Você está na página 1de 40

Tribunal de Justiça de Santa Catarina

Concurso Público – 2018

Nível Médio
Técnico Judiciário Auxiliar – Área Judiciária

SUA PROVA INFORMAÇÕES GERAIS

Além deste caderno de prova, contendo • As questões objetivas têm cinco alternati-
setenta questões objetivas, você receberá vas de resposta (A, B, C, D, E) e somente
do fiscal de sala: uma delas está correta;
• uma folha destinada às respostas • Verifique se seu caderno está completo,
das questões objetivas. sem repetição de questões ou falhas. Caso
contrário, notifique imediatamente o fiscal
da sala, para que sejam tomadas as devi-
das providências;
• Confira seus dados pessoais, especial-
mente nome, número de inscrição e docu-
TEMPO mento de identidade e leia atentamente as
instruções para preencher a folha de res-
• 4 horas é o tempo disponível para a postas;
realização da prova, já incluído o tempo • Use somente caneta esferográfica, em mate-
para a marcação da folha de respostas rial transparente, com tinta preta ou azul;
da prova objetiva; • Assine seu nome apenas nos espaços
• 1 hora após o início da prova é possível reservados;
retirar-se da sala, sem levar o caderno • Confira seu cargo, cor e tipo do caderno
de provas; de provas. Caso tenha recebido caderno
• 1 hora antes do término do período de cargo ou cor ou tipo DIFERENTE do
de prova é possível retirar-se da sala impresso em sua folha de respostas, o fiscal
levando o caderno de provas. deve ser OBRIGATORIAMENTE informado
para o devido registro na ata da sala;
• O preenchimento das respostas da prova
objetiva é de sua responsabilidade e não
será permitida a troca de folha de respos-
tas em caso de erro;
NÃO SERÁ PERMITIDO • Reserve tempo suficiente para o preen-
chimento de suas respostas. Para fins de
• Qualquer tipo de comunicação entre avaliação, serão levadas em consideração
os candidatos durante a aplicação da apenas as marcações realizadas na folha
prova; de respostas da prova objetiva, não sendo
• Levantar da cadeira sem autorização do permitido anotar informações relativas às
fiscal de sala; respostas em qualquer outro meio que não
• Usar o sanitário ao término da prova, seja o caderno de provas;
após deixar a sala. • A FGV coletará as impressões digitais dos
candidatos na folha de respostas;
• Durante a realização das provas, os can-
didatos serão submetidos ao sistema de
detecção de metais quando do ingresso e
da saída de sanitários.
Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas – 2018 FGV – Projetos

LÍNGUA PORTUGUESA 2
O verbo que exige o mesmo tipo de complemento
Texto 1 que na frase “O Brasil mudará o perfil de seu mercado
A tendência ao trabalho informal no Brasil vem de trabalho nos próximos anos” está sublinhado em:
acentuando-se cada vez mais. Podemos observar que (A) Se o desemprego cresce na economia formal,
tanto o emprego informal como o desemprego são (…).
problemas que apontam para a mesma direção. Se (B) (…) jovens com boa formação intelectual, (…)
que precisam de ajuda para entender melhor
o desemprego cresce na economia formal, aumenta,
como fazer uso de seus conhecimentos.
também, o emprego informal. O Brasil mudará o perfil
(C) Em médio prazo, essa categoria estará em evi-
de seu mercado de trabalho nos próximos anos. Hoje,
dência.
temos três categorias diferentes de trabalhadores.
(D) Esses profissionais são alvos de altas propostas
Dessas três categorias, uma, infelizmente, não se feitas pelas empresas.
enquadrará nas novas oportunidades que surgirão. (E) São pessoas com visão estratégica e mentalida-
Ela engloba aqueles que possuem pouca formação de evoluída, que buscam, por conta própria, a
intelectual e estão acostumados, ao longo dos anos, sua formação (…).
com a cultura do emprego e que resistem em voltar
a estudar. Estes continuarão sofrendo e engrossando 3
a fila de desempregados até descobrirem que podem Ela engloba aqueles que possuem pouca formação
sobreviver prestando serviços autônomos de pouca intelectual e estão acostumados, ao longo dos anos,
relevância. com a cultura do emprego e que resistem em voltar
A segunda categoria é constituída por jovens com a estudar. Após o deslocamento da expressão des-
boa formação intelectual, que estão atentos às tendên- tacada, sem alterar o sentido da frase original, o uso
cias e que precisam de ajuda para entender melhor da vírgula fica correto em:
como fazer uso de seus conhecimentos. Em médio (A) Ao longo dos anos, ela engloba aqueles que
prazo, essa categoria estará em evidência. possuem pouca formação intelectual e estão
A última categoria é constituída por talentos já feitos acostumados com a cultura do emprego e que
e que, infelizmente, são uma minoria, o que faz com resistem em voltar a estudar.
que as empresas vivam disputando seus passes. (B) Ela engloba aqueles que possuem pouca for-
Esses profissionais são alvos de altas propostas feitas mação intelectual e estão ao longo dos anos,
acostumados com a cultura do emprego e que
pelas empresas. São pessoas com visão estratégica e
resistem em voltar a estudar.
mentalidade evoluída, que buscam, por conta própria,
(C) Ela engloba aqueles que possuem pouca for-
a sua formação e que usam a criatividade para inven-
mação intelectual e estão acostumados com a
tar novos produtos e serviços.
cultura do emprego, ao longo dos anos, e que
Agenor Manoel de Carvalho. O impacto da tecnologia no mer- resistem em voltar a estudar.
cado de trabalho. In: Evidência, Araxá, n.º 6, 2010, p. 153-72. (D) Ela engloba aqueles que possuem pouca for-
mação intelectual e estão acostumados com a
1
cultura do emprego e que resistem, ao longo dos
De acordo com a fidedignidade às prescrições gra-
anos, em voltar a estudar.
maticais e às ideias desenvolvidas no texto, (E) Ela engloba aqueles que, ao longo dos anos,
(A) a correção gramatical e o sentido original do possuem pouca formação intelectual e estão
texto seriam preservados caso se substituísse a acostumados com a cultura do emprego e que
expressão “estará em evidência” (3º parágrafo) resistem em voltar a estudar.
por será vítima.
(B) os trabalhadores que compõem a segunda cate- 4
goria serão os mais prejudicados pelo avanço da Assinale a opção em que o pronome LHE foi corre-
tecnologia sobre o mercado de trabalho, porque tamente empregado.
“precisam de ajuda para entender melhor como (A) O dono da oficina recebeu-lhe com educação.
fazer uso de seus conhecimentos” (3º parágrafo). (B) A atividade ilegal levara-lhe à prisão.
(C) há relação entre desemprego e emprego infor- (C) O cheiro de tinta contaminou-lhe.
mal; entretanto, tais informações são insuficien- (D) Saiu do carro e abandonou-lhe na rua.
tes para se inferir se tal relação é diretamente (E) O passageiro pagou-lhe a corrida.
proporcional.
(D) a última categoria já é composta por um número 5
considerável de profissionais, o que faz com que Está CORRETO o emprego do elemento sublinha-
as empresas tenham mais facilidades ao contratar. do na frase:
(E) as três categorias se enquadrarão nas novas (A) O fenômeno das migrações é um fator concor-
rente de que as populações não sejam homo-
oportunidades de trabalho nos próximos anos.
gêneas.

Técnico Judiciário Auxiliar – Área Judiciária Página 2


Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas – 2018 FGV – Projetos

(B) O próprio conceito de raça humana, de cujo nin- apenas aconteceu que não se encontraram mais.
guém duvidava, é hoje dado como ultrapassado. Eles não se despediram, a vida é que os despediu,
(C) São vários os atributos a que se pode recorrer cada um para seu lado — sem glória nem humi-
para caracterizar um grupo étnico. lhação” (1º parágrafo). As ocorrências do QUE, no
(D) Não são claras as fronteiras em cujas se deseja período acima, classificam-se corretamente como:
estabelecer uma objetiva distinção entre etnias. (A) conjunção – pronome relativo – pronome relativo
(E) São mínimas as variações genéticas de que se
– pronome relativo.
poderia levar em conta para configurar alguma
(B) conjunção – pronome relativo – conjunção – par-
diferenciação racial.
tícula expletiva.
Texto 2 (C) conjunção – partícula expletiva – pronome rela-
tivo – conjunção.
Despedida (D) pronome relativo – conjunção – pronome relativo
– conjunção.
E no meio dessa confusão alguém partiu sem se (E) pronome relativo – conjunção – pronome relativo
despedir; foi triste. Se houvesse uma despedida talvez – partícula expletiva.
fosse mais triste, talvez tenha sido melhor assim, uma
separação como às vezes acontece em um baile de 7
carnaval — uma pessoa se perda da outra, procura-a Esqueçamos as pequenas coisas mortificantes. (5º
por um instante e depois adere a qualquer cordão. É parágrafo)
melhor para os amantes pensar que a última vez que No fragmento acima, se empregou corretamente a
se encontraram se amaram muito — depois apenas regência do verbo esquecer.
aconteceu que não se encontraram mais. Eles não se
Assinale a alternativa que apresenta a frase correta
despediram, a vida é que os despediu, cada um para
quanto à regência.
seu lado — sem glória nem humilhação.
(A) Os governantes esquecem-se dos perigos das
Creio que será permitido guardar uma leve tristeza,
e também uma lembrança boa; que não será proibido guerras.
confessar que às vezes se tem saudades; nem será (B) Onde foram os tempos tranquilos de outras épo-
odioso dizer que a separação ao mesmo tempo nos cas?
traz um inexplicável sentimento de alívio, e de sos- (C) Alguns países aspiram posições mais importan-
sego; e um indefinível remorso; e um recôndito des- tes no mundo.
peito. (D) Os governantes assistem situações de violência
E que houve momentos perfeitos que passaram, extrema.
mas não se perderam, porque ficaram em nossa vida; (E) Avisou-se aos governantes dos perigos de um
que a lembrança deles nos faz sentir maior a nossa ataque nuclear.
solidão; mas que essa solidão ficou menos infeliz: que
importa que uma estrela já esteja morta se ela ainda 8
brilha no fundo de nossa noite e de nosso confuso Assinale a alternativa em que as palavras sublinha-
sonho?
das pertencem à mesma classe gramatical.
Talvez não mereçamos imaginar que haverá outros
(A) E no meio dessa confusão alguém partiu sem se
verões; se eles vierem, nós os receberemos obedien-
tes como as cigarras e as paineiras — com flores e despedir; foi triste. Se houvesse uma despedida
cantos. O inverno — te lembras — nos maltratou; não talvez fosse mais triste (…).
havia flores, não havia mar, e fomos sacudidos de um (B) É melhor para os amantes pensar que a última
lado para outro como dois bonecos na mão de um tite- vez que se encontraram se amaram muito — de-
riteiro inábil. pois apenas aconteceu que não se encontraram
Ah, talvez valesse a pena dizer que houve um mais.
telefonema que não pôde haver; entretanto, é possí- (C) Eles não se despediram, a vida é que os despe-
vel que não adiantasse nada. Para que explicações? diu, cada um para seu lado — sem glória nem
Esqueçamos as pequenas coisas mortificantes; o humilhação.
silêncio torna tudo menos penoso; lembremos apenas (D) Creio que será permitido guardar uma leve triste-
as coisas douradas e digamos apenas a pequena za, e também uma lembrança boa; (…).
palavra: adeus. (E) E que houve momentos perfeitos que passaram,
A pequena palavra que se alonga como um canto
mas não se perderam, porque ficaram em nossa
de cigarra perdido numa tarde de domingo.
vida.
Rubem Braga 9
6 Texto 1: “talvez tenha sido melhor assim, uma se-
“É melhor para os amantes pensar que a última vez paração como às vezes acontece em um baile de
que se encontraram se amaram muito — depois carnaval”.

Técnico Judiciário Auxiliar – Área Judiciária Página 3


Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas – 2018 FGV – Projetos

Utilizou-se o acento indicativo de crase adequada- Como os Estados Unidos se tornaram referência no
mente no trecho do texto acima. A frase abaixo em Ocidente, ocorreu uma verdadeira revolução interna-
que o emprego do acento grave também foi correta- cional nos padrões sociais. O “eu” virou o centro da
mente empregado é: sociedade contemporânea. As pessoas começaram a
(A) O texto literário veio escrito à lápis. se interessar por psicanálise, astrologia, tarô, massa-
(B) Começaram à gritar assim que começou o show. gens – coisas que têm a ver com autoconhecimento,
(C) O horóscopo dizia à cada leitora o que devia fa- sorte e bem-estar. O degrau imediatamente acima
zer. desse nível médio de egocentrismo é a celebração da
(D) O leitor estava à procura de seu destino. imagem, institucionalizada pela indústria da fama. No
(E) O homem previa o futuro passo à passo. início do ano, pesquisadores ingleses aplicaram um
questionário a milhares de crianças em idade esco-
Texto 3 lar para descobrir o que elas pretendem ser quando
crescerem. No lugar de respostas tradicionais, como
Eles adoram aparecer bombeiro, astronauta e bailarina, a maioria disse sim-
plesmente “quero ser famoso”.
Não há picadas de agulha nem pílulas coloridas. O mundo da celebridade foi minúsculo até recen-
O barato do momento não envolve aditivos quími- temente. Nossos pais dispunham apenas de dois ou
cos, mas pode causar dependência. Seduz homens três jornais e uns quatro canais de TV. A geração que
e mulheres de várias idades e é acionado pelo clique vai à escola hoje já se acostumou com centenas de
de um flash ou pela luzinha vermelha de uma câmera canais a cabo, milhões de páginas de internet e men-
de vídeo. Desde que o artista plástico Andy Warhol sagens enviadas diretamente a telefones celulares e
previu, na década de 60, que “um dia todo mundo será palmtops. Para encher tanto espaço, é preciso cada
mundialmente famoso por 15 minutos”, cada vez mais
vez mais gente famosa. E, para ser conhecido, já
pessoas passaram a buscar seus 900 segundos de
não é necessário um grande feito, basta um pequeno
glória. A oferta de celebridades cresce, alimentada
acidente que desperte a curiosidade das pessoas.
por revistas especializadas, sites na internet e reality
Também vale produzir o chamado factoide. A econo-
shows.
mista americana Jennifer Ringley, de 26 anos, é a
Dos sete pecados capitais, a vaidade sempre foi
atual campeã da modalidade. Em 1996, ela instalou
tida como o mais grave, o mais vergonhoso. Na Bíblia,
sete webcams em sua casa para transmitir sua vida
é o primeiro deles, o crime de Lúcifer quando quis
24 horas por dia. Seu site era gratuito e permitia fla-
ser maior que Deus. É também o mais irresistível. A
grá-la em sua existência banal – comendo pizza na
novidade é que, depois de séculos sendo conside-
sala, trocando de roupa ou se masturbando. Hoje, os
rada reprovável, a vaidade passou a ser vista como
assinantes dispostos a espiar o quarto e banheiro têm
algo positivo. Para estudiosos da sociedade, o mundo
nunca foi tão vaidoso. “Se o outro não o reconhece, de pagar US$ 15 por ano. Jenny já participou de cen-
você não existe. A medida do seu valor não é o que tenas de programas de TV e ata inspirou um longa-
você é, mas o que os outros acham de você”, con- -metragem, O Show de Truman. Ela agora dá entrevis-
sidera a antropóloga Mirian Goldenberg, da UFRJ. tas garantindo que não gosta de aparecer. “Eu apenas
Nesse contexto, tornar-se uma celebridade significa não ligo se estão me espiando”, diz.
ascensão a um “nível superior”. O famoso, automa- De acordo com a ética protestante, em cuja base
ticamente, passa a ser reconhecido como alguém o capitalismo avançou, a riqueza é uma recompensa
especial. Esse é um paradigma que já se disseminou. aos que trabalham muito e com competência. Assim,
A recompensa dos famosos é a atenção dos outros, o a conquista da fortuna seria, em si, um atestado de
que é uma forma primária de relacionamento afetivo. vitória perante a sociedade, e também de grandeza
Essa necessidade, obviamente, é abastecida pelo de caráter. As coisas começaram a mudar a partir dos
narcisismo, outro traço marcante do homem contem- anos 70, e fortemente nos 80, com o surgimento de
porâneo. grandes fortunas amealhadas a partir da especulação
Nos anos 70, o sociólogo Cristopher Lasch diagnos- financeira em Wall Street. Dinheiro ganho sem suor,
ticou o crescimento do narcisismo entre os america- na base da esperteza e da malandragem. Mais recen-
nos. Na falta de um ideal comum, eles passavam a temente, surgiu a internet, com garotos de 16 anos
viver para si próprios, como se a sociedade existisse recebendo milhões por sites criados da noite para o
apenas para servi-los. Para Lasch, a contracultura dos dia. O número de milionários multiplicou-se. Só nos
anos 50 e 60 fez com que os americanos se voltas- Estados Unidos eles somam mais de 2,1 milhões de
sem totalmente para o próprio umbigo. Ao contestar pessoas. Nesse cenário, a fama passou a funcionar
os valores estabelecidos, não deixaram no lugar nada como um padrão mais eficiente de diferenciação.
além da mera satisfação pessoal. Para ele, os ame- Ana Cristina Rosa. Reportagem de capa. Revista Época.
ricanos não abandonaram apenas as lembranças da 11/11/2012.
guerra do Vietnã ou do escândalo de Watergate, mas
todo o seu passado coletivo.

Técnico Judiciário Auxiliar – Área Judiciária Página 4


Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas – 2018 FGV – Projetos

10 Texto 4
No início do ano, pesquisadores ingleses aplicaram
um questionário a milhares de crianças em idade Reconhecendo e distinguindo o preconceito e a
escolar para descobrir o que elas pretendem ser intolerância
quando crescerem. (4º parágrafo)
O período acima é composto por: À primeira vista, pode-se dizer, simplesmente, que
(A) três orações. as palavras preconceito e intolerância são sinônimas.
(B) quatro orações. Um exame um pouco mais detido, contudo, pode
(C) cinco orações. mostrar que preconceito é a ideia ou sentimento que
(D) seis orações. pode conduzir o indivíduo à intolerância, à atitude de
(E) sete orações. não admitir opinião divergente e, por isso, à atitude
de reagir com violência ou agressividade a certas
11 situações. Isso indica uma primeira diferença: o traço
A frase abaixo (texto 3) que mostra uma voz verbal semântico mais forte registrado no sentido de intole-
diferente das demais é: rância é ser um comportamento, uma reação explícita
(A) “É acionado pelo clique de um flash ou pela luzi- a uma ideia ou opinião contra a qual se pode objetar.
nha vermelha de uma câmera de vídeo.” Não constitui, simplesmente, uma discordância tácita.
(B) “Os americanos não abandonaram apenas as Um preconceito, ao contrário, pode existir sem jamais
lembranças da guerra do Vietnã.” se revelar e, por isso, existe antes da crítica.
(C) “Pesquisadores ingleses aplicaram um questio- Voltaire diz: "o preconceito é uma opinião sem jul-
nário a milhares de crianças.” gamento" e, ainda mais, até afirma a existência de
(D) “Também vale produzir o chamado factoide.” “preconceitos universais, necessários, que represen-
(E) “Ela agora dá entrevistas garantindo que não tam a própria virtude”. Disso se conclui, pois, que o
gosta de aparecer.” filósofo admitia o bom e o mau preconceito. No Dicio-
nário Filosófico não há o verbete intolerância, mas se
12 pode chegar a esse conceito pelo de tolerância, defi-
As palavras do texto acentuadas pela mesma regra nida como o "apanágio da humanidade", isto é, um pri-
de acentuação gráfica são vilégio, uma regalia, uma vantagem, fato que, como se
(A) Pílulas/Químicos. sabe, não é próprio de todos os seres humanos, em
(B) Câmera/Vídeo. todas as circunstâncias de suas vidas.
(C) Década/Será. A ausência da tolerância é a dificuldade de o ser
(D) Antropóloga/Nível. humano aceitar bipolaridades, especificamente as reli-
(E) Questionário/Minúsculo. giosas, o que pode levar o homem a um comporta-
mento agressivo, à perseguição do adversário.
13 Bobbio (2004) examina dois dos principais significa-
Para encher tanto espaço, é preciso cada vez mais dos que a palavra tolerância tem, para, a partir disso,
gente famosa. (5º parágrafo). formular os conceitos de preconceito e intolerância.
Se substituirmos o segmento sublinhado por uma O termo tolerância pode ser empregado em referên-
oração desenvolvida, teremos como forma correta: cia à aceitação da diversidade de crenças e opiniões,
(A) para encher-se tanto espaço. principalmente religiosas e políticas. A intolerância,
(B) para que se enchessem tanto espaço. pois, refere-se à incapacidade de o indivíduo conviver
(C) para que se encha tanto espaço. com a diversidade de conceitos, crenças e opiniões.
Para Rouanet (2003), "a intolerância pode ser definida
(D) para que se encham tanto espaço.
como uma atitude de ódio sistemático e de agressi-
(E) para tanto espaço ser enchido.
vidade irracional com relação a indivíduos e grupos
específicos, à sua maneira de ser, a seu estilo de vida
14
e às suas crenças e convicções. Essa atitude gené-
Ao contestar os valores estabelecidos, não deixa-
rica se atualiza em manifestações múltiplas, de cará-
ram no lugar nada além da mera satisfação pesso-
ter religioso, nacional, racial, étnico e outros".
al. (3º parágrafo)
Já o preconceito, embora tenha em comum com
Sob o ponto de vista da estruturação sintática, a
o significado de intolerância a não aceitação da dife-
oração sublinhada refere-se a uma:
rença do outro, o que também se manifesta compor-
(A) oração subordinada substantiva subjetiva redu-
tamentalmente, não leva o sujeito à construção de um
zida de infinitivo.
discurso acusatório sobre a diferença, porque o pre-
(B) oração subordinada adverbial condicional.
conceito pode construir-se sobre o que nem foi pen-
(C) oração subordinada adverbial temporal reduzida
sado, mas apenas assimilado culturalmente, ou plas-
de infinitivo.
mado em irracionalidades, emoções e sentimentos. O
(D) oração subordinada adjetiva explicativa.
preconceito, portanto, não tem origem na crítica, mas
(E) oração coordenada assindética conclusiva.
na tradição, no costume ou autoridade. Pode o pre-

Técnico Judiciário Auxiliar – Área Judiciária Página 5


Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas – 2018 FGV – Projetos

conceito redundar em uma discriminação, mas não 18


se manifesta discursivamente sobre argumentos que “Pode-se extrair de ambas a mesma lição: o pre-
visam a sustentar "verdades". conceito não surge, exclusivamente, de uma dico-
Apesar de as duas concepções examinadas serem tomia.”
diferentes, pode-se extrair de ambas a mesma lição: o Nesse caso, o emprego dos dois-pontos se justifica
preconceito não surge, exclusivamente, de uma dico- porque
tomia. Pode ser uma rejeição, um "não-querer" ou um (A) se esclarece a seguir o sentido de palavras an-
"não-gostar" sem razão, e pode até mesmo não se teriores.
manifestar; a intolerância, por sua vez, nasce, neces- (B) é explicada uma afirmação precedente.
sariamente, de julgamentos, de contrários, e se mani- (C) se mostra a conclusão de um raciocínio.
festa discursivamente. É resultado da crítica e do jul- (D) se explicita o termo “mesma lição”.
gamento de ideias, valores, opiniões e práticas. (E) se retifica um erro cometido.

LEITE, Marli Quadros. Preconceito e intolerância na lingua-


19
gem. São Paulo: Contexto, 2013. p. 20-22. (Adaptado).
Assinale a opção que traz a correta classe grama-
15 tical da palavra destacada e a adequada divisão si-
Observe a palavra “se” no trecho “À primeira vista, lábica.
pode-se dizer, simplesmente, que as palavras pre- (A) As palavras preconceito e intolerância são sinô-
conceito e intolerância são sinônimas”. Afirma-se nimas / substantivo / pre-con-ce-i-to.
corretamente que apresenta a mesma função da (B) Isso indica uma primeira diferença / substantivo
palavra destacada em: / pri-mei-ra.
(A) Poder-se-á reduzir a participação de aliados po- (C) Não constitui, simplesmente, uma discordância
líticos. tácita / adjetivo / tá-ci-ta.
(B) Em fazendas, dorme-se ao ar livre. (D) A ausência da tolerância é a dificuldade de o ser
(C) Não sei se me verei diante dessa situação. humano aceitar bipolaridades / adjetivo / to-le-
-rân-cia.
(D) Ele vai padecer com a situação. Ah, se vai!
(E) Não se manifesta discursivamente sobre argu-
(E) Fabiano viu-se andando pela calçada.
mentos / adjetivo / dis-cur-si-va-men-te.
16
20
No texto 4, observe três ocorrências do acento grave
Apesar de as duas concepções examinadas serem
indicativo da crase: “ideia ou sentimento que pode
diferentes, pode-se extrair de ambas a mesma li-
conduzir o indivíduo à intolerância”(1), “A intolerân-
ção: o preconceito não surge, exclusivamente, de
cia, pois, refere-se à incapacidade” (2) e “não leva o
uma dicotomia (6º parágrafo).
sujeito à construção de um discurso acusatório”(3).
Assinale a alternativa que reescreve adequada-
Os casos de crase que correspondem à união de
mente o trecho apresentado anteriormente:
preposição + artigo definido são:
(A) Apesar das duas concepções examinadas se-
(A) 1.
rem diferentes, pode se extraída de ambas a
(B) 1 e 2. mesma lição: o preconceito não surge, exclusi-
(C) 2. vamente, de uma dicotomia.
(D) 2 e 3. (B) Apesar das duas concepções examinadas se-
(E) Todos eles. rem diferentes, é possível extrair de ambas a
mesma lição: o preconceito não surge, exclusi-
17 vamente, de uma dicotomia.
“Argumentos que visam a sustentar "verdades"”. (C) Pode-se extrair de ambas a mesma lição – o
Nesse segmento do texto 4, emprega-se corre- preconceito não surge, exclusivamente, de uma
tamente a regência do verbo visar, que muda de dicotomia –, apesar de que as duas concepções
sentido conforme seja transitivo direto ou transitivo examinadas sejam diferentes.
indireto. (D) Apesar de que as duas concepções examina-
O verbo abaixo em que NÃO ocorre a mesma possi- das seja diferente, podem-se extrair de ambas
bilidade de dupla regência e duplo sentido é: a mesma lição: o preconceito não surge, exclusi-
(A) aspirar. vamente, de uma dicotomia.
(B) assistir. (E) Pode ser extraída de ambas a mesma lição: o
(C) carecer. preconceito não surge, exclusivamente, de uma
(D) chamar. dicotomia, apesar de as duas concepções exa-
(E) precisar. minadas serem diferentes.

Técnico Judiciário Auxiliar – Área Judiciária Página 6


Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas – 2018 FGV – Projetos

RACIOCÍNIO LÓGICO 25
O aniversário de Florianópolis, a capital do esta-
21 do de Santa Catarina, é comemorado no dia 23 de
Arthur escreveu, em seu caderno, a seguinte sequ- março, feriado municipal para os florianopolitanos.
ência infinita de letras: Em 2018, essa data caiu em uma sexta-feira. Sen-
SANTACATARINASANTACATARINASANTACAT... do assim, é correto afirmar que, em 2019, o aniver-
sário da cidade será
Elas se repetem segundo o mesmo padrão. Após
(A) terça-feira.
contar 200 letras, a próxima letra da sequência que
(B) quarta-feira.
Arthur colocou foi:
(C) quinta-feira.
(A) S. (D) sábado.
(B) A. (E) domingo.
(C) N.
(D) T. 26
(E) C. Considere a afirmação: “Todo catarinense é com-
petente.” A partir dessa afirmação, pode-se concluir
22 que:
Cinco pessoas, Tatá, Teté, Titi, Totó e Tutu, traba- (A) todo homem competente é catarinense.
lham juntas e possuem idades diferentes. Tatá, Totó (B) todo paranaense é incompetente.
e Tutu sabem as idades de todos e fazem as se- (C) toda pessoa que não é catarinense não é com-
guintes afirmações: petente.
• Tatá diz que é mais novo que Titi e mais velho (D) um incompetente certamente não é catarinense.
que Totó. (E) existem incompetentes que são catarinenses.
• Tutu diz que só há uma pessoa mais velha que
ele. 27
O Tribunal de Justiça do Estado de Santa Catarina
• Totó diz que ele não é o mais novo.
contratou três profissionais para implementação do
Organizando uma fila com essas pessoas em or-
Programa de Capacitação e Qualificação dos Ser-
dem crescente de idade, ou seja, a primeira é a mais
vidores do Poder Judiciário, sendo que o valor que
nova e a última a mais velha, pode-se concluir que: cada profissional receberá será proporcional ao nú-
(A) Totó é o terceiro da fila. mero de horas trabalhadas na implementação.
(B) Tutu está na frente de Tatá. A tabela abaixo mostra o total de horas de cada pro-
(C) Tatá não é o terceiro da fila. fissional:
(D) Teté é o segundo da fila.
Profissional Total de Horas
(E) Titi é o último da fila.
Paulo 15
Raul 21
23
Sandro 24
Não é verdade que, “se o Brasil não acaba com a
corrupção, então a corrupção acaba com o Brasil”. Sabendo que o Tribunal desembolsará R$
Logo, é necessariamente verdade que 156.000,00 pelos três profissionais, o valor recebido
(A) “O Brasil não acaba com a corrupção e a corrup- pelo instrutor Sandro é:
ção não acaba com o Brasil.” (A) R$ 39.000,00.
(B) “O Brasil acaba com a corrupção e a corrupção (B) R$ 54.600,00.
não acaba com o Brasil.” (C) R$ 62.400,00.
(C) “O Brasil acaba com a corrupção e a corrupção (D) R$ 66.600,00.
acaba com o Brasil.” (E) R$ 70.200,00.
(D) “O Brasil não acaba com a corrupção ou a cor-
rupção não acaba com o Brasil.” 28
(E) “O Brasil não acaba com a corrupção ou a cor- Um vendedor de churrasquinho, em frente ao está-
rupção acaba com o Brasil.” dio da Ressacada, anuncia a seguinte promoção ao
final do jogo:
24 “Salve o almoço de amanhã para a família: leve 7
Considere a sentença “Se o Papa é pop, então a churrasquinhos e pague 5”.
vaca é louca”. Uma sentença equivalente à senten- Essa promoção é equivalente a um desconto apro-
ça dada é: ximado de
(A) Se o Papa não é pop, então a vaca não é louca. (A) 27%.
(B) Se a vaca é louca, então o Papa é pop. (B) 28,5%.
(C) Se a vaca é louca, então o Papa não é pop. (C) 30%.
(D) Se a vaca não é louca, então o Papa não é pop. (D) 31,5%.
(E) Se o Papa não é pop, então a vaca é louca. (E) 33%.

Técnico Judiciário Auxiliar – Área Judiciária Página 7


Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas – 2018 FGV – Projetos

29 II – É assegurado a todos o acesso à informação,


Luiz Carlos decidiu pintar o muro de sua casa. Ini- resguardado o sigilo da fonte quando necessá-
ciou a pintura às 7h45min. Ao parar para almoçar, rio ao exercício profissional.
ao meio-dia, ele havia completado 15/22 de toda a III – É livre a locomoção no território nacional em
pintura. Ao retornar do almoço, às 13h, ele manteve tempo de paz, podendo qualquer pessoa, nos
o mesmo ritmo sem interrupções. Assim, Luiz Car- termos da lei, nele entrar, permanecer ou dele
los terminará o trabalho previsto às sair com seus bens.
(A) 14h58min. Está correto o que se afirma em:
(B) 14h59min. (A) I, somente.
(C) 15h. (B) I e II, somente.
(D) 15h01min. (C) I e III, somente.
(E) 15h02min. (D) II e III, somente.
(E) I, II e III.
30
A mãe de Renata deu a ela as seguintes instruções 33
para fazer um bolo: Ericksonn, no afã de conhecer o alcance dos direi-
• Se colocar leite, não coloque laranja. tos fundamentais consagrados na Constituição da
• Se não colocar creme, não coloque leite. República Federativa do Brasil, perguntou ao seu
• Se colocar ovos, não coloque creme. amigo Marqui se a denominada “inviolabilidade
• Colocar leite. do domicílio” teria alguma exceção que permitisse
Seguindo essas instruções, Renata fará um bolo a policiais ingressarem, contra a sua vontade, em
com: sua casa. Em resposta, Marqui apresentou diver-
(A) ovos e leite, mas sem creme. sas proposições, mas apenas uma delas está em
(B) creme e leite, mas sem ovos e laranja. harmonia com a ordem constitucional. A proposição
(C) ovos e creme, mas sem laranja. correta é:
(D) ovos e laranja, mas sem leite e sem creme. (A) Os policiais somente podem ingressar na casa
(E) leite e laranja, mas sem creme. de Ericksonn se tiverem uma ordem judicial.
(B) A inviolabilidade do domicílio é absoluta, não
NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL comportando exceções.
(C) Os policiais, por serem agentes públicos, estão
31 autorizados a ingressar na casa de Ericksonn
Calebean, nacional espanhol residente no terri- sempre que necessário.
tório brasileiro, procurou um advogado e solicitou (D) Os policiais podem ingressar na casa de Erick-
que fosse esclarecido que direitos a ordem jurídica sonn a qualquer momento, desde que tenham
brasileira lhe assegurava, mais especificamente se uma ordem judicial.
possuía direitos fundamentais e direitos políticos. (E) Os policiais podem ingressar na casa de Erick-
À luz da sistemática constitucional, o advogado sonn caso um crime esteja sendo praticado.
deve afirmar que Calebean:
(A) possui direitos políticos e fundamentais idênticos 34
aos dos brasileiros naturalizados. Peterson, filho de cidadãos norte-americanos, nas-
(B) não possui direitos políticos e fundamentais de ceu em Santa Catarina, quando seus pais ali esta-
qualquer natureza. vam em gozo de férias. Após o nascimento, foi para
(C) possui direitos fundamentais em extensão infe- os Estados Unidos da América do Norte e jamais
rior aos dos brasileiros, mas não direitos políti- retornou à República Federativa do Brasil.
cos. À luz da sistemática constitucional, Peter:
(D) possui direitos fundamentais idênticos aos dos (A) é brasileiro nato.
brasileiros, mas direitos políticos inferiores. (B) é brasileiro naturalizado.
(E) possui direitos políticos e fundamentais em ex- (C) é brasileiro nato, desde que requeira a nova na-
tensão inferior aos dos brasileiros. cionalidade aos 18 anos de idade.
(D) é brasileiro naturalizado, se requerer a naturali-
32 zação aos 18 anos de idade.
Sobre os direitos individuais e coletivos, avalie as (E) não é brasileiro.
afirmativas a seguir.
I – É livre o exercício de qualquer trabalho, ofício 35
ou profissão, atendidas as qualificações profis- A Lei X do Estado Y teve origem em projeto de lei
sionais que a lei complementar específica es- encaminhado pelo Chefe do Poder Executivo, com
tabelecer. o objetivo de tratar de direito processual penal.

Técnico Judiciário Auxiliar – Área Judiciária Página 8


Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas – 2018 FGV – Projetos

À luz da sistemática constitucional, é correto afirmar (C) irredutibilidade impede que os subsídios recebi-
que a Lei X é: dos pelos juízes sofram qualquer espécie de des-
(A) constitucional, porque o Estado tem competên- conto, de natureza tributária ou previdenciária.
cia concorrente com a União para legislar sobre (D) permutabilidade permite que os juízes permutem
procedimentos. o órgão que titularizam com outro juiz, ainda que
(B) inconstitucional, por ter violado a competência vinculado a ente federativo diverso.
privativa da União para legislar sobre direito pro- (E) preferibilidade assegura aos juízes a possibili-
cessual. dade de acesso preferencial a qualquer espaço
(C) constitucional, porque a igualdade formal pode público ou privado, desde que o “ato de acesso”
ser excepcionada com tratamentos diferencia- seja fundamentado.
dos razoáveis.
(D) inconstitucional, já que somente a Constituição
38
Estadual, por força da simetria, poderia veicular
Após amplos debates, um grupo de estudantes con-
tais prerrogativas.
cluiu que o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) é
(E) constitucional, porque o Estado tem competên-
órgão de controle externo do Poder Judiciário; so-
cia para legislar sobre o regime jurídico dos seus
mente é integrado por membros do Poder Judiciá-
servidores.
rio; e tem competência para rever os atos jurisdicio-
36 nais praticados pelos órgãos controlados.
João, ocupante estável do cargo efetivo de Técni- À luz da sistemática constitucional, essa conclusão
co da área administrativa do Ministério Público do está:
Rio de Janeiro, elegeu-se Vereador em Município (A) totalmente incorreta, já que dissonante da or-
do interior do Estado. De acordo com a disciplina dem constitucional.
constitucional da matéria, João: (B) parcialmente incorreta, pois o CNJ também
(A) independentemente de compatibilidade de horá- exerce o controle externo sobre outros órgãos.
rios para acumulação, deverá se afastar do car- (C) parcialmente incorreta, já que o CNJ pode con-
go efetivo para o exercício do mandato eletivo, trolar atos jurisdicionais quando autorizado.
auferindo o subsídio de Vereador. (D) parcialmente incorreta, pois o CNJ também pos-
(B) independentemente de compatibilidade de ho- sui membros estranhos ao Judiciário.
rários para acumulação, deverá se afastar do (E) totalmente correta, já que harmônica com a or-
cargo efetivo para o exercício do mandato eleti- dem constitucional.
vo, podendo optar pela remuneração de um dos
cargos.
NOÇÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO
(C) caso haja compatibilidade de horários, poderá
acumular o cargo efetivo com o mandato eletivo,
39
facultando-lhe optar pela remuneração de um
No que se refere à organização administrativa, assi-
dos cargos.
(D) caso se afaste do cargo efetivo para o exercí- nale a alternativa correta.
cio do mandato eletivo, terá seu tempo de servi- (A) Ocorre a descentralização por colaboração
ço contado para todos os efeitos legais, exceto quando uma entidade administrativa transfere a
para promoção por merecimento. outra pessoa jurídica a execução de um serviço
(E) caso se afaste do cargo efetivo para o exercí- público.
cio do mandato eletivo, para efeito de benefício (B) A desconcentração administrativa representa a
previdenciário, os valores serão determinados divisão interna de uma pessoa jurídica. Nessa
levando em conta sua situação até a data do relação não há subordinação entre a pessoa ju-
afastamento. rídica e o órgão instituído.
(C) O serviço público prestado por concessionárias
37 ou permissionárias é considerado centralizado.
Os juízes possuem diversas garantias constitucio- (D) Empresa pública e sociedade de economia mis-
nais indispensáveis ao livre exercício da função ju- ta integram a Administração indireta do Estado.
risdicional. A esse respeito, é correto afirmar que a Sociedade de economia mista é a entidade do-
garantia da: tada de personalidade jurídica de direito privado,
(A) inamovibilidade impede que sejam removidos com criação autorizada por lei, sob a forma de
compulsoriamente do seu órgão jurisdicional, sociedade anônima, cujas ações com direito a
salvo por motivo de interesse público. voto pertençam, em sua maioria, à União, aos
(B) vitaliciedade permite que exerçam a função juris- Estados, ao Distrito Federal, aos Municípios ou
dicional enquanto viverem ou até que decidam a entidade da Administração indireta.
aposentar-se voluntariamente.

Técnico Judiciário Auxiliar – Área Judiciária Página 9


Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas – 2018 FGV – Projetos

(E) As autarquias que desenvolvem atividade eco- 42


nômica possuem grau maior de autonomia admi- Em relação ao poder de polícia, julgue os itens a
nistrativa e financeira. Nesse ponto são similares seguir.
às agências reguladoras. (A) O poder disciplinar tem relação com a ativi-
dade exercida pela vigilância sanitária, pois
40 a norma permite a interdição para proteger a
Considerando as disposições sobre a improbidade saúde pública.
administrativa, assinale a alternativa correta. (B) O poder de polícia será sempre exercido pre-
(A) A jurisprudência orienta que o estagiário que ventivamente, nos estritos termos da lei que
atua no serviço público está sujeito a responsa- autoriza o seu exercício.
bilização por ato de improbidade administrativa. (C) São atributos do poder de polícia a discriciona-
Contudo, se exercer a atividade sem remunera- riedade, exigibilidade e coercibilidade. A exigi-
ção, a responsabilidade será excluída. bilidade representa a possibilidade de praticar
(B) O terceiro poderá ser responsabilizado pelas o ato sem autorização judicial. A jurisprudência
sanções cominadas na Lei de Improbidade Ad- informa que a autoexecutoriedade está pre-
ministrativa quando induzir ou concorrer para a sente em todos os atos com fundamento no
prática do ato ímprobo ou dele se beneficie sob poder de polícia.
qualquer forma direta ou indireta. (D) É possível o poder de polícia ser representa-
(C) Constitui ato de improbidade administrativa im- do por ato normativo e concreto. A fiscalização
portando enriquecimento ilícito facilitar ou con-
realizada por agentes do PROCON represen-
correr por qualquer forma para a incorporação
ta atividade concreta ou material do poder de
ao patrimônio particular, de pessoa física ou
polícia.
jurídica, de bens, rendas, verbas ou valores
(E) A aplicação de sanção a concessionário de
integrantes do acervo patrimonial dos órgão e
serviços públicos pelo descumprimento de re-
entidades.
gras estipuladas no contrato tem fundamento
(D) O elemento subjetivo dolo é prescindível para
no poder de polícia.
configurar ato de improbidade que atenta contra
os princípios da Administração Pública.
43
(E) Constitui ato de improbidade que gera enriqueci-
mento ilícito permitir que terceiro venha a utilizar Empresa vencedora em processo licitatório assi-
bem móvel pertencente a uma autarquia. nou contrato com a Administração Pública para a
execução de obra pública. No decorrer do contra-
41 to, foi necessária a alteração do objeto do contra-
Os princípios administrativos ocupam posição im- to. Sobre o tema, é correto afirmar:
portante para o estudo do direito administrativo, (A) O contratado é obrigado a aceitar qualquer
uma vez que informam vetores de interpretação acréscimo ou supressão nas obras, serviços ou
para todo o ordenamento objeto de estudo. A esse compras, desde que mantido o equilíbrio econô-
respeito, assinale a alternativa correta sobre os mico-financeiro.
princípios. (B) A modificação dos contratos administrativos é
(A) O princípio da moralidade exige atuação segun- prerrogativa exclusiva da Administração Pública.
do padrões éticos de probidade, decoro e boa-fé. (C) É possível a alteração unilateral pela Administra-
A moral comum deverá ser avaliada no momento ção Pública do contrato administrativo celebrado
da prática da atividade administrativa. na hipótese de reforma de edifício, até o limite
(B) O princípio da juridicidade informa que a inter- de 50% do valor inicial atualizado do contrato,
pretação da norma administrativa deve ocorrer para os seus acréscimos ou supressões.
da forma que melhor garanta o atendimento do (D) No caso compras, constitui motivo para rescisão
fim público a que se dirige, vedada aplicação re- do contrato administrativo, a pedido do contra-
troativa de nova interpretação. tado, a supressão de 20% da quantidade inicial
(C) O princípio da impessoalidade exige a divulga- prevista do objeto do contrato.
ção oficial dos atos administrativos, ressalvadas (E) A alteração para acréscimo poderá ser de até
as hipóteses de sigilo previstas na Constituição. 30% do valor atualizado do contrato quando o
(D) O princípio da eficiência exige objetividade no contrato envolver compra de material de infor-
atendimento do interesse público, vedada a pro- mática.
moção pessoal de agentes ou autoridades.
(E) O princípio da proporcionalidade exige adequa- 44
ção entre meios e fins, vedada a imposição de Demétrius, Secretário Municipal de Saúde do Mu-
obrigações, restrições e sanções em medida su- nicípio “X”, consentiu que seu cunhado Nereu uti-
perior àquelas estritamente necessárias ao aten- lizasse, para fins particulares, bens integrantes do
dimento do interesse público. acervo patrimonial do Município, consistente em

Técnico Judiciário Auxiliar – Área Judiciária Página 10


Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas – 2018 FGV – Projetos

veículo da Secretaria e combustível, sem a obser- (A) O controle dos atos discricionários atinge o mé-
vância das formalidades legais ou regulamentares rito administrativo, logo possibilita a revogação
aplicáveis à espécie. O fato foi descoberto pelo por conveniência e oportunidade. Tais atos não
Departamento de Controle Interno da Prefeitura, podem ser avaliados quanto à legalidade, pois
sendo proposta ação de improbidade contra o esta é presumida nos atos discricionários.
agente público e Nereu. Sobre esse tema, assina- (B) O ato praticado com vício de competência ad-
le a alternativa correta. mite convalidação, desde que não seja o ato de
(A) É certo que Demétrius e Nereu praticaram ato competência exclusiva de órgão ou agente.
de improbidade que gera enriquecimento ilícito. (C) Os vícios sanáveis do ato administrativo, que ad-
(B) O Secretário Municipal cometeu ato de improbi- mitem convalidação, são aqueles relacionados à
dade que causa prejuízo ao erário. forma e ao motivo.
(C) Demétrius praticou ato que atenta contra os (D) A delegação de competência dispensa motiva-
princípios da Administração Pública, pois violou ção por haver relação hierárquica.
os deveres de honestidade, imparcialidade e le- (E) Determinado agente público praticou ato ad-
galidade. ministrativo com vício de motivo. Logo após a
(D) Demétrius terá como punição a perda da função prática do ato, constatou o vício nele presen-
pública, suspensão dos direitos políticos de oito te e revogou-o com efeitos ex nunc. A atitude
a dez anos, pagamento de multa civil de até três do agente está correta, conforme a teoria dos
vezes o valor do acréscimo patrimonial e proibi- atos administrativos.
ção de contratar com o Poder Público ou receber
benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, di- NOÇÕES DE DIREITOS DAS PESSOAS
reta ou indiretamente, ainda que por intermédio COM DEFICIÊNCIA
de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário,
pelo prazo de dez anos. 47
(E) Deverá ser proposta ação civil pública por ato de Para além dos normativos que versam sobre o direi-
improbidade administrativa em face do Secretá- to da pessoa com deficiência, a sociedade precisa
rio Municipal Demétrius e ação indenizatória em entender que as pessoas com deficiência devem
face do particular Nereu, pois esse não praticou possuir proteção específica e indispensável para
ato de improbidade. que possam se incluir na sociedade, dela partici-
pando em condições de igualdade. Nesta pers-
45 pectiva, marque a alternativa correta, utilizando
Os agentes públicos são sujeitos que compõem o como referência a Lei Brasileira da Inclusão (Lei n.
sentido subjetivo da Administração Pública e pos- 13.146/2015).
suem competência para exercer os poderes admi- (A) A definição da curatela alcança, em alguns ca-
nistrativos essenciais para o desempenho de suas sos, o direito ao próprio corpo, à sexualidade, ao
atividades. Nesse contexto de poderes administrati- matrimônio, à privacidade, à educação, à saúde,
vos, é correto afirmar: ao trabalho e ao voto.
(A) com a finalidade de atender ao interesse públi- (B) Os assentos reservados nos teatros, cinemas e
co, é autorizado o uso do poder disciplinar para auditórios não podem ser ocupados por pessoas
interditar estabelecimento que não possua alva- sem deficiência ou que não tenham mobilidade
rá de funcionamento. reduzida.
(B) o poder regulamentar está relacionado à prer- (C) O valor do ingresso da pessoa com deficiência
rogativa da Administração de editar atos gerais terá isenção como forma de integração social e
para complementar as leis e permitir a sua efe- inclusão.
tiva aplicação. (D) Os serviços socioassistenciais destinados à pes-
(C) o poder de polícia prescinde previsão legal por soa com deficiência em situação de dependên-
possuir o atributo da discricionariedade. cia deverão contar com cuidadores sociais para
(D) o poder disciplinar decorre do hierárquico quan- prestar-lhe cuidados básicos e instrumentais.
do a Administração aplica penalidade a contrata- (E) É assegurado à pessoa com deficiência, para
do pelo descumprimento de normas contratuais. prover sua subsistência, o benefício mensal de
(E) o poder jurisdicional é exercido pelo Chefe do Po- 1 (um) salário mínimo.
der Executivo nos casos que envolvam questões
administrativas afetas à sua esfera de poder. 48
Com o objetivo de construir uma sociedade inclusi-
46 va e alcançar a verdadeira igualdade estabelecida
De acordo com a teoria dos atos administrativos, na Constituição, a Resolução n. 230/2016 orientou
assinale a alternativa correta. a adequação das atividades dos órgãos do Poder

Técnico Judiciário Auxiliar – Área Judiciária Página 11


Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas – 2018 FGV – Projetos

Judiciário e de seus serviços auxiliares às deter- da informação em renomada universidade de sua


minações exaradas pela Convenção Internacional cidade. Sobre a condição de Daniel, marque a al-
sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência e ternativa correta.
seu Protocolo Facultativo e pela Lei Brasileira de In- (A) Daniel, de acordo com o ordenamento jurídico, é
clusão da Pessoa com Deficiência. Com base neste absolutamente incapaz.
regulamento, assinale o item que está correto. (B) Daniel tem capacidade civil plena e pode casar.
(A) “Adaptação razoável” significa as modificações e (C) Daniel tem capacidade de direito, mas não tem
os ajustes necessários e adequados que acarre- capacidade de fato.
tem ônus desproporcional ou indevido, quando (D) Daniel é incapaz de fato e de direito.
requeridos em cada caso, a fim de assegurar (E) Daniel é relativamente incapaz.
que as pessoas com deficiência possam gozar
ou exercer, em igualdade de oportunidades com 51
as demais pessoas, todos os direitos humanos e Josélia, por volta de seus 40 anos de idade, desco-
liberdades fundamentais. briu que tinha câncer no útero. Passou então a bus-
(B) O “desenho universal” excluirá as ajudas téc- car tratamento e acabou conhecendo várias pesso-
nicas para grupos específicos de pessoas com as com a doença. Ocorre que o tratamento não foi
deficiência, quando necessárias. suficiente para salvar a vida de Josélia, que veio a
(C) É permitida a concessão de horário especial a falecer, deixando o marido João e dois filhos, Sônia
servidor que tenha cônjuge, filho ou dependente e Sivaldo. Após a morte de Josélia, foi descober-
com deficiência. to que ela deixou um testamento estipulando que
(D) Serão instituídas por cada Tribunal, no prazo a parte disponível de seus bens fosse destinada à
máximo de 90 (noventa) dias, Comissões Per- criação de uma fundação de apoio a pessoas porta-
manentes de Acessibilidade e Inclusão, com ca- doras de câncer. Porém, infelizmente, os bens dis-
ráter multidisciplinar, com participação de magis- poníveis não foram suficientes para criar a referida
trados e servidores, com e sem deficiência. pessoa jurídica. Considerando a temática, marque
(E) O servidor a quem se tenha concedido horário a alternativa correta.
especial não poderá assumir função de confian- (A) Josélia deveria ter instituído uma associação por
ça ou de cargo em comissão. meio do testamento, mediante fiscalização do
Ministério Público local.
(B) Não é possível estipular criação de pessoa jurí-
NOÇÕES DE DIREITO CIVIL dica por meio de testamento.
(C) Josélia instituiu corretamente a modalidade de
49 pessoa jurídica, mas, diante da insuficiência de
Mariana, ministra do STJ, faleceu em um grave aci- bens, os herdeiros devem ser consultados a res-
dente de carro. Na oportunidade, curiosos tiraram peito da destinação dos referidos bens.
fotos e fizeram vídeos do acidente, expondo o corpo (D) Neste caso, os bens devem ser partilhados entre
morto de Mariana, que sempre foi muito reservada. os herdeiros.
As filhas de Mariana, Raquel e Renata, se indigna- (E) Josélia instituiu corretamente a modalidade de
ram com o comportamento das pessoas. Até mes- pessoa jurídica, mas, diante da insuficiência de
mo no IML local, algum funcionário fez vídeos do bens, estes devem ser destinados a outra funda-
corpo morto de Mariana e espalhou via internet. ção de igual ou semelhante atuação, indepen-
Considerando o caso, marque a alternativa correta. dentemente da vontade dos herdeiros.
(A) Mariana tem direito a dano moral, pois os direi-
tos de personalidade são perpétuos. 52
(B) Não há possibilidade de dano moral, pois os Jéssica, maior e capaz, resolveu curtir as férias em
direitos de personalidade se extinguem com a uma cidade na Indonésia. Organizou-se e pegou
morte do titular. o primeiro voo com destino ao paraíso, enviando
(C) É possível que as filhas busquem reparação sempre fotos e cartões-postais aos amigos e fami-
pelo dano moral da mãe falecida. liares. Após alguns dias de descanso, veio a tragé-
(D) Raquel e Renata podem postular em nome pró- dia – um enorme tsunami devastou o local. Muitas e
prio, como lesadas indiretas, os respectivos da- muitas pessoas morreram; não sobrou quase nada
nos morais. da cidade. O corpo de Jéssica desapareceu. Pau-
(E) Não há possibilidade de reparação moral pelo tado nas informações acima, marque a alternativa
ocorrido. correta.
(A) A morte de Jéssica somente poderá ser registra-
50 da após encontrado o corpo e atestada a morte.
Daniel, com 28 anos, possui síndrome de Down. (B) A declaração de morte de Jéssica depende de
Apesar dos muitos desafios que a vida lhe impõe, declaração prévia de ausência, visto desapare-
é um rapaz inteligente e se formou em tecnologia cimento do corpo.

Técnico Judiciário Auxiliar – Área Judiciária Página 12


Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas – 2018 FGV – Projetos

(C) A morte de Jéssica pode ser declarada indepen- NOÇÕES DE DIREITO PROCESSUAL
dentemente de declaração de ausência, median- CIVIL
te procedimento de justificativa, não podendo o
juiz declarar data provável de morte. 55
(D) A morte de Jéssica pode ser declarada indepen- Marcelo celebrou contrato de arrendamento da fa-
dentemente de declaração de ausência, me- zenda de sua propriedade com Sabrina. Na oportu-
nidade, ficou consignado em contrato que, em caso
diante procedimento de justificativa, devendo o
de eventual conflito acerca das disposições contra-
juiz declarar data provável de morte.
tuais, as partes optariam pela solução via procedi-
(E) Basta procedimento extrajudicial para declara- mento arbitral. Alguns meses após a celebração do
ção da morte de Jéssica, pois é fato notório o contrato, Marcelo ajuizou ação judicial para discutir
desaparecimento do corpo. algumas cláusulas da avença. Considerando que
não houve marcação de audiência de conciliação
53 e que Sabrina foi devidamente citada por oficial de
José Carlos, aos 18 anos completos, sofreu um aci- justiça, marque a alternativa correta.
(A) Sabrina deverá apresentar contestação no pra-
dente de moto. Após 5 anos, inúmeras cirurgias e
zo de 15 dias úteis contados do recebimento do
procedimentos médicos de reabilitação, ainda não
mandado pelo oficial de justiça.
consegue manifestar inequivocamente sua vonta- (B) Sabrina deverá alegar a convenção de arbitra-
de, isto é, não consegue expressar sua vontade de gem em sede de contestação, antes de adentrar
forma coerente e clara. Porém, mostrou-se apaixo- no mérito de defesa, podendo o juiz conhecer da
nado pela enfermeira do hospital no qual faz trata- matéria de ofício.
mento. A enfermeira, Ana Paula, quer se casar com (C) Sabrina deverá alegar a convenção de arbitra-
José Carlos. Os pais de José mostraram-se perple- gem em sede de contestação e, caso o magistra-
xos com o fato e não admitem o casamento. Conso- do rejeite a referida alegação, deverá apresentar
ante o caso, marque a alternativa correta de acordo agravo de instrumento em face da decisão.
(D) Sabrina não poderá alegar a convenção de ar-
com o Código Civil.
bitragem, pois o direito de ação exercido é de
(A) José Carlos é absolutamente incapaz.
Marcelo.
(B) José Carlos é absolutamente incapaz apenas (E) Sabrina deverá se sujeitar à demanda judicial
para alguns atos da vida civil. em virtude da inafastabilidade do controle juris-
(C) José Carlos é relativamente incapaz. dicional.
(D) José Carlos é capaz.
(E) José Carlos não tem personalidade jurídica. 56
Fabrício ajuizou demanda em face de Júlio e Ricar-
54 do pleiteando a condenação destes ao pagamento
Natanael percebeu que a área pública localizada ao de dano moral no valor de R$ 20.000,00 e dano ma-
lado de seu imóvel nunca foi ocupada pelo poder terial no valor de R$ 50.000,00, em virtude de uma
público. Dessa forma, resolveu construir algumas agressão física ocorrida em um bar. Devidamente
benfeitorias para lazer e agregar a área ao seu imó- citados, cada um contratou o respectivo advogado,
de escritórios diferentes, e realizou suas defesas.
vel. Assim, promoveu o cercamento da área e mes-
Em sede de sentença, o magistrado reconheceu
clou com sua propriedade. Após 30 anos de ocu-
que Júlio não deveria ser condenado, diante da
pação sem qualquer notificação do poder público, comprovação de que não teria participado do even-
Natanael foi surpreendido com notificação do Esta- to danoso, e julgou procedentes os pedidos para
do para desocupar a área. Diante do caso, marque condenar apenas Ricardo ao pagamento do dano
a alternativa correta. moral e do dano material. Diante do fato, marque a
(A) A natureza jurídica do imóvel público ocupado alternativa correta.
por Natanael é de bem público de uso comum (A) O prazo para oferecimento do recurso de apela-
do povo. ção por parte de Ricardo será de 30 dias úteis,
(B) Pelo passar do tempo, Natanael adquiriu o imó- em virtude do litisconsórcio com advogados di-
vel por usucapião. ferentes.
(C) A área ocupada é bem público dominical e pas- (B) O prazo para oferecimento do recurso de ape-
lação de Ricardo será de 15 dias úteis, mesmo
sível de usucapião após a ocupação por 40 anos
com o litisconsórcio passivo.
ininterruptos.
(C) Caso Ricardo deixe de recolher e comprovar o
(D) Natanael não pode alegar usucapião.
preparo no ato de interposição do recurso de
(E) Natanael pode ajuizar ação de manutenção de apelação, este será imediatamente não conhe-
posse contra o Estado. cido por deserção.

Técnico Judiciário Auxiliar – Área Judiciária Página 13


Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas – 2018 FGV – Projetos

(D) Não é possível que Ricardo recorra da decisão, (A) Caso o réu manifeste interesse em não compa-
pois foi o único sucumbente. recer à audiência de conciliação e mediação,
(E) Júlio tem interesse recursal para recorrer contra deverá protocolizar petição informando. O prazo
a sentença. para contestar começará a fluir da data em que
o juiz consentir com o requerimento.
57 (B) Havendo alegação de incompetência absoluta
A ação rescisória serve para rescindir decisão que: ou relativa, a constatação poderá ser protoco-
(A) seja somente de mérito. lada no foro de domicílio do réu, fato que será
(B) esteja desprovida de fundamentação. imediatamente comunicado ao juiz da causa,
(C) seja proferida por juiz impedido ou suspeito. preferencialmente por meio eletrônico.
(D) ofender coisa julgada. (C) Caso o réu manifeste interesse em contestar e
(E) for proferida mediante violação de critérios de reconvir, deverá fazer por meio de petições se-
competência. paradas e protocoladas simultaneamente.
(D) O réu pode propor reconvenção independente-
58 mente de oferecer contestação.
Sobre recursos de agravo de instrumento, marque a (E) Se o réu não responder à ação, será considera-
alternativa que não enseja seu cabimento: do revel.
(A) Decisão que conceda internação imediata em
unidade de tratamento intensivo em face do pla- NOÇÕES DE DIREITO PENAL
no de saúde.
(B) Decisão que não admite assistência. 61
(C) Decisão que revoga efeito suspensivo em sede Em relação à aplicação da lei penal, marque a alter-
de embargos de declaração. nativa correta.
(D) Decisão que indefere produção de prova em (A) Na legislação penal, a interpretação analógica
processo de inventário. somente pode ser utilizada em favor do réu (in
(E) Decisão que não recebe recurso de apelação. bonam partem).
(B) A analogia iuris pressupõe a aplicação de uma
59 norma semelhante.
Adail interpôs recurso extraordinário perante o STF. (C) A analogia legis pressupõe a aplicação dos prin-
Após recebimento do recurso no juízo a quo, os au- cípios gerais do direito.
tos subiram ao STF, no qual fora designado o rela- (D) A aplicação analógica é vedada no direito penal.
tor. Sobre a repercussão geral, marque a alternativa (E) Na legislação penal, é permitida a interpretação
correta. analógica in malam partem.
(A) Caso o resultado do julgamento para verificação
da repercussão geral seja de 4 ministros votan- 62
tes pela repercussão geral do caso e 7 ministros Em relação à aplicação da lei no tempo e no espa-
pela não repercussão, a preliminar de repercus- ço, marque a alternativa correta.
são geral deverá ser acolhida. (A) Em relação ao tempo do crime, o Código Penal
(B) Perante o novo diploma processual, não há mais adota a teoria unitária.
necessidade de demonstração de repercussão (B) Em relação ao lugar do crime, o Código Penal
geral em sede de recurso extraordinário. não adota a teoria mista.
(C) Para efeito de repercussão geral, será conside- (C) Em relação ao tempo do crime, o Código Penal
rada a existência ou não de questões relevantes adota a teoria do resultado.
do ponto de vista econômico, político, social ou (D) Em relação ao lugar do crime, o Código Penal
jurídico, desde que não ultrapassem os interes- adota a teoria unitária.
ses subjetivos do processo. (E) Em relação ao tempo do crime, o Código Penal
(D) O recorrente deverá demonstrar a existência de não adota a teoria da atividade.
repercussão geral para apreciação exclusiva
pelo Supremo Tribunal Federal, não podendo o
63
juízo a quo deixar de receber o recurso por au-
No que concerne à teoria do crime, assinale a alter-
sência de preliminar de repercussão.
nativa correta.
(E) Não há possibilidade de caso de repercussão
(A) Salvo disposição em contrário, pune-se a tenta-
geral presumida.
tiva com a pena correspondente ao crime consu-
mado, diminuída de um terço à metade.
60
(B) Pune-se a tentativa quando, por ineficácia rela-
Acerca da resposta de réu no novo diploma proces-
sual, marque a alternativa correta. tiva do meio, é possível consumar-se o crime.

Técnico Judiciário Auxiliar – Área Judiciária Página 14


Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas – 2018 FGV – Projetos

(C) Nos crimes cometidos sem violência ou grave (E) A conduta de atribuir-se falsa identidade perante
ameaça à pessoa, reparado o dano ou restituída autoridade policial é atípica, quando em situação
a coisa, até o trânsito em julgado da sentença, de alegada autodefesa, em virtude do princípio
por ato voluntário do agente, a pena será reduzi- de que ninguém é obrigado a produzir prova
da de um a dois terços. contra si mesmo.
(D) O agente que, voluntariamente, desiste de pros-
seguir na execução ou impede que o resultado NOÇÕES DE DIREITO PROCESSUAL
se produza responde pela pena correspondente PENAL
ao crime consumado, diminuída de um a dois
terços. 66
(E) A superveniência de causa relativamente inde- Inquérito Policial pode ser definido como o conjunto
pendente não exclui a imputação quando, por si de diligências que tem por objetivo reunir os ele-
só, produziu o resultado; os fatos anteriores, en- mentos de informação para que o órgão de acusa-
ção (Ministério Público ou ofendido) possa ter base
tretanto, imputam-se a quem os praticou.
para dar início à ação penal. Em relação às regras
estabelecidas no Código de Processo Penal, anali-
64
se os itens a seguir, indicando a assertiva correta.
No que concerne ao tema juridicidade e suas cau- (A) Qualquer pessoa do povo que tiver conhecimen-
sas de exclusão, marque a alternativa correta. to da existência de infração penal em que caiba
(A) Conforme entendimento doutrinário e jurispru- ação pública ou privada poderá, verbalmente ou
dencial, é admissível a legítima defesa recíproca. por escrito, comunicá-la à autoridade policial, e
(B) A legítima defesa sucessiva é aquela que ocorre esta, verificada a procedência das informações,
quando a agressão injusta decorre de excesso mandará instaurar inquérito.
de outra legítima defesa. (B) Logo que tiver conhecimento da prática da infra-
(C) Estará agindo em legítima defesa o carrasco que ção penal, a autoridade policial poderá dirigir-se
cumpre a pena de morte em caso de guerra de- ao local, providenciando para que não se alte-
clarada. rem o estado e conservação das coisas, após a
(D) Estará agindo em legítima defesa o agente que chegada dos peritos criminais.
desfere golpes de faca contra um animal que o (C) Os instrumentos do crime, bem como os obje-
tos que interessarem à prova, permanecerão na
ataca sozinho na rua.
unidade policial e não acompanharão os autos
(E) Considera-se em estado de necessidade quem
do inquérito quando de sua conclusão e encami-
pratica o fato para salvar de perigo atual, que não
nhamento ao Poder Judiciário.
provocou por sua vontade, nem podia de outro (D) O Ministério Público não poderá requerer a de-
modo evitar, direito próprio ou alheio, cujo sacri- volução do inquérito à autoridade policial, senão
fício, nas circunstâncias, era razoável exigir-se. para novas diligências, imprescindíveis ao ofere-
cimento da denúncia.
65 (E) No Distrito Federal e nas comarcas em que hou-
No que concerne aos temas de direito penal e en- ver mais de uma circunscrição policial, a autori-
tendimento dos tribunais superiores, assinale a al- dade com exercício em uma delas não poderá,
ternativa incorreta. nos inquéritos a que esteja procedendo, ordenar
(A) O princípio da insignificância é inaplicável aos diretamente diligências em circunscrição de ou-
crimes contra a Administração Pública. tra, dependendo de precatórias.
(B) Consuma-se o crime de roubo com a inversão
da posse do bem mediante emprego de violên- 67
cia ou grave ameaça, ainda que por breve tempo Conforme descreve o Código de Processo Penal,
e em seguida à perseguição imediata ao agente nos crimes de ação pública, esta será promovida
e recuperação da coisa roubada, sendo prescin- por denúncia do Ministério Público, mas depende-
dível a posse mansa e pacífica ou desvigiada. rá, quando a lei o exigir, de requisição do Ministro
(C) Sistema de vigilância realizado por monitora- da Justiça, ou de representação do ofendido ou de
mento eletrônico ou por existência de segurança quem tiver qualidade para representá-lo. Em rela-
no interior de estabelecimento comercial, por si ção à ação penal e suas espécies, analise os itens
só, não torna impossível a configuração do crime a seguir:
de furto. (A) Ao ofendido, ou a quem tenha qualidade para
(D) Quando a confissão for utilizada para a forma- representá-lo, caberá intentar a ação privada,
ção do convencimento do julgador, o réu fará jus e, no caso de morte do ofendido ou quando de-
à atenuante prevista no art. 65, III, d, do Código clarado ausente por decisão judicial, o direito de
Penal. oferecer queixa ou prosseguir na ação passará
apenas ao seu cônjuge ou descendente.

Técnico Judiciário Auxiliar – Área Judiciária Página 15


Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas – 2018 FGV – Projetos

(B) O direito de representação poderá ser exercido 69


pelo ofendido ou por seu representante legal, Tratando-se das questões de processos incidentes,
mas não por procurador. A representação será analise os itens abaixo, indicando o item correto.
apresentada mediante declaração, escrita ou (A) Se a decisão sobre a existência da infração de-
oral, feita ao juiz, ao órgão do Ministério Público pender da solução de controvérsia, que o juiz
ou à autoridade policial. repute séria e fundada, sobre o estado civil das
(C) A denúncia ou queixa conterá a exposição do pessoas, o curso da ação penal ficará suspenso
fato criminoso, com todas as suas circunstân- até que no juízo cível seja a controvérsia dirimi-
cias, a qualificação do acusado ou esclareci- da por sentença passada em julgado, sem pre-
mentos pelos quais se possa identificá-lo, a juízo, entretanto, da inquirição das testemunhas
classificação do crime e, quando necessário, o e de outras provas de natureza urgente. Se for
o crime de ação pública, o Ministério Público,
rol das testemunhas.
quando necessário, promoverá a ação civil ou
(D) O prazo para oferecimento da denúncia, estando
prosseguirá na que tiver sido iniciada, com a ci-
o réu preso, será de 15 dias, contados da data
tação dos interessados.
em que o órgão do Ministério Público receber
(B) Poderão ser opostas as exceções de suspeição,
os autos do inquérito policial, e de 30 dias, se o litispendência, ilegitimidade de parte e coisa jul-
réu estiver solto ou afiançado. No último caso, gada, salvo incompetência do juízo.
se houver devolução do inquérito à autoridade (C) A arguição de suspeição precederá a qualquer
policial, contar-se-á o prazo da data em que o outra, ainda quando fundada em motivo super-
órgão do Ministério Público receber novamente veniente.
os autos. Quando o Ministério Público dispensar (D) Poderá ser oposta suspeição às autoridades po-
o inquérito policial, o prazo para o oferecimen- liciais nos atos do inquérito.
to da denúncia contar-se-á da data em que tiver (E) As exceções serão processadas em autos apar-
recebido as peças de informações ou a repre- tados e suspenderão, em regra, o andamento da
sentação. ação penal.
(E) O Ministério Público poderá desistir da ação pe-
nal. 70
Tratando-se de competência penal, de acordo com
68 que está descrito no Código de Processo Penal e a
Em relação às regras estabelecidas no Código de jurisprudência do STJ sobre o tema, analise os itens
Processo penal e o entendimento do Superior Tri- a seguir, indicando a resposta correta.
bunal de Justiça, analise os itens abaixo, indicando I – Segundo entendimento jurisprudencial, é ab-
a assertiva incorreta. soluta a nulidade decorrente da inobservância
(A) A propositura da ação penal exige tão somente da competência penal por prevenção, que deve
a presença de indícios mínimos de materialidade ser alegada em momento oportuno, sob pena
e de autoria, de modo que a certeza deverá ser de preclusão.
comprovada durante a instrução probatória, pre- II – Os crimes praticados a bordo de aeronave na-
valecendo o princípio do in dubio pro reo na fase cional, dentro do espaço aéreo correspondente
de oferecimento da denúncia. ao território brasileiro, ou ao alto-mar, ou a bor-
(B) O registro audiovisual de depoimentos colhidos do de aeronave estrangeira, dentro do espaço
no âmbito do processo penal dispensa sua de- aéreo correspondente ao território nacional,
gravação ou transcrição, em prol dos princípios serão processados e julgados pela justiça da
da razoável duração do processo e da celerida- comarca em cujo território se verificar o pouso
de processual, salvo comprovada demonstração após o crime, ou pela da comarca de onde hou-
de necessidade. ver partido a aeronave.
(C) A prisão de qualquer pessoa e o local onde se III – Os crimes cometidos em qualquer embarcação
encontre serão comunicados imediatamente ao nas águas territoriais da República, ou nos rios
juiz competente, ao Ministério Público e à família e lagos fronteiriços, bem como a bordo de em-
do preso ou à pessoa por ele indicada. Em até barcações nacionais, em alto-mar, serão pro-
24 (vinte e quatro) horas após a realização da cessados e julgados pela justiça do primeiro
prisão, será encaminhado ao juiz competente o porto brasileiro em que tocar a embarcação,
auto de prisão em flagrante e, caso o autuado após o crime, ou, quando se afastar do País,
não informe o nome de seu advogado, cópia in- pela do último em que houver tocado.
tegral para a Defensoria Pública. Quantos às afirmações descritas, pode-se afirmar
(D) Considera-se em flagrante delito próprio ou real que:
quem está cometendo a infração penal ou acaba (A) Todos os itens estão corretos.
de cometê-la. (B) Estão corretos os itens I e II.
(E) Não havendo autoridade no lugar em que se ti- (C) Está correto o item I.
ver efetuado a prisão em flagrante, o preso será (D) Está correto o item III.
logo apresentado à do lugar mais próximo. (E) Estão corretos os itens II e III.

Técnico Judiciário Auxiliar – Área Judiciária Página 16


Concurso Público – 2018
Tribunal de Justiça de Santa Catarina

Gabarito

Técnico Judiciário Auxiliar – Área Judiciária

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20
C E C E C B A B D B A A C C A E C D C C
21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40
E E A D D D C B B B C D E A B D A A D B
41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60
E D B B B B D C D B E D C D C B D E A D
61 62 63 64 65 66 67 68 69 70
E D B B E D C A A E

Página 17
Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas – 2018 FGV – Projetos

GABARITO COMENTADO (B) (…) jovens com boa formação intelectual, (…)
que precisam de ajuda para entender melhor
LÍNGUA PORTUGUESA como fazer uso de seus conhecimentos.
1 (C) Em médio prazo, essa categoria estará em evi-
De acordo com a fidedignidade às prescrições gra- dência.
maticais e às ideias desenvolvidas no texto, (D) Esses profissionais são alvos de altas propostas
(A) a correção gramatical e o sentido original do feitas pelas empresas.
texto seriam preservados caso se substituísse a (E) São pessoas com visão estratégica e mentalida-
expressão “estará em evidência” (3º parágrafo) de evoluída, que buscam, por conta própria, a
por será vítima. sua formação (…).
(B) os trabalhadores que compõem a segunda cate-
goria serão os mais prejudicados pelo avanço da Letra e.
tecnologia sobre o mercado de trabalho, porque
A questão exige a alternativa que apresente a
“precisam de ajuda para entender melhor como
mesma regência da forma verbal “mudará” no
fazer uso de seus conhecimentos” (3º parágrafo).
trecho “O Brasil mudará o perfil de seu mercado de
(C) há relação entre desemprego e emprego infor-
mal; entretanto, tais informações são insuficien- trabalho nos próximos anos”. Note-se que o verbo
tes para se inferir se tal relação é diretamente é transitivo direto e apresenta como objeto direto
proporcional. a expressão “o perfil de seu mercado de trabalho”.
(D) a última categoria já é composta por um número (A) O verbo “crescer” é, no contexto, verbo
considerável de profissionais, o que faz com que intransitivo.
as empresas tenham mais facilidades ao contratar. (B) O verbo “precisar” é, no contexto, verbo transitivo
(E) as três categorias se enquadrarão nas novas indireto.
oportunidades de trabalho nos próximos anos. (C) O verbo “estará” é, no contexto, verbo intransitivo.
(D) O verbo “ser” é, no contexto, verbo de ligação.
Letra c. (E) O verbo “buscar” é, no contexto, verbo transitivo
(A) Ao substituirmos a expressão “estará em direto. Portanto, será a alternativa correta.
evidência”, no trecho “Em médio prazo, essa
categoria estará em evidência”, por será vítima, 3
notaremos clara alteração de sentido. Afinal, o Ela engloba aqueles que possuem pouca formação
termo “evidência” apresenta um significado de intelectual e estão acostumados, ao longo dos anos,
“destaque”, enquanto o vocábulo “vítima” indica um com a cultura do emprego e que resistem em voltar
“alvo de algum ataque”. a estudar. Após o deslocamento da expressão des-
(B) Os trabalhadores mais prejudicados serão tacada, sem alterar o sentido da frase original, o uso
os da primeira categoria, pois “possuem pouca da vírgula fica correto em:
formação intelectual e estão acostumados, ao longo
(A) Ao longo dos anos, ela engloba aqueles que
dos anos, com a cultura do emprego e que resistem
possuem pouca formação intelectual e estão
em voltar a estudar”.
acostumados com a cultura do emprego e que
(C) Alternativa correta. Há uma relação sim entre
emprego informal e desemprego formal, como resistem em voltar a estudar.
podemos observar no seguinte trecho do texto: “Se (B) Ela engloba aqueles que possuem pouca for-
o desemprego cresce na economia formal, aumenta, mação intelectual e estão ao longo dos anos,
também, o emprego informal”. No entanto, não há acostumados com a cultura do emprego e que
como, de fato, reconhecer a partir das ideias do resistem em voltar a estudar.
texto se a relação é diretamente proporcional. (C) Ela engloba aqueles que possuem pouca for-
(D) Conforme o último parágrafo, “a última categoria mação intelectual e estão acostumados com a
é constituída por talentos já feitos e que, infelizmente, cultura do emprego, ao longo dos anos, e que
são uma minoria”. Portanto, o item está errado. resistem em voltar a estudar.
(E) De acordo com a informação contida no (D) Ela engloba aqueles que possuem pouca for-
segundo parágrafo, “dessas três categorias, mação intelectual e estão acostumados com a
uma, infelizmente, não se enquadrará nas novas cultura do emprego e que resistem, ao longo dos
oportunidades que surgirão”. anos, em voltar a estudar.
2 (E) Ela engloba aqueles que, ao longo dos anos,
O verbo que exige o mesmo tipo de complemento que possuem pouca formação intelectual e estão
na frase “O Brasil mudará o perfil de seu mercado de acostumados com a cultura do emprego e que
trabalho nos próximos anos” está sublinhado em: resistem em voltar a estudar.
(A) Se o desemprego cresce na economia formal,
(…). Letra c.

Técnico Judiciário Auxiliar – Área Judiciária Página 18


Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas – 2018 FGV – Projetos

No trecho “Ela engloba aqueles que possuem pouca (D) Como dito na alternativa “b”, o pronome relativo
formação intelectual e estão acostumados, ao longo “cujo” deverá permanecer entre dois substantivos;
dos anos, com a cultura do emprego e que resistem por isso, a forma correta será: “Não são claras
em voltar a estudar”, a expressão “ao longo dos as fronteiras em que se deseja estabelecer uma
anos”, que se trata de um adjunto adverbial de objetiva distinção entre etnias”.
tempo, poderá ser deslocada apenas dentro da (E) Não há obrigatoriedade para o uso da preposição
oração em que ocorre para que não haja alteração “de” no trecho “São mínimas as variações genéticas
de significado e será, também, preciso que fique que se poderia levar em conta para configurar
entre vírgulas. Por isso, a alternativa correta é a alguma diferenciação racial”.
letra c.
6
4
“É melhor para os amantes pensar que a última vez
Assinale a opção em que o pronome LHE foi corre-
que se encontraram se amaram muito — depois
tamente empregado.
apenas aconteceu que não se encontraram mais.
(A) O dono da oficina recebeu-lhe com educação.
Eles não se despediram, a vida é que os despediu,
(B) A atividade ilegal levara-lhe à prisão.
cada um para seu lado — sem glória nem humi-
(C) O cheiro de tinta contaminou-lhe.
(D) Saiu do carro e abandonou-lhe na rua. lhação” (1º parágrafo). As ocorrências do QUE, no
(E) O passageiro pagou-lhe a corrida. período acima, classificam-se corretamente como:
(A) conjunção – pronome relativo – pronome relativo
Letra e. – pronome relativo.
O vocábulo “lhe” desempenhará função sintática (B) conjunção – pronome relativo – conjunção – par-
de objeto indireto. E das alternativas somente a tícula expletiva.
letra “e” apresenta um verbo (PAGAR) que exige (C) conjunção – partícula expletiva – pronome rela-
complemento indireto. Todas as demais alternativas tivo – conjunção.
exigem apenas complemento objeto direto. (D) pronome relativo – conjunção – pronome relativo
– conjunção.
5 (E) pronome relativo – conjunção – pronome relativo
Está CORRETO o emprego do elemento sublinha-
– partícula expletiva.
do na frase:
(A) O fenômeno das migrações é um fator concor-
Letra b.
rente de que as populações não sejam homo-
Façamos a análise da função do “que” no trecho
gêneas.
“É melhor para os amantes pensar que a última
(B) O próprio conceito de raça humana, de cujo nin-
vez que se encontraram se amaram muito —
guém duvidava, é hoje dado como ultrapassado.
(C) São vários os atributos a que se pode recorrer depois apenas aconteceu que não se encontraram
para caracterizar um grupo étnico. mais. Eles não se despediram, a vida é que os
(D) Não são claras as fronteiras em cujas se deseja despediu, cada um para seu lado — sem glória nem
estabelecer uma objetiva distinção entre etnias. humilhação”. O primeiro “que” exerce a função de
(E) São mínimas as variações genéticas de que se conjunção integrante; é possível utilizar a palavra
poderia levar em conta para configurar alguma ISSO no lugar do “que” e do restante da oração. Já
diferenciação racial. o segundo “que” pode ser substituído por a qual;
portanto, desempenha função de pronome relativo.
Letra c. Agora você já é capaz de perceber que a terceira
(A) Não há exigência para a utilização da preposição ocorrência desse “que” também exerce a função de
“de” no trecho: “O fenômeno das migrações é um conjunção integrante. E, por fim, observe que, na
fator concorrente que as populações não sejam frase “a vida é que os despediu”, há a expressão é
homogêneas”. que, a qual tem função de partícula de realce (ou
(B) O pronome relativo “cujo” estabelece ideia expletiva). Retire essa expressão do texto e note
de posse entre dois substantivos. Como não há que não há alterações. Portanto, a letra b será a
relação de posse no trecho, o adequado será “O alternativa correta.
próprio conceito de raça humana, de que ninguém
duvidava, é hoje dado como ultrapassado”. 7
(C) Alternativa correta. Observe que, no trecho Esqueçamos as pequenas coisas mortificantes. (5º
“São vários os atributos a que se pode recorrer para parágrafo)
caracterizar um grupo étnico”, a preposição “a” é No fragmento acima, se empregou corretamente a
uma exigência da forma verbal “recorrer”; por isso, regência do verbo esquecer.
esta é a alternativa correta. Assinale a alternativa que apresenta a frase correta
quanto à regência.

Técnico Judiciário Auxiliar – Área Judiciária Página 19


Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas – 2018 FGV – Projetos

(A) Os governantes esquecem-se dos perigos das (D) Creio que será permitido guardar uma leve triste-
guerras. za, e também uma lembrança boa; (…).
(B) Onde foram os tempos tranquilos de outras épo- (E) E que houve momentos perfeitos que passaram,
cas? mas não se perderam, porque ficaram em nossa
(C) Alguns países aspiram posições mais importan- vida.
tes no mundo.
(D) Os governantes assistem situações de violência Letra b.
extrema. (A) A palavra “alguém” será pronome indefinido,
(E) Avisou-se aos governantes dos perigos de um enquanto “talvez” será advérbio de dúvida.
ataque nuclear. (B) As palavras “muito” e “mais” desempenham a
função de advérbio de intensidade; portanto, esta
Letra a. é a reposta.
(A) Na frase “Os governantes esquecem-se dos (C) O vocábulo “não” exerce a função de advérbio
perigos das guerras”, observe que quem se de negação, e “para” é uma preposição.
esquece, se esquece de algo; por isso, esta é a (D) A palavra “leve” é um adjetivo do substantivo
alternativa correta. “tristeza”, enquanto “lembrança” é um substantivo.
(B) No trecho “Onde foram os tempos tranquilos (E) O vocábulo “perfeitos” é um adjetivo de
de outras épocas?”, há um desvio da norma culta “momentos”, enquanto “vida” é um substantivo.
da Língua Portuguesa, visto que a forma verbal
“foram” exige preposição a; logo, a forma adequada 9
será “Aonde foram os tempos tranquilos de outras Texto 1: “talvez tenha sido melhor assim, uma se-
épocas?”. paração como às vezes acontece em um baile de
(C) O verbo aspirar pode apresentar duas carnaval”.
transitividades distintas, dependendo do sentido Utilizou-se o acento indicativo de crase adequada-
estabelecido no contexto. Quando significar cheirar, mente no trecho do texto acima. A frase abaixo em
será transitivo direto. Agora, quando significar que o emprego do acento grave também foi correta-
desejar ou almejar (como no contexto apresentado), mente empregado é:
será transitivo indireto e exigirá a preposição a. (A) O texto literário veio escrito à lápis.
Portanto, a construção correta será: “Alguns países (B) Começaram à gritar assim que começou o show.
aspiram a posições mais importantes no mundo”. (C) O horóscopo dizia à cada leitora o que devia fazer.
(D) O verbo assistir também apresenta transitividade (D) O leitor estava à procura de seu destino.
diferente conforme o seu sentido. No sentido de (E) O homem previa o futuro passo à passo.
ver ou presenciar, será transitivo indireto e exigirá
a preposição a. Dessa forma, ficará adequada a Letra d.
seguinte construção “Os governantes assistem a (A) O vocábulo “lápis” é um substantivo masculino;
situações de violência extrema”. por isso, não é possível inserir o sinal indicativo de
(E) A forma verbal “avisou” é transitiva direta e crase.
indireta (quem avisa, avisa alguém de algo). Por (B) Como “gritar” é verbo, não há a ocorrência de
isso, é preciso retirar a preposição a da frase, crase.
escrevendo-se: “Avisaram-se os governantes dos (C) A palavra “cada” é um pronome indefinido. Então,
perigos de um ataque nuclear”. Note-se que o verbo lembre-se de que, antes de pronomes indefinidos,
avisar também admite a construção quem avisa, será proibido o uso do sinal indicativo de crase.
avisa algo a alguém. Isso também ocorrerá com os (D) A expressão “à procura de” é uma locução
seguintes verbos: informar, prevenir, notificar. prepositiva feminina. E o sinal será obrigatório
diante de tais locuções femininas. Dessa forma,
8
esta é a resposta.
Assinale a alternativa em que as palavras sublinha-
(E) É importante lembrar que será proibido o uso do
das pertencem à mesma classe gramatical.
acento grave entre palavras repetidas.
(A) E no meio dessa confusão alguém partiu sem se
despedir; foi triste. Se houvesse uma despedida 10
talvez fosse mais triste (…). No início do ano, pesquisadores ingleses aplicaram
(B) É melhor para os amantes pensar que a última um questionário a milhares de crianças em idade
vez que se encontraram se amaram muito — de- escolar para descobrir o que elas pretendem ser
pois apenas aconteceu que não se encontraram quando crescerem. (4º parágrafo)
mais. O período acima é composto por:
(C) Eles não se despediram, a vida é que os despe- (A) três orações.
diu, cada um para seu lado — sem glória nem (B) quatro orações.
humilhação. (C) cinco orações.

Técnico Judiciário Auxiliar – Área Judiciária Página 20


Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas – 2018 FGV – Projetos

(D) seis orações. (A) para encher-se tanto espaço.


(E) sete orações. (B) para que se enchessem tanto espaço.
(C) para que se encha tanto espaço.
Letra b. (D) para que se encham tanto espaço.
No trecho “No início do ano, pesquisadores ingleses (E) para tanto espaço ser enchido.
aplicaram um questionário a milhares de crianças
em idade escolar para descobrir o que elas Letra c.
pretendem ser quando crescerem”, podemos DICA IMPORTANTE
contar quatro verbos. Como o número de verbos Contração ao + infinitivo = tempo: Ao chegar,
determina o número de orações, a resposta correta devolva-me os passaportes.
é letra b. Preposição por + infinitivo = causa: Por chegar
tarde, foi demitido.
11 Preposição para + infinitivo = finalidade: Para
A frase abaixo (texto 3) que mostra uma voz verbal chegar a tempo, corra.
diferente das demais é: Locução prepositiva apesar de + infinitivo =
(A) “É acionado pelo clique de um flash ou pela luzi- concessão: Apesar de ter acordado cedo, chegou
nha vermelha de uma câmera de vídeo.” atrasado.
(B) “Os americanos não abandonaram apenas as Ao se desenvolver a oração destacada no período
lembranças da guerra do Vietnã.” “Para encher tanto espaço, é preciso cada vez mais
(C) “Pesquisadores ingleses aplicaram um questio- gente famosa”. Teremos: Para que encha tanto
nário a milhares de crianças.” espaço, (…). E, como também deverá ser inserida
(D) “Também vale produzir o chamado factoide.” a partícula “se”, que desempenhará função de
(E) “Ela agora dá entrevistas garantindo que não partícula apassivadora, a forma correta será: Para
gosta de aparecer.” que se encha tanto espaço, (…). Por isso, a letra c
é a reposta correta.
Letra a. 14
A locução verbal “é acionado” é um exemplo Ao contestar os valores estabelecidos, não deixa-
de voz passiva analítica, enquanto, nas demais ram no lugar nada além da mera satisfação pesso-
alternativas, encontramos exemplos de voz ativa. al. (3º parágrafo)
Por isso, a resposta correta é a letra a. Sob o ponto de vista da estruturação sintática, a
oração sublinhada refere-se a uma:
12
(A) oração subordinada substantiva subjetiva redu-
As palavras do texto acentuadas pela mesma regra
zida de infinitivo.
de acentuação gráfica são
(B) oração subordinada adverbial condicional.
(A) Pílulas/Químicos.
(C) oração subordinada adverbial temporal reduzida
(B) Câmera/Vídeo.
de infinitivo.
(C) Década/Será.
(D) oração subordinada adjetiva explicativa.
(D) Antropóloga/Nível.
(E) oração coordenada assindética conclusiva.
(E) Questionário/Minúsculo.
Letra c.
Letra a. A oração destacada no trecho “Ao contestar os
(A) Item correto. Veja que “pílulas” e “químicos” são valores estabelecidos, não deixaram no lugar
proparoxítonas cuja antepenúltima sílaba é a mais nada além da mera satisfação pessoal" será
forte. subordinada adverbial temporal reduzida de
(B) “Câmera” é uma proparoxítona, e “vídeo” é uma infinitivo. Aconselho a revisar a dica importante
paroxítona terminada em ditongo crescente. que inseri na questão anterior.
(C) “Década” é uma proparoxítona. Já “será” é uma
oxítona terminada em “a”. 15
(D) “Antropóloga” é uma proparoxítona. E “nível” é Observe a palavra “se” no trecho “À primeira vista,
uma paroxítona terminada em “l”. pode-se dizer, simplesmente, que as palavras pre-
(E) “Questionário” é uma paroxítona terminada em conceito e intolerância são sinônimas”. Afirma-se
ditongo crescente, enquanto “minúsculo” é uma corretamente que apresenta a mesma função da
proparoxítona. palavra destacada em:
(A) Poder-se-á reduzir a participação de aliados po-
13 líticos.
Para encher tanto espaço, é preciso cada vez mais (B) Em fazendas, dorme-se ao ar livre.
gente famosa. (5º parágrafo). (C) Não sei se me verei diante dessa situação.
Se substituirmos o segmento sublinhado por uma (D) Ele vai padecer com a situação. Ah, se vai!
oração desenvolvida, teremos como forma correta: (E) Fabiano viu-se andando pela calçada.

Técnico Judiciário Auxiliar – Área Judiciária Página 21


Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas – 2018 FGV – Projetos

Letra a. (D) O verbo chamar, no sentido de apelidar, pode


(A) Item correto. Assim como no caput da questão, apresentar objeto direto e indireto, ao qual se refere
esta alternativa apresenta uma partícula “se” com predicativo preposicionado ou não. Por exemplo:
função de pronome apassivador. A torcida chamou o jogador mercenário.
(B) Índice de indeterminação do sujeito. A torcida chamou ao jogador mercenário.
(C) Conjunção integrante. A torcida chamou o jogador de mercenário.
(D) Partícula de realce ou partícula expletiva. A torcida chamou ao jogador de mercenário.
(E) O verbo precisar também apresenta regência
(E) Pronome reflexivo com função sintática de
diferente conforme o seu sentido. No sentido de
objeto direto.
necessitar, será transitivo indireto. Agora, no sentido
16 de certificar, será transitivo direto. Por exemplo: O
No texto 4, observe três ocorrências do acento grave governador precisou as metas do governo.
indicativo da crase: “ideia ou sentimento que pode 18
conduzir o indivíduo à intolerância”(1), “A intolerân- “Pode-se extrair de ambas a mesma lição: o pre-
cia, pois, refere-se à incapacidade” (2) e “não leva o conceito não surge, exclusivamente, de uma dico-
sujeito à construção de um discurso acusatório”(3). tomia.”
Os casos de crase que correspondem à união de Nesse caso, o emprego dos dois-pontos se justifica
preposição + artigo definido são: porque
(A) 1. (A) se esclarece a seguir o sentido de palavras an-
(B) 1 e 2. teriores.
(C) 2. (B) é explicada uma afirmação precedente.
(D) 2 e 3. (C) se mostra a conclusão de um raciocínio.
(E) Todos eles. (D) se explicita o termo “mesma lição”.
(E) se retifica um erro cometido.
Letra e.
Letra d.
Em todas as ocorrências, notamos a junção de
O sinal de dois-pontos serve basicamente para
preposição “a” exigida pelo termo anterior com
introduzir uma explicação; portanto, a alternativa
o artigo “a” que acompanha a palavra feminina.
correta será a letra d, visto que o que é afirmado
Portanto, a resposta correta é a letra e. após o sinal reitera qual seja essa “mesma lição”.
17 19
“Argumentos que visam a sustentar "verdades"”. Assinale a opção que traz a correta classe grama-
Nesse segmento do texto 4, emprega-se corre- tical da palavra destacada e a adequada divisão si-
tamente a regência do verbo visar, que muda de lábica.
sentido conforme seja transitivo direto ou transitivo (A) As palavras preconceito e intolerância são sinô-
indireto. nimas / substantivo / pre-con-ce-i-to.
O verbo abaixo em que NÃO ocorre a mesma possi- (B) Isso indica uma primeira diferença / substantivo
bilidade de dupla regência e duplo sentido é: / pri-mei-ra.
(A) aspirar. (C) Não constitui, simplesmente, uma discordância
(B) assistir. tácita / adjetivo / tá-ci-ta.
(C) carecer. (D) A ausência da tolerância é a dificuldade de o ser
(D) chamar. humano aceitar bipolaridades / adjetivo / to-le-
-rân-cia.
(E) precisar.
(E) Não se manifesta discursivamente sobre argu-
mentos / adjetivo / dis-cur-si-va-men-te.
Letra c.
(A) O verbo aspirar pode apresentar duas Letra c.
transitividades, conforme o seu sentido. No sentido (A) A palavra “preconceito” é um substantivo; e a
de cheirar, será transitivo direto. E, no sentido de separação correta será: pre-con-cei-to. Lembre-se
desejar ou almejar, será transitivo indireto. também: o número de vogais determina o número
(B) O verbo assistir também apresenta regências de sílabas.
distintas. No sentido de ver, presenciar ou até (B) O vocábulo “primeira” é um numeral ordinal. Por
mesmo pertencer, será transitivo indireto. Enquanto, isso, esta não é a resposta certa.
no sentido de ajudar, poderá ser tanto transitivo (C) Item correto.
direto quanto indireto. (D) O vocábulo “tolerância” é um substantivo. Então,
(C) O verbo carecer será transitivo indireto e terá o item está errado.
sentido de necessitar. Como só apresenta esta (E) A palavra “discursivamente” é um advérbio; logo,
transitividade, esta será a resposta adequada. a alternativa também está errada.

Técnico Judiciário Auxiliar – Área Judiciária Página 22


Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas – 2018 FGV – Projetos

20 SANTACATARINASANTACATARINASANTACAT...
Apesar de as duas concepções examinadas serem Elas se repetem segundo o mesmo padrão. Após
diferentes, pode-se extrair de ambas a mesma li- contar 200 letras, a próxima letra da sequência que
ção: o preconceito não surge, exclusivamente, de Arthur colocou foi:
uma dicotomia (6º parágrafo). (A) S.
Assinale a alternativa que reescreve adequada-
(B) A.
mente o trecho apresentado anteriormente:
(C) N.
(A) Apesar das duas concepções examinadas se-
rem diferentes, pode se extraída de ambas a (D) T.
mesma lição: o preconceito não surge, exclusi- (E) C.
vamente, de uma dicotomia.
(B) Apesar das duas concepções examinadas se- Letra e.
rem diferentes, é possível extrair de ambas a PH chama essa questão de ‘Questão Carimbo’,
mesma lição: o preconceito não surge, exclusi- pois, se fizéssemos um carimbo da palavra
vamente, de uma dicotomia. ‘SANTACATARINA’ e saíssemos batendo,
(C) Pode-se extrair de ambas a mesma lição – o montaríamos a nossa sequência. Nosso carimbo
preconceito não surge, exclusivamente, de uma
tem 13 letras.
dicotomia –, apesar de que as duas concepções
Bom, que letra a questão pede? CUIDADO! Arthur
examinadas sejam diferentes.
contou 200 letras e quer a próxima. Portanto, a 201ª
(D) Apesar de que as duas concepções examina-
das seja diferente, podem-se extrair de ambas letra.
a mesma lição: o preconceito não surge, exclusi- Assim, divide-se 201 por 13 (tamanho do carimbo).
vamente, de uma dicotomia. Teremos quociente = 15 e resto = 6. Pergunto: qual
(E) Pode ser extraída de ambas a mesma lição: o é a 6ª letra do nosso carimbo (SANTACATARINA)?
preconceito não surge, exclusivamente, de uma
dicotomia, apesar de as duas concepções exa- 22
minadas serem diferentes. Cinco pessoas, Tatá, Teté, Titi, Totó e Tutu, traba-
lham juntas e possuem idades diferentes. Tatá, Totó
Letra c. e Tutu sabem as idades de todos e fazem as se-
(A) Lembre-se de que o sujeito jamais será guintes afirmações:
preposicionado. Por isso, deve ser desfeita a • Tatá diz que é mais novo que Titi e mais velho
contração da preposição de com o artigo as no que Totó.
trecho “Apesar das duas concepções examinadas
• Tutu diz que só há uma pessoa mais velha que
serem diferentes” para que o sujeito seja claramente
ele.
evidenciado.
• Totó diz que ele não é o mais novo.
(B) Devido ao mesmo motivo do item anterior, esta
alternativa também está incorreta. Organizando uma fila com essas pessoas em or-
(C) Item correto. Observe que os travessões marcam dem crescente de idade, ou seja, a primeira é a mais
uma explicação sobre o que seja essa “mesma nova e a última a mais velha, pode-se concluir que:
lição”. E a vírgula empregada após a segunda (A) Totó é o terceiro da fila.
ocorrência do travessão separa a oração principal (B) Tutu está na frente de Tatá.
da oração subordinada adverbial concessiva que (C) Tatá não é o terceiro da fila.
foi desenvolvida nesse trecho. Logo, esta é a (D) Teté é o segundo da fila.
alternativa certa. (E) Titi é o último da fila.
(D) Há um erro de concordância na forma verbal
“podem-se extrair”, que deveria permanecer na 3ª
Letra e.
pessoa do singular para concordar com a expressão
“mesma lição”. Vamos tentar organizar nossa fila do mais novo ao
(E) Neste último trecho, há um erro de pontuação. O mais velho:
sinal de dois-pontos deveria ser substituído por uma (1) Tatá diz que é mais novo que Titi e mais velho
vírgula. Ele seria possível no final do período, como que Totó.
foi apresentado no caput da questão. => Totó – Tatá – Titi
(2) Tutu diz que só há uma pessoa mais velha que
ele.
RACIOCÍNIO LÓGICO => Tutu será o penúltimo da fila: ___ – ___ – ___ –
Tutu – ___
21
(3) Totó diz que ele não é o mais novo.
Arthur escreveu, em seu caderno, a seguinte sequ-
=> Totó não poderá ser o 1º da fila.
ência infinita de letras:

Técnico Judiciário Auxiliar – Área Judiciária Página 23


Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas – 2018 FGV – Projetos

Vamos pensar: no item 1, Totó é o mais novo dos 25


3. Além disso, Tutu, sendo o penúltimo, também O aniversário de Florianópolis, a capital do esta-
é mais velho que Totó. Conclusão: Totó é o 2º da do de Santa Catarina, é comemorado no dia 23 de
fila e Teté, que ainda não tinha aparecido, deve ser março, feriado municipal para os florianopolitanos.
OBRIGATORIAMENTE o 1º da fila. Em 2018, essa data caiu em uma sexta-feira. Sen-
Por enquanto, fica assim: do assim, é correto afirmar que, em 2019, o aniver-
Teté – Totó – ___ – Tutu – ___ sário da cidade será
Falta Tatá e Titi. Tatá é mais novo que Titi. Agora: (A) terça-feira.
Teté – Totó – Tatá – Tutu – Titi (B) quarta-feira.
Assim, a única alternativa correta para a nossa fila (C) quinta-feira.
é a letra e. (D) sábado.
(E) domingo.
23
Não é verdade que, “se o Brasil não acaba com a Letra d.
corrupção, então a corrupção acaba com o Brasil”. O que a questão nos deu? O dia 23/03/2018 caiu
Logo, é necessariamente verdade que em uma sexta-feira. Montando o nosso calendário,
(A) “O Brasil não acaba com a corrupção e a corrup- temos:
ção não acaba com o Brasil.” D S T Q Q S S
(B) “O Brasil acaba com a corrupção e a corrupção 1 2
não acaba com o Brasil.”
3 4 5 6 7
(C) “O Brasil acaba com a corrupção e a corrupção
acaba com o Brasil.”
Para saber que dia será o dia 23/03/2019,
(D) “O Brasil não acaba com a corrupção ou a cor-
precisamos pensar assim:
rupção não acaba com o Brasil.”
1. De 23/03/2018 a 22/03/2019, completa-se um
(E) “O Brasil não acaba com a corrupção ou a cor-
ano ‘fictício’, ou seja 365 dias;
rupção acaba com o Brasil.” 2. Mais 1 dia (o próprio dia 23/03/2019), temos 366
dias;
Letra a. 3. Ao dividirmos 366 por 7, encontramos quociente
O “Não é verdade” significa NEGAÇÃO! Ou seja, = 52 e resto = 2.
a questão nos pede a negação de uma proposição 3. Assim, pegamos o resto da divisão e comparamos
condicional: ao nosso calendário montado. Que dia é o dia 2?
– manter a 1ª proposição: o Brasil não acaba com Um sábado. Logo, o dia 23/03/2019 é um sábado.
a corrupção;
– negar a 2ª proposição: a corrupção NÃO acaba 26
com o Brasil; Considere a afirmação: “Todo catarinense é com-
– trocar a condicional pela conjunção: o Brasil não petente.” A partir dessa afirmação, pode-se concluir
acaba com a corrupção e a corrupção não acaba que:
com o Brasil. (A) todo homem competente é catarinense.
(B) todo paranaense é incompetente.
24 (C) toda pessoa que não é catarinense não é com-
Considere a sentença “Se o Papa é pop, então a petente.
vaca é louca”. Uma sentença equivalente à senten- (D) um incompetente certamente não é catarinense.
ça dada é: (E) existem incompetentes que são catarinenses.
(A) Se o Papa não é pop, então a vaca não é louca.
(B) Se a vaca é louca, então o Papa é pop. Letra d.
(C) Se a vaca é louca, então o Papa não é pop. Existe equivalência entre uma proposição utilizando
(D) Se a vaca não é louca, então o Papa não é pop. o “Todo” e uma condicional. Dizer que:
(E) Se o Papa não é pop, então a vaca é louca. “Todo catarinense é competente.”
é o mesmo que
Letra d. “SE é catarinense ENTÃO é competente.”
Questão de equivalência de uma condicional! Como Com base nessa condicional, podemos, através do
todas as alternativas trazem uma condicional, ‘Inverte e Nega’, encontrar uma outra condicional:
precisamos aplicar a regra do “Inverte e Nega”: “SE é catarinense ENTÃO é competente.”
– pega a 2ª proposição, traz para a 1ª proposição é o mesmo que
negando: a vaca NÃO é louca. SE NÃO é competente (ou seja, é incompetente),
– pega a 1ª proposição, leva para a 2ª proposição ENTÃO NÃO é catarinense.
negando: o Papa NÃO é pop. Dito de uma outra forma, mas com mesmo sentido,
– mantém a condicional: SE a vaca não é louca, podemos dizer que um incompetente certamente
ENTÃO o Papa não é pop. não é catarinense.

Técnico Judiciário Auxiliar – Área Judiciária Página 24


Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas – 2018 FGV – Projetos

27 (E) 33%.
O Tribunal de Justiça do Estado de Santa Catarina
contratou três profissionais para implementação do Letra b.
Programa de Capacitação e Qualificação dos Ser- Imaginemos assim: cada churrasquinho custa
vidores do Poder Judiciário, sendo que o valor que R$ 1,00. Assim, em vez de pagar R$ 7,00, quem
cada profissional receberá será proporcional ao nú- comprar os churrasquinhos pagará R$ 5,00, tendo
mero de horas trabalhadas na implementação. um desconto de R$ 2,00.
A tabela abaixo mostra o total de horas de cada pro- Percentualmente, fica:
fissional: Desconto = 2/7. 100% = 28,57% (aproximadamente).
Profissional Total de Horas
29
Paulo 15 Luiz Carlos decidiu pintar o muro de sua casa. Ini-
Raul 21 ciou a pintura às 7h45min. Ao parar para almoçar,
Sandro 24 ao meio-dia, ele havia completado 15/22 de toda a
pintura. Ao retornar do almoço, às 13h, ele manteve
Sabendo que o Tribunal desembolsará R$ o mesmo ritmo sem interrupções. Assim, Luiz Car-
156.000,00 pelos três profissionais, o valor recebido los terminará o trabalho previsto às
pelo instrutor Sandro é: (A) 14h58min.
(A) R$ 39.000,00. (B) 14h59min.
(B) R$ 54.600,00. (C) 15h.
(C) R$ 62.400,00. (D) 15 01min.
(D) R$ 66.600,00. (E) 15h02min.
(E) R$ 70.200,00.
Letra b.
Letra c. Entre 12:00 e 7:45, passaram 4h15min:
P – valor que Paulo irá receber 12 : 00
R – valor que Raul irá receber - 7 : 45
S – valor que Sandro irá receber 4 : 15
Como cada valor que o profissional receberá será Ou seja, 15/22 da pintura do muro foi feito em
proporcional ao número de horas trabalhadas 4h15min (em minutos: 4 x 60min + 15min = 255 min).
na implementação, podemos montar a seguinte Continuando, faltam 7/22 para acabar a pintura:
proporção: 1 - 15/22 =
P/15 = R/21 = S/24 = 22/22 - 15/22 =
Por termos o valor total (soma do que os 3 = 7/22
profissionais irão receber), podemos ‘aumentar’ Finalizando:
nossa proporção: 15/22 ------------> 255 min
P/15 = R/21 = S/24 = (P+R+S)/(15+21+24) 7/22 ------------> t
Assim, temos: =>15/22 . t = 255 . 7/22
P/15 = R/21 = S/24 = 156000/60 => t = 255 . 7/22 . 22/15 = 119 min (1h59min)
Separando apenas S/24 = 156000/60: Como Luiz Carlos voltou ao trabalho às 13h,
S/24 = 2600 precisamos acrescentar 1h59min para finalizar:
S = 2600 x 24 = 62.400,00 Fim da pintura = 13 + 1:59 = 14h59min

28 30
Um vendedor de churrasquinho, em frente ao está- A mãe de Renata deu a ela as seguintes instruções
dio da Ressacada, anuncia a seguinte promoção ao para fazer um bolo:
final do jogo: • Se colocar leite, não coloque laranja.
“Salve o almoço de amanhã para a família: leve 7 • Se não colocar creme, não coloque leite.
churrasquinhos e pague 5”. • Se colocar ovos, não coloque creme.
Essa promoção é equivalente a um desconto apro- • Colocar leite.
ximado de Seguindo essas instruções, Renata fará um bolo
(A) 27%. com:
(B) 28,5%. (A) ovos e leite, mas sem creme.
(C) 30%. (B) creme e leite, mas sem ovos e laranja.
(D) 31,5%. (C) ovos e creme, mas sem laranja.

Técnico Judiciário Auxiliar – Área Judiciária Página 25


Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas – 2018 FGV – Projetos

(D) ovos e laranja, mas sem leite e sem creme. 32


(E) leite e laranja, mas sem creme. Sobre os direitos individuais e coletivos, avalie as
afirmativas a seguir.
Letra b. I – É livre o exercício de qualquer trabalho, ofício
São 4 informações (premissas) que consideraremos ou profissão, atendidas as qualificações profis-
como verdadeiras. Como a última é uma proposição sionais que a lei complementar específica es-
simples, “coloquei leite” = V. tabelecer.
Agora, analisaremos a 1ª premissa: II – É assegurado a todos o acesso à informação,
Se colocar leite, não coloque laranja. resguardado o sigilo da fonte quando necessá-
Se V, não coloque laranja = V rio ao exercício profissional.
Para que a condicional seja V, sabendo que a 1ª III – É livre a locomoção no território nacional em
parte é V, então obrigatoriamente “não coloque tempo de paz, podendo qualquer pessoa, nos
laranja” = V. termos da lei, nele entrar, permanecer ou dele
2ª premissa: sair com seus bens.
Se não colocar creme, não coloque leite. Está correto o que se afirma em:
Se não colocar creme, F = V. (A) I, somente.
Para que a condicional seja F, sabendo que a 2ª (B) I e II, somente.
parte é F, então obrigatoriamente “não colocar (C) I e III, somente.
creme” = F, ou seja, “colocar creme” = V. (D) II e III, somente.
Por último, a 3ª premissa: (E) I, II e III.
Se colocar ovos, não coloque creme.
Se colocar ovos, F = V. Letra d.
Para que a condicional seja F, sabendo que a 2ª Nos termos do inciso XIII do artigo 5º, as
parte é F, então obrigatoriamente “colocar ovos” qualificações profissionais não dependem de lei
= F. complementar específica, mas apenas de lei. As
Assim, Renata colocou leite e creme, mas não demais estão corretas, conforme incisos XIV e XV
colocou laranja nem ovos. desse artigo.

33
NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL Ericksonn, no afã de conhecer o alcance dos direi-
tos fundamentais consagrados na Constituição da
31 República Federativa do Brasil, perguntou ao seu
Calebean, nacional espanhol residente no terri- amigo Marqui se a denominada “inviolabilidade
tório brasileiro, procurou um advogado e solicitou do domicílio” teria alguma exceção que permitisse
que fosse esclarecido que direitos a ordem jurídica a policiais ingressarem, contra a sua vontade, em
brasileira lhe assegurava, mais especificamente se sua casa. Em resposta, Marqui apresentou diver-
possuía direitos fundamentais e direitos políticos. sas proposições, mas apenas uma delas está em
À luz da sistemática constitucional, o advogado harmonia com a ordem constitucional. A proposição
deve afirmar que Calebean: correta é:
(A) possui direitos políticos e fundamentais idênticos (A) Os policiais somente podem ingressar na casa
aos dos brasileiros naturalizados. de Ericksonn se tiverem uma ordem judicial.
(B) não possui direitos políticos e fundamentais de (B) A inviolabilidade do domicílio é absoluta, não
qualquer natureza. comportando exceções.
(C) possui direitos fundamentais em extensão infe- (C) Os policiais, por serem agentes públicos, estão
rior aos dos brasileiros, mas não direitos políti- autorizados a ingressar na casa de Ericksonn
cos. sempre que necessário.
(D) Os policiais podem ingressar na casa de Erick-
(D) possui direitos fundamentais idênticos aos dos
sonn a qualquer momento, desde que tenham
brasileiros, mas direitos políticos inferiores.
uma ordem judicial.
(E) possui direitos políticos e fundamentais em ex-
(E) Os policiais podem ingressar na casa de Erick-
tensão inferior aos dos brasileiros.
sonn caso um crime esteja sendo praticado.
Letra c.
Letra e.
Considerando o texto constitucional, bem como
Nos termos do inciso XI do artigo 5º, a casa é asilo
a doutrina dominante, Calebean possui direitos
inviolável do indivíduo, ninguém nela podendo
fundamentais, entretanto em abrangência menor
penetrar sem consentimento do morador, salvo em
que os brasileiros. Em relação aos direitos políticos,
caso de flagrante delito ou desastre, ou para prestar
ele é inalistável, na forma do artigo 14, § 2º.
socorro, ou, durante o dia, por determinação judicial.

Técnico Judiciário Auxiliar – Área Judiciária Página 26


Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas – 2018 FGV – Projetos

Nota-se que os policiais poderiam ingressar se um 36


crime estivesse sendo praticado, pois se estaria João, ocupante estável do cargo efetivo de Técni-
diante de um flagrante delito. co da área administrativa do Ministério Público do
Rio de Janeiro, elegeu-se Vereador em Município
34 do interior do Estado. De acordo com a disciplina
Peterson, filho de cidadãos norte-americanos, nas- constitucional da matéria, João:
ceu em Santa Catarina, quando seus pais ali esta- (A) independentemente de compatibilidade de horá-
vam em gozo de férias. Após o nascimento, foi para rios para acumulação, deverá se afastar do car-
os Estados Unidos da América do Norte e jamais go efetivo para o exercício do mandato eletivo,
auferindo o subsídio de Vereador.
retornou à República Federativa do Brasil.
(B) independentemente de compatibilidade de ho-
À luz da sistemática constitucional, Peter:
rários para acumulação, deverá se afastar do
(A) é brasileiro nato.
cargo efetivo para o exercício do mandato eleti-
(B) é brasileiro naturalizado. vo, podendo optar pela remuneração de um dos
(C) é brasileiro nato, desde que requeira a nova na- cargos.
cionalidade aos 18 anos de idade. (C) caso haja compatibilidade de horários, poderá
(D) é brasileiro naturalizado, se requerer a naturali- acumular o cargo efetivo com o mandato eletivo,
zação aos 18 anos de idade. facultando-lhe optar pela remuneração de um
(E) não é brasileiro. dos cargos.
(D) caso se afaste do cargo efetivo para o exercí-
Letra a. cio do mandato eletivo, terá seu tempo de servi-
Considerando o critério territorial (jus soli), ele é ço contado para todos os efeitos legais, exceto
para promoção por merecimento.
nato, pois, apesar de seus pais serem estrangeiros,
(E) caso se afaste do cargo efetivo para o exercí-
nenhum deles está a serviço oficial de seu país.
cio do mandato eletivo, para efeito de benefício
35 previdenciário, os valores serão determinados
levando em conta sua situação até a data do
A Lei X do Estado Y teve origem em projeto de lei
afastamento.
encaminhado pelo Chefe do Poder Executivo, com
o objetivo de tratar de direito processual penal.
Letra d.
À luz da sistemática constitucional, é correto afirmar Nos termos do artigo 38, ao servidor público da
que a Lei X é: Administração direta, autárquica e fundacional,
(A) constitucional, porque o Estado tem competên- no exercício de mandato eletivo, aplicam-se as
cia concorrente com a União para legislar sobre seguintes disposições: 
procedimentos. I – tratando-se de mandato eletivo federal, estadual
(B) inconstitucional, por ter violado a competência ou distrital, ficará afastado de seu cargo, emprego
privativa da União para legislar sobre direito pro- ou função;
cessual. II – investido no mandato de Prefeito, será afastado
do cargo, emprego ou função, sendo-lhe facultado
(C) constitucional, porque a igualdade formal pode
optar pela sua remuneração;
ser excepcionada com tratamentos diferencia-
III – investido no mandato de Vereador, havendo
dos razoáveis.
compatibilidade de horários, perceberá as
(D) inconstitucional, já que somente a Constituição vantagens de seu cargo, emprego ou função, sem
Estadual, por força da simetria, poderia veicular prejuízo da remuneração do cargo eletivo, e, não
tais prerrogativas. havendo compatibilidade, será aplicada a norma do
(E) constitucional, porque o Estado tem competên- inciso anterior;
cia para legislar sobre o regime jurídico dos seus IV – em qualquer caso que exija o afastamento
servidores. para o exercício de mandato eletivo, seu tempo de
serviço será contado para todos os efeitos legais,
Letra b. exceto para promoção por merecimento;
Nos termos do inciso I do artigo 22, compete V – para efeito de benefício previdenciário, no caso
de afastamento, os valores serão determinados
privativamente à União legislar sobre direito civil,
como se no exercício estivesse.
comercial, penal, processual, eleitoral, agrário,
marítimo, aeronáutico, espacial e do trabalho. 37
Se o tema fosse procedimento em matéria Os juízes possuem diversas garantias constitucio-
processual, a competência seria concorrente, na nais indispensáveis ao livre exercício da função ju-
forma do inciso XI do artigo 24. risdicional. A esse respeito, é correto afirmar que a
garantia da:

Técnico Judiciário Auxiliar – Área Judiciária Página 27


Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas – 2018 FGV – Projetos

(A) inamovibilidade impede que sejam removidos CNJ, há 6 membros que não integram o Judiciário
compulsoriamente do seu órgão jurisdicional, (2 cidadãos, 2 membros do Ministério Público e 2
salvo por motivo de interesse público. advogados, na forma do artigo 103-B).
(B) vitaliciedade permite que exerçam a função juris-
dicional enquanto viverem ou até que decidam
aposentar-se voluntariamente. NOÇÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO
(C) irredutibilidade impede que os subsídios rece-
bidos pelos juízes sofram qualquer espécie de 39
desconto, de natureza tributária ou previdenci- No que se refere à organização administrativa, assi-
ária. nale a alternativa correta.
(D) permutabilidade permite que os juízes permutem (A) Ocorre a descentralização por colaboração
quando uma entidade administrativa transfere a
o órgão que titularizam com outro juiz, ainda que
outra pessoa jurídica a execução de um serviço
vinculado a ente federativo diverso.
público.
(E) preferibilidade assegura aos juízes a possibili-
(B) A desconcentração administrativa representa a
dade de acesso preferencial a qualquer espaço
divisão interna de uma pessoa jurídica. Nessa
público ou privado, desde que o “ato de acesso” relação não há subordinação entre a pessoa ju-
seja fundamentado. rídica e o órgão instituído.
(C) O serviço público prestado por concessionárias
Letra a. ou permissionárias é considerado centralizado.
Nos termos do artigo 95, são garantias funcionais (D) Empresa pública e sociedade de economia mis-
dos juízes a vitaliciedade, que, no primeiro grau, ta integram a Administração indireta do Estado.
só será adquirida após dois anos de exercício, Sociedade de economia mista é a entidade do-
dependendo a perda do cargo, nesse período, de tada de personalidade jurídica de direito privado,
deliberação do tribunal a que o juiz estiver vinculado com criação autorizada por lei, sob a forma de
e, nos demais casos, de sentença judicial transitada sociedade anônima, cujas ações com direito a
em julgado; a inamovibilidade, salvo por motivo voto pertençam, em sua maioria, à União, aos
de interesse público, na forma do art. 93, VIII; a Estados, ao Distrito Federal, aos Municípios ou
irredutibilidade de subsídio, ressalvado o disposto a entidade da Administração indireta.
nos arts. 37, X e XI; 39, § 4º; 150, II; 153, III; e 153, (E) As autarquias que desenvolvem atividade eco-
§ 2º, I. nômica possuem grau maior de autonomia admi-
nistrativa e financeira. Nesse ponto são similares
38 às agências reguladoras.
Após amplos debates, um grupo de estudantes con-
cluiu que o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) é Letra d.
órgão de controle externo do Poder Judiciário; so- O art. 4º da Lei n. 13.303/2016 conceitua sociedade
mente é integrado por membros do Poder Judiciá- de economia mista nos seguintes termos: “é a
rio; e tem competência para rever os atos jurisdicio- entidade dotada de personalidade jurídica de direito
nais praticados pelos órgãos controlados. privado, com criação autorizada por lei, sob a forma
À luz da sistemática constitucional, essa conclusão de sociedade anônima, cujas ações com direito
a voto pertençam em sua maioria à União, aos
está:
Estados, ao Distrito Federal, aos Municípios ou a
(A) totalmente incorreta, já que dissonante da or-
entidade da administração indireta”.
dem constitucional.
(B) parcialmente incorreta, pois o CNJ também 40
exerce o controle externo sobre outros órgãos. Considerando as disposições sobre a improbidade
(C) parcialmente incorreta, já que o CNJ pode con- administrativa, assinale a alternativa correta.
trolar atos jurisdicionais quando autorizado. (A) A jurisprudência orienta que o estagiário que
(D) parcialmente incorreta, pois o CNJ também pos- atua no serviço público está sujeito a responsa-
sui membros estranhos ao Judiciário. bilização por ato de improbidade administrativa.
(E) totalmente correta, já que harmônica com a or- Contudo, se exercer a atividade sem remunera-
dem constitucional. ção, a responsabilidade será excluída.
(B) O terceiro poderá ser responsabilizado pelas
Letra a. sanções cominadas na Lei de Improbidade Ad-
ministrativa quando induzir ou concorrer para a
O CNJ é um órgão administrativo de controle interno
prática do ato ímprobo ou dele se beneficie sob
do Judiciário. Dessa forma, não cabe a ele qualquer
qualquer forma direta ou indireta.
revisão jurisdicional das decisões dos juízes. Além
(C) Constitui ato de improbidade administrativa im-
disso, deve-se destacar que, na composição do
portando enriquecimento ilícito facilitar ou con-

Técnico Judiciário Auxiliar – Área Judiciária Página 28


Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas – 2018 FGV – Projetos

correr por qualquer forma para a incorporação ao 42


patrimônio particular, de pessoa física ou jurídica, Em relação ao poder de polícia, julgue os itens a
de bens, rendas, verbas ou valores integrantes seguir.
do acervo patrimonial dos órgão e entidades. (A) O poder disciplinar tem relação com a ativi-
(D) O elemento subjetivo dolo é prescindível para
dade exercida pela vigilância sanitária, pois
configurar ato de improbidade que atenta contra
a norma permite a interdição para proteger a
os princípios da Administração Pública.
saúde pública.
(E) Constitui ato de improbidade que gera enriqueci-
mento ilícito permitir que terceiro venha a utilizar (B) O poder de polícia será sempre exercido pre-
bem móvel pertencente a uma autarquia. ventivamente, nos estritos termos da lei que
autoriza o seu exercício.
Letra b. (C) São atributos do poder de polícia a discriciona-
O terceiro poderá ser responsabilizado quando riedade, exigibilidade e coercibilidade. A exigi-
concorrer para a prática de conduta ímproba. bilidade representa a possibilidade de praticar
É o que consta no art. 3º da Lei n. 8.429/1992: o ato sem autorização judicial. A jurisprudência
“as disposições desta lei são aplicáveis, no que
informa que a autoexecutoriedade está pre-
couber, àquele que, mesmo não sendo agente
sente em todos os atos com fundamento no
público, induza ou concorra para a prática do ato
poder de polícia.
de improbidade ou dele se beneficie sob qualquer
forma direta ou indireta”. (D) É possível o poder de polícia ser representa-
do por ato normativo e concreto. A fiscalização
41 realizada por agentes do PROCON represen-
Os princípios administrativos ocupam posição im-
ta atividade concreta ou material do poder de
portante para o estudo do direito administrativo,
polícia.
uma vez que informam vetores de interpretação
(E) A aplicação de sanção a concessionário de
para todo o ordenamento objeto de estudo. A esse
respeito, assinale a alternativa correta sobre os serviços públicos pelo descumprimento de re-
princípios. gras estipuladas no contrato tem fundamento
(A) O princípio da moralidade exige atuação segun- no poder de polícia.
do padrões éticos de probidade, decoro e boa-fé.
A moral comum deverá ser avaliada no momento Letra d.
da prática da atividade administrativa. O poder de polícia sempre inicia com a edição
(B) O princípio da juridicidade informa que a inter- da norma, pois nenhuma atividade administrativa
pretação da norma administrativa deve ocorrer
pode ser realizada sem autorização legal.
da forma que melhor garanta o atendimento do
Também, esse poder é manifestado pela atividade
fim público a que se dirige, vedada aplicação re-
concreta na aplicação da lei.
troativa de nova interpretação.
(C) O princípio da impessoalidade exige a divulga- 43
ção oficial dos atos administrativos, ressalvadas
Empresa vencedora em processo licitatório assi-
as hipóteses de sigilo previstas na Constituição.
nou contrato com a Administração Pública para a
(D) O princípio da eficiência exige objetividade no
atendimento do interesse público, vedada a pro- execução de obra pública. No decorrer do contra-
moção pessoal de agentes ou autoridades. to, foi necessária a alteração do objeto do contra-
(E) O princípio da proporcionalidade exige adequa- to. Sobre o tema, é correto afirmar:
ção entre meios e fins, vedada a imposição de (A) O contratado é obrigado a aceitar qualquer
obrigações, restrições e sanções em medida su- acréscimo ou supressão nas obras, serviços ou
perior àquelas estritamente necessárias ao aten- compras, desde que mantido o equilíbrio econô-
dimento do interesse público. mico-financeiro.
(B) A modificação dos contratos administrativos é
Letra e.
prerrogativa exclusiva da Administração Pública.
O princípio da proporcionalidade está previsto de
(C) É possível a alteração unilateral pela Administra-
forma expressa no inciso VI do art. 2º da Lei n.
9.784/1999: “adequação entre meios e fins, vedada ção Pública do contrato administrativo celebrado
a imposição de obrigações, restrições e sanções em na hipótese de reforma de edifício, até o limite
medida superior àquelas estritamente necessárias de 50% do valor inicial atualizado do contrato,
ao atendimento do interesse público”. para os seus acréscimos ou supressões.

Técnico Judiciário Auxiliar – Área Judiciária Página 29


Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas – 2018 FGV – Projetos

(D) No caso compras, constitui motivo para rescisão suem competência para exercer os poderes admi-
do contrato administrativo, a pedido do contra- nistrativos essenciais para o desempenho de suas
tado, a supressão de 20% da quantidade inicial atividades. Nesse contexto de poderes administrati-
prevista do objeto do contrato. vos, é correto afirmar:
(E) A alteração para acréscimo poderá ser de até (A) com a finalidade de atender ao interesse públi-
30% do valor atualizado do contrato quando o co, é autorizado o uso do poder disciplinar para
contrato envolver compra de material de infor- interditar estabelecimento que não possua alva-
mática. rá de funcionamento.
(B) o poder regulamentar está relacionado à prer-
Letra b. rogativa da Administração de editar atos gerais
Todas as cláusulas exorbitantes são prerrogativas para complementar as leis e permitir a sua efe-
da Administração Pública, pois derivam da tiva aplicação.
supremacia do interesse público. (C) o poder de polícia prescinde previsão legal por
possuir o atributo da discricionariedade.
44 (D) o poder disciplinar decorre do hierárquico quan-
Demétrius, Secretário Municipal de Saúde do Mu- do a Administração aplica penalidade a contrata-
nicípio “X”, consentiu que seu cunhado Nereu uti- do pelo descumprimento de normas contratuais.
lizasse, para fins particulares, bens integrantes do (E) o poder jurisdicional é exercido pelo Chefe do
acervo patrimonial do Município, consistente em Poder Executivo nos casos que envolvam ques-
veículo da Secretaria e combustível, sem a obser- tões administrativas afetas à sua esfera de po-
vância das formalidades legais ou regulamentares der.
aplicáveis à espécie. O fato foi descoberto pelo
Departamento de Controle Interno da Prefeitura, Letra b.
sendo proposta ação de improbidade contra o O poder regulamentar está relacionado à
agente público e Nereu. Sobre esse tema, assina- prerrogativa da Administração de editar atos gerais
le a alternativa correta. (decreto) para complementar as leis e permitir a
(A) É certo que Demétrius e Nereu praticaram ato sua efetiva aplicação. A questão faz referência ao
de improbidade que gera enriquecimento ilícito. decreto de execução.
(B) O Secretário Municipal cometeu ato de improbi-
dade que causa prejuízo ao erário. 46
(C) Demétrius praticou ato que atenta contra os De acordo com a teoria dos atos administrativos,
princípios da Administração Pública, pois violou assinale a alternativa correta.
os deveres de honestidade, imparcialidade e le- (A) O controle dos atos discricionários atinge o mé-
galidade. rito administrativo, logo possibilita a revogação
(D) Demétrius terá como punição a perda da função por conveniência e oportunidade. Tais atos não
pública, suspensão dos direitos políticos de oito podem ser avaliados quanto à legalidade, pois
a dez anos, pagamento de multa civil de até três esta é presumida nos atos discricionários.
vezes o valor do acréscimo patrimonial e proibi- (B) O ato praticado com vício de competência ad-
ção de contratar com o Poder Público ou receber mite convalidação, desde que não seja o ato de
benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, di- competência exclusiva de órgão ou agente.
reta ou indiretamente, ainda que por intermédio (C) Os vícios sanáveis do ato administrativo, que ad-
de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, mitem convalidação, são aqueles relacionados à
pelo prazo de dez anos. forma e ao motivo.
(E) Deverá ser proposta ação civil pública por ato de (D) A delegação de competência dispensa motiva-
improbidade administrativa em face do Secretá- ção por haver relação hierárquica.
rio Municipal Demétrius e ação indenizatória em (E) Determinado agente público praticou ato ad-
face do particular Nereu, pois esse não praticou ministrativo com vício de motivo. Logo após a
ato de improbidade. prática do ato, constatou o vício nele presen-
  te e revogou-o com efeitos ex nunc. A atitude
Letra b. do agente está correta, conforme a teoria dos
Sócrates praticou ato de improbidade administrativa atos administrativos.
que causa lesão ao erário, pois permitiu que Nereu
utilizasse bens públicos de forma ilegal. Letra b.
O ato com vício de competência poderá ser
45 convalidado, desde que não seja exclusiva.
Os agentes públicos são sujeitos que compõem o
sentido subjetivo da Administração Pública e pos-

Técnico Judiciário Auxiliar – Área Judiciária Página 30


Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas – 2018 FGV – Projetos

NOÇÕES DE DIREITOS DAS PESSOAS na Constituição, a Resolução n. 230/2016 orientou


COM DEFICIÊNCIA a adequação das atividades dos órgãos do Poder
Judiciário e de seus serviços auxiliares às deter-
47 minações exaradas pela Convenção Internacional
Para além dos normativos que versam sobre o direi- sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência e
to da pessoa com deficiência, a sociedade precisa seu Protocolo Facultativo e pela Lei Brasileira de In-
entender que as pessoas com deficiência devem clusão da Pessoa com Deficiência. Com base neste
possuir proteção específica e indispensável para regulamento, assinale o item que está correto.
que possam se incluir na sociedade, dela partici- (A) “Adaptação razoável” significa as modificações e
pando em condições de igualdade. Nesta pers- os ajustes necessários e adequados que acarre-
pectiva, marque a alternativa correta, utilizando tem ônus desproporcional ou indevido, quando
como referência a Lei Brasileira da Inclusão (Lei n. requeridos em cada caso, a fim de assegurar
13.146/2015). que as pessoas com deficiência possam gozar
(A) A definição da curatela alcança, em alguns ca- ou exercer, em igualdade de oportunidades com
sos, o direito ao próprio corpo, à sexualidade, ao as demais pessoas, todos os direitos humanos e
matrimônio, à privacidade, à educação, à saúde, liberdades fundamentais.
ao trabalho e ao voto. (B) O “desenho universal” excluirá as ajudas téc-
(B) Os assentos reservados nos teatros, cinemas e nicas para grupos específicos de pessoas com
deficiência, quando necessárias.
auditórios não podem ser ocupados por pessoas
(C) É permitida a concessão de horário especial a
sem deficiência ou que não tenham mobilidade
servidor que tenha cônjuge, filho ou dependente
reduzida.
com deficiência.
(C) O valor do ingresso da pessoa com deficiência
(D) Serão instituídas por cada Tribunal, no prazo
terá isenção como forma de integração social e
máximo de 90 (noventa) dias, Comissões Per-
inclusão.
manentes de Acessibilidade e Inclusão, com ca-
(D) Os serviços socioassistenciais destinados à pes-
ráter multidisciplinar, com participação de magis-
soa com deficiência em situação de dependên-
trados e servidores, com e sem deficiência.
cia deverão contar com cuidadores sociais para
(E) O servidor a quem se tenha concedido horário
prestar-lhe cuidados básicos e instrumentais. especial não poderá assumir função de confian-
(E) É assegurado à pessoa com deficiência, para ça ou de cargo em comissão.
prover sua subsistência, o benefício mensal de
1 (um) salário mínimo. Letra c.
(A) Errado. “Adaptação razoável” significa as
Letra d. modificações e os ajustes necessários e adequados
(A) Errado. A definição da curatela não alcança que não acarretem ônus desproporcional ou
o direito ao próprio corpo, à sexualidade, ao indevido, quando requeridos em cada caso, a fim de
matrimônio, à privacidade, à educação, à saúde, ao assegurar que as pessoas com deficiência possam
trabalho e ao voto. gozar ou exercer, em igualdade de oportunidades
(B) Errado. No caso de não haver comprovada com as demais pessoas, todos os direitos humanos
procura pelos assentos reservados em e liberdades fundamentais.
teatros, cinemas, auditórios, esses podem, (B) Errado. O “desenho universal” não excluirá as
excepcionalmente, ser ocupados por pessoas sem ajudas técnicas para grupos específicos de pessoas
deficiência ou que não tenham mobilidade reduzida, com deficiência, quando necessárias.
observado o disposto em regulamento. (C) Item correto.
(C) Errado. O valor do ingresso da pessoa com (D) Errado. Serão instituídas por cada Tribunal,
deficiência não poderá ser superior ao valor cobrado no prazo máximo de 45 (quarenta e cinco) dias,
das demais pessoas. Comissões Permanentes de Acessibilidade
(D) Item correto. e Inclusão, com caráter multidisciplinar, com
(E) Errado. É assegurado à pessoa com deficiência participação de magistrados e servidores, com e
que não possua meios para prover sua subsistência, sem deficiência.
nem de tê-la provida por sua família, o benefício (E) Errado. Ao servidor a quem se tenha
mensal de 1 (um) salário mínimo, somente às concedido horário especial não poderá ser
hipossuficientes. negado ou dificultado, colocando-o em situação
de desigualdade com os demais servidores, o
48 exercício de função de confiança ou de cargo em
Com o objetivo de construir uma sociedade inclusi- comissão.
va e alcançar a verdadeira igualdade estabelecida

Técnico Judiciário Auxiliar – Área Judiciária Página 31


Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas – 2018 FGV – Projetos

NOÇÕES DE DIREITO CIVIL Letra b.


Artigos 3° e 4° e Estatuto da Pessoa com Deficiência.
49
51
Mariana, ministra do STJ, faleceu em um grave aci-
Josélia, por volta de seus 40 anos de idade, desco-
dente de carro. Na oportunidade, curiosos tiraram
briu que tinha câncer no útero. Passou então a bus-
fotos e fizeram vídeos do acidente, expondo o corpo
car tratamento e acabou conhecendo várias pesso-
morto de Mariana, que sempre foi muito reservada.
as com a doença. Ocorre que o tratamento não foi
As filhas de Mariana, Raquel e Renata, se indigna-
suficiente para salvar a vida de Josélia, que veio a
ram com o comportamento das pessoas. Até mes-
falecer, deixando o marido João e dois filhos, Sônia
mo no IML local, algum funcionário fez vídeos do
e Sivaldo. Após a morte de Josélia, foi descober-
corpo morto de Mariana e espalhou via internet.
to que ela deixou um testamento estipulando que
Considerando o caso, marque a alternativa correta.
a parte disponível de seus bens fosse destinada à
(A) Mariana tem direito a dano moral, pois os direi-
criação de uma fundação de apoio a pessoas porta-
tos de personalidade são perpétuos.
doras de câncer. Porém, infelizmente, os bens dis-
(B) Não há possibilidade de dano moral, pois os
poníveis não foram suficientes para criar a referida
direitos de personalidade se extinguem com a
pessoa jurídica. Considerando a temática, marque
morte do titular.
a alternativa correta.
(C) É possível que as filhas busquem reparação
(A) Josélia deveria ter instituído uma associação por
pelo dano moral da mãe falecida.
meio do testamento, mediante fiscalização do
(D) Raquel e Renata podem postular em nome pró-
Ministério Público local.
prio, como lesadas indiretas, os respectivos da-
(B) Não é possível estipular criação de pessoa jurí-
nos morais.
dica por meio de testamento.
(E) Não há possibilidade de reparação moral pelo
(C) Josélia instituiu corretamente a modalidade de
ocorrido.
pessoa jurídica, mas, diante da insuficiência de
bens, os herdeiros devem ser consultados a res-
Letra d.
peito da destinação dos referidos bens.
As filhas poderão requerer o dano moral por serem
(D) Neste caso, os bens devem ser partilhados entre
consideradas lesadas indiretas. O tema vem
os herdeiros.
retratado no artigo 20 do CC. Vejamos:
(E) Josélia instituiu corretamente a modalidade de
pessoa jurídica, mas, diante da insuficiência de
Art. 20. Salvo se autorizadas, ou se necessárias
bens, estes devem ser destinados a outra funda-
à administração da justiça ou à manutenção
ção de igual ou semelhante atuação, indepen-
da ordem pública, a divulgação de escritos,
dentemente da vontade dos herdeiros.
a transmissão da palavra, ou a publicação, a
exposição ou a utilização da imagem de uma
Letra e.
pessoa poderão ser proibidas, a seu requerimento
Art. 63. Quando insuficientes para constituir a
e sem prejuízo da indenização que couber, se lhe
fundação, os bens a ela destinados serão, se de
atingirem a honra, a boa fama ou a respeitabilidade,
outro modo não dispuser o instituidor, incorporados
ou se se destinarem a fins comerciais.
em outra fundação que se proponha a fim igual ou
Parágrafo único. Em se tratando de morto ou
semelhante.
de ausente, são partes legítimas para requerer
essa proteção o cônjuge, os ascendentes ou os
descendentes. 52
Jéssica, maior e capaz, resolveu curtir as férias em
50
uma cidade na Indonésia. Organizou-se e pegou
Daniel, com 28 anos, possui síndrome de Down.
o primeiro voo com destino ao paraíso, enviando
Apesar dos muitos desafios que a vida lhe impõe,
sempre fotos e cartões-postais aos amigos e fami-
é um rapaz inteligente e se formou em tecnologia
liares. Após alguns dias de descanso, veio a tragé-
da informação em renomada universidade de sua
dia – um enorme tsunami devastou o local. Muitas e
cidade. Sobre a condição de Daniel, marque a al-
muitas pessoas morreram; não sobrou quase nada
ternativa correta.
da cidade. O corpo de Jéssica desapareceu. Pau-
(A) Daniel, de acordo com o ordenamento jurídico, é
tado nas informações acima, marque a alternativa
absolutamente incapaz. correta.
(B) Daniel tem capacidade civil plena e pode casar. (A) A morte de Jéssica somente poderá ser registra-
(C) Daniel tem capacidade de direito, mas não tem da após encontrado o corpo e atestada a morte.
capacidade de fato. (B) A declaração de morte de Jéssica depende de
(D) Daniel é incapaz de fato e de direito. declaração prévia de ausência, visto desapare-
(E) Daniel é relativamente incapaz. cimento do corpo.

Técnico Judiciário Auxiliar – Área Judiciária Página 32


Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas – 2018 FGV – Projetos

(C) A morte de Jéssica pode ser declarada indepen- vel. Assim, promoveu o cercamento da área e mes-
dentemente de declaração de ausência, median- clou com sua propriedade. Após 30 anos de ocu-
te procedimento de justificativa, não podendo o pação sem qualquer notificação do poder público,
juiz declarar data provável de morte. Natanael foi surpreendido com notificação do Esta-
(D) A morte de Jéssica pode ser declarada indepen- do para desocupar a área. Diante do caso, marque
dentemente de declaração de ausência, me- a alternativa correta.
diante procedimento de justificativa, devendo o (A) A natureza jurídica do imóvel público ocupado
juiz declarar data provável de morte. por Natanael é de bem público de uso comum
(E) Basta procedimento extrajudicial para declara- do povo.
ção da morte de Jéssica, pois é fato notório o (B) Pelo passar do tempo, Natanael adquiriu o imó-
desaparecimento do corpo. vel por usucapião.
(C) A área ocupada é bem público dominical e pas-
Letra d. sível de usucapião após a ocupação por 40 anos
Art. 7° do CC: Pode ser declarada a morte ininterruptos.
presumida, sem decretação de ausência: (D) Natanael não pode alegar usucapião.
I – se for extremamente provável a morte de quem (E) Natanael pode ajuizar ação de manutenção de
estava em perigo de vida; posse contra o Estado.
II – se alguém, desaparecido em campanha ou feito
prisioneiro, não for encontrado até dois anos após o
Letra d.
término da guerra.
Os bens públicos são imprescritíveis.
Parágrafo único. A declaração da morte presumida,
nesses casos, somente poderá ser requerida depois
de esgotadas as buscas e averiguações, devendo a
NOÇÕES DE DIREITO PROCESSUAL
sentença fixar a data provável do falecimento.
CIVIL
53
José Carlos, aos 18 anos completos, sofreu um aci- 55
dente de moto. Após 5 anos, inúmeras cirurgias e Marcelo celebrou contrato de arrendamento da fa-
procedimentos médicos de reabilitação, ainda não zenda de sua propriedade com Sabrina. Na oportu-
consegue manifestar inequivocamente sua vonta- nidade, ficou consignado em contrato que, em caso
de, isto é, não consegue expressar sua vontade de de eventual conflito acerca das disposições contra-
forma coerente e clara. Porém, mostrou-se apaixo-
tuais, as partes optariam pela solução via procedi-
nado pela enfermeira do hospital no qual faz trata-
mento arbitral. Alguns meses após a celebração do
mento. A enfermeira, Ana Paula, quer se casar com
contrato, Marcelo ajuizou ação judicial para discutir
José Carlos. Os pais de José mostraram-se perple-
algumas cláusulas da avença. Considerando que
xos com o fato e não admitem o casamento. Conso-
ante o caso, marque a alternativa correta de acordo não houve marcação de audiência de conciliação
com o Código Civil. e que Sabrina foi devidamente citada por oficial de
(A) José Carlos é absolutamente incapaz. justiça, marque a alternativa correta.
(B) José Carlos é absolutamente incapaz apenas (A) Sabrina deverá apresentar contestação no pra-
para alguns atos da vida civil. zo de 15 dias úteis contados do recebimento do
(C) José Carlos é relativamente incapaz. mandado pelo oficial de justiça.
(D) José Carlos é capaz. (B) Sabrina deverá alegar a convenção de arbitra-
(E) José Carlos não tem personalidade jurídica. gem em sede de contestação, antes de adentrar
no mérito de defesa, podendo o juiz conhecer da
Letra c. matéria de ofício.
Art. 4° do CC: São incapazes, relativamente a certos (C) Sabrina deverá alegar a convenção de arbitra-
atos ou à maneira de os exercer: III – aqueles que, gem em sede de contestação e, caso o magistra-
por causa transitória ou permanente, não puderem do rejeite a referida alegação, deverá apresentar
exprimir sua vontade. agravo de instrumento em face da decisão.
Art. 6° do Estatuto da Pessoa com Deficiência: A (D) Sabrina não poderá alegar a convenção de ar-
deficiência não afeta a plena capacidade civil da bitragem, pois o direito de ação exercido é de
pessoa, inclusive para: I – casar-se e constituir Marcelo.
união estável. (E) Sabrina deverá se sujeitar à demanda judicial
54 em virtude da inafastabilidade do controle juris-
Natanael percebeu que a área pública localizada ao dicional.
lado de seu imóvel nunca foi ocupada pelo poder
público. Dessa forma, resolveu construir algumas Letra c.
benfeitorias para lazer e agregar a área ao seu imó-

Técnico Judiciário Auxiliar – Área Judiciária Página 33


Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas – 2018 FGV – Projetos

A convenção de arbitragem é matéria prevista no Letra d.


artigo 337 do CPC e deve ser alegada em sede de Art. 966. A decisão de mérito, transitada em julgado,
contestação, antes de alegação do mérito. Caso o pode ser rescindida quando:
juiz acolha a preliminar de convenção de arbitragem, I – se verificar que foi proferida por força de
haverá sentença e, como tal, haverá possibilidade prevaricação, concussão ou corrupção do juiz;
de recurso de apelação, conforme artigo 1.009 do II – for proferida por juiz impedido ou por juízo
CPC. Porém, se o juiz rejeitar a preliminar, será absolutamente incompetente;
caso de decisão interlocutória sujeita ao recurso de III – resultar de dolo ou coação da parte vencedora
agravo de instrumento, conforme artigo 1.015 do em detrimento da parte vencida ou, ainda, de
CPC. simulação ou colusão entre as partes, a fim de
fraudar a lei;
56 IV – ofender a coisa julgada;
Fabrício ajuizou demanda em face de Júlio e Ricar- V – violar manifestamente norma jurídica;
do pleiteando a condenação destes ao pagamento VI – for fundada em prova cuja falsidade tenha
de dano moral no valor de R$ 20.000,00 e dano ma- sido apurada em processo criminal ou venha a ser
terial no valor de R$ 50.000,00, em virtude de uma demonstrada na própria ação rescisória;
agressão física ocorrida em um bar. Devidamente VII – obtiver o autor, posteriormente ao trânsito em
citados, cada um contratou o respectivo advogado, julgado, prova nova cuja existência ignorava ou de
de escritórios diferentes, e realizou suas defesas. que não pôde fazer uso, capaz, por si só, de lhe
Em sede de sentença, o magistrado reconheceu
assegurar pronunciamento favorável;
que Júlio não deveria ser condenado, diante da
VIII – for fundada em erro de fato verificável do
comprovação de que não teria participado do even-
exame dos autos.
to danoso, e julgou procedentes os pedidos para
§ 2º Nas hipóteses previstas nos incisos do caput,
condenar apenas Ricardo ao pagamento do dano
será rescindível a decisão transitada em julgado
moral e do dano material. Diante do fato, marque a
que, embora não seja de mérito, impeça:
alternativa correta.
I – nova propositura da demanda; ou
(A) O prazo para oferecimento do recurso de apela-
II – admissibilidade do recurso correspondente.
ção por parte de Ricardo será de 30 dias úteis,
em virtude do litisconsórcio com advogados di- 58
ferentes. Sobre recursos de agravo de instrumento, marque a
(B) O prazo para oferecimento do recurso de ape- alternativa que não enseja seu cabimento:
lação de Ricardo será de 15 dias úteis, mesmo (A) Decisão que conceda internação imediata em
com o litisconsórcio passivo. unidade de tratamento intensivo em face do pla-
(C) Caso Ricardo deixe de recolher e comprovar o no de saúde.
preparo no ato de interposição do recurso de (B) Decisão que não admite assistência.
apelação, este será imediatamente não conhe- (C) Decisão que revoga efeito suspensivo em sede
cido por deserção. de embargos de declaração.
(D) Não é possível que Ricardo recorra da decisão, (D) Decisão que indefere produção de prova em
pois foi o único sucumbente. processo de inventário.
(E) Júlio tem interesse recursal para recorrer contra (E) Decisão que não recebe recurso de apelação.
a sentença.
Letra e.
Letra b. Art. 1.015. Cabe agravo de instrumento contra as
Observe que, ao caso, mesmo havendo litisconsórcio decisões interlocutórias que versarem sobre:
passivo com advogados diferentes de escritórios I – tutelas provisórias;
diferentes, o prazo da apelação não será em dobro, II – mérito do processo;
pois apenas um dos litisconsortes foi sucumbente. III – rejeição da alegação de convenção de
Acerca da temática, temos a Súmula 641 do STF. arbitragem;
57 IV – incidente de desconsideração da personalidade
A ação rescisória serve para rescindir decisão que: jurídica;
(A) seja somente de mérito. V – rejeição do pedido de gratuidade da justiça ou
(B) esteja desprovida de fundamentação. acolhimento do pedido de sua revogação;
(C) seja proferida por juiz impedido ou suspeito. VI – exibição ou posse de documento ou coisa;
(D) ofender coisa julgada. VII – exclusão de litisconsorte;
(E) for proferida mediante violação de critérios de VIII – rejeição do pedido de limitação do litisconsórcio;
competência. IX – admissão ou inadmissão de intervenção de
terceiros;

Técnico Judiciário Auxiliar – Área Judiciária Página 34


Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas – 2018 FGV – Projetos

X – concessão, modificação ou revogação do efeito § 2º O recorrente deverá demonstrar a existência


suspensivo aos embargos à execução; de repercussão geral para apreciação exclusiva
XI – redistribuição do ônus da prova nos termos do pelo Supremo Tribunal Federal.
art. 373, § 1º; § 3º Haverá repercussão geral sempre que o
XII – (VETADO); recurso impugnar acórdão que:
XIII – outros casos expressamente referidos em lei. I – contrarie súmula ou jurisprudência dominante do
Parágrafo único. Também caberá agravo de Supremo Tribunal Federal;
instrumento contra decisões interlocutórias II – (Revogado); (Redação dada pela Lei n. 13.256,
proferidas na fase de liquidação de sentença ou de 2016) (Vigência)
de cumprimento de sentença, no processo de III – tenha reconhecido a inconstitucionalidade de
execução e no processo de inventário. tratado ou de lei federal, nos termos do art. 97 da
59 Constituição Federal.
Adail interpôs recurso extraordinário perante o STF. 60
Após recebimento do recurso no juízo a quo, os au- Acerca da resposta de réu no novo diploma proces-
tos subiram ao STF, no qual fora designado o rela- sual, marque a alternativa correta.
tor. Sobre a repercussão geral, marque a alternativa (A) Caso o réu manifeste interesse em não compa-
correta. recer à audiência de conciliação e mediação,
(A) Caso o resultado do julgamento para verificação deverá protocolizar petição informando. O prazo
da repercussão geral seja de 4 ministros votan- para contestar começará a fluir da data em que
tes pela repercussão geral do caso e 7 ministros o juiz consentir com o requerimento.
pela não repercussão, a preliminar de repercus- (B) Havendo alegação de incompetência absoluta
ou relativa, a constatação poderá ser protoco-
são geral deverá ser acolhida.
lada no foro de domicílio do réu, fato que será
(B) Perante o novo diploma processual, não há mais
imediatamente comunicado ao juiz da causa,
necessidade de demonstração de repercussão
preferencialmente por meio eletrônico.
geral em sede de recurso extraordinário. (C) Caso o réu manifeste interesse em contestar e
(C) Para efeito de repercussão geral, será conside- reconvir, deverá fazer por meio de petições se-
rada a existência ou não de questões relevantes paradas e protocoladas simultaneamente.
do ponto de vista econômico, político, social ou (D) O réu pode propor reconvenção independente-
jurídico, desde que não ultrapassem os interes- mente de oferecer contestação.
ses subjetivos do processo. (E) Se o réu não responder à ação, será considera-
(D) O recorrente deverá demonstrar a existência de do revel.
repercussão geral para apreciação exclusiva
pelo Supremo Tribunal Federal, não podendo o Letra d.
juízo a quo deixar de receber o recurso por au- Art. 335. O réu poderá oferecer contestação, por
petição, no prazo de 15 (quinze) dias, cujo termo
sência de preliminar de repercussão.
inicial será a data:
(E) Não há possibilidade de caso de repercussão
I – da audiência de conciliação ou de mediação, ou
geral presumida.
da última sessão de conciliação, quando qualquer
parte não comparecer ou, comparecendo, não
Letra a. houver autocomposição;
CF – Art. 102, § 3º No recurso extraordinário o II – do protocolo do pedido de cancelamento
recorrente deverá demonstrar a repercussão geral da audiência de conciliação ou de mediação
das questões constitucionais discutidas no caso, apresentado pelo réu, quando ocorrer a hipótese do
nos termos da lei, a fim de que o Tribunal examine art. 334, § 4º, inciso I;
a admissão do recurso, somente podendo recusá-lo III – prevista no art. 231, de acordo com o modo
pela manifestação de dois terços de seus membros como foi feita a citação, nos demais casos.
Art. 1.035. O Supremo Tribunal Federal, em decisão Art. 340. Havendo alegação de incompetência
irrecorrível, não conhecerá do recurso extraordinário relativa ou absoluta, a contestação poderá ser
protocolada no foro de domicílio do réu, fato que
quando a questão constitucional nele versada não
será imediatamente comunicado ao juiz da causa,
tiver repercussão geral, nos termos deste artigo.
preferencialmente por meio eletrônico.
§ 1º Para efeito de repercussão geral, será
Art. 343. Na contestação, é lícito ao réu propor
considerada a existência ou não de questões reconvenção para manifestar pretensão própria,
relevantes do ponto de vista econômico, político, conexa com a ação principal ou com o fundamento
social ou jurídico que ultrapassem os interesses da defesa.
subjetivos do processo. § 6º O réu pode propor reconvenção
independentemente de oferecer contestação.

Técnico Judiciário Auxiliar – Área Judiciária Página 35


Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas – 2018 FGV – Projetos

Art. 344. Se o réu não contestar a ação, será 63


considerado revel e presumir-se-ão verdadeiras as No que concerne à teoria do crime, assinale a alter-
alegações de fato formuladas pelo autor. nativa correta.
(A) Salvo disposição em contrário, pune-se a tenta-
tiva com a pena correspondente ao crime consu-
NOÇÕES DE DIREITO PENAL mado, diminuída de um terço à metade.
(B) Pune-se a tentativa quando, por ineficácia rela-
61 tiva do meio, é possível consumar-se o crime.
Em relação à aplicação da lei penal, marque a alter- (C) Nos crimes cometidos sem violência ou grave
nativa correta. ameaça à pessoa, reparado o dano ou restituída
(A) Na legislação penal, a interpretação analógica a coisa, até o trânsito em julgado da sentença,
somente pode ser utilizada em favor do réu (in por ato voluntário do agente, a pena será reduzi-
bonam partem). da de um a dois terços.
(B) A analogia iuris pressupõe a aplicação de uma (D) O agente que, voluntariamente, desiste de pros-
seguir na execução ou impede que o resultado
norma semelhante.
se produza responde pela pena correspondente
(C) A analogia legis pressupõe a aplicação dos prin-
ao crime consumado, diminuída de um a dois
cípios gerais do direito. terços.
(D) A aplicação analógica é vedada no direito penal. (E) A superveniência de causa relativamente inde-
(E) Na legislação penal, é permitida a interpretação pendente não exclui a imputação quando, por si
analógica in malam partem. só, produziu o resultado; os fatos anteriores, en-
tretanto, imputam-se a quem os praticou.
Letra e.
Letra b.
Não se confunde a interpretação analógica (modo
Conforme artigo 17 do Código Penal, não se pune a
de interpretação) com a analogia (modo de
tentativa quando, por ineficácia absoluta do meio ou
integração). Enquanto na interpretação analógica por absoluta impropriedade do objeto, é impossível
há lei para ser interpretada (ex.: Art. 121, § 2º, I, consumar-se o crime. Logo, a tentativa será punida
do Código Penal – mediante paga ou promessa de quando for possível a consumação do delito e ela
recompensa ou outro motivo torpe), na analogia não ocorrer por circunstâncias alheias à vontade do
(aplicação analógica, suplemento analógico e agente.
integração analógica), existe a falta de lei, a lacuna 64
a ser preenchida, e o juiz a preenche. A analogia, No que concerne ao tema juridicidade e suas cau-
na legislação penal, somente é admissível in bonam sas de exclusão, marque a alternativa correta.
partem, e a interpretação analógica pode ser in (A) Conforme entendimento doutrinário e jurispru-
bonam partem ou in malam partem. dencial, é admissível a legítima defesa recíproca.
(B) A legítima defesa sucessiva é aquela que ocorre
62 quando a agressão injusta decorre de excesso
Em relação à aplicação da lei no tempo e no espa- de outra legítima defesa.
ço, marque a alternativa correta. (C) Estará agindo em legítima defesa o carrasco que
(A) Em relação ao tempo do crime, o Código Penal cumpre a pena de morte em caso de guerra de-
adota a teoria unitária. clarada.
(B) Em relação ao lugar do crime, o Código Penal (D) Estará agindo em legítima defesa o agente que
não adota a teoria mista. desfere golpes de faca contra um animal que o
(C) Em relação ao tempo do crime, o Código Penal ataca sozinho na rua.
adota a teoria do resultado. (E) Considera-se em estado de necessidade quem
(D) Em relação ao lugar do crime, o Código Penal pratica o fato para salvar de perigo atual, que
adota a teoria unitária. não provocou por sua vontade, nem podia de
(E) Em relação ao tempo do crime, o Código Penal outro modo evitar, direito próprio ou alheio, cujo
sacrifício, nas circunstâncias, era razoável exi-
não adota a teoria da atividade.
gir-se.
Letra d.
Letra b.
Em relação ao tempo do crime, o Código Penal
Caso um agente esteja agindo em legítima defesa
adota a teoria da atividade e, em relação ao lugar
e se exceda, o inicialmente agressor poderá se
do crime, o Código Penal adota a teoria mista, da
utilizar da legitima defesa para se defender. Trata-
ubiquidade ou unitária.
se da legítima defesa sucessiva.

Técnico Judiciário Auxiliar – Área Judiciária Página 36


Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas – 2018 FGV – Projetos

65 (B) Logo que tiver conhecimento da prática da infra-


No que concerne aos temas de direito penal e en- ção penal, a autoridade policial poderá dirigir-se
tendimento dos tribunais superiores, assinale a al- ao local, providenciando para que não se alte-
ternativa incorreta. rem o estado e conservação das coisas, após a
(A) O princípio da insignificância é inaplicável aos chegada dos peritos criminais.
crimes contra a Administração Pública. (C) Os instrumentos do crime, bem como os obje-
tos que interessarem à prova, permanecerão na
(B) Consuma-se o crime de roubo com a inversão
unidade policial e não acompanharão os autos
da posse do bem mediante emprego de violên-
do inquérito quando de sua conclusão e encami-
cia ou grave ameaça, ainda que por breve tempo
nhamento ao Poder Judiciário.
e em seguida à perseguição imediata ao agente
(D) O Ministério Público não poderá requerer a de-
e recuperação da coisa roubada, sendo prescin-
volução do inquérito à autoridade policial, senão
dível a posse mansa e pacífica ou desvigiada.
para novas diligências, imprescindíveis ao ofere-
(C) Sistema de vigilância realizado por monitora- cimento da denúncia.
mento eletrônico ou por existência de segurança (E) No Distrito Federal e nas comarcas em que hou-
no interior de estabelecimento comercial, por si ver mais de uma circunscrição policial, a autori-
só, não torna impossível a configuração do crime dade com exercício em uma delas não poderá,
de furto. nos inquéritos a que esteja procedendo, ordenar
(D) Quando a confissão for utilizada para a forma- diretamente diligências em circunscrição de ou-
ção do convencimento do julgador, o réu fará jus
tra, dependendo de precatórias.
à atenuante prevista no art. 65, III, d, do Código
Penal.
Letra d.
(E) A conduta de atribuir-se falsa identidade perante
(A) Errado. Só se a ação for pública – CPP, Art. 5º, §
autoridade policial é atípica, quando em situação
3º Qualquer pessoa do povo que tiver conhecimento
de alegada autodefesa, em virtude do princípio
da existência de infração penal em que caiba
de que ninguém é obrigado a produzir prova
ação pública poderá, verbalmente ou por escrito,
contra si mesmo.
comunicá-la à autoridade policial, e esta, verificada
a procedência das informações, mandará instaurar
Letra e.
inquérito.
A alternativa não reflete o pensamento do STJ
(B) Errado. Está em desarmonia com o CPP,
disposto na Súmula 522, que assim dispõe: “A
Art. 6º Logo que tiver conhecimento da prática da
conduta de atribuir-se falsa identidade perante
infração penal, a autoridade policial deverá: I –
autoridade policial é típica, ainda que em situação
dirigir-se ao local, providenciando para que não se
de alegada autodefesa”.
alterem o estado e conservação das coisas, até a
chegada dos peritos criminais.
NOÇÕES DE DIREITO PROCESSUAL (C) Errado. Em desarmonia com o CPP, Art. 11. Os
instrumentos do crime, bem como os objetos que
PENAL
interessarem à prova, acompanharão os autos do
inquérito.
66
(D) Certo. CPP, Art. 16. O Ministério Público
Inquérito Policial pode ser definido como o conjunto
não poderá requerer a devolução do inquérito à
de diligências que tem por objetivo reunir os ele-
autoridade policial, senão para novas diligências,
mentos de informação para que o órgão de acusa-
imprescindíveis ao oferecimento da denúncia.
ção (Ministério Público ou ofendido) possa ter base (E) Errado. Em desarmonia com o CPP, Art. 22.
para dar início à ação penal. Em relação às regras No Distrito Federal e nas comarcas em que houver
estabelecidas no Código de Processo Penal, anali- mais de uma circunscrição policial, a autoridade
se os itens a seguir, indicando a assertiva correta. com exercício em uma delas poderá, nos inquéritos
(A) Qualquer pessoa do povo que tiver conhecimen- a que esteja procedendo, ordenar diligências
to da existência de infração penal em que caiba em circunscrição de outra, independentemente
ação pública ou privada poderá, verbalmente ou de precatórias ou requisições, e bem assim
por escrito, comunicá-la à autoridade policial, e providenciará, até que compareça a autoridade
esta, verificada a procedência das informações, competente, sobre qualquer fato que ocorra em sua
mandará instaurar inquérito. presença, noutra circunscrição.

Técnico Judiciário Auxiliar – Área Judiciária Página 37


Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas – 2018 FGV – Projetos

67 (C) Certo. CPP, Art. 41. A denúncia ou queixa


Conforme descreve o Código de Processo Penal, conterá a exposição do fato criminoso, com todas
nos crimes de ação pública, esta será promovida as suas circunstâncias, a qualificação do acusado
por denúncia do Ministério Público, mas depende- ou esclarecimentos pelos quais se possa identificá-
rá, quando a lei o exigir, de requisição do Ministro lo, a classificação do crime e, quando necessário, o
da Justiça, ou de representação do ofendido ou de rol das testemunhas.
quem tiver qualidade para representá-lo. Em rela- (D) Errado. Prazo incorreto: CPP, Art. 46. O prazo
ção à ação penal e suas espécies, analise os itens para oferecimento da denúncia, estando o réu
a seguir: preso, será de 5 dias, contado da data em que o
(A) Ao ofendido, ou a quem tenha qualidade para órgão do Ministério Público receber os autos do
representá-lo, caberá intentar a ação privada, inquérito policial, e de 15 dias, se o réu estiver solto
e, no caso de morte do ofendido ou quando de- ou afiançado. No último caso, se houver devolução
clarado ausente por decisão judicial, o direito de do inquérito à autoridade policial (art. 16), contar-
oferecer queixa ou prosseguir na ação passará se-á o prazo da data em que o órgão do Ministério
apenas ao seu cônjuge ou descendente. Público receber novamente os autos. § 1o Quando
(B) O direito de representação poderá ser exercido o Ministério Público dispensar o inquérito policial,
pelo ofendido ou por seu representante legal, o prazo para o oferecimento da denúncia contar-
mas não por procurador. A representação será se-á da data em que tiver recebido as peças de
apresentada mediante declaração, escrita ou informações ou a representação
oral, feita ao juiz, ao órgão do Ministério Público (E) Errado. Não pode desistir. CPP, Art. 42. O
ou à autoridade policial. Ministério Público não poderá desistir da ação
(C) A denúncia ou queixa conterá a exposição do penal.
fato criminoso, com todas as suas circunstân-
cias, a qualificação do acusado ou esclareci- 68
mentos pelos quais se possa identificá-lo, a Em relação às regras estabelecidas no Código de
classificação do crime e, quando necessário, o Processo penal e o entendimento do Superior Tri-
rol das testemunhas. bunal de Justiça, analise os itens abaixo, indicando
(D) O prazo para oferecimento da denúncia, estando a assertiva incorreta.
o réu preso, será de 15 dias, contados da data (A) A propositura da ação penal exige tão somente
em que o órgão do Ministério Público receber a presença de indícios mínimos de materialidade
os autos do inquérito policial, e de 30 dias, se o e de autoria, de modo que a certeza deverá ser
réu estiver solto ou afiançado. No último caso, comprovada durante a instrução probatória, pre-
se houver devolução do inquérito à autoridade valecendo o princípio do in dubio pro reo na fase
policial, contar-se-á o prazo da data em que o de oferecimento da denúncia.
órgão do Ministério Público receber novamente (B) O registro audiovisual de depoimentos colhidos
os autos. Quando o Ministério Público dispensar no âmbito do processo penal dispensa sua de-
o inquérito policial, o prazo para o oferecimen- gravação ou transcrição, em prol dos princípios
to da denúncia contar-se-á da data em que tiver da razoável duração do processo e da celerida-
recebido as peças de informações ou a repre- de processual, salvo comprovada demonstração
sentação. de necessidade.
(E) O Ministério Público poderá desistir da ação pe- (C) A prisão de qualquer pessoa e o local onde se
nal. encontre serão comunicados imediatamente ao
juiz competente, ao Ministério Público e à família
Letra c. do preso ou à pessoa por ele indicada. Em até
(A) Errado. Em desarmonia com o CPP, art. 30 – 24 (vinte e quatro) horas após a realização da
“Ao ofendido ou a quem tenha qualidade para prisão, será encaminhado ao juiz competente o
representá-lo caberá intentar a ação privada” – e auto de prisão em flagrante e, caso o autuado
art. 31 – “No caso de morte do ofendido ou quando não informe o nome de seu advogado, cópia in-
declarado ausente por decisão judicial, o direito de
tegral para a Defensoria Pública.
oferecer queixa ou prosseguir na ação passará ao
(D) Considera-se em flagrante delito próprio ou real
cônjuge, ascendente, descendente ou irmão”.
quem está cometendo a infração penal ou acaba
(B) Errado. Pode ser por procurador com
de cometê-la.
poderes especiais – CPP, Art. 39. O direito de
(E) Não havendo autoridade no lugar em que se ti-
representação poderá ser exercido, pessoalmente
ver efetuado a prisão em flagrante, o preso será
ou por procurador com poderes especiais, mediante
logo apresentado à do lugar mais próximo.
declaração, escrita ou oral, feita ao juiz, ao órgão do
Ministério Público, ou à autoridade policial.

Técnico Judiciário Auxiliar – Área Judiciária Página 38


Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas – 2018 FGV – Projetos

Letra a. (D) Poderá ser oposta suspeição às autoridades po-


(A) Errado. O in dubio é pro societate, e não pro reo liciais nos atos do inquérito.
– TESE N. 5 – EDIÇÃO N. 105 – JURISPRUDÊNCIA (E) As exceções serão processadas em autos apar-
EM TESES DO STJ – A propositura da ação penal tados e suspenderão, em regra, o andamento da
exige tão somente a presença de indícios mínimos ação penal.
de materialidade e de autoria, de modo que a
certeza deverá ser comprovada durante a instrução Letra a.
probatória, prevalecendo o princípio do in dubio pro (A) Certo. CPP, Art. 92. Se a decisão sobre a
societate na fase de oferecimento da denúncia. existência da infração depender da solução de
(C) Certo. TESE N. 10 – EDIÇÃO N. 105 – controvérsia, que o juiz repute séria e fundada,
JURISPRUDÊNCIA EM TESES DO STJ – O sobre o estado civil das pessoas, o curso da ação
registro audiovisual de depoimentos colhidos no penal ficará suspenso até que no juízo cível seja
âmbito do processo penal dispensa sua degravação a controvérsia dirimida por sentença passada em
ou transcrição, em prol dos princípios da razoável julgado, sem prejuízo, entretanto, da inquirição
duração do processo e da celeridade processual, das testemunhas e de outras provas de natureza
salvo comprovada demonstração de necessidade. urgente.
(C) Certo. CPP, Art. 306. A prisão de qualquer pessoa Parágrafo único. Se for o crime de ação pública, o
e o local onde se encontre serão comunicados Ministério Público, quando necessário, promoverá a
imediatamente ao juiz competente, ao Ministério ação civil ou prosseguirá na que tiver sido iniciada,
com a citação dos interessados.
Público e à família do preso ou à pessoa por ele
(B) Errado. Incluindo a incompetência do juízo:
indicada.
CPP, Art. 95. Poderão ser opostas as exceções de:
§ 1º Em até 24 (vinte e quatro) horas após a
I – suspeição;
realização da prisão, será encaminhado ao juiz II – incompetência de juízo;
competente o auto de prisão em flagrante e, caso III – litispendência;
o autuado não informe o nome de seu advogado, IV – ilegitimidade de parte;
cópia integral para a Defensoria Pública. V – coisa julgada.
(D) Certo. Estas são as situações de flagrante (C) Errado. Salvo se fundada em motivo
próprio descritas no CPP: Art. 302. Considera-se superveniente – CPP, Art. 96. A arguição de
suspeição precederá a qualquer outra, salvo quando
em flagrante delito quem:
fundada em motivo superveniente.
I – está cometendo a infração penal; (D) Errado. Não poderá – CPP, Art. 107. Não se
II – acaba de cometê-la. poderá opor suspeição às autoridades policiais nos
(E) Certo. CPP, Art. 308. Não havendo autoridade atos do inquérito, mas deverão elas declarar-se
no lugar em que se tiver efetuado a prisão, o preso suspeitas, quando ocorrer motivo legal.
será logo apresentado à do lugar mais próximo. (E) Errado. Não suspenderão, em regra, o
andamento da ação – CPP, Art. 111. As exceções
69 serão processadas em autos apartados e não
Tratando-se das questões de processos incidentes, suspenderão, em regra, o andamento da ação
analise os itens abaixo, indicando o item correto. penal.
(A) Se a decisão sobre a existência da infração de- 70
pender da solução de controvérsia, que o juiz Tratando-se de competência penal, de acordo com
repute séria e fundada, sobre o estado civil das que está descrito no Código de Processo Penal e a
pessoas, o curso da ação penal ficará suspenso jurisprudência do STJ sobre o tema, analise os itens
até que no juízo cível seja a controvérsia dirimi- a seguir, indicando a resposta correta.
da por sentença passada em julgado, sem pre- I – Segundo entendimento jurisprudencial, é ab-
juízo, entretanto, da inquirição das testemunhas soluta a nulidade decorrente da inobservância
da competência penal por prevenção, que deve
e de outras provas de natureza urgente. Se for
ser alegada em momento oportuno, sob pena
o crime de ação pública, o Ministério Público,
de preclusão.
quando necessário, promoverá a ação civil ou II – Os crimes praticados a bordo de aeronave na-
prosseguirá na que tiver sido iniciada, com a ci- cional, dentro do espaço aéreo correspondente
tação dos interessados. ao território brasileiro, ou ao alto-mar, ou a bor-
(B) Poderão ser opostas as exceções de suspeição, do de aeronave estrangeira, dentro do espaço
litispendência, ilegitimidade de parte e coisa jul- aéreo correspondente ao território nacional,
gada, salvo incompetência do juízo. serão processados e julgados pela justiça da
(C) A arguição de suspeição precederá a qualquer comarca em cujo território se verificar o pouso
outra, ainda quando fundada em motivo super- após o crime, ou pela da comarca de onde hou-
veniente. ver partido a aeronave.

Técnico Judiciário Auxiliar – Área Judiciária Página 39


Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas – 2018 FGV – Projetos

III – Os crimes cometidos em qualquer embarcação


nas águas territoriais da República, ou nos rios
e lagos fronteiriços, bem como a bordo de em-
barcações nacionais, em alto-mar, serão pro-
cessados e julgados pela justiça do primeiro
porto brasileiro em que tocar a embarcação,
após o crime, ou, quando se afastar do País,
pela do último em que houver tocado.
Quantos às afirmações descritas, pode-se afirmar
que:
(A) Todos os itens estão corretos.
(B) Estão corretos os itens I e II.
(C) Está correto o item I.
(D) Está correto o item III.
(E) Estão corretos os itens II e III.

Letra e.
I – Errado. É relativa – TESE N. 5 – EDIÇÃO N.
72 – JURISPRUDÊNCIA EM TESES DO STJ – É
relativa a nulidade decorrente da inobservância
da competência penal por prevenção, que deve
ser alegada em momento oportuno, sob pena de
preclusão.
II – Certo. Art. 90. Os crimes praticados a bordo
de aeronave nacional, dentro do espaço aéreo
correspondente ao território brasileiro, ou ao alto-
mar, ou a bordo de aeronave estrangeira, dentro do
espaço aéreo correspondente ao território nacional,
serão processados e julgados pela justiça da
comarca em cujo território se verificar o pouso após
o crime, ou pela da comarca de onde houver partido
a aeronave.
III – Certo. CPP, Art. 89. Os crimes cometidos em
qualquer embarcação nas águas territoriais da
República, ou nos rios e lagos fronteiriços, bem
como a bordo de embarcações nacionais, em alto-
mar, serão processados e julgados pela justiça do
primeiro porto brasileiro em que tocar a embarcação,
após o crime, ou, quando se afastar do País, pela
do último em que houver tocado.

Técnico Judiciário Auxiliar – Área Judiciária Página 40