Você está na página 1de 5

As mentiras do evangelho e da igreja inclusiva

Temos visto nesses dias algumas notícias sobre a Igreja inclusiva e sobre esse pseudo-
evangelho que distorce e cospe na cruz de Cristo. Depois de ler a matéria no G1, anotei 5 erros
que esse evangelho inclusivo ensina.

1) A mentalidade de que Deus não rejeita oração


Em determinada parte da matéria, um homem afirma que “chegar em uma igreja
inclusiva foi resposta de oração”. Ora, quem respondeu essa oração? Sabemos que Deus
pode sim rejeitar oração. Como Salomão bem diz em Pv. 28:9, a oração de quem se desvia
de ouvir a lei é detestável. O salmista afirma, “Se eu tivesse guardado meu coração no
pecado, o Senhor não me teria ouvido” Sl 66:8.

No primeiro capítulo de Isaías Deus também nos fala isso: “Quando estenderdes as mãos,
esconderei os olhos de vós; e ainda que multipliqueis as orações, não as ouvirei, porque as
vossas mãos estão cheias de sangue.” Is 1:15. No Novo testamento temos João falando:
“Sabemos que Deus não atende pecadores; mas, se alguém for temente a Deus e fizer a
sua vontade, este ele atende.” Jo 9:31.

O que dizer das palavras do próprio Cristo em Mateus 7:21-23? “Nem todo o que me diz
Senhor, Senhor! entrará no reino do céu, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que
está no céu. Naquele dia, muitos me dirão: Senhor, Senhor, nós não profetizamos em teu
nome? Em teu nome não expulsamos demônios? Em teu nome não fizemos muitos
milagres? Então lhes direi claramente: Nunca vos conheci; afastai-vos de mim, vós que
praticais o mal.” O entendimento comum desta passagem é de que no último dia Cristo
rejeitaria mesmo aqueles que profetizaram, fizeram milagres, certamente oraram, em
nome de Jesus.

Deus rejeita a oração do que vive na prática do pecado, daqueles que não dão ouvidos a lei
do Senhor e daqueles que não o temem.

2) O desconhecimento do evangelho genuíno


“Desde pequenos eles já aprendem os reais valores do Evangelho, que é a luta pela
construção de uma sociedade justa, igualitária; que o reino de Deus é aqui, é agora; que
a nossa preferência é o excluído, é o marginalizado. (...) É isso que eu e o pai procuramos
mostrar para eles desde pequenos. Não é só ir à igreja, é fazer parte da construção da
civilização do amor", diz Alexya.”

Aqui vemos o fundamento de todo erro dessa igreja inclusiva e é aqui que devemos ter
mais cuidado pois é o ponto mais crucial de todos. O evangelho não é uma luta pela
construção de uma sociedade justa e igualitária. NÃO! O evangelho é, antes de tudo, Deus
resgatando seu povo para o louvor da sua glória! O evangelho é acerca de Cristo, o
evangelho é o poder (Rm 1:16) para a salvação daqueles que antes estavam perdidos, mas
pela graça de Deus puderam ser salvos pela morte e ressurreição de Cristo na cruz. O
evangelho é o que Paulo fala aos Coríntios: “Irmãos, lembro-vos do evangelho que vos
anunciei, o qual também recebestes e no qual estais firmes. Por meio dele também sois
salvos, se retiverdes com firmeza a mensagem tal como a anunciei a vós; a não ser que
tenhais crido inutilmente. Porque primeiro vos entreguei o que também recebi: Cristo
morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras; e foi sepultado; e ressuscitou ao
terceiro dia, segundo as Escrituras; e apareceu a Cefas, e depois aos doze. Depois apareceu
a mais de quinhentos irmãos de uma só vez, e a maior parte deles ainda vive, mas alguns já
faleceram. Depois apareceu a Tiago, e a todos os apóstolos. E, depois de todos, apareceu
também a mim, como a um nascido fora do tempo certo.” 1 Co 15:1-8.

Isso é o evangelho genuíno de Cristo. Não é uma “luta pela construção de uma sociedade
justa, igualitária”. No evangelho nós iremos sofrer também. Nem paz com o mundo nós
teremos.

Ed René falou sobre a paz que a igreja deve buscar: “Todo discurso que sataniza um tipo
de pessoa e um tipo de comportamento vai gerar violência, sim. A igreja deveria estar
mais preocupada em promover paz, conciliação, respeito, preservação de direitos
humanos... Mais do que ficar discutindo moral sexual. Isso é importante, mas existe uma
agenda muito mais importante, na minha opinião”

Irmãos, não se deixem enganar! A igreja deve estar preocupada EM PRIMEIRO LUGAR a
proclamar o evangelho! E se é para ouvir a opinião de algum teólogo eu fico com Lutero
que dizia: “A paz se possível, mas a verdade a qualquer custo.”

Sobre o reino de Deus, há outro erro grotesco de interpretação bíblica, se é que eles leem
a mesma Bíblia que nós. "Depois que João foi preso, Jesus foi para a Galileia, pregando o
evangelho de Deus e dizendo: Completou-se o tempo, e o reino de Deus está próximo.
Arrependei-vos e crede no evangelho." Mc 1:14,15. O que Jesus quis dizer com o tempo se
completou e que o reino de Deus está próximo? Será que ele fala que em um futuro
próximo o reino de Deus virá? Não! Onde Cristo estiver presente, aí é o reino dele. Para
haver um reino, deve haver primeiramente um Rei. Onde estiver o Rei ali estará o reino.
Então o reino de Deus não tem um lugar fixo. O reino de Deus fica onde Jesus está. Se
Cristo não se faz presente nesse mundo, seu reino também não estará.

3) O entendimento errado sobre conversão

Um leve desentendimento quanto a uma reflexão bíblica proposta no grupo por


Henrique foi a fagulha para aproximar os dois. Mas Ive explica que foi necessária uma
"conversão" diferente para engatar o namoro. "Deus foi trabalhando no meu coração, e
ele foi me ensinando. Que era o jeito dele. Como ele nasceu. Ele estava no corpo de uma
mulher, mas se sente um homem. Não é isso? Então, Deus e ele foram me ensinando a
entender", completa Ive.

Aqui vemos um entendimento extremamente equivocado sobre o que é conversão.


Lembremos da conversão de Paulo, que era um fariseu que perseguia os cristãos, mas
quando Cristo o chamou, sua vida foi completamente mudada. Lembremos da conversão
de Pedro, que quando se arrependeu quando negou a Cristo e quando o mesmo foi falar
com ele, não teve outra resposta para a pergunta “Tu me amas?” a não ser “Senhor, tu
sabes de todas as coisas” Jo 21.

Em nenhum lugar das Escrituras no Novo Testamento, quando vemos as pessoas se


aproximarem de Cristo para serem curados, ou qualquer outra coisa, vemos que Cristo
sempre diz: Vá e não peques mais. Além disso Jesus nos chama ao arrependimento: “Jesus
lhes respondeu: Os sãos não precisam de médico, mas sim os doentes; eu não vim chamar
os justos ao arrependimento, mas os pecadores.” Lc 5:31,32

E há alegria quando um pecador se arrepende, como diz Lucas 15:10: “Eu vos digo que
assim há alegria na presença dos anjos de Deus por um pecador que se arrepende.”

Percebemos então que além do arrependimento, a conversão ainda gera uma mudança de
vida. Conforme Romanos 12:1, a “metanoia” é um arrependimento diferente de
“metamelomai”. Tanto um quanto outro são traduzidos por arrependimento no Novo
Testamento, mas o segundo as vezes aparece como remorso. O primeiro quer dizer uma
tristeza e um arrependimento que vai gerar uma mudança na vida e a salvação, como diz
Paulo em 2 Co 7:10. O interessante é que as duas palavras (metanoia e metamelomai)
aparecem nesse mesmo versículo. Mas uma vai gerar salvação e a outra morte. Vemos a
segunda palavra com mais clareza quando lemos no evangelho de Mateus, em algumas
versões, que Judas se arrependeu. “Então Judas, o que o traíra, vendo que fora condenado,
trouxe, arrependido, as trinta moedas de prata aos príncipes dos sacerdotes e aos anciãos”
Mt 27:3 (Versão Almeida Corrigida e Revisada Fiel). Mas de fato não foi um
arrependimento, foi um remorso, como a maioria das versões atuais vão traduzir. O
remorso não produz salvação, antes só traz a morte.

4) Mal entendimento sobre a natureza de Cristo

“Já Alexya Salvador recorda duras críticas que sofreu vindas de outros cristãos LGBT após
dar uma entrevista dizendo que "Jesus foi o primeiro transgênero". Ela justifica a
afirmação sugerindo que Cristo transicionou do gênero divino ao gênero humano ao
surgir como o Messias.”

Parece que todas as heresias sobre as naturezas de Cristo se juntaram e formaram uma só.
Já não bastava o Apolinarismo, Nestorianismo, Monofisismo, Monarquianismo, Docetismo,
Ebionismo, Arianismo, Eutiquianismo, Macedonismo, agora temos o “Transgeneronismo”.

Deixe-me citar a confissão de fé Batista de 1689 onde fala a respeito da trindade, e nada
mais acrescentarei sobre isso:

Neste ser divino e infinito há três pessoas: o Pai, a Palavra (ou Filho) e o Espirito Santo;
(27) de uma mesma substância, igual poder e eternidade, possuindo cada uma inteira
essência divina, que é indivisível. (28) O Pai, de ninguém é gerado ou procedente; o Filho é
gerado eternamente do Pai; (29) o Espirito Santo procede do Pai e do Filho, eternamente;
(30) todos infinitos e sem princípio de existência. Portanto, um só Deus; que não deve ser
divido em seu ser ou natureza, mas, sim, distinguido pelas diversas propriedades
peculiares e relativas, e relações pessoais. Essa doutrina da Trindade é o fundamento de
toda a nossa comunhão com Deus e confortável dependência dEle.

(27) 1Jo.5.7: Pois há três que dão testemunho [no céu: o Pai, a Palavra e o Espírito Santo; e
estes três são um.

Mt.28.19: Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai
e do Filho e do Espírito Santo;

2Co.13.13: A graça do Senhor Jesus Cristo, e o amor de Deus, e a comunhão do Espírito


Santo sejam com todos vós.
(28) Êx.3.14: Disse Deus a Moisés: Eu Sou o que Sou. Disse mais: Assim dirás aos filhos de
Israel: Eu Sou me enviou a vós outros.

Jo.14.11: Crede-me que eu estou no Pai, e o Pai em mim; crede ao menos por causa das
boas obras.

1Co.8.6: ...todavia, para nós há um só Deus, o Pai, de quem são todas as cousas e para
quem existimos, e um só Senhor, Jesus Cristo, pelo qual são todas as cousas, e nós
também por ele.

(29) Jo.1.14,18: E o Verbo se faz carne, e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e
vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai.

Ninguém jamais viu a Deus: o Deus unigênito, que está no seio do Pai, é quem o revelou.

(30) Jo.15.26: Quando, porém, vier o Consolador, que eu vos enviarei da parte do Pai, o
Espírito da verdade, que dele procede, esse dará testemunho de mim;

Gl.4.6: .E, porque vós sois filhos, enviou Deus aos nossos corações o Espírito de seu Filho,
que clama: Aba, Pai.

5) Erro a respeito da história do Cristianismo

Também nas igrejas inclusivas, a visão crítica da história do Cristianismo ressalta os


longos processos até que a religião se adequasse à evolução social em diferentes
aspectos.

"As mulheres já sofreram muito com isso (dogmas e pensamento conservador). Já


tivemos momentos da história do Cristianismo em que os cristãos tinham como consenso
que os negros eram uma raça inferior e que a escravidão era uma instituição
estabelecida por Deus. Alguém precisou questionar isso", afirma o reverendo Cristiano
Valério, da Igreja da Comunidade Metropolitana (ICM) de São Paulo.

A religião cristã nunca se adequou a “evolução social em diferentes aspectos”. O que


tivemos, e ainda temos, são as diversas maneiras de se pregar o evangelho em diferentes
povos e contextos. Mas a mensagem do evangelho é a mesma e sempre será a mesma.

Se nós nos colocarmos no contexto de cada evento histórico a respeito dos negros e das
mulheres, nós podemos ver que a Igreja sempre pensou e sempre pensará da mesma
forma. Todo povo, língua, nação que for convertido pelo Espírito Santo, se torna
participante do corpo de Cristo, onde não há acepção de pessoas! (Hb 3:14, Rm 2:11). O
próprio irmão de Jesus ao escrever sua carta exorta aos irmãos para não fazer acepção de
pessoas Tg 2:1.

Para finalizar

Irmãos, o que não podemos aceitar e nem admitir é que o evangelho seja deturpado e
usado para que Cristo seja diminuído. Se nós nos voltarmos para as Escrituras veremos
claramente os erros, heresias e aberrações que surgem na internet. Não escrevi isso para
humilhar ninguém, muito menos para aparecer. Não poderia deixar essa passar em branco
visto que muitos de nós precisamos de respostas para essas coisas que aparecem e a gente
vai deixando passar e depois de um tempo passa a entrar na Igreja sem que nós
percebamos. Que nós possamos orar pela conversão dessas pessoas e que nós possamos
pregar aquilo que é realmente a verdade.

“Se possível, no que depender de vós, vivei em paz com todos os homens.” Rm
12:18 A21

Fonte de pesquisa

• Deus rejeita oração


http://www.portalolm.com.br/2012/12/quando-deus-rejeita-a-oracao
https://www.bibliatodo.com/pt/versos-biblicos/oracao/a-oracao-que-deus-rejeita
• Bíblias
Almeida 21: http://vidanova.com.br/editora
Outras: http://www.bibliaonline.com.br
• Natureza de Cristo
http://www.vivendopelapalavra.com/cristologia/1480-heresias-contra-a-natureza-de-
cristo-helio.html
http://www.clerus.org/clerus/dati/2009-01/02-
13/As_Heresias_Cristologicas_e_Trinitarias.html
http://pulpitopentecostal.blogspot.com.br/2012/04/heresias-respeito-das-naturezas-
de.html
• Confissão de fé Batista de 1689
http://www.monergismo.com/textos/credos/1689.htm