Você está na página 1de 13

ESTEQUIOMETRIA

Exercício 1) Alguns cremes apresentam 1450ppm de fluoreto que é adicionado com a


finalidade de fortalecer o esmalte dos dentes tornando-os mais resistentes às cáries.
Porém, deve-se tomar cuidado coma ingestão desses cremes dentais porque o fuloreto
é tóxico. A ingestão de 2 g de fluoreto num único dia pode matar um adulto.
a) Calcule a massa de fluoreto em um tubo contendo 100 g de creme dental.

b) Quantos tubos, contendo 100 g de creme dental cada um, deveriam ser ingeridos por
um adulto num único dia para atingir a dose letal? Explique utilizando cálculos.

Exercício 2) A reação de tiossulfato de potássio e ácido clorídrico produz dióxido de


enxofre gasoso, de acordo com a equação:
K2S2O3+ HCl KCl + H2O + SO2+ S
a) Faça o balanceamento correto da equação acima.

b) Calcule a massa de tiossulfato de potássio necessária para produzir 2,46 L de dióxido


de enxofre a 270C e 760 mmHg num processo com 85% de rendimento.
Exercício 3) O selênio apresenta uma grande importância na dieta humana e pode ser
encontrado, naturalmente, nos alimentos como frutos do mar, carnes, cereais e,
principalmente, na castanha-do-pará. O selênio é um elemento essencial à saúde
humana, pois atua retardando o processo de envelhecimento, prevenindo doenças
cardiovasculares e agindo também na prevenção de câncer de pulmão, próstata e
ovários. Ele atua junto com a vitamina E, protegendo as células do organismo contra
danos oxidativos, além de apresentar ação inibidora do efeito tóxico causado por metais
pesados como arsênio, cádmio e mercúrio.
a) Indique o grupo e o período em que está localizado o elemento selênio na tabela
periódica e dê a configuração eletrônica simplificada do selênio.

b) A obtenção de selênio a partir de seus compostos pode ser alcançada pela reação
de oxirredução com o gás sulfídrico em meio ácido, de acordo com a seguinte equação
química:

Na2SeO3(aq) + H2S(aq)+ HCl(aq) S(s) + Se(s) + NaCl(aq)+ H2O(l).

Calcule a massa de selênio obtida quando a 1,0 L de uma solução aquosa saturada de
gás sulfídrico a 20 °C (concentração = 0,10 mol.L-1) for adicionado 0,10 mol de selenito
de sódio, considerando que a reação química se processa até consumir todo o reagente
limitante e que o ácido clorídrico está em excesso.

c) Na equação química apresentada no item b, identifique o agente oxidante e o agente


redutor.

Exercício 4) Um vazamento de ácido clorídrico do interior de um caminhão tanque levou


o corpo de bombeiros a isolar uma área de aproximadamente 50 metros de um posto
de gasolina, localizado às margens da BR 101, em Linhares. O corpo de bombeiros
informou que o veículo estava carregado por 22 mil litros de produto. Cal foi utilizada
para neutralizar a ação do ácido que escorreu do pátio do posto ate o acostamento da
rodovia.
a) Considerando que o ácido clorídrico contido no caminhão era uma solução que
apresentava densidade igual a 1,12 g/ml e título 36,5% calcule a concentração em g/L
desse ácido.

b) A matéria afirma que foi usada cal para neutralizar o ácido que vazou. Sabendo que
cal é o nome vulgar do óxido de cálcio, calcule a massa de cal necessária para
neutralizar todo o ácido contido no caminhão.

GASES

Exercício 6) O bicarbonato de sódio ou hidrogenocarbonato de sódio, é composto de


fórmula NaHCO3, é um sólido cristalino de cor branca, solúvel em água, com um sabor
ligeiramente alcalino. Usa-se como antiácido, para tratar a acidez do estômago porque
ele tem o poder de neutralizar os excessos do ácido clorídrico do suco gástrico. Em
algumas formulações farmacêuticas, é misturado aos ácidos cítrico e tartárico, ambos
sólidos.
Devido à capacidade do bicarbonato de sódio libertar dióxido de carbono gasoso (CO2),
também é muito usado nas receitas de culinária como agente levedante
("fermentos químicos"), para ser utilizado no crescimento das massas de pães, bolos e
biscoitos durante o cozimento no forno, em especial quando misturado ao ácido
tartárico, e na produção de bebidas gasosas (refrigerantes).
É utilizado na fabricação de extintores de incêndio com produção de espuma. No interior
destes extintores encontram-se NaHCO3 sólido mantido em compartimento separado
de uma solução de ácido sulfúrico (H2SO4). Quando estes extintores são virados, o que
causa seu acionamento, o NaHCO3 e o H2SO4 se misturam e reagem, com liberação de
CO2, propiciando pressão dentro do vaso, que causa sua ejeção e produzindo a
espuma. As reações envolvidas são:

Considerando o texto e as eqauções químicas acima, responda:


a) Quais os nomes dos reagentes da equação (I)?
b) Qual o volume de CO2 , em litros, nas CNTP, obtido quando se misturam 18 g de
NaHCO3 e 9,8 g de H2SO4?

Exercício 7) O gás cianídrico é um gás incolor, que mata imediatamente se inalado


numa concentração superior de 300 mg/m3 de ar. Durante, a segunda guerra mundial,
esse gás foi utilizado pelos nazistas para o extermínio de judeus em câmaras de gás.
Com base nas informações do texto sobre o cianeto (ácido cianídrico), responda:
a) Sabendo que uma pessoa respira, em média, 7 litros de ar por minuto, qual a massa
de gás cianídrico, em miligramas, capaz de levar uma pessoa em óbito em um minuto,
considerando a concentração letal de 300 mg/m3?

b) Calcule o número de mols de gás cianídrico (HCN) em um ambiente de 24,6 m 3, a


270C, em uma pressão de 1,5 atm

Exercício 9) Um gás ideal em equilíbrio termodinâmico tem pressão de 1,0×105 N/m2,


volume de 2,0×10−3 m3 e temperatura de 300 K. O gás é aquecido lentamente a pressão
constante até atingir um volume de 3,5×10−3 m3, no qual permanece em equilíbrio
termodinâmico. Calcule a temperatura do gás em seu estado final de equilíbrio.
SOLUÇÕES
Exercício 15) O "soro caseiro" recomendado para evitar a desidratação infantil consiste
em uma solução aquosa de cloreto de sódio, NaCl 3,5 g/L, e de sacarose,
C12H22O11 11,0 g/L.
a) Qual a concentração, em mol/L, do cloreto de sódio na solução? E da sacarose?

b) Um voluntário deseja preparar soro caseiro e dispõe de 440 g de sacarose e 351 g


de cloreto de sódio. Qual o volume máximo de soro caseiro poderia ser preparado pelo
voluntário? Responda utilizando cálculos.

Exercício 4) O ácido nítrico é um importante produto industrial. Um dos processos para


a obtenção do ácido nítrico é fazer passar amônia e ar, sob pressão, por um catalisador
acerca de 850oC, ocorrendo a formação de monóxido de nitrogênio e água. O monóxido
de nitrogênio, em presença do oxigênio do ar, se transforma no dióxido que reagindo
com a água forma o ácido nítrico e monóxido de nitrogênio.
a) Escreva as equações balanceadas que representam as diferentes etapas de
produção do ácido nítrico através do processo mencionado.

b) Uma solução de ácido nítrico concentrado, de densidade 1.40 g/cm3, contém 63.0 %
em peso de ácido nítrico. Informe por meio de cálculos:

I - a molaridade da solução
II - o volume dessa solução que é necessário para preparar 250.0 mL de solução 0.5M

PROPRIEDADES COLIGATIVAS
Exercício 21) Certas propriedades físicas de um solvente, tais como temperatura de
ebulição e de solidificação, são alteradas quando nele dissolvemos um soluto não volátil.
Para verificar esse fato, quatro sais distintos foram dissolvidos em frascos contendo a
mesma quantidade de água, como indica o esquema a seguir:

a) Coloque as soluções I, II, III e IV em ordem crescente de abaixamento da


temperatura de solidificação que ocorre devido à adição do soluto.

b) Sabendo que o volume final da solução do frasco II é de 3 litros, calcule a


concentração de K2SO4, em g/L.

Exercício 23) Considere que 68 g de uma proteína são dissolvidos em água


suficiente para obtenção de 0,5 L de solução, a qual tem pressão osmótica igual a
38 mmHg a 27 ºC. De posse destas informações e de acordo com seus
conhecimentos sobre as estruturas das proteínas, responda: Dado: R = 0,082
atm.L.K–1.mol–1
a) Estruturalmente, do ponto de vista químico, o que é uma proteína?

b) Qual a massa molecular da proteína?

Exercício 24) Para evitar alterações nas células sangüíneas, como a hemólise, as
soluções utilizadas em alimentação endovenosa devem apresentar concentrações
compatíveis com a pressão osmótica do sangue. Foram administradas a um
paciente, por via endovenosa, em diferentes períodos, duas soluções aquosas, uma
de glicose e outra de cloreto de sódio, ambas com concentração igual a 0,31 mol×L−1
a 27ºC. Considere que:
- a pressão osmótica do sangue, a 27ºC, é igual a 7,62 atm;
- a solução de glicose apresenta comportamento ideal;
- o cloreto de sódio encontra-se 100% dissociado.
a) Calcule a pressão osmótica da solução de glicose e indique a classificação dessa
solução em relação à pressão osmótica do sangue.

b) As curvas de pressão de vapor (Pv) em função da temperatura (t) para as soluções


de glicose e de cloreto de sódio são apresentadas no gráfico a seguir.

Aponte a curva correspondente à solução de glicose e justifique sua resposta.

CINETICA
TERMOQUIMICA
Exercício 36) O álcool etílico (etanol) é considerado um combustível menos poluente
que a gasolina porque parte do dióxido de carbono emitido na sua combustão é
absorvido pelo cultivo da cana-de-açúcar. Considerando a combustão total do etanol
faça.
Dados: ∆H0f (CO2 (g)) = - 394 kJ/mol ; ∆H0f (H2O (l)) = - 286 kJ/mol ;
∆H0f (C2H5OH (l)) = - 278 kJ/mol

a) Escreva a equação termoquímica e calcule a energia liberada na combustão


completa de 1 mol de etanol.

b) Uma montadora afirma que um determinado automóvel, utilizando etanol como


combustível, emite 154 g de dióxido de carbono por quilômetro rodado. Calcule a
energia liberada pela queima de etanol, considerando combustão completa, quando
esse automóvel roda um quilômetro.

Exercício 37) O nitrato de amônio é um importante fertilizante e também pode ser


utilizado como explosivo. Sua reação de decomposição produz nitrogênio, oxigênio e
água e libera uma grande quantidade de energia.
Dados: ∆H0f (nitrato de amônio) = - 366 kJ/mol ; ∆H0f (água) = - 286 kJ/mol

a) Escreva a equação balanceada da decomposição do nitrato de amônio no estado


padrão.

b) Calcule a variação de entalpia da decomposição do nitrato de amônio no estado


padrão.

EQUILIBRIO
Exercício 42) A 2300 K, a constante de equilíbrio de formação do NO (g) é Kc = 1,6 x
10 -3.

N2 (g) + O2 (g) 2 NO (g)

a) Se a análise de uma mistura mostrar que as concentrações de nitrogênio e de


oxigênio são ambas 0,25 mol/L e que a concentração do monóxido de carbono de
nitrogênio é 0,0042 mol/L, o sistema estará em equilíbrio? Se não estiver, em que
sentido se deslocará?

b) Quando o sistema estiver em equilíbrio, quais as concentrações das substâncias?


Exercício 44) Bicarbonato de sódio sólido é usado como fermento químico porque se
decompõe termicamente, formando gás carbônico, de acordo com a reação
representada pela equação química:

2NaHCO3(S) 1Na2CO3(s)+1CO2(g)+1 H2O(g)

a) Escreva a expressão matemática para a constante de equilíbrio expressa em termos


de concentração (KC).

b) A constante de equilíbrio, expressa em termos de pressões parciais (KP), é igual a


0,25 à temperatura de 125°C quando as pressões são medidas em atmosferas. Calcule
as pressões parciais de CO2 e H2O quando o equilíbrio for estabelecido nessa
temperatura.

TITULAÇÃO

Exercício 46) Considere a titulação de 25,0 mL de uma solução de ácido etanóico 0,20
mol/L utilizando solução padrão de hidróxido de potássio 0,20 mol/L e um indicador
adequado. Calcule:
Dados: Ka (ácido etanóico) = 2 x 10 – 5 ; Kw = 10 x 10 – 14 ; log 2 = 0,3 ; log 5 = 0,7

a) O pH da solução de ácido inicial (antes do início da adição da base).

b) O pH do sistema após a adição de 5,0 mL da solução de KOH.

c) O pH do sistema no ponto de equivalência.


Exercício 48) O sulfato ferroso é utilizado no combate à anemia ferropriva. Para se
determinar a concentração de sulfato ferroso numa solução pode-se utilizar a
permanganatometria, ou seja, titular a solução de sulfato ferroso com uma solução
padrão de permanganato de potássio. A reação que ocorre, na forma iônica, é dada
pela equação:

Fe 2+ (aq) + MnO4 – 1 (aq) + H 1 + (aq) Fe 3+ (aq) + Mn 2+ (aq) + H2O (l)

a) Balanceie corretamente a equação acima;

b) Calcule a concentração em g/L de sulfato ferroso numa solução sabendo que 15 mL


da mesma consumiram 20 mL de solução de permanganato de potássio 0,02 mol/L.

ELETROQUIMICA
Exercício 51) As tubulações que conduzem gás encanado nos laboratórios devem ser
feitas inteiramente de cobre metálico. Numa determinada instalação o técnico
responsável substituiu uma das conexões de cobre por outra de ferro. Utilizando seus
conhecimentos de eletroquímica faça:
Dados: Fe +2 (aq) + 2e Fe(s) Ɛ0 = - 0,44 V ; Cu 2+ (aq) + 2e Cu(s) Ɛ0 = + 0,34
V
a) Calcule a ddp da pilha formada por cobre e ferro.

b) Explique por que a substituição da conexão de cobre pela de ferro pode provocar um
vazamento de gás.
Exercício 52) Um laboratório produz drágeas de sulfato ferroso para combater anemia
ferropriva. Ao receber um determinado lote de matéria-prima o técnico responsável
desconfiou que poderia se tratar de sulfato férrico em vez do sulfato ferroso necessário.
Para esclarecer a dúvida o técnico montou duas cubas eletrolíticas ligadas em série,
uma contendo solução de nitrato de prata e a outra solução com sal comprado. Sabendo
que a eletrólise ocorreu durante 1 h utilizando uma corrente de 8,04 A faça:
a) Calcule a massa de prata metálica depositada na primeira cuba

a) Sabendo que foram depositados 5,6 g de ferro metálico na segunda cuba decida se
a matéria-prima pode ser ou não utilizada. Explique utilizando cálculo.

RADIOATIVIDADE

Exercício 56) O homem, na tentativa de melhor compreender os mistérios da vida,


sempre lançou mão de seus conhecimentos científicos e/ou religiosos. A datação por
carbono quatorze é um belo exemplo da preocupação do homem em atribuir idade aos
objetos e datar os acontecimentos. Em 1946 a Química forneceu as bases científicas
para a datação de artefatos arqueológicos, usando o 14C. Esse isótopo é produzido na
atmosfera pela ação da radiação cósmica sobre o nitrogênio, sendo posteriormente
transformado em dióxido de carbono. Os vegetais absorvem o dióxido de carbono e,
através da cadeia alimentar, a proporção de 14C nos organismos vivos mantém-se
constante. Quando o organismo morre, a proporção de 14C nele presente diminui, já
que, em função do tempo, se transforma novamente em 14N. Sabe-se que, a cada
período de 5730 anos, a quantidade de 14C reduz-se à metade.

a) Qual o nome do processo natural pelo qual os vegetais incorporam o carbono?

b) Poderia um artefato de madeira, cujo teor determinado de 14C corresponde a 25%


daquele presente nos organismos vivos, ser oriundo de uma árvore cortada no período
do Antigo Egito (3200 a.C. a 2300 a.C.)? Justifique.
c) Se o 14C e o 14N são elementos diferentes que possuem o mesmo número de massa,
aponte uma característica que os distingue.

Exercício 58) O isótopo radioativo 222


86Rn, formado a partir de
238
92U,por emissões
sucessivas de partículas alfa e beta, é a principal fonte de contaminação radioativa
ambiental nas proximidades de jazidas de urânio. Por ser gasoso, o isótopo 222 86Rn,
atinge facilmente os pulmões das pessoas, onde se converte em 21884Po, com um tempo
de meia-vida de 3,8 dias.

a) Calcule o número de partículas alfa e de partículas beta emitidas, considerando a


formação de um átomo de radônio, no processo global de transformação do 238 92U em
222
86Rn. Considere as variações dos números atômicos e dos números de massa que
acompanham a emissão de partículas alfa e beta, para a resolução da questão.

b) Calcule o tempo necessário para que o número N0 de átomos de 22286Rn, retido


nos pulmões de uma pessoa, seja reduzido a N0/16 pela conversão em 218
84Po.

Exercício 59) O isótopo 131 do iodo (número atômico 53) é usado no diagnóstico de
disfunções da tireóide, assim como no tratamento de tumores dessa glândula. Por
emissão de radiações 4 partículas beta e 3 gama, esse isótopo se transforma em um
outro elemento químico, E. Qual deve ser a notação desse elemento?

REAÇÕES ORGÂNICAS
BIOMOLÉCULAS