Você está na página 1de 31

6

1 Conceitos Iniciais

“Os números governam o mundo.”


– Platão

Podemos dizer que a Matemática Financeira é uma ramo da matemática que se dedica
ao estudo da mudança de valor do dinheiro com o passar do tempo. Para isso, cria-se
diversos modelos que permitem avaliar e comparar o valor do dinheiro em diversos períodos
temporais.
Antes de iniciarmos um estudo mais detalhado sobre a matemática financeira primeira-
mente devemos estar a par de alguns conceitos fundamentais:

∙ Capital

∙ Período

∙ Juros e taxa de juros

∙ Montante

∙ Valor Presente

∙ Valor Futuro

∙ Valor Nominal

1.1 Capital
Capital (C) é o valor inicial de uma operação financeira. Ele é expresso em unidades
monetárias, isto quer dizer que o valor do capital, pode ser expresso em dinheiro físico
(notas e moedas), dinheiro virtual (títulos, Bitcoin) ou em bens materiais (carros, casas,
terrenos). Observar a Figura 1 na página 9.

1.2 Período
Período (n) é o tempo que será realizado a operação financeira. Esse período por ser
fixo e determinado, ou não, podendo até mesmo ser "infinito".
1. Conceitos Iniciais 7

1.3 Juros e taxa de juros


Juro (J) é o valor da remuneração do capital (C) acordado entre as partes. Podemos
dizer que o juros é um “aluguel” do capital, que é cobrado ao longo do tempo.
O valor do juros é dependente da taxa de juros (i), essa taxa é dada em unidade de
tempo. De uma forma mais elegante podemos dizer que o custo do dinheiro nos mercados
financeiros é dado pela taxa de juros (i), representando o custo de cada unidade de capital
(C) por unidade de tempo. De uam forma geral a taxa de juros pode ser calculada por:

𝐽
𝑖= 𝑎.𝑝., (1.1)
𝐶

onde 𝑎.𝑝. = ao período de unidade de tempo. A taxa de juros é acompanhada de uma


expressão que indica a unidade de tempo dessa taxa. Ex: 𝑎.𝑑. = ao dia, 𝑎.𝑚. = ao mês,
𝑎.𝑎. = ao ano, entre outras.

1.3.1 Exemplo

Um capital de 𝑅$2000, 00 rende juros de 𝑅$80, 00 em 6 meses. Qual a taxa de juros(i)?


Solução: Sabemos que J= 80 e C = 2000, então pelo o que vemos acima na equação 1.1,
temos que
80
𝑖= 𝑎.𝑠. = 0, 04𝑎.𝑠. Forma Decimal
2000
ou
80
𝑖= 𝑎.𝑠. * 100 = 4%𝑎.𝑠. Forma porcentual
2000
Portanto, a taxa de juros é de 4%a.s..

1.3.2 Por que se cobra juros?

Esse questionamento é muito comum. A composição da taxa de juro leva em conta


que o “dono” do dinheiro, ao estar disposto a emprestar seu patrimônio, está atento aos
seguintes fatores:

∙ nem sempre o tomador do empréstimo paga sua dívida ao dono do dinheiro (risco
de crédito);

∙ é possível que o tomador do empréstimo atrase o pagamento da dívida (risco de


liquidez);
1. Conceitos Iniciais 8

∙ o "dono"do dinheiro desejo obter lucro ao emprestar seu patrimônio;

∙ o dono do dinheiro precisa se prever-se quanto a uma possível desvalorização do


capital ao longo do tempo, em função do processo inflacionário (risco de mercado);

∙ todo empréstimo implica despesas operacionais, contratuais e tributarias (impostos);

∙ há a possibilidade do não retorno do investimento em função de problemas operacio-


nais da instituição onde os recursos foram aplicados (risco operacional);

∙ existe a possibilidade de perdas em função da situação econômica do país (risco


país).

1.4 Montante
Montante(M) é a soma do capital (C) e do juros (J) ao final da operação financeira no
período determinado. Assim:

𝑀 =𝐶 +𝐽 (1.2)

Muitos autores tratam essa como a relação básica da matemática financeira. Observar a
Figura 1 na página 9.

1.5 Valor Presente


Valor presente (VP) é o valor de uma operação financeira na data presente, uma
determinada data em algum período antes do fim da operação. Isto é, o VP é um valor
intermediário entre o montante (M) e o capital (C).
Quando a data presente é no tempo inicial (período 0), o VP é o valor do capital inicial.
Observar a Figura 1 na página 9.

1.6 Valor Futuro


Valor futuro (VF) é o valor de uma operação financeira em qualquer data compreendida
entre a data atual e o vencimento da operação. É o valor em qualquer data após a definida
no valor presente.
1. Conceitos Iniciais 9

Se o período determinado para o cálculo do valor futuro (VF) for o ultimo período,
então o VF é igual ao montante final da operação. Observe a Figura 1.

1.7 Valor Nominal


Valor nominal (VN) é o valor de uma operação financeira definida no título de crédito
que a documenta. Pode ser tanto o capital inicial, quanto o montante (M) da operação
financeira.
Frequentemente, valor nominal (VN), valor de futuro (VF) e montante (M) são
considerados como sinônimos apesar de diferenças conceituais existentes. Observe a
Figura 1.

Montante = M (C+J)
Valor Presente = VP

Valor Futuro = VF
Juros = J
Capital Inicial = C

0 1 2 3 Data Atual n-1 n


Períodos = n (tempo)

Figura 1 – Esquema do conceitos de definições iniciais.

1.8 Treinando
1. Defina com suas próprias palavras o conceito de juros . Formule um exemplo de
uma operação financeira que caracterize de forma clara o conceito.

2. Define o significado de valor nominal (VN). O VN é necessariamente o capital inicial?


Ou o montante? Por quê?

3. Distingue capital inicial de valor presente (VP). Construa um exemplo que possa
ilustrar adequadamente esses conceitos.

4. Observe a seguinte situação:


1. Conceitos Iniciais 10

Você necessita de R$ 10.000,00 para suprir uma necessidade financeira. Ao ir ao


banco pedir um empréstimo nesse valor, o banco depositará R$ 10.000,00 em sua
conta e você pagará a ele R$ 16.500,00 ao final de um ano.

Identifique capital, montante, juros e calcule a taxa de juros nesse período.

5. Um capital inicial de R$ 8.000,00, produz ao final de dois meses um juros de R$220,00.


Qual será o montante dessa aplicação ao final de dois meses? Qual a taxa de juros
bimestral dessa operação?

6. . Um banco emprestou a um cliente R$ 6.000,00 por um prazo de 120 dias a uma


taxa de juros (i) de 10% a.q. (ao quadrimestre). Que montante esse cliente deverá
pagar ao final da operação?

7. Um empréstimo feito por um período de oito meses a uma taxa de (i) de 25%
determinou um montante (M) de R$ 6600,00. Qual o valor do capital originário?
11

2 Fluxo de Caixa

“E aqueles que foram vistos dançando foram julgados insanos por aqueles que
não podiam escutar a música.”
– Friedrich Nietzsche

Fluxo de caixa é uma sucessão no tempo de entradas e saídas de dinheiro no caixa de


uma organização.
Considere a seguinte situação:

Ao fazer uma compra o vendedor lhe informa que o preço à vista de certo produto é R$
1.800,00. Ainda informa que o pagamento pode ser parcelado em cinco prestações iguais
mensais de R$ 400,00.

Você faz a escolha pelo financiamento de modo que terá cinco desembolsos mensais
sucessivos de R$ 400,00; esse é o seu “fluxo de caixa” dessa operação.
A loja terá uma saída de R$1800,00 e cinco entradas mensais de R$ 400,00, sendo esse
o fluxo de caixa dela. O fluxo de caixa de comprada é uma entrada de R$1800,00 e cinco
saídas de R$400,00.
Podemos representar o fluxo de caixa por meio de um diagrama, onde:

∙ no eixo horizontal (abscissa) representam-se os períodos de tempo; e

∙ no eixo vertical (ordenada) representam-se os valores das entradas e saídas de dinheiro


com flechas orientadas, indicativas dos valores considerados:
Entradas: flechas acima do eixo do eixo horizontal.
Saídas: flechas abaixo do eixo horizontal

Representando então a situação descrita anteriormente temos os seguintes fluxos de caixa


representados por diagramas:
2. Fluxo de Caixa 12

R$400,00 R$400,00 R$400,00 R$400,00 R$400,00 R$1800,00

Períodos (tempos)
0 1 2 3 4 5 0 1 2 3 4 5
Períodos (tempos)

R$1800,00 R$400,00 R$400,00 R$400,00 R$400,00 R$400,00

Figura 2 – Fluxo de Caixa da Loja Figura 3 – Fluxo de Caixa do comprador

Observe que em ambos os fluxos de caixa as entradas de dinheiro estão com flechas acima
(positivas) do eixo que representa o tempo, e as saídas de dinheiro então representadas
por flechas abaixo (negativas) do eixo horizontal que representa o tempo.

2.1 Exemplos
1. Em certa empresa houve as seguintes entradas de dinheiro: em março R$6000,00,
em abril R$5200,00, em maio R$4100,00 e em junho R$9300,00. E nesse período
ainda houve os seguintes valores de saídas de caixas (despesas em geral): em março
R$1100,00, em abril R$900,00, em maio R$1200,00 e em junho R$1400,00. Represente
graficamente o fluxo de caixa dessa empresa.

Resposta:

R$6000,00 R$5200,00 R$4100,00 R$9300,00

Março Abril Maio Junho

R$1100,00 R$900,00 R$1200,00 R$1400,00

Figura 4 – Fluxo de Caixa exemplo 1


2. Fluxo de Caixa 13

2. Você financiou a compra de um eletrodoméstico, cujo valor à vista é R$ 2000,00,


em quatro prestações mensais iguais, sucessivas, no valor de R$ 550,00 cada uma,
vencendo a primeira em 30 dias da data da compra. Construa o seu fluxo de caixa
dessa operação.

2.2 Treinando
1. Um empresa teve o seguinte fluxo: mês de maio: R$4000,00 de entrada e R$2700,00
de saída, mês de junho: R$4900,00 de entrada e R$2900,00 de saída, mês de julho:
R$5600,00 de entrada e R$2300,00 de saída, mês deagosto: R$31000,00 de entrada e
R$2200,00 de saída. Represente esse fluxo de caixa graficamente.
14

3 Capitalização Simples

“E aqueles que foram vistos dançando foram julgados insanos por aqueles que
não podiam escutar a música.”
– Friedrich Nietzsche

Em matemática financeira existe dois tipos de capitalização: simples e composta. Nesse


momento iremos estudar a capitalização simples.

3.1 Conceitos, Juros e Montante


Denominamos de capitalização simples o regime de capitalização em que a taxa de juro
utilizada é SIMPLES. Nesse caso, o juro é calculado, SEMPRE, sobre o valor do capital
inicial.
Na capitalização simples como para cada intervalo de tempo (período ou prazo) o
valor do juros é o mesmo (pois é calculado sempre em cima do mesmo capital inicial),
então para sabermos o valor total de juros no período, basta multiplicar o valor do juros
pela quantidade de tempo. Temos então que no regime de capitalização simples podemos
calcular o juros utilizando a seguinte relação:

𝐽 =𝐶 *𝑖*𝑛 (3.1)

Lembrando que 𝑀 = 𝐶 + 𝐽, então para calcular o montante em um regime simples de


capitalização usaremos a seguinte relação:

𝑀 = 𝐶 +𝐽

𝑀 = 𝐶 +𝐶 *𝑖*𝑛

𝑀 = 𝐶(1 + +𝑖 * 𝑛) (3.2)

Observemos a seguinte situação:

Você solicitou e um banco lhe concedeu um empréstimo de R$ 2.000,00 que deverá ser
pago em apenas uma vez no final de cinco meses. O gerente lhe informa que a taxa de
juros é de 3% a.m e que a operação será realizada em regime de juros simples. Qual o
valor que você deverá reembolsar ao banco ao final da operação?
3. Capitalização Simples 15

Nessa situação o juros no primeiro período será de

𝐽1 = 2000 * 0, 03 = 60 reais

e assim, será nos outros períodos. Dessa forma:

𝐽2 = 2000 * 0, 03 = 60

𝐽3 = 2000 * 0, 03 = 60

𝐽4 = 2000 * 0, 03 = 60

𝐽5 = 2000 * 0, 03 = 60.

Portanto o total de juros dessa transação será de R$300,00, então deveremos pagar ao
banco um montante de R$2300,00. Essa situação serve para identificar que no juros de
capitalização simples o juros SEMPRE é calculador sobre o valor do capital inicial.
De forma mais simples podemos usar a equação 3.1 para calcular o juros, dessa forma:

𝐽 = 2000 * 0, 03 * 5 = 300 reais

e usar a equação 3.2 para calcular o montante da operação, assim:

𝑀 = 2000(1 + 0, 03 * 5) = 2000(1, 15) = 2300 reais

3.1.1 Exemplos

1. Um capital de R$ 2400,00 foi aplicado por 6 meses em regime de capitalização simples


a taxa de 2,3% a.m.. Quanto de juro será formado? Qual o valor do montante?
Respostas:

𝐶 = 2400, 00 𝑖 = 2, 3%𝑎.𝑚. = 0, 023𝑎.𝑚. 𝑛=6 𝐽 =? 𝑀 =?

Utilizando a formula 3.1 temos então que:

𝐽 = 𝐶 *𝑖*𝑛

𝐽 = 2400 * 0, 023 * 6

𝐽 = 331, 2
3. Capitalização Simples 16

Logo, temos que o juros ao final de 6 meses será de R$331,20. Dessa forma o
montante formado irá ser:

𝑀 = 𝐶 +𝐽

𝑀 = 2400 + 331, 20

𝑀 = 2731, 2

Portanto o montante será de R$2731,20.

2. Supondo que foi aplicado R$ 5000,00 na poupança, considerando um regime de


capitalização simples, a juros de 0,5%a.m.. Qual o montante formado após 2 anos?
Resposta:

𝐶 = 5000, 00 𝑖 = 0, 5%𝑎.𝑚. = 0, 005𝑎.𝑚. 𝑛 = 24 𝑀 =?

Utilizando a formula 3.2, temos que:

𝑀 = 𝐶(1 + 𝑖 * 𝑛)

𝑀 = 5000(1 + 0, 005 * 24)

𝑀 = 5000(1 + 0, 12)

𝑀 = 5000(1, 12)

𝑀 = 5600

Portanto, após 2 anos terei na poupança R$5600,00.

3. Quando tempo um capital de R$3600,00 deverá ser aplicado em regime de capitali-


zação simples à taxa de 3,15%a.m., para gerar juros de R$2041,20? Resposta

𝐶 = 3600, 00 𝑖 = 3, 15%𝑎.𝑚. = 0, 0315𝑎.𝑚. 𝐽 = 2041, 20 𝑛 =?

Novamente considerando a equação 3.1. Tem-se que:

𝐽 = 𝐶 *𝑖*𝑛

2041, 20 = 3600 * 0, 0315 * 𝑛

2041, 20 = 113, 4 * 𝑛
2041, 20
𝑛 =
113, 4
𝑛 = 18

Portanto esse capital deverá ser aplicado por 18 meses, ou 1 ano e meio.
3. Capitalização Simples 17

4. Por quanto tempo deveremos aplicar um capital para que ele dobre de valor, consi-
derando um regime de capitalização simples à taxa de 4%a.m.? Resposta:

𝐶=𝐶 𝑖 = 4%𝑎.𝑚. = 0, 04𝑎.𝑚. 𝐽 =𝐶 𝑛 =?

Para um capital dobrar o valor formado tem que ser igual o capital, pois assim
𝑀 = 2𝐶.

𝐽 = 𝐶 *𝑖*𝑛

𝐶 = 𝐶 * 0, 04 * 𝑛
𝐶
𝑛 =
𝐶 * 0, 04
1
𝑛 =
0, 04
𝑛 = 25

Portanto, considerando essa taxa de juros demorará 25 meses para o capital dobrar
em regime de capitalização simples.

3.1.2 Treinando

1. Determine o juros e montante considerando um regime de capitalização simples, de


um capital de R$ 1800,00 aplicado por:

a) 5 meses a 2% a.m.

b) 8 meses a 1,5%a.m.

c) 30 meses a 0,8%a.m.

d) 12 meses a 6,8%a.b.

e) 16 meses a 3,3%a.q.

f) 15 meses a 2,9%a.t.

g) 2 anos a 3%a.b.

h) 2 semestre a 4%a.m.

2. O montante de uma aplicação é R$ 8000,00 em regime de capitalização simples.


Sabe-se que o prazo da operação foi de 10 meses e que o juro gerado foi de R$
1200,00. Determine:
3. Capitalização Simples 18

a) O valor do capital aplicado.

b) A taxa de juros mensal da aplicação.

3. O montante de uma aplicação é R$ 10000,00, em regime de capitalização simples.


Sabe-se que o prazo da operação foi de 24 meses e que o juro gerado foi de R$
2500,00. Determine:

a) O valor do capital aplicado.

b) A taxa de juros anual da aplicação.

4. Considerando um regime de capitalização simples, determine o tempo que um certo


capital dobra de valor se aplicado a uma taxa de 6% a.m.. Em quanto tempo esse
capital triplicaria?

5. Considerando um regime de capitalização simples, determine o tempo que um certo


capital dobra de valor se aplicado a uma taxa de 2,8% a.m.. Em quanto tempo esse
capital triplicaria?

6. Considerando um regime de capitalização simples, quanto tempo um capital deve


ser aplicado a 8% a.m. para que os juros gerados correspondam a 80% do valor do
capital?

3.2 Taxas Equivalentes: conversão de taxas


Dizemos que duas taxas 𝑖1 e 𝑖2 são equivalentes quando, ao serem aplicadas no mesmo
capital, pelo mesmo tempo, geram o mesmo montante.
Em regime de capitalização simples é prático fazer a conversão de taxas, pois tem uma
relação linear entre elas, isto é, elas mudam proporcionalmente. Para isso basta multiplicar
ou dividir para fazer a transformação adequada.

3.2.1 Exemplos

1. Transforme 2%a.m. em taxa anual. Reposta:

𝑖𝑎 = 𝑖𝑚 * 12

𝑖𝑎 = 2 * 12

𝑖𝑎 = 24
3. Capitalização Simples 19

Portanto 2%a.m. em regime de capitalização simples é igual a 24%a.a..

2. Transforme 18%a.a. em taxa mensal. Reposta:


𝑖𝑎
𝑖𝑚 =
12
18
𝑖𝑚 =
12
𝑖𝑚 = 1, 5

Portanto 18%a.a. em regime de capitalização simples é igual a 1,5%a.m..

3. Transforme 3,1%a.b. em taxa anual. Reposta:

𝑖𝑎 = 𝑖𝑏 * 6

𝑖𝑎 = 3, 1 * 6

𝑖𝑎 = 18, 6

Portanto 3,1%a.b. em regime de capitalização simples é igual a 18,6%a.a..

4. Transforme 14%a.s. em taxa bimestral. Reposta:


𝑖𝑠
𝑖𝑏 =
3
14
𝑖𝑏 =
3
𝑖𝑏 = 4, 67

Portanto 14%a.s. em regime de capitalização simples é igual a 4,67%a.b..

5. O valor inicial de uma aplicação foi de R$5000,00, gerando após 4 meses R$280,00
de juro. Qual a taxa de juros mensal nessa aplicação? Reposta:

𝐶 = 5000, 00 𝐽 = 280, 00 𝑛=4 𝑖 =?𝑎.𝑚.

Lembrando da equação 1.1, temos:


280
𝑖𝑎.𝑞. = = 0, 056𝑎.𝑞. = 5, 6%𝑎.𝑞.
5000
Mudando a taxa de quadrimentral para mensal.
𝑖𝑞
𝑖𝑚 =
4
5, 6
𝑖𝑚 =
4
𝑖𝑚 = 1, 4
3. Capitalização Simples 20

3.2.2 Treinando

1. Converta se seguintes taxas abaixo, considerando regime de capitalização composto.

a) 2,5% a.m. para anual.

b) 2,9% a.m. para trimestral.

c) 22% a.a. para trimestre.

d) 3,4% a.b. para mensal.

e) 2% a.m. para bienal.

f) 3,8% a.s. para trimestre.

g) 11,8% a.a. para quadrimestre

2. O valor inicial de uma aplicação foi de R$8800,00, gerando após 1 ano R$630,00 de
juro. Qual a taxa de juros mensal simples nessa aplicação?

3. O valor à vista da compra é de R$1500,00, tendo ainda a opção de pagar em 6 vezes


de R$300,00. Qual a taxa de juros mensal simples dessa operação?

4. Qual a taxa de juros mensal simples, de um empréstimo no valor de R$12000,00,


que será pago em 18 vezes de 790 reais?

3.3 Descontos em Regime de Capitalização Simples


Desconto (D) é a diferença entre o valor nominal (ou valor futuro) do título e o
valor pago por ele numa certa data (anterior à data do vencimento). É uma operação
financeira utilizando quando se necessita transformar o título em dinheiro antes da data
do vencimento; nesse caso, o detentor do título poderá negociar com um agente financeiro
que lhe antecipará um valor inferior ao valor nominal.
A Figura 5 ilustra de forma adequada o que representa o desconto.
3. Capitalização Simples 21

Desconto = D

VF
VP

Data Atual n-1 n


Períodos
Figura 5 – Conceito de Desconto

Logo definimos desconto por:

𝐷 =𝑉𝐹 −𝑉𝑃 (3.3)

onde 𝐷 é o desconto, 𝑉 𝐹 é o valor futuro (ou nominal) e 𝑉 𝑃 é o valor presente do título.


A seguir, veremos as formas comumente utilizadas de cálculo desse desconto em regime
de capitalização simples, que são:

∙ o desconto racional, ou por dentro; e

∙ o desconto comercial, ou por fora; também denominado desconto bancário.

3.3.1 Desconto Racional (ou por dentro)

Desconto racional (Dr) é o valor do juros gerado no tempo (n), com taxa de juros (𝑖𝑟 ),
calculado sobre o VP (lembrando que n, é o tempo que falta para vencer). Temos:

𝐷𝑟 = 𝑉 𝑃 * 𝑖𝑟 * 𝑛. (3.4)

Combinando a formula 3.4 com a formula 3.3, temos que:

𝐷 = 𝑉𝐹 −𝑉𝑃

𝐷𝑟 = 𝑉 𝐹 − 𝑉 𝑃

𝑉 𝑃 * 𝑖𝑟 * 𝑛 = 𝑉 𝐹 − 𝑉 𝑃

𝑉 𝑃 * 𝑖𝑟 * 𝑛 + 𝑉 𝑃 = 𝑉 𝐹

𝑉 𝑃 (1 + 𝑖𝑟 * 𝑛) = 𝑉 𝐹 (3.5)
𝑉𝐹
𝑉𝑃 = . (3.6)
(1 + 𝑖𝑟 * 𝑛)
3. Capitalização Simples 22

Utilizando as formulas 3.5 e 3.6 no formula 3.3, temos que:

𝐷𝑟 = 𝑉 𝐹 − 𝑉 𝑃
𝑉𝐹
𝐷𝑟 = 𝑉 𝐹 −
(1 + 𝑖𝑟 * 𝑛)
𝑉 𝐹 (1 + 𝑖𝑟 * 𝑛) − 𝑉 𝐹
𝐷𝑟 =
(1 + 𝑖𝑟 * 𝑛)
𝑉 𝐹 (1 + 𝑖𝑟 * 𝑛 − 1)
𝐷𝑟 =
(1 + 𝑖𝑟 * 𝑛)
𝑉 𝐹 (𝑖𝑟 * 𝑛)
𝐷𝑟 = (3.7)
(1 + 𝑖𝑟 * 𝑛)

Portanto, temos acima as formulas utilizadas para determinar o valor do desconto racional
em regime de capitalização simples.
Vale lembra que em algumas situação o VF pode ser interpretado como o VN para
determinar o valor do desconto.

3.3.2 Exemplos

1. Um banco irá trocar um título com valor nominal R$ 5000,00 com vencimento para
90 dias, considerando um desconto racional em regime de capitalização simples e
aplicando uma taxa de juros de desconto de 3% a.m.. Qual o valor do desconto e
qual o valor recebido pelo dono do título? Resposta:

𝑉 𝑁 = 𝑉 𝐹 = 5000, 00 𝑛 = 3𝑚 𝑖𝑟 = 3%𝑎.𝑚. = 0, 03𝑎.𝑚. 𝐷𝑟 =? 𝑉 =??

Utilizando a formula 3.7, e substituindo as informações, temos:

𝑉 𝐹 (𝑖𝑟 * 𝑛)
𝐷𝑟 =
(1 + 𝑖𝑟 * 𝑛)
5000(0, 03 * 3)
𝐷𝑟 =
(1 + 0, 03 * 3)
5000(0, 09)
𝐷𝑟 =
(1, 09)
450
𝐷𝑟 =
1, 09
𝐷𝑟 = 412, 84

Assim, o valor do desconto será de R$412,84.


3. Capitalização Simples 23

Para determinar o quando o dono do título receberá usaremos a formula 3.3, dessa
forma:

𝐷𝑟 = 𝑉 𝐹 − 𝑉 𝑃

412, 84 = 5000 − 𝑉 𝑃

𝑉 𝑃 = 5000 − 412, 84

𝑉 𝑃 = 4587, 16

Portanto o dono do título receberá o valor de R$4587,16, pelo seu título de R$5000,00.

2. Uma operação de desconto de um título que vence daqui a 90 dias produziu um


desconto de R$ 412,84. Sabendo-se que o banco opera em desconto racional simples
e com juros de 3% a.m., determine o valor nominal e o valor presente desse título.

𝑉 𝑁 = 𝑉 𝐹 =? 𝑉 𝑃 =? 𝑛 = 3𝑚 𝑖𝑟 = 3%𝑎.𝑚. = 0, 03𝑎.𝑚. 𝐷𝑟 = 412, 84

Para determinar o VN, utilizaremos essas informações na formula 3.7. Obtendo:

𝑉 𝐹 (𝑖𝑟 * 𝑛)
𝐷𝑟 =
(1 + 𝑖𝑟 * 𝑛)
𝑉 𝐹 (0, 03 * 3)
412, 84 =
(1 + 0, 03 * 3)
𝑉 𝐹 (0, 09)
412, 84 =
(1, 09)
412, 84 = 0, 0826 * 𝑉 𝐹
412, 84
𝑉𝐹 =
0, 082569
𝑉𝐹 = 4999, 93 ≈ 5000, 00

O valor nominal do título era de R$5000,00.

Para encontrar o valor presente do título, usaremos a formula 3.3. Logo,

𝐷𝑟 = 𝑉 𝐹 − 𝑉 𝑃

412, 84 = 5000 − 𝑉 𝑃

𝑉 𝑃 = 5000 − 412, 84

𝑉 𝑃 = 4587, 16

Portanto o valor presente do titulo é de R$4587,16.


3. Capitalização Simples 24

3. Um título co valor nominal de R$5000,00, foi trocando no banco. O desconto racional


simples que o banco calculou foi de R$412,84, considerando uma taxa de juro de
3%a.m.. Determine em quanto tempo esse título foi antecipado.

𝑉 𝑁 = 𝑉 𝐹 = 5000, 00 𝑉 𝑃 =? 𝑛 =? 𝑖𝑟 = 3%𝑎.𝑚. = 0, 03𝑎.𝑚. 𝐷𝑟 = 412, 84

Usaremos primeiro a formula 3.3 para terminar o valor presente do título. Dessa
forma:

𝐷𝑟 = 𝑉 𝐹 − 𝑉 𝑃

412, 84 = 5000 − 𝑉 𝑃

𝑉 𝑃 = 5000 − 412, 84

𝑉 𝑃 = 4587, 16

Portanto o valor presente do titulo é de R$4587,16.

Agora usaremos a fórmula 3.6 para determinar o 𝑛. Assim,

𝑉𝐹
𝑉𝑃 =
(1 + 𝑖𝑟 * 𝑛)
5000
4587, 16 =
(1 + 0, 03 * 𝑛)
4587, 16(1 + 0, 03 * 𝑛) = 5000
5000
1 + 0, 03 * 𝑛 =
4587, 16
1 + 0, 03 * 𝑛 = 1, 09

0, 03 * 𝑛 = 1, 09 − 1

0, 03 * 𝑛 = 0, 09
0, 09
𝑛 =
0, 03
𝑛 = 3

Portanto esse título foi antecipado em 3 meses.

3.3.3 Treinando

1. Qual o desconto racional simples de um título de R$ 8960,00 de valor nominal, 120


dias antes de seu vencimento, á taxa de 15% a.a.?
3. Capitalização Simples 25

2. Obtenha o valor atual de um título de R$ 6000,00 de valor nominal, vencível ao fim


de três meses, a uma taxa de juros de 3% a.m., considerando um desconto racional
simples.

3. O desconto racional simples de uma nota promissória, cinco meses antes do venci-
mento, é de R$ 880,60, a uma taxa de juros de 26% a.a.. Determine o valor nominal
e o valor do atual desse título.

4. Qual o valor a receber de um título no valor de R$ 12000,00, trocando 5 meses antes


do seu vencimento, considerando desconto racional simples com uma taxa de 2,65%
a.m?

5. Um título comercial com valor de US$ 1.000.000,00 e vencimento daqui a três anos
deve ser resgatado hoje. A uma taxa de juros simples de 10% a.a. e considerando o
desconto racional, obtenha o valor do resgate.

6. Um título no valor de R$ 18000,00, com vencimento para 6 dias, foi descontado,


considerando o desconto racional simples a uma taxa de 42% ao ano. Determine o
valor do desconto.

7. Qual o valor atual de um título cujo valor de vencimento é de R$ 16000,00, daqui a


9 meses, considerando desconto racional simples, sendo a taxa de juros de 4% a.m.?

8. Uma pessoa descontou um título, com valor nominal de R$ 1850,00, 8 meses antes de
seu vencimento e recebeu a quantia de R$ 1.369,00. Considerando que na transação
foi utilizado o desconto racional simples, determine a taxa mensal de desconto?

9. Considere um título de valor nominal N e vencível em 3 anos, emitido no dia de hoje.


Qual deve ser a taxa de desconto racional simples mensal que devo pagar daqui a
um ano para que o valor de resgate seja 80% do valor do título? E qual deve ser a
taxa de desconto racional simples mensal que devo pagar daqui a seis meses para
que o valor de resgate seja metade do valor nominal?

10. Um banco ao descontar notas promissórias, utiliza o desconto racional a uma taxa
de juros simples de 2,6% a.m.. O banco cobra, simultaneamente uma comissão de
4% sobre o valor nominal da promissória. Um cliente do banco recebe R$ 220000,00
líquidos, ao descontar uma promissória vencível em três meses. Qual o valor da
comissão nessa transição?
3. Capitalização Simples 26

3.3.4 Desconto Comercial (ou por fora)

Desconto comercial (Dc) é o valor do juros gerado no tempo (n), com taxa de juros
(𝑖𝑐 ) calculado sobre o VF. Temos:

𝐷𝑐 = 𝑉 𝐹 * 𝑖𝑐 * 𝑛 (3.8)

Lembrando da formula 3.3 (formula do desconto), podemos escrever:

𝐷 = 𝑉𝐹 −𝑉𝑃

𝐷𝑐 = 𝑉 𝐹 − 𝑉 𝑃

𝑉 𝐹 * 𝑖𝑐 * 𝑛 = 𝑉 𝐹 − 𝑉 𝑃

𝑉 𝑃 = 𝑉 𝐹 − 𝑉 𝐹 * 𝑖𝑐 * 𝑛

𝑉 𝑃 = 𝑉 𝐹 (1 − 𝑖𝑐 * 𝑛) e (3.9)
𝑉𝑃
𝑉𝐹 = . (3.10)
(1 − 𝑖𝑐 * 𝑛)
Observação: Não consideramos nos exemplos anteriores o fato de que os bancos, na
prática, efetuam o desconto comercial acrescido de uma taxa prefixada cobrada sobre o valor
nominal (valor futuro, montante), essa taxa é chamada de taxa de despesa administrativa.
Ou seja, o desconto bancário (Db) será calculado pela formula:

𝐷𝑏 = 𝐷𝑐 + 𝑉 𝐹 * ℎ, (3.11)

onde ℎ é a taxa de despesa administrativa.

3.3.5 Exemplos

1. Uma pessoa tem uma dívida de R$5000,00 com vencimento para daqui a 4 meses.
Tendo quitado a dívida hoje, num banco que utiliza desconta comercial simples a
uma taxa de 1,5%a.m., determine o valor que a pessoa deverá pagar? Resposta:

𝑉 𝑁 = 𝑉 𝐹 = 5000, 00 𝑛 = 4𝑚 𝑖𝑐 = 1, 5%𝑎.𝑚. = 0, 015𝑎.𝑚. 𝑉 𝑃 =??

Utilizando a formula 3.9, e substituindo as informações, temos:

𝑉 𝑃 = 𝑉 𝐹 (1 − 𝑖𝑐 * 𝑛)

𝑉 𝑃 = 5000(1 − 0, 015 * 4)

𝑉 𝑃 = 5000(0, 94)

𝑉 𝑃 = 4700
3. Capitalização Simples 27

Portanto a pessoa deverá pagar R$4700,00 de dívida.

2. Um título de R$ 8460,00 foi descontado 6 meses antes do seu vencimento. Sabemos


que a taxa corrente de juros simples do desconto comercial do banco é de 22%
a.a.. Calcule o desconto comercial e o valor que o proprietário do título recebeu.
Resposta:

𝑉 𝑁 = 𝑉 𝐹 = 8460, 00 𝑛 = 6𝑚 𝑖𝑐 = 22%𝑎.𝑎. = 0, 22𝑎.𝑎. = 0, 0183𝑎.𝑚. 𝐷𝑐 =? 𝑉𝑃

Utilizando a formula 3.8, e substituindo as informações, temos:

𝐷𝑐 = 𝑉 𝐹 * 𝑖𝑐 * 𝑛

𝐷𝑐 = 8460 * 0, 0183 * 6

𝐷𝑐 = 928, 91

Portanto o desconto concedido será de R$928,91. Logo ele terá que receber:

𝑉 𝑃 = 𝑉 𝐹 − 𝐷𝑐

𝑉 𝑃 = 8460 − 928, 91

𝑉 𝑃 = 7531, 09

3. Um título de R$ 12000,00 foi descontado 3 meses antes do seu vencimento. A taxa


corrente de juros simples do desconto comercial do banco é de 2,35%a.m. com uma
taxa de despesa administrativa de 0,85%a.m. . Calcule o desconto bancário e o valor
que o proprietário do título recebeu. Resposta:

𝑉 𝐹 = 12000, 00 𝑛 = 4𝑚 𝑖𝑐 = 0, 0285𝑎.𝑚. ℎ = 0, 0085𝑎.𝑚. 𝐷𝑏 =? 𝑉 𝑃 =??

Utilizando a formula 3.8, e substituindo as informações, temos:

𝐷𝑐 = 𝑉 𝐹 * 𝑖𝑐 * 𝑛

𝐷𝑐 = 12000 * 0, 0285 * 3

𝐷𝑐 = 1026

Portanto o desconto concedido será de R$1026. Utilizando a formula 3.11, temos


ainda que:

𝐷𝑏 = 𝐷𝑐 + 𝑉 𝐹 * ℎ

𝐷𝑏 = 1026 + 12000 * 0, 0085

𝐷𝑐 = 1128
3. Capitalização Simples 28

Logo ele terá que receber:

𝑉 𝑃 = 𝑉 𝐹 − 𝐷𝑐

𝑉 𝑃 = 12000 − 1128

𝑉 𝑃 = 10872

3.3.6 Treinando

1. Qual o desconto comercial simples de um título de R$ 8960,00 de valor nominal, 120


dias antes de seu vencimento, á taxa de 15% a.a.?

2. Obtenha o valor atual de um título de R$ 6000,00 de valor nominal, vencível ao fim


de três meses, a uma taxa de juros de 3% a.m., considerando um desconto comercial
simples.

3. O desconto comercial simples de uma nota promissória, cinco meses antes do venci-
mento, é de R$ 880,60, a uma taxa de juros de 26% a.a.. Determine o valor nominal
e o valor do atual desse título.

4. Qual o valor a receber de um título no valor de R$ 12000,00, trocando 5 meses antes


do seu vencimento, considerando desconto comercial simples com uma taxa de 2,65%
a.m?

5. Um título comercial com valor de US$ 1.000.000,00 e vencimento daqui a três anos
deve ser resgatado hoje. A uma taxa de juros simples de 10% a.a. e considerando o
desconto comercial, obtenha o valor do resgate.

6. Um título no valor de R$ 18000,00, com vencimento para 6 dias, foi descontado,


considerando o desconto comercial simples a uma taxa de 42% ao ano. Determine o
valor do desconto.

7. Qual o valor atual de um título cujo valor de vencimento é de R$ 16000,00, daqui a 9


meses, considerando desconto comercial simples, sendo a taxa de juros de 4% a.m.?

8. Uma pessoa descontou um título, com valor nominal de R$ 1850,00, 8 meses antes de
seu vencimento e recebeu a quantia de R$ 1.369,00. Considerando que na transação
foi utilizado o desconto comercial simples, determine a taxa mensal de desconto?
3. Capitalização Simples 29

9. Considere um título de valor nominal N e vencível em 3 anos, emitido no dia de hoje.


Qual deve ser a taxa de desconto comercial simples mensal que devo pagar daqui a
um ano para que o valor de resgate seja 80% do valor do título? E qual deve ser a
taxa de desconto comercial simples mensal que devo pagar daqui a seis meses para
que o valor de resgate seja metade do valor nominal?

10. Um banco ao descontar notas promissórias, utiliza o desconto comercial a uma taxa
de juros simples de 2,6% a.m.. O banco cobra, simultaneamente uma comissão de
4% sobre o valor nominal da promissória. Um cliente do banco recebe R$ 220000,00
líquidos, ao descontar uma promissória vencível em três meses. Qual o valor da
comissão nessa transição?

11. Obtenha o valor recebido de um título de R$ 19000,00 de valor nominal, vencível


ao fim de 2 meses, a uma taxa de juros de 3,1% a.m., considerando um desconto
comercial simples e taxa de despesa administrativa de 14,2%a.a..

12. Uma pessoa descontou um título, com valor nominal de R$ 7500,00, 5 meses antes
de seu vencimento. Considerando que o banco utiliza um taxa de desconto comercial
simples de 2,9%a.m. e uma taxa de despesa administrativa de 0,92%transação,
determine o valor do desconto bancário e o valor recedido pelo título?

3.3.7 Relação Entre Desconto Comercial e Desconto Racional

Sabe-se que o desconto comercial sempre é maior que o desconto racial, contudo existe
uma relação entre eles (se considera a mesma taxa, i). Observe:

𝑉 𝐹 * 𝑖 * 𝑛*
𝐷𝑟 = e 𝐷𝑐 = 𝑉 𝐹 * 𝑖 * 𝑛
(1 + 𝑖 * 𝑛)
𝐷𝑐
𝐷𝑟 =
(1 + 𝑖𝑟 * 𝑛)
𝐷𝑐 = 𝐷𝑟(1 + 𝑖 * 𝑛) (3.12)

3.3.8 Exemplo

O desconto comercial simples de um título descontado 5 meses antes de seu vencimento,


à taxa de 42% a.a., é de R$ 660,00. Qual é o desconto racional? Resposta:

𝐷𝑐 = 660, 00 𝑛 = 5𝑚 𝑖 = 42%𝑎.𝑎. = 3, 5%𝑎.𝑚. = 0, 035𝑎.𝑚. 𝐷𝑟 =??


3. Capitalização Simples 30

Utilizando a formula 3.12, e substituindo as informações, temos:

𝐷𝑐 = 𝐷𝑟(1 + 𝑖 * 𝑛)

𝐷𝑐 = 660(1 + 0, 035 * 5)

𝐷𝑐 = 775, 5

o desconto racional é de R$775,50.

3.3.9 Treinando

1. O desconto racional simples de um título descontado 10 meses antes de seu vencimento,


à taxa de 3,6% a.m., é de R$ 828,00. Qual é o desconto comercial?

2. Um título foi descontado 2 meses antes de seu vencimento, à taxa de 1,9% a.m.,
tendo um desconto racional de R$ 29,60. Qual seria o desconto comercial?

3. O desconto comercial de um título retirado 4 meses antes, foi de R$ 139,80. Consi-


derando uma taxa de juro simples de 14,4% a.a., determine o equivalente em juros
racional.

4. João desejava retirar um titulo antes do seu vencimento. Ele foi em dois bancos.
Os dois consideram a mesma taxa de juros de 2,8% a.m., contudo o primeiro banco
falou que ia descontar R$ 128,66 e o segundo R$114,66. Quanto tempo antes do
vencimento joão deseja retirar o título?

5. Quanto tempo antes do vencimento um título descontada a uma taxa de juro simples
de 18,6%a.a., gerará um desconto racional 10% menor que o respectivo desconto
comercial?

3.3.10 Taxa efetiva em Desconto

Quando o desconto (taxa) é aplicado sob o valor futuro (desconto comercial), para com
isto obter o valor atual, a uma determinada taxa i, porém com o valor atual e a taxa i não
se obtém o valor futuro inicial. Dessa forma, notamos que existe uma taxa implícita na
operação que é maior que a taxa de desconto.
3. Capitalização Simples 31

A formula pra determinar taxa efetiva de desconto é:

𝑑
𝑖= (3.13)
(1 − 𝑑.𝑛)
Onde: i = taxa efetiva, d = taxa de desconto e n = número de períodos.

3.3.11 Exemplo

1. Calcule a taxa simples efetiva mensal de uma aplicação feita utilizando desconto
simples comercial a uma taxa de 20% ao ano por 5 meses. Resposta:

𝑖 =? 𝑛 = 5𝑚 𝑑 = 20%𝑎.𝑎. = 0, 0167𝑎.𝑚.

Utilizando a formula 3.13, e substituindo as informações, temos:

𝑑
𝑖 =
(1 − 𝑑.𝑛)
0, 0167
𝑖 = (3.14)
(1 − 0, 0167.5)
0, 0167
𝑖 = (3.15)
(0, 9165)
𝑖 = 0, 0182

Portanto a taxa efetiva da operação doi de 1,82%a.m.

3.3.12 Treinando

1. Calcule a taxa simples efetiva mensal de uma aplicação feita utilizando desconto
comercial simples a uma taxa de 2,86%a.m. por 6 meses.

2. Determine a taxa simples efetiva mensal de uma aplicação feita utilizando desconto
comercial simples a uma taxa de 8,86%a.s. por 2 meses.

3. Determine a taxa efetiva de um título com valor nominal de R$1800,00, onde o


desconto comercial desse título descontado 1 mês antes foi de 82 reais.

3.4 Equivalência de Capitais em Juros Simples


Ao necessitarmos substituir um título por outro, precisamos ter a certeza que os títulos
são equivalentes.
3. Capitalização Simples 32

Dois ou mais capitais com datas de vencimento diferentes. são ditos capitais equivalentes
quando são "transportados"para uma mesma data, considerando uma MESMA taxa,
produzirem, nessa nova data, valores iguais.
A data para a qual os capitais são "trasnportados"é chamada data focal.
A fim de fazer o "transporte"de um capital para a data focal, temos dois casos a
considerar.

1. O capital está localizado em data POSTERIOR à data focal: Nesse casos


devemos encontrar o valor atual do capital na data focal, fazendo o uso da fórmula
do valor presente atual racional ou comercial, conforme o caso. ’

𝑉𝐹
Racional: 𝑉 𝑃 = Comercial:𝑉 𝑃 = 𝑉 𝐹 (1 − 𝑖 * 𝑛)
(1 + 𝑖 * 𝑛)

2. O capital está localizado em data ANTERIOR à data focal: Nesse casos


devemos encontrar o valor futuro do capital na data focal, fazendo o uso da fórmula
do valor futuro (nominal) racional ou comercial, conforme o caso.

𝑉𝑃
Racional: 𝑉 𝐹 = 𝑉 𝑃 (1 + 𝑖 * 𝑛) Comercial:𝑉 𝐹 =
(1 − 𝑖 * 𝑛)

3.4.1 Exemplos:

1. Verificar se os capitais de R$6400,00, com vencimento para 3 meses, e R$ 10.000,00


com vencimento para 7 meses, são equivalentes, pelo critério de desconto comercial
simples e também pelo critério de desconto racional simples à 10%a.m. na data focal
5. Solução:
Primeiramente fazer um esboço do fluxo de caixa.

R$6400 R$10000

0 1 2 3 4 5 6 7 8 9
Valor Atual Valor Futuro
Data Focal

Figura 6 – Fluxo de Caixa

Então então as seguintes informações:

𝑁1 = 6400 ⇒ 𝑛 = 2𝑚 e 𝑁1 = 10000 ⇒ 𝑛 = 2𝑚
3. Capitalização Simples 33

Considerando desconto comercial simples temos então que:

𝑉𝑃
𝑉𝐹 =
(1 − 𝑖 * 𝑛)
6400
𝑉𝐹 =
(1 − 0, 1 * 2)
𝑉 𝐹 = 8000

𝑉 𝑃 = 𝑉 𝐹 (1 − 𝑖 * 𝑛)

𝑉 𝑃 = 10000(1 − 0, 1 * 2)

𝑉 𝑃 = 8000

Pelo critério de desconto comercial os dois capitais são equivalentes. Considerando


agora desconto racional, temos que:

𝑉 𝐹 = 𝑉 𝑃 (1 + 𝑖 * 𝑛)

𝑉 𝐹 = 6400(1 + 0, 1 * 2)

𝑉 𝐹 = 7680

e
𝑉𝐹
𝑉𝑃 =
(1 + 𝑖 * 𝑛)
1000
𝑉𝑃 =
(1 + 0, 1 * 2)
𝑉 𝑃 = 8333, 33

Portanto se for considerado como critério o desconto racional esses dois capitais são
iguais.

2. Uma pessoa deve dois títulos ao banco, um título de R$3600,00 que irá vencer em
45 dias e outro no valor de R$4100,00 vencível em 4 meses. Essa pessoa não terá
dinheiro disponível para pagar nas datas de vencimento, e propõe ao banco pagar
esses titulo juntos em 8 meses. Considerando uma taxa de desconto racional de
3%a.m., determine o valor que será pago ao banco daqui 8 meses. Solução:
Primeiramente fazer um esboço do fluxo de caixa.
3. Capitalização Simples 34

R$3600 R$4100 X=?

0 1 2 3 4 5 6 7 8 9
Valor Futuro
Data Focal
Figura 7 – Fluxo de Caixa

Então temos que trocar 2 valores presentes somados, por um outro valor presente,
na data focal 0, desse jeito: 𝑉 𝑃1 + 𝑉 𝑃2 = 𝑉 𝑃𝑥 . Temos os seguinte dados:

𝑁1 = 3600 ⇒ 𝑛1 = 1, 5𝑚 e 𝑁1 = 4100 ⇒ 𝑛2 = 4𝑚 e 𝑁𝑥 =? ⇒ 𝑛3 = 8𝑚

𝑉 𝑃1 + 𝑉 𝑃2 = 𝑉 𝑃𝑥
𝑉 𝐹1 𝑉 𝐹1 𝑉 𝐹𝑥
+ =
(1 + 𝑖 * 𝑛1 ) (1 + 𝑖 * 𝑛2 ) (1 + 𝑖 * 𝑛3 )
3600 4100 𝑋
+ =
(1 + 0, 03 * 1, 5) (1 + 0, 03 * 4) (1 + 0, 03 * 8)
𝑋
7105, 6904 =
(1, 24)
𝑋 = 1, 24 * 7105, 6904

𝑋 = 8811, 06

Portanto daqui 8 meses ele deverá pagar R$ 8811,06 ao banco.

3. Lucia quer vender um apartamento por R$ 300.000,00 a vista ou financiado pelo


sistema de juros simples a taxa de 4% ao semestre. Paulo está interessado em
comprar esse apartamento e propõe à Lucia pagar os R$ 300.000,00 em duas parcelas
iguais, com vencimentos a contar a partir da compra. A primeira parcela com
vencimento em 6 meses e a segunda com vencimento em 18 meses. Se a Lucia aceitar
quanto será o valor de cada parcela, considerando um sistema de desconto racional?
Solução:
Repare que precisamos trocar um valor presente em dois valores futuros iguais,
𝑉 𝑃 = 𝑉 𝐹1 + 𝑉 𝐹2 . Temos os seguinte dados:

𝑉 𝑃 = 300.000 e 𝑁1 =? ⇒ 𝑛2 = 6𝑚 = 1𝑠 e 𝑁2 =? ⇒ 𝑛2 = 18𝑚 = 3𝑠
3. Capitalização Simples 35

𝑉 𝑃 = 𝑉 𝐹1 + 𝑉 𝐹2
𝑉 𝐹1 𝑉 𝐹1
300.000 = +
(1 + 𝑖 * 𝑛1 ) (1 + 𝑖 * 𝑛2 )
𝑋 𝑋
300.000 = +
(1 + 0, 04 * 1) (1 + 0, 04 * 3)
𝑋 𝑋
300.000 = +
(1, 04) (1, 12)
300.000 = 0, 9615𝑋 + 0, 8929𝑋

300.000 = 1, 8544𝑋

𝑋 = 161.777, 39

Portanto Paulo deve pagar a Lucia duas parcelas de R$161.777,39.

3.4.2 Treinando

1. Considerando dois títulos: um de R$ 100.000,00 e outro de R$ 114.240,00, vencendo,


respectivamente, em 3 e 8 meses. Considerando um sistema de desconto racional
simples de 2% ao mês, verifique se, para a data focal 5, são valores equivalentes.

2. Considere o exercício anterior utilizando desconto comercial simples.

3. Qual o capital hoje que é equivalente, a uma taxa de juros simples de 6% a.b., a
um capital de R$ 100.000,00 que irá vencer daqui 2 meses mais um capital de R$
110.000,00 que vai vencer daqui a 6 meses, considerando desconto racional?

4. Considere o exercício anterior utilizando desconto comercial simples.

5. Laura precisa resgatar dois títulos. Um no valor de R$ 20.000,00 com prazo de


vencimento de dois meses, e outro de R$ 80.000,00 com prazo de vencimento de
seis meses. Não tendo condições de resgatá-los nos respectivos vencimentos, Laura
propõe ao credor substituir os dois títulos por um único, com vencimento em doze
meses. Sabendo-se que a taxa de juros simples é de 3% ao mês, qual será o valor
nominal do novo título, considerando desconto comercial?

6. Dados os dois fuxos de caixa abaixo, verifique se eles são equivalentes, considerando
desconto comercial, à juros simples de 8% a.a.

7. Determinada pessoa tem dois titulos a pagar, um que venceu há dois meses no valor
de R$ 1250,00 e outro que vence em três meses no valor de R$ 1900,00. Esses dois
3. Capitalização Simples 36

Fluxo A Fluxo B
1 ano R$15000,00 R$13000,00
2 anos R$11200,00 R$9000,00
3 anos R$8000,00 R$8000,00
4 anos R$19000,00 R$23000,00

titulos serão trocados por outros três títulos de mesmo valor, um com vencimento
para dois meses, outro para cinco meses e outro ainda para oito meses. Considerando
uma taxa de juros simples de 2,4% ao mês e regime de desconto comercial, qual o
valor dos títulos a receber?

8. Um título de R$10.000,00 foi resgatado antes do seu vencimento. Sabendo que o


valor do vesgate foi de R$8.801,76, à juros simples de 2,15% a.m. e foi considerado
desconto racional, determine quanto tempo, antes do vencimento do título, ocorreu
o resgate.

Você também pode gostar