Você está na página 1de 243

DIGITALIZAÇÃO: PREGADOR JOVEM

Ev. Eron Santos

ESBOÇO
DE

VOLUME II

CVRITIBa - PR
2001
Copyright © 2000 - Eronildes Pereira dos Santos
Todos os direitos reservados ao autor

Diagramação: Mareia S. Santos

Ia Edição - Julho de 1999


2a Edição - Setembro de 1999
3a Edição - Revista e ampliada - Março de 2000
4;‘ Edição - Maio de 2000
5a Edição - Setembro de 2000
6a Edição - Fevereiro de 2001

Santos, Eronildes Pereira dos

ISBN

1. Sermonário 2. Estudos Bíblicos

2001
Proibida a reprodução total ou parcial.
Endereço para contato e pedidos:
C o n f e r ê n c ia d a Ú ltim a H o r a E d ito r a e C om .
D e L iv r o s

Rua Padre Arnaldo Janssen, 458 - Cajuru - Cep. 82980-070


Curitiba - Paraná - Brasil
Televendas: Fone/fax (0xx41) 226-1747
Celular: (0xx41) 9988-0306
Dedicatória

Dedico em primeiro lugar à Deus pela sabedoria que Ele


me concedeu para realizar esta obra e a minha querida esposa
Mareia, aos meus filhos Jônatas e David, e aos obreiros que me
apoiaram; e particularmente ao pastor Alvino Borba, e ao
diácono Manoel de Mattos e aos demais que militam na obra do
Senhor.

Que Deus abençoe a todos

O Autor
Apresentação

Os últimos anos têm trazido surpresas muito especiais,


línqiwtnlo vidas são tomadas sob o peso do adversário, para suas
■ali/ações daninhas, na casa de Deus a bênção sagrada de
inspiração vem derramando mais abundantemente, para aumentar
ais a nossa alegria.
Dessa bendita inspiração, novos escritores surgem no seio
da Assembléia de Deus.
Como resultado dessa dinâmica do Espírito Santo de Deus,
o irmão Eron Santos traz a lume o seu segundo livro, ele trata da
palavra de Deus; que é lâmpada para os pés, luz para o caminho,
pão para o faminto, água para o sedento, mapa para o viajor e a
verdade que santifica.
Faço esta apresentação a pedido do meu querido irmão, na
convicção de que será mais um instrumento de bênçãos e
edificação espiritual.
Esboço de Estudos e Mensagens Volume II é um livro
para ser estudado e lido, apreciado e meditado, sempre para a
glória do Senhor Jesus, a quem dedicamos toda a honra, glória e
gratidão de nossa alma.

Pastor M. Douglas Scheffel


P a sto r V icc-P rcsid cn tc das A ssem bléias d c D e u s c m C uritiba
Prefácio

liste segundo volume de esboços é para complementar o


primeiro, pois com ele você terá mais desenvoltura quando for
ministrar a palavra de Deus, contêm mensagens inspiradas por
Deus, as quais já estão prontas, para você manusear, é uma
coleção de esboços que abrangem os pontos principais das
sagradas escrituras como: evangelismo, avivamento, salvação de
almas, batismo com o Espírito Santo, e etc...

O Esboço de Estudos e Mensagens trás para você uma


coleção de esboços, para que você possa ministrar ao longo dos
anos, e fortalecer tanto a sua pessoa, que vai manuseá-lo como aos
outros que vão te ouvir.

Que Deus abençoe a todos na pessoa bendita de Jesus


('risto.

O Autor
A Deus

“Desde o início de nossa caminhada,


Tu estavas conosco.
Dias e noites se passaram.
Vitórias foram conquistadas,
Derrotas foram superadas.
Amizades foram criadas,
Conhecimentos foram adquiridos
E agora que alcançamos o nosso objetivo,
Vimos Te louvar, Te engrandecer e Te oferecer
Humildemente a vida, o amor, a felicidade
Enfim a vitória deste momento.

Obrigado, Senhor.”
índice em ordem alfabética
Parto I Ksboços B íb lic o s........................................................................................ 01
A Io a de Deus ( o ) ......................................................................................................... 03
Anjos Ministradores de D e u s .................................................................................... 04
Apocalipse a hora da verdade..................................................................................... 05
Aquietai-vos e sabei que eu sou Deus ...................................................................... 07
Autoridade do sangue de J e su s.................................................................................. 08
li; a lha da oração ( a ) ....................................................................................................09
Iicnçàos de Deus sobre os justos (as) 11
Iloas razões para continuar com E le ............................................................................12
lUiscai-me e v iv e i.......................................................................................................... 14
( antico de um venced or...............................................................................................18
( arregado por quatro I I ................................................................................................. 13
C arros de Deus (os) 15
Chamada de Deus na vida do homem ( a ) .................................................................. 16
Cheiro do sacrifício diante de Deus ( o ) .....................................................................17
Cinco atitudes aprovadas por D e u s........................................................................... 20
Cinco cânticos do apocalipse ( o s ) ............................................................................ 22
Cinco coisas perdidas pelo homem (a s ).................................................................... 23
Cinco coisas que aconteceriam se Cristo não houvesse morrido..........................19
Cinco fases da igreja ( a s ) ............................................................................................ 21
Cinco grandes perigos na vida do verdadeiro obreiro............................................26
Cinco ocasiões em que a porta esteve fechada.........................................................23
Cinco operações da graça de D e u s .............................................................................24
Cinco passos da mulher do fluxo de san gu e............................................................ 27
Cinco pontos principais que o obreiro deve obedecer...........................................29
Cinco razões pelas quais o crente deve orar 70
( ‘inco segredos da Igreja primitiva ( o s ) .................................................................... 30
( ‘inco sinais específicos da identidade de J esu s....................................................... 31
( oisas mais importantes ( a s ) ......................................................................................32
( oiiio entrar nas dispensas de D e u s...........................................................................33
( 'orno tomar posse da Bênção I I ................................................................................. 28
( ‘orno tomar posse da Bênção III.................................................................................10
( onhcccndo à D e u s .......................................................................................................34
( onhcccndo os mistérios de D e u s..............................................................................38
( onsequcncias de uma traição....................................................................................35
( onservando as coisas de D e u s ................................................................................. 36
( ‘onlraste entre duas traições ( o ) ................................................................................ 37
Cumprimento da palavra ( o ) ......................................................................................42
( ‘usto do o. ário da redenção ( o ) ............................................................................... 25
Do. Jord ão...................................................................... ............ ..................39
Determinação e a incredulidade (a )........................................................................ 41
Deus de batalha ( o ) .................................................................................................... 44
Deus está no meio d e la ............................................................................................. 43
Dois jard ins................................................................................................................. 45
Dossel de b ên çã o s..................................................................................................... 48
Doutrina da oração ( a ) ............................................................................................. 64
Doutrina do perdão ( a ) ............................................................................................. 47
Duas grandes oportunidades (a s )............................................................................49
Efeitos da transformação ( o s ) ..................................................................................,51
Eis o Cordeiro de D e u s.............................................................................................. 52
E já a última hora........................................................................................................53
Ele mudou o mundo e triunfantemente saiu vitorioso.........................................54
Em busca de pod er......................................................................................................46
Entendes tu o que lê s ? ................................................................................................56
Esconderijo dos homens de Deus no passado ( o ) ...............................................55
Espírito Santo se apoderou de Davi trazendo três qualidades ( o ) ..................... 58
É tempo de cantar........................................................................................................ 68
E tome outro o seu o fíc io ........................................................................................... 59
Falido por permissão divina c restaurado pelo poder de D e u s...........................57
Falta-te uma c o is a ......................................................................................................60
Fazendo m issões no mundo em afliçã o ..................................................................61
Garantia ao ven ced or................................................................................................ 62
Glória do Senhor se manifestará ( a ) ...................................................................... 63
Grande A vivam ento.................................................................................................. 65
Grande dívida ( a ) ........................................................................................................ 67
Grande e imensurável amor de Deus pelo homem ( o ) ........................................69
Grandes efeitos da oração (os) ........................................................................71
Grandes efeitos do vento na Bíblia (os) 73
Grandes efeitos espirituais na vida do crente cheio ce poder 75
Grandes tesouros espirituais 78
Guarda as saídas da vida 74
Homem antes e depois da salvação (o) 79
Homem de visão (6 tipos de visão) 77
Homem que Deus procura ( o ) .................................................................................. 80
Importância do amor de Deus ( a ) ............................................................................ 81
Imutabilidade de Deus e a necessidade de mudança para o homem ( a ) ...........82
Jesus a luz do m undo...................................................................................................98
Jesus dá novo tipo de v id a ......................................................................................... 83
Jesus como um tipo de Cristo................................................................................... 85
Lembrai-vos da mulher de Ló II...............................................................................84
Levanta-te, resplandece.............................................................................................89
Levanta-te ... E v e m ...................................................................................................91
I evania to para resplandecer.................................................................................... 92
I *ao do Vaso ( a ) ......................................................................................................... 87
I umenlo pelo sangue...............................................................................................93
I S e n h o r ........................................................................................................95
I que liberta ( o ) ............................................................................................... 96
Maior traição da história ( a ) ........................................................................................97
Maravilhoso perdão de Deus ( o ) .............................................................................100
M eia-noile na bíblia ( a ) ...............................................................................................99
Mensageiros de más mensagens ( o s ) ....................................................................... 90
Mestre está aqui e te chama ( o ) ............................................................................... 102
M islérios revelados e os que estão em oculto ( o s ) .............................................. 103
Montes sim bólicos da Bíblia (os) 104
Nào temas crê tão somente 72
Necessidade de ter a glória de Deus conosco (a ) .................................................. 101
Necessidade do arrependimento (a) .....................................................................105
No deserto tem uma porta aberta.............................................................................106
Noite vem (a ).............................................................................................................. 107
No nome de Jesus há vitória....................................................................................114
Nossa participação no mundo espiritual.................................................................. 88
Obra do Espírito Santo ( a ) ....................................................................................... 94
( )breiro, a unção e a mensagem ( o ) ........................................................................ 109
Obreiro e sua vocação divina ( o ) ............................................................................116
( )breiro e sua vida particular ( o ) ..............................................................................110
Oito virtudes do sangue de Jesus (a s ).....................................................................111
Onde buscar a p az?.................................................................................................... 113
Onde e stá s? ................................................................................................................. 115
Oração é uma chave que: (a) 108
Para onde olha v o c ê ? .................................................................................................118
Para que um avivam ento..........................................................................................117
Para um lar ser f e liz ....................................................................................................119*
Pedras vivas 121
Perigo de voltar atrás (o) 131
Perigos do pecado e os resultados da obediência (os) 125
Poder da oração I (o) 158
Poder da oração II (o) ....... 123
Poder de Deus que habita em você ( o ) .................................................................. 126
Poder do louvor ( o ) .................................................................................................... 127
Poder do sangue de Jesus ( o ) ....................................................................................128
Poder do sofrimento ( o ) ............................................................................................ 129
Poder eficaz da oração permanente ( o ) .................................................................12^
Porque devemos amar a Jesus?............................................................................... 132
Porque tino ir no c é u .................................................................................................... 76
Porta vai se fechar (a) 133
Presença do Senhor ( a ) .............................................................................................134
Presença maravilhosa de Cristo entre as igrejas (a ) .......................................... 135
Problemas e vitórias na vida de uma m ulher....................................................... 136
Pródigo em três tempos (o) 137
Profetas e as profecias falsas (os) 138
Prontos para fazer a vontade de Jesus 139
Provado pelo fogo 140
Qual a tua petição? 142
Qualidades de um cristão que serve ao Senhor (a s )............................................141
Quando Deus não ouve as orações 144
Quando o homem se encontrar............................................................................... 143
Quatro ações da mulher cananéia (a s )...................................................................... 145
Quatro armas que Gideão usou na batalha (a s ).......................................................146
Quatro aspectos da operação de D e u s ..................................................................... 148
Quatro atitudes aprovadas por D e u s.........................................................................147
Quatro características da verdadeira igreja.............................................................149
Quatro características de um en viad o..................................................................... 150
Quatro classes de pessoas que aparecem neste even to...........................................151
Quatro coisas que Isaías v iu .......................................................................................146
Quatro condições indispensáveis para o homem ser salvo 152
Quatro dimensões insondáveis do amor de Cristo 172
Quatro fases da peregrinação de Israel ( a s ).............................................................140
Quatro grandes resultados provenientes do en sin o .................................................86
Quatro juízos de Deus executado sgundo a sua ira................................................ 155
Quatro momentos na vida espiritual do crente antes do arrebatamento 153
Quatro propostas de Faraó para Israel ficar no Egito 147
Quatro provações da mulher cananéia (as) 156
Quatro qualidades procuradas por Deus no hom em ...............................................141
Quatro razões porque Jesus voltará à este m undo..................................................161
Quatro segredos da vida cristã (os) 157
Quatro tipos de banquetes.......................................................................................... 159
Quatro tipos de fonte na b íb lia.................................................................................. 162
Quatro virtudes que têm no nome de Jesu s.............................................................. 163
Que acontece quando tocamos em Jesus? (o).......................................................164
Que diria o cientista ( o ) ............................................................................................ 165
Que éramos, o que som os e o que seremos (o).......................................................166
Que fazer com os gigantes?..................................................................................... 170
Que fazer quando não há mais esperança ( o ) ........................................................167
Quem dirá as verdades de D eus?............................................................................. 168
Quem dizem os homens ser o filho do homem? 169
Quem olha o vento nunca sem eará..........................................................................171
Requisitos para ir ao céu 165
Sabedoria (a) 185
'alv; ào aos olhos de Deus 173
'alvai vos! 174
•tio- 175
Seis clamores do mundo (os) 176
Sem lenha o fogo se apagará..................................................................................... 177
aspectos da fé 178
Sete aspectos da vida de Jó ( o s ) ..................................................................................179
Sete maneiras de olhar................................................................................................. 181
Sete passos para a salvação.........................................................................................183
Sele resultados da graça de Deus no hom em ........................................................... 186
Sete selos na B íb lia .......................................................................................................187
Sinal de Deus ( o ) .......................................................................................................... 189
Sucesso da pregação e a posição do pregador (o) 191
Toque de Deus ( o ) .........................................................................................................212
Tragédias ocorridas na vida de um obreiro (as) 192
Transformado por Deus para ser cheio do Espírito Santo 193
Três advertências à igreja............................................................................................ 197
Trcs classes de crente 180
Três classes de seguidores de C risto.........................................................................120
Três credenciais de Samuel ( a s ).................................................................................182
'IVês formas de estar na brecha 196
Três formas de procurar a Jesus 198
Três juízos após o arrebatamento...............................................................................195
Três lugares onde está o Cordeiro............................................................................. 198
Três maneiras de abrir os céus ........................................................................... 199
Três maneiras para que Deus se mova pelas nossas orações............................. 210
Três manifestações de Deus ( a s )................................................................................199
Três ofertas da arca (a s)............................................................................................... 200
Três perguntas de Deus (a s )........................................................................................201
IVês perguntas dos anjos ( a s ) ..................................................................................... 202
IVês portas que Deus abre........................................................................................... 203
Trcs profecias que se cumprem no Novo Testamento.........................................204
IVcs requisitos do arrebatamento ........ 205
I I cs tipos de crentes..................................................................................................... 206
1'ics iipos do s e d e .......................................................................................................... 207
11mulo ( o ) ......................................................................................................................208
lu d o se loz n o v o ........................................................................................................... 209
l Hlnu; advertência ( a ) ................................................................................................ 211
t hn tipo de obreiro desqualificado............................................................................218
t Imcoqne \\ a v ilh a s(o )...................................................................................213
Valor do sangue de Jesus ( o ) ......................................................................................215
Vencendo as barreiras................................................................................................ 216
Volta do filho pródigo (a ) .......................................................................................... 217
Parte II - C om entários B íb lic o s........................................................................... 219
Algumas pessoas como figura do arrebatamento................................................ 232
A vivam ento...................................................................................................................221
Cinco pedras de Davi ( a s )..........................................................................................223
Comentários sobre escatologia................................................................................ 236
Como florescer em seu m inistério.......................................................................... 222
Comparação entre Mateus 25 e Apocalipse 2 0 .................................................... 230
Defeitos dos crentes que não oram ......................................................................... 223
Depois ..........................................................................................................................223
Deus deseja tomar seus sonhos em realidade........................................................228
Eis uma pergunta que está causando p olêm ica.................................................... 224
Epitáfio do túmulo de Jesus ( o ) ............................................................................... 225
Epitáfio de um túmulo na Inglaterra........................................................................ 225
Fatos e particularidades daB iblia............................................................................. 231
Glória e ju stiça..............................................................................................................226
Isaque o filho ofertado................................................................................................234
Jesus é tud o................................................................................................................... 227
Jesus homem, Jesus D e u s.......................................................................................... 224
Maravilhoso tem p lo ................................................................................................... 235
M oisés um tipo de C risto........................................................................................... 233
Oito coisas grandes...................................................................................................... 221
O raré.............................................................................................................................. 229
Várias maneiras de se apaixonar por seu m inistério............................................ 226
Vida de Adão no Éden e o crente hoje ( a ) ............................................................... 229
Você é o que determina s e r ........................................................................................238
Parte III - Estudos B íb lico s.................................................................................... 237
Onde e sta s? ........................................................................................................ 243/245
O santo homem de D e u s..................................................................................239/242
Parte I

Esboços

Bíblicos
lema: A batalha da oração
1. Batalha contra as misérias dos homens
I Repreendia as enfermidades e os demônios Mc 1:32-39
( orrii muita gente para Jerusalém, conduzindo enfermos e
alormenlados de espíritos imundos; os quais todos eram curados
Al 5 16

II. Batalha contra as hostes malignas


1 Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar
firmes contra as astutas ciladas do diabo E f 6 :11
2. Pois não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas contra os
principados e potestades, contra os poderes deste mundo
tenebroso, contra as forças espirituais da maldade nas regiões
celestiais Ef6:12

III. Batalha contra a tentação


I Tendo jejuado 40 dias e4 0 noites foi tentado pelo diabo Mt 4:1-6
2.Não veio sobre vós tentação senão humana, e fiel é Deus que não
vos deixará tentar além do que podeis resistir, antes com a tentação
ilará também o escape, para que a possais suportar I Co 10:13

IV. Batalha contra a aflição e as enfermidades


I ( 'onfessai as vossas culpas uns aos outros e orai uns pelos outros
p; a que sareis ; a oração feita por um justo pode muito em seus
•feitos Tg 5:13-16
I '. levantando-se tomou logo o seu leito e saiu em presença dc
Iodos, dc sorte que todos se maravilharam e glorificaram a Deus
tli/eiulo: nunca tal vimos Mc 2:12
í A mulher do fluxo de sangue corria desesperadamente para
em onirar solução para sua enfermidade Mc 5:25

V. Batalha contra a ansiedade e a inquietação


I N; 'stejais inquietos, por coisa alguma: antes as vossas
peliçoes sejam cm tudo conhecidas diante de Deus pela oração c
súplicas.... Fp 4:6-7
2. Confia no Senhor e lança sobre Ele toda a vossa ansiedade, por
que Ele tem cuidado de vós SI 39:6

VI. Batalha contra muitos pecados


1. Eis que estamos diante de ti com o nosso delito; porque ninguém
há que possa estar na sua presença por causa disso Ed 9:6-15
2. Adão e Eva se escondem da face do Senhor pois o seu pecado era
grande G n3:10

VII. Batalha contra a vontade humana


1. O apóstolo Paulo relata, sobre a vontade da carne, aquilo que
ele queria fazer de b o m , ele não fazia, mas o mal que ele não queria
fazer, ele fazia Rm7:15
2. Mas para nós que servimos ao Senhor, já crucificamos a nossa
vontade com no mundo, já estamos crucificados para o mundo
G16:14

Tema: Como tomar posse da bênção III


I. Ouvindo a palavra de Deus
1. A fé vem pelo ouvir e ouvir a palavra de Deus Rm 10:17
2. O raçãoeação
3. Abraão pela fé Rm 4:16-17
4. A fé é o firme fundamento Hb 11:1

II. A oração eficaz que chega até o trono de Deus


1. Daniel Dn 6:11,21-22
2. Elias I Rs 18:37-38-o poder da oração e seus efeitos

III. Determine com as suas palavras a bênção


1. Há poder em suas palavras - para determinar as bênçãos
2. Palavra de Jesus Mt 8:8 -com base de autoridade
3. Pedro se baseia nas palavras de Jesus e o milagre acontece.
l ema: O cheiro do sacrifício diante de
Deus
Ex 30:34-38, Sl 150:6

1. Kstoraque - resina encontrada no oriente


I Busca distante
2. Oração - a oração é a chave geradora que abre a caixa forte de
Deus

II. Onicha - líquido extraído de uma concha no Mar Vermelho


I Busca nas profundezas
2. Palavra - temos que nos aprofundar na palavra do Senhor

III. Gálbano - planta encontrada na Arábia


1 Busca no deserto
2. Louvor - o salmista nos recomenda a louvar ao Senhor

IV. Exalava o perfume em contato com as brasas do altar (pó)

Comentário:
A Bíblia dedica um livro inteiro ao louvor Salmos, 150 capítulos
a. Louvar ao Senhor
b. Porque louvar, porque Ele é bom
c. Com que, com tudo o que há em mim

1 .0 cheiro do sacrifício
a. Cheiro suave Gn8:21

2 .0 cheiro da roupa
a. É como o cheiro do campo Gn 27:27

3 . 0 cheiro da casa
a. Cheiro de ungüento Mc 14:3
b. Cheiro do ungüento J o l2 :3
4 . 0 cheiro em todo lugar
a. Cheiro do conhecimento 11 Co 2:14

5 .0 cheiro vindo de Sabá (juramento)


a. Cheiro de ouro e incenso Is 60:6

6 . 0 cheiro sobre os pães


a. Cheiro de incenso puro Lv24:7

O sacrifício que agrada a Deus


a.Sacrifício de louvor, beneficência e comunicação Hb 13:15-16

Tema: Cântico de um vencedor


Jz5:12
I. Desperta
I. Desperta desta monotonia
2í Desperta deste comodismo
3. Desperta sai desta derrota e toma posse da vitória
4. Desperta porque Deus é contigo I Rs 19:5

II. Levanta
1. Levanta e toma uma posição
2. Levanta para guerrear
3. Levanta porque a hora já chegou
4 . 0 Senhor é contigo homem valente Jz 6:12

III. Entoa um cântico


1. Um cântico entoado de louvor à Deus Ex 15:20-21
2. Por mais uma etapa da prova vencida era com se fosse subir no
pódio em primeiro lugar.
Tema:Cinco coisas que aconteceriam se
Cristo não houvesse morrido
Jo 12:24
Introdução
Podemos analisar neste versículo que Jesus proferiu a
grande importância que este nos mostra sobre a sua morte na cruz
do calvário e vamos analisar os 5 pontos importantes sobre o que
poderia ter acontecido se Cristo não houvesse morrido.

I. Se Cristo não houvesse morrido não haveria resgate


1. Resgate no grego (lutron: comercial) Mc 1:45
2. Fomos comprados por um bom preço I Co 6:20
3. Resgatados pelo sangue de Jesus IP e 1.18-19
4. Se Cristo não houvesse morrido ainda estaríamos subjugados
ao pecado vendidos à Satanás e condenados ao inferno

II. Se Cristo não houvesse morrido não haveria libertação


I.A profecia de Isaías diz que Ele veio libertar os fracos e
oprimidos
2 .0 pecado roubou a liberdade do homem
3 .0 mundo vive uma falsa liberdade Jo 8:36
4 . 0 homem só tem a liberdade através de Jesus que é o caminho, a
vcrdadeeavida Jo 14:6

III. Se Cristo não houvesse morrido não haveria expiação


I Iixpiar significa lavar o pecado ou purificar o pecado
. Falar sobre o dia anual da expiação e sua importância
* I)eus ofereceu Jesus como expiação ao mundo Is 53:10
I A expiação em sua forma pura está consumida na cruz do
•alvário

IV. Se ( risto não houvesse morrido não haveria reconciliação


I I' slabdecer par entre duas pessoas; ou unir duas pessoas
. Nos á amos inimigos de Deus Rm5:10
3. A lei e os profetas de nossa reconciliação II Co 5:17-19
4 . Ilustrar a parábola do filho pródigo Lc 15:21-24

V. Se Cristo não houvesse morrido não haveria um novo


caminho
1. Ele nos consagrou um novo e vivo caminho
2. Jesus nos disse que Ele é o verdadeiro caminho para o Pai
3 .0 diabo mostra muitos caminhos, mas nenhum leva à Deus
4. Que Jesus é o caminho da salvação, da paz, alegria e felicidade.

Comentário:
Todos nós cristãos devemos reconhecer o valor da morte de Cristo
na cruz do calvário e aceitar o grande amor de Deus.

Tema: Cinco atitudes aprovadas por


Deus
I. Do filho pródigo
1. Ao levantar-se e ir ter com seu pai Lc 15:18
2. O reconhecimento do erro

II. De Pedro
1. Após negar a Jesus por 3 vezes
2. Depois veio o arrependimento

III. De Jacó
1. Ao voltar para Canaã Gn 31.18

IV. De Moisés
1. Ao interceder por Israel no caso do bezerro de ouro Ex 32:1 ü
2. Consumir o povo e fazer de Moisés uma grande nação

V. De Salomão
1. Ao pedir a Deus sabedoria II Cr 1.10-11
Tema: As cinco fases da igreja
I. Fase de perseguição
1. Levantou-se grande perseguição contra a igreja At 8 :1
2. Estevão é apedrejado e morre A t 7:59-60
3. Perseguição continuou Herodes lançou mão de alguns da igreja
4. Manda matar Tiago, lança Pedro na prisão At 12:1

II. Fase de rejeição


1. Eles rejeitaram os preceitos de Deus Mc 7:9
2. Agripa rejeita a opinião de Paulo a respeito da salvação At 26:28
3. A maior parte das pessoas rejeitam o Evangelho
4 . 0 Sinédrio rejeitou os discípulos, os judeus também os
rejeitaram At 4:12-17

III. Fase de aceitação


I .Nos dias que vivemos a maioria aceita, mas não quer se envolver
2.E tem outras qualidades de pessoas que lhe aceita e permanece
cm Cristo
3. Eles aceitam o Evangelho mas não se envolvem
4. O centurião reconhece o poder daPalavra, e aceita quando Jesus
determina a bênção Mt8:5-13

IV. Fase de admiração


1.E todos se admiraram assustadoramente como a igreja
evangélica está crescendo
2.A preocupação dos católicos é que os evangélicos estão
crescendo de uma forma assustadora

V. Fase dc imitação
1 I lo je eles imitam (denorex parece mas não é), nas mensagens
líles imitam nos cânticos, isso é nada mais que um sistema do
diabo para confundir até mesmo os escolhidos
i () Padre Marcelo Rossi é um exemplo vivo e real da imitação
4 .0 Padre Zeca é outro que tem se levantado para imitar os
evangélicos e com isto confundir a cabeça até mesmo dos
escolhidos de Deus que perguntam: "mas isso é de Deus ou do
diabo", e eu lhe respondo que sem dúvida nenhuma é o trabalhar de
Satanás nos dias do fim.

Tema: Os cinco cânticos do apocalipse


Ap 19:1-9,24

I. O cântico da criação
1.Digno é o Cordeiro, que foi morto, de receber o poder, e riquezas,
e sabedoria, e força, e honra, e glória e ações de graças. E ouvi a
toda a criatura que está no céu, e na terra, e debaixo da terra, e que
está no mar, e todas as coisas que neles há, dizer: ao que está
assentado sobre o trono, e ao Cordeiro sejam dadas ações de graça
e honra e glória e poder para todo o sempre Ap 5 :12 - 14

II. O cântico da salvação


1.Depois destas coisas, todas as nações e tribos e nações, e línguas
estarão diante do trono, e perante o Cordeiro Ap 7 :9-12

III. O cântico da remissão


1. Um novo cântico, uma nova terra Ap 14:1 -3

IV. O cântico da libertação


1. E vi os que saíram vitoriosos da besta, e da sua im agem , e do seu
sinal, e do número do seu nome, que estavam junto do mar de vidro
e tinham as harpas de Deus Ap 15:2-4

V. O cântico da vitória
1.Vinde e ajuntai para a grande ceia do Senhor pois já todos foram
vencidos Ap 19:17-21
Tema: Cinco ocasiões em que a porta
esteve fechada
Gn 28:10-19

I. Porta fechada para buscar a Deus


I.Revelação dos mistérios M t6:6

II. Porta fechada para receber o milagre


1.Multiplicação do azeite II Rs 4:1 -7

III. Porta fechada para escapar do destruidor


1.A morte dos primogênitos Ex 12:1 -23

IV. Porta fechada para a festa das bodas


1.Recepção privada para os convidados Mt 25:10

V. Porta fechada da arca no início do dilúvio


1. Fim da oportunidade Gn 7:11 -23
2 .0 conselho da palavra de Deus Is 26:20

Tema: As cinco coisas perdidas pelo


homem Ap3:ii
I. A vida eterna perdida por Adão
I G n2:16, Gn 3
II. A alegria da salvação perdida por Davi
I Sl 51:5
III. A filiação perdida pelo pródigo
I l.e 15:12-32
IV. () machado perdido por um dos moços de Eliseu.
I II Rs 6:6
V. <) livro da lei perdido na casa do Senhor
I II C r 34:15
A; -a levada pelos filisteus IS m 4
Tema: Cinco operações da graça de Deus
Gn6:8

I. A graça para a salvação


1. A graça de Deus se mani festou... Tt 2:11

II. A graça para vencer aprovação


1. A minha graça te basta... II Co 12:9

III. A graça para crescimento espiritual


1.0 menino crescia em graça... Lc2:52

IV. A graça super abundante sobre o pecado


1.Mas onde abundou o pecado... Rm 5:20

V. A graça repartida a cada um


1. E em todos eles havia abundante graça At 4:3 3

O advogado: tem base para defender

O p ecad or: tem a graça de Deus


Tema: O custo do cenário da redenção
Lc 23:33-43
I. Deus preparou a redenção
1. Dando o seu único filho
2. Para a salvação do mundo

II. A festa das Bodas do Cordeiro


1. Vai ser uma festa para os escolhidos

III. A festa do retorno do filho pródigo


1. Festejaram com alegria
2. Recebeu de volta o que tinha perdido

A oportunidade
1. ParaPilatos
.Jo 18:38

2. Para o cego de Jericó e Zaqueu


Mc 10:46

3. Para a mulher com fluxo de sangue


Mc 5:25

4. Para o paralítico de Betesda


. Jo 5:1-7

5. A mulher de Ló
. Gn 19:15-26
Tema: Cinco grandes perigos na vida de
um verdadeiro Obreiro
I. Desejo desavorado de subir - impaciência
1. Abimeleque Jz 9:1 -6 Persuadiu o povo para que ele fosse rei
2. Muitos querem subir matando os outros.

II. Possuir temperamento e ações de um ditador


1. Jezabel e Acabe mataram os profetas, para não perder a posição
I Rs 19:2-3
2. Elias seria o próximo, você pode estar na mira do diabo, mas
tenha certeza que você está sob a proteção de Deus

III. Insubmissão
1. O que rejeita a correção menos presa a sua alma, mas o que
escuta a repreensão da vida, no meio dos sábios farão a sua
morada. O temor do Senhor é a instrução da sabedoria, e diante da
honra vai a humi Idade Pvl5:32-33
2. Absalão se levanta contra seu pai (Davi) e quer reinar em seu
lugar H Sm 15:1-13 e 18:15

IV. Pensar que é auto suficiente


1. Nabucodonozor Dn 4:30-31
Ele pensa que é, mas nós sabemos que ele não é
2. A síndrome de Nabucodonozor, foiam esm adeL úcifer, que se
achava o próprio, mas foi rejeitado

V. Pensar que é insubstituível


l.S a u lIS m 15:27-28 Deus não precisa de grande, nem de quem já
nasce sabendo
2. Deus procura os pequenos para Ele fazer grande, e os que não
sabem para Ele ensinar.
l ema: Os cinco passos da mulher do
fluxo de sangue
Mt 5:25-28
Aflição pois, era um fluxo uterino contínuo, ela muito
padecera nas mãos de vários médicos, tendo despendido tudo
quanto possuía, sem contudo nada aproveitar antes pelo contrário,
indo dc mal a pior. Lucas com freqüência tem citado isto para
prova dc que o autor Lucas - foi médico amado.

1. () passo da confiança
I PoreiNele a minha confiança Hb 2:13
2 . 1: por Cristo que temos tal confiança em Deus II Co 3:4

11.0 passo da perseverança (paciência)


I Sabendo que a tribulação produz perseverança Rm 5:3
2. A prova da nossa fé desenvolve a perseverança Tg 1:3

III. O passo da fé
I Tomando sobre tudo o escudo da fé E f 6:16
2.1 ista é a vitória que vence o mundo, é a nossa fé I Jo 5 :4

IV. C) passo da esperança


I Pois Ele livra o necessitado Sl 72:12
2 . 0 qual em esperança creu Rm 4:18

V. O passo da credibilidade
1 Passo final, da vitória
2 () atleta só tem a vitória quando cruza a linha de chegada
A vitória é daqueles que vão até o fim Dn 12:13

<)s 4 grupos que seguiam a Jesus neste evento:


a ( >s inlereceiros só seguiam Jesus no interesse da
multiplicação de pães e peixes
I) <>s i i ilicadores - só iam atrás das mensagens e dos milagres
c. Os curiosos - só seguiam Jesus para saber se era Ele mesmo que
fazia os milagres
d. Os adoradores - mas tinha um grupo que o seguia para sentir a
presença de Deus e adorar ao Senhor

Duas coisas aconteceram quando a mulher tocou em Jesus


a. Ela sentiu que foi curada
b. Jesus sentiu que Dele saiu virtude

Tema: Como tomar posse da bênção II


I. Nunca desista do combate da fé
1. A mulher cananéia - não desistiu Mt 15:28
2. A mulher do fluxo de sangue - alcançou seu objetivo Mc 5:25
3 .0 cego de Jericó - Bartimeu Mc 10:46

II. Coloque-se em condição para vencer


I .Deus convoca a Gideão para ser um vencedor Jz 6:34,7 -18
2 .0 Senhor dá condição para Ezequias vencer os seus inimigos
II Cr 32:20-21
3. Josafá depois da mensagem II Cr 20:15
4. Ezequias depois da afronta II Cr 32:8

III. Saia da derrota para tomar posse da vitória


1. A derrota de Israel por causa do pecado de Acã Js 7:5,8:21 -22
2. Josué toma posse da vitória, e vence os moradores de Ai Js 8:18
3. Israel derrotado, Deus levanta Gideão para dar a vitória Jz 6:12
4.Israel era desafiado pelos filisteus através de Golias , mas Deus
levanta a Davi I Sm 17:48-49
l ema: Cinco pontos principais que o
obreiro deve conhecer

1. A palavra de Deus
I Procura apresentar-te a Deus como obreiro que não tem de que
sc envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade II Tm 2:15
2. Seja preparado, a fim de que o homem de Deus seja perfeito
II Tm 3:17

II. Conhecer o próprio Deus


I Conheçamos e prossigamos em conhecer ao Senhor Os 6:3
2. No que Ele fez, na Bíblia e continua fazendo com seu grande
poder

III. O seu verdadeiro lugar e chamada


I Cada um fique na vocação em que foi chamado I Co 7 :20
2. B o chamou com uma santa vocação, permaneça em seu posto
de serviço I I T m l:9

IV. A vontade e direção de Deus


I Rogo-vos que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo,
santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional Rm 12:1
2 . 0 bispo seja irrepreensível, marido de uma mulher só. I Tm 3 :2

V. A igreja de Cristo, sua origem, sua constituição e seu futuro,


ctc.
I Eu sei as tuas obras, e o teu trabalho, e a tua paciência, e que não
podes sofrer maus; e puseste à prova os que dizem ser apóstolos e
o não são, e tu os achaste mentirosos Ap2:2
Tema: Os cinco segredos da igreja
p r im it iv a At 2:37-47
I. Era uma igreja que perseverava
1. Jesus disse para perseverarem em Jerusalém Lc 24:49
2. Somente 12 discípulos preservaram em busca de Deus At 1 13
3. A perseverança nos faz triunfar nas lutas
4. A oração de Daniel e as 70 semanas Dn 9

II. A igreja perseverava na doutrina


1. Em Oséias o povo foi corrompido por falta da doutrina Os 4:1 -2
2. Saul não perseverou na doutrina da obediência
3. Israel foi levado cativo porque não perseverou na doutrina
4. A situação mundial nos dias de hoje

III. Era uma igreja que tinha comunhão


1.0 que é união - Sl 133
2. Satanás quer desunir a igreja do Senhor na terra
3. Importância da comunhão com os irmãos
4. A vida de Davi e sua comunhão

IV. Era uma igreja que louvava a Deus


1. A Bíblia nos incentiva a louvar a Deus Sl 29
2. No louvor a Deus vencemos a batalha. II Cr 20:19
3. No louvor a Deus as correntes são derrubadas
4. Paulo e Silas em Filipo presos At 16:25

V. Era uma igreja cheia do poder de Deus


1. Após o Pentecostes - espalharam para o mundo
2. Pedro indo para o templo orar - a cura do coxo At 3:1 -10
3. Pedro que levou uma vida cheia do poder de Deus
4. Alguns testemunhos de vidas cheias do poder
Se nós observar-mos os segredos da igreja primitiva,
podemos também ser vitoriosos na vida cristã. Deus está pronto
para nos fazer vitoriosos
Tema: Cinco sinais específicos da
identidade de Jesus
Jo8:28

1. Um homem escolhido
I .Escolhido por Deus At 2:22
2.Deus não escolheu os anjos ou homens, escolheu seu filho
G14:4
3. Escolhido para buscar e salvar Lc 19:19

II. Um homem maravilhoso


I Is9:6
2. Nascimento maravilhoso Is 7:14
3. Vida e ministério maravilhosos Lc7:16-17
4. M orteeressurreição maravilhosas IC o 15:3-4

III. Um homem central


1. A árvore da vida está no meio Ap 22:2
2. Ele estava na cruz do meio Jo 19:18
3. No centro da Bíblia, da história, da igreja

IV. Um homem inesquecível


1 Vencedor da enfermidade e do pecado M t9
2. Vencedor dos demônios e do inferno Mt 8
3. Vencedor da morte e de satanás Mt 4

V. Um homem esperado
I Ele prometeu voltar Jo 14:18
2. Os sinais indicam que Ele está perto de voltar Mt24:3
3. listamos esperando hoje? Ap 22:20
Tema: As coisas mais importantes
Mt 23:23a

As coisas mais importantes da lei eram o juízo, a miséria e


a fé, quais hão de ser as coisas mais importantes do Evangelho?

I. O mais importante para desejar


1. Não deve ser a fama, que passa
2. Não deve ser a riqueza, que perece Lc 18:18
3. Deve ser a salvação, que permanece Sl 119:144

II. O mais importante para guardar


1. Não deve ser o dinheiro, que pode ser roubado
2. Não deve ser jóia, que a traça e a ferrugem corroem
3. Deve ser a palavra de Deus que é eterna Ap 3:8
4 . 0 coração Pv4:23

III. O mais importante para levar deste mundo


1. Não deve ser um lindo esquife, que fica no cemitério
2. Não deve ser um apreciável curriculum, não valeria no além
3. Deve ser o sangue de Jesus, que abre a porta do céu Hb 10:19

IV. O mais importante para possuir eternamente


1. Não deve ser uma casa sujeita à destruição
2. Não deve ser amigos que sempre falham
3. Deve ser a vida eterna, assim jamais pereceremos Jo 10:28

V. O mais importante para fazer hoje


1. Não deve ser um seguro de vida, é transitório
2. Não deve ser a compra de um automóvel, pode bater
3. Deve levar uma alma à Cristo, é prova de sabedoria (pode ser a
sua própria) Pv 11:30
Tema: Como entrar nas dispensas de
Deus
Lc ll:9 ,IIC r7 :1 4
1. Como entrar
I Só entra se estiver preparado
2. Só entram os escolhidos
3. Só os eleitos e todos aqueles que aceitaram Jesus

II. O que pegar?


I O que Deus tem preparado para você
2. Os tesouros escondidos ou as riquezas Is 49:1
3 .0 que estiver nos planos de Deus, para lhe dar

III. Como pegar


I Com a ordem do Senhor
2. Com orientação do Senhor
3. Deus não dá nada em consignação
4. Com a vontade permissiva de Jesus

IV. Como pagar


I O preço que você paga na obra do Senhor
2. Com as 4 condições para entrar no celeiro de Deus
3. A chave para você adquirir as bênçãos de Deus II Cr 7:14

a. Humilhar - a humilhação é a chave principal, para você entrar


no celeiro de Deus Is 38:3-5
h. Orar - a oração é uma arma para você abrir os celeiros de Deus
Dn 10:13
c. Buscar - você só adquire alguma coisa se buscar Is 55:6
d. Concerte-se dos seus maus caminhos
Vejamos a vida de Pedro, antes de se converter era uma lástima,
mas quando se converteu virou um instrumento de Deus.
Jesus disse: tudo que pedindo em oração crendo recebereis
A oração c a força geradora que abre a caixa forte de Deus
Comentário
Para nós entrar-mos na dispensa de Deus existe uma
chave, e essa chave chama-se oração, é uma arma vital para nós
conseguir-mos a nossa vitória, perante o Senhor

Tema: Conhecendo à Deus


I. Ele é eterno
r

1. E o começo de tudo A p l:8


2. Não podemos imaginar como Deus é At 17:29
3. Não podemos materializar Deus, apalpá-lo ou medi-lo, mas
podemos sentir-lhe At 17:29

II. Seus conhecimentos


1. Ele é o criador Gn 1:1, Is 6:6, At 7:50
2. E soberano,justo e poderoso Sl 97:1 -9
3. Sabe tudo e ninguém pode fugir Dele Sl 139:1-17
4. Éeternoeim utável A p l:8 ,T g l:1 7
5 .É am o r IJo4:9-10
6 . Éjuiz IIT m 4:8

III. Sua vontade à nosso respeito


1. Quer que nos arrependamos At 17:3 0
2. Quer que sejamos salvos IT m 2:3-4
3 .Q uerqueoobedeçam os Jo 14:23,Jo 8 :3 1 ,E f6 :6 ,IJo 2 :1 7
4. Quer que habitemos com Ele Jo 17:24, Jo l4 :3

A partir de hoje qual será a sua atitude em relação à Deus


Tema: Conseqüências de uma traição
At 1:25
Muitos desviam-se facilmente da igreja, pensando em
breve voltar à comunhão e tudo se nonnalizar. Porém não foi
assim com Judas.
I. Privilégio de Judas
1. Chamado pelo mestre Lc6:13-16
2. Era o tesoureiro executivo Jo 13:29
3. Alcançou graça no ministério At 1.17

II. O descuido de Judas


1. Não era fiel Jo 12:6
2. Deixou Satanás entrar Jo 13:27

III. O pecado de Judas


1 Concupiscência Mt 26:14-16
2. Traição M t26:48-49
3. Pecado consumado

IV. As conseqüências do pecado


Sobre Judas
1 Não recebeu perdão M t27:4
2. Suicidou-se Mt27:5
3. Foi riscado do livro Sl 69:28
4. Satanás à sua direita Sl 109:6
5. Julgado econdenado Sl 109:7
6. Oração em pecado Sl 109:7
7 Poucos os seus dias Sl 109:8
8. Seu lugar foi ocupado Sl 109:8

V. Sobre sua família


I Mulher viúva Sl 109:9
2 .Filhos órfãos, desprezados, m endigos e vagabundos
S l109-9-12
3. Sua descendência apagada Sl 109:13
Tema: Conservando as coisas de Deus
Ap 2:25
(simbolicamente)

I. Conservando o sal, para não se tornar insípido


1. Que a vossa palavra seja sempre agradável Cl 4:6
2. Comer-se-á sem sal o que é insípido? Jó 6:6
3. Sois o sal da terra Mt 5:13
4. Tens sal em vós mesmos? Mc 9:50

II. Conservando a doutrina para não nos igualar-mos com o


mundo
1. Alimenta com a Palavra da fé e da boa doutrina que tens seguido
IT m 4:6-10
2. Deve reter firme a fiel palavra, que é conforme a doutrina, para
que seja poderoso Tt 1:9-11

III. Conservando a lamparina para que não venha a terminar


o azeite e a luz venha a se apagar Mt 25:7-10
1. Tu ó Senhor mantém acesas as minhas lâmpadas Sl 18:28
2. Para iluminar o mundo Mt5:15

IV. Conservando o nome do Senhor para não vir escândalo


1. Ai daqueles por onde vêm os escândalos Mt 18:7
2. Desviai-vos dos escândalos Rm 16:17
Tema: O contraste entre duas traições

I. Judas traiu e morreu


1. Sejam poucos os seus dias e tome outro o seu ofício Sl 109: K
2. Entregou Jesus por 30 moedas de prata, como foi profetizado
Zc 11:12-14 e Mt26:15
3 .0 seu arrependimento tardio Mt 27:3-4
4. Foi escolhido para discípulo, porém chamado diabo Jo 6:70-7
5. A traição gerou a morte Mt27:5

II. Pedro traiu e se converteu

Antes do Pentecoste
1. Era um homem presunçoso Mt 26:33
2. Era despreocupado Mt 26:40
3. Ele seguia a Jesus de longe Mt 26:58
4. Sentava junto de más companhias Jo 18:18
5. Foi transformado de um carnal:
a. Que cortara a orelha de Malco Jo 18:10-11
b. E negara a Jesus por 3 vezes Mc 14:70-71

Depois do Pentecoste
1. Ficou valoroso e inabalável At 4:19-20, Jo 5 :28-29,40,42
2. Depois do Pentecoste ele se transformou em uma rocha para se
cumprir a profecia de Jesus Cristo Mt 16:18
Tema: Conhecendo os mistérios de Deus

Alguns aspectos da vida de Moisés Lc 8:1 ü, Dt 29:29

I. Quem busca é porque crê


1. Moisés busca a Deus no Monte Sinai Ex 19:1 -6
2. Crê na manifestação do seu poder
3. Em busca das Tábuas da Lei Ex 20
4. Davi buscando a resposta para a guerra I Sm 23:2

II. Quem crê é porque conhece


1. Conhecer Deus - Enoque conhecia Deus e recebeu um convite
Gn 5:22
2. Abraão conhecia os anjos que ele recebeu Gn 18:2
3. Moisés depois do Sinai conhecia a Deus Ex 34:29-35

III. Quem conhece é porque tem intimidade


1. A intimidade de Moisés para com Deus
2. Os discípulos 110 monte da transfiguração Mc 9:2-8
3. Deus se revela à Miriã e Arão, fala da sua intimidade com
Moisés N m l 2

IV. Quem tem intimidade é porque é espiritual


1. Ora o homem natural não compreende as coisas do Espírito de
Deus, porque lhe parecem loucura I Co 2:14

O homem natural e o homem espiritual


Há 3 coisas que são maravilhosas demais para mim
Há 4 que não conheço

Privilégio para os escolhidos de Deus


Coisas secretas - revelações divinas
Tema: Descer até o Jordão
I I Rs 6:1-7
260 km até o mar morto

1. Israel ao entrar na terra prometida - os sacerdotes Js 3:15


a. Passaram pelo Jordão com pés enxutos
b. Ali deixaram as pedras comemorativas

2. Elias antes de ser arrebatado I Rs 2:8


a. Cruzou o Jordão com Eliseu
b.Do outro lado do Jordão Eliseu recebe a porção dobrada do
poder de Deus e é cheio do Espírito Santo.

3. Naamã foi curado da lepra ao mergulhar nele II Rs 5:14


a.Mesmo contra a sua vontade olhando a situação que
encontrava o Jordão
b. Naamã mergulhou 7 vezes no Jordão e foi curado II Rs 5' 14

4.Jacó ao retornar de Padã-Arã em paz com Esaú


G n33:14

Elesforam tocados por Deus para descer

1.Aimáse a palavra II Sm 18:22-29


1.0 mensageiro sem mensagem
2.Além da mensagem não estar com ele, ainda não soube
transmitir.

11.0 moço de Eliseu em Dotã - a visão II Rs 6:17


1 Sem visão
2. Ele perdeu a noção do que estava acontecendo, Eliseu pediu a
Deus que abrisse a visão do moço
III. Geazi e o bordão do profeta II Rs 4:31
1. Sem poder
2. Mesmo ele com o bordão de Eliseu, nada aconteceu, pois, não
tinha poder.

IV. José no Egito e sua fidelidade a Deus Gn 39:1


1. Um moço íntegro
2. Sofreu, pagou o preço, mas não pecou contra Deus

V. Sansão e o segredo Jz 16:17


1. Segredo revelado
2. A perda do poder

VI. O moço que deixou cair o machado II Rs 6:5


1. Displicência no trabalho
2. Muitos só estão com o cabo do machado, porque o ferro já caiu a
muito tempo
Tema: A determinação e a incredulidade

1. Sara à respeito do nascimento de Isaque Gn 18:13


I Nao creu e riu - ato de zombaria
Nao deu credibilidade no que Deus tinha falado pois outra no seu
lii)'.í

II. 0 povo de Israel à margem do Mar Vermelho


I A incredulidade do povo Ex 14:11-12
2. A determinação deM oisés Ex 14:13-16

III. Namã não dá crédito à mensagem do profeta Eliseu


I IRs 5:11
I Murmurou dizendo que em Damasco havia melhores rios

IV. O capitão incrédulo que zombou da mensagem do homem


de Deus
I Dúvida II Rs 7:2
2. Cumpriu-se II Rs 7:17
3. Deixou-se levar pela incredulidade e não alcançou as bênçãos.

V. A voz do mestre soa, ao ouvido de uma mulher desesperada,


que perdeu um ente querido
1. Marta se tu creres tu verás a glória de Deus (ressurreição de
Lázaro) Jo 11:40

VI. O sucesso de Bartimeu, e o fim da cegueira


1 Mc 10:46-52

VII. O centurião mostra a convicção, da sua fé no Senhor e


determina a bênção sobre a vida do seu criado Lc 7:2-10

VIII. Pedro tira as dúvidas e lança a rede e tem resultado


positivo, através da determinação
1. Lc5:5
Vivemos os mom entos mais tenebrosos da história do
cristianismo, onde o amor de muitos está se esfriando, onde o
pecado está crescendo, a discórdia está aumentando e a Bíblia diz:
que o mundo jaz do maligno, surgem no cenário profético os falsos
profetas...

Tema: O cumprimento daPalavra


Jr 1:12

I. Promessa segundo a palavra de Deus


1.A este tempo determinado, segundo o tempo da vida, abraçarás
um filho II Rs 4:16
2. Cumprimento - a Sunamita e o seu filho

II. A palavra de Deus nos lábios do profeta


1.Trázresultado I I R s 7:1-2
2. Cumprimentos II Rs 7:17-20

III. Profecia pré-dita


1. Micaías - disse que Acabe não voltaria da guerra II Cr 18:27
2. E não voltou conforme o profeta falou II Cr 18:34

IV. Elias prevê que não vai acabar a farinha nem o azeite
1. A palavra de Deus com a palavra do profeta I Rs 17:14
2. Cumprimento do que o profeta profetizou I Rs 17:16-24
Tema: Deus está no meio dela
S l46:5

I. Deus está no meio da criação


1. Com sua sabedoria Gn 1:3-4
2. Com seu amor Gn 1:20-21
3. Com seu poder G n l:2 2
4. Com sua vontade Gn 1:26-27

II. Deus está no meio da Bíblia


1. Com sua revelação II Co 12:1
2. Com sua inspiração
3. Com sua iluminação H b6:4
4. Com seu plano de redenção Is 9:2

III. Deus está no meio da história


1. Deus está no meio da arca Sl 99:1
2. Deus está no meio do Mar Vermelho Ex 14:21-22
3. Deus está no meio da fornalha Dn3:25
4. Deus está no meio da tempestade Mt 8:27

IV. Deus está no meio da igreja


1. Com seu Espírito Santo At 2:2
2. Com sua divina revelação Jo 4:17-18
3. Com sua maravilhosa esperança Rm 5:5
4. Com seus milagres Jo5:8

V. Deus quer estar no meio da sua vida


I Com salvação Lc 23:42-43
2. Com perdão Jo 8:10-11
3. Com vitória Pv 21:31
4. Com o arrependimento Lc 22:62
Tema: O Deus de batalha

I. Amaleque - não deixa Moisés passar


1.Moisés, Arão e Hur a batalha era travada quando Moisés
abaixava a mão, mas quando levantava o povo triunfava até a
vitória Ex 17:8-16
2. Expulsa teu inimigo de diante de ti e te diz destrói-o Dt 33:27b
3 .0 Senhor pelejará por vós, e vós vos calareis Ex 14:14

II. Moabe e Amom mandam mensagem para Josafá e Deus dá


a vitória àJosafa
1. A peleja não é vossa mas sim de Deus II Cr 20:15
2 . 0 Senhor é um guerreiro, o Senhor é o teu nome Ex 15:3

III. Senaqueribe desafia o Deus de Ezequias, mas Deus dá o


retorno
1. Mostrando o seu orgulho II Rs 18:20
2. Falando que ia destruir com Israel II Rs 18:25
3. Menosprezando orei, e se auto valorizando IIR s 18:29-30
4.Quando Deus atende à oração de Ezequias, Ele o Senhor faz uma
destruição que Senaqueribe sai envergonhado, depois morre
IIR s 19:35-37
l ema: Dois jardins

() lu lcn co Getsêmani

1. No primeiro (Eden) Adão levou um tombo


I A mulher comeu o fruto e também deu ao seu marido, e foram
abertos os seus olhos Gn3:6
2. li ficaram sabendo o que era bom e o que era mal

II. No segundo (Getsêmani) Jesus marcou um tento


1. Jesus vai orar e entrega-se totalmente à vontade do pai Mt 26:36
2. Para que Deus fizesse a sua vontade soberana

III. No primeiro (Éden) Deus buscou Adão


1. B disse o Senhor Deus a Abraão onde estás? G n3:9
2. Adão e sua esposa já estavam por dentro do assunto, estavam
sendo conhecedores do pecado.

IV. No segundo (Getsêm ani) Jesus buscou a Deus


1.E indo um pouco adiante prostrou-se em seu rosto orando
Mt26:39
2. A hora de se cumprir o grande evento, e ele estava se preparando

V. No Éden Adão se escondeu de Deus


1. Ouvi sua voz soar Senhor e o temi, porque eu estava nu e
escondi-me G n9:10
2. Porque já estava fora dos propósitos de Deus

VI. No Getsêmani Jesus emergiu da tumba


1 E na manhã do primeiro dia da semana Ele ressuscitou Mc 16:9
2. Para que se cumprisse as profecias, e o nome do Senhor fosse
glori ficado
f
VII. No Eden Satanás levou Adão à uma árvore que o levou à
morte
1. A mulher que tu me deste por companheira me deu do fruto da
árvore e eu comi Gn3:12

V III. Do Getsêmani Jesus foi para uma árvore que nos


conduziu para a vida
1. Eu sou a videira verdadeira Jo 15:1
2. Sem mim nada podeis fazer Jo 15:5b

Tema: Em busca de poder


Lc 24:49

I. Para vencer o mundo


1. No mundo tereis aflição Jo 16:33
2. Para vencer as forças negativas de satanás

II. Para desfazer as obras ocultas do diabo


1. Menino epiléptico ou lunático Mt 17:15
2. Os dois endemoninhados de Gadara Mt 8:28
3. O apóstolo Paulo repreende o espírito de adivinha na vida da
moça e desfaz a obra do diabo At 16:18

III. Para ser cheio do Espírito Santo


1. No dia de pentecoste At 2:4
2. A igreja necessitava de poder (enchei-vos do Espírito) Ef 5:18
3. Receberei poder ao descer sobre vós o Espírito Santo At 1:8
4. Todos foram cheios do Espírito Santo A t4 :3 1
Tema: A doutrina do perdão

. Ato de separar o homem da transgressão

. Mandar embora, soltar, lançar para traz

A idéia mais próxima no antigo testamento é kaphar "cobrir"


relacionada com "expiação”

. É o detergente de Deus, para limpar a mancha do pecado.

I. De Deus para o homem


a. Necessário para a salvação Sl 51:5 "em pecado me concebeu"
O novo nascimento
b. Necessário para comunhão Is 59:2 "os vossos pecados fazem
divisão"
c. Necessário para restauração Lc 16:20 "a volta do filho
pródigo"

II. Do homem para o homem


a. Para não privar da graça de Deus"não haja raiz de amargura"
llb 12:15
b.Para alcançar o perdão de Deus"a parábola do credor
incompassivo" Mt 18:23-35
c.Para recebimento do nosso sacrifício, "deixa a oferta e vai se
reconciliar com teu irmão" Mt 5:23-24

III. Meios para alcançar o perdão


n. Humilhação S151 "Davi após pecar com Bete-seba"
h. ( 'onfissão Sl 32:5 "enquanto calei meus pecados"
Abandono Hb 12:1-2 "deixando o embaraço e o pecado"...

IV. Kalta de perdão


Iinlcrmidade no corpo e na alma
b. Obstáculos àresposta as orações
c. Perda da salvação "perdoando-vos uns aos outros"
d. Insatisfação na vida espiritual "o irmão do filho pródigo"

V. Resultado do perdão
a. Festa nos céus por pecadores arrependidos
b. Glória para os salvos I Co 2:9-10
c. Participação nas promessas como a mulher pecadora, que ungiu
os pés de Jesus com ungüento, na casa de Simão o fariseu Lc 7:37

Tema: Dossel de bênçãos


I. Na rocha dos séculos
1.Quando a minha glória passar eu te porei numa fenda da penha
Ex 33:22

II. Em tempo de tribulação


1. Tem misericórdia de mim, ó Deus Sl 57:1
2. Quem nos separará do amor de Deus, a tribulação? Rm 8:35

III.Um refúgio na tempestade


1.Foste a fortaleza do pobre, e a fortaleza do necessitado Is 25:4
2.Os discípulos dentro do barco foi um refúgio na tempestade Mt
8:29

IV. Na sombra da tua mão


1. Pus as minhas palavras na tua boca, e te cobri com a sombra
da minha mão Is 51:16

V. Sob a sombra das suas asas


l.Como a galinha ajunta os seus pintainhos debaixo das asas,
assim é o Senhor vosso Deus Mt 23:37
l ema: As duas grandes oportunidades
Mc 5:18-20, Mc 10:17-24

1. Negou-se a corresponder a expectativa do Sábio Mestre


I Dizendo que já conhecia os mandamentos, mas não conhecia ;
graça
2. Jesus volta-se pra ele e diz:"falta-te uma coisa", vende tudo e dá
aos pobres Mc 10:21

II. Rejeitou ao único Mestre que podia guiá-lo


1. Rejeitou a chamada, pois automaticamente ele se tornaria um
discípulo Jo8:12
2. E rejeitou o convite para sair das trevas e vir para a luz

III.Afastou-se do único caminho que podia conduzi-lo à vida


eterna
I Ele afastou-se do caminho Jo 14:6
2.Caminho perfeito, caminho que devemos andar, caminho que
nos conduz para a vida eterna

IV. Um homem possesso, vítima de demônios foi ao encontro


dc Jesus mas reconheceu sua fraqueza diante do poder de
Deus
I .Quem tem um encontro real com Jesus nunca mais será o mesmo
1x8:27

V. O diabo fala na boca do homem, que tenho eu contigo


I Significa a separação total entre o reino do diabo e o reino de
I)cus, que não tem nada em comum
2. Lc 8:28

VI. Vida transformada através do poder de Deus


1. Se tornou um grande evangelista Lc 8:38-39
Comentários (jovem rico)
Uma coisa Cristo mandou, somente segui-lo, a renúncia a
tudo que Ele possuía era condição primária para o discipulado,
Jesus toca no décimo mandamento, ele era cobiçoso.

Comentários (endemoninhado gadareno)


Mateus dá um relatório rápido sobre o endemoninhado,
Lucas como médico que se interessa pelo lado humano das coisas,
dá um relatório completo de um deles, descrevendo a história da
sua doença, e também suas atitudes depois de curado Lc 8:26-39,
os materialistas dos nossos dias, atribuem os sintomas à alguma
perturbação mental, mas muitos têm visto a operação do mundo
dos demônios na época atual.

O jovem rico perdeu as seguintes oportunidades:


a. Oportunidade de andar corri Jesus
b. Oportunidade de herdar o céu
c. Oportunidade de investir na bolsa do céu- sentido figurado
d. Oportunidade de ser um dos discípulos

O homem que era possesso ganhou as seguintes


oportunidades:
a. Oportunidade de libertação
b. Oportunidade de salvação
c. Oportunidade de regeneração
d. Oportunidade de conviver com a sociedade
e. Oportunidade de ter o nome escrito no livro da vida
f. Se tomou um grande evangelista (missionário)
l ema: Os efeitos da transformação
Rm 12:1-2

Quando Deus enviou Jesus ao mundo, tinha um propósito-


mudar a vida das criaturas. Jesus veio e implantou no mundo uma
forma de vida, a saber a vida transformada.
Nada melhor do que obedecer à ordem de Deus: transformai-vos.

1. O que significa ser transformado?


I Arrepender-se ecrer no Evangelho Mc 1.15
2. É o reino de Deus na vida M t4:17
3. Receber o evangelho do reino de Deus Lc 4:43
4. Crucificar o velho homem Rm 6:6
5. Nascer de novo Jo3:3
6. Não permanecer nas trevas Jo 12:46

II. Como alcançar a transformação


I Transformai-vos pela transformação da vossa mente R m l2 :2
2. Pela lavagem da regeneração Tt 3:5
3. N ascerd aágu aedo Espírito Jo3:5
4. Através da graça I I T m l:9

III. Efeitos da transformação da vida


! Oferece o corpo em sacrifício à Deus Rm 12:1
2. Conhece a vontade de Deus Rm 12:2
3. Não fica conformado com este século Rm 12:2
4. Vitória sobre o mundo IJo 5 :4
5. Subirá para o reino celestial IITm4:18

Comentários:
Sem a transformação, isto é , sem o domínio de Deus na
vida, não entraremos no reino celestial. É preciso deixar Deus
reinar agora em nós para que possamos reinar eternamente com
Tema: Eis o cordeiro de Deus

I. O cordeiro profetizado
1.Deus proverá para si o cordeiro Gn 22:8
2.Se cumpre no momento que João viu, quando vinha ao seu
encontro ele falou "eis aí o Cordeiro de Deus"

II. O cordeiro tipificado


1.0 cordeiro será sem defeito Ex 12:5-6
2. Jesus em pessoa, puro sem defeito

III. O cordeiro identificado


1. Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo Jo 1:29
2. Era ele o enviado de Deus para tirar o pecado do mundo

IV. O cordeiro glorificado


1. Então vi no meio do trono, e dos seres viventes e entre os
anciões, em pé um cordeiro, como havendo sido morto Ap 5 :6

V. O cordeiro magnificado
1. Digno é o Cordeiro que foi morto, de receber o poder, e riqueza,
e sabedoria, e força, e honra, e glória, e louvor. Ap 5:12
Tema: E já a última hora
I Jo2:18
1. Para o mundo
Ml 24:7, J12:30
I Sociedade arruinada
2. Nação contra nação
3. Terrorismo
4. Fome e miséria por toda parte
5. Terremotos e catástrofes
6. N a terra, no ar e nas águas
7 Sinais no céu
X. Sinais na terra
a. Bombas atômicas
b. Sinais do anticristo
Superpopulação

II. Para satanás


Ap 12:12
I Corrupção moral
a. Prostituição, mundanismo. Drogas
b. Crimes, suicídio, violência nos lares
c. Ilomossexualismo
2. Corrupção espiritual
a.aumento do espiritismo e culto à satã
b. Ateísmo
c. Falsas doutrinas

III. Para a igreja


Mt 24:9-13
I Apostasia
2. Perseguição
V Frieza espiritual
•I Contendas
a. Ivntre irmãos
li. lintre ministérios
c. Entre igrejas
4. Materialismo
5. Falsos profetas
a. JosephSmiths
b. W. M. Braman o profeta da nova era
6. Falsos cristãos
O brasileiro Inry Cryst

Tema:Ele mudou o mundo e


triunfantemente saiu vitorioso
I. Mudou a história da humanidade
1. Dando sua vida para que nós tivéssemos vida Nele
2. Mudou o curso da história e nos fez merecedores do céu

II. Nos transferiu do inferno para o céu


1.Todos tinham pecado, e destituído estava da glória de Deus
2. Todos estavam fora, dos seus planos, estávamos nas trevas, mas
graças ao seu filho, fomos transferidos para o céu.

III. Mudou nossos prantos em riso.


1. Nós andávamos desgarrados sem ter para onde ir
2. Mas Ele nos deu alegria, tirou o pranto e a triste angústia, e nos
deu alegria

IV. Transformou a tristeza em alegria


1. A tristeza o desespero que nos levava à uma vida sem sentido
2. Mas o Senhor mudou este quadro, hoje somos felizes.

Em Cristo Jesus novas criaturas somos !!!


l ema: O esconderijo dos homens de Deus
no passado is 26:20

Nas horas difíceis da vida, há sempre um lugar procurado


par; refletir, planejar, uma saída ou até mesmo se esconder se for
necessário

1. Elias I Rs 19:3-4,8-9
I Deserto - solidão "deserto não é somente ausência de pessoas,
mas presença delas"
2. Caverna - desânimo
3. No monte - oração, um bom lugar

II. Abraão Gn 18:22-23,19:27


I N oaltardaintercessão(Jó)

I I I . Moisés E x .2:3,15
1 Na arca dos juncos - simboliza Cristo
2. Junto ao poço - simboliza a palavra
3. Na casa de Midiã - simboliza abrigo
4.! im Horebe - lugar de encontro

IV.Jonas Jn 1:3,17
I No navio
2. No ventre do peixe
3. No fundo do mar

V. Paulo C l3:3
I Com Cristo em Deus

VI. Davi S l 91:1


No esconderijo do Altíssimo porque
a. lile é o descanso
I). lile é o refúgio
lileóa fortaleza
d. Ele sustenta Sl 91:12
e. Ele responde Sl 91:15
f. Ele livra
g. Ele cobre
h. Ele defende
i. Ele salva

Tema: Entendes tu o que lês?


At8:30-31,Rm 10:14

I. Como poderei entender se alguém, me não ensinar


1. Falta de entendimento para as coisas de Deus, só o Senhor nos
dá entendimento IIT m 2:7
2. As coisas espirituais só se discernem aos que são espirituais
IC o2:14
3. Mente fechada, mas Deus lhes abriu o entendimento Lc 24:45

II. Homens de Deus preparados para ensinar a Santa


Escritura
l.Que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente preparado
para toda a boa obra Tt 3:1
2 .0 apóstolo Paulo recomenda a Timóteo, ler, exortar e ensinar
IT m 4:13

III. Aos olhos de alguns as escrituras são parábolas


1. As falo por parábolas para que vendo, não vejam e ouvindo não
entendam Mt 13:13
2. Mas a vós é dado o poder de conhecer os mistérios do reino de
Deus Lc8:10a

O mundo está mergulhado no caos, por não compreender a


mensagem do evangelho.
Toma: Falido por permissão divina,
restaurado pelo poder de Deus
I . 0 (linho sc apresenta à Deus e questiona a respeito da vida de
.ló (pede para tirar os bens materiais)
I ( >s objetivos do diabo é roubar, matar e destruir. Jo 10:10
Satanás apresenta-se perante o Senhor Jó 1:6

II. O momento da tragédia na vida de Jó


l'.ii(ram em cena os mensageiros e os seus nomes:
I" Mensageiro destruição-destruidor Jó 1.13
Mensageiro devorador- J11:4
V Mensageiro morte -m igrador
I" Mensageiro cortador

III. A cena se repete mais uma vez, o diabo se apresenta à Deus


(mais uma vez ele pede para tocar nos ossos e na carne de Jó)

IV. Os amigos de Jó entram na história para fazer o seu papel


Os trcs nomes dos amigos de Jó
I I•lilaz - acusador
I) i Idade - desconfiança
y /.o far-m iséria

V. ( )s sete dias de silêncio


I Silêncio de tristeza
Silêncio de dor
< Silêncio de angústia
■I Silêncio da tribulação
Silêncio da agonia
S i lêncio da perturbação
Silêncio de sofrimento

Snian;’ , cie sempre questiona Deus, àrespeito das nossas vidas


Comentários:
Depois de tanto sofrimento, angústia e decepção, Jó agora começa
a enxergar uma luz no fim do túnel.
Deus começa a trabalhar em favor de Jó e é virado o seu cativeiro.

Tema: O Espírito Santo de Deus se


apoderou de Davi trazendo três
qualidades I Sni 16:13b

I. Habilidade
1.Davi era habilidoso
2. Cuidava das ovelhas de seu pai, não deixando, que nada viesse
tocá-las, o leão e o urso ao se aproximarem ele matou ambos.
3. Na luta com Golias, ele venceu o gigante com tanta habilidade
que Israel o aplaudiu.

II. Coragem
1. Davi mostra o seu curriculum ao rei, ele era corajoso
2. E não se intimidou com o tamanho do adversário, e nem com a
fama que ele tinha, de ser um grande guerreiro.

III. Sabedoria
1. A sabedoria faz brilhar o seu rosto
2. Davi conquistou a vitória para Israel, mediante a sabedoria que
Deus tinha lhe dado.
3. Tinha sabedoria para entrar e sair perante o povo, a Bíblia fala
que o temor do Senhor é o princípio da sabedoria.
l ema: E tome outro o seu ofício
At 1:20
Má pessoas que são chamadas por Deus para o
ministério; mas com o tempo, são substituídas por outros.
Porque?
1. Reunião administrativa em Jerusalém
I Assunto: substituição de Judas
Motivo: traição
M )rador: Pedro
■\ Iixccutor: Espírito Santo e os apóstolos
Testemunhas
a. As escrituras At 1:18, Sl 69:25
b. Os discípulos

II. Quem foi judas


1 Nomeado apóstolo Lc6:13-16
2. Considerado Jo 13:29
3. Privilegiado At 1:17

III. Acusação - porque substituí-lo?


I Infidelidade Jo 12:6
2. Falsa vigilância Jo 13:27
V Ambição; amor ao dinheiro Mt26:15
4. Menosprezou o dom divino (sua chamada)
5. Deixou satanás entrar e desviou-se
a. Jo 13:27
b. At 1:25
Centenas de pessoas que já tiveram uma experiência
ministerial. Por causa de um simples olhar para trás, sofreram
amarguras, decepção e tristezas, indo para o mesmo lugar onde foi
Judas. Lembre-se da mulher de Ló; e não caia no laço do diabo.
Não permita que por sua causa se faça outra reunião como esta e
quesc d ig a :
E tome outro o seu bispado
E tome outro o seu lugar
Tema: Falta-te uma coisa
Mc 10:21

I. Tinha lei, mas, faltava graça


1. Tinha um auto conhecimento do que era mandamento
2. Mas, Jesus, era a graça, e ele não o conhecia

II. Tinha riqueza terrena, mas, faltava riqueza espiritual


1. Segundo a Bíblia relata ele tinha muitas propriedades
2. Mas falando no sentido espiritual ele era pobre Mc 10:22

III. Tinha amor aos seus bens, mas, faltava amor ao seu
próximo
1.A Bíblia enfoca, que Jesus falou para que ele vendesse tudo o
que possuía e desse aos necessitados
2. Ele ficou muito triste e retirou-se
3. Perdeu uma grande oportunidade de ser um discípulo
4. Além do mais perdeu a salvação
5. Amarás ao teu próximo como a ti mesmo, palavra do nosso
Senhor Jesus Cristo.

IV. Tinha nome na sociedade, mas, não tinha o nome escrito no


livro da vida
1. Geralmente as pessoas que têm riquezas (ou que são muito
ricos), sempre estão em destaque na sociedade
2. Jesus falou para os discípulos: não vos alegreis com isto, mas,
antes alegrai-vos porque os vossos nomes estão escritos no livro
da vida
Comentários
Jesus faz um apelo e um convite para vender tudo o que ele
tinha e dividir com os pobres, mas infelizmente o seu coração
estava apegado nas coisas terrenas. A Bíblia diz e nos orienta que
não é para nós guardar-mos tesouros na terra onde o ladrão rouba e
a traça e a ferrugem tudo corroem. Mt 6:19
Tema:Fazcndo missões no mundo em
aflição Ex 3:7-10
1. Deus chama Moisés e o nomeia
I Pastor Ex 3:1
2. Libertador Ex3:8
V Um grande líder Ex 14:11-14

II. Deus lhe confia uma grande missão


I Missão essa, de tirar o seu povo do Egito, de conduzir o
povo à Canaã
2. Conduzir, exortar e doutrinar

III. O clamor e a aflição do povo


1.() clamor das almas perdidas, a agonia daqueles que estão
perecendo Ex2:23

IV. Moisés não corresponde à chamada de Deus


1 Os impedimentos (não sei falar) Ex 4:10
2. Pediu para enviar outro Ex4:13

Moisés permaneceu na região de Midiã, sul e sudeste de


Canaã, por 40 anos onde Deus o preparou para uma grande
missão, Moisés estava no cursinho de Deus, um pré-vestibular, a
sua solidão com Deus, e 40 anos de preparação e um árduo labor,
cuidando de ovelhas.

Deus chama
Quando Deus nos chama:

Deus prepara ou capacita


( )nde Deus o preparou para uma grande missão naquela região

Deus envia
Vem agora; pois, eu te enviarei Gideão Jz 6:11
( om a certeza de que a missão vai ser realizada
Tema: Garantia ao vencedor
A p 3 :5
0 nome escrito no livro da vida

Mais ou menos 3.000 promessas

I. Redenção Gn 3:15
II. Livramento Sl 121:3
III. Pão e água certa Is 33:16
IV. Atendimento às orações II Cr 7:15
V. Preparação de um lugar Jo 14:3
VI. A promessa do Espírito At 1:4
VII. Os dons de curar Mc 16:16

Exemplos de vencidos
a. Sansão
b. Saul
c. O mancebo de qualidade
d. Judas

1. Para fugir da condenação


1 .E todo aquele que não for inscrito no livro da vida Ap 20:15

2. Requisito para entrar na Cidade Santa


1.Não entrará nela coisa alguma impura Ap 2 1 :27

3. Para ser cidadão dos céus


1.Todos quantos o receberão Jo 1:12

4.Motivo de regozijo, maior que a autoridade sobre os


demônios
l.Mais por vossos nomes estarem inscritos no livro da vida
Lc 10:20
l ema: A glória do Senhor se manifestará
Is 40:5

1. A glória do Senhor se manifestou no Monte Sinai


I Ex 19:17-18
2. Iista glória aparece na sarça Ex 3:1

II. Salomão consagra o templo e a glória do Senhor se


manifesta
1.Acabando a oração II Cr 7:1 -3
2.A glória apareceu a todo o povo, na tenda da congregação
1,v9:23
3. A nuvem encheu a casa do Senhor I Rs 8:10-11

III. Isaías vê a Glória do Senhor se manifestar


I Depois da murte do rei Uzias Is 6:1 -6

IV. A glória do Senhor se manifestou no monte da


transfiguração
1.Se encontrava Jesus e alguns dos seus discípulos quando a glória
sc manifesta Mt 17:2

V. A glória doSenhor manifesta-se com grande poder


I No Pentecoste At 2:3

VI. Os céus e a terra são duas testemunhas da glória do Senhor


1 Nm 14:21
2. Sl 19:1

Quando se fala de monte lembramos de igreja, dois tipos de


igreja:
I U ma a glória de Deus tinha livre acesso
2. A outra era completamente fechada

Filadélfia
I .Eslilo de uma igreja pentecostal, que está com as portas abertas
(livre acesso) para a glória do Senhor manifestar-se. Ap 3:8,
Ez 10:4, Ez 43:4-5

Laodicéia
Estilo de uma igreja tradicional, que não crê, na operação do
Espírito Santo, que não aceita a glória de Deus, estão com as
portas fechadas para a glória de Deus.
a. Então saiu a glória de Deus Ez 10:18
b. A glória do Senhor se foi Ez 11:23
c. Mortos espirituais Ez 37:1

Comentários:
Quando a glória se manifesta acontece um milagre
Quando a glória se manifesta acontece o sobrenatural
Quando a glória se manifesta o avivamento vem reverência
adoração e louvor
O crente participa da glória e da presença de Deus em sua
comunhão mediante o poder do Espírito Santo.

Tema: A doutrina da oração


SI 72:15
Proserkomai = aproximação

I. O dever de orar sempre e não desfalecer


1. Vocábulo usado na septuaginta para designar a aproximação do
sacerdote no culto do tabernáculo.

A tríplice finalidade
a. A doração-D avi no Salmo 139
b. Intercessão - Daniel ora 21 dias à favor de Israel.
c. Súplica - a oração de Ana pedindo um filho I Sm 1.10-17

Modelo de oração
“Oh! Deus dá-me a Escócia ou eu morro”
John Knox
11 ‘ina: (irande avivamento
E z37:l-27

I slc ;ivivamento é para um grande despertamento no meio


«l.i !)• ,i do Senhor, estamos vivendo o momento mais crítico da
lir.im i; Assim como Deus levantou Ezequiel no momento que o
-.«•li povo estava passando por grande dificuldade, assim o Senhor
a levantando homens cheios do Espírito Santo, cheio de graça
p; a 11a/.er um grande avivamento no tempo do fim.

1. Mortos espirituais
I Não tinham vida, estavam todos mortos
Iodos estavam vazios, a glória de Deus já tinha se retirado

II. Sem ânimo de vida


I Ele já rião tinha ânimo de viver
11á uma pergunta da parte do Senhor ao profeta
^ Podem esses ossos reviver? Ez37:3

III. Esperança perdida


I Não tinham esperança pois estavam mortos
2. Precisavam de uma visitação de poder

IV. Palavra poderosa (que dá vida)


I E a palavra que tem uma substância muito grande
2. E o efeito foi na hora Ez37:7-8
3. Ressurge um povo forte revestido de poder

V. Ressureição espiritual
I I louve uma reação grande através da palavra
2. As sepulturas foram abertas e o milagre aconteceu

VI. Restauração
I.Deus restaurou o povo, que estava enfrentando uma crise
espiritual muito grande
2.A restauração foi completa, atingiu espiritualm ente
materialmente

VII. Avivamento no tempo do fim


1. Deus manda o profeta profetizar, que o Espírito vem dos quatro
cantos da terra.
2. E aconteceu, o Espírito entrou neles e todos viveram
3.Muitos esperam pelo grande avivamento, e Deus a qualquer
momento, mandará sobre a face da terra será o avivamento do fim.

Os quatro pontos principais na oração de Habacuque


a. Oração Tg5:16
b. Ouvir Rm 10:17, Ap 3:13
c. Palavra Jo6:63
d. Avivamento At 2:4
l ema: A grande dívida
Lc 7:40-50

A dívida extema de uma nação quase sempre recebe ampla


publicidade e é objetivo de muita discussão. Procuram-se para ela
ais diversas soluções. Todos querem pronunciar-se. Porém,
li; a grande dívida que cresce dia a dia, alastrando-se no
universo, corroendo como um câncer as almas, e ninguém a
percebe. A raça humana torna-se cada vez mais devedora para
com Deus. O pecado, a grande dívida, deve ser levado aos pés do
di vi no c grandíssimo perdoador. Jesus Cristo

I. Dois tipos de devedores


I Um devia 500 e outro 50 L c 7 -41
I Im tinha muitos pecados, outro poucos Lc 7:47
Todos são devedores, todos pecaram Rm 3:23

II. Horror do pecado


I li uma dívida que não se pode pagar Lc7:42
() dinheiro não paga Is 52:3
Nem prata ou ouro
a. SCI 18
I). I Pc 1.18
1. () pecado prende, cega Sl 40:12
5 . 0 pecadoé lam a,élodo Is 57:20-21

III. Quatro passos para ter a dívida perdoada


I I)obrar-se aos pés de Jesus Lc 7:44
2. Reconhecer o pecado, arrepender-se Lc7:44
3. ( 'hegar-se à Jesus, agradecido, aceitando-o
a. I,c 7:44-46 ( regar,ungir = aceitar)
b. I Ib 10:29 ( pisar,profanar, agravar= rejeitar)
I Ii ter fé Lc 7:50
O pecado, pouco ou muito, é sempre uma dívida horrível,
até que a pessoa chegue com fé aos pés de Cristo, o grande
fíador.
r
Tema: E tempo de cantar
Ct2:10

I. O tempo chegou
1. Israel é liberto das garras de Faraó Ex 12:31 -37
2. Eles voltam a cantar Ex 15:1 -2
3. Um cântico de gozo, de alegria

II.Foi determinado o tempo de cantar


1. José, depois da prisão, por um tempo foi uma provação muito
grande, mas Deus determinou o tempo de José cantar Gn 4 1 :38-39
2 . 0 cântico da vitória
3. Cantai à Deus com voz de triunfo Pv 28:12

III. O cântico da vitória


1. Josafá vence os seus inimigos II Cr 20:1 -15
2. Miriã canta ao chegar do outro lado do mar Ex 15:20
3. A igreja vai chegar no céu cantando o cântico da vitória Ap 14:3

IV. Cantando no meio das tempestades ou das lutas


1. Jó mediante as circunstâncias que sua vida estava vivendo,
ainda assim ele louvava a Deus, porque sabia que o Senhor
mudaria o seu cativeiro

V. O cântico do amanhecer
1. O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem ao amanhecer
Sl 30:5
2. Jacó luta com o anjo até a alva e consegue a vitória Gn 32:24-28
l ema: O grande e imensurável amor de
Deus pelo homem
I . 0 jovem rico pergunta a respeito da salvação
I M a s não é salvo Mc 10:21-25

II. Nicodemos foi ter com Jesus para falar


I t omo nascer de novo Jo 3:1-8
Ii um processo que o homem deve passar

III. Deus enviou um anjo para falar com Cornélio


I Para que mandasse chamar a Pedro At 10:1 -5
3. li assim alcançou as misericórdias de Deus

IV. O eunuco pergunta para Filipe


I O que impede que eu seja batizado At 8:36
Felipe pergunta parao eunuco: entendes tu oq u e lês At8:30

V. O carcereiro pergunta, Senhor que devo fazer para ser salvo


I Crê no Senhor Jesus e serás salvo tu e tua casa At 16:31
2. Sc com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração
c-rcrcs que Deus o ressuscitou dos mortos, serás salvo Rm 10:8-10

Comentários:

I Sc com a tua boca confessares a Jesus como Senhor, as últimas


(rês palavras traduzem (kurios lesous) Jesus é o Senhor, a mais
prim itiva..
2. Confissão em I Co 12:11 é declarado que ninguém pode fazer tal
con lissão senão pelo Espírito Santo de Deus.
3. Que toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor Fp 2:11,
4. A ocasião de fazer tal confissão seria inicialmente no batismo a
indagação de uma boa consciência para com Deus I Pe 3:21
Crê e serás salvo, o ensino nítido, a chave que abre a porta da
salvação é a fé.

Três notáveis conversões, influências e resultados


1. Timóteo apoiado na fé da avó e mãe II Tm 1:5
2. Lídia influenciada pela oração e companhia piedosa, torna-sc
fiel ao Senhor e generosa At 16:14-15
3. O carcereiro tocado pela conduta de Paulo e Silas manifestou
grande alegria e amor compassivo At 16:33-34

Tema: Cinco razões pelas quais o crente


deve orar

I. Para não pecar contra Deus


I. Samuel intercedendo ISm 12:23

II. Para crescimento da obra de Deus


1. A seara é grande Mt 9:37-38

III. Para vencer a tentação


1. Orai e vigiai para não entrar Mc 14:38

IV. Para mudanças substanciais


1. A oração feita por um justo Tg 5:16
2 . 0 rei Ezequias ganha mais 15 anos de vida
3. Josué pede e Deus para o sole a lua.

V. Para vencer a aflição


1. Quem está em angústia Tg5:13
2. Depressão o mal do século
l ema: Os grandes efeitos da oração
A tl2 :5 , Tg5:16

I. A oração liberta os que estão presos


I P a lm e liberto da prisão At 12:5
A igreja fazia contínua oração, isso quer dizer que a igreja orava
'.<•111 p; ar At 12:5

II. A oração é a força geradora que abre a caixa forte de Deus


I Alravés da oração e da humilhação, duas situações através da
<|iial Deus se compadeceu de uma cidade Jn3.T0
’ A oração surti um grande efeito e com uma rapidez tremenda,
n<> momento de dificuldades de Ezequias, quando Senaqueribe lhe
a f r o n t a , Ezequias e Isaías oram e os céus se abrem e Deus lhes
ivsponde com urgência II Cr 32:20
i A oração é um código secreto que você entra na presença de
Deus, vai depender da oração, você tem mais ênfase de se
aproximar de Deus e entrar em suas câmeras, e conhecer seus
mistérios. Quando você ora em línguas, já é uma oração com
código secreto, e o inimigo não sabe o que você está falando com
I )cus.

III. A oração e o louvor são duas armas poderosas, para quem


sabe usar
I Paulo e Silas At 16:25 oravam e cantavam
2. Daniel orava 3 vezes ao dia, para estar em comunhão com Deus
V Daniel ora 21 d ia s , pela revelação do que ia acontecer nos dias
vindouros.
4. Sc o meu povo que se chama pelo meu nome, se humilhar e orar
e buscar a minha face e se converter do seu mal caminho, então eu
ouvirei dos céus e perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra
IICr7:14
Comentários:

A oração cristã baseia-se na convicção de que o pai


celeste, que tem providencial cuidado sobre nós, que é cheio dc
terna misericórdia, ouvirá e responderá às petições dos seus filhos
da maneira e no tempo que Ele julgue melhor. A oração deve ser
feita com toda a confiança, embora Ele saiba de tudo aquilo que
necessitamos, antes de lhe pedirmos. A sua resposta pode ser
demorada, talvez a oração seja inoportuna, e repetida, como no
caso de Jesus Cristo; pode a resposta não ser bem o que você pediu,
mas o crente pode deixar sua ansiedade de lado confiando na pa/
de Deus.

Tema: Não temas crê tão somente


Lc8:50
I. Nas promessas de Deus
1. Ao seu povo no Egito (nas garras de Faraó) Ex 7:1 -4
2. Estava sendo subjugado pelos medianitas Jz 6

II. Nas suas palavras


1. Jesus através de sua palavra manda Pedro lançar a rede Lc 5:5
2. Através de sua palavra o criado do centurião fica curado Mt 8:5
3. Sua palavra faz efeito na vida de Lázaro Jo 11:43-44

III. Na esperança da sua palavra


1. A peleja não é vossa é de Deus II Cr 20:15
2 De todos os lados Deus lhes tem dado descanso II Cr 32:1-20
3. Ei sei q u eo m eu redentor vive Jó 19:25
4. Eu sei que tudo podes Jó 42:2
l ema: Os grandes efeitos do vento na
Bíblia
Ct4:16
( )s I lebreus reconheciam os quatro principais ventos,
....... . viiuloselcs dos quatro pontos cardeais.
1. Wul o norte, limpa o ar
I Vniln provador
() ar é fresco e úmido e as suas qualidades benéficas se refere
Salomf
Abr; ã o G n 2 2 :l-2
* Jó antes e depois
I ( )que eu faço agora não o sabes tu, mas saberás depois Jo 13:7
S José, prova duradoura Gn 37:1

II. Vento sul


I Vento da bênção
Aquece e amadurece a colheita
I >erramarei da minha bênção sobre os teus descendentes Is 44:3
\ Porque sou o Senhor teu Deus, o Santo de Israel, o teu salvador,
dei o Ivgito por teu resgate, a Etiópia e Seba por ti. Is 4 3 :3

III. Vento do oriente


I Vento destruidor- muito tempestuoso, vindo do deserto e muito
seco, faz engelhar as ervas
2. () vento destruidor contra a Babilônia Jr 51:1
l . ( )s discípulos no Mar da Galiléia Mt 8:27
4 . 1)estruiu a casa e matou os filhos de Jó Jó 1:19
S. Ele vem do deserto da terra horrível Is 21:1

IV. Vento do ocidente


I Vento do Espírito - tráz forte chuva e muito vento
2 .0 vento sopra onde quer Jo3:8
*. () vento do Espírito Santo no dia de Pentecoste At 2:2-4
•I () vento do Espírito dá a vida (Deus manda Ezequiel profetizar,
vem dos quatro ventos) Ez 37:9
Observação
Nm 11:31 queriam carne e Deus mandou um vento e com o
vento codornizes para alimentar o povo
Jó 27:21 - vento dominado pelo Senhor, varrê-lo-à com ímpeto do
seu lugar
Até o vento se faz mensageiro

Tema: Guarda as saídas da vida


I. Sobre tudo, o que deve guardar
1.0 que você guarda, por achar ser de muita importância ex. Jóias,
etc.

II. Guarda
1. Da ira, da malícia e da inveja
2. Do pecado que destrói a humanidade
3. Do mundo de engano, miséria e ilusão
4. Do maligno que se interessa por sua alma

III. Guarda o teu coração


1. Que é o centro de nossas emoções
2. Que é a máquina do corpo
3. Que é o alvo de satanás
4. Que é o templo do Espírito Santo

IV. Porque Dele precedem as saídas da vida


1. As decisões mais sérias e importantes
2. Palavra Mt 15:18
3. Maus ou bons pensamentos
4 . 0 amor ou o ódio
5. Felicidade ou infidelidade
6 .0 futuro ou o destino eterno

Guarda o teu coração para Deus e sua obra


Tema: Os grandes efeitos espirituais na
vida de um crente cheio de poder
Lc 24:49, At 10:38, IJo 3:8b

I. Elias mediante o exército do rei


I I Ks 1-9-11,13
I >ianiede 450 profetas de B aall Rs 18:25
() segredo de ser cheio do Espírito Santo e de poder é viver uma
\ uIa de submissão e oração à Deus Ef6:18a

II. Eliseu já morto os seus ossos ainda tinham poder


I I•Ii seu com vida Deus o usava com sinais sobrenaturais
Na margem do Jordão, ele vence a lei da gravidade e o ferro do
a d i a d o flutua, através do poder de Deus II Rs 6:6-7
Elo profetiza em momentos de crise em Samaria, faz o filho da
v i u v a reviver II Rs 7:1

III. 0 encontro de Jesus com o endemoninhado de Gadara


I Não linha homem naquela cercania que tivesse força para
picmlc-lo Mt8:29-33
’ Mas quando Jesus pisou no solo de Gadara, o homem cheio de
demônios exclamou em alta voz, vem-nos atormentar antes do
lempo
\ Jesus tipificava, a vida de um crente cheio de poder

IV. Pedro ganha quase três mil almas


I I )epois do Pentecoste, o efeito do poder de Deus e os milagres
aeniupanham o ministério de Pedro, com grande eficácia. At 2:14,
W. \ 1
< >p; alilico anda na porta do templo At 3:6
t I•m as ó curado, e o milagre acontece At 9:32-34
I Ie m a da mensagem de Pedro, este é o Senhor de todos At 10:36b
V. Sansão combatendo com uma nação pagã
O espírito do Senhor se apoderou de Sansão por 3 vezes c os
efeitos surgiram
1.Pela manhã um leão Jz 14:6
2.Para pagar sua dívida com os fdisteus Jz 14:19
3.Para desamarrar as cordas e matar mil homens com
queixada de jumenta Jz 15:14-16

Pedro - repreende a Simão At 8:18-21


Paulo
1.0 efeito e poder sobrenatural na vida At 13:9-11
2. A igreja de Éfeso, não sabia o que era batismo com o Espírito
Santo At 19:1-8,13-17

Tema: Porque não ir ao céu


FI3:20
I. Que tipo de lugar é o céu?
1. Um lugar de luz Ap 22:4-5
2. Um lugar belo A p22:l-3
3. Um lugar de descanso Ap 14:13
4. Um lugar eterno II Co 5:1

II. Qual a posição de deus no céu?


1. Deus éo possuidor do céu Gn 14:19-22
2. Deus habita no céu Dt 26:15
3. Deus governa o céu M t6:10
4. Deus tem mansões no céu Jo 14:1-3

III. Como um ser humano pode ir ao céu?


1. Pelo sangue dc Jesus A p5:9
2. Pela fé em Jesus Jo 14:1-2
3. Pertencendo à igreja de Jesus F13:10-11
4. Tendo o nome escrito no livro da vida Hb 12:23, Lc 10:20
Tema: Ilomem de visão
( seis tipos de visão)
Sl 119:18, Ez 1:11
I I',li visão p e r d i d a
I Visao do seu ministério
Visao do ministério dos seus filhos
Não compreendia mais nada
■I linha perdido a visão (ao encontrar Ana) IS m 1.12-14

II. Moisés - visão distante


I Moisés contemplou a terra prometida - Canaã
A Bíblia relata que Moisés tinha 120 anos quando morreu
í ( )s seus olhos nunca se escureceram
■I. Moisés subiu às Campinas de Moabe ao Monte Nebo, ao cume
do 1’isga, que está defronte de Jericó. Ali o Senhor lhe mostrou
ioda a terra desde Gileade até Dã Dt 34:1
*■> Possuía uma visão telescópica de grande alcance

III. Abraão - visão de águia


I l inha uma visão perfeita
Uma visão completa (ele sabia a que Deus ele servia) Hb 11.17
< ( )s seus olhos eram aguçados ( pois Deus lhe prometeu que
a pai de uma grande nação) Gn 15:1 -6

IV. lOIiseu - vê longe


I () coração da Sunamita
1ile contemplou de longe que ela estava passando por momentos
difíceis IIRs4:25-28
1 I In não tinha nada a conversar com quem quer que fosse, até
•xpor as suas angústias diante do homem de Deus

V. ( icsizi -sem visão


I I liseu orou ao Senhor para que Deus desse visão para Geazi,
peço que lhe abra os olhos, e Deus lhe abriu e ele contemplou, que
iio monle estava cheio de cavalos e carros de fogo IIRs 6:17
VI. Capitão - visão sem esperança
I. Visão raquítica
2 . 0 capitão que não creu quando Eliseu profetizou II Rs 7:2
3. Ele estava conformado, com o que ele estava vendo, mas Eliseu
vence a lei da gravidade
Três sintomas do obreiro sem visão
1. Perde o contato com o céu
2. Não obedece mais a ordem do Senhor
3. Não reconhece mais a voz de Deus

Tema: Grandes tesouros espirituais


Cl 2:3
Os homens as vezes trocam...
1. Esaú troca por um prato de lentilhas... Gn 2 5:30-34
2. E perdeu o direito da primogenitura

I. A revelação da salvação
I. Não adianta o homem ganhar o mundo todo... Mt 16:26
2 . 0 Espírito testifica... Rm8:16

II. A fé (dom de Deus) E f l : 8


1. Para se dirigir a Deus Hb 11:6
2. Deus é Espírito...

III. A paz Jo 14:23


1. Diferente da paz do mundo...
2. Pintada por artistas...

IV. O amor de Deus


1.Ederramado nos corações... Rm 5:9
2. Sem Ele nada tem valor... I Co 13:1

V. A graça de Deus
1. Para vencer as tribulações... II Co 12:9
2 . 0 Senhor dará graça e glória... S184:11
le m a : O h o m e m a n tes e d ep o is da
sa lv a ç ã o
Ef2:l-10
() lexto bíblico em apreço apresenta a situação do homem
•s da salvação, o meio como ele é alcançado por Deus, e a sua
( oiuliçào depois de salvo. Vale a pena deixar o "curso deste
mundo" "assentar-se nos lugares celestiais". Aleluia!

1 .0 homem antes da salvação


I Iis lá morto em delitos e pecados v. 1
Anda segundo o curso deste mundo v..2
< Anda segundo o "príncipe" (satanás) v. 2
■I Anda nos desejos do pensamento v. 3
s Anda nos desejos da carne v. 3
li filho da ira v. 3

II. A fonte e o meio da salvação


I A misericórdia e o amor de Deus v.4
Pela graça (dádiva de Deus) v. 8
í A l'é pessoal em Cristo v. 8
■I Não por obras meretórias v. 9

111.0 homem depois da salvação


I li filho da misericórdia de Deus v. 3-4
?.. li vivificado por Cristo e "criado em Cristo" v. 1,5,10 (o novo
lioinem, regenerado, participa da natureza divina. A regeneração
ó ( 'rislo formado no crente, E f 4:24, II Co 5:17)
Assenta-se nos lugares celestiais v. 6
I. Pode andar no novo caminho das boas obras v. 10

Fora do sistema satânico do inundo, o âmbito do


cmik* é o mesmo de Cristo, um plano espiritual elevado,
íu ima do regime que governa o mundo.
Tema: O homem que Deus procura

I. Obediente como Abraão


I. Sai-te da tua parentela, e assim fez Abraão Gn 12:1 -4

II. Paciente como Jó


1. Nu saí do ventre de minha mãe, nu voltarei, o Senhor deu, e o
tomou, bendito seja o nome do Senhor Jó 1:21

III. Amoroso como João


1. Nós devemos dar a vida pelos irmãos I Jo 3:9-18

IV. Corajoso como Josué


1. És tu um dos nossos, ou dos nossos inimigos? Js 5:13

V. Controlado como Paulo


1. Subjugo o meu corpo e o reduso à servidão, para que, pregando
aos outros eu não venha a ser reprovado I Co 9:25-27

VI. Piedoso como Enoque


1. Pela fé Enoque foi transladado para não ver a morte Hb 11:5-6

VII. Resoluto como Gideão


1. Então viu Gideão que era o anjo do Senhor e que o viu face a face
Jz 6:20-22
Iema: A importância do amor de Deus
Jo3:16

Mas, Deus prova seu amor para conosco, em que Cristo


morreu por nós, sendo nós ainda pecadores Rm 5:8

I . 0 amor de Deus é tão grande que atinge o mundo inteiro


I ..Io 3:16

II. O amor de Deus cobre as nossas transgressões


I Pv 10:12

III. O amor de Deus chega aos nossos corações através do


Kspirito Santo
I Rm 5:5

IV. O amor de Deus envolve toda sua natureza


I I.Io4:7-8

V. Por causa do seu amor, Deus se compadece de nós


I Is 55:7

VI. Por causa do seus amor, Deus nos aceita como filhos
I l.lo3:1

Cada pessoa neste mundo deve considerar o amor de


Deus e receber a seu filho como salvador.
Tema: A imutabilidade de Deus e a
necessidade de mudança para o
homem m i 3:6

I. Regeneração (novo nascimento)

II. Capacitação (intelectual e espiritual)

III. Maturidade (estatura do varão perfeito E f 4:13)

Três exemplos de homens na bíblia

Moisés -
40 anos no palácio
40 anos no deserto
40 anos viajando com Israel (feriu a rocha 3 vezes)
não entrou na terra prometida

Jacó-
Io nom e-dado pelo pai
2o nome - dado por ele mesmo
3o nome - dado por Deus - Israel

José
Adolescente - sonhos, revelações de que Deus quer
Usá-lo falta de experiência causa inveja aos irmãos.
Moço - escravo, preso no egito
Homem - governador ( Zafenate Paneia -nome de José
no Egito)
lema: Jesus dá novo tipo de vida
Cll:12-14,23
Perguntamos às pessoas se desejam aceitar a Jesus, muitas
icspondem, admiradas: "oh, já o aceitei" No entanto, quando de
falo aceitamos a Jesus como nosso Senhor e Salvador, Ele entra
(•íii nossa vida e muda tudo, dando-nos novo tipo de vida! Quando
a pessoa se submete a uma grande cirurgia, por mais que queira
negá-la, não pode por causa da cicatriz! Da mesma maneira,
quando Jesus opera, fica a marca.

I. Jesus faz a mudança na vida


I I .iberta do império das trevas
a. v. 13
b. I.c 23:43
I >á a remissão dos pecados pelo seu sangue
a v. 14
I). |{fl-7
í Transporta para o reino dos céus
a. v. 13
I). M (4:I7
■I Torna idôneo para participar da sua herança
a. v. 12
b. I''p 3:20
II. O homem tem que participar
I A rrependendo-se dos pecados
a. M t4 :17
I). 1 1 ( 0 7 1 0
( onvertendo-se (mudando)
a. Al 3:19
b. II C o 5:17
l Retornando para Deus (os tempos de refrigério pela presença do
Senhor)
a Al 3:20
b I ,e 15:18
4. Permanecendo firme na fé do evangelho
a. v. 23
b.R m 1:16

Sem a participação humana, Jesus não pode promover


transformação na vida da criatura.

Tema: Lembrai-vos da mulher de Ló II


Lc 17:32

I. Um aviso muito importante


1. Porque foi feito por Jesus
2. Porque é único em seu gênero (lembrai-vos)
3. Porque se relaciona com a segunda vinda
4. Porque foi dirigido aos discípulos

II. Os privilégios da mulher de Ló


1. Era esposa de um homem justo
2. Era sobrinha do grande Abraão
3. Era conhecedora das revelações de Deus
4. Conhecia a Melquesedeque

III. Os pecados da mulher de Ló


1. Ela pecou com seu olhar
2. Ela pecou com seu coração
3. Ela pecou com seu amor secreto por Sodoma
4. Ela pecou com sua desobediência

IV. O fim da mulher de Ló


1. Nunca conheceu a cidade para onde foi seu marido
2. Não teve o direito de morrer naturalmente
3. Foi transformada em uma estátua de sal
4. Morreu sem oportunidade de arrepender-se, era muito tarde.
Tema: José como um tipo de Cristo
1. A mbos eram pertencentes à família de pastores
I José Gn 37:2
Jesus Jo 10:11-14

II. Como filho amado


I José foi o filho amado de seu pai Gn 37:3
Jesus o filho amado de seu Pai (de Deus) Mt 3:17
() próprio Jesus, fez referência ao amor que seu pai celestial
linha por Ele Jo 17:24

III. Como tendo comunhão total com seu pai


I José viveu em Hebron, lugar de comunhão com seu pai antes
(|iie fosse mandado buscar seus irmãos Gn37:14
> Jesus vivia nos céus,lugar de comunhão, antes de viver na terra
Jo 17:5

I V . Como filho obediente


I José seu pai mandava e ele estava perfeitamente disposto a ir
G n37T3
2. Jesus seu Pai enviou e Ele estava perfeitamente disposto a ir
Jo3 l6, Fp 2:5-7

V. A indiferença e o rancor de seus irmãos


I Os irmãos de José o invejavam tanto, a ponto desta inveja
lornar-se ódio e permitir que o vendessem como escravo Gn 37:4
2. Jesus veio ao mundo para os seus, mas os seus não o receberam.
( )s judeus não aceitaram a Jesus como filho de Deus, seus irmãos
de pátria o renegaram Jo 1:12

VI. Seus irmãos conspiraram


( omparc Gn 37:18 e Mt 21:37-39, havia conspiração para matar a
José bem como a Jesus.
I Levados ao Egito Gn37:36, Mt2:14
2. Ambos tinham bom testemunho Gn 41: 38 , At 10:3 8
3. Sem eles nada podia ser feito Gn41:44, J o l5 :5
4.Foram descobertos vivos após serem considerados mor
G n 44:28, At25:19
5. Fizeram promessas à seus irmãos Gn 50:17-21, Lc 24:47-51

Tema: Quatro grandes resultados


provenientes do ensino
Dt 11:18-21

I. De Loide e Eunice a Timóteo


1. A fé genuína II Tm 1:5
2. As sagradas letras II Tm 3:15

II. De Anrão e Zoquebede


1. Das águas o tenho tirado, quem não nascer da água.
2. Capacidade para não ceder às contaminações do Egito
3. Escolher ou rejeitar Hb 11:24-29

III. D elsa q u eeR eb eca à E sa ú eJacó Gn 25:27-34


1. Capacidade para valorizar a salvação, primogenitura
2. Troca a primogenitura por uma sopa de lentilhas.
3. Preço da redenção Sl 48:7-8

IV. Dos pais da menina escrava do general Naamã


1. Capacidade para testemunhar as maravilhas de Deus
2. A cura da lepra - perdão do pecado
3. Restauração espiritual e a salvação do general II Rs 5:1-4
l ema: A lição do vaso
Jr 18, Rm9:21

<'omo podemos converter-nos em vasos através dos


< 111. () Iispí ri to Santo possa mani festar os seus dons

1 .0 propósito do barro (nas mãos do oleiro)


I I )eus permitiu que Jeremias presenciasse aquela visão para que
pudesse compreender que um vaso quebrado Deus pode fazer um
lindo v;
Você pode estar nesta situação e neste momento Deus quer lhe
‘slaurar

11. 0 vaso que Deus usa ( vaso escolhido)


I Vaso para ser usado na instrumentalidade do seu Espírito Santo
I o vaso idôneo, que não se mistura com o mundo e se santifíca
' Que sabe fazer uso da palavra de Deus sem se envergonhar
■I Q ueé um obreiro (a) valoroso nas mãos do Senhor IITm 2:19

III. Deus deposita a sua riqueza em vaso ( de honra)


Vejamos algumas qualidades do vaso de honra
I lém o selo de Deus
Profere o nome do Senhor
\ Aparta-se da injustiça
•I Purifica-se de toda a impureza
S. Santifica-se todos os dias
(>. Pratica a justiça
7 lividcnciaafépurano Senhor
X. lividencia amor genuíno
l> Vive cm paz com todos
10. Tem um coração puro
II ( orrige quando é preciso, porém com mansidão
I ?.. Sabe ensinar
I K paciente
IV. Vaso rachado
1. No livro de II Timóteo capítulo 2, e versículos 14 ao 18, Deus
nos fala do vaso de desonra, ele fala de um tipo de vaso ou dc
pessoa que produz muitos problemas na igreja: contendas, brig;
que subvertem a fé das pessoas, com desentendimentos. Não se
interessam mais pelo corpo de Cristo, pelo bem dos outros, mas só
pelo seu próprio bem
2. Vaso desonrado Jr 22:28

V. Deus tem o poder para fazer vaso para honra e para desonra
Um certo rei que brincou com os vasos de Deus, morreu.
O vaso
A massa tem que ser de Ia Qualidade, o porte do vaso. Estilo
adequado boca pequena para não falar muito, tamanho certo par;
não crescer demais, largura correta para não inchar

Tema: Nossa participação no mundo


Espiritual

I. Na herança de Cristo
I. Somos participantes de Cristo Hb 3:14

II. Na glória de Cristo


1. Participantes da glória de Deus 1 Pe 5:1

III. Na natureza divina


1. Tem nos dado preciosas e grandes promessas II Pe 1:4

IV. Na graça divina


1. Todos vós fostes participantes da minha graça Fp 1 7

V. No Espírito Santo
1. Provaram o dom celestial e se fizeram participantes do líspii itn
Santo Hb6:4
lema: Levanta-te, resplandece
Is 60:1-6

Isaías, profeta messiânico, teve visões do Filho de Deus


c|iie ia nascer na terra e o viu com luz, vida e estabilidade.

1 .0 C risto-luz
I Isaías viu o Messias com a luz que resplandece do céu na terra
Is 6 0 : 1 - 3
I ,u/ que resplandece para iluminar o mundo. Jesus é a luz que
brilha, que resplandece
a . J o I:4-5
b. 1x2:29
r Jo 8:12
d. Jo9:15
V Luz que aquece e vivifica o mundo. Jesus é a luz, energia, a
vida, a luz do renascer Jo 1:9-14
I. Im z que equilibra - sol da justiça. Jesus é a luz que equilibra o
inundo, reconciliando-o com a justiça divina, equilibrando e
fazendo a paz
a. M l 4 : 2
b. II Co 5:17-21

II. O C risto-vida
I Isaías viu o Messias com a vida que regenera os mortos do
pecado, eles vão se iluminando como a aurora, levantando-se
radiantes de alegria e vida plena

111. 0 Cristo - estabilidade


I Isaías viu o Messias como rei sereníssimo, sacerdote e Senhor
da estabilidade, digno de ouro, incenso e louvor Is 60:6
I ile equilibra, sereniza e tráz a paz ao mundo
a. Jo 14:27
b. Jo 16: 33
Comentários:
Diante do Cristo-luz, Cristo-vida e Cristo-estabilidade,
Isaías apela ao povo de Deus: "levante-te, resplandece, porque é
chegada a tua luz e é nascida sobre ti a glória do Senhor"

Tenhamos a luz, a vida e a paz de Cristo.

Tema: Os mensageiros de más


mensagens iSm4:ii
1. O mensageiro quando a arca foi tomada
1.Mensagem de derrota I Sm 4:16-17
2.Mensagem de morte causou morte, tristeza e um grande
desespero para a nação.

II. O mensageiro quando Absalão foi morto


I .A tristeza e angústia que Davi estava sentindo depois da notícia
II Sm 18:33
2 .0 transtorno que causou, no momento que Davi chorava por
Absalão
3. A revolta do povo contra a posição de Davi II Sm 191

III. Os quatro mensageiros que vieram trazer as más notícias


paraJó
1.Mensageiro com a mensagem - falência
2. Mensageiro com a mensagem - morte
3. Mensageiro com a mensagem - derrota
4. Mensageiro com a mensagem - destruição
Tema: Levanta-te... E vem
Ct2:10-13
I. Ao doente
I Lcvanta-te, toma a tua cama e anda Lc5:24

II. Ao orgulhoso
I Lcvanta-te, e desce à casa do oleiro Jr 18

III. Ao pregador
I Lcvanta-tee vai Jn3:2

IV. Ao faminto
I Levanta-te, e come II Rs 19:7

V. Ao parado
1 Levanta-te e anda

VI. Ao ouvinte
1 Levanta-te e falarei contigo E z2 :l

VII. Ao evangelista
I Levanta-te e percorre esta terra Gn 13:17

VIII. Ao desmaiado
I Levanta-te sobre teus pés

IX. Ao corajoso
1 Levanta-te e passa este Jordão Js 1:2

X. Ao espiritual
1 Levanta-te, e resplandece Is 60:1

XI. À igreja
1. Lcvanta-te, amiga minha, formosa minha e vem Ct 2:10
Tema: Levanta para resplandecer
Is 60:1
A melhor posição para o homem, tanto na vida material
como na espiritual é estar em pé. Porém muitos estão:
I. Assentados (acomodados ou desanimados)
1. Elias I Rs 19:4
2. Israel no cativeiro Sl 137:1
3. Israel e Judá Mq 3:8-10

II. Deitados (fracos espirituais)


1.EH ISm 2:29-30.3:2
a. Deitado - acostumado com o pecado
b. No seu lugar - não no lugar que Deus queria
c. Não podia ver - não tinha mais visão
2. Samuel -I Sm 3:4
a. Já deitado - isso significa que ainda não era hora de estar assim
b. Não diz no seu lugar porque o seu lugar era estar de pé.
c. Antes que a luz de Deus se apagasse - a chama do espírito ainda
ardia em Samuel
d. Breve a lâmpada de Deus (igreja) se apagará para este mundo
e. O Senhor chamou Samuel

III. Caídos (mortos espirituais)


1. Pelos demônios
a. Mc 9:20
b.L c 10:30
2. Por pecados Os 14:1
3. Por falsas doutrinas. G15:4

A todos, Deus diz: "levanta-te e resplandece"


Ex 34:35
Mc9:3-5
Mt9:3-5
F12:15
rema: Livramento pelo sangue
Hb 9:22,10:29-31

() eterno propósito de Deus, de salvar o homem, vem desde


.1 fundação do mundo, Ap 3:8. Na sua onisciência Ele previu a
(|ui-(la do homem e destinou Jesus, nossa justiça Jr 23:6, para
111<>rrcr e satisfazer ajusta exigência da justiça divina, cumprindo a
•nlcnça que os nossos pecados mereciam. O sangue de Jesus
( 'l isto nos garante livramento, proteção e vitória. A rejeição deste
precioso sangue resulta em castigo. Horrenda coisa é cair nas
mãos do Deus vivo!

1. lífeitos indiretos do sangue de Jesus


1 Nas vestes de Adão eE v a G n 3:21
2. Na porta da casa dos israelitas Ex 12:7,13,22
í . N a casa de Raabe (cordão de escarlate) J s 2:18
4. Nas vestes do sacerdote Ex 29:20-21

11.Efeitos diretos ou imediatos do sangue de Jesus


I Remissão e justificação Rm 5:9
2. Purificação e remissão
a. f t 2:14
b. I Jo 1:7
3. Resgate e mudança de atitude
a.lP e 1:18-19
4. Salvação
a. Ap 5:9
b. Tt3:5
c. Ap 22:14
5. Armamento contra satanás
a. Ap 12:11
6. Abertura do caminho (o véu rasgado)
a. I Ib 10:19-20
7 Remédio único para apagar pecados
A. 1Ib 9:22
III. Efeitos de rejeição do sangue de Jesus
1. Hb 10:29-31
2. Calcar o filho de Deus (buscar outro meio)
3. Considerar como imundo o divino sangue - profanar (não dar à
Ele o devido valor).

Comentários:
Jesus pagou alto preço por nossa liberdade. O seu sangue já se
derramou no calvário a fim de proporcionar-nos o livramento
seguro, pleno e eterno, desde que não haja rejeição da nossa parte.

Tema: A obra do Espírito Santo

I. A obra da convicção
1.Quando Ele vier convencerá o mundo do pecado, da justiça e do
juízo. Jo 16:8

II. A obra da regeneração


1. Quem não nascer de novo não pode ver o reino de Deus Jo 3:2-3

III. Obra da consolação


1. As palavras que os digo não falo de mim mesmo. Antes é o pai
que está em mim quem faz as obras Jo 14:10

IV. Obra de glorificação


1. Ele vivificará os vossos corações mortais Rm 8:11

V. Obra de santificação
l.Se viverdes pelo Espírito e mortificardes as obras do corpo,
vivereis Rm8:13
Tema: Louvai ao Senhor
Sl 105:1

1. IN:»saída do Egito
I O povo louva ao Senhor pela sua libertação Ex 15:19-20

II. l)o outro lado do mar


I ( 'anta M iriãe toda Israel pelo livramento Ex 15:20
2. Uma senhora (era a idade aproximada de Miriã) de 92 anos
pega o pandeiro e louva ao Senhor

III. A posse da terra prometida


I Olouvorzão pela bênção Js6:5

IV. Débora, Moisés cantam pelo sucesso


1 Pelo triunfo e pelas batalhas ganhas Jz5:2

V. Louvemos ao Senhor pela inauguração do templo


I Salomão I Rs 8:65
2. lile fez menção do nome do Senhor em louvor e gratidão

VI. Nós louvamos ao Senhor pelo seu fdho, nosso Senhor e


Salvador Jesus Cristo, que nos trouxe a salvação
I A minha boca te louvará Sl 63:5b
2. Louvai ao Senhor, louvai ao Senhor servos do Senhor Sl 113:1
3. Louvai ao Senhor todos os gentios Rm 15:11a

VII. Um novo cântico entoarão os salvos no arrebatamento os


anjos num só coro celestial
1. Na visão de Isaías os anjos cantavam num só coro Is 6:3
2. Um coro celeste, pelo nascimento de Jesus Lc 2:13
Quatro razões para você louvar ao Senhor
1. Mas vós sois a geração eleita I Pe 2:9
2. Sacerdócio real
3. Nação santa
4. Para que anuncieis as grandezas daquele que vos chamou das
trevas para a sua maravilhosa luz.

Tema: O louvor que liberta


At 16:25-26
Louvore oração

I. O louvor que liberta


1. Paulo e Silas estavam encarcerados e presos At 16:25-26
2. Era início da madrugada, 2a Vigília
3. Quando Davi louvava ao Senhor e os espíritos maus saíram dc
Saul I Sm 16:23

II. O louvor que dá a vitória


1. Os cânticos que levam à vitória II Cr 20:21
2. Moisés louva a Deus com toda Israel, pela vitória sobre Faraó
Ex 15:1

III. O louvor que enche


1. Através do louvor se manifesta a glória de Deus
2. E os discípulos louvavam no cenáculo, no dia de Pentecoste
At 2:1

IV. O louvor em ato de agradecimento


1. Miriã e moisés louvaram ao Senhor apos a passagem do Mar
Vermelho Ex 15:l
2. Davi louva à Deus I Cr 29:10
3. Simeão louva a Deus por se cumprir a profecia do Senhor, foi
ele quem apresentou o Menino Jesus Lc 2:27-30
Iema: A maior traição da história
Mt26:14-16

Em todo o mundo e em todas as épocas, muitas transações


lem sido feitas entre as pessoas. No entanto, nenhuma poderia ser
ais horrível e tenebrosa do que a efetivada há quase dois mil anos
alrás entre Judas Iscariotes e os príncipes dos sacerdotes, na
Palestina. Hoje, na "semana santa", o povo, crédulo em folguedos
populares, revela a sua aversão pelo traidor mediante a crítica e a
"queima de Judas" Entretanto muitos, como Judas estariam
ambém perguntando: que me quereis dar, e eu vô-lo entregarei?

1. Três passos para a traição


I Procuravam como o matariam
a. O pecado da mente Lc22:2
2. Satanás entrou em Judas
a. Pecado do coração Lc22:3
V O pacto da traição
A. O pecado nas mãos, manipulação Lc22:4

II. O dinheiro maldito


1 Trinta moedas de prata Mt26:15
2. Muitos por dinheiro, ainda hoje abandonam a Jesus
V Jesus, nosso exemplo, rejeitou a oferta satânica "tudo isto te
darei" M t4:8-9

III. A ganância de Judas e a obediência de Paulo


1 Judas: que me quereis dar? Mt26:15
2. Paulo: Senhor que farei? At 22:10

IV. O custo da traição e o resultado da obediência


I O resultado da traição Mt 27:3-5
2. O resultado da obediência - II Tm 4:7-8
Comentários:
Nunca devemos fazer a pior de todas as transações,
trocando a pessoa bendita de Jesus por qualquer outra coisa, por
mais importante que esta possa parecer.

Tema: Jesus a luz do mundo


Jo8:12a

Objetivar que no mundo que vivemos o homem tem


andado em densas trevas, a alma e o coração do homem está em
escuridão total, mas Jesus veio a este mundo para mostrar o
caminho da salvação, pois é a luz do mundo.

I. Por que Jesus é a luz do mundo?


1. Porque ele mesmo disse: Jo3:19
2. Porque esta foi a sua missão no mundo
3. Porque a luz veio para desfazer as trevas do pecado
4. Ilustrar o endemoninhado gadareno Mt5

II. Por que a luz veio ao mundo?


1. Para iluminar o caminho do homem. O cego Bartimeu
2. Para iluminar o coração do homem. Martinho Lutero
3. Para iluminar a alma do homem para com Deus
4. Ilustrar Saulo de Tarso e sua conversão em Paulo

III. O que acontece quando esta luz penetra em nós?


1. Temos alegria - ilustrar o Monte da Transfiguração
2. Temos paz - o nascimento de Jesus Js 9:6
3. Temos poder - os discípulos no cenáculo
4. Quando temos a luz de Jesus em nossa vida, temos o seu amor.

Quando a luz penetra, sai a tristeza, a ira, a inveja, angústia,


etc... Deixe hoje a luz de Cristo penetrar em sua vida. Is 60:1
Toma: A meia-noite na Bíblia
Mt25:6
Ensina-nos a contar o íempo Sl 90:12
I udo nos mostra que há um limite para todas as coisas,
.ida página virada tráz logo em seguida outra. As horas no
i rlór.io dc Deus se escoam e logo tudo se findará. Cada minuto
aproxima deste último momento.

I. Tempo marcado para o maior acontecimento


I A saída do Egito
A s 5 virgens já estavam preparadas Mt25:2
A igreja está em fase de preparação

II.1nicio da maior festa da história


I Iiodas do Cordeiro onde todos aqueles que foram salvos estarão
ali festejando, comemorando a vitória

III. Momento de mudança final


I Para aqueles que estão em prova chegará a hora da vitória
Para nós que estamos neste mundo tenebroso, entra a mudança
final, vamos morar no céu.
í I)o choro para a alegria, da tristeza para a felicidade.

IV. A última noite da história


A meia-noite pode ser:
I O fim do choro, começo da alegria Sl 30:5
fim da luta, momento da bênção
V O lím da escravidão, início da liberdade Ex 12
■!. lisquecimento das feridas, momento de regozijo At 16:23-33

Depois desta noite:


a.Choro e desespero
b.( irande tribulação
..lui/.o final
Onde estaremos depois da meia-noite?
No céu participando da grande festa que há de ser
realizada, depois do arrebatamento ou na terra lamentando e
sofrendo os danos que a terra e os seus moradores vão passar, que é
a grande tribulação.

Tema: O maravilhoso perdão de Deus


S l25:11

I. Quatro razões porque Deus perdoa


1. Sua natureza divina
a. Deus perdoador D n 9:17-19
b .À Deus pertence Dn9:9
2. Seu infinito amor
a. Eu pago por amor de mim Is 43:25
3.N om edeJesus I J o 2:12
4. Nossa incapacidade Sl 103:14

II. Quatro classes de pessoas que Deus quer perdoar


1. Os que se arrependem Is 55:7
2. Os que se convertem At 3:19
3. Os que se humilham II Cr 7:14
4. Os que o invocam Sl 86:5

III. Quatro leis do perdão


1. Pecado perdoado não existe mais. Deus esquece, lança, não se
acha Hb8:12
2. Todo perdão é integral S1103:3
3. Só Deus pode perdoar pecados
4. Só existe perdão na terra M t9:6
lema: A necessidade de ter a Glória de
Deus conosco
I Sm 4:21

A arca era o sinal de Deus no meio do povo, nesta


I>; agem vemos o prejuízo do povo de Israel.

I. Deus sempre quis mostrar sua Glória


I A Moiscs no Monte Horebe Ex 3:1
Aos discípulos no Monte M tl7 : l
Ao povo de Israel no Monte Sinai E x l 9
I Isaías no templo orando Is 6:1

II. () que nos impede de ver a Glória de Deus?


I () pecado escondido
a. Acã Js 7:19
b. Jonas J n l:3
l-alta de buscar a Deus
K Falta de adoração a Deus
■I. A glória se afastando do templo

III. 0 que fazer para ver a Glória de Deus?


I O santuário deve estar limpo
.1. 1)cvemos adorá-lo na sua grandeza
\ . I cmos que clamar pela sua Glória
4. Temos que perseverar na busca a Deus

Quando sentimos a Glória de Deus na vida, somos


(ransformados e ficamos convictos da grandeza de Deus e do
seu poderio maravilhoso.
Tema: O Mestre está aqui e te chama
Jo 11:28

I. Te chama para ver as maravilhas de Deus


1. Vieram ver as maravilhas de Deus Mt 21.13-15

II. Te chama para uma nova vida


1. Andaremos em novidade de vida Rm 6:4
2. Se alguém está em Cristo nova criatura é II Co 5:17

III. Te chama para entrar pelas portas


l . É a porta que os justos entrarão Sl 118:19-20

IV. Te chama para mais uma oportunidade


1. Vinde a mim todos os que estais cansados e oprimidos e eu vos
aliviarei Mt 11:28

V. Te chama para orar


1. Clama a mim e responder-te ei e anunciarte-ei coisas grande,
firmes que não sabes Jr33:3

VI. Te chama para abençoar


1. Jesus chama Bartimeu e lhe abençoa, devolvendo-lhe a visão
Mc 10:49
l ema: Os mistérios revelados, e os que
estão em oculto
Lc 8:10, Dt 29:29

I. Deus revela à Samuel as coisas que ele ia fazer em Israel


1.Disse o Senhor a Samuel vê vou fazer uma coisa em Israel
I Sm 3:11
2 .0 Senhor não fará coisa alguma sem antes revelar os seus
segredos aos seus servos e profetas Am 3:7

II. O Senhor revela à Eliseu a cilada que o rei da Síria tinha


armando
I Deus livra o seu povo do laço do passarinheiro II Rs 6:8
2. Ele revela o profundo e o escondido Dn 2:22
3. Mas Deus no-las revelou pelo seu Espírito, o Espírito penetra
Iodas as coisas, até mesmo as profundezas de Deus I Co 2:10

III. Daniel é revelado sobre o que vai acontecer nos últimos


dias
I As revelações profundas de Deus para Daniel saber o que iria
acontecer no tempo do fim
2. O livro de Daniel é uma espécie de livro apocalíptico no Velho
Testamento Dn 12

IV. Os mistérios que estão ocultos


1 São para Deus que ainda há de ser revelado Dt 29:29
2. São aqueles mistérios que não foram desvendados

V. O Senhor oculta à Eliseu sobre o filho da Sunamita


1 O Senhor encobriu de mim, e nada me revelou II Rs 4:27
2. listava oculto, para que o Senhor viesse realizar tão grande obra
Tema: Os montes simbólicos da Bíblia
Mq 2:7-10

I. O monte da dúvida
I.Carmelo IR s 18:20-21

II. O monte do repouso


l.A rarate Gn8:4

III. O monte da angústia


1. Getsêmani M t26:36-38

IV. O monte da maldição


l.E bal D t27:11-26

V. O monte da bênção
l.G erizim D t28:1-14

VI. O monte da oração


l. Oliveiras L c 22:39-40

VII. O monte da provação


1. M oriáG n22:2

VIII. O monte da visão


l.P isga D t34:l

IX. O monte de Deus


l.H orebe E x 3 :l

X. O monte da transfiguração
l.H erm om Mt 17:1
Tema: A necessidade do arrependimento
At3:19-20

Há muitas necessidades rondando os lares, especialmente


nos países em que a inflação e a recessão aumentam o custo dc
vida e diminuem o poder aquisitivo dos menos afortunados. Mas
a maior de todas as necessidades, e também a mais urgente, é o
reconhecimento da necessidade do arrependimento.

I. A necessidade do arrependimento
1. Arrependei-vos A t 3:19
2. Deus quer que todos se arrependam At 17:30
3. João Batista pregou o arrependimento Mt 3:1 -2
4. Jesus pregou o arrependimento M t4 :17

II. O que é arrependimento?


1. Pecados cancelados At 3:19
2. Pecados deixados Ez 18:30-31
3.Tem posderefrigério A t3:20
4. A presença do Senhor At 3:20

III. A importância do arrependimento


1. Arrepender-se para a salvação II Co 7:10
2. Sem o arrependimento, perece-se Llc 13:3
3. Arrepende-se na hora certa Hb 12:17
4 . 0 arrependimento produz frutos e obras Mt3:6, At 26:20
5. Porcausa do arrependimento hájúbilo no céu Lc 15:10

É necessário arrepender-se , abandonar o pecado,


retornar à presença de Deus e desfrutar os tempos de
refrigério.
Tema: No deserto tem uma porta aberta
Jo 13:7, Ct2:10,Dn 12:13, Os2:14-15

I. Deserto de Deus - território de prova


1. Deus levou Moisés ao deserto para prová-lo, onde uma grande
porta se abriu Ex3:2
2. Hagar após ser despedida por Abraão, foi para o deserto, a água
se acabou, mas Deus lhe abre uma porta de escape Gn 21.18-19

II. Revelação da sua palavra - e a sua promessa


1. Passa pela prova primeiro
2. No deserto as portas se abrirão
3. Ali falarei contigo, de perto - face a face

III. A esperança no Deus vivo


1. José tinha esperança porque Deus era com ele Rm 5:5

IV. O cântico da vitória


1. José recebe o convite de Faraó
2. Interpreta o sonho de Faraó, quando ele lhe faz governador
3. Levanta-te amada minha formosa minha e vem Ct 2:10

V. Ele só faz milagre quando tudo parece perdido


1. A viúva de um único filho que agora estava morto, tudo parecia
perdido, mas Jesus a encontrou e nova vida lhe deu Lc 7:12-14

VI. Ele só faz milagre em panela vazia


1. Quando Elias pede para a viúva de Serepta fazer o alimento pai a
ele, e ela lhe diz que só tem para fazer um bolo para ela e seu filho
após morreriam I Rs 17:12-14
Tema: A noite vem
Jo9:4

I. Veioparâ Jesus
1. No Getsêmani - angústia Mt 26:36-38
2. Na cruz - desespero e morte

II. Veio para os discípulos


1 Pedro - açoitado várias vezes e por fim crucificado de cabeça
para baixo At 5 :12-42
2. Tomé - açoitado e morto amarrado em uma cruz
3. André - açoitado e atravessado por uma lança
4. Filipe - açoitado e enforcado em Frigia
5. Bartolomeu - tiraram-lhe a pele
6. Lucas - enforcado em uma oliveira na Grécia
7 Paulo - amarrado nos pés e mãos e decapado
8. Tiago - morto à paulada

III. Veio para a igreja primitiva


1. Centenas de jovens, velhos e crianças foram devorados pelas
feras romanas
2. Vários pregadores foram queimados vivos em praças públicas

IV. Veio para a igreja descuidada


1. A igreja morna Ap 3:16
2. A igreja despreparada Mt 24:40-42
3. A noite para a igreja vazia Mt 25:1 -10
Não virá para a igreja

Que sofre Tg 1:12


Que chora M t5:4
Que não se conforma com este mundo R m l2 :2
Que vigia Lc 12:36
Que espera Nele Rm8:25
Tema: A oração é uma chave que:

1. Abre a porta da evangelização


1.Não só os judeus mas também os gentios(todo mundo)Mc 16:15
2. Os que crêem, os necessitados

II. Abre a porta da prisão


1. Mas, a igreja fazia contínua oração At 12:5
2. Uma oração movida de louvor - e o milagre aconteceu

III. A porta dos segredos de Deus


1.Grandes segredos que ainda não foram revelados Jr 33:3,
Lc8:10
2. Os segredos e os mistérios são para aqueles que estão no círculo
da sua intimidade

IV. Abre a porta da renovação da igreja


1. E tendo orado, moveu-se o lugar em que estavam reunidos,
foram cheios do Espírito Santo At 4:31
2 .0 poder eficaz da oração, e a renovação no corpo da igreja
At 2:4

V. Abre a porta da conquista das nações


1. As nações recebiam a palavra de Deus e muitos se rendiam aos
pés do Senhor- Paulo em Atenas At 16:33-34
2. Sl 2:8
3 .0 triunfo de uma nação que observa a verdade Is 26:2

VI. Abre a porta das dificuldades


1.Jo 16:24
2. Oração

VII. Abre a porta da saúde física e espiritual


l . Tg 5:14-15
Tema: O obreiro, a unção e a mensagem

1. A mensagem de um obreiro deve ser uma espécie de erupção


dc santa energia e de poder da alma
I IVdm c João oram pelo povo e um grande poder desce sobre ele.
logo após Simão lhe oferece dinheiro pelo poder At 8:14-19

II. A unção do obreiro coloca Deus no evangelho


I .O Espírito do Senhor me ungiu para pregar as boas novas Is 61 1
2 . 0 Espirito do Senhor é sobre mim para eu evangelizar Lc 4:18

III. Unção na vida do obreiro é o elemento divino na mensagem


I .Com a unção que recebestes não é preciso que fique pedindo
para que vos ensinem, pois Ele vos ensina na verdade, por isso
permanecei Nele. IJo 2 :2 7
2. Koi com esta unção que Pedro após o Pentecoste pregou e quase
3 mil almas aceitaram a Jesus At2:41

IV. O obreiro que tem unção e mensagem ele é mais poderoso,


do que um míssel nuclear
I Eliseu mesmo depois de morto nos seus ossos tinha unção
II Rs 13:21
2. Quando manda a viúva buscar vasos muitos e não poucos,
conforme a sua palavra assim Deus o fez, pois o azeite não acabou,
mas sim parou, e ela pode pagar a sua dívida II Rs 4:5-7
3. Quando Eliseu faz o machado flutuar, ele tinha unção e poder na
sua palavra II Rs 6:6-7
4. Elias orou a Deus com poder e o fogo do céu caiu IR s 18:37-38
Tema: O obreiro e a sua vida particular
I. Precisamos aplicar-nos arduamente tanto em:
1. Viver corretamente quanto em pregar bem
2.Paulo recomenda a Timóteo, como ter sucesso no seu
ministério, e ter uma vida bem sucedida IT m 4 :l 1

II. Nosso ministério é como nosso coração


1.Nenhum homem levanta-se muito acima do nível da sua
bondade habitual
2.Por exemplo, João Batista com seu ministério, importa que Ele
cresça e eu diminua Jo3:30

III. O obreiro que prega cruz, precisa ser crucificado


1. Crucificado seu eu Jo5:30
2. A sua língua Tg 1:26
3 . 0 seu orgulho I Sm 2:3

IV. O obreiro pode expulsar demônios dos outros


1.E tem um demônio ou é um demônio
2.Vejamos quando Jesus disse que teria que ser entregue aos
escamecedores e morrer Mt 16:23

V. Que coisa terrível seria se eu ignorasse o poder da verdade


que estou preparando para pregar
1.0 Senhor fala para dar-mos ouvidos à sua voz e fazer tudo
conforme Ele nos ordenar Jr 11:4b
2.Os profetas devem profetizar o que Deus lhes ordenar, não
importa se é do agrado dos que o houvem ounão Jr 23:21

VI. A vida de um obreiro piedoso


1. Vejamos a vida de Eliseu quando tem que ser exemplo
2.A Sunamita fala com seu esposo a respeito do que tem
observado à respeito de Eliseu II Rs 4:9
Eis aí uma vocação divina, que somente Deus pode lhe dar
l ema: As oito virtudes do Sangue de
Jesus IP e 1:18-19
1. Virtude de redimir: significa comprar de volta
I Cristo nos redimiu da maldição da lei G13:13
( 'l isto nos redimiu da escravidão Rm 8:15
í. ( 'l isto nos redimiu do temor da morte I Jo 4:18
•1. A mulher apanhada no ato de adultério Jo8

II. Virtude de expiar: significa sacrifício perfeito


I Sem derramamento de sangue não haveria remissão Hb9:22
2.Não haveria expiação se o sangue do animal não fosse
derramado

III. Virtude de purificar: significa limpar


1 Somente o sangue pode nos purificar de todo o pecado Jo 1:7
2. Não importa se os nossos pecados são como escarlate Is 1.18
3. Quando somos lavados neste sangue somos libertos do pecado
4. Martinho Lutero e a acusação do diabo a ele

IV. Virtude de preservação


I liste sangue nos preserva dos nossos inimigos
2. liste sangue nos preserva das nossas enfermidades.
3. liste sangue nos preserva da morte
4 . 0 povo de Israel e a matança de todos os primogênitos do Egito

V. Virtude de intercessão: interceder


1 O Sangue de Jesus fala melhor que o sangue de Abel Hb 12:24
2 .0 sangue de Abel apelou e prevaleceu, seu grito era vingança
3 .0 Sangue de Jesus apela e prevalece: seu grito é: pai perdoa-lhes
4. As feridas de Jesus são as muitas bocas para apelar a Deus a
favor dos pecadores Z c l3 :6

VI. Virtude de aproximação


I Só podemos ter acesso a Deus mediante o Sangue de Cristo
2 .0 Sangue de Jesus nos dá confiança junto a Deus Hb 4 : 16
3. O Sangue de Jesus nos dá ousadia de entrar no santuário
Hb 10:19-21
4. No Velho Testamento o sumo sacerdote entrava uma vez no ano
para oferecer sacrifício a Deus pelo povo de Israel, mas não podia
entrar no lugar Santo dos Santos sem levar sangue Hb 6:6,9

VII. Virtude de confirmação


1.0 testamento jamais foi válido sem que as vítimas fossem
mortas
2 . 0 testamento não tem força, só quando o testamenteiro morre
3 . 0 Sangue de Jesus é aprova que o testamenteiro já morreu
4. Sendo que o testamenteiro já está morto, distribuiu bens para
cada um dos seus herdeiros porque Cristo assinou com seu próprio
sangue o testamento Ef4:8-10

VIII. Virtude de poder vencedor


1. Os escritos do apocalipse diz que nós vencemos pelo Sangue do
Cordeiro Ap 12:11
2. Pelo Sangue de Jesus vencemos os ataques de satanás
3. Pelo Sangue de Jesus nos dá o direito de entrar na cidade santa
Ap22:14

Comentários:
Agora podemos usufruir deste sangue, podemos ser
alcançados gradualmente tanto quanto cheios de virtudes para
toda alma que Nele crê, quem quiser vir e crer neste sangue,
encontrará virtudes em sua vida e será salvo do poder do pecado.
l ema: Onde buscar a paz?
Sl34:14
Inquietação
< omlição para ver a Deus - segui a paz com todos e a santificação
a qual ninguém verá o Senhor Hb 12:14

I. Os que amam a lei do Senhor


I ( )s que amam a tua lei Sl 119:165
!i todas as tuas veredas são de paz Pv 3:17

II. INa j ustificação pela fé


1 Pois justificados pela fé, temos paz com Deus R m 5:l
Mas a quem vem pela fé em Cristo Fp 3 :9b

III. No Reino de Deus (não é comida, bebida, mas, paz,


justiça...)
I Rm 14:17

IV. Os que andam em Cristo têm paz com todos


I Saudai uns aos outros com ósculo de amor I Pe 5:14

V. No fruto do Espírito
I.Amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade,
fidelidade, mansidão, domínio próprio G15:22-23

VI. Nos que andam em obediência à palavra de Deus


1 Paz e misericórdia sejam sobre eles G16:16

VII. Pelo Sangue de Jesus


1. A paz pelo sangue de sua cruz Cl 1:20
O homem de paz
1. Alexandre o grande, conquistou tudo (menos a salvação)
. Falta novos desafios
2. Os atores de Holywood conquistam a fama e o prestígio (porém,
falta-lhes a salvação)
. Falta de razão para viver
3. As guerras: mundiais, Coréia, Golfo, Vietnã, Iugoslávia, etc.

Tema: No nome de Jesus há vitória


ICo 15:57

I. Na hora do milagre
1.DeBartimeu Mc 10:46-52
2. Na multiplicação dos pães e peixes Jo 6:5-13

II. Na hora da cura


1. Da mulher do fluxo de sangue Lc 8 :43 -44
2. Na vida de Enéas At 9:34

III. Na ressureição
1 .De Lázaro, dizendo, Lázaro sai para fora Jo 11:23-44
2.Jesus chega na casa de Jairo e traz a vida para a sua filha
Mc 5:41-42

IV. Sobre o mundo


1. Ele venceu o mundo Jo 16:33
2. Homem que venceu o mundo e suas concupiscências, das
quais, o mundo não era digno Hb 11:37-38

V. Sobre a morte
1. Onde está ó morte a tua vitória IC o 15:55-57
2. Jesus vence a morte, vence o inferno em todos os aspectos
Toma: Onde estás?
I )eus pergunta para Adão onde estás, Adão sem saber
i |iu- responder por causa da sua situação caótica, e fora da área que
I K i i s o linha colocado, enfim responde, eu ouvi a tua voz e temi,
porque estava nu e me escondi trazendo para os nossos dias, a
humanidade está na mesma situação, ao ouvir a palavra de Deus
eles têm medo a ponto de esconder-se, e colocar subterfúgios, de
que já têm a sua filosofia de vida.

I. Kscondido nos prazeres deste mundo


1 ( )nde o inimigo está fazendo muitos ídolos para este mundo
2 .Dando glória para a criatura e esquecendo do criador
\. Iistào escondidos nos prazeres da vida

II. Nas filosofias da vida


1.()nde muitos estão escondidos nas filosofias da vida
2. Acreditando nas filosofias dos homens enganadores

III. Na sabedoria humana


I Muitos estão se escondendo na sabedoria humana
2. Sabedoria esta que não tira proveito de nada
\ . M uitos cientistas chegam a negar a existência de Deus

IV. Na vaidade que o mundo lhes oferece


I Querendo se esconder na sua beleza
2. Onde o apóstolo Paulo disse: que o deus deste mundo é o ventre
I p 3 : 19

V. No orgulho
I Quantos estão mergulhados no seu próprio orgulho dizendo ser
o tal
2. Não reconhecendo a soberania de Deus
3. Como Nabucodonozor, quando passeava pelo seu palácio
VI. No dinheiro
1. Os homens estão escondidos nas sua fortunas
2. Muitos chegam a pensar que o dinheiro compra tudo, fazendo
do seu dinheiro o seu deus.
3. A Bíblia diz que é mais fácil passar um camelo pelo fundo dc
uma agulha do que entrar um rico no reino de Deus Lc 18:25

Tema: O obreiro e a sua vocação Divina

I. Ninguém se torna obreiro cristão se não for ordenado pela


imposição de mãos invisíveis
I.Saulo foi ordenado por Deus, de Saulo virou Paulo cheio do
Espírito Santo

II. O obreiro só deve entrar no ministério cristão se não


conseguir ficar fora dele
1.0 ex-endemoninhado de Gadara queria ir com Jesus de qualquer
maneira Mt5:18

III. Ninguém, a não ser aquele que fez o mundo, pode fazer
um obreiro do Evangelho
1. Atentes para o ministério que recebestes do Senhor Cl 4:17
2. Aquele que vos chamou, sede santo como Ele I Pe 1.15

IV. A essência do obreiro está naquilo pelo qual Deus o criou


não no que a igreja o autorizou a fazer
1. Ele mesmo deu uns para apóstolos, outros para profetas, outros
para evangelistas, e outros para pastores e doutores Ef 4:11
l ema: Para que um avivamento
Hc3:2

1. Para nos tornarmos mais espirituais


I ( >s discípulos depois do Pentecoste ficaram mais dispostos
Itnso; •a face do Senhor
Por exemplo Pedro depois doPentecoste.
í. Pedro tornou-se um homem mais espiritual, cheio da graça de
I )eus, pregou para o povo

I I . Para nos tornarmos mais frutíferos


l.lvu vos designei para que vades e deis frutos; e o vosso fruto
permaneça
2.Vejamos Pedro se destacando, e dando frutos depois do
Pentecoste

III. Para nos tornarmos mais poderosos


I Pedro e João indo em direção ao templo, eles estavam cheios de
poder de Deus, quando mandou o coxo olhar para ele e o milagre
aconteceu
2. Pelo poder que estava na vida de Pedro; as pessoas traziam para
meio da rua os enfermos em esteiras e leito esperando que
quando Pedro passasse a sua sombra curasse as pessoas
3.Poder espiritual, Deus pelas mãos de Paulo faz milagres
extraordinários At 19:11
4. Dc sorte que até os lenços e aventais eram levados do seu coipo
aos enfermos At 19:12

IV . Para alcançarmos maior visão


1.Quando você passa pelo avivamento, você vê melhor, você
consegue uma visão telescópica
2 .Visão no sentido da obra de Deus, visão no crescimento da obra
V A Bíblia relata que uma noite Paulo teve uma visão para passar a
Macedônia e Paulo estava sabendo que ele ia alcançar grande,
objetivos
V. Para melhor realizarmos a obra de Deus
1.Depois de tal avivamento os discípulos já estavam mais
capacitados
2. E a obra do Senhor estava indo de vento em popa
3. A obra estava sendo realizada com dedicação
4. Aumentava a cada momento o número de salvos
5. E cada um tinha um desempenho para realizar a obra de Deus

Tema: Para onde olha você?


I. Visão tentadora
I. Eva - ela olhou a árvore proibida e a cobiçou e o pecado entrou
em seu coração Gn3:6

II. Visão de cobiça


1.Ló-ele viu as campinas do Jordão, pois eram muito verdes c
belas Gn 13:10

III. Visão segundo o seu coração


1. Acã - ele ficou com desejo de ter a capa e os demais objetos que
0 levaram a morte Js 7:20-26

IV. Visão provocadora


1. Cristo - vendo que não sabiam o que faziam ainda disse: "ó pai
perdoa-lhes pois não sabem o que fazem". Lc 23:24

V. A visão domina a vida


1.Olhar para trás impede o nosso sucesso
2.Mulher de Ló ao olhar para os seus bens que ficaram cm
Sodoma perdeu a sua vida Gn 19:26
Tema: Para um lar ser feliz
Ef 5:2-33,6:1-4
/
() apóstolo Paulo ensinou aos cristãos de Efeso as bases do
hu Icliz. São quatro pilastras que se espera encontrar em cada lar
enst;' submissão, a m o r,obediência e honra.

1. Submissão
I Submissão é a disposição para colocar-se sob alguém. É aceitar
•om docilidade estar na dependência de alguém. Para uma vida
ser Icliz
1 Hlc há de submeter-se à vontade de Deus, o Pai como fez seu
Filho (Jo6:38). Tem que seguir a Palavra de Deus (Lc 1:38). No
lar, o homem representa Deus-Pai, a mulher representa Deus-
Kspírito, e o filho representa Deus-Filho, Jesus Cristo, pela
submissão, não há problema com a trindade. Assim, pela
submissão não haverá problemas no lar.
L Mulheres submissas aos maridos, como o espírito se submete
cm unidade ao pai Ef5:22

II.Amor
I Amor: mola da vida. Em tudo vemos o amor de Deus. "Deusé
amor" (IJo 5:8 ). Como o Pai e o Espírito se amam, assim devem
amar-se marido e mulher, sendo os dois um só.
2.Maridos amando as esposas, como Cristo ama sua igreja
IT 5:25-27
3.Maridos amando as esposas, como amam a si mesmos
Ef 5:28-31

II (.Obediência
I .No ministério da santíssima trindade há uma grande obediência
entre o Pai, o Espírito e o Filho. Por isso há harmonia na Trindade
Divina, o Pai ama, dá amor, o Espírito recebe amor e permuta
amor. O Filho se harmoniza no amor do Pai e do Espírito, sendo
um com o Pai (Jo 10:30), que é um com o Espírito.
2. Filhos obediência aos pais, no Senhor Ef 6:1

IV. Honra
1. Honra é respeito à dignidade de cada um. Muita infelicidade há
no mundo e nos lares, com fruto de não respeitar a dignidade dc
cada um.
2. Filhos honrando pai e mãe Ef 6:2
3. Pais não provocando à ira os filhos Ef6:4
4. Pais conduzindo o lar no Senhor. E f 6:4

Comentários:
Eis a síntese para um lar feliz. Amor, submissão, obediência c
honra. Seja a receita do lar cristão feliz.

Tema: Três classes de seguidores de


Cristo
Ap 14:4

I. Aqueles que não querem seguir a Cristo


I.M ancebo rico (jovem rico) Mc 10:17-22

II. Aqueles que seguem a metade do caminho


1. Judas

III. Aqueles que o seguem ate o fim


1 .0 decidido Zaqueu
2 . 0 enganjado ex-cego de Jericó Mc 10:52
3 .0 enganjado ex-endemoninhado de Gadara Lc 8:39
l ema: Pedras Vivas
Mt 16:18,1 Pe2:5

I. r e d r a bruta (não trabalhada)


I IVdro antes de ser lapidado pelas experiências da vida
l«» IX. 10-1 l,J o 13:6-10
Paulo pedra bruta, a qual foi lapidada pelo poder de Deus
Al 9 1 7 - 1 8

II. Pedra falsa (zircone)


I Iisla pedra é uma imitação do brilhante, porém sem valor real.
I• um estilo de Judas Iscariote Lc 22:47-48
S i mão, este homem e o poder de Deus A: 8:10

III. Pedra já trabalhada (lapidada)


I Pedro depois do Pentecoste, cheio da graça de Deus, do Espírito
Santo e de poder At 2:14

IV. Pedra preciosa


I .Jesus - pedra esta que foi rejeitada pelos edificadores foi posta
por cabeça da esquina Mc 12:10

V. Que tipo de pedra você é afinal?


I I• outra vez vereis a diferença Ml 3:18

Comentários:

/.ircone é uma espécie de pedra que não tem valor, não é como o
brilhante, não tem muito significado, é uma pedra de menor valor.
Já o brilhante, é uma pedra caríssima, pedra essa que tem uma
qualidade excelente.
São muito parecidas, porém uma rara e de muito valor e a outro só
serve para imitá-la.
1.0 Senhor mandou Moisés colocar as pedras e 4 ordens
I •:('28:17-21
Existem várias qualidades de pedras, cada pedra tem seu
significado:

Rubi, ela é preciosa - para os que se formam advogados Jó 28:18

Esmeralda, ela é preciosa-para os que se formam enfermeiros


Ap4:3

Ametista, ela é brasileira - para os que se formam em história ou


teologia Ex39:12

Ônix ela é brasileira - para os que se formam policiais Gn 2:12

Safira ela é ocidental para os que se formam engenheiros


Ap 21:19

Ágata ela é preciosa Ex28:19

Topázio ela é preciosa Jó 28:19

Brilhante ela é preciosa Ez28:13

Zircone ela é falsa Ml 3:18


Iema: O poder da oração II
Tg5:16

1. ( >t nçíio do justo realiza muita coisa


I A na orou e recebeu o filho que queria I S m l:1 0
llia s orou no Monte Carmelo e Deus lhe mandou fogo do céu
I l<s 18:38
< Pedro estava na prisão, mas a igreja fazia contínua oração por
d e à Deus At 12:5

II. A oração do justo leva-o mais perto de Deus


I Se o povo orar e buscar a minha face Eu ouvirei do céu e sararei
a sua terra II Cr 7:14
Se chegue a Deus em oração, quando a Bíblia diz: Chegai-vos a
I )eus e ele chegará a vós

III. Abre o caminho para uma nova vida cheia do Espírito


I lendo eles orado foram cheios do Espírito Santo At 4:31
1 Eles oraram para que fossem cheios do Espírito Santo At 8:15
y Paulo chega a Éfeso e pergunta: se eles já receberam o Espírito
Santo, com certeza Paulo em suas palavras, orando e impondo as
mãos

IV. Dá lhe o poder para servir e para devoção cristã.


I li o menino foi oferecido para servir ao Senhor I Sm 2:11
2. Eu vim para servir e dar a minha vida por resgate de muitos
Mt 20:28

V. Dá lhe compreensão da provisão de Cristo por nós


I Abraão no Monte M oriáGn22:8-17

VI. Edifíca espiritualmente


I .Quando oramos, somos edificados espiritualmente, pois a
ação 6 a chave
.. Somos cdificados como casa espiritual IP e2:4
VII. Ajuda-nos a vencer satanás
1. Daniel foi um exemplo quando orava, a Deus, por causa de um
mistério que seria revelado
2. Mas o diabo não prevaleceu, e as orações de Daniel foram
ouvidas Dn 11:12-14

VIII. Esclarece-nos a vontade de Deus


1. Jonas no ventre do grande peixe, diz que se o Senhor lhe tirasse
daquele lugar ele iria fazer a vontade do Senhor Jn 2:1

Tema: O poder eficaz da oração


permanente
I. A oração de Abraão
1. A oração intercessoraà favor de L óG n 18:23-33
2. Uma oração que moveu o dedo de Deus

II. Ana orou e Deus deu a sua vitória


1. Sua oração, suplicando a vitória ISm 1.10-18
2. Sua gratidão, pela oração respondida I Sm 2:1 -11
3. E através da oração, Ana conseguiu abrir a caixa forte de Deus

III. Elias orou e 3 anos e meio não choveu


1. Petição para não chover I Rs 17:1
2. Após 3 anos e meio I Rs 18:45

IV. Daniel orou sem cessar


1. Oração de Daniel para desfazer as obras do diabo Dn 6:10
2. A Bíblia diz que Daniel orava sem cessar 3 vezes ao dia I Ts 5 :17

V. A igreja orava em favor de Pedro


1. A igreja permanecia em oração, só parou quando Pedro chegou
At 12:5 '
Tema: Os perigos do pecado e os
resultados da obediência
Rm 5:17-19

No século em que vivemos o pecado tem-se alastrado


.issustadoramente. A imoralidade sob diversas formas e a
violência crescem dia a dia. Contudo ainda há esperança para os
que praticam tais coisas, porque onde o pecado é grande, a graça de
I )eus é ainda maior. Resta, portanto, que todos deixem os perigos
do pccado, abracem a graça e obedeçam a Deus. Há grande
dilcrcnça entre o pecado e a graça!

1. A origem do pecado
I N ãovem deD eus IP e 1:16,1 Jo 1:5,Tg 1.17
2. Deus não pode ser tentado pelo mal Tg 1.13
í () homem foi criado perfeito, Ec 7:29, Gn 1:3 1
■I. Lúeifer introduziu o pecado Is 14:13-14, E z 2 8 :14-15, Jo 8:44
(quando Adão e Eva foram criados o mal já existia)

I I . 0 aparecimento do pecado e da graça


I () pccado pela desobediência Rm 5:18-19
2. A graça pela obediência Rm5:17,19
V Deus manifestou e derramou a graça T t2 :ll,R m 5 :2 1

III. Os perigos do pecado


I Interrompe a comunhão com Deus R m 5:17,G n3:9
2. Desnuda a pessoa diante de Deus, Gn 3:7, Sl 104:2
3. Torna a pessoa culpada perante Deus Rm 5:18, Gn 3:13
4. Fica debaixo da ira de Deus, R m 5:18,R m 1.18-20, Ef 5:6

IV. Os resultados da obediência


I Reina em vida por Jesus Rm5:17
2. Fica justificado pela graça Rm5:18
V Recebe o favor (graça) Rm5:18
Tema: O poder dc Deus que habita em
você

I. Poder para determinar a bênção


1. Eliseu pela autoridade que Deus tinha lhe dado determinou a
bênção na vida da viúva pobre II Rs 4:1
2 .0 país estava em crise, mesmo assim Eliseu profetizou e
bênção foi liberada.

II. Poder para libertar os oprimidos do diabo


1. Jesus veio com esta missão At 10:38,1 Jo 3 :8b
2. E liberou os discípulos para fazerem a mesma coisa

III. Poder para desmascarar as obras ocultas do diabo


l.Pelo poder que Paulo tinha recebido, ele expulsou o demônio
que usava a moça At 16:16
2 . 0 demônio que atormentava a vida daquele moço, Jesus foi lá e
o expulsou, e desfez a obra do diabo

IV. Poder para ministrar unção para outras pessoas


1. Podemos levar poder de Deus, para as pessoas que não tem e não
sabem o que é isso
2. Paulo chegou na igreja de Éfeso, e perguntou: Recebestes vós o
Espírito Santo At 19:1-6
3. Eles nem sequer sabiam o que era aquilo
4.Com o poder e a unção que Paulo tinha recebido, Paulo
transmitiu para as demais pessoas
5. Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho, a toda a criatura
Tema: O poder do louvor
Sl 147:1

1)eus está procurando pessoas que louvem o seu nome. O


uumigo fica furioso quando alguém louva aDeus.

1. Porque louvar a Deus?


I Pomos criados para isto
2. lio dever de cada cristão
L Louvando a Deus mostrando nossa gratidão a Ele Sl 103

11.0 que faz o louvor?


I Lubrifica a alma do crente
2. Alegra o coração abatido
3. Exalta a presença de Deus
4. Ilustrar Ap 15:3-4
5 .0 louvor faz ganhar a batalha

III. Como louvar ao Senhor?


I De todo o coração
2. Louvando com toda adoração
3. Louvando, reconhecendo que Ele é Soberano
4. Ilustrar a experiência do profeta Isaías

Quando louvamos a Deus de todo o coração, sentimos a


sua glória em nossa vida e somos transformados pelo Espírito
Santo.
Tema: O poder do Sangue de Jesus
Hb 10:19-22

O Sangue de Jesus nos garante livramento, proteção e vitória

I. Livramento dos israelitas


I. Ex 12:7-13

II. Apaga pecados


1. Hb 9:22

III. Purifica a nossa consciência


1. Hb 9:14

IV. Arma o crente para vencer satanás


1. Ap 12:10-11

V. Sangue nas vestes dos sacerdotes


l.E x 29:20-21

VI. O perigo de rejeitar o valor do Sangue de Jesus Cristo


1. Hb 10:29-31

Jesus hoje quer lavar seus pecados, purificá-lo, para você


ter uma nova vida.
l ema: O poder do sofrimento
1 .0 sof rimento no plano de Deus
I José- No plano de Deus, os crentes sempre passam por algum
iipo dc sofrimento por exemplo: José escolhido por Deus, mas
para conquistar o que ele conquistou segundo a vontade de Deus,
d e passou pelo sofrimento
2.JÓ- Jó é uma outra figura muito importante na história, quando
se desencadeou as provas na vida de Jó e o diabo começou a
pressionar a Deus, mas Jó permaneceu fiel, mesmo no sofrimento
d e permaneceu nos planos do Senhor.

11. Exemplos de fé em tempos de provação


I.Podemos aprender muitas coisas sobre a melhor maneira de
Iidarmos com o sofrimento
2.Observamos a vida de José, mesmo sendo provado, mas a sua fé
continuou a mesma, e mesmo passando a cada momento a
provação aumentava,a sua fé não acabava mesmo dentro da prisão
José tinha convicção de uma fé genuina.

111.0 perfil de Jó no sofrimento


1.Mediante as circunstâncias que Jó estava vivendo, ele
permaneceu o mesmo
2. As coisas acontecendo diante dos seus olhos, mas ele estava
llrme

IV. O silêncio do Cordeiro de Deus


1.Jesus Cristo é o único modelo que o crente realmente precisa
para saber como lidar com o sofrimento.
2. Segundo o que a Biblia relata, ele foi oprimido e humilhado, mas
não abriu a sua boca, como o cordeiro ele foi levado ao matadouro.
Is 53:7
V. Como lidar com o sofrimento
1.Precisamos ter a atitude correta ao lidarmos com o sofrimento
2.Observamos como Tiago se expressa a respeito dos profetas,
tomai como exemplo de sofrimento Tg 5:10
3. O nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, Ele soube lidar com o
sofrimento, as suas atitudes eram corretas, mesmo sabendo que ia
morrer IPe 1:11

VI. Lições do sofrimento


1. Dizemos não apenas estar certos da realidade do sofrimento,
mas também ansiosos para por em prática as lições que Deus quer
nos ensinar.
2.Ao observar-mos a vida de Jó tiramos várias lições de
sofrimento, uma delas quando, seus amigos contemplam ele cheio
dc chagas Jó2:12

Ele fortalecerá a sua fé no fogo da fornalha


lema: O perigo de voltar atrás
Fp3:13-14

1 Israel (|uando expiava a terra de Canaã Nm 14:4

I Viu os frutos da terra no Vale de Escol

Ouando viram os filhos de Enaque, homens fortes, e de grande


aluri

Sem Moisés (lider)

•I Sem nuvem, sem coluna

Sem maná, sem água da rocha

I .adrões no deserto

II. A mulher de Ló de volta àSod om aG n 19:24


I I )estruição
Iis lava com o seu coração em Sodoma
Pelo que a Bíblia relata ela tinha o desejo no coração de voltar

III. Barzilai volta do Jordão para sua terra


I II Sm 19:39

I "O vascilante, no livro O Peregrino, voltando à cidade da


destruição"

() seu nome já era vascilante

V Não tinha firmeza


Tema: Por que devemos amar a Jesus?
Jo 14:21-23
Não adianta ensinar preceitos de homens, honrando a
Deus com os lábios e tendo o coração longe Dele (Mt 15:7-9),
quem ama a Jesus respeita a sua palavra! Há razão para amarmos
a Jesus? Sim! Vejamos:

I. Somos amados
1. Ser amado pelo Pai Jo 14:21
2. Ser amado por Jesus Jo 13:1

II. Somos templo


1. Do pai (a trindade) Jo 14:23
2. De Jesus E f 3:17
3. Do Espírito Santo I C o 3:16

III. Guardamos a sua Palavra


1. Se alguém me amar, guardará a minha Palavra Jo 14:23
2. Tem os meus mandamentos e os guarda Jo 14:21
3. Sois os meus amigos se fizerdes o que Eu vos mando Jo 15:14

IV. Conhecemos a Jesus


1. Ele se manifesta a nós Jo 14:21
2. Temos a vida eterna Jo 17:3
3. A vida eterna foi manifestada IJo 1:2
4. Temos a sua graça ( o favor Dele) E f 6:24
5. Ele nos amou primeiro IJo 4:19
6. Para recebermos o melhor Dele, preparou o céu para nós
ICo 2:9
7. Temos uma herança no céu Fp3:20, IP e l:4

A maior expressão do amor de Deus à humanidade foi dada


através do seu Filho Jesus Cristo, amemos pois à Deus,
observando a Palavra.
lema: A porta vai se fechar
Mt25:10

I. A porta da arca de Noé


I Poucos do lado de dentro (salvos)
Muitos do lado de fora (perdidos)

II. A porta das cidades antigas


I A bria de manhã e fechava a tarde
a. Quem ficava do lado de dentro estava seguro
b.Quem ficava do lado de fora corria perigos:tempestades, animais
ferozes e assaltos
Minutos antes de fechar a sentinela gritava: "a porta vai fechar"
U ) viajante que estava mais perto, virava só para trás e repetia a
mesma coisa, até que todos os que estivessem fora, chegassem
antes de ser fechada a porta, pois daí em diante ele não mais
abriria.

III. A porta da salvação-Cristo Jo 10:7-9


I Abriu sem limites na cruz Hb 10:20
2 . 1 is tá para se fechar a qualquer hora Rm 13:11
V Muitos ficarão de fora M t7 :1 3 ,M t2 5 :ll
4. Poucos estarão dentro M t7:13,L c 1:25

Comentários:
Enquanto a porta está aberta os mensageiros gritam por
iodas as partes, "a porta vai se fechar"o que ouve e aceita olha ao
seu redor e avisa os parentes e amigos até que todos os peregrinos
deste mundo saibam que não poderão ficar do lado de fora.
I.c 13:28.
Tema: A presença do Senhor
Ex33:14

I. Há os que se escondem
I. Estavam ouvindo a voz do Senhor que passeava no jardim
Gn3:8

II. Há os que fogem


1. Jonas levantou-se a fim de fugir da face do Senhor Jn 1:3

III. Há os que suplicam


1. Não me lance fora da sua presença Sl 51:11
2. Não esconda de mim a tua face Sl 143:7

IV. Há os que habitam


l.E os retos habitarão na tua presença, e Abraão permaneceu na
presença do Senhor Sl 140:13

Andar na presença do Senhor


1. Andar na mesma direção - Enoque Gn 5 :24
2. Andar de acordo - Am 3:3

Na presença do Senhor
1. Há segurança Mt 8:27
2. Há descanso Mt 11:28
3. Há esperança M t28:19

A companhia do Senhor é indispensável para os


que querem chegar no céu
lema: A presença maravilhosa de Cristo
entre as igrejas
1. O s 7 candelabros (candeeiros)
I Si-ivc para iluminar
Ap I 12

II. As 7 estrelas Apl : 16


I Serve para guiar ou instruir
Selo pastores para sete igrejas diferentes

III. A s 7 igrejas
I Serve para nos fortalecer na fé
As sete igrejas, cada uma no seu lugar e na sua posição
Ap 1:4 as referidas eram Éfeso, Esmima, Pérgamo, Tiatiro,
Sardos, Filadélfia e Laodicéia

IV. Os 7 anjos
I Servem para nos abençoar
( 'ada um fazendo a sua obrigação Ap 8:2

V. Os 7 selos Ap5:l
I Serve para nos edificar espiritualmente falando nos enche
2. Uma identificação E f l:1 3 ,Jo 6 :2 7 ,IIT m 2 :1 9

VI. A s7trom betas Js6:4,Ap8:2


I Serve para nos alertar
2. ('ada trombeta tem o seu significado, na hora certa

VII. A s 7 taças (as pragas) Apl 6: l


1.Serve para castigar aqueles que se levantam contra Deus e o seu
povo
2. E a ira de Deus sobre a terra e o sofrimento da humanidade que
blasfemado seu nome.
Tema: Problemas e vitórias na vida de
uma mulher Mc 5:24-34
I. Os problemas da mulher
1. Padeceu muito
a. No corpo
b. Na alma
c. No espírito

2. Gastou tudo
a. Com remédios
b. Com viagens
c. Com todas as opções apresentadas

3 . N ã o c o n s e g u i u n a d a

a. Com a família
b. Com os amigos
c. Com as religiões

II. Os passos da mulher


1. Creu em Jesus Jo5:24
2. Tocou em Jesus Jo6:37
3. Confessou a Jesus Jo6:37

III. As vitórias da mulher


1. Recebeu a salvação Lc 19:10
2. Recebeu paz R m 5 :l
3. Recebeu saúde Sl 103:3

Não pode acontecer contigo hoje?


Iema: O pródigo em três tempos
L cl5:18

I. <> pródigo em casa


I I K-scontente com o ambiente: falta de amor
I )escontcnte com o alimento: palavra
< I >escontente com o irmão: contenda
•I I )cscjoso de conhecer o além da casa-m undo

II. () pródigo fora de casa


I Eslava livre como queria
( 'onheceu o além da casa - mundo de ilusão
< 1'omec maltrapilho - miséria espiritual
■I I -embrou-se de seu pai - arrependido
s 1’htncjou o reencontro e decidiu (muitos planejam voltar, mas
fio decidem ) levantar-me-ei e irei.

I I I . 0 pródigo de volta à casa


I Apesar do tempo e mudanças físicas, o pai ainda o conheceu
Ao invés de desprezá-lo ou espancá-lo, se moveu de íntima
compaixão
\. Mesmo sujo e mal cheiroso, o pai abraçou-o e o beijou

Comentários:

1 O melhor vestido-vestes espirituais Ap 15:22


2 .0 anel - compromisso para casamento IITm2:19
í. Al parcas - calçados espirituais E f 6:15 firmeza para não cair
ais.
Tema: Os profetas e as profecias falsas
I. Josafá dá um alerta para consultar a Palavra do Senhor
1. A segurança de Josafá pedindo para consultar a Palavra de Deus
para ir à guerra II Cr 18:4
2. Porque o rei já tinha dito segundo os seus profetas que poderia
subir que Deus daria Ramote de Gileade nas suas mãos II Cr 18:5

II.Acabe ergue sua voz e reune 400 profetas (falsos)


1. E todos estavam em sua presença e profetizaram a mesma coisa
2.Que Deus entregaria Ramote de Gileade nas suas mãos
II Cr 18:5

III. O rei de Israel pergunta, para os profetas se ele pode ir à


guerra ou não
l.Os 400 profetas falaram em uma só voz, vai porque Deus os
entregará nas tuas mãos
2.Josafá desconfiado que aqueles profetas eram comprados,
perguntou, há alguém ainda que possamos consultar ao Senhor
II Cr 18:7a
3. Ainda há um homem por quem podemos consultar ao Senhor,
porém eu aborreço porque nunca profetiza coisas boas de mim,
mas sempre más II Cr 18:7b
4 . 0 rei Josafá fala, é esse que eu quero II Cr 18:8

Comentários
A Bíblia nos relata a respeito dos profetas que falam
segundo o seu coração, que seria "profeta falso", vejamos o
exemplo dos 450 profetas de Baal como também, os que apoiaram
Acabe, todos profetizaram o que o rei gostaria de ouvir.

Como tem sido a sua vida com Deus? Você tem sido
como um dos 400 profetas do rei de Israel, ou tem sido
verdadeiramente um profeta de Deus.
lema: Prontos para fazer a vontade de
Jesus
SI 40:8

Deus está procurando pessoas que estejam dispostas


I; sua vontade, com amor a Ele e à sua obra.

I. Porque fazer a vontade de Jesus?


I Porque somos seus servos chamados para isto
Porque somos escolhidos para isto Jo 15:16
< Porque é agradável a seus olhos
■ I II ustrar a vida de Abraão e o sacrifício

11. () que é fazer a vontade de Deus?


I I• estar em obediência à sua p alavra. Como Paulo esteve
2. Ii transmitir aos outros Jesus como Salvador
E obedecer às ordens que Ele nos dá para fazer
•I. A naniascom Saulo At 9:15

111.0 que acontece quando fazemos a vontade de Deus?


I Temos a resposta nas orações
2. Temos comunhão com Ele. Falar sobre o pecado de Acã
3. 'Temos a presença do Espírito Santo em nós
4. Falar sobre a vida de Sansão e de Davi
Tema: Provado pelo fogo
Dn 3:22-23

I. Foi para a fornaiha por não se prostrar diante de uma


estátua
I. Dn 3:18-21

II. Recebeu a ameaça mas não temeu


1. Dn3:15-16
2. Davi recebeu ameaças de Golias, mas Deus era com ele e lhe
deu a vitória I Sm 17:48-49

III. Passou pelo fogo e não foi queimado


1.Dn 3:25-26
2. Quando passares pelo fogo não te queimará Is 4 3 :2b

IV. Foi provado para ser aprovado e receber a sua vitória


1.Dn 3:28-30
2. Sê fiel até a morte e dar-te-ei a coroa da vitória Ap 2:10

Tema: As quatro fases da peregrinação


de Israel
Mq 2:7-10
I. Chamados v. 7
II. Exortados v. 7
III. Impedidos v. 8-9
a. Os que passavam seguros
b. As mulheres
c. Os meninos
IV. Desanimados v. 10
Tema: As qualidades de um cristão que
serve ao Senhor
I Parecer
I Ci ente que parece com Jesus At 6:15
No parecer do cristão em seu testemunho

II. < 'lieiro


I <>l>omcheirodeCristoIICo2:15
( lieiro do conhecimento IICo2:14

III. Andar
I Vejo que este que passa sempre por nós é um santo homem de
Deus IIRs4:9
A criada desconfiava que Pedro andava com Jesus Lc 22:56

IV. I<’alar
I Verdadeiramente tu és um deles, pois o teu modo de falar te
denuncia M t26:74b
Pedro fala perante o Sinédrio como Jesus falou perante a Caifás
At 4:6-10, Mt 26:57-62,64

l ema: Quatro qualidades procuradas


por Deus no homem
I. Fiéis na terra
I Sl 101:6
II. Verdadeiros adoradores
I Que lhe adorem em Espírito Jo 4:23
III. Alguém para ser por brecha
I Ez 22:30
IV. Frutos na figueira
I. Lc 13:6
Tema: Qual a tua petição?
Et 5:3b

I. Perguntou o rei Assuero para Ester, qual a tua petição?


1. Um pedido para desmascarar o seu inimigo
2. Petição para libertar o seu povo Et 5:3-4

II. Elias perguntou à Eliseu, que queres que eu te faça


1. E Eliseu faz o pedido, que haja porção dobrada do teu espírito
sobre mim IIRs 2:9
2. Petição sábia

III. A petição de Ana perante Deus


1.Ana era estéril, mas através de sua petição recebeu a bênção
ISm 1:10-11
2. Um pedido de necessidade

IV. Falou Jesus para Bartimeu, o que queres que te faça


1. A petição de Bartimeu, ele queria ver, pois ele sofria de cegueira
Mc 10:51

V. Tudo o que você pedir à Deus em oração você recebe


(segundo a sua fé)
1. Elias pediu à Deus que não chovesse Tg 5:17,
2. IJo 5:15
3. O pedido com fé

VI. O rei Herodes perguntou para sua fdha pede-me o que


quiseres
1. Que cortasse a cabeça dc João Batista Mc 6:22-24
2. Petição diabólica
l ema: Quando o homem se encontrar
Lc 15:11-24
Quando o homem se encontrar pela análise do seu interior,
d c acha a sua realidade, e dá uma nova direção, à sua vida.
Kcnasce para um novo viver. Vê seus próprios erros, arrepende-se
muda de vida, numa real conversão. Joga fora tudo que está
•siragando seu viver, e assume uma forma nova de vida, sem as
a/.clas que o infelicitam.

1. Quando o homem se encontra descobre sua origem real, e


compreende que o mundo engana e infelicita, porque jáz no
maligno. Lc 15:17-19
I O homem é o sopro de Deus Gn 2:7
I isso sopro ou Espírito faz do homem, a imagem e semelhança do
criador Gn 1:26-27
2. A carne é matéria, e engana Pv 12:20, Ef4:4
\ O mundo engana, porque está no maligno I Jo 5:19, Mt 5:37
Nesse onde o filho pródigo f o i.... E perdeu-se.

II. Quando o homem se encontra compreende que Deus é um


pai amoroso e bom, que satisfaz e o torna feliz Lc 15:20
I I)cus é pai amoroso e bom Jo 3:16, Lc 27:28
2. Deus satisfaz e torna feliz Zc 12:10, Jo 1:16, IC o 12:9

III. Quando o homem se encontra vê sua vida pregressa de


erros, e compreende que seu destino depende dele mesmo,
das escolhas que faz na vida Lc 15:21-24
I O exame II Co 13:5
2 .0 novo destino-conversão Ez 18:30-32
3. A nova vida na casa do pai
a. De reencontro e amor
b. Dc honra e dignidade
. Dc abundância, festa e alegria.
Comentários:
Encontrar-se é cair em si. E olhar por dentro e achar-se.
Achar o próprio eu divino, a luz interior, a parte do Pai que está
dentro da pessoa, e dar-lhe a verdadeira dignidade de filho de
Deus. É arrepender-se do mal, jogá-lo fora, unir-se ao Pai e
começar uma nova vida de luz, abundância, dignidade, limpeza.

Tema: Quando Deus não houve as


orações
Is 59:2

Este tema é baseado em várias pessoas que tiveram a triste


experiência de clamarem a Deus sem serem atendidos, mesmo
com arrependimento.

I. Quando damos lugar à vaidade


1. Jó 35:13
2. Davi "se eu contemplar a vaidade o Senhor não me ouvirá"

II. Quando damos lugar ao pecado


1. Israel no deserto Dt 1:45
2. Os quatro séculos de silêncio de Deus entre Malaquias e Mateus
(folhas brancas na Bíblia)

III. Quando o homem é rebelde à sua Palavra


1 .E sa ú G n 25:32, Hb 12:17
2. Saul Deus não o respondia por visões, nem por sonhos o
profetas e nem por Urin ISm 15:22-26, ISm 28:6
3.Judas -Arrependimento, devolveu as moedas para os sacerdotes,
mesmo desprezando-as não foi ouvido Mt 26:14-16,49,
Mt 27:3-5
Toma: As quatro ações da mulher
cananéia
Mt 15:21-28

Jesus estava indo no sentido à Tiro e Sidom

I. Determinação
I l.e vou os seus problemas à Jesus Mt 15:22
Se pedirdes alguma coisa em Meu nome Jo 14:14

II. lOsperança
I A esperança lhe levou à pedir para Jesus Mt 15:25
Bendito o homem que confia no Senhor, cuja esperança, é o
Senhor Jr 17:7

III. Korça de vontade


I I .evanta-tepara chegar-se àJesus Mt 15:27
Lntãomeinvocareis Jr 29:12
Buscar-me-eis e me achareis J r 29:13

IV. Perseverança
I Levou-a a perseverar na hora da prova e receber a vitória
Ml 15:28
A prova da nossa fé desenvolve a perseverança Tg 1:3
L Sabendo que a tribulação produz perseverança Rm 12:12 (em
oração)
•I. L levou-a a vitória, sendo atendida em sua petição e conhecendo
•almenteo Mestre

Comentários
Um dos momentos mais difíceis da prova desta mulher,
quando Jesus ergueu-se e disse: Me é lícito pegar o pão dos filhos
o lançar aos cachorrinhos (no grego kunarion) Mc 7:27
Tema: As quatro armas que Gideão usou
na batalha
Jz7:16
1. Buzina - alerta
I Ao sonido da trombeta, e ao som da palavra
2. Um sinal de alerta para sair para a guerra

II. Tocha -alum ia


1 Símbolo do Espírito Santo
2. Temos que estar acesos para que nós possamos entrar na batalha

III. Espada-palavra
1. A Bíblia relata que a Palavra do Senhor é como uma espada de
dois gumes Hb4:12
2. E a espada do Espírito que é a Palavra de Deus E f 6:17

IV. Cântaro - nossa vida


1. As nossas vidas são comparadas com um vaso o qual Deus nos
usa Jr 18:1-6
2. O Senhor chama Paulo, e revela para Ananias que Paulo seria
um vaso escolhido para levar a sua Palavra At 9:15.

Tema: As quatro coisas que Isaías viu


Is 6:1-8
I. A grandiosidade de Deus v. 1

II. A sua miséria v. 5

III. A providência Divina v. 6-7

IV. A visão missionária v. 8


'lema: Quatro atitudes aprovadas por
Deus
I. l>o filho pródigo
I Ao levantar-se e ir ter com seu pai Lc 15:18

II. I)e Pedro após negar Jesus por 3 vezes.


I I .c 22:62

III. De Jacó ao voltar para Canaã


I Para aguardar Esaú Gn 32:4-5
Quando luta com o anjo Gn 32:26

IV. De Moisés ao interceder por Israel


I No caso do bezerro de ouro Ex 32:10
O povo faz dc Moisés uma grande nação E x l9 :6 , Ex33:13

l ema: Quatro propostas de Faraó, para


Israel ficar no Egito Hbi2:i-2
I. Oferecer sacrifícios no Egito
I Piolhos Ex8:25

II. Não ir muito longe


I Moscas Ex8:28

III. Ir somente os homens, deixar as mulheres e crianças


I <ialanhotos Ex 10:11

IV. Deixar os rebanhos e o gado


I.Trevas Ex 10:24
Tema: Quatro aspectos da operação de
DeUS Is 43:13

I. Só opera no impossível
1. Só faz milagres em panelas vazias ( viúva pobre)
2. Na morte do filho da Sunamita Lc 1:37
a. Do impossivel, faz tornar possível
b. Do difícil faz tomar fácil

II. Ele só opera no momento certo


1. No casamento, proporcionando o melhor vinho no fim da festa
2. Na ressurreição de Lázaro Jo 11

III. Opera nas circunstâncias mais difíceis da vida


1.Gideão - Deus deve merecer nossa confiança
2.Quando sua providência parece correr em sentido contrário às
suas promessas
3. Eliseu sua operação através de Eliseu para uma cidade que
estava passando por crise:
mas para Deus não tem crise financeira
mas para Deus não tem noite
mas para Deus não tem doença

IV. A operação, é a mais perfeita e completa


1. Chama as coisas que não são à existência Rm 4:17

Quando você diz: não tenho, não sei, não faço, não sou

Então aí não tem impedimentos, e Deus pode operar!


l ema: Quatro características da
verdadeira igreja
Ef 5:25-27

As religiões proliferam, pois nelas as pessoas buscam


i iTúgios à medida que os conflitos aumentam. É preciso mostrar
ao povo, quer ouça, quer deixe de ouvir, a grande diferença que há
rnire a verdadeira igreja de Cristo e os enganos religiosos.

1. A verdadeira igreja é santificada


(não tem compromisso com o mundo)
I ..Icsus amou-a, e entregou-se a si próprio a fim de santificá-la
vv. 25-27
2.Jesus orou pela santificação (separação do mundo) da igreja
Jo 17-I6-19
V A igreja deve aperfeiçoar a sua santificação IIco 7:1, A p 2 2 :14

II. A verdadeira igreja é guardada


(Jesus preserva os que ficam com Ele)
I A fim de apresentar-se a si v. 27
2. Pai Santo, guarda-os Jo 17:11-12

111. A verdadeira igreja é glorificada


I Igreja gloriosa v. 27
2. Seremosglorificados Rm8:17
í . Seremos manifestados com Ele, em glória Cl 3 :4

A verdadeira igreja é santificada (separada do mundo e


unida a Jesus, que é a sua cabeça), é purificada guardada e
glorificada.
Tema: Quatro características de um
enviado J o i:6
O mundo em que vivemos está clamando por homens e
mulheres, que falem do amor de Cristo a eles, a solução à bilhões
de almas, e a pergunta é: o que estamos fazendo em prol da
salvação das vidas que estão indo para o inferno?

I. Tem que ser uma pessoa de renúncia


1. Renunciar o m undo-M oisés renuncia o Egito
2. Renunciar a carne - José renuncia a mulher de Potifar
3. Renunciar o satanás - Jó renuncia sua mulher e amigos

II. Tem que ser uma pessoa submissa


1. Importante que Ele cresça e eu diminua - João e Cristo
2. Submisso à vontade de Deus
3. Submisso ao ide de Cristo - Jonase sua experiência
4. Submisso a ouvir a voz do Espírito Santo - Filipe e o Eunuco

III. Tem que ser uma pessoa de consagração


1. Consagrar a vida em oração
2. Consagrar a vida na leitura da Bíblia
3. Consagrar na santificação
4. Ilustrar a experiência do profeta Isaías

IV. Tem que ser uma pessoa cheia do Espírito Santo


1. João foi cheio do Espírito Santo desde o ventre
2. Elias o homem do fogo e os profetas de Baal no Monte Carmelo
3. Paulo cheio do Espírito Santo Elias o encantador
4.11ustrar a experiência dos discípulos no cenáculo. A experiência
de Pedro no Pentecostes.
5. Caracterizar a grande necessidade de uma entrega a Deus
Ez 30:22 "procurei um homem e não achei”
6. Ilustrar a vida de Noé. Devemos nos dispor e nos preparar para
atender a chamada de Deus e obedecer.
l ema: Quatro classes de pessoas que
aparecem neste evento
Mc 14:7

I. ( ouspiradores
I I-stavam tramando para matar Jesus
Iislavam procurando como prendê-lo para matar-lhe

II. Murmuradores
I Iúgue-se uma voz que murmurava dizendo que a mulher estava
desperdiçando ungüento
M urmuram por ela ter agido da maneira correta
Iíles se indignam com a ação da mulher

III. Traidores
I .A segunda voz se levanta, e de uma outra personagem que diz,
poderia vender para dar aos pobres
’ Nós sabemos que muitos são os traidores, que nos rodeiam
liles não estavam preocupados com os pobres, mas sim o
Imti que da mulher ter feito uma boa ação na presença de Jesus

IV. Adoradores
I A mulher fez em ato de adoração
? Jesus aprovou, o vaso quebrado tipifica, que temos que chegar
diante de Deus aquebrantados de coração

Comentários:
Quando o mundo contempla o nosso esforço, a nossa
dedicação, na obra e como nós louvamos ao Senhor, eles se
desesperam, dizendo que não precisa isso tudo, nos chamam até
de fanáticos, mas nós sempre estamos dispostos à pagar um preço
pela obra do Senhor.
Tema: Quatro condições indispensáveis
para o homem ser salvo
Partes que foram dadas por Deus

1. O novo nascimento
1.Um nascimento genuíno
2 .Para uma nova vida
3.Para ser uma nova criatura II Co 5:17

II. O nome escrito no livro da vida


1. E uma segurança para o crente
2. E uma certeza para os que vão morar no céu
3. Mas somente os que estão inscritos no livro da vida Ap 21:27b

III. A paz com todos


1. Quando depender de vós, tende paz com todos Rm 12:18b
2. As coisas que servem para a paz e para edificação de uns e para
os outros Rm 14:19
3. Segui a paz com todos H b l2 :1 4

IV. A santificação
1. Esta é a vontade de Deus para a vossa santificação ITs 4:8a
2. Aperfeiçoando a nossa santificação no temor de Deus IICo 7:1b
3. Sem a santificação ninguém verá o Senhor Hb 12:14b
a. Os dois primeiros são dados por Deus
os dois últimos são cultivados pelo homem
b. Os dois primeiros ocorrem instântaneamente
os dois últimos são progressivos
c. Os dois primeiros mudam a personal idade
os dois últimos o caráter
Tema:Quatro momentos na vida espiritual
do crente antes do arrebatamento
IIRs 2:2,4,6,11
1. Gilgal - Aponta para a cruz o início da jornada
I Lugar do concerto - (circuncisão) Js 5:3
A nova geração nascida no deserto, não possuía o sinal da aliança
abraâmica Gn 17:10-14
2. Lugar da mudança - (4 0 anos no deserto)
Tirado o opóbrio do Egito IICo 5:17
3. Lugar de renovação - a comida do Egito fica para tráz, do deserto
(ambém, agora os frutos da terra Js 5:11 -12
4. Lugar da co m u n h ão -(Ia páscoa) Js 5:10,ICo 11:23-26
A Santa Ceia é o início da comunhão com Cristo na igreja

II. B etei-A casa de Deus


1 Lugar de encontro (1 °. Altar de Abraão) Gn 12:8
a. O holocausto deve ser contínuo Hb 10:10
b. A Bíblia recomenda ao crente:
.Sacrifíciovivo, santo e agradável Rm 12:1
Sacrifício de louvor Hb 13:15
2. Lugar de revelação (Abraão em Betei)
Abraão se separa de Ló, este vai para as campinas de Sodoma,
Abraão tem a revelação de Deus Gn 13:14
3. Lugar de avivamento
Jacó ao voltar de Padã-Arã recebeu ordem de Deus para ir à Bctcl
( in 35:1-15
4. Lugar de visão espiritual
.1acó vê uma escada que atingia o céu Gn 28:12

III. Jericó - O divino capitão


I .Lugar das conquistas Js6:20
2.1 Aigar de vitória sobre a carne
. /.aqucu vence a posição social para seguir a Jesus Lc 19:10
3. Lugar de promessa aos vencedores (o cego de Jericó) Mc 10
4. Lugar de vitória da fé, pela fé caíram os muros Hb 11:30.
5. Lugar de lutar com Deus até alcançar a bênção
a. Jacó lutou com o anjo a t é ...
b. Jericó lugar de fragrância
c. O cheiro de Jacó e Esaú
d. O bom cheiro de Cristo

IV. Jordão - Lugar de campinas férteis


1.260 km até o Mar Morto simboliza o cumprimento completo das
promessas de Deus

1. Lugar de plenitude espiritual


1. João batiza no Jordão Mt 3:6

2. Lugar de crescimento espiritual


1. Os filhos dos profetas descem para cortar madeira IIRs 6:1-5

3. Lugar de apropriação das bênçãos


1. Naamã é curado da lepra IIRs 5:10

4. Lugar de testemunho da fidelidade de Deus


1. Jacó testemunha das bênçãos Gn 32:10

5. Cumprimento definitivo das promessas as tribos de Rúben,


Gade e a meia tribo de Manassés, pedem para ficar antes do Jordão
l.N m 3 2 :5

Ao passar o Jordão:
a. Israel toma posse de Canaã Js 3:17
b. Davi volta a reinar HSm 19:15
c. Elias foi arrebatado
d. Eliseu recebe porção dobrada...
Iema:Os quatro juízos de Deus
executado segundo a sua ira
Gn 15:16

1. Diluviano
I Noó foi um grande pregador antes do dilúvio
Mas, o povo não dava ouvido às palavras de Noé G n 7 1 1
< I )cus destruiu segundo a sua ira Gn 7:21 -22
I . 1)eus não faz nada sem revelar aos seus servos Am 3:7

II. Sobre os amorreus


I Promessa de Deus à Abraão
2. Deus executando o seu juízo Gn 15:16
\ linoque na sua época foi grande apregoador da justiça, através
do seu povo Jdv. 14

III. Sobre Sodoma e Gomorra


I Deus envia dois anjos para uma grande destruição ou para juízo,
Abraão intercede ao Senhor para livrar Ló da destruição, Deus
permite que Ló saia da cidade e faz juízo Gn 19:1,23

IV. Juízo universal


1.0 mundo não sabe o que está por vir, vivemos nos últimos
minutos da história, uma grande surpresa vai acontecer.
Mt 24:37-44
2."Sem nada suspeitar, a humanidade está para ter uma terrível
surpresa."

Quando Deus tirou o povo do Egito as nações vizinhas


ficaram aterrorizadas com a força do Deus vivo Ez 28:22
Tema: As quatro provações da mulher
cananéia

I. Primeira prova, a sua filha estava endemoninhada


1. Mt 15:22b

II. Segunda prova, ela estava o dia inteiro atrás de Jesus


1. Os discípulos rogavam, Senhor despede-a pois vem gritando
atrás de nós. Mt 15:23

III. Terceira prova, ela foi rejeitada


1. Jesus fala: que não foi enviado senão às ovelhas perdidas da
casadeIsrael Mt 15:24

IV. Quarta prova, sua fé foi provada, pela humilhação


1. Não é bom pegar o pão dos filhos e lançar-lhe aos cachorrinhos
Mt 15:26

V. Mas ela teve persistência


1.Mt 15:27
2.Humilhai-vos debaixo das potentes mãos do Senhor e ao seu
tempo Ele vos exaltará IPe5:6

VI. A sua fé foi provada, e a bênção ganha


1. Ó mulher grande é a sua fé, seja feito para contigo como tu
desejas, e desde aquela hora a sua filha ficou sã Mt 15:28
Iema O s quatro segredos da vida cristã
M c2:l-12

A passagem bíblica expôs que de onde eles estavam, de


Irmsalém, até a casa onde Jesus estava em Cafarnaum, tinha 140
km c diferia que os homens para levar aquele paralítico até lá,
ain que descobrir os segredos da vida cristã.

1. Segredo: A esperança Rm 5:5


I I >ellnir que esperança é a expectação das coisas que estão por

A nossa esperança é o alimento dado pela nossa fé


< No mundo não há esperança
•I A mulher do fluxo de sangue teve esperança, e foi abençoada

II. Segredo: Amor ágape- de Deus


I () amor nos impulsiona a ver a necessidade do próximo
() amor de Cristo nos leva a ver as almas perdidas
M ) amor lança fora todo o temor e os embaraços

III. Segredo: Coragem


I A coragem de Davi diante de Golias
A coragem de Elias diante dos 450 profetas de Baal
A coragem dos amigos de Daniel
4. Deus está precisando de homens corajosos para pregar a sua
palavra.

IV. Segredo: Fé Hb 11:1-6


I No mundo hoje há uma palavra de duas letras, que está sendo
abortada dos corações de várias pessoas e principalmente dos
crentes em Jesus Cristo.
2. Ilustrarafé de Abraão quando foi oferecerseu filho Isaque
3. Ilustrar o centurião de Cafarnaum Lc 7:16
Comentários:
Se não fosse aqueles quatro homens, o paralítico não teria
recebido a cura, assim também se nós não descobrir-mos os
segredos da vida cristã, não conseguiremos levar os perdidos e a
multidão de almas que estão partindo sem Deus e sem salvação

Tema: O poder da oração I

I. Oração de humilhação
1.A oração que Ana fez, comoveu o coração de Deus
ISm 1:11
2.Humilhai-vos debaixo das potentes mãos de Deus
IPe 5:5-6

II. Oração de intercessão


1. A oração de intercessão é fundamental
2.LÓ estava passando perigo, dentro de Sodoma, mas
Abraão intercede à Deus pela sua vida, e Deus abre a porta de
escape Gn 19:17

III. Oração de poder e autoridade


1.Elias determinou em oração que não choveria, e de fato
não choveu Tg 5:17
2.Orou com grande autoridade no Monte Carmelo, e Deus
respondeu a sua oração com fogo do céu IRs 18:36-38
3.Orou por uma viúva em momentos de crise e o milagre
aconteceu. IRs 17:13 -14
l ema: Quatro tipos de banquetes
Ct2:4

I. Banquete da reconciliação
I Nós estávamos perdidos, mas Jesus nos reconciliou com Deus
Km 5 10
Iodos pecaram e destituídos estão da glória de Deus Rm 3:23

II. Banquete do perdão


I Sc nós que estávamos em pecado, e o Senhor nos perdoou Is 39:2
li lileque perdoa os pecados Sl 103:3
< Jesus ensinava os discípulos a perdoar 70x7 Mt 18:21-22
I Jacó reencontra com seu irmão Esaú e há um perdão genuíno
(In 34:4

III. Banquete da regeneração


I Para você estar junto com Cristo na glória, tem que passar pela
regeneração Mt 19:28
Nicodemos nasce de novo Jo3:8
'Icmos que nascer de novo

IV. Banquete da oração


I Mas a igreja fazia contínua oração por Ele à Deus At 12:5
2 . 1 ira um banquete contínuo
l ilias perante os inimigos de Deus faz uma oração poderosa de 51
palavras (em hebraico) e Deus responde com urgência. IRs 18

Quando falamos em banquete, falamos em festas e alegria.

O banquete já está preparado Mt22:8


Alimento espiritual Is 25:6
As qualidades da igreja que ora:

Ela é uma potência nas mãos do Senhor


Ela é uma igreja poderosa, é mais poderosa do que um míssil
nuclear que comporta 450 algivas atômicas
Ela é uma igreja avivada
Ela não se intimida com as ameaças do diabo
Nela está sempre acontecendo o sobrenatural
Ela está sempre em novidade de vida
Nela a Glória de Deus se manifesta
Ela é um celeiro de bênçãos
Ela é uma igreja próspera

Os defeitos dos crentes que não oram

Ele sempre está derrotado


Ele é um crente anêmico
Ele sempre está desanimado
Ele é um crente morto
Ele não conta bênção, só desgraça
Ele só fala mal da vida dos outros
Ele está sempre mendigando oração dos outros
Ele é um crente vacilante
Ele sempre quer olhar para trás
l ema: Quatro razões porque Jesus
voltará à este mundo
Jo 14:18

I . 0 plano redentor envolve duas vindas


I A primeira: humilhação, sofrimento e morte
A segunda: poder, revelação e glória
\ A primeira ocorreu como profetizada
■I. A guardamos a segunda, que breve ocorrerá

II. Promessas infalíveis enchem a Bíblia


I Ditas por anjos
Ditas pelos profetas do antigo testamento
V Ditas pelos profetas do novo testamento
4. Ditas por Ele mesmo, Jesus Cristo

III. Os sinais avisam e confirmam


I No mundo político e social
2. No mundo moral e natural
V N a história de Israel
4. No mundo religioso e espiritual

IV. A igreja espera


I Receber o galardão
2. Para ir com Jesus às bodas
3. Para reinar sobre a terra
4. Para receber o céu, por herança
Tema: Quatro tipos de fonte na Bíblia
Ct4:12
I. Fonte de esperança
1. A esperança não tráz confusão Rm 5:5
2. Nos gerou de novo para uma viva esperança IPe 1:3
3. Se formos infiel ainda assim ele permanece fiel Tt 2:13
4. Ele é a fonte da nossa esperança

II. Fonte de conhecimento


1. Crescei na graça e no conhecimento IlPe 3:18
2. As escrituras são uma fonte IITm 3:16-17

III. Fonte de perfeição


1. Porque a verdade as minhas palavras não são falsas, contigo está
um que é sincero Jó 36:4
2. A fonte da perfeição falando para o moço ser perfeito Mt 19:21
3 .0 endemoninhado recebeu a água da fonte da perfeição Mc 5:! 5

IV. Fonte de águas cristalinas


1. Eis a fonte dos jardins, poço das águas vivas Ct 4:15
2. Símbolo do Espírito Santo Jo7:37
3. Essa fonte destila só águas limpas e purificadas J13:18

Comentário
Jesus é uma fonte de conhecimento geral
1. A fonte que corre dois tipos de água Tg 3:11
2. Fonte que as águas se acabaram IlPe 2:17
lema: Quatro virtudes que têm no nome
de Jesus F12:9-ll
No mundo em que vivemos existem vários nomes famosos
111ii* viveram e que fizeram a história e muitos deles já foram
.i|>;ij'.;wlos na memória de muitas pessoas, mas o nome de Jesus
«oiiiimi; vivo através da história. Vamos descobrir porque,
Nlom quatro virtudes neste nome:

1. INcsse Nome há salvação At 4:11-12


I O cárcere de Filipos At 16:19,27-31
Icm que crer Neste Nome Jo 3:16
Somos perdoados por Este Nome IJo 2:12-14
I A salvação de Cornélio At 10

II. Nesse Nome há cura


I Fcdroe João indo ao templo para orar At 3
A curadeE néas A t9:32-33
lisse Nome cura porque é sobre todos os nomes F12:9-11

III. Nesse Nome há esperança


I O cego de Jericó Mc 10:46
A mulher do fluxo de sangue Mc 5:25
V A salvação de Zaqueu Lc 19:2-10
■I. Este nome dá esperança aos perdidos

IV. Nesse Nome há poder


I Poder para expulsar os demônios Mc 16:17b
2. Poder para pregar o evangelho-discípulos Mc 16:15
3. Poder para restaurar as vidas - ressurreição de Êutico At 20:9-12
4. Temos que usar Este Nome para que haja poder.

O nome de Jesus é sobre todos os nomes Ele salva, cura


e batiza. Temos que nos concretizar de que o nome de Jesus é
um Nome de poder.
Tema: O que acontece quando tocamos
em Jesus?
Lc 8:43-48
Analisamos na passagem lida, uma lição maravilhosa para
nossa vida que nunca é tarde demais para receber a bênção do
Senhor, tudo depende de ter um encontro pessoal com Jesus!

I. As tentativas da mulher
1. Gastara todo o seu dinheiro com médicos, etc...
2. Talvez tinha procurado vários movimentos
3. Tinha tentado vários anos a cura de sua enfermidade
4. Muitos irmãos estão há vários anos buscando e ainda não
receberam

II. As dificuldades da mulher


1. A dificuldade da multidão
2. A dificuldade da posição social - falar sobre os dias atuais
3. A dificuldade de pedir a bênção
4. A dificuldade de crer - pois já tinha doze anos
5. Daniel orou 21 dias pela resposta

III. O propósito da mulher


1. De receber a cura
2. De atravessar a multidão
3. De tocar em Jesus
4. Quando tocamos em Jesus sentimos virtude da sua presença em
nós.

Muitos não alcançaram ainda a sua bênção, porque


não decidiram ainda tocar em Jesus. Temos que aproveitar a
oportunidade enquanto Ele está perto de nós. Is 55:6
l ema: O que diria o cientista
Is 29:14a
I. A «bra maravilhosa da salvação
I () que diriam os políticos e presidentes, da obra da salvação em
S;mlo de Tarso
A salvação de Zaqueu, o publicano
i () que diriam os cientistas da regeneração do ser humano quando
ansformado por Jesus.

II. A obra maravilhosa da cura


I () que diriam os médicos, clínicos, dermatologistas, das curas
■alizadas por Jesus nos nossos dias?
A cura do cego de nascença Jo 9:1 -41
A ressureição de Lázaro Jo 11:41 -44

O homem por mais sábio que seja, não pode


compreender as obras maravilhosas de nosso Deus. Porque o
homem natural não pode compreender as coisas do Espírito.
I C o2:14

Tema: Requisitos para ir ao céu


ITs 4:16-17

I. Estar em Cristo R m 8 :l
II. Ser de Cristo IICo5:17
III. Nascer de novo Jo3:3
IV. Fazerobem Jo 5:28-29
V. Ser santo IPel: 15-16
VI. Ser digno Lc21:36
VII. Estar pronto Mt 24:44
VIII. Estar inscrito no livro Dn 12:l,A p20:15
Tema: O que éramos, o que somos, e o que
seremos
Gl 2:20

I. O que éramos
1. Adoradores de falsos deuses G14:8
2. Filhos do diabo Jo8:44
4. Trevas Ef5:8
3. Cegos Jo 9:39

II. O que somos


1. Filhos da luz Ef 5:18
2. Luz do mundo Mt 5:14
3. Templo e morada de Deus E f 2:19
4. Pedras vivas e casa espiritual IPe2:5
5. Familiareal IPe2:9
6. Igreja gloriosa Ef5:25-27
7. Filhos de Deus IJo 3:1 -10
8. Herdeiros da promessa Rm8:17

III. O que seremos


1. Semelhantes a Ele IJo 3:2
2. Reis e sacerdotes Ap 5:9-10
3. A própria Santa Cidade Ap21:22
lema: Que fazer quando não há mais
esperança

I. ( )s problemas da mulher enferma


I listava enferma há 12 anos Mc5:25
Sofria de uma doença incurável Mc 5:26
< ( iastou tudo quanto possuía Mc 5:26
I Nem era curada, nem ao menos melhorava Mc 5:26

1l.os passos da mulher enferma


I Ouvindo falar de Jesus aproximou-se Dele Mc 5:27
2.Chegando por detrás, tocou a orla do vestido Mc 5:27
\ . ( ’reu e disse: se tão somente tocar... Mc 5:28
I. C ontou-lhe toda a verdade Mc 5:33

III. Os passos de Jesus Cristo


I lile identificou a mulher Mc 5:30
2. Lie salvou completamente a mulher Mc 5:34
L Lie curou perfeitamente a mulher Mc 5:34
4. Lie honrou a mulher chamando de filha Mc 5:34

IV. O plano de Deus para você


1 Talvez este seja o seu próprio caso
2. Faça como a mulher fez: aproxime-se e toque em Jesus Tg4:Xa
3. Jesus fará novamente o que fez Jo 11:40
4. Somente tenha fé Hb 11:1
Tema: Quem dirá as verdades de Deus?
Is 6:8

I. Moisés E x 3:4-10
1. Quem sou eu?
2. Não sou homem eloqüente
3. Sou pesado de língua
4. Não sei falar - disse Deus: quem fez a boca do homem?

II. Isaías Is 6:1-8


1. Ai de mim que vou perecendo
2. Sou homem de lábios impuros
3. Habito no meio de um povo impuro, disse Deus: tua iniqüidade
foi tirada e purificado o teu pecado.

III. Jeremias Jr 1:6-7


1. Não sei falar
2. Sou uma criança - Deus disse: não diga sou uma criança

IV. Um homem cheio do Espírito


1.José Gn41:382
2. Davi Sl 16:1
3 . SansãoJz 13:25
4. Jo ão -L c 1:40-41
5. Jesus Lc4:18
6. Os discípulos At 2
lema: Quem dizem ser os homens, o filho
do homem
Mt 16:13
Introdução
A importância desta doutrina reside no fato de que Jesus
( rislo 6 a figura central da história do universo, antes do seu
axcimento, todas as correntes históricas convergiam para esse
ande evento depois do seu nascimento todos os fatos e
acontecimentos históricos tem aí o seu ponto de partida, o estudo
da pessoa de Cristo nos leva incondicionalmente, à seguinte
pergunta: quem é Cristo? Esta mesma indagação foi feita pelo
próprio Jesus em certa altura de seu ministério, (quem dizem ser o
Filho do homem?).

I. Era o tema da mensagem dos antigos profetas


1.At3:18-20
2. At 10:43

II. Foi o tema da mensagem dos apóstolos


1. At 5:40-42
2 .A t9 :19-20

III. Foi o tema da mensagem apresentada pelos judeus


I At 17:1-3

IV. Foi o tema da mensagem apresentada aos samaritanos


1. At 8:5

V. Foi o tema da mensagem aos gentios


1.G11:15-16

VI. É o tema do Evangelho que devemos anunciar hoje


1. Mc 16:15
2. Rm 1:1-4
3 .IC o 15:1-4
Comentário
Cristo foi para os seus contemporâneos o que podemos
chamar, um ser controverso. Dificilmente as pessoas pensavam e
diziam, a respeito Dele a mesma coisa. O estudo da pessoa de
Cristo se reveste, ainda de grande importância por causa da
revelação que Ele mantém com o cristianismo, as escrituras
apresentam Jesus Cristo como o tema central da mensagem
transmitida aos homens através dos séculos.

Tema: Que fazer com os gigantes


I. As melhores coisas da vida não são as mais fáceis
1. Deus deu graciosamente à Israel a terra de Canaã
2. A terra de Canaã manava leite e mel
3. Israel foi expiar a terra e viu que havia problemas
4 .0 grande problema eram os gigantes

II. A vida espiritual é uma conquista como Canaã


1.Todas as bênçãos de Deus são absolutamente gratuitas
2. Nenhum homem tem razões legítimas para reclamar de Deus
3. Descobrimos que em nosso caminho também surgem gigantes
4. Cada um deve estar preparado para vencer como Calebe

III. Haviam três gigantes destacados na terra de Hebron


1.Os gigantes eram Aima, Senai eTalmai
2. Há uma família de gigantes espirituais que nos perseguem eles
são: o diabo, o mundo e a carne
4.Satanás,pai dos gigantes: mundo, reino dos gigantes, carne
domínio dos gigantes.

IV.Como vencer os gigantes


1. Podemos vencer satanás com o poder da palavra de Deus
2. Podemos vencer o mundo com a nossa fé IIJo 5:4
3. Podemos vencer a carne com o poder do Espírito
4. Jesus venceu, nós também venceremos
Iema: Quem olha o vento nunca semeará
Ec 11:4

Introdução
Quem olha as dificuldades da vida nunca faz (ou tem
agem para fazer), coisa alguma, ou trabalhar ou batalhar.

1. Moisés dificulta a missão que Deus tem na sua vida


I 1vx 3:11
Quem sou eu, falta de capacidade
\. Sou pesado de boca, e pesado de língua, não eloqüente Ex 4 : 11
4. A negligência, pedindo para enviar outro no lugar dele Ex 4:13

II. Gideão mediante as circunstâncias da vida


I Crise financeira Jz 6:3-6
2. Subjugado por uma outra nação Jz6:7
3. A falta de esperança Jz 6:13

III. Elias ameaçado por Jezabel, quer parar a sua caminhada


I Ele vê o vento soprar contra e quer desistir IRs 18:41,45
2. Elias foge e quer desistir da batalha IRs 19:3
3. Elias pede a morte, ele dizia que não aguentava mais IRs 19:4

IV. Pedro segundo as suas palavras quer interromper o


sacrifício de Jesus
1. Pedro não vigia e empresta a boca ao diabo, e quer desfazer o
que está nos planos de Deus Mt 16:22-23

V. Os discípulos no barco, no meio da tempestade


1. A tempestade e as ondas preocupavam
2. Mas a solução estava dentro do barco (Jesus) Mt 8:23-27
3. Olharam para o vento e a tempestade
VI. Jonas não dá ouvidos à mensagem do Senhor e torna difícil
a sua missão, aos ninivitas
1. A desobediência que tomou a missão de Jonas mais difícil, a
falta de temor, ouviu a voz do Senhor e não se colocou na posição
como profeta Jn 1:1 -17

Tema: As quatro dimensões insondáveis


do amor de Cristo
As quatro extremidades da cruz

I. Largura - abrange a todos indistintamente


1. Ide por todo o mundo Mc 16:15

II. Comprimento - abrange todos os tempos


1.0 Senhor não retarda suas promessas IlPe 3:9
2. Nos elegeu antes da fundação do mundo E f 1:4

III. Altura - estendeu-se até o céu para trazer o Filho Amado


esvaziando-se de sua majestade
1.Fp 2:6-8
2. Para onde também nos levará Jo 14:1-3

IV. Profundidade - suportou sofrimento infinito para expiar


os nossos pecados
1. Aquele que não conheceu pecado se fez pecado por nós, para
que Nele fôssemos feitos Justiça de Deus IICo 5:21
Iema: Á salvação aos olhos de Deus
"Tão grande salvação” H b 2 : 3
1.1 limas, repreende o outro ladrão
I I ii nem ainda teme a Deus Lc 23:40

11. Dimas, confessou o seu próprio pecado


I A rrependimento total Lc 23:41

III. Dimas, falou de Jesus, sem pecado


I Mas liste nem um mal fez Lc 23:41b

IV. Diimas, mostrou uma fé genuína produzida naquele


instante
I Iile sentiu que Jesus era filho de Deus

V. Dimas, chamou Jesus de Senhor reconhecendo-o naquele


momento
I.Senhor lembra-te de mim quando entrares no teu Reino Lc 23:42

VI. Dimas, fez uma oração oportuna ... "Senhor lembra-te de


mim..."
1 Senhor lembra-te de mim... Lc 23:42

VII. Dimas, ouviu como resposta, a certeza da sua salvação.


1. Hoje mesmo estarás comigo no Paraíso
2. O seu passaporte recebeu o visto para o céu naquele momento
1x23:43
Tema: Salvai-vos
At 2:40
O homem tem o dever de livrar-se do perigo que o rodeia,
que o cerca. Vivemos cercados, ilhados, por uma onda de
prazeres, de ofertas malignas, de amor ao mundo, do inimigo e da
nossa própria came, mas o Espírito de Deus adverte: Salvai-vos!
A responsabilidade é pessoal, a salvação não deve ser
negligenciada, Hb 2:3. Os atalaias proclamam: Salvai-vos!
ICo 1:21

I. Salvai-vos de que?
1. Da geração perversa v. 40
2.D opecado ITm 1:15,E f 2:1,5
3. Da geração adúltera Mt 12:39
4. Da geração corrupta e corrupta!
5. Do amor pelo mundo IJo 2:15

II. Salvai-vos como?


1. Ele veio salvar Mt 18:11
2. Jesus, salvador de todos IJo 4:14, Jo 4:42
3. Para os que crêem ICo 1:21, Lc 18:42, At 16:31
4. Para os que invocam ao Senhor At 2:21
5. Arrependendo-se e convertendo-se At 3:19

III. Salvai-vos por que?


1. A necessidade é de todos Rm5:12
2. Para não ser condenado Mc 16:16, R m 8 :l, Jo3:18
3. Para receber a vida Jo 10:9-10,28 Jo3:16
4. Para ser luz Jo 12:46
5. Para estar sempre e eternamente com Jesus Jo 12:26, Jo 14:3,
IT s4 :17
Comentários
"Salvos da geração perversa, através da fé em Jesus,
estaremos sempre com Ele".
l ema: Segue-me
Lc 18:22

I. Quem segue tem um amigo


I Tem amigo mais chegado do que um irmão Pv 18:24
Icm um companheiro na hora difícil

II. Quem segue tem proteção


1 No barco Mt 8:27
() diabo pede para cirandar com Pedro, e Jesus protege e diz que

III. Quem segue não passa fome


I Os 5 mil na multidão Jo 6:1 -15, Mc 8:1-10
2. Fome espiritual

IV. Quem segue participa da sua herança


I A herança que está preparada Mt 25:34
2. Desde a fundação do mundo

V. Quem segue desfruta da paz


I Deixo-vos a paz, é uma paz permanente Jo 14:27
2. Jo 16:33
3. Uma paz duradoura, que vem do Mestre

VI. Quem segue conhece os mistérios de Deus


I Jesus no Monte da Transfiguração Lc 9:28-34
2. Os mistérios de Deus são para aqueles que estão no centro da
sua intimidade Lc 8:10

VII. Quem segue tem um lugar preparado


I O ladrão na cruz Lc 23:43
2. Jesus foi para preparar lugar, ao que lhe segue Jo 14:2-3
3. Deus preparou uma linda cidade para aqueles que lhe seguem
Mb II. 16b
Tema: Os seis clamores do mundo
Ap 22:17-20
1 . 0 clamor da criação Rm 8:22
1. Natureza - terremotos, flagelos, etc
2.Animais morte de milhares de peixes por contaminação dos
rios e mares
3. Ar - contaminação global por descargas tóxicas

II. O clamor dos inocentes Mt 2:16-18


1. Crianças nos tempos bíblicos Ex 1:16, Mt 2
2. Aborto - milhares por dia
3. Abandono de crianças nas grandes cidades
4. Abandono de recém-nascidos nos lixos e ruas

III. O clamor da fome M t24:7


1.Em Samaria IIR s6:24
2. Na índia, África e Etiópia e outros países Tg5:4
3. No Brasil por causa da desigualdade racial

IV. O clamor dos enfermos Jo 5:5-7


1. Hospitais super lotados em todo o mundo. A cada dia surgem
novas doenças

V. O clamor dos pocessos Lc 8:27-29


1. O aumento de centros espíritas em toda a parte indica que
milhares de pessoas procuram libertação (porém no lugar errado).

VI. O clamor da igreja Ap 22:17-20


1. Por causa do pecado
2. Por causa do mundo
3. Por causa da pressão de satanás contra os crentes
4. Por causa das ilusões da vida
A igreja c lam a: seu último clamor da Bíblia:

O ra vem, Senhor Jesus!


Tema: Sem lenha o fogo se apagará
Pv 26:20 ,Lv6:12-13

1. Fogo acende
I Lançar fogo na terra Lc 12:49
2. A Palavra do Senhor como o fogo tem o poder para acender
J r 2 3:29a

II. Fogo alumia


1.0 Senhor ia diante deles de noite numa coluna de fumaça
Kx 13:21

III. Fogo purifica


I M13:2
2. ICo3:13

IV. Fogo queima


I Sl 74:7

V. Fogo aquece
1.Is 44:16
a. O fogo é o Espírito Santo
b. O altar são as nossas vidas (o coração)
c. A lenha é a oração

Elias, o altar de Deus e os profetas

Lv 6:13 - o fogo do Espírito Santo sempre vai arder

IlSm 22:13 - pelo resplendor da sua glória acendem-se brasas de


fogo

Zc 3: 2b - não é este um tição tirado do fogo

Ex 19:18 - Deus desceu sobre o monte como fogo


Tema: Sete aspectos da fé
Tg2:17

I. Fé iniciadora
1.Quantos não avançam no trabalho do Senhor por covardia,
falta-lhes espírito dc iniciativa
2. Josafá iniciou bem cedo, crendo na vitória HCr 20:20

II. Fé contínua
1. E a fé constante no trabalho do Senhor ICo 15:58

III. Fé penetrante
1.0 salvo em Cristo deve estabelecer alvos
2.Os 3 jovens tinham a certeza que seriam livres do rei e da
fornalha Dn3:17

IV. Fé progressiva
1. Não conhece barreiras
2 . 0 cego de Jericó clamou Mc 10:46-47
3. Jónatas tinha a certeza da vitória ISm 14:6

V. Fé transmissora
1.Que faz com que os outros sejam contagiados por ela e sejam
abençoados
2 . 0 coxo que foi curado chegou e contagiou os outros At 3:11

VI. Fésaradora
1. Através dela o doente recebe a cura
2 .0 criado ficou são Mt 8:13
3 .Através da fé a perfeita saúde At 3:16

VII. Fé salvadora
1 Através dela o perdido é salvo
2. Salvação c dom de Deus Ef2:8
3. Ii só confessar pela fé R m l0 :9
l ema: O sete aspectos da vida de Jó
i. Kspcrança no desespero
I Sabia o Deus que tinha permitido, que.o diabo lhe tirasse tudo
l«» I 12
() mesmo Deus ia lhe dar tudo em dobro
Quando a Bíblia no livro aos Romanos fala "mas também, nos
t-.loriamos nas tribulações, sabendo que a tribulação produz
paciência" Rm 5:3-5

II. A certeza no momento da dúvida


I A mulher de Jó levanta uma questão difícil
Pedindo que Jó amaldiçoasse a Deus e morresse
A Bíblia fala que Jó permaneceu fiel Jó2:9

III. Coragem e firmeza no momento de tribulação


1.Quatro mensageiros vieram com mensagens pesadas, só de
iribulação, mas Jó permaneceu firme
2. A coragem e a firmeza dc Jó eram incríveis mediante as provas
e Iribulações Rm5:3

IV. Confiança e certeza, nos momentos de aflição


I Os momentos que Jó vivia, eram as páginas mais negras da sua
história
2. A confiança que ele tinha era uma confiança autêntica de que
Deus ia lhe dar a vitória.

V. A garantia de que tudo ia dar certo


1 Jó abre os seus lábios, no capítulo 19:25, e fala sobre o redentor
(o Senhor nosso Deus)
2. A fé e a integridade de Jó eram a certeza de que Deus faria algo
cm seu favor
VI. Perseverança e paciência
1. Nas murmurações dos amigos
2. Das críticas que recebia

VII. Exaltado na vitória final


1. Triunfou sobre o sofrimento
2. Perseverou até o fim e recebeu a vitória
3. Deus vira o cativeiro de Jó e as bênçãos vêm em dobro Jó 42:10

Tema: Três classes de crente


IRs4:29,Pv 13:7

I. Tem e não sabe o que tem


1.0 irmão mais velho do pródigo Lc 15:29-31
2 .0 azeite da viúva IIRs 4:1-2

II. Não tem e pensa ter alguma coisa


1.0 mensageiro sem mensagem HSm 18:19-23
2 .0 profeta velho IRs 13:14-20

III. Tem, sabe o que tem e usa o que tem


1. Elias e os profetas de Baal, Elias tinha e mostrou o que tinha
IRs 18:30-38
2. Eliseu tinha poder e sabia que tinha IIRs 2:13-14
3. Até depois de morto os ossos de Eliseu tinham unção IIRs 13:21

Comentário
Juizes 13 Sansão é um tipo de crente que tinha, mas
perdeu, e quis demonstrar ter alguma coisa, quando já havia
perdido.
l ema: As sete maneiras de olhar

1. I .vsi olhou para o fruto proibido e pecou Gn3:6


1 ( )l liar desejoso
( )lliar com vontade de pecar

II. A esposa de Ló olhou para Sodom ae pereceu Gn 13:10-12


I Olhou, porque o seu coração estava naquele lugar Gn 19:26
Olhou, porque os seus bens tinham ficado G n l3 :6

III. Pedro olhou as ondas e fracassou Mt 14:30


I Olhar de dúvida, não confiando no poder do Senhor
Olhou para as dificuldades da vida e fracassou, negando à Jesus
por Irês vezes

IV. Judas olhou para o dinheiro e perdeu-se Mt 26:9


I Olhou para o dinheiro e perdeu a visão do céu Mt26:15
? ICie vendo que já tinha traído, e vendo que Jesus foi condenado,
Ibi se enforcar Mt 27:3-5

V. Israel olhou para a serpente e foi curada Rm 21:7-9


I )ois motivos para olhar para a serpente
I lira a ordem do Senhor
2. Que olhando para a serpente os que fossem mordidos pela
serpente eram curados instântâneamente.

VI. Abraão olhou para o cordeiro e viu o dia de Cristo Jo 8:56


I ,evantou os olhos e viu:
I O cordeiro que tipificava Cristo
2.Olhou e viu a providência de Deus para uma humanidade
perdida Gn 22:13
VIL Estevão olhou para o céu e viu Jesus M t7:55
1.A Bíblia diz que Estêvão estava cheio do Espírito Santo, quando
fixou para os céus At 7:55
2. Estêvão brada em alta voz e diz, eu vejo os céus abertos e o Filho
do Homem à sua direita At 7:56

Tema: As três credenciais de Samuel


I. Juiz
1. Autoridade, porque julgava o povo de Israel segundo a Palavra
do SenhorISm7:16
2. Samuel julgava os filhos de Israel em Mispa ISm 7:3-6

II. Sacerdote
l.A serviço do Senhor dentro do tabernáculo, para oferecer lhe
sacrifícios ISm 7:9-10

III. Profeta ou porta voz


1. Porque ele é que transmitia a palavra do Senhor para a nação de
Israel ISm 8:22
2. Deus não deixava cair por terra a palavra da boca de Samuel
ISm 3:19-21

Comentários
Arão foi porta voz de Moisés no Egito para transmitir a
mensagem àFaraó. E x 7 :l
Samuel era porta voz de Deus para transmitir a mensagem
à Faraó.
Sérgio Amaral é o porta voz do presidente Fernando
Henrique.
lema: Sete passos para a salvação

1. Arrependimento
(» sij^nillcado básico de arrependimento ( grego metanoeo) é
\oliar ao contrário dar uma volta completa. Trata-se de
abandonar os maus caminhos e voltar-se para Cristo e, através
I K le, para Deus.
I () filho pródigo se arrepende e volta para a casa de seu pai
Al >0:21
1’cdro se arrepende após negará Jesus por três vezes Mt26:75

II. C onvicção do pecado


I Iodos tinham pecado e estavam fora At 2:37-38
Km Meu nome se pregará o arrependimento e o perdão dos
pecados

III. Confissão
I Sc nós confessamos os nossos pecados IJo 1:9
2. Sc confessarmos que Jesus é o Senhor, assim seremos salvos
LA confissão do malfeitor na cruz, e alcançou salvação
1.c 23:39-43
4. A saber: se com a tua boca confessares R m l0 :9
5. É com a boca que se faz confissão para salvação

VI. Abandono do pecado


I Mas o que confessa e deixa alcança misericórdia Pv28:13
2.Lile é grandioso em perdoar, volte-se para Deus, para a
salvação Is 55:7
3. Jesus fala para Maria Madalena vai, e não peques mais
V. Fé
1. Arrependei-vos e crede no Evangelho Mc 1.15
2. A fé é um dos fundamentos que faz parte da salvação
3. Porque pela graça sois salvos mediante a fé E f 2:8
4. A fé vem pelo ouvir e ouvir a Palavra de Deus Rm 10:17

VI. Oração
1. Buscar ao Senhor enquanto se poder achar (na oração) Is 5 5:6
2. A Bíblia relata que a oração do justo vale muito em seus efeitos
Tg5:16b
3. Duas formas de buscar ao Senhor
a. Na oração
b.N a Palavra

VII. Aceitação
1. Todos os que o receberam deu-lhes o poder de serem feitos
filhos de DeusJo 1:12
2. Os que ouviram a Palavra e aceitaram At 4:4
3. A casa de Cornélio, ouviu a Palavra e aceitou com toda a sua
família
lema: A sabedoria
Até o relógio nos mostra a sabedoria de Deus
I Mosim-nos que só existe um D eus-não há outro Deus Is44:8

.'.Moslra-nos que existem dois caminhos céu ou inferno, vida ou


Jr 2 1 :8, Dt 30:19

<. l aia da trindade santa: Pai, Filho e Espírito Santo


Sois batizados em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo
Ml 28:19

•I.l aia dos quatro Evangelhos escritos por quatro homens


(11fcrentes à quatro nações distintas

S. Fala das cinco virgens prudentes (mas não eram dez, mas
somente cinco estavam preparadas para as bodas) Mt 25:1 -13

(». I)eus fez tudo em seis dias Gn 2:1

7 . 1i no sétimo descansou Gn 2:2-3

8. Fala da arca de Noé - após o dilúvio somente oito pessoas foram


salvas, Noé, suaesposa, seus filhos e suas noras Gn 7‘7

9. Fala dos dez leprosos que foram ser limpos, só voltou um para
agradecer e o Mestre pergunta, onde estão os outros nove?
Lc 17:17-19

10.Para chegar ao céu, tem que seguir e obedecer os dez


mandamentos Ex 34:10-28

11. Fala a respeito dos onze discípulos fiéis At 1:13

12. Fala das doze portas que existem na mansão celestial, por onde
entrarão os santos lavados e remidos pelo sangue de Jesus
A p 21:17
Tema: Sete resultados da graça de Deus
no homem
Tt 2:11-14
Desde a queda do homem no Éden, o ser humano, longe
dos propósitos divinos, continuam a rejeitar a oferta do pai amado.
Por outro lado, há aqueles que resolvem aceitar aliança com o
eterno e receberam a dádiva maior - a graça! Vejamos os sete
objetivos do derramamento da graça constatados com
insensatez humana.

I. Traz salvação à todos v . 11


I. Mas nem todos a recebem IITs 3:2, Jo 1.11-12

II. Ensina a renunciar v. 12


1. Mas o mundo jáz do maligno IJo5:4-19

III. Ensina a viver piedosamente


1. Mas os perdidos não agradam à Deus Rm 8:8

IV. Ensina a guardar a bendita esperança


1. Mas os perdidos só pensam que não tem esperança Ef2:12

V. Ensina a esperar o aparecimento de Jesus v. 13


1. Mas os perdidos só esperam nas coisas terrenas Ffl 3:19

VI. Nos redime de toda iniqüidade v. 14


1. Mas os perdidos amam o pecado Jo 3 :19

VII. Transforma-nos em um povo especial v. 14


1. Mas os perdidos fazem o que é mal Jo 3:19-21

Existe um povo que abandonou a insensatez natural do


perdido e se tornou o povo de Deus IPe 2:9-10
Tema: Sete selos na Bíblia

Significado do selo o que é um selo materialmente falando,


um sinete, um carimbo, uma marca, etc. Espiritualmente,
significa o Espírito Santo.

1. A marca de Deus através do selo


I Deus o selou Jo 6:27
2. 0 selo é o atestado divino do Espírito Santo que todo verdadeiro
ci ente recebe E f 1:13

I I . 0 selo da justiça do Senhor


I E recebeu o sinal do selo da justiça da fé Rm 4:11
2. O firme fundamento de Deus, permanece tendo este selo

III. Existe o selo do Deus vivo


I O anjo do Senhor com a identificação do selo ou a marca Ap 7 :2
2. Santos selados Ez 9:4
Selo ou sinal, marca registrada
Deus manda o anjo passar pelo meio da cidade, e manda por um
sinal ou um selo, tendo este selo o Senhor conhece os que são seus
IITm2:19

IV. U m livro selado com sete selos


I .Cada selo tem seu objetivo (ou seu mistério) Ap 5:1
2 .0 número de selos sugere que o livro era um testamento
i Conforme os costumes da época. O testamento cerrado era
executado
V. Deus manda Daniel selar o livro
1.Até o tempo do fim, porque iria ter mais um livro para ser
desvendado nos dias vindouros Dn 12:4-9
2. Parece que o princípio geral da profecia bíblica. É que a mesma
se com preende plenam ente depois de ser cum prida e
desenrolarem-se os acontecimentos

VI. O Cordeiro de Deus entra no cenário para desvendar os


mistérios, para clarear o que está escuro
1. Um cântico celestial, que dizia: digno és de tomar o livro e de
abrir os seus selos Ap 5:9
2 .0 anjo do Senhor disse para João: não seles as palavras da
profecia deste livro Ap 22:10

VII. O Espírito Santo como um selo


1.Tendo Nele crido fostes selado com o Espírito Santo da
promessa E f 1.13
2. E deu o penhor do Espírito Santo em nossos corações (um selo
de identificação). IICo 1:22
l ema: O sinal de Deus
Ez9:6e Ap 9:4b

Dons determina uma destruição total (em Jerusalém), e o


■icnlior mandou que os homens passassem pelo meio da cidade, e
quem estava comandando esta operação, a Bíblia não relata o
nome, mas o profeta contempla em visão, um homem vestido de
linho com um tinteiro de escrivão, a missão deste homem era
•xierminar todos aqueles que estavam fora da posição ou que não
l inhnm a marca ou sinal.
Mas tinha um grupo que estava gemendo e suspirando por
cansa do pecado e das abominações que estavam sendo praticadas
aquele lugar.

1. A ordem do Senhor era para começar pelo santuário


I I -ugar consagrado à Deus, era para matar todos aqueles que não
IIvcsscm o sinal ou a marca
A ordem de Deus para o anjo era passar pelo meio do Egito e
Iodas as casas que não tivessem o sinal do sangue do cordeiro,
morreria o primogênito Ex 12:13

II. Tinha um povo que estava clamando, gemendo e orando


pela iniqüidade que estava havendo naquele lugar
I O Senhor vai tirar a Igreja do meio da igreja
2. Um povo que tem o sinal de Deus o selo da promessa

III. Os três sinais que temos que ter


I O sinal da obediência Rm 16:19, Hb 5:8
2 .0 sinal da santidade Hb 12:14
3 .0 sinal do temor At 5:11

IV. Os três sinais da igreja


I. Sinal da perseguição
a. A Bíblia relata, na época da igreja primitiva quando houve
aquela grande perseguição, Herodes lançou mão e matou Tiago ao
fio da espada At 12:1-4
b. Naqueles dias levantou-se grande perseguição contra a igreja
At 8:1
2. Sinal do sangue
a. O povo hebreu tinha no Egito o sinal do sangue do Cordeiro nas
suas casas
b. O sangue de Jesus que comprou homens, nações e a igreja
A p5:9b
c. Este sangue é o sangue da nova aliança
d. Sangue protetor
3 . 0 sinal do Espírito Santo
a. No dia de Pentecoste a Bíblia relata que todos estavam dentro do
cenáculo quando receberam o sinal ou a marca de Deus At 2

V. A igreja ainda está na terra, mas não tem compromisso com


o mundo
1. Nós temos o sinal ou a marca de Deus nas nossas vidas
2. Eliseu é reconhecido pela Sunamita porque ele tinha o sinal de
Deus
3. Pedro é reconhecido pela criada porque já tinha o sinal Mt 26:73

VI. Vivemos momentos escatológicos, vivemos no apagar das


luzes das profecias
1. A ordem do Senhor no momento que Jesus vier buscar a Igreja
2. Para levar aqueles que tiverem o sinal ou a marca
3. E os que não tiverem, vão sofrer os danos Ap 9:4
l ema: O sucesso da pregação e a posição
do pregador
I. A mensagem deve ser bíblica
I Examinai as escrituras Jo5:39
Prega a Palavra em tempo e fora de tempo IITm 4:2
Todas as Escrituras são divinamente inspiradas e proveitosas
p; a ensinar IITm 3:17

II. O mensageiro deve ser cheio de boas novas


I Mt 5:16
Barnabé era homem de bem At 11:22-24

III. O mensageiro deve ser espiritual


1.Barnabé e Saulo eram espirituais para fazer a obra de Deus
At 13:1-3
2. Paulo repreende o espírito de engano na vida do Procônsul
At 13:9-12

IV. O mensageiro deve ser cheio do Espírito Santo


I .A multidão elege os diáconos por serem cheios do Espírito Santo
At 6:5
2 .Todos anuciaram com ousadia a Palavra de Deus At4:31

V. A mensagem deve ser acompanhada dos sinais


1 Estêvão fazia sinais entre o povo At 6:8
2. A multidão prestava atenção nos sinais que aconteciam, através
de Filipe At 8:6
3. Pedro subindo para o templo à hora nona, o pobre homem pediu
uma esmola e Pedro o surpreendeu, com a Palavra e o sinal
aconteceu A t 3:8
4. Estêvão cheio do Espírito Santo transmitia a Palavra do Senhor
com ousadia At 7:55
Tema: As tragédias ocorridas na vida de
u m o b r e ir o i Sm 11:1-4
Quando lhes falta a vigilância
A leidasem eadura
1. Tudo o que o homem semear isto também ceifará G16:7
2 .0 que semeia na carne, na carne ceifará corrupção G16:8
A tragédia ocorrida na vida de Davi depois que ele pecou

I. O Senhor permitiu a morte da criança IlSm 12:14-15


I. Para lhe mostrar o salário do pecado Rm 6:23

II. O Senhor enviou a vergonha do incesto na pessoa dos seus


filhos Tamar e Amnom
1. II Sm 13:1-22

III. Para lhe lembrar a podridão moral que ele mesmo semeou
l.IIS m 13:21

IV. O Senhor enviou a morte de Amnom para lembrar a morte


deUrias
l.IIS m 13:28-33

V. O Senhor enviou o usurpador do trono, na pessoa de seu


filho Absalão para lhe lembrar que usurpou o lugar de Urias
l.I I Sm 16:11-16

VI. O Senhor enviou a vergonha e a afronta quando Absalão


coabitou com as suas concunbinas, para lembrar o que ele fez
ã mulher de Urias
l.IIS m 16:22

VII. O Senhor enviou a morte traiçoeira de Absalão para


lembrar-lhe a traição na morte de Urias
l.IIS m 18:14-15
'lema: Transformado por Deus para ser
cheio do Espírito Santo
IS m lO :6 eIC o2 :14
1. Transformação de Deus na vida de Saul
I >11; aracterísticas que o rei deveria ter ISm 10:6
I ( >s eleitos da transformação a mudança de caráter e da
personalidade
’ Ser espiritual para compreender os desígnios de Deus
() rei tinha que ter temor para obedecer a voz do Senhor
I I )e um homem simples, para uma grande autoridade em Israel

II. Isaías foi transformado através da Glória de Deus


I Isaías contempla a santidade de Deus, e é mudado em outro
liomem Is 6:1-8
l )ma coisa que precisava ser tocado em Isaías eram os seus lábios
' Isa ias é cheio do Espírito Santo

III. Zaqueu foi transformado através da Palavra


I l)e furtador para ser um testemunho de poder Lc 19:8
I)e cobrador de impostos para ser um discípulo autêntico

IV. Transformação de Pedro, depois do Pentecoste


I Pedro antes e depois do Pentecoste
Homem espiritual At 2:14-41
I)c homem natural, para homem espiritual
V De um homem violento, para manso - eventos que ocorreram na
vida de Pedro, antes e depois que Jesus foi preso
a. ( orta a orelha do Malco
h. Nega à Jesus por três vezes - Homem natural

V. Tansformação de Saulo no caminho de Damasco


I De Saulo para Paulo, o significado dos nomes At 13:9-13
2. Os propósitos de Deus na vida de Paulo At 9:15
\ . Transformado para ser vaso cheio do Espírito Santo
Comentários
Parte I - Havia poder de Deus operando na vida dos discípulos,
mas não era suficiente, para manter a operação de Deus. Por
exemplo várias vezes os discípulos levaram enfermos, até Jesus,
este é o tipo de Crente vestido Jo 20:22

Parte II Veio a hora do Espírito Santo descer e revestir os


discípulos e o povo de poder, neste dia 120 pessoas esperando no
cenáculo. O poder de Deus é tão real hoje, muitas pessoas estão
recebendo a unção e o poder do Espírito Santo. E nestes últimos
dias que vivemos sobre a face da terra Deus está levantando um
novo tipo de pessoas que estão preparadas para enfrentar os
ataques do nosso inimigo. Este é o tipo de Crente revestido
Lc 24:49

Parte III - Não existe algo mais gratificante, nesta terra de que ser
cheio do Espírito Santo, e ser transformado por Deus é um dos
fatores que precisamos passar para que sejamos cheios do Espírito
Santo passe você por esta metamorfose e seja cheio do Espírito
Santo E f 5:18
'lema: Três juízos após o arrebatamento
Ap 14:7
I >cus vsiá pronto para derramar seu juízo sobre este mundo. A
UiUia diz que Deus derramou sobre a humanidade no início do
m u n d o com o dilúvio, a destruição de Sodoma e Gomorra, mas a
liibli; nos diz que após o arrebatamento Deus enviará o seu
lei rivel juízo sobre este mundo. Quais serão os juízos de Deus?
1. <>s s e i s primeiros selos
I ( >s quatro cavaleiros do Apocalipse, o cavalo branco .Anticristo
( 'avalo vermelho para tirar a paz da terra
t ( avalo preto com uma balança na mão
•I ( 'avalo am arelo-nom e forte, segue: fome, espada e peste
( )x mártires da grande tribulação
( Irandc tremor de terra
Abertura do sétimo selo, início das sete trombetas

II. As sete trombetas


I Fogo, saraiva e sangue
As águas se tomam em sangue
( Ax águas se tornam amargas
•I Iixcurece a terça parte do sol, lua e estrelas
s ( ialánhotos gigantes com caldas de escorpião
u. Um grande exército de cavalos: Matarão a quarta parte dos
homens, com fome, fumo e enxofre
/ ( )s reinos do mundo se convergem em Cristo

III. As sete taças da ira de Deus


I Chaga maligna nos homens
2. Ax águas tomarão em sangue como de um morto
í . R ios e as fontes das águas- o anjo das águas
4. Sobre o sol e abrasam os homens
5. Sobre a taça da besta - mordiam suas línguas
(>. () grande Rio Eufrates
7 Sobre o ar grande terremoto
Deus dá a oportunidade de louvar-mos o seu nome e
temê-lo.
Ev. Eron Santos

Tema: Três formas de estar na brecha


Ez 22:30

I. Na oração
1. Jesus no Getsêmani Mc 14:32-39
2. Ana, mãe de Samuel (bênção garantida) I Sm 1.10
3. A oração é um fator primordial na vida do cristão
4. A oração é a chave que:
a. Fecha as portas do inferno
b. E abre as portas dos céus

II. Na prudência
1. Seja prudente como uma serpente Mt 10:16
2. Que você, seja vivo mediante este mundo que vivemos

III. Na perseverança
1.A mulher do fluxo de sangue Mc 5:28-34
2.A mulher cananéia (mesmo não sendo da linhagem de Israel,
ouvindo o que ela ouviu, mas perseverou até o fim) Mt 15:21-28
3.Tem que ter perseverança, para fazer a vontade de Deus, para
que a vitória possa vir Hb 10:36
l ema: Três advertências à igreja
Ap 14:7

Deus através deste versículo nos faz três advertência.


(Nos avisando sobre o grande perigo que corremos se não
atentarmos à essas advertências.

I. A primeira advertência é temer à Deus


I ( >i|iicó temer à Deus
( omo temer à Deus
l () que acontece quando não tememos à Deus
I A vida de Davi e Sansão

II. A Segunda advertência é dar glória ao seu nome


I Porque glorificar a Deus
( 'omo glorificar à Deus
S () que acontece quando não glorificamos à Deus
•I O que acontece quando glorificamos à Deus

III. A terceira advertência é a vinda e hora do juízo


I () que acontece na terra com o juízo
Quem sofrerá o juízo de Deus
A saída de Ló de Sodoma

Para escapar do juízo de Deus, temos que temer a Deus


o «lar glória ao seu nome. Jesus vai levar um povo que lhe serve
decoração.
Tema: Três lugares onde está o cordeiro
Gn22:7

I. O cordeiro está na Bíblia


1. Profetizado Is 53
2. Pré-figurado Ex 12
3. Proclamado Jo 1:29

II. O cordeiro está na cruz


1. Oferecido para redimir a todos
2. Sacrificado em favor de todos
3. Disponível a todo instante

III. O cordeiro está nos céus


1. Ressuscitado Hb 9
2. Coroado Hb2:9
3. Entronizado Ap5:13

Tema: Três formas de procurar a Jesus


Jo7:ll

I. Procurar o Cristo errado, de maneira errada


I. Perguntaram a João: És tu o Cristo Jo 1:19-23

II. Procurar o Cristo certo, de maneira errada


1. Os pais quando o perderam Lc2:48

III. Procurar o Cristo certo, de maneira certa


1. Os magos, onde está o rei M t2:2
Iema: Ás três manifestações de Deus
Ef4:6

I Sobro Iodos
l A coluna de fumaça durante o dia Ex 13:21
No Monte Sinai falando com Moisés Ex 19:1 -3

II. Por todos - age por todos


I Icsus na cruz morre em nosso favor Jo 19:30

III. Km todos - está em todos


I () Iíspírito Santo que habita em nossas vidas
One desceu no dia do Pentecoste At 2:14

l ema: Três maneiras de abrir os céus


At 7:55-56

1. Quando morre um crente


I Morte de Estêvão At 7:55-56

II. Quando o crente glorifica e exalta à Deus


I Natanael exalta o nome de Jesus Jo 1:51

III. Quando nós damos os dízimos


I Kidelidade,e Deus nos abrirá as janelas do céu Ml 3:10
2. Mc 3:19
Tema: As três ofertas da arca
Gn 6:14-16

As pessoas correm à procura das melhores ofertas,


tanto no comércio como noutras áreas da vida secular. E nesta
correria atrás do que é material e perecível, se esquecem das
ofertas de Deus, da oferta espiritual, eterna e incomparável.
Lembremo-nos, portanto, que Jesus, nossa “arca”, deseja
oferecer ao que o segue, tudo material e muito mais ainda
espiritual, à todo aquele que entrar por Ele.

I. A importância da arca
1. Porque a terra se havia corrompido v. 12
2. Porque a terra havia se enchido de violência v. 13
3. Porque o juízo era inevitável v. 13
a. Todos morreriam Gn7:22
b. Todos seriam exterminados Gn 7:23

II. A segurança da arca


l.O S en h o rp lan ejo u aarca v. 14-16
2 . 0 Senhor ordenou sua construção v. 14
3 .0 Senhor destinou ao seu povo v. 18
4 . 0 Senhor fechou a porta da arca Gn 7:16

III. A suficiência da arca


1. A arca da salvação é Jesus Hb5:9, Hb 11:7
2. Há suficiente suprimento em Jesus v. 21 -22, Cl 3:11
3. Todos que entraram na arca se salvaram Gn 7:23

Para Noé e sua família, a arca foi: segurança,


suficiência e salvação. Jesus é tudo isto e muito mais para
todos os que obedecem à Ele.
Toma: As três perguntas de Deus
Jz 18:3

I. Quem te trouxe aqui?


I () ouvinte medita
Meus esforços
l> Minhas necessidades
() pregador afirma
;i. Io i Deus quem lhe trouxe aqui
I) Para te ajudar e falar contigo
Para tc salvar e abençoar

II. Q ue fazes aqui?


I () ouvinte pensa: Independente
a. Passo o meu tempo
b. Canto no coral
( anto hinos especiais
() pregador responde
a. Sirvo o Deus vivo
I). Procuro soluções para os meus problemas
Adoro a Deus Jo4:23

111. 0 que é que tens aqui?


I () ouvinte: Indiferente
a. Uma posição
b. Meu nome no rol de membros
Minha família
() pregador faz o apelo
a. Tens um trabalho: Faça-o
b. Uma mensagem: Entregue-a
. Uma vida: Entregue-aà Deus
Tema: As três perguntas dos anjos
Ct 8:5,6:10,3:6

M ovimentos da igreja ao deixar a terra em direção à glórii

I. Quem é esta que sobe do deserto? Quando a igreja deixa


terra C t5:8
1. Deserto - Terra
2 . 0 seu amado - Cristo

II. Quem é esta que aparece? (Voando nos ares) Ct 6:10


1. Como a alva do dia - uma estrela
2. Formosa como a lua - regenerada
3. Brilhante como o sol - Espirito Santo
4. Formidável - em perfeita forma, em ordem

III. Quem é esta que sobe ( se aproximando do céu) Ct 3 :6


1. Como colunas de fumo - nuvens de glória
2. Perfumada
a. M irra-am or
b. Incenso - oração
c. Pós aromáticos - dons espirituais

A igreja responde Ct 2:1-13


lema:Três portas queDeusabre
Ap 3:7-8

Deus em seu grande interesse pelo pecador, abriu-lhe e


<oninui; abrindo grandes portas para sua vivência neste mundo
>oiiiuibado e triste em todos os tempos. Deus tem aberto portas
p. a os homens mesmo em lugares onde não cabem portas, na
Iniisalém terrena haviam 12 portas e na celestial também.
I iladcllia significa amor fraternal. Deus abre portas para justo e
m pislo.

I. A morte de Cristo ( o evangelho da salvação)


I l .i a a porta mais esperada Dt 8:15-18, Nm 24:17, Is 11.1-2,
Is M c 3 :l,M t 11:3
I■a porta das relações diplomáticas do homem e Deus Gn 28:17,
Is (.01 I
i l .sla c a porta pela qual os leprosos podem entrar IIRs 7,
I r I 1:46
I Salanás tentou impedir que fosse aberta (Pedro e Pilatos)
() soldado que ia se suicidar, todavia encontrou um folheto que
Itti: atirado na praia por um jovem que, tendo preguiça de
disii ibui-los lançou-os ao vento. Os folhetos haviam sido dados
por a mãe antes de sua partida ao campo de batalha.

II. A proteção divina


I Co n (ra o pecado A p3:10,M t8:13
( onlra o perigo Sl 91:12, Is 32:2 (comentar o estado crescente
do lexlo)
' ( onlra satanás Lc 22:31-32
Tema: Três profecias que se cumprem no
Novo Testamento

1. Do Egito chamei o meu filho


1.Os 11:1
2. Mt 2:15

II. Se cumpre o que o profeta Jeremias disse: Ouviu-se uma


voz em Ramã
1.Jeremias profetiza, se cumpre na íntegra no Novo Testamento
Jr 31:15
2. Então se cumpriu o que foi dito pelo profeta Mt 2:18

III. O pastor ferido


1. Fere o pastor e espalhar-se-ão as ovelhas Zc 13:7
2. Fere o pastor e espalhar-se-ão as ovelhas do rebanho Mt 26 :31
l ema: Três requisitos do arrebatamento
Mc 13:33
I <>ili:ii
I l\n a iim a -sinais do céu J12:30
I'ara li cntc - Gn 19:17
Paia vosso redor-L c 21:29
lij-.ueir; - Israel-o relógio de Deus na terra
l> Aivorc. - todas as nações
Sii nação física e geográfica da terra Mt 24:3-14
h m io - Etiópia, índia
IVsies - Febre amarela, câncer, aids, ebóla, etc
( iiicrras, rumores (invasão do Kuwait)
IVi remotos
N u sc c u lo ló 258 terremotos
No século 18: 640 terremotos
No século 19:2.119 terremotos
No século 20:6.332 terremotos

II. Vigiai
I Nas palavras Mt 15:18-19
Nas nações Mt 24:7, Ec 11:9
1. Nas horas da tentação I Pe 5:8
a. Porque satanás não dorme Mt 13:25
b. Porque ele está ao nosso derredor
c. Porque ele quer nos tragar

I I I . Orai
I Para não cair em tentação Mt 26:41
2. Para vencer as batalhas espirituais E f 6:12
3. Para ficarem firmes E f 6:13
4. Para não ficar vazio M t2 5 :l-8
5. Porque a oração é a chave que abre todas as portas
6. Porque quando não há caminhos, a oração abre
7. Porque não sabeis quando chegará o tempo Mc 13:35
Tema: Três tipos de crentes
A p 3:10-ll

Na igreja existem três tipos de crentes, dentre eles existem


três tipos ou qualidades que se divergem. Jesus aqui adverte para
guardar o que nós temos. O que temos para guardar?

I. O crente que não tem e pensa que tem


1. Os 7 filhos de Ceva At 19:14
2. Israel quando foi destruir a cidade de Ai
3. A vida de Sansão quando estava com Dalila Jz 16:20

II. O crente que tem e pensa que não tem


1. Gideão Jz6:12
2. Sansão nos últimos dias de vida

III. Tem, sabe o que tem e usa o que tem


1. Moisés no Mar Vermelho
2. Elias no Monte Carmelo
3. Pedro e a cura do coxo

IV. Muitos querem ter o que nós temos e não podem


1. Fé
2. Graça - como Paulo I Co 12, com o espinho na carne
3 .Esperança-D avi S162
4. Poder - os discípulos no cenáculo
l ema: Três tipos de sede
Jo 4:13-14

1. Sede de justiça
I Pelo que Acabe fez com Micaías, prende o profeta e morre na
jMierra - Justiça de Deus
’ Pois o Senhor é Deus de justiça Is 3Q: 18
1.0 Senhor faz retidão e justiça,à todos os oprimidos Sl 103:6
I. A justiça de Deus, para aqueles menos favorecidos
5. Na morte de Nabote, na morte de Urias, no pecado de Davi

II. Sede de perdão


I Maria Madalena, foi pega em ato de adultério, e a Lei Moisáica,
Irazia grandes recomendações aquele que fosse pego em tal ato.
1x8:2
2 .0 perdão divino (contigo há perdão) Sl 130:4
3. Tinha sede de perdão Jo 11:11
4. Ao Senhor pertence a misericórdia e o perdão Dn9:9

III. Sede de plenitude


I Seja cheio da plenitude de Deus Ef3:19
2 .0 poder do Espírito Santo
Tema: O triunfo
IICo2:14
Quando o justo triunfa, há motivo de alegria Pv 28:12,
Et 9:18-32
1. Davi - triunfa sobre Golias
I . IS m 17:49-50
2. Triunfa sobre seu inimigo (adversário)
3. Triunfa sobre o exército dos filisteus
4. Tirou a vergonha de Israel

II. Gideão - triunfa sobre os seus inimigos


1.Jz 6:11-40
2. Foi um grande conquistador
3. Aceitou o desafio
4. E triunfou sobre os que lhe buscavam, para lhe fazer o mal

III. Jesus o triunfo sobre a cruz


1. Muitos pensavam que Ele ficaria ali pendurado na cruz Cl 2:15
2. Mas, Ele conquistou e triunfou para que se cumprisse a Palavra

IV. O triunfo sobre a morte


1. Ele dominou a morte, ele venceu a morte ICo 15:55,57
2. Ele acabará com a morte IC o 15:26
3. Porque a Bíblia fala que o último inimigo que há de ser destruído
é a morte
4. Tragada foi a morte na vitória IC o 15:54

V. Jesus o triunfo sobre o diabo


1. Jesus vence o diabo no deserto Mt 4:1 -11
2. Na sua morte
3. Na sua ressurreição
4. Desfazendo todos os seus planos

Após ressuscitar, foi-lhe dado todo o poder, no céu e na terra


l ema: Tudo se fez novo
II Co 5:17

1. Um novo nascimento
I Um nascimento espiritual
2. Um nascimento sobrenatural
Um nascimento pela Palavra Jo3:3

II. Um novo nome


I Antes era pecador - agora é santo
2. Antes era perdido - agora é salvo
3. Um nome registrado no livro da vida

III. U m novocoração
I Um coração pronto para amar
2. Um coração pronto para adorar
3. Um coração pronto para obedecer Ez 36:26

IV. Um novo cântico


1. Não mais um cântico de desespero
2. Agora um novo cântico de alegria
3. Um cântico de amor e gratidão Sl 40:3
Tema: Três maneiras para que Deus se
mova por nossas orações
Ed 8:23

Este versículo nos mostra que quando a igreja se coloca a


buscar à Deus em oração, Ele se move pelas nossas orações.

I. Deus se move para nos dar a vitória


I. A luta de Israel e os amalequitas Ex 17
2 . 0 insulto do rei Senaqueribe
3. Pedro na prisão e a sua libertação
4. A oração de Daniel 21 dias

II. Deus se move para nos consolar


1. Deus consolou Hagar no deserto
2. Deus consolou Daniel após sua oração
3. Deus consolou Paulo na cidade de Corinto
4.Quando nos colocamos em oração, Deus se move para nos
consolar

III. Deus se move para nos avivar


1.0 profeta Habacuque orou por um avivamento
2. A igreja primitiva recebeu o avivamento
3. Israel experimentou o avivamento
4. Deus está disposto a se mover para nos avivar

Muitas nações como Inglaterra, Estados Unidos,


França, Escócia, experimentaram o avivamento através de
homens como Wesley e inúmeros servos de Deus.
l ema: A última advertência
Lc 13:6,Mc 11:13
1 .0 dono da vinha - Deus
I Visita a vinha e o encontro na figueira infrutífera
O dono passa a vinha em revista - Deus visita a igreja
VO dono da vinha dá uma ordem - e te vê sem obra, e sem fruto

11. 0 viticultor - Jesus


I A decisão do dono da vinha
2 . 0 viticultor intercede e pede mais uma chance para adubar
.1. Chama o viticultor e dá uma ordem, corte-a fora, e a ordem ;e
acatada, mas tem mais uma oportunidade

I II. A intercessão do viticultor, quer mais uma oportunidade


I Jesus clama e pede mais uma oportunidade
2. Que Eu alerto e dou a uma vitamina

IV. O adubo - o Espírito Santo


I O adubo, marca registrada para fortalecer
2. Animar
?>. Dar vida
4. Avivar
.S. Vitamina do céu - oração

V. Que seu fruto permaneça


I Na sua figueira o fruto tem que permanecer Jo 15:16
2. Deus não está preocupado com:
a. A madeira, se ela é: mogno, pinho, cedro, etc...
b. Ou se a figueira é: frondosa, tem galhos longos
c. Ou se as flores ou as folhas são bonitas
.1.0 que Deus quer são os frutos
Deus não quer saber se você está fazendo muita caridade, ou de
fala bonito, se você é formado, ou se está cursando uma faculdade.
Comentários
O dono da vinha, que é Deus, e a vinha que é a Igreja, passa
em revista e uma figueira que é o crente lhe chama a atenção, e Hle
se aproxima daquela figueira ou daquele crente e começa
pronunciar tais palavras, há três anos que venho procurar fruto
nesta figueira (ou neste crente) e não acho, a primeira ordem que o
dono da vinha ou melhor falando Deus, pode dar o corte e lançar
fora, o viticultor que é Jesus pede mais uma oportunidade, que
seria a ltima Advertência.

Tema: O toque de Deus


Is 6:7

I. O toque da bênção
I. Jacó Gn 32:25

II. O toque da cura


1 .0 leproso L c5:I3

III. O toque da revelação


1. João Ap 1:1-20

IV. O toque da visão


1.Daniel D n9:21,10:7

V. O toque da purificação
1. Isaías foi purificado Is 6:7

VI. O toque da chamada


1. Isaías Is 6:8
l ema: O único que faz maravilhas
S172:18

As maravilhas de Deus no meio do seu povo, quando o


povo estava na sua presença.

1. As maravilhas de Deus dentro e fora do Egito


I Dentro quando Deus manda Moisés realizar grandes maravilhas
perante Faraó
2. Fora, quando Deus manda Moisés tocar no mar com a vara
3. E o mar se abre automaticamente a maravilha é feita perante os
olhos de todos Ex 14:21

II. Fez maravilhas através das mãos de Eliseu


I Maravilha feita no filho da Sunamita
2. No pouco de azeite da mulher que estava com a dívida para
pagar IIRs 4:1-7

III. Só faz maravilhas quando tudo parece perdido


1.0 filho de uma viúva, que se encontrava morto
2. Mas, nem tudo estava perdido, mediante a grande multidão que
acompanhava o cortejo fúnebre, Jesus opera tão grande maravilha
Lc 7:11-17

IV. O Senhor só faz maravilha em panela vazia


1. A viúva de Serepta só tinha um pouquinho de farinha na panela
2. Deus fez maravilhas e multiplicou o azeite e a farinha
3. Faz maravilhas mediante a multidão, a multiplicação dos pães e
peixes.
V. Ele só opera maravilha em momentos difíceis
1.0 Senhor é especialista nas horas difíceis
2. Eliseu como instrumento, profetizou para Samaria em época dc
grande fome
3. Na ressurreição de Lázaro, os momentos mais difíceis de Marta
e Maria Jo 11:43-44

Comentários

Ainda hoje o Senhor continua fazendo maravilhas através


do seu povo, basta você tão somente crer.
Jesus falou para os seus discípulos e para nós também sc
creres tu farás coisas ainda maiores.
l ema: O valor do Sangue de Jesus

Introdução
E cantavam um novo cântico, dizendo: digno és de tomar o
l i v r o , e de abrir os seus selos; porque foste morto, e com teu
sangue, compraste para Deus homens de toda a tribo, língua, povo
ação.

1 .0 sangue de Cristo é o tema de um hino entoado no céu


I ( )s que crêem no sangue chegarão lá
2. Os purificados pelo sangue entrarão lá Ap21:27
1. Os santificados pelo sangue viverão lá

11. 0 sangue de Cristo é a condição para ir ao céu


I O sangue é o símbolo da própria vida L v l 7 : l l
2. Lio fio de escarlata que salvou Raabe da destruição Is 2:21
3. E o novo e vivo caminho que Cristo nos abriu Hb 10:20

111.0 sangue de Cristo é a mensagem central da Bíblia


I Simbolizando nas roupas feitas por Deus à Adão eE va Gn3:21
2.Simbolizando no sacrifício quase consumado de Isaque
Gn 22:10-13
3. Simbolizando o Cordeiro Pascoal Ex 12

IV. Os efeitos maravilhosos do sangue de Jesus


I O sangue oferece redenção Ex 12:13, E f 1:7
2 .0 sangue garante salvação Hb9:14-22
3 .0 sangue assegura a vida eterna
Tema: Vencendo as barreiras
Lc5:17-26

I. Barreira da dúvida
1. A falta de crença na hora de aproximação
2. A dúvida entra em cena na hora do milagre
3. A fé só é válida sem dúvida, só assim a operação é realizada
Tg 1:6

II. Barreira da multidão


1. A multidão seria uma das causas do milagre não ser realizado
2. A multidão seria um grande impedimento, para aquele homem
não andar
3. Multidão, são várias pessoas aglomeradas em um só lugar, foi
por esse motivo que os homens não conseguiam passar

III. Barreira da religião


1. Formavam os fariseus a mais importante das escolas judaicas dc
caráter religioso
2. Quando Jesus perdoou o homem, os fariseus começaram
ignorar (duvidar), dizendo quem é este que diz blasfêmia
3. Quem pode perdoar pecado senão Deus?

IV. Barreira da dificuldade


1. Não pode entrar na casa pelas portas
2. Levanta a cama e coloca por cima do telhado
3. Mas as dificuldades foram vencidas, com união e força

Três coisas aconteceram, depois que o homem foi curado:


a. Todo o povo ficou maravilhado, dc ter visto tal maravilha
b. Ao mesmo tempo o nome do Senhor foi glorificado v.26
c. E o povo ficou cheio de temor - crendo
Tema: A volta do filho pródigo
Is 44:22
Desfaço as tuas transgreções como névoa e os teus
pecados como a nuvem, torna-te para mim porque, eu te remi.

I. As quatro revelações básicas do texto


I () homem está cheio de transgressões e de pecados
Somente Deus pode desfazer pecados e transgressões
I. li precisamente o que Deus quer fazer com cada um de nós
I I)cus é o pai do filho pródigo; Ele diz: Torna-te para mim

II. Os quatro grandes problemas do filho pródigo


I () problema do desperdício - gastou tudo
() problema da distância - terra longínqüa
1 .0 problema da fome - grande fome e bolotas apenas para comer
1.0 problema da solidão - e ninguém lhe dava nada

III. Quatro retratos que o filho pródigo ilustra


I A humanidade que se afastou de Deus
A sociedade que busca falsos ideais e destinos
1 ( )s filhos que deixaram seus lares em busca de aventuras
I. Os filhos que deixaram a igreja, lar espiritual

IV. As quatro importantes decisões do filho pródigo


I A decisão de levantar
.’.. A decisão de regressar à casa paterna
1. A dccisão de confessar seu estado pecaminoso
•I A dccisão de ficar em casa

V. Que aconteceu com o pai do filho pródigo


I ( ompadeceu-se do filho e o pedoou
.’ ( 'orreu ao seu encontro e o abraçou
i Iloijou-o e fez-lhe uma grande festa
■I Restaurou-o completamente
Tema: Um tipo de obreiro desqualificado

I. A qualidade de um obreiro que não tem visão espiritual


1. Arão precipitou-se em adorar um bezerro de ouro
a. Arão deixou-se manipular pelo povo e ergueu um bezerro dc
ouro Ex32:4
b. Perdeu a paciência de esperar Moisés, e perdeu a visão de Deus
E x32:l
2. Eli é o tipo de obreiro que já tinha perdido a visão de Deus
Ex 32:1
a. Os filhos faziam o que queriam I Sm 2:22
b. Ele depara com Ana orando no templo, e pergunta se ela estava
embriagada ISm 1.12-14

II.O obreiro que perde o interesse das coisas de Deus,e se torna


ambicioso
1.Judas Iscariote, fazia parte do ministério, chegou a ser tesoureiro
2. Perdeu o interesse das coisas Sagradas e se tornou um traidor
3. A ponto de entregar Jesus por 30 moedas de prata

III.A derrota de um obreiro quando perde o contato com Deus,


e começa a ir pela cabeça dos outros
“O obreiro que escuta a voz do Senhor e faz a vontade do mesmo”
1. O obreiro sem poder - Os discípulos quando lhe trouxeram o
menino lunático Mt 17:16
2. O obreiro sem visão - Jeazi, o moço de Eliseu, e ainda Eliseu
orou para Deus lhe abrir os olhos
3. O obreiro sem unção - Pedro ao sair para negar a Jesus já não
tinha unção, a criada pergunta: Esse também é um dos tais
Mc 14:69
4. D aniel- Um estilo de obreiro fiel
5. Os três moços - Que não se apostataram mas permaneceram
firmes
Parte II
Comentários

Bíblicos
Avivamento
<) avivamento genuíno deve começar com o obreiro
avivamento começa com uma insatisfação santa
() ;i vivamento pode ser uma palavra sem conotações negativas
() avivamento começa com oração, a igreja está aleijada por tanto
numdanismo
<) avivamento requer humanidade e arrependimento
() avivamento causa uma disposição de mudar
<) avivamento restaura o amor da igreja
Avivamento que ultrapasse como um vento as paredes de nossos
icmpos e alcance o coração ferido, o moço drogado, a mulher
abandonada, pais magoados, corpos enfermos, a sociedade
deteriorada.
Avivamento que seja a expressão genuína de Deus, se mostrando
ao coração que clama por resposta
Nossa oração é de que os sons do vento do avivamento desafiem
você à um nível de fé e compromisso total à Deus.

Oito coisas grandes


Um grande convite vinde
Um grande alvo a mim
Uma grande oportunidade todos
Uma grande situação cansados
Uma grande aflição oprimidos
Um grande libertador Eu
Uma grande promessa vos aliviarei
Uma grande esperança encontrareis descanso
Comparação do crente com o telefone
Celular
Io Quando você liga para um telefone celular, e ele está desligado
ou fora da área de serviço a telefonista aciona a voz: “Este telefone
está fora da área de serviço ou desligado”
2o Com o crente não é diferente, quando o crente está fora da
posição, ou não está na presença de Deus, automaticamente, c
acionado que ele está fora do alcance de Deus, ou está desligado do
céu, e quando está nesta situação, fica mais difícil de Deus usar, c
se torna um homem natural.

Como florescer em seu ministério


1. Leve o Evangelho às extremidades da vida comtemporânea

2. Veja sua igreja como uma célula viva da igreja eterna


3. Recuse-se à marcar passo
4. Reavalie suas oportunidades
5. Encontre uma causa que mova o seu coração, e então aceite o
desafio de Deus para transformá-lo
6. Busque a realização como uma escolha internacional
7. Compreenda sua importância na sociedade
8. Defina com precisão e clareza a missão
9. Confronte suas frustrações
10. Tome realidade o que se afirma a seu respeito
11. Torne-se a mudança que você espera ver
As cinco pedras de Davi
.1 - Justiça de Deus
K- lisperança
S-Salvação
I II-U nção
S - Santificação

Defeitos dos crentes que não oram


I <'rente que não ora, sempre está derrotado
( 'rente que não ora, é um crente anêmico
( 'rente que não, está sempre desanimado
I ( 'rente que não ora, é um crente morto
(' rente que não ora, não conta bênção, só desgraça
( 'rente que não ora, só fala mal da vida dos outros
( 'rente que não ora, está sempre mendigando oração dos outros
(civnle seis hora)
S ( 'rente que não ora, é um crente vacilante
') ( 'rente que não ora, sempre quer olhar para trás, como a mulher
. Ir I ,ó

Depois
IV cair, resta levantar-se
I )c lenlados, somos confortados M t4 :11
IV um desespero, nasce uma esperança
I >c uma luta, uma vitória
I >c uma seca, uma abundante chuva
I >c uma tempestade, há sempre a bonança
I >c rebentar um botão, aparece uma linda flor
I >o uma forte chuva, aparece o lindo céu azul
I >o uma grande tristeza, em Cristo uma alegria
I );i lágrima, o sorriso
Do vento, a brisa
Eis uma pergunta que está causando
muita polêmica no meio dos crentes
A igreja passará ou não pela Grande Tribulação?
Sim, a igreja passará pela Grande Tribulação, mas a noiva
não; porque no período da tribulação a noiva estará nas Bodas do
Cordeiro e a igreja estará passando por um grande processo na
terra.
Enoque tipifica a noiva de Cristo que vai subir
Noé tipifica a igreja que vai ficar na tribulação
As 10 virgens, 5 entraram e 5 ficaram do lado de fora

Jesus homem, Jesus Deus


Como homem Ele tinha mãe e não tinha pai
Como Deus Ele tinha pai e não tinha mãe

Como homem Ele sentiu fome


Como Deus Ele é o pão da vida

Como homem Ele sentiu cansaço


Como Deus Ele disse, vinde a mim todos vós que estais cansados

Como homem Ele levou os homens à Deus


Como Deus Ele levou Deus aos homens

Como homem Ele chorou


Como Deus Ele consolou à muitos dizendo, não chores mais

Como homem Ele sentiu dor


Como Deus Ele é o médico dos médicos
() epitáfio do túmulo de Jesus Cristo

“Porque buscais entre os mortos o que vive?”


Lc 24:5

Quando visitamos um cemitério, encontramos túmulos e


sepulturas rasas, monumentos de mármores enfeitados com
■sculturas de bronze, canteiros floridos, lajes toscas, etc.
Na maioria dos túmulos, encontramos registrados os
dados pessoais do falecido: aqui jáz fulano de tal, nascido em tal
data, falecido em tal data: em muitos casos, palavras de saudades
dos familiares. Muitos personagens históricos foram sepultados
com honrarios, em belos monumentos, em praça pública, tendo
seus nomes e feitos gravados em mármore ou esculpidos em
bronze, mas sempre encaixados na frase “aqui jaz”

O túmulo de Jesus é diferente de todos estes. Está Vazio e


aberto, mostrando ao mundo a vitória do nosso amado redentor. O
evangelista Billy Grahan assim se expressa: “Como é diferente o
epitáfio do túmulo de Jesus!” Não está escrito em caracteres de
ouro, e tampouco gravado na pedra, foi pronunciado pela boca de
um anjo, exatamente o oposto do que há em todos os demais
túmulos: “ Ele não está aqui, Ele ressuscitou como havia dito.”

Nós não adoramos um Senhor morto, porque cremos num


Cristo vivo, ressurreto. A ressurreição de Jesus, é a garantia da
nossa ressurreição. A prova de que Cristo vive é a libertação e
transformação de milhares de pessoas que, através destes vinte
séculos, tiveram um encontro real com Ele. Cristo vive e quer lhe
dar a vida eterna. Se você quiser, pode provar o poder da sua
ressurreição agora mesmo.
Epitáfio de um túmulo na Inglaterra
Eu pequei
Eu me arrependi
Eu confiei em Jesus
Eu descanso
Eu me levantarei daqui
Eu reinarei com Ele

Glória e justiça
Toda congregação ou comunidade tem seu potencial
inexplicado.
A concicntização do potencial começa com um encontro
com Deus.
Toda igreja é um instrumento para a justiça que Deus quer
usar.
Toda igreja pode experimentar o poder sobrenatural da
ressurreição.
Deus torna nulas todas as desculpas que damos.

Várias maneiras de se apaixonar por seu


ministério
1. Atue como quem ama o ministério
2. Personalize a renovação de seu ministério
3. Tome sua mensagem atual
4. Vá além da lua de mel
5. Alimente sua vocação
6. Permita que Deus torne específico o seu ministério
7. Peça à Deus grandeza de visão
8. Dê as boas-vindas ao alongamento vindo de Deus

O ministro do Evangelho se assusta com as magnitudes dc


sua responsabilidade, até que descobre a presença de Deus ao seu
lado.
Jesus é tudo
.losus é o poderoso de Jacó
Jesus é o primeiro e o último
Jesus é a primícia dos que dormem
Jesus é o amigo mais chegado do que um irmão
Jesus é o Príncipe da Paz
Jesus é o rei sobre toda a terra
Jesus é o verbo de Deus
Jesus é a ressurreição
Jesus é o sol dajustiça
Jesus é o santo dos santos
Jesus é o candelabro de ouro
Jesus é a fé na arca do concerto
Jesus é o consolador
Jesus é o Senhor dos céus e da terra
Jesus é o cajado
Jesus é a sabedoria de Deus
Jesus é o soberano e supremo
Jesus é a aliança
Jesus é o promotor e juiz
Jesus é o profeta de Deus
Jesus é o príncipe da vida
Jesus é o grande salvador
Jesus é o companheiro nas horas difíceis
Jesus é o libertador
Jesus é o advogado
Jesus é o autor da salvação
Jesus é o bispo da nossa alma
Jesus é o cabeça e o corpo da igreja
Jesus é o Cordeiro de Deus
Jesus é o Cordeiro Pacoal
Jesus é a esperança nossa
Jesus é o estandarte
Jesus é a estrela da manhã
Jesus é o herdeiro de todas as coisas
Jesus é o carpinteiro
Jesus é o juiz dos vivos e dos mortos
Jesus é o legislador
Jesus é a luz do mundo
Jesus é maravilhoso e Deus forte
Jesus é pastor e bispo
Jesus é o pão da vida
Jesus é a pedra angular

Você é o que determina ser


Se você acha que está derrotado, você está.
Se você acha que não vai conseguir, não tentará.
Se quer ganhar, mas acha que não pode, é quase certo de que não
ganhará.

Deus deseja tornar seus sonhos em


realidade
Os sonhos que Deus colocou em sua vida têm tudo para dar certo.
Deus pode realizar seus sonhos mesmo quando eles parecem
impossíveis.
1 .Tempos difíceis requerem novos sonhos
2.Sonhos sempre moldam o ministério
3.Sonhadores encontrarm novos caminhos para realizar o
ministério
4.Deus começa cada ministério à partir de um sonho de alguém
5 .Fé, esperança e curiosidade são a matéria-prima dos sonhos
6 .0 sonho de Deus: Toda a igreja repleta com o poder d;i
ressurreição
7. Os sonhos jamais se concretizam sem o sacrifício de alguém
Oraré
I A proxi mar o céu da terra
Vcnccr todos os obstáculos
Voar mais alto que as nuvens
I Voar mais alto que os astros
I'cnetrar no impossível
( 'onhccer os mistérios de Deus
( 'onhccer o passado, o presente e o futuro
Fechar a boca do leão
Pisar na cabeça da serpente
10. Abrir as portas fechadas
II ( ausar um terremoto no inferno
I Fechar as portas da morte
I 1 Abrir as janelas do céu

A vida de Adão no Éden e o crente hoje


Quando Adão estava gozando da plena comunhão que ele
linha recebido da parte de Deus, com a inocência, na obediência
He estava ligado à Deus, como uma criança que acaba de nascer e
•slava ligada à mãe através do cordão umbilical, mas quando Adão
i ecebeu a proposta do pecado este élo foi cortado, por isso quando
I >eus passeava no jardim pela virada do dia chamou Adão e ele
liiííin e se escondeu. Quando o cristão chega a pecar (e não
confessa e deixa), automaticamente, a glória de Deus se afasta
dele, como aconteceu com os fdhos do sumo sacerdote Eli, Hofni e
r me; , eles estavam em delito em uma determinada batalha a arca
do Senhor foi tomada e Hofni e Finéas foram mortos, e segundo
di/. a liíblia: É que a glória de Deus foi tirada do meio do povo.
Comparação entre Mateus 25
Apocalipse 20
Ap - juízo dos mortos
M t - juízo dos vivos

Ap - juízo de pessoas individuais


M t-ju íz o dos povos

Ap - Deus é juiz
Mt - o filho do homem é juiz

Ap - há apenas uma classe de pessoas


Mt - são distinguídos 3 tipos de indivíduos

A p - encontramos livros de obras


Mt - não se fala em livros

Ap -livro da vida
Mt - não aparece no livro da vida

Ap - fala de Deus e os homens


Mt - fala do filho e de anjos

Ap - céus e a terra fogem


Mt - céus e a terra aparecem

Ap - vemos o grande trono branco


Mt - vemos trono de glória
Katos e particularidades da Bíblia

* ( )s Iivros de Ester e Cantares de Salomão não mencionam o nome


dc Deus, porém, sua presença é iniludível nos mesmos,
•spccialmente nos episódios milagrosos de Ester. Há na Bíblia
X.000 menções de Deus entre seus vários nomes e 177 referências
ao diabo sob seus vários nomes.

* A vinda do Senhor é mencionada 1.845 vezes nas escrituras


sendo 1.527 no Antigo Testamento e 318 no Novo Testamento.
Não é o assunto para séria meditação?

* O Salmo 119 tem em hebraico 22 seções de 8 capítulos cada. O


número 22 corresponde ao número de letras do alfabeto hebraico.
( 'ada uma das 22 seções é iniciada com a letra daquele alfabeto e
eada versículo da respectiva seção se inicia com a respectiva letra
(isso na Bíblia hebraica).

* O livro de Isaías é uma miniatura da Bíblia. Tem 66 capítulos


orrepondendo aos 66 livros da Bíblia. A primeira seção tem 39
capítulos correspondendo à mensagem do Antigo Testamento, a
segunda seção tem 27 capítulos que tratam de conforto, promessa e
salvação, correspondendo à mensagem do Novo Testamento. O
Novo Testamento termina mencionando o Novo Céu e a Nova
Terra, o mesmo ocorre no final do livro de Isaías, capítulo 66:22.
() próprio nome de Isaías tem semelhança com o nome de Jesus, no
significado “Jeováé salvação”

* A frase “não temas”ocorre 365 vezes em toda a Bíblia, o que


corresponde uma vez para cada dia do ano.

* O capítulo 19 de II Reis é idêntico ao capítulo 37 de Isaías


* O Antigo Testamento encerra citando a palavra “maldição"
(Ml 4:6). Já o Novo Testamento encerra com a palavra “graça”
(Ap 22:21)

* A Bíblia foi o primeiro livro impresso no mundo, após


invenção da imprensa, o que ocorreu no ano de 1.452, em Mains,
Alemanha

* Os números 3 e 7 predominam admiravelmente em toda a Bíblia

* O nome de Jesus aparece tanto no primeiro como no último


versículo do Novo Testamento

* O Salmo 117 é o menor capítulo da Bíblia e o 119 é o maior. O


versículo 20 do capítulo 13 de Êxodo é o menor de toda a Bíblia,
enquanto que o versículo 9 de Ester é o maior.

* A Bíblia completa pode ser lida em 70 horas e 40 minutos,


cadência ou ritmo de leitura de púlpito. O Antigo Testamento leva
52 horas e 20 minutos e o Novo Testamento 18 horas e 20 minutos.

Algumas pessoas como figura do


Arrebatamento

E noque-foi transladado antes do dilúvio Gn5:24, Hb 11:5


Elias - transladado antes da conquista de Israel II Rs 2:11
Ló - salvo quando Deus subverteu a cidade de Sodoma e Gomorr;
Gn 19, Lc 17:29
José - casou-se com uma mulher gentia antes da fome no ligito
Gn41:45-54
Moisés como um tipo de Cristo
1. Ambos foram escondidos quando pequenos Ex 2:2, Mt 2 :13

2. Reveladores da glória de Deus Ex 34:29-35, Lc9:29

3. Moisés foi enviado ao Egito para libertar o povo Ex 3:10


Cristo foi enviado ao mundo para libertar a humanidade de seus
pecados Lc4:18

4. Quando Moisés esteve no deserto o anjo do Senhor apareceu


Ex 3:1 -2
Quando Jesus esteve no deserto também lhe apareceram anjos
M t4 :11

5. Moisés era pastor E x 3 :l


Jesus também foi e é pastor Jo 10:11

6. Moisés encontrava-se, certa ocasião, junto a um poço com uma


moça. Deu-lhe água e ela passou a pertencer à sua família
Ex 2:15-21
Jesus encontrou-se com a mulher Samaritana, junto a um poço,
deu-lhe a água da vida e ela passou a pertencer à família de Deus
Jo 4:6-27

7. Moisés passou 40 anos no deserto


Jesus passou 40 dias no deserto

8. Moisés foi mediador entre Deus e o povo


Jesus é o mediador entre Deus e os homens

9. Passaram a continuação de sua missão para outros Dt 34:9,


Jo 14:12,16-17
Isaque o filho ofertado

1. Isaque era o filho único de Abraão com Sara, concebido em sua


velhice, cumprimento da promessa de Deus à Abraão Gn 15:4-5

2a. Isaque já não era criança quando Deus exigiu o sacrifício, cie
poderia ter fugido ou evitado, toma-se a vítima.
2b. Jesus se o desejasse poderia ter evitado a cruz, clamou com
lágrimas ao que poderia livrar-lhe da morte Hb 5:7

3. Abraão amava mais à Deus que a Isaque, isto fez-lhe obedecer a


determinação do sacrifício de seu filho, por mais absurda que
pudesse parecer a exigência divina.

4a. Houve para Isaque um substituto no holocausto. Deus honrou


a palavra de Abraão e proveu para si o cordeiro Gn 22:8
4b. Para Jesus não houve substituto. Ele era o cordeiro que Deus
separou para o sacrifício vigário, perfeito e eterno. Cristo orou
para que não tivesse que tragar o amargo cálice do sofrimento e da
morte, mas submeter-se à vontade de seu Pai e morreu em nosso
lugar. Mc 14:35-36

5a. Isaque foi tipo fiel de Cristo em sua obediência e também em


relação ao seu casamento com Rebeca
5b. Eliezer, o mordomo que foi preparar a noiva, tipifica o Espírito
Santo enviado à terra para preparar e levar até Cristo sua noiva
Ef5:27
O maravilhoso templo
Há anos guiado pelo Espírito Santo entrei no maravilhoso
lemplo do cristianismo.
Entrei pelo pórtico do Gênesis; atravessei as galerias de
arte do Antigo Testamento, onde os quadros de Noé, Abraão,
J acó, José, Isaque e Daniel pendem nas paredes.
Passei para sala de música dos Salmos, onde o Espírito
Santo dedilha o teclado da natureza até parecer que todas as vozes
do grande órgão de Deus se harmonizam com a haipa de Davi, o
grande cantor de Israel.
Entrei na câmara do Eclesiaste, onde se ouve a voz do
pregador, e no conservatório de Saron, onde o suave aroma das
rosas e dos lírios dos vales perfumaram minha vida.
Entrei no escritório dos Provérbios; e então no
observatório dos profetas onde vi telescópios de vários tamanhos
apontados para eventos distantes do futuro, porém concentrados
sobre a resplandecente estrela da manhã.
Entrei na sala de audiências do Rei dos Reis e tive uma
visão da sua glória, guiado por Mateus, Marcos, Lucas e João os
eternos evangelistas.
Passei para os Atos dos Apóstolos, onde o Espírito Santo
estava fazendo sua obra na formação da igreja nascente. Então
fui à sala de correspondência onde sentados Paulo, Tiago, Pedro e
João escreviam suas epístolas endereçadas a todos os santos.
Entrei na sala imperial do Apocalipse onde se elevaram
pícaros brilhantes, e tive uma visão do Rei assentado sobre o trono
cm toda sua glória e então exclamei: “Saudai o nome de Jesus,
arcanjos vos prostrai, ao Filho eterno Deus, com glória coroai”

M atc ria tira d a d o Jo rn a l M aran ata - m ês dc fe v ereiro d c 1999


E scrita p o r Jo sé H ass L ourenço -C o n s e lh e iro d a E .B .D . - S ede
Comentários de escatologia
Aqui começa uma seção particularmente chamada
Apocalipse, aqui o profeta passa além do julgamento divino,
pronunciado sobre nações específicas, que se cumprirão historicamentc
nos séculos seguintes, agora passa a mensagem apocalíptica, um
julgamento completo, universal, espiritual relacionado com o fim da
história humana.
Um julgamento pré-dito com mais por menores no livro do
Apocalipse, leia os capítulos 24,25,26,27 do livro de Isaías.
1.0 primeiro fato do julgamento universal, é de que nenhuma barrcin
de privilégios protegerá ninguém, contra a justiça divina.
2.0 segundo é que nenhuma barreira física ou geográfica impedirá a ira
divina.
3.0 terceiro é que haverá uma prestação de contas por todos os pecados
cometidos.
4.0 quarto é que cessará a consciência humana e a alegria mundial, é
que a cidade caótica, todas as cidades humanas ficarão num estado dc
caos em que estava a situação da terra quando sem forna.
5.0 quinto fato do julgamento universal é que finalmente os homens
louvarão à Deus da mesma maneira que os próprios anjos cantando
glória, assim como os seres celestiais descritos na visão inicial do
profeta Isaías 6:3, finalmente vê-se a vontade de Deus feita na terra
assim como se faz no céu Mt6:10
6 .0 sexto fato do julgamento universal é que nenhuma barreira de poder
sobrenatural poderá preservar qualquer ser no universo inteiro do
pronunciamento da justiça divina. Os poderes diabólicos, os astros aos
quais os pagãos prestam culto e até os próprios anjos serão julgados por
Deus IC o 6:3, IIPe2:2
7 O sétimo fato do julgamento universal é o triunfo dos remidos ao
verificar que nenhum mal os atingirá mais, e que a vitória do propósito
divino é perfeita.
A falência moral dos povos abalará até o mundo físico,
apóstolo Paulo mostra claramente que o universo inteiro fica n;
expectativa de ver sua restauração, vinculada com a restauração tios
filhos de Deus, em conseqüência da obra de Jesus Cristo Rm 8:18-25
Haverá um universo novo para ser habitado pelos inimigos,
por Jesus Cristo Ap 21:1 -5, IlPe 3:13, IS 65:17, IS 66:22
Parte III

Estudos

Bíblicos
Kstudo n° 1
“O santo homem de Deus”
Estudo bíblico baseado em IIRs 4:9-11

“ E ela disse ao seu marido:


Eis que tenho observado que este que passa sempre por nós é um
santo homem de Deus.

N este capítulo, vem os encerrada um a grande


responsabilidade sobre os ombros daquele que se propôs a servir
ao Senhor com inteireza de coração, em todos os aspectos e
sentidos. O homem de Deus precisa ser reconhecido como tal, em
qualquer situação e em qualquer época, em qualquer lugar do
planeta terra, o homem de Deus é muito visado (ver Hb 12:1) no
seu modo de andar, no vestir-se, no comportar-se, no falar, no trato
com seus semelhantes, crentes ou não, etc... Por isso, ele não deve
embaraçar-se com as coisas deste mundo, de maneira alguma
antes devendo apresentar-se à Deus como obreiro aprovado que
não tem do que envergonhar-se, que maneja bem a palavra da
verdade IITm 2:14-15

Com esta introdução perguntamos:

I. Porque “Santo homem de Deus?”


Analisemos primeiramente a palavra santo, que quer dizer
separação, santo = sagrado; que vive na Lei Divina: puro. Santo é
ainda um vocábulo descrito na Natureza Divina. Lv 20:26,
Hb7:26
Assim então, entendemos o porque do profeta Eliseu ter
sido identificado pela palavra santo. Ele era separado por Deus,
para Deus, à serviço de Deus com devoção, aplicação e
consagração. Logo entendemos que quando somos santificados,
passamos a nos dedicar ao serviço do Senhor, como
representantes do Reino dos céus aqui no planeta Terra.
Temos na Bíblia Sagrada, muitos exemplos de pesso;
dedicadas ao Senhor, como por exemplo:
A n a - L c2:36-37
Samuel - I Sm 1:11 (Samuel foi dedicado ao Senhor antes dc
nascer)
Ezequias - UCr 29:1 -2 (dedicação à obra do Senhor)
J ó - J ó 1:21, IC o 7:5, Ef2:21

Agora passemos a avaliar a palavra homem


O homem é um ser humano criado segundo a imagem c
semelhança de Deus, dotado de inteligência, personalidade,
sentimento, habilidade, sacramentado com a coroa da criação dc
Deus. Então somando-se todas as qualidades do homem com o
derramar transbordante do Espírito Santo em sua vida, e estando
ele constantemente receptivo à unção do santo, consequêntementc
ele torna-se um “santo homem de Deus”

OBS. Homem: termo genérico humanidade homens c


mulheres.
Deus - ser existente por si mesmo, infinito, supremo,
criador, controlador do universo. Ele é o Todo Poderoso, o Senhor
dos senhores, o Altíssimo!

II. Observemos a expressão “homem de Deus”.


O que caracteriza o homem de Deus?
O fato dele apresentar-se como um santarrâo?
O fato de possuir muitos importantes títulos?
Seus anéis de grau, seus diplomas teológicos?
Não! Nada disso!
Os homens de Deus são espirituais Rm 7:6, E f 4 :2 3 ,1 Co 2:12,
Jo4:24

a. São filhos obedientes I Pe 1:14 - 15, Tt 2 :9 ,3 :1, II Co 2:9, Fp 2:X


b. São justificados pela fé R m 5 :l,H b ll:l,H c 2 :4 ,IIT m 4 :7
c. São filhos da luz I Ts 5:5, Jó 3:23, IJo 1:7,E f 5:8, Sl 119:105
( )s homens de Deus são distinguidos por algumas características
como por exemplo:
a. São homens valorosos como Gideão Jz 6
b. São valentes como Davi I Sm 16 e 17
c. São destemidos N e 2 :2 0 ,6:3
d. São corajosos Jz 7:3,7
c. São humildes At 20:19, ISm 18:23
f. São ousados na Palavra Mt 3 :7, Rm 3:13, at 4:13-29, IICo 3:12,
11 Co7:14, E f 3:12
g. São pacientes Tg l:3 ,R m 5 :3, A p3:10
h. São retos Sl 101:6, Gn 6 :9 ,1 RS 15:11
São de Deus IIRs 17:24

III. Você é homem de Deus?


E reconhecido como homem de Deus? Você tem
características de homem de Deus?
Caso suas respostas sejam negativas, comece agora
mesmo a sair da sua dimensão humana, comece a entrar na
dimensão do Espírito de Deus, para que Ele, através da sua infinita
misericórdia, possa então adornar o seu vaso com as virtudes e
beneplácitos dos céus, para que assim em todos os aspectos e
sentidos, seja reconhecido como um autêntico homem de Deus.
Deus está muito preocupado em levantar, nesses últimos
dias de permanência da igreja na terra, homens santos para
realizarem os propósitos de Deus com autoridade, como
verdadeiros mensageiros das últimas horas Jo 15:16 e J o 2 :18
O homem de Deus deve ser um instrumento sempre
afinado, sempre pronto à ser usado pelo Senhor nos seus
propósitos divinos. O homem de Deus é muito visado, provado,
perseguido, desabonado às vezes, sofre, mas ele não pode reagir
como o mundo reage, ele tem que ser santo! Tem que agir, falar,
pensar, como santo!! IP e 1:13-16
Se necessário for, descer ao inferno e libertar os que têm
estado presos pelas garras de satanás e trazê-los para o reino do
Senhor, é tarefa árdua para o homem de Deus, que precisa estar
totalmente mergulhado no oceano do Espírito e abenegado de
suas próprias vontades e de seu futuro Lc 14:3 3

Para tanto é preciso assumir o caráter do Senhor Jesus.


Não há nenhum ministério para se identificar o homem de
Deus, principalmente nos dias de hoje, quando a humanidade
segue os passos largos e bem definidos para sua própria
destruição, mostrando a grande diferença entre os que são das
trevas, daqueles que são da luz. Não é difícil identificar logo,
aqueles que são de Deus, dos que não são, pois os frutos do
homem de Deus são bem visíveis e notórios, mesmo para os que
não têm conhecimento nenhum de Deus, assim como os frutos
daqueles que não são de Deus também são logo identificados. A
luz e as trevas são distintas por natureza, e qualquer um é capaz de
identificar tanto uma quanto a outra. Assim como pelos frutos se
conhece a árvore, assim também se conhece o homem de Deus.
Mt7:16, Lc3:9,Lc 6:43, M t3:10
O homem de Deus, nossa luta não é contra a carne, mas
contra as entidades espirituais do inferno e portanto, forças
invisíveis. Assim, a nossa luta se torna mais difícil e cruel, pois o
inimigo não luta limpo; pelo contrário, ele é sujo e joga com toda a
sorte de mentiras. Mas graças à Deus por nosso Senhor e salvador
Jesus Cristo, que nos dá a vitória a cada dia; essa é a nossa fé!
IC o 15:57, IJo5:4, P v 2 1 :3 1 ,IC r 29:11,S120

Sabemos que, embora a luta seja grande, a vitória é certa!


Não importa os percalços pelos quais temos que passar durante í
peleja, o mais importante é fixar sempre os olhos no final da luta,
quando então gozaremos e celebraremos o sabor da vitória.
Lembre-se homem de Deus, quanto maior for a luta, bem
maior é a vitória. Custe o que custar, procure sempre ser um
homem de Deus! Ap 12:11

Glórias a Jesus!!!
ftstudo de n° 2
“Onde estás?”
E chamou o Senhor Deus ao homem, e lhe perguntou:
( )nde estás? Permita neste momento lhe fazer esta pergunta: Será
que Deus não sabia onde Adão estava? Lógico que sim, mas Deus
queria que o próprio homem se justificasse pelo seu erro G1 6:7,
(in 3:10

A primeira desculpa do homem


Observamos que a primeira desculpa de Adão quando
Deus o interrogou foi a mulher Gn3:12
Meu querido leitor, eu quero lhe dizer nesta mensagem é
que Deus, se agrada quando assumimos todas as conseqüências
dos nossos erros. Na Bíblia está escrito que aquele que confessa e
deixa alcança misericórdia. P v 2 8 :13, Rm 10:9, Mt 10:32,1 Jo 4:15
Deus continua fazendo esta mesma interrogação. Muitos
ainda não têm achado, capacidade para lhe responder a esta
pergunta.

Onde estas?
Deus se preocupa com toda a humanidade, porque quer
abençoar a todos, mas a maioria tem seguido em seus próprios
conceitos, virando as costas para Deus mesmo estando errado não
querem assumir os seus erros, preferem fazer com sua próprias
mãos outro Deus que se deixa levar pelo pecado E x 3 2 :le 20:4

11. Observamos outra interrogação de Deus ao homem


O que fazes aqui?
Esta foi outra interrogação de Deus ao homem I Rs 19 9,
Deus não estava se agradando da atitude do profeta Elias, se
pararmos para pensar nós iremos ver que o profeta Elias venceu
450 profetas de Baal, I Rs 18:30-38 e agora estava se escondendo
dc uma mulher, foi preciso Deus fazer uma visita especial a Elias
mesmo dentro da caverna I Rs 19:13
Quantas vezes nós nos encontramos dentro da caverna
com medo de nossos adversários, é preciso Deus usar seus servos
para nos advertir e tomarmos uma atitude de bravura e sairmos
para pelejar. O criador tem contado conosco, e Ele está pronto
para nos usar em qualquer momento basta dar-mos lugar à sua
vontade. Permita-me fazer esta pergunta, você está com medo?
Almejo deixar um hino de nossa harpa Cristã n° 225
J13:11
Nos últimos tempos, Deus precisa de pessoas corajosas,
determinadas, que encarem as realidades da vida, estamos falando
de fé e coragem não relatamos o pouco sobre o povo e sim as
promessas que Deus tinha feito em seu ministério.
Moisés mandou doze homens expiarem a terra, a qual
Deus havia prometido, mas quando os homens voltaram estavam
todos desanimados sem fé e sem coragem. Nm 13:33, mas o poder
de Deus, invadiu Josué e Calebe
Eles reanimaram o povo e disseram: Não temais se o
Senhor se agradar de nós, então nos fará entrar nesta terra
prometida Nm 14:8
Deus quer fazer de ti um Josué ou um Calebe mas
interrogação é a mesma.

III. De onde vens?

Mais uma interrogação de Deus, desta vez feito o nosso


adversário por nome de satanás Jó 1:7
O maior propósito de satanás é rodear a terra e destruir as
pessoas, e a Bíblia nos afirma que o ladrão vem para matar, roubar
e destruir Jo 10:10, quando Jesus referiu-se à esse versículo, ele
estava falando se dois ladrões: o espiritual c o material.
Quantas pessoas já foram alcançadas pelo poder de satanás
e fazem a sua vontade, mas graças a Deus que por meio de seu filho
Jesus Cristo nos declarou no livro de Jo 1:12 que somos seus
l; ilhos, agora há uma diferença entre o que serve a Deus e o que
serve ao diabo Ml 3:18, os filhos da luz são conhecidos por todo o
mundo pois Ele abominou todos os filhos de Belial Pv 6:12
A Bíblia nos afirma que eles são mais prudentes que nós, só
que Deus não se agrada de suas atitudes por que suas prudências
são todas maliciosas Pv 6:17-19. Estas são as suas obras todas
más e perversas. Dependendo do lugar onde você for, não volte
mais neste lugar, porque Deus continuará perguntando: de onde
vens?
Categoricamente todos os fatos que ocorrem neste estudo
são em beneficio da obra de Deus principalmente em se preocupar
com a nossa vida espiritual e em saber onde estamos andando
ultimamente. Quero também deixar ciente que o maior interesse
de Deus é alcançar vidas aos pés de Jesus Cristo seu amado filho.
Por isso Deus interroga a todos os homens, respondam a
pergunta de Deus e tenha certeza que Ele irá te socorrer com seus
braços fortes, ainda que você caia, não se preocupe Deus se
responsabilizará por você. Pv 24:16

“Glórias a Jesus!”