais eficaz na execução de um trecho musical

e ponto de contato, o que torna necessário avaliar qual região do arco é mais eficaz

HINOS: 25 – 66 – 232 – 274 – 357 – 391

HINOS: 25 – 66 – 232 – 274 – 357 – 391 Arcos parecidos (70, 88,
HINOS: 25 – 66 – 232 – 274 – 357 – 391 Arcos parecidos (70, 88,
HINOS: 25 – 66 – 232 – 274 – 357 – 391 Arcos parecidos (70, 88,

Arcos parecidos (70, 88, 148, 172, 283, 318, 401, 411, 435)

Arcadas Utilizadas no H5
Arcadas Utilizadas no H5
Arcadas Utilizadas no H5 HINOS COM ESTE DESENHO DE ARCOS: 323 - 355 – 364
Arcadas Utilizadas no H5 HINOS COM ESTE DESENHO DE ARCOS: 323 - 355 – 364
Arcadas Utilizadas no H5 HINOS COM ESTE DESENHO DE ARCOS: 323 - 355 – 364
Arcadas Utilizadas no H5 HINOS COM ESTE DESENHO DE ARCOS: 323 - 355 – 364

HINOS COM ESTE DESENHO DE ARCOS:

323 - 355 – 364

USO INTELIGENTE DO ARCO
USO INTELIGENTE DO ARCO

É necessário uma análise prévia de qualquer trecho a ser executado para se definir como se dará o uso do arco em função da arcada escrita/fraseado, tendo-se em mente sempre forma mais orgânica como ponto de partida.

Uma vez encontrada a arcada mais adequada, por lógica teremos para todos trechos similares, arcadas similares e regiões do arco similares também.

HINOSHINOSHINOSHINOS VIOLINO 9999 59595959 178178178178 VIOLA 211211211211 295295295295 363363363363 CELLO
HINOSHINOSHINOSHINOS
VIOLINO
9999
59595959
178178178178
VIOLA
211211211211
295295295295
363363363363
CELLO
HINOSHINOSHINOSHINOS VIOLINO 9999 59595959 178178178178 VIOLA 211211211211 295295295295 363363363363 CELLO
HINOSHINOSHINOSHINOS VIOLINO 9999 59595959 178178178178 VIOLA 211211211211 295295295295 363363363363 CELLO
HINOSHINOSHINOSHINOS VIOLINO 9999 59595959 178178178178 VIOLA 211211211211 295295295295 363363363363 CELLO

M.M = 68

1 2
1
2

Tecle ENTER para iniciar

tai fi Táa ti tai fi Tá ta tai fi Táa ti tai fi Táa
tai
fi
Táa
ti
tai
fi
ta
tai
fi
Táa
ti
tai
fi
Táa
tai
fi
Táa
ti
tai
fi
ta
tai
fi
Táa
ti
tai
fi
Táa
tai
fi
Táa
tai
fi
Táa
tai
fi
Táa
tai
fi
Táa
tai
fi
Táa
ti
tai
fi
ta
tai
fi
Táa
ti
tai
fi
Táa

Não acentuar o “i” do “ Tai “

m

3 ECONOMIZAR . . .
3
ECONOMIZAR
.
.
.
1º. MOTIVO
1º. MOTIVO
2º. MOTIVO
2º. MOTIVO
m 3 ECONOMIZAR . . . 1º. MOTIVO 2º. MOTIVO

Para se obter sons mais suaves (piano), deve-se tocar posicionando o arco próximo a região do espelho. (Fig a)

5 4 3 2 1
5
4
3
2
1

Para sons mais fortes , deve-se tocar posicionando o arco próximo a região do cavalete (Fig b)

EXERCÍCIO MELÓDICO
EXERCÍCIO MELÓDICO
EXERCÍCIO MELÓDICO F. C. Brandi
EXERCÍCIO MELÓDICO
F. C. Brandi

“Cantai-lhe um cântico novo; tocai bem e com júbilo”

Salmo 33:3

DEUS ABENÇOE À TODOS
DEUS ABENÇOE
À TODOS